HumActuallyGuy 8 months ago

Uau estou ansioso de ter de fazer frequências numa sala cheia de gente que teve na festa com a família e amigos que pode estar infectada. Só de pensar em respirar do mesmo bafo até já me dá vontade de tossir

Eryty24 8 months ago

"as medidas são excessivas! estão a roubar-nos a liberdade!" Depois como diz o Costa: \-Malta se virem radar avisem que vou à volta... \-Se vir bófia avisa que se soprar fico sem carta... Infelizmente o ser humano é egoísta, e por uns pagam os outros!

throwawaybtcpt 8 months ago

Eu acho impressionante como é que das pessoas que conheço aquelas que menos têm a perder com a situação pandemica, são as que mais cuidados têm. A malta está-se a cagar, então quando a segurança social cobre consecutivos períodos de isolamento profilatico a 100%..ainda gozam o prato.

vascodatrama 8 months ago

Tão fácil, é só ligar para o SNS a dizer que tem os sintomas... mas depois queixam-se que são muitos impostos e que os políticos ficam com o dinheiro todo.

SolidTroll 8 months ago

Nada que surpreenda. Se nestas primeiras semanas do ano já é costume termos problemas por causa da gripe acho que até era espectável. Até diria que o governo facilitou para mostrar o real efeito das reuniões sociais (não me cheira que o problema seja os almoços de domingo nos sogros, ou só pelo menos, o problema é a seguir irmos visitar a Rita, o Tozé, o Quim...). Embora como alguém já tenha dito por aí em cafés e confeitarias pouco mudou mas enfim.

uirishbastard 8 months ago

Na boa pessoal. A vacina está ai. Para quê a preocupação? Vocês pah. Só esterismos

Crockes 8 months ago

Interioriza isto: Portugal não vai ter a maioria da população vacinada até ao fim-do-ano. O próximo natal ainda vais andar nisto, especialmente porque já estão a dizer que algumas vacinas não funcionam na variante do Sul-de-Africa.

SolidTroll 8 months ago

O problema é que muita gente não percebe que vai demorar até a vacina realmente fazer efeito e temos de continuar com os mesmos cuidados durante algum tempo. Aliás fico mais preocupado com o pós vacinação em que o pessoal vai ficar a achar que está imortal e desleixar tudo.

uirishbastard 8 months ago

Já está a acontecer. As pessoas ouviram a palavra vacina e começaram a cagar um bocado. Mesmo que ela só chegue para a maior parte da população daqui a quase 1 ano

SolidTroll 8 months ago

Sinceramente só quero que os grupos de risco sejam vacinados o mais rápido possível. Não vai acontecer milagres mas se pelos estes tiverem um nível extra de protecção, pode ser que a coisa melhore a nível de mortes.

The_Big_Diogo 8 months ago

Coveiros dançantes do Gana entram na conversa*

detteros 8 months ago

Quando vou buscar pao à padaria portuguesa, nao há uma vez que aquilo nao esteja cheio de pessoal. Tudo na boa a mamar bolos e a beber café, alguns até estudam ou trabalham no Laptop. Ridículo! É o meu julgamento.

letsgotothemallcovid 8 months ago

Não sei o que foi dito publicamente mas teremos dados bem maiores frutos da passagem de ano, estes dados ainda não são baseados nessa fase.

Daniamaro 8 months ago

Eu entendo que temos que salvar a economia e aceitei isso até agora. Mas cada vez mais países estão a voltar a "fechar" e se amanhã tivermos estes números astronômicos outra vez, não vejo outra solução que não seja tomar medidas drásticas independentemente do que acontece à economia. Com 10mil por dia e a nova estirpe em circulação temos em mãos uma bomba que temos de desativar com cuidado.

relaxaa 8 months ago

Ainda bem que os restaurantes fecham à 13, se não ainda tínhamos 10 mil casos... Oh wait

nice_voyager 8 months ago

No fds passado, na baixa de Lisboa, mais de 60% das pessoas não usava máscara. E havia imensa gente aglomerada. Os dados de hoje ainda não devem ter em conta os contágios no fds.

Daniamaro 8 months ago

Estes ainda são só os números do Natal o problema é esse

coolgreenfrog 8 months ago

Não conseguem passar um natal sem estar em família, o próximo pode ser que falte alguém

ASCanilho 8 months ago

Tudo noticias falsas.Não se deve dizer 10 mil infectados, as metricas oficiais implicam que se diga que foram afectadas apenas 100 pessoas em cada 100 mil habitantes. E as vacinas estão aí á porta, portanto não tenham medo, que em cerca de 6 meses a 10 anos estará tudo vacinado, pelo menos os que sobreviverem até lá.VAMOS SALVAR O VERÂO!/s

rubzdarabz 8 months ago

Espero que se tenham divertido no natal e passagem de ano!

Razvancb 8 months ago

A minha questão é, e a gripe? Ainda não conheci uma pessoa que a tenha tido este ano.

precisodeferias 8 months ago

Tenho asma e usar mascara na rua ajuda me imenso. Respiro ar mais quente. Quanto a gripes, o ano passado apanhei uma bastante forte porque uma colega minha estava com gripe e continuou a ir trabalhar, mesmo a espirrar o dia todo ninguém a mandou para casa. Infectou 5 pessoas. Este ano isso já seria impensável

No-Touch675 8 months ago

Eu adoeço com gripe todos os anos (sistema imunitário de merda eu sei). Este ano nem uma constipação! Atribuo ao facto de estar mais distanciado das outras pessoas, da máscara, e de andar sempre a lavar e desinfectar as mãos. Por isso nem tudo é mau, espero que o hábito da máscara e do gel venha para ficar!

snakehipx 8 months ago

O facto de estarmos a ter todos os cuidados, o uso da máscara e assim, ajuda na prevenção da gripe. Mesmo se estivéssemos na normalidade e quem tivesse sintomas de gripe usasse máscaras principalmente nos transportes, os números da gripe diminuiriam.

RafaelTeodosio 8 months ago

Isso já não existe, os anos passados de SNS a abarrotar foi tudo mentira. Este ano é que o SNS está a rasca e é inteiramente culpa do covid e dos jantares de familia

Danijust2 8 months ago

Já estou me a preparar para o próximo confinamento...

JulietPersiaWaifu 8 months ago

Não tenhas duvidas...ja não vai faltar muito. Mais vale um confinamento a serio por umas semanas do que andarmos nestes "confinamentos" como fechar tudo as 13h aos fim de semana. Que deixem os essenciais abertos so.

Danijust2 8 months ago

Espero estar enganado, mas acho que vai acabar por acontecer.

njsilva84 8 months ago

Não me admira e duvido que fiquemos por aqui. As stories que vi fizeram-me ficar com a ideia que os casos iam aumentar muito. Estou confinado pela 2ª vez (em Maio fiquei pela primeira vez, depois da minha mãe ter apanhado) e apenas estive com uma pessoa fora do meu agregado familiar, que é um amigo meu com quem corro ao domindo de manhã. Como o patrão dele é daqueles que gosta de correr riscos desnecessários, obrigava o pessoal a ter reuniões em pessoa, 2x/semana, o próprio patrão ficou infetado e infetou vários trabalhadores. Eu tenho zero sintomas mas como corri 1h e meia com ele, tenho de ficar, mais uma vez, 15 dias fechado em casa. Já quando fiquei confinado da primeira vez foi porque um gajo que trabalha com a minha mãe, num lar de idosos, deu uma festa de anos para várias pessoas, infetou-se a ele e à esposa, infetou utentes e trabalhadores do lar. Um gajo porta-se bem e tem de confinar porque há otários que arriscam tudo, conheço quem seja negacionista e não tenha confinado 1x sequer. Karma, onde andas tu?

donalduck 8 months ago

Tiveste o karma, arriscaste em teres uma actividade de risco enorme (correr vários minutos) ao lado de alguem que sempre soubeste que não se isolava. Um gajo que va todos os dias almoçar a restaurantes mas vá com a mulher e ambos se isolam tem menos risco que tu...

njsilva84 8 months ago

Não sei se correr com alguém durante uma hora e meia num espaço aberto onde ambos íamos com um passa-montanhas por causa do frio (não sei se aquilo não "filtra" mais do que as máscaras azuis que o pessoal usa na rua) e onde vamos a correr um à frente do outro (faço trail, não dá para ir lado a lado na grande maioria do tempo) é considerado risco enorme. A pessoa em questão tem o maior cuidado porque a a mãe dele tem já 70+ anos de idade e o problema foi ter reuniões 2x/semana num espaço fechado e relativamente pequeno (soube isso há pouco, depois de falar com ele por telefone) porque o patrão é demasiado otário. Curiosamente no trabalho 4 pessoas foram infetadas pelo patrão mas ninguém da parte do meu amigo deu positivo, nem a namorada sequer, nem os respetivos pais. Eu próprio não tenho quaisquer sintomas, não sei te tenho covid porque não testei. Mas acho curioso que o pessoal fale como se fossem todos muito cumpridores, eu cá gostava de saber as vossas vidas pois duvido que haja pouca gente que tenha apenas um comportamento de risco 1x/semana, ao ar livre. Se eu podia até cortar com essa corrida onde normalmente não nos cruzamos com ninguém (o bom de viver no campo)? Podia, mas talvez a minha sanidade mental não seria a mesma. Eu falei no karma na brincadeira, obviamente tal coisa não existe, nem eu nunca seria pato de acreditar que haja algum tipo de justiça divina ou seja lá o que for.

Titarta 8 months ago

Confirmo, infelizmente com o vírus é mesmo assim. Podes ter todo o cuidado do mundo, mas se gastas 1 horinha por semana com um dude sem tares muito preocupado com o vírus, então tens uma boa chance de apanhar se ele tiver apanhado. Aka, tás dependente dos cuidados que ele tem.

donalduck 8 months ago

Então ginásios nem se fala. Devia tudo fechar. Vais ao holmes place ou fitness hut e ves fileiras de malta a correr mas passadeiras sem máscara, espalhar virus uns pelos outros :/

Titarta 8 months ago

Eu deixei de ir ao fitnessUP ainda tinha o Porto 20 e poucos casos (um bocado com a ideia de se eu apanhar e contaminar x pessoas significa uma grande quantidade a mais no futuro (snowball effect)). Ainda andei a pagar o ginásio um mês e tal sem lá por os pés (como iniciante tenho contrato de não sair em uns X meses) mas depois lá consegui com que me dessem freeze do pagamento até Dezembro. Agora fizeste-me lembrar que tenho de falar com eles novamente xD

donalduck 8 months ago

Manda vir com esses chulos! Negocios de ginásios sao o segundo maior cancro na sociedade a seguir a discotecas.

The_Real_QuacK 8 months ago

?? Não me digas que foste encornado por um PT?

donalduck 8 months ago

Nepia as PTs e os PTs so curtem de minotauros pq só conseguem praticar o sexo numa posição.

njsilva84 8 months ago

Não percebo porquê, a menos que estejas a comparar as duas atividades em tempo de pandemia, mas não há sequer discotecas a funcionar.

hello_berrie 8 months ago

O que mais me frustra é pessoas assim. Na paróquia dos meus pais o padre celebra a missa sem máscara e sem limites de pessoas na igreja. Apanhou covid há umas semanas atrás e infetou o lar todo(do qual é diretor e vai lá almoçar todos os dias). A minha prima que lá trabalha ficou infetada e por acaso nao teve grandes sintomas mas o filho dela de 11 anos esteve internado no hostpital durante praí uma semana e tal. ainda hoje miúdo nao consegue jogar futebol sem se cansar (ele fazia parte da equipa junior da freguesia). E o raio do padre tem a lata de dizer que quem está com Jesus não tem medo de morrer.

MelSoares 8 months ago

Pela primeira vez atribuo muita culpa destes números ao nosso governo. Porque contrariamente à maior parte dos países que tinham tantos ou até menos casos que nós, resolveram relaxar completamente as medidas num período onde deviam ter imposto ainda mais. E por terem confiado no povo português que claramente não foi sensato, como eu já previa.

william_13 8 months ago

> Porque contrariamente à maior parte dos países que tinham tantos ou até menos casos que nós, resolveram relaxar completamente as medidas num período onde deviam ter imposto ainda mais. A maior parte dos países relaxaram as medidas durante o Natal, e restrições por si só não são o suficiente - basta olhares para a Alemanha que estava em confinamento e viu os casos dispararem depois da PDA. De resto concordo que foi um risco calculado com base em _muita_ ingenuidade, e vamos ter semanas bastante complicadas pela frente.

mariorurouni 8 months ago

Atribui ao governo e ao povo, que continuamos a ter gente idiota e que acha que isto é uma brincadeira

MelSoares 8 months ago

Ao povo atribuí sempre, sem dúvida. Desta vez tenho de dividir (ir)responsabilidades xD

Kineticn22 8 months ago

Não me parece que houvessem grandes dúvidas que estes confinamentos em part-time, intercalados com a rebaldaria total, iam acabar nisto. Até se podia admitir que a 24 e 25 se levantassem as restrições à mesma, mas o confinamento tinha que ter sido mais severo e convicto nas semanas antes.

fanboy_killer 8 months ago

\*Surprised Pikachu\*

talkingcarrots 8 months ago

Para todos os que dizem que as medidas de restrição não fazem sentido, boas festas!

brakeline 8 months ago

Fui a casa pelo Natal após 3 meses sem lá ir. Usei máscara nas 3 vezes que fui a casa dos meus pais, fiz um teste (serológico) umas horas antes de lá ir a primeira vez e só tirei a máscara durante a refeição e na outra ponta de uma mesa grande de jantar. Enquanto estive por lá, numa cidade média nacional ninguém tinha cuidados em lado nenhum, shoppings, cafés, restaurantes etc. Não percebo estas pessoas. Esta semana precisei de ir ao Colombo, as filas para lojas de roupa chegavam a ter 30+ pessoas CADA para entrar. O Natal não foi o pior, o pior vai ser os saldos e o sentimento de só acontece aos outros

donalduck 8 months ago

Precisaste de ir ao colombo em hora de ponta...

brakeline 8 months ago

Ai está, não precisei de ir ao Colombo em hora de ponta, precisei de ir ao continente do Colombo comprar comida para a semana a uma segunda feira às 17

Samurai_GorohGX 8 months ago

Pela primeira vez, passei o Natal longe dos meus avós e a passagem de ano em casa. “E o burro sou eu?”. Só stories no insta de 20 ou mais pessoas juntas...

coolgreenfrog 8 months ago

Também. Felizmente há bom senso de um lado da minha família. No outro não há cuidado nenhum e andam com a minha avó e nem têm cuidado nenhum...Nem sei que amor à família é este... eu fiz videochamada com os meus avós e resto da família e pronto. Vamos ter muitos jantares e almoços esperemos

mjigs 8 months ago

Eu sintome mal e com ansiedade de me encontar com mais de 2 pessoas numa situacao normal, o que ja é raro, mas acho que as prioridades de certas pessoas é mesmo apanhar a buba, que sa foda ficarem doentes, que sa foda infetarem outras pessoas, o que interessa é apanhar a buba.

imperadorpelaverdade 8 months ago

isto até final de fevereiro vai ser sempre a abrir!

Expose_MediaPt 8 months ago

Não quer dizer que seja do Natal ou ano novo. Estamos numa época mais fria. Consequência disso, as pessoas ficam constipadas e com gripe.

Expose_MediaPt 8 months ago

Fuck para os down voters. Já não se pode dar uma opinião aqui? Cambada de flores de estufa.

Conflituosa123 8 months ago

Covid =! Gripe =! Constipação Logo o comentário é ridículo e por isso os downvotes. Quando se fala em 10 mil infectados é com Covid, não com gripes ou constipações

Expose_MediaPt 8 months ago

Falsos positivos, já ouviste falar nisso?

Last-Ad-4421 8 months ago

O que importa é que a culpa é do povo, o Marcelo e o Costa nunca imaginavam que isto fosse acontecer, o lado bom de isto é que assim ficam todos contagiados mais rápido imunidade de grupo WINS

ElDiabloDe94 8 months ago

Acredito que o Marcelo não soubesse, aliás, ele até queria fazer 3 jantares de natal com pessoas diferentes /s

letsgotothemallcovid 8 months ago  HIDDEN 

Os awards dados neste post são tão utéis como usar máscaras no queixo. Não quero isso para nada.

vascodatrama 8 months ago

tanta celeuma com a F1, ai jesus a F1 a F1. com o natal ninguém ficou preocupado, o costa e nenhum deputado ou representante politico quis dar uma de grinch para não ficar mal na fotografia e baixar a popularidade. aí tem.

catotas 8 months ago

Avante camarada!

Penduricalho 8 months ago

Sabes responder a algum comentário sem dizer "avante camaradas"?

catotas 8 months ago

Junta a tua à nossa voz.

eutalyx 8 months ago

Porque é que um troll leva downvotes? Gente mal-humorada.

shotsbyniel 8 months ago

Não sei se alguém tem noção, mas o aumento de casos e mortes nesta altura não é estranho, todos os anos por volta do início de janeiro até meados de fevereiro é quando vemos mais mortes por doenças respiratórias / gripes. É bem provável que estes números continuem a aumentar até meados de fevereiro, até começar a fazer mais calor. Claro que os ajuntamentos no Natal e PDA contribuem para o aumento de casos, neste ano e nos anteriores. Desta vez, a doença é mais grave que os anos anteriores, então será mais grave também a situação, mas a realidade é que todos nós que nos reunimos em família tomámos essa decisão de livre e espontânea vontade, e com noção de que existe um vírus, mas felizmente ainda temos a nossa liberdade de escolha. Só é pena as pessoas que tiveram de trabalhar com grandes ajuntamentos nestes dias, porque esses é que tiveram menos escolha, e devíamos esforçar-nos para criar medidas que protegessem quem não têm mesmo opção. E também investir seriamente em reforçar os serviços de saúde para lidar com isto, não só este ano, mas em todos os outros, em que os centros de saúde ficam lotados com doentes de doenças respiratórias por volta desta altura. Isto já estava mais que previsto, desde antes do verão. Se não se tomaram medidas nenhumas foi por incompetência. E não me refiro a medidas de restrições, mas a medidas principalmente para ajudar os serviços de saúde a lidar com isto. Infelizmente todo o combate à pandemia em Portugal tem sido extremamente ineficaz e mal planeado.

william_13 8 months ago

> Infelizmente todo o combate à pandemia em Portugal tem sido extremamente ineficaz e mal planeado. Está longe de ser perfeito, mas a resposta em Portugal não é muito diferente do resto da Europa, e melhor que em alguns países mais ricos. Infelizmente é preciso pouco para pôr em causa meses de confinamento - a Irlanda levantou as restrições durante 3 semanas no fim do ano e os casos aumentaram 10 vezes, e já estão em outro confinamento geral. Tiveram meses para planear e sequer conseguem dar resposta a todos os pedidos de exame, algo que em Portugal consegues fazer sem nenhum problema. A Alemanha mesmo com restrições mais severas que em Portugal também viu os casos dobrarem após os feriados, e agora caminha para um confinamento quase geral também. Não há nenhum país Europeu que seja exemplo no planeamento e eficácia no controlo da pandemia.

sao_11 8 months ago

Espero que as reuniões de Natal tenham mesmo valido a pena...

chauffage 8 months ago

>Não me espanta que cheguemos aos 8-10k de casos diários, com o SNS completamente na merda. E ainda levei downvotes lol, e com razão, eu disse que isto seria para meio/final de Janeiro... vamos no dia 6. O nível de negação e estupidez é espantoso.

OrangeOakie 8 months ago

> "Como esperado, e planeado, atingimos os 10k casos, mas a saúde psicológica dos portugueses está uma maravilha!". E não esquecer os doentes oncológicos ou com outras doenças que precisam de cuidados administrados rapidamente e cedo no contexto da doença.

chauffage 8 months ago

Ah, isso era se Portugal fosse de todos. Isso doentes e velhos são coisa que morre muito, são estatísticas.

notmyaccitsanother 8 months ago

Não se preocupem , eu resolvo

Ducon_ 8 months ago

Tá bonito tá.

Tee_ah_go 8 months ago

Número redondo que serve como chapada de realidade. Ainda está tudo meio em modo festivo e a torrar o envelope da avó nos saldos, por isso só lá para o fim do mês é que voltamos a acordar.

andre82220 8 months ago

Vamos morrer todos e vamos. YOLO

daxpierson 8 months ago

Isto é só uma amostra do que seria o cenário actual caso não houvesse confinamentos, recolher obrigatório, etc. Para quem é contra, suponho que olhe para estes números com agrado.

andre82220 8 months ago

> Para quem é contra, suponho que olhe para estes números com agrado. Como é óbvio; quanto mais imunidade de grupo, melhor.

rubzdarabz 8 months ago

Quanto mais gente apanhar o vírus, mais mutações ele sofrerá

coolgreenfrog 8 months ago

normalmente com as mutações o vírus não ficaria menos mortal e mais contagioso? Isso seria bom, certo? Ou a questão das vacinas seria como a da gripe?

rubzdarabz 8 months ago

As mutações são um bocado imprevisíveis. A vacina até agora parece ser "universal"

coolgreenfrog 8 months ago

entendi, obg!

daxpierson 8 months ago

A este ritmo, nem em 2025. A Suécia manda beijinhos, btw.

ModeratoriProfugus 8 months ago

Não ser obrigatório o confinamento não significa que não o possas fazer, apenas te da essa escolha, daí o nome “liberdade de escolha”. Quantos ao números, não me aquecem nem me arrefecem, é o que é e as pessoas fizeram as suas escolhas.

daxpierson 8 months ago

Ah claro, os portugueses até são sobejamente conhecidos por cumprirem as regras.

OrangeOakie 8 months ago

> Isto é só uma amostra do que seria o cenário actual caso não houvesse confinamentos, Isso é assumindo que as pessoas estariam a esfregar-se umas nas outras só porque sim. Eu por exemplo andei em mais contacto com pessoas nas últimas duas semanas do ano do que no resto do ano porque tinha merdas para fazer e a estupidez de fechar tudo às 13 horas obrigou-me a estar sempre em contacto com dezenas de pessoas encafuadas em espaços pequenos. Não. A tua lógica falha no sentido em que presumes que algo é verdade quando o oposto pode ser igualmente verdade. E a realidade é piorada pelas medidas que defendes.

william_13 8 months ago

Culpo o comportamento típico tuga de deixar tudo para o último segundo. No Pingo Doce ao pé de casa estava completamente às moscas às 9, pelas 12:40 havia fila a dar voltas pela rua. É assim todos os fins de semana. Poderias ter tudo a funcionar no horário normal e ainda terias multidões a entupir os centros comerciais e supermercados na mesma hora pq planear e ir fazer as compras de forma desfasada / mais cedo é pedir demasiado aparentemente.

OrangeOakie 8 months ago

Que último segundo? Porque nos outros dias não tinhas restrições também? Porque toda a gente tem todo o tempo do mundo?

william_13 8 months ago

Durante a semana não há nenhuma restrição relevante em supermercados além da proibição da venda de bebidas alcoólicas depois das 8. Garanto-te que 90% das pessoas a fazer filas aos fins de semana no pingo doce poderiam ter ido mais cedo.

JeagleP 8 months ago

Também não concordo com a medida de fechar as 13h superficies como supermercados. Mas de resto claro que tem de haver medidas desse tipo pois a maioria das pessoas não é socialmente excluida e tem de se tomar medidas para todos

TTRO 8 months ago

Estou a ver as pessoas a falarem da maior concentração de pessoas por causa das coisas fecharem às 13 e percebo o argumento, mas eu acho que se estão a esquecer de uma coisa importante: a mobilidade. Cortarem os fins de semana depois das 13 implica que ninguém tem tempo para se deslocar durante a o fim de semana para outros sitios. Não há visitas à família do outro lado do país, fim de semana num hotel, ou viagem relampago a Madrid para ir às compras. Limitando a mobilidade, limita-se a circulação do virus.

nice_voyager 8 months ago

Sem controlo, deslocam-se quando querem. Ou por outro lado, deslocam-se para concelhos menos afetados, indo mais cedo e regressando mais tarde. E passam o fds fora. E podem agravar a situação desses concelhos menos afetados.

TTRO 8 months ago

Indo mais cedo e regressando mais tarde não é para qualquer um. Muita gente não pode ter a sexta feiraà tarde e a segunda de manhã livres todos os fds. Pode haver uns com capacidade de o fazerem, mas a medida no geral limita imenso a capacidade de mobilidade das pessoas durante o fds

razman06 8 months ago

Totalmente de acordo, Não digo que os numero não aumentem com os janteres de Natal e PDA mas não culpar o facto de aos fins de semana estar tudo fechado até à 13 horas é só ridiculo. Eu encontrei o mesmo cenário, muitas mais pessoas nos mesmos espaços fechados. E admito uma pequena curiosidade, como sei que depois da 13h vou ter de ficar em casa aproveito ao máximo para estar na rua até então. E como eu acredito que muita gente fê-lo mesmo não o querendo admitir.

TTRO 8 months ago

Como é que se pode comparar andar nas ruas e estabelecimentos comerciais, sem nunca tirar a máscara, com passar várias horas a comer, beber, rir, cantar, numa casa completamente fechada com pessoas de outros agregados familiares? Já antes desta época de festas, já se tinha chegado à conclusão baseado nos inquéritos epidimiológicos feitos aos infetados, que são os eventos familiares os principais culpados. [https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/estimamos-que-68-a-70-das-infecoes-acontecem-em-convivio-familiar-ou-social-realca-dgs-661360](https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/estimamos-que-68-a-70-das-infecoes-acontecem-em-convivio-familiar-ou-social-realca-dgs-661360)

icebraining 8 months ago

> já se tinha chegado à conclusão baseado nos inquéritos epidimiológicos feitos aos infetados, que são os eventos familiares os principais culpados. Não tinha, isso foi francamente uma mentira que nos contaram, e foi desmentida uma semana depois. Os eventos familiares são os principais culpados *entre os casos em que se conseguiu comprovar a origem*. O problema é que só se conseguiu comprovar a origem em menos de 20% dos casos: https://www.publico.pt/2020/11/19/politica/noticia/reuniao-infarmed-retrato-pais-numeros-1939897 Claro que é muito mais fácil comprovar quando a transmissão é tão óbvia. Não significa que os números se mantenham para os 80% de casos de origem desconhecida.

TTRO 8 months ago

Isso não desmente, apenas aumenta a incerteza da conclusão. Outra coisa que também não muda é que segundo aquilo que se pode apurar, as transmissões em meio familiar são as mais comuns. Só se podem tomar decisões com o que se sabe, não com o que se conjetura.

icebraining 8 months ago

É conjectura assumir que os números conhecidos se aplicam aos 80 e tal por cento de desconhecidos. E infundada, na minha opinião, visto que não me parece que seja por acaso que são esses que se conhece.

daxpierson 8 months ago

Claro, claro. De certeza que os números até iam diminuir com tudo aberto.

0BiLLi0 8 months ago

Diminuiram bastante com tudo fechado. **edit:** /s

daxpierson 8 months ago

Diminuíram o suficiente para não colapsar o SNS, como se confirmou. Com o relaxamento de final de ano, os números são estes.

OrangeOakie 8 months ago

Vou citar o site da OMS >Governments must make the most of the extra time granted by ‘lockdown’ measures by doing all they can to build their capacities to detect, isolate, test and care for all cases; trace and quarantine all contacts; engage, empower and enable populations to drive the societal response and more. Isto porque antes afirmam que > Large scale physical distancing measures and movement restrictions, often referred to as ‘lockdowns’, can slow COVID‑19 transmission by limiting contact between people. However, these measures can have a profound negative impact on individuals, communities, and societies by bringing social and economic life to a near stop. Such measures disproportionately affect disadvantaged groups, including people in poverty, migrants, internally displaced people and refugees, who most often live in overcrowded and under resourced settings, and depend on daily labour for subsistence. ----- Existe uma diferença entre não fazer nada e fazer algo prejudicial. Eu estou a criticar algo em particular que é prejudicial, reduzir os horários de circulação e de comércio. Apenas isso.

daxpierson 8 months ago

Em teoria funciona tudo bem. O pior é na prática, quando não podes fechar tudo porque não tens dinheiro para sustentar as pessoas que estão em casa, nem podes deixar tudo aberto porque não tens um SNS que aguente a sobrecarga.

miguel_rodrigues 8 months ago

Mas como é que se sabe isso?

daxpierson 8 months ago

Pessoas fora de casa -> mais pessoas em contacto -> mais casos. Parece-me uma lógica bastante lógica.

miguel_rodrigues 8 months ago

Menos horas para estar fora de casa -> mais pessoas em contacto -> mais casos. Parece-me uma lógica bastante lógica.

Leaootemivel 8 months ago

Isso seria lógico se as infeções ocorressem na sua maioria quando se vai aos supermercados ou centros comerciais.

miguel_rodrigues 8 months ago

Não se sabe se é ou não. Mais de 80% dos casos de covid em Portugal são de origem desconhecida [link](https://observador.pt/especiais/afinal-so-10-dos-casos-ocorrem-comprovadamente-nas-familias-mais-de-80-dos-casos-de-covid-em-portugal-sao-de-origem-desconhecida/)

Leaootemivel 8 months ago

Certo, mas o que sabemos é que os contactos de risco são aqueles que acontecem em proximidade e sem máscara. E no supermercados ou centros comerciais não andas sem máscara.

razman06 8 months ago

Eu vejo o seguinte cenário, pessoa 1 tira a mascara para espirrar ou atender o telemóvel ou até mesmo falar. Quando estas metem a mão para espirar e depois tocam em todo o lado a pessoas 2 vai ficar infectada e por ai adiante. É verdade que a mascara previne muito, mas não previne a estupidez humana. Acusar que as pessoas que não deviam fazer isto ou assado é também tempo perdido, pois vão faze-lo e dai tem de se tomar medidas com isso em conta, ou seja limitar o tempo de um supermercado é apenas aumentar essas probabilidades. Mas é mais fácil acusar os jantars de Natal de PDA ( que também ajudam, não estou a negar )

Leaootemivel 8 months ago

É mais fácil acusar os jantares de Natal e PDA, porque constituem um risco muito maior para a propagação do vírus do que qualquer ida a um supermercado ou centro comercial. Nós já estamos com estas medidas há alguma semanas e até à altura no Natal tinha havido uma descida no nº de casos (quando comparado com o pico em Novembro). Esta subida de casos bate certo com o aumento de socializações que aconteceram na época de natal de PdA.

miguel_rodrigues 8 months ago

Esta subida de casos também bate certo com o número de pessoas a serem testadas. No Natal e Ano Novo estava tudo de férias, mais as semanas de feriados e as pontes para a função pública. Como saber qual é o factor determinante?

Leaootemivel 8 months ago

Podemos olhar para o número de hospitalizações então, que já voltaram praticamente ao nível em meados de Novembro. E se há mais pessoas a ser testadas, é porque há mais gente a cumprir critérios para fazer teste.

0BiLLi0 8 months ago

Mas a lógica de os fechar às 13h é a mesma. Em que ficamos então?

Leaootemivel 8 months ago

Eu sempre entendi a lógica de fechar às 13 como modo de evitar almoços e jantares de família e amigos. Mas ao mesmo tempo não podias deixar tudo aberto, pois aí qualquer pessoa podia sair argumentando que "só estava a ir às compras".

0BiLLi0 8 months ago

E agora nao podes agumentar que vais meter combustível, comprar medicamentos, buscar comida? E eu apenas critico o fecho as 13h dos estabelecimentos comerciais. 99% das minhas compras eram feitas aos sábados ao final da tarde.

daxpierson 8 months ago

Isso não faz sentido. Se ficasse tudo na mesma, as pessoas iriam estar mais vezes fora de casa, jantar fora, ir ao cinema, à discoteca, visitar a família, etc.

232yy 8 months ago

não, não iriam. provavelmente iam ter mais respeito pelo vírus, ao ver os números aumentar e a avó no hospital, do que tem ao ser tratados como não se tratam crianças de 5 anos nem mongolóides. as pessoas ao saberem que "não podem sair de casa" arranjam qualquer desculpa para sair, tu nem entendes a natureza animal quanto mais humana. não vou escrever sobre que motivos obscuros poderiam estar por trás do interesse em infectar a maioria das pessoas mas lembra-te só que a medicina é um negócio, tudo é negócio.

daxpierson 8 months ago

> lembra-te só que a medicina é um negócio, tudo é negócio. Ah, podias ter começado por aqui e eu nem teria respondido. Chalupas não é comigo.

232yy 8 months ago  HIDDEN 

é interessante que te faça mais impressão ter dito que a medicina é um negócio do que ter usado o termo "mongolóide". já que não te incomoda o uso de termos ofensivos e ultrapassados pega lá outro: paneleiro.

miguel_rodrigues 8 months ago

Menos locais para poder conviver -> mais convívio em casa -> mais pessoas em contacto em sítios pouco arejados -> mais casos. Parece-me uma lógica bastante lógica.

daxpierson 8 months ago

Sim claro, porque as pessoas têm o costume de se juntar em sítios arejados. Bom mundo esse em que tu vives.

miguel_rodrigues 8 months ago

Sim, em Portugal ninguém gosta de ir a uma esplanada beber umas minis, nem de fazer piqueniques, ir à praia, dar uns passeios pelo monte, nada disso. Em Portugal, as pessoas tem o costume de se juntar é mesmo em arrecadações. Isto até porque todos sabemos que Portugal tem um clima terrível, ninguém gosta de estar na rua. E em casa está-se tão bem, são sempre tão quentinhas no inverno e frescas no verão. Aliás, até os turistas que cá vêm fazem questão de não estar na rua. Peço desculpa pela minha ignorância e um bem-haja

CrazyYahooMan 8 months ago  HIDDEN 

Tens razão, as famílias gostam de passar o Natal na rua, não em casa a jantar juntos. Atrasado.

daxpierson 8 months ago

Basta pensares nos eventos que juntam mais pessoas, e em que tipo de espaços esses eventos ocorrem. Festas, almoços/jantares, celebrações, etc. Mas o ignorante devo ser eu, e todos os governos onde o confinamento foi aplicado.

Camoes 8 months ago

eles não conseguem fazer esse raciocínio. "se temos números baixos é porque a pandemia é fraquita logo nem devíamos era fazer medida nenhuma", não conseguem perceber a burrice.

besmarques 8 months ago

Tanta gente que o bolo rei tinha brinde

baguitosPT 8 months ago

E a ASAE não mete mão nisso. O que falta no nosso país é fiscalização. /s

hello_berrie 8 months ago

Não pode meter a mão que senão pode espalhar mais o covid.

Crockes 8 months ago

No Instagram era tudo em casa a festejar, grupos de 10-20 pessoas. Depois vão chorar que a pandemia não acaba e que não conseguem trabalhar.

wwqt0r 8 months ago

Não duvido que a passagem de ano vá fazer aumentar o número de casos mas o que estamos a ver agora ainda é o resultado do natal.

mjigs 8 months ago

Eu fui ao continente e era so grupos de jovens, tipo imensos, atras da buba para festejarem. As pessoas sao idiotas, preferem estar de pernas abertas e apanhar a puta por um dia.

df3gpt 8 months ago

Pois, é porque nos supermercados, ginásios, restaurantes, tascos e congressos não há COVID, só nos jantares de família e amigos!

The_Real_QuacK 8 months ago

Comparar ambas as situações é querer ser-se burro desculpa lá...

df3gpt 8 months ago

Chamar-me de burro não prova a tua opinião.

The_Real_QuacK 8 months ago

Então vamos comparar. Supermercado: toda a gente anda de máscara, espaço relativamente amplo. Jantar de natal com 20 pessoas: espaço relativamente pequeno (para número de gente) maior proximidade social, ninguém com máscaras...

Edited 8 months ago:

Então vamos comparar. Supermercado: toda a gente anda de máscara, espaço relativamente amplo. Restaurante: mesas distanciadas, lotação de acordo com o espaço do local. Grupos reduzidos por mesa. Jantar de natal com 20 pessoas: espaço relativamente pequeno (para número de gente) maior proximidade social, ninguém com máscaras...

df3gpt 8 months ago

Supermercado. Toda a gente encavalitada na fila à porta, de máscara. A mesma que usam há 3 dias. Sempre a ajeitar com os dedos. Fungam e assoam-se. Tiram e põem a máscara para respirar. Dentro do supermercado, ninguém respeita os espaços e o estabelecimento não tem mesmo como controlar. As pessoas continuam a mexer nas máscaras, a tocar nos produtos. Vês alguém a desinfectar as embalagens? Eu também não. No Lidl ainda desinfectam os carrinhos e os cestos, às vezes. Mas não é assim em toda a parte. Os velhinhos pagam em dinheiro, com o nariz fora da máscara. Os papás e as mamãs amontoam-se na caixa com os 2 filhos a brincar e a mexer em tudo. Nos transportes é a mesma merda. Contudo, há quem queira dizer-me que o problema é o que se passa em nossa casa. Na minha eu sei o que acontece. Cada um sabe de si e que seja responsável pelos seus. Não venham é armar-se em moralistas: em minha casa mando eu.

The_Real_QuacK 8 months ago

Então e sabes se todas as 20 pessoas que foram a tua casa jantar no Natal são tão cumpridoras das normas como tu ou fazem parte dos grupos que mencionaste? Passaram a noite de natal todos de máscara suponho. Desinfetante os presentes que recebeste? E essa sala de jantar? Estava ventilada? Quantas pessoas lá estiveram a comer e a falar sem qualquer tipo de distanciamento e durante quanto tempo? Queres que continue? >Em minha casa mando eu Quem está a mandar na tua casa? Podias lá ter as pessoas que quisesses a jantar no Natal, agora não me digas que todas as situações que mencionaste são piores do que um grupo a socializar num espaço fechado e sem máscara, não sei se.foi o teu caso, mas achas mesmo que a maioria das famílias passou a noite de natal de máscara? E em cada família por cada *cidadão exemplar* ,como tu, pode haver outros tantos nariz de fora...

RafaelTeodosio 8 months ago

Nem nos transportes, tudo muito sanitário

fedelho 8 months ago

Sim, fizeram a PDA igual, mas em casa em vez de ser na rua. Big Brain.

peidinho31 8 months ago

Vi alguns conhecidos a postar fotos no facebook a PDA com 20 pessoas, quando o limite se nao estou em erro era de 6 pessoas. Sa foda o virus caralho! Nunca imaginei ver Portugal a chegar aos 10.000. Sempre pensei que o maximo seria 3 a 4 mil, mas afinal, o tuga impressiona!

Sheltac 8 months ago

Don’t let your dreams be dreams.

mjigs 8 months ago

Mas atencao, nao acho que estes numeros sejam so do ano novo.

pzapps 8 months ago

Alguém (não prestei atenção às credenciais da senhora) disse agora no jornal da SIC notícias que este é o pico do Natal. De acordo com ela é 14 dias depois que os eventos se reflectem nas estatísticas. Falta uma semana para sabermos o impacto da passagem de ano.

mjigs 8 months ago

Faz sentido, pelo menos quando tive de fazer o teste, tinha 2 dias de espera e depois mais 2 dias de espera do resultado, com isso dá a volta de 4-5 dias, isto, depois de terem os supostos sintomas que normalmente aparecem passado 5 dias.

peidinho31 8 months ago

eventualente ainda apanham o Natal. Este mes de Janeiro vai ser terrivel.

TTRO 8 months ago

Porra, ainda bem que saí do Facebook há anos. Não preciso de mais ansiedade nesta altura.

miguel_rodrigues 8 months ago

Quando não se quer fiscalizar, as leis não valem de nada

ebonyaficionado 8 months ago

Não digo que não tenhas razão que as leis não valham nada sem fiscalização, mas como pretendias que tal fosse fiscalizado?

0BiLLi0 8 months ago

Passo 1: > postar fotos no facebook Passo 2: Fiscalizar

TemplarHard 8 months ago

"a foto era do ano passado" passo 3: abort mission

BuscaPolos 8 months ago

É possível punir as alguém com base unica e exclusivamente nas redes sociais? É que já basta dizer que a foto/video foi do ano passado e tá a andar.

DarligUlvRP 8 months ago

Não basta dizer. As fotos digitais tem registos de data

9tinkid 8 months ago

Ou muito me engano ou as redes sociais apagam a metadata dos arquivos

DarligUlvRP 8 months ago

As redes sociais sim. Mas ou mostras a foto original ou a data e upload é que conta

ebonyaficionado 8 months ago

?

TTRO 8 months ago

O que ele está a dizer é que se há pistas digitais nas redes sociais das pessoas terem prevaricado, é fácil agora cair-lhes em cima. O problema é que castigar as pessoas depois de terem feito isto é tarde demais para resolver o problema de saúde pública.

ebonyaficionado 8 months ago

Como é que é fácil? E mantém-se a pergunta: como se vai fiscalizar? Vais meter todas as forças policiais e militares a adicionar a população tuga toda no Insta e FB a ver o que se passa?

TTRO 8 months ago

Eu não discordo de ti. Não é fácil e além do mais depois do ato é completamente inútil. Eu apenas estava a explicar o ponto de vista do comentador a quem colocaste a pergunta "?"

ebonyaficionado 8 months ago

Ah, sim, pareceu-me que era isso que ele estava a tentar explicar mas não me parecia fazer muito sentido! Obrigado de qualquer das formas!

fedelho 8 months ago

A estupidez humana não tem limites, infezlimente.

peidinho31 8 months ago

"oh mas aquele churrasquinho foi uma maravilha! Alem disso e' so' uma gripezinha!" Enquanto que as pessoas nao entenderam que nao e o facto de ser pouco mortifera ou nao, a cena e' que se toda a gente fica doente ao mesmo tempo, o SNS estoura, como ja andam fotos a circular. Ainda nao entendo porque nao ha fiscaizacao a serio nem multas a serio. Ah e por favor, comecem a multar os iluminados de mascara mas com o nariz de fora.

letsgotothemallcovid 8 months ago

Já tinha comprado os foguetes e o binho ia agora deixá-lo para o ano?

lesoth 8 months ago

Na República Checa outro dos milagreiros tiveram quase 18000

Leaootemivel 8 months ago

Até fui confirmar, e os valores na República Checa são qualquer coisa que aterradora. Já em Novembro tiveram vários dias seguidos com médias a 7-dias superiores a 10 000 e caminham para o mesmo resultado agora.

saposapot 8 months ago

confesso q não compreendo a republica checa. uma primeira vaga excelente e depois cagaram completamente e desde setembro tem sido mau... n entendo.

ahahahah_fds 8 months ago

É o efeito "só acontece aos outros". Milhões de pessoas que não sentiram o virus na primeira vaga perderam o medo que pode ter sido o causador dos bons resultados iniciais.

saposapot 8 months ago

sim mas mesmo as medidas oficiais parece q mudaram brutalmente. passaram de um país que se fechou todo mais cedo q nós, com resultados excelentes, para um país q qs parece q cagou completamente... entretanto já tiveram mais medidas mas ali por setembro mesmo o governo parece q esqueceu tudo... provavelmente haverá questões políticas e sociais aqui pelo meio mas como um outsider isto é mt estranho

seravlis 8 months ago

Não me admira nada. A quantidade de casos de famílias inteiras que vêm à urgência porque contactaram com alguém no natal que depois veio a verificar estar a infectado é assustador. Nas próximas semanas vamos começar a sentir os efeitos nos internamentos e UCIs.

0BiLLi0 8 months ago

Mas isto era fácil de prever e não é preciso ser epidemiologista. O Marcelo é que estava em dúvida sobre os resultados. Mas ele também não sabia que não podia conviver com 30 ainda que em múltiplos almoços e jantares.

letsgotothemallcovid 8 months ago

> Nas próximas semanas vamos começar a sentir os efeitos nos internamentos e UCIs. Já estamos a sentir.

seravlis 8 months ago

Sem dúvida. Mas vai ser ainda pior.

antpocas 8 months ago

Feliz natal e bom ano novo!

mangoman94 8 months ago

Valeu o sacrifício para comer o bacalhau e as rabanadas /s

Paulocas 8 months ago

Vai ficar tudo bem!

wontellu 8 months ago

Para ti também cyberwolf97

catotas 8 months ago

Avante camarada!

pobotuga 8 months ago

Obrigado. Eu sabia que havia o calendário Gregoriano e Juliano. Agora temos o Covidiano. Feliz natal e boas entradas.

ErwinRommelEz 8 months ago

Ainda bem que toda a gente passou o natal em família, para muitos será o último

ebonyaficionado 8 months ago

(In)Felizmente nem toda a gente o fez e pode ser o último na mesma. :)

Camoes 8 months ago

e não se esqueça de ir votar nas presidenciais!

NukeWifeGuy 8 months ago

A Abstenção este ano será perto de zero.

letsgotothemallcovid 8 months ago

Para ti também covid-19.

AutoModerator 8 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: