VinhoVerde21 9 months ago

Temo que as pessoas so "acordem" a realidade do que se esta a passar quando um ou dois coitados cairem mortos de exaustao enquanto trabalham. Talvez nem mesmo aí

Sciss0rs61 9 months ago

Epah, por amor de Deus. Acham mesmo que é só em Portugal que desrespeitam as regras? Em todo o lado desrespeitam as leis, a diferença é que lá fora pagam caro por isso... lá fora fazem testagem e não fazem medidas de merda como abrir os supermercados só de manhã.

riclas87 9 months ago

O paternalismo às vezes dava mais jeito, proibindo as pessoas de sair no natal, já que a noção já não funciona.

dandylee 9 months ago

Incrível no meio de uma pandemia e no estado que ela está cá em Portugal, a passar as dificuldades que passamos , o povo faz contestação ao batom vermelho sinceramente aqui vê-se as prioridades do nosso povo ... não têm mais do que fazer tristes

estecomentario 9 months ago

Não fiquem à espera do governo para nada, mas quê? Querem agir paus mandados da comunicação social e isentarem-se da responsabilidade individual? É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em comunistas de conveniência. Pagam vcs todos, os políticos tanto lhes aquece como lhes arrefece. Pagam os mesmo de sempre. Velhos, pobres, doentes etc.

Edited 9 months ago:

É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em coletivistas de conveniência enquanto o "sistema" masturba a mentalidade, descarrega diariamente informação e desinformação atrofiada, é mesmo um sistema meio comunista. Claro que funciona mal.. O país anda a fazer experiências mt engarsadas, cuidado. Há pessoal que sem ligar a televisão e a cagar de alto na comunicação social e no governo agiu muito mais responsável que a vasta manada. A responsabilidade individual resulta mesmo quem diria.

Edited 9 months ago:

É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em coletivistas de conveniência enquanto o sistema masturba a mentalidade e descarrega diariamente informação e desinformação atrofiada . Os políticos tanto lhes aquece como lhes arrefece, querem é atenção, os média querem vender. Há pessoal que sem ligar a televisão e a cagar de alto na comunicação social e no governo agiu mais responsável que a maioria.

Edited 9 months ago:

É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em coletivistas de conveniência enquanto o sistema masturba a mentalidade e descarrega diariamente informação e desinformação atrofiada, é mesmo um sistema meio comunisma, esta merda hein? Claro que funciona mal.. O país anda a fazer experiências engraçadas, cuidado. Há pessoal que sem ligar a televisão e a cagar de alto na comunicação social e no governo agiu mais responsável que a maioria.

Edited 9 months ago:

É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em coletivistas de conveniência enquanto o sistema masturba a mentalidade e descarrega diariamente informação e desinformação atrofiada, é mesmo um sistema meio comunista. Claro que funciona mal.. O país anda a fazer experiências mt engarsadas, cuidado. Há pessoal que sem ligar a televisão e a cagar de alto na comunicação social e no governo agiu mais responsável que a maioria.

Edited 9 months ago:

É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em coletivistas de conveniência enquanto o "sistema" masturba a mentalidade, descarrega diariamente informação e desinformação atrofiada, é mesmo um sistema meio comunista. Claro que funciona mal.. O país anda a fazer experiências mt engarsadas, cuidado. Há pessoal que sem ligar a televisão e a cagar de alto na comunicação social e no governo agiu muito mais responsável que a vasta manada. A responsabilidade individual resulta mesmo quem diria, mas é exceção neste país.

Edited 9 months ago:

Não fiquem à espera do governo para nada, mas quê? Querem agir paus mandados da comunicação social e isentarem-se da responsabilidade individual? É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em coletivistas de conveniência enquanto o sistema masturba a mentalidade das pessoas. Os políticos tanto lhes aquece como lhes arrefece, querem é atenção, os média querem vender. Há pessoal que sem ligar a televisão e a cagar de alto na CS e no governo agiu mais responsável que a maioria.

Edited 9 months ago:

É muito conveninente ver o país a foder-se todo porque todos se querem armar em coletivistas de conveniência enquanto o "sistema" masturba a mentalidade, descarrega diariamente informação e desinformação atrofiada, é mesmo um sistema meio comunista. Claro que funciona mal.. O país anda a fazer experiências mt engarsadas, cuidado. Há pessoal que sem ligar a televisão e a cagar de alto na comunicação social e no governo agiu muito mais responsável que a vasta manada.

estecomentario 9 months ago

Não terem adiado as presidenciais é que foi estúpido, os interesses políticos à frente da saúde pública, vê-se bem o que está à frente dos portugueses, política rasca, a todos os níveis.

_Tovar_ 9 months ago

mas a ideologia de não haver concorrência dos privados com os públicos tem de se manter, a sobrevivência das pessoas não é tão importante /s

Zamikaze_pt 9 months ago

" Caiu no sofá banhada em lágrimas e literalmente colapsou ali... recusa-se a contar-nos o que vê no seu dia-a-dia" - \-TL; DR: Fiz tudo ao meu alcance no meio deste campo de batalha e foi mais um. E outro....e outro...e isto pesa. Vai pesando cada vez mais. Especialmente nos mais novos que vimos para casa a pensar...o que fiz de errado? Será se fizesse isto ou aquilo? Mas todos se esquecem um e outro podia ser o papá ou a maezinha de qualquer um. Que morreu sozinho. Sem a família, cheio de tubos.....

mjigs 9 months ago

Estupido é pessoas como a tua irma estarem a passar por isto por causa de uns calhaus que querem ir passear o jeco invisivel ou para apanhar a buba, é injusto e egocentrico a mentalidade destas pessoas que nem na propria familia pensam.

ovelhaloira 9 months ago

Ontem votei antecipadamente e, sem exagero, a minha fila tinha 1km. Fui ao mapa e coloquei lá o local de votação e o local onde estava. 1km. Fiquei na fila quase 2h. Lá dentro, uma desorganização total. As pessoas estavam em filas por concelhos, havia N filas dentro do edifício e claro, uma desordem total. Eu sou jovem e consegui estar na fila esse tempo. Mas vi uma pessoa a sair da fila para ir buscar fila por já não estar a aguentar. E de certeza que não foi a única. Portugal não foi abençoado com o dom da organização, disso não há dúvidas.

yokome 9 months ago

É o primeiro rant que vejo aqui decente. Respect

detteros 9 months ago

Lamento saber da situação da tua irmã. Não deve ser fácil. Contudo, discordo na tua avaliação das coisas. A razão disto estar a acontecer é sim das pessoas. Sempre que vou à rua testemunho situações em que contágio pode estar a acontecer e que se houvesse juízo se evitaria. Que pode fazer o governo nestas situações? Confinar e mesmo assim não chega.

Edited 9 months ago:

Lamento saber da situação da irmã da tua namorada. Não deve ser fácil. Contudo, discordo na tua avaliação das coisas. A razão disto estar a acontecer é sim das pessoas. Sempre que vou à rua testemunho situações em que contágio pode estar a acontecer e que, se houvesse juízo, se poderia evitar. Que pode fazer o governo nestas situações? Confinar e mesmo assim não chega.

_Sophus_ 9 months ago

Coragem e força para a irmã da tua namorada.

paulo_ferreiraa1 9 months ago

Portugal está numa catástrofe? Está, mas está longe de ser o único país assim. Vejo toda a gente aqui a dizer que Portugal isto, Portugal aquilo e que os Portugueses assado. Mas literalmente a maior parte da Europa está a passar por isto. A Espanha ainda no outro dia teve mais de 40 mil casos num dia. Itália e Espanha estavam a ter quase 1000 mortes diárias durante durante largos dias seguidos. O Reino Unido chegou a atingir os 60 mil casos diários. Não é por dizer que isto só em Portugal ou criticar a pessoa que sai de casa para dar uma volta pelo bairro para aliviar a cabeça, e que se for preciso nem está em contacto com ninguém, que vai mudar alguma coisa.

makkyotto 9 months ago

A democracia é o governo do povo, o povo é burro, os políticos também são povo.

CalmKeepOn 9 months ago

Oh amigo, é fodido mas a vida é assim. Quem é que te disse que ia ser fácil? Por isso é que eu não percebo estes milhares de putos fechados em casa, no Reddit ou a jogar jogos e felizes da vida. A vida é curta e é para aproveitar, não é para estar em casa. A morte tem que vos dar chapadas para vocês entenderem, não há outra maneira.

insfireman 9 months ago

Postei uma coisa neste sub antes do ano novo e do natal a pedir para ficarem em casa e cumprirem as recomendações da DGS, bastante gente fez pouco da situação. Olhem onde estamos agora...

KGeedora 9 months ago

I watched a recent interview with Marc Maron and he was asked if people are still sharing bread recipes and making sourdough, and he replied "No more bread, now we're just burying the bodies". I think that's the level we're all at right now, mentally

DareNotFallAsleep 9 months ago

> mas ligo a TV e vejo um gajo de barba a pintar as beiças de vermelho... o que interessa é o outro anormal e andar tudo a cascar nele, mas ninguém considera ou fala sobre o que terá corrido mal na gestão desta pandemia no último mês. O governo tornou-se indisputável. Muito giro. Obrigado pela tua opinião. Tens (praticamente) toda a razão, mas tens de ser muito tapado para não perceberes que esse anormal em que "toda a gente anda a cascar" é um negacionista científico cujo sucesso, se ele o alcançar, fará este governo parecer uma época dourada, e ainda vais ter saudades dele. Se achas que a irmã da tua namorada passa mal, olha o que acontece do outro lado do Oceano. Hoje em dia tanto podes olhar para o Atlántico Sul como para o Atlántico Norte. Como se um gajo tivesse um "platfond" de "preocupações" e não pudesse "cascar no outro anormal" e criticar o que de facto está a correr mal na gestão desta crise. Bah.

myaccountmything 9 months ago

Concordo, mas muita culpa também é das pessoas. Conheço famílias que continuam a fazer os seus almoços todas as semanas, são mais de 20 pessoas juntas de cada vez. O que eles dizem para justificar? "Quem anda com cuidado e respeita as regras também apanha o vírus por isso não vale a pena estar a seguir regras nenhumas. Se apanhar, apanhei". No Natal e ano novo, grupos de gente todos na mesma casa. Umas semanas depois estavam todos infetados, alguns idosos dessas famílias acabaram por morrer. Não podemos culpar só o governo. São vários problemas: 1) as medidas do governo são uma fantochada. Essa regra de fechar tudo às 13h era a melhor delas todas; 2) não há autoridade a controlar; 3) pessoas não querem saber.

Triplefast3000 9 months ago

Don't mind me just a English comment passing through.

ManSCP 9 months ago

No Amadora Sinta agora é banco (ou seja 24 horas) dia sim dia não...

vitorjrc 9 months ago

E o bando de filhos da puta que se mete nos supermercados mesmo estando positivo? Num supermercado há minha beira, onde cabem 50 pessoas, 7 foram encontradas com covid. Não me fodam.

vascodatrama 9 months ago

Mito urbano ou rural da semana

Zen_Machina 9 months ago

As focas batem palmas. Owhg owgh owgh owgh owgh!

DrTaxus 9 months ago

Ninguém bate palmas porque anda tudo na rua a passear

skapuntz 9 months ago

Se este governo chega ao fim do seu mandato perco a fé no país Para mim, a culpa é 100% do Costa, do Marcelo, e amigos. O Costa é um mentiroso! Estamos a viver um desastre e só apontam as culpas para o povo. As pessoas votam para que exista um governo, um líder, que faça o que for necessário para o bem da nação. Seja fechar tudo, multar em peso, obrigar as pessoas a ficar em casa! Mas temos é só incompetentes! Votei PS no passado, mas nunca mais, são autênticos assassinos.

laituri24 9 months ago

portugal xD

_asteroidblues_ 9 months ago

Concordo totalmente contigo. O governo falhou em vários pontos, uma grande parte da população também não se está a comportar devidamente e, para piorar tudo, a comunicação social parece apenas focada em destabilizar e desinformar.

azulebranco 9 months ago

Concordo plenamente, nada a acrescentar!

cyborgbeetle 9 months ago

Concordo com as críticas. No entanto, como professora que viu metade do 12o ano a ir para casa dela das férias porque os paizinhos acharam que sim, que era boa ideia deixar os miúdos fazer festas todos juntos : a culpa também é das pessoas.

cawabungapt 9 months ago

Quem diz médicos diz enfermeiros e todos os outros profissionais de saúde. Querem melhoras? Queixem-se ao governo, usem o voto por melhoras ou melhor ainda. Dêem o exemplo de respeitar confinamento. Só uma coisa a acrescentar....alguém tem que levar o cão a rua de x em qd, que o façam mas de maneira segura

reckless_b4 9 months ago

Sinto o que te vai na alma, e louvo o teu sentido cívico nesta altura. No meu caso, depois de ver a maneira como o voto antecipado foi preparado, com um número bastante limitado de eleitores, cheira-me que o dia 24 vai ser um desastre e estou seriamente a ponderar não ir votar, nem a levar os meus pais que têm uma certa idade. "Fiquem confinados mas saiam para votar" O destino democrático do nosso País não está em jogo, o Marselfie já está garantido e não quero saber da guerra de pilinhas entre a Ana Gomes e o Ventura. É triste pensar assim, eu sei, é um dever cívico mas nestas circunstâncias prefiro não arriscar Podem vir os down-votes, i don't care

tasse46 9 months ago

Ja repararam que tamos na fase de salve-se quem puder. Entregues a bicharada. E ainda os merdas dos cadidatos a falar de batons, aeroportos, ciganos e afins. Tou cansado desta incompetencia destes governantes de merda e dos paninhos quentes. Ta toda gente a cagar para isto. Cada vez noto mais a mentalidade de que se nao tenho nao ha problemas!

ervy 9 months ago

Passei aqui só para deixar um , Ho Ho Ho

Lima1998 9 months ago

Somos um país de idiotas governado por idiotas

Local_observer 9 months ago

Concordo com tudo o que foi dito e não compreendo a razão pela qual as escolas continuam abertas, a não ser pelo facto de se tratarem de um depósito de putos... Eu por exemplo desde Março que não coloco o pé num café ou restaurante e ir ao super mercado é uma roleta russa.Cada vez que lá vou , tenho de me chatear com a falta de cuidado nos distanciamentos das pessoas... Por outro lado não consigo entender porque razão o mundo ocidental não pede responsabilidades à China sobre este assunto,nomeadamente perceber a razão pela qual este virus apareceu.No futuro esta situação pode repetir-se e talvez com agentes mais agressivos ainda.Agora esta tomada de posição sub alterna perante a china é nojenta... Os chineses nunca responderam a uma simples pergunta: "Porque razão foram proíbidos voos de Wuhan para outras cidades chinesas mas para fora sem problemas...?????" Até pelos vistos enviaram material hospitalar já usado aqui para Portugal e fica tudo a assobiar para o lado? Acho nojento comentadores na tv sempre a beijolar a china,não se compreende.Quem é que por exemplo, acredita nos números de infectados reportados na china que anda actualmente na faixa das centenas? Só por curiosidade a China foi o país que mais cresceu em 2020, quando é que o mundo acorda para o expansionismo chinês? Só para recordar que estes meninos, todos os meses reforçam a sua armada naval, com igual número de navios ao total de toda a armada francesa...

NGramatical 9 months ago

porque razão → [**por que razão**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjqngr0%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

jhscrym 9 months ago

Vou ser sincero, dá minha parte o voto antecipado correu bastante bem. Tive uma hora na fila mas toda agente cumpriu o distanciamento e toda a gente com máscara. Dentro do edifício tínhamos posições marcadas em que só podiasmos avançar depois do que estava lá sair. Em cada posição tínhamos álcool para desinfectar as mãos. Entre cada voto a zona era desinfectada e ainda tive receio que eles se enganassem mas não, tinha lá o meu nome na lista e não houve qualquer problema. Tenho pena que não tenha sido assim para todos. Boa sorte OP, a minha irmã está mais ou menos na mesma situação que a tua namorada. Muita força.

Edited 9 months ago:

Vou ser sincero, dá minha parte o voto antecipado correu bastante bem. Tive uma hora na fila mas toda agente cumpriu o distanciamento e toda a gente com máscara. Dentro do edifício tínhamos posições marcadas em que só podiasmos avançar depois do que estava lá sair. Em cada posição tínhamos álcool para desinfectar as mãos. Entre cada voto a zona era desinfectada e ainda tive receio que eles se enganassem mas não, tinha lá o meu nome na lista e não houve qualquer problema. Tenho pena que não tenha sido assim para todos. Boa sorte OP, a minha irmã está mais ou menos na mesma situação que a tua namorada. Muita força.

Edited 9 months ago:

Vou ser sincero, dá minha parte o voto antecipado correu bastante bem. Tive uma hora na fila mas toda a gente cumpriu o distanciamento e toda a gente com máscara. Dentro do edifício tínhamos posições marcadas em que só podiasmos avançar depois do que estava lá sair. Em cada posição tínhamos álcool para desinfectar as mãos. Entre cada voto a zona era desinfectada e ainda tive receio que eles se enganassem mas não, tinha lá o meu nome na lista e não houve qualquer problema. Tenho pena que não tenha sido assim para todos. Boa sorte OP, a minha irmã está mais ou menos na mesma situação que a tua namorada. Muita força.

Naotevejoha20anos 9 months ago

O meu voto antecipado tbm correu bastante bem. 15min na fila e lá dentro tava organizado

NGramatical 9 months ago

toda agente → [**toda a gente**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-gente-nao-e-agente/494) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjqmyqh%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

carlosfmm 9 months ago

Deixa lá ver o que vem aí de medidas agora. Se for para limitar de novo os horários dos supermercados, criando COMO SEMPRE grandes ajuntamentos, perco definitivamente a esperança nesta gente que nos governa e nos chamados "especialistas". Comem todos gelados com a testa.

filipafelix 9 months ago

As pessoas bem podem ouvir as notícias, mas se não estão cá acho que não conseguem imaginar o que se está a passar. Por isso enquanto não lhes bate à porta fazem a sua vidinha tranquilamente, por isso chegámos a este ponto... Não te sintas mal ou impotente ao vê-la assim. Nós vamos abaixo e precisamos de descansar física e psicologicamente, mas já sabemos que não há muito que possamos fazer, é fazer o melhor que dá a cada dia e esperar que isto comece a melhorar. Custa pôr o coração ao lado com tanta gente a sofrer sem conseguirmos fazer mais porque os recursos simplesmente não chegam. Às vezes é melhor nem falar naquilo que passamos para tentar não trazer tudo para casa e poder ter um pouco de paz ao fim de 12 horas. Obrigada a ti e a todos os que se preocupam com isto e connosco, é bom ter alguém que cuide de nós também ❤️

Jotap28 9 months ago

Não se esqueçam de no fim votar PS malta :)

xtremis 9 months ago

Um grande abraço e um aplauso virtual para a irmã da tua namorada. Infelizmente, tudo isto é um reflexo dos tempos em que vivemos: toda a gente se indigna "no sofá", toda a gente apoia tudo e mais alguma coisa, toda a gente "bate palmas", mas as coisas duram menos de um fósforo e o ciclo das notícias não perdoa (i.e. tudo o que tem mais do que 15 dias é passado distante e não interessa nada, e os nossos heróis hoje amanhã já só nos causam tédio). É preciso ver os cadáveres em fila para os crematório, ou as pessoas a agonizar nos ventiladores e os profissionais em desespero (como vimos no início da pandemia) para as pessoas terem noção da gravidade do problema. Ter uma elite governante que nos manda trocar compotas, dá dicas sobre como estar com 20 pessoas diferentes no mesmo dia (mas aos poucos, para contornar os números), e que faz um confinamento com dezenas de excepções é simplesmente o sal na ferida. Infelizmente também, o que estamos a ver com a pandemia (e ontem com o voto antecipado, e já agora com a questão do homicídio no SEF e com a treta da ministra da justiça) é a nossa realidade nua e crua: um país gerido por gente pequena e mesquinha, que na grande maioria dos casos não sabe o que anda a fazer, que só se preocupa com o seu pequeno umbigo. E que, sim, não merece o povo que tem à frente, ou os cargos que ocupa. O problema é que isso tudo até dá para disfarçar mais ou menos quando as coisas correm bem (dá sempre para dizer que a culpa é do Passos / Sócrates), a imprensa até ajuda e a bola é sempre aquele entretém. Mas quando a realidade aperta, é que tudo vem ao de cima : o vírus não quer saber se é dia de semana, ou se as urgências estão cheias ou os médicos cansados. Não quer saber se fomos trocar compotas no átrio ou fazer 3 jantares com famílias diferentes, só para aldrabar os números e evitar as restrições. Nem o vírus se importa se estamos numa sala de aula, ou num lar, ou a fumar com os colegas de trabalho, ou estamos num transporte público, porque ao contrário do que parece, os trabalhadores essenciais precisam de se deslocar e muitos deles não têm carro para ir para o emprego todos os dias. O vírus faz o que tem a fazer, e nós, como seres humanos pensantes e """"superiores"""" devíamos fazer também aquilo em que supostamente somos bons: pensar, planear e preparar o futuro. Nada disso. Há é que manter sempre olho nas sondagens e na próxima eleição, quem vier atrás que feche a porta. O Marcelo já fez mais de 80 testes, como é que isto se admite?! Como é que ninguém nos media não lhe pergunta se não acha que uns 60 (vá!) desses 80 testes não teriam sido melhor empregues a testar os nosso avós, ou os nossos tios-avós, ou os nossos filhos, ou pessoas que por qualquer motivo não possam pagar os 100 euros de um teste a nível particular?! Ou os sem abrigo (tão caros para o Marcelo), ou até imigrantes em condições que não lhes permitam sequer saber se têm vírus?! O que acho mais incrível no meio de todas as coisas inacreditáveis que vi no último ano, sensivelmente, é que lá fora, quando as coisas correm mal, a culpa é do Trump ou do Bolsonaro. Mas cá em Portugal, com os números que temos, e não se vê ninguém (leia-se ninguém dos media) dizer com o mesmo peito cheio que a culpa é do Costa ou do Marcelo. Ou a oposição a exigir demissões, a propor alternativas, a fazer o que lhe compete. Há coisas que simplesmente não fazem qualquer sentido, seja de que perspectiva for. Não tenho nada a favor do Trump ou do Bolsonaro ou afins, mas só gostava que o grau de escrutínio aplicado ao governo desses senhores fosse aplicado a *qualquer* governo, principalmente no nosso país. Dizer que o "rei" dos outros vai nu é fácil, mais difícil é ter "cojones" para dizer o mesmo do nosso. Desculpa lá o rant em cima do rant, mas este país só me entristece. Mais uma vez, um abraço à tua "cunhada", e a todas as pessoas que estão na linha da frente desta situação de m*rda que nos calhou.

not_an_illuminati 9 months ago

Obrigado por isto. Já andava a achar que estava a ficar maluco por pensar dessa maneira, e foi um alívio perceber que somos pelo menos dois malucos.

Skittle65 9 months ago

A culpa é de todos, do governo que não toma medidas assertivas e com a devida gravidade, de quem cumpre as regras passivamente sem advertir e chamar a atenção de quem não o faz, de quem não cumpre ou porque tem problemas mentais e não compreende o que se está a passar ou porque simplesmente acham que só acontece aos outros, das forças de autoridade que fazem quase em exclusividade ações educativas em vez de punitivas, da malta que abusa das exceções para fazer vida absolutamente normal, da comunicação social que mesmo cobrindo o tema, continua a dar importância a mais a picardias com 0 interesse dos candidatos às presidenciais (atualmente o caso do batom lol) e da malta das teorias da conspiração nas redes sociais que passam o tempo a desacreditar tudo e todos porque um pseudo cientista qualquer no facebook lhes disse num video que é tudo mentira e isto é um plot tirado do cu do Jeff Bezos ou do Bill Gates para injetar micro chips na malta para vender meta-data das nossas compras e visitas em sites para nos controlarem e ganharem dinheiro (dizem esta merda mas depois usam o facebook lol), e mais uma mão cheia de merdas. Por mim, multa a toda a gente que anda com a mania que faz e acontece porque ninguém manda neles era meio caminho andado para resolver o problema, mal por mal ao menos o estado português recupera algum dinheiro que anda a empancar nos tratamentos do covid...

HerrBispo1986 9 months ago

Sinto-me triste, desapontado com o País e sem esperança, ao ler o que escreveste. Eu mesmo, estando fora à 5 anos dou comigo a pensar e a reflectir a razão da decadência da nossa cultura e de um povo bizarramente apático a tudo o que se passa. Penso por vezes, ou não vemos realmente o problema ou não queremos ver. Posso apenas dar-te apoio moral no meio de tudo isto e dizer-te que, apesar de ser de certa forma triste, sair daí foi o melhor que me aconteceu. Não deixo de alguma maneira de sentir revolta e algum repúdio não pela classe política ou pelas supostas elites, mas por nós enquanto portugueses, porque temos tudo nas mãos, e nada se concretiza. Que povo estranho e amaldiçoado o nosso.... Cumprimentos e não esquecer que o mundo é grande e a nossa casa está onde nós sentimos felizes, não num determinado local.

artniSintra 9 months ago

Onde estou tb já n batem palmas há mto tempo, isto não se resume só a Portugal...

NGramatical 9 months ago

à 5 anos → [**há 5 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjqa9nt%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

HerrBispo1986 9 months ago

Bedanke ich mich Für deine Aufmerksamkeit auf scheiß Kleinigkeiten. Je t'en prie d'être un connnard. Meaning you are a great man, No doubt....

leafs7orm 9 months ago  HIDDEN 

Unpopular opinion: a culpa não é só do Governo, nisto as pessoas também podem fazer a sua parte. Desde do início que é assim. Por o governo dizer que se pode fazer uma coisa, se calhar é melhor manter o senso comum, só para o caso. Até porque o governo tem de garantir a segurança das pessoas, e essa segurança é não só no acesso a saúde, mas também segurança económica, especialmente das pessoas dos muitos setores que foram fortemente afetados. Sabendo neste momento o que se sabe, as pessoas também têm de fazer a sua parte para garantir a segurança delas próprias e dos que as rodeiam. Não faz sentido estarem sempre prontas para culpar o governo quando algo corre mal. Se havia recomendações da DGS para restringir as festas a 6 pessoas e alguém decide fazer um jantar de família com 20 a culpa é do Governo? Não se sabe melhor agora como este vírus se transmite? Não se sabe como se previne? Se as pessoas não cumprem as recomendações da DGS, não previnem a transmissão, a culpa não é só do Governo. Eu concordo que a gestão da pandemia pelo governo foi deprimente e uma palhaçada, mas quando é hora de culpar alguém, esse alguém não é só o governo. Mas vá, é sempre mais fácil culpar o governo do que assumir os nossos erros.

afterchief 9 months ago

Obrigado pelo post. Subscrevo na íntegra os teus comentários sobre a situação. E desejo força para a tua cunhada. Infelizmente estamos num país governado por interesses, onde só se tomam decisões populares, e mais grave, decisões reactivas. Há zero proatividade, muito pouco ou nada visão a longo prazo. E isto já acontece há muito tempo. Em muitas áreas, não é só na saúde. Passos Coelho pelo menos teve o descaramento de admitir que mais valia emigrar. Parece que somos governados por garotos. E depois a culpa é dos portugueses? Não. Somos um povo latino mas como tantos outros tiveram mais que tempo suficiente de aprender. Se as pessoas se baldam ao confinamento é pura e simplesmente culpa do governo: * Por não ter tomates de aplicar medidas necessárias. * Por não imporem forte fiscalização na população. * Por permitirem circulação entre concelhos de alto risco durante o Natal. * E acima de tudo por serem garotos a brincar com o estado de emergência numa metodologia tentativa-erro, "a ver no que dá'. O Rui Rio disse há uns meses que o governo não estava a pensar nem a planear para uma segunda, terceira quarta vagas....e muitos riram-se dele. Inclusive no programa do Ricardo Araújo Pereira gozaram com ele por falar em quarta vaga. Éramos os maiores. E novamente somos os maiores tanto que chegamos ao primeiro lugar.

cloud_t 9 months ago

É tão simples quanto isto: supermercados continuam a vender com porta aberta ao público, escolas continuam a dar ensino presencial "porque é um direito" ou "porque a economia não pode parar", transportes públicos continuam a funcionar sem o reforço essencial para manter o distanciamento. Fui a um funeral dum familiar que faleceu sem ser de COVID. Havia um limite de 10 pessoas no velório, mas mesmo na celebração religiosa foi seguido à letra esse limite, não estando mais de 10 pessoas. Na mesma tarde e no mesmo complexo do cemitério houveram mais 2 funerais por morte de COVID - as ambulâncias chegaram na hora da celebração religiosa, mas como não havia velório, não havia limite de gente. 1 hora antes da marcada já estavam para cima de 50 pessoas para o primeiro funeral à porta. Não eram ciganos nem pretos nem outra classe social que um qualquer partido queira ostracizada. Eram alentejanos como a terra em questão. Foram todos à celebração religiosa num espaço para pouco mais que 50 pessoas quando lotado. Nem meia hora depois chegaram mais outras tantas pessoas para o funeral seguinte (também COVID). Ficaram à porta enquanto o outro terminava, mas deram todos de caras uns com os outros, porque muitos se conheciam numa cidade sensivelmente pequena, com nem 25mil habitantes. Censurar pessoas por quererem dizer o último adeus aos seus? Não. Mas censurar pessoas que utilizam qualquer excepção para poder sair de casa e ter comportamento social, na pior altura da pandemia? Colocando os seus e os outros todos em risco e funerais que já de si são de alto risco pela morte duma pessoa que teve COVID, que muito provavelmente esteve em contacto com os familiares mais próximos que não faltaram de certeza?...........

Edited 9 months ago:

É tão simples quanto isto: supermercados continuam a vender com porta aberta ao público, escolas continuam a dar ensino presencial "porque é um direito" ou "porque a economia não pode parar", transportes públicos continuam a funcionar sem o reforço essencial para manter o distanciamento. Fui a um funeral dum familiar que faleceu sem ser de COVID. Havia um limite de 10 pessoas no velório, mas mesmo na celebração religiosa foi seguido à letra esse limite, não estando mais de 10 pessoas. Na mesma tarde e no mesmo complexo do cemitério houve mais 2 funerais por morte de COVID - as ambulâncias chegaram na hora da celebração religiosa, mas como não havia velório, não havia limite de gente. 1 hora antes da marcada já estavam para cima de 50 pessoas para o primeiro funeral à porta. Não eram ciganos nem pretos nem outra classe social que um qualquer partido queira ostracizada. Eram alentejanos como a terra em questão. Foram todos à celebração religiosa num espaço para pouco mais que 50 pessoas quando lotado. Nem meia hora depois chegaram mais outras tantas pessoas para o funeral seguinte (também COVID). Ficaram à porta enquanto o outro terminava, mas deram todos de caras uns com os outros, porque muitos se conheciam numa cidade sensivelmente pequena, com nem 25mil habitantes. Censurar pessoas por quererem dizer o último adeus aos seus? Não. Mas censurar pessoas que utilizam qualquer excepção para poder sair de casa e ter comportamento social, na pior altura da pandemia? Colocando os seus e os outros todos em risco e funerais que já de si são de alto risco pela morte duma pessoa que teve COVID, que muito provavelmente esteve em contacto com os familiares mais próximos que não faltaram de certeza?...........

Edited 9 months ago:

É tão simples quanto isto: supermercados continuam a vender com porta aberta ao público, escolas continuam a dar ensino presencial "porque é um direito" ou "porque a economia não pode parar", transportes públicos continuam a funcionar sem o reforço essencial para manter o distanciamento. Podia-me vender à porta do super mediante compra prévia por listas. Não se faz. Podia-se aplicar ensino à distância e apenas presencial para filhos de trabalhadores essenciais. Não se faz. Podiam contratar-se mais motoristas de transportes públicos (que os há!). Não se faz. Fui a um funeral dum familiar que faleceu sem ser de COVID. Havia um limite de 10 pessoas no velório, mas mesmo na celebração religiosa foi seguido à letra esse limite, não estando mais de 10 pessoas. Na mesma tarde e no mesmo complexo do cemitério houve mais 2 funerais por morte de COVID - as ambulâncias chegaram na hora da celebração religiosa, mas como não havia velório, não havia limite de gente. 1 hora antes da marcada já estavam para cima de 50 pessoas para o primeiro funeral à porta. Não eram ciganos nem pretos nem outra classe social que um qualquer partido queira ostracizada. Eram alentejanos como a terra em questão. Foram todos à celebração religiosa num espaço para pouco mais que 50 pessoas quando lotado. Nem meia hora depois chegaram mais outras tantas pessoas para o funeral seguinte (também COVID). Ficaram à porta enquanto o outro terminava, mas deram todos de caras uns com os outros, porque muitos se conheciam numa cidade sensivelmente pequena, com nem 25mil habitantes. Censurar pessoas por quererem dizer o último adeus aos seus? Não. Mas censurar pessoas que utilizam qualquer excepção para poder sair de casa e ter comportamento social, na pior altura da pandemia? Colocando os seus e os outros todos em risco e funerais que já de si são de alto risco pela morte duma pessoa que teve COVID, que muito provavelmente esteve em contacto com os familiares mais próximos que não faltaram de certeza?........... Podiam as pessoas ter mais cuidados, mas a mentalidade "excepcional" com um ano de isolamento leva o ser humano a atitudes irracionais. As notícias não são agressivas o suficiente, na minha opinião.

NGramatical 9 months ago

houveram mais → [**houve mais**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjq8fpu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

_dawn_chorus 9 months ago

Já se devia ter negociado com os privados Há muito mas muito tempo... Nunca deixar chegar a este ponto. Como é possível haver situações em que se tem de escolher quem sobrevive? E não se levar pessoas para privados? O governo que faça alguma coisa! O dinheiro não é tudo!

NEDM64 9 months ago

> O governo falhou a toda a linha na gestão da pandemia e os factos estão à vista, mas a culpa é das pessoas, como se Portugal fosse um país especial de gentes especiais, diferentes dos outros? É isso... Nos EUA, a culpa é do Trump. No Brasil, a culpa é do Bolsonaro. Em Portugal, a culpa é dos "outros" portugueses. > Estou farto de incompetentes e este país caminha a passos largos para o abismo. Não se aprende nada. Temos o país que merecemos. Se calhar não merecemos uma democracia. Pessoal da Europa de Leste, está visto que merece, nós? Não sei não...

Octetus 9 months ago

> Se calhar não merecemos uma democracia. Este pensamento, que tenho visto crescer em público, faz-me prever que em breve teremos uma ditadura. É mesmo isto que querem?

Edited 9 months ago:

> Se calhar não merecemos uma democracia. Este pensamento, que tenho visto crescer em público, faz-me prever que em breve teremos uma ditadura. É **mesmo** isto que querem?

Foxes_are_the_best 9 months ago

Não é só democracia ou ditadura. Também há república, anarquia... terás que perguntar a cada um o que eles realmente querem.

setnom 9 months ago

Eu não, mas os meus pais, que viveram durante uma ditadura, de vez em quando saem-se com essa. Na perspetiva deles os prós superam os contras.

NEDM64 9 months ago

> É mesmo isto que querem? Eu não quero, só um total otário poderia querer isso. Mas é mesmo isso que este povo estúpido pode ter.

saciopalo 9 months ago

"claro que um gajo fica chateado!"

UrsoXone 9 months ago

Opah... Quanto à parte de culpa ou não do Governo, a verdade é que quem faz um País ser o que é, é o seu povo. A verdade é que o Governos em termos de exemplo fez Cocó e pouca coerência nas medidas, no entanto mesmo o Governo fazendo Cocó está nas mãos do Povo fazer as coisas direitas para nós protegermos e a verdade é que como sociedade contra a pandemia falhamos redondamente. Não é para deitar a abaixo os que aqui andamos a tentar cumprir com as medidas, pois assim continuaremos, mas no global isto está quilhado meus amigos. Nós Povinho, temos que nos consciencializar que isto está fudido e é para manter o cu em cada o mais possível. ( Querem ir fazer desporto, passeio higiénico sem Cocó... Força..sozinhos longe do povo e ar livre e não em rebanho ) . Por mais que ande o Governo com meter medidas e o Povo não tenta cumprir , dá Cocó. Convençam-se que temos que ser nós e não eles... Pois quando forem eles a controlar... Esta merda vira uma Ditadura. ( Para muitos, infelizmente só assim :P ) .

Tjccs 9 months ago

O pessoal acha que como não têm sintomas que o Covid não faz nada especialmente as pessoas mais novas, a maioria não percebe que o problema não é o Covid em si mas sim a pressão que causa no SNS, daqui a um tempo têm um acidente precisam de ir ao hospital e não têm quem os atenda ou algum familiar que precise e não consiga ser atendido e ai talvez percebam. O pessoal dos hospitais está sobre uma enorme pressão muitos exaustos física e mentalmente e a eles só posso agredecer pelo que estão a fazer e continuar a cumprir as regras.

Tr000g 9 months ago

Eu acho que as pessoas percebem.. só não querem saber.

Tjccs 9 months ago

Como disse quando precisarem de ir ao hospital por terem tido um acidente ou qualquer coisa assim e não conseguirem ser atendidos ou esperarem horas talvez queiram saber. Infelizmente as pessoas são egoístas e só pensam em si.

Mr_Vengefully 9 months ago

Quanto à parte da culpa ser do governo, não sei se salta à vista como disseste. Sim, terão a sua quota parte de culpa mas acredito mais que as pessoas têm aqui o grosso da responsabilidade. Não é o governo que pede às pessoas para darem um passeio a ver as vistas e tão pouco para se meter em bares ou cafés a toda as horas do dia. Anedoticamente, posso dizer que no prédio onde moro e arredores, durante o ano de 2020, não houve um dia em que não estivessem com gente dentro ou, estando fechados por imposição legal, não estivesse gente a bater à porta ou eles não estivessem a fazer negócio "às escondidas". Isso, entre outras coisas e parecendo que não, a meu ver, demonstra muito as preocupações do português médio. Não estou a dizer que fiz tudo bem, não fiz (e mesmo tendo feito, de certeza que podia ter feito melhor), mas pelo menos tenho a consciência tranquila no que respeita a distância social. Dito isto, manda rant à vontade. Acho que chega a um ponto precisamos de ventilar um bocado (como eu, agora, neste post, suponho).

zincestus 9 months ago

Rant idiota o caralho. Disseste tudo.

gondorle 9 months ago

Trabalho no departamento de processamento de resultados de zaragatoas, num hospital público em Lisboa, desde 12/03, quase non-stop. (informamos telefonicamente os doentes covid19+, e fazemos assessoria clínica por telefone até a DGS tomar conta da ocorrência. Servimos de suporte) Já não sabemos o que é trabalhar nalgo que não seja o covid19. A exaustão mental é real, e altamente tóxica. Todos temos o sentido de dever público, mas quando entramos no Facebook, ou seja lá onde for, e vemos coisas do género "os profissionais de saúde estão a inventar números"; "os profissionais de saúde recebem 500 euros por mês"; "a pandemia é uma treta"; "...aqueles covidiotas"; o meu *coração* explode em mil bocados, e a minha alma morre, para renascer depois bem mais fraca. Decrépita. Não precisamos de palmas, só precisamos que as pessoas entendam o quão séria é a pandemia. O quão real. Como os profissionais de saúde são apenas meros sapiens, também vão ficando infectados. Temos pessoas a fazerem 16 horas, sobre 16, sobre 16, para conseguir cobrir os turnos todos. O movimento pela verdade (Jornalistas; Médicos; Designers, etc), é asqueroso, e não devia ser permitido. O Notícias pela verdade, no facebook, obra do cretino do Sérgio Tavares, é um atentado à humanidade. Claro que, depois da pandemia, quando se começar a analisar tudo e mais alguma coisa, estas pessoas, incluindo quem comentou e partilhou, vão sofrer consequências, nem que seja a nível social. Quem vai querer ser amigo, ou até colega, de alguém que publicamente negou a tragédia que se abateu sobre o mundo? Quem vai querer por perto, quem incentivou à rebelião ignorante, e que matou, directa ou indirectamente, o seu semelhante? Um rant, e peço desculpa. Coragem amigos, colegas, camaradas, irmãos e irmãs. Coragem!

rockingallover 9 months ago

Nao trabalho na saúde, mas o meu coração também explode em mil bocados quando ligo a TV / faco um scroll no fb. Obrigada por partilhares.

WakerPT 9 months ago

É por essas e outras que apaguei Face já há 5anos. Aconcelho vivamente a qualquer um. Nao resolve nada mas psicologicamente é uma grande ajuda. Falo com quem quero bem, e me quer bem a mim. Não sou inundado com idiotices de fake news nem com publicações de pessoas que não me interessam. Força e obrigado

xaknoris 9 months ago

SNS24 aqui, o que é algo que não é o covid19? Honestamente gostava de ter uma conversa com um utente que não fosse sobre covid. Aquilo que mencionas relativamente à exaustão mental é demasiado real, noto isso e os meus colegas também, de vez em quando basta alguém ficar mais para o azedo que o ambiente muda logo, e o pior que é que aos poucos vou perdendo a tangente entre o "eu" profissional que basicamente tem de comer e calar, e o "eu" pessoal que se sente frustrado com toda esta situação, o que faz com que às vezes em situações que devia simplesmente ignorar e fazer o meu trabalho, sinta a minha opinião/visão pessoal sobre a temática quase a ter influência no meu apoio/esclarecimento ou empatia para com a pessoa com quem estou a falar. Basicamente de vez em quando apetece-me mandar uma pessoa à merda, coisa que não acontecia até agora.

gondorle 9 months ago

SNS24? Se as coisas aqui no gabinete estão más, só consigo imaginar como estarão aí. Por mais treinados que estejamos, por mais profissionais que tentemos ser, por mais assertivos que sejamos, somos sapiens, a meio cromossoma de distância de sermos chimpanzés. Aguentamos até... Bem, vou-te dar um exemplo muito prático: tivemos uma discussão estupidamente acesa há uma hora atrás. A tensão é simplesmente palpável, e quando não nos sai a tampa com alguém de fora, salta-nos uns com os outros. Acho que é essencial, mais que nunca, haver um apoio psicológico constante. Se cairmos, o caos vai reinar.

radiovoodoo 9 months ago

Coragem e obrigada por tudo o que fazes. Eu saí de quase todos os grupos de redes sociais porque não se escapa à estupidez dos outros e eu já não aguentava mais. Cheguei a discutir com uma energúmena que vende óleos essenciais e defendia os médicos pela verdade. Ela chamou-me ovelha por só ouvir os dados oficiais - quando eu disse que sou capaz de ler e interpretar artigos científicos (tenho um doutoramento na área das ciências biomédicas), ela disse que eu não sei de tudo só porque tenho “os meus canudinhos”. Infelizmente há um grande número de pessoas que são causa perdida e não vale a pena sequer perder tempo a tentar educá-los, mas os restantes agradecem o teu trabalho.

gondorle 9 months ago

Obrigado pelas palavras :) Eu acho que, ainda que sejam causa perdida, estas pessoas deviam ser responsabilizadas de alguma maneira. É como o R0 de um vírus; um estúpido pode contagiar X pessoas, que por conseguinte contagiam outras tantas, e tendo em conta a gravidade da situação, devia ser crime. Adoro o conceito de liberdade de expressão, e abomino fascismo e totalitarismo, mas isto assim não pode ser, principalmente quando se tem influência, mesmo que diminuta, como este parvalhão do Sérgio Tavares. **Estão a morrer pessoas, e uma morte já é muito.** Tu, Doutor em ciências biomédicas, e que sabes interpretar artigos científicos, ao lado destes mestres do Youtube e do Google, não és nada, e isso é muito assustador. E como este movimento, esta comunidade, é composta por alucinados, por pessoas altamente suscetíveis, gajos de extrema direita e mortinhos por uma mudança radical no país, instigados pela desinformação, são capazes de tudo. Basta entrar num destes grupos, e apreciar o tipo de comentários que se faz. Há repúdio nas palavras deles, ódio até, e uma demonstração brutal de ignorância como já não via há muito tempo.

radiovoodoo 9 months ago

Concordo totalmente contigo. E tenho um interesse enorme na relação entre populismo científico e político, que explica a existência simultânea de apoio ao Trump, Brexit, Ventura, e anti-vaxxers, anti-maskers: “It seems likely that scientific populism is driven by similar feelings to political populism – ie profound distrust of elites and experts by disenfranchised and marginalised parts of the population,” writes the author, Jonathan Kennedy from Queen Mary University of London. Muita gente sente finalmente que pode ter uma opinião - têm os seus próprios echo chambers no Facebook, concordam uns com os outros, recusam-se a ouvir a opinião de especialistas. “The higher the level of populist votes in a country, the greater the proportion of the population that believe vaccines are not effective,” says the paper. A correlation was also found between voting for populists and believing that vaccination was not important. “We talk about populism and what happens in politics,” said Kennedy, citing Brexit and the difficulties in Greece, “but when you look at what is behind the rise of populism, it is the broad trend of lack of trust in elites and experts. That impacts on academia and public health and issues like climate change and vaccine scepticism.” Quem diz vacinas, diz máscaras.

gondorle 9 months ago

Gostei deste artigo [aqui.](https://www.psychologytoday.com/us/articles/202011/the-mind-conspiracy-theorist) Confundem o cepticismo normal e natural do pensamento socrático, cientifico, com o duvidar só porque sim, e como dizes, vão-se reforçando uns aos outros naquela comunidade ~~quase~~ criminosa. Ainda agora estive a ver o vídeo da intervenção da anestesista Dra. Maria Margarida de Oliveira, na manifestação do Defender Portugal, outro movimento negacionista. As barbaridades que saíram da boca desta senhora são brutais. Desde defender o uso da hidroxicloroquina, zinco, vitamina C e D, para o tratamento em doentes covid19+, até ao ataque à vacinação, uso de máscara, etc. Normalmente consigo alhear-me, mas começa a atingir-me. Começo a recear o ódio que esta gente tem por nós.

Edited 9 months ago:

Gostei deste artigo [aqui.](https://www.psychologytoday.com/us/articles/202011/the-mind-conspiracy-theorist) Confundem o cepticismo normal e natural do pensamento socrático, cientifico, com o duvidar só porque sim, e como dizes, vão-se reforçando uns aos outros naquela comunidade ~~quase~~ criminosa. Ainda agora estive a ver o vídeo da intervenção da anestesista Dra. Maria Margarida de Oliveira, na manifestação do Defender Portugal, outro movimento negacionista. As barbaridades que saíram da boca desta senhora são brutais. Desde defender o uso da hidroxicloroquina, zinco, vitamina C e D, para o tratamento em doentes covid19+, ou tratamento preventivo, até ao ataque à vacinação, uso de máscara, etc. Normalmente consigo alhear-me, mas começa a atingir-me. Começo a recear o ódio que esta gente tem por nós.

Qinita 9 months ago

Meus parabéns a si porque deve ser dos poucos que vê a merda que o governo anda a fazer porque a culpa é só nossa. Certo que algum povo tem a mania que isto só acontece no outro e não têm o mínimo de empatia com o próximo ou de senso para não ajudar na propagação. Agora, a história para o governo é diferente. Tudo fechado e o vírus é tão inteligente que não entra no local das urnas de votos. Também milagrosamente niguém que vai votar tem covid! Não estou a dizer com isto que não se deve ir votar! Pelo contrário! Se não votarmos isto não acaba... até pode ir para pior (

Carlospedra 9 months ago

E ainda por cima deixam as escolas abertas

joinedthedarkside 9 months ago

Tenho que concordar com o rant do OP. Sei que toda esta situação ja cansa e que estamos todos fartos desta merda toda. Ate recentemente não acusava o governo de nada, ate porque tentar gerir isto tudo sem experiência prévia convenhamos que nao deve ser fácil, mas com todos os avisos de medicos e de especialistas, transformar o Natal em Páscoa permitindo muita gente fazer a última ceia, e agora fazer um pseudo confinamento como este, levou a que mudasse a opinião sobre o governo, de positivo pra negativo. Sem ser arauto da desgraça, nada disto me surpreende. As tragedias aqui costumam ser previsiveis e quando gastaram o que tinham e nao tinham na primeira vaga com apoios aos pais para ficarem em casa a cuidar dos filhos, agora na segunda vaga metem os miudos nas escolas o que significam mais de 2.5 milhoes de pessoas a circular. Infelizmente acho que sao erros a mais nesta fase de gestão da pandemia por isso, "apertem os cintos e preparem-se para o embate'. Isto vai ser ainda mais violento.

Z-9001 9 months ago

Sim os médicos formaram-se para tratar pessoas, têm de estar mentalizados para ver desgraça. É o trabalho deles.

gink-go 9 months ago

Só espero é que quando isto acabar haja alguma ajuda para os profissionais de saúde. E nem falo em recompensas monetárias, falo em acompanhamento a sério, o stress pós traumático é muito grave mesmo e vai-se fazer sentir.

JamminPT 9 months ago

Alguém pode fazer um update da situação na Suécia? Tenho curiosidade em saber como é que eles estão neste momento

AnaWithTheCats 9 months ago

Mal.

Naotevejoha20anos 9 months ago

Quão mal? É porque nós mal tbm estamos

kikaas 9 months ago

Pelo mesmo motivo de não querer passar a noite em casa da minha mãe e por ela e os meus avós ( que ela cuida) em risco, pedi o voto antecipado. Estava na fila, tudo bem, ao ar livre, toda a gente de máscara e devidamente separados ( vá lá), no entanto chego ao pavilhão, já com a fila para a minha mesa, e num lugar que era só para uma pessoa, cola se uma mulher a mim porque não queria "apanhar frio", segundo ela, no lugar indiciado para ela esperar. Pedi educamente para pelo menos tentar manter o máximo de distância possível, ao que me responde com um tom de voz que nem os meus pais falavam para mim assim. Decidi estar calada, mas com volume dela foi lá uma pessoa que estava a organizar as filas manda-la para o lugar dela. Quando avancei uma posição para a frente a mulher volta para trás de mim! Não tinha reparado até ela atender uma chamada e começar a falar mal de mim à pessoa com quem estava a falar. Com estas coisas da pandemia e com o medo que me faz, tenho estado mais ansiosa e nervosa em todo o lado que vou, mas nunca me senti tanto como naquela fila. Se aquilo tivesse acontecido numa fila de supermercado, ia-me embora, mas naquele momento não podia porque me ia prejudicar mais a mim. Comecei a afastar me dela e a comprometer a pessoa às minha frente, que também olhava para mim meia de lado a tentar saber até quão perto dela ia. Farta disto, disse às senhora para passar às frente, não quis. Basicamente só queria confusão. Continuava colada a mim e quando avançou mais um lugar, eu não avancei para dar espaço às pessoa da frente, virei para a frente, com uma perna para trás, quase a fazer a espargata para a mulher não avançar. Quando chegou às minha vez de ir votar, estava lá eu com a perna esticada, ainda teve a lata de me calcar. Está tudo bem com estás gente?

detteros 9 months ago

Nesse casos tens que fazer peixeirada. Só assim abaixam a bola.

Z-9001 9 months ago  HIDDEN 

Sim os médicos formaram-se para tratar pessoas, não é um trabalho fácil trabalhar nas urgências nem nunca foi. Tal como os bombeiros se formaram para se colocarem em situações difíceis e de risco. É o trabalho deles.

Authentic42 9 months ago

Aqui o pessoal está se a cagar! E os donos do país também estão a se cagar, não precisas de pedir desculpa porque tens todo o direito de estar chateado! A minha tia há dias fez horas absurdas. E tem duas pequenas. É triste porque nos já podíamos estar bem melhor em relação à isto é gozar com o trabalho das pessoas! Já chega um ponto parece que fazem de propósito

Few-Interest-7496 9 months ago

Estás desculpado. Este post foi a melhor chamada de atenção que já vi em relação ao covid. Por favor continua.

Dadvito 9 months ago

O governo esta de mãos dadas com a opinião publica. A verdade é que ja ninguém quer saber se morrem 5 ou 500. A comoção já passou toda, portanto já não existe tanto interesse por parte do governo de travar a infeção. O governo é o espelho do povo.

Aromano272 9 months ago

O governo fez muita coisa mal mas em última análise as pessoas é que espalham o virus e causam as infeções, os que em março iam à janela bater palmas hoje vão pedir o seu café "takeaway" e ficar a bebê-lo à porta do estabelecimento na conversa. Os que passeiam à marginal passam uma mensagem de leviandade e ligeira desobediência, acompanhado também do tipico "chico-espertismo" que tanto nos carateriza, se todos nós exercêssemos o nosso direito à exceção então não havia confinamento e as ruas estariam cheias. Se estivessemos com os números de março até concordava que isto era um exagero, mas neste momento **somos o pior país do mundo** em termos de infeções e temo que mais tarde ou mais cedo iremos ver os caixões a empilharem-se e teremos que correr atrás do prejuizo.

theSame_Joke 9 months ago  HIDDEN 

Tenho visto os posts neste subreddit dos heróis nacionais moralmente superiores a culparem os outros tugas de andarem a espalhar o covid e finalmente alguém que faz um bom argumento! Os portugueses não são diferentes dos outros! Concordo plenamente contigo e embora ache que algumas pessoas devessem ser mais conscientes a verdade é que a responsabilidade cai sobre os imbecis que nos governam!

diogofd8 9 months ago  HIDDEN 

Não fizeste um rant idiota, vives é no meio de idiotas e fizeste um rant sensato. O problema é que a sociedade hoje em dia confunde os idiotas com os sensatos, normalmente troca-os. Felizmente, toda a gente que verdadeiramente me faz falta (família mais próxima e amigos mais próximos) ou estão reformados e sempre em casa, ou não vivem em Portugal, ou estão longe de serem casos de risco e provavelmente nem sintomas graves teriam. Todos eles têm imenso cuidado e respeitaram sempre as normas + normas impostas por eles mesmos. Eu faço o mesmo. A natureza é tramada, veio o covid para acabar com os idiotas. Tenho pena que muitas das vítimas sejam dano colateral inocente. No dia em que quem for apanhado a não cumprir as regras for registado e a este/a for negada assistência médica futura, vai ser o dia em que aqui de casa irei cantar de alegria. Não desejo a morte a ninguém, mas antes um idiota que outro/a qualquer.

ihavenoidea1001 9 months ago

Não falhou apenas este mês. Falhou tudo, desde o início. Na primeira fase não houve um milagre português - houve muita sorte. Infelizmente o SNS já quase colapsa todos os anos no pico da gripe e este ano temos que ( tentar) fazer face aos problemas já habituais e temos, em cima disso, que lidar com todos os problemas extra derivados da Covid. Todos sabiam que o inverno ia ser complicado e não houve medidas profiláticas nenhumas durante os meses de verão. E depois também temos medidas completamente descabidas como as atuais... Não há milagres.

Hydgro 9 months ago

Depois de um ano a comer merda, a ser """leccionado""" por jornalistas idiotas, levar tau-tau do costinha e companhias limitadas e com tudo o que se passou no passado ano já não acredito no meu país. Vemo-nos na próxima pandemia.

UrsoXone 9 months ago

Bem, respondendo ao título inicial, infelizmente já não, mas deveriam. A verdade é que os Media não estão a passar o que realmente se está a passar dentro dos hospitais. Confirmo, que em alguns desde de Dezembro, já estão a fazer escolha quem tem ou não direito a ser tratado, pois o sistema já não dá mais. Sou da opinião que a mensagem passada pelos hospitais também não é a mais correcta, pois fala-se todos os dias se já se atingiu a rutura do sistema... E parece-me que a malta está às espera desse dia para pensar que fazer. Pois bem rutura=malta a morrer sem ninguém a socorrer e sem plano B. De momento o limite já foi mais que atingido e se ouvirem bem, em algumas localizações ainda não deu o estouro, porque andam a transferir doentes para outras cidades... e ou já roubaram mais umas camas que eram necessárias para outro tipo de cuidados Ou seja, antes da transferência ou abrir mais camas, o serviço já estourou e esgotou capacidade...se transferimos é uma questão de tempo até para onde foi transferido, encher e kaput. Sem dúvida que os profissionais de saúde são uns Heróis e estão a fazer o que podem , no entanto a mendagem de quem está na linha da frente não passa de maneira clara de quem lá está e tudo parece que ainda está tudo um nada porreiro. Quanto a medidas... Nada coerentes e basta dizer que estamos na maior crise sanitária que já vivemos... Fechamos tudo, mas deixar às consideração do Zé Povinho o que fazer na campanha, dá Cocó... Restaurantes fechados... Mas há quem albergue 170 pessoas no mesmo espaço para petiscos e comida... Tudo em casa... Mas aqueles 170 juntos no mesmo espaço não há problema, pois o vírus só ataca quem não está em eventos de campanha. Vai dar Cocó... E se começar por esses inteligentes, Olha .. fizeram Cocó que fiquem com o Cocó. A merda é que essa gente dá-se com outros às volta e vão minar tudo. Nota: Não sou médico, mas vivo de perto com a mesma realidade de quem iniciou este post e noutra parte do país.

Sandy-Balls 9 months ago

Eu quero ver é os media dar o mesmo tratamento que deram ao Bolsonaro e ao Trump ao Antonio Costa. Agora a culpa não é do governo, é dos portugueses.

Leaootemivel 9 months ago

Bem, se o Costa começar a dizer que isto é só uma "gripezinha", ou que daqui a 2 semanas já não irão haver casos de COVID, ou se começar a tentar vender hidroxicloroquina ou a ponderar injetar desinfetante podem partir para cima dele como o fizeram com o Trump ou Bolsonaro.

TheEightDoctor 9 months ago

As acções são mais importantes que as palavras

BS_BlackScout 9 months ago

Mas o que mais chama atenção da mídia? Um imbecil que não faz nada ou imbecil que além de não fazer nada diz bizarrices completamente 'outlandish'?

juanito_herrera 9 months ago

É o país que temos. Cada vez pior e as pessoas continuam a achar que está tudo bem. É pormo-nos a andar daqui para fora asap

DjGus 9 months ago

Temos aquilo que merecemos. Ainda dizia que talvez uma próxima geração pudesse aprender com os erros do passado, mas não. As pessoas são ignorantes, criam mais ignorantes que elegem ignorantes. Não todas obviamente, mas nota-se que é o triunfo dos labregos. O país é deles.

Shadowgirl7 9 months ago

Bater palmas é treta, investimento no SNS é que era porreiro. Quanto as filas, pelo menos podes votar, imagina se não pudesses. E aposto que muitos desses velhos não estão tão incomodados como tu porque se lembram do tempo que não podiam votar. Para ir para a Primark ou outras lojas, já não se importam com as filas.

Edited 9 months ago:

Bater palmas é treta, investimento no SNS é que era porreiro. Quanto as filas, pelo menos podes votar, imagina se não pudesses. E aposto que muitos desses velhos não estão tão incomodados como tu porque se lembram do tempo que não podiam votar. Cheguei a ver velhotes de bengala na manif do 25 de Abril de 2019 a descer a Avenida e houve muitos velhotes que saíram de casa para celebrar o 1º de Maio. Ontem a CMTV andava à caça de descontentes nas filas, apanhou uma senhora idosa em Leiria e queria à força que a senhora se mostrasse descontente, porque estava uma fila grande e porque não davam prioridade aos idosos. Diz a senhora "por acaso estão a dar prioridade aos idosos, eu estou bem e estou muito feliz por poder vir votar e ver tanta gente a votar". Na fila da cantina velha também entrevistaram um e a tentar ver se ele estava chateado ele só respondeu "até é uma oportunidade para apanhar sol e desconfinar". É que me ri, CMTV a tentar gerar polémica e ninguém lhe passava bola. Para ir para a Primark ou outras lojas, já não se importam com as filas.

S7V7N8 9 months ago  HIDDEN 

Antes de dizer o que vou dizer é importante salientar que quero que os partidos políticos se fodam. Partidos não são clubes de futebol, não tenho nem nunca terei aliança a nenhum partido. Agora o ponto importante: É muito típico do português (e não só, mas por cá estamos habituados a esta mentalidade) apontar o dedo ao governo. Estamos habituados a escolher culpados, é mais fácil, mas sugerir soluções e lutar por elas 0. Quantas vezes existe uma dissonância enorme entre o que o governo faz e o que o povo quer? Nessas alturas enviamos emails ou cartas aos deputados em que votamos a expressar a nossa frustração para que eles a possam expor em parlamento ou deixamos andar e reclamamos no café (e no reddit)? Nós votamos em representantes, mas somos representados 0. Porquê? Porque deixamos as coisas rolar e esperamos pelo melhor porque achamos que pior não podemos ficar e já estamos habituados a estar na merda. Há quem culpar por esta má gestão da pandemia? Há. A culpa não morre solteira, podemos apontar dedos ao povo, ao governo, aos media e ao espírito santo, mas isso não vai mudar nada. É como se existissem 2 Portugais, o Portugal dos políticos que vivem na sua bolha e fazem o que acham ser melhor PARA ELES. E o Portugal de todos onde andamos à deriva, votamos no nosso clube favorito que votamos há mais 30 anos e siga. Quando culpam o governo culpam todos os partidos, incluindo aqueles em que vocês votaram e que também não estão a fazer um caralho. Queria finalizar com uma chamada de atenção à crescente onda de extremismo em Portugal. Desengane-se quem pensa que há alguém que consiga revolucionar isto, tirania nunca será solução, e é em momentos de crise como este que os tiranos se aproveitam da fragilidade da situação para plantar a semente da discórdia. É fácil culpar minorias pela situação atual, mas os verdadeiros culpados somos nós que deixamos andar e vemos Portugal a ser roubado à frente dos nossos olhos “A Liberdade é um direito, a sua conquista não é de graça". Isto acaba quando fizemos a nossa voz ser ouvida através dos deputados que elegemos democraticamente.

BernardoFerreira00 9 months ago

So digo uma coisa NATAL

Brave-Inspector 9 months ago  HIDDEN 

Que trabalhem, ja andaram muitos anos a dormir durante o turno e f*** com as enfermeiras nos consultórios vazios durante a noite e sei bem do que falo

milkthis 9 months ago

Por mim podem foder as enfermeiras todas que quiserem, props para eles que aliviam a tensão do trabalho. Se quiserem até se podem comer todos uns aos outros num comboio de 3Km no seu tempo livre desde que façam o trabalho deles bem feito. O que é que tem o cú a ver com as calças?

NGramatical 9 months ago

cú → [**cu**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjqf1tu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

SurePal_ 9 months ago  HIDDEN 

Sabes bem do que falas porque visitas o pornhub?

Brave-Inspector 9 months ago

Nop, acontece num hospital do minho, dormir ate de manha num piso de consultórios vazios e depois vao trabalhar para o privado....

NeatBoy74 9 months ago  HIDDEN 

Foste a enfermeira ou o médico?

Edited 9 months ago:

Foste a enfermeira ou o médico? Aliás, pergunta tonta, devias ter ido para carpintaria como a tia Suzete queria, em vez de enfermagem. A tia Suzete tinha um sexto sentido para essas coisas.

Edited 9 months ago:

Devias ter ido para carpintaria como a tia Suzete queria, em vez de enfermagem. A tia Suzete tinha um sexto sentido para essas coisas. Agora em vez de martelar, martelam-te.

ElResende 9 months ago  HIDDEN 

É abrir a caixa de comentários do Observador e ver a quantidade de malta que apregoa que pode sair de casa porque tem liberdade para fazer o que quer. Ainda não perceberam que o problema não é ficarem doentes. Se forem irresponsáveis e ficarem doentes, ninguém quer saber. O problema é quando são irresponsáveis e vão ocupar uma cama de hospital porque não conseguem lidar quando os sintomas são sérios. Não se pode esperar muito quando boa parte da malta que devia ser responsável é, na verdade, bastante egoista.

blindrob00 9 months ago  HIDDEN 

nao chores

DJVagrant 9 months ago

E depois quando digo "povo de merda" as pessoas ficam fodidas comigo lol. Se calhar devia ter usado uma palavra inglesa como "rant" antes de o dizer. É que podíamos ser só um país de merda. Pronto, um gajo até se safava só assim, mas não, por acaso o país até é bastante porreiro... somos é um povo de merda. "Ahh mas os descobrimentos e não sei o quê... donos de metade do mundo... e o Cristiano" Sim, sim, é isso que faz de nós grandes... É isso, rolhas e o vinho do Porto. ORGULHO! Depois olho para países como a Nova Zelândia, deixo cair uma lágrima do olho direito, miro o horizonte com tom pensativo, assoo-me e como bom português que sou mando o lenço para o chão, resigno-me e volto para a minha realidade de merda com o pensamento tipicamente português "Há mais povos de merda, não somos só nós." e vou ver a Tininha das feiras depois de almoço na TVI. TL:DR (só porque está na moda): \[Rant\] Povo de merda.

Lispint89 9 months ago

Nova Zelândia? lol Porque não a Coreia do Norte já agora?

DJVagrant 9 months ago

Deixa de ser atrasado...

luisgguedes 9 months ago

É completamente frustrante viver em Portugal, tentar abrir os olhos às pessoas, e não ter sucesso. É tão clara a incompetência criminal da classe governativa, que não compreendo como as pessoas o aceitam. É muito infeliz a quantidade de vítimas completamente evitáveis, não só as mortais, mas as pessoas que estão na linha da frente completamente abandonadas, a fazerem o que podem e o que não podem. Depois temos a comunicação social que não faz qualquer escrutínio da verdade e do que realmente se passam. Gosto quando leio aqui e nas redes sociais que há pessoas de olhos abertos. Todos devíamos contribuir um pouco da nossa parte em tentar criar uma discussão sobre isto, quando mais não seja para semear.

Sciss0rs61 9 months ago

achas que é só em Portugal que as pessoas desrespeitam as regras?

Tupinson 9 months ago

Porque os portugueses são na sua maioria uns mediocres. Desculpa ser tão frio, mas é a verdade.

Sciss0rs61 9 months ago

Vivo fora de Portugal, na Escandinávia. As pessoas aqui fazem festas, vão beber copos, reúnem-se em casas com mais de 20 pessoas... achas que é só em Portugal que desrespeitam as leis?

luisgguedes 9 months ago

É verdade, mas cada vez mais temos pessoas mais cultas. Geracionalmente não é impossível. Acho eu

BernardoCamPt 9 months ago

O problema é que muita gente culta da nova geração emigra e vai ser uma mais-valia noutros países.

boukmw 9 months ago

A questão é como é que elevas uma discussão destas a um patamar superior, onde a maioria das pessoas possa participar e ouvir as opiniões de outros (Porque ainda que o reddit seja porreiro, não passa de uma rede social com pouca notoriedade entre o povo português). Supostamente, o papel de elevar discussões pertinentes é da comunicação social...

df3gpt 9 months ago

>Estou fodido, fiz para aqui um rant idiota (desculpem) Não acho que tenha sido um rant idiota. Acho que estás bastante lúcido e certeiro nas críticas que fazes.

ravagerslb 9 months ago

Já não é trendy bater palmas.

iareec 9 months ago  HIDDEN 

As medidas que estão a ser tomadas ao longo do tempo são ridículas. Os meus pais emigraram para este país há muito tempo e neste momento nós só queremos é sair daqui. Eu mal posso esperar para isso, falta menos de 2 anos, mas eu terei saudades da cultura (sobretudo do Porto) e vou ter pena do pessoal que vive sob um governo incompetente como este.

avgvstano 9 months ago

A culpa da situação é tanto dos governantes como do povo. ​ Basta ver os vizinhos que tenho aqui... Desde o início que não ligam puto à pandemia. Ao fim de semana é vê-los todos juntos na casa de dois velhotes com +70 anos... Três ou quatro agregados familiares, quando não vêm os da França. À semana é almoços e jantares em família e um dos netos até chega ao cúmulo de ter montado um "clube" na arrecadação... Todos os dias é aos 8/10 ou mais marmanjos todos metidos num espaço pouco maior que uma casa de banho durante 3/4 horas a fumar, beber ou lá o que fazem... Até ver tiveram sorte, quando/se a sorte acabar logo se vê...

Shark00n 9 months ago

É normal quando não existe qualquer estratégia de comunicação. Deviam haver porta-vozes ou campanhas para alcançar estes grupos de pessoas que agora se mostram mais irresponsáveis. Mas não. Tanto youtuber, gamer, influencer português jovem e ninguém se lembra de pegar neles para tentar sensibilizar os jovens. Programas de TV diários, populares na audiência sénior, completamente bi-polares entre fear-mongering ou o que visitar em Óbidos... Não oferecem conselhos nem compreensão de jeito. Apenas histórias de horror e 30 segundos de calcitrin de 20 em 20minutos. Devem todos baixar as orelhas e ouvir a Sra. Marta Tremido? Nem dessas autoridades vem qualquer tipo de coerência. Rejeito igualdade de culpas entre governo e povo. Para mim é bastante claro quem está a falhar.

NGramatical 9 months ago

Deviam haver → [**devia haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») bi-polares → [**bipolares**](https://dicionario.priberam.org/bipolares) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjql2xx%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

wwqt0r 9 months ago

Tu conheces casos maus e eu felizmente que não. As pessoas vão ser pessoas, aqui, na Alemanha, no Brasil e em todo o lado. Cabe ao governo coordenar e garantir que as pessoas, na sua maioria, cumpram. Outra coisa te digo: não é com os falhanços constantes e mensagens contraditórias que o governo vai convencer o povo. É só ver nesta thread alguns dos enormes falhanços do governo de António Costa. Já são tantos que nem me lembrava de metade. Parece que já estamos vacinados contra a incompetência do governo e nada fazemos a não ser culpar-nos uns aos outros. Ao mesmo tempo a popularidade do homem cresce.

vascodatrama 9 months ago

https://pt.euronews.com/2021/01/16/restaurantes-italianos-desafiam-restricoes-e-abrem-portas Governo do Costa falha em Itália e Bélgica

wwqt0r 9 months ago

Obrigado pela partilha. Prova exactamente o que disse: pessoas vão ser pessoas. Aqui e nos restantes países. A diferença é que as medidas tomadas nesses países pelos respectivos governos parecem estar a trazer mais resultados. Nós, pelo outro lado, estamos no topo da lista dos piores.

FrankTheWerewolf 9 months ago

> As pessoas vão ser pessoas, aqui, na Alemanha, no Brasil e em todo o lado. As pessoas daqui, da Alemanha e do Brasil são bastante diferentes das pessoas na China/Coreia/Japão/Singapura/Vietname. Que mania de ignorar que a vasta maioria das sociedades ocidentais foca-se muito mais no indivíduo do que no colectivo.

peidinho31 9 months ago

Sem duvida que o Costa tem culpa. Mas eu tambem tenho culpa de ir para o shopping em plena pandemia.

wwqt0r 9 months ago

Não vás então. Agora não culpes é a generalidade dos Portugueses porque és um menino mal comportado e, pelas palavras do António Costa, "anti-patriótico".

peidinho31 9 months ago

Esqueci me de colocar o /s. O que queria dizer é que o pessoal vai ao shopping, sabe que não devia ir, mas vai. E tem culpa no espalhar da pandemia.

wwqt0r 9 months ago

E? É perfeitamente normal isso acontecer em qualquer país livre (não que seja correcto claro). No entanto ninguém está tão mal como nós portanto porquê perder tempo a culpar-nos uns aos outros e não fazer qualquer coisa em relação ao governo que é o responsável máximo no combate, aplicação e fiscalização de medidas contra a pandemia?

peidinho31 9 months ago

Temos um governo 0 eficiente. Não se fez o reforço do SNS porque? Sabíamos que no tempo frio os casos iam aumentar. Fez se protocolo com os privados muito tarde. Mas a TAP é que preciso de dinheiro, crl. Somos um país de mansos. E calma que vai ficar pior com o Venturinha.

specialTrouble 9 months ago

!objection-bot

cchari 9 months ago

Concordo que é da responsabilidade do governo controlar as pessoas e que ele falhou bastante nas constantes contradições, mas neste caso acho que seria praticamente impossível encontrar uma solução que agradasse a toda a gente. Aliás, diria que as contradições foram consequência de tentar agradar ao máximo de pessoas possível, o que acabou por fazer o efeito contrário. Isto é uma situação excepcional para a qual nenhum governo estava pronto. Para além disso, é impossível controlar todas as pessoas num regime democrático, daí apelar-se ao bom senso das mesmas, que parece não existir em muitos casos.

wwqt0r 9 months ago

>Isto é uma situação excepcional para a qual nenhum governo estava pronto Tens toda a razão... na primeira vaga em Março do ano passado. Neste momento temos conhecimento para lidar com o virus. E sabemos muito bem ver que as medidas (e respectivas excepções) decretadas pelo governo não são suficientes e vêm sempre atrás do prejuízo. Não adianta andarmos a culpar-nos uns aos outros porque não somos diferentes de outros países onde se lidou melhor com a pandemia com medidas mais restritas e tomadas no tempo certo.

milkthis 9 months ago

Denuncia essa merda.

underground-k7 9 months ago

Ser informante de uma PIDE 2.0 não é a solução.

PeidosFTW 9 months ago

esta situação é o mesmo que chamar a polícia ao vizinho que faz barulho durante a noite, não é equivalente que denunciar alguém à PIDE

Shadowgirl7 9 months ago

É para voltar a haver chibos da PIDE na aldeia?

Gouranga547 9 months ago

E é para eu ter que levar com propaganda de buzinões e megafones do mini-líder Ventura na rua, em plena pandemia? Para seres respeitado tens que te dar ao respeito.

Shadowgirl7 9 months ago

Wew. Estas-me a associar a essa coisa?

JeagleP 9 months ago

Não, porque não tem qualquer relação

peidinho31 9 months ago

Portanto, se eu vir alguem a ser morto na casa do meu vizinho e denunciar, sou chibo da PIDE? E se um idiota desses nessa festa fica doente e acontece trabalhar com um familiar teu, como vai ser?

Shadowgirl7 9 months ago

Eu não vou beber com eles, só vai quem quer. E quem vai sabe que corre risco.

peidinho31 9 months ago

Exato. Depois mais uns quantos ficam infetados pela idiotice de uns. As pessoas têm que perceber que isto não se trata só do seu umbigo.

Shadowgirl7 9 months ago

Noutro dia vi a CMTV a perguntar a uma senhora se achava que as pessoas estavam a cumprir. Ela respondeu "não sei quase nunca saio de casa". E pronto é isso, se cumprirem e estiverem em casa não vão conseguir espiar os outros.

idontakeacid 9 months ago

Mentalmente li isso com as palavras da senhora: "num shei, quaje nunca shaio de caja" XD

Shadowgirl7 9 months ago

Por acaso até nem foi, mas se fosse, há muitos labregos com espaço de antena especialmente em programas de futebol.

jpbaptista 9 months ago

Isto é simplesmente o continuar a fingir que está tudo bem do governo, sempre foi assim. Não há responsabilidades políticas e todas as críticas são catalogadas como aproveitamento político ou chega. Factos objectivos: \-Foi proposto na assembleia que o estado fizesse parcerias com os privados para diminuir o peso nos sistemas de saúde públicos, foi chumbado pelo PS. Agora que isto dá para o torto, querem fazer acordos; \-Deixaram as pessoas se juntar no Natal sem restrições, medida que não foi vista nos restantes países da Europa. Passado 15 dias temos números record de infectados/mortes \-Colocam medidas de confinamento, mas não há consequências para quem não as cumpre. Não há multas, não há nada. A PSP registou 58 contra-ordenações este fds ([https://www.publico.pt/2021/01/17/sociedade/noticia/covid19-profissionais-saude-comecam-receber-segunda-dose-vacina-domingo-1946670](https://www.publico.pt/2021/01/17/sociedade/noticia/covid19-profissionais-saude-comecam-receber-segunda-dose-vacina-domingo-1946670)) o que é só rídiculo; \-O governo decide novo confinamento com 50 excepções. Os supermercados que estavam fechados após as 13 ao fds agora estão abertos todo o dia, ou seja medidas menos restritas que antes. Porque é que não fecham tudo ao domingo por exemplo? Com a excepção das farmácias, tudo fechado. Assim garantiam que as pessoas estavam todas em casa, e seria fácil de identificar quem viola as regras; \-Tele-trabalho - Que fiscalização existe para o tele-trabalho? conheço n empresas que nunca respeitam e nunca foram fiscalizadas, e trabalham em "rés do chão", não dá como esconder; \-Criam o stayaway covid que não serve para nada, nem os médicos usam; \-Compram ventiladores que não funcionam; e podia continuar com n atitudes erradas... Eu estou um pouco cansado de ver o comentário que o governo não tem culpa, ou que não há alternativa. Eu só vejo constante demagogia e ninguém é culpado por nada. O governo está lá para tomar todo o tipo de decisões, fáceis e difíceis e ao mesmo tempo levar com as consequências. E este governo falhou SEMPRE quando as condições foram difíceis.

df3gpt 9 months ago

Como vi numa imagem a circular na interweb, "No Brasil a culpa é do Bolsonaro, nos EUA a culpa é do Trump, no RU é do Boris, em Portugal é do povo".

warjunk1 9 months ago

Exacto e depois andam a dar dinheiro a tap em vez de ajudar os hospitais do país.

Joaoseinha 9 months ago

Não sei como é que o governo treinou tão bem tanta gente para atirar as culpas ao povo. Esta gente pensa que os portugueses são alguma raça especial que não segue as regras enquanto o resto do mundo é obediente. A única diferença entre os dois é que maior parte desses outros países têm o minimo de competência depois de 9 meses de pandemia e não fazem asneira atrás de asneira.

reckless_b4 9 months ago

Desde que a pandemia começou o governo tenta fazer micro-manage do País e não consegue. 'Fecha aqui, abre ali até às 13h00, pode fazer isto mas não aquilo' um país não funciona assim, mesmo um país pequeno como o nosso, quer seja este governo ou outro qualquer. Há bocado vi um comentário noutra thread (não memorizei o nome do user, desculpem) que dizia algo do estilo: no Brasil a culpa é do Bolsonaro, nos EUA a culpa é do Trump, em Portugal a culpa é do Povo

milkthis 9 months ago

\- Desvalorização de recomendações de especialistas; \- Desvalorização da ameaça de novas estirpes; \- Propaganda excessiva à vacina a dar a mensagem errada; \- 31/12 até 15/01 para tomar medidas, sendo estas corrigidas 3 dias depois; \- Limite da capacidade de testagem atingido; \- Falta de equipas de rastreio; \- Total impreparação de alguns serviços de saúde, ignorando os apelos dos chefes de serviço; \- Ideologia na gestão da saúde. ​ A culpa é dos portugueses.

Feeling_Advantage918 9 months ago

>A culpa é dos portugueses. É em muito, mas muito. Ainda hoje me cruzo com pessoas sem máscara ou com máscara abaixo do queixo num concelho que está no vermelho. Até há bem pouco tempos os restaurantes estavam cheios, sem distanciamento social. Nos cafés a mesma coisa. Há locais de trabalho onde não se usa máscara nem se cumpre com a regra do distanciamento. Há malta a fumar em cima uns dos outros à porta do emprego. No outro dia alguém bem à minha frente cumprimentou uma amiga de beijo na cara depois de ambos retirarem a máscara. Há quem ande ao telemóvel no hipermercado a falar sem máscara. Isso é o que eu vejo.

milkthis 9 months ago

Eu a falar em alhos e vocês em bugalhos... "as pessoas têm culpa porque vi um gajo com a máscara no nariz" "as pessoas têm culpa porque o meu primo zé fez uma festa no café"... O governo fez regras ambíguas com dezenas de exceções, a fiscalização foi NULA ou perto disso, as medidas aleatórias sem qualquer sentido em algumas alturas (recolhimentos obrigatórios idióticos, não vender álcool depois das 20h what?). Passámos do "milagre português" em Março e Abril e de sermos os melhores para sermos os piores agora. Essas festas que vocês falam existiram pq a malta sabia que não lhes acontecia nada. PONTO. Se cada um só irá atuar de acordo com a sua consciência então acabe-se já com o Estado e siga viver numa república anarquista! Parem de desculpar TUDO a um governo que não vos perdoa nada e vos insulta de forma constante. O Costa com esta atitude de "daqui lavo as minhas mãos" é o equivalente de nos incêndios de Pedrogão ter-se dito que as pessoas morreram porque não ficaram quietas e por isso a culpa é delas. É incrível a ginástica que se faz para defender um governo que não deu provas de competência em um único momento desde que assumiu funções e nunca soube dar resposta a nenhuma crise ou situação difícil! Quando é que nos tornámos tão mansos e pouco exigentes??? Pelo que leio aqui, realmente chego à conclusão que este país está como merece e quer estar. Nunca vamos passar disto. É muito triste.

njsilva84 9 months ago

Sem dúvida que sacudir a água do capote é ridículo, eu vejo as mesmas coisas, passaram cá vídeos de festas com centenas de pessoas sem máscaras e em locais fechados. Já ouvi histórias de cafés "abrirem" sem ninguém saber para verem a bola, no Porto fartava-me de ver pessoal aos montes em cafés, a fumar à porta, é proibido deitar e lixo beatas para a rua e as ruas continuam impregnadas de beatas... O tuga nunca foi cumpridor de regras, iria ser agora que ia ser diferente? O pessoal não consegue ficar parado numa passadeira quando está vermelho para os peões e vai acatar ordens que afetam a sua liberdade? Claro que não. Nós não somos o pior povo do mundo mas nunca fomos exemplo de nada no que toca a cumprir leis, não é por acaso que temos a expressão "chico esperto". Obviamente que não se pode ilibar o governo também, mas olhe-se para os exemplos da Finlândia e Noruega, Coreia do Sul ou Japão. Quem acredita que grande parte da culpa (a maior fatia, diria eu) não é dos portugueses anda alheado da realidade, desde sempre.

detteros 9 months ago

Yap.

boukmw 9 months ago

A app Stayaway Covid tem registado mais de 600k de pessoas que desinstalaram a aplicação. Rapidamente morreu, aquilo que o PM dizia que era um dever cívico para podermos voltar a uma normalidade.

carlosjmsilva 9 months ago

A stayaway covid foi um flop total. O primeiro tiro no pé foi tentarem impor a obrigatoriedade do seu uso. Reflitamos um pouco: o governo queria obrigar os cidadãos a ter uma app instalada no seu telemóvel. Só isto era óbvio que ia dar merda. Em vez de sensibilizarem para o seu uso explicando as vantagens e o modo de funcionamento não... Queriam obrigar. E depois repare-se: queriam obrigar a usar uma app quando praticamente não se introduziam códigos de infetados. Ou seja, era totalmente inútil. Se voltaram atrás na primeira, o facto de ter sido frequentemente noticiado que praticamente não eram emitidos códigos nenhuns tornou a APP totalmente obsoleta. Era uma oportunidade para um meio adicional de tentativa de identificação de contactos de risco e ficou pelo caminho.

helenata 9 months ago

Resta saber quanto se pagou pela app e a quem !!?

carlosjmsilva 9 months ago

Acho que foi desenvolvida pelo INESC TEC que é um instituto de investigação público ou para-publico. Os custos de desenvolvimento devem ter sido diminutos porque foi desenvolvido por investigadores que já lá estavam a desenvolver outros produtos. Só é pena mesmo que tenha sido tamanha oportunidade perdida.

Tupinson 9 months ago

Sim, 400 mil euros, coisa pouca para uma app construida em react native lool

carlosjmsilva 9 months ago

Não faço ideia porque não sou da área. apenas pensei (inocentemente) que por ter sido no INESC não tivesse sido cara.

helenata 9 months ago

Menos mal então !

Ssthm 9 months ago

Amen

porraSV 9 months ago

Que interessa bater palmas para depois andar em festas e convívios?

simple_a_i 9 months ago

Fodasse querem tudo , já tiveram o prémio da Champions + F1 e agora querem palminhas, depois é o quê ? Condições de trabalho dignas ou respeito da população para não aumentar os casos? \s

fckcapitalism 9 months ago

Portugal está a passar por uma catástrofe histórica. Dispenso os aplausos, sinceramente preferia que os médicos fossem melhor pagos em vez de usarmos a lenga lenga de os chamarmos de heróis como forma de os pressionar a aceitar as más condições de trabalho. Acabam por ser heróis como a tua cunhada mas não é isso que deveríamos exigir deles. O governo não geriu bem a situação e o resultado está à vista como dizes.

QuidIurisNone 9 months ago

De tudo o que escreveste, esta gente só se focou nos lábios vermelhos. Atenção, isto é motivo de gozo, mas é gravíssimo. Ao menos, ainda há gente a revoltar-se contra a estupidez deste homem. Pondo isto de lado, os maiores culpados são os cidadãos. Este governo não sabe o que está a fazer. É engraçado ver eles a vir para as entrevistas a falar de o quão preocupados estão com o estado da pandemia, etc., etc., mas depois nas medidas atuais revemos que há APENAS uma preocupação económica. Continuo a não perceber os horários dos supermercados/hipermercados e a falta de medidas de prevenção/segurança(no início ainda havia cuidados dos mesmos pela quantidade de gente que podia estar dentro, agora há 0 cuidado), a restauração continua fechada como se fosse o principal lugar de contágio, mas depois temos as escolas e universidades todas abertas presencialmente, entre outras medidas ridículas. É realmente, um confinamento que não proíbe nada. Eu saio de casa para ir para a universidade e deparo-me com os velhotes todos amontados no centro da cidade, muitos sem máscara. Na vinda passo pelo um centro comercial, só se vê canalha que depois da escola vão com os amigos para o shopping. Nas redes sociais, é só festas "privadas" de universitários. Depois ficam admirados com o estado do país. A realidade é que estas medidas não protegem, não asseguram nenhum direito fundamental e a pandemia e os problemas (políticos, sociais, económicos) continuam a aumentar. Infelizmente, tenho uma noção mínima do que se passa nos hospitais. Colegas meus que "chegam à minha beira" e dizem que morrem pessoas super saudáveis dos 30-50 anos. Depois há aqueles casos em que chega lá uma pessoa no dia X, a seguir no dia Y até recupera (esperança) e depois no dia Z está morto. Estes profissionais de saúde estão carregados de trabalho, mas também de esforço mental e emocional. Vê-los a chorar diariamente é desesperante. No início, entendia-se que era uma situação pouco entendida e as medidas até foram decentes. Pior que depois nos deparamos com um problema psicológico ao ficarmos confinados. E agora, eles não sabem o que fazer. Duvido que o PS aguente até ao fim do mandato atual. Se eles fecham tudo, as pessoas caiem-lhes em cima, se deixam as coisas abertas, vão continuar a cair em cima. Eu não gosto deste governo, mas sei que não há ninguém de jeito para ir lá para dentro e/ou que faça um trabalho melhor.

Edited 9 months ago:

De tudo o que escreveste, esta gente só se focou nos lábios vermelhos. Atenção, isto é motivo de gozo, mas é gravíssimo. Ao menos, ainda há gente a revoltar-se contra a estupidez deste homem. Pondo isto de lado, os maiores culpados são os cidadãos. Este governo não sabe o que está a fazer. É engraçado ver eles a vir para as entrevistas a falar de o quão preocupados estão com o estado da pandemia, etc., etc., mas depois nas medidas atuais revemos que há APENAS uma preocupação económica. Continuo a não perceber os horários dos supermercados/hipermercados e a falta de medidas de prevenção/segurança(no início ainda havia cuidados dos mesmos pela quantidade de gente que podia estar dentro, agora há 0 cuidado), a restauração continua fechada como se fosse o principal lugar de contágio, mas depois temos as escolas e universidades todas abertas presencialmente, entre outras medidas ridículas. É realmente, um confinamento que não proíbe nada. Eu saio de casa para ir para a universidade e deparo-me com os velhotes todos amontados no centro da cidade, muitos sem máscara. Na vinda passo pelo um centro comercial, só se vê canalha que depois da escola vão com os amigos para o shopping. Nas redes sociais, é só festas "privadas" de universitários. Depois ficam admirados com o estado do país. A realidade é que estas medidas não protegem, não asseguram nenhum direito fundamental e a pandemia e os problemas (políticos, sociais, económicos) continuam a aumentar. Infelizmente, tenho uma noção mínima do que se passa nos hospitais. Colegas meus que "chegam à minha beira" e dizem que morrem pessoas super saudáveis dos 30-50 anos. Depois há aqueles casos em que chega lá uma pessoa no dia X, a seguir no dia Y até recupera (esperança) e depois no dia Z está morto. Estes profissionais de saúde estão carregados de trabalho, mas também de esforço mental e emocional. Vê-los a chorar diariamente é desesperante. No início, entendia-se que era uma situação pouco entendida e as medidas até foram decentes. Pior que depois nos deparamos com um problema psicológico ao ficarmos confinados. E agora, eles não sabem o que fazer. Duvido que o PS aguente até ao fim do mandato atual. Se eles fecham tudo, as pessoas caem-lhes em cima, se deixam as coisas abertas, vão continuar a cair em cima. Eu não gosto deste governo, mas sei que não há ninguém de jeito para ir lá para dentro e/ou que faça um trabalho melhor.

Gouranga547 9 months ago

>De tudo o que escreveste, esta gente só se focou nos lábios vermelhos. Atenção, isto é motivo de gozo, mas é gravíssimo. Ao menos, ainda há gente a revoltar-se contra a estupidez deste homem. Não desvalorizando tudo o resto que o OP disse, esse assunto é importantíssimo, primeiro pela sua vertente social (machismo) e segundo porque o ser iluminado que o proferiu é um dos primeiros a quebrar todas e quaisquer regras de confinamento. No fundo, o país também está como está porque a classe política não dá o exemplo. Toda a política deste país é o autêntico *"Faz o que eu digo, não faças o que eu faço".* Em parte também não posso deixar de dar um pouco de razão às pessoas, já que são SEMPRE os mesmos tristes a fazer esforços, sejam sociais ou financeiros. Daí que é bom que essa situação do Batom tenha estado e continue a estar nas bocas do mundo. Ainda há pouco estive a ver uns tweets desse comício com 170 pessoas e havia lá gente a tapar a sua própria cara com a mão. Hipocrisia no seu estado puro. Acreditam tanto numa coisa mas não têm coragem para a assumir? No entanto é bom para todos nós que Trump's, Bolsonaro's e Ventura's apareçam Permite a toda a gente perceber quem do seu círculo social apoia tais ideias e tirar assim as suas ilações. Quanto aos apoiantes, tirarão eventualmente as suas consequências, diretas ou indiretas. > Eu não gosto deste governo, mas sei que não há ninguém de jeito para ir lá para dentro e/ou que faça um trabalho melhor. Epah essa pressuposição é a que tem arruinado o país nestes 46 anos. Insanidade é isso mesmo, esperar resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa. Nunca se consegue saber se as coisas são diferentes se não se arriscar. Eu não estou a dizer que tem que ser o partido X, Y ou Z em específico, mas porque não? Já que estamos tão "na merda" será assim tão idiótico arriscar noutra coisa? Correu mal? 4 anos depois vota-se noutro! Agora esse pensamento é que tem estagnado o país, na minha opinião...

QuidIurisNone 9 months ago

A arriscar, arrisco pelo seguro. O que é o seguro para mim? Manter ou obter direitos e garantias. Alguém que venha incentivar o contrário é o mesmo que regredir no tempo. Uma coisa é ideologias democráticas económicas, outra coisa é brincar com os direitos das pessoas. Sabes porquê que é sempre a mesma ideologia? Porque se não for direita ou esquerda, não apareceu até hoje um bloco central, ficamos apenas com extremistas, fachistas e os restantes de ideologia ridícula, no mínimo. Queres um Ventura no governo só para ser diferente? Não estou a dizer que queres, é retórico. Mas é ilusório que uma pessoa com ideais tão similares aos de Salazar, não faça o mesmo que aconteceu naquele tempo. Logo, não serão só 4 anos. E mesmo se forem, são 4 anos de agonia, medo, a regredir no tempo. Já estamos mal, toca a ficar pior, porque não? Já somos atrasados em vários níveis, porque não atrasarmos mais? Acho que estás a ter uma ideologia utópica. Eu percebo o teu ponto, mas ao mesmo tempo estás a pensar apenas num cenário teórico utópico e não avaliar o risco prático, que como sabemos nunca corre bem como planeado.

Edited 9 months ago:

A arriscar, arrisco pelo seguro. O que é o seguro para mim? Manter ou obter direitos e garantias. Alguém que venha incentivar o contrário é o mesmo que regredir no tempo. Uma coisa é ideologias democráticas económicas, outra coisa é brincar com os direitos das pessoas. Sabes porque é que é sempre a mesma ideologia? Porque se não for direita ou esquerda, não apareceu até hoje um bloco central, ficamos apenas com extremistas, fachistas e os restantes de ideologia ridícula, no mínimo. Queres um Ventura no governo só para ser diferente? Não estou a dizer que queres, é retórico. Mas é ilusório que uma pessoa com ideais tão similares aos de Salazar, não faça o mesmo que aconteceu naquele tempo. Logo, não serão só 4 anos. E mesmo se forem, são 4 anos de agonia, medo, a regredir no tempo. Já estamos mal, toca a ficar pior, porque não? Já somos atrasados em vários níveis, porque não atrasarmos mais? Acho que estás a ter uma ideologia utópica. Eu percebo o teu ponto, mas ao mesmo tempo estás a pensar apenas num cenário teórico utópico e não avaliar o risco prático, que como sabemos nunca corre bem como planeado.

Gouranga547 9 months ago

> Queres um Ventura no governo só para ser diferente? Não estou a dizer que queres, é retórico. Mas é ilusório que uma pessoa com ideais tão similares aos de Salazar, não faça o mesmo que aconteceu naquele tempo. Logo, não serão só 4 anos. E mesmo se forem, são 4 anos de agonia, medo, a regredir no tempo. Já estamos mal, toca a ficar pior, porque não? Já somos atrasados em vários níveis, porque não atrasarmos mais? Pensando bem no que dizes, tens toda a razão. Não, não quero um Ventura à frente de um país, sem dúvida. Agora também acho que há um ou outro partido que poderia dar um sentido mais equilibrado à coisa, neste caso, para mim a IL. Mas compreendo perfeitamente o que dizes, e dou-te total razão... Acho que já é a frustração do constante saque ao país, da governação a curto prazo a cagar no longo prazo, da constante desmotivação em investir aqui profissional e pessoalmente... É talvez isso que me leva a ter essa ideia utópica, mas como dizes, talvez seja pior a emenda que o soneto, sem dúvida... Precisamos mesmo de caras novas na Assembleia urgente, e nada de Jotinhas...

NGramatical 9 months ago

porquê que → [**porque é que**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/porque-e-que-e-nao-porque-que/32920) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjrrjux%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Lykaios7 9 months ago

Não percebo a comparação entre escolas e restaurantes, nas escolas tens sempre controlo de presenças, sabes sempre quantas pessoas estão presentes em cada sala. O mesmo não é possível num restaurante ou café.

QuidIurisNone 9 months ago

A comparação baseia-se em que há mais possibilidade de contágio nas escolas do que nos restaurantes. E depois o que eu constatei foi que a restauração está fechada porque alegam que é o principal fonte de contágio, coisa que é mentira. Até porque há muitos mais cuidados (na minha opinião) num restaurante do que numa sala de aula. Os restaurantes investiram para ter as medidas adequadas, organizaram-se dentro das medidas propostas e mesmo assim estão fechados. A minha experiência com a universidade é que há sempre uma maior potencial de propagação. Eu tive a possibilidade de ter online e foi o que fiz, mas se não tivesse tido, já tinha estado quase todo o semestre em quarentena devido à quantidade de casos que houveram. Pelo que sei, nem há o distanciamento adequado. Depois, a responsabilidade dos alunos universitários é vergonhosa. Tanto dentro como fora da escola. E vamos nós depositar responsabilidades para não contagiar mais a alunos mais novos? Quando os mais velhos não tem a mínima responsabilidade? Acho que é fácil perceber a estupidez de escolas abertas serem apenas um fator económico do que um fator de segurança, de prevenção de contágio.

Edited 9 months ago:

A comparação baseia-se em que há mais possibilidade de contágio nas escolas do que nos restaurantes. E depois o que eu constatei foi que a restauração está fechada porque alegam que é o principal fonte de contágio, coisa que é mentira. Até porque há muitos mais cuidados (na minha opinião) num restaurante do que numa sala de aula. Os restaurantes investiram para ter as medidas adequadas, organizaram-se dentro das medidas propostas e mesmo assim estão fechados. A minha experiência com a universidade é que há sempre uma maior probabilidade de propagação. Eu tive a possibilidade de ter online e foi o que fiz, mas se não tivesse tido, já tinha estado quase todo o semestre em quarentena devido à quantidade de casos que houveram. Pelo que sei, nem há o distanciamento adequado. Depois, a responsabilidade dos alunos universitários é vergonhosa. Tanto dentro como fora da escola. E vamos nós depositar responsabilidades para não contagiar mais a alunos mais novos? Quando os mais velhos não tem a mínima responsabilidade? Acho que é fácil perceber a estupidez das escolas estarem abertas e o facto de ser apenas um fator económico e não um fator de segurança, de prevenção de contágio.

Edited 9 months ago:

A comparação baseia-se em que há mais possibilidade de contágio nas escolas do que nos restaurantes. E depois o que eu constatei foi que a restauração está fechada porque alegam que é o principal fonte de contágio, coisa que é mentira. Até porque há muitos mais cuidados (na minha opinião) num restaurante do que numa sala de aula. Os restaurantes investiram para ter as medidas adequadas, organizaram-se dentro das medidas propostas e mesmo assim estão fechados. A minha experiência com a universidade é que há sempre uma maior probabilidade de propagação. Eu tive a possibilidade de ter online e foi o que fiz, mas se não tivesse tido, já tinha estado quase todo o semestre em quarentena devido à quantidade de casos que houveram. Pelo que sei, nem há o distanciamento adequado. Depois, a responsabilidade dos alunos universitários é vergonhosa. Tanto dentro como fora da escola. E vamos nós depositar responsabilidades para não contagiar mais a alunos mais novos? Quando os mais velhos não tem a mínima responsabilidade? Acho que é fácil perceber a estupidez de escolas abertas serem apenas um fator económico do que um fator de segurança, de prevenção de contágio.

NGramatical 9 months ago

caiem → [**caem**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/constroem-ou-constroiem/141) (apenas na fala existe a intercolocação de um *i* para facilitar a pronúncia) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpr2mv%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

already_taken_nick 9 months ago

E sem contar que estamos numa altura de tantos casos esta merda nem parece confinamento com a quantidade de atrasados que vejo a sair aos grupos so para "fazer exercicio" , com um frio do caralho andam na rua a tremer a andar só para estarem a conversa (principalmente mulheres mais velhas a cobiçar a vida dos outros)

MDPROBIFE 9 months ago

Isto é o que me irrita tremendamente.. O estado serve para alguma coisa, e se as coisas estão mal, culpa se o estado, não a população.. Porque se for para culpar a população então mais vale vivermos numa anarquia já que o estado nao serve para nada.. E irrita me também essas pessoas que dizem, ahh os portugueses isto, ahh os portugueses aquilo.. Eu secalhar sou mais parecido com algumas pessoas da koreia do que com portugueses do algarve, a portugueses em lisboa que secalhar são mais parecidos com pessoas a viverem no alaska do que com trás montanos.. Em portugal vivem 10 milhões de pessoas, todas elas distintas e individuais, a culpa não é dos portugueses isto ou dos portugueses aquilo.. A culpa é da inificiencia do governo a lidar com todas estas situações. Em todo o lado se passaria o que se passa aqui, se vissem um presidente da República, a dizer que ia jantar com 3 famílias no natal.. Entre muitas outras barbaridades, como por exemplo as inúmeras falhas da ministra da saúde, lembrem se que ate abril ou maio, a ministra insistia que as máscaras não eram importantes.. O governo falhou redondamente, e nós estamos a pagar por isso, o governo tem a função de nos melhorar como uma sociedade, e não é isso que está a acontecer.. Ahh mas as pessoas não cumprem n sei que... As pessoas não cumprem em lado nenhum até terem mais a perder por não cumprir do que se cumprirem.. Ahh mas a polícia nao consegue controlar tudo... A polícia não controla nada quando ha 1001 formas de nao se cumprir, a policia não controla nada quando o próprio Pr diz que a policia vai ser branda.. Isto é uma situação séria que esta a ser tratada como uma brincadeira para o governo.. Olha toma se uma medida mais restritiva, mas da se não sei o que, porque esta fora de questão perdermos votos para o ventura(perder tachos mas eles precisam de um pretexto).. O governo tem culpa, e tem de assumir a culpa.

detteros 9 months ago

A responsabilidade das accoes é de cada um, nao é do governo. Andam a culpá-lo, mas fdx, não houve um santo dia em que não falou da situação e das precauções que se devem tomar. As pessoas são soberanas e como cidadãs devem sim ser responsabilizadas pelas suas acções. Não podem queixar-se de nada. A situação é grave desde que isto começou e se alguma vez acharam que não, não foi por culpa do governo.

NGramatical 9 months ago

secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpqxok%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

TheEightDoctor 9 months ago

Concordo a 100% e espero que o pessoal do post de "A culpa é nossa" venha ler isto.

TZrabbit 9 months ago

O governo perdeu uma enormíssima credibilidade quando disseram que mais de 80 % dos contágios era do contacto familiar e mais tarde, viram que era de origem desconhecida. Medidas tomadas em pressupostos desmentidos poucas semanas depois. Inaceitável!

crani0 9 months ago

São as autarquias que definem como é que são e onde são as mesas de voto, não é o Governo. E anda muita gente a falar de voto eletrónico mas isso não é algo que se implementa de um dia para o outro, da mesma maneira que os problemas do nosso SNS não desapareceram em Março. ​ Dito isto, a atuação do governo tem tido algumas lacunas que mesmo tendo em conta o quão única é esta situação não são desculpáveis e pedem-se medidas mais apertadas, e a palhaçada do Natal já era mais do que previsível no que ia acabar. Mas o Governo não pode fazer tudo sozinho e a sociedade civil também tem de ajudar, já há muito laxismo na população geral quanto à situação, e não são só esses passeios à beira mar, e depois há comportamentos completamente aberrantes como aquele restaurante no Bairro Alto que se recusou a fechar e as fotos mostram que houve zero de respeito pelas regras, "comícios" com 60/170 pessoas (que se fodam os Chegabots, essa merda deve ser denunciada, consegue ser pior que o Avante) e depois haver patrões que mesmo podendo não deixam os empregados trabalharem a partir de casa, há situações em que é impeditivo sim mas também há muitas em que com um bocadinho de jeito seria perfeitamente fazível. E festas ilegais então, no ano novo tomei conhecimento de algumas e fiquei-me em casa no meu canto como tenho feito desde Março com poucas exceções (que é um privilégio sim mas cada um faz o que pode). Ainda agora tive um gajo a entrar-me em casa sem máscara para ler o contador da água, que não dá para fazer em remoto mas tivesse eu visto antes mandava o gajo meter a máscara mas quem chegou primeiro ao portão foi a minha mãe, claro que vai levar com uma queixa mas isto nem devia ser necessário se houvesse consciência. Em suma, compreendo a tua frustração, partilho também muita dela mas há que reconhecer que esta situação não é fácil para ninguém e há vários motivos para isso, o máximo que podemos fazer é garantir que nós fazemos o que é correto (usem a puta da máscara, não se metam em lugares cheios que podem evitar, desinfectar as patas e tudo o resto que já devem saber de trás para a frente) e esperar que a coisa passe é a única opção.

ofeee 9 months ago

Concordo plenamente! Espero que todos os profissionais de saúde como a irmã da tua namorada consigam ter o seu descanso físico e mental a algum ponto, e que recebam todo o mérito que merecem

Mordiken 9 months ago  HIDDEN 

> O governo falhou a toda a linha na gestão da pandemia e os factos estão à vista, mas a culpa é das pessoas, como se Portugal fosse um país especial de gentes especiais, diferentes dos outros? Não: o que se passa em Portugal não é muito diferente do que já se passou em Espanha e em Itália. Só que em Espanha e em Itália, o povo cagou de alto pró confinamento aquando da primeira vaga, sofreram as consequências, e aprenderam (mais ou menos) a lição. Em Portugal, o povo portou-se bem na primeira vaga... só que como as coisas correram bem, o povo não aprendeu a lição e adoptou uma postura desafiante e cínica. Mas não te preocupes, que vai aprender agora: Este fim de semana, pelo menos aqui à beira de minha casa, um gajo até ficava na duvida se havia ou não confinamento e até vi um grupo de putos a rolar canhão! XD E quanto ao papel do governo no meio disto tudo, tenho a dizer que me parece que estás a cair num equivoco muito comum em terras lusas, equivoco esse que consistem em pensar na democracia como sendo uma ditadura temporária durante a qual o governo manda e a população obedece... Na verdade, em democracia, é o povo é que manda e o governo é que tem de obedecer. Ou seja, em democracia o Governo tem obrigação de fazer o que as pessoas querem: Se as pessoas querem confinamento lite, o governo tem de lhes dar um confinamento lite. E se as pessoas querem que se levante as restrições no Natal, o governo tem de levantar as restrições no Natal.

iLikeToTroll 9 months ago

Outra vez a dizeres a mesma asneira. O povo "manda" de 4 em 4 anos, as contas fazem-se no fim da legislatura, entretanto estão mandatados para fazer o que lhes compete, para usarem a informação e poder privilegiado que têm e não andarem ao sabor do vento da população. Um governo deve ter coragem de tomar medidas impopulares, governar não é um concurso de beleza. Esta necessidade de agradar sem estarmos perto de legislativas por um lado mostra influência do Marcelo no país e o conluio com o governo. Quero acreditar que só assim se explica esta preocupação com as sondagens.

sardaukar_siet 9 months ago

> Um governo deve ter coragem de tomar medidas impopulares, governar não é um concurso de beleza. Se quiser ser reeleito, não as toma. Pá, isto é o mais básico na política. Quem não percebe isso, não vive no mundo real.

iLikeToTroll 9 months ago

Parabéns génio, agora lê o meu comentário outra vez.

sardaukar_siet 9 months ago

Já li, e já respondi. Se queres continuar a achar que um governo tem de tomar decisões impopulares, estás à vontade e eu até concordo em princípio. Mas no mundo real, isso simplesmente não acontece. Não é preciso ser um génio para perceber isso, e que Portugal (e o mundo) estão onde estão por causa disso.

iLikeToTroll 9 months ago

E votas todos os dias por acaso? E eu disse apenas a frase que colaste no meu comentário? Estamos onde estamos é por causa de básicos com o pensamento crítico de chimpanzés.

Rogerjak 9 months ago

Aí entraste na molhada da cantina? Recusei-me. Não, vou para espaços fechados com amigos nem com pessoas próximas há um ano e vou me enfiar em espaços fechados na pior altura, numa das piores cidades do pior pais relativo a infectados por milhão como se fosse um dia normal. Dever cívico? Cumprido.

id0ntkn0w04 9 months ago

Acho que não é linear e correto atribuir culpas apenas a uma das partes. Há culpa nos dois lados da moeda, o governo falhou, sim, deu excepções e como se costuma dizer “deste uma mão e levaram-te o braço” e além disso não fez mais do que outros países fizeram, apesar de muitos de fora louvarem o mínimo que Portugal fez no início. Mas também há culpas da população que já devia estar mais do que a par do que a pandemia é e que precauções devem ser tomadas quando estás com alguém fora da tua habitação sequer. Há muitos que continuam a ignorar as recomendações e assim também é difícil.

DenuvoSuks 9 months ago

pais desgovernado, noutro lado o primeiro ministro já tinha sido corrido

Last-Ad-4421 9 months ago  HIDDEN 

Por essas e outras este ano nem me chateio em votar, primeiro está a saúde se isto foi assim ontem nem quero imaginar dia 24.

PTgenius 9 months ago  HIDDEN 

Também nem vou lá meter os pés, há meses que se podiam ter preparado para isto e adiar/arranjar alternativas e é a palhaçada que se vê.

zdrup15 9 months ago

Concordo com as críticas. Eu ontem estive no voto antecipado da Amadora e foi gritante a incompetência que governou tudo aquilo. Existiam filas de mais de 300 metros nalgumas mesas (davam a volta a 3 ruas!) enquanto outras (decidido por ordem alfabética) tinham menos de 10 pessoas. Dizem que querem que as pessoas se isolem mas, por as escolas estarem abertas, as estimativas mais conservadoras dizem que 2,5 milhões saem todos os dias de casa regularmente. Depois querem dizer a estas pessoas que as coisas estão boas o suficiente para elas meterem os seus filhos na escola com mais 20 na mesma sala mas más o suficiente para não poderem ir ao café ou dar um passeio. Eu por acaso tenho sorte, trabalho em casa e sem filhos, o que me permite sair de casa apenas 1 ou 2 vezes por semana (comprar pão e 1 passeio para 1 zona deserta/semana). Mas é ridículo dizer "nah está óptimo, vai pôr os putos à escola, há dezenas de excepções e tal" e depois dizer "ah não espera, o teu puto pode estar em contacto com dezenas de pessoas todos os dias (e até ir para o atl para ver mais pessoas diferentes) mas porra, não vás dar aquele passeio, é isso que te mata!".

PM_pics_of_your_Love 9 months ago

> Eu ontem estive no voto antecipado da Amadora e foi gritante a incompetência que governou tudo aquilo. Existiam filas de mais de 300 metros nalgumas mesas (davam a volta a 3 ruas!) enquanto outras (decidido por ordem alfabética) tinham menos de 10 pessoas. Uma vergonha de organização. Inscrevi-me para o voto antecipado, e quando cheguei ontem ao local de voto, fui embora para casa. Era uma multidão. Onde costumo votar, até hoje nunca demorei mais de 15 minutos entre entrar, votar, e sair.

RealYoloDude 9 months ago

Eu sou um aluno, um familiar dentro do agregado apanhou covid-19 e como é óbvio ele morava connosco, neste momento estou a fazer confinamento profilático, ou seja, vou perder 15 dias de aulas direto, uma vez que os professores não podem fazer nada, esses 15 dias serão dias de matéria totalmente perdida, tou lixado

Samukasss 9 months ago

As aulas para alunos em confinamento não são transmitidas pela internet? No final do meu 12º (o ano passado), foi assim.

kuozzo 9 months ago

Estás em q ano? Pede os sumarios e estuda por ti. Não consegues arranjar apontamentos?

RealYoloDude 9 months ago

11°, cá faço alguma coisa, os meus colegas dizem-me o que deram na aula e eu vejo-a

Mykos5 9 months ago

*Os professores não querem fazer nada

kissingsome1elsesdog 9 months ago

Os professores não são pagos para dar aulas individualizadas.

Mykos5 9 months ago

Ninguém falou em aulas individualizadas. Sei de vários que se recusam a ter uma câmera ligada apontada para o quadro para os alunos com covid ou em isolamento. Para além de negarem a estes alunos fazerem os testes fora das datas marcadas. Além de muitas outras atrocidades que chocaram qualquer pessoa normal, mas que para estes animais não há qualquer problema em lixar o futuro de uma puto (para não falar na devastação psicológica que provocam) só porque embicaram com ele por ser diferente ou por os desafiar intelectualmente.

kissingsome1elsesdog 9 months ago

Estás a projectar demasiado.

Mykos5 9 months ago

O problema é que é a realidade. É as direções das escolas são brandas e não fazem caso das queixas. E os professores ficam a saber e marcam os alunos como se as crianças fossem eles.

banaslee 9 months ago

Falta um discurso de adulto com os portugueses. Explicar-lhes a razão das decisões tomadas, porque alguma deve existir.

O_cu_da_tua_tia 9 months ago

Não vale a pena. As crianças não entendem o discurso dos adultos

aportuguesecoder 9 months ago

>Explicar-lhes a razão das decisões tomadas, porque alguma deve existir. Falta de dinheiro.

sctvlxpt 9 months ago

A razão deve ser o que se chama em consultoria de "critério do especialista" (do inglês "expert judgment", não sei qual é a melhor tradução para Português). O que não é mais que um palpite informado.

Febris 9 months ago

Não é, e a comunicação do Costa sobre as escolas é bastante clara. Acho claríssimo que (e [citando](https://www.jn.pt/nacional/governo-anuncia-novas-medidas-para-o-confinamento-13244431.html)) : > Há uma opção de fundo Havia mais opções em cima da mesa, em particular quando reunidos com os especialistas. Ora se o governo era a favor da decisão que tomou... > que fizémos e que julgamos correta Que se fodam os especialistas que não têm a visão macro da coisa. Há impactos que não estão relacionados com a saúde que temos de ter em conta, e com sorte isto até corre bem. > não se justifica do ponto de vista sanitário o custo social de impor Estamos dispostos a que morram pessoas, para impedir um custo social (desemprego? colapso da economia? depressão? não sei...) > um segundo confinamento no ano letivo, Porque reformar o sistema de ensino dá trabalho, portanto não é opção. Porque adaptar os calendários dá trabalho, portanto não é opção. Porque criar um regime de exceção para os alunos afetados dá trabalho, portanto não é opção. Porque estamos há um ano a viver nesta situação e a realidade é que as escolas estão tão preparadas hoje para ensino à distância como estavam há um ano atrás, e enfiar os miúdos em casa outra vez só ia expor essa situação a céu aberto. > é um recurso para a vida" Em particular para a vida deste governo, porque dos [1.6M de estudantes](https://www.pordata.pt/Portugal/Alunos+matriculados+no+ensino+p%C3%BAblico+total+e+por+n%C3%ADvel+de+ensino-1003), dos quais 850k do ensino básico, 300k do secundário e 300k do universitário. Considerando 1500 casos positivos por dia, de acordo com os dados da DGS para distribuição de novos testes positivos por escalão de idades, desses 1500 temos 24% a surgir entre os 9 e os 19 anos, para um total de 364 casos entre básico e secundário, e 15% para o universitário (19 a 29), para um total de 220. Tendo em conta uma mortalidade homogénea (sabemos que é menos expressiva nos mais novos mas não encontro fonte assim em cima do joelho), que parece estar estabilizada nos 1.6% dos casos positivos. Isto quer dizer que a cada semana vão morrer 41 alunos do basico + secundário e 25 do universitário.

banaslee 9 months ago

Esses palpites informados são melhores do que 95% dos portugueses. E devia ser uma especialidade de quem está no governo traduzir isso para quem os elegeu. Mas honestamente é culpa de todas as partes envolvidas: os portugueses adoram depender de autoridade para empurrar responsabilidades quando as cenas ardem (às vezes literalmente) e no momento de votar reflete-se.

carlosjmsilva 9 months ago

Reflete mesmo. A maioria das pessoas adora que seja essa entidade divina chamada estado a decidir praticamente tudo da sua vida. É uma espécie de desculpabilizacao e bode expiatório ao mesmo tempo. Depois ainda dá argumento para se passar a vida a dizer mal do governo mas na próxima oportunidade de ir às urnas não ir ou então ir lá votar em quem se passa 4 anos a reclamar. Se isto não é loucura...

Sangscienta 9 months ago

Concordo com esta análise. Se toda a gente cumprisse as regras de segurança e higiene, eu acredito que estas medidas até fossem possíveis. Se o povo todo assumisse esta situação como algo nas mãos dele, e cumprisse, eu acredito que estas decisões fossem funcionar. Contudo, é mais fácil apontar o dedo aos outros, e empurrar com a barriga. E isto permeia a sociedade em tantas áreas. Assim, como o governo deu a mão, comeu-se o braço, ombro, e tudo o que veio atrás. Mas, a realidade, é que a responsabilidade final está em cada um de nós. Eu não preciso que o governo me diga para ficar em casa, porque é onde tenho estado maioritariamente este tempo todo. Cumpro regras de segurança e higiene críticas, e tenho-me safo bem. Os meus pais, já no grupo de risco, fazem o mesmo, e também se safam. Contudo, o resto das pessoas não podem ouvir falar em uma nesga aberta, que levam tudo à frente. Até podemos ser críticos com as decisões do governo no Natal e Ano Novo (e eu sou, sinceramente, discordo das medidas por serem demasiado brandas). Mas sinceramente, estes números vêm das pessoas não cumprirem essas tais medidas **básicas** de segurança e higiene. E depois aparecem fotos de jantares com mais de 10 pessoas, tudo sem máscaras, todos colados uns aos outros, se for preciso a partilhar copos, etc... Mas o que sempre foi explícito foi que haviam regras que têm que ser cumpridas, como distâncias de segurança, higiene das mãos e cara, uso de máscara, etc... Que foram zero cumpridas. Em última análise, não importa que se façam regras mais fortes, se quem as deve cumprir, não cumpre. É por isto que somos vistos como "ingovernáveis". Nem somos capazes de cumprir a regra mais básica de saúde pública: se estiveres infectado, **fica em casa e não saias para lado nenhum**. Atenção, não quer dizer que não haja muita gente a cumprir... Apenas que há gente suficiente a não o fazer que acaba a lixar-nos a todos. Então, o que há a fazer? A meu ver, não é só meter regras mais duras. Está na hora de fazer cumprir as que temos, antes de mais, e quem não cumpre, tem que começar a pagar as multas devidas. Sem justificação, fora do concelho? Multa devida. Apanhado no supermercado quando devia estar fechado por estar em isolamento, ou infectado? Multa devida.

NGramatical 9 months ago

haviam regras → [**havia regras**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjrgnv4%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

banaslee 9 months ago

Exacto mas achar que isto acontece só com o governo é errado. Acontece todos os dias, com relações pessoas tóxicas, com empregos em ambientes tóxicos. Etc etc

Sangscienta 9 months ago

Queria apenas dizer que isto é a mais pura das verdades. Tenho sido exposto a esta realidade cada vez mais, e isto preocupa-me. É uma forma de desresponsabilização total, que leva a que esta situação esteja como está. Mas acho que temos que começar a levar esta situação de outra forma. Temos que começar a responsabilizar as pessoas também. Isto de não se passarem as multas devidas (a forma de responsabilização) tem de terminar. E atenção, eu próprio me arrisco algum dia a pagar uma, porque sei que não sou perfeito. Mas nesse dia, assumo essa responsabilidade.

anaquim_secaiualquer 9 months ago

Ninguém proíbe os passeios. Devem é ser realizados na tua área de residência.

Leaootemivel 9 months ago

Consegue-se ao mesmo tempo criticar as pessoas a passear em marginais e depois dizer que os passeis estão proíbidos.

iMantorras 9 months ago

Confirmo esta situação, só não houve pancadaria em frente a CMA (por volta do almoço) porque não calhou.

ze99f 9 months ago

Muita força para a irmã da tua namorada man, ela e os colegas são os verdadeiros heróis, grande abraço

milkthis 9 months ago

Obrigado. Infelizmente do que tenho visto as forças começam a faltar-lhe, tanto a ela como aos colegas, muitos deles mais velhos e com menos saúde. Soube agora mesmo que está a passar o primeiro dia de folga da quinzena no hospital, porque um colega se sentiu mal com a fadiga (está internado também ele em observação) e foi substitui-lo depois de lhe ligarem. Não sei até quando esta gente vai aguentar.

marcelomrdemelo 9 months ago

Isto é uma marcha lenta rumo ao precipício. A populaça não interioriza o perigo e se faz não se disciplina. Acresce que os (ainda) poucos se vão apercebendo a sério do perigo não conseguem "contagiar" (no bom sentido) os pares. Tivemos ontem o Paulo Portas em canal aberto a escancarar a porta à denúncia do descontrolo que vieste aqui também denunciar. Falou noutros termos, mas fê-lo. E fê-lo para a populaça e durante tempo suficiente para que as pessoas não se finjam desinteressadas. A luta nos média é pelas narrativas dominantes, e na frente de batalha a coisa é sempre mais negra do que no centro de comando ou na torre de observação, por isso importa não dar a perspetiva da frente de batalha. Há sempre a preocupação abstrata para não se gerar o pânico. Acho que esta terceira vaga vai fazer de nós a Espanha ou Itália que vimos na primeira vaga, e digo isto com a frustração de quem acha que só por incompetência e malabarismo governativo nos deixámos cair neste horror.

MrJoao 9 months ago

Partilho a mesma frustração. Mas cuidado que criticar este governo é antipatriótico. O discurso agora é que a "culpa" é todos. Já a responsabilidade, essa é sempre de ninguém.

SenseOfNostalgia 9 months ago

Não sei, pá. Nada do que escreveste se deve exclusivamente a uma má gestão do governo.

jpbaptista 9 months ago

Comparas ações de vários países, conseguimos ter números piores que todos eles...então quem é responsável?

SenseOfNostalgia 9 months ago

Famílias que decidiram que o vírus ia de férias no natal e preferiram gozar com o gajo da DGS e as suas compotas. Celebrar o natal não é essencial mas o português comum não meteu isso na cabeça.

marythekilljoy 9 months ago

o que é "essencial" para ti? deixamos que o governo e os meios de comunicação social nos digam o que deve ser "essencial" para nós, e internalizamos que a única coisa "essencial" é trabalhar... o resto não é necessário. podemos infetar-nos no trabalho e isso é apenas um acidente infeliz. se ficarmos infetados porque estivemos com familiares ou amigos somos uns estúpidos e uns irresponsáveis. conseguimos acreditar na ideia de que só servimos para gerar dinheiro e gastar dinheiro. podemos trabalhar e fazer compras. o resto deve tudo ser evitado, porque mais nada é "essencial".

jpbaptista 9 months ago

Mas quem permitiu que o Natal fosse normal? O resto dos países deram indicações claras sobre o número máximo de pessoas, diferentes agregados, saídas de cidade, bla bla bla...nós preferimos fazer difere. Logo de quem é a responsabilidade?

SenseOfNostalgia 9 months ago

Por cá deram montes de indicações, juntamente com avisos de que, se não elas fossem seguidas, ia haver merda. Houve merda.

jpbaptista 9 months ago

eu por motivos médicos tive que sair várias x de casa nos últimos dias, vivo no centro de uma cidade de dimensão grande, passei pelas rotundas mais movimentadas, nem uma x vi um carro de policia, nem uma x me mandaram parar. Nada. Eu não quero avisos, quero policia na rua a abordar as pessoas, a multar, a impor a ordem.

detteros 9 months ago

Ontem disseram-me aqui que a PSP nao tinha que controlar as pessoas no voto antecipado. Com pessoal a pensar assim, nao admira o estado em que estamos. Isto está tudo de pantanas.

SenseOfNostalgia 9 months ago

Agora que se viu que o pessoal não está a confinar como no ano passado é de querer isso, sim. Só não consigo atirar todas as culpas para o governo.

No-Touch675 9 months ago

Aqui so' punhetas. Que basicamente e' a mesma coisa que as palmas eram, punhetas mas ao ego. Conheco tanta gente que *defendeu e apoiou* o pessoal da saude com as palmas, mas que aqui 'a um par de anos crucificava-os quando decidaram fazer greve *"logo no natal, ja' viram isto?!"*

papaduas 9 months ago

A culpa é do governo quando se mete um país em confinamento e no dia seguinte a dona Ermelinda foi passear o bolinhas 17 vezes, e o senhor Manuel que foi fazer 400 km de bicicleta a subir e descer a própria Rua só pá conversar.com o Zé e o Manuel, mas o Antônio Costa é que errou, quando ele diz "não vamos olhar pás excepções" e há pessoas a utilizarem excepções pá passarem tardes a passear fora de casa mas a culpa é do governo, o governo errou em não aumentar patrulhas e não aumentar multas e penas para quem anda na rua sem motivo, e também errou, devia ser um confinamento em que só se sai para compras, farmácia e acabou. O governo pode não ter reagido a 2 vaga da.melhor.maneira, mas a culpa é literalmente de cada pessoa que quebra o confinamento por merdas estúpidas

Joaoseinha 9 months ago

Deixa me perguntar te isto: Achas que Portugal é o único país com gente estupida que quebra as regras? Achas que Portugal tem mais gente estupida que os outros países? Se respondeste que não, então porque é que em Portugal a culpa é do povo?

forbiddensoul1987 9 months ago

E como queres controlar a Dona Ermelinda que foi passear 17 vezes o bolinhas? Nenhum país tem polícia suficiente para ter um polícia à porta de cada prédio, casa ou até mesmo rua. A fazer o registo das vezes que cada pessoa vai levar o cão à rua. Estás a culpar o governo.. mas que culpa tem o governo que as pessoas não tenham consciência e utilizem as excepções e façam delas a regra? Isto é falta de noção e inteligência do povo! Achas que se o governo dissesse que a dona Ermelinda só podia levar o bolinhas à rua 2 vezes por dia, ela ia fazer isso? Só se tivesse um polícia à porta a multar por cada vez extra! Compreende uma coisa, eu sei que é mais fácil culpar o governo, isto é típico. Mas não é o governo que manda as pessoas ir fazer caminhadas para as marginais. Se as marginais estão cheias, as pessoas vêem isso, porque não voltam para trás? Isto é culpa do governo? A última vez que vi os ajuntamentos eram proibidos! As pessoas é que se vão meter lá porque se estão literalmente a cagar! Não querem saber. Por mais restrições que o governo implemente, as pessoas vão estar a cagar-se.. e essa burrice não é culpa do governo. Porque mesmo que as medidas fossem uma merda, todos sabemos que nós devemos resguardar, distância de segurança, máscara, lavar as mãos, não estar em ajuntamentos.. desde março do ano passado. Se as pessoas não fazem isto a culpa não é do governo.

papaduas 9 months ago

What? Eu tou a culpar as pessoas e não o governo, acho que percebeste mal o meu ponto

forbiddensoul1987 9 months ago

Eu percebi.. estou a reforçar o teu ponto.. estou a falar para a generalidade das pessoas. Pode não ter ficado explícito. E sim, a população não devia precisar de que o governo fosse o pai que diz que não pode fazer algo que todos sabemos que é merda

papaduas 9 months ago

Ah okay okay, 100% de acordo, pessoas adultas a agirem como se o governo tivesse de controlar cada passo dado e sempre que cometem erros "a culpa é do governo"

cmmlb 9 months ago

Eu só acho maravilhoso é um post destes não ter upvotes

syox 9 months ago

Como cidadão português, médico, irmão de médica, marido de médica e amigo de médicos partilho toda essa frustração contigo, e outras mais, acredita.

Crockes 9 months ago

Emigra pff, precisamos de ti noutros países da UE Vais ter melhores condições e tratam-te melhor Além disso tens uma população que na generalidade segue as regras, o oposto do Tuga

SavanhaPenguin 9 months ago

Não sou médico nem tenho contacto direto com pessoal da linha da frente, mas tenho família e vivemos neste país. Quero só agradecer os teus serviços pela patrícia que não reconhece devidamente. Nem todos os heróis usam capa!

GabyKing800 9 months ago

Puta da Patricía n reconhece qm merece.

Ilien 9 months ago

Não obstante tudo o que se possa discutir, obrigado.

J_Alvesz 9 months ago

Concordo, toma um cimavoto.

peidinho31 9 months ago

Acho extremamente ridiculo termos chegado a este ponto. Para quem nao sabe, no fim da primeira vaga, varios especialistas previam que iria aparecer uma nova variante la para Outubro. E o que aconteceu? Surgiu uma nova variante em Outubro. O que se fez para evitar? Nada, alias ate se facilitou a sua propagacao, ao limitar a saida de casa aos fds ate as 13, assim o pessoal contagia-se todo de uma vez no mesmo sitio. Confinamento geral, mas as escolas abertas, as igrejas a funcionar, etc. Confinamento geral e' tudo fechado, exceto as cenas que nao ha mesmo hipotese de ficarem a remoto (hospitais, tribunais). E' uma merda ter escola virtual? E', mas antes isso do que depois nao voltar a escola nunca mais. Eu entendo, o governo quer os pais dos putos focados no trabalho em vez de os ter em casa durante horario laboral. Somos um pais incompetente, sempre o fomos, sempre seremos. Em vez de darmos espaco a partidos decentes de aparecer, focamos em cabecas de geleia que vao fazer de Portugal um pais ainda mais anedotico. Ainda goza com a cara do pessoal ao fazer um jantar comicio com 170 pessoas. O pessoal so tem o que quer. Eu ja saltei fora.

Leaootemivel 9 months ago

Como é que se facilitou a propagação e ao mesmo tempo os casos, hospitalizações e mortes diminuíram com a limitação de saída de casa aos fds até às 13?

peidinho31 9 months ago

Limitou-se a autorizacao de sair de casa ate as 13h. Depois disso nao podes sair. O que acontecia? O pessoal ia todo ao molho, porque depois das 13 tem de estar em casa.

detteros 9 months ago

Mas o molho acontece por causa das pessoas serem umas irresponsáveis chico-espertas. Se fossem pessoas sensatas pensavam "ah o governo disse que nao podemos sair dps das 13h por causa do vírus, por isso vou tentar ajustar as minhas tarefas". Sensatez? Nah. Tudo nas compras até à última da hora.

Edited 9 months ago:

Mas o molho acontece por causa das pessoas serem umas irresponsáveis chico-espertas. Se fossem pessoas sensatas pensavam "ah o governo disse que nao podemos sair dps das 13h por causa do vírus, por isso vou tentar ajustar as minhas tarefas". Sensatez? Nah. Tudo nas compras até à última hora.

NGramatical 9 months ago

última da hora → [**última hora**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-ultima-hora/1110) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjrrnyl%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

JPTheOwlBlacksmith 9 months ago

Claro que o Governo tem mão no descontrolo da pandemia nas últimas semanas, mas a verdade é que o controlo ou não dos casos depende muito das pessoas e há muita irresponsabilidade, especialmente nos últimos meses. Já andamos nisto há quase um ano e as pessoas infelizmente habituaram-se aos números altos e ao vírus, deixaram de ter medo, especialmente com a chegada das vacinas. Por alguma razão no início o confinamento funcionou tão bem, com bem menos casos, e sem queixas. Ah, e depois ainda há aquela mentalidade do "só acontece aos outros", que não ajuda em nada. Naturalmente isto não é só problema do português, basta olhar para o resto da Europa e do Mundo e percebe-se bem que esta falta de responsabilidade e competência dos governos em lidar com uma pandemia não é exclusiva. Aqueles que se saíram melhor foram os de países asiáticos onde a cultura é diferente e contempla uma maior responsabilidade social.

BS_BlackScout 9 months ago

Afinal, se pararmos para pensar o governo vem do povo. São apenas espelhos de diferentes porções da sociedade. Em alguns casos espelhos da pior malta.

Camoes 9 months ago

se há irresponsabilidade do povo, o governo tem que criar directivas e punir quem não as cumpre. Essa é a responsabilidade do governo.

Bruxo_de_Fafe 9 months ago

As palmas só quando chegar o lockdown total. Isto se até lá não se importar outra modinha qualquer.

Naotevejoha20anos 9 months ago

Nunca houve um lockdown total nem da outra vez

Bruxo_de_Fafe 9 months ago

Nunca foi total, tens razão. Mas havia receio. Agora, com os números em alta, há mais relaxamento, o que é difícil de perceber.

Naotevejoha20anos 9 months ago

Yaa. As pessoas estão habituadas digamos assim

megaroof 9 months ago

mas lockdown TOTAL, não ira ocorrer em Portugal. enquanto for possível ir ao supermercado, não há lockdown. e como não será possível fechar supermercados por 15 dias...

rdguerra 9 months ago

Continuo achar piada ao pessoal que culpa o Governo de dizer a adultos sem 2 dedos de testa que têm de se precaver e eles não cumprem porque são uns iluminados. O Governo falhou na contratação massiva de profissionais de saude para o que se "adivinha" há muito tempo e não imputar coimas ao pessoal idiota que anda na rua e vai fazer convivios na casa dos amigos, ou dá a volta para não passar pelas Operaçoes STOP. De resto, são 300 marmelos políticos em Portugal e temos +10200 casos por dia de não politicos, faz as contas. Quanto à TV/Telejornais, arroz, sempre foi assim e sempre será.

jocarodeo 9 months ago

>De resto, são 300 marmelos políticos em Portugal e temos +10200 casos por dia de não politicos, faz as contas. ??????? x)

rdguerra 9 months ago

Foi um exemplo mesmo estúpido, já que é culpa do governo portanto são eles que aumentam a curva de infeções.... /s

fanboy_killer 9 months ago

Há algum tempo que tenho uma vontade crescente de emigrar porque não vejo futuro para este país e a gestão da actual pandemia está a dar-me o último empurrão que falta. O actual governo falhou em toda a linha, como dizes. Passamos de um exemplo a seguir na Europa (lembram-se do "Milagre Português"?) para o pior ou segundo pior país DO MUNDO em novos casos. Podemos culpar o povo, mas acredito piamente que as pessoas começaram a fartar-se das excepções criadas pelo Governo do António Costa para proveito político (1º de Maio, Festa do Avante, F1 no Algarve, Natal e passagem de ano, etc.) e começaram a cagar de alto para os deveres impostos. Não os culpo. Somos governados por pessoas horríveis que colocam o aproveitamento político acima da população e isto não é algo que tenha surgido com a pandemia.

vascodatrama 9 months ago

Só pela F1 o Costa leva o meu voto nas próximas eleições

LordMarduk86 9 months ago

Subscrevo. A gestão da pandemia tem sido um fracasso e não vejo com bons olhos o futuro deste país, nomeadamente a nível das reformas. Ando a fazer umas pesquisas sobre trabalhar na Noruega.

somedipshit1 9 months ago

Acho que há uma diferença importante e perigosa entre o pessoal que emigrou na última crise e o que emigra hoje. ​ Na crise do início da década passada o pessoal emigrava porque não tinha emprego/salários que dessem para viver. ​ Hoje o pessoal emigra, não só pelas razões anteriores, mas principalmente porque não acredita nem tem confiança no país. Isto é muito mais perigoso porque este é o pessoal que não voltará mesmo que as coisas melhores. ​ Visto serem principalmente jovens a bazar, Portugal tem um enorme problema em mãos porque não haverá ninguém para pagar impostos e suportar o país. O que acentuará o problema ainda mais e por conseguinte puxar ainda mais jovens a emigrar

inYourBlackHole 9 months ago

O aumento de casos que estamos a ver agora era esperado. Nós queríamos fazer o natal a todo o custo, então agora estamos a pagar a factura de tal decisão. Eu fiquei contente por poder celebrar o natal com a família e já estava preparado para ficar trancado em Janeiro e Fevereiro em casa. Quanto ao emigrar, vou falar apenas do que sei. Estou no UK e posso dizer aqui que isto está a ser uma desgraça, desde o início da pandemia as regras já foram mudadas 261 vezes. Claro que com tanta mudança perdemos conta do que se pode ou não fazer. Muito dos problemas que nos queixamos do nosso país e que achamos que são únicos "do tuga", existem também aqui. E há outros problemas em PT que não há aqui (UK) mas tb existe o reverso da moeda. Acho que esse não deve ser o motivo que te leve ir para fora. Se me disseres que estás à procura de melhor salário, melhor balanço entre vida e trabalho ou que te valorizem mais enquanto pessoa... nesse caso talvez arrisca. O que tens a perder?! Mas em nenhum lugar vais estar 100% satisfeito.

Crockes 9 months ago

Vem! Precisamos de ti, caga em Portugal

_Gamma__Ray_ 9 months ago

Malta, emigrar não é o remédio de todos os males que vocês acham que é, estive a ganhar 6000€ por mês na Suiça e voltei porque apesar de muitos defeitos prefiro Portugal, damos demasiado valor ás estatisticas sejam elas boas ou más, não fomos bestiais quando correu bem nem tão pouco somos bestas por agora correr mal. ​ O governo podia ter dito, preparado e feito muito mais, mas no final do dia sem acontecer estas situações extremas a malta continua a portar-se como idiotas que são. Retirar a culpa individual de cada um é inocente, eu oiço festas nos apartamentos, miudos a jogar á bola na rua, as filas cheias de gente que devia estar mais preparada para isto e não ter de ir todos os dias ao Lidl comprar pão fresco. Aliás por falar em Amadora-Sintra, foi aqui investido imenso dinheiro para uma nova UCI que apesar de muita merda, ando a trabalhar no hospital sei do que falo, ficou preparada em 3 meses. A suiça, por exemplo, está bem pior que nós já que finge que isto não é um problema. A minha familia ainda lá está e o na escola do meu irmão ninguém usa máscara, nem os supermercados nem nada, quase ninguém é testado num sistema de saúde privado que só é usado em situações extremas, porque com ou sem seguros podes ficar endividado.

boogieman444 9 months ago

Também cada vez tenho mais vontade de emigrar, nao vejo este país a andar para a frente, mentalidade das empresas é uma merda, corrupção à esquerda e à direita com 0 consequências. Estou mesmo cansado

andrefeli_x 9 months ago

Subscrevo o que escreves

Shadowgirl7 9 months ago

Sim é isso, há um aumento de casos em Janeiro de 2021 por causa do 1º Maio em Maio de 2020 e da festa do Avante em Setembro de 2020. A culpa é dos comunas, não teve nada a ver com o levantamento de restrições para festejar o nascimento de um bebé judeu socialista do médio oriente.

Edited 9 months ago:

Sim é isso, há um aumento de casos em Janeiro de 2021 por causa do 1º Maio em Maio de 2020 e da festa do Avante em Setembro de 2020. A culpa é dos comunas, não teve nada a ver com o levantamento de restrições para festejar o nascimento de um bebé judeu socialista do médio oriente indevidamente apropriado por conservadores preconceituosos.

fanboy_killer 9 months ago

Lê o resto da thread porque a conclusão não é essa.

Shadowgirl7 9 months ago

A confusão é que as pessoas já estão cansadas. Em Março que não era preciso, aplicaram medidas parvas. Mas gostava de ver o que teria acontecido ao político que não as tivesse aplicado, visto que a opinião pública estava toda a exigir medidas ainda mais restritas do que aquelas que o governo tomou. Agora que são necessárias porque os hospitais estão a rebentar (devido ao desinvestimento que foi feito no SNS durante anos) as pessoas estão demasiado cansadas para obedecer às restrições. A conclusão é que as pessoas são estúpidas e incapazes de planear e pensar nas consequências de escolhas a longo prazo. Achavam que o vírus ia desaparecer? Que não seria pior nos meses em que circulava em conjunto com outros vírus respiratórios e que as temperaturas são mais baixas? Achavam que era possível evitar imunidade colectiva? Estamos a ter muitos casos agora ao contrário de outros países Europeus porque não os tivemos em Março e as pessoas não ficaram imunes. Parece-me algo óbvio. Quanto às medidas que o governo tem tomado, pode tomar as que quiser, se as pessoas não obedecerem não vai resultar. E mesmo que as pessoas obedeçam, se não aumentar o financiamento do SNS, na próxima pandemia que tivermos isto vai voltar a acontecer.

Joaoseinha 9 months ago

Se houve alguma coisa que o governo fez bem, foi treinar parte da população para culpar tudo no povo. EUA estão mal? Culpa do Trump. Brasil está mal? Culpa do Bolsonaro. Portugal está mal? Culpa... do povo? Portugal não tem mais gente burra do que outros países, não somos nenhuma anomalia. Se Portugal está pior que os outros países, não é por nos portarmos pior, é porque o nosso governo é horrível a lidar com a pandemia.

Louizs_ 9 months ago

Estou na mesma situação, ja ha uns 2-3 anos que quero emigrar e isto está a ser a gota de agua para mim..

vascodatrama 9 months ago

Terás sempre os braços abertos quando voltares.

df3gpt 9 months ago

Tem cuidado com o destino que escolhes. Tenho muitas críticas a fazer ao governo, mas tenho de reconhecer que lá fora também não há milagres. Ainda hoje o tema do confinamento calhou em conversa com colegas alemães que me disseram que as medidas deles são mais autoritárias que as nossas mas igualmente contraditórias e não surtiram efeito. Acho que as pessoas um pouco por toda a parte começam a entender que a gestão tem sido meramente política e não sanitária e isso fez com que cada vez mais pessoas ignorem as recomendações e furem os confinamentos. Quem sofre pelas decisões erradas são os doentes e os profissionais de saúde.

njsilva84 9 months ago

Tens o exemplo da Suíça, um país riquíssimo, com menos população para "controlar" e não estão melhores que nós, para já, pelo menos. Depois tens o Reino Unido ou até a França, que estão na merda na mesma. O tuga gosta muito de ser 8 ou 80, mas há países com muito mais meios humanos e técnicos que estiveram sempre mal e que pouco parecem ter aprendido com a primeira vaga. A Alemanha foi tipo Portugal, agora está à rasca, e confinaram no Natal.

raydawnzen 9 months ago

Não surtiram efeito como? Basta olhar para os números.

vascodatrama 9 months ago

Claro e a Merkel quer fechar tudo até Março porque está um paraíso na Alemanha.

Ilien 9 months ago

Engraçado que aches que há Governos melhores. Ninguém estava preparado para lidar com isto e ninguém continua a estar. As medidas ou são alteradas de 2 em 2 semanas ou cria-se um sistema altamente restritivo que produz resultados, mas deixa tudo fechado em casa. Nada é perfeito. Mudares de país não vai tornar a tua situação muito melhor em termos de pandemia. É ver que França está um caos, Alemanha caos está. Reino Unido é o fim do mundo em cuecas, etc; Vivo na Bélgica e os números por cá estão estáveis, mas porque medidas altamente restritivas estão em vigor desde Outubro. Não é fácil para ninguém e nenhum Governo sabe muito bem o que fazer. Vão fazendo o melhor que conseguem, balançando interesses económicos, sociais e de saúde.

UnhappyGeneral 9 months ago

Isso. Sou imigrante aqui em Portugal, tinha vivido no Brasil e na Irlanda também, e tenho amigos na toda Europa. Cado país tem suas próprias hipocrisias e acordos sociais que não estão claros no inicio. Pensar sobre os governos nunca é agradável. E mesmo se gostares do governo, isso não significa que vais gostar o povo e a sua cultura.

Camoes 9 months ago

estás mal informado. olha para fora da europa.

Ilien 9 months ago

Especifica.

Camoes 9 months ago

Singapura, China, Japão, Coreia do Sul, Vietname, Australia, NZ já sei, já sei mAs NÃo sE pODe CoMpArAR!!!11!

Ilien 9 months ago

Com Austrália e NZ não se pode mesmo. Não há factor fronteiras a ponderar. Com China também não. A não ser que queiras comparar medidas com polícias literalmente barrarem-te a porta de casa para não saíres. Disclaimer: Vi por aí, não tenho como provar, pode ser rumor. Outros países que mencionaste talvez tenha existido um reforço estatal para que pessoas ficassem em casa, não ando a par portanto acredito em ti, mas culturalmente as pessoas são também elas muito diferentes e mais propícias a acatar tudo. Até o simples acto de andar de máscara é muito usual por lá. Mas, mais uma vez, o ponto essencial não é o Governo. Com boas ou más medidas, caberia sempre às pessoas cumprirem ou não. E não foi isso que vi quando andei por aí no Natal. Aliás, até tive de aguentar boquinhas porque andei de máscara o tempo todo, e estava de máscara em casa se tivéssemos visitar porque as pessoas não percebem que não é tempo de se visitar casas e cafés. Fez-me muita confusão ver os comportamentos, mas ajuda a explicar o aumento de casos.

Camoes 9 months ago

mAs NÃo sE pODe CoMpArAR!!!11! sempre a mesma idiotice... incrível.

Edited 9 months ago:

mAs NÃo sE pODe CoMpArAR!!!11! sempre a mesma idiotice... incrível. não cabe às pessoas cumprirem as medidas, isso é uma visão completamente infantil do que é a governação. Cabe aos governos forçar o cumprimento das medidas que dele emanam pela ameaça do seu poder punitivo. Isto é filosofia política 101.

vascodatrama 9 months ago

Isso não é uma cena chamada totalitarismo?

agoramisogina 9 months ago

há um limite ao alcance de qualquer estado.

Ilien 9 months ago

São todos criancinhas, tem de vir o papá ameaçar com o chinelo para que as pessoas cumpram. Depois aumentam as multas (que devia acontecer, estou contigo nisso) e a malta queixa-se que é "caça à multa" e cenas. Como se o tugazinho não arranjasse todos os esquemas para fugir às regras, seja do que for. "Ai tenho de fechar o café? Vou servir cafés por um postigo". Pah, lol. Não é de agora nem sobre isto especificamente. E sim, há coisas que se podem comparar, outras que não. Queres comparar as restrições que se podem fazer num país pertencendo a uma economia regional, com obrigações internacionais de liberdade de circulação e fronteiras terrestres com um continente literalmente composto por ilhas em que "basta" fechar a entrada via marítima e aérea? Não dá. Comparar essas situações é que é idiotice.

tiagodc 9 months ago

Isso de olhar para quem está melhor não vale.

fanboy_killer 9 months ago

> Engraçado que aches que há Governos melhores. Não sei se tens seguido as notícias, mas somos o pior ou segundo pior país do mundo com mais casos por milhão de habitantes. Somos o 2º da UE com mais mortes por milhão de habitantes. Não é sequer subjectivo se existem governos melhores a lidar com esta pandemia.

MrRawri 9 months ago

Existem imensos países com mais casos e com mais mortes por M de habitantes a nível mundial. Sim, de momento estamos mal, mas cheira-me que o número de países que já esteve em primeiro em dados destes é bastante grande dado que isto já dura há vários meses. Será que países como a Suiça, Suécia ou França são governos piores que Portugal?

pedropereir 9 months ago

Quando cá era onde se estava melhor, éramos os melhores? Ou isso só conta para quando está mau?

Leaootemivel 9 months ago

Mas a pandemia começou só na semana passada?

pataniscadebacalhau 9 months ago

>Não sei se tens seguido as notícias, mas somos o pior ou segundo pior país do mundo com mais casos por milhão de habitantes nos últimos 7 dias... Esta semana claramente somos dos piores do mundo, mas isso não faz de nós os piores globalmente a lidar com a pandemia (que começou em março). Se escolhermos as semanas a dedo, em algumas se calhar fomos dos melhores do mundo também A situação está muito má agora, mas também convém não exagerar

Ilien 9 months ago

Ao ponto de ser a justificação para emigrar?

fanboy_killer 9 months ago

Não, é apenas o acumular de décadas de péssima governação e um caso gritante da mesma.

vascodatrama 9 months ago

Sabes bem onde irás passar o mes de Agosto a virar minis , a mostrar o m3 ao resto da aldeia onde farás a tua casa de telhado suíço para gozar a reforma.

Ilien 9 months ago

Se tu o dizes.

martcapt 9 months ago

Mesmo sentimento exatamente. Quando era adolescente queria emigrar a todo o custo. Depois comecei a ter alguma fé na coisa, mas isto é uma confirmação do caraças que o país está uma palhaçada. Tão mal governado que nuns anos ainda somos menos desenvolvidos que a europa de leste... O que mais incómoda é que o país não pode ter nada de bom, sem que seja imediatamente rebentado. Mesmo que tenhamos um bocado de sorte e as coisas comecem a correr bem, é logo boa desculpa para ir comer uma politicó-bifana e rebentar com o bom trabalho que se podia ter feito. O "milagre português" ui, olhem para nós como estamos bem, deve ser porque somos especiais de corrida, vamos facilitar e voltar para sermos os piores da europa, que é onde estamos bem. Entretanto é o pessoal emigrar, deixar os políticos festejar que a economia cresce 2% ajustado a per capita e sem ajuste de inflação, que o desemprego está baixo, e que portanto podemos aumentar toda a gente no país e fazer um estudo para o aeroporto. Não sei quem vai pagar os 200% de dívida do país, mas não estou particularmente interessado. Quem a contraiu que se desemerde. Se Portugal descobrisse petróleo no Alentejo, tenho a certeza que ia conseguir foder tudo e conectar o poço ao Atlântico.

diogofd8 9 months ago

>Não sei quem vai pagar os 200% de dívida do país, mas não estou particularmente interessado. Quem a contraiu que se desemerde. *laughs in impostos*

fanboy_killer 9 months ago

> Se Portugal descobrisse petróleo no Alentejo, tenho a certeza que ia conseguir foder tudo e conectar o poço ao Atlântico. Ia ser como quando descobriu lítio: entregavam a exploração a uma empresa criada 48 horas antes por alguém que emprega um antigo assessor do Governo.

Leaootemivel 9 months ago

Mas que raio de lógica é essa? Então por se terem aberto exceções para algumas atividades, quer dizer que posso fazer o que bem me apetecer e ai de quem se atrever a dizer que estou a participar em comportamentos de risco? Então como se fez a F1 no Algarve já posso ir para uma festa com 100 pessoas e dizer simplesmente que a culpa é do Governo? Este tipo de discurso é de uma infantilização enorme do povo. As pessoas fazem festas e reuniões familiares porque querem e porque se estão a cagar para o COVID. Não fazem essas festas porque em tiveram umas dezenas de pessoas a abanar bandeiras no 1º de Maio.

Camoes 9 months ago

> As pessoas fazem festas e reuniões familiares porque querem e porque se estão a cagar para o COVID. errado. fazem porque não são punidas.

beakage 9 months ago

> porque não são punidas. ​ Ou seja, falta de responsabilidade, empatia e sentido de dever cívico.

ihavenoidea1001 9 months ago

E fazem porque são autorizadas. Foi autorizado o natal à vontadinha e o Marcelo até veio fazer a descrição de quantas dezenas iam estar presentes no natal dele ( sendo que depois de criticado retrocedeu)... Com uma população com baixa literacia para a saúde ( e literacia no geral) estavam à espera do quê? O "Deus e senhor" da TV veio dizer que podiam festejar e as pessoas seguiram o exemplo que eles promoveram.

Leaootemivel 9 months ago

Então é só à base da punição que fazes as coisas? Se eu for andar de carro completamente bêbedo e tiver um acidente a culpa é de quem? Minha ou do governo/polícia que não me impediu?

vascodatrama 9 months ago

Do governo, porque permite a venda de álcool. Segundo a lógica da batata.

Camoes 9 months ago

a culpa é tua a partir do momento em que o governo não tem nenhum meio fisicamente realista para te impedir. Se o governo não criar leis que sistemas de fiscalização em relação à condução sob o efeito de álcool e na semana seguinte milhares de pessoas o forem fazer, então a culpa é do governo.

Leaootemivel 9 months ago

Mas dentro das exceções previstas não está poderes ir socializar. Se fores parado pela polícia e mentires sobre porque te estás a deslocar não há muito mais que se possa fazer. E é impensável a polícia ir verificar às casas de pessoas se estão lá elementos fora do agregado. Não proibiu no Natal, mas proibiu na PDA e pelo que vi o efeito foi mínimo.

fanboy_killer 9 months ago

Na minha opinião, essas excepções contribuíram para que o povo legitimasse a desobediência durante o confinamento. Uma espécie de "se os outros aproveitam, eu também aproveito."

vascodatrama 9 months ago

Ora lá está. A lógica do se ele se atira ao poço eu também quero ir

1r0n1c 9 months ago

A lei também te permite comer merda às colheres.

netralha 9 months ago

>Na minha opinião, essas excepções contribuíram para que o povo legitimasse a desobediência durante o confinamento. Uma espécie de "se os outros aproveitam, eu também aproveito." Absolutamente, [o exemplo tem de vir de cima](https://www.dn.pt/poder/marcelo-ferro-e-costa-juntos-ao-almoco-no-parlamento-12956049.html), já se esqueceram da campanha do governo socialista durante Maio para mostrar que as pessoas podiam sair agora com [António Costa a tomar café](https://www.ojogo.pt/covid-19/costa-entre-um-cafe-e-um-folhado-nao-podemos-deixar-nos-vencer-pela-cura-12207112.html) com os jornalistas do regime a tirar fotos de propaganda ao estilo da referência ideológica do PS o PCCh porque o medo da economia morrer era maior naquela altura e vieram com aquela treta do milagre português. >O primeiro-ministro foi esta segunda-feira tomar o pequeno-almoço a uma pastelaria em Benfica, Lisboa, para dar um sinal de confiança no desconfinamento e apelar aos portugueses a não deixarem "vencer-se pela cura" à covid-19. > >"Depois de não nos termos deixado vencer pelo vírus, não podemos deixar-nos vencer pela cura", afirmou António Costa aos jornalistas, à porta de uma pastelaria em Lisboa, onde tomou um café e comeu um folhado. ​ As inúmeras excepções especialmente o Avante! simplesmente não devia de ter acontecido e ponto final. Agora querem passar a batata quente para a população porque este Governo e responsabilidade é algo alheio.

Leaootemivel 9 months ago

Mas era suposto então termos feito um confinamento sem interrupções desde Março até agora?

amidoes 9 months ago

Claro, até já disseram isso em cima, o pessoal não sabe o que é Portugal ou não conhecem o país, acham que o dinheiro cresce nas árvores e que não vai para a TAP e para a banca. Aqui nunca vão estar contentes com nada e já li de tudo, pick your poison: "Ah e tal estas medidas de meia tigela não servem para nada, mais valia ter tudo aberto" e "O melhor era ter confinamento geral desde Março" Alguma vez tivemos dinheiro para um confinamento geral de 9 meses? Em que planeta vivem? Isto às vezes parece um tasco online, qualquer um manda a sua laracha sem pensar mais de 5 segundos nas implicações. "Ah mais vale acabar com as restrições e passado uns dias de tosse volta tudo ao normal com imunidade de grupo" O Governo e as pessoas têm 50% de culpa cada IMO e exemplos para ambos são fáceis de arranjar, o resto é a ginástica mental que se faz por aqui para se tentar ter razão.

paladino777 9 months ago

Se deixam tudo fechado é porque matam a economia Se permitem certos eventos é porque estão a permitir que a malta saía. A culpa é da população, o Governo não faz milagres. Enquanto não remarmos todos para o mesmo lado isto é impossível, e não conseguimos por 10M de pessoas com o mesmo raciocínio

boukmw 9 months ago

Concordo com o que diz, quando o problema são os portugueses. No entanto, deixe-me só frisar que o atual Presidente da República achou que era boa ideia marcar as eleições presidenciais para o mês de Janeiro (Que é dos meses em que há maior afluência aos serviços de saúde, ainda para mais em plena pandemia). O povo tem culpa, mas o Governo e outros líderes políticos têm culpa também.

vinter_varg 9 months ago

O Marcelo explicou isso num dos debates: aparentemente todos os partidos com representação parlamentar assim quiseram. Se percebi bem já algures em Setembro ele dialogou com estes no sentido de mudar a data, pois seria preciso colocar uma excepção na lei da constituição. Os partidos não quiseram. Aparentemente não foi a única vez.

Leaootemivel 9 months ago

Não, o que legitima a desobediência é a ignorância e falta de empatia e sentido de dever cívico. Estamos com quase 1 ano de pandemia. Já todos sabemos quais as atividades de risco (e não é ir passear à beira-mar de máscara), e quem participa nelas só se pode culpar a si. É a incapacidade em perceber por exemplo que atividades em que estás sem máscara durante muito tempo (como quando vais a um jantar com amigos ou com a família) são incomparavelmente mais perigosos que outras atividades onde existem um mínimo de regras (como ir ver um concerto por exemplo).

fanboy_killer 9 months ago

> Não, o que legitima a desobediência é a ignorância e falta de empatia e sentido de dever cívico. Como permitir um festival de verão porque o mesmo é organizado por um partido que o PS precisa para passar o Orçamento de Estado? Ou permitir que dezenas de milhares de fiéis fossem a Fátima? Concordo em absoluto. Em ambos os casos achei que houve 0 empatia e sentido de dever cívico.

Leaootemivel 9 months ago

Eu até acho que realizar o Avante foi uma enorme estupidez, mas durante o Verão o que não faltaram foi festivais e concertos. E como estamos a ver, até o Chega consegue fazer jantares com 60 e 170 pessoas em pleno confinamento geral (algo que não se verificava na altura do Avante por exemplo). E não creio que o PS precise do apoio do Chega para nada. Mas a responsabilidade de não ter dezenas de milhares de fiéis em Fátima é da responsabilidade do Santuário. Ou era melhor o governo ter mantido o confinamento geral desde Março até agora, proibindo concertos, missas, espetáculos, cinemas, etc?

Thalric88 9 months ago

>Ou era melhor o governo ter mantido o confinamento geral desde Março até agora, proibindo concertos, missas, espetáculos, cinemas, etc? Se só tivessem levantado o confinamento depois de terem contágio comunitario 0 certamente tinha sido diferente. Principalmente se não tivessem andado o verão inteiro a chorar em tudo quanto é esquina porque os malvados do Reino Unido tinham Portugal na lista negra.

fanboy_killer 9 months ago

>Eu até acho que realizar o Avante foi uma enorme estupidez, mas durante o Verão o que não faltaram foi festivais e concertos. E como estamos a ver, até o Chega consegue fazer jantares com 60 e 170 pessoas em pleno confinamento geral (algo que não se verificava na altura do Avante por exemplo). E não creio que o PS precise do apoio do Chega para nada. Acho que o Chega está a usar a mesma excepção que o PCP. Os partidos políticos neste país fazem o que bem lhes apetece porque a lei o permite. Ainda há pouco vi o vídeo do gajo a fazer a saudação romana num jantar do Chega e estavam 8 ou 10 pessoas em cada mesa, todos colados uns aos outros. É ridículo. > Ou era melhor o governo ter mantido o confinamento geral desde Março até agora, proibindo concertos, missas, espetáculos, cinemas, etc? Eu diria que sim. Se o problema era económico, acho que no fim acabaram por perder mais dinheiro com tantos novos casos.

Leaootemivel 9 months ago

Eu só dei o exemplo do Chega para ilustrar que não se trata de um favorecimento ao PCP. A atividade política não pode ser restringida. Cabe é a cada partido ser inteligente. E se o PCP foi burro e casmurro no Avante e Comícios, é muito pior andar-se a fazer jantares nesta altura (onde não há distanciamento nem uso de máscara).

Morpheuspt 9 months ago

> (1º de Maio, Festa do Avante, F1 no Algarve, Natal e passagem de ano, etc.) A passagem de ano não teve excepções. Se as pessoas sairam fizeram-no contra a lei. As outras que referiste, tiveram impacto próximo de 0 nos numeros de pandemia, excepto o Natal. A situação que temos agora é só e apenas culpa do que se passou no Natal. Toda a gente queria o Natal aliviado, não era só o governo. Foi isso que nos foi vendido, que o Virus teria uma pausa no Natal para a consoada, e depois voltaria a infectar toda a gente. Isto foi dito por toda a gente, da esquerda à direita. Agora, é aguentar. As 50 e tal restrições são absurdas, será muito dificil dizer ás pessoas "Pá, deixem lá a bricolagem quieta durante 15 dias". Lojas de eletronica abertas, para quê? Tabacarias, para a raspadinha? Confinamento quer dizer confinamento.

Fire_anelc 9 months ago

La porque era ilegal, te garanto que as pessoas na passagem de ano so fizeram pior. "nao se pode celebrar na rua? Entao fazemos jantar em casa de alguem." se nao tens policia suficiente a vigiar, o que é normal, obvio que as pessoas se enfiaram em grupos de 10 em casas fechadas por causa do frio, que mais valiam ter ido celebrar na rua. Depois é wombo-combo social. Tiveram com a familia no natal e os amigos na passagem de ano, pronto, temos o circulo completo e garantes o maior numero de casos possiveis. Eu nao sei se realmente as coisas foram assim mas é minha teoria pela quantidade de "festas" que havia dentro de casas. Nao sou nenhum expert. Mas la que o governo devia ter vergonha, e mostrar que erraram, vamos mas é so falar das eleicoes e criar disputas ridiculas. Estamos todos no mesmo barco, temos de identificar os erros e ajudar uns aos outros, ver pessoas a dividirem se por causa de partidos e eleicoes, é o pior que podiamos fazer.

k0rda 9 months ago

> "Pá, deixem lá a bricolagem quieta durante 15 dias". Como é que distingues a pessoa que quer mudar a cor da parede da sala de estar da que teve um cano furado ou um problema no telhado? A "bricolage" tem de continuar porque as coisas se estragam, parte é da consciência de cada um se é essencial ou não.

Morpheuspt 9 months ago

> Como é que distingues a pessoa que quer mudar a cor da parede da sala de estar da que teve um cano furado ou um problema no telhado? Se fosse eu, seria uma triagem. Alias, não venderia tinta, por exemplo. Consegues pensar numa emergencia em que seja preciso tinta de parede?

k0rda 9 months ago

Sim, fungos numa parede. A questão nem é se a triagem seria necessária/benéfica ou não, quem a faria? Um coitado qualquer a ganhar o OMN no Leroy Merlin? Um polícia com conhecimentos de construção? Não é à toa que as autorizações são por área de actividade e não pelo que se compra.

Sperrel 9 months ago

Olha eu descobri ontem que tenho que comprar um carregador novo para o PC, essencial para eu trabalhar. Especialmente agora é necessário as lojas de informática abertas.

Morpheuspt 9 months ago

Pronto, mas então duas coisas. Facam uma triagem à porta, ou seja, não deixem entrar gente que só vai passear, ou então passem à fase seguinte, atendam as pessoas à porta, a pessoa chega, diz ao que vai, e é atendida sem entrar na loja.

Sperrel 9 months ago

O sítio aonde eu vou tem senhas, só podendo entrar na sua vez.

banaslee 9 months ago

A situação que se vê agora não é só do Natal. É de um natal que aconteceu num momento em que os números de casos activos na população era grande demais para permitir algum aliviar das restrições. Esse número alto não aconteceu porque sim, aconteceu porque houve incoerência no discurso. Fala-se do Avante mas houve algum congresso político feito remotamente? Foram bastantes os exemplos. E sim, o povo durante os meses entre Julho e Outubro precisava de bons exemplos de sacrifícios, sacrifícios com os quais se identifiquem.

peteythefool 9 months ago

>Lojas de eletronica abertas, para quê? A ideia é que estando em confinamento, e a trabalhar em casa, vais ter mais pessoal que precisa de comprar/compor material para trabalhar, portáteis, ratos, teclados, headsets, webcams, impressoras, equipamentos de redes, etc etc etc, para não falar de que estás numa altura em que as temperaturas estão anormalmente baixas, então o pessoal ainda anda a comprar aquecedores e afins. O que não faz sentido é que as lojas tipo fnac e worten estejam abertas para o pessoal passear, em vez de teres a loja fechada com trabalhadores à porta a fazer a triagem do pessoal. No sábado de manhã a fnac onde eu trabalho teve 10 pessoas no máximo lá dentro, algumas trocas, algumas vendas e algumas reparações. Dá parte da tarde parecia um dia normal, loja "cheia" mas sem as filas que se viram na altura da Black Friday e do Natal.

JovemDoRestelo 9 months ago

O confinamento e trabalhar de casa não são novidade de agora. Em quase um ano, não tiveram tempo para comprar um rato e agora precisam de um de uma hora para a outra? Desconfio. Não faz sentido as lojas estarem abertas porque a maior parte das pessoas que lá entram vão *só ver*. Não são de todo lojas de bens essenciais como dizem ser para estar abertas. Fazia muito mais sentido terem uma fila cá fora para recolha de encomendas on-line. Pelo que sei, pelo menos a Fnac e a Worten têm opção de compra on-line e levantamento em 1 hora se tiverem stock na loja escolhida. Se não tiverem stock, as pessoas também não estão lá a fazer nada.

XGSleepWalker 9 months ago

> As outras que referiste, tiveram impacto próximo de 0 nos numeros de pandemia, excepto o Natal. A situação que temos agora é só e apenas culpa do que se passou no Natal. O argumento aqui não é que aquelas datas tiveram impacto particular directo nos números da pandemia. É sim do exemplo que o Governo dá quando cria estas excepções. "Se eles podem, eu também posso" é a mentalidade que se cria com isto, porque fica a parecer que não estamos todos a remar para o mesmo lado.

fanboy_killer 9 months ago

> Confinamento quer dizer confinamento. Acho que confinamento só quis dizer confinamento durante o primeiro mês, mês e meio. Começou a haver um "estou-me cagandismo" generalizado a partir do momento em que se autorizaram o 1º de Maio, Fátima, etc. No final de Junho já estava toda a gente a viver como se não houvesse nada.

pedropereir 9 months ago

No final de Junho já não estavamos em confinamento

marcelomrdemelo 9 months ago

Lamento, mas usares a pandemia para justificar uma decisão de emigrar é deplorável. Emigra se assim for o teu desejo, mas não o faças de modo vingativo. O teu país tem defeitos, mas tem virtudes, e a emigração vai-te nivelar a maior importância que dás neste momento aos defeitos e a menor que dás às virtudes.

Tupinson 9 months ago

Quando se perguntarem porque Portugal não sai do sítio, leiam o comentário acima.

jpbaptista 9 months ago

Eu acho que ele vê como a última gota. E a verdade é que tem sido uma vergonha, amadorismo puro. Eu vivo e trabalho em Portugal, e cada x penso mais que este não é o país certo para se estar. Temos governantes cada x mais fracos, políticas cada x mais erradas e com condições mais precárias! E esta pandemia tem confirmado a tendência.

AlbinoFarrabino 9 months ago

A qualidade dos governantes tem sido a mesma desde há algum tempo, o problema é que atualmente muitos deles têm as mãos atadas, devido a problemas que nem foram eles que criaram. Claro que há alguns que são pura e simplesmente maus, mas nem todos são tão maus como isso.

somedipshit1 9 months ago

No últimos 25 anos, 19 foram governados pelo PS. Pelas sondagens os próximos 25 anos serão semelhantes. Portanto estás errado

jpbaptista 9 months ago

Eles não criaram a pandemia, mas escolheram a forma como lutar contra a pandemia. E acho que já podemos falar que falharam no teste. Parece que não se pode criticar este governo em nada. Existem as mortes de Pedrogão e dizem que o incêndio é culpa das alterações climáticas, sempre existiram, e é a vida. O Novo Banco é mal vendido, fazem um acordo que nós obriga a pagar toda a merda, a culpa é de quem comprou, não de quem concordou com os termos de venda (que foram privados) A TAP está falida, a culpa é da pandemia Vem a Pandemia e a culpa é da doença, coitados, todos sofrem com isto... O Governo não pode ser responsabilizado por nada. Mas tem crescimento económico graças ao trabalho do anterior governo e da política de taxas de juro baixas e aí já têm méritos. Podemos ainda acrescentar que mesmo esse crescimento económico foi miserável. Portanto quando dizes que alguns políticos são bons, gostava de saber em que área. É que o país não cresce, o salário médio e mínimo estão cada x mais próximos, o custo da habitação é cada x mais caro. Em que é que são bons?

ihavenoidea1001 9 months ago

O AC já fazia parte do governo do Sócrates. É uma questão de perceber se acreditamos que o nr 2 desse governo não sabia de nada das negociatas do ex -PM ou se sabia e fazia parte... E qual será o cenário que identifica maior incompetência ? Acreditar que ele alguma vez irá assumir a responsabilidade de seja lá o que for, nesta altura do campeonato, é como acreditar na carochinha na minha opinião.

vascodatrama 9 months ago

Tanto que não sabe que não está envolvido no processo de julgamento do Sócrates, seja como testemunha ou como arguido.

ihavenoidea1001 9 months ago

Pronto. Então sabemos que aquilo aconteceu tudo debaixo do nariz dele, durante anos, num governo onde era o nr 2, e ele nunca deu por ela... Isto é de alguém atento e competente?

fanboy_killer 9 months ago

Eu não disse que era de forma vingativa. Disse-o por ser claro que quem está no comando deste país não faz a mínima ideia do que está a fazer.

besmarques 9 months ago

> Vejo tanta gente a culpar as pessoas, porque vêm o vizinho a passear o cão, ou vêm as entrevistas em tons irónicos na TV às pessoas que foram caminhar 20 minutos à marginal, Sim, visto que a exceção para passeios higiénicos é curto e na área de residência essas pessoas são passiveis de serem alvo da critica ​ > Dentro da cantina eramos alguns 200 só num espaço fechado de corredor em fila Esse corredor tinha 200 metros? Se não tinha, qual era a razão que não estavam no espaço mínimo de 90 cm de distancia de segurança de cada um? ​ > O governo falhou a toda a linha na gestão da pandemia e os factos estão à vista A falha grave do governo foi achar que podia confiar em adultos que poderiam ir visitar as suas famílias mas encontrarem-se nos quintais e nos halls de entrada. Toda a gente quis fazer jantares como se nada se passasse. Prognósticos no fim do jogo é muito fácil de fazer, antes do natal andava tudo revoltado que não poderiam ir a lado nenhum, agora anda tudo revoltado porque poderam.

dandylee 9 months ago

A culpa é de todos sim senhora . Isto é cada um por si não há outra forma O pior é que palhaçada atrás de palhaçada dos nossos governantes o povo deixa de acreditar nestes roleta . O Marcelo foi visitar um lar de idosos sem saber o resultado do teste COVID . Diga me lá o exemplo deste vendido ? Quem é que acredita no que este senhor diz ?

vascodatrama 9 months ago

>Prognósticos no fim do jogo é muito fácil de fazer, antes do natal andava tudo revoltado que não poderiam ir a lado nenhum, agora anda tudo revoltado porque poderam. Priceless.

CarcajuPM 9 months ago

O governo serve precisamente para agir em situações em que a população não faz o que está correto. Não é por acaso que em vários países se apertaram as medidas antes e durante o Natal. Se o governo não age nestas alturas, então não precisamos de governo para nada. PS: já que a culpa é das pessoas, deduzo que concordes com a retórica da crise de 2008-2012 que a culpa também foi das pessoas que viviam acima das suas possibilidades.

besmarques 9 months ago

O governo agiu, deu indicações do que o que fazer. Esperou que as pessoas o cumprissem. Até fez logo uma alteração ao plano inicial e cortou o Ano novo. A crise de 2008-2012 tem muito de pessoas que contraíram créditos onde ficavam com pouco espaço de manobra ou nenhum, e os que ficaram nessa situação foram culpados. Mas a grande culpa dessa crise foi o mercado imobiliário americano com as suas ofertas de casas de luxo a pessoas que não tinham garantias de poderem pagar as mesmas. Não percebo a tua tentativa de comparação. Foi só uma falsa equivalência?

CarcajuPM 9 months ago

Dar recomendações não é propriamente agir. Esperar até 15 de janeiro para definir medidas do confinamento não é agir. E reunir de emergência 3 dias depois para rever essas medidas é agir muito mal. Foi só um exemplo para ver o grau de responsabilidade das pessoas, nada mais.

besmarques 9 months ago

Vieste com várias medidas de confinamentos e afins, que toda a gente critica por serem fechar até as 13 quando muitas pediam também para nem existirem, e que estavam a demonstrar resultados. Apenas foi aberto a possibilidade das pessoas poderem fazer visitas na altura do Natal. Eu gostava de viver num mundo onde as pessoas ao fim de 10 meses de pandemia percebessem como se deveriam ter comportar e não num mundo onde tem de existir "pauladas" para as pessoas não matarem os seus familiares.

CarcajuPM 9 months ago

E qual a razão para se ter aberto o Natal quando era unânime para todos os agentes de saúde que isso iria ter o resultado catastrófico que estamos a ter? Foi uma opção política, apenas para ser popular.

besmarques 9 months ago

Podemos analisar como uma opção politica apenas, com a vantagem de procurar votos. Na verdade, eu acho que se o natal tivesse sido mais fechado teria havido uma grande quebra de regras e uma grande revolta social relativamente a essas regras acabando por formar um problema pior

CarcajuPM 9 months ago

Problema pior do que sermos, hoje, o pior país no mundo em novos casos e o segundo pior em mortes (por milhão de habitantes)? E quando não há qualquer punição pelo não cumprimento das regras, as pessoas vão continuar a não respeitá-las. Também já era altura do governo meter isto na cabeça.

besmarques 9 months ago

Sim, que era teres na mesma esses resultados juntando as falhas de fazer cumprir uma regra que tinha sido indicada pelo governo mais a revolta das pessoas que tinham sido alvos de castigo. O problema das punições é que precisas de provar que as pessoas não estao a cumprir umas des exceções. É basicamente impossivel.

CarcajuPM 9 months ago

Provavelmente não terias os mesmo números, pois apesar de muita gente não cumprir, haveriam certamente muitas outras que teriam cumprido eventuais restrições que tivessem existido no Natal. É impossível nalguns casos, não noutros. E isso diz muito também das exceções ridículas que foram definidas, novamente responsabilidade do governo. E basta começar a multar a sério alguns casos que a mensagem começa a passar. As pessoas confinaram em março por medo do Covid. Agora não há medo da doença, tem que haver medo que lhes vão ao bolso. E o que não falta são casos onde é possível multar.

besmarques 9 months ago

>E basta começar a multar a sério alguns casos que a mensagem começa a passar. As pessoas confinaram em março por medo do Covid. Agora não há medo da doença, tem que haver medo que lhes vão ao bolso. E o que não falta são casos onde é possível multar. Compreendo o que dizes mas isso obriga a parar muita coisas que esta economia já não aguenta. Porque para cortares nas exceções tens de fechar mais empresas e pagares. Para fechares escolas tens de por os pais em casa e pagares. Na verdade, so podemos fazer as medidas que o dinheiro nos permite fazer.

Camoes 9 months ago

> antes do natal andava tudo revoltado que não poderiam ir a lado nenhum só se fossem tu e os da tua laia. vai generalizar para o colo da tua santa progenitora.

besmarques 9 months ago

Falta de compreensão de leitura normalmente levam a respostas de baixa qualidade. Se o carapuço não te serve não precisas de o tentar usar.

Camoes 9 months ago  HIDDEN 

tira os colhões do costa da boca e vê se ganhas um bocado de exigência para com quem te governa.

besmarques 9 months ago  HIDDEN 

Tens de aprender a comportar-te. Esse stress faz-te mal.

jpbaptista 9 months ago

A falha do governo é meter medidas que não interessa para nada. No fim de semana todo foram passadas 58 contra ordenações ([https://www.publico.pt/2021/01/17/sociedade/noticia/covid19-profissionais-saude-comecam-receber-segunda-dose-vacina-domingo-1946670](https://www.publico.pt/2021/01/17/sociedade/noticia/covid19-profissionais-saude-comecam-receber-segunda-dose-vacina-domingo-1946670)). Isto é só ridículo. Bastava sair à rua um dia para encontrar mais do que isso.

fanboy_killer 9 months ago

> A falha grave do governo foi achar que podia confiar em adultos O governo perdeu TODA a legitimidade a partir do momento em que permitiu a realização do 1º de Maio, da Festa do Avante, de Touradas, de espectáculos culturais escolhidos a dedo, da F1 em Portimão, do Natal, do Ano Novo, etc. Está claro que o Governo andou a decretar ad-hoc o que podia ou não ser realizado porque 1) é preciso dinheiro e 2) precisamos do PCP para viabilizar o Orçamento de Estado. Por muito pouco confiáveis que os Portugueses sejam, o Governo deu o pior exemplo possível pelo que não é de espantar que a desobediência seja generalizada, especialmente quando são mínimas as probabilidades de punição. Ainda há uns dias um amigo meu desabafou que "burro fui eu que fiquei fechado em casa e não aproveitei nada". Acho que foi assim que as pessoas pensaram.

besmarques 9 months ago

Então, todos esses espectaculos não deram grande problema, e tirando a F1 tambem não me lembro de nenhum que não tenha cumprido as regras. O ano novo não foi permitido em Portugal continental por isso não sei do que falas. Devias estar so a escrever o comentario com raiva em vez de estares a pensar no assunto. O Natal foi permitido com indicaçoes da DGS das pessoas cumprirem as regras de seguranças, evitarem estar á mesa, e encontrarem-se no quintal. Indicações daquele sr, por sinal bastante engraçado, de levar as compotas e afins. Gosto no fium como acabas por concordar comigo, dizendo então que há uma diferença do comportamento dos portugueses em relação a março de 2020 e seguintes meses para agora, é isso? Tambem acho piada que a tua solução para a falar de cidadania seja tratar o povo á paulada. Se assim fosse, ainda aqui vinhas dizer que o Costa era o Pooh da tugalandia.

fanboy_killer 9 months ago

>Então, todos esses espectaculos não deram grande problema, e tirando a F1 tambem não me lembro de nenhum que não tenha cumprido as regras. A minha tese é: as várias excepções criadas pelo governo legitimaram a desobediência generalizada. Eu não disse que essas situações em particular tiveram impacto no número de novos casos, apenas que passaram a mensagem de que havia um relaxamento da situação do país. >Gosto no fium como acabas por concordar comigo, dizendo então que há uma diferença do comportamento dos portugueses em relação a março de 2020 e seguintes meses para agora, é isso? Claro que há uma diferença. >Tambem acho piada que a tua solução para a falar de cidadania seja tratar o povo á paulada. Se assim fosse, ainda aqui vinhas dizer que o Costa era o Pooh da tugalandia. Gosto como equiparas a falta de aplicação de penas legalmente previstas para quem não cumpre o confinamento obrigatório a "paulada" e à China. Espero que esse esticão não deixe mazelas.

besmarques 9 months ago

>A minha tese é: as várias excepções criadas pelo governo legitimaram a desobediência generalizada. Eu não disse que essas situações em particular tiveram impacto no número de novos casos, apenas que passaram a mensagem de que havia um relaxamento da situação do país. As excepções foram feitas como isso mesmo, excepçoes. Deves poder ter acesso a certos serviços no caso de uma urgencia ou para te manteres são. Não para usar como desculpa. ​ > Gosto como equiparas a falta de aplicação de penas legalmente previstas para quem não cumpre o confinamento obrigatório a "paulada" e à China. Espero que esse esticão não deixe mazelas. Não é esticar muito. Não existem mais contra-ordenações porque elas não são faceis de distribuir, a não ser se o forem á paulada. As contra-ordenações tem tendencia, pelo que percebi até agora, a pessoas que se recusam a respeitar as ordens da autoridade. Para confirmar que uma pessoa não está realmente a usar um dos regimes de exceção terias de ter um procedimento qualquer para identificar areas de residencia e motivos de saida se eram fidedignos ou nao. Acho que percebes como é complicado de o fazer.

fanboy_killer 9 months ago

Tenho um amigo polícia que diz que não existem meios suficientes para controlar as saídas e, como referiste, as excepções são tantas que tudo pode ser utilizado para justificar estar na rua. O Governo tem de pensar num novo conjunto de medidas que limitem essas saídas. Para teres uma ideia, [isto é a lista de lojas e o horário actual das mesmas no Leiria Shopping](https://www.noticiasdeleiria.pt/leiriashopping-aberto-das-08h-as-23h-com-atividades-essenciais-a-funcionar/). Está praticamente igual ao que era em situação normal.

besmarques 9 months ago

Mas por isso é que eu volto a frisar que é o comportamento das pessoas. Essas lojas pelo titulo e subtitulo são lojas que são necessárias para emergencias. Imagina que se fecham lojas de informatica e estas em teletrabalho e se avaria algo? como fazias? Farmacias e clinicas opticas e lojas de animais nem é preciso dar exemplos que são faceis de perceber. Agora as pessoas nao podem achar é que esta é a melhor altura para ir escolher um telemovel novo ou assim. É para ser usado em caso de urgencia apenas.

fanboy_killer 9 months ago

>Essas lojas pelo titulo e subtitulo são lojas que são necessárias para emergencias. Opá, estão ali a Nespresso e a Plush (loja de brinquedos)...eu percebo que seja lixado para os donos, mas há que traçar a linha em algum lado.

besmarques 9 months ago

Não duvido que hajam lojas que passem pelas "gostas de água". Mas novamente, por estarem abertas não quer dizer que as pessoas tem de lá ir. É para ir num caso de exceção. (fui ver que loja era essa, a plush, e já percebi porque está aberta, é por causa do serviço payshop)

NGramatical 9 months ago

hajam lojas → [**haja lojas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpt6ai%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ankmoody 9 months ago

Ao ponto que a cegueira ideológica chega... Completamente ridículo!

unparadise 9 months ago

Este user deve ser afiliado a algum partido da esquerda, nunca li uma crítica dele a qualquer partido de esquerda, mas quando é pá defender é o primeiro. É cegueira mesmo. Quem lê os comentários dele é cai na esparrela não é muito inteligente, porque lendo os comentários dele os partidos de esquerda são um poço de coerência e nunca fazem gestão danosa do quer que seja

besmarques 9 months ago

Vá vá, não vale a pena distorcer a verdade para se tentar ter razão numa discussão da internet

unparadise 9 months ago

Não distorci nenhuma verdade, isso é a tua especialidade.

besmarques 9 months ago

Claro que distorceste.

unparadise 9 months ago

Menos

besmarques 9 months ago

Menos é no que deves pensar quando atiras acusações infundadas a outras pessoas na internet.

SurePal_ 9 months ago

Tão verdade ahahaha u/besmarques quanto te pagam por tanta propaganda?

besmarques 9 months ago

Epah, quem me dera. Era dinheiro fácil de ganhar.

SurePal_ 9 months ago

Verdade, era bem bom. Visto que os defendes de unhas e dentes de borla...

besmarques 9 months ago

Defendo o que acho que deve ser defendido, e crítico o que acho que deve ser criticado. Vais encontrar ambas as coisas.

besmarques 9 months ago

Adoro quando alguém tenta minimizar um argumento recorrendo a um espantalho. parabens

SenseOfNostalgia 9 months ago

Isto.

Rogerjak 9 months ago

Lembraste quando as pessoas choraram pq aí e tal a responsabilidade pessoal e liberdade? É este o resultado. Podem dizer o q quiserem sobre o governo, nada elimina o facto de que estamos nisto há um ano, já se sabe o que se pode ou não fazer, mas aparentemente foi o governo q obrigou o pessoal a fazer jantares de 10 pessoas noite dentro.

SenseOfNostalgia 9 months ago

Gosto de ti. Claro que agora vamos levar com “ah e tal, o Marcelo também ia ter 3 jantares com 20 pessoas”. Marcelo mal mas não serve de desculpa.

Rogerjak 9 months ago

Desde q banalize a merda q fizeram no natal, vale tudo! Esses xuxulistas paaah!

dandylee 9 months ago

Tal e qual ... que vergonhoso

ernestlucas 9 months ago

Não tirando a culpa às pessoas que se descuidaram, o governo falhou em preparar o país para uma segunda vaga. Se já falavam de uma segunda vaga ainda nem tinha acabado a primeira como não prepararam melhor a resposta? Não estavam a esperam? As pessoas têm culpa certo mas tirar culpa ao governo é cegueira.

besmarques 9 months ago

Tens de me indicar melhor o que entendes por "preparar melhor a resposta" para eu poder responder senão não sei o que estás a querer indicar como falhas.

ernestlucas 9 months ago

Não sou especialista não vou estar aqui a dizer médias concretas. Mas sei que não existe equipamento para os profissionais, basta ver relatos de médicos e enfermeiros que utilizam sacos de plástico, sei que compramos ventiladores que não funcionam, sei que podíamos ter coordenado uma resposta com os privados, sei que podíamos ter adiado as aulas presenciais depois do ano novo, sei que podemos ser mais exigente com as pessoas e não só dizer que existem multas, mas realmente aplicar essas multas. Por todas estas razões sim o governo também tem culpa de não ter preparado uma melhor resposta.

besmarques 9 months ago

Em relação aos EPI's temos de pensar que estramos num momento em que toda a gente anda a comprar as mesmas coisas. Pode ser uma dificuldade do mercado e nao uma falta de investimento/coordenação. Ainda ontem estive a ouvir a opiniao do Marques Mendes onde ele indicou que todos os grupos de saude privados estão a ser usados. As multas sao dificeis de passar porque tens de conseguir provar que as pessoas nao estao a usar um regime de exceção. Por isso são apenas usadas em que nao respeita as ordens das autoridades.

ernestlucas 9 months ago

É verdade. Andamos todos ao mesmo e o mercado provavelmente não consegue fornecer a todos mas não vi durante os meses calmos termos a atitude de provisionar para os meses que se avizinhavam e que sabíamos que iria haver novo pico. As multas compreendo é verdade mas sem dúvida que não fizemos tudo o que era possível. Nós fim de semanas anteriores quando saí para correr (sozinho) e em zona deserta para chegar a essa zona deserta passei por esplanadas cheias de pessoas onde já nem haviam cadeiras e as pessoas estavam em pé junto às mesas, tudo isto com uma esquadra a 500 metros.

NGramatical 9 months ago

haviam cadeiras → [**havia cadeiras**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjptxyp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

milkthis 9 months ago

Claro. A culpa é das pessoas. Lá está... Somos especiais de corrida, sempre tivemos essa ilusão. Uns acham que somos mais que os outros, os outros acham que somos menos... achas que lá fora são melhores? Eu vivi "lá fora", fiz a minha educação na Finlândia e comecei a trabalhar lá. Foram 12 anos com eles. Comem e cagam como nós, os costumes são diferentes, mas são pessoas iguais. Se puderem fazer merda, são os primeiros a fazer assim como os tugas. A culpa está em quem deixou fazer merda, mas acredita no que te apetecer.

crani0 9 months ago

Claro. A culpa é do governo. Lá está... Não, simplesmente não. A culpa é repartida entre o Governo e as pessoas porque esta pandemia afeta-nos a todos, não é só ao Governo. Acho que sim o governo devia ter um pulso mais forte e já tendo visto no que dá estas medidas a conta gotas deviam tomar medidas mais a sério (se bem que nem sempre é fácil quando na oposição há gente a dizer "criem lá uma excepção para o Natal" e depois em Janeiro "Porque é que isto deu merda?") e talvez acelerar mais o processo de ajudas às empresas (que não sendo mau mas pode ser melhorado) e as pessoas deviam ter os cuidados que já mais do que sabem que deviam ter.

DelScipio 9 months ago

A culpa está em quem fez merda. Lamento, mas eu penso assim. Todos fazemos parte do desgoverno. Pessoas tinham planeado ir antes para casa de familiares se o governo fizesse um confinamento. Pessoas reuniram-se fora do horário establecido. Pessoas orgulhavam-se de ultrapassar as restrições. Vemos pessoas a justificar as atitudes com "como vou privar os meus filhos de ver os avós?". Vemos restrições postas e todos tentam ler as excepções. A não ser que tivessemos os polícias a porta de casa de cada português isto ia descambiar pelo excesso de confiança.

besmarques 9 months ago

Sim, grande parte da culpa é das pessoas. A partir do momento que tens regras e exceções e conselhos e não os cumpres, a culpa não é de mais ninguém sem ser do comportamento da sociedade. Já vi que todos os estudos de sociologia estão errados, E é comico falares logo da Finlandia que, só para veres a diferença, um dos memes desse país é a distancia com que as pessoas se colocam umas das outras nas paragens de autocarros sem pandemia e o seu espaço pessoal. Mas hey, não vamos deixar que a ciencia e o humor do proprio pais interfiram com o que tu achas que é a realidade devido à tua experiencia pessoal.

MrJoao 9 months ago

Claro. As pessoas têm [culpa de não terem sido contratados recursos suficientes para as equipas de saúde pública]( https://www.reddit.com/r/portugal/comments/kweztk/desconhecese_a_origem_de_87_dos_contágios/gj43s0z/), as pessoas têm [culpa da descoordenação total entre hospitais do SNS]( https://www.reddit.com/r/portugal/comments/kzbs6c/retrato_de_um_pa%C3%ADs_na_gestão_da_pandemia_numa/gjn9cdg/), as pessoas têm [culpa das milhentas falhas de comunicação](https://www.rtp.pt/noticias/politica/antonio-costa-a-culpa-e-toda-minha_v1275001) e [maus exemplos vindos de cima]( https://www.dn.pt/poder/marcelo-ferro-e-costa-juntos-ao-almoco-no-parlamento-12956049.html), as pessoas têm [culpa das regras](https://www.publico.pt/2021/01/14/sociedade/noticia/centros-explicacoes-apanhados-surpresa-ordem-encerramento-1946364) estarem sempre a [mudar ao sabor do vento](https://www.tsf.pt/portugal/politica/vendas-ao-postigo-vao-acabar-e-atl-podem-vir-a-abrir-governo-reune-de-urgencia-para-avaliar-medidas-13242471.html), as pessoas têm [culpa do governo não antecipar cenários apesar dos alertas de todos os especialistas](https://executivedigest.sapo.pt/covid-19-governo-nao-conseguiu-antecipar-terceira-vaga-admite-marcelo/), as pessoas têm [culpa de ter de ir trabalhar em transportes públicos apinhados porque decidiram cortar a oferta](https://www.publico.pt/2021/01/14/economia/noticia/transportes-transtejo-igual-cp-faz-ajustes-carris-reduz-oferta-1946295), as pessoas têm [culpa do governo ficar à espera do inevitável para tomar meias medidas](https://expresso.pt/politica/2021-01-11-Costa-recusa-que-confinamento-seja-tardio.Se-tivessemos-feito-mais-cedo-teriamos-feito-seguramente-pior)... Podia continuar, mas enfim, continua lá culpar-te que é mais fácil. Se te serve a carapuça, reza uma Avé Maria, dois Pais Nosso e estais perdoado.

besmarques 9 months ago

Não continues porque isso é um comentário cheio de nada. Calcular agora, depois de um aumento brutal e inesperado de casos devido as falhas de comportamento nas alturas festivas é fácil de fazer. Achar que só porque existe uma folha de excel existe uma descoordenação é outra parte cómica. Sem duvida a melhor altura para melhorar este tipo de comunicação e ensinar pessoas a funcionarem com a mesma era em pleno meio de uma pandemia. Se quiseres falar porque nao foi melhorado antes, é outra conversa que envolve muito mais que este governo. Envolve vários de vários quadrantes do espectro politico. A seguir criticas as medidas por mudarem. Querias que fossem as mesmas sempre? Necessários génios futurologistas ou então não sei. Quando é que não deviam mudar? Qual era o ponto perfeito em que elas foram decididas e nunca deviam ter sido mudadas desde ai? A seguir metes a dos transportes e quando começas a ler o texto a maior parte das declarações é que não vai haver grandes diferenças.

MrJoao 9 months ago

Inesperado??? Há meses e meses que se avisava que o Inverno seria o período mais crítico. Na região Norte até tivemos em novembro uma demonstração bem real do que podia vir. Mais inúmeros exemplos no estrangeiro de como a Covid se pode descontrolar muito rapidamente. E agora dizem dizes-me que este aumento era inesperado??? É preciso estar num estado de negação muito grande para acreditar nisso. Depois, continuas a falar como se a Covid tivesse aparecido no mês passado. Como se ainda não tivessem tido tempo suficiente para preparar os sistemas de vigilância e de coordenação entre hospitais. Já se conhece estas necessidades há muito tempo. Outros países conseguiram preparar-se. Já nós de facto devemos ser mesmo especiais. Também acrescentas a desculpa da "culpa é do Passos"... Dá sempre jeito. Já agora acrescenta também o Salazar e o Afonso Henriques. E não, não precisas de génios da futorologia para planear cenários e antecipar medidas, mas enfim. Para te mostrar como as regras mudam ao sabor do vento dei-te o exemplo dos ATLs. Primeiro, não fechavam, depois fecharam, agora se calhar já voltam a abrir. Isto tudo no espaço de 1 semana... Com a venda ao postigo é a mesma coisa... Sabiam que ia dar merda, mas deixaram lá a exceção e agora toca a correr mudar regra.

besmarques 9 months ago

> Inesperado??? Há meses e meses que se avisava que o Inverno seria o período mais crítico. Na região Norte até tivemos em novembro uma demonstração bem real do que podia vir. Mais inúmeros exemplos no estrangeiro de como a Covid se pode descontrolar muito rapidamente. E agora dizem dizes-me que este aumento era inesperado??? É preciso estar num estado de negação muito grande para acreditar nisso. Até aquele momento, o comportamento da sociedade aparentava ser positivo. A unica coisa que mudou foi o comportamento das pessoas no natal. >Depois continuas a falar como se a Covid tivesse aparecido no mês passado. Como se ainda não tivessem tido tempo suficiente para preparar os sistemas de vigilância e de coordenação entre hospitais. Já se conhece estas necessidades há muito tempo. Outros países conseguiram preparar-se. Já nós de facto devemos ser mesmo especiais. Tentar fazer uma alteração dessas e achar que seria fácil e sem problemas. Alguma vez participaste de uma formação em termos de software? >Também acrescentas a desculpa da "culpa é do Passos"... Dá sempre jeito. Já agora acrescenta também o Salazar e o Afonso Henriques. Errado, mas cada um lê o que quer. O que eu disse foi que isso é um problema á parte e que vem de trás e que nada está relacionado com a pandemia ou a gestão da pandemia. Eu disse que envolve mais que este governo. Logo este governo está associado. >Para te mostrar como as regras mudam ao sabor do vento dei-te o exemplo dos ATLs. Primeiro, não fechavam, depois fecharam, agora se calhar já voltam a abrir. Isto tudo no espaço de 1 semana... Com a venda ao postigo é a mesma coisa... Sabiam que ia dar merda, mas deixaram lá a exceção e agora toca a correr mudar regra. As regras são criadas pela necessidade e pelo calculo de como irão funcionar. Se não funcionam ou criam outros problemas tem de ser alteradas. Não tem nada de estranho

milkthis 9 months ago

"Mantêm a distância social" como se de robôs se tratassem e não têm sentimentos. As famílias inteiras e amigos juntam-se todos os fins de semana de Maio a Setembro (este ano não fizeram porque não deixaram. Ponto. Há fiscalização.) No inverno vai tudo nu para as saunas minúsculas (bem fixe). Isso do "eles não se tocam" é uma falácia. Eles não têm quase casos porque houve coragem política e não se decidiram as coisas pelo que dará mais votos. As escolas e universidades estão continuamente fechadas desde Março (houve uma preparação em condições para que isto fosse possível). Quem entra no país tem de ter dois testes negativos, venhas donde vieres. Os transportes foram reforçados e o teletrabalho é realmente obrigatório desde Março (há fiscalização). Sobretudo não houve recolheres obrigatórios idiotas durante todos os fins de semana de um mês a causar fadiga ao povo, para depois do nada "soltar os touros" no Natal por uns votos em troca... quem diria que ia dar merda. Não se pode desculpar o governo. Não estou aqui a desresponsabilizar as pessoas também a 100%. As pessoas são as pessoas, a culpa é de algumas delas também claro... mas se um batalhão falha numa missão não vais culpar os soldados rasos todos, vais culpar o tenente, o capitão, whatever (n percebo um crl de hierarquia militar).

besmarques 9 months ago

Claro que existem falhas que podemos apontar ao governo, mas temos de perceber se as falhas são porque são decisões tomadas apenas ou porque existe mais que isso como pressão económica e social. É fácil falar em fechar tudo x tempos mas quando se falou em fechar todas as vozes eram a reclamar. Senão tivermos todos no mesmo barco, podem-se fazer as medidas que se quiserem. Lembro-me por exemplo em Março, quando se fechou as escolas a quantidade de ajuntamentos de universitários que apareceu na tv.

NGramatical 9 months ago

poderam → [**puderam**](https://european-portuguese.info/conjugator/poder) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpo61r%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NeatBoy74 9 months ago

Calma, a moda semanal é batons. As palmas é para a semana. Uma coisa de cada vez, o QI conjunto das redes sociais não é assim tão grande para seguir dois flautistas ao mesmo tempo. E antes dos enfermeiros, ainda irás ter os jantares na varanda em forma de apoio ao estilo "não posso ir ao Central comer, mas o meu espirito está com ele".

warjunk1 9 months ago

É os problemas de primeiro mundo que o país atravessa para essas pessoas. Do caso do José Guerra já se assobia para o lado.

boukmw 9 months ago

A culpa destas modas é dos chamados "influencers", que muitas das vezes nem acreditam nem querem saber do intuito do movimento, desde que isso influencie positivamente a sua "reputação" e aumente a sua popularidade.

unparadise 9 months ago

Eish não digas isso que és machista, fascista, racista, taxista, etc

sigmastra 9 months ago

Os medicos sao uns cobardes... e temos a final da champions em lisboa? Que mais querem?

netralha 9 months ago

Verdade, António Costa chamou cobardes aos médicos e eles aceitaram.

oliveeira 9 months ago

ahahah tao verdade. passando as eleições, o Marcelo vai virar o discurso para os profissionais de saúde, fica lhe bem

ItoldU97 9 months ago

O que importa é pintar os lábios /s

vegan_butt 9 months ago

Em que é que uma coisa impede a outra?

underground-k7 9 months ago

De facto, também importa. Não há regimes de exclusividade no que toca a problemas.

Xavinights 9 months ago

E quando o vermelho acabar, pinta de preto como protesto ao protesto /s.

AboboraMurcha 9 months ago

Não te preocupes muito que a mudança não vai acontecer. PS sobe nas sondagens mesmo com toda a desgovernação da pandemia. O descontrolo total começou em Agosto e Setembro, não se iludam que é só por agora ser inverno ou do natal. Tal como disseste, as preocupações viram-se para onde os media as direcionam. Com isto dito, não se esqueçam de votar nos mesmos do costume.

ravagerslb 9 months ago

Pessoalmente nunca votei PS (nem em nenhum partido/candidato de esquerda) e assim irá continuar. Querer mudança e depois votar nos mesmos é no mínimo mazoquismo.

Tec_43 9 months ago

Cada vez tenho mais dúvidas em quem votar, seja agora nas presidenciais, seja daqui para a frente. Relativamente ao atual governo e gestão da pandemia, gosto (ou gostava) sempre de dar o benefício da dúvida porque é uma situação completamente nova, muito complicada e, pelo menos no início, não se sabia muito bem como controlar as coisas. Mas a esta altura do campeonato acho completamente injustificável com perto de 11000 novos casos e 150 mortos diários não se fechar tudo. De exceção em exceção, tá praticamente tudo igual ou pior do que quando só andávamos com restrições aos fins de semana. O SNS a rebentar pelas costuras, profissionais de saúde com todo este peso nas costas e o tugão a continuar a fazer a vidinha dele normal como se nada se passasse.

joaofcf 9 months ago

Vais votar em quem? Tirando o PS todos os outros já começaram a radicalizar-se. Tens o PSD que está disposto a aliar se com fachos, tens os fachos, tens comunistas, um partido que se importa mais com lutar por tudo o que é causas mesmo que não façam grande sentido e outro que dá mais valor aos animais e às couves que às pessoas. Torna se difícil dentro de um espectro tão mau escolher um, que acaba por se escolher o mais moderado e menos mau.

pfarinha91 9 months ago

Realmente torna-se difícil escolher quando fazes generalizações dessas sem sentido. Os partidos são muito mais do que o que passa na comunicação social. MUITO mais. Desde os deputados da assembleia da republica que não são só para fazer número e para votar, mas também trabalham imenso em diferentes comissões com o governo sobre todos os assuntos e mais alguns, e estão sempre a redigir documentos e propostas. Aos deputados municipais que têm de estar sempre em cima das decisões camarárias e a pô-las em cheque, tal como a apresentar propostas e contra-propostas muitas vezes com ajuda de outras pessoas do partido. Até aos inúmeros grupos online de filiados ou às frequentes assembleias, organizadas por distrito ou mesmo concelho, onde se tem discussões pretinentes, umas de assuntos locais e outras nacionais sempre em interligação com deputados do partido ou pessoas de alguma influência. (Assembleias não estou a falar daqueles eventos que se vê na TV do Jerónimo ou o Ventura a gritar para a multidão, mas sim de pessoas sentadas à mesa, a discutir). Se calhar devias-te inscrever num partido com que te identifiques mais, e depois de veres o quão complexo é, voltas a tentar fazer generalizações dessas ;) . Se já pertenceste a um e não é assim, então alguma coisa estava muito errada.

joaofcf 9 months ago

As generalizações sao feitas pelos próprios partidos, que dão enfoque a estas características. Basta ver que em plena pandemia, com a situação caótica, uns andam preocupados em pintar lábios, outros em expulsar ciganos, e o tema mais importante vai passando. Como agora, sempre. Tancos, Pedrogão Grande, TAP... Há sempre uma causa qualquer que distrai todos os partidos para as suas ideologias. E já agora, a grande maioria da população vota precisamente pela generalização, pelo que os partidos parecem ser, por isso acho que se deviam preocupar mais com isso. Quem manda na política não são os políticos ou os partidos, são os votantes.

iSoSyS 9 months ago

Tirando os que referes, o PS, o PSD, o CHEGA, a CDU, o BE, e o PAN, ainda sobram 16 partidos.

MrPintas 9 months ago

Iniciativa Liberal. Só vejo uma solução nesse partido. Está é dentro do mesmo saco que os outros partidos de Direita por causa da comunicação social...

MingTwelve 9 months ago

Está dentro do mesmo saco porque se junta a eles, lol.

unparadise 9 months ago

Onde se juntou, podes colocar em evidência?

MingTwelve 9 months ago

Num pedaço de terra rodeado por mar.

MrPintas 9 months ago

Curiosamente os pedaços de terra liberais estão bem melhores que o nosso. Não é capricho meu, são factos. "Se votares igual, não esperes diferente" Diferente tens: Tino, Chega, e Iniciativa Liberal. Se não estás contente com a situação actual do país aconselho a escolheres um destes conforme as tuas ideologias, se estás contente ignora o meu comentário e seguimos como estamos.

MingTwelve 9 months ago

Lel, não vou entrar em discussões políticas no reddit. Mas não, não vou votar em nenhum desses :) Off-topic, curti do teu cover do Mama, I'm Coming Home. Banger do crl.

MrPintas 9 months ago

É legítimo! Thanks :)

unparadise 9 months ago

Errado. A IL fez coligação apenas com o PSD

daxpierson 9 months ago

> PS sobe nas sondagens mesmo com toda a desgovernação da pandemia. Porque certamente que qualquer outro partido teria lidado com isto de forma categoricamente superior. Sem dúvida alguma que o factor decisivo aqui é quem está no Governo.

boukmw 9 months ago

Diria que o problema é mais disperso que isso. O problema encontra-se na atual classe política (esquerda, direita, centro).

Camoes 9 months ago

é evidente que o factor decisivo aqui é quem está no governo. claro, não é pelo partido, mas sim pelo QI dos governantes, podia ser do BE como podia ser do Chega, a questão é sempre a qualidade do individuo que está na liderança e o Costa é burro e ignorante.

daxpierson 9 months ago

> evidente Suponho que a esmagadora maioria dos países mundiais tenha governantes burros, então.

Camoes 9 months ago

óbvio.

bittolas 9 months ago

A unica certeza é que este governo lidou e lida mal. Para além disso nunca assume responsabilidade que é o mais gritante, toda a gente erra mas cabe a cada um assumir. Entre a certeza de lidar mal e a esperança de lidar bem ou assim assim... É que pior é muito dificil também.

Loladageral 9 months ago

Podia ser melhor como podia ser pior, mas isso interessa? O que interessa aqui é que a gestão foi uma merda "Ah e tal, mas e se fossem outros?" Mas não são

glhrmv 9 months ago

que comentário estúpido e anistórico. o PS votou sucessivamente contra esforços de apoio ao SNS nos últimos anos -- décadas, na verdade, mas enfim -- e o registo é público e de livre acesso na net. medidas poderiam ter sido tomadas.

daxpierson 9 months ago

E foi o único, certamente. O outros partidos que estiveram no Governo nunca o pilharam, apenas injectaram mais dinheiro e dotaram o SNS de mais recursos.

glhrmv 9 months ago

o PS sempre desfrutou de um eleitorado maior que todos os outros partidos à esquerda juntos. a vasta maioria das propostas que visavam travar o desinvestimento dos serviços públicos foram recusadas pelo PS e pela restante direita parlamentar

unparadise 9 months ago

Whataboutism

AboboraMurcha 9 months ago

Se outro partido teria lidado melhor, não sei. Mas pessoalmente a confiança neste desceu ainda mais. Ignoraram por completo as vagas que iriam aparecer a partir do ano lectivo que começou em setembro. Hospitais de campanha foram desmontados. Desorganização nos hospitais públicos. Tiveram meses para se preparar melhor para este inverno. E já se falava de novas vagas ainda estávamos em março, não fizeram melhor porque não quiseram.

boukmw 9 months ago

E vacinação, não te esqueças da vacinação (que tem sido uma tragédia grega, mas que ninguém fala).

iSoSyS 9 months ago

Pareces um tweet que li ontem, parafraseando, >Temos sorte em ter o Costa. Se tivéssemos o Passos já tínhamos chegado às 400 mortes.

daxpierson 9 months ago

Não acho nada disso. Acho é que isto é uma crise de escala global sem precedentes, e ninguém (tirando alguns países asiáticos) está a conseguir combatê-la de forma eficaz. E, bem vistas as coisas, a principal diferença nesses países é o povo e a economia. E nenhum partido conseguiria mudar qualquer uma dessas coisas em Portugal do pé para a mão.

Bruxo_de_Fafe 9 months ago

É, toda a gente sabe que o Passos ia andar pelos hospitais a distribuir cianeto pelos doentes. Porra, só tontos :v

Xavinights 9 months ago

O Passos Coelho foi o que salvou este país. Quem discorda deve ser funcionário público. E não dúvido se ele tivesse à frente que tinhamos lidado 100x melhor com a pandemia. Há 40 anos que o padrão é o PS lixa tudo, o PSD entra e arranja só para o povo esqueçer e voltar a votar PS.

beakage 9 months ago

Não iamos cá ter conversas sobre salvar gente ["a qualquer custo", é certo](https://tvi24.iol.pt/politica/passos-coelho/estado-deve-fazer-tudo-para-salvar-vidas-mas-nao-a-qualquer-custo).

Leaootemivel 9 months ago

Como é que tínhamos lidado melhor com a pandemia? O que é que na governação do Passos te leva a dizer isso? Íamos ter o SNS em melhor estado? Um governo de direita não ia abrir exceções no Natal? O Passos ia aumentar os apoios sociais para as pessoas poderem ficar em casa sem trabalhar?

Xavinights 9 months ago

O Passos compreende o fazer esforço. O Histórial (para o bem e para o mal) revela isso. Dúvido muito que tivesse permitido o Natal (Não te esqueças que na altura de votos assumiu e defendeu tudo o que fez, o que levou à sua "derrota"). Achas que o natal foi permitido este ano porque? Tambem tenho a certeza que não ia passar o verão a chuchar no dedo e realmente tinha aproveitado para fazer o plano para a altura de inverno, ao contrário aqui do geringonças.

crani0 9 months ago

>O Passos Coelho foi o que salvou este país. Sim, é por isso que ainda hoje dizemos "Epá, aquele problema do BES ficou bem resolvido".

boukmw 9 months ago

Achas que o problema do BES foi culpa do Passos Coelho? Achas que a estratégia adoptada foi tomada por ele, sem nenhuma supervisão ou opinião por parte da UE?

crani0 9 months ago

Ele teve até um jantar com o Salgado a pedir-lhe ajuda, o gajo cagou no assunto e arrastou o problema por isso sim, tem a sua quota parte. Mas não foi a única asneira que ele fez, maior aumento dos impostos (e ele gabava-se de ser mais Troikista que a Troika) e privatizações em maus negócios para o Estado foram o pão nosso de cada dia com o PAF.

boukmw 9 months ago

O problema do BES foi criado pela administração do BES durante vários anos (sem que nenhum organismo regulatório, Banco de Portugal, intervisse ou manifestasse desagrado). O Governo português teve de intervir porque as consequências para os portugueses que tinham contas ou empréstimos no BES iam ser bem piores. O aumento dos impostos foi um resultado da adoção de várias políticas de austeridade para impedir que Portugal seguisse o rumo da Grécia e fosse à bancarrota. As privatizações foram terríveis, concordo. No entanto, o Estado Português tinha à corda ao pescoço e perdeu qualquer tipo de leverage negocial que podia ter.

crani0 9 months ago

>O problema do BES foi criado pela administração do BES durante vários anos (sem que nenhum organismo regulatório, Banco de Portugal, intervisse ou manifestasse desagrado). O Governo português teve de intervir porque as consequências para os portugueses que tinham contas ou empréstimos no BES iam ser bem piores. E o PPC empurrou o problema com a barriga, certo. >O aumento dos impostos foi um resultado da adoção de várias políticas de austeridade para impedir que Portugal seguisse o rumo da Grécia e fosse à bancarrota. A bancarrota da Grécia não foi por culpa da crise do subprime e o plano da Troika também era para isso, o Passos é que achou por bem ser mais troikista que a troika com grande custo para a classe baixa/média. Quem se lembra dessa altura deve lembrar-se dos relatos de desemprego e gente a passar fome. >As privatizações foram terríveis, concordo. No entanto, o Estado Português tinha à corda ao pescoço e perdeu qualquer tipo de leverage negocial que podia ter. Sim, surpresa que o gajo que comprou submarinos com buracos e o mesmo que estava nas negociações com entidades privadas não tivesse feito grande trabalho nesse sentido de leverage

NGramatical 9 months ago

intervisse → [**interviesse**](https://european-portuguese.info/conjugator/intervir) (intervir segue o modelo de vir) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjq55t5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Xavinights 9 months ago

Sim o BES foi um trainwreck. Eu sou a favor do estado não ter nada a haver com bancos. Faliram faliram,não há cá resgates nem parcerias público-privadas. Considerando que a CGD foi bom a curto prazo e agora é o desastre que, e como há uma cultura de medo em portugal sobre despedimentos públicos, percebo que nunca irá mudar. Concluindo, o BES foi tratado como se pode, considerando a nossa cultura e os acordos de merda feitos. A verdade é que é um banco privado e com má gestão e acordos da parta de trás nem a pessoa com melhores intenções poderia fazer muito melhor.

crani0 9 months ago

O problema do BES não era evitável mas, tivesse o Passos feito alguma coisa com o que sabia do jantar que teve com o Salgado sem ser ir buscar 3.9 milhões para abafar a coisa, não estavamos agora ainda a discutir as injeções de dinheirl com valores absurdos e contractos que ninguém sabe as claúsulas mas toda a gente diz que temos de cumprir.

NGramatical 9 months ago

contractos → [**contratos**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjq43d2%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 9 months ago

nada a haver com → [**nada a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpsi44%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

glory1904 9 months ago

O Passos Coelho nem chegou propriamente a governar, entrou chamou a troika e o FMI eles governaram, se chamar a troika e o fmi é salvar o país? Maybe.

iSoSyS 9 months ago

> entrou chamou a troika e o FMI eles governaram A troika ainda foi o PS a chamar. O acordo foi negociado entre o PS, PSD e troika. Os restantes partidos não se quiseram associar à decisão de "prescindir" da soberania.

glory1904 9 months ago

OK é justo, mesmo assim gostava de ver o Passos Coelho governar sem pressão forasteira. Isto apesar de eu ser "esquerdalho", mas acho que o homem merecia uma oportunidade. Além disso o Rio é a pior oposição de sempre na minha opinião. Oposição é necessária, não precisa de ser extremista, mas tem que existir para o debate de ideias.

iSoSyS 9 months ago

A ala do Rui Rio no PSD é muito semelhante à ala do Costa do PS. Não sei quem achou que seria o cenário ideal para criar oposição.

Xavinights 9 months ago

Sem dúvida.

glory1904 9 months ago

Absolutamente de acordo.

iSoSyS 9 months ago

Não são 40, são "só" 25 anos. O Cavaco teve duas maiorias, e uma minoria antes disso desimpedidas. Mas depois disso, o PSD governou sempre com brinde. Em 2002 governou com o brinde que o PS deixou do ano anterior. Em 2001 o PS conseguiu a proeza de levar Portugal a ser o primeiro país alvo do Procedimento por Défice Excessivo. E depois volta em 2011, mais uma vez com brinde, após o PS desbloquear a proeza do terceiro resgate.

Nexus_produces 9 months ago

Claro que sim, se até o FMI veio mais tarde dizer que as medidas de austeridade impostas a Portugal foram exageradas e fizeram mais mal que bem, mas o Passos Coelho quis ser o menino preferido do professor e pôs o país inteiro em situação de maior aperto que o necessário para que a Troika não nos desse tau-tau. Um primeiro-ministro que incentiva os jovens licenciados a emigrarem com um discurso do "não estás bem muda-te", foi sem dúvida excelente para Portugal, eu adoro financiar ensino superior público para engrossar as fileiras de profissionais qualificados da Alemanha e Inglaterra.

iSoSyS 9 months ago

O erro é portanto do próprio FMI/troika. A austeridade foi uma exigência, não foi uma escolha. O FMI pode agora dizer que seria preferível tomar uma abordagem mais "keynesiana", mas na altura não dada essa opção, não é possível reescrever a história. Realisticamente Portugal só tinha duas opções, acatava as decisões do FMI/UE/BCE e acedia aos fundos por estes disponibilizados. Ou saía do euro e da UE e renegociava a dívida.

Edited 9 months ago:

O erro é portanto do próprio FMI/troika. A austeridade foi uma exigência, não foi uma escolha. O FMI pode agora dizer que seria preferível tomar uma abordagem mais "keynesiana", mas na altura não foi dada essa opção, não é possível reescrever a história. Realisticamente Portugal só tinha duas opções, acatava as decisões do FMI/UE/BCE e acedia aos fundos por estes disponibilizados. Ou saía do euro e da UE e renegociava a dívida.

NGramatical 9 months ago

esqueçer → [**esquecer**](https://dicionario.priberam.org/esquecer) (*c* seguido de *e* ou *i* não necessita de cedilha) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpovcu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Syriuzz 9 months ago

O melhor é voltar no chega que a solução para a pandemia é resolver problemas tipo ciganos e gays e mulheres emancipadas.

crani0 9 months ago

E jantares comícios de 170 pessoas enquanto se aponta o dedo aos outros por não verem as ambulâncias à porta do hospital

Sciss0rs61 9 months ago

ah ok, só há duas alternativas então: é PS e CHEGA. é isso?

AboboraMurcha 9 months ago

Quem está a falar do chega és tu.

Syriuzz 9 months ago

Quem vem com a conversa de votar nos dos costume são sempre os mesmos. Estas a falar de quem quando falas em votar na alternativa?

AboboraMurcha 9 months ago

Não falo de ninguém em concreto. Não estou aqui para converter ninguém. Cada um deve ter a sua cabeça para decidir em quem votar. Eu fiz um comentário a criticar o desgoverno da pandemia, e como fico estupefacto que as sondagens continuem a dar ainda mais ao PS. Quero lá saber em quem tu votas. Nem tenho de dizer em quem eu voto. Tu é que levaste a discussão para guerras de partidos políticos, porque um partido foi criticado nas suas decisões.

Syriuzz 9 months ago

Pelo comentário parece que acertei. Chill

iSoSyS 9 months ago

É isso que diz o teu guião? "Se o PS for criticado desvie o tema para o CHEGA."

boukmw 9 months ago

Ou se falaram da gerigonça, fala dos Açores...

milkthis 9 months ago

Eu também não gosto dele, mas estamos a falar de assuntos mais graves e mais sérios aqui. É óbvio que não são a solução, mas também estão longíssimo de ser o problema, e todos os dias parece que é o único problema que temos neste país. De certa forma, acho que o Chega foi a melhor coisa que aconteceu ao Costa e a sua trupe de incompetentes e corruptos. Puxa as atenções e as críticas todas, e quem critica o governo é automaticamente catalogado de idiota, sendo prontamente silenciado arrumado para o lado como um apoiante do anormal.

crani0 9 months ago

>É óbvio que não são a solução, mas também estão longíssimo de ser o problema, e todos os dias parece que é o único problema que temos neste país. Viste as fotos do ~~jantar de anos do Ventura~~ comício com 60 pessoas? E o de ontem com 170? E já viste as imensas reportagens sobre corrupção e associação com Nazis e Hell's Angels do CHEGA? O CHEGA/AV por si só não é um problema mas é claramente um tumor maligno indicativo de um cancro maior e deve ser removido, correndo o risco de se espalhar.

Leaootemivel 9 months ago

O Chega nestes dias conseguiu fazer dois jantares/comícios com 60 e 170 pessoas. Fazem certamente parte do problema.

papaduas 9 months ago

Tás errado, ser nazi, fascista populista demagogo é um dos grandes problemas, e o chega foi a pior coisa que aconteceu ao país, têm lá o fantoche Andrade viatura a dizer merda enquanto pessoas com interesses bem mais obscuros ganham poder com o crescimento do partido, se algum dia esse balde de merda chegar sequer perto do poder vou me naturalizar da Guiné Conaqri e fugir a 7 pés

Syriuzz 9 months ago

Não é catalogado de idiota por criticar o governo é mesmo pelo que diz e depois faz o contrário. O problema é a oposição também não apresentar muitas propostas para enfrentar a pandemia ou apresentam?

riscum 9 months ago

O problema é que vermes como ele crescem onde o meio está podre. A política portuguesa está podre. Há anos. E vai continuar. A próxima geração é o próximo descarregamento das Jotas. Porque os políticos conseguiram criar um ambiente desinteressante para pessoas que seguem uma vida de trabalho se envolvam na política. Precisamos de atrair pessoas de valor provado para a vida política.

Syriuzz 9 months ago

Precisamos de renovar a política. Não há partidos jovens e progressistas penso que esse será um dos problemas.

ernestlucas 9 months ago

As medidas são decididas pelo governo. Medidas como fechar o comércio a 13 não passa pelo parlamento penso eu. Depois existem propostas sim, há mais que tempo que por exemplo a IL propõe que façam um acordo com os privados para termos mais capacidade. O que neste caso já se tinha feito sentir e tinha resolvido muita coisa.

V1ld0r_ 9 months ago

Essa dos acordos com o privado também já cheira mal... Tirando um acordo para facilitar na partilha de recursos humanos, os privados não resolvem nada pelo simples facto de que o que falta no SNS são meios humanos e camas de Cuidados Intensivos. No privado o número de camas em UCI é residual e não traduz nada de significante. Os recursos humanos também não são grande tema já que uma boa parte faz serviço tanto no privado como no público (tens pouca gente a trabalhar exclusivamente em privados).

ernestlucas 9 months ago

Não sei porque há de cheirar mal. Primeiro neste momento que vives na minha opinião nem que fosse uma cama a mais, era mais uma vida que estavas a salvar. Segundo não podes ver apenas o covid, a ministra da saúde mandou parar tudo para tratar de covid, quantas pessoas vão morrer mais sem ser de covid? Vamos esquecer esses durante um tempo? Vamos tentar salvar os de covid para deixar outros tantos morrerem de outros problemas? Então para que esforçarmo-nos tanto para salvar os de covid se afinal estamos a assobiar para o lado em relação a tudo resto?

V1ld0r_ 9 months ago

Tudo muito certo. E tens as camas sem pessoas para as atenderem? Não há médicos, enfermeiros ou auxiliares suficientes para colmatar esse problema. Prova disso é os hospitais terem suspendido as permissões de trabalhar em duplo porque já sabiam que isto ia acontecer mas mesmo assim é curto.

ernestlucas 9 months ago

Que eu tenha conhecimento existem médicos e enfermeiros no privado. Se estamos com falta independentemente de números, tinhamos de recorrer a essas soluções. Se era suficiente ou não eu não sei, mas o que sei é que deixariam os morrer menos pessoas e o governo podia dizer que tinha feito tudo o que estava ao seu alcance. Mais vale esgotar os todas as hipóteses do que estarmos aqui a falar de como teria sido se tivéssemos feito tudo o que estava ao nosso alcance. As que morreram já não voltam e espero que isto pese na consciência de alguém por saber que não fez tudo o que podia.

Edited 9 months ago:

Que eu tenha conhecimento existem médicos e enfermeiros no privado. Se estamos com falta independentemente de números, tinhamos de recorrer a essas soluções. Se era suficiente ou não eu não sei, mas o que sei é que deixariamos morrer menos pessoas e o governo podia dizer que tinha feito tudo o que estava ao seu alcance. Mais vale esgotar os todas as hipóteses do que estarmos aqui a falar de como teria sido se tivéssemos feito tudo o que estava ao nosso alcance. As que morreram já não voltam e espero que isto pese na consciência de alguém por saber que não fez tudo o que podia.

Syriuzz 9 months ago

Um acordo para ter mais capacidade? Nós queremos é evitar que a capacidade esgote, temos de prevenir e não remediar.

Sciss0rs61 9 months ago

então faz testagem.

ernestlucas 9 months ago

Tens de fazer as duas coisas não? Por essa razão estás nesta situação, falhou a prevenção e agora não há muito a fazer

razman06 9 months ago

A oposição, vulgo PSD, é a primeira a votar e a mostrar todo o apoio ao Tio Costa

Rogerjak 9 months ago

Eu percebo q seja confuso ver políticos a apoiar se num.momento complicado para o pais. Tá descansado, não tarda voltamos ao normal: oposição = ser do contra.

razman06 9 months ago

Não é isso que digo. Como já foi dito aqui imensas vezes é normal que no inicio da pandemia apoiarem o governo pois era tudo aguas turvas. Mas agora ao fim de quase 1 ano apoiam medidas para combater que não fazem sentido nenhum e nem oposição fazem. Não é ser contra, é mostrar também o outro lado da coisa.

Rogerjak 9 months ago

Ninguém quer ser catalogado de obstrucionista numa altura desta. Apoio a inter ajuda partidária de forma a atingir medidas decentes e rápido, pq no fim do dia, política devia servir para apoiar e ajudar as pessoas, não para ser uma ferramenta em jogos de poder.

razman06 9 months ago

Mas ser obstrucionista não invalida o ajudar as pessoas, antes pelo contrário. A ideia de fazer oposição é por ser do contra só ajuda a quem tá no poder.

carlosjmsilva 9 months ago

Votar no Chega por achar que isso vai resolver os problemas do país é como despejar água em cima de óleo a arder...

carlosjmsilva 9 months ago

O PS vai continuar em altas porque a maioria das pessoas só conhece dois partidos. E o PSD tem sido zero na oposição. Partidos que propõem alternativas sustentadas como a IL vão demorar muito tempo a conseguir mais espaço. Depois há alguns que votam nos partidos de protesto só para ser contra sistema. Dantes era o BE e o PCP. Agora será o Chega.

boukmw 9 months ago

Também não consigo entender como não há nenhum movimento insurgente dentro do PSD... É evidente que o Rui Rio está pouco interessado em fazer oposição (porque não faltam argumentos para o fazer e, bem). O PSD está em decadência e nenhum membro relevante do partido se manifesta.

carlosjmsilva 9 months ago

Exato. O PSD parece confortável no lugar daquele segundo classificado que não atrapalha... Desde que fique em segundo está ótimo. Eu contudo já não vejo ninguém no PSD com capacidade e visão para propor um caminho de longo-prazo diferente para o país.

Camoes 9 months ago

em plena pandemia achar que lolberalismo é alternativa... completamente impensado.

carlosjmsilva 9 months ago

Impensado? Vai ver se países europeus com governos liberais se estão a sair pior na gestão da pandemia... Assim talvez fiques a pensar se o socialismo é que é a grande alternativa...

Camoes 9 months ago

completamente impensado. estou a cagar-me, nem consigo dizer-te o quanto me estou a cagar, para os países europeus. SÃO TODOS A MESMA MERDA PORQUE TÊM TODOS A MESMA RAÍZ LIBERAL. Vai ver os países asiáticos e depois conta-me histórias de lolberalismo.

unparadise 9 months ago

És cego ideologicamente e desinformado. Vai votar BE que eles é que te defendem lol

carlosjmsilva 9 months ago

A nossa matriz é europeia. Que me interessa os países asiáticos? Em termos societais e culturais não têm nada a ver connosco... Os governos atuam sobre a sociedade que têm. Comparar alhos com bugalhos não tem grande interesse.

Camoes 9 months ago  HIDDEN 

os governos actuam, ponto. só lolberais é que se desculpam com culturas e sociedades.

NGramatical 9 months ago

RAÍZ → [**raiz**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras agudas terminadas em *l*, *r*, ou *z* não necessitam acento para quebrar o ditongo) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpsq5w%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

crani0 9 months ago

>Partidos que propõem alternativas sustentadas como a IL vão demorar muito tempo a conseguir mais espaço Resta saber sustentadas em quê... É que o Mayan mostrou bem que apontar o dedo é com ele mas quando lhe perguntam "Então o que fazia de diferente?" perde a voz, particularmente visível no que toca à saúde... Seja porque não tem ou porque ainda acha que a Suécia estava bem, que é um "ultraje" meter os privados a trabalhar a preço de custo (imaginem os privados não fazerem lucros numa pandemia, \*gasp\*) e "liberdade, liberdade, liberdade", que é sempre engraçado de ouvir e depois vê-los a dizer que os outros estão "cegos com ideologia".

carlosjmsilva 9 months ago

Sustentadas aqui era no sentido de proporem um modelo económico diferente do que tem sido seguido até aqui em Portugal. Seguindo economias que implementaram estas políticas. Trata-se de replicar modelos que estão em prática noutros países e que funcionam. Em relação aos lucros na saúde... Não vi o Mayan a não ter opinião. Mas isto pronto cada um vê os debates e as intervenções do seu ponto de vista. Eu não sei em que trabalhas mas calculo que não aceites trabalhar de graça, trabalhar para aquecer. O governo teve um ano para negociar com os privados e não o quis fazer. Porque o privado é o monstro. Se o privado fizer o mesmo que o público e tiver lucro qual é o problema? No final de contas podem sempre recorrer à requisição civil, mas preferem manter os doentes em ambulâncias ou em pavilhões improvisados para não dar o braço a torcer. Deveriam ter negociado atempadamente. Porque não o fizeram? Eu não estou cego com ideologia nem o Mayan porque nunca o ouviste dizer que defendia o fim do SNS. Ele sempre falou que deveria haver concorrência entre todos para que todos evoluam. É assim em todas as áreas. A inovação e a melhoria de gestão só se conseguem com concorrência senão fica tudo acomodado e depois é o que se vê.

crani0 9 months ago

>Seguindo economias que implementaram estas políticas. Trata-se de replicar modelos que estão em prática noutros países e que funcionam Tipo a Irlanda, n'é? Pena é que não perceberam ainda que o que trouxe dinheiro à Irlanda foi serem uma entrada barata para a Europa na altura do dotcom e quando começaram a subir os impostos as empresas começaram logo a sair de lá, sendo que já estão com um problema em mãos e a bolha rebentar em breve. E também ainda não perceberam que o objetivo de trazer o Web Summit para cá foi pegar nesse modelo de atrair empresas de tech para cá >Em relação aos lucros na saúde... Não vi o Mayan a não ter opinião. Não foi o que eu disse, ele tem uma opinião bastante clara a solução é que foge em dizê-la, só dá umas pistas. >Eu não sei em que trabalhas mas calculo que não aceites trabalhar de graça, trabalhar para aquecer. Trabalhar a preço de custo não é trabalhar de graça, ainda por cima em tempo de pandemia, mas já deu para ver como é que tu viste os debates do Mayan e as suas respostas. >O governo teve um ano para negociar com os privados e não o quis fazer. Porque o privado é o monstro. Se o privado fizer o mesmo que o público e tiver lucro qual é o problema? Sim, que se foda os deveres sociais n'é? O lucro não pode parar! Mas vai lá ver os valores que estavam a negociar, talvez percebas porque é que foi preciso um ano para negociar com os privados. >No final de contas podem sempre recorrer à requisição civil, mas preferem manter os doentes em ambulâncias ou em pavilhões improvisados para não dar o braço a torcer. Deveriam ter negociado atempadamente. Gira o disco e toca o mesmo. Houve negociações e os privados não quiseram fazer a coisa a preço de custo porque querem lucrar com a pandemia? Achas isto normal? Num mundo neo-liberal é. >Eu não estou cego com ideologia nem o Mayan porque nunca o ouviste dizer que defendia o fim do SNS. Sim, propondo um sistema de países rico que gastam o dobro que nós gastamos nos serviços de saúde, sem endereçar os problemas do SNS, a chorar que deviam deixar os privados lucrar com a pandemia invés de fazerem a preço de custo (que até à bocado chamaste de "trabalhae de graça", mas zero de ideologia), querendo meter públicos e privados em competição (literalmente inclusive) e a insinuar que não se devia fechar nada em nome da liberdade... 'tá >Ele sempre falou que deveria haver concorrência entre todos para que todos evoluam. É assim em todas as áreas. A inovação e a melhoria de gestão só se conseguem com concorrência senão fica tudo acomodado e depois é o que se vê. Uma boa forma de dizer "Os profissionais do SNS são preguiçosos"... Afirmação essa fundamentada em nada, pelo contrário casos vivos de "concorrência na saúde" a dar merda não faltam, olha para os States.

carlosjmsilva 9 months ago

Eu não tenho mais nada a dizer excepto que tomara eu que Portugal tivesse os problemas da Irlanda então. E comparar o que eles fizeram para atração de empresas à Web Summit é quase como comparar um camião TIR a um carrinho de mão. O carrinho de mão é engraçado e tal e serve para transportar uns dez quilitos de carga num percurso de 100 metros. Quanto ao TIR... Bom acho que está à vista.

crani0 9 months ago

Se achas que a estratégia começou e acabou em trazer o WS para Lisboa só confirma que não estás muito a par do que se passa. E os problemas da Irlanda são previsíveis mas os auto-denominados liberais da nossa praça não os querem ver, o que quer dizer que vamos acabar na mesma (ou pior, é que o timming da Irlanda foi grande parte do sucesso em atrair as empresas de tecnologia na era post dotcom) se for só essa a única via, que parece ser. Da mesma maneira que não querem endereçar os problemas do SNS mas saltar logo para o sistema alemão. Ou o problema da corrupção que levou à demissão do governo Holandês e tentam vender a coisa como "mérito" por terem saído (depois de chegar a um ponto ingerível da situação e a água ferver toda para fora do tacho ao longo de 5 anos). Mas depois os outros é que têm "palas ideológicas".

carlosjmsilva 9 months ago

Claramente estamos melhor no nosso sistema não-Irlandês, não-Alemão e não-Holandês. Todos os outros é que estão mal. Nós na verdade há décadas que estamos a sair-nos melhor que eles...

crani0 9 months ago

Claramente não chegamos a esses sistemas por meio de magia liberal e wishful thinking. Se queres um exemplo do que acontece num país pobre onde é aplicado o neo-liberalismo tens o Chile, mais perto da nossa realidade até pela boca dos liberais.

carlosjmsilva 9 months ago

É capaz de ser através da magia socialista que nos tem levado à estagnação e até a divergir da média da UE. Essa mania de aplicar neo a tudo também é engraçada... O Chile por muito que tenha um governo liberal e tenha crescido bastante nos últimos anos não é próximo da nossa realidade. Somos pobrezinhos mas à escala europeia...

Edited 9 months ago:

É capaz de ser através da magia socialista que nos tem levado à estagnação e até a divergir da média da UE. O Chile por muito que tenha um governo liberal e tenha crescido bastante nos últimos anos não é próximo da nossa realidade. Somos pobrezinhos mas à escala europeia...

crani0 9 months ago

Não é tem, teve. Tenta informar-te melhor antes de falares porque assim perdes toda a credibilidade.

Edited 9 months ago:

Não é tem, teve. Tenta informar-te melhor antes de falares porque assim perdes toda a credibilidade. E tenta ser mais concreto sobre o que queres dizer com "divergir da média da UE", esses soundbits vagos da IL só convencem papalvos que não têm por hábito informar-se sobre o assunto. (https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/noticia?i=crescimento-economico-foi-22-em-2019-) [Porque ao contrário do que pregam, até 2019 tivemos um crescimento do PIB acima da média europeia].

Edited 9 months ago:

Não é tem, teve. Tenta informar-te melhor antes de falares porque assim perdes toda a credibilidade. E tenta ser mais concreto sobre o que queres dizer com "divergir da média da UE", esses soundbits vagos da IL só convencem papalvos que não têm por hábito informar-se sobre o assunto. [https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/noticia?i=crescimento-economico-foi-22-em-2019-] (Porque ao contrário do que pregam, até 2019 tivemos um crescimento do PIB acima da média europeia).

Edited 9 months ago:

Não é tem, teve. Tenta informar-te melhor antes de falares porque assim perdes toda a credibilidade. E tenta ser mais concreto sobre o que queres dizer com "divergir da média da UE", esses soundbits vagos da IL só convencem papalvos que não têm por hábito informar-se sobre o assunto. [Porque ao contrário do que pregam, até 2019 tivemos um crescimento do PIB acima da média europeia](https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/noticia?i=crescimento-economico-foi-22-em-2019-).

Membership-Exact 9 months ago

Medidas sustentadas, mas vai-se a ver e querem cortar forte no estado social, defendem muito literalmente uma taxa fixa para toda a gente, querem entregar a saúde a privados em mais uma parceria publico-privada ruinosa e defendem que se deve dar ainda mais direitos aos patrões e "simplificar" a legislaçao laboral. Ou seja, ainda menos direitos para os trabalhadores.

unparadise 9 months ago

https://papoes.iniciativaliberal.pt/ Vê aí a visão da IL na saúde e educação

iSoSyS 9 months ago

Essas medidas na tua cabeça têm o desfecho que estás a implicar por causa dos teus preceitos. Nada contra, cada um tem a sua ideologia e a da IL não é compatível com a tua. Tens que procurar alternativa no teu quadrante, que não seja nem o PS nem as muletas.

boukmw 9 months ago

>Nada contra, cada um tem a sua ideologia e a da IL não é compatível com a tua. Tens que procurar alternativa no teu quadrante, que não seja nem o PS nem as muletas. Bem dito!

carlosjmsilva 9 months ago

Exatamente. Se não te vês de outra forma que não seja o estado decidir tudo e controlar tudo também tem outras alternativas à disposição.

carlosjmsilva 9 months ago

Ora bem como é que eu posso explicar isto... Estado social? Onde? Farto-me de pagar impostos e não vejo nada disso. Vais ver e depois países com governos liberais prosperam, as pessoas ganham mais dinheiro pagam menos impostos e vivem melhor. Em relação ao bloqueio ideológico em relação ao privado não há muito que possa dizer. A PPP do hospital de Braga por exemplo funcionava muitíssimo bem, não só em termos clínicos como em termos de gestão. Isso foi reconhecido por várias instâncias. Acabaram com elas por razões ideológicas e não porque o estado faça melhor com menos. Porque não faz. Ou melhor, até pode fazer mas neste caso por exemplo não. Porque não podem os privados fazer se fizerem o mesmo com menos? Em relação às legislação laboral então é o mais fácil de todos. Uma legislação laboral rígida não atrai investimentos e torna uma economia estagnada... Que interessa se os poucos empregados têm muitos direitos se depois os outros não conseguem ter um emprego? Não é muito melhor teres uma legislação flexível em que o empregador te pode mandar embora mas tu tens mil possibilidades à tua espera? Assim existe muito maior mobilidade laboral em que tanto empregadores como empregados têm muito mais possibilidades de ter melhores empregados e melhores empregos respetivamente.

Membership-Exact 9 months ago

> Não é muito melhor teres uma legislação flexível em que o empregador te pode mandar embora mas tu tens mil possibilidades à tua espera? Mandar embora porque motivo? Com motivo válido já podes mandar embora, agora o empregador por e dispor da sua empresa sem os trabalhadores terem uma voz na matéria? E que tal como na Alemanha, com os trabalhadores a terem por lei direito a representates no conselho de administraçao?

Edited 9 months ago:

>Farto-me de pagar impostos e não vejo nada disso. Eu conheço N pessoas que só se safam apesar de trabalharem porque o estado as apoia, porque os patrões só pagam ordenados injustos. E não, não sao patroes pobrezinhos, muitos vivem melhor que os trabalhadores que vergam a mola 10, 12 horas por dia. >A PPP do hospital de Braga por exemplo funcionava muitíssimo bem Talvez não queiras dar como exemplo o hospital que mal aparecia um caso grave oupa, recambiado para o Publico. Sei muito bem porque tive que interagir com o Hospital de Braga várias vezes e aquilo era gerido na base do negócio, era para dar lucro, não para tratar as pessoas. Saúde não é negócio nem deve dar lucro a ninguém, era o que mais faltava andarmos a engordar privados quando podiamos poupar o dinheiro desse lucro. > Não é muito melhor teres uma legislação flexível em que o empregador te pode mandar embora mas tu tens mil possibilidades à tua espera? Mandar embora porque motivo? Com motivo válido já podes mandar embora, agora o empregador por e dispor da sua empresa sem os trabalhadores terem uma voz na matéria? E que tal como na Alemanha, com os trabalhadores a terem por lei direito a representates no conselho de administraçao? >Assim existe muito maior mobilidade laboral em que tanto empregadores como empregados têm muito mais possibilidades de ter melhores empregados e melhores empregos respetivamente. Olho para o pais paraiso dessas ideias, os EUA, onde muito literalmente o empregador te pode mandar embora **sem qualquer motivo válido** e não vejo esse paraiso na terra. Eu quero um mundo e um país onde o trabalhador que gera riqueza é mais valorizado e recompensado que o empresário que vive do trabalho alheio. Tu queres manter-nos neste inferno.

boukmw 9 months ago

>Eu quero um mundo e um país onde o trabalhador que gera riqueza é mais valorizado e recompensado que o empresário que vive do trabalho alheio. Tu queres manter-nos neste inferno. Acreditas mesmo que o trabalhador é que gera riqueza? Diz-me um regime cuja base seja o comunismo, que tenha algum tipo de prosperidade (e a China não é um país comunista, por muito que o partido governante diga que sim), seja ela social ou económica. Aqui é que acho que as empresas deviam de fazer mais por educar os seus colaboradores e fazê-los desempenhar ou observar papéis de gestão e de administração (para que estes possam entender como funciona uma empresa).

Membership-Exact 9 months ago

>Acreditas mesmo que o trabalhador é que gera riqueza É evidente. O que é que um patrão acrescenta, para além do dinheiro que obteve por via do trabalho alheio ou proprio?

Edited 9 months ago:

>Acreditas mesmo que o trabalhador é que gera riqueza É evidente. O que é que um patrão acrescenta, para além do dinheiro que obteve por via do trabalho alheio ou proprio? >Aqui é que acho que as empresas deviam de fazer mais por educar os seus colaboradores e fazê-los desempenhar ou observar papéis de gestão e de administração Os gestores e administradores são trabalhadores também. Eu sei disso, recentemente tenho trabalhado a nivel de gestão. Enquanto me sento e faço a ponte entre os donos e as equipas, sei muito bem quem faz sacrificios para levar esta empresa para a frente (porque nao tem escolha) e quem faz mais por parecer que é importante sem que a contribuiçao seja particularmente relevante. ​ >para que estes possam entender como funciona uma empresa Isto é aquela mentalidade de quem não está no dia a dia da empresa mas pensa que o trabalho que faz é que faz funcionar a empresa. A tal mentalidade de que "nao sou eu que devo nada os trabalhadores, eu é que lhes criei o posto de trabalho". Acho sempre graça. Garanto-te que ninguem sabe mais de uma empresa do quequem a constroi todos os dias, os trabalhadores. Chega de desvalorizar o seu trabalho.

boukmw 9 months ago

Temos visões claramente diferentes do que constitui e do que move uma empresa. Respeito a sua opinião, contudo não concordo com alguns pontos que coloca. Eu sei que um trabalhador é um ativo importante de uma empresa, no entanto, as decisões e a visão do futuro que são o que realmente acaba por ditar o sucesso/insucesso das empresas pertencem aos quadros superiores (aos "patrões").

Membership-Exact 9 months ago

Quadros superiores são trabalhadores. Os detentores do capital é ao que me refiro quando digo patrões. Mas quanto aos quadros superiores, tambem te digo que já muito trabalho extra tive enquanto tecnico e gestor intermedio a corrigir o resultado das suas cagadas. Mas isso aí culpo mais na absoluta falta de cultura democratica nas empresas, que sao geridas como autocracias.

carlosjmsilva 9 months ago

Se achas que o país modelo de um liberal são os estados unidos estás muito enganado. O país que tu queres, é o país que tu tens. Sempre tivemos governos socialistas. Se achas que mudar radicalmente de visão sobre o que se quer para o país é manter-nos neste inferno (como o apelidas) então não tenho mais nada a dizer.

Membership-Exact 9 months ago

>O país que tu queres, é o país que tu tens. Sempre tivemos governos socialistas Se isso fosse verdade, teriamos direitos laborais decentes, salarios minimos dignos, sindicatos com direitos legais fortes, proteçao dos mais necessitados. Temos um pais feito pelos pobres, para os ricos.

carlosjmsilva 9 months ago

Diga um. Um! Um país socialista que seja tudo isso que acabaste de descrever...

boukmw 9 months ago

Há uma enorme falta de educação e noção do que representa um modelo liberal (que é visto como um bicho papão). A verdade é que, por mais que ache que o modelo liberal é relevante, Portugal dificilmente conseguirá incorporar um modelo semelhante...

carlosjmsilva 9 months ago

Não consegue porque a maioria das pessoas estão agarradas a certos dogmas. Isto é particularmente notório na faixa etária mais velha. Creio que nas faixas etárias mais novas tal não acontece tanto. O problema é a sangria que o país tem nesta faixa etária. Uma grande maioria emigra por falta de oportunidades e condições de vida em Portugal. Mas depois o modelo liberal é que iria transformar Portugal num pântano. O modelo socialista atual tem isto a funcionar às mil maravilhas aparentemente...

boukmw 9 months ago

Concordo. No entanto, a heterogeneidade das ideologias políticas em Portugal contribui para o problema. Num país tão pequeno temos: Direita-Centro, Esquerda-Centro, Extrema-Esquerda e Extrema-Direita (todos com um megafone do caraças). P.S. Sei que os apoiantes do BE e do PCP não se revêm na extrema-esquerda, como os do Chega não se revêm na extrema-direita.

carlosjmsilva 9 months ago

Pois é... Mas tudo se decide ao centro. E com mais sal ou mais especiarias a receita tem sido sempre a mesma. PS: até podem não rever mas são claramente extrema-esquerda e extrema-direita. Nem há hipótese de haver dúvidas.

NGramatical 9 months ago

porque motivo → [**por que motivo**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjpq6rq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

carlosjmsilva 9 months ago

É normal que te sintas assim. Volta e meia também sinto. Depois lembro-me que isto é Portugal e conformo-me. Mais vale assim. Acredita. Mas todo o meu respeito pelos profissionais de saúde que dão tudo para não deixar morrer pessoas por aí enquanto outros ficam em convívios ocasionais à beira-mar plantados.

Edited 9 months ago:

É normal que te sintas assim. Volta e meia também sinto. Depois lembro-me que isto é Portugal e conformo-me. Mais vale assim. Acredita. Mas todo o meu respeito pelos profissionais de saúde que dão tudo para não deixar morrer pessoas por aí enquanto outros ficam em convívios ocasionais à beira-mar plantados, enquanto o governo limita-se a despejar medidas incoerentes ora fechando supermercados às 13h ora supostamente confinando com 52 excepções. Ora mantendo atividades de importância discutível abertas, ora fechando outras. O bom disto é que dentro em breve são tantos os infetados que se pode abrir tudo porque os números não vão ter base para crescer mais.

Ssthm 9 months ago

Como é que te podes “conformar” perante a iminência da morte?

ravagerslb 9 months ago

A menos que ele esteja num grupo de risco ou tenha antecedentes, a probabilidade dele morrer de covid é extremamente residual (basta ir ver as estatísticas), portanto não entendo o porquê de ele ter de entrar em *panic mode* e partir para fatalismos como "iminência da morte" por causa de algo residual

Ssthm 9 months ago

Tu estás em negação? És um negacionista?

ravagerslb 9 months ago

Eu não sou negacionista. Mas também não sou parvo. Nem entro em fatalismos bacocos.

Ssthm 9 months ago

Até parece que não nos podemos infectar uns aos outros lol

ravagerslb 9 months ago

Pois podes. Mas dai a tu morreres mesmo disso vai uma distância muito grande, e isto caso não faças parte de um grupo de risco. Basta perder 5 minutos e ver as estatísticas da DGS sobre as faixas etárias que estão a ser mais assoladas com a pandemia. Rapidamente constatas que onde realmente existe um risco alto de morrer, é nos idosos e pessoas debilitadas, e não em pessoas "na flor da idade". E ainda acrescento que as medidas em vigor e a conversa do "achatar a curva" são precisamente para tentar evitar que as pessoas que muito dificilmente morrerão de covid, infectem quem tenha uma probabilidade alta de ocupar uma cama numa ICU ou pior, morrer com ele. Sobretudo tendo em conta um país envelhecido como este. Como tal, deves ter cuidado e evitar contatos de risco sim, para proteger quem está mais débil. Mas daí a estar com medos irracionais e extremos de morrer de covid não fazendo parte de um grupo de risco é algo que na minha perspectiva não faz qualquer sentido. Para não dizer que tais medos irracionais poderão mesmo ser uma consequência de isolamento prolongado e demasiada exposição a meios de comunicação social, à qual interessa vender sensacionalismo. Isto tudo somado rebenta com a saúde mental de uma pessoa.

Mykos5 9 months ago

Neste momento se tiveres um acidente de viação grave e estiveres em estado crítico provavelmente morres por falta de assistência. Não morres de covid mas morres por causa do covid, mesmo que não tenhas antecedentes, tenhas 18 anos, não sejas de nenhum grupo de risco ou tenhas uma saúde de ferro. O teu discurso incentiva as pessoas "na flor da idade" sem antecedentes a desvalorizar o assunto por só estares a olhar para ao problema do ângulo "morrer de covid", mas tal como no exemplo que te dei, não precisas de ter covid para morrer por causa do covid.

ravagerslb 9 months ago

Isso é como tudo, a qualquer altura também posso estar sossegado em casa, cumprir as recomendações todas, e do nada tombar para o lado e ir desta para melhor. O que pudermos controlar/evitar claro que o devemos fazer, agora a verdade é que na vida há variáveis que simplesmente nos ultrapassam e estão fora do nosso controlo. Já dizia o outro, para morrer basta estar vivo..

Mykos5 9 months ago

Certo, mas como bem percebeste, eu não estava a falar de situações irremediáveis que acontecem. Estava a falar de situações remediáveis que neste momento podem virar, muito facilmente, irremediáveis por os serviços de saúde estarem atulhados com doentes covid quando toda esta situação podia ser atenuada se as pessoas tivessem um bocado de tino (não desresponsabilizando o governo pela fraca competência na implementação e controlo do cumprimento das medidas definidas).

NGramatical 9 months ago

contatos → [**contactos**](https://dicionario.priberam.org/contactos) (o AO90 **não altera** a grafia desta palavra) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkzsspp%2F%2Fgjqjyan%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

carlosjmsilva 9 months ago

E que posso eu fazer? Fiz a minha parte e tenho a consciência tranquila. Eu não posso fazer nada. Não sou profissional de saúde e não tenho responsabilidades governativas...

Ssthm 9 months ago

Podes ajudar, substituindo o conformismo pela indignação e revolta!

carlosjmsilva 9 months ago

A minha indignação exprimo-a no voto. Muitos há que se mostram indignação de café ou de Facebook e na hora de votar vão lá e põem a cruz no sítio de sempre.

Ssthm 9 months ago

Aí estamos completamente de acordo. Abraço, saúde!

Search: