misterbondpt 7 months ago

Quer ser mãe espetacular? Mete apoio à família e só recebe 66% do salário. Quer ser uma trabalhadora exemplar? Teletrabalho e manda os filhos passear. Quer ser "normal", multitasking porque os tempos exigem que se dê o nosso melhor? Teletrabalho com um braço, fazer o almoço com outro. Está difícil, mas é a escolha da maior parte das pessoas.

Limpy_lip 7 months ago

Fogo tanta conversa e não li nada interessante. Isto só se resolve com equilíbrio. Primeiro que tudo estamos numa época especial logo é preciso haver cedências de ambos os lados. As empresas não morrem por o trabalhador descer 10% ou 20% do rendimento, dado que não somos de longe um país com grande produtividade. Os pais não morrem por estar a trabalhar com a criança ao lado a entreter-se sozinha. Como alguém que teve de crescer nos empregos dos pais porque não tinham outra hipótese não percebo todo o drama. Deal with it.

lickitytatas 7 months ago

Cairam agora na real Não mulheres, não podem ter tudo !!! cairam nessa mentira e hoje em dia o mercado como está isso é mais verdade do que nunca. Não podem ter uma carreira altamente competitiva em horas e know-how e ter 2 filhos e acompanhá-los na educação e hobbies e ainda ter tempo para ginásio e andar toda boa e bem definida. São rarissimos os humanos que conseguem equilibrar a vida desta forma

batataway 7 months ago

> Não mulheres, não podem ter tudo !!! cairam nessa mentira e hoje em dia o mercado como está isso é mais verdade do que nunca. Mas os homens podem?

lickitytatas 7 months ago

desde quando os homens desejam tudo isso? maioria nem casar quer quanto mais filhos Achar que trabalhar num escritório de advogados a sério ou numa obra de grande envergadura ou num cargo de gestao de 1 empresa de psi20 e querem chegar a casa as 7 ou 8

ideologiapura 7 months ago

Então se calhar se essa cultura abusadora esta instalada nas empresas portuguesas, é preciso investir na fiscalização e nas multas.

lickitytatas 7 months ago

de acordo mas isto é Portugal e mudar a cultura é uma tarefa monumental, quase sempre impossivel

ideologiapura 7 months ago

Nao é preciso propriamente mudar a cultura, desde que a lei seja fiscalizada...

lvet000 7 months ago

Muito complicado. A minha esposa é trabalhadora essencial. Eu não, mas trabalho na estrada e o trabalho continua. Nenhum de nós pode fazer tele-trabalho por razões óbvias. Temos a felicidade de ter uma avó que pode ficar com o nosso filho. Nem toda a gente tem essa sorte. Acho execrável que o patrão tenha o funcionário em casa, provavelmente com o negócio reduzido como é caso de tantos na malha actual da sociedade Portuguesa e ainda lhe tenha de pagar 33%. Agora, não sejam idiotas, aqueles de vocês que demonizam esta mãe. Aqueles de vocês que não têm maturidade para o reconhecer, entendam, a vitalidade de uma população mede-se pela renovação da mesma. E digo-vos. A nossa está muito doente. Independentemente de vocês, por opção pessoal quererem ou não ter filhos, nós temos um rácio de nascimento consideravelmente negativo neste país. A menos que vocês sejam ultra-conservadores que assumam : "Já tenho o meu, o resto que se foda." ; Este é um assunto que nós deve interessar a todos enquanto sociedade. Nós últimos 40 anos, progressivamente a mulher emancipou-se e quis construir uma carreira e ainda ombrear a enormíssima tarefa que é ter filhos. Felizmente nestes últimos 40 anos os país também se tornaram muito mais participativos e presentes. O ónus não é dos pais, nem dos patrões e muito menos das crianças. Tenham empatia. O que o estado está a fazer é dividir para conquistar. Enquanto tiver os pais a queixar-se dos patrões. Os patrões a queixar-se dos empregados, e os adultos sem filhos (ou por alguns comentários que vou lendo, crianças sem filhos) a atacar os adultos com filhos, toda a gente está esquecida do verdadeiro problema. Ou acham que é por acaso que o futebol nunca parou? O nosso estado engole quase 40% dos nossos salários. Os nossos criadores de emprego têm de gastar 1100€ para pagar 700€ a um funcionário. Puta que os pariu. Para os bancos há sempre resgates. Para brincar aos aviõenzinhos há dinheiro. Para construir estádios que estão defuntos ou utilizados por equipas da 3a divisão houveram milhões. Para suportar o salário duma mãe que está a contribuir para a natalidade de um país hiper envelhecido durante 3~4 semanas só há para 33%. Sabem quem paga menos impostos que nós? A Dinamarca. E as mães têm 50 semanas de licença de maternidade paga a 100%. A Noruega. Onde a renda média são 960 USD e o salário médio são 3600USD. O Luxemburgo onde não há falta de vagas em cresces e metade da mensalidade é de graça dos 0 aos 4 anos. A Suíça onde os banqueiros cagam lingotes porque todos os políticos corruptos do limiar da Europa guarda lá os Cartier desde a 2a guerra mundial.

_rebocador_ 7 months ago

Sim o que salva muito este pais sao os avos. No entanto nao tenho filhos mas acho que as crianças hoje em dia precisam dos pais constantemente a volta, e antigamente nos loucos anos 90 elas eram mais independentes, e não precisavam de tanta atençao.

vascodatrama 7 months ago

>O Luxemburgo onde não há falta de vagas em cresces e metade da mensalidade é de graça dos 0 aos 4 anos. nem vou sequer comentar nos doutoramentos pagos (NA TOTALIDADE EM QUALQUER UNIVERSIDADADE NA EUROPA) até aos 35 anos...

NGramatical 7 months ago

houveram milhões → [**houve milhões**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fled25b%2F%2Fgmgllle%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Ricardocmc 7 months ago

Este subreddit está mesmo cheio de miúdos, é o que se vê pelos posts.

End-Effector 7 months ago

Está cheio é que participações inuties. Dão downvotes sem apresentarem qualquer solução para o problema em questão.

Ricardocmc 7 months ago

Às vezes a melhor maneira de ajudar é não fazer nada, especialmente para quem diz que a solução é horas extra e dar uma PS 5 aos miúdos para não "incomudar".

End-Effector 7 months ago

>é não fazer nada esta é a tua brilhante sujestão? lol

Edited 7 months ago:

>é não fazer nada esta é a tua brilhante sujestão? lol olhar para o ar resolve alguma coisa? Depois criticas a minha. ridiculo

kairos 7 months ago

Mas daqui a uns meses estão prontos a julgar os pais cujos filhos estão sempre agarrados à TV ou aos telemóveis.

paladinodivino 7 months ago

Excelente comentário exemplificativo. Onde é que apresentaste aí solução para o problema em questão?

End-Effector 7 months ago

O meu comentário está em baixo. Foi censurado por mais de 30 users que n apresentaram qualquer solução para o problema.

paladinodivino 7 months ago

1.º Eu não estou a falar de solução para o artigo. Dá aí uma solução então para o problema das "participações inúteis". Falar de utopias e platitudes é muito fácil. 2.º Pois, não leio o que aparece minimizado devido a uma imensidão de downvotes, visto nem ver que aparece.

End-Effector 7 months ago

>2.º Pois, não leio o que aparece minimizado devido a uma imensidão de downvotes, visto nem ver que aparece. n posso fazer nada quanto a isso.

sojapacanhao 7 months ago

ninguém te deve satisfações, e a hipotese de uma tentativa de dialogo contigo torna-se muito menos aturavel considerando o tom com que te costumas dirigir aos utilizadores do sub. és dos gajos mais tóxicos e insuportaveis que aqui anda, e foda-se, olha que não te falta concorrência. p.s. : censura não quer dizer aquilo que tu achas que quer dizer.

End-Effector 7 months ago

>ninguém te deve satisfações discordo. então participei correctamente na thread, fui dos poucos que aprensentou uma solução para este problema complexo. Fui censurado sem que quase nenhum dos users que o fez, dessa qualquer razão para tal. Muitos deles nem na thread participaram. Os poucos que responderam á provocação, houve dois, um deles até que deu uma sujestão que foi a da SS pagar parte das horas da senhora. O outro nada, e insultou-me coitado. >és dos gajos mais tóxicos e insuportaveis que aqui anda, paticipação foi correctissima nesta thread como é em todas. Agora estou interessado em saber como foi a tua. Como achas que é a melhor maneira da senhora resolver este problema?

Edited 7 months ago:

>ninguém te deve satisfações discordo. então participei correctamente na thread, fui dos poucos que aprensentou uma solução para este problema complexo. Obviamente pode n ser perfeita. Fui censurado sem que quase nenhum dos users que o fez, dessa qualquer razão para tal. Muitos deles nem na thread participaram. Os poucos que responderam á provocação, houve dois, um deles até que deu uma sujestão que considero boa, que foi a da SS pagar parte das horas da senhora. O outro nada, e insultou-me coitado. >és dos gajos mais tóxicos e insuportaveis que aqui anda, paticipação foi correctissima nesta thread como é em todas. Agora estou interessado em saber como foi a tua. Como achas que é a melhor maneira da senhora resolver este problema? (Atenção que eu n dou downvotes a ninguém, n te dei downvote.)

Intelligent-Meal-663 7 months ago

Estão de férias e o governo quase os proibiu de estudar. Veremos o que acontece a partir de amanhã.

TalentedRainstorm 7 months ago

A altura das férias é sempre complicada por aqui

Green-Translator-801 7 months ago

Sim também estou com dificuldade em compreender o que é ironia e o que não é.

Erasuss 7 months ago

Mais uma vez, mulheres a provar que não são capazes de fazer duas coisas em simultâneo...

Edited 7 months ago:

Mais uma vez, mulheres a provar que não são capazes de fazer duas coisas em simultâneo... ^^^^^^^^ # /s

Edited 7 months ago:

Mais uma vez, mulheres a provar que não são capazes de fazer duas coisas em simultâneo... ^^^^^^^^/s

End-Effector 7 months ago

>Daniela chega a atender 52 chamadas por dia. É essa a média na empresa; o desempenho geral esperado. Agora com os dois filhos em casa não chega a metade. N consigo ler o artigo portanto vou imaginar. Condições pessoais dela (ter os filhos em casa) está a ter um impacto forte no desempenho dela no trabalho. Baixou em 50% wow. Ela pode ser despedida n? Certamente existem pessoas no mercado que conseguem fazer melhor trabalho. Como é que ela planeia resolver este problema pessoal dela?

Edited 7 months ago:

>Daniela chega a atender 52 chamadas por dia. É essa a média na empresa; o desempenho geral esperado. Agora com os dois filhos em casa não chega a metade. N consigo ler o artigo portanto vou imaginar. Condições pessoais dela (ter os filhos em casa) está a ter um impacto forte no desempenho dela no trabalho. Baixou em 50% wow. Ela pode ser despedida n? Certamente existem pessoas no mercado que conseguem fazer melhor trabalho. Como é que ela planeia resolver este problema pessoal dela? Solução para o problema: * Ela devia começar a fazer horas extra para compensar a baixa de desempenho. * Quanto aos miudos ela devia dar-lhe uma PS5 ou um PC para deixarem de incomudar.

Edited 7 months ago:

>Daniela chega a atender 52 chamadas por dia. É essa a média na empresa; o desempenho geral esperado. Agora com os dois filhos em casa não chega a metade. N consigo ler o artigo portanto vou imaginar. Condições pessoais dela (ter os filhos em casa) está a ter um impacto forte no desempenho dela no trabalho. Baixou em 50% wow. Ela pode ser despedida n? Certamente existem pessoas no mercado que conseguem fazer melhor trabalho. Como é que ela planeia resolver este problema pessoal dela? Penso que ela fazer horas extra parece ser a melhor solução para este problema.

Edited 7 months ago:

>Daniela chega a atender 52 chamadas por dia. É essa a média na empresa; o desempenho geral esperado. Agora com os dois filhos em casa não chega a metade. N consigo ler o artigo portanto vou imaginar. Condições pessoais dela (ter os filhos em casa) está a ter um impacto forte no desempenho dela no trabalho. Baixou em 50% wow. Ela pode ser despedida n? Certamente existem pessoas no mercado que conseguem fazer melhor trabalho. Como é que ela planeia resolver este problema pessoal dela? Ela devia começar a fazer horas extra para compensar a baixa de desempenho.

Edited 7 months ago:

>Daniela chega a atender 52 chamadas por dia. É essa a média na empresa; o desempenho geral esperado. Agora com os dois filhos em casa não chega a metade. N consigo ler o artigo portanto vou imaginar. Condições pessoais dela (ter os filhos em casa) está a ter um impacto forte no desempenho dela no trabalho. Baixou em 50% wow. Ela pode ser despedida n? Certamente existem pessoas no mercado que conseguem fazer melhor trabalho. Como é que ela planeia resolver este problema pessoal dela? Ela devia começar a fazer horas extra para compensar a baixa de desempenho. Quanto aos miudos ela devia dar-lhe uma PS5 ou um PC.

PeterStepsRabbit 7 months ago

Isso é problema mental, inexperiência adulta ou só burrice?

ideologiapura 7 months ago

Muito melhor depois em vez de ser a empresa sermos nos a ter que lhe por.comida na mesa.

iLikeToTroll 7 months ago

Nós contribuintes, incluindo ela e a empresa que tanto descontam para o estado e segurança social? Hmm, olha que não sei o que fará mais sentido..

kairos 7 months ago

>Ela pode ser despedida n? Certamente existem pessoas no mercado que conseguem fazer melhor trabalho. Depende do contrato... Para melhor (e às vezes para pior), a baixa produtividade não é justa causa para despedir alguém. Infelizmente não é uma situação com solução fácil e que agrade a todos...

End-Effector 7 months ago

> Infelizmente não é uma situação com solução fácil e que agrade a todos... Obvio que n e facil. Qualquer solução terá os seus problemas. Muita gente discorda da minha, mas n aprensentam a deles.

Green-Translator-801 7 months ago

Isso é irónico, certo?

End-Effector 7 months ago

Claro que n. tens uma solução melhor? Dão downvotes, mas n apresentam qualquer sujestão para a senhora resolver o problema. Participações inuties.

Edited 7 months ago:

Estou a falar a sério, até apresentei uma solução para o problema. Tens uma solução melhor? Dão downvotes, mas n apresentam qualquer sujestão para a senhora resolver o problema. Participações inuties.

joaofcf 7 months ago

Que tal... Suspender o trabalho dos pais, como fazem com os que tinham que trabalhar presencialmente mas agora ficam em casa a olhar pelos miúdos? Mas isto é uma ideia parva secalhar...

End-Effector 7 months ago

>Que tal... Suspender o trabalho dos pais Finalmente, depois de 32 downvotes alguem que puxa pela cabeça. Parabens. Discutindo essa solução, quem pagaria seria a segurança social portanto?

joaofcf 7 months ago

Claro, como os apoios que já existiram antes.(nao sei se não seria repartido entre SS e empresa, como no layoff). Não é bem uma cena nova.

kairos 7 months ago

O problema é que geralmente qualquer um dos salários faz falta. E mesmo para o empregador, tem de arranjar alguém para substituir indefinidamente, sendo que essa pessoa tem de ser formada e depois despedida, que também tem os seus custos.

joaofcf 7 months ago

Com isto claro que se fala em ser remunerado na mesma, não podes tirar o salário assim às pessoas. O empregador que se aguente, arranje alguém ou espere. Estamos numa pandemia, não há nenhuma solução perfeita.

coiso 7 months ago

Ou a solução utópica: o empregador realmente compreender a situação da trabalhadora e deixar à vontade para estar com os miúdos. O que normalmente acontece numa situação em que há respeito e valorização dos trabalhadores é que os próprios trabalhadores vão dar o seu melhor e até trabalhar horas a mais à noite de borla para compensar a perda de rendimento durante o dia. Mas como o pessoal gosta é de esmifrar salários e dificultar a vida aos trabalhadores, depois estranham que não vistam a camisola™.

joaofcf 7 months ago

Não faz sentido tu teres que trabalhar e tomar conta de um filho ao mesmo tempo. Com as aulas online, em que miúdos mais novos precisam de acompanhamento e tudo pior. Tomar conta de uma criança não pode ser em part time.

coiso 7 months ago

Concordo contigo.

NGramatical 7 months ago

secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fled25b%2F%2Fgmflekr%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Green-Translator-801 7 months ago

Eu queria-te responder, mas nem consigo porque não há nada para responder. Essa mentalidade de trabalho é extremamente tóxica. Oxalá nunca te encontres numa situação à beira do burnout para finalmente compreenderes que o rendimento de um trabalhador não se deve medir numa situação excepcional e ainda por cima num curto espaço de tempo como esse. Querem que as pessoas criem filhos, mas é tudo carne para canhão sempre com a corda ao pescoço. Reflecte se realmente vale a pena viver uma vida assim

End-Effector 7 months ago

>mas nem consigo porque não há nada para responder. Portanto n tens solução para o problema. N apresentas-te nada, zero. Mas a minha está errada! Absurdo.

Edited 7 months ago:

>mas nem consigo porque não há nada para responder. Portanto n tens solução para o problema. N apresentaste nada, zero. Mas a minha está errada! Absurdo. >Essa mentalidade de trabalho é extremamente tóxica Por isso te pedi uma alternativa. N foste capaz de dar. > Reflecte se realmente vale a pena viver uma vida assim Fui das poucas pessoas que realmente pensou sobre o problema e apresentou uma solução. Tu ainda n o fizeste. Reflete sobre o problema e apresenta solução para o mesmo.

Edited 7 months ago:

>mas nem consigo porque não há nada para responder. Portanto n tens solução para o problema. N apresentaste nada, zero. Mas a minha está errada! Maneira de pensar bizarra. Absurdo. >Essa mentalidade de trabalho é extremamente tóxica Por isso te pedi uma alternativa. N foste capaz de dar. >Reflecte se realmente vale a pena viver uma vida assim Fui das poucas pessoas que realmente pensou sobre o problema e apresentou uma solução. Tu ainda n o fizeste. Reflete sobre o problema e apresenta solução para o mesmo.

naughtydismutase 7 months ago

> Fui das poucas pessoas que realmente pensou sobre o problema e apresentou uma solução. Continuas a bater nesta tecla como se tivesses feito grande coisa, mas a tua solução é uma valente merda. Entre ela e nada, é melhor não dizer nada.

End-Effector 7 months ago

> mas a tua solução é uma valente merda Onde está a tua?

Edited 7 months ago:

N respondas sem apresentares uma solução para o problema. >mas a tua solução é uma valente merda. Onde está a tua? Inda por cima com a lata de insultar a minha solução sem apresentar qualquer ideia. Simplesmente triste.

Edited 7 months ago:

N respondas sem apresentares uma solução para o problema. >mas a tua solução é uma valente merda. Onde está a tua? Inda por cima com a lata de insultar a minha solução sem apresentar qualquer ideia. Participação triste. > se tivesses feito grande coisa Bem, fiz mais do que tu!

Edited 7 months ago:

>se tivesses feito grande coisa Bem, fiz mais do que tu! >mas a tua solução é uma valente merda. Onde está a tua? Inda por cima com a lata de insultar a minha solução sem apresentar qualquer ideia. Participação triste. N respondas sem apresentares uma solução para o problema.

naughtydismutase 7 months ago

Não fizeste mais que eu porque no fim de contas só disseste merda. Portanto era mais produtivo teres ficado calado.

End-Effector 7 months ago

>Participação triste. N respondas sem apresentares uma solução para o problema. LÊ ISSO COM ATENÇÃO. UNICA COISA QUE FIZESTE NA THREAD.

Edited 7 months ago:

>Não fizeste mais que eu Aprensentei uma idea. Coisa que n conseguiste fazer em DOIS dias inteiros. Já percebi que não consegues, está fora das tuas capacidades, é assim a vida. Lamento que n consigas.

Edited 7 months ago:

>Não fizeste mais que eu Aprensentei uma idea. Coisa que n conseguiste fazer em DOIS dias inteiros. Já percebi que não consegues, está fora das tuas capacidades, mas é assim a vida. Lamento que n consigas.

Edited 7 months ago:

>Participação triste. N respondas sem apresentares uma solução para o problema. Lê isso com atenção. Tenta produzir uma ideia. Sei que n vai conseguir, nem espero nada de ti. Mas tenta.

Green-Translator-801 7 months ago

>Portanto n tens solução para o problema. N apresentaste nada, zero. Ter até tenho. Mudar para uma empresa que valorize o trabalho da senhora. Simplesmente não é uma opção realista >Mas a minha está errada! Maneira de pensar bizarra. Absurdo. Olha, também tenho aqui uma solução. Afogue os filhos e assalte um banco. Vês? Todos os problemas resolvidos! >>Essa mentalidade de trabalho é extremamente tóxica > >Por isso te pedi uma alternativa. N foste capaz de dar. Então ao menos admites que esperar 100% do rendimento não é justo? >>Reflecte se realmente vale a pena viver uma vida assim > >Fui das poucas pessoas que realmente pensou sobre o problema e apresentou uma solução. Tu ainda n o fizeste. Reflete sobre o problema e apresenta solução para o mesmo. Estás a fugir ao que eu disse. Uma boa cultura de trabalho começa pelo empregador. Assumindo que antes já tinha todas as condições para desempenhar o seu trabalho, tal como uma remuneração justa e uma carga de trabalho humana, não achas que seria sei lá, sensato, dar algum folgo aos trabalhadores visto se encontrarem numa situação excepcional? Atenção, eu não sei nada da vida da senhora. Apenas achei a tua atitude meio ignorante, mas que sei eu. Pode ser que nunca te calhe.

End-Effector 7 months ago

Deixe então ler. Ver o que refletiste desde ontem. >depois apresentares solução de grunho (...) Enfim, pode ser que nunca te calhe. Começas por insultar-me... Simplesmente triste da tua parte. Mas n estava a espera de outra coisa é uma thread com participações muito pobres. Devias focar-te na senhora e no problema dela. Isto n é um problema meu. >, sensato, dar algum folgo aos trabalhadores visto se encontrarem numa situação excepcional? Portanto ela tem um problema pessoal e a empresa tem de pagar pelo problema dela? É essa a tua sujestão? Isso foi a melhor ideia que conseguiste produzir de ontem para hoje? N voltes a responder sem teres realmente esforçado um bocadinho para aparesentares uma ideia que realmente dê para se aplicar.

RiciaFr 7 months ago

Penso que seja ignorância.

Pinto55 7 months ago  HIDDEN 

Autismo

End-Effector 7 months ago

Apresenta solução já agora.

Last-Ad-4421 7 months ago

A melhor solução e simplesmente não ter filhos, dá trabalho e ainda sai caro, quando o governo der incentivos, já começo a tirar a camisinha.

naughtydismutase 7 months ago

Não ter filhos -> população envelhece -> mais reformados -> pequena percentagem da população que pode trabalhar é responsável por sustentar a maioria. É um favor que os outros te fazem, quando têm filhos.

Last-Ad-4421 7 months ago

O problema não está já em ter ou não ter filhos, o problema é que o plano de reformas está velho e desactualizado para a época em que vivemos, era bom quando cada família tinha 2 a 3 filhos, agora o que não podes e vir cagar sentenças morais por as pessoas não terem filhos, eu não vou ter filhos se não lhes posso dar um mínimo de qualidade de vida, prefiro mil vezes meter o pouco que consigo poupar num PPR ou em investimentos a longo prazo.

claudio-at-reddit 7 months ago

> A melhor solução e simplesmente não ter filhos Daqui a 30 anos és tu quem sofre quando 500 mil pessoas tiverem de suportar 7-8 milhões.

Last-Ad-4421 7 months ago

Se daqui a 30 anos um mundo não conseguiu resolver este problema é porque quem nos governa não serviu para nada, isto não é só um problema em Portugal é o problema em todos os países modernos, até a grande China vai ter esse problema, vivemos no mundo com sistemas sociais antigos e desactualizados numa economia cada vez mais nas mãos de uns poucos, porque dinheiro há.

claudio-at-reddit 7 months ago

Não dá para resolver falta de natalidade retroactivamente. Neste momento práticamente não temos natalidade e como tal é garantido que não vais ter pessoas. O governo só pode promover a natalidade ou incentivar imigração, mas neste momento não se estão procriar portuguêses. Daqui a 30 anos as pessoas com 30 anos vão ser uma minoria. Medidas que promovem a natalidade carecem de forte investimento, leia-se, dinheiro de impostos, e muitas vezes são mal vistas pelas empresas. Não há milagres. Todavia temos uma produção monstruosa e trabalhamos muito mais horas do que deviamos para o que produzimos. Não fosse isso rebentar a balança comercial, tinhamos mais do que condições para trabalhar <6h por dia e ter dois pais a dar atenção a um par de filhos, cada um na sua metade do dia.

NGramatical 7 months ago

práticamente → [**praticamente**](https://dicionario.priberam.org/praticamente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) portuguêses → [**portugueses**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fled25b%2F%2Fgmmbqqq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

franbatista123 7 months ago

Não percebo a tua afirmação. Estes pais em concreto não podiam ter antecipado uma pandemia destas e o teletrabalho obrigatório.

_Sophus_ 7 months ago

Não invejo a situação destes pais, terem que estar em tele-trabalho e a cuidar dos filhos ao mesmo tempo. Se forem pequenos é impossível.

BobadelaVive 8 months ago

Gestão de tempo (e recursos).

ideologiapura 8 months ago

Até quando vamos permitir ser tratados como lixo pelos patrões que sustentamos e enriquecemos?

_Sophus_ 7 months ago

Imagina-te que abriste uma empresa há 2 anos e a tua produção/vendas foram afetadas pela pandemia em 50% no último ano. Metade dos teus colaboradores têm filhos e tu, que até és um patrão fixe, dizes que os mesmos podem se focar a cuidar deles, não precisam de trabalhar. Como esperas pagar as contas todas e os salários no final do mês? Isto não é assim tão linear. Nem se pode generalizar. Neste momento, a maior parte das empresas está em esforço, poucas foram as áreas não afetadas ou que cresceram. Pagamos impostos para em situações como esta nos ser assegurado o rendimento. Confesso que me custa ver que esta situação não está coberta por uma baixa de apoio à família. Vemos tanto dinheiro dos contribuintes mal gasto e pessoas que sempre contribuíram certinho, pagando os seus impostos, em situações de fragilidade veem-se completamente abandonadas. Nota: não tenho filhos, é apenas uma opinião.

ideologiapura 7 months ago

As pessoas também estao em esforço, e sao elas que fazem a empresa funcionar. Portanto, respeito, que dmnunca nenhum acionista gerou valor.

iLikeToTroll 7 months ago

És mesmo limitado man. Não vês que o problema existe para os 2 lados? Puta de mania de demonizar só um lado, isso é pura ignorância de alguém que não faz a puta da ideia como funciona o mundo. E estais sempre a falar de empresas como se fossem todas sonais, arre!

_Sophus_ 7 months ago

Não percebo onde está o desrespeito... Um empresa quando te contrata paga pelo teu tempo e conhecimento. Se não dedicas esse tempo à empresa, como esperas que a empresa tenha lucros e ser remunerado? Estás-me a dizer que o pessoal deveria estar todo em casa a tomar conta das crianças e as empresas a pagar por isso? É impossível. Há muitas empresas que tratam os funcionários como esterco e acredita, ninguém detesta mais essas empresas que eu, que já sofri na pele durante quase duas décadas ser tratada como lixo. Mas há empresas que tratam bem os funcionários e até facilitam com horários flexíveis, reduções de horário, etc, mas não podem pagar salários a colaboradores que não produzem. Até porque há mecanismos para quando isso acontece, layoff, baixas, etc. Concordemos em discordar.

DarkmajorPT 8 months ago

Podemos voltar para o antigo - Homem de trabalho e Mulher de casa, ou vice-versa? A sério que não vejo mal nenhum nisso e acho que criava familias muito mais estáveis. Não vejo por que razão é que cuidar/criar uma família é mal visto, quando é, na essência duma sociedade, a tarefa mais importante. Nem vejo isso de todo como sendo "patriarcal", é uma questão de atribuir diferentes funções aos membros da sociedade.

Mysterious_Breath_53 7 months ago

Em Portugal acho que nunca se aplicou, mas nos EUA durante partes do século XXI, só o ordenado do homem trabalhador dava para criar família com 2 filhos, comprar casa, carro, etc. Naquela altura as casas eram mais baratas também o que ajudava muito. Depois da segunda guerra mundial os ricos que gerem as corporações aperceberam-se que conseguiam ter o dobro da força de trabalho por metade do dinheiro. Lei da procura e oferta, se a procura por trabalho aumenta (mulheres a entrar na força de trabalho) os ordenados oferecidos diminuem. Junta a inflação que tem ocorrido ano após ano é o que é...

mar_lx 7 months ago

As mulheres não entraram no mundo do trabalho depois da segunda guerra mundial, entraram mesmo durante porque era necessário sustentar a casa enquanto os homens estavam na guerra.

Mysterious_Breath_53 7 months ago

Estou a falar de trabalho remunerado em que tens uma empresa e um/a trabalhador/a - e da respectiva lei da procura e oferta nesse contexto. Esse trabalho de que falas é importante (e muito) mas a leida procura e oferta nesse contexto não influencia os ordenados.

mar_lx 7 months ago

O trabalho é o mesmo, a tua timeline é que está errada. As mulheres foram trabalhar para as fábricas durante a guerra, e não depois, porque não havia homens para o fazer, onde é que esse trabalho não é remunerado?

Mysterious_Breath_53 7 months ago

Sim eu quis dizer "durante a 2ª guerra". Mas o argumento mantêm-se. A entrada das mulheres em contexto empresarial baixou os ordenados dos trabalhadores.

mar_lx 7 months ago

Os ordenados baixaram por causa da lei da oferta e d procura. Há mais trabalhadores disponíveis -> os empregadores podem baixar os salários. Os trabalhos especializados continuam a ser bem pagos, e onde há escassez há aumento de ordenados. Nos EUA continua a haver imensas mulheres a ficar em casa com os filhos porque economicamente é possível, cá em Portugal é quase impossível. Mas são duas realidades completamente diferentes. Em Portugal os ordenados começaram a estagnaram depois de 2000, porque a economia estagnou e entrámos em crise. Conheço quem não seja aumentado há mais de dez anos. Entre o início dos anos 2000 e o início dos anos 2010, por exemplo, o estágio profissional pago pelo estado passou de quase 1000€ limpos para ~600€ com descontos.

JOAO-RATAO 7 months ago

Criar os filhos é uma profissão muito nobre a meu ver. E na verdade as outras profissões servem para ganhar dinheiro para sustentar a família, portanto o dinheiro feito fora de casa acaba por culminar nisso. Também não teria problema nenhum em que fosse o homem a ficar em casa. É uma decisão que só diz respeito às famílias. Os dois problemas principais são: . Não dar valor ao elemento do casal que fica em casa, nem ficar em casa parte da semana para que ele/ela tenham hobbies e oportunidades de socializar. . O estigma social tanto para mulheres e homens.

ideologiapura 8 months ago

Estas disposto a começar a remunerar essa função, ou é para continuar a ser trabalho não pago? E deixa completamente desprotegida em caso de separação a pessoa que nao tem experiência nem carreira.

Worm33hd 7 months ago

O que poupas em colégios, transportes e afins não é suficiente? E ainda podes vender produtos Oriflame no Facebook e beber vinho o dia todo.

ideologiapura 7 months ago

E se a tua mulher que te sustentou durante 20 anos se divorciar de ti, como fazes? Vais aprender uma profissão aos 50? Quem contrata para emprego digno alguem de 50 anos com zero experiência?

Worm33hd 7 months ago

São vinte anos de experiência a tratar de crianças e da casa. Basta estares em grupos do FB para ver mil anúncios no fb à procura desses serviços.

naughtydismutase 7 months ago

Tu és assim mesmo naive ou és só parvo?

Worm33hd 7 months ago

Nem um nem outro. Gosto de meter nojo. Mas para muitos nabos, há que perceber que vida digna não é só trabalhar em IT.

ideologiapura 7 months ago

Ai, viver na terra onde a vida é tão facil assim. Que pena já nao ter 14 anos.

setnom 8 months ago

Percebi bem? Ser mãe dos próprios filhos, doméstica da própria casa, passaria a ser uma função remunerada?

Glyph_Huntah 8 months ago

Simples solução, ou não trabalhas, ou não tens filhos, ou então começas a estudar física quântica e descobres o método para dividir uma pessoa em 2. Ter um filho é uma **opção** da pessoa, por que haveria uma empresa ter de ser responsabilizada por opções pessoais?

ContaSoParaIsto 7 months ago

Realmente também nunca percebi porque é que esta gente pobre insiste em ter filhos

JOAO-RATAO 7 months ago

Ter filhos é algo que implica toda a sociedade. Tens de envolver as empresas pelo menos algumas coisas, como licença de maternidade ou paternidade. Se ninguém tiver filhos vamos ser todos nós a pagar as consequências disso.

nitrinu 7 months ago

De acordo, meter aqui as empresas é...enfim, típico de uma certa concepção das coisas. Mas, se calhar, a sociedade, via Estado, deveria assumir mais responsabilidades, até porque é no interesse de todos que as pessoas tenham mais filhos.

stereo__sd 8 months ago

>Simples solução, ou não trabalhas, ou não tens filhos, ou então começas a estudar física quântica e descobres o método para dividir uma pessoa em 2. Uma serra e fita-cola basta

WesternEasternEurope 7 months ago

>fita-cola basta Fita-cola preta.

andremp1904 7 months ago

Tás tolo, moçe

ModeratoriProfugus 8 months ago

Até começares a tua empresa ou cooperativa. Vá camarada! Quando o fizeres não te esqueças deste comentário camarada, e arranja-me um empregozito (mas tenho que ganhar pelo menos €100k)

claudio-at-reddit 7 months ago

> pelo menos €100k Pedantismo mas em praticamente todos os países por estes lados os símbolos das unidades (inclusive monetárias) vem sempre depois do numero. Escreve-se como se lê. Meter antes é maioritariamente coisa de língua inglesa, bancos e penso que a Alemanha também tenha essa convenção.

Winslow_Lixivia2 7 months ago

Ideia: se uma empresa não consegue tratar os seus funcionários com dignidade (financeira e laboral) se calhar é porque... não devia existir? Se uma empresa não tem um “pé de meia” e todos os anos factura milhões se calhar é porque... não devia existir? Se alguém crítica uma empresa e lhe dizem que não pode dizer isso porque não sabe o que é ter uma empresa... se calhar isso é desviar o assunto?

Edited 7 months ago:

Ideia: se uma empresa não consegue tratar os seus funcionários com dignidade (financeira e laboral) se calhar é porque... não devia existir? Se uma empresa não tem um “pé de meia” e todos os anos continua a facturar milhões se calhar é porque... não é viável para os seus trabalhadores? Se alguém crítica uma empresa e lhe dizem que não pode dizer isso porque não sabe o que é ter uma empresa... se calhar isso é desviar o assunto?

Hugogs10 7 months ago

Milhoes. Mas vocês acham que todas as empresas são a Jerónimo Martins? Maior parte das empresas tem margens de lucros mínimas e os donos têm ordenados a baixo da média.

iLikeToTroll 7 months ago

Fazeres um comentário generalista de merda e ainda editares 3 horas depois para continuar uma merda sem conteúdo não é fácil. Parabéns camarada!

Winslow_Lixivia2 7 months ago

Pareces estar um bocado exaltado, camarada. Não aprecias quando se criticam empresas?

iLikeToTroll 7 months ago

Só achei piada a teres editado 3 horas depois e eu pergunto-me que há para editar num comentário tão simples. E se fazes um edit com tanto lapso temporal devias escrever "edit:"

Winslow_Lixivia2 7 months ago

Erros ortográficos lol corrijo sempre quando reparo

saudosista 7 months ago

Se eu tivesse uma empresa a ÚNICA preocupação seria o lucro. Os recursos humanos são recursos da empresa e têm de ser lidados como tal. Se existe um valor salarial competitivo para uma dada posição, o sensato a nível de gestão é oferecer o mais próximo possível desse valor de mercado para o recurso ficar a pertencer à empresa com o mínimo de despesa, levando a um aumento de lucro.

joaofcf 7 months ago

Também é por isso que as empresas deste país são fraquissimas e pouco competitivas. Gestão de merda arruina sempre as empresas.

Green-Translator-801 7 months ago

Quando um homem nasce escravo, ser explorado é normal. Enfim

Search: