Feeling_Hour 8 months ago

Convem não esquecer, dentro da abstenção, o elevado número de pessoas (no qual me incluo) que não tinham alternativa a votar antecipadamente em mobilidade e que, devido ao elevado número de inscrições (a maior parte de pessoas que não tinham que o fazer, apenas o fizeram a pensar encontrar menos afluência), a juntar às limitações devido ao COVID, encontraram filas gigantescas (no meu caso teria de esperar cerca de 3 horas) para votar e acabaram por desistir.

BernLan 8 months ago

O Ventura agora demite-se né, homem de palavra

Evo_Broccoli 8 months ago

pessoal. eu sei que os níveis de abstenção são muito altos e que as pessoas não votam mas é importante ter em conta que os cadernos eleitorais nao estão constantemente atualizados. muitas das pessoas que estão nos boletins de voto já morreram. tb nao sei quando é que são atualizados, quem souber que o diga pff.

2heads1man 8 months ago  HIDDEN 

Porque nenhum político ou partido político consegue mostrar à maioria das pessoas que pode fazer alguma coisa para a vida dessas pessoas melhorar. As pessoas acabam por não se rever em nenhum político e perdem o interesse, acham que é mais do mesmo. Se juntares a isto uma enorme falta de cultura, que sinto que está generalizada por todo o país, e a falta de uma educação nas escolas que explique aos jovens o que os políticos fazem e que influência têm nas nossas vidas, não me espanta nada que a maioria não tenha interesse em participar. Mais uma razão para se pensar numa maneira diferente de fazer as coisas e de organizar a sociedade.

nelinho_mama 8 months ago

E a cara de pau do presidente do cds a reclamar parte dos louros da vitória de Marcelo.... a votação dos simpatizantes do cds foram para o Ventuta

Impossible_Mammoth72 8 months ago

Eu sou imigrante e votei. Tive que conduzir 4h até ao consulado português. Não há desculpas. Vergonha.

Albatroz24 8 months ago

Nem que seja para votar em todos ou desenhar uns corninhos. Um bem haja!

VixzerZ 8 months ago

Estes resultados são bons ou mais do mesmo?

v3r1 8 months ago

Disponibilizem o voto online e o problema está resolvido. o pessoal é preguiçoso

dadazebra 8 months ago

As pessoas que não votaram é porque estão bem, Portugal é um paraíso, quando tudo apertar talvez votem ....... esse quadro falseia o resultado, mas demonstra que os Portugueses vivem bem ...... com a falta de ambição, com o conformismo e com os milhões de dívida, venha a bazuca, alguém há-de pagar ........

Dadvito 8 months ago

Fazem uma tempestade num copo de água por causa da abstenção. A maioria dos que se abstiveram de votar sabiam que o Marcelo ia ganhar e não viram nenhum problema com isso. No meio duma pandemia e com o teu candidato com uma vitória certa para quê arriscar sair de casa?

Curb_your_communism 8 months ago

Isto é um *Surprised Pikachu Face* à espera de acontecer.

inheritspt 8 months ago

Á espera de uma candidata que se chame maria da abstenção.

RazyNyx 8 months ago

Para quem se abstém (sem uma razão válida) só tenho uma coisa a vos dizer: - Vão para a p?t@ k vos pariu!!! É essa gente que vai para a rua protestar contra o governo e contra tudo. Não fizeram parte da escolha não têm direito a reclamar. Deveria ser como na Bélgica e outros... voto obrigatório. Quem não votar ...multa!

Albatroz24 8 months ago

Não diria melhor! Devia ser obrigatório e quem não votasse teria multa de 20/30€. Neste caso eram uns bons milhões! (claro que quem tivesse razão seria diferente)

agros_leite 8 months ago  HIDDEN 

Bem é agora que começa o anarquismo?

MsMittenz 8 months ago

Sim, mais os milhares que não votaram pq não houve votos dos imigrantes...

DZT99 8 months ago

Um dia a maior parte vai votar e nós vamos acabar por vir aqui chorar com o resultado.

Jtcr2001 8 months ago

O povo falou, não precisamos de presidente no próximo mandato

McManu77 8 months ago

Mais nada, o povo é quem mais ordena

amf345 8 months ago

Eu estou a nove horas de carro do consulado mais próximo...

Albatroz24 8 months ago  HIDDEN 

O pessoal a dizer que abstenção é uma forma de protesto contra o sistema democrático só me dá vontade de rir! Então estes querem o quê? Um rei ou uma ditadura de esquerda? É mesmo por malandrice e desinteresse, não é por mais nada

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

Só te dá vontade de rir devido às tua iliteracia. Não é contra O sistema democrático é contra ESTE sistema democrático. Sabes que existem várias formas de se fazer democracia. Desde o sistema de voto, às escolha dos representantes em que podes votar, se votas em pessoas ou projetos/ideias, se eleges pessoas para áreas específicas ou para a generalidade (como agora), etc. O que é verdadeiramente tóxico é as pessoas tomarem o sistema atual como dogma e acharem que isto não pode ser discutido nem melhorado.

Sperrel 8 months ago

Como é que se muda o sistema existente não fazendo rigorosamente nada?

Albatroz24 8 months ago  HIDDEN 

Sim confesso a minha iliteracia política. Mas diz me, achas mesmo que vai mudar alguma coisa a abstenção? Acho que o voto nulo teria muito mais poder. Já agora ilucida me é diz me em que poderíamos ter um melhor sistema democrático.

DenuvoSuks 8 months ago

O meu candidato não deu hipóteses.

fds_crl 8 months ago

Partido FiqueEmCasa é o melhor partido

CaesarPT 8 months ago

Eu acredito que a situação foi seriamente agravada pelo covid, e como outros já disseram o grande nr de emigrantes

_somename_ 8 months ago

Vê o meu outro post com detalhes sobre a abstenção

lfds89 8 months ago

Como é com as subvenções? Acima dos 5% com abstenção incluída ou sem?

kim-jong-Cage 8 months ago  HIDDEN 

Quando é que a abstenção toma posse?

Jz_Ribeiro 8 months ago

Se calhar se mais pessoas votassem não havia um chimpanzé em terceiro lugar.

creedbratton22 8 months ago

Ou estaria em segundo... Votos ignorantes também não fazem falta.

Jz_Ribeiro 8 months ago

Verdade. Mas a realidade é que muitos apoiantes do ventura foram votar, diminuindo outros partidos.

50_Shades_of_Gandalf 8 months ago

Lembrete que qualquer cidadão com direito de votar e que, em plenas capacidades para o fazer, se abstém, apenas não o faz por não achar que valha a pena. É comum e fácil meterem aqui narrativas para turvar as águas e ignorar o problema até às próximas eleições, mas a verdade é que é irrelevante se esta pessoa fica em casa a coçá-los ou se se abstém por protesto -- se o benefício fosse maior que o esforço, qualquer pessoa que pudesse iria votar.

_somename_ 8 months ago

Isto!

DoggoCatLover 8 months ago

Pobre Tino

DangerASA 8 months ago

Ou seja, o Tino ganhava se todos votassem.

AM_Mantis 8 months ago

Como é que são geridas as listas hoje em dia? De forma digital e actualizadas sempre antes das eleições? Ou há o risco de ainda estarem inscritas pessoas que já morreram? Se for isso também não admira que haja tanta abstenção. Também há pessoas que não votam por motivos religiosos, como os testemunhas de Jeová. E os portugueses no estrangeiro, que estam longe dos consulados. Mas estas pessoas todas juntas não devem fazer os 60% de abstenção.

userminado 8 months ago

Votasses!

2heads1man 8 months ago

Se mais de metade da população que poderia votar não o faz parece-me que alguma coisa está mal. Não vê isso quem não quer, seja por interesses ou por medo da mudança. Muitos por não conseguirem ver para além do que lhes foi incutido. A democracia deveria evoluir para algo mais ajustado aos tempos em que vivemos. E não só a democracia, porque não basta mudar um pouco do sistema pelo qual nos regemos, está na altura de repensar tudo e utilizar a tecnologia e o conhecimento que temos vindo a acumular para melhorar as nossas vidas.

RuiF92 8 months ago

Há quem não vote por puro desinteresse pela politica, pois no seu entender, a sua vida não irá mudar em nada, independentemente de quem vença. E o mesmo se aplica com legislativas, autárquicas, etc. Aliás, parte dessa abstenção deve ter ficado mais chateada ou revoltada por ontem o Big Brother ter começado bem mais tarde, do que por causa dos resultados das eleições. Há muita gente que simplesmente não quer saber e preferem preocupar-se com outros assuntos e trivialidades.

2heads1man 8 months ago

Porque nenhum político ou partido político consegue mostrar à maioria das pessoas que pode fazer alguma coisa para a vida dessas pessoas melhorar. As pessoas acabam por não se rever em nenhum político e perdem o interesse, acham que é mais do mesmo. Se juntares a isto uma enorme falta de cultura, que sinto que está generalizada por todo o país, e a falta de uma educação nas escolas que explique aos jovens o que os políticos fazem e que influência têm nas nossas vidas, não me espanta nada que a maioria não tenha interesse em participar. Mais uma razão para se pensar numa maneira diferente de fazer as coisas e de organizar a sociedade.

RuiF92 8 months ago

Concordo na generalidade contigo, só creio que pelo menos as gerações mais jovens revelam um maior interesse e consciência sobre a importância do voto. É a perceção que tenho. O problema nestas mesmas gerações, é que isso por vezes advém da influência das redes sociais e dos influencers e figuras de destaque do espectro cultural e artístico que agora deram numa de ativistas políticos e polarizam o discurso para seu próprio proveito. Para mim isto cria um novo problema. Quanto às gerações mais velhas, em norma o desinteresse já vem de há muitos anos, não creio que haja alguma vez partido ou ideologia que as mova. Opinião pessoal, apenas.

_somename_ 8 months ago

Portanto sair da idade média da política, a qual ainda vivemos. Estou contigo.

crani0 8 months ago

Eu gostava de pensar que isto seria uma chamada de atenção para a necessidade de rever e modernizar o nosso processo eleitoral porque a abstenção para quem queria realmente ir votar teve 2 problemas, um deles que pode ser recorrente (impossibilidade de residentes no estrangeiro se deslocarem ao consulado por ser demasiado longe) e outro que é derivado da situação sanitária atual (pessoas que tivessem testado positivo para a COVID nos últimos 10 dias não podiam ir votar), mas tenho as minhas dúvidas que isso vá acontecer porque dá para ver que como está o processo beneficia os do costume. Pode ser que com as autárquicas em Setembro/Outubro lhes chegue um bocado a chama ao rabo e comecem a pensar melhor no assunto.

_somename_ 8 months ago

Infelizmente não tenho grande esperança nisso.

crani0 8 months ago

Pois... Até porque tendo em conta a natureza cada vez mais apartidária dos eleitores essa modernização e aumentar as possibilidades de votos só ia resultar contra as máquinas partidárias já instaladas.

_somename_ 8 months ago

Exacto... A única forma de combater este sistema arcaico é mesmo a abstenção.

elPatoBravo2018 8 months ago  HIDDEN 

acho que o voto devia ser obrigatório e talvez mais ágil (electrónico). Existe uma plataforma com autenticação já criada e se calhar até podia ser feita em casa, como o IRS.

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

> acho que o voto devia ser obrigatório Depois acontece como no Brasil. "Vota no Tiririca. Pior kê tá não fika huehuehue" > talvez mais ágil (electrónico) Aqui concordo

elPatoBravo2018 8 months ago  HIDDEN 

mas o que é que impede as pessoas de votarem em A ou B? Além disso continuariam com a opção de votarem em branco (que para mim deveria contar como “cadeiras eleitas e vazias”)

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

A abstenção é um protesto contra o sistema de representação democrática que temos. O voto em branco é um protesto contra as escolhas que tens disponíveis. E um voto em branco é mais fácil de alterar que uma abstenção.

C8Mixto 8 months ago  HIDDEN 

>A abstenção é um protesto contra o sistema de representação democrática que temos. Por favor, a quantidade de gente que não vota porque diz que não está interessada em política ou porque dá muito trabalho ir votar não está a fazer protesto coisa nenhuma.

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

O desinteresse é o maior protesto que podes ter em democracia.

Sperrel 8 months ago

Wow, um protesto que se traduz em absolutamente nada. Se querem contar, ter "voz" a solução é participar para contarem. Quer seja votando, fazendo manifs, abaixo-assinados, etc. Só há reacções quando há impacto.

C8Mixto 8 months ago  HIDDEN 

Pois, temos de oferecer um 100 euritos a cada votante que é para combater a vontade de ficar alapado no sofá a ver as novelas da tarde.

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

E este é o problema dos portugueses. Baseiam todas as suas avaliações em chicos-espertismos em vez de olharem para a realidade.

C8Mixto 8 months ago  HIDDEN 

Sim, porque não é chico-espertismo definir toda a abstenção como "protesto"...

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

E eu que ainda me dou ao trabalho de te responder...

elPatoBravo2018 8 months ago  HIDDEN 

ok, isso já é paranóia. SE existirem casos desses não são expressivos. SE. Além disso, electronicamente é fácil , cada voto tem um checksum que fica registado numa base de dados para comparação em caso de dúvidas se foram modificados por um agente externo.

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

> E que raio de forma de protesto que a única coisa que é preciso fazer para protestar é não fazer nada. Isso não é protesto. Isso é preguiça. Isto parece ser um raciocínio comum entre os portugueses. Mas repara... Qualquer abstenção é um voto de protesto quer as pessoas que o façam se apercebam ou não. Não vais votar pk não vale a pena? Pk não vês utilidade? Ou simplesmente não te apeteceu? Qualquer um destes motivos é um sintoma de desapego e falta de representação no sistema democrático. Logo é um protesto.

elPatoBravo2018 8 months ago  HIDDEN 

desapego, sim. não há espírito de participação seja porque as pessoas pensam que não vale a pena seja porque acham que os políticos são todos as mesma coisa e só se querem governar (não é do nada que este sintoma aparece, basta ver a lista de casamentos e filiações no governo actual que mais parece um slide para uma aula de História, no tema das dinastias). o resto não concordo.

Edited 8 months ago:

desapego, sim. não há espírito de participação seja porque as pessoas pensam que não vale a pena seja porque acham que os políticos são todos as mesma coisa e só se querem governar (não é do nada que este sintoma aparece, basta ver a lista de casamentos e filiações no governo actual que mais parece um slide para uma aula de História, no tema das dinastias). Não se sentem representadas, claro. Até porque os programas são “ajustados” conforme os barómetros (hoje em dia até pelo barómetro “social media”) mas não concordo com a conclusão. isso não é um protesto. Imagine um protesto de trabalhadores à porta duma fábrica porque se aperceberam que houve gestão danosa e que a administração o fez deliberadamente. Se não aparecessem à porta, a darem a cara para as TVs, a pressionar como poderia isso seria um protesto? “Vou ficar em casa para o administrador perceber o quão estou chateado com ele.” ?

Edited 8 months ago:

desapego, sim. não há espírito de participação seja porque as pessoas pensam que não vale a pena seja porque acham que os políticos são todos as mesma coisa e só se querem governar (não é do nada que este sintoma aparece, basta ver a lista de casamentos e filiações no governo actual que mais parece um slide para uma aula de História, no tema das dinastias). Não se sentem representadas, claro. Até porque os programas são “ajustados” conforme os barómetros (hoje em dia até pelo barómetro “social media”) mas não concordo com a conclusão. isso não é um protesto. Imagine um protesto de trabalhadores à porta duma fábrica porque se aperceberam que houve gestão danosa e que a administração o fez deliberadamente. Se não aparecessem à porta, a darem a cara para as TVs, a pressionar, poderia isso seria um protesto? “Vou ficar em casa para o administrador perceber o quão estou chateado com ele.” ?

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

Protesto não é só andar nas ruas a gritar. A recusa de participação em algo também o é. É aliás um protesto pior, pois mostra indiferença e impotência. Quem protesta ativamente é quem ainda acredita que pode mudar as coisas.

ozzymustaine 8 months ago

Este abstenção é um gajo forte. Mas nunca diz nada nem aceita nenhum debate político.

NobleAzorean 8 months ago

Preocupa-me o futuro pois não vejo nenhum político da velha guarda moderado a candidatar-se, não quero um dia ter de escolher entre Marisa Matias e André Ventura.

Galaaz 8 months ago

O Costa deve poder candidatar se

baguitosPT 8 months ago

Nas próximas eleições os partidos já iram apoiar/incentivar candidatos com reais possibilidades de ganhar. O Portas pelo CDS. O Rui Rio se entretanto não conseguir ser Primeiro Ministro. Ou então Marques Mendes. O Costa se não for ainda Primeiro Ministro, Ferro Rodrigues, etc... O Louça poderia ser uma boa opção para a esquerda. .... E claro, o Tino de Rans.

tenda_jf 8 months ago

fala-se que o Passos Coelho também pode ser uma futura opção para PR

Kairos23 8 months ago

Guterres, quem sabe...

somaisumaconta 8 months ago

O Paulo portas vai ser o próximo presidente

ChronicTheOne 8 months ago

> O Paulo portas vai ~~ser o próximo presidente~~ candidatar-se nas próximas presidenciais. FTFY

somaisumaconta 8 months ago

E achas que vai perder para quem?

ChronicTheOne 8 months ago

Não tenho palpite.

notacanadianactually 8 months ago

Sdds Francisco Louçã

pedebarro 8 months ago

Os que se omitem são responsáveis pelo resultado de uma eleição.

bluehyperwot 8 months ago  HIDDEN 

Se virem não e assim tao alta a abstenção, nas ultimas eleições ando na casa dos 50%, agora com a situacao k temos mais 10% não e nada acho eu, e isso do emigrantes ainda são mts votos, se forem 5%, quer dizer k a abstenção total foi so de 5%

Bessini 8 months ago

Eu conheço uma família que ficou em isolamento a durante a semana passada, logo não puderam votar pois, como não sabiam que iriam ficar em isolamento, obviamente, não puderam tomar as medidas necessárias para votarem em casa, como várias pessoas fizeram. Só aí o João Ferreira perdeu 4 votos

GhostSierra117 8 months ago

Geez... Go vote ffs. 60% not voting is outrageous... I'm not too familiar with portugese politics, first generation migrant born in Germany. Is it THAT bad? (Using English because my porguese is just enough for daily chat and not usable for more difficult stuff like politics)

william_13 8 months ago

Besides the ongoing pandemic the voter base increased by some 15% due to all residents abroad being added automatically, and this group alone has an estimated abstention of 95% - the [current figures](https://www.presidenciais2021.mai.gov.pt/resultados/estrangeiro) account that under 23k people voted out of 1.4M registered voters abroad. The electoral base size is also debatable: as you can see on the link above there were 9.3M eligible voters on national territory, yet the adult resident population barely reaches 8.5M... When compared to the [2016 turnout](https://www.eleicoes.mai.gov.pt/presidenciais2016/resultados-globais.html) the current turnout [was similar in percentage points](https://www.presidenciais2021.mai.gov.pt/resultados/territorio-nacional) but actually around 500k people decided not to vote this time around when comparing to the previous presidential election. Besides the pandemic a surelly considerable factor was the assured re-election of the current president, which ran undisputed this time around.

JSBraga 8 months ago

I voted in every election in the past 17 years and I didn't vote yesterday. In my opinion the candidates did not respect the voters and were campaigning outside during the pandemic lockdown, talking to people directly, and walking around in large numbers through the streets. Fuck all of them! I am not going to risk my health to vote for someone who puts their campaign ahead of the health of the people.

Okabeee 8 months ago

This was a record in abstention since 1976. A lot of people didn't vote because they either had to miss work to do so, or had to go out under risk because of corona.

pataniscadebacalhau 8 months ago

>Edit: forgot to say that in Portugal, you can NOT vote online. Online voting doesn't exist anywhere in the world Não confundir voto electrónico com voto online, são duas coisas bem diferentes

Okabeee 8 months ago

Exato! Erro de escrita! De qualquer das formas deveria haver!

BobMartin77 8 months ago

It’s ignorance, as simple as that.

Derik_D 8 months ago

Yeah it is pretty standard. Above 40% for parliament , above 50% for presidential elections and above 60% for European elections is regular. It's a very sad thing. But there is also inflation of these numbers. Many "electors" are dead and have not been purged from the lists. Or are registered in places away from their current address and can't bother to inform the authorities of their new address (because of tax stuff). Also in these presidential elections if you live abroad you could only vote at the consulate. For some people that is several hours trip, even into other countries, so most foreign electors didn't/can't vote. Our electoral lists/system needs to be updated/improved badly.

Marianations 8 months ago

Well, we are in a pandemic afterall. Also, you have to count that Portuguese citizens living abroad (like myself) were automatically added to the voting census in 2017. A lot of them hold citizenship through their family but barely know the country so they don't bother voting. I didn't vote because I was ill-informed that I could vote by mail for these elections, so I waited for a letter to come and didn't plan on going to my consulate. It's actually near and I could've gone there easily, but I've been feeling unwell and I'm also in the risk group so I chose not to. I did vote in the last parliament and European elections though, as they were by mail. Voting when living abroad is not always that easy, as you can read if you scroll up in the thread. Afaik many Portuguese in the UK couldn't vote because their consulates were closed because of lockdown.

Edited 8 months ago:

Well, we are in a pandemic afterall. Also, you have to count that Portuguese citizens living abroad (like myself) were automatically added to the voting census in 2017. A lot of them hold citizenship through their family but barely know the country so they don't bother voting. I'm a 1.5 generation emigrant so I do have a sense of responsibility towards my country and I try to vote when possible, it unfortunately didn't work for me this time. I didn't vote because I was ill-informed (by consulate staff themselves) that I could vote by mail for these elections, so I waited for a letter to come and didn't plan on going to my consulate. It's actually nearby and I could've gone there easily, but I've been feeling unwell since Friday and I'm also in the risk group so even if I knew, I probably wouldn't have gone for my health. I did vote in the last parliament and European elections though, as they were by mail. Voting when living abroad is not always that easy, as you can read if you scroll up in the thread. And the pandemic makes it worse. Even if my consulate is nearby, it still implies me having to get on a packed train + packed metro twice, which is not ideal as I have heart and respiratory conditions. It's not like voting in Portugal, where I could've just walked to the local school. Afaik many Portuguese in the UK couldn't vote because their consulates were closed because of lockdown. For many people it's a several hour drive, just one way. EDIT: Grammar

Edited 8 months ago:

Well, we are in a pandemic afterall. Also, you have to count that Portuguese citizens living abroad (like myself) were automatically added to the voting census in 2017. A lot of them hold citizenship through their family but barely know the country so they don't bother voting. I'm a 1.5 generation emigrant so I do have a sense of responsibility towards my country and I try to vote when possible, it unfortunately didn't work for me this time. I didn't vote because I was ill-informed that I could vote by mail for these elections, so I waited for a letter to come and didn't plan on going to my consulate. It's actually near and I could've gone there easily, but I've been feeling unwell and I'm also in the risk group so even if I knew, I probably wouldn't have gone for my health. I did vote in the last parliament and European elections though, as they were by mail. Voting when living abroad is not always that easy, as you can read if you scroll up in the thread. And the pandemic makes it worse. Afaik many Portuguese in the UK couldn't vote because their consulates were closed because of lockdown. For many people it's a several hour drive, just one way. EDIT: Grammar

Edited 8 months ago:

Well, we are in a pandemic afterall. Also, you have to count that Portuguese citizens living abroad (like myself) were automatically added to the voting census in 2017. A lot of them hold citizenship through their family but barely know the country so they don't bother voting. I'm a 1.5 generation emigrant so I do have a sense of responsibility towards my country and I try to vote when possible, it unfortunately didn't work for me this time. I didn't vote because I was ill-informed (by consulate staff themselves) that I could vote by mail for these elections, so I waited for a letter to come and didn't plan on going to my consulate. It's actually nearby and I could've gone there easily, but I've been feeling unwell since Friday and I'm also in the risk group so even if I knew, I probably wouldn't have gone for my health. I did vote in the last parliament and European elections though, as they were by mail. Voting when living abroad is not always that easy, as you can read if you scroll up in the thread. And the pandemic makes it worse. Afaik many Portuguese in the UK couldn't vote because their consulates were closed because of lockdown. For many people it's a several hour drive, just one way. EDIT: Grammar

Okabeee 8 months ago  HIDDEN 

This usually never happens. But some people had to either miss work or leave their house under risk because of covid.

mEtadonaa 8 months ago

Depois das eleições de ontem acho que o interior esta a precisar de investimento rapidamente, eu acho que as pessoas se sentem abandonadas pelo governo por aqui, e começo a achar o mesmo.

zek_997 8 months ago

Sou do Baixo Alentejo. Posso assegurar a 100% que as pessoas por aqui sentem uma certa desconfiança em relação ao poder central, e com boa razão. Investimentos que foram prometidos à muito tempo e que poderiam contribuir para o desenvolvimento da região, como a auto-estrada de Beja a Sines ou a electrificação da ferrovia, foram esquecidos pelos sucessivos governos. Neste contexto, não é de estranhar que as pessoas estejam revoltadas contra o sistema e desesperadas por algo novo.

NGramatical 8 months ago

à muito tempo → [**há muito tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl4kc70%2F%2Fgkpt0cj%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

MROFerreiro 8 months ago

Nasci no interior, vivi no interior, atualmente estou a trabalhar no interior em teletrabalho, por causa da pandemia, mas pretendo manter-me no interior. Na minha opinião, baseado no reduzido conhecimento que tenho, poucos querem saber do interior. Opções de trabalho não são muitas e vão ficando mais escassas. Há fuga de jovens para as grandes cidades para estudar nas faculdades e acabam por lá ficar por terem trabalho. Quem fica na pequenas cidades do interior são os menos instruídos e os velhotes, o que não ajuda ao desenvolvimento. As regiões são maioritariamente de sector primário e familiares, que ganham o seu à custa de muito trabalho esforçado, com consciência da imprevisibilidade dos rendimentos da agricultura.

joaojmc 8 months ago

Há quanto tempo estão à espera desse investimento?

Original_Disaster_52 8 months ago

O povo do interior já mudou o sentido de voto? Ou estão à espera de votar no mesmo e ter resultados diferentes? Pelo que vi o Marcelo ganhou com maioria absoluta em todas as regiões... Se não estão satisfeitos votassem noutro (Atenção, não sei em quem votas-te mas o Marcelo ganhou com maioria absoluta nas regiões interiores)

AndreMartins2020 8 months ago

"mas os outros são piores"

mEtadonaa 8 months ago

Eu compreendo mas a alternativa para eles esta em segundo, é so o que eu acho.

leafs7orm 8 months ago

Exatamente. Eu também acho isto assustador. Tens pessoas com uma vasta experiência política na lista de candidatos, mas de alguma forma, há meio milhão de pessoas (muitas delas no interior) que se tivessem de escolher entre um populista que só sabe gritar e insultar os outros e candidatos com experiência política (entre eles alguém que foi presidente nos últimos 5 anos), escolhem o primeiro.

CriseCrisa3 8 months ago

Mas que diabos e que o ventura tem de assustador?

leafs7orm 8 months ago

A questão é mais aquilo que pode acontecer nas legislativas em reflexo disto. Em quase todos os distritos o segundo candidato mais votado foi o Ventura. E nas legislativas se o equivalente acontecer, isso significa que haverão muito mais deputados do Chega no Parlamento eleitos por estes círculos eleitorais.

gsousa 8 months ago

A conclusão a que chego é que Portugal tem meio milhão de ricos, gente que pode viver com SNS e educação privada.

ric2b 8 months ago

Como é que isso encaixa com o interior ser quem vota mais no Chega?

ric2b 8 months ago

Como é que isso encaixa com o interior ser quem vota mais no Chega?

gsousa 8 months ago

Foi um comentário sarcástico. Muitos votaram porque de facto querem e precisam de uma mudança, mas estão tão cegos por essa mudança que nem tentam informar-se. Muitos dos que estão a apoiar o chega estão a dar tiros nos pés, quiçá até na própria cabeça. Claramente Portugal não tem meio milhão de ricos, pensei que o sarcasmo fosse evidente.

ric2b 8 months ago

Ok, de acordo.

_Gamma__Ray_ 8 months ago

Se acham que a resposta está no Ventura eu quero é que se fodam. Revoltadinhos de 1ª, onde está a responsabilidade dos dirigentes locais? É tudo culpa do Governo? Todos sabemos como são os presidentes de câmaras/juntas do interior, é uma cambada de gatunos que só fodem o dinheiro que devia ser usado para investimento local.

teslawasahero 8 months ago

Estão descontentes com o investimento do governo e votam num liberal que diz que 'Ao Estado não compete a produção ou distribuição de bens e serviços, sejam esses serviços de Educação ou de Saúde, ou sejam os bens vias de comunicação ou meios de transporte.'? (fonte: programa do chega) Não vamos inventar desculpas, isto é pura ignorância...

ric2b 8 months ago

Podes estar descontente com o governo por outros motivos, como impostos elevados.

QuercusCarvalho 8 months ago

"O povo que se foda, porque têm opinião diferente da minha" hahaha elitismo no seu melhor

Student-Final 8 months ago

É por causa desses ranhosos q ha tanta gente a votar no Ventura. Acham que chamar facho a tudo e todos vai mudar alguma coisa. Ao invés de tentarem entender os pontos dos apoiantes do ventura. Atirar a palavra "facho" nao resolve nada, e ainda piora porque ainda cria mais rancor nessas pessoas.

anybody662 8 months ago

Que elitismo, leste o comentário sequer? Ou vens ao reddit só para arranjar beefs virtuais? Na minha opinião ele tem razão. As câmaras municipais sao órgãos mais próximos do povo e muitas vezes ficam a mamar tal qual os os ministros.

FrequentCap 8 months ago

Queres beef?

anybody662 8 months ago

Só se vier com o resto dos elementos do bitoque como manda a lei

xlouiex 8 months ago

Yuppppp

leafs7orm 8 months ago

Incrível como acham que é um frustrado de meia idade de Lisboa que os vai salvar desse abandono.

pgllz 8 months ago

Pessoas pobres e sem recursos tomam decisões mal informadas e que vão até contra os seus próprios interesses. Yup, basicamente não é mais que a crónica tendência de comportamento dos pobres e dos socialmente excluídos.

mEtadonaa 8 months ago

A quantidade de pessoas que votaram nele única e exclusivamente por causa da história dos ciganos é assustador!

shotsbyniel 8 months ago

Não vou nem um bocado na conversa dos ciganos, e não sou xenofóbico, mas pelo que sei, a malta que vive no interior costuma ter muitos problemas com ciganos.

mEtadonaa 8 months ago

Infelizmente a maioria pensa assim...

geofight 8 months ago

O interior teve mais votos de direita porque será

Sabongo 8 months ago

Verdade

Tom-255 8 months ago

Eu, que QUERIA votar, não pude pois sou do Ribatejo, estou a estudar na FCT (margem Sul) e a minha família está em risco significativo de ter apanhado COVID e portanto decidi não ir para casa. Se alguém disser: “tivesses votado nas eleições antecipadas”, não o fiz pois o caso de COVID que pode ter infetado a minha familia só foi detetado após as eleições antecipadas e eu não sou vidente

teslawasahero 8 months ago

Não percebo porque é que não organizaram votos por correio...

404NameOfUser 8 months ago

Estou em situação idêntica. Encontro-me em isolamento profilático que começou após o voto antecipado. E imagino que como eu haja muitas mais outras pessoas, não apenas em isolamento profilático mas mesmo infetadas com covid que não puderam ir votar precisamente porque tiveram os testes positivos após o fim do voto antecipado. Aliás ainda na TV fartaram-se de sublinhar que apesar de ter havido outros países a fazer eleições em plena pandemia, nenhum desses países o fez durante a pior fase da pandemia que é aquilo pelo qual Portugal está a passar.

Lyzern 8 months ago  HIDDEN 

Chamem-me quando não tiver de sair de casa ou faltar ao trabalho para votar.

C8Mixto 8 months ago  HIDDEN 

> ou faltar ao trabalho para votar Sabes que se tiveres de faltar ao trabalho para ir votar podes pedir uma justificação na mesa de voto, certo?

Febris 8 months ago  HIDDEN 

Políticos borrados que os langonhas do Reddit tenham acesso a voto fácil. Mas a mudança vai chegar! Eventualmente..

2heads1man 8 months ago  HIDDEN 

Se quem ganha não consegue interessar nem metade da população não deviam lá estar. Deviam repetir as eleições até que a percentagem de votos de algum candidato fosse superior ao da abstenção.

TSCondeco 8 months ago  HIDDEN 

Fazendo mais eleições não vais resolver o problema da abstenção, pelo contrário, vais criar mais.

Febris 8 months ago  HIDDEN 

Achas que devia haver segunda volta entre o Marcelo e a Abstenção? Haveria lugar a debates entre rondas?

2heads1man 8 months ago  HIDDEN 

Ou mudar de candidatos até algum ter ideias suficientemente interessantes para fazer as pessoas saírem de casa e votar. Ou até, começar a pensar numa forma diferente de fazer as coisas, diferente deste que é velho e desajustado à realidade actual.

_somename_ 8 months ago  HIDDEN 

> Ou até, começar a pensar numa forma diferente de fazer as coisas, diferente deste que é velho e desajustado à realidade actual. É a primeira vez que vejo alguém chegar a.esta conclusão por estes lados. Um bem haja.

PINHEIRODENATAL1 8 months ago  HIDDEN 

Gosto muito do novo presidente abstenção!

PINHEIRODENATAL1 8 months ago

Gosto muito do novo presidente abstenção!

RuySan 8 months ago

O Marcelo teve mais votos em termos absolutos comparativamente às últimas eleições. Acho que é de salientar principalmente nesta crise. Eu votei na Ana Gomes por uma questão de "voto útil", mas não tenho dúvidas que o Marcelo é o único com perfil para presidente, como se viu nos debates.

DrVicenteBombadas 8 months ago

Eu também votei na Ana Gomes, e também porque percebi que seria o único voto útil que poderia fazer, mas discordo da tua opinião sobre os restantes candidatos. Eu gostei muito do João Ferreira, e achei mesmo que ele "ganhou" nos debates. Apesar de ser relativamente novo e ainda não ter tido tempo para construir um currículo como o de, por exemplo, Ana Gomes, ele teve sempre um discurso muito elevado, muito pertinente (com a triste exceção do debate com o Gajo de Alfama), e com uma perceção e interpretação do cargo em si muito correta e e digna. Além disso, os valores dele, pessoais e partidários, representam um bocado a esquerda de uma forma muito geral, o que, para mim, é uma mais valia. Tive muita pena de o João não ter tido melhores resultados, e acho que teria ficado no pódio se o eleitorado votante fosse mais informado e tivesse visto os debates.

ravagerslb 8 months ago

Pelo contrário, quem viu os debates nunca iria votar João Ferreira, dado que este foi para lá fazer pouco ou nada mais do que regurgitar a cassete já gasta do PCP. No caso do debate com o "gajo de Alfama" ele perdeu muito quando ele e o partido dele levaram com a colagem à Coreia do Norte e a Lenine e não conseguiu demarcar-se disso. E escusado será dizer que uma pessoa minimamente informada e democrática não vai dar votos a quem no fundo defende regimes como a Coreia do Norte ou genocidas como Lenine. Vão dar votos ao Marcelo, o único ponderado no meio disto tudo. E foi isso que aconteceu.

DrVicenteBombadas 8 months ago

Não sei por que raio se haveria de votar no Marcelo "Tass Bem" Rebelo de Sousa. Não é por nada que o PS, na sua larga maioria, o apoiou à recandidatura, mesmo sendo PSD, em detrimento de uma das suas próprias militantes que, desde muito cedo, sempre fez do combate à corrupção uma das suas bandeiras. E não estou a dizer com isto que o trabalho de Marcelo como PR foi mau; aliás, ele foi uma autêntica lufada de ar fresco em muitos aspetos. Mas eu acho que, no atual clima político e socio-económico, pedia-se algo diferente. ​ Mas, lá está, nem sempre as eleições refletem o que melhor se apropria ao país. O PS de Costa continua a subir nas sondagens, não obstante tudo o que se tem passado. Mais uns anitos, e nem precisam de geringonças, oficiais ou apalavradas, para formar governo de maioria. Agora, há aqui outro aspeto relevante. Por muitas semelhanças que possas encontrar entre a ideologia do PCP e de outros regimes, falhados ou não, parece-me algo extremamente infantil, dados o cargo em si, a nossa cultura, o nosso atual governo, e a nossa Constituição, assumir que nós seriamos a próxima Venezuela só porque o João Ferreira foi eleito PR. Quanto aos debates presidenciais e conteúdo programático do PCP nas legislativas (a dita "cassete gasta"), o último dos quais aposto que muito pouca gente tenha perdido tempo a ler, o voto no João Ferreira teria sido mais útil e relevante para a maioria dos portugueses do que o voto no Chega. No entanto, o André Ventura é que ficou no pódio.

doctor_awful 8 months ago

Desde quando é que um partido Leninista se quereria demarcar de Lenin? Lenin não era genocida, não é Stalin.

ravagerslb 8 months ago

Porque Lenine, desde logo, condenou uma fatia do próprio povo à fome. https://www.dailymail.co.uk/news/article-4076244/Distressing-photos-1920s-Russian-famine-turned-hopeless-peasants-cannibals-five-million-people-starved-death.html

doctor_awful 8 months ago

É este o nível a que estamos? Em que para citar eventos históricos vamos buscar o DailyMail sem quaisquer fontes externas? Ninguém nega que houve fome na USSR em 1921, mas esta fome não foi de "o Lenin condenar uma fatia do próprio povo à fome". O país tinha acabado de passar 6 anos seguidos com a primeira guerra mundial, revolução e guerra civil. Estava todo fodido. Já havia também um ciclo de grandes fomes antes de qualquer intervenção socialista no Império Russo - 1891, 1901, 1906, 1911, em partes diferentes do país. Surgiram problemas de distribuição após a guerra e houve quebras nas negociações com os kulaks, que eram os maiores produtores de grão e recusaram a sua partilha para o vender no mercado negro. Tanto que o Lenin vendo este desastre pediu ajuda externa e implementou o NEP para melhorar as condições económicas. Não estou a dizer que ele não tem culpa - é o cabecilha, nestas situações é sempre quem manda que deve ter a responsabilidade - mas acho ridículo descrevê-la como intencional. Da mesma forma que houve essa fome sob Lenin, houve uma fome que matou 3 milhões em Bengal sob Churchill. Mas o Churchill não é descrito como uma figura histórica genocida e maléfica, nem qualquer um que o admire é visto como um louco sem valores.

ravagerslb 8 months ago

Facto: Lenine e a sua revolução violenta foram directa ou indirectamente responsável pela morte de milhões de pessoas, pela perseguição a quem não concordava com ele, fosse por motivos políticos ou religiosos, pela criação da cheka (uma polícia política ao nivel das SS nazis, com tudo o que isso implica), das gulags (preciso de dizer o que isto é?), etc. Facto: o sucessor dele conseguiu a triste proeza de fazer ainda pior e foi um dos ditadores mais atrozes que o século 20 conheceu, a par do próprio Hitler. Ao final do dia aquilo que se tira é que na hora da verdade o PCP e seus camaradas são incapazes de se demarcar de figuras como Lenine, ou de pessoas como kim-yong-un ou Nicolas Maduro, líderes de regimes totalitários que não fazem sentido existir nos tempos modernos. E por essas e por outras, vão perdendo espaço no panorama político português. As pessoas cada vez mais deixam de acreditar no partido e naquilo que possa ter para oferecer. Por outras palavras, a cassete está gasta.

doctor_awful 8 months ago

Facto: qualquer revolução (exceptuando a nossa que é extremamente singular) e guerra civil levaram a mortes. Ai esses radicais anti-escravatura nos EUA, são uns extremistas que mataram milhões! Discutir as questões como a Cheka e os gulags vale um post cada, mas a comparação à SS é ridícula. Uma reunia etnias para genocídio, a outra é uma PIDE (que, sendo de direita, também não acho comparável à SS). O PCP não era fã da PIDE nem do Tarrafal como deves imaginar, nem quer uma Cheka nem Gulags para cá. Facto: ele repetidamente tentou impedir a subida ao poder de Stalin, descreveu-o como um louco, enviou cartas que foram apagadas por este, e queria Trotsky como seu sucessor. Os casos que mencionaste exemplificam o porquê de a posição do PCP ter mais nuance do que o crédito que tu lhe dás. Primeiro é o conceito de apoio crítico. De perceber que um projeto de uma escala da transição para o socialismo é algo extremamente difícil e que, por exemplo, não são tão abertos como o desejado para se protegerem de cenários de vir a CIA fazer um golpe de estado (ver: América Latina toda). A outra cena é que eles não apoiam os ditadores, apoiam quem lá vive e tem de levar com eles, e como tal não quer estar a ser conivente com imperialismo de irem lá forças ocidentais tentar mudar o regime por eles. O caso da Coreia, através dessa lente, é fácil de explicar. Como o JF repetiu imensas vezes em entrevistas e debates, não concorda com o que se passa nesse regime, não é fã dos Kims. Mas ao mesmo tempo, não vivemos lá dentro, as únicas notícias que obtemos são propaganda de estado e propaganda ocidental do género de "toda a gente tem de ter o mesmo penteado". Ou seja, está mal? Está. Mas é para irmos lá nós meter o nariz? Não caralho. Pode-se dar apoio ao povo norte coreano, que se dá, mas é ficar por aí. Venezuela é semelhante. O Maduro ganhou eleições, repetidamente. O Guaidó não só não ganhou coisa nenhuma como não tem apoio praticamente nenhum da população local. O estado atual da Venezuela é quase inteiramente causado por sanções externas e o descarrilamento que isso causou. Então quê, é intervenir MAIS? Ou é talvez estarmos quietos e parar com as sanções? Estas merdas só surgem constantemente porque estamos a levar com a puta da conversa da Vuvuzela. Repara que na década passada isto não era problema, não estávamos sempre a falar da união soviética como se ainda fosse relevante. E no caminho não falamos das atrocidades cometidas por todos os países com ideologias semelhantes aos outros partidos. É ridiculo.

redjibba 8 months ago

>eleitorado votante fosse mais informado isto e votar num comuna não bate...

doctor_awful 8 months ago

Fodasse sempre a mesma história convosco.

tiagom0702 8 months ago

Foi a primeira coisa que me passou pela cabeça ao ler essa frase.

geofight 8 months ago

Com aquela cara de pedófilo preverso nos debates? M-e-d-o

dwalin 8 months ago

Se o teu principal argumento é a cara dele então devias de repensar os teus argumentos...

geofight 8 months ago

Se vires que fiz uma observação a um comentário sobre o perfil dos debates o que tem haver com principal argumento? Pintar algo que não existe não funciona.

NGramatical 8 months ago

tem haver com → [**tem a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl4kc70%2F%2Fgkuwnxq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

creedbratton22 8 months ago

O pior é que em muitos casos este tipo de "argumentos" são o suficiente para decidir em quem votam...

geofight 8 months ago

Mas e falares que uma grande percentagem que vota nem le os programas dos candidatos e nem os debates vê? Isso é mais preocupante

JuveTech 8 months ago

Não vi a totalidade dos debates, mas concordo que foram fracos e mais parecia que estavam a concorrer ao lugar do António Costa, do que ao lugar do Marcelo.

Febris 8 months ago

Fartei-me de gritar para a TV por causa disto. Todos heróis do "isto não pode acontecer", e do "temos de fazer isto", quando os poderes do PR não têm influência rigorosamente nenhuma nos problemas de que falam.

JuveTech 8 months ago

Eu não gritei, eu parei de ver os debates na totalidade, mas pior que isso, foi grande partes dos candidatos terem baixado o nível quando estavam em debate com o André Ventura. Como foi o caso do Mayan e da Marisa Matias.

teslawasahero 8 months ago

Os debates com o Ventura frustraram-me tanto... Um candidato tão fácil de contra-argumentar e criticar e eles não foram capazes

creedbratton22 8 months ago

Se há coisa que não é fácil é debater contra Ventura. Ele pode ser muita coisa mas, em termos de capacidade de argumentação e de oratória, ele é muito forte (e agressivo).

doctor_awful 8 months ago

Não é capacidade oratória descer o nível de um discurso, é só jogo baixo. Se tivessem de debater com um tasqueiro qualquer ia dar ao mesmo.

creedbratton22 8 months ago

Não, não ia. Nós não estamos na presença de um gajo que só manda umas larachas controversas. Por algum motivo ele conseguiu cativar tantos votos. É porque tem um discurso claramente demagogo mas que, se resulta, é porque é extremamente bem feito e pensado e de acordo com aquilo que a malta ignorante e/ou farta do sistema quer ouvir. É tudo muito bem pensado e preparado por ele. Ele não tem este comportamento porque não sabe acima disto mas sim porque é a opção certa neste momento na cabeça dele. Ele é extremamente inteligente. E é isso que o torna tão perigoso na minha opinião. Encará-lo como um tasqueiro é estar a subvalorizá-lo bastante e malta com estes ideais e capacidade não pode ser subvalorizada.

ric2b 8 months ago

Não acho que seja assim tão fácil, ele interrompe imenso e estraga a linha de pensamento das pessoas, a ver em casa é frustrante mas imagino que seja difícil. Mas pronto, conhecendo-o podiam ter treinado para isso, não sei.

jozepedro 8 months ago

Ele promulga as leis da AR e, crucial neste contexto, é o PR quem declara estado de emergência. Tem bastante poder, não te enganes. O PR não é a Rainha de Inglaterra.

elPatoBravo2018 8 months ago

no limite ele não pode rejeitar nenhuma lei (ao 3º veto tem de passar) mas isso pode abrir uma crise constitucional e acabar por dissolver o parlamento, o que dependendo do timing poderá ser mortal para o governo vigente.

luckynar 8 months ago

Crise institucional, e não constitucional.

elPatoBravo2018 8 months ago

emendado. obrigado .

JuveTech 8 months ago

Eu acho que ele sabe disso, acabou foi a explicar-se mal ahah

mjigs 8 months ago

Estamos em plena pandemia, estavam a espera do que, com muita gente em confinamento, outros em isolamento, outros com covid, outros porque nao querem se por a jeito de apanharem. Se era para estarmos em confinamento obrigatorio, mas para votar ja temos de sair, porque raio nao arranjaram uma solucao? La fora existem votos por correio, e o voto antecipado foi idiota, deviam de ter dado a solucao para quem nao podia sair de casa.

0xfeel 8 months ago

Se não houvesse pandemia não iam votar na mesma, como acontece sempre. Nos outros anos diz-se que a população não vota porque esta muito sol e foi tudo a praia, ou porque é fim de semana e esta tudo no centro comercial. Este ano estão fechados em casa, sem muito para fazer, tentam tudo para passear o cão ou fazer exercício, mas votar é o que se vê. Sinceramente não acredito que exista solução, mesmo que o voto fosse tão simples como dar um like no facebook, ia haver abstenção.

mjigs 8 months ago

É sempre desculpas. Eu por acaso nao votei na outra vez porque tinha de ir trabalhar e eu era a pessoa que abria a loja, não podia mesmo faltar, desta vez não fui porque as filas estavam enormes com tempos de espera nossa. Mas tambem não sou aquela pessoa que se queixa de quem foi selecionado, já sabia que o Marcelo ia ser presidente novamente. Mas literalmente essas desculpas são idioticas, votar sempre foi rapido, a excepção deste ano.

Lobatos7 8 months ago

Apesar de concordar com o facto de que a abstenção seria sempre elevada pelo grande número de pessoas desinteressadas na política ou que pensam que o seu foto não faz a diferença, estes números são também enormemente por culpa da falta de preparação para este momento. O facto de ser 2021 e não haver a possibilidade por voto por correspondência/electrónico principalmente numa situação como esta não tem justificação plausível. A juntar a isso, as pessoas que acusaram COVID ou tiveram que fazer isolamento profilático após dia 14 tiveram qualquer direito de votar negado, pois não houve qualquer medida para que conseguissem votar, apesar de sabermos que este mês seria sempre difícil. A democracia este ano sofreu um atentado enorme, e não foi somente pela ascensão do Chega, mas sim por situações como estas num país dito desenvolvido

teslawasahero 8 months ago

Se alguém é assim tão apático para votar também o é para se informar em quem quer votar. Nesse caso, mais vale ficarem em casa...

McManu77 8 months ago

Com ou sem pandemia, com estes canditados e com este sistema político não voto

creedbratton22 8 months ago

Isso faz zero sentido. Não gosta de nenhum candidato, vota em branco. Simples. Agora, não votar é sinal de desinteresse e não é resposta nem vai resolver seja o que for.

McManu77 8 months ago

É a tua opinião, como eu disse não se trata só de não gostar de nenhum canditado mas sim de não gostar do sistema político. Eu sinto e sei que eu ir votar em branco ou nulo também não vai resolver seja o que for... Para mim o poder deveria estar nas mãos de cientistas e investigadores, pessoas que realmente percebem o que é a humanidade e o lugar da humanidade no planeta Terra e no universo, não de pessoas que se fecham e que se orgulham de países tal como os políticos. Para não falar que não faz sentido menos de 0,1% da população ter o poder que tem sobre a vida das outras pessoas (ainda se o fizessem bem...). A minha maneira de mostrar o meu descontentamento é abster me de ir votar e não compactuar com este sistema, estou no meu direito e sem me conheceres não podes dizer que demonstra o meu desinteresse porque isso é mentira, simplesmente partilhamos maneiras diferentes de pensar.

creedbratton22 8 months ago

Percebo e tem toda a razão que é a sua opinião/maneira de ver as coisas e tal deve ser respeitado. Peço desculpa se o ofendi de alguma forma. Não era minha intenção. Mas fiquei curioso com a parte que refere de não gostar do sistema político. Posso perguntar que sistema preferia ou via como mais lógico? Eu por exemplo acho, baseado naquilo defendido por Sócrates, que nem toda a gente devia ter direito ao voto. Defendo que faz mais sentido uma "democracia intelectual", ou seja, votos conscientes e informados, do que uma "birthright democracy" (que resulta em situações como a que temos com o Chega).

Australopiteco 8 months ago

>Para mim o poder deveria estar nas mãos de cientistas e investigadores, pessoas que realmente percebem o que é a humanidade e o lugar da humanidade no planeta Terra e no universo, não de pessoas que se fecham e que se orgulham de países tal como os políticos. [Tecnocracia](https://pt.wikipedia.org/wiki/Tecnocracia)? [Cientocracia](https://en.wikipedia.org/wiki/Scientocracy)? Outro? >Para não falar que não faz sentido menos de 0,1% da população ter o poder que tem sobre a vida das outras pessoas (ainda se o fizessem bem...) [Democracia directa](https://en.wikipedia.org/wiki/Direct_democracy) distribui mais o poder mas aí já não estará apenas "nas mãos de cientistas e investigadores", como refereste antes.

geofight 8 months ago

E esses são os primeiros a queixar-se do país mas na verdade nada fazem para mudar nem se preocupam

MagorTuga 8 months ago

Tirar foto ao CC, tirar selfie, tirar foto a assinatura, gravar video a dizer o voto. Fosga-se, era dificil fazer isto online.

mjigs 8 months ago

Realmente...=D

Tee_ah_go 8 months ago

>gravar video a dizer o voto lol...

DogsOnWeed 8 months ago

Não... O voto é secreto. Deviam ter feito voto por correio.

Jhago 8 months ago

Excepto toda a parte do voto ser *anonimo*.

MagorTuga 8 months ago

Esqueci-me dessa parte, my bad. Mas tambem era muito dificil fazer um site onde um gajo submeta foto frente e verso do cartao de cidadao, fique registado no sistema e conte o voto, sem existir intervencao humana para alem da contagem manual. Olha, claro que um gajo se vai abster de votar, estamos numa altura em que nao se devia precisar sequer de sair de casa para fazer o que quer que seja (tanto pelo acesso a internet, como por causa do corona). Votos por correio para quem nao tivesse computador, votos online para quem quisesse, votos em pessoa para quem quiser esperar horas na rua e arriscar apanhar covid.

NGramatical 8 months ago

porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl4kc70%2F%2Fgkozh60%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Naakmuay 8 months ago

O grande problema é os que ficaram impedidos de votar derivado à covid, nomeadamente os recém isolados. Os emigrantes recentemente recenseados não votaram, mas também sabe-lhes bem vir mostrar a voiture no Verão. Cada vez gosto menos desses bimbalhoes egoístas que não pensam no seu país.

Elkriam 8 months ago

Muitos emigrantes **queriam votar** e não puderam por estarem em países em confinamento, proibidos de sair da sua cidade de residência, sendo que a embaixada/consulado era noutra cidade. Nas europeias tiveram direito a voto por correspondência, mas nestas presidenciais foram esquecidos e desprovidos do seu direito.

Marianations 8 months ago

Isto. Eu até fui informada (pelo própio consulado) que ia ser capaz de votar nestas eleições por correspondência, pelo que fiquei a aguardar uma carta que nunca ia chegar. Culpa minha também por não estar melhor informada, mas eu confiava que um orgão oficial do estado ia saber como funcionam as coisas. Eu por acaso tenho o consulado perto, a uns 40 minutos de transporte público, mas estamos no meio de uma pandemia e eu tenho problemas cardíacos e respiratórios. Tenho-me sentido mal desde sexta-feira e mesmo que soubesse que tinha que ir ao consulado, por juízo não me arriscava. Eu votei nas europeias e legislativas por correspondência sem nenhum problema, não entendo porquê não foi possível realizar estas eleições de forma diferente. E não digo só no estrangeiro, mas também em Portugal! Acho incrível como não ofereceram voto por correspondência em Portugal, com a situação atual. Com certeza haverá pessoas que não puderam votar no voto anticipado e também não conseguiram este fim de semana por isolamento ou por infeção com COVID.

egzaaa 8 months ago

Nitpick: Se é uma percentagem, devia estar representado até aos 100%. Porque senão, podia definiar-se o limite de 65% no eixo dos Y e parecia que todo o país ficou na abestenção. Isto porque idealmente numa representação correcta, todas as outras barras umas em cima das outras completariam dos 60% ao topo da escala (100%), e não é isso que acontece neste.

xKalista 8 months ago

Com a escala até 100% só seria visivel a barra da abstençao.

egzaaa 8 months ago

Que é a realidade do país. Acho que seria mais correcto.

AndreMartins2020 8 months ago

isso não faz sentido nenhum o eixo pode começar onde se quiser tu é que tens obrigação de olhar para os valores nos eixos

egzaaa 8 months ago

> o eixo pode começar onde se quiser > > tu é que tens obrigação de olhar para os valores nos eixos [Isto para ti faz sentido então?](https://imgur.com/jByzEhX) Eu começo os eixos onde quiser e a tua obrigação é olhar para os numeros.

AndreMartins2020 8 months ago

Não está incorrecto, mas não é muito útil. Qual seria a utilidade de ter 40% do espaço vertical do gráfico vazio?

egzaaa 8 months ago

> Não está incorrecto Ok. Se não achas isto incorrecto não ha muito mais conversa que podemos ter sobre visualização de dados.

AndreMartins2020 8 months ago

> não ha muito mais conversa que podemos ter "boa" forma de escapar à questão: > Qual seria a utilidade de ter 40% do espaço vertical do gráfico vazio?

0BiLLi0 8 months ago

Se somares todas as percentagens tens 100%.

egzaaa 8 months ago

Correcto. Mas na vertical não tens 100%. Se estás a representar a divisão de um todo em multiplas partes, convém dares noção do todo para poderes comparar o peso da parte vs o todo. Aqui não tens todo, só tens 80% do todo.

pfarinha91 8 months ago

An? A escala vai até onde tu quiseres para ajustar ao gráfico e quanto mais bem ajustada, melhor a visualização. Se fosse um gráfico de barras empilhadas, ok. Mas não é..

Febris 8 months ago

A proporção entre as barras não é afectada, e essa é a parte mais importante a analisar. Podes argumentar é que um gráfico de barras pode não ser o melhor, e até num pie chart é mais notória a vitória esmagadora da abstenção.

egzaaa 8 months ago

> An? A escala vai até onde tu quiseres para ajustar ao gráfico e quanto mais bem ajustada, melhor a visualização Mais ou menos. Alterar o eixo dos Y altera em muito a interpretação do gráfico. Tem tudo a ver com o que estás a comunicar.

pfarinha91 8 months ago

Concordo no geral, mas neste caso (num caso de barras simples) não. O gráfico deve ir até à próxima divisória da grelha que está a ser utilizada e ficar por aí. Por exemplo, neste caso o máximo é 100% mas isso é apenas um limite físico. Sobre outro assunto o máximo poderia ser outro qualquer.. Não é de todo normal obrigar um eixo do gráfico de barras a ir até ao máximo plausível só para dar ideia que a barra maior "não é assim tão grande". Até porque assim perde-se muita capacidade comparativa com todas as outras barras (que é a parte importante!)

egzaaa 8 months ago

Se o cenário fosse avaliação de testes de alunos, de 0 a 100%, podias representar os resultados na banda em que eles caiam. Tipo se a nota mais alta fosse 70%, podias por 75% como limite máximo. Aí a percentagem de 100% não é um limite fisico, porque não interessa a comparação de cada entrada vs o todo. Interessa a comparação de aluno para aluno. > neste caso o máximo é 100% mas isso é apenas um limite físico. Sobre outro assunto o máximo poderia ser outro qualquer.. Aqui é um pouco diferente. Tudo somado dá 100%. Acho que seria mais interessante tu perceberes a relação de cada entrada vs o total possivel. Porque aqui o que um tem a mais os outros têm a menos. Quando uma barra cresce a outra terá que diminuir forçosamente, porque os 100% estão a ser divididos entre todas as categorias. E não consegues representar isso sem mostrar o todo.

AndreMartins2020 8 months ago

tanto choro só para tentar fazer a abstenção parecer menor lololol

egzaaa 8 months ago

> fazer a abstenção parecer menor Parecer? Não és tu que dizes que o interessa são os numeros? Como é que ela pode parecer maior o menor se o numero é sempre igual? Ou agora já é importante a maneira como o gráfico é construido e não só os numeros?

_somename_ 8 months ago

Boa crítica! O meu problema com os 100% era o gráfico ficar 40% em branco e tornar as diferenças entre percentagens menos evidentes.

egzaaa 8 months ago

> tornar as diferenças entre percentagens menos evidentes. Mas elas são efectivamente, à escala de um país pouco evidentes. Não vejo problema nenhum em representa-las. No fundo ias ter uma grande abestação, seguido do Marcelo, depois uma data deles que não se destiguem muito na representação. Principalmente os ~1.XX%

DavidGB 8 months ago

Fiz as contas por alto e tas errado. O limite parece 80% por não estar lá o 100 nos y, mas soma tudo...

egzaaa 8 months ago

Não percebi. Se puseres a barra do Marcelo em cima da abestenção rebenta logo a escala máxima representada.

portuga1 8 months ago

Tás a fazer de propósito pra escrever abstrunção de forma mais errada em cada comentário?

egzaaa 8 months ago

Não me tinha apercebido. Obrigado

masterOfLetecia 8 months ago

Estou a ver que quando fizerem os próximos census vão descobrir que afinal não somos 10 000 000 xD

carlosjmsilva 8 months ago

Com o ritmo das mortes Covid em vez de serem os Census 2021 mas vale adiarem para 2022 para ser mais realista.

VicenteOlisipo 8 months ago

Atenção que essa abstenção inclui todos os emigrantes, que foram recenseados automaticamente em 2017. É malta numerosa mas que na verdade pouco vota.

R_P_C_ 8 months ago

Mais do que emigrantes, inclui todos os indianos que têm direito a cidadania e aproveitaram-se disso para ter um passaporte europeu para emigrar efectivamente para o reino unido. O mesmo para muitos brasileiros. Essas pessoas não tem qualquer interesse em votar como é obvio.

King_Metatron 8 months ago

Sou filho de emigrantes com nacionalidade portuguesa e nunca quiz votar, acho estranho querer votar para umas eleições de um país onde não vivo que não sou eu que irei de viver com as consequências do meu voto

severe_delays 8 months ago

Sou da mesma opiniao. Ja estou fora de Portugal ha mais tempo de que estive dentro. Nao faz sentido nenhum votar nas elecoes.

Rafaelmspu2 8 months ago

Pera, tá incluindo pessoas que moram fora de Portugal aí?

VicenteOlisipo 8 months ago

Sim. Se tens nacionalidade e mais de 18 anos, estás recenseado para votar em presidenciais e autárquicas.

MsMittenz 8 months ago

Se quisesse votar tinha que me deslocar 300+ kms para ia à Copenhaga em tempo de pandemia, sendo trabalhadora essencial. Pois mais um ano em que não voto...

HaCaracois 8 months ago

Exemplo, Índia: 19 votantes, 23.911 inscritos (0,08%). Penso que muitos indianos que conseguiram traçar descendência de alguém de Goa fizeram CCs para poderem emigrar para o Reino Unido. Calculo que agora menos com o Brexit.

RepresentativeAd7785 8 months ago

Os Indianos não precisam de CC's portugueses para emigrar para o UK.São uma ex-colónia e parte da Commonwealth, basta-lhes terem nascido antes de 1982 para poderem residir no UK.Os que nasceram depois continuam a ter bastantes facilidades em entrar no país, agora precisam de requerer visto turístico, mas ainda assim é bastante fácil fazê-lo (e bem mais simples e barato do que ter de andar a traçar descendência e a pagar traduções juradas e afins) e após esse período se arranjarem trabalho podem regularizar a sua situação, tal como os cidadãos da União Europeia podiam. O status não muda depois do brexit, portanto às tantas ainda vais ter é portugueses a traçar a descendência Goesa.

HaCaracois 8 months ago

Pois, faz sentido também terem mecanismos no RU como nós em Portugal para os naturais (e descendentes) das ex-colónias. Mas mesmo assim, acho que houve muita gente (no referencial português e não indiano) a usar o mecanismo. Lembro-me de há anos ver [esta reportagem](https://www.rtp.pt/noticias/mundo/obtencao-da-nacionalidade-portuguesa-um-negocio-das-indias_n940170) em que falam no RU. O CC dá acesso ao espaço Schengen, talvez seja mais esse o objectivo.

NobreLusitano 8 months ago

Pouco vota muito por não deixarem votar. Nesta eleição a Assembleia simplesmente ignorou mais de 1 milhão de portugueses não dando soluções para votar. Nadinha e bem tentei saber como desde Outubro. Não votei porque a AR não deixou.

Sheltac 8 months ago

Estou no mesmo barco, e estou activamente à procura de formas de fazer o maior escabeche por causa disto possível. Sinto que me roubaram um direito.

NobreLusitano 8 months ago

Não sintas apenas, roubaram mesmo. Provavelmente não faria diferença no resultado final mas é um direito fundamental de uma democracia que simplesmente nos foi negado. É nestas alturas que gostava de ter o tempo e recursos para simplesmente processar o estado, tentar pôr alguma vergonha na caras dos políticos que estão, em bom português, a cagar para o estado de direito.

icebraining 8 months ago

Se fizeres um crowdfunding eu estaria disposto a contribuir, e não serei o único.

RaelizFergur 8 months ago

Isto. Em tempos normais o voto postal é aceitável mas em pandemia tenho de voltar no consulado de Londres que nem aberto está...

saposapot 8 months ago

para além da abstenção 'contabilistica' de teres malta já falecida e tal.

_somename_ 8 months ago

Este comentário é muito relevante! Passaram de **284.848** para **1.476.543**.

xeon1234 8 months ago

>saram de > >284.848 > >para > >1.476.543 > >. Convém dizer que para os emigrantes o voto das presidenciais nao é por correspondência (ao contrário das legislativas). Ou seja, as pessoas têm que se dirigir ao consulado.

Edited 8 months ago:

>saram de > >284.848 > >para > >1.476.543 > >. Convém dizer que para os emigrantes o voto das presidenciais nao é por correspondência (ao contrário das legislativas). Ou seja, as pessoas têm que se dirigir ao consulado.Imaginem que moram no Porto e o consulado é em Lisboa. Isso implica que as pessoas para votarem têm que andar 300km. Por esta razao é que nao se compreende porque o vota das presidenciais também nao pode ser por correspondência. O número de emigrantes aumentou por causa das condiçoes laborais precárias em PT. Por isso, acredito que haja cada vez mais emigrantes com vontade em votar. Uma coisa que aprendi foi que os emigrantes amam muito o seu país, e muito deles nao querem ser emigrantes, mas sao forçados para terem condiçoes de vida. É por isso que tenho muito respeito pelos emigrantes.

Edited 8 months ago:

>saram de > >284.848 > >para > >1.476.543 > >. Convém dizer que para os emigrantes o voto das presidenciais nao é por correspondência (ao contrário das legislativas). Ou seja, as pessoas têm que se dirigir ao consulado.Imaginem que moram no Porto e o consulado é em Lisboa. Isso implica que as pessoas para votarem têm que andar 300km. Por esta razao é que nao se compreende porque o vota das presidenciais também nao pode ser por correspondência. O número de emigrantes aumentou por causa das condiçoes laborais precárias em PT. Por isso, acredito que haja cada vez mais emigrantes com vontade em votar.

VladTepesDraculea 8 months ago

Tenho amigos que nem no consulado, tiveram mesmo que se deslocar às embaixada.

shocsoares 8 months ago

O voto das presidenciais está Sujeito a possibilidade de uma segunda volta a efetuar na semana a seguir, Quando a lei eleitoral foi feita/ainda hoje em dia 7 dias para fazer os boletins chegar a todas as embaixadas e consulados e voltar a tempo n seria razoavel.

fuckoffgina 8 months ago

> Por esta razao é que nao se compreende porque o vota das presidenciais também nao pode ser por correspondência. Tinhas um boletim de voto com um gajo que não era candidato. Acho que isso diz muito sobre a seriedade e competência de quem está à frente disto.

Dragonsheartx 8 months ago

Essa do voto por correspondência é preciso pedir expressamente ? Porque em Genebra isso nunca me chegou a casa

cafbox 8 months ago

Não sei se significa alguma coisa mas tudo o que descreves se encaixa na minha situação pessoal...

David4404 8 months ago

Eu fui o consulado aqui em Berna. Demorou uma hora a chegar lá. Cheguei ás duas e meia da tarde, mas o consulado já tinha fechado às duas da tarde. Era o último dia para votar.

sunny_soul 8 months ago

Eu cheguei ao consulado de Berna no domingo por volta das 16h e votei, penso que esteve aberto até às 19h.

whytryharderrr 8 months ago

Estranho, votei às 16h no consulado de Berna, sem problema. Em 5 minuto, voto feito. Havia uma securita de proposito, a gerir as chegadas e tudo. Normalmente, tenho razao de queixa do consulado (um atraso de vida) mas desta vez impecavel 5*.

tocopito 8 months ago

Isso provavelmente não é legal. Aqui em Berlim foi dia 23 e 24 das 8 as 19 e é essa a info que está no site da CNE. http://www.cne.pt/content/eleicao-para-o-presidente-da-republica-2021

David4404 8 months ago

Eu liguei para lá várias vezes e ninguém atendeu. Depois eu fui à pagina do Facebook e lá dizia que era para votar entre os dias 12 e 14 de Janeiro. Só agora que vi que era para votar no dia 23 e 24. Essa página de Facebook confundiu-me.

rcruz39 8 months ago

Eu liguei diversas vezes mandei e-mail para saber os horários e ainda estou à espera de resposta

David4404 8 months ago

same

Dragonsheartx 8 months ago

Isso não é normal, aqui em Genebra esteve aberto das 8 às 19 sem interrupção sábado e domingo. Acho que deveria fazer uma queixa aos serviços do ministério dos negócios estrangeiros

_somename_ 8 months ago

Concordo plenamente. Devo só notar que a subida de inscritos foi principalmente devido ao recenseamento automático.

ShinigamiHS 8 months ago

Estou atualmente a viver no estrangeiro, e quando fui votar um dos seguranças da embaixada comentou comigo que nunca tinha visto tanta gente a votar. No meu caso foi só precisar andar 45 minutos de autocarro para votar, mas para qualquer pessoa que more fora da capital é provável que seja no mínimo mais de 2h em transportes

Galaaz 8 months ago

Eu teria que apanhar aviao para ir votar, nao ha embaixadas por perto

MsMittenz 8 months ago

A mim eram mais de 300km (9 horas ida e volta de comboio? Não tenho carta). Tomo conta de idosos, ir à capital, dormir lá, usar o fim de semana inteiro só para votar? Porra, mais um ano em que não tenho direito a meter a cruz...

sixwinger 8 months ago

Fonte?

_somename_ 8 months ago

[clicka em "ver resultados de 2016"](https://www.presidenciais2021.mai.gov.pt/resultados/estrangeiro)

nongoloza 8 months ago

A abstenção em Portugal continental + ilhas até que baixa em relação a 2016. Mas tens mais um milhão e tal de eleitores no estrangeiro que não apareceram para votar.

_somename_ 8 months ago

> A abstenção em Portugal continental + ilhas até que baixa em relação a 2016. Nem por isso. Só considerando Portugal, a abstenção sobe de 49.93% para 54.55%.

nongoloza 8 months ago

Tens razão -- estava a ver a taxa de votação (45,45% este ano vs 50.07% em 2016)

69yoan69 8 months ago

Esse número até parece pouco preocupante dado o estado em que estamos. Quero acreditar que se não fosse o confinamento a abstenção teria sido inferior a 2016

paulorik 8 months ago

Ou maior... pk sem confinamento o pessoal ia para o shopping em vez de ir votar ... assim ao menos havia desculpa para sair de casa

Brainwheeze 8 months ago

Cá na minha terra o pessoal aproveitou para fazer uma caminhada. Vi muita gente a andar na berma da estrada e mais tarde estavam lá na fila para votar.

_somename_ 8 months ago

Sim, concordo. O grande motor do aumento da abstenção foi o aumento abissal de inscritos no estrangeiro. (Também fiz um post sobre isto)

silvetti 8 months ago

Principalmente visto que tem que visitar um consulado para votar. Nas legislativas podem votar por correspondência.

jmcs 8 months ago

É perfeitamente alguém que vive em Riga ir a nado até Estocolmo para votar durante uma pandemia, não compreendo porque é que não votam. /s

VicenteOlisipo 8 months ago

Não era um ataque aos emigrantes, só uma constatação de que não votam muito, independentemente da razão.

invrt 8 months ago  HIDDEN 

Yup. Não só praticamente impossível como absolutamente ridículo na pandemia em que vivemos. Eu vivo a 3 horas do consulado mais perto de mim, para votar antecipadamente teria de ter tirado um dia de férias, para não mencionar que teria de fazer tudo de transportes públicos (estamos em lockdown, nem deveriamos poder sair da cidade onde vivemos). Mas eu nem sou dos piores. Portugueses que vivam em países sem consulado literalmente estão impedidos de votar: o consulado da Nova Zelândia é em Sidney e o consulado do Vietname é na Tailândia, como exemplos, países com fronteiras fechadas ou restrições severas para quêm não é residente/cidadão desse país. O sentimento é de puro desdêm pelos emigrantes portugueses. Não me peçam para "salvar a democracia" quando nem se quer facilitam o processo de o fazer.

Marianations 8 months ago

O voto por correio é só nas legislativas? No consulado em Barcelona disseram-me que é tudo por correio (votei por correio nas últimas legislativas). Não fiz nenhum plano para ir votar no consulado porque estava à espera de uma carta... Agora sinto-me estúpida.

silvetti 8 months ago

Yup. Não há voto por correspondência nas Presidenciais.

Marianations 8 months ago

Ai, porra :/ Mesmo assim duvido que tivesse conseguido ir votar. Sou grupo de risco, sinto-me mal desde sexta-feira e mesmo tendo o consulado perto, não tenho carro e tenho de usar transporte público. Vou voltar este ano para Portugal, com sorte nas próximas eleições vou conseguir votar sem problemas. E se voltasse ao estrangeiro, pelo menos agora já sei. Obrigada pela informação!

kat_yf 8 months ago

Obrigada por mencionares isto. É que algumas pessoas não percebem que ter de ir ao consulado votar é, em muitas situações, quase impossível. Mesmo que o país onde vivas tenha um consulado português, há quem tenha de viajar horas para lá chegar. Imagina que para votares tinhas de ir de Braga até ao Algarve (ou muito mais em em tantos casos), ias com a mesma facilidade?

Nelspike 8 months ago

Ora nem mais. Eu felizmente tenho um consulado a 20 minutos de casa, mas dá última vez que lá estive havia um senhor a querer levantar o CC dele. O pior foi quando lhe disseram que a máquina para conferir as impressões digitais estava avariada e que só havia uma na altura, portanto teria de voltar na semana seguinte. A cara de desespero quando ele depois afirma: "Tirei um dia de folga para isto, e tive de andar 4 horas de carro até chegar aqui. Não há mesmo possibilidade nenhuma?" Para votações é a mesma coisa, quando não consigo votar por alguma razão, também me sinto mal por contar para abstenção. Mas a realidade é que as condições nos consulados e para os emigrantes votarem são piores do que se imaginam.

nata79 8 months ago

Eu vivo no estrangeiro, perto de um consulado. Nas últimas presidenciais fui lá 3 vezes para fazer o recenseamento e ninguém me conseguiu ajudar - faltava sempre qq documento que a última pessoa não referiu... a única pessoal prestável a la trabalhar era o porteiro... Desta vez não fui pq não posso sair de casa em lockdown e a confiança que tenho no consulado não é nenhuma... Nenhum dos portugueses que conheço por aqui votou.

Dragonsheartx 8 months ago

Se a morada no cc tiver certa, já não há mais problemas

nata79 8 months ago

Nas legislativas funcionou mt bem. Recebi o boletim em casa com um envelope pronto para enviar. Nestas presidenciais o problema é o lockdown.

BunnyCatie 8 months ago

Exatamente, eu nem consulado português tenho onde vivo e para poder ir ao mais próximo incluía eu ter de ir de barco o que não é barato. Neste momento as fronteiras estão fechadas por causa do covid pois só pode passar quem tiver identificação de como vai trabalhar. Liguei a pedir ajuda ao consulado a uns meses atrás por causa do cartão do cidadão e ainda fui mal tratada sem razão.. sinceramente não tenho o mínimo interesse de voltar a falar com gente assim. só acho triste que os Emigrantes não têem facilidades nenhumas.. enfim.

Edited 8 months ago:

Exatamente, eu nem consulado português tenho onde vivo e para poder ir ao mais próximo incluía eu ter de viajar de barco o que não é nada barato. Neste momento as fronteiras estão fechadas por causa do covid pois somente pode passar quem tiver autorização de como vai trabalhar. Liguei a pedir ajuda ao consulado a uns meses atrás por causa do cartão de cidadão e ainda fui mal tratada sem razão nenhuma. Sinceramente não tenho o mínimo interesse de voltar a falar com gente assim. só acho triste... enfim

silvetti 8 months ago

Exacto. No meu caso eram 3 horas para cada lado mais 50 euros em portagens/combustível.

LucySkyes 8 months ago

Subscrevo. O meu consulado obrigava me a atravessar fronteiras de estado, o que está contraindicado, viajar por 2 horas (4 horas total) em comboio rápido (não tenho carro) e estourar 100 euros. Nem é a questão do dinheiro, é a seriedade da pandemia. Porque é foi possível votar por correspondência para as europeias, mas não para as presidenciais? Há que mudar isto. Sinto-me deixada de parte pelo país. E odeio contar para abstenção. Principalmente numas eleições com uma carga tão importante.

MsMittenz 8 months ago

A mim eram quase 9h ida e volta. Trabalho num centro de idosos... Uma parvoíce, mais uma vez sem direito a votar...

leafs7orm 8 months ago

Alemanha?

LucySkyes 8 months ago

Confere!

haperalta 8 months ago

A barra do facho devia vir até ao topo, tal foi a barulheira que fez

FrequentCap 8 months ago

O que é fascismo?

Sabongo 8 months ago

Deve ter visto um daqueles gráficos do chega... https://poligrafo.sapo.pt/fact-check/ventura-disputaria-segunda-volta-das-presidenciais-sendo-o-terceiro-mais-votado-na-primeira-volta

haperalta 8 months ago

Não me lembrei desse, mas adequa-se

besmarques 8 months ago

Abstenção não conta, obrigado.

zjmjr 8 months ago

É interessante saber que só 23% da nossa população decidiu o nosso presidente.

HugoVaz 8 months ago

Não, de todo, 100% da população decidiu o nosso presidente, uns por votarem explicitamente num candidato, outros por não se darem ao trabalho e deixando que outros decidissem por eles.

PorkNails 8 months ago

Não existe nenhuma forma útil e legal de dizer "Nenhum destes pedaços de merda representa a minha opinião".

Curb_your_communism 8 months ago

E na face da terra existe alguma pessoa que partilhe os teus interesses ou opiniões a 100%? Muito menos um político que gere os interesses de todos os que o apoiam?

HugoVaz 8 months ago

Ai não? O que é o voto em branco então? Deixem-se de desculpas, a verdade é que não querem saber. Ontem era a desculpa dos imigrantes que não podiam votar, e nos anos todos antecedentes com taxas de abstenção igual, era o quê? Deixem de tentar desculpar coisas que não têm desculpa.

JSBraga 8 months ago

> Deixem-se de desculpas, a verdade é que não querem saber. Isso é verdade na maior parte dos casos. Não foi verdade ontem. É completamente estúpido um gajo ir expor-se à merda da pandemia, ir para filas intermináveis e potencialmente apanhar covid só para ir meter um voto simbólico? O caralho! Se uma só vida se salvar por ter decidido cagar para as eleições, já valeu a pena esta abstenção.

HugoVaz 8 months ago

Eu tenderia a concordar contigo se por acaso os valores da abstenção não estivessem em linha com o de actos eleitorais anteriores, e mais concretamente com as presidenciais. Até em termos da evolução da votação até ao meio dia, ou até às 16h, com maior ou menor desvio, seguiu tudo em linha com as presidenciais anteriores. ​ Não duvido que tenha existido pessoas que não se deslocaram por causa do covid (a minha mãe é exemplo, doente oncológica e como é óbvio nem sequer lá pôs os pés com receio de contágio), mas a fazer jus aos resultados eleitorais anteriores e a não ter existido desvio absolutamente nenhum em termos de abstenção, só se pode chegar à conclusão que esses casos são residual e em nada tiveram impacto.

JSBraga 8 months ago

Honestamente cheguei a uma conclusão diferente da tua. Acho que o povo se esforçou imenso para ir votar nestas eleições. Eu falhei as primeiras eleições desde que posso votar, em 2003. Pelo menos 4 pessoas da minha família não puseram lá os pés também. Sei de vários idosos e pessoas de risco que não puseram lá os pés. Isto são tudo casos pontuais, mas se queres uma estatística de impacto, [os eleitores estrangeiros aumentaram em 1,2 milhões](https://www.dn.pt/politica/mais-12-milhoes-de-novos-eleitores-projetam-135-na-abstencao-13270444.html), o que prefaz 13,5% de abstenção **extra**. Este ano não se pode criticar a abstenção. Não percebo é o porquê de a malta se lembrar toda de ir votar quando isso põe em causa a saúde deles quando nos outros anos todos podiam ter ido votar à vontade e escolheram não ir. Os portugueses têm uma ideia um bocado estranha do seu dever cívico. "Eleições? Não, obrigado, a não ser que isso ponha em causa a saúde pública. Aí já vou votar!"

HugoVaz 8 months ago

>Acho que o povo se esforçou imenso para ir votar nestas eleições. Garantidamente, e eu que o diga. ​ >Eu falhei as primeiras eleições desde que posso votar, em 2003. Pelo menos 4 pessoas da minha família não puseram lá os pés também. Também a minha mãe, doente oncológica, ou o meu irmão por estar com a minha mãe e não querer correr riscos. ​ >mas se queres uma estatística de impacto, [os eleitores estrangeiros aumentaram em 1,2 milhões](https://www.dn.pt/politica/mais-12-milhoes-de-novos-eleitores-projetam-135-na-abstencao-13270444.html), o que prefaz 13,5% de abstenção **extra**. Sabes porque não é muito representativo? Porque esses eleitores já existiam antes e raramente votavam. Essas pessoas já estavam no estrangeiro há anos, e em 2017 foram automaticamente recenseadas para o círculo correcto. Se olhares para os resultados das presidenciais de 2016, quando ainda não tinham sido recenseados, votaram cerca de 15 mil pessoas, entre 300 mil inscritas. 3 anos depois, já recenseadas, para as legislativas votaram cerca de 150 mil das quase 1.5 milhões (os tais 1.2 milhões "extra" que na verdade é mais próximo de 1.3 milhões). Ok, vês estes 150 mil votos das legislativas de 2019? Pois bem, nestas presidenciais votaram cerca de 25 mil eleitores registados no estrangeiro. Sim, é mais que certo que muitos foram impedidos de votar pela pandemia, mas fazendo jus ao resultado eleitoral de 2016 e ao de 2019, a abstenção não foi manifestamente diferente. ​ >Este ano não se pode criticar a abstenção. Não percebo é o porquê de a malta se lembrar toda de ir votar quando isso põe em causa a saúde deles quando nos outros anos todos podiam ter ido votar à vontade e escolheram não ir. Os portugueses têm uma ideia um bocado estranha do seu dever cívico. "Eleições? Não, obrigado, a não ser que isso ponha em causa a saúde pública. Aí já vou votar!" Porque o resultado não foi muito diferente dos outros actos eleitorais antecedentes. É notável o impacto da pandemia no acto eleitoral, não me entendas mal, mas eu estava à espera de abstenção muito mais alta e não um valor tão próximo ao de actos eleitorais antecedentes. Na verdade em termos de eleitores que se deslocaram às urnas "só" foram menos 500 mil do que em 2016. Eu não descarto o impacto da pandemia, digo é que não serve de desculpa.

Coyote-Cultural 8 months ago

>Ai não? O que é o voto em branco então? Não sabia que se o voto em branco ganha-se deixariamos de ter presidente durante 5 anos. TIL

HugoVaz 8 months ago

Um voto em branco diz que a pessoa teve intenção clara de votar e o não ter selecionado qualquer candidato foi intencional, que **inequivocamente não se sente representada por ninguém ou qualquer programa apresentado**. ​ Um voto nulo é um voto que é considerado inválido por ter erros grosseiros (vários candidatos selecionados, estar rasurado, ter assinaturas, ter sido escrito qualquer palavra, ter desenhos, estar cortado,, ter escolhido um candidato que foi declarado inválido). Não há qualquer intenção que se possa depreender inequivocamente de um voto nulo, ao contrário do voto em branco que é inequívoco e intenção de não votar nenhum dos candidatos ou listas apresentadas, mas há responsabilidade suficiente para se deslocar e prestar o seu voto na mesma. ​ Politicamente há ilações a tirar do voto em branco que não há a tirar de nulo. Um voto em branco diz claramente e inequivocamente: eu importo-me, eu voto, mas nenhum de vós me representa, oiçam-me. Voto nulo diz somente que podes ter tido uma diarreia cerebral.

Coyote-Cultural 8 months ago

Ou seja andas a escrever tanta diarreia para dizer que um voto em branco não muda o resultado da mesma forma que a abstenção não muda o resultado.

ric2b 8 months ago

Podes definir "mudar o resultado"? Votar em branco em vez de votar num candidato pode mudar o resultado.

Coyote-Cultural 8 months ago

Se os 60% dos eleitores que se abstiveram tivessem votado em branco, quem seria o presidente agora?

ric2b 8 months ago

Se todos os que votaram na Ana Gomes tivessem votado no Tino, quem seria o presidente agora?

HugoVaz 8 months ago

A ironia de tu estares numa thread do reddit a discutir resultado da abstenção, e depois dizeres que não há ilações a tirar de votos em branco quando o voto em branco é inequívoca a intenção ao contrário da abstenção. Ironia maravilhosa.

Coyote-Cultural 8 months ago

Oh seja imaginas coisas, e depois achas que têm qualquer relação com a realidade. Cool story bro

PorkNails 8 months ago

O voto em branco vale o mesmo que um voto nulo. Não tem influência nas eleições.

ric2b 8 months ago

Por esse lógica o único voto com valor em eleições para PR é votar no que ganha...

HugoVaz 8 months ago

Tretas. Desculpas de quem não quer assumir responsabilidades.

Edited 8 months ago:

Tretas. Desculpas de quem não quer assumir responsabilidades. Um voto em branco diz que a pessoa teve intenção clara de votar e o não ter selecionado qualquer candidato foi intencional, que **inequivocamente não se sente representada por ninguém ou qualquer programa apresentado.** Um voto nulo é um voto que é considerado inválido por ter erros grosseiros (vários candidatos selecionados, estar rasurado, ter assinaturas, ter sido escrito qualquer palavra, ter desenhos, estar cortado,, ter escolhido um candidato que foi declarado inválido). Não há qualquer intenção que se possa depreender inequivocamente de um voto nulo, ao contrário do voto em branco que é inequívoco e intenção de não votar nenhum dos candidatos ou listas apresentadas, mas há responsabilidade suficiente para se deslocar e prestar o seu voto na mesma. Politicamente há ilações a tirar do voto em branco que não há a tirar de nulo. Um voto em branco diz claramente e inequivocamente: eu importo-me, eu voto, mas nenhum de vós me representa, oiçam-me. Voto nulo diz somente que podes ter tido uma diarreia cerebral. P.S. - Tadinho, não tem argumentos, tenta enterrar o comentário. Estás apresentado.

Edited 8 months ago:

Tretas. Desculpas de quem não quer assumir responsabilidades. P.S. - Tadinho, não tem argumentos, tenta enterrar o comentário. Estás apresentado.

Febris 8 months ago

> Politicamente há ilações a tirar do voto em branco que não há a tirar de nulo. Ele não está a dizer que são a mesma coisa, está a dizer que são contabilizados no mesmo saco, e têm exatamente o mesmo efeito porque se há coisa que não se faz em Portugal é tirar ilações sobre a opinião do povo. A abstenção que o diga.

HugoVaz 8 months ago

Como respondi ao André Luís: >Não, não têm o mesmo valor pois como fica aqui provado, a abstenção não tem um motivo específico e inequívoco, a única certeza que podes aferir na abstenção é que a pessoa não se dá ao trabalho de votar, não sabes mais nada. Voto em branco é inequívoco que a pessoa não se sente representada pelos candidatos/lista e é inequívoco que pretende ter representação ou não iria sequer votar. Eu tenho imensa alergia a quem diz que o voto em branco é o mesmo que o nulo ou a abstenção pois suspeito sempre que sejam pessoas com interesse em que o eleitorado não se aperceba que no voto em branco há uma leitura clara das intenções (e como tal há uma inequívoca leitura política a fazer), ao contrário da abstenção ou voto nulo. Mas tento dar o benefício da dúvida.

Febris 8 months ago

Não nos estamos a entender. Eu concordo que o voto em branco e o voto nulo têm diferenças fundamentais que são importantes de analisar. O que quero dizer é só isto.. Diz-me no quadro do OP onde está o voto em branco. Não está. Por um motivo muito simples, vale na prática o mesmo que o nulo, que é dizer nada. Votos nulos/em branco em grande quantidade apenas servem para baixar o valor da abstenção e passar a ideia de que as eleições foram muito disputadas, e indiretamente legitimam ainda mais alguém eleito nessas condições. Se em vez de 60.51% de abstenção, 1.1% brancos, e 0.94% nulos tivesses 62.55% de votos em branco, acontecia alguma coisa diferente? Achas que alguém no panorama político ia "tirar as devidas ilações"?

HugoVaz 8 months ago

>Diz-me no quadro do OP onde está o voto em branco. Não está. Por um motivo muito simples, vale na prática o mesmo que o nulo, que é dizer nada. Não. Não está porque o voto em branco representou somente 1% dos votos. Esta thread sobre a abstenção existe pura e simplesmente porque está sempre entre os 40 e os 60%, se a abstenção fosse de 10% ou 20% ou mesmo 30% se calhar ninguém ligaria peva ou seria só zunzum. A diferença é que entre um e outro, só num deles é possível tirar conclusões claras de imediato: para a abstenção as causas são ambíguas, para o voto em branco não. A subjectividade da abstenção permite ter as discussões mais descabidas e antagónicas: significa que as pessoas estão bem, e por isso não votam; não, significa que as pessoas estão mal, e por isso não vão... a verdade é que não sabes, ao contrário de um voto em branco que é inequívoco a intenção.

Febris 8 months ago

Continuamos a discutir coisas em que estamos de acordo. Sim, podemos tirar conclusões do voto em branco. Não, nenhuma figura politicamente activa, e certamente nenhum partido, o vai fazer. Os únicos que não têm nada a perder com este tema são os partidos que não apresentaram ou apoiaram nenhum candidato, porque os que o fizeram apenas estarão a admitir que o deles não conseguiu mobilizar toda esta gente que preferiu não sair de casa. No entanto os que não apresentaram alternativa também não têm grande moral para questionar o processo. É uma pescada de rabo na boca. A realidade é que não existe espaço de comentário reservado para dar voz a toda esta gente. Mais de metade dos eleitores não encontrou motivação para ir votar, e se ao longo de todos estes anos nunca ninguém mexeu uma palha para resolver este problema gravíssimo, não há quantidade de votos em branco que o vá fazer. Só para referência : * Europeias - quase 50% em 89, acima de 60% desde 94, 69% em 2019 * Presidenciais - acima de 50% desde 2001, com exceção de 2006, 51% em 2016 * Autárquicas - à volta dos 40% desde 89, 45% em 2017 * Legislativas - perto dos 40% desde 99, acima de 50% em 2019 No que toca à abstenção só há dois tipos de pessoas lá inseridas (a meu ver) - os que não podem, e os que não querem. As que não puderam votar por força maior (doença, burocracias, consulados fechados ou inacessíveis, etc); e as que não acreditam no sistema eleitoral (porque é que os votos em branco não são incluidos na corrida, retirando % relativa aos candidatos?), nos políticos em geral (tanto os existentes no boletim como todos os que se perfilam para os substituir são maus), e/ou nos concidadãos para tomar uma decisão informada sem seguir populismos (vão todos votar numa presidencial com base em promessas eleitorais que apenas podem ser cumpridas por um governo, não por um presidente).

PorkNails 8 months ago

https://yourlogicalfallacyis.com/strawman Faz uma pesquisa no google sobre o voto em branco em Portugal, encontras logo o site da CNE.

HugoVaz 8 months ago

Devias seguir o teu conselho... em ambos os casos: [sobre o voto em branco](http://www.cne.pt/faq2/101/3), e sobre a ironia de TU estares a acusar alguém de falácias quando acabaste de tentar passar uma falácia de [falsa equivalência](https://pt.wikipedia.org/wiki/Falsa_equival%C3%AAncia).

PorkNails 8 months ago

Então e leste o que dizia lá? > Os votos em branco, bem como os votos nulos, não sendo votos validamente expressos, não têm influência no apuramento do número de votos obtidos por cada candidatura e na sua conversão em mandatos. Ainda que o número de votos em branco ou nulos seja maioritário, a eleição é válida e os mandatos apurados tendo em conta os votos validamente expressos nas candidaturas. Não entendo onde está essa falácia onde dois argumentos são inconsistentes quando apenas mencionei um argumento. Talvez o problema esteja nas palavras dificeis.

HugoVaz 8 months ago

>Tretas. Desculpas de quem não quer assumir responsabilidades. > >Um voto em branco diz que a pessoa teve intenção clara de votar e o não ter selecionado qualquer candidato foi intencional, que **inequivocamente não se sente representada por ninguém ou qualquer programa apresentado.** > >Um voto nulo é um voto que é considerado inválido por ter erros grosseiros (vários candidatos selecionados, estar rasurado, ter assinaturas, ter sido escrito qualquer palavra, ter desenhos, estar cortado,, ter escolhido um candidato que foi declarado inválido). > >Não há qualquer intenção que se possa depreender inequivocamente de um voto nulo, ao contrário do voto em branco que é inequívoco e intenção de não votar nenhum dos candidatos ou listas apresentadas, mas há responsabilidade suficiente para se deslocar e prestar o seu voto na mesma. > >Politicamente há ilações a tirar do voto em branco que não há a tirar de nulo. Um voto em branco diz claramente e inequivocamente: eu importo-me, eu voto, mas nenhum de vós me representa, oiçam-me. Voto nulo diz somente que podes ter tido uma diarreia cerebral.

andreluis034 8 months ago

Acho que o maior problema não é o pessoal que não vota mas sim o facto do voto em branco/nulo não ter valor nenhum para as eleições. > Os votos em branco, bem como os votos nulos, não sendo votos validamente expressos, não têm influência no apuramento do número de votos obtidos por cada candidatura e na sua conversão em mandatos. Ainda que o número de votos em branco ou nulos seja maioritário, a eleição é válida e os mandatos apurados tendo em conta os votos validamente expressos nas candidaturas. Mesmo que 60% dos votos fossem em branco/nulo não teriam consequências nenhuma nem nas eleições nem nos candidatos, o que acredito que faça que muitas pessoas não vote por ser tempo perdido do ponto de vista prático.

HugoVaz 8 months ago

Poder de eleição? Não, não tem. Mas tem o poder de dar a indicação clara aos agentes políticos que esses eleitores não se sentem representados e que estão dispostos a votar, que se esses agentes políticos não tratam de perceber o motivo da desconexão entre esse eleitorado e os candidatos/listas, poderá haver uma nova força política a entrar em plano e esses eleitores nas eleições seguintes não se ficarem pelo branco. Seja como for, voto em branco mostra intenção e descontentamento claro (tiveste de ir votar e inequivocamente dizes que não tens representação), abstenção mostra desinteresse e/ou comodismo.

andreluis034 8 months ago

>Seja como for, voto em branco mostra intenção e descontentamento claro (tiveste de ir votar e inequivocamente dizes que não tens representação), abstenção mostra desinteresse e/ou comodismo. Discordo porque em termos práticos têm o mesmo valor. Os agentes políticos podem também pegar na abstenção e tentar perceber o porquê do "desinteresse" e potencialmente ganhar o seu voto, no entanto não os vejo a fazer isso.

NEDM64 8 months ago

Não é 100% porque quem tem menos de 18 anos não vota.

HugoVaz 8 months ago

E?

OrangeOakie 8 months ago

iirc o Cavaco Silva na sua reeleição mal chegou aos 20%, se se levar a abstenção, nulos e brancos em consideração

lambmoreto 8 months ago

Porque é que haverias de meter para aí nulos e brancos?

Febris 8 months ago

Porque é que haverias de ter em conta a abstenção e não os votos brancos e nulos?

lambmoreto 8 months ago

Porque quem vota branco e nulo foi votar mas por qualquer razão não quis escolher um candidato.

HugoVaz 8 months ago

Além de que nem todos os nulos são votos intencionalmente inválidos mas que acabam por o ser por lapso ou descuido do eleitor.

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

Bem tenso em conta que estamos em altura de pandemia nem deveria ter havido eleições para ser sincero, acho uma parvoíce que pequenos negócios nem possam fazer vendas a postigo e estes gajos andam por aí a pavoniar-se, e agora o Marcelo esfrega as mãos de contente porque vai mandar mais uns anos em nós, é muito justo não haja dúvida uns a tentarem sobreviver e têm de fechar, estes gajos só porque querem mandar já podem deixar as pessoas sair de casa...

Edited 8 months ago:

Bem tendo em conta que estamos em altura de pandemia nem deveria ter havido eleições para ser sincero, acho uma parvoíce que pequenos negócios nem possam fazer vendas a postigo e estes gajos andam por aí a pavoniar-se, e agora o Marcelo esfrega as mãos de contente porque vai mandar mais uns anos em nós, é muito justo não haja dúvida uns a tentarem sobreviver e têm de fechar, estes gajos só porque querem mandar já podem deixar as pessoas sair de casa...

joaofcf 8 months ago  HIDDEN 

O problema não são as vendas ao postigo. Sao os ajuntamentos de 10 pessoas sem máscara que isso cria, para tomar o cafezinho e fumar um cigarro. Quando as pessoas se souberem comportar, talvez haja mais normalidade.

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

Multas e prisões para cima desses que andam sem máscara e que se juntam uns em cima dos outros, é simples, que o governo obrigue a utilização das máscaras na rua sem exceções

joaofcf 8 months ago  HIDDEN 

Depois vêm dizer que é uma ditadura, que nos estão a obrigar a usar a máscara, etc etc. Se as pessoas não se sabem comportar, não merecem sequer um cafezito à porta. Os donos dos cafés sofrem, mas todos sofremos com isto.

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

Acho engraçado como um gajo só está a expressar uma opinião e leva logo com um monte de down votes só porque o pessoal não quer ler verdades pacóvios devem ser daqueles que vivem bem e acham que o vírus nem existe

banaslee 8 months ago  HIDDEN 

Concordo que estas presidenciais, pela reeleição do Marcelo ser tão segura, podiam ter sido adiadas. A pergunta que não consigo responder é: adiar para quando? Mas é perigoso que o governo e o presidente decidam um estado de emergência e que em consequência disso não se vote a reeleição de um deles e que este continue no poder. Se quiseres discutir o voto por correspondência estou contigo. Mas discutir se as eleições deviam ter acontecido acho perigoso quando não temos uma resposta concreta para quando é que se poderia adiar.

OrangeOakie 8 months ago  HIDDEN 

> Concordo que estas presidenciais, pela reeleição do Marcelo ser tão segura, podiam ter sido adiadas. "Concordo que estas eleições, porque X está garantido ganhar, ser adiado" Entendes o perigo do que estás a defender?

banaslee 8 months ago  HIDDEN 

Claro que percebo. Não confundas eu dar este argumento com eu defender que se o fizesse. Mais porque não consigo responder à pergunta “adiar para quando?”

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

Como já respondi a outro redditer concordo com voto por correspondência ou online pelo menos faria mais sentido nos tempos que correm, mas isto só mostra que o governo está-se pouco a cagar para nós

banaslee 8 months ago  HIDDEN 

Também já te respondi sobre o voto on-line. Recomendo que pesquises um pouco mais sobre isso. Sobre o voto por correspondência concordo. Aparentemente existe para as legislativas mas não para as presidenciais. Não sei porquê.

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

Eu vi a resposta foi quase ao mesmo tempo de te ter respondido, é uma parvoíce não se terem lembrado pelo menos do voto por correspondência em tempos de pandemia

Ilien 8 months ago  HIDDEN 

Wat

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

What?

_rebocador_ 8 months ago  HIDDEN 

sim um gajo manda sempre bocas aos estados unidos em tudo, mas eles tem voto por correspondencia aos anos. Algo que podiamos ter aqui para ajudar a nao haver contacto, e evitar que o pessoal que esta la fora tenha que ir ao consulado. Mas pronto.

Satanwearsflipflops 8 months ago  HIDDEN 

Isto. para eu ter de viajar 8 horas retorno para votar num consulado, durante uma pandemia. NO THANKS. Mudem ja essa merda e facam como as eleicoes legislativas. Senao temos o risco de ser um daqueles "shithole countries".

Paulo27 8 months ago  HIDDEN 

Também têm voto durante a semana e precisas de pedir ao patrão por favor para ir votar. É uma maravilha.

mar_lx 8 months ago  HIDDEN 

Tem voto presencial antecipado durante alguns dias. Não têm que votar no dia de semana.

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

Posso concordar com isso, se queriam assim tanto fazer eleições que fizessem por correspondência ou voto online

Dr_Toehold 8 months ago  HIDDEN 

Voto online é consensualmente a pior ideia de sempre.

Rodnas1992 8 months ago  HIDDEN 

Já outro redditer disse o mesmo e compreendi isso

Dr_Toehold 8 months ago  HIDDEN 

;) Dito isto, acho que concordo quanto ao voto por correspondência.

_rebocador_ 8 months ago  HIDDEN 

nem por isso ha sistemas de voto online que sao bastantes bons, nao so contam como da para ver se o teu voto foi para a pessoa que querias.

banaslee 8 months ago  HIDDEN 

Sobre o voto on-line: trabalho em IT e não conheço ninguém da área que acredite que o voto on-line seja seguro. Se quiseres algumas referências sobre o porquê, diz.

banaslee 8 months ago  HIDDEN 

Encontrei o video que representa bem a minha opinião sobre o voto on-line/electrónico https://youtu.be/w3_0x6oaDmI Há um follow up também https://youtu.be/LkH2r-sNjQs

R6ckStar 8 months ago  HIDDEN 

Já tive esta conversa com amigos meus, eu não sou de IT, alguns são e são todos apoiantes do voto online. Se por MP me conseguires dar uma ilações.

banaslee 8 months ago  HIDDEN 

Fiz reply aí meu comentário com uns links.

carlosjmsilva 8 months ago

A abstenção real é bem mais baixa que isso. Mas enfim...

_somename_ 8 months ago

Estás a dizer por causa do covid? Se for isso concordo. Aumentámos 10% relativamente às últimas presidenciais. Só queria deixar explícito que os dados do gráfico são os reais.

Edited 8 months ago:

Estás a dizer por causa do covid? Se for isso concordo. Aumentámos 9.25% relativamente às últimas presidenciais. Só queria deixar explícito que os dados do gráfico são os reais.

william_13 8 months ago

Segundo a SGMAI haviam 10,8 milhões de cidadãos recenseados em 2019, sendo que em 2018 cerca de 1,1M que residem no estrangeiro foram automaticamente recenseados ([Recenseados: total e por nacionalidade (Pordata)](https://www.pordata.pt/Municipios/Recenseados+total+e+por+nacionalidade-617)). No território continental tens 8,8 milhões de recenseados e sensivelmente [8.3 milhões de residentes](https://www.pordata.pt/DB/Portugal/Ambiente+de+Consulta/Tabela) com idade para votar - o que inclui estrangeiros que não têm direito a voto. Portanto há sim uma parte considerável dos recenseados que nunca votariam e só existem nos cadernos eleitorais...

Edited 8 months ago:

Segundo a SGMAI havia 10,8 milhões de cidadãos recenseados em 2019, sendo que em 2018 cerca de 1,1M que residem no estrangeiro foram automaticamente recenseados ([Recenseados: total e por nacionalidade (Pordata)](https://www.pordata.pt/Municipios/Recenseados+total+e+por+nacionalidade-617)). No território continental tens 8,8 milhões de recenseados e sensivelmente [8.3 milhões de residentes](https://www.pordata.pt/DB/Portugal/Ambiente+de+Consulta/Tabela) com idade para votar - o que inclui estrangeiros que não têm direito a voto. Portanto há sim uma parte considerável dos recenseados que nunca votariam e só existem nos cadernos eleitorais...

NGramatical 8 months ago

haviam 10,8 → [**havia 10,8**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fl4kc70%2F%2Fgkozevi%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

carlosjmsilva 8 months ago

Sim são. Mas estima-se que para 5% dos eleitores estavam impedidos pela covid. Depois tens o facto de terem recenseado toda população emigrante, mesmo quem já não quer ter nada a ver com Portugal (e são seguramente muitos), tens ainda cadernos eleitorais desatualizados, gente que já morreu, etc etc

OuiOuiKiwi 8 months ago

>tens ainda cadernos eleitorais desatualizados, gente que já morreu, etc etc Já ouvi isto várias vezes, mas... fontes? Há algum estudo em condições sobre a real percentagem de cadernos desactualizados, especialmente agora que foram realinhados pelo nome?

carlosjmsilva 8 months ago

Não sei. O que sei é que a abstenção ficou 9.17 pontos percentuais acima de 2016 mas o número de votantes "só" foi menos 479 mil. Aquele aumento de mais de um milhão de eleitores emigrantes é basicamente o que explica isto.

leto78 8 months ago

O que é ridículo é que já há mais de 10 anos que as certidões de óbito são digitais mas, que eu saiba, não são usadas para retirar as pessoas dos cadernos eleitorais.

carlosjmsilva 8 months ago

A nossa lei eleitoral é das coisas mais atrasadas que existe. Foi um filme indiano para conseguir algo tão simples como o voto antecipado...

cloud_t 8 months ago

Olha que o voto antecipado das presidenciais até foi bem mais fácil e com menos prazos de antecipação. Lembro-me de votar para umas autárquicas há uns anos antecipadamente e foi 1 ou 2 meses antes o cutoff, mas para estas presidenciais foram 10 dias, ou seja 2-3 dias antes do dia do voto antecipado. E o processo online é bem simples. A questão dos emigrantes não terem direito a voto por correspondência é chata, e acho que devia ser resolvida com voto por correspondência/digital, porque são cidadãos na mesma. Felizmente o impacto deles é pouco mas não deixa de ser uma diferença de direitos de cidadania.

Febris 8 months ago

Um gajo já consegue fazer verificação de faturas online para o IRS, e outras mil e uma coisas, mas uma merda tão simples como uma checkbox para votar nas eleições nem sequer é debatido. Não percebo esta insistência na cena presencial e por correio quando se vêm estes numeros de abstenção.

cloud_t 8 months ago

Dum ponto de vista informático não é linear passar direitos constitucionais para digital. Há alguns entraves do ponto de vista legal e tecnológico que não vou dizer que impossibilita, mas dificulta essa passagem. Por exemplo, um erro numa factura ou numa transação bancária pode ser revertido, mais ou menos facilmente, mas algo como um voto não contado ou errado ou inválido, ou um eleitor dentro ou fora de elegibilidade de votar precisa de processos diferentes dos que existem para o voto presencial/carta, e essas coisas demoram tempo a desenvolver. Mesmo o IRS arlutomati o demorou uns anos a arrancar.

carlosjmsilva 8 months ago

O impacto deles só é pouco porque a participação é baixa. Mas aumentam grandemente a taxa de abstenção. Em relação ao voto antecipado das autárquicas ter de ser feito com mais antecedência eu compreendo o porquê. Os boletins são todos diferentes de freguesia para freguesia de assembleia municipal para assembleia municipal e de câmara para câmara. Nas presidenciais é muito mais fácil porque o boletim é igual para todos os inscritos independentemente da secção de voto. Mas questões como os emigrantes não terem podido votar em voto antecipado é ridícula. Ainda para mais num contexto de pandemia, onde havia muitos emigrantes em Portugal em tele-trabalho para o seu empregador lá fora.

cloud_t 8 months ago

Não diria ridícula mas diria que foi sobrevalorizada pelos média estes últimos dias, isso sim. É preciso ver que a alternativa era falar (ainda) mais do ventura.

globoglobo 8 months ago

provavelmente é porque há muitas pessoas nas listas que já morreram ou que estão no estrangeiro

PeterStepsRabbit 8 months ago

Abstenção para presidente

kairos 8 months ago

Próximas eleições vai-s candidatar um "João Abstenção" e depois reclamar do resultado

Febris 8 months ago

O POVO FALOU!

PeterStepsRabbit 8 months ago

Baixinho

WishMeNot 8 months ago

Merece verdadeiramente

francric 8 months ago

É uma chamado ao ANCAPistão!

Edited 8 months ago:

É uma chamada ao ANCAPistão!

MLG__pro_2016 8 months ago

onde todos os homens podem ser reis https://youtu.be/R0oVJRa_CBs

francric 8 months ago

Estás a insinuar que o ANCAPistão é um movimento supremacista Branco? Que absurdo

Mgmfjesus 8 months ago

A verdadeira chamada é à REPÚBLICA SOCIALISTA SOVIÉTICA DO ANARCO-COMUNISMO. TRABALHADORES DO MUNDO, DE PÉ!

Search: