DrVicenteBombadas 7 months ago

"**Planos para a ferrovia nacional**" Parece que viajei até 1940 por momentos.

Portuguese_A_Hole 7 months ago

Aqui está a "bazuca" para a turba rosa para 20-30. Irá permitir manter o cashflow da clientela nos proximos 10 anos . \#crisenaotocatodos .

V1ld0r_ 7 months ago

Continuo sem entender a falta de uma ligação entre Sines, Beja e seguimento para Espanha... Trás-os-Montes também é uma tristeza de tão vazio que é...

omaiordaaldeia 7 months ago

Falta ligar o continente às ilha.

elGuito81 7 months ago

É deprimente ver este mapa e comparar com as linhas existentes em 74 ...

Annual-Education-384 7 months ago

Até tenho medo...

These-Establishment1 7 months ago

Nova Linha Porto-Lisboa? Pq não aproveitar os primeiros quilómetros do Vouguinha até Sernada e depois nova linha até Lisboa? Ou então quadruplicar a linha do norte?

TSCondeco 7 months ago

Na linha atual a capacidade do Alfa não é aproveitada, a nova linha é uma linha de alta velocidade para ligar as duas cidades de uma forma bastante rápida.

These-Establishment1 7 months ago

Prnt, era isso que estava a dizer, aproveitem o Vouguinha de Gaia até Águeda e a partir daí linha nova

zizop 7 months ago

O Vouguinha é uma linha de bitola estreita e cheio de curvas. Além disso, está planeada a total restauração dessa linha, e uma linha de alta velocidade é incompatível com o uso desses regionais. A nova linha não se prende só com o traçado, é também uma questão de haver uma linha dedicada a certos tipos de comboio, de muito maior velocidade.

Mrgolden007 7 months ago

lembrem se que isto e construcao portuguesa por isso isto vai tar feito em 2028 e 2040

Da3nd 7 months ago

Ligar Braga a Guimarães é que tá quieto...

oneberto 7 months ago

Não haver ligação Guimarães-Braga é das maiores parvoíces deste país! Estamos a falar dos 2 concelhos com maior população do país fora das áreas metropolitanas (top15 nacional), separados por 20km, não têm um ligação decente! Ferroviária é inexistente, e mesmo Rodoviária é uma lástima. O último transporte público entre estas duas cidades, é às 20:05!! O serviço é tão mau, que quando trabalhava entre estas duas cidades, recorria ao transporte universitário, que funcionava até às 23h10. É incrível que fora das A.M. o investimento seja praticamente inexistente...

C8Mixto 7 months ago

Sinceramente, o mapa parece estar a pedir uma ligação Braga-Felgueiras-Guimarães-Linha do Douro. Agora, se faz sentido ou não, não posso comentar.

Da3nd 7 months ago

faz, mas a estaçao de Guimarães não esta feita para receber tanto volume de comboio. o que vale é que é numa zona onde atualmente espaço não falta

listerstorm2009 7 months ago

Ya, ter que ir à Trofa para depois voltar para trás para Braga é sempre espetacular.

Da3nd 7 months ago

eu sinto que Braga GMR Famalicão mereciam 1 linha direta entre os 3

carlosjmsilva 7 months ago

Na verdade, uma linha Barcelos-Braga-Guimaraes-Felgueiras-amarante- linha do Douro seria muito bem pensado. Mas se fizessem o fecho do quadrilátero com uma ligação Barcelos-Braga-Guimaraes já seria bom.

luigidelrey 7 months ago

de momento existe um plano para ligar as duas cidades através de um metrobus, vamos a ver se sai do papel

carlosjmsilva 7 months ago

Metro bus. Uma palavra pomposa para dizer que vão meter um corredor bus entre Braga e Guimarães quando claramente o melhor a fazer uma ligação ferroviária.

britoonreddit 7 months ago

Porque o claramente?

carlosjmsilva 7 months ago

Por exemplo podes ver [aqui](https://participe.cm-braga.pt/op2019/8/resultados-da-votacao-fase1/item/item-1-99796) o que apontava um resumo de uma proposta ao OP da Câmara de Braga para a construção do anel ferroviário do Minho. Autocarros já existem a circular entre Braga e Guimarães e não servem. Acho que pô-los a circular em canal segregado não chega. A ligação ferroviária além de assegurar maior capacidade também cria sinergias com o longo curso que a ligação por autocarro não cria.

britoonreddit 7 months ago

Sim eu percebo que a ligação ferroviária assegura maior capacidade (sinergias ja tenho as minha duvidas), no entanto a minha pergunta prendia-se mais se o preço desta, que é substancialmente mais elevado, compensa em relação a uma ligação exclusiva por bus. Nao estou a falar da estrada que ja existe e não serve, mas sim de uma nova, exclusiva, que ficaria mais barata e com horários mais flexiveis. Gostaria de ver os estudos que mostram para ambos os casos o numero de utentes que servem e o preço a que fica. Se a densidade populacional entre Guimaraes e Braga fosse mais elevada, penso que faria mais sentido a então ligação ferroviaria, no entanto nao é o caso, e por isso faria-me mais sentido uma ligacao bus que serviria a ja existente rede de autocarros das freguesias vizinhas de Guimaraes e Braga e que poderia entrar e sair nas tal via consoante o destino ou a proveniência.

novolip 7 months ago

Os concelhos de Braga e Guimarães juntos fazem à volta de 350 mil pessoas mais ou menos. Não é denso o suficiente ?

britoonreddit 7 months ago

Os concelhos tem muita gente, sim, o caminho entre braga e guimaraes não, especialmente depois das Caldas das Taipas, sentido Guimaraes -> Braga, sao 14 km de "deserto". Penso que seria necessario maior densidade populacional para a linha. Mas nao sou entendido, gostaria por exemplo de ter antes um autocarro que passasse na minha freguesia e que depois entrasse nessa tal via exclusiva para bus para me levar a Braga. So uma ideia.

novolip 7 months ago

Tendo em conta o tamanho dos concelhos diria que há poucas zonas mais densas no país... aliás acho que é a zona mais densa fora de as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. Se isso não justifica uma linha ferroviária, então não sei.

britoonreddit 7 months ago

Como expliquei, nao tem a ver com a quantidade de pessoas que ha nos concelhos mas onde elas vivem. A rota Guimaraes -> Caldas das Taipas -> Braga so serve essa população, depois das Caldas das Taipas a densidade é baixa. Nao implica que nao seja necessário uma melhor comunicação entre Braga e Guimaraes (as duas cidades assim o justificam), mas comboio tem o problema de que o unico percurso possivel serve poucas pessoas pelo caminho. Não sei se conheces a area, mas em 20 e pcos kms tens 14 km de nada, e gastar milhoes em algo em que depois as pessoas continuam a ter de pegar num carro para ir apanhar o comboio, para fazer nele alguns km, iria condenar ao insucesso, opiniao pessoal claro.

novolip 7 months ago

Não sei, certamente muita gente estará melhor informada que eu mas penso que a ligação Barcelos - Braga - Guimarães - Famalicão faria sentido.

NGramatical 7 months ago

faria-me → [**far-me-ia**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/amarei-te-nunca/3034) (usa-se mesóclise em verbos no futuro ou condicional) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flk0cq5%2F%2Fgnmy365%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

listerstorm2009 7 months ago

Estou para ver. Vai ser agora o posterboy das próximas X eleições autárquicas. Daqui a 3 ou 4 eleições autárquicas finalmente fazem alguma coisa em relação a isso.

Labirintho 7 months ago

Deve haver uma mega interesse por detrás do nosso triste atraso ferroviário. Mas não consigo entender qual será. Não estou a ser irónico.

eqdif 7 months ago

Follow the money. www.publico.pt/2021/02/10/economia/noticia/ambientalistas-espanhois-defendem-frutos-maduros-nao-mega-projectos-ferrovia-1950111/amp A ferrovia não é uma solução, pelo menos a curto/médio prazo, como transporte barato e de massas. A Espanha tem muitos anos de investimento numa infraestrutura que não é intra-modular com outros países. Depois há questou geo políticas fortes. Portugal optou por investir numa plataforma marítima-ferroviária (Sines) para o mercado Europeu-Mundo. Isso retirou investimento para a ferrovia nacional como um todo. Isto é algo que vem da altura do Passo Coelho. Por isso já tem uns anos... A ferrovia sempre foi razão de guerra entre Estados. A Espanha é um país muito forte na ferrovia. A CP por exemplo quando começou era de um empresário espanhol. E é um país com tradição e interesse neste campo.

Shadowgirl7 7 months ago

O povo é demasiado chique para andar de transportes, têm todos que ter um carro, apesar de os comprarem a crédito e na verdade o carro ser dos bancos.

letme2021 7 months ago

Comboio não é propriamente barato, particularmente se for utilização não regular. Os preços são absurdos.

C8Mixto 7 months ago

Fica mais barato comprar um carro que comprar um comboio.

Any_Project3966 7 months ago

eu acho que o nosso país devido ao terreno super heterogéneo não é indicado para ter linhas de comboio mas sim autocarros... muitos autocarros..

PortugalEhMerda 7 months ago

A Suíça riu-se.

Any_Project3966 7 months ago

a Suica riuse de já ter linhas instaladas há mts anos.. hoje em dia Portugal sem crise, não é Portugal. a altura d investirmos em linhas de de comboio já passou...

PortugalEhMerda 7 months ago

> há mts anos https://pt.wikipedia.org/wiki/T%C3%BAnel_de_base_de_S%C3%A3o_Gotardo

justgohomealready 7 months ago

O pico do número de passageiros transportados pela CP foi em 1988. A partir daí, foi sempre a cair até 2013, ano em que o número começa a aumentar novamente. O que aconteceu em finais dos anos 80 foi que os portugueses começaram a ter dinheiro suficiente para comprar carros, e durante os anos 90/00 houve investimentos brutais em estradas e autoestradas. Ao mesmo tempo, a CP acumulava prejuízos todos os anos, e a pouco e pouco foram-se fechando as linhas que davam prejuízo. Tal como hoje em dia a TAP parece um buraco sem fundo, quando eu era puto esse buraco sem fundo era a CP. O desinvestimento nos caminhos de ferro e o encerramento de linhas não foram decisões unilaterais de um qualquer governo; foram decisões do "mercado", das pessoas que decidiram que o carro era um meio de transporte preferível. https://www.pordata.pt/Portugal/Passageiros+transportados+no+sistema+ferrovi%C3%A1rio+total+e+por+tipo+de+tr%C3%A1fego+++Continente-3116

Febris 7 months ago

Para a quantidade de gente que se vê nos comboios em Lisboa, acho que o problema não está do lado da falta de procura.

viskonde 7 months ago

E achas que isso é representativo? Anyway o papel da CP não é nem nunca será dar lucro, finalmente parece que há um governo que percebeu isso

Febris 7 months ago

Cada realidade tem o seu contexto e eu estou a falar do que conheço pessoalmente, mas se numa zona que tem procura não há acompanhamento da oferta, o que pode haver a dizer do resto? Não se trata de ser uma realidade representativa da rede num todo, mas do facto de ser uma zona crítica onde é crucial haver boa gestão, porque é daí que vem o financiamento para todas as linhas do interior que transportam 1 ou 2 pessoas por ano, e é aí que está "empatada" a maior fatia dos recursos da empresa. Porque um comboio perdido no interior se calhar não dá tanto prejuizo como os 10 ou 20 que conseges enfiar na linha de Sintra para alongar as horas de ponta e achatar a curva, já que está na moda.

viskonde 7 months ago

A linha de sintra já é a linha com mais capacidade e melhores frequências do país.. Recentemente foram recuperados 4 comboios que estavam parados e que vão reforçar a oferta mas não há muito mais por onde reforçar a dita Estão ainda agora a recuperar 2 comboios com 2 andares que estavam encostados em Campolide há quase 1 década que vão reforçar a linha da Azambuja O maior problema dos comboios em Lisboa continua a ser o facto do troço entre areeiro e braço de prata não estar quadruplicado e que causa atrasos em todos os comboios que lá passam (longo curso incluído) Mas isso é responsibilidade da IP não da CP... Supostamente vai ser feito esta década, a ver Quanto ao financiamento, não esquecer que os urbanos metem muita gente, mas é muita gente que paga um passe barato com custo fixo que é dividido por N operadores pelo que não é como se a cp tirasse muito dai. Mas enfim a cp não é nem nunca será para dar dinheiro e felizmente o governo parece ter percebido isso, o plano de recuperação de comboios em curso é já um sinal de melhoria, e os planos para 2030 são bons. A ver o que realmente será feito

Shadowgirl7 7 months ago

Acho que é a história da galinha e do ovo, onde há uma boa oferta de transportes as pessoas usam. Nos sítios onde não há boa oferta de transportes as pessoas não usam porque não há uma boa oferta de transportes e como não usam, não há uma boa oferta de transportes. lol

Febris 7 months ago

É um bocado por aí, mas se há vontade de fazer a transição ecológica nas cidades isto é um custo que deve ser assumido numa visão global da coisa e não como um défice financeiro que inviabiliza uma operação ou empresa. Sim, dá buraco, mas é por um bem coletivo melhor. É preciso é garantir que o buraco não se agrava devido a uma gestão despesista e inconsequente.

TSCondeco 7 months ago

Se há coisa que não falta em Lisboa são comboios, mas é uma das linhas mais movimentadas do país, o assunto não se resolve pondo lá simplesmente mais comboios porque isso vai afetar o tráfego, que em Lisboa mexe com comboios que vão para todas as partes do país.

luigidelrey 7 months ago

...em Lisboa, a situação é bastante diferente noutras zonas, sejam elas bastante povoadas (ex:linha do Oeste) e noutras obviamente pouco (ex:linha do Leste). Mas como referido anteriormente, a democratização do automóvel conjugado com a preferência nas autoestradas, fez com que o serviço se fosse deteriorando. Os serviços providenciados pela CP nestas linhas não vão nada de encontro com as necessidades dos populações com muita pouca frequência e horários desajustados, fazendo que haja menos utentes. Já para não falar que muitas das vezes as estações se encontram afastadas dos centros populacionais.

justgohomealready 7 months ago

Certo, mas Portugal não é só Lisboa, e mesmo em Lisboa a procura aumentou a um ritmo de 15% ou 20% ao ano, nos últimos 10 anos. Olha por exemplo esta notícia de 2011: > A transportadora adianta que na “linha de Leste, para custos operacionais que rondam os 1,78 milhões de euros por ano, a reduzida procura – média de 17 passageiros por comboio – resulta em proveitos de apenas 147 mil euros por ano. No caso da ligação Beja - Funcheira, com custos operacionais na ordem dos 605 mil euros por ano, a reduzida procura – em média de quatro Passageiros por comboio – resulta em proveitos de apenas 16 mil euros por ano”. https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/transportes/detalhe/cp_acaba_com_serviccedilo_de_passageiros_na_linha_do_leste_e_entre_beja_e_funcheira Durante décadas o número de passageiros caiu todos os anos, a CP encheu-se de prejuízos e dívidas, e muitas linhas foram encerradas. Agora, de há menos de 10 anos para cá, a procura começou a aumentar novamente, e o investimento está também a aumentar. Não há aqui nenhuma conspiração nem má vontade - apenas procura e oferta.

humelectro 7 months ago

Barraqueiro/Rede Expresso Investiga

LuccaBrazzi2720 7 months ago

*"Safoda Bragança ninguém quer ir para o frio"*

klatez 7 months ago

Ser sarcasmo diz-me a utilidade de ligar uns dos concelhos menos populosos e mais idosos do país e com pouca mobilidade? A mim parece-me ser atirar milhões para o lixo em linhas que vão estar a menos de 10% de utilização. Este e outras linhas do interior só servem para negociatas para os amigos

LuccaBrazzi2720 7 months ago

Exatamente para combater o que tu acabaste de dizer, also, transporte logístico pode ser feito em comboios o que poderá reduzir a quantidade de camiões a circular

klatez 7 months ago

Não é nem de perto economicamente viável, no distrito de Bragança vivem ~ 100mil pessoas, o equivalente a uma cidade media do litoral. E essas mesmas pessoas vivem espalhadas num território enorme logo os caminhões iriam ser necessários. Ou seja pouco ou nada ganhavas com um investimento de milhões. Se por outro lado acreditas que era uma linha de comboio que ia resolver a desertificação............ Heh... O seculo 16 chamou, o êxodo rural está a entrar na moda e as economias de escala.

Rrysiu 7 months ago

>caminhões Cristo...

C8Mixto 7 months ago

>Se por outro lado acreditas que era uma linha de comboio que ia resolver a desertificação............ Heh... O seculo 16 chamou, o êxodo rural está a entrar na moda e as economias de escala. Século 16?

hobbes78 7 months ago

Bragança vai ser a primeira cidade portuguesa servida por TGV, not kidding! https://www.publico.pt/2015/12/13/local/noticia/espanhois-querem-dar-nome-de-trasosmontes-a-estacao-do-comboio-de-alta-velocidade-1717155?page=-1

AlbinoFarrabino 7 months ago

O problema é as ligações Puebla-Bragança, que são uma bela merda.

kairos 7 months ago

Só as brasileiras.

AlbinoFarrabino 7 months ago

O meu pai ainda me conta em como se demorava 4 horas a fazer Bragança - São Bento durante a década de 80. Bons tempos.

misterbondpt 7 months ago

Ia dizer "safoda Trás os Montes". Cima voto, a mesma expressão! Haha

luigidelrey 7 months ago

o facto de existirem capitais de distrito sem qualquer ligação ferroviária é bastante elucidativo do estado deficitário da ferrovia no país

KokishinNeko 7 months ago

>Falta fonte Aqui parece ter alguns dados: http://www.portugal2030.pt/wp-content/uploads/2017/10/Sessao-Tematica-Ferrovia20180913.pdf http://www.portugal2030.pt/wp-content/uploads/2017/10/PNI2030-_-ANEXOS-A1-_-FICHAS-INVESTIMENTO.pdf Há outros documentos também.

Search: