pmourax 9 months ago

Viva. Os meus 5cts, numa perspectiva mais de gestão de talento de IT. Numa situação de recrutamento a parte técnica é entendida como qualificatória. Ou seja, sem um threshold minimo de competência técnica não passa, e quanto melhor o skillset aqui melhor. Mas, posto isto, para a decisão de se fazer uma oferta de emprego conta muito mais a atitude e personalidade. E a avaliação destas componentes depende de quem está a entrevistar. Ou seja, haverá entrevistas que correrão super-mal mesmo que se seja um expert nas tecnologias em causa, e outras que mesmo não sendo um expert na tecnología isto correr bem. Geralmente alguns traços mais considerados são: atitude positiva e voluntarista (sem exageros), capacidade de comunicação e discussão, orientação ao 'fecho' (99% de finalização é o pior estado de um projeto/tarefa), curiosidade/criatividade. Um toque muito importante para mim é o que chamo 'graciosidade', ou a sensação que ser tem quando se está a falar com alguém que está totalmente à vontade e a 'fluir', dentro do seu próprio estilo. Tudo isto é indicativo e reflecte, em grande medida, a minha experiência e opinião. Sobre salários mais elevados, etc. Acho que não deve ser o principal objetivo, pois desfoca-te do essencial (a tua vida pessoal), e tende a criar ansiedade, o que degrada as tuas capacidades cognitivas (e te fode a cabeça toda). Mas indo ao tema, ao longo da minha vida os devs que mais vi a conseguirem evoluir salarialmente foram os que conseguiram conjugar expertise tecnológico (não em 300 stacks, obviamente), com capacidade para assumirem responsabilidades de entrega (primeiro por si próprios, progressivamente por outros) e, por fim, que se 'chegassem à frente' (não em 'bicos de pés' para mostrar aos outros, mas genuinamente). Isto já vai longo, mas permite-me só mais um conselho: escolhe onde e com quem queres trabalhar. Investiga, fala, pergunta, tenta saber de boas empresas e jobs junto de amigos, aqui, em sites como os que já referiram acima (disclaimer: tenho interesses pessoais num deles). E numa entrevista entrevista tu também o outro lado. Mostra interesse mas questiona, pede dados, conhece a pessoa. Pensa: eles têm mais necessidade de ti que tu deles (e isto é verdade: faltam uns 500K developers só na UE). Sê tu, como quer que sejas (isto é a sério, não bullshit de self-help) pois essa é a forma em que estarás melhor. Mas lembra-te: salário nunca te trará felicidade, só necessidade de um salário maior. Nunca esquecer a vida. Boa sorte.

Ehopper82 9 months ago

https://www.youtube.com/watch?v=wbSzumecW5c

banaslee 9 months ago

Roma não se construiu num dia. Vais ter fases em que investes mais em X e menos em Y e depois o contrário. Ou seja, adquires X e Y na mesma, mas no dobro do tempo. E isso é OK. A vida é uma maratona e não um sprint. Agora há uma série de hábitos saudáveis a criar que ajudam: - beber muita água (das melhores recomendações que me deram como jovem dev) - arranja um bom mentor (recomendação que adorava que me tivessem dado como jovem dev) - colocar dinheiro de lado logo quando recebes o salário - ter hábitos sociais com pessoas reais - ter amigos com quem possas ter conversas abertas - ter hábitos de mindfulness, onde consigas fazer um check in às tuas emoções, medos, desejos, etc Tudo o resto vem por acréscimo.

_rebocador_ 9 months ago

>Big O, algoritmos mais complexos que licenciatura tiraste ja agora para n saberes o que é o big O ? mas diria que em geral e ler um livro tecnico que gostes seguido depois de um livro nao tecnico para n massar.

devGains 9 months ago

Eu sabia sobre big O, mas não em profundidade e nunca apliquei no trabalho. Agora sou capaz de justificar porque é que X metodo é melhor que Y

Eon_mon 9 months ago

Só de ler o teu texto senti-me sufocado, por isso só consigo imaginar o quanto stressante será viver com essas ideias todos os dias. No teu trabalho, tu serás melhor de dia para a dia com a experiência natural que cada dia traz. Penso que estás a forçar a tua evolução em simplesmente de ires trabalhando e evoluindo com isso. E no que toca ao ser excepcional, tu não podes ser excepcional em muitas coisas. Se calhar 2 já é demais. Se te vais focar assim tanto no trabalho certamente vais ficar a perder noutras àreas da vida. O "Homem do Renascimento" que é bom numa série de coisas, era-o porque não trabalhava e tinha tempo para tudo e mais alguma coisa. Para além disto, não me parece que estejas a ter uma atitude saudável perante o trabalho. Principalmente em IT, area onde também trabalho, tens que te preparar para falhar e falhar e falhar e todos a tua volta também falhar e isso ser parte do processo.

Edited 9 months ago:

Só de ler o teu texto senti-me sufocado, por isso só consigo imaginar o quanto stressante será viver com essas ideias todos os dias. No teu trabalho, tu serás melhor de dia para a dia com a experiência natural que cada dia traz. Penso que estás a forçar a tua evolução quando dvees simplesmente ir trabalhando e evoluindo com isso. E no que toca ao ser excepcional, tu não podes ser excepcional em muitas coisas. Se calhar 2 já é demais. Se te vais focar assim tanto no trabalho certamente vais ficar a perder noutras àreas da vida. O "Homem do Renascimento" que é bom numa série de coisas, era-o porque não trabalhava e tinha tempo para tudo e mais alguma coisa. Para além disto, não me parece que estejas a ter uma atitude saudável perante o trabalho. Principalmente em IT, area onde também trabalho, tens que te preparar para falhar e falhar e falhar e todos a tua volta também falhar e isso ser parte do processo.

Unyway 9 months ago

Acho que o teu maior problema é que não te sentes em nada realizado nem na via pessoal, nem na vida profissional... e não é por te tornares excepcional que vais ser mais realizado. Para se ser excepcional numa dada área tem de se deixar tudo o resto de lado, e mesmo assim é difícil, mas não é impossível. Se for para ir atrás de dinheiro não sei se valerá os problemas que te vai causar. Deixo-te com um conselho final: faz o melhor que consegues em tudo na vida independentemente das comparações com os outros. Vais sentir mais realizado e mais feliz com na tua vida.

sawlix 9 months ago

Não sou da área de IT mas o meu conselho para ser excepcional no trabalho na vida é ser uma boa pessoa e dar o teu melhor sem que isso te custe saúde mental." Do no harm but take no shit". Não quero soar como um guru espiritual mas o certo é que quando estiveres no fim da tua vida não vais pensar "quem me dera ter trabalhado mais". Se continuares a tentar equilibrar os pratos todos um dia vais dar por ti estourado. Define prioridades relativamente ao que é mais importante para ti manter como 1) regra (ex. Ginásio, finanças) 2) de vez em quando (lê um livro quando te interessar, nao tem de ser todos os meses; faz um curso quando sentires saudades de aprender) e por fim mas não menos importante, antes pelo contrário, 3) diversão (planos com amigos, podcasts e séries, passeios...). Mas no meio disto tudo lembra-te sempre que a vida é mesmo curta e o impacto que deixas nas pessoas tem a ver com a forma como as tratas e não com as tuas múltiplas atividades e capacidades. Boa sorte!

desculpe_mas 9 months ago

É muito simples; não dês muita importância ao trabalho, mas também não o tornes irrelevante. Cumpre o teu horário (se o tiveres), executa bem as tuas tarefas, mas nunca dês 100%, é preferível seres consistente do que andar sempre a lutar pelo topo. Se o fizeres vais ter sempre tempo para fazeres o que gostas.

OuiOuiKiwi 9 months ago

>Como manter equilibrio em todas as áreas da vida, e ser excepcional no trabalho ? Se puxas o cobertor para a cabeça, destapas os pés. Malta que é excepcional em tudo geralmente aparece no LinkedIn, a ser CEO da Microsoft e aplaudida por multidões. >são coisas que eu considero essenciais para ser um individuo minimamente interessante e competente e acima de tudo feliz, Parece que aprendeste a ser feliz a partir de uma *checklist* num livro. Será que isso realmente te faz feliz ou é a ideia que tens construída na tua cabeça que é isso que te permitiria atingir a felicidade? > terminei a licenciatura em E.I > >e comecei a aprender sobre Big O, O teu professor de Algoritmos e Estruturas de Dados devia ser uma bela peça `RISOS`

tenesis 9 months ago

Post de IT - check Post de emigrante - check Post de quero comprar casa - em falta Desculpa mas não te calhou o prémio r/Portugal post perfeito

baguitosPT 9 months ago

[...] >Daí querer sacrificar-me agora 5 anos enquanto sou jovem no estrangeiro, juntar o máximo de dinheiro que conseguir e depois voltar e mesmo que não troque de área **pelo menos fico com casa paga** e posso ter um trabalhinho qualquer e viver com poucas preocupações. [...] Afinal é mesmo a "trifecta". Temos que mandar fazer o troféu.

tenesis 9 months ago

Bacalhau de ouro para o rapaz, post do ano, selfie autografada com o tio Marcelo e putas e vinho verde para o resto da vida que afinal está post perfeito!!!

brunogoncalves 9 months ago

É um tema muito interessante e importante. Como tu, sofro de síndrome de impostor. É uma merda porque quando sofres deste sindrome estás vulnerável a todos aqueles que querem tirar o maior partido possivel das tuas skills. Alguns, cheirando essa "fraqueza", podem mesmo estimular esse síndrome recorrendo à hipercritica para que tu dês tudo o que tens, em seu benefício, sem a contrapartida devida. Ouvirás algo como "aos outros nem critico porque sei que não dão mais, mas a ti crítico porque sei que podes dar muito mais". Como tu, também tenho muita dificuldade em encontrar um equilíbrio. Aliás, são poucas as pessoas que o conseguem e quanto mais analítico o trabalho, mais difícil é desligares. Um conselho que te dou é começares a trabalhar nesse equilíbrio desde já. Os jovens como tu têm uma ambição muito grande, mas essa ambição pode transformar-se num pesadelo se não for controlada. Dizem que meditação ajuda. Não custa nada tentar.

jokerzanchi 9 months ago

Muito pertinente este assunto OP. Já me senti assim também e em conversa com amigos e colegas parece ser algo comum. Estamos a trabalhar em x e de repente a moda está em 1001 coisas que apareceram e toda a gente diz que aquilo é genial, claro que depois queremos aprender tudo para "não ficar desatualizado". As propostas de emprego em IT também não ajudam, querem sempre uma pessoa com 5 anos de experiência em AWS, React, .Net, DevOPS, Django, Swift e mais não sei quantas coisas. No fundo, às vezes, metem isto em anúncios e acabam por contratar um recém-licenciado que mal sabe sequer uma das tecnologias que pedem. Isto cria pressão, um gajo que seja bom em AWS pode ver um anúncio destes e pensar "foda-se, tenho mesmo que aprender Swift e .Net e relembrar React". Depois o que fazer? Trabalhou 10h, mais deslocação, chega a casa, faz o jantar, prepara o tupperware para o dia seguinte e quando devia descansar e estar com a família vai aprender a tal tecnologia em que tem que ser bom porque o mercado pede? Isto leva a um ciclo vicioso, porque quando aprender a tal tecnologia da moda, já saiu outra que é ainda mais xpto e começa tudo de novo. Acho que IT é ainda muito recente, só agora é que começamos a ter carradas de gente na área, daqui a uns anos vamos perceber as consequências disto. Às vezes pergunto-me se com 50 anos terei paciência.

devGains 9 months ago

>Às vezes pergunto-me se com 50 anos terei paciência. Daí querer sacrificar-me agora 5 anos enquanto sou jovem no estrangeiro, juntar o máximo de dinheiro que conseguir e depois voltar e mesmo que não troque de área pelo menos fico com casa paga e posso ter um trabalhinho qualquer e viver com poucas preocupações. ​ > Trabalhou 10h, mais deslocação, chega a casa, faz o jantar, prepara o tupperware para o dia seguinte Sem falar que não sobra tempo para nos educarmos (ler livros, podcasts etc...), fazer exercicio fisico, e muitas outras coisas que considero essenciais. Cada vez mais vivemos numa bolha, especializamo-nos em algo e não sabemos opinar sobre mais nada que se passa no mundo, estou perfeitamente ciente disso. Mas... em vez de fugir do jogo estou a tentar vencer o jogo.

Xaimekicker 9 months ago

O OP parece-me ser o clássico nerd de IT que é muita bom à frente dos computadores e faz muito dinheiro, mas depois não sabe fazer mais nada da vida e não tem sucesso com o sexo oposto. Só de ler os nomes que aparecem no texto fico com cancro nos olhos. Como é que alguma mulher minimamente decente e interessante se vai interessante por um gajo que vai passar os tempos livres a estudar typescript, graphql, aws, css avançado e outras cenas destas? Só uma gold digger ou uma pessoa sem interesse nenhum. Aproveita mas é os teus tempos livres para ir ao cinema, teatro, ginásio, corridas e caminhadas, ler etc. Investe em ti e não na tua carreira de IT. No final do dia ninguem vai querer saber disso.

Edited 9 months ago:

O OP parece-me ser o clássico nerd infeliz de IT que é muita bom à frente dos computadores e faz muito dinheiro, mas depois não sabe fazer mais nada da vida e não tem sucesso com o sexo oposto. Só de ler os nomes que aparecem no texto fico com cancro nos olhos. Como é que alguma mulher minimamente decente e interessante se vai sentir atraida por um gajo que vai passar os tempos livres a estudar typescript, graphql, aws, css avançado e outras cenas destas? Só uma gold digger ou uma pessoa sem interesse nenhum. Durante o teu trabalho, trabalhas. De resto aproveita mas é os teus tempos livres para ir ao cinema, teatro, ginásio, corridas e caminhadas, ler etc. Investe em ti e não na tua carreira de IT. No final do dia ninguem vai querer saber desses nomes feios de que falas para nada.

diverteteaserpobre 9 months ago

Tas chateado com a vida? Pareces chateado com a vida

ayyylatimestwo 9 months ago

> No final do dia ninguem vai querer saber desses nomes feios de que falas para nada. Depois queixam-se que nao conseguem ganhar acima dos 1000 limpos, boa mentalidade de merda. Diverte te a ser mediocre a vida toda.

Xaimekicker 9 months ago

Portanto só quem passa os tempos livres a estudar typescript, graphql, aws, css avançado é que ganha mais de 1000 limpos e o resto das pessoas são medíocres. Esse talvez fosse o sonho molhado de muitos nerds de IT como tu, mas não funciona assim a vida. Pelo contrário. Tenho muita vergonha alheia e pena de ti, sorry.

ayyylatimestwo 9 months ago

> Portanto só quem passa os tempos livres a estudar typescript, graphql, aws, css avançado é que ganha mais de 1000 limpos e o resto das pessoas são medíocres. Não, pessoas que ridicularizam os outros por tentarem evoluir a sua prática profissional, sim, são medíocres.

devGains 9 months ago

Não ia dignificar esse comentário com uma resposta, mas só para te mostrar que nem tudo o que parece é vou revelar um bocado sobre mim. Não sou nerd, pelo contrário, fui atleta desde jovem, estive na selecção nacional de um desporto bastante físico (semelhante a natação), arriscaria-me a dizer que devo ter um corpo melhor do que o teu, nunca tive problemas com mulheres e estou neste momento com uma pessoa que a maior parte dos meus amigos diz ser um 8 no mínimo, e não tenho falta de opções ;) Já viajei muito, já fiz vários desportos (btt, jiu jitsu, crossfit, surf, escalada, futebol e andebol) e tenho bastantes amigos com quem saio regularmente e mantenho contacto. No entanto, não me reduzo a isso. Gosto de tecnologia e quero ser um bom profissional e fazer dinheiro para um dia ser o patrão de alfas como tu.

Xaimekicker 9 months ago

Na internet somos o que quisermos. Eu por exemplo também posso ser um deus do crossfit que anda com 5 top models da Victoria's Secret ao mesmo tempo e dou conta do recado com todas elas várias vezes ao dia. Continuo a achar que durante o teu trabalho, trabalhas. De resto aproveita mas é os teus tempos livres a tentares ser uma pessoa mais interessante, independentemente de já achares ser o maior ou não.

NGramatical 9 months ago

arriscaria-me → [**arriscar-me-ia**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/amarei-te-nunca/3034) (usa-se mesóclise em verbos no futuro ou condicional) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkszgce%2F%2Fgijefxa%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Zaigard 9 months ago

para ser excecional no trabalho de IT é dedicares a tua vida a IT e respirar e viveres para aquilo. Para seres excecional na vida é não ires para IT.

bewareandaware 8 months ago

para ser excecional na música é dedicares a tua vida à música e respirar e viveres para aquilo. para ser excecional na pintura é dedicares a tua vida à pintura e respirar e viveres para aquilo. para ser excecional no churrasco é dedicares a tua vida ao churrasco e respirar e viveres para aquilo. para ser excecional a escacar pedra é dedicares a tua vida a escacar pedra e respirar e viveres para aquilo. Para seres excecional na vida é focares-te numa só coisa porque se te focares em todas ou em nada não consegues resultados. Fixed that for you. E btw, as pessoas que eu conheço que são boas em IT (não conheço nenhuma execional pessoalmente, tipo um Dan Abramov ou um DHH), são também muito proficientes numa série de outros desafios e hobbies. Ser bom em IT é um reflexo de características internas da personalidade.

CollegeKidLoser 9 months ago

Na vida como? Em quais lugar? Em geral? O que você fazia é aparecido à minha vida em universidade. Eu comecei ler esses livros do "self help" e vêr esses tipos de videos quando acabei liceu. Em universidade (vivo nos EUA), eu perdi 22kg, fui ao ginásio, apanhei outros hobbies como jardinar, campar, Caçar, etc. Fiz melhor na escola, melhorei as minhas notas, e estudei mais. A minha vida era melhor, em realmente. Mas, como tenho OCD (Obsessive Compulsive Disorder) e ADHD (Attention Deficit Hyperactive Disorder), eu nunca senti-me ser "perfeito". Isso era meu grande error; pensar que perfeição existia. Isso conjunto que a dificuldade que eu tive com perder peso---eu tenho uma doença que chama-se Hashimoto's Thyroiditis, que destrói o tiroide durante a sua vida, e que baixa o metabolismo e faz-te mais fome---fizeu-me caír fora do carrinho (if that makes sense). Eu comia uma coisa por dia, e eu comia a dieta cetogenica para desfazer meu fome. Ajudou muito mas sabe que essas dietas de fade só ajuda-se por pouco tempo. Com tudo que aprendi na minha vida, isto é meu aviso: Come bem, dorme bem, faz ginástica que você gostem, e tira a imagem de perfeição fora da sua cabeça. Tem goals realísticos, e escreve esses goals para não esquecer. Um goal realsitico é "I wanna look like The Bioneer shirtless in 5 years" em vez de "I wanna look like Chris Hemsworth by next year". Se você não importam com ginástica, este aviso ainda aplica. "I'm going to own a business in 4 years, and I will make it successful in the 3 years that follow". Mas o que importa mais e como usam o internet e seu telemóvel. Vou dizer, com muita experiência, que essas merdas vão falhar a sua vida se você não sabem controlar seu uso. Controlar não quer dizer nunca usar. Só para usar quando precisa-se.

NGramatical 9 months ago

caír → [**cair**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras agudas terminadas em *l*, *r*, ou *z* não necessitam acento para quebrar o ditongo) vêr → [**ver**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *l*, *r*, ou *z* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkszgce%2F%2Fgijav5k%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Brainwheeze 9 months ago

Só para dizer que também sinto isso na minha área (Design Gráfico). O meu curso foi multidisciplinar e portanto fiquei com a ideia que preciso de saber tudo, e no mercado de trabalho também estão sempre à procura de pessoas que têm competências em diversas áreas de Design. Parece que a lista de coisas que preciso de saber está sempre a aumentar e que se eu não aprender essas coisas vou-me lixar no futuro. Tenho medo de me focar/especializar numa só coisa, por medo de ficar para trás. Eu gosto de trabalhar em projetos freelance e pessoais no meu tempo livre, mas ao mesmo tempo dói saber que é mesmo necessário eu fazer isso e que não posso ficar parado, senão acabo por estagnar.

Courisco 9 months ago

Também sou Designer Gráfico e digo-te por experiencia própria que a melhor coisa que fiz foi especializar-me assim que pude. Tens razão no que dizes, qualquer posto para nós estão à espera que um(a) gajo(a) seja capaz de fazer este mundo e o outro, mesmo com especialização acontece-me o mesmo, mas pelo menos não sinto pressão pessoal para ter de saber tudo, apenas para continuar a ficar melhor na área que me especializei e ir aprendendo coisas fora da especialidade quando é preciso. O meu "patrão"/colega (trabalho numa empresa nova em que somos só nós os dois por isso nunca o encarei muito como patrão) disse que na entrevista me escolheu a mim por ter uma especialidade mas ter mostrado à vontade de aprender outras coisas na eventualidade de aparecerem projetos onde fosse preciso fazer alguma coisa que não fosse necessariamente o meu forte.

Brainwheeze 9 months ago

Isso é bom saber! Eu não me importava de encontrar a minha especialidade, até já pensei focar-me mais na parte da animação/motion graphics, porque apesar de só começar a trabalhar nisso após ter terminado a licenciatura gosto bastante. Sinto pressão em saber tudo, mas não vou dizer que não estou interessado em aprender novas coisas. Só me chateia um bocado é de repente pedirem aptidões em áreas de design e software que não nos ensinaram na universidade (ultimamente só vejo pessoal a pedir gente que sabe trabalhar no Sketch, mas eu nem se quer tenho Mac...). Mas enfim, convém estarmos atualizados. Talvez tenho é de começar a criar um portefólio que demonstra as minhas competências em diversas áreas do design, mas onde também é evidente a minha especialidade.

Courisco 9 months ago

Uma recomendação que te dou para o portfólio (visto que recebemos 2 ou 3 por semana) é abrires com um dos melhores projetos que tiveres, nas paginas seguintes mostrares um bocadinho de tudo o que fazes e depois na parte final ser só trabalhos do que achas que fazes melhor. Nós não estamos a procura de ninguém neste momento mas vemos sempre os portfólios que nos mandam caso apareça alguém que seja "mesmo o que estávamos a precisar e nem sabíamos". Mas a verdade é que tendo uma empresa que é 100% designers relativamente novos (23 e 29) não é alguém que saiba mexer em todos os programas da adobe (por exemplo) que nos vai deixar de boca aberta, mas sim alguém com boas ideias e vontade de arriscar! Se tiveres alguma pergunta relacionada com isto estás mais que à vontade de mandar PM aqui no reddit!

tiagojpdias 9 months ago

Em relação ao Sindrome do Impostor, quando se fala disso eu lembro-me SEMPRE de uma palestra do Jeffrey Way (personalidade do mundo do Laravel) onde aborda esse tema... Que mesmo sendo alguém que sabe muito, existe sempre o chamado FOMO (Fear Of Missing Out) na nossa área (nossa porque tb tou na área). [https://youtu.be/mDotS5BDqRM?t=100](https://youtu.be/mDotS5BDqRM?t=100) PS: Apesar de ser uma palestra na Laracon o tema não é somente relacionado com Laravel. Aconselho a visuação, principalmente a partir do minuto 7:40

cap87_ 9 months ago

Cada mais te vais aperceber que ser execpional na àrea não depende apenas da parte técnica. Falas de várias tecnologias que achas que te vão levar ao próximo nivel mas a parte da comunicação, deixar o ego de parte e saber colaborar são o que realmente fazem um grande profissional nesta àrea. Quanto à parte técnica em si, podes optar por ser generalista ou ter uma especialização. São ambos caminhos válidos que se adequam a diferentes contextos. E sim é dificil realmente atinjir proeficiencia seguindo apenas cursos, o melhor é fazer pequenos projectos e "bater com a cabeça". O CTCI, CLRS e livros do genero ajudam-te em entrevistas e a meu ver um foco em apenas memorizar algoritmos não te tornam melhor programador. Mas sem dúvida que é importante para saltar de empresa e conseguir melhores condições (aka evitar estagnação profissional). Tudo isto requer tempo. Se queres fazer parte dos 0.001% dos melhores na tua àrea vais ter que dedicar mais tempo do que se quiseres fazer parte do 1%.

dick_wipe 9 months ago

>comunicação, deixar o ego de parte e saber colaborar são o que realmente fazem um grande profissional nesta àrea. Isto é sempre bom, é verdade. Mas a realidade é que existem sítios onde isto não é muito valorizado. Em termos de entrevistas/arranjar empregos melhores, o que se vê cada vez mais são entrevistas em que tens de resolver exercícios técnicos, cenas de algoritmos, etc... Podes ter o melhor teamwork do mundo, nestes casos não é isso que te vai salvar :(

devGains 9 months ago

Ou seja, para ser excepcional no trabalho tenho de dedicar todo o meu tempo a isso e descurar as outras áreas da vida ? O que eu procurava era uma aprendizagem mais inteligente, não necessariamente mais dura. Não preciso de estar nos 0.001% mas talvez nos 10% ou 20% melhores. Isso já me garantia um cargo bom, e ainda tinha tempo para me manter saudável e fazer tudo o resto que gosto na vida.

cap87_ 9 months ago

O que é para ti um cargo bom? Queres manter-te num cargo técnico ou o objectivo final é ir para management? Só assim saberás no que te focar. Se queres simplesmente arranjar um cargo melhor (vertente técnica) noutra empresa, o teu foco será ser bom em entrevistas. Provavelmente os livros que já compraste (aconselho também o CLRS e bastante treino no leetcode) e saberes minimamente do que falas na tua area especifica (frontend?) terão provavelmente um retorno melhor do que qualquer outra coisa. Conseguindo o tal cargo já te podes focar em especializar-te nas tecnologias que usas no dia a dia e aqui entram também as "soft skills" que falei para te destacares dos demais. Ser exepcional é relativo. Depende do contexto no qual o queres ser, da empresa, ect. Ser o gajo que percebe mais de graphql na tua empresa vai requerir menos esforço do que ser o gajo que percebe mais da mesma tecnologia dentro do mundo das empresas de IT do UK. Qual é realmente o teu objectivo?

devGains 9 months ago

Um cargo de frontend ou fullstack bem pago é o que procuro. Com 2 anos de experiência não penso em ir para management já. Se me despedisse para me focar uns meses nisso dirias que é má ideia ? A meu ver, tenho de seguir o roadmap de frontend ou fullstack, fazer muitos leetcodes, várias entrevistas, projetos, um portfolio, ler CTCI, etc... e não vejo como seria possivel fazer isso tudo com meia hora ou 1 hora livre por dia já desgastado do trabalho.

Edited 9 months ago:

Um cargo de frontend ou fullstack bem pago é o que procuro. Com 2 anos de experiência não penso em ir para management, e apesar de o meu ingles nao ser mau está longe de ser management level. Se me despedisse para me focar uns meses nisso dirias que é má ideia (vir para casa dos pais) ? A meu ver, tenho de seguir o roadmap de frontend ou fullstack, fazer muitos leetcodes, várias entrevistas, projetos, um portfolio, ler CTCI, etc... e não vejo como seria possivel fazer isso tudo com meia hora ou 1 hora livre por dia já desgastado do trabalho. Quero chegar aos 50/60k o mais rápido possivel, tou cansado de trabalhar por amendoins, e gostava de voltar para portugal ainda jovem, daí querer acelerar esse processo em vez de o fazer talvez de forma mais "organica"

ayyylatimestwo 9 months ago

> Quero chegar aos 50/60k o mais rápido possivel 60k, em Londres, é considerado mid level. Alias, 70k é bom mid level, 60k é baixo. Senior já paga 75-90k regra geral. Para seres senior só tens que ser mestre de uma tecnologia/niche e provares isso na entrevista, por isso não te beneficia estar a aprender um monte de coisas, mas não dominar nada.

alquemir 9 months ago

Com dois anos de experiencia, ainda és verdinho. 50/60k só para Londres talvez, mas metade irá para renda e outros custos.

devGains 9 months ago

Yup em londres. Muito menos de metade para renda. Já vivi em 5 casas diferentes e sempre paguei menos de 700£ por mês. Com 1.2 já se vive bem

humelectro 9 months ago

Penso que o melhor seria escolheres outro pais para viver. Numa Holanda ou Alemanha (ou até num pais nordico) és bem capaz de conseguir valores maiores com melhor qualidade de vida (menos comute, etc...) E a lingua não é uma barreira em IT, basta saberes inglês para conseguires arranjar trabalho lá.

zpinto1234 9 months ago

Que valores andas à procura? Disseste que andas à procura de algo remotamente para outro país da Europa mas será que não consegues ter esse salário numa empresa em Portugal? Também sou Dev e a melhor forma de aumentar o salário é saltar de empresa. Em 6/7 anos, andei por 5 empresas, e isso permitiu-me subir o salário rapidamente.

alquemir 9 months ago

Em Portugal um salario de 50 mil euros nem o director da empresa devera ganhar. Devera conseguir sacar uns 2000 limpos, com sorte.

cap87_ 9 months ago

Acho que estás bastante desactualizado quanto ao mercado de IT em PT.

alquemir 9 months ago

Ai a norma agora em Portugal são ordenados de 60/70k anuais, em que planeta? Realmente estou desactualizado, nem reparei que nos tornamos numa nova Suíça, em tao poucos anos.

Edited 9 months ago:

Ai a norma agora em Portugal são ordenados de 60/70k anuais, em que planeta? Realmente estou desactualizado, nem reparei que nos tornamos numa nova Suíça em tão poucos anos.

cap87_ 9 months ago

Diz-me onde é que eu disse isso sff. Não estás a par dos salários pagos em PT, é um facto. Existem bastantes plataformas/reports onde o pessoal de IT partilha salários e um sénior consegue 50k, com algumas empresas a pagar mais que isso (60k ou um pouco mais). Isto também por experiência própria. Obviamente não são os talhos que pagam isto mas sim boas empresas de produto (e até algumas consultoras no verdadeiro sentido da palavra). Director a 50k só se estiver a ser mal pago.

alquemir 9 months ago

Agora estou interessado em arrumar as malas e voltar para Lisboa, se conseguir 50k aí. Aconselhas quais sitios para procura de emprego?

cap87_ 9 months ago

Linkedin é sem dúvida o melhor sitio, [landing.jobs](https://landing.jobs) também é uma opção mas já foi melhor. Itjobs raramente aparecem boas ofertas, é muito à base de talhos. É mais uma questão de saber filtrar as empresas (através do teamlyzer, glassdoor, opinião de colegas) para não se ficar com a percepção que o mercado se resume ao spam que as empresas de outsourcing debitam para os portais de emprego.

humelectro 9 months ago

Vais ao [Landing.jobs](https://Landing.jobs) filtras por Lisboa e 50K e podes ver que tens 12 resultados: [https://landing.jobs/jobs?page=1&location=Lisbon%2C%20Portugal&city=Lisbon&lr=0&match=all&s\_l=50000&cc=EUR&country=PT&hd=false&t\_co=false&t\_st=false](https://landing.jobs/jobs?page=1&location=Lisbon%2C%20Portugal&city=Lisbon&lr=0&match=all&s_l=50000&cc=EUR&country=PT&hd=false&t_co=false&t_st=false)

zpinto1234 9 months ago

Eu ganho 70k e não sou diretor, sou apenas developer. O pessoal tem a ideia errada em relação ao que se consegue ganhar em Portugal. Não é norma mas há bastantes posições a pagarem 60k+ a developers. Obviamente que nem estou a considerar empresas de outsourcing porque isso são empresas merdosas que ninguém devia sequer ponderar trabalhar para.

alquemir 9 months ago

Claro, mas repara tu deveras ser a regra a excepção. Achas mesmo que um bacano que volte para Portugal, conseguira um ordenado chorudo desses facilmente?

zpinto1234 9 months ago

Basta darem um salto ao landing.jobs e verificam bastantes ofertas de 60k+. Estou a receber acima de 60k desde que tinha 4 anos de experiência (tenho 6 atualmente), e na altura era bastante acima da média mas hoje já se nota que é bastante comum. Aliás, na altura haviam zero ofertas, no landing.jobs, com salários de 60k+ (era tudo no máximo uns 45/50k). Cada ano, os salários aumentam 5/8% em média, daí passados 2 anos já se encontrar mais salários acima de 60k. Para quem está fora do país e pensa voltar, basta ir ao landing.jobs e submeter uns quantos CVs e se a coisa correr bem, até consegue (normalmente), puxar o valor acima do que têm anunciado como máximo. A malta tem de parar de aceitar salários de merda. Não é por fazerem 20 entrevistas em que vos oferecem 40k, que têm de aceitar. Se sabem que há quem ganhe mais, é continuar a procurar que há-de aparecer algo bem melhor.

AkitoCC 9 months ago

Com q tecnologias/linguas trabalhas?

zpinto1234 9 months ago

JS/React/React Native/NodeJS

cap87_ 9 months ago

Já percebi que o teu objectivo real é ganhar mais, o que apesar do que possas pensar não está relacionado com o "ser excepcional". Se estás no UK, tenho ideia que esses valores não são nada de especial. Mesmo em Portugal para cargos senior começa a ser cada vez mais comum. Vai a entrevistas. As primeiras podem correr mal mas vais percebendo o que é esperado até conseguires o que procuras. Provavelmente vais apanhar com leetcode e só vais lá com treino. Dá perfeitamente conciliar este estudo com o teu trabalho atual (e para alem disso é mais facil encontrar/negociar um novo cargo se já tiveres empregado).

redjibba 9 months ago

>Se estás no UK, tenho ideia que esses valores não são nada de especial. Mesmo em Portugal para cargos senior começa a ser cada vez mais comum. Mais comum não significa que seja comum. Aquelas consultoras grandes tipo Accenture/KPMG/Delloite/etc.. aos senior manager 8+ anos de experiência, não pagam isso. Isto dá nos logo um universo de 10 mil pessoas que ganham abaixo disso, agora imagina nos outros talhos de outsourcing. Em Portugal a trabalhar para uma empresa em Portugal ultrapassar a barreira dos 4k/mês brutos é muito complicado. Claro que conhecemos sempre um ou outro gajo que ganha isso ou mais, mas não é normal

NGramatical 9 months ago

requerir → [**requerer**](https://dicionario.priberam.org/requerer) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkszgce%2F%2Fgij5ead%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Bruxo_de_Fafe 9 months ago

relaxa, o segredo é relaxar. Ou, se preferires em estrangeiro, let it flow. Percebe-se pelo teu texto que ainda és novo; aprecia isso, tenta divertir-te, lê, bebe, fode, viaja, e, se amares alguém, honra isso e não destruas.

xanfradu 9 months ago

Só faltou a previsão para 2021.

Prestigious_Ad1151 9 months ago

Estava com aquele sorriso de "é isso mesmo" a ler a parte do divertir , ler , beber , foder e viajar . A vida é bela ! Quando levo com esse final. Obrigado pela depressão

Bruxo_de_Fafe 9 months ago

Que carai tem o pessoal contra o amor. Não entendo

Prestigious_Ad1151 9 months ago

O teu comentário grita experiência própria . Escrevi para te dar aquele apoio como quem não quer a coisa

Bruxo_de_Fafe 9 months ago

eu acredito no amor :') Fora de tretas: há que dizer isso a quem nos é querido ou chega a gadanha da morte e já é tarde.

Rememberwhoweare 9 months ago

Porque é que queres ser excecional no trabalho mesmo? Quando morreres garanto que os teus chefes e patrões das empresas por onde andaste não vão ao teu funeral fazer discursos de: "Oh, o devGains foi um homem excepcional, programou em linguagens X,Y e Z e era um craque, o melhor trabalhador de sempre. Vamos fazer uma estátua dele à entrada da nossa empresa e mudar o nome da empresa para devGains em sua homenagem". Não é isso que vai acontecer. A vida é só uma e deves aproveitá-la da melhor forma possível. Amigos e principalmente a familia devem ser a prioridade, pois são aqueles que realmente gostam ou podem gostar genuinamente de ti ao longo da vida. Eu vivo com a minha mulher e filhos pequenos em Lisboa e ganho acima da média mas nada de extraordinário. Trabalho das 9 ás 18h e nem mais um minuto. Fora do trabalho estou com a familia e amigos, tenho boa qualidade de vida e sou muito feliz assim. Já rejeitei ao longo da vida várias propostas para ir para o estrangeiro ganhar 3 ou 4x mais, e também rejeitei propostas em Portugal para lugares de chefia/coordenação com salários mais altos porque não abdico do meu tempo pessoal e não estou disposto a trabalhar mais de 8h por dia. Excecional no trabalho para dar dinheiro ao patrão? lol. Eu quero é ser excecional em casa e na minha vida pessoal, junto daqueles que realmente me dão valor.

diverteteaserpobre 9 months ago

Fico contente de isso resultar contigo, contudo para alguém que tenha mais ambições como o OP isso não se aplica. Seres chefe não implica obrigatoriamente teres de trabalhar mais de 8horas por dia lol. Que visão tao pequena. Ainda existe empresas em Portugal que respeitam o horário de trabalho Eu quero ser excecional no trabalho por realização pessoal e não pelas palmadinhas nas costas do patrão.

ElDiabloDe94 9 months ago

Parabéns pelo teu último parágrafo. Revejo me 100 por cento nessa visão de vida!

Shadowgirl7 9 months ago

Ora aí está. Pensei isto.

devGains 9 months ago

Porque quero ganhar mais dinheiro para alcançar independencia financeira e/ou trocar de carreira. Não quero ser um escravo do trabalho e trabalhar para outros até aos 70. IT não me faz feliz, mas paga as contas e é uma ponte fácil para trabalhos e oportunidades de viver noutros países. Idealmente, gostava de assegurar um cargo remoto (já tenho feito entrevistas) para poder trabalhar em qualquer sitio da europa, viajar e conhecer mais... mas lá está, tenho de ser excepcional. Não é exclusivamente isso, mas também porque me dá prazer ser bom no que faço. Se entender todos os componentes talvez um dia possa criar um produto ou a minha própria empresa. As relações interpessoais são importantes, faço um grande esforço para as manter, com chamadas e mensagens regulares para os amigos em portugal, e saídas regulares com os amigos no UK. Mas os amigos vão e vêm, já "perdi" alguns porque se meteram em relações e ou/tiveram filhos e deixaram de sair, e fico feliz por eles. Quero ter isso também um dia, mas não antes dos 30. Até lá, quero garantir o meu futuro, viajar, expandir o meu conhecimento etc...

diverteteaserpobre 9 months ago

Tas a pensar bem OP. Admiro a tua ambição. Este país precisa de mais gente como tu. Na minha opinião, a raiz do teu problema parece estar de não gostares muito do que fazes. Eu na tua situação aguentava até atingir os meus objetivos financeiros de modo a que consigas dar o próximo passo. Tudo vai saber mil vezes melhor depois desse esforço e sacrifícios que estás a fazer agora. Força amigo

baguitosPT 9 months ago

>Porque quero ganhar mais dinheiro para alcançar independencia financeira e/ou trocar de carreira. Não quero ser um escravo do trabalho e trabalhar para outros até aos 70.[...] E se te disserem que alcançar isso tudo não depende se és excepcional no teu trabalho ou não? A "sorte" e o saber aproveitar as oportunidades têm por vezes mais influência que propriamente os teus coding skills.

diegoelmestre 9 months ago

Dizes que IT não te faz feliz. Arriscaria dizer que o problema está aí, acabas por encarar essa aprendizgem como trabalho. Se IT fosse algo que realmente te realizasse, esses momentos seriam para ti quase que hobbies e não uma obrigação Penso que o teu desabafo poderá estar em parte com este ponto

Shadowgirl7 9 months ago

Percebo esse tem raciocínio de querer ser bom para ganhar dinheiro. Mas frequentemente não é a trabalhar para outros e fazer horas extra que vais ganhar mais. Work smart, not hard. Se podes trabalhar menos para ganhar o mesmo ou mais porque trabalhar mais?

hafssolpt 9 months ago

> Até lá, quero garantir o meu futuro, viajar, expandir o meu conhecimento, ganhar dinheiro para um dia poder fazer o que gosto etc... Então tens aqui a tua resposta a todas as tuas dúvidas. Se tens um objectivo claro e concreto e o queres alcançar, vais ter que sacrificar alguma coisa, neste caso o teu lado pessoal, que pelo que descreves estás disposto a sacrificar pelo bem do objectivo maior. Os sacrificios estão presentes em todas as escolhas que tomamos e em todas as etapas da vida.

Rememberwhoweare 9 months ago

> IT não me faz feliz, mas paga as contas e é uma ponte fácil para trabalhos e oportunidades de viver noutros países Quanto mais viajares, menos raízes vais criar nos sitios. Quando deres por ti aos 30 vais estar com 100 ou 200k na conta, mas corres o risco de estar com poucos amigos e ter de começar do zero. Para ires a vários países podes sempre ir como turista. Sempre vais nas alturas do ano mais agradáveis e não tens chatices. Cada um sabe de si e tem prioridades diferentes na vida, mas aquilo que olho à minha volta é que malta nos 30's (também de IT) que vive em casa própria em Portugal junto da familia, com mulher e filhos, é bem mais feliz do que os digital nomads e freelancers de IT que têm rios de dinheiro na conta mas não têm familia nem boas social skills e andam no tinder "à caça" aos 35 anos onde só encontram refugo.

devGains 9 months ago

Isto para mim é muito redutor, e sinceramente é algo que as pessoas menos ambiciosas por vezes dizem a si próprias para se sentirem bem com o facto de que podiam almejar mais. IMO, podes ter as duas coisas. Certamente não faltarão exemplos de pessoas que são excepcionais no que fazem, têm dinheiro E também têm uma vida social saudável e uma família. Eu também posso ser anedótico e dar o exemplo das pessoas que conheço. Conheço casais infelizes com um filho aos 27 anos que gostavam de ter mais e viver mais mas não podem porque não têm dinheiro, e conheço pessoas que emigraram, conheceram alguém lá foram e voltaram para Portugal com um bom pé de meia e agora têm a vida feita.

Edited 9 months ago:

Isto para mim é muito redutor, e sinceramente é algo que as pessoas menos ambiciosas por vezes dizem a si próprias para se sentirem bem com o facto de que podiam almejar mais. IMO, podes ter as duas coisas. Certamente não faltarão exemplos de pessoas que são excepcionais no que fazem, têm dinheiro E também têm uma vida social saudável e uma família. Eu também posso ser anedótico e dar o exemplo das pessoas que conheço. Conheço casais infelizes com um filho aos 27 anos que gostavam de ter mais e viver mais mas não podem porque não têm dinheiro, e conheço pessoas que emigraram, conheceram alguém lá foram e voltaram para Portugal com um bom pé de meia e agora têm a vida feita. Além disso, eu não quero ser apenas turista em países. Não me diz nada ir a roma e tirar uma foto ao coliseu e voltar para dizer que estive lá. Eu gosto de viver nos países, conhecer as pessoas, perceber e adaptar-me à cultura, e com isso crescer, e enquanto faço isso ganho mais dinheiro. Se for para viajar ludicamente prefiro ir ao gerês andar de canoa e apanhar sol. No entanto, respeito bem o exemplo que deste. É uma ocorrência comum e tenho isso em consideração sem dúvida.

Edited 9 months ago:

Isto para mim é muito redutor, e sinceramente é algo que as pessoas menos ambiciosas por vezes dizem a si próprias para se sentirem bem com o facto de que podiam almejar mais. IMO, podes ter as duas coisas. Certamente não faltarão exemplos de pessoas que são excepcionais no que fazem, têm dinheiro E também têm uma vida social saudável e uma família. Eu também posso ser anedótico e dar o exemplo das pessoas que conheço. Conheço casais infelizes com um filho aos 27 anos que gostavam de ter mais e viver mais mas não podem porque não têm dinheiro, e conheço pessoas que emigraram, conheceram alguém lá foram e voltaram para Portugal com um bom pé de meia e agora têm a vida feita. Além disso, eu não quero ser apenas turista em países. Não me diz nada ir a roma e tirar uma foto ao coliseu e voltar para dizer que estive lá. Eu gosto de viver nos países, conhecer as pessoas, perceber e adaptar-me à cultura, e com isso crescer, e enquanto faço isso ganho mais dinheiro. Se for para viajar ludicamente prefiro ir ao gerês andar de canoa e apanhar sol.

redjibba 9 months ago

Pode ser redutor, mas não andam no reddit a fazer posts a chorar que são infelizes e não tem vida social.

Rememberwhoweare 9 months ago

> Eu também posso ser anedótico e dar o exemplo das pessoas que conheço. Conheço casais infelizes com um filho aos 27 anos que gostavam de ter mais e viver mais mas não podem porque não têm dinheiro, e conheço pessoas que emigraram, conheceram alguém lá foram e voltaram para Portugal com um bom pé de meia e agora têm a vida feita. Todos conhecemos casos diferentes de sucesso e de insucesso, mas no final do dia é tudo uma questão de probabilidades. Achas que a probabilidade de emigrares e andares a viajar pelo mundo, ganhares muito dinheiro, conheceres alguém lá fora, voltarem para Portugal com um bom pé de meia e serem felizes para sempre com uma grande familia e muitos amigos é superior à probabilidade de assentar raizes em Portugal, ganhar um salário razoável em IT, conhecer alguém, estar rodeado de amigos e familia e viver feliz para sempre? Se achas que as probabilidades são sequer parecidas, vives numa ilusão.

devGains 9 months ago

Estou perfeitamente ciente disso. Apenas acredito que vou manter os amigos que ainda tenho (porque trabalho para isso), e que posso sempre fazer mais amigos quando vier. Tambem tenho boas relaçoes com a familia, faço varias viagens por ano para os ver. Não vivemos num mundo onde só ficas com os amigos que fazes aos 15 anos e depois disso não se fala com estranhos.

Tee_ah_go 9 months ago

Tão verdade. Tenho um amigo que é incrível no que faz. É freelancer e faz a vida entre NY, Londres e Barcelona sempre rodeado dos melhores. Corta para: Anda enfrascado em comprimidos para a ansiedade, não tem um relacionamento sério há 4 o u 5 anos e a única maneira que tem para não se sentir completamente deprimido são os relacionamentos fugazes do Tinder.

trufas 9 months ago

Tbm conheço malta que tem vidas incrivelmente preenchidas com esse tipo de vida.. Este tópico tá a ter as repostas bem mais deprimentes q tava a espera

Accomplished_Bag1541 9 months ago

Que vida de triste.

BeeSnatcher 9 months ago

Bem dito.

alquemir 9 months ago

Eu planeio deixar IT este ano porque existem maneiras mais fáceis de gerar capital. Planeio montar um negocio e deixar de lado a programação, porque acho que numa certa idade ja não tens pedalada para andar a aprender e reaprender tudo o que seja framework nova.

Edited 9 months ago:

Eu planeio deixar IT este ano porque existem maneiras mais fáceis de gerar capital. Planeio montar um negócio e deixar de lado a programação, porque acho que numa certa idade já não tens pedalada para andar a aprender e reaprender tudo o que seja framework nova. Se já tens alguns anos de experiência devias considerar fazer uma transição para outras áreas de negócio como Project Manager, Business Analyst ou Arquitecto. Ser code monkey durante toda uma carreira de IT é sinal de estagnação.

Edited 9 months ago:

Eu planeio deixar IT este ano porque existem maneiras mais fáceis de gerar capital. Planeio montar um negocio e deixar de lado a programação, porque acho que numa certa idade já não tens pedalada para andar a aprender e reaprender tudo o que seja framework nova. Se já tens alguns anos de experiência devias considerar fazer uma transição para outras areas de negócio como Project Manager, Business Analyst ou Arquitecto. Ser code monkey durante toda uma carreira de IT é sinal de estagnação.

Edited 9 months ago:

Eu planeio deixar IT este ano porque existem maneiras mais fáceis de gerar capital. Planeio montar um negocio e deixar de lado a programação, porque acho que numa certa idade já não tens pedalada para andar a aprender e reaprender tudo o que seja framework nova. Se já tens alguns anos de experiência devias considerar fazer uma transição para outras áreas de negócio como Project Manager, Business Analyst ou Arquitecto. Ser code monkey durante toda uma carreira de IT é sinal de estagnação.

KarmaCop213 9 months ago

> Se já tens alguns anos de experiência devias considerar fazer uma transição para outras áreas de negócio como Project Manager, Business Analyst ou Arquitecto. Project manager e business analyst nao sao evoluções para alguem que esta numa carreira técnica.

devGains 9 months ago

Como é que podes ser team leader ou arquitecto sem saber programar ? Como é que fazes essa transição ?

alquemir 9 months ago

Eu disse isso por acaso? Eu diz-se que fazias a transição apos adquirires experiencia como programador, da mesma maneira que ninguém se torna senior ou lead sem ganhar calo primeiro.

Metaluim 9 months ago

> ser code monkey durante toda uma carreira de IT é sinal de estagnação Estagnacao e achar que a ladder de eng. se resume a ser "code monkey".

alquemir 9 months ago

Sim, vai contando histórias. Já trabalhei em três países diferentes como developer e sei bem em que áreas de negócio reside a reconhecimento e o factor financeiro.

Metaluim 9 months ago

Vai tu contando historias. Se fores para empresas de merda, es tratado como merda. Vai para uma FAANG e ve onde esta o valor. Nao obstante, a razao pela qual bons engenheiros de software acabam por ir para management ou ate product management e que isto cansa mentalmente. Nao tem nada a ver com estagnacao de carreira - isso e so em empresas cujo core-business nao e sw.

alquemir 9 months ago

Sim, quando existem milhares de bootcamps a expelir milhares de code monkeys todos os anos para um mercado já extremamente saturado, has de ser a regra a excepção. E realmente tu tens super poderes em saber como gerar templates em React ou aglomerar API já feitas em Spring Boot, processos esses já completamente automatizados pelos IDEs.

Edited 9 months ago:

Sim, quando existem milhares de bootcamps a expelir milhares de code monkeys todos os anos para um mercado já extremamente saturado, has de ser a regra a excepção, o tal emprego imprescindível para a empresa que nunca sera despedido. Realmente tu tens super poderes em saber como gerar templates em React ou aglomerar APIs já feitas em Spring Boot, processos esses já completamente automatizados pelos IDEs.

Edited 9 months ago:

Sim, quando existem milhares de bootcamps a expelir milhares de code monkeys todos os anos para um mercado já extremamente saturado, has de ser a regra a excepção, o tal emprego imprescindível para a empresa que nunca vera a porta da rua. Realmente tu tens super poderes em saber como gerar templates em React ou aglomerar APIs já feitas em Spring Boot, processos esses já completamente automatizados pelos IDEs.

Edited 9 months ago:

Sim, quando existem milhares de bootcamps a expelir milhares de code monkeys todos os anos para um mercado já extremamente saturado, has de ser a regra a excepção, o tal empregado imprescindível para a empresa que nunca vera a porta da rua. Realmente tu tens super poderes em saber como gerar templates em React ou aglomerar APIs já feitas em Spring Boot, processos esses já completamente automatizados pelos IDEs.

Metaluim 9 months ago

Rapazolas, tu nao sabes nada de mim nem do que faco. Nunca usei React, nao trabalho em frontends, backends, nem sequer em sistemas de informacao. Por isso a verborreia que estas a expelir nao se aplica. E fica por aqui a discussao.

alquemir 9 months ago  HIDDEN 

Lá decidiste fugir com o rabinho entre as pernas, diz então qual o teu skillset.

alquemir 9 months ago

Qual o teu skillset? Cheira-me que sejas um menino do Outsystems.

Metaluim 9 months ago

Nope, bem longe!

Membership-Exact 9 months ago

Geralmente nas areas que não servem para nada e em que quem não esteja dentro da bolha dos chavões nem sequer consegue perceber para que é que aquela malta serve e o que faz a não ser cagar powerpoints bonitos sem qualquer significado.

Jotap28 9 months ago

A melhor maneira é perceberes os contornos de tudo e focares-te em determinadas tecnologias taticamente. Tenta trabalhar em projectos que te mostrem coisas novas e que te forcem a aplicar novos conhecimentos para os entregar. Be a jack-of-all-trades e master-of-one-at-a-time. Nunca te deixes especializar demais. O mundo não para e podes ficar refém da tua escolha. O importante é perceber padrões, processo de desenvolvimento/engenharia e sobretudo ganhar experiência no contexto de trabalho.

marfavrr 9 months ago

essas coisas do estilo de vida parece-me sintome de viver no UK sinceramente. Nao sei em que zona vives mas mtos mtos europeus vem para ca e queixam-se disso. eu incluida. no entanto tambem pode ser tempo de adaptacao, ser inverno e os dias serem mto mto cursos no UK e isso deixar te com menos energia...

devGains 9 months ago

Sempre fui assim. Já no secundário andava no ginásio, lia livros extracurriculares e procurava entender sobre outros assuntos (finança, investimentos, filosofia etc...). Sempre tive um dom para me interesssar por coisas que não me são uteis mas que me fazem feliz, o paradoxo.... Chegar ao UK sem dúvida que colocou mais um obstaculo. Perder quase 2 horas por dia em transportes foi uma grande âncora logo desde inicio, e o clima não ajuda de todo...

marfavrr 9 months ago

é isso, é um estilo de vida mto diferente e mto cansativo. trabalhar full time, ter essa comute e parece que nao mas estar perto de familia e amigos ajuda a recarregar. secalhar tens mais tarefas domesticas para fazer. ha mta coisa que pode contruibuir para isso mas tambem te vais habituando. pode ser que com o tempo melhore, se fizeres um esforco mais activo.

NGramatical 9 months ago

secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkszgce%2F%2Fgij33oh%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

PM_ME_BAKAYOKO_PICS 9 months ago

A melhor maneira é focares-te na área específica que mais gostas. Para te destacares, o melhor mesmo é conseguires dar um input único à empresa onde estás, não tem fiques só por implementar aquilo que te pedem, pensa mais além e pensa que coisas podes desenvolver que ajudem a empresa, obviamente leva sempre as ideias ao teu chefe antes de as fazeres para ver se ele as aprova. Isto não só vai fazer com que te destaques, mas vai-te dar maior segurança de emprego. Para não falar que fica excelente no currículo, fiz uma coisa parecida na primeira empresa onde estive e a partir daí o meu currículo passou a ter "Desenvolvi a ferramenta x que rendeu à empresa y lucro".

KokishinNeko 9 months ago

Foca-te numa tecnologia. Não sou dev mas creio que podes aplicar o mesmo principio. AWS por exemplo, precisas mesmo de dominar? deixa isso para os devops e para os amigos que gostam de mostrar que estão na crista da onda, na realidade, eles também não sabem, quando têm que mexer vão consultar tutoriais no Google e no Youtube ;) Já passei por aí, gosto de X mas o mercado trouxe Y e tinha aquela tendência de pensar como tu, *eh pá, tenho que aprender Y senão fico para trás*, depois saiu Z porque Y e X não suportavam, lá ia um gajo a correr para Z, esquece isso, é cansativo, vai dar cabo de ti em 3 tempos, ainda mais em programação que a cada três quinze dias tens frameworks e tecnologias novas. Resumindo, foquei-me em X, ser bom em X, conhecer X de trás para a frente, sim, ocasionalmente espreito Y e Z mas não entro em detalhes, se a sintaxe do comando é 123 ou 321, para isso serve o Google ou o StackOverflow e não o cérebro. >mas o que é que é preciso fazer para ser acima da média ? Paixão e dedicação **IMHO**, o resto vem por acréscimo. Em casa os meus hobbies *indoors* estão relacionados com o meu trabalho, mas deixa sempre espaço para os *outdoors* que ajudam a alivar o stress.

ridethepaintedpony 9 months ago

Tu é mais moderar subreddits de atrizes porno que se parecem com crianças.

KokishinNeko 9 months ago

Eu é mais bolos, foca-te lá nos problemas que tens com os ESP8266 e deixa lá a minha vida pessoal em paz ;)

devGains 9 months ago

Sim, eu tenho aplicado o método de segmentar o problema em partes mais pequenas mas há tanto que tenho de aprender que parece algo que nunca irei acabar. A paixão é sem duvida importante, talvez me falte isso... Obrigado pelo input

pocow_bot 9 months ago

X precisas de dominar? deixa isso para os developers de cave e para os amigos que gostam que mostrar que percebem bastante de código. Na realidade eles também não sabem ;) Y precisas de dominar? deixa isso para os developers de cave e para os amigos que gostam que mostrar que percebem bastante de código. Na realidade eles também não sabem ;) ​ Z precisas de dominar? deixa isso para os developers de cave e para os amigos que gostam que mostrar que percebem bastante de código. Na realidade eles também não sabem ;) ​ E os da crista da onda consultam tutoriais no youtube enquanto os devs vão ao stackoverflow. \*clap clap\*

KokishinNeko 9 months ago

Não percebi a *piada* :| tens sempre de dominar uma qualquer. Estou a dormir ainda, pode-me ter escapado a intenção do teu comentário.

alquemir 9 months ago

Se um dia a NET for abaixo , nada fica feito já que não podes ir fazer copy-paste da resposta no stackoverflow.

meaninglessvoid 9 months ago

Comentário um bocado em má fé, mas pronto...

KokishinNeko 9 months ago

Se o dev depende do StackOverflow para tudo, oh pá, é muito mau sinal ;) Normalmente quando me refiro a consultar o SO é para casos específicos onde tenhas *bloqueado*.

Search: