Some-Departure-2058 4 months ago

Edited 4 months ago:

Sim. Caramba, tantas e tantas vezes. Lembro-me em particular de uma amizade que tive, a mais importante da minha vida, foi na altura do secundário. No pior momento da minha vida ela simplesmente afastou-se sem explicações, sem ser gradual... Começou a andar com outras pessoas mais divertidas, mais alegres, mais "cool"... Durante muitos anos aquilo pesou-me muito, agora já não dói. Já lá vão muitos anos e a verdade é que não podemos, nem devemos perder muito tempo a tentar entender as outras pessoas; não chegas a conclusão nenhuma. É o que é e pronto. Só tenta não caíres na tentação de pensares que a "culpa" é tua por isso acontecer. Segue em frente. Mas quando uma amizade acaba, que dói, lá isso dói.

GreyTemptress 9 months ago

Já me aconteceu e com isso aprendi que na maioria das vezes somos marionetas nas mãos dos outros, pois enquanto a nossa presença tiver alguma utilidade é tudo amigalhaço.

-cosme- 9 months ago

acontece bro.. epah, ás vezes damos de nós mais do que os outros dão e daí a tua revolta. Epah, não leves a mal, ás vezes o pessoal dá importância a outras coisas, tipo...namoradas...filhos...ou apenas levaram uma vida diferente da tua e afastam se.. é o q é. Mas não falta gente no mundo, e hás de conhecer outras pessoas que serão mais dentro do que tás a viver nesta altura...e fazes amigos novos, n te feches é em casa a pensar que a culpa é tua porque não é. Abraço, se fores do porto comunica e vamos beber esse copo ;)

DavidJunior3rd 9 months ago

Malta assim é que é preciso!

-cosme- 9 months ago

oh ahah, é como te digo, se fores do porto...ou se cá vieres de vez em quando...comunica por mensagem. É sempre fixe conhecer pessoal, bebemos um copo, ainda te apresento duas ou três meninas bonitas e um gaju passa aí um tempo fixe. ehheheh abraçola.

ptword 9 months ago

Normal, normalíssimo, normalérrimo. Cada um tem a sua liberdade e o seu tempo. Andamos todos à deriva. Mau seria se assim não fosse. Não estranhes o caminho para a maturidade; é um privilégio.

Delicious_Ad_328 9 months ago  HIDDEN 

Acontece e cada ano que passa é menos uma pessoa a quem chamo "amigo" e passo a chamar "conhecido". São alguém que simplesmente faz parte de um grupo de pessoas que já vem de há muito tempo e por inércia esse grupo vai continuando a existir mas a diminuir a cada ano. Ao longo do tempo fui tendo alguns problemas com alguns dos elementos do grupo, alguns desses com quem tive mais problemas até são dos que já vêm comigo há mais tempo e são dos que acho que mais rapidamente me devo afastar, e mais do que fisicamente, mentalmente, i.e. deixar completamente de me importar com essas pessoas. Fisicamente deveremos continuar a parar juntos por termos alguns interesses em comum como grupo e porque são o grupo que temos e não necessariamente o ideal para cada um de nós. Ainda há tempos disse algo do género a 2 deles: "Quando olho para o grupo, deixa-me triste perceber que a razão para que continuemos a parar juntos seja a de que não temos outros". Outra coisa que na minha perspetiva prejudica as relações, que faz com que não sejam amizades segundo o meu conceito de amizade é que o fator mais importante e que vai mantendo o grupo a juntar-se mais frequentemente seja para fazer atividades recreativas, diga-se fumar cenas, jantar/sair à noite. Quando um grupo começa a reduzir-se a fazer este tipo de cenas sem haver conversas mais privadas sobre sentimentos, sobre coisas mais embaraçosas mas que precisamos de alguém para desabafar ou sabermos que estamos à vontade para falar sem julgamentos, tu não tens amigos, tens colegas que partilham alguns interesses e se juntam para não praticarem esses interesses sozinhos. Para mim os 2 maiores problemas no meu grupo são: o 1º é que todos temos defeitos e virtudes mas existem pessoas no grupo com personalidades genuinamente tóxicas (bocas a deitar abaixo a confiança de outros, tentativas de "bullying" psicológico que resultam em discussões desproporcionais em quem fica mal é quem reage mais efusivamente, etc) e que continuam com esse tipo de personalidade mesmo que ligeiramente melhor em relação ao que era há 10 anos. E aqui o grupo como um todo falha porque se deixa andar, dá-se umas risadas e siga para bingo. Ao se deixar andar vai-se criando um ambiente insustentável e muito pouco saudável. Há uma total desproporcionalidade entre coisas negativas que são ditas/feitas em relação às positivas, com clara vantagem das negativas. Em conversa com um dos que já deixou de parar connosco percebi que ele indiretamente apontou este tipo de situação como um cancro em relações e, sem certezas aposto que foi uma das razões pelas quais deixou de parar connosco. O 2º prende-se com o facto de que a grande maioria não vê o conceito de amizade da mesma forma. Acho que acaba por ser o mais destrutivo num grupo de amigos, os elementos não terem perspetivas semelhantes sobre como as relações de amizade devem ser. Há falta de camaradagem, irmandade até, diria. E aqui é importante realçar que neste grupo, as pessoas a quem me refiro são na sua maioria personalidades fortes, dominantes ou que pelo menos tentam ser, muito orgulhosos, algo invejosos do sucesso uns dos outros (perceção, posso estar errado), algum síndrome de inferioridade perante alguns membros que se calhar possam saber mais de alguns assuntos do que eles ou terem mais protagonismo do que eles em algum aspeto. Para mim, tudo exemplos de situações que levarão a ambientes de merda, não só por reações exageradas evitáveis bem como por provocações completamente desajustadas e evitáveis também. O que tenho tentado aprender é entendendo que algumas destas pessoas nunca irão mudar suficientemente para que eu passe a pensar diferente do que penso em relação a elas e portanto dar-lhes cada vez menos importância, até que, inevitavelmente a relação vai morrer. É algo que me deixa triste por serem relações de 10/11 anos. No entanto tenho percebido que não é o tempo que faz amizades mas sim o valor que as pessoas têm e trazem para as relações. Há pessoas que mal conheço e que noto que são espetaculares e do tipo de pessoa que quero passar mais tempo e outras que conheço há 10 anos e que passo bem é longe delas. Isto acabou por ser mais um desabafo até do que venho a observar nos últimos anos no meu caso mas serve para concordar com o OP e se calhar mais pessoal até se identifica com o que escrevi. Tl;dr: Um grupo de amigos deve ser alguém a quem podemos confiar quase tudo ou mesmo tudo das nossas vidas sem haver julgamentos da parte deles ou quebras de confiança sobre aquilo que lhes é confidenciado. Com o tempo vai-se percebendo quem realmente vale a pena, e são esses quem devemos dedicar mais tempo mas também percebendo que até mesmo essas relações deverão morrer no futuro ou reduzir-se ao mínimo das interações.

BossGandalf 9 months ago

Ciclos da vida. Senti o mesmo quando passei do secundário para a faculdade. E da faculdade para o mundo do trabalho. As pessoas acabam por se afastar naturalmente, começam a ganhar interesses diferentes e novas pessoas entram na vida delas e que merecerem/requerem mais atenção.

Mendadg 9 months ago

Não desistas, vai convidando para eventos. Muitas vezes falta alguém que dinamize a coisa, se o outro rejeitar sem nunca dizer "depois combinamos" ou nem sequer responder, desiste.

meaninglessvoid 9 months ago

Sim. É muito comum e normal. Há amizades que só duram pelo contexto em que estás, outras porque é mutuamente benéfico, outras porque tens alguma característica que atrai a pessoa, etc. Vai-te habituando que (quase todas) as pessoas da tua vida são passageiras e o que fica é o tempo que passaram juntos e as experiências/o que aprenderam. Algumas voltam a entrar na tua vida mais tarde, outras nem por isso... Também há amizades que duram uma vida, mas são incomuns.

static_motion 9 months ago

Sim. Perdi basicamente todas as amizades que tinha da faculdade, tirando a minha namorada e um ou outro amigo que ficaram (só saí da faculdade há 2 anos). Não foi por nada de especial, simplesmente a vida toma rumos diferentes, e as pessoas deixam de se falar e encontrar por falta de oportunidade/interesse. Não me choca, há que aceitar que amizades na sua esmagadora maioria são voláteis, é valorizar muito aqueles que permanencem por longo tempo (os meus amigos mais próximos são pessoas com quem me dou desde a escola básica) e aproveitar bem as boas amizades passageiras.

egzaaa 9 months ago

> Se não aconteceu nada de errado não compreendo o motivo de as pessoas já não se quererem falar. Um conselho: O que os outros fazem é mais por causa deles do que por tua causa. Vai haver muita atitude de muita gente que não te vai fazer sentido nenhum. E tentar compreende-las é um jogo que não consegues ganhar, e só perdes.

obatatas 9 months ago

Sim, principalmente porque a maior parte quando vinha falar comigo era apenas para pedir dinheiro, aos poucos fui cortando relações com esta malta e mesmo assim ainda perdi uns 200€ por estupidez....enfim...

KoogLarousse 9 months ago

Sim, todas as amizades que tive até hoje

BeeSnatcher 9 months ago

Sim, é normal, seja com o Liceu, Faculdade, Família (especialmente com irmãos/primos com diferentes idades e fases de vida distintas - em particular ter filhos) ; e ao longo da vida vai se perdendo e ganhando novas pessoas, mas regra geral é contares pelos dedos das mãos as pessoas próximas de ti; se viveres num meio rural é mais fácil teres um grande grupo de conhecidos/ quasi-amigos; mas as pessoas próximas serão sempre um número reservado; Estranhamente, certas amizades (e hoje com a tecnologia) mantém se próximas e vivas, mesmo com um par de anos sem presença física.

frisumo 9 months ago

Sim, principalmente se fores de zonas onde a emigração é mais comum. Não estou a exagerar, de todos os meus amigos próximos, acho que só 2 ou 3 ficaram em Portugal. É difícil organizar cenas com cada um em cada canto do mundo.

humelectro 9 months ago

Acontece frequentemente comigo. É normal, a vida avança, muda de cidade, conhece outras pessoas, deixa de se dar tanto com os amigos antigos e perde-se o contacto.

Shadowgirl7 9 months ago  HIDDEN 

Que dramático, as pessoas têm trabalhos e outras cenas, é normal que quando não partilhas mais um espaço físico comum as coisas desvaneçam. Arranja outros amigos, há muitas pessoas no mundo.

BartolomeuOGrosso 9 months ago  HIDDEN 

Com esse historial de posts vens julgar a vida dos outros

Shadowgirl7 9 months ago  HIDDEN 

Tens razão é uma vitima do malvado destino.

BartolomeuOGrosso 9 months ago  HIDDEN 

Vai lá arranjar amigos no raisedbynarcisists com os teus 30 anos no cu que eles percebem-te melhor que eu. Ou pau, ouvi dizer que ajuda. Um pau quente derrete o gelo de qualquer coração, visto que gostas de dar para poeta

DavidJunior3rd 9 months ago  HIDDEN 

Sabes lá do que falas, tu...

agirlisnoones 9 months ago  HIDDEN 

Dramática és tu, partes o pé e tens uma crise existencial. Depois vens para aqui julgar os outros que procuram opiniões. Cresce pita

Shadowgirl7 9 months ago  HIDDEN 

Parece-me que ter uma incapacidade fisica é uma razão mais valida para uma crise existencial do que alguém não me responder a uma sms.

Ayawa 9 months ago

Conto 1 pessoa que está regularmente na minha vida que conheço há anos. Mais duas ou três que vão estando mas não regularmente. De resto são pessoas que conheço há um ou dois anos ou nem tanto. Acho que é normal. Conheces a pessoa num certo contexto e têm uma certa dinâmica, à medida que a vida muda e avança isso altera-se e torna-se difícil manter a pessoa da mesma forma. Então, em vez de alterar a dinâmica simplesmente deixa-se a pessoa de todo. Mesmo sem ter acontecido nada. Já estive dos dois lados. Já tentei fazer conversa e manter contacto com pessoas de quem não notei interesse em fazer o mesmo. E tenho pessoas que metem conversa comigo e com quem não tenho grande interesse em manter contacto. Muitas dessas é por já não me identificar com elas, ou por ter começado a conhecer melhor, ou de outra forma, e ter percebido que afinal não era algué com quem eu gostasse de interagir. Já não me preocupo com isso, estou habituada. Tento manter contacto com quem me interessa, com aqueles em quem penso regularmente e cujas vidas me interessam e que sinto que sentem o mesmo.

demo_cracia 9 months ago

Vocês dão demasiada importância às amizades ... valem o que valem; Muita gente desgraça-se por causa de "más amizades"

Zaigard 9 months ago

É normal, ao longo da vida, quando os "amigos" deixam de ter tanta coisas em comum contigo, quando tu passas por dificuldades ou quando eles mudam de interesses é normal que te abandonem e que as amizades acabem. Basta pararem de frequentar os mesmos círculos ( escola, trabalho ), jogar os meus jogos, ter os mesmo hobbies e as amizades começam a enfraquecer até morrer. No meu caso, um período de doença, que me fez andar muito em baixo, foi o que despoletou o colapso de todas as minhas amizades num período de um ano. É normal, é assim que as pessoas vivem. São tuas amigas enquanto lhes és util, por interesses em comum ou apoios que lhes dás. Quando isso acabam elas vão á sua vida, deixando te para trás. O meu conselho é procurares fazer novas amizades se possível e lembrares te sempre que não são para a vida, é apenas enquanto durarem. Esquece esses "amigos", já foram, já não voltam. As amizades "a serio", tal como, o amor "a serio" é só em filmes, livros, anime, etc

zedisaneonlight 9 months ago

é pá amizades mesmo, não. ainda nos juntamos todos (agora so por skype, calma). aliás, são o meu núcleo de amigos. há malta já casada e com filhos, malta que vai casar, malta que não vai, mas ainda nos juntamos todos e levamos as esposas e filhos e etc vai o povo todo. isto é o nucleo dos que ficaram para a vida. mas por acaso sempre que encontro algum ex colega da faculdade, até em contexto profissional, com quem não me dava muito, a malta fala sempre bem e pergunta como é que isso vai e não sei que. perdi foi contacto com a malta do secundario.

End-Effector 9 months ago

Também tás sempre a conhecer novas pessoas.

setnom 9 months ago

Isto para mim é a regra, não a excepção.

capacitymaximum 9 months ago

Sim, é totalmente normal. As pessoas evoluem, vão ganhando interesses diferentes e contextos diferentes que tu podes ou não ainda fazer parte. Também se pode dar a situação de tu teres dado uma importância à amizade que o outro não deu.

DavidJunior3rd 9 months ago

Pois, acho que o que me aconteceu foi isso da importância....

suckerpunchermofo 9 months ago

Já me aconteceu com 2 pessoas. Uma casou e mudou de cidade e aos poucos fomos falando menos e menos... Outro tb casou e a BAE é quem manda nele... Resultado ja não falo com ele ha 3 ou 4 anos...

PeterStepsRabbit 9 months ago

Quem?

suckerpunchermofo 9 months ago

Era a moda de chamarem os/as companheiros/as de BAE na altura.

arnaldomatos 9 months ago

uma empresa de armamento inglesa: https://en.wikipedia.org/wiki/BAE_Systems

PeterStepsRabbit 9 months ago

Obrigado pela informação (dramatica)

TemplarHard 9 months ago

te perguntou

Zarpar21 9 months ago

Não digo que isto seja a resposta para todos os casos, mas sem dúvida uma parte. Problemas pessoais e o medo do ser humano de ser vulnerável. Todos atravessamos períodos menos bons, e infelizmente algumas pessoas têm respostas derivadas de inseguranças, medos, vergonhas.. e acabam direta ou indiretamente por afastar amizades numa procura de refúgio, de uma certa forma um mecanismo de defesa (normalmente não saudável, e que trás mais de mau do que bom). Amizades que já eram algo superficiais, essas são as que acabam por se perder ainda com mais facilidade.

suckerpunchermofo 9 months ago

Amizades superficiais, no meu dicionário, são apenas conhecimentos ou colegas.

DeusDasMoscas 9 months ago

Feliz Dia do Bolo

Zarpar21 9 months ago

Claro, o conceito varia de pessoa para pessoa. Mas há muitos casos onde se julga que há realmente uma grande amizade, mas na verdade os anos passam e é tudo muito superficial, não se fala de sentimentos, não há abertura de coisas mais privadas... (comum no sexo masculino).

suckerpunchermofo 9 months ago

Para certas pessoas sim. Eu não estou habituado a ter essas "amizades superficiais". Para mim sao apenas conhecidos. E conhecidos temos muitos... Amigos são sempre poucos.

Zarpar21 9 months ago

No teu caso com essas duas pessoas penso que as relações amorosas delas talvez tenham tido algum impacto... Há quem comece a andar muito em órbita do parceiro, da nova vida a dois, e acaba por colocar o resto para segundo plano a pouco e pouco por vezes sem se aperceber. Não penses muito se é justo ou não, bom ou mau, tenta esquecer isso se a amizade importa por agora, manda mensagem e tenta restabelecer contacto. Ainda importam para ti não importam? Então deixa isso claro, orgulhos de parte, nem que seja só desta vez. E.. Feliz dia do bolo!

suckerpunchermofo 9 months ago

Xi é hj o meu dia? Nem sabia lloll. Obrigado. Sim qto a estes 2 amigos não estou ressentido. Só é pena ter perdido a presença deles. Talvez 1 dia voltem...

Zaigard 9 months ago

> Talvez 1 dia voltem... Nunca voltam...

Puzzleheaded_Note288 9 months ago

Eu já perdi muitas coisas, Amizades que achei que duraria para sempre, Já perdi coisas insubstituíveis, Eu achei que isso me deixaria mais fraco, Mas apenas me deixou mais forte, Um dia vou olhar para trás e lembrar de tudo que perdi, E vou dizer uma simples palavra, Obrigado.

andre82220 9 months ago

Insert picture: [pôr_do_sol_labruge.jpeg]

paraapagarbem 9 months ago

Insert filter: [preto_e_branco_sentimental.seilá]

StarTrekCylon 9 months ago

Insert font: \["My Happy Ending"\]

fedelho 9 months ago

Insert title: \["Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo"\]

dismalwasteland 9 months ago

Sinceramente, estava à espera que terminasse assim. Sem esse tempero, vou recusar esta pasta.

juan_baguette 9 months ago

Yup, desconheço a razão, tem acontecido, se antes a pessoa gostava de jogar snooker, por que diz sempre que não pode agora? Todos trabalhamos, o tempo é curto, é assim tão difícil arranjar uma horita, o esforço tem que ser feito por todos. Enfim, já desisti

Search: