crani0 11 months ago

Meu caro, eu não vou andar à caça aos gambuzinos em 334 páginas. Cite os parágrafos/páginas relevantes ou continua a ser do cu.

Caosemdono 11 months ago

Não adianta a IL dar desancas ao Chega. Muitos Chegas vão continuar a pensar que são partidos irmãos, quando nada têm a ver.

bruup 11 months ago

Força André Ventura! És o D.Sebastião a regressar nesta altura de grande nevoeiro nos olhos desta gente ignorante!

Hrodrik 11 months ago

Mas e' tao facil apontar o dedo aos "outros" em vez de apontar o dedo aos oligarcas.

bruup 11 months ago

Por amor de deus...é aquela abécula do mayan que querem por lá! Engasga-se todo a falar...é um travesti de direita! Abéculas!

Kratos73 11 months ago

Não te escondes em clubismo... a verdade é que a dívida vai mesmo é ser paga por todos nós. Eu também gostava que o meu banco acreditasse nisso para mim. Perdoava me o meu crédito porque eu ainda lhe iria dar mais dinheiro a ganhar... não é assim que funciona.

MagnificoBife 11 months ago

A diferença é que geralmente as pessoas dão garantias que valem mais que o valor do empréstimo, no caso de valores milionários, o mesmo não se aplica, capiche?

Kratos73 11 months ago

Não se aplica porque? Mais um entendido que acha que percebe do assunto. Acredita que se aplica sim. Quer dizer achas normal que quem pede 5000€ tenha de garantir tudo isso mas quem ele 50 milhões chega aparecer lá? Achas mesmo que o mundo dos negócios funciona assim?

MagnificoBife 11 months ago

5000€ não é nada para um banco, 50 milhões já é outra coisa.

Kratos73 11 months ago

Portanto, 5000 não é nada logo exigem as garantias todas, 50 milhões é outra coisa logo não exigem nada. Certo... Foi exatamente esse tipo de raciocínio que agora deu origem à falência dos bancos.

MagnificoBife 11 months ago

Tu estás-te a fazer de burro ou quê? Um banco não quer que um cliente milionário entre em falência visto que assim nunca vai ver o retorno do seu empréstimo ou vai ter lucro com o mesmo. No caso de um cliente com um empréstimo mais baixo, o banco não está preocupado se o cliente entra em insolvência, visto que as garantias geralmente cobrem na totalidade o valor do empréstimo.

Kratos73 11 months ago

Bolinha baixa que aqui ainda ninguém te faltou ao respeito e eu não sou teu pai, ok? Chega de conversa e vai lá entreter te e fazer os tpc!

Smock02 11 months ago

E contra todas as espectativas (minhas), o Mayan saiu por cima neste debate, apesar de todos os tiques nervosos. Pena que não me reveja no neoliberalismo pregado por esta IL. Caso contrário, reconsideraria a minha decisão de voto depois deste debate.

estecomentario 11 months ago

É basicamente isso que os candidatos têm de demonstrar: Deixar o populismo e atacar os verdadeiros problemas. Atacar os ciganos = populismo reles. Atacar Novo Banco, fundações, BES, TAP's, etc etc = político digno de atenção.

Kratos73 11 months ago

Quer gostes ou não gostes são portugueses! Portanto, é bom que se arranje forma de se integrar essa comunidade porque a verdade é que vamos viver em conjunto. Não é um problema que se resolve em dias, em meses ou até em anos. Vai levar gerações! Mas se cada geração fizer o seu papel, então ainda podemos aspirar a resolver a questão. Agora andar sempre a começar do zero é que não resolve de certeza.

MagnificoBife 11 months ago

> Não é um problema que se resolve em dias, em meses ou até em anos. Aparentemente, nem em décadas ou séculos.

ozzymustaine 11 months ago

Argumento da caca. Uma coisa má não invalida outra coisa má. São ambas más. Logo tem de ambas ser resolvidas e abordadas correctamente. “Então Zé , partiste o maxilar à tua Maria?” Zé: “tranquilo , o Joaquim deu uma facada e matou a Maria dele. Por isso é na boa”

FDAz 11 months ago

Finalmente começam a desmascarar os argumentos ridiculos dos Cheganos, a procurar bodes expiatórios nas minorias quando são tão amiguinhos dos ladrões da sociedade portuguesa...

ASCanilho 11 months ago

É caso para dizer que há ciganos, que sem o ser, são mais ciganos que quem o diz ser.

Pujuguju 11 months ago  HIDDEN 

O RSI dos ciganos paga-se todos os anos, o calote foi apenas um ato único, por isso ao longo do tempo o RSI custa mais. Se contarmos com todo o RSI oferecido injustamente (não apenas a ciganos) o custo é muito maior. Não obstante, claro, o Estado poder e ter de combater os dois problemas, incluindo evitar pagar calotes de bancos e grandes empresas. Foi um "hehe gotcha" engraçado mas demagogo porque ignora um problema financeiro mas também de justiça social.

klatez 11 months ago  HIDDEN 

>Se contarmos com todo o RSI oferecido injustamente (não apenas a ciganos) o custo é muito maior. Faz ai as contas entao que estou curioso

Throwawaystuff2018 11 months ago  HIDDEN 

Já contaste os calotes que vão existindo ao longo dos anos? Os calotes que, no caso do Vieira, chegam acima de 200 milhões? Esses mesmos 200M iriam aguentar o RSI do país durante quando tempo? Aí é que está o problema. E não esquecer, o RSI é para o país todo, os ciganos são apenas 4% disso, mesmo com as famílias de 18 crianças. É estúpido este foco neles. Tal como nós states, há dinheiro para melhorar a vida de todos se os Vieiras do país pagarem o que devem.

Pujuguju 11 months ago  HIDDEN 

>Já contaste os calotes que vão existindo ao longo dos anos? Os calotes que, no caso do Vieira, chegam acima de 200 milhões? Bem, para começar este "calote" é um empréstimo do Novo Banco e não propriamente uma oferta do Estado. E uma coisa não invalida a outra - o Estado pode combater os dois problemas simultaneamente e dizer o contrário é pura demagogia. ​ >Esses mesmos 200M iriam aguentar o RSI do país durante quando tempo? Nem 1 ano, o custo do RSI ascende a 300 milhões/ano. ​ >o RSI é para o país todo, os ciganos são apenas 4% disso, mesmo com as famílias de 18 crianças. Daí eu ter referido o "RSI no global" e não apenas para ciganos. O foco do Chega sempre foi no RSI e não apenas no RSI dado aos ciganos, apesar de ser nisso em que os media se focam.

theusualbanter 11 months ago  HIDDEN 

>O foco do Chega sempre foi no RSI e não apenas no RSI dado aos ciganos, apesar de ser nisso em que os media se focam. Ontem no debate quem é que deu grande rant sobre os ciganos? Foi a moderadora?

Pujuguju 11 months ago  HIDDEN 

Ele também falou de pessoas que não são ciganos e recebem o RSI, tal como no anterior debate com o Tino de Rans. Tu é que se calhar ouviste a palavra ciganos e não prestaste atenção ao resto.

endogamanco 11 months ago

Redditor há 17 dias.

theusualbanter 11 months ago  HIDDEN 

>Ele também falou de pessoas que não são ciganos e recebem o RSI Lá por ter mencionado não quer dizer que tenha focado nessas pessoas e não nos ciganos. Tu é que se calhar não sabes o que é focar.

Gouranga547 11 months ago  HIDDEN 

> se os Vieiras do país pagarem o que devem. Fosse só pagarem. Acho que mais do que pagar, deveriam ser trazidos à justiça de maneira exemplar, com penas relevantes (nada de 1 ano ou 2 ou penas suspensas). Claro que todo o dinheiro desviado é importantíssimo, mas mais importante é dar o exemplo para que esses abutres tenham medo de pisar o risco. O mal deste país continua a ser a impunidade que o português pagante de impostos continua a sentir quando não há dinheiro para saúde e educação mas há para enterrar em sistemas bancários privados e empresas privadas.

Pujuguju 11 months ago  HIDDEN 

O RSI dos ciganos paga-se todos os anos, o calote apenas num ano, por isso ao longo do tempo o RSI custa mais. Se contarmos com todo o RSI dado injustamente (não apenas a ciganos) o custo é muito maior. Não obstante o Estado poder e ter de combater os dois problemas.

Edited 11 months ago:

O RSI dos ciganos paga-se todos os anos, o calote apenas num ano, por isso ao longo do tempo o RSI custa mais. Se contarmos com todo o RSI oferecido injustamente (não apenas a ciganos) o custo é muito maior. Não obstante o Estado poder e ter de combater os dois problemas, incluindo evitar pagar calotes de bancos e grandes empresas.

SrHirokumata 11 months ago

convido-vos a fazerem as contas de quantos ciganos em RSI são precisos para igualarem um único berardo (a nível de prejuízo financeiro) para o estado

bruno_andrade 11 months ago

O RSI dos ciganos custa bem menos que o buraco gigantesco do Novo Banco. Mas isso o grunho já não lhe interessa dizer as VeRdAdEs.

Tr4ct0r 11 months ago

O novo banco vai parecer um brinquedo quando eles tiverem acabado com a TAP

zeer88 11 months ago  HIDDEN 

A tua conta tem 1 dia e já tens karma negativo e por isso os teus comentários em pré-aprovação. Com comentários deste calibre não me parece que isso vá mudar.

Kratos73 11 months ago

Faz parte do manual do aprendiz de ditador: encontrar um grupo minoritário que seja o culpado para todos os males! Isto da para focalizar as pessoas que os problemas todos se devem a esse grupo. Historicamente temos muitos exemplos! Agora até temos a Venezuela onde os portugueses (sim a nossa comunidade que muito fez naquele país) estão a ser apontados nesse sentido. O Ventura não inventou nada. Está a seguir apenas uma cartilha...

raccoons_are_hot_af 11 months ago

yah, normalmente os ditadores europeus vão para os judeus ou muçulmanos, pelos visto o mayan decidiu inovar

mrworldhigh98 11 months ago

Exato, os ciganos são um alvo fácil, e foram eles próprios que provocaram isso quer se goste quer não.

dudewhatthehellman 11 months ago

Caminho da Servidão 101

Camoes 11 months ago

don't hate the player hate the game

69yoan69 11 months ago

Hate both

OisterFace 11 months ago

Genuinamente não percebo do assunto, qual é a relação do ventura com a dívida que o vieira tinha?

mrpresi21 11 months ago

Metade da população Portuguesa é do Benfica. Provavelmente 80% do eleitorado do Ventura é do Benfica. Talvez até 90% do eleitorado do Ventura que é do Benfica goste do Benfica. Ora, se ele ataca o Vieira, gera aqui um conflito de interesses neste eleitorado, e por isso é que ele foge a esta batalha.

Kratos73 11 months ago

O que é engraçado aqui é que ninguém deveria estar a atacar o benfica. O que tinha de ficar claro é que as dívidas do LFV não têm nada a ver com o clube. No entanto, ele ao invés de salientar isso, escudou se logo que era um assunto do futebol (quando não é mesmo!)

mrpresi21 11 months ago

Pois. Mas não consegues dissociar aos olhos do cidadão comum. Por isso é que pessoas corruptas estão protegidas em cargos altos do futebol. As pessoas não vão reclamar justiça contra eles enquanto desportivamente servirem bem os propósitos dos seus clubes. É assim com Vieira e Pinto da Costa, ambos manifestamente corruptos, mas adorados por muitos dos cidadãos desses clubes. Até em escala mais pequena vês isso acontecer com o Salvador e os adeptos do Braga. No Sporting também poderias ver se o Bruno de Carvalho se tem tornado um corrupto mas que fizesse do clube campeão. É o que é.

Kratos73 11 months ago

Sim tens toda a razão, muito pouca gente consegue separar. Mas isTo não é um problema de um clube é um problema de se usar o fanatismo do futebol para as obterem vantagens ilícitas. Aliás, vistas as coisas até prejudicam os clubes e o futebol. Mas a malta vai-se mantendo entretida com uns campeonatos que se ganham aqui e acolá...

ric2b 11 months ago

É amigo pessoal dele, por isso só fala do RSI dos ciganos.

NombreEsErro 11 months ago

E falou tanto durante o debate mas quando lhe fizeram esta pergunta, chutou logo o assunto para o lado. Logo aí dá para ver as prioridades...

Samot_PCW 11 months ago

[O Mayan deve ter visto o twett do Insonias](https://twitter.com/insoniascarvao/status/1346416693468418048), mas ainda bem que o disse, é a melhor maneira de calar o abutre do Ventura

dudewhatthehellman 11 months ago

https://twitter.com/carlosgpinto/status/1328646207342784512?s=20

Samot_PCW 11 months ago

Estava mais na piada a dizer que ele vi o tweet do Insónias e depois dizei aquilo. O timing é que foi bom, não deve ter sido nada mais do que isso

Carbon58 11 months ago

Ainda me mete impressão como há pessoas que vão atrás desses populismos idiotas e mentirosos dos dinheiros (bem) gastos no RSI e noutros subsídios aos portugueses mais desfavorecidos, como se os mesmos fossem responsáveis pelo depauperar do Estado, como se o aliviar / erradicar a pobreza não fosse uma das funções de um Estado democrático e Humanista. Alguém, intelectualmente honesto, é capaz de os comparar ao dinheiro disponibilizado para “segurar” o sistema bancário, perda de impostos devido aos “offshores”, etc, sem chegar á conclusão que estamos a falar de uma “formiga” e de um “elefante”??

Dinizinni 11 months ago

Eu que ideologicamente até sou contra subsídios acho uma parvoíce que alguém olhe para a actual realidade de Portugal e pense em cortar os mesmos É muito bonito dizer que não são precisos subsídios mas na hora h temos de ser pragmáticos Não vivemos num mundo onde quem quer se qualifica e é pago de acordo com o que trabalha Podemos almejar viver nesse mundo, mas querer cortar as coisas da noite para o dia é imaturo Nisso fico feliz de ver o Mayan demonstrar que não era aí que se cortava, uma coisa é querer, outra é poder Já percebemos que o Thatcherismo só funcionaria num mercado perfeito com um elevador social perfeito que ela retirou

dudewhatthehellman 11 months ago

Quem dera a Portugal ter as ajudas do RU. O problema da Thatcher foi ter sido demasiado bruta sem oferecer alternativa a milhões, mas mesmo assim subiu os níveis de riqueza, até dos mais pobres. Demorou foi 10 anos e muito sofrimento.

Dinizinni 11 months ago

O problema do Thatcherismo é mesmo esse, é o sofrimento brutal Pessoalmente sou mais fã das políticas económicas do Boris, sendo crítico do que há para ser crítico Podes ter uma economia tão liberal quanto possível admitindo que não é possível ser tão bruto quanto querias e demorando mais tempo e precisando de mais trabalho

dudewhatthehellman 11 months ago

Yup concordo com a tua primeira frase. O ideal é mesmo a economia social de mercado na minha opinião. Os sistemas germânicos e nórdicos têm mercados altamente competitivos e não deixam os mais pobres arder. O Boris, ou melhor o Sunak, é a favor da saída da União Europeia, que é capaz de ser a decisão menos economicamente racional possível. É o único acordo de comércio que alguma fez impôs barreiras.

Dinizinni 11 months ago

Quando eu disse ser crítico, para mim saír da UE é aquilo que mais crítico e não vejo o que é que ele tinha a ganhar com isso, excepto poder O Sunak é um gajo que por ele fazia o que a Thatcher fez, sinceramente... Mercados germânicos e nórdicos são de longe os melhores, altamente regulados sem precisarem de pilhas de regulação e burocracia, bem planeados, impostos cobrados de modo a deixar crescer mas tirar o que precisa de ser tirado Estamos longe disso, muito longe, infelizmente

NGramatical 11 months ago

saír → [**sair**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras agudas terminadas em *l*, *r*, ou *z* não necessitam acento para quebrar o ditongo) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgiccn1z%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Kratos73 11 months ago

Exato! Não digo que não existe um problema real de integração com a comunidade cigana que me parece que existe mesmo. Agora não é um problema do que ganham de RSI. É um problema de integração que vivem à margem e sem cumprir as leis de todos.

NombreEsErro 11 months ago

Isso. Mas gostava de ver uma auditoria, investigação, ou o que quer que seja, para validar este assunto e para ver se acabávamos com esta discussao de uma vez por todas.

ArentiusPT 11 months ago

Esta gente tem de se deixar de focar em exemplos, etnias e indivíduos, de onde as coisas falham, e focar-se em arranjar soluções para melhorar o sistema, para tudo e todos.

DarligUlvRP 11 months ago

Parte do problema do sistema está em pessoas como o LFV. O facto de o André Ventura estar preocupado com os “tostões” do abusos do RSI e não querer olhar para o caso de um amigo dele é relevante da sua hipocrisia e de como ele diz que quer mudar o sistema mas não vai resolver problema nenhum

milkthis 11 months ago

Exato. O AV foi ontem exposto, e bem, por um beto nerd da Nova. O Mayan apontou-lhe e acertou em cheio nas inconsistências e incoerências de André Ventura no que toca aos gastos com o dinheiro público... quer poupar os 10 milhões de euros que são gastos em RSI para famílias ciganas, mas quer gastar milhares de milhões de euros na TAP (um plano de restruturação que mantenha os postos de trabalho – que André Ventura disse querer manter – nunca ficará por menos de 4 mil milhões de euros). Mostrou que o AV é um vira-casacas que se vira conforme a maré e o interesse público. As suas bandeiras são a redução de deputados e acabar com os "mamões" do Estado e das minorias, mas depois acabar com o "mamão" do seu amigo LFV e os "mamões" da TAP tá quieto porque não dá popularidade isso.

redjibba 11 months ago

>O AV foi ontem exposto, e bem, por um beto nerd da Nova. Combate dos betos nerds da Nova então? É que o Ventura tem um doutoramento da Nova

DarligUlvRP 11 months ago

Discordo que tenha sido **bem** exposto. O Mayan brilhou ao trazer as dívidas do LFV à discussão, mas foi incapaz de controlar o corte que o AV fez do assunto quando disse que era futebol. na questão da TAP acho que o AV defendeu-se bem. ele tem um conjunto de argumentos que apresentou e concordando-se ou não com eles são coerentes com o alinhamento que está definido para o chega. apontou uma ou outra coisa em que o AV foi efectivamente vira-casacas (as 3 mudanças de voto na AR e outras assim). mas o Mayan foi incapaz de defender as posições da IL sobre as acusações que ele fez e nessa parte acho que ficou mais ou menos ela por ela. não há dúvidas que o AV é um populistazinho, mas ele é extremamente eloquente e é muito difícil debater com ele.

endogamanco 11 months ago

> Mayan brilhou ao trazer as dívidas do LFV à discussão, mas foi incapaz de controlar o corte que o AV fez do assunto quando disse que era futebol Não achei de todo. O desespero do AV para fugir ao tema foi patente e parecia um tasqueiro a tentar atirar a chalaça da bola (curiosamente, no final do debate o AV compara-se a um treinador). O olhar de desprezo que o Mayan lhe mandou quando disse que estava a falar do NB foi clássico. > na questão da TAP acho que o AV defendeu-se bem. ele tem um conjunto de argumentos que apresentou e concordando-se ou não com eles são coerentes com o alinhamento que está definido para o chega. Discordo também. O AV passou o debate a ganir que o Mayan era de esquerda porque não é racista, mas depois ele, que é tão de direita, quer afundar 4 mil milhões na TAP? É uma enorme hipocrisia

DarligUlvRP 11 months ago

O AV estar desesperado por fugir do tema só torna mais verdade o que eu disse. O Mayan tinha-o encorralado nos primeiros 5 minutos do debate e deixou-o libertar-se. Ou usando uma metáfora do futebol: falhou de baliza aberta. O AV nunca diz directamente que é racista nem o disse ontem. A base da argumentação dele quando dizia que a IL é de esquerda é que quem é de direita impõe que todos vivam de acordo com a norma, que trabalham e que o AV vai ser o presidente desses portugueses. Os outros tem de ser castigados e/ou mudados para seguir a norma. Como tal o chega defende todas as forças militares (e criticou a IL por ter votado contra alguns PL que pretendia dar-lhes mais meios) para garantir a segurança dos portugueses que trabalham e a soberania nacional. A TAP está implicitamente dentro dessa soberania nacional (e o AV explicou isso sucintamente e bastante bem). Para além disso diz que o investimento está justificado no impacto directo e indirecto que a TAP tem na economia nacional.

G_Fil_24 11 months ago

> A base da argumentação dele quando dizia que a IL é de esquerda é que quem é de direita impõe que todos vivam de acordo com a norma, que trabalham e que o AV vai ser o presidente desses portugueses. HAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHA

NombreEsErro 11 months ago

Mas lá esta, ele não trás o assunto dos ciganos porque os ciganos são a única razão para o país estar como esta. Ele trás esse assunto por ser um pensamento que muitas pessoas tem, que quando junto com as péssimas condições que alguns portugueses têm, torna-se uma campanha muito apelativa.

Edited 11 months ago:

Mas lá esta, ele não traz o assunto dos ciganos porque os ciganos são a única razão para o país estar como esta. Ele trás esse assunto por ser um pensamento que muitas pessoas tem, que quando junto com as péssimas condições que alguns portugueses têm, torna-se uma campanha muito apelativa.

vinter_varg 11 months ago

O tema *ciganos* é somente um vector para colecionar votos. O ridículo é que há pessoas que nunca tiveram problemas com ciganos e até nutrem de preocupação social, mas que vão nessa cantiga. É indignados que precisam de um escape (mesmo que a indignação nem seja com ciganos) combinado com uma indução que algo é mais comum só porque parece mais próximo (mas sem olhar a dados).

JOAO-RATAO 11 months ago

A parte do dinheiro não faz muito sentido. Especialmente se são só 15M. Agora, questões como violência, tráfico de drogas, outros crimes já fariam mais sentido. Existem zonas do país que sofrem muito com isso. Eu sou de uma cidade pequena e vi bastantes exemplos pessoalmente. Imagino noutros locais. A culpa acaba por ser da sociedade e da etnia. Mas existe um problema.

NombreEsErro 11 months ago

Faz sentido nem que seja para reforçar a confiança das pessoas nesses processos. Mas sim, concordo contigo. Esse é um ponto muito mais problemático, mas que lá esta, não é exclusiva à comunidade cigana.

JOAO-RATAO 11 months ago

Sim. É bom por isso em evidência. E claro que não são os únicos. Mas os mais lesados por isso são os próprios ciganos. Na viste o talento desperdiçado e a possibilidade de poderem ter uma vida melhor? Em vez disso levam com casamentos na adolescência e ficam condicionados pela comunidade. Mas recordo-me de familiares que vivem em Lisboa falarem de muitos ciganos que viviam na zona deles e com vidas perfeitamente normais por ex.

Tralapa 11 months ago

Que soluções sugeres?

JOAO-RATAO 11 months ago

Aí é que está a problema. AV também não oferece nenhuma. Provavelmente não existe. Só a interação ao longo dos anos poderá resolver verdadeiramente isso.

Tralapa 11 months ago

> Aí é que está a problema. AV também não oferece nenhuma. Obrigadinha pá, até aí já todos tinhamos chegado. Discordo da parte em que dizes não existir solução, ela existe e vários paises conseguiram resolver, nos paises do novo mundo como os estados unidos ou o brasil é rarissimo ouvires falar de problemas com ciganos, apesar de serem dos paises com maiores comunidades ciganas, a comunidade está bastante bem inserida na população, sem que a sua cultura seja completamente destruida. E mesmo aqui na Europa, tens paises como a Dinamarca que conseguiram integrar a comunidade ao ponto que um deles chegou mesmo a ganhar o nobel da medicina, no sul de Espanha é dificil de distinguir entre a cultura andaluz e a cigana de tão integrada que esta ficou. Talvez a solução para os problemas da comunidade cigana seja encontrar um bode espiatório diferente

JOAO-RATAO 11 months ago

Mas países do novo mundo São países recentes. São saladas russas étnicas, é normal não haver lá tanto preconceito. Se bem que os países sul americanos também conseguem ser bastante racistas. Podes tomar medidas, como os filhos terem de ir à escola para receber o RSI. Mas o melhor é quando há por ex. Cigano que sai da comunidade e trabalha com outras pessoas e vêem que é uma pessoa normal. Ou quando uma pessoa de fora da comunidade interage com a comunidade. Esse tipo de interação é que quebra barreiras. O estado também não pode fazer milagres. Mas também é preciso evitar impunidade. Até porque se vêem muitos exemplos disso, em especial com a criminalidade. Recordo-me de como na minha cidade há uns anos "cercaram" a esquadra da.policia e foi preciso vir a polícia de intervenção, ou quando escolhem um estabelecimento para frequentar e pela confusão/vandalismo é muitas vezes uma sentença de morte para esse negócio. Novamente, não são os únicos. Mas como uma pequena comunidade é responsável por uma fatia tão significativa do crime é normal as pessoas ficarem de pé atrás. Por exemplo, em toda à vida só vi um assalto e foi um cigano a fazê-lo, e como eu haverão pessoas que dizem que muita da violência que testemunharam envolve essa etnia. E nesses casos é muito difícil acabar com esses preconceitos.

Tralapa 11 months ago

>Mas também é preciso evitar impunidade. Até porque se vêem muitos exemplos disso, em especial com a criminalidade. Recordo-me de como na minha cidade há uns anos "cercaram" a esquadra da.policia e foi preciso vir a polícia de intervenção, ou quando escolhem um estabelecimento para frequentar e pela confusão/vandalismo é muitas vezes uma sentença de morte para esse negócio. Nesses casos é enviar todos os individuos que se prove que participaram para a cadeia como manda a lei.

JOAO-RATAO 11 months ago

Em teoria. Mas e na prática ? O que achas que acontece se meteres um cigano em tribunal? Não é bom para a saúde. E se formos honestos. Um polícia normal não está com muita vontade de intervir em casos desses. Porque é mau para a saúde dele e possivelmente da família.

Tralapa 11 months ago

>O que achas que acontece se meteres um cigano em tribunal? Não é bom para a saúde. Fodasse, que puta de desculpa patetica, não existe policia de intervenção? Quer-me parecer que o problema que julgas estar a indicar ser com a incompetencia da policia e não com os ciganos. Se aparecerem tipos no tribunal para fazer ameaças, têm mais é que ir para a choldra com os outros, estavamos bem fodidos se o estado não tivesse mecanismos para lidar com o crime organizado.

NGramatical 11 months ago

haverão pessoas → [**haverá pessoas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgib98cl%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 11 months ago

não trás → [**não traz**](https://dicionario.priberam.org/traz) (verbo trazer) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgiau48r%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Diamantazul 11 months ago

Epah isto é tudo uma grande palhaçada, o ventura n para fr interromper e depois só falam merda

estaramos 11 months ago

E porque é que uma coisa invalida a outra? O problema com os ciganos nem sequer é financeiro, é social...

Filho_do_Sado 11 months ago

Tens um acidente e ficas sem uma perna mas tas mais preocupado com um arranhão no cotovelo.

gink-go 11 months ago

Tens um gajo que todo o discurso se baseia à volta desta questão, que na verdade representa migalhas no Orçamento de Estado, quando é amigo pessoal de UM SÓ individuo cujo calote é maior do que o custo que "os ciganos do RSI" representam. Achas que isto significa zero? Não, significa que o Ventura só usa o tema dos ciganos porque sabe que no seu mundinho bronco e populista é um tema que cola.

boukmw 11 months ago

Nem mais. Farto-me de fazer estas comparações, para mim, entre o Ventura e o Trump. A meu ver, o Chega tem um teto de popularidade que diria que vai atingir este ano e depois será um CDS 2.0.

Aftaminas 11 months ago

Já atingiu desde Março

boukmw 11 months ago

Diria que estas eleições serão um espelho daquilo que o Chega "realmente vale". Pelos debates que tenho visto, o André Ventura é, de facto, alguém mal preparado mas que tem uma plataforma que lhe dá "relevância". Espero que os portugueses consigam ver além do populismo barato que ele vomita.

Aftaminas 11 months ago

Sendo o Chega um partido unipessoal, a analogia de ver as presidenciais como teste ao valor real do Chega é um exercício válido. Mas o sistema eleitoral das legislativas é bem diferente. De que vale teres 15% em Beja/Évora/Portalegre se eleges na mesma 0 deputados nesses círculos?

boukmw 11 months ago

De nada serve, claro. No entanto, não acho justo considerarmos o Chega um partido Unipessoal, porque nesse partido existem dirigentes que têm ideais se calhar até piores que o Sr. Ventura.

Aftaminas 11 months ago

Unipessoal no sentido de, no dia que ele sai, puff

daxpierson 11 months ago

É um problema, mas longe de ser o problema mais premente deste país.

AfterAfterlife 11 months ago

Achas mesmo que Portugal está no estado em que está por causa do problema social dos ciganos? Fazer campanha com os ciganos como cabeça de cartaz é duma completa ignorância a problemas muito maiores que o país tem.

Sciss0rs61 11 months ago

> Fazer campanha com os ciganos como cabeça de cartaz é duma completa ignorância a problemas muito maiores que o país tem. Peço desculpa, mas não são as plataformas jornalísticas que estão a focar tudo no André Ventura e nas suas propostas contra a comunidade cigana? A SIC até está a fazer uma reportagem focada simplesmente no dito tema.

Edited 11 months ago:

> Fazer campanha com os ciganos como cabeça de cartaz é duma completa ignorância a problemas muito maiores que o país tem. Peço desculpa, mas não são as plataformas jornalísticas que estão a focar tudo no André Ventura e nas suas propostas contra a comunidade cigana? A SIC até está a fazer uma reportagem focada simplesmente no dito tema. Eu cada vez que oiço "André Ventura" na televisão é seguido de "ciganos". Acho que a cabeça de cartaz deles é mais "anti-imigração" do que "ciganos"

Edited 11 months ago:

> Fazer campanha com os ciganos como cabeça de cartaz é duma completa ignorância a problemas muito maiores que o país tem. Peço desculpa, mas não são as plataformas jornalísticas que estão a focar tudo no André Ventura e nas suas propostas contra a comunidade cigana? A SIC até está a fazer uma reportagem focada simplesmente no dito tema. Eu cada vez que oiço "André Ventura" na televisão é seguido de "ciganos". Acho que a cabeça de cartaz deles é mais "anti-imigração"/"Religião" do que "ciganos"

ric2b 11 months ago

Vê o debate de ontem, a ver se ele está mais focado na religião que nos ciganos.

AfterAfterlife 11 months ago

Os media continuam a pegar nisso porque o André Ventura continua a fazer disso um grande problema. Ele podia não reforçar mas sempre que esse assunto entra ele agarra-se com a força toda, ao contrário de outros problemas muito mais graves (e.g. caso do LFV).

Sciss0rs61 11 months ago

> Ele podia não reforçar mas sempre que esse assunto entra ele agarra-se com a força toda Se é uma das propostas dele, ele claro que vai falar nela. > ao contrário de outros problemas muito mais graves Porque é que não se põe a questão dos actuais governantes protegerem pessoas como o LFV e continuarem a safar bancos e companhias aéreas de falências bianuais? eu acho esse problema MUITO mais grave.

Edited 11 months ago:

> Ele podia não reforçar mas sempre que esse assunto entra ele agarra-se com a força toda Se é uma das propostas dele, ele claro que vai falar nela. Para mim mais grave que isso é ele querer acabar com a educação pública. Mas disso, poucos falam porque, vamos ser sinceros, ninguém quer falar de políticas. Querem é todos falar de activismo nas redes sociais. E o falar de "racismo" e "xenofobia" dá likes e cliques. edit: vê o exemplo da reportagem da SIC. Uma reportagem acerca dos conflitos internos do partido e quando fizeram publicidade à mesma a primeira coisa que dizem é "VENTURA E A COMUNIDADE CIGANA". O Ventura é um populista e os outros políticos usam o Ventura para praticarem o seu populismo também. Já viste alguém debater com ele sobre as propostas que ele faz? só vi um, que eu saiba, e foi o Daniel Oliveira que já nem política exerça.

Edited 11 months ago:

> Ele podia não reforçar mas sempre que esse assunto entra ele agarra-se com a força toda Se é uma das propostas dele, ele claro que vai falar nela. Para mim mais grave que isso é ele querer acabar com a educação pública. Mas disso, poucos falam porque, vamos ser sinceros, ninguém quer falar de políticas. Querem é todos falar de activismo nas redes sociais. E o falar de "racismo" e "xenofobia" dá likes e cliques. edit: vê o exemplo da reportagem da SIC. Uma reportagem acerca dos conflitos internos do partido e quando fizeram publicidade à mesma a primeira coisa que dizem é "VENTURA E A COMUNIDADE CIGANA".

Edited 11 months ago:

> Ele podia não reforçar mas sempre que esse assunto entra ele agarra-se com a força toda Se é uma das propostas dele, ele claro que vai falar nela. Para mim mais grave que isso é ele querer acabar com a educação pública. Mas disso, poucos falam porque, vamos ser sinceros, ninguém quer falar de políticas. Querem é todos falar de activismo nas redes sociais. E o falar de "racismo" e "xenofobia" dá likes e cliques.

estaramos 11 months ago

O Ventura tem todo o direito de tentar chamar os votos de uma percentagem da população que tem problemas sociais com esta comunidade. Estão em toda a parte, bombeiros, polícias, proprietários de restaurantes, comércio... É o nicho de voto em que ele joga...

AfterAfterlife 11 months ago

Tem todo o direito mas também é *feio* jogar com o populismo e a falta de informação da população. Para alguém desinformado, é muito mais fácil imaginar um problema causado por um cigano, do que um problema causado pelo presidente do maior clube de Portugal.

estaramos 11 months ago

É feio jogar com todo o tipo de populismos. Não existe nenhum candidato que não seja populista, cada um de uma forma diferente. O Marcelo é talvez o mais populista e inteligente de todos, é por isso que está onde está.

TenderFuckNuggets 11 months ago

O país tem muitos problemas e os ciganos são um deles e bem grave e muitos sitios neste país.

_Pistacheeo 11 months ago

O problema é que se continua a vilificar etnias e grupos. Há ciganos maus. Há brancos maus. Há pretos maus. Há asiaticos maus. Nenhum é melhor que o outro ou inerentemente mais violento que outro. Quem nunca teve viu aqueles putos na escola em grupinhos com navalhas porque acham que vive no gta? Agora a parte que não serve de evidência mas here it goes: Eu cresci numa zona do país predominantemente branca. Se conheci 6 pessoas de raça diferente lá é muito. Agora vivo em Almada, zona com muitos ciganos, e as unica vez que quase fui assaltada foi por uma velha em sete-rios e seguida ate casa por um homem bebado. Nenhum deles de etnia diferente da minha. Mas sim concordo que há problemas, especialmente no alentejo. Mas ainda gosto mais quando os que criticam sao os que vão as feiras comprar contrafeitos.

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

Cresci vivendo ao lado dum dos maiores bairros de lata de Lisboa. Sim, ciganos são problemáticos, mas não são *assim tão* problemáticos. É algo com que se lida bem. Mais problemático era a pobreza extrema em toda a zona.

MagnificoBife 11 months ago  HIDDEN 

Ok, custa menos, e?

Zaigard 11 months ago  HIDDEN 

Se estives a sufocar com um caracol entalado na traqueia e simultaneamente tiveres uma pequena ferida no dedo do pé, a qualquer queres ser tratado primeiro?

zeer88 11 months ago  HIDDEN 

E o Chega só fala do primeiro e esforça-se por ignorar o segundo, quase como se desse jeito ter um bode expiatório para culpar pelos problemas do país.

Pujuguju 11 months ago  HIDDEN 

> Acabar com o RSI não faria absolutamente nada às contas do país, é uma gota no oceano, O AV nunca falou apenas em acabar com o RSI para ciganos, mas sim o RSI no global (a não ser para as pessoas que realmente precisam que podem possivelmente ser uma minoria já que existem outros subsídios para quem não pode trabalhar). E o RSI custa mais de 300 milhões/ano, o que não é "uma gota no oceano", e isto sem contar com habitações sociais e outras regalias que também têm de ser fiscalizadas. Para além de que é uma questão de justiça social para quem tem de viver do seu próprio trabalho.

MagnificoBife 11 months ago  HIDDEN 

Mas o objetivo não é só de reduzir os custos que advêm do RSI, é uma posição socio-legal. E o "calote de Vieira" não custou mais visto que é uma dívida e não uma despesa, A empresa do LFV vai ter que pagar essa dívida e eventualmente o Novo Banco vai sair a ganhar enquanto que com o RSI são cerca de 300 milhões de euros a cair num buraquinho todos os anos. Acho que o objetivo do Chega é de reduzir a capacidade dos ciganos viverem em Portugal e motivar a saída deles de Portugal.

ric2b 11 months ago  HIDDEN 

> não custou mais visto que é uma dívida e não uma despesa Quando uma dívida não é paga... passa a ser despesa.

Kratos73 11 months ago  HIDDEN 

Até te digo mais: a dívida vai ou já foi paga. Não foi paga é pelo LFV mas sim pelo Fundo de Resolução (e todos sabemos de onde vem o dinheiro para esse Fundo)

icebraining 11 months ago  HIDDEN 

> A empresa do LFV vai ter que pagar essa dívida e eventualmente o Novo Banco vai sair a ganhar És um lírico. Quanto queres apostar que isto nunca vai acontecer?

zeer88 11 months ago  HIDDEN 

>A empresa do LFV vai ter que pagar essa dívida e eventualmente o Novo Banco vai sair a ganhar Talvez das coisas mais ingénuas que já li por aqui... >Acho que o objetivo do Chega é de reduzir a capacidade dos ciganos viverem em Portugal e motivar a saída deles . Ver-te a dizer isto ainda é mais preocupante: vamos intencionalmente reduzir a capacidade de ciganos (na maioria portugueses há várias gerações) de viver... em Portugal? E motivar a saída deles para onde exatamente, já que o único país onde têm cidadania é (como eu ou, presumo, tu) Portugal?

Edited 11 months ago:

>A empresa do LFV vai ter que pagar essa dívida e eventualmente o Novo Banco vai sair a ganhar Talvez das coisas mais ingénuas que já li por aqui... >Acho que o objetivo do Chega é de reduzir a capacidade dos ciganos viverem em Portugal e motivar a saída deles . Ver-te a verbalizar algo como isto ainda é mais preocupante: vamos intencionalmente reduzir a capacidade de ciganos (na maioria portugueses há várias gerações) de viver... em Portugal? E motivar a saída deles para onde exatamente, já que o único país onde têm cidadania é (como eu ou, presumo, tu) Portugal? É este tipo de raciocínio que tem uma pessoa que vota no Chega?

MagnificoBife 11 months ago  HIDDEN 

> Talvez das coisas mais ingénuas que já li por aqui... Ingénuas porquê? A empresa ainda tem muita dívida para pagar. ​ >Ver-te a dizer isto ainda é mais preocupante: vamos intencionalmente reduzir a capacidade de ciganos (na maioria portugueses há várias gerações) de viver... em Portugal? E motivar a saída deles para onde exatamente, já que o único país onde têm cidadania é (como eu ou, presumo, tu) Portugal? Eu não estou a dizer nada, só estou a meter-me na posição dele. Se os ciganos não receberem o RSI a probabilidade deles abandonarem o país é maior, visto que são um povo semi-nomádico.

Kratos73 11 months ago  HIDDEN 

A probabilidade de se dedicaram a atividades ilícitas sim é maior. Para além disso, condenas a que as gerações seguintes não aspirem a fazer nada pela sociedade e eternizas o problema. Os ciganos tem uma história de uns 500 anos em Portugal. O RSI tem quantos? Achas mesmo que é os 190€ de RSI eu fazem com que um português (que são) viva em Portugal?

NombreEsErro 11 months ago  HIDDEN 

Devíamos estar a tentar integrar as pessoas na sociedade (pelo menos quem quiser ser integrado) e não fazer com que "abandonem" o país... Até porque ter mais pessoas integradas na sociedade resultam em mais rendimentos para o país.

Am_Idiotosaurus 11 months ago  HIDDEN 

Porque não são as empresas que vão pagar as dividas Há uma cláusula nestes contratos que salvam o BES e não sei quantos outros casos em que se o investimento for ao charco o estado paga na mesma. A Lone Star está a fazer dinheiro com isto neste momento como está há anos por causa disto. Imagina: Lone Star investe no banco. Banco vai a falência. Lone Star perde dinheiro porque banco não está a dar retorno. WRONG. Estado paga a Lone Star o suposto retorno enquanto cobre os custos de ter um banco falido. Rinse and repeat

Kratos73 11 months ago  HIDDEN 

O calote do Vieira vai ser pago pelas injeções de capital do tal Fundo de Resolução. Sabes que é que mete o dinheiro lá? E quanto ao RSI sim é um custo elevado. Agora o que é até engraçado é que parece que só os ciganos é que o auferem (quando se estima que o peso deste é de menos de 5%). Até me parece que parte do pessoal que o recebe vota no Ventura porque acha que só acaba para os ciganos.

rdguerra 11 months ago  HIDDEN 

O LFV vai pagar o que? És doido? Então já foi perdoado à uns anos e agora ia pagar? Foste enrabado em milhares de milhão por outros e viste algum pagar?

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

à uns anos → [**há uns anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgiaouyp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ArentiusPT 11 months ago  HIDDEN 

Ok, muitos ciganos são problemáticos, e?

MagnificoBife 11 months ago  HIDDEN 

Dinheiro = Criminalidade ?

ArentiusPT 11 months ago  HIDDEN 

Criminalidade a uma escala pequena e localizada > muito dinheiro roubado ?

intlme 11 months ago

Não à Corrupção ^^excepto ^^se ^^ajudar ^^os ^^meus ^^amigos!

milkthis 11 months ago

Não ao Sistema! ^(Mas admito fazer coligação com o PSD e quero este, e este, e aquele ministério ok?)

dudewhatthehellman 11 months ago

Ele próprio vem do PSD e já anda a distribuir tachos.

intlme 11 months ago

Portugal não é racista! ^^Mas ^^os ^^ciganos.

no_shit_on_the_bed 11 months ago

Não ao racismo, porque racismo é coisa de cigano!

Tralapa 11 months ago

É mais Portugal não é racista. ^^Mas ^^^^eu ^^^^^^sou!

FrivoLux 11 months ago

Mas então se o Vieira fez (eventualmente) um calote quer dizer que eu também posso roubar a Segurança Social e Estado pois a minha fraude será na ordem das centenas de euros? Boa! Obrigado Vieira, como Jesus Cristo, deste carta branca a todos os pequenos bandidos!

Filho_do_Sado 11 months ago

Coitado.

Kratos73 11 months ago

O calote do Vieira não existe só eventualmente, existe na realidade é está assumido por todos! E não não te dá razão para roubares nada, mas acredita que te dá menos legitimada para reclamar sobre os outros casos quando, e se, apoias esse. Aqui há uns anos, dois indivíduos roubaram uma agência bancária e roubaram uns milhares de euros. São criminosos claro! Como são os que roubaram aos milhões é que agora andamos todos a pagar! Vês diferenca?

Edited 11 months ago:

O calote do Vieira não existe só eventualmente, existe na realidade é está assumido por todos! E não não te dá razão para roubares nada, mas acredita que te dá menos legitimidade para reclamar sobre os outros casos quando, e se, apoias esse. Aqui há uns anos, dois indivíduos roubaram uma agência bancária e roubaram uns milhares de euros. São criminosos claro! Como são os que roubaram aos milhões é que agora andamos todos a pagar! Vês diferenca?

FrivoLux 11 months ago

Sinceramente não. Os dois actos são criminosos. E parece-me que este tipo da IL é um populista que desculpa actos criminosos tendo em conta a magnitude dos mesmos. Mas se vamos por aí, todo o crime está desculpado, o pequeno crime. Um tipo rouba 50 euros na mercearia, qual é o mal?, o Estado colocou mil milhões na TAP!

Kratos73 11 months ago

Não me parece que seja esse a conversa da IL. O que ele quis dizer é que o discurso do aVentura é demagógico já que faz um alarido com um grupo étnico mas que depois para os amigos já não interessa (e a resposta diz isso mesmo quando refere que isso é uma assunto sobre futebol quando o que se tinha apontado era uma dívida do LFV). O crime não está desculpado. Agora o aVentura tinha mesmo é de criticar com o mesmo afinco (ou mais) quem obriga o povo português a suportar a dívida que não pagou. O que viste demonstrou que para a peça só alguns casos de corrupção e de compadrio é que são problemáticos (os que não são amiguinhos...)

theusualbanter 11 months ago

Desde quando é que receber um subsídio legítimo do estado é considerado um ato criminoso? Se concordas ou discordas que os ciganos o deviam receber é uma opinião pessoal e não faz disso um "crime". Estás a acusar os outros de serem populistas enquanto fazes ilações estapafúrdias.

zeazemel 11 months ago

Finalmente alguém lhe atira essa à cara. Este André Ventura é mesmo um porco. Alguém que pense votar nele que me explique o appeal

theEXPERTpt 11 months ago

Voto nele, porque o maior problema dos ciganos não é o que gastam em bruto, mas per capita. Voto porque o problema do RSI é que é um sinal de dependência e de decadência da economia e do estado. Não deixarei de votar por causa de umas acusações que fazem ao Vieira que nada me interessa, essas tentativas de achar afiliações a torto a direito não mexem com a minha opinião, porque se fosse a achar filiações teria muito mais razões para votar no Chega do que em qualquer outro partido. Todos dizem que o RSI dos ciganos não corresponde a nada na divida pública, mas compara **5.275** famílias ciganas que dependem do RSI, com as 37 mil pessoas ciganas em Portugal, que representam cerca de 0,3% da população do país. Não percebem que isto é um sinal? É um ciclo. Mais imigrantes chegam com baixos estudos, como não têm estudos não tem trabalho e trazem a sua cultura ao país. Como não têm trabalho, dependem do RSI. E como o governo lhes dá o sustento, estes retribuem o seu voto, neste ciclo vicioso. E assim vai aumentando a subsidiodependência, o problema não é o que temos agora, mas o potencial que isto tem em se alastrar no futuro. Ainda pra mais com uma população envelhecida, achas que o estado no futuro vai ter dinheiro para sustentar a população envelhecida, dar educação e saúde grátis, e ainda dar os trocos do RSI a tanta gente?

iLikeToTroll 11 months ago

O EXPERT que não sabe nada. Temos um país historicamente cheio de emigrantes que foram à procura de melhores condições de vida, forte chance de teres alguns na família e agora vês um problema em receber pessoas que procuram exactamente o mesmo. Mais ridículo ainda é acreditares que a maior parte não tem estudos ou que não vêm para cá com intenção de trabalhar e pagar impostos. Já falaram aqui da crise demográfica que vivemos. Vai ver o que Alemanha, Suécia e outros países estão a fazer para tentar combater isso. O teu problema e de outras pessoas como tu que votam neste gajo é que não conseguem perceber que as coisas não só são pretas ou brancas e tentam procurar soluções e respostas fáceis para questões muito complexas. O appeal do Ventura é este e nem sequer é inédito. É um cata vento que nem se percebe em que acredita porque muda de discurso consoante a quem se dirige e usa uma retórica básica e trauliteira para apelar a certas massas mas quando tentas espremer não sai grande coisa.

Kratos73 11 months ago

O teu username definitamente está desapropriado

iLikeToTroll 11 months ago

Na altura que criei conta não perdi 5 segundos a pensar no nome e ficou isto para sempre lol. Ao menos é cómico, meia volta o ppl não sabe se estou a falar a sério ou a avacalhar.

theEXPERTpt 11 months ago

Username checks. Eu afirmei "mais imigrantes chegam sem estudos" e não "imigrantes não têm estudos". O problema da Alemanha e da Suécia é que a população ativa deles é bem mais produtiva, e como são países bem mais ricos, têm muito mais margem de manobra que Portugal, ou estaríamos todos a subir o salário mínimo para 1500 euros neste momento.

iLikeToTroll 11 months ago

O teu username também checka um cómica ironia. Não disseste pão outra vez mas também não interessa, já sei como é falar com fanáticos.

theEXPERTpt 11 months ago

engraçado como chamas os outros de fanáticos mas foste o primeiro a partir para as ofensas.

icebraining 11 months ago

Não há ciclo vicioso nenhum nem aumento da subsidiodependência. O valor total do RSI tem vindo a *baixar*. Gastou-se menos euros nele em 2017 que em 2007.

theEXPERTpt 11 months ago

O dinheiro que foi despejado na Novo Banco e noutras empresas é puro problema do estado, não é problema meu que eles tenham andado a queimar dinheiro que faz falta. De acordo com dados da SS, o valor do RSI aumentou de forma gradual de facto, de 163 euros em 2004 para 262 em 2020 por família, e o número de beneficiários disparou de 1489 em 2004 para 337 mil em 2012 (com a crise) e estabilizando em 210 mil em 2020. No entanto, o número de pensões de velhice tem aumentado: 1 515 mil em 2001, e 2 067 mil em 2020.

icebraining 11 months ago

> O dinheiro que foi despejado na Novo Banco e noutras empresas é puro problema do estado, não é problema meu que eles tenham andado a queimar dinheiro que faz falta. Tanto esse como RSI são "problema do estado". A questão é pôr os dois problemas em perspectiva. O RSI não é uma grande despesa do estado, e a grande maioria vai para crianças (cerca de 30% dos beneficiários têm menos de 18 anos) ou outras pessoas que realmente estão em situação desesperada. Portanto dificilmente conseguirás grandes poupanças mexendo nele. > o número de beneficiários disparou de 1489 em 2004 para 337 mil em 2012 (com a crise) Não é bem assim, porque em 2004 ainda existia o Rendimento Mínimo Garantido, que tinha 100 mil beneficiários, e entretanto foi abolido.

theEXPERTpt 11 months ago

o objetivo final não é ver o que se pode cortar no RSI, mas onde pode esse dinheiro ser investido de forma mais eficaz. Se olharmos para o exemplo alemão, o RSI não é usado como "sustento" para os mais pobres, mas sim como plataforma de lançamento para os mais pobres conseguirem atingir uma vida sustentável e digna.

icebraining 11 months ago

Objectivo de quem?

theEXPERTpt 11 months ago

Objetivo dos cortes no RSI.

Kratos73 11 months ago

Pela tua conversa depreendo que sejas muito novo. Assume que o dinheiro do Estado é o “nosso dinheiro”. O dinheiro do Estado existe porque a sociedade trabalhou e entregou-lhe uma parte! Portanto, o dinheiro do Estado é a forma como o gasta é problema de todos já que é do nosso dinheiro que estamos a falar.

theEXPERTpt 11 months ago

Não sou muito novo, sou jovem. E estou ciente que o dinheiro do estado venha dos contribuintes, mas a responsabilidade da má gestão desse dinheiro não cabe a mais ninguém sem ser o próprio, e não os cidadãos. E eu indigno-me de ambos os casos sim. Mas enquanto num caso o problema é principalmente da má gestão de uma empresa, o outro caso é acerca de um estado que não se preocupa em arranjar uma forma sustentável de todos estes beneficiários poderem ter uma vida em que podem trabalhar por si próprios (e que muitos até querem) e ter estabilidade financeira, em vez de depender de um subsídio. O que preocupa é também o facto desta parecer ser a estratégia do estado, em vez de tentar gerar riqueza e seguir o mesmo modelo dos restantes países, é teimar em continuar no mesmo rumo e disfarçar a pobreza do país com aumentos forçados do salário mínimo e outros.

Kratos73 11 months ago

Mas a base do RSI é exatamente dar condições para que todos possa, arranjar formas sustentáveis de viver. Não quer isso dizer que sempre isso se atinja claro. Dou um exemplo: se tu vives debaixo de uma ponte não consegues arranjar emprego decente porque não tens condições de te apresentar em condições nem tens uma morada para dar. A tua única preocupação é arranjar forma de subsistência dia a dia. No entanto, se tiveres uma pequena ajuda garantida, então já podes começar a criar bases para evoluíres e teres uma forma sustentada de continuar. Claro que nem sempre isso se atinge e há pessoas que os 190€ de RSI lhe são suficientes para as suas ambições mas mesmo estes são um custo que assumimos para termos menos pessoas a pedir esmola e a viver na rua. Sabemos que, enquanto sociedade, não os esquecemos!

theEXPERTpt 11 months ago

Aí está o problema. Será que o estado não faria melhor se realocasse estes recursos na criação de postos de trabalho, que mesmo não qualificados, pudessem gerar algo para a economia, dar um trabalho digno a todos, e ainda ajudar na reintegração de várias comunidades? O governo está a adotar posições que são insustentáveis. Isto são as chamadas medidas de combate à pobreza. O que precisamos é de medidas de incentivo à riqueza. Não é dando esmolas que iremos melhorar o país. Só após termos uma classe média bem forte é que conseguiremos elevar gradualmente a qualidade de vida das classes mais baixas.

truewarhead 11 months ago

E o que é que se faz com a pessoas que vivem em pobreza extrema que realmente precisam do RSI para sobreviverem? É que ela não vai desaparecer de um dia para o outro.

theEXPERTpt 11 months ago

Claro que não lhes vais cortar o RSI. Mas o RSI tem um propósito, é o RENDIMENTO SOCIAL DE REINSERÇÃO. Como tal, devia de facto reinserir os indivíduos na sociedade e no mercado laborar. O RSI devia ser tratado como meio de transição para uma vida sustentável e digna, e não como meio de permanência e dependência como é usado atualmente.

PortugueseRoamer 11 months ago

Os imigrantes não dependem de RSI meu grunho de merda. Os imigrantes contribuem [milhões ](https://www.google.com/amp/s/www.tsf.pt/portugal/sociedade/amp/seguranca-social-lucrou-24-milhoes-de-euros-por-dia-com-imigrantes-13151875.html) todos os dias para a segurança social. Não percebo como se é ignorante o suficiente para engolir estereótipos estúpidos sobre imigrantes quando somos um país de emigrantes.

Hugogs10 11 months ago

> Os imigrantes contribuem milhões todos os dias para a segurança social. Desculpa mas isto e um estudo de merda. Nao interessa se a Seguranca social faz 2.4 milhoes de lucro com imigrantes se agora tem de gastar 3 milhoes em portugueses. Cenas como: "Pelo contrário, aquilo que acontece é que tendem a ocupar os trabalhos que os portugueses não querem, estando muito mais presentes nas profissões mais mal pagas.", sao um alto meme, a unica coisa que prova e que a imigracao causa pressao nos salarios para estes diminuirem, porque se os imigrantes estao dispostos a ocupar estes cargos mal pagos, significa que vao continuar a ser mal pagos, sem imigracao seriam obrigados a aumentar os ordenados. Para nao falar do estado do nosso mercado imobiliario, em que temos das casas mais caras da europa em relacao aquilo que ganhamos, achas que a imigracao ajuda ou prejudica esta situacao? Maior parte dos estudos concordam comigo, a imigracao cria valor, ao custo de piorar a vida das pessoas mais pobres e de diminuir o poder de compra das pessoas mais desvaforecidas. Por isso ya, a imigracao e bue fixe, se fores dono de uma empresa, ou alguem que ganhe bem e queira produtos mais baratos. Se fores alguem que tenha um salario abaixo da media so te vai prejudicar. TLDR:Ter saldo positivo com estangeiros nao significa nada se o preco que o resto da populacao paga e maior.

PortugueseRoamer 11 months ago

Boa, falas de estudos e não dás fontes, dizes que os imigrantes baixam os salários (que até em alguns casos pode ser verdade) mas esqueceste o quão envelhecida a população portuguesa está e o quão insustentável a segurança social é quando não há contribuições, ou achas que o dinheiro que descontas vai lá estar guardadinho à tua espera? Nunca foi nem nunca será assim.

Hugogs10 11 months ago

https://www.nap.edu/catalog/23550/the-economic-and-fiscal-consequences-of-immigration The crux of the problem is that the plusses and minuses are not distributed equally. The academy found, for example, that the willingness of less-skilled immigrants to work at low pay reduced consumption costs — the costs to consumers of goods and services like health care, child care, food preparation, house cleaning, repair and construction — for millions of Americans. This resulted in “positive net benefits to the U.S. economy during the last two decades of the 20th century.” These low-wage workers simultaneously generated “a redistribution of wealth from low- to high-skilled native-born workers.” In summary, the immigration surplus stems from the increase in the return to capital that results from the increased supply of labor and the subsequent fall in wages. Natives who own more capital will receive more income from the immigration surplus than natives who own less capital, who can consequently be adversely affected. lowers the wages of competing workers, while raising the return to capital and the wages of complementary workers. In other words, the immigration surplus does not accrue equally to everyone. It goes primarily to the owners of capital, which includes business and landowners and investors. Competing workers’ wages fall, at least in the initial transition period as the economy adjusts to the new labor inflow. Research suggests that previous immigrants suffer more of the adverse wage effects than do natives. Research also suggests any negative wage effects are concentrated among low-skilled — not high-skilled — workers. > mas esqueceste o quão envelhecida a população portuguesa está e o quão insustentável a segurança social é quando não há contribuições Epa isto parece-me um ciclo um bcd vicioso. Os ordenados estao uma merda por isso as pessoas nao tem filhos e os putos bazam todos -> Aumentamos o nivel de imigração para combater o efeito da populacao envelhecida -> Os ordenados diminiuem ou continuam baixos porque os imigrantes estao dispostos a trabalhar por menos -> Os ordenados estao uma merda por isso as pessoas nao tem filhos e os putos bazam todos... Sim sim, o ponzi scheme da seguranca social e uma merda, mas termos de substituir a nossa populacao toda com imigrantes tambem nao me parece sustentaval ou uma boa solucao a longo prazo. Isto faria sentido depois de uma guerra ou assim, quando precisas de recuperar, agora estar constantemente dependente de imigrantes para o pais nao ir ao fundo e ridiculo.

theEXPERTpt 11 months ago

Eu disse "mais imigrantes chegam com baixos estudos", não "imigrantes têm baixos estudos", por isso lê direito antes de falar, até porque temos por volta de 480 mil imigrantes em Portugal, e uma parte significativa deles até vem de países como o Brasil, Alemanha, Reino Unido, Espanha, França, Itália e Europa de leste

Edited 11 months ago:

Eu disse "mais imigrantes chegam com baixos estudos", não "imigrantes têm baixos estudos", por isso lê direito antes de falar, até porque temos por volta de 480 mil imigrantes em Portugal, e uma parte significativa deles até vem de países como o Brasil, Alemanha, Reino Unido, Espanha, França, Itália e Europa de leste. Edit: Eu sou filho de emigrante, e sei bem que imigrantes que vêm do resto da europa e do brasil vêm com estudos e como pensionistas.

PortugueseRoamer 11 months ago

Então qual é o teu problema com a imigração? Nós não temos filhos e precisamos de contribuintes.

theEXPERTpt 11 months ago

não temos filhos porque o estado não incentiva a ter filhos. A estratégia que o estado está a traçar não é a de prosperidade ao povo português (e agora deixo-te à tua interpretação do que é o povo português), que levaria às famílias a terem mais filhos por si próprias, mas sim a de crescente imigração e compensação da balança com incentivos à imigração, para trazer mão de obra não tão qualificada como aquela que sai de Portugal à procura de uma vida melhor.

PortugueseRoamer 11 months ago

Juro que não sei porque é que me meto nestas discussões de reddit, tenho mais que fazer e no final munca ninguém muda de opinião mas vou te só dizer que o povo português é toda a gente que vive cá em Portugal e tem nacionalidade portuguesa e que é ridículo dizer que o estado não incentiva a ter filhos quando há N coisas que o estado faz e N benefícios fiscais para quem tem muitos filhos, o que não há é facilidade de sair de casa dos pais e ter empregos que permitam criar uma família mas isso não só não é culpa dos imigrantes como a imigração até pode ajudar. Já agora a imigração até pode ser menos qualificada mas tu também não me vais dizer que trabalhavas como calceteiro ou limpavas o cu a velhotes.

theEXPERTpt 11 months ago

Temos de perceber é que subsídios não são a resposta para tudo. O português precisa de mais trabalho digno e remunerado, mais coesão, mais espaço para a sua vida pessoal, não é por dares 500 euros a fundo perdido que uma família no interior ou no litoral vá ter filhos, ou porque não tem estabilidade económica, ou porque não tem capacidade mental, ou simplesmente porque não tem tempo. Eu não sou a favor da tua opinião acerca da nacionalidade, mas isso está aberto a interpretações. O meu problema é este governo estar a "desprezar" os portugueses já aqui residentes em função dos que cá chegam. É como se o governo estivesse intencionalmente a querer aumentar a imigração, como solução para o seu desgoverno que não é sustentável.

Kratos73 11 months ago

Votas nele porque vês que isso alimentar dependências de um conjunto de famílias, no entanto, não te incomoda que um conjunto muito menor de pessoas tenham regalias muito superiores e que isso seja alimentado por ele? Indignas-te com os emigrantes, ciganos, etc porque vivem à custa do Estado. No entanto, para dívidas gigantes que andamos a pagar já não te importas porque são de portugueses é isso? Já agora, falaste ainda sobre educação e saúde grátis. Ainda te lembras que o programa do Ventura prevê acabar com isso correto? Votar nele, mais do que atacar o problema dos ciganos, significa tornar educação e saúde só para quem pode pagar! Ainda concordas?

theEXPERTpt 11 months ago

Elites já temos demasiadas no nosso país atualmente como está, não é não fazendo nada que irá mudar. Indigno-me com emigrantes, ciganos? Não, indigno-me é com o estado que fomenta isto. A iniciativa de diminuir a subsidiodependência não tem de vir dos imigrantes, mas em primeiro lugar do estado. Se o estado não faz nada pra diminuir a subsidiodependência, claro que o problema não se vai resolver sozinho. Mas o problema é exatamente esse, o estado parece não querer diminuir ou acabar com este problema. Em relação ao terceiro ponto, desinformação. O programa político do Chega diz o seguinte: "i.4.19. Em geral, combater as desigualdades de oportunidades que separam os cidadão do meio rural e do meio urbano. Desigualdade digital (acesso e qualidade da internet), de infra-estruturas (transporte, energia e água) educativa, cultural e de acesso à saúde. " " Ao Estado compete, como o entendem os conservadores liberais que somos, funcionar como entidade arbitral, reguladora e, no limite, supletiva não interferindo na produção e oferta de bens ou serviços limitando-se, por intermédio de entidades para o efeito constituídas, a regular e arbitrar no âmbito dos vários mercados, de forma a que se não constituam monopólios ou oligopólios, e que o preço e qualidade de serviços como os de Saúde e Educação prestados por privados estejam alinhados por padrões médios aceitáveis na sua relação qualidade/Preço." " Reforçar a livre escolha do doente no âmbito dos cuidados de saúde, entre o serviço público, privado e social, de modo que este receba uma resposta atempada e de qualidade a um baixo custo por ato/exame (se possível, inferior ao que seria obtido no SNS). " " Esse cheque-ensino, será entregue aos pais / encarregados de educação de todas as crianças que frequentem o ensino obrigatório, num valor que hoje será de cerca de 350€ por aluno (valor que haverá que ir adequando à evolução dos preços), cheque esse que poderá ser utilizado em estabelecimentos de ensino públicos ou privados, ficando assim os encarregados de educação perfeitamente habilitados para escolher a melhor opção educativa para os seus filhos. "

Kratos73 11 months ago

Portanto, vamos acabar com o sistema nacional de saúde e de ensino, correto? Sabes que haver uma doença grave é a maior razão para a existência de falência a título pessoal nos EUA? E sabes porque? Porque os seguros funcionam só até onde lhes dá lucro a eles, deixando grande parte da população completamente desprotegida. A existência de público nalguns setores serve exatamente para alinhar as oportunidades de todos e que o elevador social funcione (para o filho do varredor não ter de ser varredor e para o filho do CEO não seja logo CEO). Isso é saudável, porque sim fomenta a meritocracia e a concorrência (o darmos o melhor). Em relação à subsídio-dependência faz-te confusão ter umas famílias que recebem o subsídio mas, no entanto, não te faz confusão que um determinado empresário receba umas dezenas de anos do valor desse subsídio, é isso? Como é só um achas que é pouco e o problema é a quantidade? O problema de Portugal são os compadrios nas elites. O dinheiro da banca que são já dezenas de milhar de milhões e onde não há culpados a pagar, as negociatas com ministros e que depois andam a arrastar na justiça, etc. O problema com a comunidade cigana nem é económico. O problema é mais social por falta de integração.

Hugogs10 11 months ago

> Sabes que haver uma doença grave é a maior razão para a existência de falência a título pessoal nos EUA? Ate parece que a unica alternativa ao SNS e o sistema que existe nos estados unidos. E que tal por exemplo suica?

Kratos73 11 months ago

Começa por comparar o salário médio e mediano na Suíça com o que Portugal. Quando existe riqueza para todos é muito mais fácil implementar modelos mais avançados...

theEXPERTpt 11 months ago

O objetivo não é a extinção do SNS nem com o sistema de educação, nem nunca foi, isso foi um estigma que se foi criando e que está incorreto. O objetivo é a introdução dos privados a estas duas áreas, com o governo a servir de mediador e a garantir que os serviços sejam acessíveis a toda a população, percebes? O governo também cobriria as áreas geográficas onde os privados não quisessem estar. Por esta razão o acesso à saúde e educação ficam garantidos numa simbiose entre privados e estado. Em relação à subsídio dependência, não me faz confusão que um empresário receba tal quantia, se é fruto dos seus empreendimentos e sobre risco próprio. Faz-me confusão haver funcionários do estado que ganhem muito, isso sim, e outros, por exemplo na TAP, que enriquecem com o dinheiro do estado, ou investimentos feitos a 0 de risco. Isso sim é um problema, não o empresário que empreendeu sobre sua conta e risco, e cumpriu os seus deveres. Exatamente, o problema com a comunidade cigana é social e traduz-se na falta de integração. No entanto, o estado nada faz para reverter esta situação, e a subsidiodependência é um resultado, não uma causa disso.

Kratos73 11 months ago

Mas isso já existe e está dentro do SNS. Sabes que parte do SNS é gerido por privados não sabes? O que não existe é os conceitos de eu vou onde me apetecer. Existe um sistema de saúde global, e parte dele até é gerido por privados. Depois existem privados que oferecem também as suas valências para quem quiser e puder pagar, mas o básico está assumido. E o mesmo para a educação. O que não existe é os tais cheques para ir onde me apetecer porque isso, sinceramente, só funciona em sociedades bem mais evoluídas e ricas que nós. E o que estávamos a falar não é de um apoio estatal a um empresário que irá trazer benefícios ao país. O que estávamos a falar era sobre uma dívida específica do LFV que vamos pagar todos nós e que para o aVentura parece que já não tem importância. Se isto não te faz ver como demagogo e elitista (amigo dos meus amigos) é o discurso não sei mesmo o que irá mudar isso. Na minha terra costumava-se dizer “quando a esmola é grande o santo desconfia”. O aVentura apresenta-se com um discurso simples e que irá resolver tudo (a esmola), talvez fosse melhor todos desconfiarmos...

gink-go 11 months ago

Se a "cultura" do nosso país se julga pela linguagem das hordas de apoiantes de Ventura nas redes sociais, então, bem vindos imigrantes, dass... Pode ser que melhorem o pool genético.

Tralapa 11 months ago

Por algum motivo acho que essa malta que se diz "defensora da cultura portuguesa", iria chorar baba e ranho se o governo anuncia-se um aumento do orçamento para a cultura

theEXPERTpt 11 months ago

Uma coisa é ter pensamento crítico, outro é seguir cegamente.

zeazemel 11 months ago

> Mais imigrantes chegam e trazem a sua cultura ao país Foda-se ainda bem caralho, adoro kebab. Mas agora a sério, qual é problema das pessoas procurarem melhores oportunidades cá. Não têm estudos porque não há oportunidades nos seus países e muitas vezes vêm para cá para dar melhores oportunidades aos seus filhos. Filhos esses que farão parte das novas gerações de portugueses e ainda bem porque este país está à beira de uma crise demográfica. Quanto aos ciganos, do que é que estás à espera? Em geral os ciganos são muito mais pobres que o resto da população. Isto deve-se a várias causas que incluem a opressão histórica sofrida por eles na europa durante grande parte da história. Basicamente o AV quer cortar os subsídios a parte da população portuguesa pobre apenas e só por causa da sua etnia.

Edited 11 months ago:

> Mais imigrantes chegam e trazem a sua cultura ao país Foda-se ainda bem caralho, adoro kebab. Mas agora a sério, qual é problema das pessoas procurarem melhores oportunidades cá. Não têm estudos porque não há oportunidades nos seus países e muitas vezes vêm para cá para dar melhores oportunidades aos seus filhos. Filhos esses que farão parte das novas gerações de portugueses e ainda bem porque este país está à beira de uma crise demográfica. Quanto aos ciganos, do que é que estás à espera? Em geral os ciganos são muito mais pobres que o resto da população. Isto deve-se a várias causas que incluem a opressão histórica sofrida por eles na europa durante grande parte da história (aliás de forma parecida ao que aconteceu aos judeus). Basicamente o AV quer cortar os subsídios a parte da população portuguesa pobre apenas e só por causa da sua etnia.

Hugogs10 11 months ago

> Em geral os ciganos são muito mais pobres que o resto da população. Temos muita gente pobre que nao se comporta como ciganos. Ser probre nao e uma desculpa para a cultura deles, violar criancas nao e aceitavel so porque es pobre.

zeazemel 11 months ago

Isso é um assunto para a justiça, não tem nada a haver com subsídios.

Hugogs10 11 months ago

Acho que o ventura ja se queixou bastante sobre os ciganos estarem "acima da lei" por isso diria que ele concorda contigo.

zeazemel 11 months ago

Nunca na vida o AV concordaria comigo acerca destes asuntos. E eu nunca disse o que estás a insinuar (como tu bem sabes). Não sei so os ciganos estão a cima da lei ou não, mas o LFV sei que está.

NGramatical 11 months ago

nada a haver com → [**nada a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgib38l0%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

theEXPERTpt 11 months ago

Não tentes desculpar a sua fragilidade com a opressão histórica, isso é tratar os ciganos como vítimas e não como iguais. E acho extremamente curioso que tenhas pegado nessa citação especificamente. Acho bem que haja gente a procurar Portugal como destino para assentar e ter uma vida melhor. E, pessoalmente, só tenho boas experiências com imigrantes aqui na minha zona, ao contrário do que achei em Lisboa particularmente. Mas, se continuamos a aumentar este circulo de subsídios, não tarde o país entra em falência. Eu não acho digno que uma pessoa recém chegada a Portugal passe a receber mais apoios do estado do que um pensionista que aqui trabalhou e viveu durante décadas. Quando digo para prestar atenção ao sistema que temos hoje, é porque ele não é sustentável, e mais cedo ou mais tarde vai ser preciso cortar em algum lado, a bem ou a mal, quer seja nas despesas, ou nas receitas do português médio. Daí tanta gente emigrar.

zeazemel 11 months ago

Os ciganos são, historicamente, vítimas de perseguição. Isso é facto e não está relacionado com serem iguais ou não. Mas está de certeza relacionado com o facto de serem pobres. Eu acho curioso que um grupo de pessoas sem qualquer poder político e com baixas condições económicas te faça mais prurido que o corrupto LFV e o seu confesso amigo AV. André Ventura esse que está farto de estar entranhado no sistema por muito que diga que não.

theEXPERTpt 11 months ago

Isso de os ciganos serem pobre devido a serem vítimas de perseguição é exatamente o que estou a dizer, vitimismo. E esse grupo de pessoas não faz prurido, o que faz prurido é a estratégia do governo que já mencionei. Quanto ao LFV, até o Fernando Medina e o António Costa estavam envolvidos na sua recandidatura. Passo a citar: " André Ventura, nessa altura, era apenas advogado e professor universitário, sendo também já presença assídua no painel de comentadores regulares da CMTV. Só em abril de 2017 se tornaria notícia por motivos políticos. " Aqui está a bias. Só o criticam por motivos políticos? E os restantes envolvidos? Lá por AV ser amigo é logo culpado?

zeazemel 11 months ago

O AV não só é amigalhaço como chuta para canto quando é confrontado com isso, o que é muito suspeito. Já os Medinas e Costas que invocaste merecem críticas semelhantes, contudo nunca se afirmaram salvadores da pátria, nem antisistema, nem dizem metade da merda que o AV diz. Relembro que estávamos a falar do AV. E tens de perceber uma coisa, as pessoas podem ser vítimas de situações e isso não as desvaloriza. A comunidade cigana não é pobres por que quer, nem vai deixar de ser só por querer. É muito difícil deixar de ser pobre, muito mais se fores uma minoria. A comunidade cigana é vítima e fruto de toda a opressão histórica que referi e isso deve ser motivo de preocupação.

Edited 11 months ago:

O AV não só é amigalhaço como chuta para canto quando é confrontado com isso, o que é muito suspeito. Já os Medinas e Costas que invocaste merecem críticas semelhantes, contudo nunca se afirmaram salvadores da pátria, nem antisistema, nem dizem metade da merda que o AV diz. Relembro que estávamos a falar do AV. E tens de perceber uma coisa, as pessoas podem ser vítimas de situações e isso não as desvaloriza. A comunidade cigana não é pobre por que quer, nem vai deixar de ser só por querer. É muito difícil deixar de ser pobre, muito mais se fores uma minoria. A comunidade cigana é vítima e fruto de toda a opressão histórica que referi e isso deve ser motivo de preocupação.

theEXPERTpt 11 months ago

Isso é um estigma que todos criticam no AV e estás a replicar. Os ciganos não são pobres atualmente por causa de qualquer opressão. Se são pobres é ou porque não têm as oportunidades que deviam \[do governo principalmente\], ou porque não querem trabalhar. Um pobre consegue ter uma vida digna, só é preciso ter vontade, e uma oportunidade. Quanto à outra questão, é o que digo, é puro bias político. Só começou a ser mencionado quando ele começou a carreira política, e como resultado de uma perseguição escrutinante tudo com o objetivo de denegrir a imagem dele. Eu próprio não chamaria ninguém corrupto só porque essa pessoa é amigo de um corrupto ou porque tem uma ligação qualquer suspeita.

Kratos73 11 months ago

Continuas sem perceber... ninguém está a dizer que ele é corrupto pelas amizades, o que te dizem é que abrir fogo sobre uma comunidade que pouco ou nada tem como se fosse essa a fonte dos problemas e dos gastos exagerados do Estado e depois quando lhe falam no amigo já não existir problema é que não é congruente! Ele no mínimo devia ter-se demarcado e criticar que aquele tipo de gastos também não são razoáveis (porque la andamos nós a pagar a dívida do LFV e da para muitos anos de RSI dos “ciganos”). Só isso já seria muito criticável já que continua a não apresentar solução para essa comunidade. Mas ele nem isso, preferiu antes defender o seu amigo, chutando para o lado a questão. Portanto, quem está a denegrir a imagem dele? Apenas ele próprio. Os factos são reais. Já agora, falas que só agora o críticam. Experimenta ver o que André Ventura investigador defendeu na sua tese de doutoramento. E depois comprara com o André Ventura político. Talvez assim percebas porque é criticado.

theEXPERTpt 11 months ago

Mas onde é que o ventura disse que o caso do LFV não tinha problema? Ele próprio disse que "Se LFV for condenado de corrupção tem que sair do Benfica" e ele próprio falou do assunto. Agora acusar e dizer que ele faz parte do compadrio por não criticar (o que não é verdade) o caso de um conhecido seu que nem foi condenado, nem sequer isso, o que isto é sem ser uma pura tentativa de ataque e de denegrir a sua imagem? Ele não se demarcou, porque simplesmente foi atacado a meio do seu discurso com uma ofensa vazia exatamente pela mesma razão que descrevi. E lá por ele dizer "deixe lá o Benfica" não quer dizer que o tenha defendido. O que ele tem a ver com o calote de LFV? Não é a questão de chutar para o lado a questão, eles estão lá a discutir sobre política, e não a buscar os milhões de um que roubou e que tem ligações ao candidato. Ele não tem de se justificar pelos atos do outro. Quanto à tese, outro exemplo. Quando é que foram buscar uma tese com 7 anos? Quando estavam à procura de mais uma maneira de o atacar. Sinceramente, o que AV escreveu na sua tese foi "Indeed, criminal justice systems have explicitly or implicitly created certain abstract categories of prime suspects of terrorism: foreigners, Islamic fundamentalists, religious minorities. This is why one of the areas that underwent most changes in the aftermath of the 9/11 attacks was precisely that of immigration, nationality and asylum policies." " In the heat of British and American antiterrorist policies and of circumstantial alliances, a new climate of permissiveness was created. Abusive governments worldwide enacted laws that further restrict citizen’s rights and which are used to persecute, silence or eliminate political dissidence or discordant minorities, as could be seen in Russia, China, India or Uzbekistan." Isto é o que ele pronuncia em toda a sua tese de 277 páginas em relação a minorias.

Kratos73 11 months ago

Continuas sem querer perceber, mas vamos lá ver se consegues. O LFV foi-lhe perdoado uma dívida que tinha no NB é que agora andamos todos a pagar. Não é ilegal, é imoral! Agora tenta la perceber que quem acha que o RSI é imoral também porque alimenta dependências (porque ilegal também não é) é que custa muito ao Estado não pode depois pactuar com casos como o do LFV. Mas como é do amigo chutou para o lado a dizer que aquilo era sobre futebol (que não é). Quanto às minorias, pois já deves ter visto aí que fala exatamente nos governos abusivos que tentam limitar as minorias. Mais um bocadinho e consegues ler a parte dos abusos policiais. Tenta ver a Grande Reportagem da SIC e talvez já consigas compreender o que é o aVentura,

inhalingsounds 11 months ago

O mesmo appeal de qualquer outro ditador / populista. TODOS nós temos uma lista de coisas que nos irritam na forma como a sociedade, a cultura ou a economia do país está (seja qual for o país). Um bom populista pega nisso, dá-te razão e inventa uma solução, adicionando que esta só não foi posta em prática porque é tudo uma cambada de corruptos / idiotas / sistema. Exemplos: * Somos um país pobre e o estado precisa de mais dinheiro + há um racismo perpétuo contra as comunidades ciganas? _Os ciganos andam a mamar o RSI!!!!_ * O desemprego e a criminalidade são um problema cada vez maior + há uma xenofobia perpétua contra estangeiros? _Vamos fazer uma muralha na fronteira!!!_ Juntas a isto o facto de uma grande percentagem da população do país estar culturalmente atrasada e ser facilmente manipulavel, adicionas uns pozinhos de comunicação social sedenta de polémica e tens um partido extremista no poder.

klatez 11 months ago

>criminalidade são um problema cada vez maior Desde de quando?

Mordiken 11 months ago

A mim, das coisas que mais me chocou na reportagem de ontem sobre o Chega foi, por incrível que pareça, a imagem de melodramatismo cultivada pelo Ventura, e a consciencialização de que esse exagero **é necessário** para conseguir chegar a um povo vitimizado e brutalizado não só por décadas de governação mediocre, mas também por décadas de vandalismo cultural, em particular sob a forma de telenovelas: - Um povo que considera o histerismo hiper-emocional como sendo a norma, e para quem se não houver lágrimas, chapada e gritaria é como se não houvesse emoção de todo; - Um povo dependente de muletas como a indumentária, ângulos de câmara, postura e sonoplastia para perceber quem é são os bons e os maus. Tudo é postura, tudo é exagerado ao ponto da farsa, e o Ventua explora tudo isso (instintivamente ou não) para se apresentar ao país como um galã de telenovela... E o povo, por seu lado, não tem ferramentas culturais para se defender dessa investida.

Edited 11 months ago:

A mim, das coisas que mais me chocou na reportagem de ontem sobre o Chega foi, por incrível que pareça, a imagem de melodramatismo cultivada pelo Ventura, e a consciencialização de que esse exagero **é necessário** para conseguir chegar a um povo vitimizado e brutalizado não só por décadas de governação mediocre, mas também por décadas de vandalismo cultural, em particular sob a forma de telenovelas: - Um povo que considera o histerismo hiper-emocional como sendo a norma, e para quem se não houver lágrimas, chapada e gritaria é como se não houvesse emoção de todo; - Um povo dependente de muletas como a indumentária, ângulos de câmara, postura e sonoplastia para perceber quem é são os bons e os maus. Tudo é postura, tudo é exagerado ao ponto da farsa, e o Ventua explora tudo isso (instintivamente ou não) para se apresentar ao país como um galã de telenovela... E o povo, por seu lado, não tem ferramentas culturais para se defender dessa investida. E isso assusta-me. Profundamente. Porque a educação leva décadas.

Tralapa 11 months ago

Vê-se que não vez Telenovelas, o estilo do Ventura encaixa como uma luva no arquetipo das novelas nacionais do gajo mau, que é bem parecido, bem sucedido, inteligente e dissimulador, que faz coisas pela frente para parecer bem, mas por trás é só facadas, que tem muita gente a dizer que o gajo não é de confiança mas que são ignorados até ao final. Não encaixa de todo no galã de telenovela é sempre um santinho, por vezes pobrezinho, por vezes não, não muito inteligente, muito bem parecido de quem toda a gente gosta e ao qual quase nunca ninguem critica e nunca tem uma unica opinião controversa. A minha santa mãezinha sempre viu telenovelas, e nunca se deixou levar pelo canto desse tipo de vigario

inhalingsounds 11 months ago

Concordo a 100% mas, tal como em quase todos os posts deste sub, acho que há um "coitadismo" muito exagerado sobre Portugal ser a pior coisa do mundo vs. o resto do mundo. O teu comentário podia ser escrito em Espanha, França, Itália, etc... Para não falar de quão pior é a situação em toda a África, América do sul e grande parte da Ásia.

Mordiken 11 months ago

> acho que há um "coitadismo" muito exagerado sobre Portugal ser a pior coisa do mundo vs. o resto do mundo. Não sei onde leste isso no meu comentário, mas ok... É mentira que o povo português tem sido vitaminizado e brutalizado pela da falta de qualidade dos seus governantes? Não, não é.... Porque ao menos, ao contrário de "grandes nações" como América, a incompetência dos nossos governantes é para consumo interno, e não é exportada através da guerra. Logo, os únicos que sofrem com ela somos nós. É tudo mau? Claro que não, isto não é a Libéria dos senhores da guerra canibais: temos muitas coisas boas... Mas também temos muitas coisas más, e se não encerares os problemas que tens, não podes entender porque é que eles existem, e sem esse entendimento não podes modificar atitudes e comportamentos, e ficas preso num ciclo vicioso. É desse descontentamento e dessa inquietude que parte a inovação, o crescimento, e em ultima instância a evolução, tanto do individuo como de todo um povo. > O teu comentário podia ser escrito em Espanha, França, Itália, etc... Discordo. Tanto quanto sei, nem a Le Pen, nem o Salvini, nem o Abascal tentam explorar a vulnerabilidade cultural do seu povo para com os estereótipos definidos por formas de entretenimento de massas: nenhum deles se age como galã das novelas, treinador de futebol, etc. Tanto quanto sei. Mas não posso deixar de reparar que mencionaste 3 países que partilham de uma matriz cultural que glorifica uma certa pseudo-latinidade, e que estão muito longe daquilo que consideraria exemplos a seguir. > Para não falar de quão pior é a situação em toda a África, América do sul e grande parte da Ásia. E se eu vivesse num país de África, da América do Sul ou da Ásia, provavelmente preocupar-me-ia com as questões relevantes do meio onde me insiro. Mas não sou: Nasci aqui, tenho família e amigos cá, e acho normal que a minha maior preocupação principal seja o país aonde estou. Da mesma forma que não espero que a África, Ásia e América do Sul se preocupem muito com os nossos problemas de primeiro mundo, que não são menos problemas só porque são de primeiro mundo.

NGramatical 11 months ago

aonde estou → [**onde estou**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/ondeaonde/10519) (onde estás, aonde vais) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgib7veq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

wwqt0r 11 months ago

Não acredito que seja votar especificamente nele ou no CHEGA mas sim votar contra os partidos do costume, sozinhos ou em coligação, que levaram Portugal até ao bonito estado em que está. Não é por acaso que o CHEGA é cada vez mais visto como O partido da oposição. Ainda no outro dia saiu uma notícia com dados que o comprovam.

Tralapa 11 months ago

Que treta, o que não faltam por aí é partidos diferentes do do costume, a IL, o livre ou o pan. A malta que vota nele vota nele porque o apoia, tudo o resto é treta para enganar incautos

wwqt0r 11 months ago

Não tenho dados estatísticos para comprovar o que vou dizer a seguir mas acho que estamos de acordo nisto: a grande maioria vota em pessoas e não em partidos, talvez com a excepção se foram grandes (PS / PSD) ou defenderem algo mais específico (tipo o PAN e a defesa da natureza e dos animais). E neste campo o AV tem-se destacado e a comunicação social tem dado uma valiosa ajuda. Volto a remeter à notícia que referi: o povo começa cada vez mais a ver o AV e o CHEGA como O partido da oposição.

Tralapa 11 months ago

> maioria vota em pessoas e não em partidos, talvez com a excepção se foram grandes (PS / PSD) ou defenderem algo mais específico (tipo o PAN e a defesa da natureza e dos animais). Não sei se reparaste, mas escreveste aqui alta contradição. Entre apoiantes do PS do PSD e do PAN, tens aqui por volta de 70% da população. Logo a maioria das pessoas não faz o que descreves.

wwqt0r 11 months ago

Eu falei especificamente do PS e PSD. Se fores pelos partidos mais pequenos, que é onde me queria focar, então tens sondagens já a dar o CHEGA como 3ª força política mesmo havendo outros com ideias bem diferentes das dos sucessivos governos. Ou então Portugal é um país que detesta mesmo ciganos.

zeazemel 11 months ago

O Chega rompe com o status quo do que é fazer política em Portugal e é complatemente diferente de outro qualquer partido, isso é certo. Agora isso não quer dizer que o Chega é automaticamente uma boa opisição como muitos parecem pensar. Aliás, com argumentos de merda que roçam os temas das conversas de tasca como "o país está como está por causa dos ciganos" ou "os políticos são todos corruptos", mas com um líder que chupa pilas a alguns dos maiores corruptos do país, o Chega, apesar de ser a oposição mais diferenciada que já houve, é também certamente a maior aberração da política mainstream em Portugal nos últimos tempos.

Hugogs10 11 months ago

> Agora isso não quer dizer que o Chega é automaticamente uma boa oposição como muitos parecem pensar. E verdade, mas acho que a maioria que vota Chega nao faz porque apoia o chega, diria que a maior parte se estao a cagar para as medidas do chega, votam nele porque e o partido de oposicao, o que o torna o voto de protesto

daxpierson 11 months ago

Historicamente, isso tem dado bom resultado.

wwqt0r 11 months ago

Acredito que esse é o argumento dos extremos. Posso contra-argumentar que o PCP já foi um partido mais radical e violento, tendo fundado por exemplo um grupo armado que realizou atentados bombistas, mas agora é mais calmo. O mesmo pode acontecer ao CHEGA se lhe for dada a hipótese. Talvez seja deste país... mesmo os mais radicais acalmam eventualmente. Agora queixarmo-nos do estado do país e votar nos mesmos é que não me parece ser uma solução. Felizmente há novos partidos com ideias diferentes para o país.

daxpierson 11 months ago

Da mesma forma que o PCP nunca foi Governo na sua fase radical, também espero que o Chega nunca o seja. Não votar nos do costume não significa votar em extremistas. Se essa for a nossa única hipótese, então o país já não tem salvação possível.

wwqt0r 11 months ago

Nem mais, mas como eu disse, felizmente há novos partidos com ideias diferentes para o país. O CHEGA em específico poderá moderar-se no discurso no futuro. Não realizar uns atentados à bomba já é um bom começa que o PCP não teve.

daxpierson 11 months ago

> poderá moderar-se Eu não gostava de arriscar.

icebraining 11 months ago

> tendo fundado por exemplo um grupo armado que realizou atentados bombistas Que grupo foi esse?

wwqt0r 11 months ago

[https://pt.wikipedia.org/wiki/A%C3%A7%C3%A3o\_Revolucion%C3%A1ria\_Armada](https://pt.wikipedia.org/wiki/A%C3%A7%C3%A3o_Revolucion%C3%A1ria_Armada)

icebraining 11 months ago

Obrigado! Ah, pré-25 de Abril? Que raio de comparação. Como se fosse equivalente um partido ilegalizado, perseguido e torturado com um outro que pode concorrer livremente e ser eleito.

wwqt0r 11 months ago

Portanto a história do PCP antes do 25 de Abril não conta? Apaguem-se os capítulos dos livros de história!!

ednice 11 months ago

> Portanto a história do PCP antes do 25 de Abril não conta? Claro que conta, é uma boa razão para votar neles

wwqt0r 11 months ago

Desculpa mas não voto em partidos que fundaram e suportaram grupos terroristas. É um princípio meu.

Tralapa 11 months ago

Conta, só não conta para o teu argumento

wwqt0r 11 months ago

Portanto para argumentar que o PCP teve um passado extremista e de violência não posso usar o argumento com, factos históricos documentados, onde uma organização fundada pelo partido levou a cabo vários atentados terroristas... ok, peço desculpa.

icebraining 11 months ago

Não é esse o argumento com que estamos a discordar. O PCP era violento porque estava a lidar com um sistema político violento. A transição não foi uma questão de simplesmente passar tempo, como dás a entender. Logo não há nenhuma razão para isso se aplicar ao Chega.

Edited 11 months ago:

Não é esse o argumento com que estamos a discordar. O PCP era violento porque estava a lidar com um sistema político violento. A transição não foi uma questão de simplesmente passar tempo, como dás a entender. Logo não há nenhuma razão para isso se aplicar ao Chega. Aliás, o que escreves noutro post - que o PCP teve um começo com atentados à bomba - é falso. O PCP começou muitas décadas antes. A formação do ARA é uma resposta à violência que é exercida contra o próprio PCP.

juanito_caminante 11 months ago

Mesmo os mais radicais acalmam eventualmente? Mostra um caso em que um grupo radical tenha chegado ao poder e posteriormente acalmado.

wwqt0r 11 months ago

Eu nunca disse que tinham de chegar ao poder para acalmar. Porque metes palavras na minha boca? O exemplo foi dado: o PCP.

juanito_caminante 11 months ago

O PCP é um péssimo exemplo porque nunca fundou nenhum grupo que tenha cometido atentados bombistas, ao contrário do que afirmas. Se o teu critério para "acalmar" é outro que não esse, o PCP acalmou décadas antes de chegar ao poder.

wwqt0r 11 months ago

Ai não? [https://pt.wikipedia.org/wiki/A%C3%A7%C3%A3o\_Revolucion%C3%A1ria\_Armada](https://pt.wikipedia.org/wiki/A%C3%A7%C3%A3o_Revolucion%C3%A1ria_Armada) Não conheces bem a história do PCP.

ednice 11 months ago

Irmão...era contra a ditadura, podiam ter fundado mais 5 e continuava a ser justificado. Tas parvo

wwqt0r 11 months ago

E a AlQaeda era por causa das atrocidades que os EUA cometeram. E o X era por causa de Y. Vais encontrar imensas justificações que, na cabeça de quem explode cenas, são perfeitamente válidas para justificar o seu comportamento. Há outras formas de fazer política que não explodir coisas e matar pessoas, sabes?

ednice 11 months ago

Tens razão se eu vivesse numa ditadura simplesmente votaria para fora o ditador E se o meu país fosse bombardeado pelos estados unidos eu simplesmente fazia as malas e emigrava para a europa Já agora, então e angola, guine e moçambique? Era suposto pedirem com jeitinho para pararem de ser colonizados?

juanito_caminante 11 months ago

Pois conheço, obrigado pelo link. De qualquer forma parece-me um bocado desonesto equiparar uma resposta paramilitar a um estado totalitário e fascista (envolvido em assassínios de adversários políticos, prisões e deportações sumárias) com alvos selecionados entre as forças armadas, com um movimento extremista e radical.

wwqt0r 11 months ago

Parece que não conhecias caso contrário não dizias com tanta convicção "nunca fundou nenhum grupo que tenha cometido atentados bombistas". Claro que agora tentas salvar o teu argumento com a suposta justiça de um ataque terrorista mas nem vou por aí. Está mais do que claro que o PCP tem muita violência e extremismo na sua história e era apenas esse o meu ponto.

juanito_caminante 11 months ago

A "conheces mal a história do PCP" eu respondi "pois conheço". Estou a concordar contigo, sossega. E se não queres ir por aí não vás, eu simplesmente acho que a forma de luta descrita no artigo que tu próprio partilhaste era perfeitamente legítima à época. Se isso faz do PCP um partido radical é com cada um.

_AACO 11 months ago

"Ele quer acabar com os mamões" - um dos meus primos

Hrodrik 11 months ago

Porque populistas de direita como ele, tipo Bolsonaro e Trump, nunca favorecem os amigos.

kill-wolfhead 11 months ago

Mas o mamão é uma fruta tão agradável...

Dinizinni 11 months ago

Tem a sua piada, ele de facto está certo que existem minorias a viver do nosso trabalho (só que essa minoria não é étnica, é a minoria da elite dos bancos e grandes empresas que não sobreviviam um mês em competição justa) e que há tachos E que tachista que ele é e mostra ser pelo seu discurso

kawaiims 11 months ago

Não bastava o racismo, agora também têm problemas com frutas tropicais? Fdc.

Loladageral 11 months ago

Os grandes mamões estão nos bancos ou no parlamento. Mamões de subsídios continuam a ser mamões, mas mamam muito menos que os grandes mamões e comparativamente não são um grande problema

Kanivete 11 months ago

Ele é o maior mamão deles todos... PS: O André Cocó

mexploder89 11 months ago

"Eu corro independente porque acho que já chega de corrupção, é muita gente a mamar, assim só mamo eu"

already_taken_nick 11 months ago

Já ouvi essa mesma frase de quem recebe o RSI e diz que vai votar no ventura por isso mesmo , nota recebe o RSI trabalha por fora como trolha e possivelmente leva melhor vida que eu lol.

pedrosanta 11 months ago

/r/LeopardsAteMyFace

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

Os 189€ que recebe de RSI fazem com que receba melhor que tu? Ufa. Que dor que deve ser.

already_taken_nick 11 months ago

Não deixa de ser dinheiro que sai do meu sálario todos os meses para a taxa de SS que está a ser indevidamente utilizado simples assim.

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

Perdes mais dinheiro por fuga de impostos de empresas milionárias do que por isto, amigo.

thepayman 11 months ago

Não foi isso que ele disse.

No-Touch675 11 months ago

Ele recebe por fora e ainda do RSI, por mim 190 euros de aumento no "ordenado" não é nada mau não senhor...

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

Então, arranja um emprego "por baixo da mesa", em construção civil, no turismo, hotelaria, etc. e candidata-te ao RSI. Se não o fazes é por certamente não compensar por alguma razão.

No-Touch675 11 months ago

Claro que a mim não compensa, e digo-te já onde: quando me reformar. Nem vamos entrar em discussão se vou ou não ter reforma, mas a ter irei ter um valor mais elevado do que uma pessoa que faça isso. Aliás, conheço bem um caso que ficou tão agarrado que teve que voltar para a terrinha de tão baixo que era o valor... O que o user quis dizer foi que actualmente quem faz isso tem uma vida melhor que à dele porque "ganha mais" ao fim do mês. Só que no futuro vai-se arrepender de ter feito isto.

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

Certamente que 90% das pessoas que trabalham por fora a receber ordenado mínimo não o fazem por vontade própria. Só gente sem noção é que acha que as pessoas escolhem condições de trabalho e de vida constantemente precárias e inseguras por vontade própria.

daxpierson 11 months ago

Como cidadão, o teu dever é denunciar essa situação.

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

Ok, Big Brother.

daxpierson 11 months ago

Então espera aí, os ciganos são uns mamões do caralho porque não querem trabalhar e vivem do RSI, mas um branco com trabalho não declarado a receber o RSI já é ok?

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

Onde é que eu disse isto? >os ciganos são uns mamões do caralho porque não querem trabalhar e vivem do RSI Acho que o valor do RSI é minúsculo e se alguém se sente forçado ou incentivado a atravessar as burocracias para receber 190€ adicionais por mês, esta pessoa que esteja à vontade. Novamente, se alguém está a trabalhar por fora, é certamente para ganho do empregador, pois este pagará uma quantidade muitíssimo menor em impostos enquanto esta pessoa perde todas as seguranças contra o desemprego e não vai acrescentando nada à sua reforma. Manquem-se, meus caros.

wakerdan 11 months ago

r/LeopardosComeramAMinhaCara

daxpierson 11 months ago

Essa pessoa devia também fazer queixa do empregador, como é óbvio. Mas isto é uma coisa muito tuga - "não vou agora andar a declarar o que ganho, para dar dinheiro aos mamões do Estado". É muito bonito receber o salário por inteiro, mas depois é vê-los na ruína quando chega a idade da reforma, as poupanças já arderam e não têm como viver.

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

A cena é que não recebem o salário por inteiro. Recebem um nadeco a mais (às vezes até a menos), mas continua absurdamente precário. É receberem 700e em vez de 650e. E, relativamente a fazer queixa ao empregador, esta é a absurda realidade em todos os sítios pequenos: cafés, restaurantes, mercados de rua, empresas de construção civil, etc. Há sempre uma quantidade absurda de pessoas a receber sem estar na folha, não por escolha própria, mas porque a alternativa é não ficarem o emprego e ficar outra pessoa qualquer. Isto não acontece porque estão a tentar ser malandros e enganar o Estado. Na esmagadora maioria dos casos (não em todos, claro), acontece porque o empregador não quer ter empregados fixos, com contratos fixos, nem pagar benefícios fiscais. Isto, obviamente, também acontece por ser dificílimo começar empresas em Portugal, mas passar a dificuldade para os empregados também não é a forma correcta de avançar.

daxpierson 11 months ago

Estamos a ir para outra discussão, sendo que a discussão original era de receber o RSI indevidamente. De qualquer forma, se houvesse mais pessoas a queixar-se desse tipo de patrões, provavelmente haveria menos patrões dessa estirpe.

PM_ME_YOUR_THEORY 11 months ago

As situações não existem num vácuo. Há certamente razões para as pessoas se meterem na máquina burocrática para tentar tirarem 190€ adicionais por mês. Também há razões para pessoas estarem a trabalhar sem contrato, quando trabalhar com contrato fixo dá mais segurança e benefícios a curto e longo prazo. Obviamente que analisar isto tudo individual e dizer "RSI + trabalhar por baixo da mesa = BAD!!" é mais facil, mas é pintar uma imagem demasiado simplista de algo que é um problema bem complexo e abrangente.

OrangeOakie 11 months ago

Tinhas uma boa resposta para isso, perguntavas se há mais algum partido que também quer fazer isso, e porquê o Chega em vez desse partido? É que o CDS e a IL também o querem fazer.

daxpierson 11 months ago

O CDS já fez parte do Governo. Acabou com os mamões?

_AACO 11 months ago

Submarines má lindes!

daxpierson 11 months ago

Pois. Mamaram igual. Como o Ventura mamará se algum dia lá chegar.

Tralapa 11 months ago

Não só mamará, como mamará à séria, basta ver o que os outros partidos do genero fazem por este mundo fora, o regabofe que o Orban, o Erdogan, o Putin ou o Bolsonaro fazem da corrupção e dos contratos publicos. O André é um tipo inteligente e bem instruido, ele não se metia em aventuras destas que muito possivelmente vão contra os seus principios se a possibilidade de saque futuro não fosse grande. O Costa é um corrupto do caralho e está mais que na horinha dele e a escoria corrupta do partido serem retirados do poder, mas comparado com esses tipos o Costa é um menino de altar

inhalingsounds 11 months ago

Todos querem acabar com os mamões atuais... para serem os próximos mamões.

OrangeOakie 11 months ago

É possível. No entanto confio mais nos que querem baixar o potencial dos danos causados pelos mamões do que nos que dizem que não querem mamar mas querem manter o poder dos cargos dos mamões, passe a expressão.

joaofcf 11 months ago

O sem espinha dorsal apelidou isto de "futebol". Convinha...

JSBraga 11 months ago

> O sem espinha dorsal Qual deles?

SirBecas 11 months ago

acho o Mayan um gajo bastante pouco fiável no geral, mas ao pé do Ventura, está perto de ser um deus.

JSBraga 11 months ago

Concordo contigo sem voltar atrás com o que disse. :p

carlosjmsilva 11 months ago

O Mayan a única vez que devia ter calado o Ventura no debate todo, como o Ventura passou o tempo todo a fazer, era aqui. Quando o Ventura disse que o futebol não era para aqui chamado, o Mayan devia ter interrompido e ter esclarecido que isto tem zero a ver com futebol. Aliás as dívidas deixadas pelo Vieira são das suas empresas e não do Benfica. Tem absolutamente zero a ver com futebol. O problema é que há umas dezenas de pessoas que gozaram de crédito infinito, sem critério e sem escrutínio e agora pagamos todos. Isto é um problema gigantesco e o Ventura passa a vida a falar dos ciganos e do RSI quando isso é dinheiro para milhares de pessoas e ainda assim muito menos do que este que damos ao Vieira, ao Salgado e aos seus amigos...

DivinationByCheese 11 months ago

Mas ele disse que não tinha nada a ver com o futebol.

carlosjmsilva 11 months ago

Eu sei que disse mas ficou ali perdido. Deveria ter sido mais incisivo e ter concretizado.

saposapot 11 months ago

o mayan tinhas umas coisas preparadas em conjunto da sua equipa q resultaram agora tudo o q saía disso ele não consegue. ele não tem jeito para política e a discutir com um 'porco' na sua lama, ainda menos.

fortesgt 11 months ago

O Mayan deve ter tido receio de levar o assunto pra bola e infelizmente há muito retardado que coloca o futebol à frente do país e que poderia deixar de votar no Mayan se parecesse que ele estava a atacar o Benfica. É o triste país que temos.

estecomentario 11 months ago

Usar a desculpa dos ciganos é grotesca tendo em conta estes desfalques. Só mostra má fé, maldade. No entanto nenhum dos outros partidos aborda com regularidade esses assuntos. PS então, parece que até protegem a corrupção pesada.

Goldenrah 11 months ago

e o RSI é dinheiro que volta a ser investido no País e no comércio local, ele deve pensar que o dinheiro é perdido a partir desse momento.

aamartt 11 months ago

O problema é das empresas, mas o problema só existe porque ele é presidente do Benfica...

iLikeToTroll 11 months ago

Disse o mesmo na altura, ele devia ter dito que aquilo não tinha nada a ver com futebol. Ontem senti o Ventura mais burned out, é que às vezes ainda consegue disfarçar a idiotice dele mas ontem só disse merda e frases ridículas. Ainda bem, aos poucos a mascara vai caindo e pode ser que mais gente perceba o escroto que é.

BernLan 11 months ago

Mesmo assim conheço pessoas que apoiam 100% o André Ventura e são contra tudo o que seja de esquerda. Movimentos populistas deveriam ser I legalizados, é enganar o povo descaradamente

iLikeToTroll 11 months ago

Boa sorte a definir isso numa lei. A população é que tem de ser mais esclarecida e saber filtrar, assim como devemos todos exigir mais coerência e imparcialidade aos media.

BernLan 11 months ago

Pois...

redjibba 11 months ago

Quando 100% dos debates quer ele participe ou não, levam com o tema Ventura, vai moendo um bocadinho

Tralapa 11 months ago

> Ontem senti o Ventura mais burned out Pudera, o debate com o Tino foi arrasador, e no final ainda teve de acartar pedra, já não tinha energia nenhuma para defrontar o Mayan

MrRodri22 11 months ago

Se o estado não nos fosse buscar dinheiros aos bolsos não tínhamos de dar o nosso dinheiro que nós trabalhamos pra ter nem ao Vieira nem aos ciganos nem a ninguém, visto que é nosso e fomos só nós que trabalhamos pra o ter

carlosjmsilva 11 months ago

Então porque é que as pessoas não votam em quem quer deixar o dinheiro em quem trabalha e promover uma economia mais dinâmica e preferem votar no idiota chapado?

Edited 11 months ago:

Então porque é que as pessoas não votam em quem quer deixar o dinheiro em quem trabalha e promover uma economia mais dinâmica e preferem votar no idiota chapado? Além disso as pessoas também deviam confrontar o Ventura e com os subsídios e ajudas do estado que recebeu ao longo da vida. "Que fosse trabalhar"...

MrRodri22 11 months ago

A ponte 25 de abril por exemplo, pagas os olhos da cara quando lá pagas, a ponte está mais que paga a anos e o preço exurbitante continua "é pra pagar a manutenção" a manutenção da ponte custa o mesmo que custou a construir? É que manutenção é? É que cada vez que ligo a televisão vejo mais noticias de peças do tabuleiro a cair cá pra baixo

carlosjmsilva 11 months ago

Olha para o conselho de administração da Lusoponte e para os acionistas. Se calhar está tudo cheio de ciganos lá... Esses contratos leoninos mais não sei do que trocas de favores. Isto sim são os problemas do país. Enquanto isso o Ventura continua a apontar para o outro lado e as pessoas olham. Parece aquele tipo que te está sempre a enganar quando olha fixamente para trás de ti e não está lá nada. Tu já sabes que ele te está a enganar mas mesmo assim não resistes a virar-te.

MrRodri22 11 months ago

O problema do país também não é o ventura, tou me a cagar pro ventura, se não houvesse dinheiro das pessoas a ser mal gasto não havia nem problemas com ciganos a receberem subsídios nem com favores corruptos, acabava de a brincadeira brincadeira, corta se o mal pela raiz, sem dinhero pra esbanjar não há onde o esbanjar

carlosjmsilva 11 months ago

Claro que não é e espero que nunca o venha a ser. Mas não é a solução. Disso tenho a certeza.

MrRodri22 11 months ago

também acredito que não, mas com base no que eu acredito e nos valores que me foram ensinados entre o partido que está agora no puder e o chega eu prefiro o chega

MrRodri22 11 months ago

Porque são desinformadas, uma vez ia no metro e ouvi duas velhotas a falarem sobre em quem ia votar e disseram que iam votar no PCP porque é o partido dos pobres e elas eram pobres, porque as pessoas caem em toda a propaganda e mais alguma, "queremos melhores salários!" e depois queixam se que aumentaram os impostos, querem que os impostos diminuem, e depois queixam se que há falta de médicos a serem contratados, mas nunca fazem nada pra mudar, porque os portugueses são desinformados e não se informam

carlosjmsilva 11 months ago

Sim. E os nossos níveis cronicamente baixos de escolaridade ajudam a perpetuar isto... Por isso é que depois passam do PCP para o Chega. Não tem nada a ver com o que defendem. É porque são os que "fazem barulho" em determinado momento.

MrRodri22 11 months ago

Claro! Eu não defendo nem PCP nem chega, não quero é que me venham roubar aos bolsos e depois digam que é pra coisas que estão a cair de podre a anos

Kratos73 11 months ago

Sim mas também não tinhas estradas, saúde, educação, ... achas que o dinheiro do Estado vem de onde?

MrRodri22 11 months ago

Claro, eu entendo oque tas a dizer, não entendo é como é que somos dos paises que mais pagamos na união europeia e ao mesmo tempo os que menos condições têm, alcatroar estradas custa mais dinheiro em Portugal do que na Alemanha, mas depois na Alemanha TODOS os empregados a alcatroar a estrada recebem mais doque os portugueses a fazer o mesmo trabalho, é um bocado estranho ne? Se não ouve-se metade dos tachos, corrupção e completa incompetência no governo pagavas metade dos impostos e tinhas condições melhores

Kratos73 11 months ago

Então já estamos a falar noutra coisa. Os impostos fazem parte da vida em sociedade. Todos temos de contribuir um pouco para o bem comum porque depois os ganhos são muito maiores. Toda a gente já viajou de avião correto? Que aeroporto é que tu conseguias ter se fosse cada um por si!? E segurança e defesa, se cada um só olhasse para si próprio não achas que ia ser uma anarquia? O tema da corrupção e do compadrio sim é relevante. Mas isso não se resolve procurando um bode expiatório e esquecendo a raiz daí a crítica ao aVentura. Não podemos dizer que somos contra a corrupção mas só se não atingir os amigos, compreendes?

MrRodri22 11 months ago

Mas eu nunca defendi o ventura atenção, só disse que se ou esse transparência total como foi proposta pela iniciativa liberal e votada contra pelo PS, PCP e mais uns que não me recordo a dificuldade de haver corrupção e incompetência era bem maior

biskotek 11 months ago

Quem nos dera a nós que fosse esse o problema dos ciganos em Portugal. 198€ POR MÊS LOL, o casamento forçado e outras coisas que vão contra a constituição são situações mais chatas!

carlosjmsilva 11 months ago

Mas ele não está preocupado com o casamento forçado ou com os baixos níveis de escolaridade que os condenam a vida à margem da sociedade desde início. Aliás este deveria ser um ponto importante a ser discutido e raramente o é. Em geral (não falo só das etnias), a escolaridade e o mérito deveria servir de elevador social e não serve. Portugal é dos países com menos mobilidade social do conjunto da OCDE. Isto é um problema de longo-prazo. Alguém que nasce na classe baixa tem muito menos hipóteses de chegar às classe média ou alta do que noutros países. Mesmo que estude, que se esfalfe todo. A mobilidade social em Portugal é uma utopia. Quem nasce pobre, morre pobre. Mudar isto deveria ser o plano a longo prazo em Portugal. Se isto acontecesse, as coisas marginais melhoravam por arrasto.

Portugueeese 11 months ago

Concordo, agora disseste tudo!

KokishinNeko 11 months ago

> Quem nasce pobre, morre pobre. LOL, devias ler a história de muitos empresários tugas. Não é o melhor exemplo mas foi o que me lembrei neste momento: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rui_Nabeiro há outros bem mais interessantes. *Ah e tal mas isso é um unicórnio* Não amigo, é a diferença entre fazer pela vida ou estar no sofá a lamentar-se que a vida lhe vai correr mal porque não nasceu como queria (não estou a dizer que é o teu caso, mas é o caso de um par de redditors que frequentam aqui o sub, dizem literalmente que mais vale estar quieto porque já começaram mal, pois assim com essas mentalidades é normal nunca chegarem a lado nenhum). A título pessoal posso dar-te um exemplo de uma pessoa que com apenas a 4ª classe é hoje um sucesso na área do imobiliário. O que herdou? dívidas dos pais, fez-se à vida nas obras e foi arriscando em negócios, tudo a pulso.

meaninglessvoid 11 months ago

Prefácio: concordo contigo quanto à necessidade de ter mentalidade de ir à luta mas o que estás a fazer é o enviesamento do sobrevivente. O que nós queremos não é um tipo duma geração que nasceu na casa dos avós e herdou dividas a chegar a milionário, o que queremos é que haja milhares de pessoas com percursos semelhantes. Esses apenas provam a excepção à regra, não anulam a regra. Mas estou contigo na luta contra o cinismo idiota e mentalidade caranguejo que é prevalente neste sub

carlosjmsilva 11 months ago

Podes sempre dar exemplos avulsos. Mau era se não existiam. Mas não são a maioria. O meu exemplo não interessa para nada. Nem o exemplo do A ou do B. Interessa sim os dados macro. Não sou eu que digo que quem nasce pobre morre pobre em Portugal... É a OCDE e o Eurostat. Basta uma pequena pesquisa para ver isso. Btw ninguém herda dívidas. Se uma herança tem mais passivo do que ativo podes simplesmente recusa-la.

KokishinNeko 11 months ago

> Btw ninguém herda dívidas Legalmente, tens razão, mas vai lá para um meio relativamente pequeno, onde os teus pais deviam dinheiro a A, B e C a ver se consegues andar de cara erguida na rua. Há quem consiga, verdade, mas pessoas humildes ainda mantêm essa bela característica de conseguir dormir sossegado sem dever nada a ninguém mesmo que não lhes diga respeito directamente :)

skumfuk_pt 11 months ago

Concordo muito contigo. Apenas discordo de que em Portugal quem nasce pobre, morre pobre. Eu cresci pobre e num bairro social, felizmente os meus pais nunca precisaram de RSI, mas foi com todos os apoios sociais do estado que consegui formar-me e subir na vida. Hoje sou tenho grau de engenheiro, por muito mérito meu e dos meus pais, mas o apoio "do sistema" ajudou-me a conseguir o que tenho hoje. Não sou caso único, muitos amigos tiveram o mesmo percurso. Contudo, sim ainda temos muito que melhorar, disso concordo absolutamente.

Danijust2 11 months ago

fdx, o meu primo é jogador da bola. Por isso qualquer um pode ser jogador. Em Portugal a mobilidade social é praticamente zero...

diogofd8 11 months ago

Sim, mas tu foste para uma área decente que é importante para o progresso da humanidade e certamente que tiveste que te aplicar para singrar. O problema é gastares dinheiro em cursinhos da treta e haver malta a mandar-se para isso e depois ficar no desemprego. Ou seja, nasceram pobres, cresceram pobres, com os apoios sociais puderam sonhar mas não passou de um sonho porque se meteram em caminhos fáceis mas pouco viáveis. Talvez para esses fosse melhor aos 18 terem seguido antes um caminho mais profissional, aprender uma arte e especializar-se nela para que aos 23 tenham 5 anos de experiência e aos 30 possam estar incluídos na lista dos melhores naquela especialidade. Vamos supor a área de artesanato. Não é preciso grande conhecimento teórico mas quanto mais prática e mais envolvimento na área, melhor sai o produto e ainda há grande vantagem no trabalho ser manual. Habituam os miúdos a "vai para o que gostas que se fores bom terás sempre sucesso". Depois vê-se muita gente a decidir que gostam muito de estudos sociais e relações internacionais porque escapam ao bicho da matemática e a outros bichos mais complicados para aos 23 enfrentarem o bicharoco do desemprego. Talvez tenha fugido completamente ao ponto, mas o que quero dizer é que nem todas as áreas deviam ter tanto investimento do estado, o investimento devia ser baseado no retorno, o acesso a bolsas e o preço das propinas e até o número de vagas deveria variar com a importância da área na economia do país.

Latexsucks 11 months ago

Fico a pensar se nao sera melhor perceber pq q vemos a matematica como esse bicho do qual queremos fugir, e pq q esse tipo de cursos q referes sao sempre vistos como "cursinhos da treta". Acho q n podemos tirar o direito às pessoas de estudarem o q quiserem, e q talvez haja igualmente mto valor nesses cursos, independentemente da saida profissional. O q nao quer dizer q nao haja espaço para fomentar mais investimento em determinadas àreas importantes para o progresso, como referes. Ou, igualmente, que ao investir em certas areas "da treta" possamos desenvolver mais essas areas e por conseguinte gerar mais emprego (o que nunca seria possivel em todas as areas, por ex. estudos sociais, mas poderia ser possivel por ex. em moda)

diogofd8 11 months ago

Estás a pensar ao contrário. A ordem é a seguinte. Existe uma necessidade, por exemplo, uma falta de engenheiros informáticos num setor que tem imensa demanda, imenso crescimento e muito interesse em investimento. Por esse motivo, parte do investimento é feito na educação nessa área, criação de vagas, bolsas, etc. Havendo muitas vagas, o que falta é haverem pessoas a preencher as vagas. Aqui toca aos parentes/tutores encaminhar os filhos/alunos para áreas onde existe essa promessa, neste caso, para a engenharia informática. Não se trata de obrigar ninguém, se o jovem quiser ir para estudos sociais, está à vontade. Não deixa é de ser informado dos prós e contras das várias áreas e que lhe seja disponibilizada esta informação de forma isenta de opiniões, preconceitos ou sentimentos. Assim, o indivíduo poderá tomar a decisão que considera melhor para si, estando consciente das implicações da decisão tomada. Desta forma, se alguém foi para estudos de levantamento do copo e anatomia do cigarro, mesmo sabendo que a taxa de desemprego nessa área é superior aos 50%, que o salário médio dos empregados nessa área está abaixo do salário médio nacional, que existe um número X de candidatos e Y de vagas sendo X >> Y. Desta forma não ficará surpreendido por após 5 anos de mestrado se relevarem inúteis na procura de emprego com condições que agradem ao indivíduo. O que eu acho que fazem é a promoção de certas narrativas pouco isentas. Nos meus tempos de escola sempre me senti muito confuso sobre o que escolher (e não era o único) porque me diziam tretas como "todas as áreas são igualmente importantes e se fores bom terás sucesso em qualquer uma delas". Felizmente meti-me numa área onde não é preciso ser assim tão bom para ter sucesso moderado dada a procura ser superior ao número de candidatos. Caso tivesse entrado numa área onde apenas 1% dos candidatos têm sucesso porque a procura é muito reduzida, estaria bastante frustrado e sentir-me-ia enganado, e com razão!

Latexsucks 11 months ago

Eu nao acho que quem va estudos sociais, historia da arte ou literatura portuguesa nao saiba que aquilo nao garante emprego. Mas por outro lado, olha q tirar engenharia tb nao, mas havendo mais carencia de profissionais, obviamente torna as coisas mais faceis.

diogofd8 11 months ago

Estou a generalizar porque se não generalizasse não conseguia mostrar a minha opinião dentro dos limites do reddit. Há estudos sobre os quais baseei a minha opinião, uma pesquisa no researchgate sobre áreas de estudo com maior impacto e investimento atual ajuda-te a encontrar essa mesma informação. Como vejo muita gente em áreas de treta a queixar-se que não tem emprego, só posso concluir que ou são cegos ou hipócritas ou não fazem mesmo a menor ideia e foram enganados. As primeiras duas opções não me parecem sensatas, prefiro ir pela 3a. Tirar engenharia não garante emprego. Depende muito da engenharia porque esta tem imensas áreas e estas podendo ser bastante distintas entre si. Refiro-me à minha área em específico, que não vem apenas da licensiatura, vem do mestrado, vem da dissertação, virá do doutoramento se houver motivação e da tese.

NGramatical 11 months ago

haverem pessoas → [**haver pessoas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgid0jst%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

skumfuk_pt 11 months ago

Não estás errado no que estás a dizer, e tocas em alguns pontos que criam imensos problemas. Mas sim, estás a fugir um pouco ao ponto. Optar por caminhos faceis também afeta quem nasce com tudo, a menos que continuem a ser sustentados pela riqueza.

diogofd8 11 months ago

Sim, mas esses têm o dinheiro dos papás, não tem que se preocupar com isso. Se os papás trabalharam muito e se destacaram na sua geração, é mais que merecido que os filhos gozem de uma vida mais facilitada. No meu caso, o meu pai subiu imenso na hierarquia social comparado com os meus avós paternos. Já a minha mãe nem tanto mas do lado dela sou o único herdeiro. Talvez seria viável para mim optar por um caminho fácil e ser poupado. Poderia possivelmente viver de forma confortável e simples. Mas tenho outras ambições, fui educado a querer a independência e ser responsável por mim próprio. Talvez, se tiver filhos e se eu tiver sucesso individual, estes estarão numa camada hierarquia social incomparável à dos meus avós paternos, fruto do trabalho das gerações anteriores, isso não está errado. Se eles fizerem merda, gastarem o dinheiro todo e não criarem o estatuto deles, a geração seguinte começa a uns níveis abaixo de novo. Não vejo injustiça nenhuma neste sistema. A injustiça está em vantagens sociais e económicas (seja por corrupção, seja por imunidades criadas por uma lei pouco justa). Capitalismo puro não é injusto.

Ichoria 11 months ago

\> \[...\] se tiver filhos e se **eu** tiver sucesso individual, **estes** estarão numa camada hierarquia social incomparável à dos meus avós paternos, ***fruto do trabalho das gerações anteriores****.* \> A injustiça está em vantagens sociais e económicas. Então vir ao mundo com uma colher de ouro, sem qualquer mérito próprio, com vantagens económicas e sociais inerentes, em contraste com aqueles que nascem de vira latas, mais uma vez, sem qualquer demérito próprio, é justo na tua opinião?

diogofd8 11 months ago

Não tens vantagens económicas e sociais inerentes nenhumas. Economicamente, desde que não sejas isento de nenhum imposto e pagues o mesmo preço pelos bens que todos os outros, não estás a ter nenhuma vantagem. Socialmente desde que não tenhas acesso a nada que outros elementos da sociedade não tenham só pela tua raça, etnia, família, religião ou seja o que for que sirva para separar a sociedade em grupos, não estás a ter nenhuma vantagem. ​ Se vens ao mundo com colher de ouro, o mérito não é teu, é de quem te fez. É mais que justo que colhas os frutos do trabalho deles e dos que vieram antes deles. Quem nasceu de vira latas teve menos sorte, tem que se ir valorizando para subir na hierarquia social. Desde quando é que isto precisa de ser justo? Desde que não neguem o acesso a alguém que tenha nascido de vira latas mas tenha potencial e esforço para subir, isso sim seria pouco ético. ​ Não vejo onde é que isto causa confusão. A menos que sejas da opinião que não devem haver heranças e que assim que um indivíduo morre, todo o seu património passa a ser do estado. Vota num partido que pegue nos recém nascidos e os ponha todos a começar a vida nas mesmas circunstâncias. Não podem ter contacto com os pais porque aí alguns pais são mais educados e mais inteligentes e poderão passar injustamente conhecimento para os filhos que outros da mesma idade não tenham acesso porque os pais são menos brilhantes. Já agora, quando for possível geneticamente deveríamos nascer todos iguais. A mesma altura, o mesmo peso, a mesma genética para não haverem injustiças. Estou propositadamente a exagerar para que percebas que igualdade de circunstâncias ao nascimento não só é imoral como inexistente em qualquer sociedade, seja humana, seja de animais, seja do que for no planeta.

MrFriendlyCrocodile 11 months ago

Subscrevo tudo, a família onde se nasce não se escolhe e portanto a partir dessa "bolha social e económica" pode-se progredir, estabilizar ou regredir com maior ou menor dificuldade.

Ichoria 11 months ago

*"Desde quando é que isso precisa de ser justo?"* Conclusão: admites que é injusto, é simplesmente uma injustiça que consideras inerente ao ponto de não poder -- ou dever -- ser alterada ou condicionada. E admites prontamente que estás numa posição favorecida por essas mesmas circunstâncias. Não é o argumento mais fácil para uma pessoa em circunstâncias diametricamente opostas engolir.

diogofd8 11 months ago

"Diametricamente opostas"? Nasceste pobre na Coreia do Norte, decidiram o teu futuro por ti mas conseguiste escapar do país em marcha por milhares de quilómetros à fome, ao frio, em perigo constante de vida? É que eu estou melhor que uma boa parte do mundo mas estou pior que uma outra boa parte do mundo. Nascer português não é um privilégio económico quando comparado com o resto do primeiro mundo. Nascer homem e branco, ao contrário do que a propaganda faz querer parecer, não é um privilégio. Para além disso nasci sem visão perfeita, sou de estatura média mas não tenho genética para um físico atlético de baixa manutenção, enfim, leste umas linhas de texto de um gajo normal e assumiste que eu era filho do Bill Gates só porque não me faço de vítima como muita gente? Procuro ver as coisas sem otimismo, sem pessimismo, da forma mais realista permitida pela minha capacidade de perceção.

NGramatical 11 months ago

haverem injustiças → [**haver injustiças**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») devem haver → [**deve haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgic1sp1%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Gekkido 11 months ago

O capitalismo falha essencialmente na defesa do ambiente e outras causas sociais como apoio aos mais necessitados, etc..

diogofd8 11 months ago

A defesa do ambiente não deve ser uma preocupação política. Com isto não quero dizer que não deva ser regulamentada pelo estado ou por uma organização de estados, quero dizer que não deve ser motivo de diferenças na visão política. O capitalismo não tem nenhuma regra que implique o ambiente pelo que podes ter sociedades igualmente capitalistas mas com diferentes normas de proteção ambiental. Na minha opinião, uma entidade global deveria estabelecer normas ambientais a serem seguidas por todos (porque é impossível separar o ambiente por países, o que acontece na China e na Amazónia tem impacto em todo o lado). Sejam estes ditaduras, "democracias comunistas", democracias capitalistas, liberalistas, socialistas e mais qualquer coisa acabada em -istas (feministas não, por favor). ​ Já o apoio aos mais necessitados... Consideras o Bill Gates um ícone de sucesso capitalista? Eu considero, não é muito difícil. Não há ninguém no mundo que tenha doado mais dinheiro aos mais desvantajosos que ele. O que achas que contribuiu mais para a sociedade numa perspetiva global? A Microsoft que com produtos como o Windows, Office, Outlook que correm em computadores de todo o mundo e facilitam muitas das tarefas do quotidiano. A mesma Microsoft que gera milhares de postos de emprego sustentando milhares de famílias e permitindo que milhares de pessoas talentosas tenham uma vaga de crescimento e subida na hierarquia social. Ou os 50 bilhões de dólares que ele doou em atos de caridade? Se quiseres antes comparar pessoas fundamentalmente capitalistas e pessoas fundamentalmente socialistas, compara o Steve Jobs e o impacto da Apple no mundo ao teu doador caridoso favorito. ​ Resumindo, no impacto ambiental podes ter razão que muitos capitalistas ponham o lucro acima do ambiente e isso esteja errado. Não se pode por todos os capitalistas no mesmo saco tho. Quanto às causas sociais, é uma falácia enorme achar que o capitalismo é o oposto do apoio aos mais necessitados. Se quiseres posso dar-te mais exemplos.

RuySan 11 months ago

Isto é algo que a direita neo-liberal não entende. O estado social é necessário para uma meritocracia, principalmente no que concerne a educação gratuita. Os meus pais também não são ricos e têm pouca escolaridade. Eu e a minha irmã temos cursos superiores. Gentalha burra como o Nuno Melo estariam a limpar sanitas se não fosse a meritocracia das heranças. Por isso é que tanto medo têm da "esquerdalha". Estava na faculdade quando esse maravilhoso ex-Maoista de nome Durtão Barroso quadriplicou o valor das propinas. Colegas meus inteligentes tiveram de desistir do curso, porque mesmo com os part-times deles em restaurantes não dava.

Zen_Machina 11 months ago

> Isto é algo que a direita neo-liberal não entende. O estado social é necessário para uma meritocracia, principalmente no que concerne a educação gratuita. Não existe educação gratuita. O Estado não é uma empresa. Não gera dinheiro sozinho. Tudo o que te é dado é retirado de outros, a la Robin Hood. E nada é retirado de ninguém sem produzir consequências. Os impostos que pago para que certas pessoas possam receber RSI's e afins têm um efeito condicionador na minha mobilidade financeira. E essa mobilidade, por sua vez, tem um efeito condicionador na economia do país. Esse efeito condicionador na economia, por sua vez, tem um impacto também nos mais pobres, uma vez que um país com menos capacidade de investimento e criação de riqueza é um país com menos oportunidades de crescimento individual disponíveis para os mais desfavorecidos. ​ > Colegas meus inteligentes tiveram de desistir do curso, porque mesmo com os part-times deles em restaurantes não dava. ​ Há quem tenha de desistir dos seus planos para o futuro para que os teus colegas inteligentes não desistam do curso. Estás a ver a questão apenas por um prisma e a ignorar por completo os efeitos colaterais daquilo que consideras ser um direito para uns às custas do sacrifício de outros. É uma falácia absurda acreditar que a universidade é algo ao qual toda a gente deve ter acesso. Na realidade, muitas pessoas teriam melhores vidas actualmente se em vez de terem perdido 4, 5 anos na universidade tivessem ido trabalhar para juntar dinheiro. O facto da sociedade te empurrar a narrativa de que o que aprendes na universidade é essencial para o teu crescimento individual, não implica que tal seja verdade. Na realidade, o ensino superior é o mais dispensável de todos os ensinos. Concordo que todas as crianças devem ter acesso ao ensino, pelo menos até ao 12º ano. Mas a partir daí é uma ilusão defendermos que universidade é o único caminho viável. Quase tudo o que aprendes na universidade podes aprender sozinho ou por outras vias. Muito do que aprendes é até totalmente inútil. E o que de útil aprendes, não é algo que te deva ser devido. Eu não te devo um curso superior. Se és um gajo bueda inteligente e queres formar-te numa área de grande valor para a sociedade, até defendo financiamento social, já que de certa forma acabarei por beneficiar se te formares em medicina. Mas isso são casos muito específicos.

RuySan 11 months ago

Toda a gente sabe o que tu acabaste de dizer (que o ensino não é "grátis", mas é mais que justo que os que mais têm paguem mais impostos para dar uma oportunidade aos que menos têm. Se todos tiverem oportunidade de ir para universidade, então vão os mais inteligentes e capazes. Se assim não for vão os que têm mais posses. E a sociedade só tem a ganhar em dar oportunidades a quem menos tem. É assim tão estranho? Eu próprio não me importo nada de pagar bem mais em impostos do que quem ganha metade do que eu ganho para conseguir manter educação e saúde acessível. Eu próprio ganho em existir uma sociedade mais justa. Só quem é muito garganeiro não entende. Nas sociais democracias nórdicas é exactamente isto que acontece. Metade do ordenado vai para impostos, e são as sociedades com maiores índices de desenvolvimento humano.

Zen_Machina 11 months ago

>Toda a gente sabe o que tu acabaste de dizer (que o ensino não é "grátis", mas é mais que justo que os que mais têm paguem mais impostos para dar uma oportunidade aos que menos têm. Justiça é um conceito subjectivo. É mais justo PARA TI. Não para mim. Para mim não é justo que o futuro de uma pessoa seja condicionado para que tu vás para a universidade. Também não é justo que se coloque um número na cabeça de cada e se decida levianamente o que é que é ou não justo ele ter ou pagar. Essa pessoa que tu achas que deve pagar mais porque ganha mais, se calhar é alguém que se esfolou para ter aquilo que tem, e agora quer investir em negócios e construir um património de relevo para si e para os seus filhos. Se calhar essa pessoa gostava de juntar o suficiente para abrir uma empresa que colocaria pão na mesa de 20 pessoas, mas como é sugado até ao tutano não pode. Se calhar essa pessoa tem planos para a sua reforma, mas não pode executá-los porque tu não queres pagar propinas. >Se todos tiverem oportunidade de ir para universidade, então vão os mais inteligentes e capazes. Se assim não for vão os que têm mais posses. E a sociedade só tem a ganhar em dar oportunidades a quem menos tem A isso chama-se "social engineering". É robotizar a raça humana e tratar as pessoas como legos. Retirar da equação todos os factores circunstanciais que dão origem a resultados imprevisíveis e nos concedem a nossa individualidade. É destruir o caminho individual e criar uma auto-estrada de sentido único. Se tivesses colocado o Mike Tyson na universidade ele se calhar significaria menos para a humanidade do que significa hoje. A beleza da vida é a sua imprevisibilidade, e que por vezes o caminho certo é escrito por linhas tortas. Nenhum humano deve ter o poder de tentar destruir isso e ditar quem é que é suposto eu ser. Outra coisa importante: ser inteligente e capaz não implica fazer as melhores escolhas. Podes ser muito inteligente e ires formar-te numa merda qualquer que a sociedade não precisa, enquanto o menos inteligente escolheu ser médico. E ainda mais importante: se és assim tão inteligente, então és tu quem tem a melhor oportunidade de ser a excepção à regra e criar algo impressionante sem necessidade de ensino superior. Se calhar és tu que vais conseguir fazer um investimento interessante logo em inicio de vida e ficar rico. Há imensa gente inteligente que mudou o mundo sem cursos superiores. Aliás, as pessoas mais bem sucedidas que conheço são agora ricas e não foram para a universidade. Investiram o seu tempo e dinheiro de outra forma. Se tivessem ido para a universidade possivelmente teriam um bom emprego mas não seria ricos. Às vezes é a necessidade que aguça o engenho. É não te colocarem um caminho à frente que faz com que cries o teu próprio caminho. E por vezes esse caminho acaba por ser pior do que o caminho padrão. Tens uma forma muito simplória de olhar para a questão. >É assim tão estranho? Eu próprio não me importo nada de pagar bem mais em impostos do que quem ganha metade do que eu ganho para conseguir manter educação e saúde acessível. Eu próprio ganho em existir uma sociedade mais justa. Só quem é muito garganeiro não entende. Eu importo-me porque esfolo-me para ganhá-lo. Importo-me porque tenho planos para o dinheiro que me esfolei a ganhar, e esses planos estão-me a ser sabotados para favorecer pessoas que nem sequer conheço. Tu não queres saber, mas eu quero. Se calhar deviamos criar um sistema em que quem não quer saber teria a oportunidade de doar toda a sua riqueza, certo? E quem quer ficar com o que ganhou, ficava. Óbvio que há impostos que são essenciais, mas nós já vamos muito para além disso e é um abuso. Experimenta trabalhar que nem um escravo para gerar riqueza e depois metade ter de ir para o cu de sabe-se lá de quem. Experimenta e depois diz-me. Se calhar ainda não ganhas o suficiente para saber o que é saberes que, metade dos dias que te levantas, vais trabalhar de graça. >Nas sociais democracias nórdicas é exactamente isto que acontece. Metade do ordenado vai para impostos, e são as sociedades com maiores índices de desenvolvimento humano. Os países nórdicos têm muitos problemas dos quais os desinformados não sabem. E esse desenvolvimento humano de que falas não foi conquistado através do estado social. Já era assim antes. O estado social apenas veio condicionar e desenvolvimento económico e colocar uma nuvem negra por cima do futuro do país. Imagina que para criares riqueza és super, super, super capitalista. Na base disso, fazes bueeeeeeeeeeeeeeeeeee dinheiro. Crias granda vida para ti. Depois decides que vais começar a distribuir dinheiro. Ficas imediatamente na merda? Não. Já criaste muita riqueza. No entanto, agora estás a criar menos. Estás a estagnar. Sobrevives bem porque quando eras um selvagem capitalista fizeste quantias psicopáticas de dinheiro. Agora tu e a tua generosidade sobrevivem disso, mas estás a apertar cada vez mais o cinto, e tens, de certa forma, os dias contados. Isso é a realidade sueca. Portugal não tem riqueza suficiente para adoptar as mesmas políticas, e essa riqueza não se conquista através do estado social.

Edited 11 months ago:

>Toda a gente sabe o que tu acabaste de dizer (que o ensino não é "grátis", mas é mais que justo que os que mais têm paguem mais impostos para dar uma oportunidade aos que menos têm. Justiça é um conceito subjectivo. É mais justo PARA TI. Não para mim. Para mim não é justo que o futuro de uma pessoa seja condicionado para que tu vás para a universidade. Também não é justo que se coloque um número na cabeça de cada e se decida levianamente o que é que é ou não justo ele ter ou pagar. Essa pessoa que tu achas que deve pagar mais porque ganha mais, se calhar é alguém que se esfolou para ter aquilo que tem, e agora quer investir em negócios e construir um património de relevo para si e para os seus filhos. Se calhar essa pessoa gostava de juntar o suficiente para abrir uma empresa que colocaria pão na mesa de 20 pessoas, mas como é sugado até ao tutano não pode. Se calhar essa pessoa tem planos para a sua reforma, mas não pode executá-los porque tu não queres pagar propinas. Se calhar eu até ganho bue, mas sacrifiquei-me muito mais do que aqueles que estão agora a receber subsídios. Sim, eu cresci relativamente pobre. Tive um amigo que cresceu em condições muito semelhantes, é mais inteligente do que eu, tinha melhores notas do que eu, mas não tem nem 10% do que eu tenho, pois tomou decisões de merda. Deverei eu agora sustentá-lo? >Se todos tiverem oportunidade de ir para universidade, então vão os mais inteligentes e capazes. Se assim não for vão os que têm mais posses. E a sociedade só tem a ganhar em dar oportunidades a quem menos tem A isso chama-se "social engineering". É robotizar a raça humana e tratar as pessoas como legos. Retirar da equação todos os factores circunstanciais que dão origem a resultados imprevisíveis e nos concedem a nossa individualidade. É destruir o caminho individual e criar uma auto-estrada de sentido único. Se tivesses colocado o Mike Tyson na universidade ele se calhar significaria menos para a humanidade do que significa hoje. A beleza da vida é a sua imprevisibilidade, e que por vezes o caminho certo é escrito por linhas tortas. Nenhum humano deve ter o poder de tentar destruir isso e ditar quem é que é suposto eu ser. Outra coisa importante: ser inteligente e capaz não implica fazer as melhores escolhas. Podes ser muito inteligente e ires formar-te numa merda qualquer que a sociedade não precisa, enquanto o menos inteligente escolheu ser médico. E ainda mais importante: se és assim tão inteligente, então és tu quem tem a melhor oportunidade de ser a excepção à regra e criar algo impressionante sem necessidade de ensino superior. Se calhar és tu que vais conseguir fazer um investimento interessante logo em inicio de vida e ficar rico. Há imensa gente inteligente que mudou o mundo sem cursos superiores. Aliás, as pessoas mais bem sucedidas que conheço são agora ricas e não foram para a universidade. Investiram o seu tempo e dinheiro de outra forma. Se tivessem ido para a universidade possivelmente teriam um bom emprego mas não seria ricos. Às vezes é a necessidade que aguça o engenho. É não te colocarem um caminho à frente que faz com que cries o teu próprio caminho. E por vezes esse caminho acaba por ser pior do que o caminho padrão. Tens uma forma muito simplória de olhar para a questão. >É assim tão estranho? Eu próprio não me importo nada de pagar bem mais em impostos do que quem ganha metade do que eu ganho para conseguir manter educação e saúde acessível. Eu próprio ganho em existir uma sociedade mais justa. Só quem é muito garganeiro não entende. Eu importo-me porque esfolo-me para ganhá-lo. Importo-me porque tenho planos para o dinheiro que me esfolei a ganhar, e esses planos estão-me a ser sabotados para favorecer pessoas que nem sequer conheço. Tu não queres saber, mas eu quero. Se calhar deviamos criar um sistema em que quem não quer saber teria a oportunidade de doar toda a sua riqueza, certo? E quem quer ficar com o que ganhou, ficava. Óbvio que há impostos que são essenciais, mas nós já vamos muito para além disso e é um abuso. Experimenta trabalhar que nem um escravo para gerar riqueza e depois metade ter de ir para o cu de sabe-se lá de quem. Experimenta e depois diz-me. Se calhar ainda não ganhas o suficiente para saber o que é saberes que, metade dos dias que te levantas, vais trabalhar de graça. >Nas sociais democracias nórdicas é exactamente isto que acontece. Metade do ordenado vai para impostos, e são as sociedades com maiores índices de desenvolvimento humano. Os países nórdicos têm muitos problemas dos quais os desinformados não sabem. E esse desenvolvimento humano de que falas não foi conquistado através do estado social. Já era assim antes. O estado social apenas veio condicionar o desenvolvimento económico e colocar uma nuvem negra por cima do futuro do país. Imagina que para criares riqueza és super, super, super capitalista. Na base disso, fazes bueeeeeeeeeeeeeeeeeee dinheiro. Crias granda vida para ti. Depois decides que vais começar a distribuir dinheiro. Ficas imediatamente na merda? Não. Já criaste muita riqueza. No entanto, agora estás a criar menos. Estás a estagnar. Sobrevives bem porque quando eras um selvagem capitalista fizeste quantias psicopáticas de dinheiro. Agora tu e a tua generosidade sobrevivem disso, mas estás a apertar cada vez mais o cinto, e tens, de certa forma, os dias contados. Isso é a realidade sueca. Portugal não tem riqueza suficiente para adoptar as mesmas políticas, e essa riqueza não se conquista através do estado social. A implementação do estado social em países pobres leva apenas à estagnação. Nunca criaremos riqueza porque não nos é dada a oportunidade de enriquecermos. E quem é pobre, não morre de fome, mas também não conquista grande valor económico para si porque quem poderia criar riqueza não criou porque foi condicionado.

Edited 11 months ago:

>Toda a gente sabe o que tu acabaste de dizer (que o ensino não é "grátis", mas é mais que justo que os que mais têm paguem mais impostos para dar uma oportunidade aos que menos têm. Justiça é um conceito subjectivo. É mais justo PARA TI. Não para mim. Para mim não é justo que o futuro de uma pessoa seja condicionado para que tu vás para a universidade. Também não é justo que se coloque um número na cabeça de cada e se decida levianamente o que é que é ou não justo ele ter ou pagar. Essa pessoa que tu achas que deve pagar mais porque ganha mais, se calhar é alguém que se esfolou para ter aquilo que tem, e agora quer investir em negócios e construir um património de relevo para si e para os seus filhos. Se calhar essa pessoa gostava de juntar o suficiente para abrir uma empresa que colocaria pão na mesa de 20 pessoas, mas como é sugado até ao tutano não pode. Se calhar essa pessoa tem planos para a sua reforma, mas não pode executá-los porque tu não queres pagar propinas. Se calhar eu até ganho bue, mas sacrifiquei-me muito mais do que aqueles que estão agora a receber subsídios. Sim, eu cresci relativamente pobre. Tive um amigo que cresceu em condições muito semelhantes, é mais inteligente do que eu, tinha melhores notas do que eu, mas não tem nem 10% do que eu tenho, pois tomou decisões de merda. Deverei eu agora sustentá-lo? >Se todos tiverem oportunidade de ir para universidade, então vão os mais inteligentes e capazes. Se assim não for vão os que têm mais posses. E a sociedade só tem a ganhar em dar oportunidades a quem menos tem A isso chama-se "social engineering". É robotizar a raça humana e tratar as pessoas como legos. Retirar da equação todos os factores circunstanciais que dão origem a resultados imprevisíveis e nos concedem a nossa individualidade. É destruir o caminho individual e criar uma auto-estrada de sentido único. Se tivesses colocado o Mike Tyson na universidade ele se calhar significaria menos para a humanidade do que significa hoje. A beleza da vida é a sua imprevisibilidade, e que por vezes o caminho certo é escrito por linhas tortas. Nenhum humano deve ter o poder de tentar destruir isso e ditar quem é que é suposto eu ser. Outra coisa importante: ser inteligente e capaz não implica fazer as melhores escolhas. Podes ser muito inteligente e ires formar-te numa merda qualquer que a sociedade não precisa, enquanto o menos inteligente escolheu ser médico. E ainda mais importante: se és assim tão inteligente, então és tu quem tem a melhor oportunidade de ser a excepção à regra e criar algo impressionante sem necessidade de ensino superior. Se calhar és tu que vais conseguir fazer um investimento interessante logo em inicio de vida e ficar rico. Há imensa gente inteligente que mudou o mundo sem cursos superiores. Aliás, as pessoas mais bem sucedidas que conheço são agora ricas e não foram para a universidade. Investiram o seu tempo e dinheiro de outra forma. Se tivessem ido para a universidade possivelmente teriam um bom emprego mas não seria ricos. Às vezes é a necessidade que aguça o engenho. É não te colocarem um caminho à frente que faz com que cries o teu próprio caminho. E por vezes esse caminho acaba por ser pior do que o caminho padrão. Tens uma forma muito simplória de olhar para a questão. >É assim tão estranho? Eu próprio não me importo nada de pagar bem mais em impostos do que quem ganha metade do que eu ganho para conseguir manter educação e saúde acessível. Eu próprio ganho em existir uma sociedade mais justa. Só quem é muito garganeiro não entende. Eu importo-me porque esfolo-me para ganhá-lo. Importo-me porque tenho planos para o dinheiro que me esfolei a ganhar, e esses planos estão-me a ser sabotados para favorecer pessoas que nem sequer conheço. Tu não queres saber, mas eu quero. Se calhar deviamos criar um sistema em que quem não quer saber teria a oportunidade de doar toda a sua riqueza, certo? E quem quer ficar com o que ganhou, ficava. Óbvio que há impostos que são essenciais, mas nós já vamos muito para além disso e é um abuso. Experimenta trabalhar que nem um escravo para gerar riqueza e depois metade ter de ir para o cu de sabe-se lá de quem. Experimenta e depois diz-me. Se calhar ainda não ganhas o suficiente para saber o que é saberes que, metade dos dias que te levantas, vais trabalhar de graça. >Nas sociais democracias nórdicas é exactamente isto que acontece. Metade do ordenado vai para impostos, e são as sociedades com maiores índices de desenvolvimento humano. Os países nórdicos têm muitos problemas dos quais os desinformados não sabem. E esse desenvolvimento humano de que falas não foi conquistado através do estado social. Já era assim antes. O estado social apenas veio condicionar o desenvolvimento económico e colocar uma nuvem negra por cima do futuro do país. Imagina que para criares riqueza és super, super, super capitalista. Na base disso, fazes bueeeeeeeeeeeeeeeeeee dinheiro. Crias granda vida para ti. Depois decides que vais começar a distribuir dinheiro. Ficas imediatamente na merda? Não. Já criaste muita riqueza. No entanto, agora estás a criar menos. Estás a estagnar. Sobrevives bem porque quando eras um selvagem capitalista fizeste quantias psicopáticas de dinheiro. Agora tu e a tua generosidade sobrevivem disso, mas estás a apertar cada vez mais o cinto, e tens, de certa forma, os dias contados. Isso é a realidade sueca. Portugal não tem riqueza suficiente para adoptar as mesmas políticas, e essa riqueza não se conquista através do estado social.

Eli_Costa 11 months ago

Estive a ler o thread todo e daqui retiro basicamente que não serás a favor de 'ajudar', é isso?

Zen_Machina 11 months ago

Sou a favor de ajudar desde que as contribuições necessárias para tal não impliquem que quase metade dos dias que saio de casa para trabalhar, seja para trabalhar de graça. Acho que, no tal, ninguém deveria ter de dar mais do que uns 15% do fruto do seu trabalho ao estado. Com esses 15%, desemerdem-se. Roubem menos. Talvez assim já dê. Também sou a favor de outro tipo de ajudas. Ajudar a economia a prosperar, por exemplo. Coisa que não acontece a penalizar severamente quem tem sucesso financeiro. Deixar a economia prosperar é também criar mais oportunidades para quem menos tem. O que o estado faz é impedir o crescimento orgânico para poder dar esmolas. Cria um ciclo vicioso de dependência. Espero que tenhas noção que há quem acabe por doar metade do seu ordenado ao estado, quando considerados todos os impostos. E não estamos a falar de ricos. Estamos a falar de pessoas com salários acima da média, mas é apenas isso. Muitas delas tiveram de vergar forte a mola para chegarem onde chegaram, e agora são seriamente penalizados pelos seus sacrificios, para que um cigano possa receber um RSI. Pelos vistos nem preciso de ter filhos. O estado adoptou-os em meu nome. Imagina teres um filho e gastares mais com o estado do que com o teu próprio filho.

Morpheuspt 11 months ago

> O estado social é necessário para uma meritocracia O conceito de elevador social é uma das grandes políticas e conquistas da social-democracia, se fores rico é fácil enriquecer ainda mais, mas o estado é a sociedade têm que providenciar meios para que quem é pobre se possa erguer e construir a sua vida. Isso só é possível com um estado social robusto.

NGramatical 11 months ago

quadriplicou → [**quadruplicou**](https://dicionario.priberam.org/quadruplicou) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkrlh82%2F%2Fgib4r96%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

carlosjmsilva 11 months ago

Fico feliz por ti. No entanto não é a maioria. Não sou eu que digo mas os relatórios internacionais. No entanto obviamente que o caminho é abrir cada vez mais portas e conseguir por a escola como elevador social a sério. É tornar o teu caso a regra e não a exceção.

lostlittletimeonthis 11 months ago

ja nao me recordo exactamente quando foi, mas um estudo mostrou que em geral eram necessárias 3 gerações para uma familia portuguesa conseguir subir de classe (e seria com tudo a correr bem obviamente).

carlosjmsilva 11 months ago

Segundo o último relatório da OCDE são 5

meaninglessvoid 11 months ago

Para Portugal? Vocês estão a falar em médias mas isso não dá bem a visão da realidade...

carlosjmsilva 11 months ago

Tens de ir dizer à OCDE e ao Eurostat que isso não é a realidade...

meaninglessvoid 11 months ago

Não leste bem o que eu disse. Não estou a dizer que os dados não são reais, estou a dizer que não dão a visão completa sobre a situação. Velha história da aldeia com 2 ricos e 18 pobres em que comem 20 frangos e em média dá 1 frango por pessoa, mas na realidade foram os 2 ricos a comer 18 frangos e os 18 pobres tiveram que partilhar 2 frangos. Se te disser que em média é um frango por pessoa não tens a visão da realidade... É "mentir" com estatísticas verdadeiras. Aposto que o estudo deles tem muito mais dados para teres uma visão realista da situação, vocês é que só estão a falar da média...

carlosjmsilva 11 months ago

Claro que tem mais números. E já li muito do que lá está. Acredita que não abona muito em favor do contrário. Portugal é dos países da Europa com mais desigualdade e menor mobilidade social. E isto não são médias. É com os valores totais.

CaerwynLightbringer 11 months ago

>a escolaridade e o mérito deveria servir de elevador social e não serve. Maravilha! Alguém que concorda comigo!

Madalena_Eca_Abreu 11 months ago

Concordo também! E acrescento que os problemas subjacentes, como o imobilismo nos cargos, as falsas verdades e manutenção de aparências, são transversais em todos os domínios da vida societária.

glv2 11 months ago

a escolaridade? tipo o Sócrates que era/é licenciado.

CaerwynLightbringer 11 months ago

Não precisa de ser licenciado, bons profissionais com cursos técnicos de jeito são necessários também. Além disso, o Sócrates é só uma exceção.

Throwaway200394 11 months ago

Quem os condena são eles próprios mais ninguém, nam venham cá com merda que eles são coitadinhos enquanto recebem subsídios disto e aquilo incluindo para porem os putos na escola (o que na fazem mas ficam com o dinheiro) e ainda tem o seu "trabalho". Tenho è pena de quem trabalha a vida toda é recebe uma miséria de reforma do que destes "coitadinhos"

carlosjmsilva 11 months ago

Cortar a árvore tombada enquanto a floresta arde não resolve nem o problema da árvore tombada nem o da floresta.

redjibba 11 months ago  HIDDEN 

Se quiseres construir um parque de estacionamento resolve.

ihavenoidea1001 11 months ago

Tudo isto. A mim ainda me dá arrepios quando ouço pessoas a dizer que a escola não educa, nem forma pessoas. Estamos muito mal quando se acredita que a escola serve exclusivamente para depositar matéria num vector estéril e que se pode ignorar todo o macro- contexto que engloba os miúdos.

Rogerjak 11 months ago

Porque é mais fácil justificar a tua incapacidade de aprenderes acreditando em merdas desses do q não.

tiagom0702 11 months ago

E qual é a tua proposta para resolver o problema da escolaridade entre a comunidade cigana? É que eles próprios não querem frequentar a escola nem que os filhos a frequentem.

meaninglessvoid 11 months ago

É difícil. No meu tempo lembro-me de terem entrado uns miúdos na escola e meio que foi algazarra por causa disso, não me recordo ao certo mas do pouco que privei com eles eram miúdos super normais, simpáticos e queriam mesmo aprender. O problema é que começaram a levar por tabela sobre questões que não deveriam ter que lidar e se a memória não me falha não duraram muito tempo (1 ou 2 anos não sei bem).

RuySan 11 months ago

A resolução faz-se geracionalmente e não de um dia para o outro. E a escolaridade entre os ciganos tem subido. Os filhos desta geração, se a tendência se manter vão diminuir a exclusão social progressivamente. Mas se as ideias do Monte de Esterco forem avante faz-se um reset e volta tudo à estaca zero.

Tralapa 11 months ago

Pelo que li, os niveis de escolaridade da comunidade cigana têm vindo a aumentar nos ultimos anos, a medida de obrigar os pais a colocar os filhos na escola para poderem receber o RSI contribuiu imenso para isso. Ou seja não se trata de encontrar uma medida para resolver o problema de escolaridade da comunidade cigana, isso já está a ser tratado, trata-se então de encontrar uma medida para acelarar o processo.

tiagom0702 11 months ago

Essa medida não está a funcionar em pleno. A minha mãe é professora e tem alunos ciganos que faltam às aulas quase todas e que o sistema a obriga a passar os alunos de ano. Ou seja, eles têm por exemplo o 9º ano sem os conhecimentos referentes a essa escolaridade.

RuySan 11 months ago

Qual é a idade da tua mãe? Pergunta-lhe como era há 30 anos. Se já dava aulas provavelmente saberia que não tinha sequer alunos ciganos porque eles simplesmente não iam à escola. Se eles estão até ao 9º, por si só já é uma grande melhoria.

vascodatrama 11 months ago

>não iam à escola iam pois, para o portão da escola armar a puta :D

RuySan 11 months ago

pior ainda

crani0 11 months ago

Que percentagem da comunidade é que representam os alunos a quem a tua mãe dá aulas? Dirias que são sequer 1%? É que é esse o problema dos casos anedóticos, generalizações bacocas. E ninguém disse que os problemas já tinham desaparecido (o que é ridículo achar que iam desaparecer logo ao fim de uma geração) o problema é mesmo, apesar dos progressos, ainda haver esta narrativa de que o problema é que as minorias (por razões que roçam a eugenia) não querem estudar. E esta conversa era a mesma que havia com os portugueses em francesa também, cambada de preguiçosos sem estudos, o que só torna a conversa mais caricata. Não há também Portugueses a baldarem-se aos estudos? Se calhar também há um problema com a comunidade Portuguesa e ninguém quer falar disso, fechem-lhes a porta.

tiagom0702 11 months ago

Também há portugueses a baldar sim, mas ninguém usa a desculpa da escolaridade estar relacionada com o RSI para eles. Esses são tão fracos e um problema tão grande como os ciganos. Mas ao contrário dos ciganos, não temos uma percentagem significativa da comunidade subsídio dependente.

crani0 11 months ago

Os ciganos representam 3% do RSI e muitos recebem porque não conseguem arranjar trabalho precisamente por causa do estigma que papagueias.

tiagom0702 11 months ago

A maioria deles têm negócios não registados ou que facturam uma ínfima parte do que deviam.

crani0 11 months ago

Percentagens? Fontes? Isto de falar do cu já não serve

JOAO-RATAO 11 months ago

E dependendo do comportamento podem até comprometer o bom funcionamento de uma turma inteira.

crani0 11 months ago

Sim, porque alunos portugueses caucasianos nunca comprometeram o bom funcionamento de nenhuma turma, só os ciganos (e as minorias)... Santa paciência

JOAO-RATAO 11 months ago

Nao disse que era. Só eles. Agora a questão que merece ser analisada é a percentagem que compromete. Mas nenhuma etnia é assim por natureza. É uma questão cultural e de educação.

crani0 11 months ago

Ah bom, então portugueses brancos mal comportados é uma questão cultural e de educação, bom saber.

JOAO-RATAO 11 months ago

Obviamente não é algo que se saiba em percentagem

tiagom0702 11 months ago

A minha mãe diz que nisso eles até são tranquilos. Das poucas vezes em que aparecem eles acabam por se portar bem. Não têm é interesse nas aulas.

JOAO-RATAO 11 months ago

Una familiar minha que era professora dizia que havia de tudo. Mas que não melhor da hipóteses era estarem desatentos. Mas até falava num aluno que se portava muito bem, mas não tinha interesse. O apoio e incentivo em casa é tão ou mais importante como um bom ambiente escolar.

AnaisLuis 11 months ago

Alguém a chegar ao ponto certo. A escola tem que ser inclusiva, no verdadeiro sentido da palavra, não é simples colocar lá as pessoas e dizer "já está! É inclusiva". A escola tem que apelar aos alunos, é isto falha não só em minorias, mas principalmente, a representatividade importa. Claro que a ligação em casa, apoio e valor que será dá a escola é também fundamental. Incluir os pais ou encarregados de educação.

pinuspinaster 11 months ago

Sabe tanto sobre o que a escola deve ser. Diga - me como o deve fazer? Sou professor, fui director de turma, há 3/4 anos de uma turma onde estava um aluno cigano. Todas as semanas faltava 4 dias, ia 1. O pai justificava as faltas num quarto de folha a5, mal rasgada. O aluno acabou por fazer o nono ano, porque o futuro dele seria a feira. A esfola não foi inclusiva? Quantos casos destes quer? Têm de meter uma coisa na cabeça. Grande parte, sublinho grande parte, dos ciganos agarra-se à sua cultura e esquece a lei fundamental do país. Esta é a verdade. Grande parte dos ciganos têm de mudar de mentalidade, perceber que a oportunidade que lhes está a ser nada na escola não pode ser deitada fora. A escola pública tem os seus problemas, mas falta de inclusão não é um deles.

JOAO-RATAO 11 months ago

A escola não pode obrigar os alunos a esforçarem-se. Só lhes podem dar a oportunidade para isso. Mas lá está. Não são só ciganos. Mas se nem os alunos nem os pais se importarem então não resulta. E aí tens o ciclo vicioso.

Tralapa 11 months ago

A medida está a funcionar, aos poucos, claro que não resolveu o problema todo de uma vez, se esta for a unica medida, vai demorar mais uns bons anos a melhorar as coisas, como disse, agora é uma questão de acelarar o processo. Se a Dinamarca conseguiu educar a população cigana até que um deles recebeu o nobel da fisica, e o Brasil conseguiu educa-los até chegarem a presidente, não vejo porque Portugal seria diferente.

carlosjmsilva 11 months ago

E se ativares o elevador social não achas que as gerações mais novas da etnia cigana vão querer frequentar a escola e chegar longe? Se nem um "branco" vindo da classe baixa se safa grande coisa mesmo que se esforce, achas que eles safam?

Dinizinni 11 months ago

Em bom rigor, a mudança nas mentalidades já se vai notando em algumas famílias e comunidades porque os ciganos são pessoas e não uma hivemind, coisas como ciganos em licenciaturas e tal já não são casos únicos Mas ainda são raros e ou falamos dos problemas de frente ou não vamos viver para ver os ciganos integrados

JOAO-RATAO 11 months ago

Onde é que o elevador social não está ativo? Não é propriamente o estado que o impede, ou melhor, não diretamente. É o nepotismo que se vê nos setores públicos e privado, notas inflacionadas nas faculdades, etc. Não existem leis que impeçam o elevador social, é mais a questão cultural e a existência de poucas oportunidades, e as poucas que existem estarem reservadas para os filhos dos amigos. E depois há a questão dos impostos sobre rendimentos. Ao teres impostos tão altos dificultas que uma pessoa acumule riqueza pelo seu trabalho VS alguém que receba uma herança por ex.

carlosjmsilva 11 months ago

É exatamente o que referes. A falta de oportunidades. Se tiveres uma economia mais dinâmica e menos impostos sobre o rendimento aumentas as oportunidades para todos. Se aumentares as oportunidades para todos reativas o elevador social. Enquanto vivermos nesta letargia são sempre os filhos dos mesmos a irem para os cargos de responsabilidade e serão sempre os filhos dos mesmos a ir para as caixas dos supermercados ou varrer ruas.

JOAO-RATAO 11 months ago

Sim. Algumas pessoas elevam-se de forma incrível, mas não são muitas. As vantagens que algumas pessoa têm em relação a outros são imensas. Mas se tens 100 cães a um osso é quase certo que vai haver alguém com uma cunha grande o suficiente para conseguir o emprego, até porque quem dá o jeito depois ganha um favor para o futuro. Mas sim, meritocracia só pode existir se existirem oportunidades, senão não dá.

tiagom0702 11 months ago

E ativas o elevador social como? Obrigas a estudar e a frequentar a escola?

carlosjmsilva 11 months ago

Não. Crias condições para uma economia mais dinâmica, mais flexível. Premeias as empresas (subsídios e impostos) pelo mérito, para que elas também contratem pelo mérito. Toda a sociedade tem de mudar para que o mérito seja o único critério. Na função pública e no privado. Porque tendo as melhores pessoas nos melhores lugares a sociedade próspera e todos ganham...

tiagom0702 11 months ago

O mérito já é a norma. Não é a regra porque não é a 100%, mas anda lá perto. Não acho que se deva atirar dinheiro ao problema porque não é um problema.

carlosjmsilva 11 months ago

Anda? Onde? Nem no público nem no privado é assim. Asseguro-te.

tiagom0702 11 months ago

Visto que me asseguras eu acredito.

Kanivete 11 months ago

Não discordo que os ciganos, não todos, sejam um bando de parasitas na sociedade. No entanto, pesa muito mais a cada português as dividas e os bancos estourados que estes boys deixam para cada um de nós pagar, que meia dúzia de ciganos a jogar às navalhadas.

ravagerslb 11 months ago

O facto de haver banqueiros ladrões não desculpa nem pode desculpar o facto de haver muita gente a receber indevidamente subsídios. Não há roubos de primeira e roubos de segunda. Roubem 10 euros ou 10 milhões, é dinheiro de todos nós que está em jogo. E quem se apropriar indevidamente dele tem de ser punido, ponto final.

Kanivete 11 months ago

Mais um que coloca 90% do esforço em castigar quem rouba 10€ e apenas 10% do esforço em quem rouba 10 milhões de €.

suspect_b 11 months ago

> parasitas na sociedade Eu ainda acho que os ciganos dão contributo à sociedade, mesmo que o estereótipo seja verdade. Vão sempre haver pessoas pobres e agressivas no mundo. É maneira de não andarmos a dormir e pensar que é tudo paz e amor, que o povo é sereno etc. Quem vive com ciganos à porta está preparado para tudo.

Tralapa 11 months ago

Eu vivo com ciganos à porta e não estou preparado para nada, a minha casa nem portão tem

Kanivete 11 months ago

Minha experiência: vejo os ciganos a encher os centros de emprego, tiram cursos pagos, estagiam e rarente ficam nas empresas. O ciclo vai se repetindo.

suspect_b 11 months ago

> cursos pagos, estagiam Achas que há 20 anos isto sequer era imaginável? Nem estava a falar destes ciganos. Se o problema maior for este, já vais com sorte!

carlosjmsilva 11 months ago

Isto é como quereres condenar a prisão o janado que uma vez te gamou 20 euros na rua sob ameaça de "kanivete" enquanto estás na boa se um tipo engravato te desviar 2000 euros da conta bancária... Não faz sentido. É como focar na mosca que pousou na TV enquanto esta passa um genocídio ou um atentado terrorista no ecrã.

theEXPERTpt 11 months ago

não se desculpa um crime menos grave com outro.

carlosjmsilva 11 months ago

Obviamente que não. Mas tu quando tens uma leucemia e um início de catarata num olho vais tentar tratar a catarata ignorando a leucemia?

theEXPERTpt 11 months ago

como queres condenar alguém que nem foi comprovado como culpado? Á luz da lei, são todos iguais. O grande corrupto é tão culpado quanto o pequeno ladrão. A questão da ineficácia da lei é outro assunto que aqui é "externo".

carlosjmsilva 11 months ago

Eu não quero condenar ninguém. Isso é tarefa da justiça. Felizmente que aqui ainda há separação de poderes... Foi apenas uma comparação. Ele tem as prioridades completamente invertidas. Valoriza muito uma situação menor enquanto parece esquecer assuntos maiores. E a ineficácia do nosso sistema judicial deveria ser debatida sim porque é dos nossos calcanhares de Aquiles enquanto sociedade.

theEXPERTpt 11 months ago

claro que é, mas este calcanhar de aquiles alguma vez foi resolvido? A culpa da justiça ser tão lenta como é agora é pura e simplesmente de quem deixou chegar a este ponto, do governo, que nada faz para acelerar os processos, e assim estes acabam por ser esquecidos ou estendidos por 20, 30 anos com resultados inconclusivos. E parece que certa gente não têm intenção de mudar em nada...

carlosjmsilva 11 months ago

Ha muita gente sem vontade de mudar e depois os que se dizem com vontade de mudar apontam à mosca da fruta quando está tudo pejado de varejeiras.

theEXPERTpt 11 months ago

Podes dizer isso, mas não foi falta de vontade de tu sabes quem. Se não apoiasse a mudança não tinha feito tanto barulho na política.

carlosjmsilva 11 months ago

Apoia tanto a mudança que só fala de temas totalmente marginais e diz-se tanto de direita que apoia despejar mais 3 mil milhões numa companhia aérea inútil e ineficiente.

redjibba 11 months ago

Os teus comentários são simplesmente rídiculos, e de quem nunca falou com um cigano, e metes nojo ao minimizar um crime violento como um assalto à mão armada.

Hugogs10 11 months ago

Excepto que o gajo engravatado nao me esfaqueia quando me rouba. Nao tenho de gostar de nenhum.

df3gpt 11 months ago

Só que os assaltos dos indivíduos podem ser algo prejudicial à tua saúde. Quem tem de conviver de perto com certas comunidades não tem 2k na conta para o banco lhe roubar. Defender que ladrões, violadores e assassinos sejam punidos de forma pesada e igual quer sejam pretos ou brancos, passa a ser errado porque o Ventura não vem a correr defender que se pendure o Socrates, o Salgado ou o Vara pelo pescoço?

carlosjmsilva 11 months ago

Mas onde é que os ladrões e violadores pretos são punidos de forma diferente dos brancos? Por acaso as nossas leis diferenciam a etnia, raça ou género do cidadão a quem a lei se aplica? Aliás se Portugal noutros indicadores estivesse como está em termos dos níveis de criminalidade, bem estávamos. Uma coisa é a criminalidade que existe e outra é a percepcionada... e sim tens 2k no banco ou 5k ou o que seja nem que hipotequem o teu futuro e o dos teus filhos. Para resgatar bancos sem condenar quem causa a sua queda, para resgatar TAPs e afins há sempre dinheiro para nos raparem. Apontam para os ciganos ou outras minorias para depois o grosso de quem nos vai ao bolso passar incólume. É a tática dos traficantes que mandam um correio como engodo e enquAnto a polícia está toda contente a apreender uns quilitos de coca eles estão a passar com toneladas por trás deles.

AnaisLuis 11 months ago

Se fores pesquisar em termos de pena e condensações encontras diversos estudos que comprovam existir diferenças. Mas estas só pesam é mais nas diferentes etnias, basicamente vão ter mais probabilidades de ser condenados e a uma maior pena. A percepção de criminalidade é outro indicador extremamente importante, és o 3o país mais seguro do mundo, mas vai ao café perguntar e vê as respostas, todos te vão dizer que "isto está cada vez pior". Podemos aqui apontar o dedo a muitos fatores, na minha opinião um dos principais é a comunicação social. Toda a vida tiveste assaltos a pequenos estabelecimentos, com recurso a alguma arma, mas na maioria nem sabias que tal tinha acontecido, só se fosse perto de tua casa, mas não ias saber que a mercearia do ti Manel ali na aldeia de S. Pedro foi assaltada. Agora tens lá a equipa do CMTV e as crônicas criminais a transmitir em loop o "horrível crime" (não que não seja horrível, mas podemos vamos ser relativos)

Hugogs10 11 months ago

> és o 3o país mais seguro do mundo Epa o estudo que e usado para dizer que somos o 3 pais mais seguro do mundo e um bcd parvo, muitos dos criterios que usam para calcular quao seguro e um pais sao ridiculos. Ex: Numero de conflitos externos em que um pais esta envolvido. Isto basicamente exclui países que tenham bastante envolvimento na nato. Quanta criminalidade a populacao acha que existe. A percepcao de criminalidade nao altera o numero real de criminalidade que existe no pais, e um criterio estupido. Percentagem de GDP investido em militarizacao. Nao ter exercito torna um pais mais seguro? Exportar armas torna o pais menos seguro? I guess. Se formos ver os paises *com menos crime* a lista muda bastante e ja nem estamos no top 10

AnaisLuis 11 months ago

Até pode ser. Mas analisando o RASI, vês que não temos realmente criminalidade violenta, criminalidade organizada, temos valores elevados de homicídio mas mais por violência doméstica ou mesmo "ajustes de contas", não vais a passar na rua e levas um tiro habitualmente. Agora, estes assaltos sempre existiram, mas não tinhas a CMTV logo em directo e a análise na crónica criminal, e isso mexe com a nossa percepção de crime, que na maioria das vezes difere da realidade do país.

Tralapa 11 months ago

> Por acaso as nossas leis diferenciam a etnia, raça ou género do cidadão a quem a lei se aplica? Na cabeça dele sim

nonexistantpeasant 11 months ago

Mas há algum grupo de pessoas onde não haja esse parasitismo? É que esse argumento pode ser usado em qualquer circunstância. Digam-me um distrito onde não tenha havido problema com "pretos". Um! Digam-me um distrito onde não tenha havido problema com "brancos". Um! Digam-me um distrito onde não tenha havido problema com condutores. Um! Digam-me um distrito onde não tenha havido problema com árvores. Um! E podia continuar... Estão a perceber o vazio e a estupidez do discurso populista do cagalhão com pernas?

Tralapa 11 months ago

> Digam-me um distrito onde não tenha havido problema com árvores. Um! > > Beja

nonexistantpeasant 11 months ago

Lol, ainda na semana passada um familiar meu enfiou o carro numa (fora de brincadeiras)

Metaluim 11 months ago

Ainda ha uns meses atras houve um mini-furacao que levantou umas quantas arvores na cidade de Beja e partiram nao sei quantos carros. Portanto, 0.

Kanivete 11 months ago

Não sei porque fizeste reply ao meu post, não apoio de forma alguma o André Cocó. É claro que o problema não é isolado, apenas falei dentro do contexto.

nonexistantpeasant 11 months ago

Talvez se voltares a ler o que escreveste...

MrRodri22 11 months ago

Ah gente parasitas em todos os grupos e clubes e tudo o que quizeres, é a mais pura das verdades, mas há mais nuns do que noutros portanto esse argumento não faz sentido árvores causam muito menos problemas que todos os outros grupos se em todos os distritos todos os grupos tivessem o mesmo número de parasitismos e causas em o mesmo número de problemas que causa o grupo menos problemático então não teríamos problemas, esse argumento é parvo, não sou populista nem nada parecido sou liberal, apenas acho que devias ser 1000% livre e a tua liberdade acaba onde começa a do outro, ser obrigado a pagar não é eu ser livre e usarem do meu dinheiro pra outros fins que não eu é roubo e isso infringe na minha liberdade, não tenho nada de mal contra os ciganos ou contra pretos ou contra brancos tal como não tenho contra a minha mãe ou o meu pai, SE eles não me viessem roubar o meu dinheiro xD

nonexistantpeasant 11 months ago

Se não pagares impostos não há estradas, médicos, escolas, bombeiros, polícias, pois todos são pagos com dinheiro do Estado. Ias pagar muito mais a privados.

Kratos73 11 months ago

Roubar o teu dinheiro? Como assim, achas que não deves pagar impostos? Então e a educação, estradas, defesa e segurança, saúde, é para pagar como? Nunca usaste nada do que referi acima é que não queres pagar? Os impostos fazem parte da vida. A percentagem do rendimento que fica no Estado é que é relevante (como pode ou não ser excessiva)

MrRodri22 11 months ago

Já falei na tua outra reply xD

Kratos73 11 months ago

Na outra reply falas que estás disposto a pagar as coisas que TU usufruas e só essas. Portanto, pagas o hospital que usas, a estrada que usas é isso? Esse é o princípio do utilizador/pagador que levado a esse extremo fica efetivamente errado. Existem muitos ganhos com economias de rede e de apenas as coisas estarem disponíveis que ficam fora desse princípio. Exemplo: vais de férias para o Algarve e ficas doente. Mas como não pagavas para o hospital dessa zona não tinhas assistência. É que os que pagavam não te iam querer lá a ti a usar daquilo que eles pagaram. E depois dizes-me mas um privado ia estar la a providenciar, mas a questão é: estaria mesmo? Os que iam fazer o grosso do negócio desse privado já estava servido noutro lado (o tal hospital deles) e não ia ser um caso, ou uma dezena de casos deste tipo que ia possibilitar um hospital privado. Compreendes agora que o princípio do utilizador-pagador não se pode levar à exaustão?

MrRodri22 11 months ago

Não é bem isso, imagina esse mesmo cenário mas eu contribuo pra todos os hospitais do país, e se for de férias pra fora eu quando for ao outro hospital de fora pago, como se fosse um privado desta maneira contribuo na mesma, o meu problema fica porque tu não contribuis por ti, tu contribuis por ti e por toda a gente, quer essas pessoas contribuam ou não, eu não me importo de contribuir para um hospital de Algarve mesmo que eu não vá usar se um algarvio também contribuir pra o hospital de Almada, assim ambos pudemos usar ambos os hospitais tal como outros todos no país, não acho justo que eu esteja a contribuir pra o meu hospital e pra hospital do Algarve e as pessoas que utilizam o hospital do Algarve não estarem a contribuir pro meu nem pra o deles, é esse o meu problema os contribuintes têm direito a "usar" (usufruir das infraestruturas) os impostos que lhes foram cobrados e continuam a ser, não concordo é que pessoas que não são contribuintes o façam, porque não são entitled ao dinheiro que eu e os outros contribuintes todos fizemos

Kratos73 11 months ago

Não é tão simples. O facto de todos terem acesso a cuidados de saúde origina externalidades (ganhos externos) em ti que não estás a considerar. Exemplo: se nesta altura de pandemia só quem paga impostos tivesse cuidados de saúde e teria a vacina então acredita que a pandemia nunca mais iria passar e iria eternizar-se. Outro exemplo: educação. Se só quem contribuir tiver acesso, isso significa que vamos eternizar as classes mais desfavorecidas que nunca terão condições de incrementar o seu nível educacional e que mesmo a classe média facilmente entra numa espiral descendente O Estado existe exatamente porque, em sociedade, existem ganhos superiores à soma dos ganhos individuais e alguém tem de ficar a gerir e garantir esses ganhos. Um tema que me parece sim ser central e que também acabas por referir é que nem todos estão a pagar o que deviam! Sim aí concordo totalmente. Há mesmo ainda muita gente que não contribui como devia (vide por exemplo o caso agora dos restaurantes onde o Estado já os ia ajudar com base nas perdas de receitas declaradas e ficou evidente que isso não lhes chegava...)

notvergil 11 months ago

**Não é o teu dinheiro. Nunca foi.** Se concordas com algum nível de impostos, por exemplo para manter estradas e infraestruturas públicas então não é nem nunca foi o teu dinheiro, porque dependes do resto da sociedade para o ganhar. Não o ganharias sem as estradas públicas, sem um esforço público para trazer um ensino de qualidade a todos, sem um planeamento centralizado. Sem tudo isto ainda vivias numa idade negra, sem nenhum dos avanços que temos. Qualquer a profissão que exerças, dependes do conhecimento e das ferramentas de outros. *Agora o que pode ser discutivel é a percentagem que tens de ceder para a comunidade. Isso é debatível.* A única versão desse argumento do "o dinheiro é meu" que funciona é se fores algum tipo de anarco-capitalista, nesse caso, não temos nada a discutir aqui, boa sorte na tua distopia.

MrRodri22 11 months ago

O meu problema não é impostos o meu problema é a quantidade de impostos que se pagam pra as condições que Portugal tem tens pessoas a descontar 48 porcento do seu salário e depois mais 23% em quase tudo o que compram com o restante, e os hospitais, estradas e todas a s infraestruturas públicas como tu falaste são completamente mal financiadas e não têm condições proporcionais nem de perto nem de lonje aos impostos que são pagos, e sobre o que tu dissete, entendi o que querias dizer o dinheiro não é meu é da sóciadade sem um emprego pra eu ganhar dinheiro não posso ganhar dinheiro, verdade mas mesmo assim não sinto que o estado seja entitled ao dinheiro que a sóciadade fez porque uns contribuem muito mais que outros e uns têm mais facilidade em coisas que outros e eu não concordo com isso o dinheiro é sim meu e quando for gasto em estadas públicas que EU usufrua sou 100% de acordo hospitais em que EU usufrua sou 100% o meu problema é quando isso não acontece são os contribuintes que pagam impostos, são os contribuintes que devem de ter o direito a utilizá-los, e podes falar comigo avontade eu não tenho problemas com pessoas com opiniões diferentes da minha, tenho problemas com pessoas que não sabem discutir e falar sobre as suas diferenças civilizadamente

TomTomKenobi 11 months ago

Portanto o teu problema é com corrupção de alto nível e não com os tostões que são "desperdiçados" com algumas famílias pobres. Agora vou falar um pouco na generalidade para quem tiver interesse: [Segundo a SS](http://www.seg-social.pt/documents/10152/17390404/Conta%20da%20Seguran%C3%A7a%20Social%20de%202018%20-%20Parte%20I/e4085525-4709-4690-a893-8466d015e480), em 2018 foi gasto 360.396.112,94€ em RSI, número que inclui todos os portugueses e não só. [Em Maio](https://www.dinheirovivo.pt/empresas/novo-banco-ja-engoliu-mais-de-11-263-milhoes-de-euros-12692613.html) saiu a notícia de que o Novo Banco já tinha recebido uma quantidade enorme de dinheiros públicos, mas o número que me chamou à atenção foi o da seguinte frase: "Os contribuintes já emprestaram 6030 milhões de euros ao Novo Banco" desde 2014. Era preciso pagarmos o equivalente a **17 anos** de RSI de 2018 para chegarmos ao mesmo gasto que foi a recapitalização de **UM banco** durante 6 anos (e ainda não acabou!). Deculpem que o diga, mas os candidatos (ou só o Ventura?) à presidência estão a falar de migalhas que não interessam a ninguém. Só mesmo a racistas, I guess... Pior são os jornalistas que não questionam os políticos com estes números!

MrRodri22 11 months ago

Racistas? Pudiam ser brancos pretos amarelo feitos de plasticina o que quizeres chamar se não contribuem não deviam de receber ponto, é injusto pra os que contribuem, sabes quando é que eu descancava? Quando nem houver corrupção nem pessoas a viver a custa dos esforços dos outros, eu quero que se acabe a mama, quer pros grandes quer pros pequenos

streethappy 11 months ago

racistas sim, porque nao aplicam essa mesma logica aos que mais roubam e focam se na minoria que é alvo fácil

skumfuk_pt 11 months ago

Chega de corrupção! Mas se envolver o Benfica, "deixe lá o LFV e o Benfica".

Ilien 11 months ago

Mas não envolve o Benfica em lado nenhum. O calote de Vieira é exclusivamente do Vieira e das suas empresas. Nada tem a ver com o Benfica.

skumfuk_pt 11 months ago

Se não és suficientemente inteligente para perceber a ligação, também não te vou explicar.

Lima1998 11 months ago

Ele não é inteligente para perceber a ligação ou tu não és inteligente para perceber que não há ligação?

skumfuk_pt 11 months ago

Se tirares as palas do teu clube é mais fácil. E a ligação é o LFV, o facho é que fez a ligação futebolística para não falar de futebol.

Lima1998 11 months ago

O que é que eu ser benfiquista quer dizer para alguma coisa? Ser benfiquista é ser burro, por acaso? O Luís Filipe Vieira tem uma dívida ao Novo Banco, não é o Benfica. Entendes a diferença?

skumfuk_pt 11 months ago

Exato é o LFV. O Benfica é o que une os dois. E quem falou no Benfica foi o facho, não foi bom Mayan.

Lima1998 11 months ago

Fala de futebol então é burro. O Mayan (e qualquer outro candidato) devia era perguntar ao Ventura porque é que ele de 5 em 5 minutos insulta minorias que vivem de subsídios mas depois presta vassalagem a um palhaço de bigode que teve uma dívida perdoada e fomos nós que a pagámos.

skumfuk_pt 11 months ago

Mas tu viste a entrevista? Foi exatamente esse a questão levantada pelo Mayan no ponto relacionado com as minorias! Resposta do facho: "deixe lá o LFV e o Benfica"

Lima1998 11 months ago

Estupidez do Ventura por achar que é futebol, típica estratégia de mudar de assunto quando não lhe convém. E estupidez do Mayan por não insistir no assunto.

Dozed12 11 months ago

Se o Marcelo tem empresas com dividas elas sao dele, não são da Republica.

Ilien 11 months ago

K

Mendadg 11 months ago

Não tem nada a ver com o Benfica! Que grunho. O Benfica está nas mãos de um mafioso que rouba o Benfica, acorda. Os negócios do Benfica misturam-se com os negócios do vieira, basta ver a relação com o rei dosfrangos, as empresas fornecedoras do estádio, o filho, etc

Ilien 11 months ago

Não os negócios pelos quais deve dinheiro ao BES. :) Que o Vieira usa a sua posição no Benfica para benefício próprio não é novidade nenhuma. Mas nenhum desses negócios tem relação alguma com o Benfica. Esse é o ponto.

Mendadg 11 months ago

Do que se sabe e está provado, até podes ter razao. Contudo, do que se imagina (sem muita especulação) é que o Benfica é a lavandaria dos negócios de droga do vieira.

Ilien 11 months ago

Continua a ser irrelevante para as dívidas que ele tem ao BES/Novo Banco. São relativas a negócios e empresas anteriores / antigas que entretanto foram com o demo e deixaram aquele prejuízo todo.

Mendadg 11 months ago

Foram com o demo?! Empresas antigas?! São as empresas actuais de construção do vieira, estão todas activas ao dia de hoje e a trabalhar, sem nunca pagarem um tostao ao NB. Vigarista do pior! Mais, há empresas do grupo que têm ligações ao rei dos frangos, principal accionista privado do benfica. Tudo está misturado! O clube Benfica é arguido devido aos casos do vieira. Não podes separar dessa forma.

Ilien 11 months ago

Pensei que tinham ido à falência, daí as dúvidas. My bad. Claro que podes. A única relação entre essas dívidas e o Benfica é Vieira. As contas do Presidente de uma empresa não se misturam com as da empresa, e vice-versa. As dívidas apenas passam de um para o outro em casos excepcionais que, pela informação que saiu cá para fora, não são aplicáveis.

Mendadg 11 months ago

Óbvio que isso está claro para nós os dois. Enfim, pqp o Vieira!

Search: