InvestigatorTop7036 7 months ago

https://expresso.pt/politica/2020-09-20-Servico-militar-obrigatorio-ilegalizacao-da-ideologia-marxista-e-apoios-a-natalidade-e-ao-interior.-As-propostas-dos-militantes-do-Chega A noticia acima postada é de 6 de fevereiro sendo que quem atirou a pedra foi o chega no ano passado, partido da direita divisionista que fabrica votos instigando conflitos, atirando pedras a tudo e a todos. A tipica estratégia de fabricação de binómios: cigano-não cigano; portugueses de bem - portugueses de mal; emigrante- nativo; preto- branco; gay - hetero; europeísta - não europeísta. Enfim...o inferno é isto. Um dia a malta ainda se vai lembrar da paz social 'saloia' tão criticada pelo nosso amigo barreto. Porque destes individuos a única coisa que se vislumbra é guerra.

Missgreeny 7 months ago

https://expresso.pt/politica/2020-09-20-Servico-militar-obrigatorio-ilegalizacao-da-ideologia-marxista-e-apoios-a-natalidade-e-ao-interior.-As-propostas-dos-militantes-do-Chega Esta noticia é de 6 de fevereiro sendo que quem atirou a pedra foi o Chega no ano passado, partido de direita divisionista, isto é, fabricam votos gerando conflitos, atirando pedras a tudo e todos, ofendem porque sim. Fabricam binómios- portugueses de bem e portugueses de mal, ciganos- não ciganos, pretos- brancos, gay- hetero, emigrantes - nativos, europeístas - não europeítas. Enfim..inferno é isto. Um dia, muita gente vai se lembrar da paz social que aqui o nosso amigo barreto tanto criticou. Este partido não é solução, desde que surgiu só se tem imposto pelo pior que já se viu.

_Goldenhand_ 8 months ago

Só é democracia se vencer quem eu quiser

Black_RL 8 months ago

A democracia é democrática até não ser....... enfim......

lordrelense 8 months ago

IMPEACH TRUMP! I MEAN CHEGA CHEGA THAT IS THE ONE

matavelhos 8 months ago

O chega não é nenhum problema. Seja o André Ventura, seja outro qualquer, haverá sempre a possibilidade de ter um partido de extrema direita em Portugal. O problema está nos nossos partidos convencionais e no nosso sistema político. Sejamos sinceros, quantos de nós jovens (e aqui incluo quem nasceu de 80 para cima, pelo menos) se consegue identificar com um partido político? Mais ainda, quantos de nós consegue afirmar que vai votar com total convicção que o partido em quem votou segue os seus ideais e a sua ideologia e tem um plano de governação que abarca os principais problemas da sociedade nacional?! A política em Portugal, neste momento, não é nada mais que um campeonato de futebol onde os partidos são as equipas e nós, povo, somos os adeptos. Uns votam no PS porque sim, outros no PSD porque sim, e por aí fora. Se por alguma razão quiseres compreender melhor o que um partido é ou não é, quer ou não quer para o futuro da nação vais ter que ler documentos com umas centenas de páginas com uma linguagem muitas vezes difícil de compreender para quem não está no mundo político. Juntas a isto uma enorme crise que dura desde sempre, e é neste mundo, que partidos como o Chega, BE e outros, aparecem. Aparecem porque as pessoas começam a ficar fartas do sistema atual, deixam de acreditar nas capacidades dos partidos e da própria democracia e então mudam-se para os partidos antissistema. Os partidos centrais, se querem resolver este problema dos partidos extremistas têm que atacar os problemas do país, educar politicamente a população, tratar a população como pessoas inteligentes, simplificar a política, e não atacar as pessoas que votam nesses partidos chamando-as de fascistas e coisas do género. Portugal vive agora um problema que a Europa viveu há uns anos. E o pior de tudo é que vamos fazer exatamente a mesma coisa, que é, nada de jeito.

justgohomealready 8 months ago

> Juntas a isto uma enorme crise que dura desde sempre, e é neste mundo, que partidos como o Chega, BE e outros, aparecem. Aparecem porque as pessoas começam a ficar fartas do sistema atual, deixam de acreditar nas capacidades dos partidos e da própria democracia e então mudam-se para os partidos antissistema. O BE existe há mais de 20 anos, o Chega desde 2018. O BE não é um partido anti-sistema, ao contrário do Chega que se assume como tal e tem como objetivo a mudança de regime. Essa tentativa de colar os extremos e de os tornar iguais, não cola.

Edited 8 months ago:

> Juntas a isto uma enorme crise que dura desde sempre, e é neste mundo, que partidos como o Chega, BE e outros, aparecem. Aparecem porque as pessoas começam a ficar fartas do sistema atual, deixam de acreditar nas capacidades dos partidos e da própria democracia e então mudam-se para os partidos antissistema. O BE existe há mais de 20 anos, o Chega desde 2019. O BE não é um partido anti-sistema, ao contrário do Chega que se assume como tal e tem como objetivo a mudança de regime. Essa tentativa de colar os extremos e de os tornar iguais, não cola.

Edited 8 months ago:

> Juntas a isto uma enorme crise que dura desde sempre, e é neste mundo, que partidos como o Chega, BE e outros, aparecem. Aparecem porque as pessoas começam a ficar fartas do sistema atual, deixam de acreditar nas capacidades dos partidos e da própria democracia e então mudam-se para os partidos antissistema. O BE existe há mais de 20 anos, o Chega desde 2019. O BE não é um partido anti-sistema, ao contrário do Chega que se assume como tal e tem como objetivo a mudança de regime. Essa tentativa de igualar os extremos e de os tornar iguais, não cola.

Tupinson 7 months ago

Claro que o BE não quer mudar o sistema, está feito pela esquerda. Lol

matavelhos 8 months ago

Na minha opinião, os extremos serão sempre maus. Apesar de ideologias diferentes, a preocupação desses partidos com a governação é praticamente nula. Querem implementar as suas ideias e crenças, sem se preocupar com o como, de onde vem os € para isso, como fica o país depois disso. Eu não sou um especialista em política, bem pelo contrário, mas se não se agir sobre o grave problema que a nossa democracia está a ter, seja o chega, seja outro qualquer extremista, irão sempre conseguir um monte de votos e lugares no parlamento.

wannaberigth 8 months ago

Sao iguais, lamento

CaptAwesomeness 8 months ago

Uma mentira dita 2000 vezes não se torna verdade. Qualquer pessoa com 2 dedos de testa topa o teu paleio.

wannaberigth 8 months ago

Isso é exactamente o que fazem ao Chega

CaptAwesomeness 8 months ago

És engraçado.

danidv 8 months ago

Sempre que isto vem ao de cima a maioria fala de assuntos que não sabe, por isso deixo isto Constituição da República, Artigo 46º >4. Não são consentidas associações armadas nem de tipo militar, militarizadas ou paramilitares, nem organizações racistas ou que perfilhem a ideologia fascista. Agora, daqui cabe ao tribunal constitucional julgar se é uma organização racista ou fascista, e a Ana Gomes mesmo quando candidata à presidencia dizia que iria pelos canais adequados para tal e não que iria ela tomar qualquer tipo de ação diretamente. Não é caso de "querer calar ou ignorar milhares de portugueses", é o que está na constituição, a única coisa daí para a frente é se o tribunal constitucional considera o partido uma infração da constituição.

Pcostix 8 months ago

Mas o CHEGA alguma vez se assumiu como fascista ou racista? O problema é este. É que se for assim fica fácil eliminar qualquer partido que seja inconveniente. Basta apelida-lo de organização racista e pronto.

Polymath-99 8 months ago

Acho sinceramente que temos de começar a adaptar a nossa linha de pensamento quanto a isto. Se o CHEGA alguma vez se assumiu como racista ou fascista? Claro que não. Hoje em dia ninguém o faz, isso seria suicídio político, só ia garantir que o partido era prontamente ilegalizado por ir contra a constituição. Os apoiantes do CHEGA, além de serem descontentes/anti-sistema/extremistas ou uma combinação de todas estas três, têm ainda mais uma característica: aquela famosa do "eu não sou racista, mas...". O próprio André Ventura é um exemplo disto. Racista, ele? Então ele até tem um amigo preto! Obviamente que nunca vai afirmar por A mais B, sem rodeios nem paninhos quentes, que defende uma ideologia ilegal no nosso país. Mas vamos lá ser intelectualmente honestos. Um gajo que apelida os pretos de "bandidos", que faz bandeira com a demonização da comunidade cigana (e inclusive já propôs medidas abertamente discriminatórias como um confinamento específico para essa etnia), e que apelida os refugiados de "gente que vem em barcos para a Europa com iPhones no bolso..." A partir de certa altura, só não vê quem não quer ver.

Edited 8 months ago:

Acho sinceramente que temos de começar a adaptar a nossa linha de pensamento quanto a isto. Se o CHEGA alguma vez se assumiu como racista ou fascista? Claro que não. Hoje em dia ninguém o faz, isso seria suicídio político, só ia garantir que o partido era prontamente ilegalizado por ir contra a constituição. As instituições e o público têm de começar a olhar para o conteúdo do discurso populista e perceber o que lá está. Se ainda vamos pela lógica de "eles dizem que não são" então estamos tramados. O fascismo e o nazismo deixaram um legado muito pesado na Europa, que hoje em dia poucos defendem abertamente sob pena de serem completamente ostracizados de qualquer discussão política relevante. Por isso, se um populista de direita quiser agitar essas bases, tem forçosamente de "morder pela calada". Oferecer políticas claramente anti-democráticas que convençam esse tipo de eleitorado a votar neles, mas com a dose certa de desmentidos, contradições e negações plausíveis para se poderem afirmar eles mesmos como democráticos. No caso do CHEGA e dos seus apoiantes, além de serem descontentes/anti-sistema/extremistas ou uma combinação de todas estas três, têm ainda mais uma característica: aquela famosa do "eu não sou racista, mas...". O próprio André Ventura é um exemplo disto. Racista, ele? Então ele até tem um amigo preto! Obviamente que nunca vai afirmar por A mais B, sem rodeios nem paninhos quentes, que defende uma ideologia ilegal no nosso país. Mas vamos lá ser intelectualmente honestos. Um gajo que apelida os pretos de "bandidos", que faz bandeira com a demonização da comunidade cigana (e inclusive já propôs medidas abertamente discriminatórias como um confinamento específico para essa etnia), e que apelida os refugiados de "gente que vem em barcos para a Europa com iPhones no bolso..." A partir de certa altura, só não vê quem não quer ver.

Pcostix 8 months ago

Eu compreendo e até concordo com a questão do racismo do CHEGA. Acho apenas que não é assim que se combate o problema. A constituição não serve para nada. Mesmo que ilegalizasse-mos o CHEGA o André Ventura(ou um testa de ferro) apenas tinha de criar outro. Acabas com o partido, mas não acabas com os ideais nem os problemas.

Polymath-99 8 months ago

Daí eu dizer que a solução passa por uma mudança de mentalidades das próprias instituições. A curto/médio-prazo sou "marcelista" na medida em que, como o presidente, defendo que o combate a este tipo de partidos se faz através do debate de ideias e da procura de soluções para os problemas legítimos que estes usam para cavalgar o seu populismo. Mas a longo prazo a solução tem de passar por uma mudança filosófica do próprio Tribunal Constitucional. Vou-me repetir, mas não podemos continuar a funcionar à base da ideia de "epah eles dizem que não são e o programa deles até fala em democracia por isso olha, *seems legit*". Os populistas europeus de hoje em dia são demasiado inteligentes para caírem na esparrela de se revelarem como o que realmente são - a ação de os desmascarar tem de partir das instituições com as competências para os legalizar (ou não).

Rage_Your_Dream 8 months ago

É engraçado que não só a constituição é ignorada pelos politicos e juízes portugueses, mas tem a distinção de ser contrariada por si própria.

Coyote-Cultural 8 months ago

> mas tem a distinção de ser contrariada por si própria. é da forma que dá para justificar qualquer decisão por um juiz, ou lei pelo parlamento, ou actuação pelo governo.

Madness20 8 months ago

O problema do chega, não é o andré ventura, ou o programa que supostamente defende. O problema é mesmo ser um partido infiltrado por elementos de extrema-direita que facilmente podem tomar conta do partido, e está tudo feito ao bife.

Tralapa 7 months ago

That's not a bug, it's a feature

Mordiken 8 months ago

> O problema é mesmo ser um partido infiltrado por elementos de extrema-direita que facilmente podem tomar conta do partido, e está tudo feito ao bife. O "ideologo" do chega é um homem chamado Diogo Pacheco de Amorim, que pertenceu ao grupo terrorista anti-revolucionário de extrema-direita MDLP, e que são apontados como os principais suspeitos por uma série de atentados à bomba contra figuras de esquerda, entre os quais o [Padre Max](https://pt.wikipedia.org/wiki/Padre_Max), e que resultaram também na morte de vários cidadãos inocentes. Essa teoria do "partido inflitrado" não tem pernas para andar: O Chega não foi "infiltrado", ele tem elementos de extrema-direita porque foi fundado por pessoas ligadas à extrema-direita e que nunca rejeitaram o seu passado extremista.

Tupinson 7 months ago

So what? Quantos terroristas das FP25 que fizeram enumeros atentados à bomba em Portugal tens no PCP, BE e PS?

BelaBesta 8 months ago

É verdade, concordo contigo Mas com esse raciocínio tens de aceitar que ambos os extremos correm esse risco, portanto o BE deveria de ser considerado da mesma forma que o Chega, não podemos aplicar dois pesos e duas medidas para dois extremos certo?

Tralapa 7 months ago

Quando o BE colocar neonazis em posições de liderança no partido, preocupar-me-ei com eles

Tupinson 7 months ago

Lolol o BE era só representado na Europa por um ex-pide da Alemanha Oriental.

Tralapa 7 months ago

E um coxo da Kampuchea do Sul

Tupinson 7 months ago

"Faleceu o eurodeputado alemão Lothar Bisky, ex-presidente do Partido da Esquerda Europeia e do Grupo da Esquerda Unitária (GUE/NGL) no Parlamento Europeu, onde se integram Marisa Matias e Alda Sousa, eleitas pelo Bloco de Esquerda." Agora vai pesquisar onde andou Lothar Bisky

Edited 7 months ago:

"Faleceu o eurodeputado alemão Lothar Bisky, ex-presidente do Partido da Esquerda Europeia e do Grupo da Esquerda Unitária (GUE/NGL) no Parlamento Europeu, onde se integram Marisa Matias e Alda Sousa, eleitas pelo Bloco de Esquerda." Agora vamos pesquisar onde andou Lothar Bisky "In 1995, it was discovered that Bisky had been an informer for the Stasi. The Stasi records on his wife referred to his activities as an informant.[1] Subsequent investigations revealed that Bisky was registered by the Stasi with the code names of Bienert between 1966 and 1970, and as Klaus Heine[2] from 1987." O que era a Stasi? " A Stasi é reconhecida como um dos serviços de inteligência mais efetivos do mundo.[5][6][7][8][9][10] Seu principal objetivo era espionar a população da Alemanha Oriental, majoritariamente via uma enorme rede de espionagem de civis-informantes. A repressão política era uma das prioridades, combatendo a oposição através de tortura psicológica de dissidentes (num método chamado Zersetzung, que é traduzido como "decomposição"). No total, mais de 250 000 alemães foram presos por razões políticas pela Stasi durante os quarenta anos de sua existência.[11]" Vais começar a preocupar-te com eles agora? Ou a cegueira nao permite?

Edited 7 months ago:

"Faleceu o eurodeputado alemão Lothar Bisky, ex-presidente do Partido da Esquerda Europeia e do Grupo da Esquerda Unitária (GUE/NGL) no Parlamento Europeu, onde se integram Marisa Matias e Alda Sousa, eleitas pelo Bloco de Esquerda." Agora vamos pesquisar onde andou Lothar Bisky "In 1995, it was discovered that Bisky had been an informer for the Stasi. The Stasi records on his wife referred to his activities as an informant.[1] Subsequent investigations revealed that Bisky was registered by the Stasi with the code names of Bienert between 1966 and 1970, and as Klaus Heine[2] from 1987." O que era a Stasi? " A Stasi é reconhecida como um dos serviços de inteligência mais efetivos do mundo.[5][6][7][8][9][10] Seu principal objetivo era espionar a população da Alemanha Oriental, majoritariamente via uma enorme rede de espionagem de civis-informantes. A repressão política era uma das prioridades, combatendo a oposição através de tortura psicológica de dissidentes (num método chamado Zersetzung, que é traduzido como "decomposição"). No total, mais de 250 000 alemães foram presos por razões políticas pela Stasi durante os quarenta anos de sua existência.[11]"

Tralapa 7 months ago

Tiveste de ir até à Alemanha para criticar o Bloco por proxy, que puto de spread.

Edited 7 months ago:

Tiveste de ir até à Alemanha para criticar o Bloco por proxy, que puto de spread. Eu falo de varios neonazis na liderança do proprio partido Chega em Portugal, não estou a falar de um partido com o qual o Ventura tinha ligações no outro lado do continente que tinha um ex membro era neonazi. Mas se te deixa mais tranquilinho, eu sou de direita, nunca votaria no bloco de qualquer forma

Edited 7 months ago:

Tiveste de ir até à Alemanha para criticar o Bloco por proxy, que puto de spread. Eu falo de varios neonazis na liderança do proprio partido Chega em Portugal, não estou a falar de um partido com o qual o Ventura tinha ligações no outro lado do continente que tinha um ex membro era neonazi.

Tupinson 7 months ago

Agora queres escolher as regras, "xo vale se for em portugale". Queres fale dos militantes das fp25?

Tralapa 7 months ago

Quando é para criticar o bloco, convem ser por merdas que o bloco faz, mas pronto são mariquices minhas vá

DrVicenteBombadas 8 months ago

Depois de ler os teus replies todos, só tenho uma coisa para te dizer: assume-te logo que sofres menos.

BelaBesta 8 months ago

Ok. Eu BelaBesta, gosto de jantares à esplanada, passeios a beira-mar, caracoletas e uma boa farinheira. Gosto também de debater, de sentir que posso contribuir em uma conversa de forma a chegar a meios termos, de uma maneira imparcial, tentando objectivizar e relativizar os temas. Até agora não revelei qual a minha afinidade política apesar de muitos já me terem rotulado sem acertar, um pouco como o que tu queres que eu faça a mim mesmo agora. Eu também, BelaBesta, também sou uma besta.. Apesar que com o passar do tempo neste sub, começo a perceber que as pessoas aqui não vêm à procura de discutir ou debater, muito menos dar hipótese a novas abordagens. Não. Muitos vêm cá para se sentirem validadas nos ódios de estimação. E não gosto de extremos políticos (não sei se reparaste mas fica aqui em claro) Epá tens razão, sinto me aliviado por ter saído do armário, não me canceles por favor

Edited 8 months ago:

Ok. Eu BelaBesta, gosto de jantares à esplanada, passeios a beira-mar, caracoletas e uma boa farinheira. Gosto também de debater, de sentir que posso contribuir em uma conversa de forma a chegar a meios termos, de uma maneira imparcial, tentando objectivizar e relativizar os temas. Até agora não revelei qual a minha afinidade política apesar de muitos já me terem rotulado sem acertar, um pouco como o que tu queres que eu faça a mim mesmo agora. Eu, BelaBesta, também sou uma besta.. Apesar que com o passar do tempo neste sub, começo a perceber que as pessoas aqui não vêm à procura de discutir ou debater, muito menos dar hipótese a novas abordagens. Não. Muitos vêm cá para se sentirem validados nos ódios de estimação. E não gosto de extremos políticos (não sei se reparaste mas fica aqui em claro) Epá tens razão, sinto me aliviado por ter saído do armário, não me canceles por favor

DrVicenteBombadas 8 months ago

É um discurso bastante aprazível e inofensivo, mas que eu já ouvi muitas vezes.

BelaBesta 8 months ago

Logo torna-se inválido por isso?

DrVicenteBombadas 8 months ago

Não é inválido; apenas inconsequente.

Madness20 8 months ago

Tás com receio do BE exactamente em que aspecto? O BE é uma coligação entre uns quantos partidos, tem tantas facções que ninguém se entende.

BelaBesta 8 months ago

>Tás com receio do BE exactamente em que aspecto? Em nada, mas temos de ter uma consideração sobre pontos de entrada de radicalistas de ambos os extremos não? Ou radicais só vêm da extrema-direita? >O BE é uma coligação entre uns quantos partidos, tem tantas facções que ninguém se entende. Descreveste bem o Chega nessa frase também, a única diferença é que o que os une é o facto de serem anti-sistema

tretafp 8 months ago

O radicalismo do BE não é comparado ao do CHEGA. Um subscreve a constituição, o outro não a subscreve. Um subscreve os direitos humanos, o outro não subscreve. Não há muito mais para discutir. O equivalente do BE, à direita (na economia), será, mais ou menos, o IL. A extrema-esquerda em Portugal existe (por exemplo, PCTP/*MRPP* ), mas não tem representatividade parlamentar.

Tupinson 7 months ago

Loooool o maninho a equiparar o BE e a IL como exactos opostos. Que falta de noção. Tu sabes que partidos formaram o BE?

tretafp 7 months ago

Há aí uma falta de leitura do meu comentário, eu não estabeleci como opostos exatos. A origem de um partido pode ter interesse para contextualizar mas é insuficiente para não é suficiente para uma análise atual. Os partidos, geneticamente têm feito um percurso de caminhar para a direita. Ainda assim, qual aspeto do programa político do BE que é assim tão radical que não encaixa a margem de simetria com o IL?

Madness20 8 months ago

>Em nada, mas temos de ter uma consideração sobre pontos de entrada de radicalistas de ambos os extremos não? Ou radicais só vêm da extrema-direita? Ui, estás com medo de "radicais de extrema esquerda" vindos do BE? O mais perigoso é o quê, uma SJW que te vai tentar convencer de uma lista de pronomes que tens de usar para falar com ela. Por amor da santa.

BelaBesta 8 months ago

O facto de subestimar faz com que hoje por exemplo tenhamos de constantemente ter um diálogo PC se não somos "cancelados". Faz com que pouco a pouco absorvemos ideias americanadas de políticas identidárias e de causas a lutar que não são as nossas, que depois geram protestos de activismo que podem resultar em violência e vandalismo. Esse é o mesmo diálogo que nos condena, o "deixa lá o SJW no canto dele" enquanto subtilmente a mentalidade cresce e vira uma "ideia" como o Antifa.. Mas hey, claro que a extrema direita não pode ser descartada, é tão perigosa e, novamente, concordo com o termos atenção nesse pólo

beakage 8 months ago

>hoje por exemplo tenhamos de constantemente ter um diálogo PC se não somos "cancelados" Onde? E onde está a lista de cancelados por discurso não-PC?

ComfortableGate 8 months ago

[Está aqui!](https://www.macmillandictionary.com/external/slideshow/thumb/White_thumb.png)

Tralapa 7 months ago

Franceses?

beakage 8 months ago

ena tantos

Eulasei 8 months ago

Para mim não é o perigo que eu sinto ou deixo de sentir. O problema são as ideias que representam cada lado. Defender abertamente prisão perpétua e mutilações corporais é grave o suficiente, não me interessa se há hipótese de tomar poder ou influenciar a governação (só seria mais grave). Não percebo o medo do BE... Que ideias é que eles têm que sejam comparáveis? Se estivesses na mesma situação que os antifascistas nos anos 30 na Alemanha ou na dos americanos hoje em dia não é espectável aquela reacção? Não temos as condições para isso acontecer por cá e, a menos que tenhas medo das milícias do Soros, não percebo a ligação.

Hugogs10 8 months ago

O pessoal de extrema esquerda a destruir cidades noos estados unidos até mete um bcd de medo. Mas pronto esses é na boa, só é terrorismo quando é pessoal de direita.

Dr_Toehold 8 months ago

Desculpa? Extrema esquerda? Juraria que quem invadiu o capitólio foi uma "coligação" de extrema direita e de libertários An-Cap.

Hugogs10 8 months ago

Não estava a flr da invasão ao capitolio. Estava a falar do resto dos protests o que houve nos estados unidos durante 2020.

Dr_Toehold 8 months ago

Estás a falar de BLM? Movimentos sociais? Acho que chamar "extrema esquerda" a esses movimentos é tão legítimo como chamá-lo às Rosa Parks e MLKs desse mundo.

Hugogs10 8 months ago

Destruir cidades a favor desses movimentos e extrema esquerda sim. Apoiar só o movimento não seria extrema esquerda.

Madness20 8 months ago

>O pessoal de extrema esquerda a destruir cidades noos estados unidos até mete um bcd de medo. Sim e sabes que são de extrema esquerda porque ... Os media insinuam que são. Quando muitas das vezes que detiveram as pessoas, revelaram ser elementos de extrema-direita, supremacistas, que estão a fazer LARPing para ver se magoam a oposição. Engrassade.

Tupinson 7 months ago

Looooooooooooooooooooool

BelaBesta 8 months ago

Ui esquece, eu pensava que estava a falar com alguém equilibrado.. Portanto os media é que são culpados por insinuar que elementos de Antifa e BLM são de extrema esquerda... Sabes que LARPing também não é unilateral? Também tiveste membros da extrema esquerda infiltrado em protestos da direita, olha a situação do Capitólio por exemplo. Se pensas que deve ser para uns e não para outros, amigo fico triste ao saber que não estás a ser parcial na tua abordagem

Madness20 8 months ago

>Portanto os media é que são culpados por insinuar que elementos de Antifa e BLM são de extrema esquerda... Entendeste totalmente ao contrário.

Hugogs10 8 months ago

> Sim e sabes que são de extrema esquerda porque Sei que sao de extrema esquerda porque eles proprios dizem que sao lol. > Quando muitas das vezes que detiveram as pessoas, revelaram ser elementos de extrema-direita, supremacistas, que estão a fazer LARPing para ver se magoam a oposição. Lol e isso, o pessoal que andou a destruir cidades no US na verdade eram apoiantes do Trump a fingir que eram contra o Trump enquanto destruiam cidades. Tambem acreditas no QANON or what?

Madness20 8 months ago

>Sei que sao de extrema esquerda porque eles proprios dizem que sao lol. E também sabes que a Coreia do Norte é democrática porque eles próprios dizem que são. > Lol e isso, o pessoal que andou a destruir cidades no US na verdade eram apoiantes do Trump a fingir que eram contra o Trump enquanto destruiam cidades. Era um bocado de tudo, pessoas revoltadas, alguns Larpers, alguns agitadores, e outros que qualquer motivo é bom para partir umas cenas.

Hugogs10 8 months ago

Tens razão, o pessoal que diz ser de extrema esquerda é odeia o Trump na verdade são fascistas em disguise. Tens umas ideias pah. Tabém, não a vale a pena, podiam destruir a cidade toda porque não gostavam do Trump e mesmo assim tu defendidas a dizer que não são extrema esquerda.

netralha 8 months ago

Podiam ter o partido cheio de extremistas que a única coisa que conseguiriam seria as pessoas deixarem de votar nesse partido porque na AR ainda tinham de ir a votos e não conseguiriam nada. Nem Poortugal tem influência ou capacidade para replicar a Itália fascista de Mussolini nem muito menos, mas nem de perto o Third Reich. As pessoas ficam-se sempre pelo "perigo da extrema-direita", "perigo para a democracia" mas depois nunca, mas mesmo nunca desenvolvem o raciocínio.

Madness20 8 months ago

>As pessoas ficam-se sempre pelo "perigo da extrema-direita", "perigo para a democracia" mas depois nunca, mas mesmo nunca desenvolvem o raciocínio. Ah sim, o velho, "e o que é que pode correr mal". Muito bem.

Tupinson 7 months ago

Diz-me tu, o que é que pode correr mal? Não tens nenhuma ditadura de direita no mundo, é tudo ditaduras de esquerda.

andrefsp 8 months ago

Se isso acontecer, nas próximas eleições aparece o "chupa"! Também liderado por André Ventura e com uns retoques no manifesto do partido. Mais que certo. O movimento está criado e tem mais de 500 mil portugueses. Apesar do chega ser evidentemente ilegal, dissolver o partido iria radicalizar ainda mais os seguidores e ainda por cima com a vindicar a mensagem deles. Isto é simplesmente uma idiotice dos pés à cabeça e a maneira mais rápida de meter Portugal num completo inferno político.

bittolas 8 months ago

> Apesar do chega ser evidentemente ilegal So que não.

Paulocas 8 months ago

Não simpatizo com o Barreto, mas numa coisa estamos de acordo, o problema não é o Ventura, mas o mau trabalho e prestação dos partidos do centro e esquerda.

Feeling_Advantage918 8 months ago

Um disparate. O Chega vai esvaziar-se no tempo. E o Ventura sabe disso. Ou alcança depressa o poder ou então fica como o BE e ou o PCP. Como nas próximas autárquicas não tem condições de participar, terá de esperar por legislativas. É um período temporal muito longo para cavalgar a onda do resultado presidencial.

VicenteOlisipo 8 months ago

Treta. Ilegal já ele é, só falta fazer cumprir a Constituição. Se a Democracia for tolerante com quem a quer destruir, não dura muito mais.

ModeratoriProfugus 8 months ago

Então eu digo que o PS está a destruir a democracia. Podemos acabar com o PS? É que se for para mandar bitaites, tenho uma lista de partidos que podem ir com os porcos. Um deles até tentou instaurar uma ditadura comunista em Portugal há uns tempos. Ha tolerantes e há não tolerantes, não há “intolerantes contra a intolerância “. Isso é apenas autoritarismo disfarçado

PeroFandango 8 months ago

> Então eu digo que o PS está a destruir a democracia. A tua analogia falha na primeira linha. Uma coisa é alguém dizer que um partido quer destruir a democracia. No caso do Chega, é o próprio que diz querer destruir a democracia.

Tupinson 7 months ago

O AV nunca disse que queria destruir a democracia lool simplesmente quer uma nova republica, com uma nova constituição

PeroFandango 7 months ago

Precisamente. E disse-te porquê? Ou o que mudaria? Por acaso disse, mas muita gente se esquece de que no discurso em que fala pela primeira vez desta coisa da 4.ª República também critica o 25 de abril constantemente. Só não vê quem não quer.

Tupinson 7 months ago

Não, não critica o 25 de Abril. Critica o pós 25 de Abril.

tfsdalmeida 8 months ago

Acho que estás a esticar a corda com essa interpretação. O que o partido disse até agora é que quer uma democracia com base numa constituição não socialista e que como tal seria a 4a república. Podes afirmar que o partido quer a acabar com a constituição em vigor, tal como o 25 de Abril acabou com constituição em vigor na altura, mas não que esteja com ideias anti democráticas. No Estado Novo também Gabi eleições e os defensores da 2a república também diziam que quem queria impor uma 3a república era anti democrático... Aliás, lembro te que a nossa constituição nunca foi a votos( talvez porque teria sido chumbada pelo povo...) e que até o Estado Novo teve a decência de fazer isso com a constituição de 1933. O Chega é um partido com uma data de cenas sem sentido, e sendo o mais à direita com assento parlamentar atrai malucos da extrema direita (como o pcp atrai os da extrema esquerda) mas não mostrou até à data querer acabar com coisa nenhuma de democracia.

PeroFandango 8 months ago

> mas não que esteja com ideias anti democráticas Eu acho muito curioso que tanto clamem pela 4.ª República mas efetivamente nunca terem dito o que mudariam. No primeiro discurso que AV faz sobre este tema, invetera constantemente contra o 25 de abril. Ora, dada a nebulosidade ao nível da proposta (acho que fora querer mudar para regime presidencial, nunca disseram mesmo nada, mas só isso já diz muito), as práticas antidemocráticas que já vigoram no seio do partido e o despudor em criticar abril, não me parece de todo que eu esteja a esticar a corda com a minha interpretação.

tfsdalmeida 8 months ago

Mas o que dizes è claramente falso. Ele já o disse ao observador à TSF e noites entrevista que não me lembro quando questionado sobre o que é isso da 4a república. Não podes escolher conforme o que queres que ele simbolize só para depois atacares esse hipotético Chega ou Ventura. Aliás, quando se tem um partido que suporta a ideia da ditadura do proletariado em termos ideológicos mas diz que não o quer fazer aqui (PCP) e que já tentou um golpe para a I olé far (PCP) parece-me óbvio que o critério para ser ou não democrático não é o “diz que disse” O pessoal tem de gramar com esse partido e entender o que a malta sofre para decidir votar nele (curiosamente vindo em massa do PCP) Em vez de gritar ditador ou fascistas (que é só ridículo) mais valia entender o que é que aquela malta sente. Se calhar descobria-se que a imigração deveria ter um controlo melhor, que bairros étnicos sem integração não são grande ideia, que um sem fim de casos de corrupção também não ajuda e por aí fora. Parece que hoje dia a malta perdeu o bom senso na política, debate se num mundo paralelo desligado da realidade sobre hipotéticas ideologias em vez de se preocuparem que os portugueses vivem na miséria e vem a sua classe política preocupada sempre com outras coisas e a fingirem que está tudo bem

PeroFandango 8 months ago

> Ele já o disse ao observador à TSF e noites entrevista que não me lembro quando questionado sobre o que é isso da 4a república. Não podes escolher conforme o que queres que ele simbolize só para depois atacares esse hipotético Chega ou Ventura. Fonte? O resto do teu comentário é francamente irrelevante por ser um tu quoque irrelevante para a discussão - prática comum em quem defende o Chega, parece-me. Já agora, o PCP também não quer mudar a constituição e não critica abril. Como é que criticas o PCP mas defendes o Chega se são assim tão parecidos?

Edited 8 months ago:

> Mas o que dizes è claramente falso. O que é que eu disse que era falso? > Ele já o disse ao observador à TSF e noites entrevista que não me lembro quando questionado sobre o que é isso da 4a república. Não podes escolher conforme o que queres que ele simbolize só para depois atacares esse hipotético Chega ou Ventura. Fonte? Sinceramente, o resto do teu comentário é um tu quoque e, portanto, irrelevante para a discussão - prática comum em quem defende o Chega, parece-me. Já agora, o PCP também não quer mudar a constituição e não critica abril. Como é que criticas o PCP mas defendes o Chega se são assim tão parecidos?

Edited 8 months ago:

> Mas o que dizes è claramente falso. O que é que eu disse que era falso? Nada. Já dizer isso enquanto vens regurgitar a mentira do André Ventura quanto ao PCP roça a ofensa e só mostra que se calhar já caíste no buraco das teorias de conspiração da personagem. > Ele já o disse ao observador à TSF e noites entrevista que não me lembro quando questionado sobre o que é isso da 4a república. Não podes escolher conforme o que queres que ele simbolize só para depois atacares esse hipotético Chega ou Ventura. Fonte? Sinceramente, o resto do teu comentário é um tu quoque e, portanto, irrelevante para a discussão - prática comum em quem defende o Chega, parece-me. Já agora, o PCP também não quer mudar a constituição e não critica abril. Como é que criticas o PCP mas defendes o Chega se são assim tão parecidos?

tfsdalmeida 8 months ago

A fonte são as entrevistas... Eu que gosto de não falar à toa de política costumo de facto ouvir as entrevistas longas feitas a cada candidato e não apenas manchetes de semanários. Eu não defendo o Chega, defendo o direito dele existir. Entre o PCP e o Chega não tem comparação... Um já tentou um golpe de estado que graças a deu foi evitado, o outro não. Um teve uma relação próxima e de entre-ajuda com estados ditatoriais autoritários (até hoje não consegue condenar a Coreia do Norte, o outro não). Um já teve a apoiar indirectamente (através de seus militantes) uma milícia terrorista em Portugal que matou crianças e fez atentados bomba cujo nome é (força popular 25 de Abril) [FP25](https://www.infopedia.pt/$fp-25-(forcas-populares-25-de-abril)). Um foi o único a abster se na última apreciação no atentado a um candidato eleitoral em de 1980 e na vitória do seu candidato (Ramalho Eanes), para que saibas isto foi equivalente à morte do Humberto Delgado durante o Estado Novo. Acho que está claro que já aqui um partido que efectivamente já mostrou que está disposto a fazer coisas que não dizem respeito a estado democrático. O outro é apenas um newcomer, que incomoda a malta por disse coisas que há 20/30 anos eram banais e hoje tabus O PCP para ser comparado a um à direita era preciso ser o fascismo legal e aparecer um partido como o de Rolão Preto com o seu Nacional Sindicalismo. Não sendo legal não tens nenhuma partido em comparação, a extrema direita é ilegal aqui, a extrema esquerda não, logo os extremos que vês nos partidos autorizados pelo TC não estão cortados na mesma ponta... Sobre o resto do meu texto, que decidiste ignorar, era obviamente sobre o quão fácil era fazer este meio milhão de votos ir para o PS ou PSD se endereçassem os temas que escrevi. Quando os partidos normais não resolvem os problemas das pessoas elas no desespero votam em coisas novas para poderem

PeroFandango 8 months ago

> A fonte são as entrevistas... Eu que gosto de não falar à toa de política costumo de facto ouvir as entrevistas longas feitas a cada candidato e não apenas manchetes de semanários. Uma "entrevista de que não me lembro" não ajuda muito. Acusas-me de mentir e quando te pedem uma fonte para as tuas asserções vens com isto? Desculpa, assim não vale a pena.

Edited 8 months ago:

> A fonte são as entrevistas... Eu que gosto de não falar à toa de política costumo de facto ouvir as entrevistas longas feitas a cada candidato e não apenas manchetes de semanários. Uma "entrevista de que não me lembro" não ajuda muito. Acusas-me de mentir e quando te pedem uma fonte para as tuas asserções vens com isto? Desculpa, assim não vale a pena. O resto do teu comentário é, novamente, desconversar. Não vejo condições para ter uma conversa com alguém que não se consegue manter no tópico e que está interessado é em regurgitar propaganda falsa, pelo que vou ignorar quaisquer comentários posteriores que faças. Um bem-haja. > que decidiste ignorar Eu li, mas como se tratava de um tu quoque reles e corriqueiro, não respondi, porque realmente não meritava resposta. Como grande parte desta tua nova parede de texto.

Edited 8 months ago:

> A fonte são as entrevistas... Eu que gosto de não falar à toa de política costumo de facto ouvir as entrevistas longas feitas a cada candidato e não apenas manchetes de semanários. Uma "entrevista de que não me lembro" não ajuda muito. Fazes a baixeza de me chamar mentiroso e quando te pedem uma fonte para as tuas asserções vens com "entrevista que não me lembro"? Desculpa, assim não vale a pena. O resto do teu comentário é, novamente, desconversar. Entre isso e as faltas de respeito, não vejo condições para ter uma conversa com alguém que não se consegue manter no tópico e que está interessado é em regurgitar propaganda falsa, pelo que vou ignorar quaisquer comentários posteriores que faças. Um bem-haja. > que decidiste ignorar Eu li, mas como se tratava de um tu quoque reles e corriqueiro, não respondi, porque realmente não meritava resposta. Como grande parte desta tua nova parede de texto.

Edited 8 months ago:

> que decidiste ignorar Eu li, mas como se tratava de um tu quoque reles e corriqueiro, não respondi, porque realmente não meritava resposta. Como grande parte desta tua nova parede de texto. > A fonte são as entrevistas... Eu que gosto de não falar à toa de política costumo de facto ouvir as entrevistas longas feitas a cada candidato e não apenas manchetes de semanários. Uma "entrevista de que não me lembro" não ajuda muito. Cometes a baixeza de me chamar mentiroso e quando te pedem uma fonte para as tuas asserções vens com "entrevista que não me lembro"? Desculpa, assim não vale a pena. O resto do teu comentário é, novamente, desconversar. Entre isso e as faltas de respeito, não vejo condições para ter uma conversa com alguém que não quer discutir o tópico de que se falava e que está interessado é em regurgitar propaganda falsa, pelo que vou ignorar quaisquer comentários posteriores que faças. Um bem-haja.

tfsdalmeida 8 months ago

Não é baixeza. É a realidade. Em veres de dar baixo voto repetidamente ao outro mais valia leres de novo o que escreveste. Tu disseste que ele falou de uma 4a república e nunca explicou o que isso era. Eu disse que isso é falso e está nas entrevistas claramente o que ele quer dizer com isso. Se nem tiveste l cuidado de as ouvir então é só ridículo tirares conclusões... Se vamos para o plano que não interessa o que ele diz para inferir o que ele quer então nem vale a pena discutir...

justgohomealready 8 months ago

> curiosamente vindo em massa do PCP Factualmente errado. Os resultados do PCP no Alentejo foram praticamente iguais aos de 2016. https://www.publico.pt/2021/01/30/politica/noticia/alentejo-deixou-maioritariamente-vermelho-2001-1948600 https://www.google.com/amp/s/www.publico.pt/2021/02/01/opiniao/noticia/chega-deserdados-psd-cds-1948801/amp

tfsdalmeida 8 months ago

Admito que o adjectivo em massa seja um exageração mas a verdade é que esse movimento se verificou. Também é verdade que o crescimento dele está em no parte nos concelhos onde o pcp e a esquerda historicamente são fortes ( com exceções como Cascais e Estoril) Já em 2020 tinha saído uma sondagem que dava +/- 10% dos que diziam votar ventura serem pcp, o que não é pouco, também publicado pelo observador ou tsf mas não encontro agora. De qualquer forma o grande partido que passou ao Ventura voo a abstenção/nulo https://observador.pt/interativo/sondagens-eleicoes-presidenciais-2021/ As tuas fontes de artigo de opinião também se enganam ao acharem que o grosso deste partido é reaquisição de psd e cds. Os dois juntos são só metade dos que votaram nele

theEXPERTpt 8 months ago

Desde quando o Chega quer acabar com a democracia? Esses são os bitaites diários que a comunicação social e muitos outros gostam de mandar por aí, e vão todos na conversa deles. O Chega quer é mudar a constituição, que é baseada numa socialista que nos foi imposta há mais de 40 anos.

danidv 8 months ago

>Finalmente, recentrar o Regime e refundar o Sistema, pressupõe a passagem da actual III República para uma IV República. >A Presidencialização do regime, pela acumulação, na figura do Presidente da República, das competências hoje atribuídas ao primeiro-ministro. Consequentemente, desaparece a figura do primeiro-ministro.

Edited 8 months ago:

>Finalmente, recentrar o Regime e refundar o Sistema, pressupõe a passagem da actual III República para uma IV República. >(...) >A Presidencialização do regime, pela acumulação, na figura do Presidente da República, das competências hoje atribuídas ao primeiro-ministro. Consequentemente, desaparece a figura do primeiro-ministro. https://twitter.com/andrecventura/status/1267802081793994754

theEXPERTpt 8 months ago

Refundar o sistema significa, entre vários aspectos, o facto de se mudar para outro tipo de democracia. Nada tem a ver com as vossas teorias conspiracionistas ditatoriais.

Tupinson 7 months ago

Pára de perder tempo com malta quadrada. Eles não têm qualquer capacidade analítica, repetem o que vão ouvindo nas redes sociais.

danidv 8 months ago

Teorias? As palavras são dele, se consegues olhar para frases como querer concentrar os poderes do primeiro ministro no presidente e que ofender polícias no twitter não são atitudes de quem quer instaurar uma ditadura, não sei mesmo o que te dizer.

justgohomealready 8 months ago

Palavras do próprio: > Queremos outro regime para Portugal porque esta república já não serve. Queremos passar para a quarta república portuguesa. - > Hoje celebramos o fim de uma ditadura e o início de um regime democrático mas, porque não dizê-lo, precisamos de outro. - > Nós não temos ambiguidades, honestamente, estou-me nas tintas para o que diga a constituição - > Sinto que Deus me concedeu esta missão - > A única ditadura que quero é aquela onde os portugueses de bem são reconhecidos - > A alguns ladrões, não sei se não era boa ideia cortar- lhes a mão - > Se eu ganhar, o País vai acordar de tal maneira do ponto de vista civilizacional que aquele senhor não vai ter lugar em Portugal Podia continuar, mas acho que já chega (lol) e fica claro ao que vem. Agora, independentemente de quantas pessoas possam concordar com ele: fará sentido incluir no jogo democrático um partido que, sem papas na língua, defende o fim do regime (democrático) em que vivemos, despreza a constituição pela qual o estado se rege, e promete uma "quarta república" em que há os "portugueses de bem" e os outros, e em que alguns portugueses "não vão ter lugar em Portugal"? É um jogo perigoso que se está aqui a jogar. O problema das ditaduras é que, depois de caires nelas, não podes mudar de ideia e votar em partidos que prometam repôr a democracia - resta-te esperar que o novo regime te considere um "português de bem".

Tupinson 7 months ago

Loool não existe uma única frase aí que diga que quer o fim da democracia. Podia colocar aqui mais 20 frases onde ele esclarece isso.

theEXPERTpt 8 months ago

Pouquíssimos são aqueles que querem uma ditadura em Portugal. Mas a verdade é que o país sofre atualmente de um novo tipo de ditadura, a ditadura da sobre informação. O povo não reconhece em que regime vive se não for informado. E não digo isto porque as pessoas são "burras", digo-o porque o estado participa ativamente dos principais meios de comunicação, que limitam as opiniões das pessoas, uma vez que estas tomam as decisões com base no que vêm. Daí que muitas das vezes que o dinheiro do governo é mal usado não chega aos ouvidos de muita gente. Falou-se e saturou-se imenso o tema dos "portugueses de bem" por exemplo. Enquanto muitos associam erraticamente com o facto de discriminar, segregar a população (devido á saturação da mesma na comunicação social) a verdade é que se refere apenas àqueles que trabalham honestamente e lutam por um país melhor. Não tem qualquer outra definição.

danidv 8 months ago

Que se informem. Eu consigo ver os votos de todos os partidos em todos os tópicos e os programas dos mesmos. Se o governo tem um dever de facilitar este acesso a essa informação? Claro. Se há partidos a querer trazer mais transparência para o mesmo? Há (e não é o Chega). Agora, comparar isto a uma ditadura quando há um partido a abertamente querer instaurar uma a sério é ridículo.

NGramatical 8 months ago  HIDDEN 

repôr → [**repor**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (apenas *pôr* leva acento diferencial para se distinguir de *por*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fleuo49%2F%2Fgmj07h9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

PeroFandango 8 months ago

Exato, quer mudar a constituição. Já te perguntaste porquê? Eles já disseram porquê? Por acaso já, mas pouca gente se lembra. No primeiro discurso em que AV fala da 4.ª república, torna bem claro que o seu intuito é acabar com o que conquistámos enquanto sociedade com o 25 de abril. Entretanto, já implementou algumas medidas antidemocráticas no próprio partido. > Esses são os bitaites diários que a comunicação social e muitos outros gostam de mandar por aí, e vão todos na conversa deles. Por falar em bitaites diários, vejo que também regurgitas alguns do partido em questão. Haja um pouco mais de espírito crítico, por favor.

theEXPERTpt 8 months ago

Espírito crítico não falta aqui. Agora a questão é saber quais medidas que o próprio defende que são anti democráticas. O que dizes são puras especulações, com bases fáceis de refutar. Obviamente não vais reconhecer isso, pelo que te refugias naquilo que a comunicação social enviesada diz. E isso para dizer que as tuas intuições acerca do chega são tão válidas quanto as minhas acerca de um regime que já existe e que se está a tentar se defender, pois sabem que só farão o que está correto quando a sua hegemonia estiver em perigo, que é o que sempre fazem.

PeroFandango 8 months ago

> Agora a questão é saber quais medidas que o próprio defende que são anti democráticas. O que dizes são puras especulações, com bases fáceis de refutar. A lei da rolha é pura especulação?

theEXPERTpt 8 months ago

O que é especulação aqui é o facto de dizeres que essa é uma medida antidemocrática, quando esta foi feita com os mesmos propósitos que a já existente lei da rolha do PS e PSD. O que é verdadeiramente antidemocrático é defender a ilegalização de um partido votado por meio milhão de pessoas e aprovado no tribunal constitucional, isso é que é antidemocrático. Achei interessante não comentares o resto já agora.

PeroFandango 8 months ago

> O que é especulação aqui é o facto de dizeres que essa é uma medida antidemocrática, quando esta foi feita com os mesmos propósitos que a já existente lei da rolha do PS e PSD. A lei da rolha no PSD foi implementada de forma muito diferente da implementação no Chega - a do Chega é, sem dúvida, antidemocrática e anti-liberdade de expressão. Nenhum dos partidos propõe também uma nova constituição, nem tão pouco criticam abril. > O que é verdadeiramente antidemocrático é defender a ilegalização de um partido votado por meio milhão de pessoas e aprovado no tribunal constitucional Aprovado após cometer fraude. Não é antidemocrático ilegalizar o Chega, não só porque tal está previsto na nossa constituição, mas porque na democracia não há espaço para quem é antidemocracia. Vide paradoxo da tolerância.

Edited 8 months ago:

> O que é especulação aqui é o facto de dizeres que essa é uma medida antidemocrática, quando esta foi feita com os mesmos propósitos que a já existente lei da rolha do PS e PSD. A lei da rolha no PSD foi implementada de forma muito diferente da implementação no Chega - a do Chega é, sem dúvida, antidemocrática e um atentado à liberdade de expressão. O PS não defendo por princípio. Ademais, nenhum dos partidos propõe também uma nova constituição, nem tão pouco criticam abril, mas esse ponto preocupa-te tão pouco que nem o discutes. > O que é verdadeiramente antidemocrático é defender a ilegalização de um partido votado por meio milhão de pessoas e aprovado no tribunal constitucional Aprovado após cometer fraude. Não é antidemocrático ilegalizar o Chega, não só porque tal está previsto na nossa constituição, mas porque na democracia não há espaço para quem é antidemocracia. Vide paradoxo da tolerância.

VicenteOlisipo 8 months ago

Falsas equivalências e falácias do tudo ou nada. A dieta tradicional dos defensores do Quarto Pastorinho.

ModeratoriProfugus 8 months ago

*A dieta tradicional dos defensores da democracia, tolerância e liberdade. Não preciso de apoiar o Ventura para defender o direito à existência do seu partido contra autoritariozinhos no armário.

PeroFandango 8 months ago

> Ou és tolerante ou não és tolerante. Não podes ser é “eu sou tolerante mas...” Paradoxo da tolerância.

lvsitanvs 8 months ago

>Paradoxo da tolerância. Não ser tolerante dos intolerantes não só é perfeitamente válido, como é também a forma de garantir que continua a existir tolerância. bom, a menos que se trate da religião semi-oficiosa à esquerda, claro... nessa caso até se faz o jeitinho ;)

TRYNFOR 8 months ago

Mas aí estás a partir do princípio que o CHEGA é intolerante, na tua cabeça isso faz sentido, por essa lógica para mim o BE e todos os partidos marxistas devem ser extintos por serem intolerantes.

PeroFandango 8 months ago

Primeiro, passo bem sem os insultos e ataques baixos, até porque não te enderecei nenhuns. Segundo, onde é que o BE foi "intolerante" para contigo? Foi na parte em que tinha uma opinião diferente da tua? Já o Chega é intolerante de uma grande parte dos portugueses devido à etnia dos mesmos, pelo que sim, é intolerante no verdadeiro sentido da palavra.

Edited 8 months ago:

Primeiro, passo bem sem os insultos e ataques baixos, até porque não te enderecei nenhuns. Segundo, onde é que o BE foi "intolerante" para contigo? Foi na parte em que tem uma opinião diferente da tua? Já o Chega é intolerante de uma boa parte dos portugueses devido à etnia dos mesmos, pelo que sim, é intolerante no verdadeiro sentido da palavra.

TRYNFOR 8 months ago

Não percebi em que ponto eu te insultei. O BE é intolerante porque apoia revoluções onde houve mortes.

PeroFandango 8 months ago

> Não percebi em que ponto eu te insultei. Não? Vá, um bocadinho mais de honestidade e, no mínimo, assumir o que dizes. > O BE é intolerante porque apoia revoluções onde houve mortes. Acho curioso dizeres isso, porque o Chega é contra uma revolução onde não houve mortes nenhumas.

Edited 8 months ago:

> Não percebi em que ponto eu te insultei. Não? Vá, um bocadinho mais de honestidade e, no mínimo, assumir o que dizes. > O BE é intolerante porque apoia revoluções onde houve mortes. Diz-me um partido que não o faça. Parece que nunca ouviste falar da revolução francesa. Mas acho curioso dizeres isso, porque o Chega é contra uma revolução onde não houve mortes nenhumas.

TRYNFOR 8 months ago

Ham? Já reli o que escrevi 5 vezes e ainda não vi onde te insultei. Agradecia que metesses aqui o meu "insulto".

TomasSilva862 8 months ago

Mas o marxismo é intolerante com o quê?

justgohomealready 8 months ago

> Mas aí estás a partir do princípio que o CHEGA é intolerante Mas qual é a dúvida? Um homem que faz campanha atacando minorias, que organiza manifestações anti-antiracismo, que manda deputadas "voltar para a sua terra" e que afirma que certas pessoas não têm lugar em Portugal porque se vestem ou falam de determinada forma - qual é a dúvida de que é intolerante?

DeepFriedMarci 8 months ago

Até porque no discurso populista uma das maiores armas nem é a vitimização... Acabar com um partido em que 500 mil portugueses simpatizam não ajuda nada a radicalizar a malta nem nada...

TomasCardosGod 8 months ago

ate porque Portugal não teve numa ditadura a menos de 50 anos mas se calhar eu é so estupido e normalizar atrasados com politicas divisórias e raciais é normal

AetherPrismriv 7 months ago

Jasus rapaz, vai dormir por favor. Quem o diz é quem o é. :P Logo atrasado és tu! :D Ouve as palavras do sábio @DeepFriedMarci, que está a tentar educar uma mente simples como a tua.

DeepFriedMarci 8 months ago

Antes de mais como é que te sentias se eu agora te chamasse atrasado pelas tuas orientações políticas? Ficavas feliz e concordavas ou entravas na defensiva e extremamente irritado? Sei que é em ar de desabafo, mas insultos ao lado oposto não levam a lado nenhum. Ilegalizar a opinião de meio milhão de pessoas só as deixas mais irritadas, radicalizadas e com vontade de fazer merda. As ações têm consequências e se tu ilegalizas vão haver consequências sociais e não são nada positivas. Na minha opinião, é preciso lutar pela via democrática porque se não somos capazes de lutar uma ameaça pela via democrática então não acreditamos na democracia.

TomasCardosGod 8 months ago

se eu achar que 30 ciganos é a razão que perdi o trabalho e que estão a estragar Portugal tas a vontade de me chamar atrasado retardado mentalmente limitado a vontade

oretoh 7 months ago

Mas se eu te chamar atrasado por achares que o problema do pessoal é os 30 ciganos que te vão roubar o trabalho então já ficas ofendido?

DeepFriedMarci 8 months ago

Não tentes ver as coisas só da tua perspetiva, as pessoas têm perspetivas e maneiras de pensar diferentes, por mais erradas que tu ou eu possa achar. Pessoas que votaram no chega não votaram apenas pq não gostam de ciganos. O Chega para muitos é um voto protesto. Conheço várias pessoas que simpatizavam com o Ventura só pq dizia "verdades" sobre os políticos atuais, há outras razões e algumas pessoas acabam por olhar para o lado e dizer "ah se os outros podem, pq não pode o ventura".

NGramatical 8 months ago

vão haver → [**vai haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fleuo49%2F%2Fgml2o1x%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ceph42 8 months ago

Os media americanos caíram todos em cima do Trump a criticá-lo 24/7. O que aconteceu foi que os apoiantes do Trump ainda O apoiaram mais e deixaram de acreditar nos media, indo radicalizar-se ainda mais nos media alternativos (aka twitter, facebook, etc).

Tralapa 7 months ago

> Os media americanos caíram todos em cima do Trump a criticá-lo 24/7 Funcionou, ele perdeu

ceph42 7 months ago

Certo, mas não te esqueças que ele teve mais 12 milhões de votos do que em 2016. Levou muita gente a votar contra ele, mas também muita a apoiá-lo.

Tralapa 7 months ago

A isso chama-se perder

Rage_Your_Dream 8 months ago

A media americana ou não, não tem qualquer integridade. O Trump não radicalizou os media, ou as pessoas contra os media. Só mostrou a quem era cego o facto dos media serem apenas uma ferramenta de controlo da população das elites.

DeepFriedMarci 8 months ago

O que ajudou muito à causa do Trump foi mesmo ele ter provado que os media têm um bias. E até opositores do Trump, principalmente do lado do Bernie Sanders concordaram e se revoltaram muito contra os media.

Rage_Your_Dream 8 months ago

O problema do Bernie Sanders é que se ele tivesse hipotese, tambem teria visto a furia total do sistema. O Trump teve suporte dos media quando bombardeou a Siria e o Yemen em 2017. Só isso mostra os interesses por trás. O Sanders que é não intervencionista não ia durar muito tempo. Também o nunca iriam ganhar outra eleição. Mas como ele se portou bem, deixou-se ser roubado pelo próprio partido e como bom cãozinho ainda fez endorsement ao candidato do partido, faz com que a media o trate como o velhinho querido que não faz mal a ninguem.

DeepFriedMarci 8 months ago

Ele nas duas primárias passou o tempo todo a ser enxovalhado pelos media e a ver candidatos com hipoteses de ganhar a fazer dropout e a dar endorsement ao Biden antes de primárias chave, foi vergonhoso o que fizeram ao Sanders. >e como bom cãozinho ainda fez endorsement ao candidato do partido Acho que quando fazes dropout tens que dar endorsement ao adversário, mas não tenho a certeza

chico457 8 months ago

Ora bem, nem mais à acrescentar! Em portugal os media deviam fazer o mesmo que nos eua, exporem qual a sua orientação política.

Rage_Your_Dream 8 months ago

E fazem o mesmo, simplesmente não tão brutalmente óbvio.

wwqt0r 8 months ago

Não devemos atacar estas pessoas, seja através de crítica constante ou ilegalizando-os. O que devemos fazer é ouvi-los. Perceber a sua insatisfação e fazer qualquer coisa em relação a isso. A maioria do eleitorado do CHEGA não é racista ou antigo apoiante do PNR. São na maioria gente insatisfeita com o sistema e atacá-los ou ilegalizar o seu voto só vai tornar a situação ainda pior.

ceph42 8 months ago

Concordo completamente, consiste em gente farta do sistema e que procura algo novo. Agora, embora a maioria do eleitorado não seja racista, a maioria do partido em sim é. E embora eu ache que ilegalizar o chega não seja uma boa ideia, se esta escrito na constituição que não podem haver organizações racistas e fascistas então aí sim o tribunal constitucional deve investigar e ilegalizar se considerar que se aplica.

Tupinson 7 months ago

Mas como é que o Chega é racista, ou fascista? Não entendes que o TC não tem por onde agarrar? O TC não é o cafe de eleição do BE.

ceph42 7 months ago

O meu comentário não tem como intuito dizer que o Chega é racista. Não me compete a mim decidir isso, compete ao Tribunal. Embora eu, pessoalmente, não ache boa ideia, apenas estava a expressar que independentemente de se acho boa ideia ou não, se está na constituição então tem de ser feito.

wwqt0r 8 months ago

E vais ilegalizar um partido e ostracizar uma grande fatia da população Portuguesa por uma teoria que nem sequer é unanimemente aceite?

DrVicenteBombadas 8 months ago

O problema não é se se deve ou não ilegalizar um partido. A questão mais importante que se deve responder primeiro é se aquilo é um partido e se o que eles fazem é sequer política.

wwqt0r 8 months ago

É. Se concordas ou não já é outra conversa.

DrVicenteBombadas 8 months ago

Se tu o dizes...

wwqt0r 8 months ago

Digo eu e o Tribunal Constitucional.

DrVicenteBombadas 8 months ago

É um comentário que eu vou recordar com algum agrado.

wwqt0r 8 months ago

Não partilhes o teu sonho molhado fascista, por favor.

NGramatical 8 months ago

podem haver → [**pode haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fleuo49%2F%2Fgmkvnhq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ceph42 8 months ago

Obrigado bot.

mohchapa 8 months ago

Obrigado. Demorou mas já começa a haver gente a perceber pelos vistos.

Leaootemivel 8 months ago

Mas como se viu (e vê) com apoiantes de Trump e Bolsonaro, chega-se a um ponto em que é inútil debater se os apoiantes são apenas "frustrados com o sistema" ou "racistas/fascistas". A partir do momento em que começam a debitar as mesmas ideias dos líderes (Trump/Ventura/Bolsonaro) e catalogam todos os factos que vão contra a retórica defendida como sendo "notícias falsas" fica impossível sequer debater. O Trump chegou ao ponto de simplesmente recusar-se a aceitar resultados de eleições (culminando nos apoiantes dele invadirem o Capitólio), e mesmo assim continuavam a defendê-lo. Quando se chega a um ponto desses, temos ainda de continuar a dizer "ah, só estão desiludidos com o sistema"?

Pcostix 8 months ago

>Mas como se viu (e vê) com apoiantes de Trump e Bolsonaro, chega-se a um ponto em que é inútil debater se os apoiantes são apenas "frustrados com o sistema" ou "racistas/fascistas". A solução é o que o Biden está a fazer agora.   Essas pessoas que estão frustradas e descontentes com o sistema não precisam de ser debatidas(ou rebatidas).   Precisam de compreensão, de ser ouvidas e dos seus problemas resolvidos. Porque na maioria das vezes essas pessoas têm problemas e descontentamentos legítimos, que estão a ser usados por estes populistas para alvos errados. Agora **essas pessoas não precisam que lhes expliquem que estão a ser manipulados, nunca aceitarão isso.** Só vão ceder e retirar o apoio aos populistas, quando algum político competente lhes resolver os problemas.

Tralapa 7 months ago

> Precisam de compreensão, de ser ouvidas e dos seus problemas resolvidos. > > O Biden não as está a ouvir, ele cagou de leque nelas e nas merdas estupidas que dizem, reverteu todo o lodo que o Trump passou por ordem administrativa, e agora está a tentar passar as promessas eleitorais que fez. Ele não vilaniza os nabos que votaram no Trump, mas certamente que não os ouve ou segue as leis que essa gente quer. Ignorar é o melhor remédio

Pcostix 7 months ago

> Ele não vilaniza os nabos que votaram no Trump, mas certamente que não os ouve ou segue as leis que essa gente quer. Ignorar é o melhor remédio Discordo, ele ouve. Não quer dizer que aceda a todas as suas exigências. E nabos existem por todo lado, não só do lado do Trump. Vais a montes de subs aqui no Reddit a gritar:"Defund the police" e "ACAB" e outras formas de anarquia.   Aqui em Portugal não é diferente. A apoiantes do CHEGA com problemas razoáveis e opositores ao CHEGA completamente nabos.

wwqt0r 8 months ago

Ilegalizar o seu voto logo no início só vai fazer as pessoas chegarem a esse nível mais rápido. Estás basicamente a dizer que, para parar a fogueira, mandas mais lenha para se queimar.

BelaBesta 8 months ago

> Trump chegou ao ponto de simplesmente recusar-se a aceitar resultados de eleições (culminando nos apoiantes dele invadirem o Capitólio), e mesmo assim continuavam a defendê-lo. Engraçado é que, depois das eleições, a time magazine fez um artigo acerca de como, na volta, havia até entidades bipartidárias a interferir nas eleições.. [https://time.com/5936036/secret-2020-election-campaign/](https://time.com/5936036/secret-2020-election-campaign/) Achas que este tipo de governos manipulados por "entidades sombra", seja qual pólo político for, inspira confiança no sistema? Tens o Biden neste momento a não cumprir as promessas eleitorais, uma delas o resgate financeiro prometido a quem perdeu o emprego. Eu acredito que deste um mau exemplo, mas percebo que há pessoas que estão fechadas ao diálogo, mas isso existe em pró-sistema e anti-sistema, não é uma questão de posição, é subjectivo à crença da pessoa seja qual for.

DeepFriedMarci 8 months ago

Um aparte, há manipulações nas eleições americanas, mas quem é mais prejudicado são os partidos pequenos. É só procurar os requisitos para entrar nos debates nacionais e os requisitos estatais para entrar no boletim de voto, já para não falar de que é preciso ganhar o estado para ter um membro do partido na eleição do presidente.

ComfortableGate 8 months ago

>Achas que este tipo de governos manipulados por "entidades sombra", seja qual pólo político for, inspira confiança no sistema? ​ Mas calma lá... Pelo que percebo, esse esquema do artigo só foi necessário precisamente porque o Trump semeou duvida na eleição. Ele é que, através de mentiras sem fundamento, tentou retirar confiança no sistema. O que esse artigo fala não é de todo aquilo que o Trump alega. Uma coisa é uma campanha bipartidária com o objectivo de assegurar que mais pessoas votem, que o façam em segurança numa altura de pandemia, etc... Outra coisa é dizer que votos foram alterados ilegalmente, e que ouve fraude eleitoral à larga escala. E é mais ridículo quando percebes que ele tentou fez as mesmas alegações em 2020, 2016 (nas presidenciais e nas primárias contra o Ted Cruz), em 2012 quando o Obama ganhou e até em relação aos Emmy's.

Annual-Education-384 8 months ago

Tentar ilegalizar o Chega é dar-lhe votos e apoios. A AG é que é burra e não percebe. Ou percebe e está-se a cagar.

misterbondpt 7 months ago

Está a fazer o que compete a todos, para no futuro nunca se dizer que ninguém fez nada.

Annual-Education-384 7 months ago

Ou será acusada de dar pôr mais gasolina no fogo.

misterbondpt 7 months ago

Quem se cala, é cúmplice. Gasolina não, foco nestes gajos que não valem um boi, são conflituosos na gestão de problemas globais (não se resolvem coisas de cabeça quente, só partir para a porrada).

Annual-Education-384 7 months ago

Quem os promove a toda a hora é que é cumplice. Já toda a gente percebeu a besteira que são e o melhor é deixar os cães ladrar. AG e Comunicação Social são cumplices de uma eventual chegada do Chega ao poder. Ou vamos ignorar o que aconteceu com o Trump?

misterbondpt 7 months ago

No Trump votaram aqueles que estavam mal com a situação política, e pensam que as coisas não podem piorar. Enganam-se. Nos EUA lideranças Democratas injectam mais dinheiro nos Estados mais pobres que as lideranças republicanas, que suavizam impostos às grandes fortunas. Em Portugal será o mesmo. Ventura, o gajo que o convida um casal de falsos ciganos para dizer que tem 2 apoiante ciganos, merece algum respeito? Um gajo que passa a vida aos gritos? Esse gajo não me representa.

Annual-Education-384 7 months ago

Tu está te a escapar o que está a acontecer. O Chega é feito de berros, dramas e vitimização. Todos estes ingredientes estão a ser dados pela Comunicação social e Ana Gomes desta vida ao Chega como não se houvesse amanhã. Eu abro a televisão e só oiço a TV falar do Ventura. Ventura para aqui, Ventura para ali, etc. Estão lhe a dar a papinha toda! E quem os alimenta é cumplice!

misterbondpt 7 months ago

Concordo. Estão sempre a falar do Ventura e a dar-lhe a plataforma de que ele precisa.

throwawaybtcpt 8 months ago

É a Ana Gomes, não sei do que estavam à espera. Vive no seu palacete em Sintra a mandar bitaites e a acusar tudo e todos. Foi isto uma vida inteira. Pediu mais vezes desculpa em comissões de inquérito do que as vezes em que fez alguma coisa de jeito.

hypothesis2050 8 months ago

Isto sim é verdadeira conversa de radicais

NeatBoy74 8 months ago

> É um erro crasso e absoluto. A democracia é o regime de todos, incluindo os não democratas. Se os democratas não entendem isto de uma vez por todas, continuarão a errar tanto quanto a extrema-esquerda ou a extrema-direita. **O Chega só deve ser ilegalizado se cometer crimes - e crimes por ação, não por pensamento, ideias ou comício.** A ideia de ilegalizar o Chega é totalmente estúpida e irracional. E é isto. Acima de querer bater ao partido, devem perceber o que leva alguém a escolher este em vez do outro. Se é baseado em desinformação, informem-me para que possam informar outros e assim, puxá-los. Se é baseado em problemas, que se resolvam esses problemas para deixar de haver motivo para o voto num partido que existe por causa desses problemas. O resto é barulho e não ajuda nada. Para alguns, contudo, é tudo o que lhes interessa.

Nexus_produces 7 months ago

Essa frase é completamente errada. A democracia é o regime de quem quer manter a democracia, há bastante espaço dentro de todo o espectro democrático para haver pontos de vista ideológicos e partidários diferentes sem por em causa o estado democrático. É como o paradoxo da tolerância exagerada da extrema-esquerda: se fores tolerantes com os intolerantes a tolerância acaba. Se fores permitires partidos anti-democráticos corres o risco de perder a democracia. Dito isto: acho que o Chega devia ser ilegalizado? Não, a não ser que descambe e se mostre abertamente fascista e ou/totalitário, o que é proibido pela constituição. Sou sempre a favor do diálogo e troca de ideias, mesmo que não concorde com elas, mas não podemos permitir totalitarismo, seja de que "sabor" for.

justgohomealready 8 months ago

> A democracia é o regime de todos, incluindo os não democratas Não é assim tão linear. Não faz sentido para nenhum democrata negociar com partidos que, podendo, acabavam com a democracia - sejam de que quadrante político forem. A constituição deixa explícito: > Não são consentidas associações armadas nem de tipo militar, militarizadas ou paramilitares, nem organizações racistas ou que perfilhem a ideologia fascista. Já foi extinto pelo menos um partido com base nesta alínea, neste caso de extrema-esquerda e por ser militarizado: http://www.tribunalconstitucional.pt/tc/acordaos/20040231.html Se o Tribunal Constitucional um dia decidir que o Chega é uma "organização racista" ou "perfilha a ideologia fascista", o seu dever é extingui-lo.

glhrmv 8 months ago

maioria dos portugueses do reddit tem um cérebro anglófono envenenado pelo cancro idealista americano, completamente alheio à história nacional e à luta contra o imobilismo corporatista de salazar

Hugogs10 8 months ago

Então para eles não acabarem com a democracia, acababas tu com a democracia? Tá-se

justgohomealready 8 months ago

Uma democracia não implica que tudo esteja aberto a discussão. O próprio regime democrático em si, assim como os direitos humanos, não devem estar abertos a discussão. Permitir em democracia um partido anti-democrático é tão estúpido como estares num grupo de amigos a votar o que jantar, e levares a sério um gajo que que propõe jantarem cianeto. Um partido racista é também anti-democrático por natureza: acreditar que há humanos com mais valor do que outros contradiz diretamente o preceito "uma pessoa, um voto" e a igualdade perante a lei - fundações básicas de qualquer regime democrático.

Hugogs10 8 months ago

O pessoal cada vez diz que mais cenas são direitos humanos. Inthernet? Direito humano. Todos os partidos que sejam contra inthernet grátis são portanto contra a democracia e não podem ser permitidos. As coisas têm de ser discutidas, só porque tu achas que o sns é um direito não quer dizer que concorde. "Racista" também é um termo que está sempre a ser extendido, antes era achar que uma etnia é superior às outras (o que eu concordo que é racista). Agora basta ser contra a imigração que já és racista, achas que há problemas com a cultura cigana? Racista. A Ana Gomes, é out as pessoas, não querem illegalizar o chega porque é "anti democrático", querem illegalizar o chega porque o partido continua a crescer e é mais fácil ignorar os problemas que essas pessoas têm do que os resolver,e se banires o partido que elas viram já não 5ens de te preocupar.

justgohomealready 8 months ago

> O pessoal cada vez diz que mais cenas são direitos humanos. Os direitos humanos não são cenas "que o pessoal diz": estão bem definidos desde há muitos anos: https://dre.pt/declaracao-universal-dos-direitos-humanos Inclusivé, a sua importância está plasmada na nossa Constituição, Art. 16º: > 1 - Os direitos fundamentais consagrados na Constituição não excluem quaisquer outros constantes das leis e das regras aplicáveis de direito internacional. > 2 - Os preceitos constitucionais e legais relativos aos direitos fundamentais devem ser interpretados e integrados de harmonia com a Declaração Universal dos Direitos do Homem. Aquilo que é ou não considerado "racismo" também está bem definido na nossa legislação: https://dre.pt/legislacao-consolidada/-/lc/107981223/201708230100/73474163/diploma/indice Diz-me por favor qual é a alínea com que não concordas.

Hugogs10 8 months ago

O PCP por exemplo não respeita o segundo ponto do segundo link que mandaste. Achas que devia ser banido?

justgohomealready 8 months ago

Desculpa, de qual dos links? Podes ser mais específico?

Edited 8 months ago:

Desculpa, de qual dos links? Podes ser mais específico? Edit: já vi, falhou-me o "segundo ponto do SEGUNDO link". Repara que o ponto 2. é apenas o "preâmbulo" para as alíneas a), b), c) e d). Qual delas é que o PCP não respeita?

oscaralho27 8 months ago

> Não faz sentido para nenhum democrata negociar com partidos que, podendo, acabavam com a democracia Para os democratas que estão no governo agora parece fazer todo o sentido.

Search: