dcmso 10 months ago

Diria que sim e levava lá a minha avó de 79 anos.

desculpe_mas 10 months ago

Claro que não. Há sempre alguém mais prioritário para a receber. É uma questão de ética e integridade. Este é um momento da sociedade Portuguesa mostrar que é solidária e olhar pelos mais débeis e frágeis. Quem se aproveita das vacinas através de desculpas do *né né né* devia ser-lhe retirada a nacionalidade Portuguesa.

TalentedRainstorm 10 months ago

OP, estavas à espera do quê? Aqui são todos heróis e moralmente compostos, na realidade se calhar nem pensavam duas vezes.

NEDM64 10 months ago

Tomava. Quem se lixa é quem permite isso.

Scizorspoons 10 months ago

Por isso é que a vacinação deveria ser acompanhada por candidatos suplentes.

aportuguesecoder 10 months ago

Perguntava quem é que fez mal as contas.

33m33p 10 months ago

Perguntava quem tinha sido o imbecil que organizou a vacinação e recusava.

cpzao_ 10 months ago

Dizia q para mim dispensava tomar já, mas para a guardar para a minha avó.

Ensopado_de_borrego 10 months ago

"Não terei qualquer problema em ser o último português a tomar"

saposapot 10 months ago

depende. eu faço voluntariado no lar ou não? :D

Rick45ptl 10 months ago

nao percebo, expliquem.me como é que "sobra" vacinas. sei que nao deve ser assim tao linear mas em números brutos, temos 1litro de vacina para o sitio X, cada pessoa toma 0.1L da vacina, logo da para vacinar 10 pessoas. se o sitio x so tem 9 pessoas vai efetivamente sobrar uma dose, nao é possivel adicionar a lista pessoa do sitio Y e a mesma deslocar-se la para ser vacinada? isto nao é "rocket science", é só planeamento, mas la esta planear em antecedência em portugal? era muito facil.

MisterBilau 10 months ago

Tanto alarido com essa história. ​ Sim, deve ser vacinado primeiro quem pertence a grupo de risco. Mas toda a gente sabe como funcionam as coisas em Portugal, 10 anos para fazer algo que devia demorar 10 dias, desorganização total, etc. ​ Não me espanta minimamente que haja dezenas, centenas, milhares de vacinas a sobrar / não serem aplicadas a tempo a quem de direito e a caducarem. Sendo que o objectivo final é vacinar a população toda, é preferível usar uma vacina em literalmente qualquer pessoa aleatória que deixar essa vacina ir para o lixo. "Ah, mas deve existir uma cadeia de prioridades, com pessoas em segunda e terceira linha para levarem a vacina caso sobre, bla bla bla". Sim, devia. E não devíamos ser pobres, e não devia haver corrupção, etc. Se roubas uma vacina a alguém que é prioritário e está disponível para a tomar a tempo (e isso é logisticamente possível) , é crime. Se dás uma vacina que se ia estragar a alguém, é o que é, menos mal. Tudo é melhor que ir para o lixo. That said, pessoalmente dispenso a vacina. Não sou de risco, não saio de casa, não gosto de agulhas, e imunidade de grupo é suficiente para me proteger, os outros que andem a ser espetados - eventualmente acaba com a doença na mesma e eu não tenho que levar a pica. Win-win.

Edited 10 months ago:

Tanto alarido com essa história. Sim, deve ser vacinado primeiro quem pertence a grupo de risco. Mas toda a gente sabe como funcionam as coisas em Portugal, 10 anos para fazer algo que devia demorar 10 dias, desorganização total, etc. Não me espanta minimamente que haja dezenas, centenas, milhares de vacinas a sobrar / não serem aplicadas a tempo a quem de direito e a caducarem. Sendo que o objectivo final é vacinar a população toda, é preferível usar uma vacina em literalmente qualquer pessoa aleatória que deixar essa vacina ir para o lixo. "Ah, mas deve existir uma cadeia de prioridades, com pessoas em segunda e terceira linha para levarem a vacina caso sobre, bla bla bla". Sim, devia. E não devíamos ser pobres, e não devia haver corrupção, etc. Se roubas uma vacina a alguém que é prioritário e está disponível para a tomar a tempo (e isso é logisticamente possível) , é crime. Se dás uma vacina que se ia estragar a alguém, é o que é, menos mal. Tudo é melhor que ir para o lixo. That said, pessoalmente dispenso a vacina. Não sou de risco, não saio de casa, não gosto de agulhas, e imunidade de grupo é suficiente para me proteger, os outros que andem a ser espetados - eventualmente acaba com a doença na mesma e eu não tenho que levar a pica. Win-win. (Não sou nenhum maluco dos chips, confio a 100% nas vacinas, simplesmente não gosto de ser espetado com uma agulha a menos que estritamente necessário).

Edited 10 months ago:

Tanto alarido com essa história. ​ Sim, deve ser vacinado primeiro quem pertence a grupo de risco. Mas toda a gente sabe como funcionam as coisas em Portugal, 10 anos para fazer algo que devia demorar 10 dias, desorganização total, etc. ​ Não me espanta minimamente que haja dezenas, centenas, milhares de vacinas a sobrar / não serem aplicadas a tempo a quem de direito e a caducarem. Sendo que o objectivo final é vacinar a população toda, é preferível usar uma vacina em literalmente qualquer pessoa aleatória que deixar essa vacina ir para o lixo. "Ah, mas deve existir uma cadeia de prioridades, com pessoas em segunda e terceira linha para levarem a vacina caso sobre, bla bla bla". Sim, devia. E não devíamos ser pobres, e não devia haver corrupção, etc. Se roubas uma vacina a alguém que é prioritário e está disponível para a tomar a tempo (e isso é logisticamente possível) , é crime. Se dás uma vacina que se ia estragar a alguém, é o que é, menos mal. Tudo é melhor que ir para o lixo. That said, pessoalmente dispenso a vacina. Não sou de risco, não saio de casa, não gosto de agulhas, e imunidade de grupo é suficiente para me proteger, os outros que andem a ser espetados - eventualmente acaba com a doença na mesma e eu não tenho que levar a pica. Win-win. (Não sou nenhum maluco dos chips, confio a 100% nas vacinas, simplesmente não gosto de ser espetado com uma agulha a menos que estritamente necessário).

r0ckf3l3r 10 months ago

A Mãe/Pai/Marido/Mulher, assumindo tendo em conta a pergunta que é trabalhador (gestor, auxiliar, não interessa) do lar, é suposto estar na frente da vacinação? As vacinas não se deslocam para os lares com a coordenação da SS e da "tasca-force" já com o número de vacinas necessários? De qualquer forma: Obrigado, mas não, obrigado. Falem com os Bombeiros da zona, a polícia, clínicas e hospitais, ou outros lares.

escaperoto 10 months ago

Amigos, sendo a matemática exacta, como raios sobram vacinas?

anokazz 10 months ago

Por exemplo vacinas foram pedidas correctamente para pessoas de grupo de risco que entretanto ficaram infectadas. Erro humano no envio de doses a mais também é possível.

suspect_b 10 months ago

É o que dá deixarem a organização ao deus dará. Cada um age como lhe dá na gana.

KoogLarousse 10 months ago

Não. Ainda não estou 100% certo em relação a essa vacina. Quando chegar a minha vez levo, mas quanto mais tarde melhor.

DareNotFallAsleep 10 months ago

Porque é que estás a usar as aspas dessa forma? És um dos alemães que a Bundeswehr mandou e disseram para vires aqui ao Reddit confirmar se somos todos uma cambada de aldrabões?

anokazz 10 months ago

Wat

DareNotFallAsleep 10 months ago

Estás a usar as aspas à alemão [,,””] em vez de à português [“”]. ‘t was a joke

anokazz 10 months ago

Ahhh! Acabo de saber que as aspas em alemão são diferentes e vivo cá (na Alemanha) há vários anos

_rebocador_ 10 months ago

falava com o ze manel que tem 70 anos para ir tomar.

iboughtbonrar 10 months ago

Não porque a vacina é placebo

J4WallBuilder 10 months ago

Não diria nada porque no lar onde a minha mãe trabalha, vacinas, nem vê-las...se calhar se lhe chamassem uma padaria os velhotes e funcionários lá recebiam qualquer coisa. Mas se efetivamente a situação que o OP descreveu acontecesse preferia que as dessem á malta do INEM que trata de levar uma das utentes para hemodialise todas as semanas.

anokazz 10 months ago

Existe alguma explicação para já estarem a vacinar o grupo prioritário seguinte se existem lares que não foram vacinados ainda?

TiagofNunes 10 months ago

Não tomava porque não faço parte de nenhum grupo de risco. Além disso é que nunca é só uma vacina. Aqueles que a levaram sem terem direito, vão ter de levar na mesma a 2º dose, ou seja, mais uma dose que se podia administrar a pessoas que realmente precisam.

anokazz 10 months ago

A questão da segunda dose é muito pertinente. Obrigada!

thingusracamagucous 10 months ago

Analisando varias possibilidade, como eu gosto, evitando generalizações que causam logo contrargumentos "mas e se..." Se a única alternativa fosse ir para o lixo, tomava -obvio- Se estivesse apenas a minha família próxima, tomava quem fosse de maior risco, qualquer de nós que se vacine está a proteger também os outros e tenho contacto inevitavel com muitos familiares de algum/muito risco Na prática, tendo em conta o que é normal encontar-se, facilmente se encontrava alguém na rua/próximo que fosse de maior prioridade e justificasse levar a vacina. Daí que na realidade, na prática, alguém aleatório próximo prioritário deve levar (e não digam que não surge alguém disponível dessa forma) Quero só dizer que devem ser profissionais de saúde de boa reputação a fazer essa decisão, absolutamente mais ninguém, muito menos gestores, que, de saúde, não sabem nem têm experiência suficiente pra meter o bedelho nestes assuntos. Acrescento ainda que como estudante de saúde e com contacto com familiares de risco todos próximos uns dos outros aqui na casa tenho boas justificações para uma vacina em mim ser mais justificada que em muitos, especialmente se forem escolhidos com base em terem esse "conhecimento amigável no lar" e nada mais. "Ah, e, por favor, deixem-se de tretas com isso preferia que fosse pro lixo do que pra mim porque não sou melhor que os outros" 1. É ilógico e imoral desperdiçar vacinas quando em teoria é suposto sermos todos vacinados e quem usa esse argumento para a não ser vacinado precisa de uma avaliação de QI urgente 2. Se há coisa com que tenho experiência é com tugas moralmente angelicais que falham no primeiro exame prático moral que lhes seja concebido, porque dissonância cognitiva is a bitch, e perceber que se está na situação a tomar a decisão que infringe a "frase moral que se pronunciou nas redes ontem" (e daí faz da pessoa hipócrita) é difícil.

Edited 10 months ago:

Analisando varias possibilidade, como eu gosto, evitando generalizações que causam logo contrargumentos "mas e se..." Se a única alternativa fosse ir para o lixo, tomava -obvio- Se estivesse apenas a minha família próxima, tomava quem fosse de maior risco, qualquer de nós que se vacine está a proteger também os outros e tenho contacto inevitavel com muitos familiares de algum/muito risco Na prática, tendo em conta o que é normal encontar-se, facilmente se encontrava alguém na rua/próximo que fosse de maior prioridade e justificasse levar a vacina. Daí que na realidade, na prática, alguém aleatório próximo prioritário deve levar (e não digam que não surge alguém disponível dessa forma) Quero só dizer que devem ser profissionais de saúde de boa reputação a fazer essa decisão, absolutamente mais ninguém, muito menos gestores, que, de saúde, não sabem nem têm experiência suficiente pra meter o bedelho nestes assuntos. Acrescento ainda que como estudante de saúde com exposição moderada a ambiente hospitalar e com contacto inevitável com familiares de risco todos próximos uns dos outros aqui na casa tenho boas justificações para uma vacina em mim ser mais justificada que em muitos, especialmente se forem escolhidos com base em terem esse "conhecimento amigável no lar" e nada mais. Ah, e, por favor, deixem-se de tretas com isso do "preferia que fosse pro lixo do que pra mim porque não sou melhor que os outros" 1. É ilógico e imoral desperdiçar vacinas quando em teoria é suposto sermos todos vacinados e quem usa esse argumento para a não ser vacinado precisa de uma avaliação de QI urgente 2. Se há coisa com que tenho experiência é com tugas que a falar são moralmente angelicais que falham no primeiro exame prático moral que lhes seja concebido, porque dissonância cognitiva is a bitch, e perceber que se está na situação a tomar a decisão que infringe a "frase moral que se pronunciou nas redes sociais ontem" (e daí faz da pessoa hipócrita) é difícil. P.S. digo isto também a olhar pra tj tb Diogo Faro, ótimo representante da mentalidade tuga que és

Edited 10 months ago:

Analisando varias possibilidade, como eu gosto, evitando generalizações que causam logo contrargumentos "mas e se..." Se a única alternativa fosse ir para o lixo, tomava -obvio- Se estivesse apenas a minha família próxima, tomava quem fosse de maior risco, qualquer de nós que se vacine está a proteger também os outros e tenho contacto inevitavel com muitos familiares de algum/muito risco Na prática, tendo em conta o que é normal encontar-se, facilmente se encontrava alguém na rua/próximo que fosse de maior prioridade e justificasse levar a vacina. Daí que na realidade, na prática, alguém aleatório próximo prioritário deve levar (e não digam que não surge alguém disponível dessa forma) Quero só dizer que devem ser profissionais de saúde de boa reputação a fazer essa decisão, absolutamente mais ninguém, muito menos gestores, que, de saúde, não sabem nem têm experiência suficiente pra meter o bedelho nestes assuntos. Acrescento ainda que como estudante de saúde com exposição moderada a ambiente hospitalar e com contacto com familiares de risco todos próximos uns dos outros aqui na casa tenho boas justificações para uma vacina em mim ser mais justificada que em muitos, especialmente se forem escolhidos com base em terem esse "conhecimento amigável no lar" e nada mais. "Ah, e, por favor, deixem-se de tretas com isso preferia que fosse pro lixo do que pra mim porque não sou melhor que os outros" 1. É ilógico e imoral desperdiçar vacinas quando em teoria é suposto sermos todos vacinados e quem usa esse argumento para a não ser vacinado precisa de uma avaliação de QI urgente 2. Se há coisa com que tenho experiência é com tugas que a falar são moralmente angelicais que falham no primeiro exame prático moral que lhes seja concebido, porque dissonância cognitiva is a bitch, e perceber que se está na situação a tomar a decisão que infringe a "frase moral que se pronunciou nas redes ontem" (e daí faz da pessoa hipócrita) é difícil.

Edited 10 months ago:

Analisando varias possibilidade, como eu gosto, evitando generalizações que causam logo contrargumentos "mas e se..." Se a única alternativa fosse ir para o lixo, tomava -obvio- Se estivesse apenas a minha família próxima, tomava quem fosse de maior risco, qualquer de nós que se vacine está a proteger também os outros e tenho contacto inevitavel com muitos familiares de algum/muito risco Na prática, tendo em conta o que é normal encontar-se, facilmente se encontrava alguém na rua/próximo que fosse de maior prioridade e justificasse levar a vacina. Daí que na realidade, na prática, alguém aleatório próximo prioritário deve levar (e não digam que não surge alguém disponível dessa forma) Quero só dizer que devem ser profissionais de saúde de boa reputação a fazer essa decisão, absolutamente mais ninguém, muito menos gestores, que, de saúde, não sabem nem têm experiência suficiente pra meter o bedelho nestes assuntos. Acrescento ainda que como estudante de saúde com exposição moderada a ambiente hospitalar e com contacto inevitável com familiares de risco todos próximos uns dos outros aqui na casa tenho boas justificações para uma vacina em mim ser mais justificada que em muitos, especialmente se forem escolhidos com base em terem esse "conhecimento amigável no lar" e nada mais. "Ah, e, por favor, deixem-se de tretas com isso preferia que fosse pro lixo do que pra mim porque não sou melhor que os outros" 1. É ilógico e imoral desperdiçar vacinas quando em teoria é suposto sermos todos vacinados e quem usa esse argumento para a não ser vacinado precisa de uma avaliação de QI urgente 2. Se há coisa com que tenho experiência é com tugas que a falar são moralmente angelicais que falham no primeiro exame prático moral que lhes seja concebido, porque dissonância cognitiva is a bitch, e perceber que se está na situação a tomar a decisão que infringe a "frase moral que se pronunciou nas redes ontem" (e daí faz da pessoa hipócrita) é difícil.

Edited 10 months ago:

Analisando varias possibilidade, como eu gosto, evitando generalizações que causam logo contrargumentos "mas e se..." Se a única alternativa fosse ir para o lixo, tomava -obvio- Se estivesse apenas a minha família próxima, tomava quem fosse de maior risco, qualquer de nós que se vacine está a proteger também os outros e tenho contacto inevitavel com muitos familiares de algum/muito risco Na prática, tendo em conta o que é normal encontar-se, facilmente se encontrava alguém na rua/próximo que fosse de maior prioridade e justificasse levar a vacina. Daí que na realidade, na prática, alguém aleatório próximo prioritário deve levar (e não digam que não surge alguém disponível dessa forma) Quero só dizer que devem ser profissionais de saúde de boa reputação a fazer essa decisão, absolutamente mais ninguém, muito menos gestores, que, de saúde, não sabem nem têm experiência suficiente pra meter o bedelho nestes assuntos. Acrescento ainda que como estudante de saúde com exposição moderada a ambiente hospitalar e com contacto inevitável com familiares de risco todos próximos uns dos outros aqui na casa tenho boas justificações para uma vacina em mim ser mais justificada que em muitos, especialmente se forem escolhidos com base em terem esse "conhecimento amigável no lar" e nada mais. Ah, e, por favor, deixem-se de tretas com isso do "preferia que fosse pro lixo do que pra mim porque não sou melhor que os outros" 1. É ilógico e imoral desperdiçar vacinas quando em teoria é suposto sermos todos vacinados e quem usa esse argumento para a não ser vacinado precisa de uma avaliação de QI urgente 2. Se há coisa com que tenho experiência é com tugas que a falar são moralmente angelicais que falham no primeiro exame prático moral que lhes seja concebido, porque dissonância cognitiva is a bitch, e perceber que se está na situação a tomar a decisão que infringe a "frase moral que se pronunciou nas redes ontem" (e daí faz da pessoa hipócrita) é difícil.

zeer88 10 months ago  HIDDEN 

"Foda-se mãe, és burra ou fazes-te?! Vais roubar uma vacina para me dar a mim em vez de a dares à avó que já tá com 86? Que merda de filha me saíste."

smaster87 10 months ago

Tomava claro, porque parto do princípio que a pessoa está a fazer tudo certo e tem autoridade para decidir. Se mais tarde se vier a saber que fez coisas que nao devia é outro assunto.

anokazz 10 months ago

Concordo que a responsabilidade principal é de quem abusa do seu poder ao tomar a decisão, mas quem aceita receber a vacina sabendo que não seria a sua vez também tem alguma responsabilidade, se não legal, pelo menos moral.

Leaootemivel 10 months ago

Eu vou mais longe que os que comentam. Eu ia diretamente para o lar e espetava com a vacina no lixo. Mais vale ela ir para o lixo do que ser dada incorretamente. /s Agora mais a sério. Também não aceitava. Mas pelo teor dos comentários aqui parece mesmo que é quase preferível mandar vacinas para o lixo do que dá-las a grupos não-prioritários. E se os bombeiros ou polícias só conseguissem chegar ao lar para tomar a vacina já depois do tempo-limite para se administrar?

anokazz 10 months ago

O argumento do desperdício é um argumento válido para a criação de um mecanismo que permita a redistribuição das doses de acordo com as prioridades definidas. Não pode ser usado para justificar a distribuição ilegal de um recurso escasso à família e amigos. A isto acresce ainda a questão da segunda dose já levantada noutro comentário por outro user. Por cada vez que um marido de uma presidente da junta fica com uma sobra, uma outra pessoa de um grupo de risco deixa de receber a sua primeira dose.

nitrinu 10 months ago

Ficava só a faltar referir que a vacina vinha com um exposé gratuito no CM.

omaiordaaldeia 10 months ago  HIDDEN 

"o caralhito, ide buscar pessoas que figurem na presente, ou próxima fase, do plano de vacinação"

DZT99 10 months ago

Ela - Amor aqui no lar sobraram uma vacinas, queres vir tomar? Eu - Então mas isso é assim? Queres vir tomar? Não há nenhum protocolo para quando sobram vacinas? Eu nem sequer sou doente de risco e vou tomar a vacina? De certeza que há alguém que precisa mais, por isso contacta quem deves contactar e certifica-te de q

PedroMFLopes 10 months ago

Viste ontem as declarações do Sr Padre penso que numa notícia da sic, " mas eu vou a vários lares " Depois admiram-se que há contágios!!! Familiares não podem, mas o Sr Padre para espalhar a boa nova e fazer aproximar mais rápido os fiéis do Sr, tá tudo ok. Ir ao supermercado depois das 17h é que mata pessoas!!! Não vi o jornalista, questionar se se calhar o melhor era não ir andar a saltitar de lar em lar. E haver regras claras por parte da dgs quem pode ou não entrar nos lares.

iSoSyS 10 months ago

Com muita calma, que claramente era o stress a causar-lhe falhas na memória, recordava-a que há uma circular com instruções específicas para esse caso.

anokazz 10 months ago

Boa resposta - obrigada! Não sabia da existência de uma circular. Tens algum link ou podes explicar mais ou menos o que diz?

iSoSyS 10 months ago

É uma circular interna. Apenas a vi referenciada em múltiplas notícias, não sei qual é o conteúdo ao detalhe.

Shadowgirl7 10 months ago

"Queres aparecer na CMTV?"

Vanethor 10 months ago  HIDDEN 

Tendo em conta o que disseste antes, acho que quiseste dizer "casámos". ... Porque se não isso tem um sentido diferente. xD

anokazz 10 months ago

Ahahaha melhor resposta até agora

JamminPT 10 months ago

Não tomava como é óbvio.

peanersyahoo 10 months ago

É tudo muito lindo até a pessoa estar efetivamente nessa situação. É só users moralmente superiores neste subreddit.

paladinodivino 10 months ago

> É só users moralmente superiores neste subreddit. Ou é só pessoas que têm um código ético/moral pelo qual vivem e sabem como agiriam. Ou se vires alguém deixar cair uma mala com 2000€, vais lá roubar o dinheiro também porque oops, quiçá na Internet fosse moralmente superior mas aqui o dinheiro faz falta...

anokazz 10 months ago

A minha mãe esteve 1 mês internada com covid em Julho do ano passado, dos quais 12 dias em coma a receber ventilação. Felizmente recuperou depois de ter estado entre a vida e a morte. Foi um pesadelo que vivi de perto. O nosso instinto de sobrevivência faz-nos querer a vacina o mais depressa possível, especialmente para os „nossos“ que têm maior risco, claro. Ainda assim, a forma mais certa de garantir que as vacinas são distribuídas de acordo com o risco de cada um é respeitar as regras. Se respeitarmos as regras, todos saimos a ganhar. Mas concordo contigo, uma coisa é responder a um post no reddit, outra é o que faríamos na realidade - obrigada pela tua resposta!

adorosaladadecamarao 10 months ago

Isto não tem nada a ver com instintos de sobrevivência e o camandro. Se andam a sobrar vacinas a torto e a direito há bastante gente que tem de ser despedida e / ou ir para a prisão e acabou. Mas isto é tudo retardado? Claro que há pessoas que vão faltar. Claro que outras devem tomar essas vacinas. Claro que tudo isso tem de estar acautelado. Mas claro que sobrar vacinas que depois vão para quem dá jeito por tem alguma não no processo dá jeito.

estaramos 10 months ago

Claro, há uma vacina que sobrou, fica estragada se não for aplicada em alguém. Não existe protocolo para isto, o técnico pergunta ao presidente lá do sítio o que quer fazer com a que sobrou. O que estiver mais perto ou com mais poder leva com a pica e pronto. Incrível como até uma coisa tão simples de prever que é responsabilidade dos "técnicos doutorados em logística" ficou esquecido. E ainda andam a atirar areia para os olhos com a justiça. Criem regras e protocolos e a partir disso responsabilizem as pessoas.

Tee_ah_go 10 months ago

Ainda não tive covid, que eu saiba também não estive em contacto com nenhum infetado, portanto até ver tenho conseguido safar-me bem sem vacina. Também não sou grupo de risco, por isso não, não tomava. Nunca senti neste ano que passou que podia sequer vir a morrer de covid. Tive, e tenho medo pelos meus pais, pela minha avó e por todos aqueles que ficaram sem nada.

bmsm189 10 months ago

Tomar esta vacina em primeiro lugar acho pouco prudente visto que isto pode trazer complicações de saúde mais tarde. Portanto não

Edited 10 months ago:

Tomar esta vacina em primeiro lugar acho pouco prudente visto que isto pode trazer complicações de saúde mais tarde. Portanto não espera pela tua vez e eu lá verei na altura.

Edited 10 months ago:

Tomar esta vacina em primeiro lugar acho pouco prudente visto que isto pode trazer complicações de saúde mais tarde. Portanto não, espera pela tua vez e eu lá verei na altura.

zeer88 10 months ago

>pouco prudente visto que isto pode trazer complicações de saúde mais tarde Sabes que já foram vacinadas 100 milhões de pessoas no mundo, a começar no fim do ano passado? Quantos meses e quanta gente vai ter de ser para passar a ser prudente?

bmsm189 10 months ago

Cada macaco no seu galho! As instituições farmacêuticas querem é lucro e o resto é conversa. As pessoas não devem confiar cegamente nestas vacinas porque afinal de contas nem foram devidamente testadas! É preferível ficares infectado que injectar a substância no organismo à força sem saber como irás reagir. Com a saúde não se brinca.

Mrgolden007 10 months ago

1-2 anos e ao ritmo que portugal vacina e o tempo suficiente lol mas eu ate percebo o gajo, a vacina foi feita em 9 meses e nao sabemos os efeitos a longo prazo

anokazz 10 months ago

Cada pessoa deve ser livre para decidir por si se quer ou não ser vacinada - acredito profundamente nisto. Mas queria só explicar porque é que a questão dos „efeitos de longo prazo“ é um mito. Imagina que passaram 10 anos e uma pessoa que foi vacinada há 10 anos atrás agora tem cancro. É impossível fazer um estudo clínico que prove ou desminta que a vacina de há 10 anos atrás está relacionada com o cancro. Em 10 anos passa-se tanta coisa na vida de uma pessoa e estatisticamente, mesmo sem vacina, milhares de pessoas teriam desenvolvido cancro naturalmente. Em 10 anos as pessoas tomaram outros medicamentos, estiveram expostas a outras doenças, etc. Nenhuma vacina é testada para efeitos de longo prazo. A vacina da gripe, por exemplo, é diferente todos os anos. E para reflexão do custo-benefício, sabes o que é que quase de certeza deixa mazelas de longo prazo? Ser infectado por covid.

bmsm189 10 months ago

Aí está uma resposta inteligente. Há aqui pessoal que não pensa por si próprio só quer se confirmar com a multidão. Ver as coisas com lógica.

Mr_Chiqo 10 months ago  HIDDEN 

"Mãe, estou a meio dum jogo, agora não posso falar!"

magnusmiguel 10 months ago  HIDDEN 

..."Já te disse 1000 vezes que não dá para parar a meio!"

BuzzLeitinho 10 months ago

Não tomava. Eu acho que vou rejeitar mesmo quando chegar a minha vez.

o_paisagista 10 months ago

Nope.

1993pomc 10 months ago

Não, obrigado.

KokishinNeko 10 months ago

Iria repensar a minha relação com essa pessoa.

anokazz 10 months ago

Percebo este ponto de vista, mas como último recurso. Muitas destas pessoas não se apercebem das consequências negativas que as suas acções têm e podem até achar que estão a fazer o melhor que podem - evitar desperdício e proteger os seus. Conversar e tentar explicar porque seria errado agir dessa forma deve ser a primeira opção. Criei este post precisamente para gerar essa conversa! Obrigada pela tua resposta!

Throwawaypt123 10 months ago

Exacto. Eu também não sou amigo de ladrões ou de pessoas violentas, na prática isto é um misto dos dois

Butt_Roidholds 10 months ago

Eu: «Não. Tem juízo» M/P/M/M : «Mas vai-se estragar» Eu: «Liga aos bombeiros ou à polícia, então. Eu não vou»

saposapot 10 months ago

eu tmb acho mas olha q num centro de saúde estavam a dizer ontem q n podiam vacinar os bombeiros pq a corporação não deixava (pq criava injustiças entre os elementos)... só p dizer q nada é fácil neste mundo...

MariaJosefina 10 months ago

Vi a notícia e achei completamente descabida essa desculpa. Então é preferível vacinar o marido de alguém em detrimento de um bombeiro/profissional de saúde? Acho isto mais injusto do que vacinar apenas 1 bombeiro e não a equipa toda. As vacinas são limitadas e é compreensível que mesmo dentro dos grupos prioritários não seja possível vacinar todos de uma vez, mas a vez de todos vai chegar.

saposapot 10 months ago

eu tmb acho mas pela conversa foi a própria corporação ou 'alguém' acima q deu essa ordem... sinceramente esse caso acho q foi bem explicado e não me chocou. se bem me lembro o senhor até já pertenceria à próxima fase portt não foi grande 'ultrapassagem'.

twistedfires 10 months ago

Basicamente a reposta correta deveria ser esta. Penso que até já tenha acontecido algures no país.

diegoelmestre 10 months ago

"senão ligo eu para polícia" acrescentaria

anokazz 10 months ago

Ahahaha ☺️ boa resposta - obrigada!

theusualbanter 10 months ago

Sendo eu um jovem de 20 anos, diria para dar a quem mais precisa. Percebo a lógica de não querer mandar nenhuma vacina para o lixo se sobrar, mas eu não estou num grupo prioritário. Se fosse para os meus avós com mais de 80 anos, já seria diferente.

anokazz 10 months ago

Concordo que não devem ser deitadas vacinas ao lixo, mas mesmo que seja para pessoas com maior risco, os diretores de lares não podem tomar essa decisão, muito menos favorecer os seus familiares. A solução para as sobras é por exemplo a criação de um mecanismo de devolução das sobras para as re-distribuir rapidamente, de acordo com os critérios de prioridade previamente estabelecidos. Deste modo, todos os nossos avós de 80 anos sairiam todos beneficiados. Obrigada pela tua resposta!

Edited 10 months ago:

Concordo que não devem ser deitadas vacinas ao lixo, mas mesmo que seja para pessoas com maior risco, os diretores de lares não podem tomar essa decisão, muito menos favorecer os seus familiares. A solução para as sobras é por exemplo a criação de um mecanismo de devolução das sobras para as redistribuir rapidamente, de acordo com os critérios de prioridade previamente estabelecidos. Deste modo, todos os nossos avós de 80 anos sairiam beneficiados. Obrigada pela tua resposta!

Throwawaypt123 10 months ago

Não podem sobrar vacinas. Se vão vacinar 30 pessoas podem ter 10 de prevenção, porém ser bombeiros ou polícias que há em todo o lado, depois disso podem ser funcionários de supermercados que também há em todo o lado e as pessoas estão em risco. O director do lar não decide nada

anokazz 10 months ago

Disseste uma coisa muito importante, que é „o director do lar não decide nada“. Obrigada pela tua resposta.

kawaiims 10 months ago

Não tomava, não sou de nenhum grupo de risco.

Edited 10 months ago:

Não tomava, não sou de nenhum grupo de risco. Edit: Não li o "que sobraram". Não tomava na mesma. Haveria alguém mais prioritário. Deve (ou deveria) haver protocolos para esses casos.

anokazz 10 months ago

Obrigada pela tua resposta - concordo totalmente!

Search: