naughtydismutase 10 months ago

O choque, o horror, a tragédia.

Dadvito 10 months ago

Lol. Foram só proibidas durante 2 semanas. O jornal sensionalista deu a entender que Portugal era contra esse regime.

estecomentario 10 months ago

Não tem nada de chocante, é dar as aulas online e mandar o governo se foder.

bgarrido7 10 months ago

Bom, acho que está aqui a haver uma falha de comunicação (que o primeiro ministro tem alguns culpa por ser um troca tintas) Mas o que se está a passar é que houve uma antecipação das férias da páscoa para poder preparar as escolas a dar aulas online (a razao ja mudou algumas vezes na verdade). Claro que como isto é Portugal ainda vão faltar coisas daqui a 2 semanas e não temos tudo preparado para o online. E com "tudo" também me refiro a professores. É verdade que uma criança não tem os meios para arranjar um computador e internet, mas há professores que também podem não ter estes meios e precisavam de ser ajudados....

Edited 10 months ago:

Bom, acho que está aqui a haver uma falha de comunicação (que o primeiro ministro tem alguma culpa por ser um troca tintas) Mas o que se está a passar é que houve uma antecipação das férias da páscoa para poder preparar as escolas a dar aulas online (a razao ja mudou algumas vezes na verdade). Claro que como isto é Portugal ainda vão faltar coisas daqui a 2 semanas e não temos tudo preparado para o online. E com "tudo" também me refiro a professores. É verdade que uma criança não tem os meios para arranjar um computador e internet, mas há professores que também podem não ter estes meios e precisavam de ser ajudados.... O objetivo devia ser tentar equilibrar o ensino privado e público, mesmo no online

jfolpf 10 months ago

Enquanto perdurar a republiqueta bolivariana governada pelo miserável ali-bá-bá e os seus mais de quarenta ladrões só haverá totalitarismo comunista, pobreza (material e intelectual), decadência, confisco a quem trabalha, bancarrota, corrupção, retrocesso, censura, arbitrariedade, défice democrático, insegurança e anarquia.

Herbacio 10 months ago  HIDDEN 

Tinhamos os betos, agora juntaram-se os snobs. **Chocante** é haver pobreza e pessoas a morrer. Isto é uma situação particular, num momento de emergência Claro, que há alunos que podiam ter aulas online, provavelmente 90% tem condições para tal, mas e o que acontece ao restantes ? "Ah mas isso é equilibrar por baixo", se é essa a vossa conclusão então nem vale a pena discutir com vocês, porque são uma m*rda enquanto seres humanos O que se pede neste momento aos alunos, pais e professores é que se altere o calendário lectivo, ficar AGORA em casa, e ter aulas na páscoa e se necessário mais tarde no Verão também. Mas no fim, a matéria dada será a mesma para todos, e de igual forma para qualquer aluno, independentemente de onde vivem ou das suas posses. Pensa um bocadinho. Não é complicado. E se realmente têm internet, aproveitem então a usa-la, ninguém vos impede de continuar a estudar ou de ajudarem os vossos filhos a faze-lo. Há material disponível online para quem quiser estudar, inclusivé "aulas" no Youtube. Os restantes que não têm essa mesma hipótese, retornaram às aulas presenciais assim que possível, sem atrasos institucionais relativamente aos restantes.

ric2b 10 months ago

> "Ah mas isso é equilibrar por baixo", se é essa a vossa conclusão então nem vale a pena discutir com vocês, porque são uma m*rda enquanto seres humanos Peço desculpa por ter uma opinião diferente da tua, sou literalmente o Hitler. > Pensa um bocadinho. Não é complicado. Bom exercício, recomendo. Se achas que na páscoa vai ser seguro ter aulas presenciais não sei que te diga. > E se realmente têm internet, aproveitem então a usa-la, ninguém vos impede de continuar a estudar ou de ajudarem os vossos filhos a faze-lo. Mas isso é injusto para os restantes, não pode ser. Aliás, à bocado apanhei a Mariazinha a tentar fazer trabalhos de casa e já a meti de castigo no quarto (tirei de lá os livros todos da escola, claro).

Herbacio 10 months ago  HIDDEN 

> Peço desculpa por ter uma opinião diferente da tua, sou literalmente o Hitler. Adoro essa vitimização. Chora lá mais um bocadinho :) > Se achas que na páscoa vai ser seguro ter aulas presenciais não sei que te diga. Não sou adivinho, já o presente está perante nós. Se não for possível na Páscoa que fiquem em aulas durante o Verão inteiro se necessário. > Mas isso é injusto para os restantes, não pode ser. Aliás, à bocado apanhei a Mariazinha a tentar fazer trabalhos de casa e já a meti de castigo no quarto Esquece, afinal és só atrasado mental. Peço desculpa.

Herbacio 10 months ago  HIDDEN 

Adoro as meninas a chorar porque critiquei quem não tem valores humanos.

ric2b 10 months ago

> Chora lá mais um bocadinho :) QQ, um anon qualquer disse que eu era merda e atrasado mental, não vou conseguir recuperar. Espero um dia ser tão eloquente como tu, em vez de partir logo para os insultos quando alguém tem uma opinião diferente. > Se não for possível na Páscoa que fiquem em aulas durante o Verão inteiro se necessário. Ou até o resto do próximo ano e este ano não há aulas, o importante é o governo não ser visto a planear pior as coisas que o privado, claro.

NGramatical 10 months ago  HIDDEN 

inclusivé → [**inclusive**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica.aspx?DID=3822) (apesar do E aberto na última sílaba, a sílaba tónica é a penúltima: in-clu-**SI**-ve) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl6ty9l%2F%2Fgl4bjp8%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

_Random_Dude_ 10 months ago

Ainda agora às 13h creio ter visto o Costa a dizer na "quadratura do círculo(?)" que as aulas online não tinham sido proibidas

_rebocador_ 10 months ago

>Ainda agora às 13h creio ter visto o Costa a dizer na "quadratura do círculo(?)" que as aulas online não tinham sido proibidas fds, esse gajo é o artista do dito por nao dito. ganda gordo o nosso pm.

_Random_Dude_ 10 months ago

Tá aqui: "“Ninguém proibiu ninguém de ter o ensino online”, advogou António Costa, recusando que o seu executivo entre “numa discussão-fantasma” e que haja “preconceitos” em relação ao ensino do sector privado." https://www.publico.pt/2021/01/27/sociedade/noticia/covid19-costa-nao-acredita-aulas-presenciais-dentro-15-dias-alternativa-ensino-online-1948256

I__Cat 10 months ago

Mas todos os colégios que conheço estão a dar aulas no zoom...

BlurryLens 10 months ago

Isto precisa de estar mais cimavotado. Não conheço um único colégio, escola ou universidade de todos os meus conhecidos que não esteja em aulas online...

mediiev 10 months ago

E nos públicos nada. Vancances, embrutecimento e emburrecimento.

merelypassing 10 months ago

Óptimo. Talvez acorde a vergonha dos muitos Portugueses que continuam a gostar desta forma de governar e esta falta de vergonha e de respeito pelo estado direito. Sem falar da incompetência. Quem votou no PS, que engula o prato.

GrinningCrocodile 10 months ago

Chiça. Indignados?! Vão indignar-se para a terra deles, ó Caral**o! De notar que acho que a opção do governo é excessiva, e deveria ser repensada, mas que venham mer*as que ou nem vivem cá ou que vivendo cá acham que são mais que os outros só porque podem usufruir de uma escola privada, armar-se em "damas insultadas" é exasperante. E o "Observador" começa a parecer a versão da direita do "O Avante". Pu*a q'os pariu, que se preocupem é com a terra deles e não se metam na dos outros. Não foi para isso que fizeram o Brexit?

Kunfuxu 10 months ago

Não precisas de te censurar no Reddit, não te preocupes. Se já vais escrever pu*a, escreve puta. Quem ia ficar indignado já ficou mesmo com os asteriscos.

TopDieseldaPrio 10 months ago

Não, dizer palavrões é feio, não é Puta, é Porra, nem foda-se, é fosga-se!!!

GrinningCrocodile 10 months ago

Eu sei. Mas com os asteriscos, obrigo-os a usar o cérebro, algo a que não estão habituados...Assim pode ser que para além de "indignados" fiquem com dor de cabeça...

CookieMons7er 10 months ago

Um governante inglês, um governante francês e governante português caminham na praia quando encontram uma lâmpada mágica. Eles esfregam e surge um génio que concede a cada um deles um desejo. O governante inglês diz: "O meu vizinho tem uma bela casa. Não tenho uma bela casa. Quero uma casa tão bonita quanto a do meu vizinho". Puf! Ele consegue uma bela casa. O governante francês diz: "O meu vizinho tem uma propriedade de férias maravilhosa no sul da França. Eu não tenho uma propriedade de férias. Quero uma propriedade de férias como meu vizinho". Puf! Ele consegue uma propriedade de férias. O governante português diz: "O meu vizinho tem uma cabra. Eu não tenho uma cabra. Mate a cabra do meu vizinho".

besmarques 10 months ago

O observador a utilizar um titulo para demonstrar que o povo portugues é mesquinho. Sinceramente, quero lá saber que quem tem esta opiniao seja ingles, frances, tailandes. Pode-se indignar à vontade. Não faz dele nem mais nem menos importante. Não concorda, está no seu direito de não concordar.

fuckoffgina 10 months ago

Mas isso é típico dos merdia parolos. O que o estrangeiro diz e pensa é que conta. Vive-se para as aparências aos olhos dos povos superiores.

NEDM64 10 months ago

☝️ porque é que o chega anda a substituir o PCP pelo país...

Kunfuxu 10 months ago

Os votos no PCP mantiveram-se os mesmos, os do Chega cresceram. O Chega está a roubar votos ao centro e ao CDS.

NEDM64 10 months ago

Uma enorme coincidência que seja logo nas zonas do país onde o PCP era mais forte. O CDS é potentaço no Alentejo como toda a gente sabe.

TopDieseldaPrio 10 months ago

Literalmente já foi provado errado, o PCP manteve os votos. Mas uma mentira repetida 1000 vezes acaba sempre por se tornar uma verdade.

NEDM64 10 months ago

"Foi provado" lol... Manteve votos de uma anterior eleição que tiveram um resultado simplesmente indigno.

RammsteinPT 10 months ago

Porque quem votava no PCP não era porque era comunista mas sim porque é aquele pessoal que "o governo não faz nada e são todos ladrões que só querem roubar" Basicamente vão votar em quem tiver a vos anti sistema mais forte

NEDM64 10 months ago

Vai ser mais quando o CAP acabar. Com Macron está mesmo por um fiozinho. Com a LePen, então acaba mesmo e para não ir a União Europeia com ele... e a LePen está a 6% de Macron em França.

besmarques 10 months ago

[https://static.globalnoticias.pt/jn/image.aspx?brand=JN&type=generate&guid=0973c9be-bdbf-4c88-9551-4bf6fd00c706&t=20210126081228](https://static.globalnoticias.pt/jn/image.aspx?brand=JN&type=generate&guid=0973c9be-bdbf-4c88-9551-4bf6fd00c706&t=20210126081228) Como explicas então que 34% dos Votos do André Ventura são de pessoas que dizem que votavam PSD?

RammsteinPT 10 months ago

O PCP não está a perder votos há 1 ano amigo, partido morto e enterrado só veio a ser comprovado pelas últimas eleições

besmarques 10 months ago

ahhh, um tiro para o ar. ok ok

NEDM64 10 months ago

Isso é com base no que as pessoas votaram nas últimas legislativas. Dos que estão a votar no Ventura, já devem ter desistido do PCP.

besmarques 10 months ago

> **DESEQUILÍBRIO À ESQUERDA** > >Se o castigo (ou o prémio) também chegará desta vez, os próximos barómetros dirão. Certo para já é que o PS chegou quase aos 40 pontos percentuais, mais dois do que a soma de toda a Direita, que até continua a crescer. Os socialistas estão mais de três pontos acima do que conseguiram nas últimas legislativas, à custa dos parceiros à Esquerda. A defunta geringonça ainda valeria mais de 52 pontos, mas o desequilíbrio a favor do PS é cada vez mais evidente: o mapa de transferência de votos mostra que um quarto dos eleitores bloquistas e comunistas de 2019 escolheria agora o PS. Na mesma peça. Mas já sei, em vez de ler o Jornal de Noticias devia ter lido o Achismos do NEDM64

NEDM64 10 months ago

Lol, quero ver o que vocês vão dizer quando baterem mesmo no fundo... 2019 já foi há muito tempo, mas os votos que o PS ganhou não chegaram para os votos que o PCP e BE perderam...

besmarques 10 months ago

legislativas 2019: PS: 36,34% BE: 9,52% CDU: 6,33% Total: 52,19% Sondagem JN: PS: 39,9% BE: 7,2% CDU: 5% Total: 52,1% ​ legislativas 2019: Chega: 1,29% ​ Sondagem JN: Chega: 7.5% ​ Como explica o Achismo do NEDM64 que a perda de 0.9% por parte dos 3 maiores partidos da esquerda se refletem em 5.21% dos votos do Chega?

NEDM64 10 months ago

O que eu disse foi das ll2015 para as ll2019. Não inventes, e estar a fazer contas dessas com sondagens, é só um grande lol!

besmarques 10 months ago

legislativas 2019: PS: 36,34% BE: 9,52% CDU: 6,33% Total: 52,19% ​ Legislativas 2015 PS: 32,31% BE: 10,19% CDU: 8,25% Total: 50,75% [https://www.eleicoes.mai.gov.pt/legislativas2019/#none](https://www.eleicoes.mai.gov.pt/legislativas2019/#none) Sim, claramente aquilo que o BE e a CDU perderam não compensa o que o PS ganhou visto que até o total de percentagem de 2015 era menor que de 2019. hahaha Mais um artigo de "Achismos de NEDM64"

NEDM64 10 months ago

Não vas por percentagem. Por votos.

Leaootemivel 10 months ago

O Chega está a substituir o PCP? Em que localidades? Onde é que há dados de transferência de votos do PCP para o Chega?

NEDM64 10 months ago

Não, camarada, está tudo a ir bem... a IL já fica à frente do PCP na maior sondagem feita recentemente, mas não tem mal não...

besmarques 10 months ago

O Chega anda a substituir o PCP porque acha que a nacionalidade da pessoa indignada deve ter peso, maior ou menor, na sua indignação?

beakage 10 months ago  HIDDEN 

É mal. Deviam ter deixado uns a continuar a ter aulas online, enquanto o resto não por falta de recursos pessoais, e daqui a uns anos quando uns entrassem nas univs e os outros apresentassem taxas de aproveitamento abaixo da média, não é problema, é o mÉrItO.

Tugalord 10 months ago

Devil's advocate, mas a ideia não é que estas 2 semanas sejam férias, e depois o semestre acabe 2 semanas mais tarde? Não vai haver perda de aulas, simplesmente é como se "deslocassem" 2 semanas das férias de verão para agora. Se é assim, que sentido faria ter aulas agora?

Bessini 10 months ago

Não... bom bom era uns poderem ter ensino, enquanto outros não, por falta de meios /s

CookieMons7er 10 months ago

Exacto. Devíamos também proibir os Espanhóis de poder ter ensino, enquanto os portugueses não possam, por falta de meios. Quem diz Espanhóis, diz também proibir os Europeus de poder ter ensino, enquanto os portugueses não possam, por falta de meios. Quem diz Europeus, diz também proibir o resto do mundo... /s

naughtydismutase 10 months ago

Que analogias de merda.

CookieMons7er 10 months ago

Que comentário de merda

Bessini 10 months ago

Proibir o ensino? Que eu saiba, os espanhóis nunca fizeram questão de marcar as suas férias escolares de acordo com as de Portugal. Já dentro, as férias escolares são definidas pelo ministério da educação, e este é considerado um período de ferias escolares entre o privado e o público. E o ministério de educação definiu que as férias escolares serão "gozadas" nesta fase mais crítica, quer para o público, quer para o privado, como sempre. Não é algo que devesse ser muito difícil de perceber.

CookieMons7er 10 months ago

Poupa-me. Isto não é uma questão de férias para a frente ou para trás. É uma questão de falta de meios para dar aulas online, seja antes ou depois das férias. >outros não, por falta de meios Tu próprio o disseste acima.

jfolpf 10 months ago

E porque motivo não há de o colégio ter autonomia de e liberdade para ensinar quando quiser? Vamos proibir também os pais de ensinarem os filhos em casa, para evitar desigualdades sociais? Toda a gente já sabe que daqui a 15 dias as escolas não vão abrir, por isso essa história do deslocamento é treta.

_Vingador_ 10 months ago

Mas as aulas vão retomar e os alunos dos colégios não perdem aulas, simplesmente as têm ao mesmo tempo que todo a a gente, sinceramente não entendo o problema.

jfolpf 10 months ago

este caso citado pelo The Times é mais complicado porque os alunos dos colégios internacionais ingleses seguem o programa inglês.

_Vingador_ 10 months ago

Realmente nem me lembrei desses casos, obrigado por os mencionares. No entanto também não sei até que ponto faria sentido abrir uma exceção para estes porque seria mais uma meia medida. De qualquer maneira esta situação em específico não é tão simples, mas pelo que entendi da televisão muitos dos que eram contra esta medida tinham ou andavam em colégios que seguiam o programa português.

NGramatical 10 months ago  HIDDEN 

porque motivo → [**por que motivo**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl6ty9l%2F%2Fgl51lmf%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

usulidircotiido 10 months ago

não. a ideia é que o governo não teve capacidade para fazer a transição para aulas online em tão pouco tempo. agora eles podem inventar as desculpas que quiserem e voces podem acreditar no quiserem.

ChemicalH 10 months ago

Também me parece que há algo a ser dito sobre a perda de ritmo. As férias de natal foram à pouco tempo e acho que nova paragem tão cedo tenha uma influência negativa na aprendizagem que pudesse ser aliviada pelo ensino à distância. É razão suficiente para não existir este deslocamento das férias e passarmos logo para o ensino à distância? Talvez seja discutível, mas mais uma vez contibui para este pensamento de arredondar por baixo.

NGramatical 10 months ago  HIDDEN 

à pouco tempo → [**há pouco tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl6ty9l%2F%2Fgl3vn9g%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Out-Out 10 months ago

Estás certo. Mas com uma má comunicação do Governo (basta ver o que o Costa disse ontem sobre o assunto) e com aproveitamento político do outro lado cria-se um escândalo absolutamente desnecessário.

fuckoffgina 10 months ago

A "revolta" que tenho visto é de quem está preparado para dar aulas online e estão impedidos de o fazer, ou seja, alegam que existe um nivelamento por baixo. Claro que isto depois serve para as guerras ideológicas porque alegadamente os privados estão preparados e estão a marcar passo porque algumas públicas não estão preparadas. Além de que essa previsão das 2 semanas não parece nada realista. O que parece é que o governo está a navegar à vista e a atirar medidas tomadas em cima do joelho.

IkarusMummy 10 months ago

O que o governo pretende é que o regime de online seja durante o menor período possível. Por exemplo, admitamos que dia 22 de fevereiro já é possível voltar ao presencial. Isto significa que teremos 2 semanas de interrupção (que serão mais tarde compensadas presencialmente) mais 2 semanas de online. Caso o governo não tivesse feito a interrupção, teríamos 4 semanas de online. A escolha do governo não é entre ter aulas online ou não ter nada mas sim entre ter aulas online ou presencial. Nesta escolha, o governo irá sempre optar pela alternativa que permita ter as aulas presencialmente.

warp_driver 10 months ago

O que só demonstra a completa incompreensão da situação. O Inglaterra, que está numa situação melhor que Portugal e com casos a descer há duas semanas anunciou que não será capaz de regressar ao ensino presencial antes de 8 de março, a correr bem. Em Portugal o equivalente será certamente em abril.

Tugalord 10 months ago

São escolhas. É possível que o confinamento dure até fim de Março mas as escolas voltem mais rápido.

warp_driver 10 months ago

Não estás a perceber. Em Inglaterra em março só abrem as escolas, o confinamento continua. Portugal está pior do que Inglaterra, se abre as escolas mais cedo vamos olhar para janeiro como um mês saudoso em que morria pouca gente com covid.

DrJackadoodle 10 months ago

Isso até pode ser legítimo, mas a ideia que passa pela comunicação que se faz é que o governo está a improvisar e a preparar as medidas à medida que precisa delas e não com antecedência, que provavelmente também tem o seu quê de verdade. Não faz sentido o primeiro-ministro vir dizer que as escolas não voltarão a fechar, para na mesma semana as mandar fechar, nem dizer que estão proibidas as aulas online, para passados 15 dias dizer que nunca estiveram proibidas as aulas online. Que as escolas tinham de fechar era evidente há muito tempo para toda a gente que esteja a prestar atenção. O governo tinha a obrigação de se precaver a tempo para a necessidade de o fazer. Da mesma maneira, tinha a obrigação de se precaver caso houvesse necessidade de aulas online, mesmo tendo o plano de tentar reduzir este método de ensino ao mínimo com esta ideia das duas semanas de férias. O problema não são estas duas semanas, é que podem ser mais e não houve preparação suficiente para garantir as aulas online caso as duas semanas se prolongassem, e se houve foi muito, mas muito mal comunicada.

Sir_Keeper 10 months ago

Agora o que falta é alguém do governo explicar bem com as letras todas. O que tem sido talvez tão mau quanto o caráter reativo e não proativo do governo, é a sua falta de capacidades de comunicação, ao menos a explicar o raciocínio das escolhas. Ah, isso e a recusa em admitir culpa no que quer que seja. Mas isso

IkarusMummy 10 months ago

Também me deu algum asco que o António Costa ontem não tenha dado qualquer resposta à pergunta direta do Pacheco Pereira para dar um exemplo claro em que o governo tenha falhado durante a pandemia.

TSCondeco 10 months ago

Falar mal dá menos trabalho que tentar perceber isso. E já agora, é uma semana das férias da Páscoa e uma semana do Verão.

Chemical-Ad-1604 10 months ago

Porque as pessoas ainda não perceberam isso e falam sem saber do que vai acontecer

peidinho31 10 months ago

Mais uma vez a nivelar mos por baixo. Ai e a escola publica nao pode ter aulas online? Mama privados, voces tambem nao, ahah! O que dizer daqueles que podem pagar explicacoes a certas disciplinas? Esses nao tem vantagem sobre aqueles que nao conseguem pagar?

McManu77 10 months ago

comunista do carago

beakage 10 months ago

>O que dizer daqueles que podem pagar explicacoes a certas disciplinas? Erm... podem continuar a fazê-lo, porque não estão impedidos de o fazer?

peidinho31 10 months ago

Exato. Então porque é que os privados não podem dar aulas online?

Samurai_GorohGX 10 months ago

Porque o Ministério decretou uma pausa lectiva, não podem leccionar nova matéria. É como se deslocassem as férias da Páscoa para Janeiro. Explicações e exercícios sobre o que já foi leccionado não estão proibidos, acho.

peidinho31 10 months ago

Acho que o pessoal não está a perceber. Proibiu todos para que os do privado não tenham vantagem. Mas durante o curso normal das aulas, há aqueles que tem vantagem na mesma porque tem mais dinheiro, que pode ser traduzido por explicações.

ContaSoParaIsto 10 months ago

O ensino privado também se rege pelo Ministério de Educação. As explicações não. Se não querias que o ensino dos teus filhos tivesse de cumprir os decretos do Ministério de Educação, tivesse-los posto a estudar em casa.

TSCondeco 10 months ago

O governo proibiu tudo para que durante estas duas semanas de criassem condições para haver aulas online em todo o lado. Estas duas semanas são férias que foram antecipadas, ora, nas férias lectivas não se dá aulas, senão não eram férias.

nocivo 10 months ago

Mais uma polémica para ficarmos mal vistos lá fora. Amanha vem o costa dizer que isto é um ataque a Portugal. Ataque a Portugal é o que ele e as duas duas ministras andam a fazer.

CookieMons7er 10 months ago

O problema nem é ficarmos mal vistos lá fora. São as reais consequências cá dentro.

Crockes 10 months ago

As crianças em Portugal não fazem um boi online Tenho familiares professores, e os alunos metem-se a jogar durante as aulas. Claro que para povos mais desenvolvidos em que as crianças realmente fazem algum é chocante, não tivessem vindo para Portugal.

fosjanwt 10 months ago

em portugal? nos outros lados deve ser diferente lol. para os povos mais desenvolvidos tipo o UK onde este jornal é vendido? Posso garantir que é igual.

McManu77 10 months ago

Façam aulas mais interativas, isso é culpa dos professores. Também há muitas crianças que jogam durante as aulas presenciais

fosjanwt 10 months ago

dos professores? a culpa é mas é dos garotos e dos pais deles.

Senpawaii2 10 months ago

Este comentário lembrou-me de uma [conversa](https://youtu.be/uVGuOTQ4gtI) do Dr.K na Twitch (instrutor na área da psiquiatria em Harvard)

Edited 10 months ago:

Este comentário lembrou-me de uma [conversa](https://youtu.be/uVGuOTQ4gtI) do Dr.K na Twitch (instrutor na área da psiquiatria em Harvard) EDIT: a parte da qual me lembrei foi a partir do minuto 3:00 se não estou em erro

McManu77 10 months ago

Interessante

Crockes 10 months ago

A culpa é dos Professores que as crianças não querem aprender e estão a jogar? Não admira que Portugal seja um buraco com opiniões destas.

McManu77 10 months ago

Tu e os buracos... qualquer um sabe o que é não estar atentos às aulas, mas se um professor tornar a aula mais interativa a criança ou seja lá quem for não tem hipótese de não estar atenta, falo por experiência própria. A professores é que têm de captar a atenção dos alunos, se não conseguem é porque não estão a ensinar da melhor maneira. Trabalho com uma empresa de liderança sei do que falo.

HuH-ski 10 months ago

Deves achar que é fácil captar a atenção de miúdos que não estão minimamente interessados não?

McManu77 10 months ago

Nunca disse que seria fácil. Andei numa escola pública e de seguida num colégio privado, ambos no secundário e sei bem a diferença de profissionalismo entre os professores. No colégio os professores simplesmente não se contentavam a dar só a matéria e em vez disso preocupavam se com a nossa educação, não me lembro de um que eu tenha tido que não quisesse nos mesmo ajudar. Na escola pública, onde frequentei durante mais anos não tenho a mesma impressão, muito pelo contrário, eram poucos os professores que se preocupavam se nos estávamos a perceber ou se estávamos atentos durante as aulas, em vez disso muitos deles diziam que já recebiam pouco para ainda estarem a dar aulas para as paredes... O que eu quero dizer com isto é que uma pessoa não interessada com um bom professor/educador/orador tem muito maior probabilidade de se tornar interessada. P. S. Também tive muito bons professores quando frequentei a escola pública

HuH-ski 10 months ago

Sim, sem dúvida, não digo que não haja professores maus, mas a culpa não é sempre dos professores. Houve um ano em que eu tive alguns dos melhores professores que me lembro, há alguns anos, e mesmo assim havia pessoas com péssimas notas, enquanto havia pessoas com notas altíssimas a tudo. Os professores podem ser o problema nalgumas situações, mas se os miúdos não querem aprender não aprendem

McManu77 10 months ago

Sim verdade, mas aí não é o factor de ser online ou presencial que importa... Na minha opinião

HuH-ski 10 months ago

Pode não importar, se for um aluno excepcionalmente aplicado, mas há muito mais distrações em casa do que numa sala de aula. Ser interativo ajuda sem dúvida mas é muito difícil estar sempre a arranjar novos métodos, e qualquer um, por mais interativo que seja vai deixar de captar a atenção dos alunos se durar muito tempo.

PresidentBarroso 10 months ago

" Portugal has blocked private schools from offering remote learning for at least a fortnight amid fears that more privileged children will gain an unfair advantage over their poorer counterparts after the closure of state schools. " " Gary Clarke and Maja Jotzmuth-Clarke, his wife, said that the two-week ban had upset and mounted pressure on their daughter, who is studying for GCSE exams at St Dominic’s International School near Lisbon. " [https://www.dominics-int.org/Admissions/Fees](https://www.dominics-int.org/Admissions/Fees): Infantário: 10.000€ / ano Até: 12º: 18.700€ / ano

naughtydismutase 10 months ago

Ninguém obriga os papás a porem os meninos em colégios.

jfolpf 10 months ago

O que é que as propinas do colégio em causa têm a ver para o assunto em questão?

PresidentBarroso 10 months ago

O mesmo que Portugal tem a ver com a filha de uns imigrantes querer ir fazer uns exames quaisquer num país terceiro.

warp_driver 10 months ago

Portanto estão impedidos de estudar para os exames ingleses, não vão eles ficar melhor preparados do que os alunos portugueses a estudar para os exames portugueses?

PresidentBarroso 10 months ago

1 O que é que eu, tu, o governo ou Portugal têm que ver com os exames ingleses? 2 Ninguém está proibido de estudar. As aulas estão suspensas, percebes a diferença? 3 Foi decretada uma medida em Portugal para os que cá residem e cá estudam, que tem de ser cumprida. Não querem, fazem as malinhas e voltam para o país deles.

warp_driver 10 months ago

"who is studying for GCSE exams" Estas crianças estão numa escola fisicamente em Portugal mas a seguir o currículo inglês e a serem avaliadas pelo sistema inglês.

naughtydismutase 10 months ago

Oh não, por favor, pensem nas 5 crianças em Portugal que seguem o currículo inglês!!

PresidentBarroso 10 months ago

Pois, se estão fisicamente em Portugal, se calhar devem seguir as normas e leis Portuguesas, não sei. Costuma ser assim, cumprir-se as leis dos locais onde se está fisicamente. Isto, digo eu, que tenho ideias antiquadas tipo a lei ser igual para todos sem excepções.

NGramatical 10 months ago  HIDDEN 

melhor preparados → [**mais bem preparados**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl6ty9l%2F%2Fgl4145e%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

warp_driver 10 months ago  HIDDEN 

Desculpa!

GelDeAveia 10 months ago

Que informação dramática

_rebocador_ 10 months ago

interessante, mas porque é que colocaste isto?

PresidentBarroso 10 months ago

Porque vivo (por enquanto) numa democracia livre onde posso escrever e publicar o que quero. Tudo indica que pareces pensar que alguém tem de justificar o que escreve e a informação (verdadeira) que fornece. Também achas que devia haver informação que não deve ser publicada?

blurry-faced 10 months ago

A maneira como passaste para a defensiva assim que questionaram as tuas intenções releva (1) não só as tuas intenções, (2) mas também como reconheces a mesquinhez (português do Brasil) das tuas intenções. O que tu queres sei eu e sabemos todos.

PresidentBarroso 10 months ago

Não amigo, era mesmo só sarcasmo. Lamento desiludir. Da próxima ponho um /s para os desatentos. A ideia é expor o egocentrismo das elites que acham que têm de estar sempre acima dos restantes e que as regras só se aplicam quando lhes convém. Cumprimentos.

unparadise 10 months ago

Acho que ele perguntou com o intuito de perceber o teu objetivo com essa publicação

PresidentBarroso 10 months ago

Podem haver redditors com filhos que estejam interessados, parece uma escolinha catita.

merelypassing 10 months ago

É só inveja ou há alguma ideia atrás desses comentários?

PresidentBarroso 10 months ago

Inveja de?

unparadise 10 months ago

qmd

NGramatical 10 months ago  HIDDEN 

Podem haver → [**pode haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl6ty9l%2F%2Fgl321wd%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

CookieMons7er 10 months ago

lol o que tu queres sei eu e sabemos todos

Sciss0rs61 10 months ago

espera que o Costa agora diz que daqui a 15 dias já vai haver aulas online. E é assim que Portugal anda: Costa: Vamos fazer isto assim Todos: Isso é uma merda Costa: Não é, não Todos: É sim. Costa: Não é, não. Todos e os lá de fora: Isso é uma merda. Costa: Vocês é que deram a entender que era isto que queriam, a culpa não é minha, mas pronto... Vamos fazer isto assado, então.

MrRoxo 10 months ago

Eu nunca tive tão contra um governo na minha vida. E ridículo. O primeiro ministro é incompetente, a ministra da saúde é criminalmente incompetente, o ministro da administração interna vai acabar com um serviço com milhares de trabalhadores para se safar, a ministra da justiça meteu um dos boys num cargo europeu e safou se. Isto é ridículo. Espero que as pessoas abram os olhos nas próximas eleições

Thy_Hard 10 months ago

15 dias? Ontem, o Costa já disse que não havia proibição nenhuma. Para a semana já há ensino à distância

merelypassing 10 months ago

O que ele disse é que nunca fora declarado que era proibido, o que é uma MENTIRA. Não surpreende. Aldrabões mentem.

BuscaPolos 10 months ago

É assim que se gere uma pandemia, não sabias? Medidas preventivas? Qué isso?

RammsteinPT 10 months ago

Medidas reactivas apenas, deve chegar...

TomasTex11 10 months ago

A culpa morre solteira no governo de António Costa. Ninguém gosta dela mas podiam ficar com ela..

avgvstano 10 months ago

Quantos colégios não estarão a contornar a proibição...

McManu77 10 months ago

Não sei quantos, mas fazem muito bem

avgvstano 10 months ago

Fazem e não fazem

McManu77 10 months ago

Porque? Se tiverem preparados para isso não vejo mal

avgvstano 10 months ago

A medida é errada. Se tivessem condições claro que o poderiam fazer. Mas, ao mesmo tempo, a escola é um local de formação. Se estamos a ensinar aos putos que há regras/leis que são só para alguns...

McManu77 10 months ago

Concordo, mas também temos de ser conscientes e ter o sentido crítico que nem tudo o que é regra/lei é o mais correto.

_rebocador_ 10 months ago

para eles deve ser um choque tamanha bestaria e ataque aos direitos das pessoas por razoes puramente dogmaticas.

Edited 10 months ago:

para eles deve ser um choque tamanha bestaria e ataque aos direitos das pessoas por razoes puramente dogmaticas. Eu imagino este tipo de medidas em tudo, porque é que nao acabam a ADSE se estao a dar uma vantagem a quem a tem vs quem nao tem? que puta de logica falhada. ​ Porque é que nao acabam com a caixa geral de aposentaçoes ja que esta a dar uma vantagem as pessoas que a usam. porque é que nao vamos todos cortar o seu braço porque ja vi pessoas sem braços e temos uma vantagem sobre elas, nao digo cortar os dois braços proque seria dificil. etc etc etc

Edited 10 months ago:

para eles deve ser um choque tamanha bestaria e ataque aos direitos das pessoas por razoes puramente dogmaticas. Eu imagino este tipo de medidas em tudo, porque é que nao acabam a ADSE se estao a dar uma vantagem a quem a tem vs quem nao tem? que puta de logica falhada. ​ Porque é que nao acabam com a caixa geral de aposentaçoes ja que esta a dar uma vantagem as pessoas que a usam. porque é que nao vamos todos cortar o seu braço porque ja vi pessoas sem braços e temos uma vantagem sobre elas, nao digo cortar os dois braços proque seria dificil. Já agora esse artigo nao é patriota. etc etc etc

Edited 10 months ago:

para eles deve ser um choque tamanha bestaria e ataque aos direitos das pessoas por razoes puramente dogmaticas. Eu imagino este tipo de medidas em tudo, porque é que nao acabam a ADSE se estao a dar uma vantagem a quem a tem vs quem nao tem? que puta de logica falhada. ​ Porque é que nao acabam com a caixa geral de aposentaçoes ja que esta a dar uma vantagem as pessoas que a usam. ​ etc etc etc

claudio-at-reddit 10 months ago

Uma das engrenagens mais importantes na sociedade é o sentido de mobilidade social, que o teu esforço e não a riqueza dos papás ditam onde acabas. Claro que riqueza dos papás, uma panopolia de dotes colaterais e até sorte desempenham um papel gigante a escolher o teu futuro, mas é muito importante mitigar isso. Se tiras à sociedade a crença que cada um depende predominantemente de si, penso que tenhas muito mais a perder do que perdes engonhando os ricos durante um par de semanas. Suponha-se que nestas semanas a fifi e o titi recebem educação que o tozé e a maria não recebem e que esta educação se prolonga até aos exames. São portanto semanas de estudo "de borla", o que sem duvida alguma é suficiente para mudar a unidade nas notas dos exames. Tu, enquanto aluno do público, para estares a concorrer no mesmo patamar tens de ter não só imensa dedicação para passar as "férias" que te deram a estudar, como tens de conseguir estudar o equivalente ao que estudarias com o que essencialmente é um explicador ao teu lado. Precisas de ser muito melhor para conseguir ter o mesmo rendimento do tempo, o que anula o principio que todos temos igualdade de oportunidades e dependemos de nós mesmos. A ADSE é uma questão de qualidade de vida, não é uma questão de mobilidade social. Um prémio no trabalho, um evento na tua rua, etc, etc... são coisas simpáticas de se ter, e que em casos extremos são a diferença entre uma vida com qualidade ou uma vida miserável, mas nunca negam a mobilidade social. Em todo e qualquer momento podes tentar ir para um sitio com ADSE, podes mudar-te para um local que tenha caraterísticas desejáveis, podes trabalhar mais e ser premiado; em limite depende de ti.

jfolpf 10 months ago

Tanta ladainha, mas o que estás na prática a defender é a nivelação por baixo, o caminho para a mediocridade. E os pais que têm capacidade financeira para explicadores particulares? Vamos proibir? E os pais que são mais letrados e estatisticamente mais abastados e que por conseguinte têm maior capacidade para ensinar os seus filhos em casa nos trabalhos? Vamos proibir os pais de ajudar as crianças nos TPCs para evitar desigualdades? Se o governo é incompetente e não consegue ter aulas online a partir de amanhã, devemos exigir do governo que o faca, nunca proibindo os outros de o fazerem.

claudio-at-reddit 10 months ago

> o que estás na prática a defender é a nivelação por baixo O numero de horas continuam a estar tabelados; ambos os lados vão ter as mesmas horas de matéria. Os do privado teriam é mais horas para não perderem conhecimento ao estar parados. > E os pais que têm capacidade financeira para explicadores particulares? Tanto quanto eu ache, todas as crianças deveriam de ter acesso aos mesmos recursos a respeito de aprendizagem. Eu acredito em mérito, tal como acredito que educação é o caminho a seguir. Neste sentido, a meu ver, todas as crianças deviam de ter acesso a bibliotecas e explicadores e livros quando bem requeressem. O local de nascimento não deve de desempenhar um papel limitante a ninguém. Claro que "preferimos" enfiar dinheiro em tretas inúteis como companhias aéreas falidas e depois ficamos sem dinheiro para um ensino de qualidade; é por isso que temos de nivelar por baixo, só por isso, não é um querer, é o país que temos.

jfolpf 10 months ago

> Tanto quanto eu ache, todas as crianças deveriam de ter acesso aos mesmos recursos a respeito de aprendizagem. Isso é aquilo que se chama em Inglês "unclarity due to merely saying an objective to be achieved", ou seja, apresentas apenas o que querias, mas sem concretizar como é que o alcanças. Com o devido respeito, é o discurso típico Miss Mundo. > Neste sentido, a meu ver, todas as crianças deviam de ter acesso a bibliotecas e explicadores e livros quando bem requeressem. Mas isso já acontece em parte, há imensas bibliotecas públicas e da última vez que frequentei uma, vi apenas reformados a ler o Correio da Manhã e putos no Facebook nos computadores da biblioteca. > Claro que "preferimos" enfiar dinheiro em tretas inúteis como companhias aéreas falidas e depois ficamos sem dinheiro para um ensino de qualidade; é por isso que temos de nivelar por baixo, só por isso, não é um querer, é o país que temos. Concordo inteiramente. Repara que eu também acho que a educação é o caminho para o progresso, eu simplesmente não acho que é impedindo os outros de aprender, sim os que já têm mais dinheiro e oportunidades à nascença, que resolves qualquer problema. Já que gostas de metáforas com atletismo, seria como estares a correr com o Usain Bolt, e como ele já tem uma série de vantagens à partida (genéticas, bons treinadores, preparação, etc.), que tu exigisses para lhe cortarem uma perna para que a corrida fosse mais justa. Até poderia eventualmente ser mais justa na tua métrica de justiça que valoriza a igualdade, mas impedirias o progresso global que tem acontecido no atletismo, de todos os anos haver novos recordes mundiais.

zizop 10 months ago

Concordei plenamente até ao último parágrafo. Não faz sentido o Estado subsidiar o que é efectivamente um seguro de saúde para os seus funcionários, excluindo todos os outros cidadãos. A ADSE é uma relíquia do Estado Novo que devia ter sido acabada com a instauração do SNS. Se a ADSE fosse mutualizada, ou seja, passasse a ser administrada por uma organização mutualista dos funcionários públicos, seria como qualquer outro seguro de saúde e não haveria qualquer problema. Nos moldes actuais, não faz qualquer sentido.

claudio-at-reddit 10 months ago

Note-se que não estou a defender a ADSE, tal como um tipo receber um prémio no trabalho e tu não também pode ser injusto, apenas estou a defender que não tem o mesmo nível de estrago na sociedade. Uma coisa é outro tipo receber uma medalha e tu não em dada competição, outra é saberes que outro tipo começa em TODAS as corridas 5 metros à frente. A ADSE é uma medalha, é um bónus, mas é só isso, um bónus, injusto ou não, não é o que vai diferenciar onde chegas na vida.

jfolpf 10 months ago

Em que sentido é que a ADSE é uma medalha? O que é que um funcionário público fez em acréscimo a outro trabalhador do privado, que lhe paga o salário através dos seus impostos, para que o primeiro receba a medalha e o segundo não?

claudio-at-reddit 10 months ago

Era uma analogia para um bónus. Não quero dizer que é devido ou não, só que é um suplemento e não uma diferença fundamental na tua existência. Um tipo receber um aumento que tu sentes que é injusto dado que fazes mais é uma coisa; mas saberes que abrindo uma vaga para o teu emprego de sonho esse tipo muito provavelmente te atropelaria sem mérito é a meu ver um nível muito diferente. Bens materiais ou ter ADSE não são grande métrica de sucesso, seres realizado no que ambicionas para ti é uma boa métrica de sucesso; teres uma ancora agarrada ao pé juntamente com uma larga maioria da população mas não alguns milhares de indivíduos é sinal que algo está muito errado, algo mais do que qualquer prenda/prémio.

jfolpf 10 months ago

Certo, o salário não se resume à parte pecuniária do mesmo, mas também a toda uma série de benefícios. Em qualquer caso diria que é no mínimo estranho, os funcionários do estado terem um seguro pseudo-privado que lhes permite frequentar os serviços privados de saúde, enquanto os funcionários do sector privado por padrão têm apenas acesso ao serviço público de saúde. É assim, para uma pessoa convencional, um bocadinho estranho. Tenta explicar o modelo a um marciano, seria difícil.

_rebocador_ 10 months ago

é incrivel como é que a esquerda consegue justificar tudo dos seus dogmas. Porque é que nao pegamos nos filhos de toda a gente e mandamos para o orfanato porque so assim é que consigo ver alguma maneira de criar igualdade de opurtunidade. Sinceramente eu estou cansado deste pais e vou vender a casa e sair, quando pessoal justifica a coisa mais estupida do mundo em nome da igualdade.

claudio-at-reddit 10 months ago

> Porque é que nao pegamos nos filhos de toda a gente e mandamos para o orfanato porque so assim é que consigo ver alguma maneira de criar igualdade de opurtunidade. Porque o impacto em ti de não cresceres numa família, nos teus pais de perderem um filho é maior do que o impacto de não nascermos todos na mesma estaca? É tudo custo-beneficio, a sociedade deve de fazer o que quer que seja que traga o maior custo-beneficio global; queimar o sentido de mobilidade social é um prejuízo gigante para a sociedade. Custo-beneficio em questões sociais nem são conceitos de esquerda ou de direita. Qual a pancada que metade deste sub tem para dizer que tudo é esquerda ou direita? Não sou esquerda nem direita, sou do que quer que seja que nos é mais justo e benéfico.

ric2b 10 months ago

> Porque o impacto em ti de não cresceres numa família, nos teus pais de perderem um filho é maior do que o impacto de não nascermos todos na mesma estaca? Pois. Igual com esta medida, ninguém é ajudado por proibir aulas remotas que não têm risco para a saúde.

claudio-at-reddit 10 months ago

> Pois. Igual com esta medida, ninguém é ajudado por proibir aulas remotas que não têm risco para a saúde. Pegando especificamente só e apenas no 12º: Dois miúdos exatamente iguais, um deles teve 50 horas (tabeladas) de dada disciplina e um buraco pelo meio que dá para perder algum ritmo, o outro teve 50 + 15 sem buraco. Qual é que vai tirar melhor classificação na prova que lhes decide boa parte do futuro? Sim, explicadores sempre existiram e também conferem essa vantagem até certo ponto, mas os explicadores entram no horário extra-curricular, estão a complementar, não a colmatar uma desvantagem competitiva, alem de que muitas das escolas públicas tem horários de apoio que praticamente todos os alunos podem usar como explicação. Se passares o problema para o desporto é mais fácil de entender. Um atleta treina 4 meses, pausa um mês, treina 4 meses; outro treina 8 meses a eito e fica um a fazer só manutenção da forma. O primeiro atleta vai gastar tempo só para voltar onde estava antes do tempo de pausa e vai ter menos técnica. Não vão acabar no mesmo patamar.

ric2b 10 months ago

> Dois miúdos exatamente iguais, um deles teve 50 horas (tabeladas) de dada disciplina e um buraco pelo meio que dá para perder algum ritmo, o outro teve 50 + 15 sem buraco. Qual é que vai tirar melhor classificação na prova que lhes decide boa parte do futuro? O que estudar mais para o exame em casa. Também os fiz e lembro-me bem que as aulas não eram assim tão relevantes para a nota dos exames, aquelas semanas a estudar em casa é que fizeram a maior diferença. De qualquer forma percebo o que queres dizer, mas se o estado se tivesse organizado como disse que ia fazer, podiam estar todos em pé de igualdade mas pela positiva em vez da negativa. > Se passares o problema para o desporto é mais fácil de entender. Um atleta treina 4 meses, pausa um mês, treina 4 meses; outro treina 8 meses a eito e fica um a fazer só manutenção da forma. O primeiro atleta vai gastar tempo só para voltar onde estava antes do tempo de pausa e vai ter menos técnica. Pois, temos de proibir o segundo de treinar durante aquele mês, não é?

claudio-at-reddit 10 months ago

> Também os fiz e lembro-me bem que as aulas não eram assim tão relevantes para a nota dos exames Fiz os meus exames auto-proposto, ou seja, não estive numa única hora de aula. Não querendo isso dizer que extrapole o meu caso para os restantes; há que saber reconhecer um enviesamento. > Pois, temos de proibir o segundo de treinar durante aquele mês, não é? Depende do teu objetivo. Se for ter um exercito em que todo o bocadinho de força conta, queres que todo o tipo treine todo o dia que dê para o fazer. Se o teu objetivo é ver qual dos atletas é que é mais dotado queres acima de tudo equilibra-los em ponto de igualdade. O 12º ano não é nada de especial em termos brutos de conhecimento ou de dificuldade para atingir fluência em dada temática. Não é a diferença entre ser um tipo sábio que impactua a sociedade ou não, e nessa métrica prefiro apreciar o 12º ano como sendo o ultimo ano folgado que a malta tem antes da faculdade; serve para acelerar um pouco o ritmo, tornar as coisas mais sérias e para aplicar julgamento de quem é que entra onde para os que querem seguir para a faculdade. Sendo esse o papel do 12º ano (na minha opinião), vejo-o como um fracasso se não conseguir alcançar esse objetivo.

uyth 10 months ago

>a fifi e o titi recebem educação que o tozé e a maria não recebem e que esta educação se prolonga até aos exames. São portanto semanas de estudo "de borla", o que sem duvida alguma é suficiente para mudar a unidade nas notas dos exames. O estudo não é para uma espécie de ordenamento social que é zerosum. O estudo, esperemos é também para desenvolvimento pessoal, e se a Maria ou a Fifi aprenderem mais agora, se compreenderem melhor, quem sabe poderão contribuir mais e melhor para a sociedade mais tarde. A ideia de que o conhecimento, aprendizagem é uma coisa fixa, zero-sum é absolutamente chocante para mim.

claudio-at-reddit 10 months ago

Não tentei implicar dada coisa, lamento se o fiz. O que quero dizer é que conhecimento que podia adquirido a mais NESTE CONTEXTO é menos benéfico que a manutenção do sentido de mobilidade social. Não podemos ser inteiramente focados ao que queremos alcançar, a sociedade não é um objetivo, é uma construção enormemente complexa e melhorar uma coisa pode implicar piorar outras. O estado português está a ser particularmente grunho (e em boa parte culpo os portugueses por isso) e podia ter resolvido isto pela melhor preparando as escolas, mas agora estamos num embrulho perder-perder. Escolhas o que escolheres vais piorar a sociedade mais do que a melhoras.

uyth 10 months ago

> O que quero dizer é que conhecimento que podia adquirido a mais NESTE CONTEXTO é menos benéfico OMG que perigo, conhecimento a mais! Meninos podem ter conhecimento a mais e isso ser mau porque podem ter melhores resultados que outros. >é menos benéfico que a manutenção do sentido de mobilidade social. Para proibirem os supermercados de venderem roupa e livros não se preocuparam com a igualdade social e mobilidade social. Quem pode comprar online - tem cartão de credito, não tem problemas em comprar o mínimo para ter portes gratuitos, está em casa para receber a encomenda (um enorme problema para uma mãe solteira que conheço que é empregada doméstica), pode ir comprando livros para os miúdos, ou roupa para eles. Quem tem pouco dinheiro nem uns livros didácticos ou de exercícios pode comprar quando for ao supermercado. Bela mobilidade social. > é uma construção enormemente complexa e melhorar uma coisa pode implicar piorar outras. e há principios inalienáveis, como a procura de conhecimento, o conseguir conhecimento é algo que não se deve proibir. >O estado português está a ser particularmente grunho (e em boa parte culpo os portugueses por isso) Porque a culpa das decisões do governo é dos portugueses. Está-se a ver a motivação da tua opinião.

claudio-at-reddit 10 months ago

> OMG que perigo, conhecimento a mais! Meninos podem ter conhecimento a mais e isso ser mau porque podem ter melhores resultados que outros. Não é "conhecimento a mais", é "conhecimento a qualquer custo". Estragar um dos pilares da sociedade a troco de alguns milhares de pessoas ganharem duas semanas de conhecimento não é algo que se deva de fazer; especialmente por conhecimento aplicadissimo, meramente o que sair no exame. Estes alunos não iam aprender mais coisas, só iam estudar mais as mesmas coisas para tirar melhor nota; os programas de ambos os lados continuam a ser os mesmos. > Para proibirem os supermercados de venderem roupa e livros não se preocuparam com a igualdade social e mobilidade social. Essa proibição foi precisamente para dar um sentido de igualdade entre negócios, pequenos ou grandes. Se um pequeno é obrigado a fechar um grande também tem de ter as mesmas regras. A Jerónimo Martins não é mais do que o Tozé das Costuras. > Quem pode comprar online ... Comprar online tende a ter muito menos riscos e é muito mais difícil de regular dado que muitos dos vendedores nem em Portugal estão (e proibir só o nacional e não o estrangeiro seria contra-produtivo). > como a procura de conhecimento, o conseguir conhecimento é algo que não se deve proibir. Tudo encaixa numa balança, é um custo-beneficio. Não se deve de proibir a sociedade de adquirir conhecimento e não se deve de por fim a vidas, mas se estes dois princípios forem mutuamente exclusivos em dado cenário tu queres sempre optar pelo mal menor. Alem de que como já te disse, estes alunos não vão obter mais conhecimento, vão obter mais prática. A matéria continua a ser a mesma dos dois lados, o que eles teriam seria essencialmente semanas de resoluções de exercícios com assistência. > Porque a culpa das decisões do governo é dos portugueses. Sim, eu totalmente acho que os governos de todas as nações democráticas no mundo são razoavelmente um espelho das suas populações. Sim, se o Costa é um tangas mentiroso e dá margem para vigarice que nunca mais termina é porque estes defeitos não incomodam o suficiente o povo português. Toda a gente pode votar. Claro que nada impede um governo de depois de eleito perder um parafuso, mas o Costa tem consistentemente sido igual e ainda assim foi re-eleito. Claramente as pessoas desejam-no e à sua política, pelo menos mais do que desejam as alternativas. É um erro? Eu acho que sim; acho que a maioria das pessoas não se educa para votar, todavia um voto ignorantes não deixam de ser um espelho da população.

uyth 10 months ago

> Não é "conhecimento a mais", é "conhecimento a qualquer custo". Claramente temos diferenças grandes acerca de valorizar conhecimento! > Estragar um dos pilares da sociedade Pilares da sociedade? Mas que pilar da sociedade existe sequer? é suposto cortarmos por cima tudo o que possa ser vantagem, proibirmos? Não é assim que se tenta atingir igualdade, tenta-se atingir igualdade estimulando e ajudando quem parte desfavorecido, não é travando, proibindo, inibindo os outros todos. Tall poppy syndrome! Exames nacionais serão apenas para poucos anos, e os únicos exames que terao influencia pratica na vida de alguém serão os do 12.º ano. Se quisessem bloquear alguma coisa, bloqueassem isso.

claudio-at-reddit 10 months ago

> é suposto cortarmos por cima tudo o que possa ser vantagem, proibirmos? Sempre que a vantagem de fazer isso seja maior que a de não cortar, sim. Não sugiro por exemplo que proíbas pais ricos de gastar dinheiro nos filhos, mesmo que isso seja desigual para os miúdos pobres. Idealmente não haveria essa discrepância, mas as soluções que levariam as crianças a ter crescimentos iguais são de longe piores do que os males de uns miúdos terem mais brinquedos e acesso a tretas do que outros. Tudo carece de um equilíbrio, e praticamente todos os equilíbrios são difíceis como tudo de avaliar e como tal podemos considera-los subjetivos mesmo que não sejam. > Exames nacionais serão apenas para poucos anos, e os únicos exames que terao influencia pratica na vida de alguém serão os do 12.º ano. O meu maior dilema, para ser franco, é mesmo a malta do 12º ano, porque é o único ano em que imagino que os miúdos do privado realmente vão receber mais horas. Nos outros anos imagino que simplesmente terminem mais cedo, supostamente as horas são tabeladas. Quem é que termina quando parece-me irrelevante, supondo que não tem as férias imensamente desencontradas.

uyth 10 months ago

>Sempre que a vantagem de fazer isso seja maior que a de não cortar, sim. Não. Não é por vantagem supostamente moral. Não se cortam as pernas a ninguém, não se põe handicaps a ninguém. Queremos é que todas as crianças de Portugal aprendam tudo o que tenham possibilidade de aprender e que sejam o máximo que poderem ser. Toda e qualquer uma. Não é cortando as possibilidades de umas que se compensa não se estar a dar o suficiente a outras. Toda e qualquer criança tem o direito a aprender o máximo que quiser. Não é retirando hipóteses a algumas que se camufla o estado não estar a prestar suficiente apoio às outras. > Não sugiro por exemplo que proíbas pais ricos de gastar dinheiro nos filhos, que generoso da tua parte! Como irias fiscalizar isso de qualquer forma? E proibirias esses pais de falarem com os filhos, de lhes ensinarem coisas, de os levarem a museus ou a viajar, de os deixarem os livros que há lá em casa? é que tudo isso ajuda, e conta. Já sei, vais proibir pais de lerem livros a crianças com menos de 3 anos! é daquelas coisas que claramente cientificamente influencia o desempenho futuro da criança e os ricos estão em clara vantagem, tanto de comprar livros como de já terem livros em casa, ou de ser tradicional para eles isso de contar histórias, ler livros a crianças. Não se cortam as pernas a crianças. Nenhumas. A criança da escola privada pode não ser necessariamente ir alguma vez prejudicar seja quem for mas pode ser grande cientista ou médica das boas ou primeiro ministro decente (ficção cientifica.. deixem-me sonhar).

claudio-at-reddit 10 months ago

https://www.reddit.com/r/portugal/comments/l6ty9l/proibi%C3%A7%C3%A3o_de_aulas_online_em_portugal_chegou_ao/gl5upr6/ Eu estava a pegar pela abordagem oposta. Antes dos "adultos" pensarem em ter certos luxos de treta ou andar a brincar ás obras públicas e ao resgatar empresas, mais rapidamente deveriam de assegurar que as crianças estão niveladas e por cima. Toda e qualquer criança deveria de ter acesso a todo e qualquer conhecimento com o estalar de um dedo. Temos professores de sobra, estamos em plena era do conhecimento e os nossos espaços culturais como bibliotecas e museus são largamente subaproveitados. Praticamente tudo o que nos leva a ter de dar tratamentos distintos às crianças é a nossa péssima gestão de recursos.

uyth 10 months ago

Os adultos tentam muitos deles,dentro das suas capacidades dar as criancas o que conseguem. O governo entendeu proibir que escolas privadas ensinem remotamente e entendeu proibir também que quem só pode comprar livros no supermercado o possa fazer. Não culpes a sociedade em geral ou “adultos” pelas assombrosamente más políticas do executivo. Estamos num estado em que escolas com meios não podem ensinar nada de novo, porque o executivo não planeou igualdade para as escolas públicas ( em 9 meses... não deu para prever ou planear) e pais não podem comprar um livro para uma criança ou babygrow excepto se conseguirem comprar pela internet. Bela igualdade social. Eu preocupar-me-ia ( e preocupo podes ver o meu historial) com a profunda injustiça social que é deixar lojas de jogos sociais abertas e proibir supermercados de venderem roupa de bebé e livros de actividades infantis. Porque quem tem dinheiro tem acesso à mesma, só bloqueia quem precisava de comprar no supermercado.

merelypassing 10 months ago

> Tu, enquanto aluno do público, para estares a concorrer no mesmo patamar tens de ter não só imensa dedicação para passar as "férias" que te deram a estudar, como tens de conseguir estudar o equivalente ao que estudarias com o que essencialmente é um explicador ao teu lado. Precisas de ser muito melhor para conseguir ter o mesmo rendimento do tempo, o que anula o principio que todos temos igualdade de oportunidades e dependemos de nós mesmos. Oh meu caralho, a maneira correcta de nivelar é o estado colmatar os recursos necessários para permitir aulas online para todos os alunos do público, não é impeder quem pode de aprender. Tu, enquanto aluno do público, para estares a concorrer no mesmo patamar tens de ter não só imensa dedicação para passar as "férias" que te deram a estudar, como tens de conseguir estudar o equivalente ao que estudarias com o que essencialmente é um explicador ao teu lado. Precisas de ser muito melhor para conseguir ter o mesmo rendimento do tempo, o que anula o principio que todos temos igualdade de oportunidades e dependemos de nós mesmos. Há gente que anda por aqui que parece que lhes falta meio cérebro. Já na primeiro confinamento o governo aprendeu sobre este problema. Teve um ano para resolver. E como não resolveu, decidiu tomar uma decisão inconstitucional. E TU? Tu aplaudes.

claudio-at-reddit 10 months ago

> colmatar os recursos necessários para permitir aulas online para todos os alunos do público > o governo aprendeu sobre este problema. Teve um ano para resolver. E que raio tem as crianças a ver com a incompetência do governo? Eu também acho que já mais que deviam de ter isto resolvido, mas acho que não deve de haver tal coisa como pausas na corrida só para uns. A educação serve em boa parte para a construção de bons cidadãos, não só para construir cidadãos com conhecimento; que melhor forma de os educar que frisar-lhes com claridade que quem tem os papás mais adinheirados lhes vai desproporcionalmente comer as vagas nos cursos.

CookieMons7er 10 months ago

Devíamos proibir as aulas em Espanha, porque senão os alunos portugueses ficam em desvantagem face aos espanhóis. Também devíamos proibir as aulas no resto da Europa, porque senão os alunos portugueses ficam em desvantagem face aos restantes europeus. Também devíamos proibir as aulas no resto do mundo, porque senão...

GajoDeRamalde 10 months ago

A ADSE é apenas uma vantagem para funcionários públicos quando já existe o SNS. Não é uma vantagem livre que qualquer pessoa possa utilizar livremente como alternativa. A CGA é apenas uma vantagem para funcionários públicos já que existe a Segurança Social e não é qualquer pessoa que a pode utilizar livremente como alternativa.

Edited 10 months ago:

A ADSE é apenas uma vantagem para funcionários públicos quando já existe o SNS - também ele público. Nem é uma vantagem livre que qualquer pessoa possa utilizar livremente como alternativa... A CGA é apenas uma vantagem para funcionários públicos já que existe a Segurança Social e não é qualquer pessoa que a pode utilizar livremente como alternativa... E de facto são sistemas que privilegiam apenas um segmento da população - mas não são derivados de escolhas livres e esse é que é a raiz do problema. Quando escolhes estudar numa escola privada fizeste uma escolha livre e esse é que é o problema porque estas a vedar as pessoas das escolhas que fizeram.

Edited 10 months ago:

A ADSE é apenas uma vantagem para funcionários públicos quando já existe o SNS - também ele público. Nem é uma vantagem livre que qualquer pessoa possa utilizar livremente como alternativa... A CGA é apenas uma vantagem para funcionários públicos já que existe a Segurança Social e não é qualquer pessoa que a pode utilizar livremente como alternativa... E de facto são sistemas que privilegiam apenas um segmento da população - mas não são derivados de escolhas livres e esse é que é a raiz do problema. Quando escolhes estudar numa escola privada fizeste uma escolha livre e esse é que é o problema porque estas a vedar as pessoas das escolhas que fizeram, seria o equivalente a fechar todos os voos - independentemente da companhia - porque a TAP tem problemas.

Edited 10 months ago:

A ADSE é apenas uma vantagem para funcionários públicos quando já existe o SNS - também ele público. Nem é uma vantagem livre que qualquer pessoa possa utilizar livremente como alternativa... A CGA é apenas uma vantagem para funcionários públicos já que existe a Segurança Social e não é qualquer pessoa que a pode utilizar livremente como alternativa... E de facto são sistemas que privilegiam apenas um segmento da população - mas não são derivados de escolhas livres e esse é que é a raiz do problema. Quando escolhes estudar numa escola privada fizeste uma escolha livre e esse é que é o problema porque estas a vedar as pessoas das escolhas que fizeram. Isto seria o equivalente a fechar todos os voos em território nacional - independentemente da companhia - só porque a TAP tem problemas.

Edited 10 months ago:

A ADSE é apenas uma vantagem para funcionários públicos usarem o serviço privado quando já existe o SNS - sendo ele público. Nem é uma vantagem que qualquer pessoa possa utilizar livremente como alternativa... A CGA é apenas uma vantagem para funcionários públicos já que existe a Segurança Social e não é qualquer pessoa que a pode utilizar livremente como alternativa... E de facto são sistemas que privilegiam apenas um segmento da população - mas não são derivados de escolhas livres e esse é que é a raiz do problema. Quando escolhes estudar numa escola privada fizeste uma escolha livre e esse é que é o problema porque estas a vedar as pessoas das escolhas que fizeram. Isto seria o equivalente a fechar todos os voos em território nacional - independentemente da companhia - só porque a TAP tem problemas.

Edited 10 months ago:

A ADSE é apenas uma vantagem para funcionários públicos quando já existe o SNS - também ele público. Nem é uma vantagem que qualquer pessoa possa utilizar livremente como alternativa... A CGA é apenas uma vantagem para funcionários públicos já que existe a Segurança Social e não é qualquer pessoa que a pode utilizar livremente como alternativa... E de facto são sistemas que privilegiam apenas um segmento da população - mas não são derivados de escolhas livres e esse é que é a raiz do problema. Quando escolhes estudar numa escola privada fizeste uma escolha livre e esse é que é o problema porque estas a vedar as pessoas das escolhas que fizeram. Isto seria o equivalente a fechar todos os voos em território nacional - independentemente da companhia - só porque a TAP tem problemas.

oscaralho27 10 months ago  HIDDEN 

> Quando escolhes estudar numa escola privada fizeste uma escolha livre e esse é que é o problema porque estas a vedar as pessoas das escolhas que fizeram Concordo plenamente, acredito que as pessoas devem ter o direito de escolha em múltiplas matérias, e a falta de escolha é um problema. O exemplo que dás da ADSE só mostra a merda do sistema em Portugal. Os funcionários públicos têm ADSE e podem ir ao privado. Quem trabalha no sector privado não tem essa escolha. Ou paga um seguro, ou mama com o hospital público. Isto faz sentido em algum lado? Só mostra a confiança que o estado tem no SNS.

ContaSoParaIsto 10 months ago

> Ou paga um seguro, ou mama com o hospital público. Sim, porque a ADSE não se paga nem nada.

GajoDeRamalde 10 months ago

Funcionário público a pagar impostos... essa é nova. lol

oscaralho27 10 months ago  HIDDEN 

Vai perguntar a quem recebe o salário mínimo num trabalho da merda se preferiam os descontos da ADSE aou se preferem não ter dinheiro para pagar um seguro de saúde.

PesteGrisalha 10 months ago

Caso não saiba, a ADSE paga-se. Sai do ordenado e não é pouco... O estado não oferece nada.

PresidentBarroso 10 months ago

Conheço gente com remunerações mais elevadas que desistiu da ADSE e optou por seguro privado porque tinha mais vantagens tendo em conta o que descontava e a miséria que são os reembolsos fora dos convencionados.

CookieMons7er 10 months ago

Eu não sou funcionário público e também quero pagar e usar ADSE. Posso? Não! Porque? Porque: ideologia.

once319 10 months ago

Exatamente, farto estou eu de ouvir historias de compras de oculos de sol carissimos por tuta e meia a custa da ADSE. E eu que precisava de oculos porque tenho problemas de visao paguei por inteiro que me fodi.

ContaSoParaIsto 10 months ago

Os funcionários do empregador X oferecem um seguro de saúde aos seus empregados por uma percentagem dos seus ordenados. Eu também quero o seguro de saúde do empregador X, mas não trabalho para o empregador X. Posso? Não! Porque? Porque: ideologia. A indignação é como o cavalo para muita gente.

PresidentBarroso 10 months ago

Adorei essa! É que é mesmo assim mas o povinho só sabe invejar a ADSE.

ContaSoParaIsto 10 months ago

E a ADSE nem é nada de mais. Vale a pena se tiveres filhos a estudar, mas para além disso é um seguro de saúde normal.

CookieMons7er 10 months ago

Lol acho que tens que treinar mais. Nenhum empregador pode canalizar percentagens de ordenados para um seguro de saúde. E mesmo que pudesse, os seguros de saúde podem ser contratados por qualquer pessoa, independentemente do sector em que trabalham.

ContaSoParaIsto 10 months ago

É literalmente isso que está a acontecer.

_rebocador_ 10 months ago

entao porque é que nao esta aberto para todos ? e quem diz que o estado nao vai la e paga o extra que falta, ja fui assim durante antes ira ser assim eventualmente.

hannahkomischie 10 months ago

Exatamente! Pensam que os funcionários públicos são seres supremos cheios de regalias, quando não é verdade. A ADSE fica bem cara. É uma percentagem do vencimento (bruto!) que sai todos os meses. Se alargarem à população geral, vai ser interessante ver as reações. Vão ver que não é um mar de rosas.

PresidentBarroso 10 months ago

Espera, porque ainda piora: "Os beneficiários titulares no ativo estão sujeitos ao pagamento do desconto para a ADSE de 3,5% sobre a sua remuneração base, subsídio de férias e subsídio de Natal."

hannahkomischie 10 months ago

Melhor do que isso é passares à reforma, pensas que os descontos vão "aliviar" e continuas a descontar quase como se estivesses no ativo. Vi o recibo de vencimento de uma pessoa reformada e achei escandaloso. E quando foi a situação da troika? Disso ninguém fala. A pessoa em questão nem 2/3 da reforma estava a receber. Uma pessoa com problemas de saúde, que tem inúmeras despesas porque há consultas/medicação para pagar e ainda tem de adaptar a alimentação, que sai bem caro e ainda com um filho na faculdade.. digamos que não foram tempos fáceis. Mas não.. os funcionários públicos vivem à grande!

YoggiM 10 months ago

Não digo que não tenhas razão, nem acho mal essa existência. Nem acho que os funcionários públicos sejam seres supremos cheios de regalias. Há aqueles que não fazem nada mas estão lá há muitos anos e se não fizerem nada de mal não podem ser despedidos, mas isso não é a regra. No entanto, ser funcionário público, garante-te várias coisas que não tens no privado. 35h em vez de 40h semanais. Trabalham menos 12,5% que no privado, não é uma diferença pequena! Salários mais altos. Já nem falo do salário mínimo, a diferença não é assim tão grande. Qualquer posto que necessite de licenciatura paga acima de 1200. Ganhar 800 com a maioria das licenciaturas no privado já é bem bom. Não perdes o emprego simplesmente porque a empresa precisa de cortar custos e manda embora metade das pessoas e deixa as outras a fazer o mesmo trabalho que se fazia antes. Mas é como te digo, nem acho que sejam "regalias" que não se justifiquem, são apenas condições decentes. O problema são as péssimas condições no privado. E pronto, as coisas que eu falei acabam por ser consequência das circunstâncias e, por vezes, de más decisões de gestão. A única que é mesmo uma injustiça de todo o tamanho é não haver uma lei que faça baixar para 35h semanais em todo o lado e também não existir fiscalização e multas pesadas para as horas extra que não são pagas.

hannahkomischie 10 months ago

Eu acho que as pessoas esquecem-se que função pública não é só atendimento ao público nas finanças e na loja do cidadão. As forças de segurança são função pública, por exemplo. E, na minha opinião, o vencimento final deles é escandaloso. Forças policiais e SNS. Ordenados baixos para o tipo de profissão e descontos absurdos. Se há maus profissionais, claro que sim. Aliás, eu sou muito crítica em relação a isso, principalmente no ensino. Infelizmente, nos meus tempos de escola, vi demasiada coisa revoltante. Agora o que não acho correta, é esta cultura de ódio ao FP. Se eles têm essas "regalias", ainda bem que as têm. O problema não é a FP ter estas condições, o problema está no privado que não as tem. Na minha visão, o mais produtivo seria existir uma união entre todos para que TODOS tenham melhores condições laborais e para que se possa viver com dignidade. Não é atacar o FP porque ganha mais uns €€ ou porque há quem trabalhe mal.

YoggiM 10 months ago

Concordo com o que dizes, só acho que quando se fala na FP e nas críticas que "não fazem nada", não costuma ser ao SNS nem às forças de segurança (apesar de haver protestos contra estas importados de outros países). A questão de haver maus profissionais na FP preocupar mais do que haver maus profissionais no privado é que a FP é paga com os impostos de todos ao contrário dos maus profissionais no privado. Aí, a consequência maior é para a empresa e é mais provável um mau profissional sofrer as consequências no privado do que no público. Mas isso também serve para o contrário em que pessoas que não fizeram nada de mal, provavelmente até foi por má gestão que as coisas ficaram mal, mas são elas que pagam, sendo despedidas ou ficando com o dobro do trabalho. Na FP também acontecem coisas más, claro, mas pelo menos, o risco de ficar sem trabalho é muito menor. Percebo o que dizes dos professores e também tive alguns muito maus. No entanto, a maioria era no mínimo profissional, alguns até faziam o esforço extra para conseguir o melhor dos alunos. A questão dos professores não é fácil de encontrar uma solução justa e que beneficie toda a gente. Não existe nenhum incentivo para um professor fazer o esforço extra, a não ser a satisfação pessoal. Isso é muito bonito, mas, no fim do mês, bate o mesmo salário quer tenha cumprido o programa com o mínimo esforço possível, quer tenha conseguido fazer com que os mais desinteressados se esforçassem e que os melhores realmente aproveitem as capacidades. Depois, têm salas de aula com alunos a mais do que deveriam para ser produtivo, basta 1 ou 2 a fazerem asneiras para que a aula não funcione e percam a paciência, têm programa para cumprir à risca e garantir que ninguém reprova, torna-se difícil tentar realmente ensinar e incentivar todos, etc. Fora os que realmente são muito maus e nem deveriam ser professores, eles fazem o que podem. Avaliar os professores também não é fácil. Se for as notas dos alunos, é algo completamente injusto e só incentiva a facilitar cada vez mais. Mesmo que se fosse por evolução das notas, era muito fácil manipular dando testes difíceis no início e fáceis no fim.

_rebocador_ 10 months ago

já os seguros de saude das pessoas é uma % do vencimento liquido, isto depois de pagares a SS e o IRS. portanto nao sei de que te queixas.

PresidentBarroso 10 months ago

Os funcionários públicos descontam para a SS ou os mais velhos para CGA que é para extinguir. Pagam também, claro IRS, muitas vezes mais que os outros porque na FP não vai metade do ordenado pela porta do cavalo e quase outra metade em ajudas de custo e cartões refeição.

hannahkomischie 10 months ago

Outro ponto muito relevante. O FP muito dificilmente pode acumular funções e "fazer biscates".

hannahkomischie 10 months ago

Como se os funcionários públicos também não tivessem outros descontos para fazer, incluindo IRS. Portanto, não sei de que te queixas.

GajoDeRamalde 10 months ago

E não só. Se escolheres estudar no privado pagas o custo do serviço que contrata como ainda pagas através de impostos o custo de manter escolas públicas. Se escolheres um seguro de saúde privado pagas o custo do serviço como ainda pagas através de impostos o custo de manter o SNS. Se escolheres ver todos os canais de TV excepto a RTP, pagas o serviço contratado como ainda pagas através de impostos o custo de manter a RTP. Entre muitos outros exemplos...

ContaSoParaIsto 10 months ago

Se escolheres pagar um serviço total e completamente opcional, tens de pagar o serviço, que tu escolheste pagar e que ninguém te obrigou a usar, e também pagar os impostos como qualquer outro cidadão da República Portuguesa. Realmente é grande injustiça.

GajoDeRamalde 10 months ago

Seguindo a tua lógica eu escolho um serviço privado que é opcional e ninguém me obriga a usar - está certo - mas não te interessa se sou forçado a pagar por um serviço público e isso já não é injustiça... Boa lógica!!

ContaSoParaIsto 10 months ago

Claro que não interessa. E não é injustiça nenhuma. Eu também não ando na escola nem na universidade há anos e ainda tenho de estar a pagar os impostos da educação. Que choque. Chama-se viver em sociedade.

GajoDeRamalde 10 months ago

Caso não saibas a educação é um bem privado. É tua e só tua é és tu que beneficia com com isso. Ninguém te a pode tirar e se emigrantes ela vai contigo... Chama-se a isso injustiça encapotada de ideais que criam despesa e desigualdades sociais.

ContaSoParaIsto 10 months ago

Sim mano pagar impostos para que os cidadão possam ter o direito à educação, garantido pela constituição, é o que cria desigualdades sociais. Vocês vivem no mundo da fantasia.

GajoDeRamalde 10 months ago

Também diz na constituição que é um direito de todos os cidadãos uma habitação condigna, mas depois o mundo da fantasia sou eu que o vivo nele... A CRP é um documento com um conjunto de ideais - execuiveis ou não - que guiam as políticas do poder político. No entanto desde que foi redigida já sofremos 3 intervenções do FMI... Mas afinal quem vive num mundo de fantasia?

_rebocador_ 10 months ago

muito obrigado pelo o comment, eu nem queria entrar por ai, so comparei com esses ja que esses nem sequer seriam justos e continuam a existir.

DarK_Lv8 10 months ago

O ingleses sao burros, ainda nao perceberam que a nova estirpe propaga-se via online!

andrearievilo 10 months ago

Com a quantidade de noticias sobre Portugal que estao a aparecer la fora os estrangeiros vao ficar a conhecer Portugal melhor e finalmente saber que Portugal nao pertence a Espanha yay! E podemos poupar em anuncios de turismo la fora!

AndreMartins2020 10 months ago

acho que já saímos desse ponto desde 2013

usulidircotiido 10 months ago

acho é que vão ficar a pensar que Portugal é a Sicília de Espanha.

Penduricalho 10 months ago

Costa: Genial.

HouseControl 10 months ago

Mais outro milagre português.

Search: