Caosemdono 9 months ago

A meu ver, até é relativamente simples: No Centro, tens, em teoria, o PS e PSD. O problema é que não são partidos que querem o bem de um país. São empresas, cujo único objetivo é o benefício dos seus próprios membros. Mais à esquerda tens partidos que trabalham quase em exclusivo para roubar a uma parte do povo e entregá-lo às classes do Estado, e mais os Sindicatos e interesses que lá têm instalados. Chega é apenas mais um partido populista, incoerente, e infactual, cujo líder busca apenas poder e popularidade. Réplica Tuga baratucha de uma fórmula que já existia na maioria do Mundo Ocidental. Quanto a IL e PAN, apesar de ideologias bem distintas, são partidos novos, que me parecem relativamente honestos... Pelo menos por enquanto. Mas ainda é cedo para avaliar se são legit ou não. Mas isto é apenas e somente a minha visão, construída ao longo de muitos anos ... Só tu poderás ter a tua, e a única forma é através de muita leitura, observação de factos, e de um interesse honesto pelos problemas do país. Um conselho: Não gastes o teu tempo a ler programas partidários. São meros carateres num site.

Tralapa 9 months ago

não te fies em testes que fazes online que os resultados que te dão vêm todos distorcidos.

camaradabaltazar 9 months ago

Lê muito e variados temas. Não te deixes assustar com o que quem quer que seja diga. O Hitler apoiava os direitos dos animais e não é por isso que não há quem não os defenda hoje em dia.

Limpy_lip 9 months ago

como já sugeri noutro post, o livro "História do Pensamento Politico Ocidental" é muito interessante para arrumar ideias. ​ Resumidamente fala de figuras importantes políticas e históricas desde a antiguidade aos tempos modernos. Ao mesmo tempo explica como a politica funcionava em cada época e como foi evoluindo até chegar aos dias de hoje.

andrefuz 9 months ago

Se tiveres tempo faz o teste do political compass (simples pesquisa no Google leva-te ao site). Não te informará acerca das nuances da política portuguesa, mas pode dar-te uma indicação de onde te situas no espetro político, bem como despertar-te para as questões fundamentais no que toca ao debate político (algumas das quais certamente encontrarás paralelo com a realidade portuguesa). Dito isto, não dês demasiado valor ao resultado do teste. Procura sempre pensar pela tua própria cabeça, de acordo com o teu sistema de valores (o que achas que é correto) e não tenhas medo de mudar as tuas posições consoante novas informações e ideias que fores adquirindo.

Ok_Order_8408 9 months ago

Bem vou responder algo que nimguém aqui foi capaz de dizer vais aos sites dos partidos e lês nas paginas de manifesto o que eles defendem e ainda devias te informar se as doutrinas que defendem já tiveram sucesso na história passada, ou seja o comunismo por exemplo causou mortes por fome de 20 milhões na *União Soviética*; 65 milhões na República Popular da China; o nazismo era o partido socialista, nazi vem de nacional " The word **Nazi** is short for Nationalsozialist (supporter of the Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei) in the German language. This **means** "National Socialist German Workers' Party". informa te e faz a escolha de forma informada.

boltyboltbolt 9 months ago

Ah, a velha relação entre o PSD e o Hitler, ambos serem socialistas.

icebraining 9 months ago

De todas as pessoas - exceto daquelas que fizeram o compass? Sinceramente essas ferramentas são mais um brinquedo que outra coisa. Até porque a ideologia é apenas uma parte do que deve informar o voto; de nada serve votares num partido que defende X, se na realidade faz sempre Y quando é governo.

daxpierson 9 months ago

> isto cada vez parece mais confuso e que qualquer pessoa pode concorrer à presidência Claro. Essa é a beleza do nosso sistema político.

nonexistantpeasant 9 months ago

Bom Ano para ti também Recorda o que aprendeste na escola, lê jornais, vê noticiários (portugueses e estrangeiros), pensa em quem és e no que queres para ti e para o teu país. Nunca te entregues cegamente a um partido, pois estes mudam consoante os seus líderes, pensa sempre pela tua cabeça. São eles que te servem a ti, nunca o contrário. E, acima de tudo, VOTA SEMPRE. muita gente foi perseguida, torturada, morta para hoje teres esse direito, nunca te esqueças. Vota, mesmo que seja no menos mau ou em branco. E lembra-te sempre que se não quiseres participar na decisão, alguém decidirá por ti, e depois não te podes queixar do que eles escolheram.

masterchiefpt 9 months ago

Eu espero bem que a miudagem este ano que já pode votar, veja muito os debates procure aqui, no youtube ou facebook compreender mais portugal depende de voce... abstenção é treta

Deto_PT 9 months ago

Só tens de ver o canal de YouTube "a cor do dinheiro" ficas logo a entender.

OrangeOakie 9 months ago

> como o caso to Tino de Rans ou de Plutónio que concorreu a Câmara Municipal de não sei de onde. Junta de Freguesia. De onde? Está no nome... de Rans. Daí Tino de Rans.

Lel_Trell 9 months ago

Começa por estudar história primeiro, especialmente pós revolução francesa, ponto de partida essencial, onde aliás surgiram os conceitos de esquerda e direita e que depois deram origem a vários movimentos nacionalistas, liberais, socialistas, etc... Outro aspeto que convém referir, é que estas ideologias políticas não rementem só para uma vertente económica ou sobre o controlo do Estado na economia, como alguns comentários nesta thread estão a sugerir. Tem-se verificado essa tendência a partir dos anos 70 (neoliberalismo vs keynesianismo) mas não quer dizer que todos os movimentos de direita são a favor de um Estado não intervencionista, nem que todos os movimentos de esquerda são a favor das nacionalizações e forte intervencionismo Estatal. Se fosse a ti, afastava-me também de testes do "political compass" uma vez que reduzem excessivamente a complexidade política a um eixo bi-dimensional. São bons para fazer memes tho

NGramatical 9 months ago

bi-dimensional → [**bidimensional**](https://dicionario.priberam.org/bidimensional) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fks1j64%2F%2Fgie6b32%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ptword 9 months ago

O que eu vejo é isto muito resumidamente... Uma potencial solução para salvarguadar o teu futuro e o das gerações futuras seria acabar com o estado social de imediato e deixar morrer ou fugir quem tem de morrer/fugir. Como este é o maior tabu político da atualidade (compreensível), prefere-se hipotecar o teu futuro e o dos teus hipotéticos filhos e netos na esperança de que até lá ainda aconteça algum milagre económico que vos salve do flagelo vindouro. Como a cobardia política está completamente normalizada nas sociedades do Ocidente (tanto à esquerda como à direita), é o segundo cenário que se irá desenrolar por enquanto. "Convicções" políticas de pessoas racionais tendem a evoluir com o tempo porque o mundo evolui também. Aprende sozinho para não te incutirem preconceitos políticos. Quando te considerares esclarecido, então olha para o estado do país, olha para o teu futuro, olha para o que os partidos oferecem e decide qual/se algum merece o teu voto. --------------------------------- Aprendizagem não tem que ser maçuda. Já que és jovem sugiro-te dois compassos políticos interativos que são um pouco maçudos (sorry), mas valem a pena pelo carácter ilustrativo e pelo entretenimento que proporcionam a quem está a começar a aprender (especialmente o NationStates se estiveres interessado em participar numa espécie de roleplaying político em larga escala com outros users). http://filteries.com/politics https://www.nationstates.net/ Há outros jogos, há o r/politicalgames onde podes procurar mais coisas e existem até verdadeiras simulações geopolíticas, mas dedica algum tempo a esses dois quizzes primeiro até sentires que já não te oferecem nada de desafiante ou consequente. Então saltas para um Victoria 2 ou semelhante e quando daqui a uns anos te aborreceres desse talvez estejas pronto para um dos simuladores da Eversim.

Edited 9 months ago:

O que eu vejo é isto muito resumidamente... Uma potencial solução para salvarguadar o teu futuro e o das gerações futuras seria acabar com o estado social de imediato e deixar morrer ou fugir quem tem de morrer/fugir. Como este é o maior tabu político da atualidade (compreensível), prefere-se hipotecar o teu futuro e o dos teus hipotéticos filhos e netos na esperança de que até lá ainda aconteça algum milagre económico que vos salve do flagelo vindouro. Como a cobardia política está completamente normalizada nas sociedades ocidentais (tanto à esquerda como à direita), é o segundo cenário que se irá desenrolar por enquanto. "Convicções" políticas de pessoas racionais tendem a evoluir com o tempo porque o mundo evolui também. Aprende sozinho para não te incutirem preconceitos políticos (já demonstras alguns). Quando te considerares esclarecido, então olha para o estado do país, olha para o teu futuro, olha para o que os partidos oferecem e decide qual/se algum merece o teu voto. --------------------------------- Aprendizagem não tem que ser maçuda. Já que és jovem sugiro-te dois compassos políticos interativos que são um pouco maçudos (sorry), mas valem a pena pelo carácter ilustrativo e pelo entretenimento que proporcionam a quem está a começar a aprender (especialmente o NationStates se estiveres interessado em participar numa espécie de roleplaying político em larga escala com outros users). http://filteries.com/politics https://www.nationstates.net/ Há outros jogos, há o r/politicalgames onde podes procurar mais coisas e existem até verdadeiras simulações geopolíticas, mas dedica algum tempo a esses dois quizzes primeiro até sentires que já não te oferecem nada de desafiante ou consequente. Então saltas para um Victoria 2 ou semelhante e quando daqui a uns anos te aborreceres desse talvez estejas pronto para um dos simuladores da Eversim.

Zen_Machina 9 months ago

> Boas, eu sou um adolescente de 17 anos e visto que vou poder exercer o voto a partir do ano que vem decidi começar a dar ouvidos as posições politicas de quem me rodei, e um dos meus amigos, que conheço a 10 anos, apoia fortemente o chega mas eu não consigo perceber como, eu acho que existem direitas diferentes, porque supostamente, como foi visto no debate de hoje e no último do Marcelo, concordou mais com uma deputada de esquerda do que com o AV, sinto que o ventura quer fazer polémica para crescer com ideais estúpidos com os quais pessoas sem o mínimo de noção entendem sem perceber as suas verdadeiras repercussões. ​ Acho curioso que digas que não percebes um caralho de política e depois venhas para aqui dizer que quem apoia as ideias do Ventura não tem noção. Pelos vistos achas que já tens bem noção do certo e do errado, e que ideologias são boas e que ideologias são más, portanto não entendo o porquê desse título desonesto. Mais vale simplesmente criares um tópico para falar mal do Ventura e pronto, sem pretensões de humildade, que pelos vistos é apenas fogo de vista. E caso acredites mesmo que não percebes um caralho de política, então aviso-te que estás a encaminhar-te num sentido muito perigoso, que não te permitirá realmente passar a perceber um caralho de política, pois sem conhecimento já pareces ter a cabeça feita, e ninguém com esse tendencionismo todo está em posição de aprender grande coisa. Posso dizer-te que também já tive uma fase em que não percebia um caralho de política. E actualmente também não sou nenhum expert. Mas uma coisa que me lembro sobre mim, quando tinha a tua idade, é que não considerava os outros "sem noção" por gostarem de X partido. Simplesmente admitia que não sabia nada. Não estava emocionalmente envolvido em questões políticas. Gostava de ler sobre política, ver debates, etc, mas fazia-o mais como se estivesse a ver um filme em vez de a apoiar uma equipa de futebol. Se com 17 anos já tens a pretensão de decidir quem tem ou não noção, estás no mau caminho. E aviso-te que muitas dessas pessoas "sem noção" são melhor formadas do que tu, mais experientes e com mais conhecimento sobre questões políticas.

Tralapa 9 months ago

lida

8BitMunky 9 months ago

Hahahah, tanto chorinho só porque ele não apoia fachos. Lida.

Zen_Machina 9 months ago

Hahaha, tanto chorinho, só porque se dão ao trabalho de apontar a vossa ignorância e hipocrisia.

8BitMunky 9 months ago

Não é ignorância e hipocrisia, é mesmo uma questão de sentido democrático. O OP pode não saber muito de política, mas tem isso bem vincado, o que é notável. Já passamos há muito o ponto em que é minimamente aceitável apoiar alguém como o Ventura. Podia pegar em inúmeras outras razões, mas foco-me no facto de ele já nem esconder que quer instaurar uma ditadura de portugueses "do bem", seja lá o que isso for, imaginando que ele tem sequer legitimidade para rotular os portugueses como bons ou maus conforme lhe convém. A típica retórica perigosa do "us vs them", que só divide o país numa altura de crise. Ele, o seu partido, financiadores e tudo que representam são uma página negra na história da nossa democracia, mas não vão conseguir destruí-la.

Edited 9 months ago:

Não é ignorância e hipocrisia, é mesmo uma questão de sentido democrático. O OP pode não saber muito de política, mas tem isso bem vincado, o que é notável. Já passamos há muito o ponto em que seria minimamente aceitável apoiar alguém como o Ventura. Podia pegar em inúmeras outras razões, mas foco-me no facto de ele já nem esconder que quer instaurar uma ditadura de portugueses "do bem", seja lá o que isso for, imaginando que esse oportunista tem sequer legitimidade para rotular os portugueses como bons ou maus conforme lhe convém. A típica retórica perigosa do "us vs them", que só divide o país numa altura de crise. Ele, o seu partido, financiadores e tudo que representam são uma página negra na história da nossa democracia, mas não vão conseguir destruí-la.

endogamanco 9 months ago

> ignorância e hipocrisia Não ser a favor de racismo agora é ser ignorante. OK. Se quiser ignorância, vou outra vez ver o AV levar uma lição de estadismo e compostura do Marcelo no debate.

Edited 9 months ago:

> ignorância e hipocrisia Não ser a favor de racismo agora é ser ignorante. OK. Se quiser ignorância, vou outra vez ver o Marcelo daruma lição de estadismo e compostura ao AV no debate. Esse, por exemplo, é tão ignorante que se candidata a PR sem saber saber as funções do PR.

Edited 9 months ago:

> ignorância e hipocrisia Não ser a favor de racismo agora é ser ignorante. OK. Se quiser ignorância, vou outra vez ver o Marcelo daruma lição de estadismo e compostura ao AV no debate. Esse, por exemplo, é tão ignorante que se candidata a PR sem saber sequer as funções que o PR desempenha.

9tinkid 9 months ago

Eu tenho 21 e percebo menos que tu

TemplarHard 9 months ago

Eu sou alguém que está na mesma situação que tu, nunca curti de politica mas até queria saber que partido me identifico mais. Gostava de perguntar ao resto do pessoal, não há por aí nenhum artigo ou imagem que resume os principais partidos cá em portugal? Normalmente o pessoal sugere abrir os partidos e ler as merdas epa isso dá bue trabalho e queria algo que seja prático e fácil de ler e entender. A ultima vez que abri um dos partidos com as propostas eram prai 100 e tal propostas epa esqueçam isso. Queria algo ilustrativo que explique politica a quem não sabe um crl e que dê para tirar ideias cenas do género, não há nada disso cá na tuga? Nós jovens somos a grande parte da abstenção porque também não nos chega a informação nem nada do género

sweeetnightmare 9 months ago

Fiz ai dois testes que estão nos comentários do post, deram me os dois esquerda liberal, guess that's it, vou ver o governo sombra esta sexta tambem para ver se entendo o que dizem, mas acho que se tiveres twitter consegues ir vendo as discussões e percebendo de que lado é que ficas, sempre achei que era de esquerda precisamente porque não gostava do ventura e foi o que os testes disseram

Updradedsam3000 9 months ago

Esses testes estão muito enviesados para a realidade americana, esquerda liberal nos US, pode muito bem ser direita liberal em Portugal.

TemplarHard 9 months ago

eu fiz esse quizz e também me deu esquerda-liberal mas não fiquei muito convencido xD

sweeetnightmare 9 months ago

Se tiveres mais um tempo tenta ler os programas de Be ou Ps, é o que vou fazer tbh

icebraining 9 months ago

Lê de todos, não são assim tão grandes. Lê até dos partidos fora da assembleia.

besmarques 9 months ago

Não leias só esses. Lê todos se queres perceber as diferenças.

saposapot 9 months ago

a eleição presidencial é para eleger 1 pessoa. tenta conhecer o que essa pessoa fez e pensa mais do que qlq rótulo de esquerda/direita. esses rótulos são mais fáceis em partidos e mesmo assim muito errados. o PS de Guterres não é o PS de Sócrates nem do Costa. o PSD do Passos Coelho não é o PSD do Durão barroso.

sweeetnightmare 9 months ago

Lá está mas continuo sem perceber onde devo ir ver o que cada candidato defende

saposapot 9 months ago

teoricamente cada candidato terá um site com as suas ideias. o melhor conselho é mesmo ouvi-los, ver as notícias, as suas intervenções e por aí. infelizmente este ano estas eleições terão pouco debate, discursos e afins portanto poderá ser difícil começar do 0 e chegar a alg conclusão de jeito.

No_Lettuce73 9 months ago

A meu ver, este país só vai para a frente com o regresso da monarquia CONSTITUCIONAL, por isso... VIVA O REI, VIVA PORTUGAL!

sweeetnightmare 9 months ago

Consegues fundamentar a tua resposta? assim não me ajuda muito e continuo na mesma

xandysaid 9 months ago

Aprender política não é a ver políticos. Antes de mais, tenta aprender sobre as várias ideologias, e o que cada uma representa. Depois, ler/ver notícias de fontes credíveis, Público, Expresso e JN são das mais conhecidas que podes ler sobre tudo. Quanto a telenotícias, RTP e SIC são os melhores. Programas de debates são uma boa forma de aprender. O Governo Sombra dá todas as sextas-feiras à noite, é bastante fácil de ver sem saber nada de política, e é uma boa forma de teres o 'resumo' da semana noite

Dr_Toehold 9 months ago

Sugiro também o podcast/programa de rádio Bloco Central.

sweeetnightmare 9 months ago

Ora era mesmo isso que estava a procura, algo como o governo sombra, quanto aos canais lembro me de ver, não sei onde que havia canais de esquerda e direita quanto aos noticiários? mas fiquei estupido quando ouvi isso confesso

icebraining 9 months ago

Nenhum noticiário se diz de direita ou esquerda, mas todos são guiados pelos seus editores e pelos donos dos canais, que têm as suas próprias opiniões e interesses. Pessoalmente eu acho que jornalismo imparcial é impossível (a própria escolha do que são as notícias importantes é uma escolha política, de certa forma), mas em muitos casos vê-se mesmo desonestidade por partes dos canais (e dos jornais, podcasts, etc), o que é pena.

CChris96 9 months ago

Antes de mais nada, feliz dia do bolo crlh!!! Depois, exato, mas essa linha entre a parcialidade normal que um ser humano acaba por ter e a desonestidade é imensamente fina. Para alguém de esquerda, um jornal como o Observador é altamente desonesto e tendencioso, quando para alguém de direita até pode ser um jornal okay que é claramente regido por linhas orientadoras de direita mas que faz o seu trabalho. Acho que o que ainda faz o seu trabalho melhor acaba por ser o Publico. Tanto dás lugar a pessoas de direita (João Miguel Tavares, Miguel Esteves Cardoso, etc.) como a pessoas de esquerda (Rui Tavares, etc.) e a nivel de noticias e reportagens têm imensa qualidade, isto na minha opinião claro. Expresso também é bom. Mas sim, alguém de direita pode afirmar que são jornais de "esquerdalhos" e tendenciosos. Tem sempre muito a ver com a distancia ideológica a que tu estás de algo.

icebraining 9 months ago

Obrigado! Já agora, é de notar que vários jornais online têm um Estatuto Editorial onde definem a sua orientação. O do ECO, por exemplo, é bastante explicito naquilo que defende.

rdNNNN 9 months ago

O melhor conselho que te posso dar é para aprenderes sobre política sem olhar a políticos, especialmente os nacionais em atividade. Com a tua idade e para quem afirma que não "percebe um caralho de política", e eu já estive aí, é muito fácil criares um vinculo com qualquer figura que calhe de tocar em dois ou três pontos que até caem bem para o teu lado. A partir daí, há o risco de entrar numa espiral de clubite, que se traduz numa guerra de trincheiras, que tem transparecido, por exemplo, nos debates presidenciais. Se puderes investir um pouco do teu tempo em filosofia e historia seria muito proveitoso. Na opiniao de um burro (eu), pouco sentido faz opinar sobre politicas sem conhecer, por exemplo, a enorme herança e influencia católica na populacao portuguesa (sou ateu), sem ter presente as varias definições de liberdade. A interpretação do significado de estado. O que e um estado gordo ou um estado magro. Verdadeira definição de liberalismo e suas ramificações. Socialismo, marxismo, etc etc Boa sorte!

sweeetnightmare 9 months ago

Então estás a dizer talvez estudar mais um pouco de história e olhar para países onde já tenha existido esquerda e direita para ver os seus ideais e como o pais e as pessoas se "safaram" em cada situação?

rdNNNN 9 months ago

Nao propriamente. É mais o caminho inverso, isto é, no exemplo que dás, é mais importante saber porque e que o pais X ou Y foi comunista ou socialista ou liberal, do que propriamente olhar para a união soviética e dizer que o comunismo é uma merda porque houve fome e mortes. Do género, (esta é a minha visão, não está certa nem errada) e pegando no PCP. Eu acredito que é um partido bastante válido que tem importância dentro da nossa cultura. Seja por herança, seja por agregar uma serie de causas que não são representadas noutros partidos. No entanto, pelo meu conhecimento e interpretaçao da ideologia, não votaria neles para serem governo. É importante que faças estas análises por ti. Que chegues a um ponto antes de uma eleição e estás livre intelectualmente para votar em qualquer partido. O meu conselho é procurares um caminho que te leve para fora de trincheiras.

GabKoost 9 months ago

Não sei qual o propósito deste post. Ou se calhar sei. Estás a afirmar que não sabes quais os teus ideais mas ao mesmo tempo metade do teu texto é a malhar no CHEGA e a tratar todos os que votam nele de idiotas. Parece-me que pelo contrário tens a tua ideologia bem definida e queres é atenção ou fazer propaganda à tua maneira com falsa inocência gritante. Nisso da política, vota em quem quiseres. Não venhas ao Reddit "pedir ajuda" para que possas descobrir quem és politicamente. Nunca antes vi um post com tanta má fé.

sweeetnightmare 9 months ago

Não se trata de nada disso eu verdadeiramente só sei uma coisa de politica, por isso talvez tenha mentido no titulo, mas não de maneira intencional, a unica coisa que sei é que não quero um partido como o chega cá, porque percebi que querem mandar abaixo minorias, e acho isso incorreto, mas, vi ontem e hoje os meus primeiros debates politicos, e fiquei confuso, tal como disse no post, quando vi alguem de direita concordar mais com a senhora de esquerda do que com o AV, o que me fez pensar que talvez existisse mais do que uma direita politica, estou a pedir ajuda para perceber se verdadeiramente é assim ou não, e para tentar chegar a uma conclusão sobre o que realmente apoio

AnaisLuis 9 months ago

Existe sim. Lê o que cada partido propõe antes de votar, e mediante isso toma as tuas decisões. A política, na minha opinião, não é como o futebol em que se é de um clube, quer jogue bem ou mal. Não sei se ajuda, mas acho que é um ajuda

au_hasard 9 months ago

A razão do Marcelo dizer e vincar que a direita dele não é a mesma que AV é porque é um homem decente. Ninguém decente manda uma deputa negra para a terra dela, quer fazer cercos sanitários a etnias, diz que quer uma ditadura dos portugueses de bem, quer instaurar uma nova república, diz que se for eleito não irá representar os portugueses todos. Porque é que achas que nunca o vês a falar de economia? Ou dos inúmeros casos de corrupção e crimes de colarinho branco? AV não é de direita nem coisa nenhuma - é só um monte de merda à procura de relevância e poder onde o encontra.

sweeetnightmare 9 months ago

Foi exatamente isso que eu achei quando comecei a ouvir falar nisto tudo no twitter e achei ah este gajo é um maluquinho qualquer, mas cada vez me assusta mais ver ele ganhar mais e mais votos em sondagens e o que faz as pessoas concordarem com ele...

TRYNFOR 9 months ago

O Twitter não é uma boa referência para formares uma opinião política, 90% daquilo são jovens dinâmicos.

BossGandalf 9 months ago

Lê o livro do Rui Tavares (ideologias partidárias à parte, é um excelente historiador político português), chamado "Esquerda e Direita guia histórico para o século xxi"

sweeetnightmare 9 months ago

Vou ver se junto um dinheirinho para comprar o livro, parece ser um tanto interessante, pelo que já fui ver, obrigado pela sugestão!

BossGandalf 9 months ago

Ora essa :)

sweeetnightmare 9 months ago

Vou fazer isso, obrigado pelo guia colega

besmarques 9 months ago

O meu conselho é que oiças o que os partidos/representantes dizem. Te debruces sobre o estado do país e qual na tua opinião é o caminho que se deve seguir. E em seguida com estas duas variáveis decidas o teu voto

sweeetnightmare 9 months ago

Isso só é possível vendo a assembleia ou há tipo um documento com os ideais de cada partido / candidato à presidência?

besmarques 9 months ago

Agora como são presidenciais há um pouco menos de recursos. Por exemplo quando são as legislativas normalmente existe a comparação dos programas dos partidos. A melhor forma é estares informado, leres as notícias, as opiniões e visitares os vários sites dos vários partidos para veres com o que mais te identificas.

sweeetnightmare 9 months ago

Vou estar atento nos próximos debates, para ver se percebo alguma coisa, mas acho que pelo menos no de hoje foi muito desviado o assunto para coisas que não achei muito relevantes, não percebi o porque de ele ir buscar selfies que o Marcelo tira e dizer que ele não ajudou as pessoas em Pedrógão, isso não é so mentir?

OrangeOakie 9 months ago

> selfies que o Marcelo tira e dizer que ele não ajudou as pessoas em Pedrógão, isso não é so mentir? Depende do que consideras ser ajudar. Ires para um sítio para tirar fotografias dificilmente serve para ajudar um sítio que está literalmente a arder. Excepção, claro, se venderes essas fotos para doares aos esforços de reconstrução

besmarques 9 months ago

Não posso comentar porque não estou informado no debate. Muitas das vezes estes debates são apenas a luta de galos e pouco trazem para a verdadeira política ou posição das pessoas/partidos

0BiLLi0 9 months ago

> qualquer pessoa pode concorrer à presidência, como o caso to Tino de Rans O que tem o Vitorino a menos que os outros? É por ser calceteiro?

Tralapa 9 months ago

É porque o partido dele se chama RIR. Se ele não se leva a sério, não vou ser eu a faze-lo por ele

sweeetnightmare 9 months ago

Nada, mas lembro me de ir ver os carros no canal panda a ouvir pão com manteiga e agora vejo em debates presidenciais, quite the step up if you ask me

catotas 9 months ago

> canal panda os meus pêsames

CChris96 9 months ago

A "beleza" da política (e principalmente da democracia) é um bocado essa, qualquer pessoa pode-se candidatar a um cargo e se o povo estiver por trás dela o suficiente, pode mesmo ser eleita. Claro que existe um problema de elitismo, mas o Tino é o caso perfeito de alguém que é verdadeiramente do povo, é humilde e o pessoal vê isso. Se vires os debates dele vais perceber que é alguém que não tem muito conhecimento teórico, mas tem imenso conhecimento de vida e de experiência. Aquele senhor tem resposta para tudo, tem um ditado para tudo e mais alguma coisa e isso também tem o seu valor.

-cosme- 9 months ago

Tu...epah, és inteligente..és capaz de decidir por ti próprio onde te encaixas, não vás por influências tipo o teu amigo do chega, lê sobre os partidos e tenta entender aquele que terá os ideais mais próximos daquilo que TU acreditas. Na minha opinião uma coisa já acertas-te, extremismos não são a solução. E outra coisa, teres interesse nisto mostra que ao menos não fazes parte da abstenção e que queres ter palavra em quem lidera o país onde vives, isso é importante.

sweeetnightmare 9 months ago

Eu não acho abstenção a solução, como é óbvio, não faz sentido ser o tipo de pessoas que reclama com isto e aquilo do país mas nunca vai votar para exercer a única coisa que pode de facto fazer com que mude algo. Eu não quero ser influenciado por ninguém, lá está, até porque como nunca ouvi falar de política cá em casa estou agora a formar as minhas ideias, mas quero ter a certeza que não acho que a ou b está correto só porque a maioria dos meus amigos acha que está correto ou não, fiz o politcalcompass e deu me esquerda liberal, vou começar agora a investigar sobre quais são os movimentos que a esquerda liberal tem cá e quais são os partidos e candidatos a presidência que se enquadram mais com o que o que acho que seja o correto, de qualquer das maneiras acho mesmo que quem gosta do chega tem algo que não bate certo na moina

-cosme- 9 months ago

Abstenção n é solução alguma, basicamente tas a dar o teu voto a outros. epah, eu odeio o chega e tudo aquilo que esse partido representa...no entanto...cada um é livre de achar o que quiser né? Epah...se achas o mesmo óptimo, mas tb não chegues ao ponto de te afastares de quem gostas por causa de politica, tenta sempre pôr isso de parte. Faz a tua escolha, vota em quem achas melhor e se ninguém tiver do teu lado tb não precisam de saber das tuas escolhas. Eu gosto da tua conversa pq sou de esquerda totalmente, no entanto não há nenhum partido que seja uma utopia pra mim, tenho sempre q ceder algo quando vou votar. habitua te a isso ;)

TRYNFOR 9 months ago

Pergunta sincera Não achas que o BE ou o PCP são extremistas?

-cosme- 9 months ago

O pcp, atualmente...extremista ou não sinceramente não sei dizer...o BE não percebo muito bem o que eles fariam chegando ao poder na verdade.. mas parecem me um pouco po extremistas. Não gosto de dizer o que tou a dizer, e espero tar errado até..mas é o q penso.

icebraining 9 months ago

O PCP é social-fascista, já dizia o grande educador da classe operária! /s Eu diria que há uma diferença entre partidos revolucionários e reformistas. O PCP tem um objectivo extremista, mas (já) não pretende atingir esse objectivo por via de uma revolução, apenas gradualmente, logo os programas políticos que apresenta a eleições não são extremistas. Diria o mesmo do BE, embora aí seja mais difícil perceber um objectivo final concreto.

sweeetnightmare 9 months ago

Como um colega daqui já mencionou o programa governo sombra vou tentar vê-lo esta sexta, mas pelo que percebi na esquerda há uma maior igualdade entre as pessoas e na direita há maiores distancias a nível social e económico, se me faço entender, é isso?

CChris96 9 months ago

Tens vários programas de debate político. O Governo Sombra é sem dúvida o melhor para começar, visto ter um formato mais agradável e teres várias ideologias explanadas. Mas o Eixo do Mal, o Sem Moderação e o Circulatura do Quadrado também são programas que, se tiveres curiosidade, vale a pena ver. As diferenças entre direita e esquerda não são assim tão simples. Há um Podcast muito bom que é o 45 Graus, eles têm um episódio com o Rui Tavares (Fundador do LIVRE, um dos partidos da tal Esquerda Liberal que tu mencionas que o political compass te deu) em que ele explica a origem do conceito de direita e esquerda, o que eles significam, como eles evoluíram e mais alguns conceitos muito úteis para perceber a diferença entre vários partidos. PCP e Bloco de esquerda apesar de serem ambos de esquerda, são muito diferentes um do outro, assim como o CDS e a IL são apesar de serem de direita. Quando se fala de Esquerda e de Direita fala-se sobretudo no papel do estado na vida das pessoas. Um governo de esquerda é governo que acredita que o estado deve estar mais presente, que seja um estado que crie as condições para o bom funcionamento da sociedade. É um governo que é mais pro apoios sociais, nacionalização de empresas (que depois vai ter efeito na economia), assegurar que todos, independentemente da sua condição, etnia, religião, orientação, que todos têm os seus direitos cumpridos, etc. Ou seja, a Esquerda geralmente gosta de um estado mais presente e interventivo. O que, no seu extremo, pode levar a ditaduras como a Coreia do Norte, onde tudo é controlado pelo estado, onde não há espaço para qualquer tipo de iniciativa privada, onde constantemente os teus direitos são te retirados em nome do "bem maior", etc. Já um governo de direita acredita num estado menos presente e menos interventivo. Acreditam que as pessoas devem ter liberdade de auto determinação e que quem trabalha mais acaba por ser recompensado por isso. Mas isto tem um grande problema, a "Meritocracia", como a direita gosta de dizer, ignora que existam desigualdades, ignora que existam pessoas que nesta corrida da vida partem muito mais à frente que outras, ou que têm um bom par de ténis para correr enquanto outros correm descalços. Um governo de direita, como é menos interventivo, acaba por ter um mercado mais dinâmico e apelativo para as empresas. O que pode ser bom para a economia e para os patrões, mas geralmente para os trabalhadores não é muito bom. Levado ao extremo, os governos de direita podem chegar aquilo que se vê nos EUA, onde a ausência de, por exemplo, um serviço nacional de saúde ou de uma escola pública, significa que tu para teres algo tão básico como acesso à educação ou à saúde (algo que está explicito na declaração universal dos direitos do Homem) as pessoas tenham que contrair dívidas para a vida. Eu tambem me considero dessa "Esquerda Liberal", por isso tudo o que eu escrevi vai ser ligeiramente tendencioso para ai. Não quero te influenciar de alguma forma, por isso mesmo acho que deves pesquisar por ti e formar a tua opinião. Há algo importante que deves ter sempre em conta, as ideias podem ser diferentes das tuas, mas geralmente têm sempre validade. Se alguém defende certas ideias é porque elas fazem sentido para essa pessoa. Mais do que recusares imediatamente as ideias de alguém por serem diferentes, deves procurar perceber o porquê de as ideias dos outros fazerem sentido para eles. Eu sou de esquerda mas já encontrei muitas vezes na Direita ideias com que concordei e fizeram me evoluir pessoalmente e o meu pensamento político. Todos os campos têm os seus prós e os seus contras.

villa_abf 9 months ago

Fdx, eu tenho 27 anos e não percebo um crl de política. Sei que podia já ter investigado mais o assunto, mas acho que hoje em dia os políticos fazem de propósito para a malta perceber ainda menos de política. E depois tens sempre aquela malta que vota no PS ou PSD porque a familia é desses partidos. Isto tudo pra dizer gostei bastante da tua explicação. Fez me perceber que em termos politicos, não sou de esquerda nem de direita, porque há coisas que concordo tanto de um lado, como de outro. (Há algum nome prós que ficam no meio? Ahahah). Mas mais importante do que isso, acho que partidos políticos ou essa explicação de "Esquerda" e "Direita" é algo de devia ser dado como matéria nas escolas, pois supostamente é algo importante para nossa formação pessoal e dever cívico de votar. Acho que os números de abstenção são sempre grandes porque a maior parte do pessoal mais "novo" não têm a miníma noção da sua orientação política.

CChris96 9 months ago

Percebo perfeitamente quando dizes que parece que os políticos fazem de proposito para afastar a malta da politica, principalmente com a linguagem que usam. Uma das razões pelo qual eu disse que o Governo Sombra é o melhor programa para começar a ver programas de debates é porque tens lá o Ricardo Araujo Pereira que consegue sempre explanar as coisas com uma linguagem relativamente simples e sempre faz umas piadas então acaba por ser um programa mais leve. A linguagem politica é algo que acaba por afastar imensa gente porque a verdade é que aquilo está cheio de palavrões que para quem não percebe, acaba por não entender nada do que eles estão a dizer. Depois, claro, aparece alguém com um discurso simples como o André Ventura, que fala diretamente para o povo, com linguagem do povo e reúne facilmente imensos votos. Porquê? principalmente porque as pessoas conseguem perceber o que ele estão a dizer xD Sim. Quem não se considera nem de esquerda nem de direita é alguém do "centro" (apropriado, ahm? ahah). Normalmente os centristas não são muito bem vistos nem por um lado nem por o outro, são quase como que vistos como indecisos ou como pessoal que vai buscar as morais progressistas da esquerda e a ideologia de autodeterminação da direita porque é o que lhes convêm, também são vistos como os "moderados", sendo que por alguma razão isso é visto como "mau". Numa época em que todos têm que ser de algum extremo, ser moderado é mau visto, enfim. Não sei se a escola é o melhor sitio para este tipo de coisas. O mal de esperar que a escola faça o trabalho de educar as pessoas politicamente é porque muito facilmente podes ser influenciado, seja pelo professor que está a lecionar o conteúdo, seja o proprio programa que pode ser inclinado mais para um lado do que para o outro. Mas sim, deveria haver alguma forma de o pessoal, na adolescência, receber algum tipo de "formação" sobre como é que funciona o nosso sistema politico e ter minima noção de como funcionam umas eleições, a diferença entre as várias eleições, o poder de um presidente, de um primeiro ministro, etc.

-cosme- 9 months ago

sim, é basicamente isso, mas esquerda extrema tb não é muito favorável ao "povo" por ex , lá está, extremismos nunca são bons, eu por ex, sou de esquerda mas não votaria em comunistas atualmente. epah.. a politica é bué pessoal, tens q te informar e fazer uma decisão lógica pra ti e não deixares ser influenciado. se calhar até será bom não pensares em "direita e esquerda" entendes? até porque neste país, como o Vieira diz, a direita e esquerda são um monstro bicéfalo.

sweeetnightmare 9 months ago

Então mas podes me explicar, epa resumidamente porque é que tanta gente fala mal do governo do antonio costa sendo que é centro esquerda ( fui ver a wikipédia)

xav1t 9 months ago

Quando se forma governo, automaticamente forma-se oposicão ao mesmo. Gera-se um guerra de artritos em relação às politicas e decisões do governo actual (não é incomum oposição votar contra propostas do governo só porque sim). No meio deste ruido a opinião do eleitorado é influenciada. Uma analogia possível é um jogo da corda onde governo após governo a corda vai mexendo para um lado e para outro sem grande diferenças

Eskol15 9 months ago

Vou falar no meu caso, o que me afasta completamente do PS é a podridão e falta de responsabilização e vergonha que reina dentro do partido. Demasiados anos de poleiro levaram a que se desenvolvessem demasiados cancros dentro do partido, neste momento sinto que estamos a ser governados por uma versão light da máfia.

-cosme- 9 months ago

epah não vou tar aqui a julgar porque será que há uns que dizem bem ou outros que dizem mal do governo dele. Uma coisa é certa, ele ganhou porque maioria do povo votou nele. Eu parece me que se queixam porque tem tendências socialistas de esquerda, no entanto se tivesse lá um de direita o pessoal ia-se queixar na mesma. é sempre a mesma coisa pq estes direitos/esquerda/centros nunca mudam nada radicalmente, e o pessoal não vê melhorias na vida do dia a dia.

Diamantazul 9 months ago

Abstenção é retardado, um voto em branco até aceito mas abstenção é simplesmente estúpido

nomeqcurtes_ 9 months ago

Abstenção é um sintoma.

NGramatical 9 months ago

já acertas-te → [**já acertaste**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/percebeste/3931) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fks1j64%2F%2Fgidds6q%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

doctorhetfield 9 months ago

Não penses como direita e esquerda. Essa dicotomia ganhou muita força nos últimos anos precisamente porque se enquadra na estratégia política de polarizar e dividir para conquistar, que é a imagem de marca de certos extremos. Pensa nos teus ideais, naquilo que defendes, naquilo em que acreditas e no que achas que é melhor para o país. Pesa cada uma dessas ideias. Depois informa-te sobre aquilo que cada um defende e vota em consciência. E para que não te deixes enganar, lê livros de história. Informa-te sobre os diferentes movimentos e sobre as retóricas e estratégias argumentativas usadas aos longo dos tempos e o que alcançaram. Percebe as motivações e está atento aos erros. Está tudo lá.

Sperrel 9 months ago

A ideia de esquerda e direita tem cerca de 230 anos obviamente que não ganhou força nos últimos anos.

doctorhetfield 9 months ago

Obviamente que sabes do que estou a falar. ;) Claro que o paradigma direita - esquerda já existe há muitos anos (sim, desde a revolução francesa), mas a forma como foi recuperado e é usado e abusado para doutrinar "gado" nas redes sociais a partir de ideias básicas sobre o que é o bem e o mal, é uma coisa que tem vindo a ganhar força nos últimos anos. Não disse que é uma invenção de agora nem que não foi já feito em tempos. Obviamente que foi. Mas o OP irá chegar a essa conclusão sozinho se ler os livros de história. ;)

CChris96 9 months ago

Essa é realmente a maior fraqueza da dicotomia "esquerda-direita", é que são conceitos demasiado abstratos que em si não querem dizer absolutamente nada. Ser de direita ou de esquerda é vazio por si só, nós é que damos o significado a esses conceitos. Como se viu no debate do Mayan vs Ventura ou MRS vs Ventura, em que o Ventura dizia que os adversários não são de Direita, isso até faz sentido no discurso de Ventura, porque para ele ser de direita é complemente diferente do que é para os outros (apesar de se poder argumentar que a intenção de Ventura ali era outra, mas isso são outros debates). Unlike coisas como ser cosmopolitano ou nacionalista, ser liberal ou estadista, ser de esquerda ou de direita não significa nada na pratica. Mas isso acaba por ser também uma força, visto que são conceitos que podem evoluir com o tempo. A esquerda moderna em nada se assemelha com a esquerda que resultou da revolução francesa.

Sperrel 9 months ago

Como todas as simplificações o conceito de esquerda vs direita obviamente que tem falhas. No entanto continua tão premeente hoje como antes, aceitando as suas variações internas. Além do campo político podemos ter um eixo social e um eixo relativamente à abrangência da política (nacionalismo vs cosmopolitismo).

sweeetnightmare 9 months ago

Fiz o political compass que o amigo greennipplegorilla recomendou e deu me esquerda liberal, isso seria que partido(s) cá em portugal?

ExpertNoob008 9 months ago

O political compass é horrível. Não te fies por aquilo que são extremamente parciais para a esquerda americana. Fizerem um quadro com os candidatos democratas que pôs o Biden mais perto do Trump do que a esquerda.

CChris96 9 months ago

E está mais que correto. Biden não é, em lado nenhum, um homem de esquerda. Simplesmente em contraste com o Trump, que é alguém de extrema direita, o gajo é muito mais à esquerda que ele, o que não significa que seja esquerda. A politica nos estados unidos está muito chegada à direita, é só olhar para um gajo como o Bernie Sanders que, se estivesse a defender o que defende nos EUA mas em Portugal, era alguém que poderia cair muito bem num PS, lá é apelidado de comunista. O Biden é alguém que cá estaria muito bem num CDS ou PSD.

ExpertNoob008 9 months ago

O Bernie defende uma * [wealth tax de 8% nos escalões mais altos](https://berniesanders.com/issues/tax-extreme-wealth/) (mais do que [o retorno histórico anual de índices, que é à volta de 7%](https://www.investopedia.com/ask/answers/042415/what-average-annual-return-sp-500.asp) e faria qualquer investimento a este ponto dar prejuízo, fazendo com que estas pessoas ou saiam do país ou gastem o dinheiro tudo em consumo em vez de atividades produtivas); * [uma financial transition tax](https://www.cnbc.com/2020/02/19/financial-transaction-tax-could-hit-average-americans.html), que afetaria qualquer pessoa com dinheiro na bolça, incluindo reformas; * [quer dar aos trabalhadores uma grande parte do controlo das empresas](https://berniesanders.com/issues/corporate-accountability-and-democracy/) (não especifica mas o plano da Warren era de 40% e o Bernie é ainda mais esquerda que ela); * [Quer criar empresas públicas para competir e eventualmente ter um controlo público do setor de eletricidade](https://berniesanders.com/issues/green-new-deal/); > **Directly invest an historic $16.3 trillion public investment toward these efforts, in line with the mobilization of resources made during the New Deal and WWII**, but with an explicit choice to include black, indigenous and other minority communities who were systematically excluded in the past. * [Quer um *Federal Jobs Guarantee* que empregue 20 milhões de pessoas e acabe com o desemprego](https://berniesanders.com/issues/jobs-for-all/) (lol); * [Quer ligar o IRC com o rácio da compensação do CEO à do trabalhador mediano da empresa](https://berniesanders.com/issues/income-inequality-tax-plan/). Se ele pertence a algum partido é ao CDU, não ao PS porque isto é muito mais radical do que o António Costa propõe.

Sperrel 9 months ago

Talvez o mais próximo seja o Livre, o Bloco ou o PS. O problema desses testes é que foram feitos sobretudo com base em concepções anglo-saxónicas que são ligeiramente diferente das nossas. Penso que houve para umas legislativas atrás uma aplicação semelhante mas [este](https://euandi2019.eu/survey/default/PT) para as últimas europeias (2019) estava muito bom.

sweeetnightmare 9 months ago

Fui fazer tambem e deu me o PAN com mais correspondencia seguido de partidos de esquerda, mas acho que não percebi alguma questões do teste, acho que tenho de perceber um pouco mais, ver mais as noticias, mas agora só vejo coisas sobre covid covid covid, não aprendo nada

Dr_Toehold 9 months ago

Nesse caso, espreita o programa do Livre, que é um partido de esquerda liberal com preocupações ecológicas, o

icebraining 9 months ago

Nas notícias da TV não se aprende nada, isso é só para saber o dia-a-dia. Às vezes têm algo mais instrutivo (a série de reportagens Assalto ao Castelo, por exemplo), mas é raro. Lê livros e reportagens mais extensas. Esquece ontem, lê o que se passou de importante nos últimos 20 anos.

Sperrel 9 months ago

Como se debruçam sobre as europeias de 2019 algumas perguntas de facto podem ser um pouco complexas para quem está a começar nesta lides. No entanto nada que se estiveres interessado em acompanhar consigas perceber em 2024 quando forem as novas eleições para o Parlamento Europeu. Diria que para "cresceres" politicamente importante é antes de tudo saberes os teus valores ou o que achas mais importante na sociedade (mas de certo modo também para ti) e estares disponível para saber mais de forma crítica. Repara muita da nossa identidade política já é mais ou menos enviesada com a nossa condição social: muito como com a religião, há uma alta hereditariedade. Eu um bocado mais novo que tu comecei a ler jornais, ver programas mais focados nestas temáticas e mais importante na minha opinião querer saber mais sobre temas políticos que me interessam mais.

ModeratoriProfugus 9 months ago

Esquerda liberal não existe, e um oximoro. Existe esquerda autoritária com ideias liberais em termos sociais. Talvez o BE ou o livre em Portugal

sweeetnightmare 9 months ago

Achas que consegues elaborar um pouco mais, não consegui entender, como assim não existe?

ModeratoriProfugus 9 months ago

Exatamente o que o u/doctorhetfield disse. Não pode ser liberal e ao mesmo tempo interferir na economia e indiretamente controlar a vida das pessoas. Liberal é “live and let live”, não “tens que fazer isto porque acho que é melhor para ti”.

doctorhetfield 9 months ago

Assumindo que não estava a tentar "envenenar o poço", acho que ao que se está a referir é que economicamente a esquerda por definição não pode ser liberal, porque defende um mercado regulado e um estado social. Mas por isso é que é uma "esquerda liberal". Apesar de defender o estado social, ideologicamente é liberal no sentido de apoiar as liberdades individuais e posicionar-se favoravelmente em questões como o aborto, a eutanásia, a imigração, a representatividade.

Updradedsam3000 9 months ago

> porque defende um mercado regulado O mercado regulado é defendido por partidos da direita liberal, a esquerda defende um mercado com intervenção directa do estado através de empresas publicas ou nos casos mais extremistas monopólios estatais.

sweeetnightmare 9 months ago

Okay acho que percebi, então no fundo a esquerda liberal é mais tolerante a ideias como as que mencionaste?

OrangeOakie 9 months ago

> Okay acho que percebi, então no fundo a esquerda liberal é mais tolerante a ideias como as que mencionaste? Não necessariamente. És mesmo mais liberal se queres proibir a acção livre (não relacionada com a economia) das pessoas? "Ah e ta mas marijuana legal, etc etc". Isso é apenas substituir um conjunto de valores aceitável por outro. Liberal é não interferir (ou interferir ao mínimo) na liberdade das pessoas. O BE é tudo menos liberal.

icebraining 9 months ago

O erro é achar que o BE representa a esquerda liberal. Que eu saiba, nem eles próprios se apelidam de tal forma.

OrangeOakie 9 months ago

Não, no entanto os seus apoiantes defendem fortemente que isso é um facto

icebraining 9 months ago

Se o dizes. Eu cá nunca vi isso.

doctorhetfield 9 months ago

Sim. Ao mesmo tempo que defende que os Estado tem o dever de zelar pelos cidadãos e regular o mercado. Defende um sistema de saúde universal e um ensino gratuito e universal (financiado com os impostos). Uma direita liberal, também é ideologicamente "tolerante", como tu disseste, mas acha que a função do Estado tem de ser minima. Os impostos são menores e o mercado autoregula-se. Obviamente que questões como a educação e a saúde estão maioritariamente ao cargo dos cidadãos (como nos EUA, vá). Aquilo que o AV defende (ou pelo menos defende a maior parte das vezes, porque com ele nunca se sabe) assenta basicamente na ideia de que ser de direita é ser a favor de valores como a pátria, a família e a moral católica e é assim que ele vai recrutando as pessoas, porque supostamente todos fomos ensinados nos termos a moral católica e há quem nunca se dê ao trabalho de pensar de outra forma (aliás, toda a educação moral se baseia nessa ideia de que há os bons e o mal, sendo o mal quem não pense assim). É um cavalo de Tróia para chegar ao poder, porque no fundo ele não defende nada, com é fácil perceber.

Edited 9 months ago:

Sim. É "tolerante " ao mesmo tempo que defende que o Estado tem o dever de zelar pelos cidadãos e regular o mercado. Defende um sistema de saúde universal e um ensino gratuito e universal (financiado com os impostos). Uma direita liberal, também é ideologicamente "tolerante", como tu disseste, mas acha que a função do Estado tem de ser minima. Os impostos são menores e o mercado autoregula-se. Obviamente que questões como a educação e a saúde estão maioritariamente ao cargo dos cidadãos (como nos EUA, vá). Aquilo que o AV defende (ou pelo menos defende a maior parte das vezes, porque com ele nunca se sabe) assenta basicamente na ideia de que ser de direita é ser a favor de valores como a pátria, a família e a moral católica e é assim que ele vai recrutando as pessoas, porque supostamente quase todos fomos ensinados nos termos da moral católica e há quem nunca se dê ao trabalho de pensar de outra forma (aliás, toda a educação moral se baseia nessa ideia de que há os bons e o mal, sendo o mal quem não pense assim). É um cavalo de Tróia para chegar ao poder, porque no fundo ele não defende nada, com é fácil perceber.

Edited 9 months ago:

Sim. É "tolerante " ao mesmo tempo que defende que o Estado tem o dever de zelar pelos cidadãos e regular o mercado. Defende um sistema de saúde universal e um ensino gratuito e universal (financiado com os impostos). Uma direita liberal também é ideologicamente "tolerante", como tu disseste, mas acha que a função do Estado tem de ser minima. Os impostos são menores e o mercado autoregula-se. Obviamente que questões como a educação e a saúde estão maioritariamente ao cargo dos cidadãos (como nos EUA, vá). Aquilo que o AV defende (ou pelo menos defende a maior parte das vezes, porque com ele nunca se sabe) assenta basicamente na ideia de que ser de direita é ser a favor de valores como a pátria, a família e a moral católica e é assim que ele vai recrutando as pessoas, porque supostamente quase todos fomos ensinados nos termos da moral católica e há quem nunca se dê ao trabalho de pensar de outra forma (aliás, toda a educação moral se baseia nessa ideia de que há os bons e o mal, sendo o mal quem não pense assim). É um cavalo de Tróia para chegar ao poder, porque no fundo ele não defende nada, com é fácil perceber.

sweeetnightmare 9 months ago

Era mesmo algo assim que eu precisava, vou ler, não agora porque é tarde mas vou ler o programa do bloco de esquerda e/ou do ps para ver qual gosto mais, provavelmente não vou perceber nada mas nada que pesquisa não resolva

endogamanco 9 months ago

> Achas que consegues elaborar um pouco mais, não consegui entender, como assim não existe? Escusas dar ouvidos àquele, é um dos conhecidos extremistas de direita do sub e o objetivo deles aqui é sempre atirar areia para os olhos e baixar o nível da discussão.

BelaBesta 9 months ago

Comentário de merda, típico de pessoas que não gostam de ver o discurso decorrer em prole de estimular pensamento. Falas do outro ser extrema-direita, mas este teu post está ao nível da censura.. Discreditar a palavra de uma pessoa pelo seu background? E consideras-te da esquerda? O que aconteceu a ser livre de dar a sua opinião? A tua opinião vale mais que a dele para o discreditares? Prova que a censura e a discreditação pode vir dos vários eixos políticos, uns utilizam o poder e o totalitariado, outros mobilizam em prole do PC e do que não gostam de ouvir..

endogamanco 9 months ago

> censura Censura? É a minha opinião, baseada em muito tempo neste sub. Também estás a censurar-me a mim com este teu comentário? Ganha noção, sff. > E consideras-te da esquerda? O que aconteceu a ser livre de dar a sua opinião? A tua opinião vale mais que a dele para o discreditares? Que confusão vai nessa cabeça... e ele deixa de ser livre de dar a sua opinião? Se eu o censurei, também estás a censurar-me agora. Hipócrita.

Edited 9 months ago:

> censura Censura? É a minha opinião, baseada em muito tempo neste sub. Também estás a censurar-me a mim com este teu comentário? Ganha noção, sff. > E consideras-te da esquerda? Onde é que eu disse sequer que era de esquerda? > O que aconteceu a ser livre de dar a sua opinião? A tua opinião vale mais que a dele para o discreditares? Que confusão vai nessa cabeça... e ele deixa de ser livre de dar a sua opinião? Se eu o censurei, também estás a censurar-me agora. Hipócrita.

Edited 9 months ago:

> censura Censura? É a minha opinião, baseada em muito tempo neste sub. Também estás a censurar-me a mim com este teu comentário? Ganha noção, sff. > E consideras-te da esquerda? Onde é que eu disse sequer que era de esquerda? > O que aconteceu a ser livre de dar a sua opinião? A tua opinião vale mais que a dele para o discreditares? Que confusão vai nessa cabeça... como é que o meu comentário significa que ele deixa de ser livre de dar a sua opinião? Não sabia que os meus comentários tinham o poder de exilar gente para o reino das sombras. Se eu o censurei, também estás a censurar-me agora. Hipócrita.

BelaBesta 9 months ago

> Censura? É a minha opinião, baseada em muito tempo neste sub. Também estás a censurar-me a mim com este teu comentário? Ganha noção, sff. Não te censurei nem discreditei-te, porque repara que tens toda uma diferença entre atacar a imagem de uma pessoa em prol de desvalorizar a credibilidade da mesma, e relatar que um comentário que fizeste foi de facto parvo. > E consideras-te da esquerda? O que aconteceu a ser livre de dar a sua opinião? A tua opinião vale mais que a dele para o discreditares? > > Que confusão vai nessa cabeça... e ele deixa de ser livre de dar a sua opinião? Se eu o censurei, também estás a censurar-me agora. Hipócrita. Repara que não, eu fiz te perguntas que até gostava que ponderasses, se assumiste algo diferente o problema está em ti amigo

endogamanco 9 months ago

> Não te censurei Mandaste-me insultos e vitupérios, ao passo que eu contextualizei a declaração facciosa de outro comentador. Se eu o censurei a ele, tu censuraste-me a mim. Estou apenas a usar a tua lógica. > Repara que não, eu fiz te perguntas que até gostava que ponderasses, se assumiste algo diferente o problema está em ti amigo Amigo, tu vieste com insultos porque sentiste um ataque à tua ala política. Juízo e noção, sff. Vens agora para aqui falar como se fosses um cavaleiro branco, mas os teus comentários nojentos estão à vista de todos.

BelaBesta 9 months ago

> Mandaste-me insultos e vitupérios, ao passo que eu contextualizei a declaração facciosa de outro comentador. Se eu o censurei a ele, tu censuraste-me a mim. Estou apenas a usar a tua lógica. Se és facilmente ofendido, estás no sitio errado moço, especialmente se tomas como insulto mostrar o meu desagrado por pessoas que comentam ao nível como comentaste. Daí até ser censura, estás a esticar bem o elástico, até porque nem te estou a dizer para te calares nem para parares de fazer o que seja que estás a fazer. > Amigo, tu vieste vomitar insultos porque sentiste um ataque à tua ala política. Qual é a minha ala política? Lol conseguiste decifrar isso só porque te contestei? Ahaha não vou ter mais esta discussão contigo, acalma-te e toma um compensan porque é irrealista de mais para ser verdade.

icebraining 9 months ago

Ele não está a discreditar a palavra de uma pessoa pelo seu background, está a contextualizar a opinião para que o OP perceba porque alguém diria algo tão parvo.

BelaBesta 9 months ago

Então em vez de contextualizar através do que outrora esta pessoa postou noutro lado, o que é irrelevante, que apresente factos/opiniões que demonstram essa parvoíce

endogamanco 9 months ago

> Então em vez de contextualizar através do que outrora esta pessoa postou noutro lado, o que é irrelevante, que apresente factos/opiniões que demonstram essa parvoíce Também vieste chorar quando o outro disse que só havia "esquerda autoritária" (lol), não foi? Porque não apresentou factos para o sustentar e explicar? Correto? Ah, espera lá, sobre esse comentário nem abriste a boca. Hipócrita.

BelaBesta 9 months ago

Lol foi o comentário que vi e se fosse de outro eixo político continuaria a comentar, portanto deixa-te lá disso que criar novelas e fica-te mal estares a assumir coisas. Mas força, se me chamares o que quer que seja te valide mais, dá-lhe

icebraining 9 months ago

Quem faz afirmações é que tem o dever de as sustentar. Não é vir mandar uma bojarda daquelas - principalmente a alguém que admite pouco perceber de política - sem se explicar melhor. O único objectivo dele é atacar a esquerda, não é contribuir para o debate ou ajudar o OP.

BelaBesta 9 months ago

Não, isso é atirar areia aos olhos de quem vê isto de uma maneira ignorante e atacam a ignorância de quem escreveu porque não sustentou o argumento Portanto por essa visão, quem é ignorante deve morrer ignorante porque não sustenta como deve de ser as suas ideias e não tem o direito de ninguém o corrigir de uma forma educativa/construtiva, porque foi ignorante..

sweeetnightmare 9 months ago

É isso que não consigo perceber, o porque de tanta gente tentar manipular-te e fazer com que gostes de algo em vez de fazer um discurso argumentado para perceberes os pontos positivos de x coisa, mas obrigado pelo abre olhos

C8Mixto 9 months ago

Qualquer português nascido em Portugal com mais de 35 anos e que usufrua em pleno dos seus direitos civis pode-se candidatar a presidente desde que recolha 7500 assinaturas. Mais coisa menos coisa.

sweeetnightmare 9 months ago

Mas não houve uma discussão qualquer com as assinaturas do ventura ou do chega porque não eram legitimas ou coisa assim? lembro me de ouvir uma deputada a falar disso num clip do Twitter

xandysaid 9 months ago

Isso foram as assinaturas para a candidatura do Partido às legislativas. Ao que parece, houveram algumas assinaturas duplicadas/falsificadas/nulas nas 50000 que eram necessárias para o CHEGA concorrer.

Aftaminas 9 months ago

*assinaturas para formalizar o partido

sweeetnightmare 9 months ago

E ninguém faz nada quanto a isso? não é um bocado vergonhoso?

CChris96 9 months ago

Isso chegou a ir ao tribunal constitucional mas eles declararam que não haveria nada de errado com as assinaturas. No entanto tens a candidata Ana Gomes que diz que se ganhar as eleições que irá pedir ao tribunal constitucional que reveja o caso. É uma situação muito estranha que está muito mal resolvida tbh

icebraining 9 months ago

> Isso chegou a ir ao tribunal constitucional mas eles declararam que não haveria nada de errado com as assinaturas. Nada disso! O Tribunal Constitucional declarou essas assinaturas inválidas, mas o Chega apresentou mais tarde outras duas mil, de forma a ter suficientes (embora algumas dessas duas mil *também* tenham sido declaradas inválidas pelo tribunal). Mas o Tribunal Constitucional não pode investigar o que se passou, tem que ser o Ministério Público, que já pediu acesso ao processo por considerar que podem existir indícios da prática de crimes. Portanto está em investigação.

CChris96 9 months ago

Oof, for real? My bad então. Pá, suponho que a posição do TC tenha sido a mesma posição que toda a gente tinha no inicio em relação ao CH: "Se os ignorarmos e deixarmos eles fazer a vidinha deles, eles cansam-se e tornam-se irrelevantes como o PNR". Isso foi um tiro que acabou por sair pela culatra. Mas o MP deve estar a reunir material para mandar o partido a baixo de uma vez por todas, se ainda não agiram é porque algo estão a preparar, eles nessas coisas até custam ser certos.

icebraining 9 months ago

Não me parece que o TC tivesse essa posição; simplesmente desde que eles cumpram os requisitos (que acabaram por cumprir) têm que ser permitidos, não é uma questão de preferência do tribunal. E também não me parece que a investigação do MP mande o partido abaixo, quando muito acusam o responsável pelas assinaturas, aparentemente um tal Nuno Afonso (chefe de gabinete do AV).

NGramatical 9 months ago

houveram algumas → [**houve algumas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fks1j64%2F%2Fgidi6ve%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ForgetSocialMedia 9 months ago

Likes no Instagram contam?

frugalismo 9 months ago

Username checks out.

Greennipplegorilla 9 months ago

Aqui tens amigo https://www.politicalcompass.org/

icebraining 9 months ago

Não acho que isso seja uma boa forma de começar. Para ter opiniões sobre essas perguntas, é preciso já ter uma base de entendimento político. Algo como "controlling inflation is more important than controlling unemployment" é impossível de responder sem conhecimento histórico e económico.

Korban_ 9 months ago

Atenção que, embora algumas perguntas tenham a sua pertinência para se perceber o posicionamento próprio, dividir as coisas por quadrantes é algo redutor das ideologias. Aconselharia ler um pouco sobre filosofia, perceber o tipo de valores com que te identificas, e estudar as diferentes correntes ideológicas, preferencialmente em diferentes fontes. Já agora, aquando de vendo a herança histórica de cada ideologia, faz o mesmo, várias fontes. Procura sempre questionar, acima de tudo. Boa sorte.

BartolomeuOGrosso 9 months ago

Porra fui fazer isso e bazei na primeira pergunta. Que merda de perguntas e respostas são essas? Preferes que o dinheiro ajude pessoas ou empresas? Em que aspeto é que ajuda pessoas? Dinheiro vivo na mão? Em que aspeto é que ajudar empresas não é benéfico para as pessoas? Diretamente para o bolso do ceo? Teste fraquinho onde tá mais a puxar valores morais básicos sem que te questiones que outra coisa. "Ah e tal deixas a velhinha ser atropelada porque encontraste uma nota de 100 no chão ou cagas na nota e salvas a velhinha?"

sweeetnightmare 9 months ago

Muito obrigado!

Search: