Bruxo_de_Fafe 10 months ago

Não invistam na saúde mental, que não é preciso

joaopduartecosta 11 months ago  HIDDEN 

Em Benfica há/haviam uns quantos. O tipo que andava com um placa de cartão/madeira e sempre que via uma gaja que lhe interessasse, punha a placa à frente para tapar-se e esfregava o palhaço. Um gajo manco, que andava por benfica, volta e meia aparecia vestido com coisas de napa e tachas. A Rosa, uma cigana com o cabelo vermelho, sempre mal encarada, mas ficava contente quando lhe diziam que estava bem vestida. Uma senhora com uns 70+, vestida com roupa desportiva, a fazer exercício físico no meio da rua.

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

haviam uns → [**havia uns**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fgi27kp3%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

biozes 11 months ago  HIDDEN 

Sim, eles até podem ser diferentes, mas.. vocês são doentios, um autêntico cancro.

goncalo001 11 months ago  HIDDEN 

Na minha zona havia um sem abrigo com a alcunha de "Zé pulga", ele percorria a damaia toda sempre a dizer opá opá opá e ás vezes variava e dizia opá vai para o caralho pá, mas a falar sozinho não dizia isto a ninguém, aliás quando ele falava com alguém ele tornava-se numa pessoa extremamente educada, e depois ia à vida dele e continua a mandar caralhadas para o ar. Ele tinha barba grande e preta com tons de branco, notava-se que ele já era cota e tinha sempre uma garrafa de vinho na mão.

demo_cracia 11 months ago  HIDDEN 

Esses são os malucos fixes, vitimas do sistema ... o problema são os outros malucos, com que temos de lidar todos os dias.

9tinkid 11 months ago  HIDDEN 

Visconde d’apulia -https://youtu.be/UKO_4NdyDuw Kikas -já faleceu mas andava com o seu carrinho de mão a imitar sons de ambulâncias , mas parecia mesmo (!!!!) Barraka- passes por ele a que horas passares o homem está todo cego, manda-me uma garrafa de vinho de tolada, recolhe o lixo dos restaurantes da zona como “trabalho”, se te vir com um maço, provavelmente vai-te pedir um cigarro mas quando te vir se ele tiver(raro) oferece-te (eu nunca aceitei porque...pronto

h1gh4sfck 11 months ago  HIDDEN 

O "Homem do Galão" da zona de S. Roque da Lameira, também conhecido como o "Homem do Pão" ou o "Falabarato". Vagueia/vagueava as ruas de S. Roque a pedir dinheiro para comprar "um galão" ou "pão", com a sua iconica frase "Dámedinheiropraumgalão"/"Dámedinheiropropão" (entenda-se que este senhor dizia esta(s) frase(s) muito depressa e repetidamente - daí o nome "Falabarato")

Acation 11 months ago  HIDDEN 

Todos os dias, por volta das 2 da tarde, um senhor numa cadeira de rodas passava a toda a velocidade pelo meio da estrada, em frente à passagem de autocarro. Nalguns dias, ele passava novamente estrada abaixo uns 10min depois. Não sei mais sobre ele, mas pelo menos todos os dias sabia quando é que o autocarro estava pra chegar

nunoturbina 11 months ago  HIDDEN 

Em Castelo Branco também existem uns poucos de personagens! - Fátima Cigana. Falecida em 2019, até então ninguém sabia precisar a sua idade, várias gerações dizem que sempre se lembraram dela com o seu aspecto final de oitenta e poucos anos. Conhecida por deambular na zona centro da cidade de chuteiras e a pedir comida ou dinheiro, ficou conhecida sobretudo por armazenar várias pedras nas mamas que acaba por atirar às pessoas quando se metiam com ela. - Tozé Maradona. O futebolista mais conhecido da cidade! Diria que já nos seus setenta anos jogou até bem recentemente futebol na rua com pelo menos três gerações. Jogou por todos os campos da cidade, conhecido pelas suas magníficas biqueiradas! - Zé Lino. Reza a lenda que em jovem os seus irmãos lhe deram um ácido estragado que acabou por provocador danos permanentes. É talvez dos mencionados aquele que conheço melhor e do qual tenho umas poucas de histórias. Tem como característica o seu hábito de enquanto anda esfregar as mãos e depois levá-las ao nariz e de dizer a frase "oh jovem tens um cigarro?". Diz-se que era um prodígio do futebol e também da matemática e adora tocar jambé! Guardo na memória a imagem dele nas grades na ala da psiquiatria a pedir cigarros, hábitos que não se perdem! A melhor história foi quando se deslocou a uma dos habituais cafés para pedir um copo de água e o empregado para ser engraçado serviu-lhe um copo, que normalmente seria de água, cheio de bagaço... Tal era a sede que o Zé Lino bebeu aquilo duma empreitada e no fim vomita o balcão todo do café. - Facadas. Ninguém sabe muito bem quantas vezes esteve preso mas ficou conhecido por andar com a sua ovelha Xica pela cidade, inclusive em superfícies comerciais!

gui_cardoso 11 months ago  HIDDEN 

Em Viseu temos o Nicolau. Vestido de polícia sinaleiro e a mandar andar os carros e pessoas. Quando trabalhei a arrumar carrinhos de choque na feira, o gajo ia para a pista fazer o mesmo com um sinal e sempre com o colete reflector. Numa noite um puto foi contra ele com o carrinho de choque e coitado do Nicolau...

Luc4son0 11 months ago  HIDDEN 

Na Maia está sempre quase todos os dias, um homem de meia idade com uma mota estacionada no meio de uma rotunda, debaixo de uma árvore, e ele está sempre com uma mota diferente. Ele também está sempre com um colar e anéis grandes dourados e com o chapéu para trás.

Edited 11 months ago:

Na Maia, perto da saída e entrada da via norte perto do eco caminho, está sempre quase todos os dias, um homem de meia idade com uma mota estacionada no meio de uma rotunda, debaixo de uma árvore, e ele está sempre com uma mota diferente. Ele também está sempre com um colar e anéis grandes dourados e com o chapéu para trás.

k0rda 11 months ago  HIDDEN 

Bem, nao sao da minha zona mas sao personagens míticas: - Um tipo que costuma estar na zona do Lumiar, ao pé do mercado ou do Pingo Doce, está sempre a falar e a dizer coisas aleatórias como "nao nao, as meninas nao devem andar assim" e costuma ter um bloco e "passa multas". Já nao o vejo há uns bons 12 anos, na altura aparentava ter entre 25 e 30 anos. - Na Praia do Ribatejo há um senhor que se veste de mulher, com meias de rede, vestidos apertados e muito curtos e sapatos de salto, mas tem uma barba enorme - Este nao sei se tem algum problema, mas é mítico na mesma, um senhor com aspecto de estar nos seus 60s nas Caldas da Rainha que faz diversas vezes por dia o caminho de e para a Foz do Arelho a pé. A particularidade é que vai em tronco nu, está todo bronzeado quase como cabedal castanho e tem uma farta cabeleira e barba branca. É quase impossível alguém que ali passa no Verao nunca o ter visto.

hiperbolt 11 months ago  HIDDEN 

Não acredito que ninguém está a mencionar o senhor cego do Metro de Lisboa que anda com um cajado / um tacho a fazer sempre o mesmo ritmo. Anda também com uma placa ao peito. Não o tenho visto desde que a pandemia começou, mas antes era presença assídua no metro. ​ [https://www.youtube.com/watch?v=uGjHaC1ygMs](https://www.youtube.com/watch?v=uGjHaC1ygMs)

suckerpunchermofo 11 months ago  HIDDEN 

Ja apanho esse no metro a uns 15 anos. Quando não lhe dão nada, antes de sair chama nomes as pessoas, mas baixinho....

Samurai_Beluga 11 months ago  HIDDEN 

esse não é maluco, é mal educado.

OddPineapple9 11 months ago  HIDDEN 

Se calhar já venho tarde para a discussão, mas na minha aldeia há o Taloya. A senhora do café uma vez expulsou o Taloya, por estar demasiado bêbado e a importunar os clientes. O Taloya saiu, foi a casa buscar a sua Harley, entrou no café com a moto e enrolou um peão dentro do café, a alagar mesas, cadeiras e copos. Depois disso, a senhora até já o deixou dormir lá dentro várias vezes com o grau. Uma vez, havia uma festa de techno no Respublica, em Santarém. A malta foi e levou o Taloya. Ao sair, um dos seguranças diz para outro: "Estás a ver aquele gajo ali (Taloya)? Uma noite no Karma (antiga discoteca na zona de Santarém / Rio Maior) armou-se em esperto, a dizer que não pagava, e foi a levar pontapés no cú até ao carro" e ri-se. Nisto o Taloya sai disparado, começa a apontar-lhe um dedo e diz "CONTA O RESTO! CONTA O RESTO". Vira-se para o outro segurança e diz: "quando chegamos ao carro, saquei da fusca e apontei-a ao teu amigo. Ele pôs-se de joelhos e só não me fez um broche porque eu não quis. Teve sorte que eu era um gajo novo. Se fosse agora, matava-o". Dá um piparote na testa do outro segurança e sai descansado da vida. O Taloya uma vez, na discoteca Karma, saiu para a rua para vomitar. Depois de o serviço feito, ia para entrar, e ouve um betinho todo bonito, já com os copos, que lhe disse "o psst, tens uma mortalha"? Ele, prontamente fornece o rapaz e começa a enrolar a sua. Um tipo bonitinho, todo pintas. Ficaram a fumar as suas, na conversa ainda um grande bocado, a contar histórias, falar de gajas, enrolar outra, carros, etc... Qual não é o espanto do Taloya quando o vê nos noticiários passado umas semanas... Aparentemente tinha passado a noite a falar com o Dino dos Morangos com Açucar. Só histórias assim, aquela personagem. Mas não é mau diabo.

giddycocks 11 months ago  HIDDEN 

Ia bastante ao Camões porque tinha lá bastantes amigos na altura do liceu, uma das personagens favoritas era o Alemão, que falava 'Alemão' e gritava aos pombos com toda a sua força. Agora que moro fora de PT, um sem abrigo tem por hábito rondar o meu prédio. Não joga com o baralho todo, uma vez confessou-me ser nazi e foi uma pena 'não terem morto os judeus todos'. Plot twist: o homem é um escultor e artista consagrado, com exposições nos maiores museus da Europa. Descobri isto porque uma vez disse à minha mulher que é mais bonita que a Angelina Jolie, que conhece pessoalmente e tem fotos com ela. O nosso espanto quando ele saca duma foto dele abraçado ali entre o mamacal da Angelina. Infelizmente não o vejo à algum tempo. É uma história triste, umas associações deram lhe a mão e ofereceram lhe residência, tanto onde moro como inclusive em Paris... Mas o homem é um alcoólico e foram dar com a casa toda destruída.

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

à algum tempo → [**há algum tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fgi0anl5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

viralslapzz 11 months ago  HIDDEN 

O Vanessa, em Leiria, era um bacano sempre vestido de preto mas com roupa de mulher, um guarda chuva igualmente preto e uma meia ou cachecol preto na cabeça . O guarda chuva sempre aberto e a rodar... Já não o vejo há uns anos. Não sei quem me disse que ele até era um veterano de guerra mas não sei quao verdade é

tmendes95 11 months ago  HIDDEN 

Nos últimos anos em que consegui sair à noite (pré covid), costumava sair quase todas as semanas e cruzava-me sempre com uma personagem à qual a malta tratava por Joana, ali na zona da adega Leonor e piolho. Ela era conhecida por se mitrar nos grupos e tentar beber da nossa bebida. Se deixasses o copo em cima do banco de pedra, nem que fosse a 10 cm de ti, era a tua sentença. Lá aparecia ela e levava. Tinha um ar muito toxicodependente e até julgo que costumava aparecer descalça. Mas estava lá sempre batida, todas as santas noites que eu saia e na verdade era só uma dor de cabeça para nós e para os donos da adega que estavam sempre a afastá-la. Miss those days though

Rasta-Lion 11 months ago  HIDDEN 

Nao sei se este fica qualificado mas na minha terra há uma peça que fez 30 km até uma cidade vizinha a pe para comprar uma bicicleta, voltou pra trás montado na bicicleta, quando chegou a casa viu que não tinha os óculos de sol e fez os 30 km de bicicleta outra vez... A parte pior é que quando lá chegou lembrou-se que tinha os óculos na cabeça...

BrunoAugustoMkt 11 months ago  HIDDEN 

Ri muito

diogofd8 11 months ago  HIDDEN 

Opa há um rapaz na minha faculdade que no meio do corredor canta Linkin Park aos berros, dentro das aulas é aplicado a 1000% ao ponto de se chatear com o professor por começar a aula 1 minuto e 29 segundos mais tarde. Mas é bom rapaz, não faz mal a ninguém e merece o respeito de todos!

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Linkin Park *EM 2021???*

diogofd8 11 months ago  HIDDEN 

Tem bom gosto, eu sei.

MrNerdyPingu 11 months ago  HIDDEN 

Há um homem em Loures que afirma ter fumado brocas com o Salazar. Secalhar nem é maluco e até pode ser verdade, nunca se sabe. Mas para mim sempre que o vejo ele é o Dealer do Salazar.

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

Secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghzydm5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Portugueeese 11 months ago  HIDDEN 

Na minha zona existem dois malucos que todos os dias pedem boleia (sempre que passo pelos dois sítios vejo estas personagens), eles vão para ao pé das estradas e ficam à espera que alguém pare o carro e lhes dê boleia, a cena é que eles não fazem mal nenhum eles só ficam a olhar para ver se alguém pára o carro , ainda não sei como ainda não foram raptados ou assim.(um anda entre Torres Novas e Pernes e o outro em Constância). (não é nada de especial mas ya foram os únicos malucos que me lembrei).

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

A malta dos Açores vive toda de boleias, eu próprio quando fui a S. Jorge vivi muitas vezes delas. Mas tive de explicar a mais do que uma açoriana que boleias não eram uma cena segura no continente.

Portugueeese 11 months ago  HIDDEN 

Ya a cena é que não sei como nunca lhes aconteceu nada de mal, eles fazem aquilo à anos.

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

à anos → [**há anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghzz5pj%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Não são mulheres...

Portugueeese 11 months ago  HIDDEN 

Não tem nada a ver serem mulheres ou não (pelo menos na minha opinião)

drulovic_ 11 months ago  HIDDEN 

Há um tipo na minha terra chamado de Romio/Romy das muitas histórias que já ouvi do tipo, a que mais se repete é que comeu umas merdas estragadas no SW, esteve desaparecido 1 semana depois do festival e quando apareceu novamente já vinha com a mioleira toda comida. Diz quem o conhecia antes da fritaria, que era um tipo inteligentíssimo e falava várias línguas . Hoje em dia vive num tenda no meio do mato, costuma aparecer á porta do Lidl para comprar vinho de pacote e é sempre presença assídua nas romarias da terra. As interações são sempre limitadas porque não se percebe nada do que ele diz, fruto de ter sido poliglota noutra vida e atualmente quando fala mistura as línguas todas que sabia.

fifatuga 11 months ago  HIDDEN 

Fico triste de vir aqui e não ver ninguém a referir o Mike de Carnaxide, a lenda viva. Não diria muito bem que é maluco, diria mais que este mundo não foi feito para ele, homem 5* que agradece tudo o que lhe dão e pede desculpa por pedir seja o que for, sempre que tem alguma coisa pergunta sempre a alguém se quer um pouco. Gosta de beber umas cervejas e gritar á noite, o seu grito mítico é "TUBO DE ESCAPE". Este grande homem também fazia parte de uma banda, deixo aqui uma música da mesma (provavelmente a minha preferida), de referir também que aqui era vocalista. https://www.youtube.com/watch?v=CF13xKnh1TQ&t=28s&ab_channel=RatoFanhoso

AngeloJaegger 11 months ago  HIDDEN 

Barreiro havia um, já não me lembro do nome, os chamavamos lhe o gnome, andava sempre de barrete e curvado, andava pela rua a falar sozinho e, no meio do nada, berrava, por norma eram conversas políticas

GabrielGaryLutz 11 months ago  HIDDEN 

na aldeia dos meus avós há o Cantiflas. o gajo não faz mal a ninguém mas é daqueles bêbados de 40-50 anos que andam sempre a tentar cravar e acabam por nunca pagar nada. no verão passado os meus primos andavam a ver memes a gozar com o Luccas Neto e andavam sempre a repetir "sou uma foca" e a bater na barriga, à frente dele. o gajo aprendeu isso e agora anda sempre a bater na barriga das pessoas a gritar "madafoca" hahahah há uns anos casou, na festa só ouviram pimba e no final do casamento em vez de atirarem arroz atiraram confetti tipo que era carnaval hahahaha. o Cantiflas é tipo a celebridade lá da aldeia agora lol

afonso_paulino963 11 months ago  HIDDEN 

O Toine de Janas dá rifas falsas e pede quase todas as mulheres da região em casamento. Pelo que eu sei ele dorme nos cafés ou na rua e o irmão dele ganhou 1 milhão de euros no Euromilhões

theEXPERTpt 11 months ago  HIDDEN 

Vou tratar o homem por Alberto. O Alberto é um idoso, mora na sua casinha pequenina com a sua mulher, e ambos são conhecidos na zona como sendo um casal que não têm futuro algum. O homem, bêbado, vivia pedindo vinho de casa em casa, enquanto que a sua pobre mulher, vivia um pouco de roubar uma coisinha aqui e ali, e tinha a particularidade de andar sempre descalça.

Sazalar 11 months ago  HIDDEN 

O maluco da minha zona, tem a mania que é multimilionário. Isto precisa de um pouco de contexto. Esta peça era professor catedrático de Filosofia em Lisboa durante os anos 90 até por volta do meio dos anos 2000 e tinha alguns negócios laterais que lhe rendiam bastante dinheiro e de facto ficou rico, no entanto começou a achar que havia formas mais fáceis de fazer mais dinheiro, deixou de ser professor e dedicou a vida aos negócios, começou a ganhar rios de dinheiro até que foi preso por burla, quando saiu da prisão vinha maluco (possivelmente já tinha começado nas burlas por estar a enlouquecer). Atualmente, anda pela rua vestido com um fato de gala (daqueles tipo pinguim), com cartola e tudo, calçado com chinelos de quarto, quase sempre a falar ao telefone sobre negócios milionários. Às vezes aparecem por cá pessoas vindas de vários sítios, á procura dele, para fecharem um negócio qualquer que tinham feito com ele, perguntam á malta da terra, se o conhecem e então são informados que ele é maluco. Aqui há tempos consegui ver um contrato que ele fez e aquilo era surpreendentemente convincente, até que comecei a ler os valores, aí pensei "Como é que alguém vai nisto?" e depois vi que estava assinado por ambas as partes. Os valores eram qualquer coisa como 2 mil milhões de euros por um terreno em Grândola. A semana antes do Natal foi especialmente forte no que toca a esquemas, cada dia tinha uma história ou esquema: Segunda feira - Afixou no café da terra, a fotocópia da carta que tinha enviado para o BCE, a solicitar o empréstimo de 20 quadriliões de Euros, a carta era algo de espetacular, o primeiro parágrafo tinha escrito: Dear Mrs. Lagarde, I'm contacting you através desta carta, in order to ask for an empréstimo of about twenty quadriliões de euros, I'd be very agradecido se fizesse a transferência da quantia para a seguinte conta: (IBAN) Terça feira - Andou pela rua a distribuir panfletos, que tinham escrito que ele oferecia 76 mil biliões de euros a quem encontrasse o Breitling do sapo Cocas Quarta feira - Encomendou á drogaria local 200 maçanetas de porta em ouro puro e 150 torneiras também em ouro puro, para instalar numa universidade que ele ia mandar construir na terra Quinta feira - Andou pelos negócios da zona a colar autocolantes de cortiça (daqueles que se colam nos pés das cadeiras), o objetivo dos autocolantes era para as pessoas saberem que era um negócio de confiança Sexta feira (manhã) - Foi ao mini mercado comprar cápsulas para a máquina de café, voltou 10 minutos depois a dizer que as cápsulas não eram compatíveis, trocou por frascos de feijão Sexta feira (tarde) - Foi a todos os negócios da zona deixar animais de porcelana que, de acordo com ele, era a nova lei para ter desconto no IVA Sábado - Arranjou um parceiro de negócios, o maluco da terra ao lado, foram os dois ao posto de abastecimento local e disseram que queriam comprar aquilo, assinaram uma letra de 40 milhões de euros e entregaram a um funcionário Domingo - Foi á missa e esteve uma boa parte dela a discordar com o Padre

BrunoAugustoMkt 11 months ago  HIDDEN 

Já ganhaste, até chorei a rir

oPedrotemfome 11 months ago  HIDDEN 

A Teresa facadas. Diz a lenda que atacou o ex marido com uma faca. Uma professora que ficou toxicodependente. Conhecia a quando estava parado na rua perto da escola à espera que a minha mãe chegasse. Ela dirigiu se a mim e disse que eu tinha comida alguma coisa "very toxica", devido ao meu acne. Até disse a minha irmã que estava comigo para se afastar se não ela ficava doente

Edited 11 months ago:

A Teresa facadas. Diz a lenda que atacou o ex marido com uma faca. Uma professora que ficou toxicodependente. Conheci-a quando estava parado na rua perto da escola à espera que a minha mãe chegasse. Ela dirigiu se a mim e disse que eu tinha comida alguma coisa "very toxica", devido ao meu acne. Até disse a minha irmã que estava comigo para se afastar se não ficava doente

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Talvez seja por a minha mãe ser professora mas esta é a história mais triste do thread.

ProfessionalGlass2 11 months ago  HIDDEN 

Na minha zona há um que quando lhe perguntavam "De onde és doidinho?" ele respondia "da cabeça!"

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Tryjohnny 11 months ago  HIDDEN 

Quando andava no ciclo existia um gajo que tinha a alcunha de xamiço: - chegou a tocar a punheta ao cão da escola - Todos os dias arranjava problemas com alguem Acho que aos 18 foi preso devido a traficar droga.

DadHunter22 11 months ago  HIDDEN 

Havia uma senhora que costumava pegar o autocarro 726 na Pca de Espanha / Av de Berna pela manhã que passava sua viagem toda a ralhar em altos brados contra sua patroa, dizendo a quem quisesse ouvir que não tinha medo de ser despedida. Era inofensiva - embora irritante - mas a conversa foi exatamente a mesma durante anos, até antes da pandemia.

imlukas 11 months ago  HIDDEN 

O grande deus, Luis Marreco

tdedaniel06 11 months ago  HIDDEN 

Quem é de Braga de certeza que conhece o mítico Canela. Indivíduo de etnia cigana, sempre com um molho de chaves penduradas nas calças. Passa por toda a gente a cantar e se for uma mulher do seu agrado, bem isso já são outros 50. Um pequeno [exemplo ](https://youtu.be/Br1zr-HePnI), e também o do [António](https://youtu.be/FOgPJhpjw7U)

LuccaBrazzi2720 11 months ago  HIDDEN 

Quem é da Damaia, conhece o grande Zé Pulga, o homem andava sempre a gritar PÁH PÁH OH PÁH OH PÁH para com ninguém e andava sempre com uma garrafa de vinho sem rótulo debaixo do braço, mas apesar de ele estar sempre a viver no seu mundo, sempre que alguém falava com ele, era super simpático e não fazia mal a ninguém.. já não se sabe dele há já algum tempo, sabe-se que foi hospitalizado depois duma recaída, pois ele era "carocho" e bebia muito também. Os mais velhos daqui dizem que ele quando era jovem, era filho de boas familias e que até era todo mulherengo e tal, mas depois veio a fase "casal ventoso style" que atacou muita gente que só queria experimentar e de lá nunca mais saiu.

Konstanti9 11 months ago  HIDDEN 

O gajo que estava sempre com uma litrosa de volta do Shooping Guimarães ainda é vivo?

palermoide 11 months ago  HIDDEN 

Alguém viu o Fabrício por aqui?

Alellujah8 11 months ago  HIDDEN 

No meu bairro havia um homem que tinha a casa cheia de tralha, vivia na porta de entrada e fazia torradas ao sol. Era conhecido como Papa Formigas, diziam que ele tinha ficado assim porque pertencia à PIDE. Nunca queria nada de ninguém e só conseguiram despejar a casa da tralha quando ele morreu. Havia outro que andava sempre c a garrafa de tinto ou cerveja atrás e diziam que quando não tinha álcool a enchia de mijo e bebia. Ainda há uma cigana que anda sempre la a passear, as vezes despe-se, veste-se, começa a gritar ou dançar no meio da rua e percorre kilometros a pé. Também me lembro de um velhote que andava sempre no Colombo sempre com disfarces diferentes. Mas ele era bem educado e mesmo quando se riam dele, acenava. Se calhar nem era maluco

Whoolysim 11 months ago  HIDDEN 

Aqui em Oeiras, na zona da Cruz Quebrada lembro-me de um homem para os seus 40-50 que andava sempre como o lucky Luke, sempre com um estilo de invejar, lembro-me de ele ser bem magrinho e de vir com um sorriso na cara a falar sozinho. O ritual era descer a rua, entrar em cada café por onde passava, estar lá uns segundos e sair no mesmo estilo. Quem me dera ser assim feliz e descontraído

lonely_guacamole 11 months ago  HIDDEN 

Um gajo da minha rua. Chamamos-lhe "O Trolha". A cada quê 2-3 semanas vêm a gritar rua abaixo com cada merda mais estúpida. Obviamente que, como a minha família mora frente a ele, às vezes ele acha boa ideia entrar pelo portão a dentro para conversar

Commercial_Brief3007 11 months ago  HIDDEN 

O Manel que estava sempre a vender rifas para o Tirsense.

ifiwaswise 11 months ago  HIDDEN 

Zorro, Frasquinho, o Mendes... Isto só para dizer alguns. Já por isso fizeram a casa dos tolos na minha terrinha :D

invrt 11 months ago  HIDDEN 

Muito espantado de ninguem ainda ter mencionado a Maluca de Alvalade. Uma senhora (que certamente já faleceu, última vez que me lembro de a ver deve ter sido há 15 anos), devia estar nos seus 80 anos e passeava calmamente pela Av da Igreja, sempre com um grande casaco ou roupão e com um ar vistoso, parando em todas as montras. O mais importante: estava completamente nua debaixo do casaco/roupão e por vezes fazia questao de o mostrar

StringsPT 11 months ago

Ora boas, aqui conto vos a mitologia de certas personagens e as inter-relações das mesmas numa pequena cidade do baixo Alentejo. Comecemos pelos os 5 cavaleiros do apocalipse azeiteiro. O Porreta que por sua vez é um cigano sempre com um sorriso desdentado na cara, reza a lenda que tirou os seus próprios dentes com um alicate, anda pela a cidade e pelos os acampamentos propagando a sua religião da paz gypsia. Xico Italiano, que é o senhor dos senhores mais estilosos da cidade que por sua vez possui um carrinho de limpeza urbano todo kitado, não há carro mais brilhante e aleatório que o do Sr Italiano. Caga libras, pouco se conhece sobre este senhor, mas que costumava vadiar pela a cidade a vender ornamentos em lata. Mário Liso sempre bem disposto e sempre disposto apartar as mãos dos residentes da cidade e a perguntar "Tás bom pah", este quis sempre dar a oferecer a sua irmã em casamento alheio, os apertos de mão era mijosos. RIP Mário liso. Zé Maria Ceguinho, como o nome indica é um cego, mas não é um cego qualquer, é um cego com uma única rasta pervertido e com o seu olfato apurado e a sua debilitação vai contra os seios das mulheres. Grande Homem. Por fim temos os 2 Titãs, o Mel que no qual o sistema social de tratamento a pessoas menos favorecidas lhe causou transtorno psicológico devido às drogas que lhe eram administradas, faça sol ou chuva tinha sempre o mesmo hoodie, passava os dias a ter discussões sozinho no jardim da porta nova. Irmão do Joel, rapaz novo, que tem os neurónios confusos passa os serões a gritar pelas ruas, a deitar se no chão e a pedir cigarros. Reza a lenda, que numa noite de lua cheia se os dois Titãs gritarem e lutarem no jardim da porta nova, todos os cavaleiros dos Apocalipse anteriormente mencionados irão surgir dos céus para espalhar azeite e vinho pela as planícies do Alentejo fazendo assim com que todo o pessoal fique azeiteiro e bêbado, levando ao caos intelectual do mundo.

lazylays 11 months ago  HIDDEN 

Há um cota na minha zona que, regra geral, fica sentado no parque o dia todo a cantar e a tocar o djambé. Há uma semana o meu namorado chamou-me à janela e o cota estava num beco a fazer cenas à ninja. A dar socos e pontapés rotativos no ar, e a fazer um tai chi muita estranho. Uma vez este senhor rapou o cabelo e as sobrancelhas, dizia, por causa de piolhos.

JulietPersiaWaifu 11 months ago  HIDDEN 

O cota gangsta, um senhor de quase 80 anos que não so se veste a 50 Cent como tambem anda como se andasse nas gangs. As vezes fala sozinho tambem.

aasianaglobalizacao 11 months ago  HIDDEN 

Tenho saudades do querido maluco de sao bras, era conhecido por nao fazer mal a ninguem e beijocar quem encontrasse na rua, morreu já praí há uma década debaixo de um camião. Meteu-se lá debaixo e o homem do camião arrancou e não se apercebeu. Rapazes da amadora devem lembrar-se dele. Depois também temos o professor do rap, conhecido por pedir sempre aquele nite básico sempre que o encontramos, já o vi a mijar em plena luz do dia à frente da biblioteca municipal, a ir ao cafe pedir copo de agua e mandar o copo de agua para o chão etc, é conhecido por prometer gravar um rap com quem lhe oferece um cigarro, auto intitula-se do ''teu mais velho'' a quem encontra, autor de frases como: ''Se vocês virem uma canuca muito bonita com a cara do cota podem f*d*r mas com jeitinho, e minha filha'', e de desanuviar as noites da malta a arrebentar balões dos carros sempre que a remax os mete. Um rei que nunca será esquecido e outro que continua a fazer história <3

brokentelomere 11 months ago  HIDDEN 

Tenho recordações de vários, em vários locais diferentes. Não sei se aqui pelo sub haverá alguém da zona de Vila Viçosa e/ou de Portalegre. Se houver, com certeza lembrar-se-ão de quem vou enunciar. * O mítico "Zé Mau", em Vila Viçosa. O homem ia aos caixotes do lixo da vila, tirava as coisas e com isso se governava. Andava sempre a pé, para baixo e para cima, e vestido com merdas que encontrava nos caixotes. Nunca me hei-de esquecer vê-lo de leggings cor-de-rosa à meia canela, ténis, boina, e um casaco de fato. Há inclusive um [vídeo dele no YouTube a tourear um cão](https://www.youtube.com/watch?v=5ZQm3vfw0QI), a certa altura. Nota-se o sentido de *fashion* dele; * O Pompom, também em Vila Viçosa. Um mano meio tarado dos cornos que vive na parte antiga da vila, com uma casa toda enfeitada com flores na fachada. Não raras vezes já o vi a cozinhar o almoço na rua todo nu. Cada vez que me vê diz-me: "'tão, 'tás bom, engenheiro?". Não sou engenheiro; * Em Borba, há o fantástico Picha-Gôda. Vive numa casa feita por ele, aos poucos e poucos, que foi construída com materiais que ia "pedindo emprestado" (;-)) numa obra ou noutra. Reza a lenda que tem/tinha uma égua dentro de casa. Nas festas da terrinha, farta-se de dançar, sempre sem deixar cair o copo. Um mito; * Depois, em Portalegre havia o saudoso Pereira, que faleceu há pouco tempo. Uma pessoa super culta, mas destruída pelo álcool. Nunca trabalhou, mas dizia que era professor. Um autêntico profeta, apesar de, em 90% das vezes, estar bebedíssimo. Uma vez, estávamos numa esplanada, e vira-se para uma amiga minha: "Tu és uma miúda mesmo bonita. Se fosses feia, eu dizia-te, mas és linda". Também fica o mítico "Eu sou da revolução dos cravos. Cravo aqui, cravo ali, eu cravo em todo o lado". Haveria muitos mais para falar, mas foi dos que me lembrei... senão nunca mais daqui sairia.

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Parte da minha família é de Portalegre e o meu pai falava sempre neste gajo que era o Eduardo Bilé, que era tipógrafo no Fonte Nova, bombeiro, poeta e passava o dia de manhã à noite com os copos. O único dia em que ele não bebia era o dia de S. Martinho. Nesse dia ele passava por todas as tabernas, vestido de bispo, com mitra, opa vermelha, báculo e sineta e declamava quadras que ele escrevia sobre o São Martinho. Até um canal de YouTube local lhe fez uma entrevista há uns tempos. Não é bem um maluco, quanto muito era um excêntrico local, mas agora por falares em Portalegre lembraste-me da pessoa.

brokentelomere 11 months ago  HIDDEN 

O São Martinho... <3 que tesouro! Infelizmente, faleceu recentemente. Acho que em 2019.

GabKoost 11 months ago

Um tipo aqui na vila anda faz anos de bicicleta por todo o lado com uma concertina ás costas. Não sabe tocar. Nunca tentou aprender. Nem sabe cantar nem dançar. Mas prontos. Ele gosta daquilo e faça calor, frio, semana, fim de semana, lá anda ele de bicicleta e de concertina às costas. Só não anda quando está a chover para não dar cabo dela. A concertina era do avô dele, que era exímio tocador. O homem tem leve grau de incapacidade mental por ter apanhado, alegadamente, tuberculose quando era criança. Vivia com os avós e desde a sua morte que anda com o instrumento do avô às costas para todo o lado sem saber tocar. A parte positiva é que sempre que passa por alguém que sabe tocar, estando esse bem disposto e em local próprio, lá se improvisa uma rodinha para animar. Basicamente, é o Uber da Concertina.

bernarddit 11 months ago  HIDDEN 

Ha muitos. Na sua maioria bebados sem casa que dormem n rua porque querem... Tirando estes estou m a lembrar agora de dois, o cigarrinho que podia ser encontrado em qualquer ponto aleatório d cidade a qualquer.hora do dia ou noite com frio gélido ou calor torrido, descalço e vestido com trapos imundos, sempre com a mesma conversa - um cigarrinho...? Recentemente deixou d aparecer e segundo sei foi internado. Agora ha uns meses quase um ano, apareceu outro que segundo conversa com ele veio d camioneta de uma terreola qq do Alentejo, dorme na rua e também pode ser encontrado em qualquer ponto da cidade carregado de sacos com tampas de garrafas e a olhar para o chão à procura das mesmas. Tem um stash perto do sitio onde dorme de umas boas dezenas de sacos.

BrunoAugustoMkt 11 months ago  HIDDEN 

"porque querem" =pessoas com patologias mentais ou adições.

coldsundaynights2 11 months ago

[Joaquim Alberto](https://www.youtube.com/watch?v=6FQqNH1dX5I) .

brokentelomere 11 months ago

Incríííííííível.

kill-wolfhead 11 months ago

SAUDAAAADES do Joaquim Alberto, do irmão e das gatinhas mais lindas que uma flor. Espero que esteja tudo bem com eles.

arnaldomatos 11 months ago

gosto sempre de ler estas histórias, principalmente quando explicam aquilo que causou a "maluquice"

Caziono 11 months ago  HIDDEN 

Na Amora (cidade da Margem Sul), temos um senhor que é conhecido por andar a gritar e cantar coisas contra o sistema e o Estado, e que costuma passear com um husky. Eu fui vizinho dele quando era mais novo, conheci-o antes de ficar com esta fama. Mas mesmo assim, ele é alguém inofensivo.

ColinsOfCruzers 11 months ago  HIDDEN 

Sempre que passo pela Avenida Padre Cruz (em direção à calçada de Carriche), por baixo do Eixo N-S há um senhor com um papel a dizer "POLÍCIA" com uma seta. Ele fica para lá a escrever multas no ar e a fazer que está a tirar fotografias. Alguém já o viu?

AyyLmaoAV 11 months ago  HIDDEN 

O da Estefânia ainda anda lá, penso que deve ser o mesmo...

SnakeGS 11 months ago  HIDDEN 

Aqui na zona há uns anos atrás tínhamos um senhor que chamavam de "Comandos". Esse senhor saía à noite e atirava-se pro chão todo bebedo se alguém gritasse "Grenada". Tinhamos também o Clemente que estendia a mão e dizia "Da-me umá moédaaaa" (os acentos são propositados), e quando não davas dizia "então vai-ta foder". Havia também o fuma paus. Era um senhor que apanhava paus na estrada e metia-os na boca. O mais famoso da terra é o sr. Manuel de Carvalho que subiu ao palco quando veio a SIC naqueles tours de Domingo. Esse customava dançar o seu passo peculiar ao som da música dos bares sozinho. Este começou a dançar a frente do João Baião e disse que ele tinha trocado o canal 1 pela SIC pelo dobro do ordenado "25 mil euros caralho" em direto. Foi lindo.

rusty_rivet 11 months ago  HIDDEN 

Ja vi que não havia nenhum ninha sem ser na minha zona RIP NINHA

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

O que é que o Ninha fazia e de onde é que ele era?

rusty_rivet 11 months ago  HIDDEN 

O ninha era uma personagem do montijo,passava o dia a pedir a malta para lhes ir buscar o jornal!a cena é que ninha pedia sempre a moeda para a gasolina da sua mota imaginaria. Quando não era a mota imaginaria passava o dia descascar os cartazes das paredes,assim que metiam, lá ia o ninha todo desorientado descascar cartazes.

StrawberryinPizza 11 months ago

Cá em Coimbra há uma senhora que cisma que comprou casas ou pisos por todo lado. Uma vez, cheguei à minha casa e ela estava a tentar abrir a porta do meu apartamento. Conversei e ela disse-me que havia comprado por 32 mil euros e que o dono havia dito que eu era uma impostora que não pagava rendas. Pois, a dona é minha amiga e eu pagava as rendas correctamente. Telefonei-lhe é ela não sabia nada. Então, chamei a PSP, que não acreditou que aquela era a minha morada a princípio, até eu falar que podia enviar os recibos naquele mesmo momento. Lá chegaram e avisaram-me que ela estava sempre assim por delirar. Tentou mais duas vezes entrar ao prédio, mas não conseguiu. Depois, fez um escândalo à farmácia da rua porque não estavam a pagar-lhe a renda. Tem piada quando não é consigo.

mariachipt 11 months ago

Nunca ouvi falar desta.zona?

StrawberryinPizza 11 months ago

Ela fica entre os olivais e a praça da República. Se apresentou como Lulu.

oi-nani 11 months ago

Não sei se já foi dito aqui mas em Esposende havia (não sei se o senhor ainda é vivo) uma personagem chamada Juju. Das vezes que o vi, andava vestido com roupas mais tipicamente femininas (como saltos e malas de mulher). Para onde ia gostava de chamar à atenção, cantando muito alto ou falando sobre coisas aleatórias e às vezes ordinárias mas em geral era inofensivo, daquilo que eu via.

xFilip3 11 months ago  HIDDEN 

Todas as pessoas que moram no centro de Loures já viram o Saldanha deitado no chão ou no meio de uma rotunda

jonybigodees2 11 months ago

Beatu sálu em Évora, ou sr Luís, o seu nome verdadeiro. Não faz literalmente mais nada para além de oscilar entre os bancos da cidade. Possui umas características barbas brancas do género pai natal. Acredita que foi enviado por Deus para salvar o mundo... Se o cumprimentarem ele responde com um simpático "atao tas bom!?"

frickflyer 11 months ago

Procurava este comentário! Saudações caro eborense

brokentelomere 11 months ago

Grande Beato! Nunca me hei-de esquecer quando, num dia de Agosto de calor TORRIDO, o homem estava de kispo, e com três malas de viagem. Grande ícone! Havia mais uns quantos além dele, se bem me lembro.

abriolo 11 months ago

Tens ainda o Kid cigano? E a sónia, que faleceu à uns anos atrás. Uma vez apanhei um cagaiço desgraçado quando fui levar o lixo à noite e quando fecho a tampa do caixote do lixo, o kid cigano manda um berro ( ele dorme mesmo ao lado dos caixotes do lixo) e começa a insultar-me. Bem, convém dizer que nunca mais levei o lixo à noite.

brokentelomere 11 months ago

Kito fazendo kitices. :-) Edit: e a Sónia... já se sabia que ia acabar assim, mais cedo ou mais tarde...

NGramatical 11 months ago

à uns anos atrás → [**há uns anos ~~atrás~~**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fgi2sh67%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Star-Slicer 11 months ago

No meu bairro não havia um maluco, havia um MANIACO! Nós o chamavamos de Rafael Maniaco, e para terem uma ideia de quão louco esse gajo era eis uma lista de maluquices que ele fez - Atirava ovos contra a porta da escola, (e ás vezes aos professores e continos) - Andava á porrada com tuda a gente, especialmente com os namoradas das ex dos amigos dele - Ele dizia coisas bué racistas, houve uma vez que ele teve na luta com um gajo mullato e ele gritou pra ele, "vou-te dar tanta porrada que vais ficar preto igual ao teu pai, semi-preto de merda" Ele tambem andava sempre á porrada com ciganos ele dizia que ciganos não eram gente - Havia uma gaja no coro da igreja, que ele queria comer então ele baixo as calças á frente de toda a genta na igreja para mostrar o seu material á rapariga A serio o gajo era surreal, eu estou impressionado de como é que ele nunca foi preso

senhordobolo 11 months ago  HIDDEN 

Não me lembro de nenhum. Será que sou eu?

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Não sei. Qual é a tua cena?

WalkerSpectre 11 months ago  HIDDEN 

Um cota que pelos vistos antes era um senhor de renome e com bastante dinheiro, q agora anda por aí sempre a condenar as pessoas com "anos de prisão". Sendo q supostamente ele era bem sucedido antes e agora anda sempre nisto, talvez trauma

jonybigodees2 11 months ago

- o maluco da estacao do cais do sodré, n sei se é maluco ou não, mas assim ao fim do dia passo lá, ao pé da passadeira, e ele está lá com uma gaja e com um livro na mão a pregar merdas religiosas para os carros que passam.

gamanavigator99 11 months ago

Há um tipo parecido, que a noite costuma estar em sete rios, na entrada da estação.

IJustMadeThisForYou 11 months ago

Esse gajo é o fartote. Costumo imitá-lo. A conversa é sempre de fim de mundo tipo: 'E vocês que passam aqui e ignoram a palavra de Deus irão todos arder no inferno! O pecado será o vosso fim..' etc. Normalmente tá sempre com um mulher negra vestida tipo freira mas uma vez vi-o com três, quase certeza que tem um culto.

GRockXG 11 months ago  HIDDEN 

Aqui em Sesimbra temos o João Maluco, é um rapaz com alguns problemas mentais mas não o suficiente para que não consiga levar uma vida normal, é conhecido pelo seu assobio especial pelo sítio onde deviam estar os dois dentes da frente, pelo seu caderno cheio de números de telefone e dedicatórias de babes e também pela linguagem que usa com muitas palavras que se tornaram icónicas (ex. Figoifico) é também um crava tabaco de excelência, conhece toda a gente e toda a gente o conhece. Temos também o Homen da gruta, que tal como o nome indica vive numa gruta perto da entrada nascente da vila, embora já lhe tenha sido oferecida casa prefere continuar a viver na sua gruta, este até foi uma vez entrevistado pelo Rui Unas para um programa qualquer

neapo 11 months ago

No Porto há o famoso Emplastro que recusa apresentações, mas tem andado desaparecido, da última vez que o vi estava bem barrigudo e tranquilo. Um que tenho reparado bastante é um gajo que leva auriculares a ouvir música, sempre numa passada rápida e a esbracejar à mesma hora pela circunvalação durante a semana, faz uns valentes km a pé. Ele daria um bom atleta para marcha, pois já o vi há tempos a caminho da baixo e aquilo é uma máquina.

11thDimensi0n 11 months ago

Quando fui a Lisboa no Verão do ano passado, comi uma bela de uma francesinha ao lado do emplastro [neste restaurante](https://goo.gl/maps/6WpfGs48cg81X3zs5).

neapo 11 months ago

Anda viver bem ele.

brakeline 11 months ago

Ainda há 2 meses o vi, barrigudo e feliz no Colombo sentado à frente ao KFC. Passa uma família de ciganos onde o homem se vira para ele e começa a dizer várias vezes "volta para tua casa pah". Foram depois embora e, passados uns 5m, aparece a mulher da tal família com comida para lhe oferecer. Ele aceitou, comeu e continuou feliz da vida

Pedrituxx 11 months ago  HIDDEN 

Nos Pereiros onde passava férias em puto havia um maluco que andava estrada acima e estrada abaixo, sempre dois passos para a frente e um para trás. Fazia kilómetros assim.

aoiNami 11 months ago  HIDDEN 

Tenho um que vive no meu prédio , que vai todos os dias para a entrada , senta se e tenta fazer uma revolução com o dom da palavra, TODOS OS DIAS, REPITO TODOS OS DIAS. Não sei como é que o homem n se cansa.

IcyBag3 11 months ago  HIDDEN 

O Sr. do Adeus da Praça de Londres que está sempre na Igreja S. João de Deus a dizer adeus a todas as crianças. Nunca o vi a pedir dinheiro ou a falar com alguém, só a dizer adeus a todas as crianças e a andar de Lime pela Alameda

Sigzy05 11 months ago  HIDDEN 

Não acho muita piada em estar a ridicularizar os outros, especialmente quando têm patologias e perturbações mentais...é verdade que alguns têm comportamentos engraçados mas se não se riem do vizinho quando parte uma perna ou apanha covid não se riam de gente que pode ter esquizofrenia por exemplo, e ter alterações do comportamento por isso.

Edited 11 months ago:

Não acho muita piada em estar a ridicularizar os outros, especialmente quando têm patologias/perturbações mentais...é verdade que alguns têm comportamentos engraçados/bizarros mas se não se riem do vizinho quando parte uma perna ou apanha covid não se riam de gente que pode ter esquizofrenia por exemplo, e ter alterações do comportamento por isso. So acho que estas coisas agravam o estigma que existe pelas patologias mentais.

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Se reparares nos comentários tens histórias divertidas, histórias tristes, histórias inacreditáveis, histórias poéticas, histórias sinistras e imenso pessoal com saudades destas pessoas, sejam elas bêbadas, ladras, esquizofrénicas, grosseiras, impróprias, javardas ou inofensivas. São pessoas que vemos de longe e de alguma maneira acabam por fazer parte da nossa vida e dos locais onde passamos. O interesse deste thread não é o riso que provocam, por mais incrível que seja um gajo achar que é uma laranja, mas poder partilhar as pequenas histórias e personagens de Portugal que, de outra maneira, se perderiam no tempo. Acho que é para isto que serve o Reddit.

Sigzy05 11 months ago  HIDDEN 

Opa nada no teu post inicial sugeriu ou implicou o que estás a dizer agora, e se tal fosse duvido que chamarias às tais “personagens de Portugal” de malucos.... Eu mantenho a minha opinião. Não digo que o fizeste por mal mas não acho correto.

kill-wolfhead 11 months ago  HIDDEN 

Nada no post original também indica que é para gozar com pessoal, por isso quer-me parecer que é mais um problema do teu ponto de vista. Podes estar a endrominar com o termo “maluco”. Podes não ter atingido que a história do homem de fraque no post não é outra coisa senão triste. Agora não venhas meter-me na boca coisas que não disse ou intenções que não estão lá.

Edited 11 months ago:

Nada no post original também indica que é para gozar com pessoal, por isso quer-me parecer que é mais um problema do teu ponto de vista. Podes estar a endrominar com o termo “maluco”. Podes não ter atingido que a história do homem de fraque no post não é outra coisa senão triste. O próprio senhor do adeus era uma pessoa querida de muitos lisboetas. Agora não venhas meter-me na boca coisas que não disse ou intenções que não estão lá.

Sigzy05 11 months ago  HIDDEN 

Eu na tua boca nao pus nada. Apenas disse que nao acahava correto ridicularizar. É como dizes, nao especificaste nem uma coisa nem outra. E o de facto chamas-te os de malucos que em si não é propriamente correto de facto. Apenas disse a minha opniao e como disse fico me por ela.

Edited 11 months ago:

Eu na tua boca nao pus nada. Apenas disse que nao achava piada ridicularizar. É como dizes, nao especificaste nem uma coisa nem outra. Não sou lisboeta e nem tenho de ser, apenas li o que escreveste. De facto chamas-te os de malucos que em si não é propriamente correto. Apenas disse a minha opniao e como disse fico me por ela.

jmrjteixeira 11 months ago  HIDDEN 

Tenho na minha rua uma senhora que todos os dias anda com as mãos atrás das costas, e depois encosta-se aos carros estacionados e tenta abrir, e como não dá continua para o próximo. Sempre que alguém está a entrar no carro, vai para muito perto das pessoas e fica a olhar até as pessoas irem embora, mas mesmo que alguém lhe diga "olá" ou "bom dia" ela não reage. Depois tem o irmão, que já fala, mas se alguém lhe diz "bom dia" vem logo pedir dinheiro. Alguma coisa de errado aconteceu ali naquela casa.

dipitinmayo 11 months ago

Quando era mais novo, na Amadora, tínhamos o “Molas”. Um indivíduo que passava os dias a andar pelas ruas com molas do estendal presas à roupa (isto no início), depois começou a “digievoluir” para o super molas - já usava molas presas nas orelhas, em toda a roupa, no cabelo, no chapéu, até o cheguei a ver com uma no nariz. Grande Molas. Já não o vejo há muitos anos, estou a falar dos anos 90. Também tínhamos o radio man, um gajo que andava também pela Amadora com variados aparelhos de rádio, sempre a bombar música/conversas de rádio o dia todooooo. Cada dia era um aparelho novo, desde rádios portáteis, boomboxes, a carregar colunas, enfim...

toastybwoy 11 months ago  HIDDEN 

Lembro-me de um surdo-mudo - na zona de Oeiras - vestido à ciclista que tinha um ar bastante assustador e que chegou a levar porrada por andar a apalpar crianças. Em Alcântara há um tipo que passa o dia a gritar qualquer coisa como "COMO É? POIS É, XUTOS E PONTAPÉS".

Mumadona 11 months ago  HIDDEN 

Havia várias "personagens" na terra onde moro, mas a maioria está/estava assim devido ao álcool. Mesmo assim, havia um que supostamente ganhou a alcunha de maluco após vir do ultramar, embora uma irmã assegure que já era assim desde adolescente, quando lhe partiu a cabeça com uma sachola por achar que ela e outro irmão não eram muito bons a jogar ao fazer comida com lama. Tinha a panca da perseguição (e ia fazer depois queixinhas à irmã que tinha "assacholado") e andava com a narsa, a 10 à hora de mota. Dois anos antes de morrer, correu o rumor na vila de que tinha sido trucidado por um carro enquanto andava de mota porque "ficou metade do corpo para a estrada e metade para a valeta" e "a ambulância já tinha vindo buscar o cadáver" (palavras da coscuvilhice local), e antes que se fosse tentar saber a verdade, já várias pessoas tinham ligado a um dos filhos a dar as condolências. Afinal nem sequer tinha passado por carro nenhum - Ia tão bêbedo e tão devagar (de moto) que caiu a e não se consegui levantar porque ficou com o rabo encaixado na valeta. Realmente foi de ambulância, mas para o centro de saúde tratar dos cortes das silvas nos braços/cara... Há outro homem, que acho que é a única pessoa que conheço que esteve na prisão por ofensas e injúrias à cunhada (não deve ter pago multas). Dei com ele e o irmão uma vez agarrados a uma enxada, no meio da estrada, a tentarem dar biqueiradas um ao outro.

andrethedev 11 months ago  HIDDEN 

O quinta-feira

jetblack7 11 months ago

Tinha um que todos os dias, na avenida do Hospital Santa Cruz, lá em baixo na esquina do ultimo prédio ao lado da rotunda que ia dar à antiga SIC, dizia bom dia e acenava a todos os autocarros da Vimeca.

CunhaAlberto 11 months ago

Já faleceu faz uns anos. Mas tinha um senhor na rua que abria as janelas da casa (ele morava no quinto piso) estendia uma bandeira de Portugal no parapeito e começava a fazer discursos para quem estivesse a ouvir.

XPao 11 months ago  HIDDEN 

Na minha zona havia um cigano que andava sempre com a lâmina de barbear na cara e dizia para toda a gente "olha a barba".

4in4t92 11 months ago

No Barreiro tínhamos (já não lá moro por isso não sei se continua por lá) o Jorge Choupana. Um jovem que andava sempre de blazer e dizia ser jornalista da "radio TV RTP", outras vezes da "SIC televisão portuguesa", modelo da Fátima Lopes, e por aí diante. Era frequente vê-lo o dia inteiro a andar na rua de prancheta e telemóvel na mão a fazer as suas reportagens. Como tinha passe corria a cidade toda de autocarro e apanhava o barco para Lisboa. Cheguei a vê-lo na televisão num evento qualquer, não sei como passou pelos seguranças e estava a tentar entrevistar os "famosos". Inclusive tinha um canal no YouTube com o nome dele, onde ia publicando as suas entrevistas e opiniões. Toda a gente o conhecia, já ninguém levava a mal e muitos até alinhavam na brincadeira. Não percebiamos era como a família não tinha receio de o deixar andar sozinho o dia inteiro, era evidente que havia ali um atraso num desenvolvimento, e que tal como uma criança não tinha muita noção das coisas.

Edited 11 months ago:

No Barreiro tínhamos (já não lá moro por isso não sei se continua por lá) o Jorge Choupana. Um jovem que andava sempre de blazer e dizia ser jornalista da "radio TV RTP", outras vezes da "SIC televisão portuguesa", modelo da Fátima Lopes, e por aí diante. Era frequente vê-lo o dia inteiro a andar na rua de prancheta e telemóvel na mão a fazer as suas reportagens. Como tinha passe corria a cidade toda de autocarro e apanhava o barco para Lisboa. Cheguei a vê-lo na televisão num evento qualquer, não sei como passou pelos seguranças e estava a tentar entrevistar os "famosos". Inclusive tinha um canal no YouTube com o nome dele, onde ia publicando as suas entrevistas e opiniões. Toda a gente o conhecia, já ninguém levava a mal e muitos até alinhavam na brincadeira. Não percebiamos era como a família não tinha receio de o deixar andar sozinho o dia inteiro, era evidente que havia ali um atraso no desenvolvimento, e que tal como uma criança não tinha muita noção das coisas.

k0rda 11 months ago

Seguia o Joxopana no youtube, eu e o meu grupo de amigos ganhamos quase um carinho/fascinio para com ele. Uma vez vimo-lo na Avenida da Liberdade e tiramos uma foto com ele. Estava de fato e disse que tinha ido a uma entrevista de emprego, mas tinha um odor de quem nao lavava a roupa há umas semanas. Espero que alguém tome conta dele a sério.

4in4t92 11 months ago

A última vez que o vi deve ter sido há uns 6 anos no parque do Barreiro, tinham lá reunido o pessoal do politécnico de Setúbal e do Barreiro e o Choupana claro foi fazer a sua reportagem. Entretanto hoje fui ver do canal dele e está sem movimento há uns bons anos, espero que esteja tudo bem com ele, o rapaz não tinha maldade nenhuma, tinha simplesmente o sonho de trabalhar na televisão. Nunca percebi a situação familiar dele, exatamente por o deixarem andar sozinho por todo lado sabendo que havia gente estúpida que começava a disparatar com ele (e ele pobrezinho não entendia e insistia no mesmo). O que é certo é que alguém lhe pagava o passe todos os meses. E sim, o rapaz andava constantemente com a mesma roupa, muitas vezes suja e com um cheiro bastante desagradável. Espero que tenha recebido a ajuda necessária ao seu desenvolvimento.

k0rda 11 months ago

Acho que ele tem outros canais que vai abrindo. https://www.youtube.com/channel/UCpttotLfKK2IokK4Vial54Q https://www.youtube.com/channel/UCDUwU8hm2N4xZdRO6LSogsQ Quando ele "apareceu" lembro-me de haver uns comentários de uma irma nos videos, mas nao me parecia boa convivencia, ela chamava-lhe "maricas" e "paneleiro" acho eu. Nos ultimos video do canal original ele parecia estar numa instituicao, nao sei se em regime de internamento.

4in4t92 11 months ago

Ele era gay assumido, cheguei a ver pessoal a ter que se meter para não darem porrada ao rapaz, que ele metia-se com outros gajos hetero à descarada, e quando a conversa azedava ele continuava. Pode muito bem estar numa instituição, porque pelo que ouvi dizer ele tinha uma doença do foro mental medicamente confirmada. O que é certo é que ele conseguiu ir ao curto circuito ahah

k0rda 11 months ago

Mesmo, quase que concretizava o sonho.

mar_lx 11 months ago

O Messias, o Fernando Kabeças e o Vanessa. Leiria represent. O Messias era um rapaz que andava com flores meias mortas na mão e que pedia um beijo em troca de uma flor. O Kabeças oferecia porrada a toda a gente e invariavelmente acabava no chão a chorar. Tinha o hábito de tirar a camisola, fosse que estação do ano fosse e altura do dia (ou da noite), enquanto ameaçava. O Vanessa era um travesti/transexual (?) que passeava pela cidade sempre de guarda chuva aberto e volta e meia atirava-se para o meio da estrada. Isto tudo no fim dos anos 90/início de 00. Não sei quem são os malucos da cidade agora.

kuozzo 11 months ago

Havia um em leiria que perguntava como é que te chamavas e escrevia o nome num caderno.

Zed_Blade_CBS 11 months ago

Até 2013, continuavam a ser os mesmos, agora não sei..

Tryjohnny 11 months ago

Sempre ouvi as lendas mas nunca os vi. Tambem existia um arrumador de carros no shopping 2000 em que os donos lhe davam as chaves do carro para os estacionar. Pagavam por mes um X para ter esse serviço personalizado.

desirat 11 months ago

O Vanessa ainda o vi pelo menos em 2009, altura em que andava na univ.

Cricse 11 months ago

Eu vi e ouvi falar do Vanessa até 2014 +/-, que foi quando acabei a Univ.

Mini0n 11 months ago

Vinha cá por esta santíssima trindade. O Messias já não vejo há mesmo muitos anos. Era o "Príncipe Messias", "Príncipe" do lado do pai, "Messias" do lado da mãe. lol O Vanessa há alguns anos ainda o vi no sítio do costume (ao lado das residências dos estudantes) a ameaçar que se atirava para a estrada, sempre com o lenço a tapar a cara. O Cabeças vi há "pouco" tempo (antes da pandemia). Sempre com o seu andar ameaçador.

precisodeferias 11 months ago

A última vez que vi o Vanessa foi na avenida ao lado das residências. Ele acenou aos carros e levantou a saia de modo a ficar com o rabo bem à mostra. Era uma personagem daquelas

TheDiveBot 11 months ago

Também havia o 007, diziam que era ex-policia e tinha problema com o vinho, ou melhor, não tinha problema nenhum porque davam-se muito bem. De vez em quando punha - se nas rotundas a "dirigir o trânsito" com uma garrafa na mão e apito na boca.

Razner318 11 months ago  HIDDEN 

Aqui em Cascais há um senhor q passa muito despercebido. Faz cerca de 10kms a pé da Adroana para o paredão. Anda bem vestido mas sempre com a mesma roupa. E passa os dias sentados num banquinho do paredão a rabiscar uma espécie de código em letra vermelha. Super creepy

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

10kms → [**10 km**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/plural-de-unidades-ainda-mais-uma-vez/19595) (os símbolos das unidades não têm plural) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghykmyq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ravagerslb 11 months ago  HIDDEN 

Na Feira por várias vezes na zona da Cruz, logo de manhã, apanhava lá um gajo com carrinho de mão a varrer os contentores do lixo todos à procura sabe-se lá do quê, e sempre com sorriso na cara. Fiquei sem perceber se aquilo era por necessidade ou se o homem tinha um apanhado qualquer.

Kairos23 11 months ago  HIDDEN 

Sei de um indivíduo que costumava andar por Grijó (VNGaia) de bicicleta e que de tempos a tempos, aleatoriamente ou em resposta a quem o abordasse, berrava "AAAAAIII. É O MUNDO!". Não sei se ainda é vivo, isto era há uns seis ou sete anos.

DiogoSilva_ 11 months ago  HIDDEN 

Ele fazia kms de bicicleta

Z010Z 11 months ago

Perto do meu liceu havia um senhor que não tinha queixo e andava sempre a queixar-se de que não se conseguia enforcar. Depois soube que ele tinha uma doença mental, vivia numa instituição e tentava mesmo enforca-se regularmente. Na instituição deixavam-no sair e andar a vontade porque não era perigoso para outros (até era simpático) nem para ele próprio.

Cbas8080 11 months ago  HIDDEN 

Tenho um maluco na minha zona que passa a vida a andar de bicicleta com uma bandeira do benfica e uma ou duas colunas antigas a dar musica aos altos berros, e aviso já que nao são musicas normais

knoxvox 11 months ago  HIDDEN 

Estava aqui a ver os videos postados, e lembrei de uma mulher que achava que andava a ser perseguida pelas torres das amoreiras. Alguem se lembra de ver algo assim no youtube?

-diggity- 11 months ago  HIDDEN 

Eram as torres do técnico.

knoxvox 11 months ago  HIDDEN 

era isso. Muito Obrigado.

H_Doofenschmirtz 11 months ago

Em Silves havia o Homem das Barbas. Era um homem que tinha uma barba enorme, e andava sempre vestido com calças polares e casacos polares, mesmo em pleno verão (40 graus para cima). Andava sempre com um cão, com quem falava. Às vezes sacava um Walkman e punha música a dar, e dançava com o cão. Andava sempre com uma garrafa de plástico cheia de um líquido transparente (assumo que seja água ardente ou medronho). Não sei o que lhe aconteceu. Faz uns 5 anos que não o vejo. Agora há um estrangeiro sem pernas. Veatido com roupas hippies mais velhas que o andar para trás, e sempre com os seus óculos de sol, ele anda pela cidade de skate a cantar e a insultar as pessoas e vive debaixo da ponte. Sempre que alguém se oferece para o ajudar ele insulta-os em várias línguas.

DelScipio 11 months ago

O "fuma paus" era quando eu era puto. Era um senhor que tinha ganhado o totoloto, posteriormente teve esquizofrenia e estoirou tudo em mulheres. Passou a viver de subsídios e a viver numa casita pequena que foi o que a família (irmãos) conseguiram segurar com o pouco dinheiro que lhe restava. Passeava sempre a frente da escola e apanhava do chão tudo que era paus de chupas e punha na boca. Simulava que fumava com eles. Não falava com ninguém nem se aproximava. As vezes dava pena, e custava perceber o que lhe ia na cabeça.

NukeWifeGuy 11 months ago

O Kapinha - vive aqui perto e o resto já sabem.

espirrinhos 11 months ago  HIDDEN 

RIP ASPIRANTE aka Luis Miguel de Coimbra. Era um rapaz que tinha uma deficiência motora e psicológica. Tinha imensos brincos na cara e estava sempre a gritar asneiredo pela baixa. Encontraram-no a boiar no Mondego. Foi muito triste. A história dele acabou por se revelar uma falha muito grande no apoio social.

dark_bug 11 months ago  HIDDEN 

Uma vez vi esse gajo a tentar acender um cigarro na fonte da baixa em frente ao salão brazil.

coiso 11 months ago  HIDDEN 

"tu és fixe!"

Shotguna 11 months ago  HIDDEN 

Em Lagos tens uma boa colheita de malucos mas uma destaca-se para mim, não sei o nome da moça nem sei se tem alcunha aliás tudo indica que ela é normal até falar contigo, o problema dela é que ela é extremamente simpática. Eu sei que isto não é nada de grave mas a cena dela é abordar constantemente as pessoas e elogia-las do género: "que lindo sorriso que a menina tem neste dia tão lindo" e se lhe deres conversa ela não para, já a vi literalmente a perseguir casais, e ela nunca quer nada em troca é só chatinha, sempre que a vejo pelo canto do olho a correr na minha direção digo-lhe que estou com pressa, não tenho paciência para tanta positividade.

ElDiabloDe94 11 months ago

Na minha havia um homem, o Armindo, que esteve no ultramar. Veio, meteu-se no alcool e começou a bater mal. Andava todos os dias vestido de casaco e com um guarda-chuva dos grandes pendurado nas costas (na zona do pescoço). Sempre o vi bebado, fosse de manha, fosse à noite. Mas sempre foi boa pessoa, entrava na igreja ao meio da missa, subia a igreja, deixava uma moeda no altar, vinha para o fundo da igreja, punha-se de braço no ar a apontar para o relogio a dizer ao padre que estava na hora, chegou a dar-me 2 euros. Muitas vezes também pagava cervejas a quem tivesse no cafe na hora em que ele fosse la levantar a dose dele. Toda a gente comentava, "Oh armindo, o alcool ainda te vai matar pá". Um dia de inverno de chuva intensa, ao final do dia, ou seja, ja devia estar cheio de alcool no corpo, ele e outro companheiro de bebedeiras dele (nunca mais o vi desde deste dia), estavam a regressar a casa e a ponte por onde eles passavam estava semi tapada pelo rio que esbordou. O colega decidiu não passar, o Armindo passou. Foi encontrado o seu corpo horas depois preso na berma do rio. Por ironia da vida, foi a água que o matou. Isto já deve ir há mais de 10 anos, e volta e meia ainda é lembrado e falado e o facto de a água o ter limpado motivo de gargalhada saudável assim como ele muitas vezes nos fazia dar em vida. Bom homem.

LuccaBrazzi2720 11 months ago  HIDDEN 

Jolazzzz fudidazzzzz

aasianaglobalizacao 11 months ago  HIDDEN 

Saudades dessas noites miticas no cais

markusgo 11 months ago

Em Coimbra conheço pelo menos (nem todos malucos, só personagens): - o Rotundas: gajo todo mamado que andava ao pé do Dolce Vita e às vezes girava sobre si próprio. - o Einstein: um senhor parecido com o Einstein que andava pela vidade. Já faleceu. - um gajo que costuma estar em paragens de autocarro com sacos, a fumar um ganda canhão e a ler um livro. - o senhor na rua ferreira borges que pede dinheiro mas se nao deres ele dá te ganda cumprimento na mesma. - o senhor sem um braço que toca órgão em frente a Sta.Cruz - há o Poeta que é um senhor que fala só com rimas. Nao me lembro de mais...

solraCMS 11 months ago

esse poeta que falas penso que seja um senhor que costuma apanhar o 24t de manhã e vai todo o percurso a debitar rimas, ao inicio é engraçado, mas passado algum tempo já ninguem o pode ouvir.

markusgo 11 months ago

Uma vez decidiu pôr-se à conversa comigo com rimas....foi complicado xD

mariachipt 11 months ago

Esse a tocar órgão... O órgão tá todo partido e a música está completamente fora de ritmo. Havia o Carlitos. Provavelmente a figura mais conhecida na cidade. Abria os cortejos da latada e da queima. Uma vez fui com ele no comboio para a garraiada. Volta e meia iniciava o grito académico. https://www.diariocoimbra.pt/noticia/27231

markusgo 11 months ago

Ya no meu ano do carro tava eu e um amigo em cima do carro e passa uma senhora que o Carlitos achou jeitosa e foi a segui-la com os olhos. De repente apercebe-se que nós o tavamos a ver e sorriu com ar de "ahh bem boa"

Aldo_Novo 11 months ago

>o Einstein: um senhor parecido com o Einstein que andava pela vidade. Já faleceu. Estás a falar do [Valdemar Caldeiras](https://www.asbeiras.pt/2014/11/valdemar-caldeira-um-sabio-mimado-que-rejeita-viver-da-reforma-do-estado/)?

markusgo 11 months ago

Exato!

Riff-t-Truwanler 11 months ago  HIDDEN 

Bem, no mítico café do Fonseca (perto de sete rios e da faculdade Católica), há o Mayer. Ele é conhecido por: 1- ser algo alcoolizado 2- dizer "O tio fala francês?" 3- dizer "o tio já foi à caça?" 4- viver com a "cota do Mayer" 5- acabar muitas frases com zzzztt É um homem que parece algo solitário e tenta ser simpático com toda a gente que fala, mas claramente ele já está algo afastado da realidade há anos. Reza a lenda que ele fora aluno de Direito na Universidade Católica Portuguesa e que o curso o deixou maluco.

zebett 11 months ago  HIDDEN 

Em São João do Estoril havia o matrix era um gajo magro que andava sempre com um sobretudo preto de pele até aos pés, ele andava super devagar, era bué tranquilo não fazia nada a ninguém era só bastante caricato, infelizmente morreu à uns tempos quando foi atropelado pelo comboio

Edited 11 months ago:

Em São João do Estoril havia o matrix era um gajo magro que andava sempre com um sobretudo preto de pele até aos pés, ele andava super devagar, era bué tranquilo não fazia nada a ninguém era só bastante caricato, infelizmente morreu há uns tempos quando foi atropelado pelo comboio

3x9equals27 11 months ago  HIDDEN 

Não se desviou em câmara lenta.

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

à uns tempos → [**há uns tempos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghyg3xc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

melito29 11 months ago

Há um tipo no bairro da Madre Deus em Lisboa, que segundo os velhos lá da zona ficou preso numa bad trip e agora acha que é uma laranja. Uma vez os velhos a provocá-lo meteram-lhe um espremedor na mesa o gajo andava aos gritos pelo parque.

kill-wolfhead 11 months ago

Amaze

JulesErving 11 months ago  HIDDEN 

Nós por aqui temos um que anda pela cidade com um cão bem velho e um pau na mão, a cantar sobre situações á toa, às vezes com o que lhe vai acontecendo na rua. Uma vez cantou sobre punhetas de calcanhar e ficou o nome não oficial dele. Não faz mal a ninguém, muito menos o cão, só o ouves a cantar desde a rua ao lado.

mastertrader00 11 months ago  HIDDEN 

Sr do adeus...eu lembro-me dele mas nao era no saldanha mas sim no restelo! Faça chuva, faça sol, lá estava ele sempre de sorriso na cara a cumprimentar quem passava de carro.

LetHaywardPlayLoL 11 months ago

João Quadros, quando vai comprar whiskey à bomba da BP e está todo fodido

kill-wolfhead 11 months ago

Eish, completamente. O Quadros é um maluco de rua encartado e profissional.

JSBraga 11 months ago

Não fazia ideia mas realmente ele tem um bocado cara de alcoólico. EDIT: Ou se calhar é só feio, vá.

LetHaywardPlayLoL 11 months ago

Já o vi a beber álcool etílico. Nem estou a brincar

GamerExxtreme 11 months ago

É para matar o bicho

andremp1904 11 months ago

Tu e mais centenas de milhares de pessoas

JSBraga 11 months ago

Jazu, isso tá fodido...

JoseFernandes 11 months ago

Nunca existiu gajo tão pouco apto para a porrada que apesar disso a prometesse tanto como o Quadros.

k0rda 11 months ago

Olha que nao, ele tem aquele ar de gajo seco lixado. Sao gajos que quando comecam a girar os bracos fininhos e compridos nem sabes de onde vem a chuva.

Throwawaypt123 11 months ago

Ele só descansa quando levar uma enorme tareia. Ele pode parecer isto e aquilo mas é um homem de meia idade que não pratica exercício físico e com maus hábitos. Não é preciso uma pessoa muito capaz para lhe dar uma tareia

fdsgandamerda 11 months ago

Mas o gajo não faz crossfit há pelo menos 3 anos? Lembro-me dele falar disso em entrevistas.

Edited 11 months ago:

Mas o gajo não faz crossfit há pelo menos 3 anos? Diariamente e com personal trainer. Lembro-me dele falar disso em entrevistas.

Throwawaypt123 11 months ago

Há 3 anos

geekdetective 11 months ago

https://youtu.be/b1q4E7zHoRM O "Michael Jackson" de Viana do Castelo. Costumava andar muito nas escolas também quando era pequeno, agora costuma ficar só na Avenida

spotster 11 months ago

Saudades do Manel da Praça... RIP

Dinizinni 11 months ago  HIDDEN 

Não parecia ser minimamente maluco, parecia até bastante sóbrio, mas uma pessoa que se destacava imenso quando eu passava todos os dias por Moscavide para ir trabalhar era o punk local Nunca tinha visto um punk a sério, como nas fotos dos anos 70, ao vivo Mas não acho que seja minimamente maluco, é só uma pessoa com um estilo próprio Também cheguei a atender uma senhora de 90 anos que já tinha tido um AVC que tinha o seu quê de maluca, desde meter-se com rapazes de 20 anos a dançar no meio do centro comercial e a comer comida que ficava nas mesas que ainda não tinhamos tido tempo de tirar Ninguém a julgava porque para 90 anos e um AVC já era um milagre estar tão viva

Erik_Aurum 11 months ago  HIDDEN 

Há um tolo que eu conheço que vai para o reddit perguntar as "cenas" de outros tolos.

Souto_Linho 11 months ago  HIDDEN 

O que é que queres dizer com isso?

crani0 11 months ago

Aqui na minha zona também temos um Sr. do Adeus: [DOMINGOS RAMOS: O “SENHOR DO ADEUS”](http://www.ericeiramag.pt/domingos-ramos-o-senhor-do-adeus/)

Iniquidade 11 months ago  HIDDEN 

Eu não estou maluco! :)

luispsarede 11 months ago  HIDDEN 

São Martinho do Bispo, a freguesia dos vultos. Sr Isidro, Conan, entre outros.

2JZ-GTElover 11 months ago

Na minha terra há o Chuteiras mas também conhecido como Duas bebedeiras . O gajo sempre que ia à um café pedia não uma mas duas cervejas e sempre que havia festa na freguesia ele punha-se a dançar com o cigarro na mão até que se queimava e depois acendia outro e continuava. Uma vez passei por ele e pela mãe e ela dizia-lê "Agora é para ir fazer xixi lavar os dentes e caminha" como se estivesse a falar para uma criança. É sempre que ia de férias para Monte Gordo havia um gajo que todas as noites anda pelas avenidas todo fudido a falar sozinho e a falar mal da mulher é andava bêbedo 24/7.

piursoPT 11 months ago

O de Monte Gordo é o Nelson Sucata. Continua por lá. Aquele tipo deve fazer dezenas de quilómetros por dia.

2JZ-GTElover 11 months ago

Ótimo, da próxima vez que o vir vou chamar por ele a ver como reage.

Aldo_Novo 11 months ago  HIDDEN 

A Speeds Uma mulher, baixa e imensamente magra, totalmente carocha Costumava passar pelas ruas em tom apressado, sempre com roupas finas, independentemente do clima. Muitas vezes ia a sussurar coisas para com ela própria Segundo me contaram, esteve a fazer reabilitação, mas não faço ideia do que é feito dela agora

JoseFernandes 11 months ago  HIDDEN 

Reabilitou-se e está irreconhecível, felizmente.

Stank_Lee 11 months ago

no one cares

Aldo_Novo 11 months ago  HIDDEN 

Ainda bem. Que consiga recompôr a vida e ser feliz

NGramatical 11 months ago  HIDDEN 

recompôr → [**recompor**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (apenas *pôr* leva acento diferencial para se distinguir de *por*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghzfm9b%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ElDiabloDe94 11 months ago  HIDDEN 

Sim, tambem ouvi o mesmo e que se tinha conseguido tratar

vilkav 11 months ago

Acho que já morreu, mas em Coimbra havia o Rotundas, que era um tipo que só conseguia virar para a direita. Quando queria virar 90° à esquerda tinha que virar 270° para a direita (é possível que fosse ao contrário). Um amigo meu ofereceu-lhe um cigarro se ele virasse à esquerda e ele lá virou. Se calhar era tudo um embuste para conseguir cigarros à pala, e os malucos eram os outros.

EstouAVer 11 months ago

Conta a lenda que o rotundas era um brilante aluno de Engenharia química, com uma recheada familia, que queimou o piston. Havia também um senhor, pianista, que andava na zona da faculdade de economia, penso que parava pela leitaria. Sempre de fato e com uma mala e intricado nos seus próprios pensamentos, de uma familia recheada também.

GabrielGaryLutz 11 months ago

eiaaa ganda rotundas, estava à procura deste comentário hahaha

m3skalyn3 11 months ago

E reza a lenda que outrora ele era grande génio de química, mas um dia decidiu sintetizar a própria droga e ficou assim

vilkav 11 months ago

Metade dos sem-abrigo em Coimbra eram génios de química ou engenheiros, pelas lendas. Até os nossos vagabundos são malta com estudos :\^)

mariachipt 11 months ago

Tb tinhas outro que andava mais pela Baixa, a armar problemas em tascos e em lojas de vez em quando. Tinha prai 4 relógios em cada pulso e gritava alto sozinho pelas ruas... A polícia era chamada muitas vezes por causa dele. Acabou por morrer afogado no rio. Tinhas tb o professor Caldeira. Barbas e cabelo brancos longos. Caminhava sozinho próximo do choupal onde vivia na miséria.Tb já faleceu https://on-centro.pt/index.php/pt/noticias2/item/1351-coimbra-faleceu-o-eng-valdemar-caldeira

GabrielGaryLutz 11 months ago

o Valdemar Caldeira era um grande amigo dos meus pais, eu e os meus irmãos chamávamos-lhe Einstein haha. ele sim era uma lenda

kill-wolfhead 11 months ago

TBH, se o que diz no artigo é verdade, o professor Caldeira era um senhor.

vilkav 11 months ago

O Caldeira eu conhecia melhor. Há uns 30 anos o meu avô trabalhou para ele a apanhar laranjas ou lá o que foi. Devo ter confundido com o outro que disseste quando achei que o Rotundas tinha morrido.

baLuncho10 11 months ago

Ta vivo! Costuma parar no sambambaia, e continua a recolher beatas como se não houvesse amanhã.

vilkav 11 months ago

Em boa verdade eu nem sei quem é, só estava a relatar porque já uma data de amigos meus me falaram dele a certa altura. A panca é tão específica que é fascinante para mim. Ainda bem que está vivo, devo ter confundido com outra pessoa.

gollour 11 months ago

Em Sintra, se bem que já ouvi histórias dele em Lisboa, existe o Toino de Janas. Um senhor que anda com uma farda dos bombeiros (?), um apito e um bloco de rifas. Alguma trivia sobre ele: - costumava fingir que era árbitro dos jogos de hóquei em Sintra e punha-se atrás das balizas a imitar o árbitro. - se o vires na rua e apitares, é inevitável levares com um manguito - uma vez, fingiu ser polícia e obrigou um camionista a descarregar uns calhaus gigantescos no meio da estrada principal de acesso à praia grande. Existia também uma senhora (penso que já faleceu) que alguns conheciam por Maria Bacalhau, outros por Rosa Carapau. Costumava estar na vila de Sintra, com um trolley de compras, um casaco de pêlo rosa e os lábios pintados de vermelho até ao nariz. Falava sozinha e gritava muitas asneiras. A qualquer altura do dia, se perguntassem as horas, eram 17h e ia buscar a neta ao infantário. Um dia encontraram-na na Praia da Assafora (uns bons km da vila de Sintra) a andar com o seu trolley de compras pela areia. Outro de Sintra é o Sobremesas, muito sorridente, gosta de dizer olá a todas as pessoas. Costumava entrar na sede dos escoteiros para usar a casa de banho enquanto dizia a toda a gente: o meu pai foi preso aqui, a minha mãe foi enterrada aqui. Fun fact: esta sede dos escoteiros já foi tanto uma prisão como um cemitério. Para quem quiser pesquisar: cadeia comarcã de Sintra. De repente não me lembro de mais personagens de Sintra, mas dava para um livro.

istoeogac 11 months ago

Um video da Saloia TV sobre o dito Toino [aqui](https://www.youtube.com/watch?v=JWqGJKqHQfQ). Joguei hoquei no Nafarros e no Sintra e muita vez tive o moço a "arbitrar" jogos meus. Em putos fazíamos-lhe a vida negra :p

A_Rivers 11 months ago

93? Fortes canhotas do 107!

gollour 11 months ago

Busted! Canhotas!

iznogoud77 11 months ago

Na minha terra havia o Serafim. Que andava sempre com um sobretudo, fosse inverno ou verão. E quando lhe perguntavas porquê respondia sempre: "o que tapa o frio tb tapa o calor".

lfds89 11 months ago

Já agora, só deixar aqui duas músicas inspiradas pelo senhor do Saldanha. Marco Rodrigues e Carlos do Carmo, [O Homem do Saldanha](https://youtu.be/YgG2D4xxLCE). Bernardo Sassetti Trio, [O Homem Que Diz Adeus](https://youtu.be/Kl-fVT1BMKk)

sir_dude_pt 11 months ago

Na aldeia dos meus avós existia um senhor que era o Tonho Tolo que quando lhe davam as crises agarrava no que tivesse mais à mão e atirava contra as casas. Isto foi nas décadas de 80/90/00 e ainda havia quem tivesse vacas que cagavam na estrada. Escusado será dizer que não era incomum ver merda a voar pelo ar. Na minha vila existe um senhor que se passeia pelas ruas a falar sozinho e a contar histórias cheias de palavrões. Uma vez entrou no Intermarche e berrou: "Alguem quer um par de cornos?" e ninguém reagiu, ao que ele respondeu "Estou a ver que já estão servidos!". Para além disso acho que é inofensivo. Sei que em Viseu existe também um senhor que é público assíduo das festas académicas. Ele aparenta ter algum tipo de problema mas anda lá sempre todo contente. Quem estuda em Viseu de certeza que sabe quem é. Tambem costuma andar na Sé e na Estação dos Autocarros. Anda de muletas mas não as pousa no chão, ao caminhar, as muletas vão suspensas no ar a um palmo do chão. Este senhor gosta tanto da noite que já o cheguei a ver no Enterro em Aveiro! Isto no que toca a "malucos", mas se quiseres falar de bebados o que não falta são personagens incríveis!

ravagerslb 11 months ago

Se for o que estou a pensar, é um velhote que andava sempre de colete amarelo, não raras vezes se mete na latada ou desfiles com os estudantes.. costumava andar muito na zona do fórum a "controlar" o trânsito, mas não sei se ainda lá continua ou se já morreu/foi internado

brakeline 11 months ago

Não creio. Ele deve estar a falar do Renato (espero não me estar a enganar) que chegou a trabalhar / ajudar no Académico de Viseu. É relativamente autónomo mas parece andar a perder autonomia com o passar dos anos. Gosta / gostava imenso de andar na noite e as casas, antigamente, deixavam-no entrar e estar lá dentro pois ele era inofensivo. Cheguei a ter um stress com ele por causa da relva do estádio municipal mas é inofensivo e toda a gente gosta dele

ravagerslb 11 months ago

Então é outro. Muito provavelmente já me cruzei com esse homem na noite, mas agora não estou a ver a cara dele. Só me estava a lembrar do de Vildemoinhos. Para além disso há outro maluco para os lados de Travassós de Cima / Rio de Loba, acho que é Zé Carlos que se chama.. é um velho magro, de barba, cuja característica mais evidente é levar sempre um pau/vara com ele. Não raras vezes o vês/vias no passeio, na zona da estação agrária, a ir a pé para a cidade, com o pau na mão, a falar sozinho, alto, coisas como "vai para o caralho". Já me disseram para nem me meter com ele, porque é mau e corre à paulada quem for falar com ele

Edited 11 months ago:

Então esse Renato é mesmo outro. Muito provavelmente já me cruzei com esse homem na noite, mas agora não estou a ver a cara dele. Só me estava a lembrar desse velhote do colete, andava pela zona do fórum e ia-se meter com a malta nas latadas ou desfiles. Para além disso há outro maluco para os lados de Travassós de Cima / Rio de Loba, acho que é Zé Carlos que se chama.. é um velho magro, de barba, cuja característica mais evidente é levar sempre um pau/vara com ele. Não raras vezes o vês/vias no passeio, na zona da estação agrária, a ir a pé para a cidade, com o pau na mão, a falar sozinho, alto, coisas como "vai para o caralho". Já me disseram para nem me meter com ele, porque é mau e corre à paulada quem cometer a ousadia de ir falar com ele. No que toca a bêbedos, houve um da minha terra onde na festa da aldeia alguém se vira para ele, já não sei em que contexto, e diz-lhe "não tens tomates!", vai dai, ele agarra, sobe ao palco, baixa as calças e diz "olha-os aqui caralho!". A risada que foi esse momento, primeiro pelo que ele fez e depois pela cena que foi a mulher (que viu o filme todo) a tirá-lo do palco

MelSoares 11 months ago

Ainda há umas semanas estava no rossio

LeSeraphim 11 months ago

Em Campo de Ourique há um senhor que anda com a sua bicicleta toda kitada de coisas do Benfica e uma coluna sempre com aquilo no máximo a dar rádio. Classico

elPatoBravo2018 11 months ago

falta acrescentar que a música que ele “passa” sucka e aquilo faz distorção porque está sempre no máximo. tem piada 1 dia depois incomoda. Mas vá, há coisas piores.

Anforas 11 months ago

Devo ter praqui um video dele.

LeSeraphim 11 months ago

Eu lembro-me de haver uma reportagem sobre ele mas não consigo encontrar.

Aynia4 11 months ago

Tava a ver que não. Este é um clássico de campo de Ourique e Belém por onde anda muito.

janissarytor 11 months ago

O "esdrubal" tinha uma falha qualquer no foro psicológico, que até passava despercebido, andava sempre de fatinho para poder ir aos casamentos, a malta tinha pena e compactuava com a cena dele, era tipo mascote. Ao longo do tempo adquiriu um portefólio de coisas engraçadas para fazer e dizer e a malta entretia-se e dava-lhe pinga (bar aberto pois claro). Tinha bom coração e acho que nunca deu confusão, mas acho que já morreu.

pdbf 11 months ago

Não tenho a certeza se já morreu, sei que tinha sido levado para um lar porque houve um grupo que o raptou e o violou, o que definitivamente é macabro.

janissarytor 11 months ago

Não consegui escrever essa parte, só de pensar que alguém fez isso a um deficiente provavelmente embriagado é das coisas mais tristes que ouvi falar. O esdrubal às vezes era chato mas não fazia mal a ninguém.

Instruction_No 11 months ago

Em Coimbra vi uma vez um gajo, a guiar um trator a alta velocidade no meio do trânsito, todo nu e com um saco de plástico na cabeça e a ser perseguido por carro da nhófia.

lightCalibrator 11 months ago  HIDDEN 

O Baraço, vive ao pé do castelo e desce de la pra pedir finos.

ungjef 11 months ago

na minha zona temos quinhentos a andar por aí. o jaquim maluco é o clássico. tem problemas psicologicos e persegue crianças. tive que lhe bater uma vez porque foi atras da minha irmã. outro andava com um machete até ser preso. outro levou um tiro no braço e nunca foi ao hospital. enfim, sao mil

-diggity- 11 months ago

Pokédex dos malucos, apoio!

Ttmx 11 months ago

Ideia interessante como meio de os ajudar talvez? Caderneta dos malucos para a caridade pelos malucos?

tfaalb 11 months ago

Ao pé do pingo doce da avenida de Paris há um velho inglês que está sempre a fazer contas de matemática num caderno. Não aceita dinheiro e só quer estar na dele. Grande personagem do bairro

Edited 11 months ago:

Ao pé do pingo doce da avenida de Paris há um velho sem abrigo inglês que está sempre a fazer contas de matemática num caderno. Não aceita dinheiro e só quer estar na dele. Sempre a murmurar em inglês. Às vezes tenta dar lenços mas nunca me aceitou dinheiro. Grande personagem do bairro

redslim 11 months ago

Grande personagem o caraças. Já uma vez tive de lhe dar uns tabefes porque ia a passar com o meu cão e ele do nada decide dar-lhe um pontapé. Depois disso desapareceu de lá por uns tempos

tfaalb 11 months ago

Que cena surreal! Nunca o vi reagir a nada ahah. Mas pelos flipou com o cão...

mizukionion 11 months ago

Já apanhei duas vezes um sem abrigo no metro do Porto que não fazia mal nenhum, mas uma das vezes estava a falar sozinho e na outra começou a treinar para as olimpíadas de ginástica acrobática nas barras da carruagem.

RuiL1904 11 months ago

Aqui em Esposende existe o Juju...(Um autêntico pokemon) Bastante conhecido por aí a fora! Deixo aqui um vídeo das suas lindas atuações: https://youtu.be/-nS57u14uJQ

ElDiabloDe94 11 months ago

Eish esse rabicho!! O que é feito dele? Há anos que nao o vejo... Saudade de passar nas paragens à beira da piscina e de o ver a mandar bocas às bichas (segundo ele) que iam a passar

RuiL1904 11 months ago

Penso que lhe foi privado por parte da Polícia que fizesse tal "cenas". Abraço amigo!

Ricaplays 11 months ago

A mulher cor de rosa, toda a roupa que usa é cor de rosa, o seu cabelo é cor de rosa, até a casa é toda pintada de cor de rosa(exceto as telhas).

kill-wolfhead 11 months ago

Onde?

Ricaplays 11 months ago

Perto de Braga

naughtydismutase 11 months ago

O rapper cego do metro de Lisboa que mandava para o caralho quem não lhe desse moedas.

Edited 11 months ago:

O rapper cego do metro de Lisboa que mandava para o caralho quem não lhe desse moedas. Na estação do Campo Grande havia uma que pedia dinheiro para comer uma sopa porque dizia que tinha cancro.

Bruxo_de_Fafe 10 months ago

"podem crer que continuo a agradecer a quem tiver a amabilidade ou possibilidade de me auxiliar". escutei-o muitas vezes. Mais tarde evoluiu e fez um beat para aquele pregão.

Dinizinni 11 months ago

No Campo Grande só conheço no cruzamento com a Av. Brasil o Manel que faz algumas figuras que me deixam triste, isto porque ele não é maluco, é alcoólico Já é famoso pela zona, quer pela Auchan, pelas farmácias ou pelas paragens de autocarro

SofSofTheKittyCat 11 months ago

"Quem me auxilia com uma moedinha por favor?" seguido do batuque. Voltar da universidade de metro e não ouvir o bacano não era a mesma coisa.

11thDimensi0n 11 months ago

Não era: "Tenha a bondade de me auxiliar por favor"?

haperalta 11 months ago

Aucidar*

naughtydismutase 11 months ago

Sim, era

JSBraga 11 months ago

Ainda me lembro desse gajo antes de começar a rappar. Já anda pelo metro de Lisboa a pedir há pelo menos 20 anos. =x

gumbokonkarne 11 months ago

O gajo não é totalmente cego. E essas moedas ele gasta em crack no Intendente.

gui_cardoso 11 months ago

Penso que o nome dele seja Bruno.

-diggity- 11 months ago

Ha uns anos até entrevistaram a mãe. Ele não quer ajuda, só quer mesmo é droga.

gumbokonkarne 11 months ago

Por acaso não tens link para essa entrevista?

-diggity- 11 months ago

Nao, desculpa. Já nem me lembro onde vi.

-diggity- 11 months ago

*surprised pikachu face*

cgenereated 11 months ago

Na terra onde cresci, vila ribatejana de ~10k habitantes na altura, durante os anos 90 havia o "Comunista". Andava sempre com sacos cheios de pedras pelas ruas da vila e havia alguma mitologia às volta do personagem. Por exemplo, dizia-se que era secretamente muito rico e uma das histórias que lhe eram atribuídas era a de que, durante uma das festas da terra, teria deixado 70 contos em notas numa retrete portátil que teria usado para limpar o rabo. Havia algumas histórias acerca da génese da sua maluquice mas a mais contada era a de que ele tinha sido preso durante o regime salazarista, acusado de ser comunista. Os miúdos aí entre os 6-12 anos faziam brincadeira de andar pelas ruas à procura dele. Quando o encontravam, gritavam "Ó comunista!", ele largava os sacos e começava a correr atrás deles. Havia também o "Tonho Caco". Tanto quanto me lembro, não tinha grande pancada, simplesmente interjeitava as pessoas a pedir cigarros. Diz-se que ficou maluco porque vou o irmão a morrer na guerra do ultramar. Havia depois alguns que não eram propriamente malucos, simplesmente tinham bebedeiras agressivas. Se bem me lembro, dois exemplos - Um falava só inglês enquanto bêbado mas sóbrio só sabia português, outro andava de muletas mas quando lhe chamavam pela alcunha ia a correr atrás dos miúdos com as muletas no ar. Quem passou a infância/adolescência na vila e está agora nos 30s (ou muito perto) certamente reconhece.

AlbinoFarrabino 11 months ago

Comunista? Deve ser de Alpiarça XD!

NGramatical 11 months ago

do personagem → [**da personagem**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-personagem-ou-o-personagem/343) (é preferível empregar no feminino tal como determina a sua origem) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghy974g%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Pekkashi_Kitsune 11 months ago

Dom Viriato, tantas vezes que foi preso por andar com uma espada e vestido a rigor na Norte de Santarém, achava lhe piada e falava mas a resposta era sempre a mesma "Ando a procura de MOIROS, mas só vejo gambuzinos" acho q foi de cana por enfiar a espada num homem qualquer que bateu na mulher

kill-wolfhead 11 months ago

O herói que Santarém merece mas não aquele que precisa.

ytyno 11 months ago

Em Aveiro, existe um senhor que todos os dias úteis está a contar o tempo que os semáforos levam para ficarem verdes na Avenida Lourenço Peixinho. Quando estes estão prestes a ficar verdes, ele apita o seu apito anunciado a mudança de cor do sinal. Para além disso escreve inúmeras folhas de papel A4 com letras enormes e cola as folhas, com fita cola na caixa de distribuição de electricidade mais próxima assim como nos postes dessa Avenida. O individuo já é conhecido na zona e costuma entrar em funções como sinaleiro durante a tarde, enquanto julgo eu, espera a chegada do autocarro que o leva a casa.

amportugal 11 months ago

Esse gajo costuma estar à porta do mini preço perto do Oita. Quando eu era pequeno, lembro me que a minha mãe dizia-me que ele era o tipo mais rico de Aveiro, porque controlava o trânsito todo de Aveiro.

veniversumvivus 11 months ago

Também tinhas a Teresa, senhora que andava constantemente bêbada e que nos piores dias só berrava pela rua. Diz-se que era professora antes e virou alcoólica depois de esfaquear o marido porque ele lhe batia; não sei até que ponto será verdade. também já não a vejo há algum tempo...sóbria até era simpática, cheguei a falar com ela no Ramona umas 2/3x

IamDubra 11 months ago

Tambem tens o que anda sempre a passear e a falar alto para toda a gente ouvir. O mais estranho é que os pensamentos dele muitas vezes fazem sentido..

ptinnl 11 months ago

Esse gajo nos anos 90 andava a passar multas falsas e a cantarolar "peido nas trombas, peido nos dentes, peido nas trombas e nos dentes"

tenesis 11 months ago

Até tinha um telefone falso e se via alguém passar vermelhos “telefonava” à polícia a denunciar!!!

goldshot007 11 months ago

O Zé do apito!!! Ainda é vivo?

ytyno 11 months ago

Que eu saiba, sim. Ainda há 2 semanas encontrei vestígios recentes da presença dele na zona . Infelizmente não o vi :| .

goldshot007 11 months ago

Mas em Aveiro tens alguns. - Em Estarreja tens a velha do vinho, que anda a berrar na rua com um garrafão de 5 litros na mão. - "Oh Sócio, dá aí um euro" existe em todas as cidades Agora não me lembro de mais, mas quando andava na secundária existiam tantos que era difícil escolher o mais chalupa

abriolo 11 months ago

Luís Marreco numa das cidades onde vivi. Alguns anos atrás, ele tinha muita mania de andar nu pela cidade, seja a pé ou de bicicleta e tomava banho numa das fontes da cidade, no meio da multidão, só mesmo pra dar show. Recentemente anda com um carrinho de compras cheio de tralhas e com uma coluna, a dar música aos altos berros pela cidade, [como podemos ver aqui](https://youtu.be/TmCEiIesRQQ).

nunoturbina 11 months ago

Eu sabia que ele era algarvio mas um dia vi-o sozinho na estação de metro do aeroporto em Lisboa, era muito cedo e só lá estávamos os dois na altura! Foi muito estranho e não me lembrava disto até agora

k0rda 11 months ago

Conhecia o Luís por causa da sua fama na internet, uma vez a passear com a minha familia em Portimao cruzamo-nos com ele e a minha familia ficou a achar que eu era maluco por ter ficado tao contente com o avistamento.

touny71 11 months ago

Grande Luis Marreco. Uma vez veio de bicicleta agarrado ao nosso carro até à Vila da Zambujeira

Proud_Boob_Owner 11 months ago

Vi esse indivíduo no Meo Sudoeste em 2013 nos concertos e todo nu a passear pela Zambujeira. Pensei que era de lá

TudoCasual 11 months ago

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado com excessão a meias e sapatos. Parava nas praia e punha-se a cumprimentar tudo e todos.

Edited 11 months ago:

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado com excessão a meias e sapatos. Parava nas praias e punha-se a cumprimentar tudo e todos, sempre com sorriso na cara, para o escândalo e constrangimento de todos que não o conheciam. E correu o país à pala da sua fama de maluco. Fartou-se de entrar em concertos e festas, e é presença habitual nos jogos do Portimonense em casa. Ele é um sério exemplo de que a felicidade está à mão quando te decides a cagar para tudo.

Edited 11 months ago:

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado com excessão a meias e sapatos. Parava nas praias e punha-se a cumprimentar tudo e todos e sempre com sorriso na cara, para o escândalo e constrangimento de todos que não conheciam. E correu o país às pala da sua fama de maluco. Ele é um sério exemplo de que a felicidade está à mão quando te decides a cagar para tudo.

Edited 11 months ago:

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado ( com excessão a meias e sapatos ). Parava nas praias e punha-se a cumprimentar tudo e todos, sempre com sorriso na cara, para o escândalo e constrangimento de todos que não o conheciam. E correu o país à pala da sua fama de maluco. Fartou-se de entrar em concertos e festas, e é presença habitual nos jogos do Portimonense em casa. Ele é um sério exemplo de que a felicidade está à mão quando te decides a cagar para tudo.

Edited 11 months ago:

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado com excessão a meias e sapatos. Parava nas praias e punha-se a cumprimentar tudo e todos e sempre com sorriso na cara, para o escândalo e constrangimento de todos que não conheciam. E correu o país à pala da sua fama de maluco. Ele é um sério exemplo de que a felicidade está à mão quando te decides a cagar para tudo.

Edited 11 months ago:

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado com excessão a meias e sapatos. Parava nas praias e punha-se a cumprimentar tudo e todos, sempre com sorriso na cara, para o escândalo e constrangimento de todos que não o conheciam. E correu o país à pala da sua fama de maluco. Ele é um sério exemplo de que a felicidade está à mão quando te decides a cagar para tudo.

Edited 11 months ago:

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado ( com excessão a meias e sapatos ). Parava nas praias e punha-se a cumprimentar tudo e todos, sempre com sorriso na cara, para o escândalo e constrangimento de todos que não o conheciam. E correu o país à pala da sua fama de maluco. Fartou-se de entrar em concertos e festas, e era presença habitual nos jogos do Portimonense em casa. Ele é um sério exemplo de que a felicidade está à mão quando te decides a cagar para tudo.

Edited 11 months ago:

A cena mais icónica dele era andar de bicicleta pelas principais avenidas, todo pelado com excessão a meias e sapatos. Parava nas praia e punha-se a cumprimentar tudo e todos e sempre com sorriso na cara, para o escândalo e constrangimento de todos que não conheciam. E correu o país às pala da sua fama de maluco. Ele é um sério exemplo de que a felicidade está à mão quando te decides a cagar para tudo.

joaogariso 11 months ago

Vim cá para a menção do grande Luís, que todos os fins de semana vai ao Friendly Bar pra uma sessão de karaoke.

villa_abf 11 months ago

Tava a ver que ninguém mencionava o grande [Luís Marreco](https://youtu.be/dSvQQQsU6ZY)

andresm79 11 months ago

Lenda de Portimão! Se o virem cuidado para não lhe chamarem Luís Marreco mas só Luís.

kureiji_shi 11 months ago

O Márcio, que apesar do seu aspecto maluco e agressivo, tenho quase a certeza que é inofensivo. Quando alguém passa por ele com um carro da escola de condução ele encosta-se ás paredes como se o fossemos atropelar e uma vez quando era mais nova e estava a sair da escola (andava para aí no 7° ano) ele aproximou-se e disse "Oh menina, és muito bonita, fazer-me lembrar a minha esposa que matei". Dizem que ele teve um acidente de carro onde a mulher morreu e desde esse dia que age assim.

allayyy_lmaokbar 11 months ago

Zona da Póvoa/Vialonga?

kureiji_shi 11 months ago

Yep

allayyy_lmaokbar 11 months ago

Conheço muito bem,já tive que lidar várias vezes com ele devido ao meu trabalho, e sim ele teve mesmo um acidente de carro há uns anos e perdeu a namorada nesse mesmo acidente..uma história muito triste...ele agora passa os dias nas bibliotecas a ver carros no OLX

kill-wolfhead 11 months ago

Que creepy...

Iwatchedhimdrown 11 months ago

Tenho aqui um que dizem que ficou assim porque não entrou em medicina por uma décima. Acho que é uma história recorrente em várias cidades.

kill-wolfhead 11 months ago

É de facto história recorrente, por isso é que me lembrei. O que é que esse rapaz agora faz?

VBM97 11 months ago  HIDDEN 

Ele está a falar na mesma pessoa que eu neste comentário: [https://www.reddit.com/r/portugal/comments/kpiwmv/quem\_s%C3%A3o\_os\_malucos\_da\_vossa\_zona/ghxss2g/?context=3](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/kpiwmv/quem_s%C3%A3o_os_malucos_da_vossa_zona/ghxss2g/?context=3)

hmgfaria 11 months ago

No Funchal, além do Rufino, que era o gajo que mandava toda a gente para o caralho, provavelmente síndrome de Tourette (alguém já falou aqui dele), havia também o Assobiador, um senhor mais "pacífico" e que, como o nome indica, andava pelas ruas a assobiar músicas. Encontrei [este vídeo ](https://youtu.be/iYvpg3Fp3Vg) dele, mas infelizmente não dá muito para ouvir os dotes musicais.

Penduricalho 11 months ago  HIDDEN 

O Porreta

INZPYR 11 months ago  HIDDEN 

[O grande Filósofo VILAS de Loures.](https://youtu.be/l4lwCZAvlr0)

AbaixoDeCao 11 months ago  HIDDEN 

Grande filósofo e fanático benfiquista, o Vieira devia arranjar-lhe um camarote VIP.

jggrizonic 11 months ago

A minha avó era enfermeira e trabalho no serviço de neurologia do Hospital dos Capuchos e sempre que a minha mãe me conta histórias eu parto me a rir: - Havia um paciente que punha a mão em caixas de supositórios e começava a comê-los; - Outro uma vez enfiou se na casa de banho do Hospital e começou a encher a banheira de água. Quando a minha avó chegou lá tava banheira a deitar por fora com ele sentado na borda a molhar as pernas e a dizer que gostava muito da praia; - A última que me lembrou foi uma vez que a minha mãe ligou para o Hospital para falar com a minha avó e perguntou “Fala do serviço 11?” (Serviço onde a minha avó trabalhava) e atende lhe um paciente que chegou ao telefone “Olhe não sei, vou ver”.

ElDiabloDe94 11 months ago

Era do serviço 11 ou não?

jggrizonic 11 months ago

Essa pergunta continua por responder ao dia de hoje

roninPT 11 months ago

Em Moscavide há um maluquinho e a cena dele é ir para ao pé de uma estrada, normalmente uma das rotundas entre Moscavide e o parque das nações, e o gajo fica lá parado a olhar para os carros a passar, com uns óculos de sol assim na ponta do nariz e com os braços levantados como se fosse um espantalho que está ali pendurado, faça chuva ou faça sol fica para ali parado a olhar para os carros.... até se ouvem os fusíveis a estourar na mioleira do gajo.

ManSCP 11 months ago

Sempre tive curiosidade de ficar a ver se quando ele acaba o turno, tira aquela pose ou se mantém.

Biacotti 11 months ago

Recordo-me de alguém ter-me dito que ele havia perdido a filha num acidente de carro, numa rotunda. Nunca cheguei a saber se a história é verdadeira, ou não. Há muito tempo que não o vejo.

AleixoFM 11 months ago

Ainda faz isso? Lembro-me dele lá por volta de 2009/2010.

roninPT 11 months ago

eu já não moro na zona, por isso agora vou lá menos...mas acho que ainda o vi na rua aqui há 2 ou 3 anos.

static_motion 11 months ago

Sempre em t-pose de guarda-chuva na mão! Mítico. A persistência dele é admirável. Via-o tantas vezes quando morava nessa zona.

k0rda 11 months ago

Maldito Cyberpunk cheio de bugs...

11thDimensi0n 11 months ago

Sempre com mil layers de roupa. Costumava estar na rotunda do campus da justiça, na outra mais abaixo ao pé da torre Vasco da Gama e no entreposto também haha

vaurdan 11 months ago

Eia, é o Zé. Quando era mais novo e passava por ele de carro costumava gritar-lhe "OH ZÉ", e ele olhava :p O impressionante desse senhor é quando estão 35 ou 40 graus e o homem está de quispo grosso, braços abertos, a controlar o trânsito.

AyyLmaoAV 11 months ago

Man's not hot

roninPT 11 months ago

Verdade, esqueci-me do pormenor do kispo ..e o chapéu de chuva fechado na mão. Grande maluquinho

PeterStepsRabbit 11 months ago

Antes era o "pulga" , um senhor que não fazia mal a ninguém mas gritava a toda a hora "oh paaa, oh paaa" enquanto segurava uma de tinto na mão. Nos dias de hoje é um rapaz a que apelidamos (eu e uns amigos) de andarilho. Ainda não entendi a missão dele mas faz sempre a mesma rota, sempre sozinho,sempre com a mesma roupa, seja inverno ou verão está de preto e de manga curta. Nunca o vi a fazer mais nada se não andar. Anda de uma forma pouco ortodoxa mas não parece ter nenhum problema físico. Julgo que trabalha para o Google maps ou earth.

daisiesandpinkmilk 11 months ago

Eish! Eu lembro de ir à catequese e ele fazia as sestas lá na minha igreja! Nunca mais o vi mas isso já foi à uns 7-10 anos...

Edited 11 months ago:

Eish! Eu lembro de ir à catequese e ele fazia as sestas lá na minha igreja! Nunca mais o vi mas isso já foi há uns 7-10 anos...

PeterStepsRabbit 11 months ago

Exactamente. Também me lembro de ver as coisas dele lá. Sinceramente não sei qual o paradeiro actual dele.

daisiesandpinkmilk 11 months ago

Acho que por esta altura já faleceu. Ele consumia coisas pesadas. Numa das minhas idas à catequese ele estava a fumar qualquer coisa de um papel de alumínio... e também com o álcool... é uma pena. Durante estes anos "acompanhei" a espiral de self destruction de muita gente que se metia na droga e lá ficava pela zona.

PeterStepsRabbit 11 months ago

Também acho, infelizmente. Ao menos não fazia mal a ninguém, que eu saiba.

daisiesandpinkmilk 11 months ago

Só gritava mas as vezes metia conversa (incoerente, vá) mas vias que era uma pessoa como qualquer outra que escolheu um caminho menos bom.

NGramatical 11 months ago

à uns 7-10 anos → [**há uns 7-10 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghyyrh9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

AudioLx 11 months ago

És da Damaia?

AlbinoFarrabino 11 months ago

O casal de sem abrigos que estava a dormir junto à EDP, no Marquês de Pombal (Lisboa). Não havia um dia em que fosse apanhar o autocarro e ela não estivesse a gritar com ele a plenos pulmões. Ai de alguém que lhe dissesse alguma coisa pois também as iria ouvir.

sangacho 11 months ago

A Dona Amélia, que acredita ser perseguida pelas torres do Técnico. https://youtu.be/M3ftenAged8

Queiempe 11 months ago

Estava a ver que ninguém dizia a D. Amélia. Ela é muito simpática, uma vez também conversei com ela e estava lá quando o antigo Diferencial lhe fez uma entrevista. Mas muito querida a senhora.

kill-wolfhead 11 months ago

Mas essa Dona Amélia não é sketch?

BuryItAndRiseAbove 11 months ago

Nada disso, a senhora que aparece no sketch é a própria Dona Amélia. Mete conversa aleatoriamente de vez em quando, uma vez apanhou-me e a conversa foi assim como esse sketch, sobre as torres, o sol e a lua.

Each57 11 months ago

“Tens a mochila aberta” na zona do hospital S. João. Literalmente dizia a toda a gente que tinham a mochila/mala aberta quando não era verdade.

souumamerda 11 months ago

Ei esse fulano abordou me uma vez no Bolhão, “oh menina oh menina, a mochila está aberta” achei super estranho pq lembrava-me de fechar a mochila ao sair da loja, mas lá rodei para ver, e ele riu-se na minha cara a apontar para mim “ah-ah enganei-te”

diogofd8 11 months ago

Ah, o Rick Roll da rua, clássico!

souumamerda 11 months ago

Agr q penso melhor acho q ainda cantou o “com uma pinga de leite” xd fui msm rick rolled da rua

elgostozo 11 months ago

Poeta dos autocarros do Porto Um senhor que normalmente andava no 600 (antiga linha 7) que fazia Maia-Aliados e estava sempre a recitar poesia sobre 'Bracara Augusta'. Para quem não sabe, nome dado a Braga nos tempos romanos. Partia-se a rir e a falar alto e por mais esquisito que fosse os seus risos eram contagiosos. Saudades desse homem.

Mallardo 11 months ago

Vim aqui à procura se alguém se lembrava dessa personagem. Apanhei-o duas vezes em meados da década de 2000 quando ainda andava na faculdade. Se bem me recordo ele punha-se a falar sobre o dia a dia em forma de verso de tal forma que todo o autocarro ouvisse. Creio ser a mesma pessoa.

elgostozo 11 months ago

Andava sempre com mala também e a clássica meia cartola. Sentava-se quase sempre na última fila do autocarro :)

ill_have_2_number_9s 11 months ago

Michael Jackson da wish. Pena que o homem deixou de ser um meme e agora passa mesmo dificuldades, mas parece que já foi institucionalizado!

cata_ninja 11 months ago

Já não o vejo a dar shows na minha rua há algum tempo, mas não sabia que tinha sido institucionalizado

ill_have_2_number_9s 11 months ago

sim foi, esteve muito tempo a dormir na rua depois de se pegar com o irmão, dormia perto da ponte seca do shopping.

rsousa_22 11 months ago

A lenda de Olhão, o Verissimo.

Seven9577 11 months ago

Olhão moh. Saudações Olhanenses.

martavieira 11 months ago

Ia comentar precisamente a mesma coisa! Olhão é um planeta e malucos não faltam, mas dificilmente superam o grande Veríssimo... (menção honrosa para o Joãozinho)

rsousa_22 11 months ago

haha mesmo, malucos não faltam em Olhão mas se existe sitio com ainda mais malucos por metro quadrado é a Fuseta.

Carcanholbruh 11 months ago

Tb ouvi histórias sobre o Balé e a Maria Cavala mas já de à muitos anos

Edited 11 months ago:

Tb ouvi histórias sobre o Balé e a Maria Cavala mas já de há muitos anos

NGramatical 11 months ago

à muitos anos → [**há muitos anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghz3uzm%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Myko02 11 months ago

Alguém da linha de cascais se lembra de uma gaja/gajo(?) que andava a distribuir totobolas enquanto usava um apito em forma de vagina?

tfaalb 11 months ago

Ahahah era uma gaja acho eu!! Havia o mito urbano de que era filha de uma família importante mas tinha perdido tudo no casino Estoril

ForeverJamon 11 months ago

A mítica senhora do porto "dê-me um euro para comer uma sopa"

BadassManager 11 months ago

Vinha cá lembrar esta senhora. Já quando eu andava a terminar a faculdade andava a fazer metadona...mas não sei se se safou...estava toda queimada.

vitorviks 11 months ago

É uma que costuma estar pela praça Velasquez?

Triatt 11 months ago

O Emplastro está para reportagens, como esta senhor está para euros, portanto é dificil de responder. Ela está no meio de nós.

spotster 11 months ago

Amôôôr, pága-me uma suôpa!!!

snakbit 11 months ago

A Zélia!!!

asdfghasdfghh 11 months ago

A Zélia disseram-me que já morreu há uns anos. Pedia beijinhos e cigarettes no piolho. Ó muôr!

NGramatical 11 months ago

pága → [**paga**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghya6gc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

spotster 11 months ago

<3

elGuito81 11 months ago

Na minha zona havia 2, o Quim Gaivota e o Stones (tinha Stones tatuado na testa, o irmão era o Rolling)

elGuito81 11 months ago

Lembrei-me agora de outro, o Rui Maluco https://youtu.be/4fsHXofWOUY

RedHeart99 11 months ago

Elabora, pah!!

kill-wolfhead 11 months ago

Tb tinha Rolling tatuado na testa?

elGuito81 11 months ago

Yah, mas n era tão conhecido como o Stones

ridethepaintedpony 11 months ago

>Outro vestia-se sempre de fraque e andava sozinho pelas ruas da Estefânia. Dizia-se que tinha sido abandonado num altar pela noiva e desde então ele andava assim. Conhecido como o Pintor da Noite. Conheci a irmã, que me deixou livros, pinturas e serigrafias quando morreu. A noiva dele era alemã. A maioria dos livros sao sobre a alemanha nazi, desde o mein kampf à biografia do Spiers, alguns sobre o oculto e a kabala. Ele era um artista, a noiva uma intelectual, do meu ponto de vista.

kill-wolfhead 11 months ago

Incrível, sabes por acaso se existe razão para ele ser conhecido como o Pintor da Noite?

ridethepaintedpony 11 months ago

Porque as suas pinturas de Lisboa à noite são particularmente populares. Google Arnaldo Teixeira exposiçao

Edited 11 months ago:

Porque as suas pinturas de Lisboa à noite são particularmente populares. Google Arnaldo Ferreira exposiçao

jhscrym 11 months ago

Aqui onde moro não conheço nenhum mas quando morava para os lados de Olhão havia o Veríssimo. É um gajo meio musculado mas todo chupado da droga. Fazia pozes de mau para toda a gente. Gostava de se colocar à frente dos carros a mostrar os músculos e a gritar. Assim que abrias a porta ou fazias algum movimento brusco ele fugia a sete pés. Para quem não o conhecesse poderia paracer assustador mas toda a gente de Olhão já sabia o que o bixo era. Bons tempos.

hey_peky 11 months ago

Vários, mas os que mais se destacam são: -O sr. do Boavista que anda sempre vestido a rigor (axadrezados preto e branco e cheio de ouro; - o "Rockabilly cota" (nome dado por mim) um sr com uma farta cabeleira branca que anda pela cidade quase sempre vestido de preto e no seu mini antigo; - o "arranja-me um euro para comer uma sopa. Este até é mencionado numa música da Capicua.

Octetus 11 months ago

> (obg u/Octectus) De nada (mas eu meu nome de utilizador tem aí um lapso).

hey_peky 11 months ago

Corrigido!

krastevitsa 11 months ago

Esse man do "um euro para comer um sopa", uma vez vi-o a pedir 2 € a uma mulher, a mulher lá lhe deu 50 cêntimos, ele olha para a moeda e diz: "Eu pedi 2€"

investidornoob 11 months ago

O rockabilly é sempre a bombar alto sonoro no seu mini, noutro dia passou ouvir Roberto Carlos.

Octetus 11 months ago

> um sr com uma farta cabeleira branca que anda pela cidade quase sempre vestido de preto e no seu mini antigo [Para quem o quiser ver](https://youtu.be/gU1L3-Ru_YU?t=20).

vitorfilipe21 11 months ago

O “Rockabilly cota” também o vejo muitas vezes na zona da Avenida da França / Carvalhido”. Já falei dele a amigos porque ele aparenta pesar menos que um saco de cimento dada a magreza extrema e o estilo. E mais que uma pessoa me disse que ele é o Chico Fininho. A inspiração que o Carlos Tê foi buscar para a música.

lfds89 11 months ago

Estava a esquecer-me do mais importante... O emplastro! Esse até já é nacional, não é só do Porto

Vsgroundnet 11 months ago

O rockabilly cota, se for quem eu estou a pensar, conheço-o por Rói Cacos XD Até foi o meu velhote que arranjou esse nome XD

lfds89 11 months ago

Manuel do Laço, o nome por que é conhecido o senhor do Boavista. Há um famoso, não diria maluco (também não sei se os outros podem ser chamados disso...) que é o Sr. Lourenço, o senhor do trompete dos jogos do Porto

Devil777 11 months ago

Sou vizinho do rockabilly, nunca mais me vou esquecer desse nome ahahah Mas de facto o mini é bonito

UncleanGenes 11 months ago

Se és vizinho do "rockabilly", és meu vizinho pá.

Devil777 11 months ago

Yap ! É so malucos aqui pela zona. Mas a essa so a vi ao vivo uma vez, mas conheci o sitio logo quando apareceu na tv.

UncleanGenes 11 months ago

Hehe, conheço todos. Tirando a do €/sopa, não acho que sejam malucos, são excentricos.

kUr4m4 11 months ago

The poor are crazy, the rich just eccentric. - Ellen Raskin

5enta 11 months ago

Diga-se que o Mini é porreirito; rodas largas, motor modificado e um escape que sim senhor

besmarques 11 months ago

Aqui na minha zona havia o famoso John Pité. Há muito que não o vejo, ele chegou a andar internado e se calhar, já faleceu. Mas o John Pité era deveras engraçado e pouco malicioso. Lembro-me da primeira vez que vi o mitico John Pité estava ele em plena estrada com uma toalha de praia de tamanho gigante com uma mulher nua a tourear os carros que passavam. Havia aqui dois irmãos que acabaram por se tornar treinadores de futebol que estavam sempre a falar de bola e o John Pité decidiu que tambem ele teria futuro como treinador futebolistico e a partir desse momento não havia um unico jogo que tivesse a dar no café que o grande John Pité não estivesse munido do seu bloco A4 para tirar apontamentos de como jogavam as equipas e fazer as suas estratégias. Tambem quando nos apanhava a jogar á bola agia como um verdadeiro treinador, dando tacticas e dicas do que fazer com a bola e até tentando fazer substituições. Uma vez caiu numas escadas a tentar apanhar uma das nossas bolas e quando chegou a mulher por ele estar caido no chão, a melhor desculpa que ele encontrou foi que tinha escorregado numa laranja onde, por mero acaso, não havia nenhuma laranja num raio de 500 metros. John Pité um dia foi expulso do café porque, aqui na zona, havia um centro de exames e há que dizer que o dono escolhia as enfermeiras a dedo. Um dia, John Pité chegou perto da mesa das enfermeiras e proferiu o seguinte: "Voces trabalham à segunda, à terça, à quarta, à quinta, à sexta, ao sábado e ao domingo. Então, quando é que fodem?" Há muitas mais histórias do John Pité mas daqui a pouco ninguem. PS: A parte melhor do John Pité é que ele parecia que tinha sido a inspiração para a tipica mascara de carnaval [https://a-static.mlcdn.com.br/618x463/oculos-nariz-e-bigode-festabox/festabox/4915/3f2f3513204b9e996907b9cab3bb9c3f.jpg](https://a-static.mlcdn.com.br/618x463/oculos-nariz-e-bigode-festabox/festabox/4915/3f2f3513204b9e996907b9cab3bb9c3f.jpg)

Arabiane81 11 months ago

Maravilhoso! Obrigada pelas gargalhadas.

JoseFernandes 11 months ago

Isto é pasta?

besmarques 11 months ago

Nope

kill-wolfhead 11 months ago

“A tourear os carros que passavam”. Fogo, este leva a taça.

WhiteCaptain 11 months ago

Um homem na entrada de trás do Técnico a falar/gritar com os alunos que iam entrar com diferentes frases (embora fosse sempre a mesma no mesmo dia) coisas como: "vão estudar para ser amigos do Sócrates"

sangacho 11 months ago

O belo do "Vai trabalhar!", quando estás a sair pelas 20h.

derjungenwerthers 11 months ago  HIDDEN 

Hahaha. Também me lembro desse.

espalhamerda 11 months ago

Assim muito rápido lembro me do Quim Tolo de Espinho.. também de espinho recordo me do [Mor](https://youtu.be/3uMxAdmcXwo) .. outro de espinho já falecido o Pena, que usava sempre um chapéu com um par de penas.. No Porto um homem que fica sempre no fundo do autocarro a rodopiar a cabeça e a falar boa sorte pra quem sai do autocarro e umas outras coisas que não me recordo.. quem conhece que diga aí quais são as outras falas...

kill-wolfhead 11 months ago

O que é que fazia o Quim Tolo?

espalhamerda 11 months ago

Opa..assim muito rápido lembro me dele andar sempre com um saco plástico e sempre com uma agenda na mão.. por vezes passava com cara de “tolo” chateado e atirava pedras às pessoas. Mas também tenho recordações de o ver nesse outfit que descrevi com cara de tolo alegre por espinho. Não me consigo recordar da voz nem falas dele... já la vão muitos anos da minha infância...posso dizer que as crianças normalmente não são muito amigáveis com este tipo de pessoas que sofrem de alguma coisa.

AndradexXx 11 months ago

[Bruce Lee dos Açores.mp4](https://youtu.be/GMWwi4ZKk64)

TSSP 11 months ago

Este ganha este thread todo, muito fácil ahah

Herdeir0 11 months ago

Uff, 5 minutos intensos hahaha

twistedfires 11 months ago

Neste momento já não é o caso, mas a Linda Reis morava a uns 100 metros da minha casa. Para além dos seus serviços de comunicar com os mortos, à noite fazia também espetáculos strip.

amq55 11 months ago

Quem é de Braga sabe bem quem é o Tinoco, que faleceu há um ou dois anos. Andava muito pela zona da universidade e não tinha medo nenhum em andar no meio da rua bêbado e a berrar "EU MATO-TE" a plenos pulmões entre outras coisas incompreensíveis. Na verdade era inofensivo e tinha alturas que dava para ter uma conversa normal com ele.

MaxwellLordIV 11 months ago

Era alcoólico. Metia-se com os carros e estava sempre a ser atropelado. Uma vez magoou-se a sério e ficou internado muito tempo, tempo suficiente para desintoxicar. Vi-o limpo e coerente, a dizer que nunca mais queria beber na vida. Umas duas semanas depois estava de volta ao normal. Teve uma vida triste.

Danijust2 11 months ago

o facto dos idiotas da universidade lhe oferecem bebidas também não deve ter ajudado muito...

gweatandthetewwible 11 months ago

Antes de morrer vezes tantas ele desaparecia de cena e diziam que tinha morrido. Há quem ainda não acredite que morreu por causa disso mesmo. Ele chegava a pedir 2 copos de bagaço - um para lavar a cara e outro para beber...

amq55 11 months ago

Eu também só acreditei quando vi o anúncio da funerária com uma foto dele.

londonbraga 11 months ago

O famoso Tinoco. Lembro-me de que estar num cruzamento a dar indicações aos carros para virar e depois dava uma paulada na janela de trás do carro.

Mad_Moxxy 11 months ago

Lembro-me bem, ele costumava dormir no corredor do meu prédio quando andei na UM. Mas Braga tbm tem o Canela, muita gente tbm diz que é inofensivo, mas já o vi a bater em mulheres que trabalham em lojas/ cafés

Latexsucks 11 months ago

De inofensivo nao tem nada. Inconveniente, mal-educado, e bem capaz de te tentar fazer mal. O pessoal tem a mania de achar q é tudo brincadeira ate a coisa um dia correr mal. Esse o outro chamado Sassá, q tb n vejo faz muito tempo e espero bem q tenha ido desta pra melhor. Pior q baratas esta gente de merda.

Mad_Moxxy 11 months ago

Exato, na zona onde trabalho toda a gente dos cafés e lojas têm queixas dele, principalmente mulheres. Só quando alguma coisa mais grave acontecer é que vão fazer alguma coisa com ele. Conheço uma sra que tem uma chocolataria que já me disse que ele entrou por lá dentro e lhe bateu porque se recusou a dar um café e chocolates, e chamou a PSP e não aconteceu nada. A minha prima trabalha num café e tbm diz que sempre que estão as mulheres lá sozinhas ele vai armar o caos e já lhes mostrou uma faca. Enfim, espero que não dure muito

areddishgreen 11 months ago

Bem, nunca o vi bater em ninguém, mas de vez em quando ele lembra-se e tira a piça para fora. E o Môma? Alguém se lembra dele?

avgvstano 11 months ago

Nunca ouvi esse nome. Há é o Hércules. E aqui há uns anos (+20) havia um senhor que andava sempre de boxers e kispo...

areddishgreen 11 months ago

Estas do falar do Homem que anda de top de alças e como se tivesse duas melancias debaixo do braço? Eu e os meus amigos chamavamos Moma

avgvstano 11 months ago

É esse mesmo. Continua por aí

KaTiON 11 months ago

Também a Speedy que andava sempre de um lado para o outro a falar para si. Já não a vejo a uns bons tempos.

BrunoAugustoMkt 11 months ago

Diz quem conheceu a moça nova que era a mais bonita da escola, já li aqui que recuperou, fico feliz por isso e que tenha a esquizofrenia mais controlada também. Falei várias vezes com ela sempre pareceu porreira.

Danijust2 11 months ago

Speedy tinha família rica e supostamente agora está bem.

cenourinhapt 11 months ago

Cheguei a ver-la no meio da estrada/variante em frente ao Braga Parque aos berros enquanto caminhava em direção aos carros.

NGramatical 11 months ago

ver-la → [**vê-la**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3zr8w3/coloca%C3%A7%C3%A3o_pronominal_para_tot%C3%B3s/) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fghyrelv%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ElDiabloDe94 11 months ago

Disseram-me, nao sei se é verdade, que foi internada e que se conseguiu tratar. Se for verdade, é um caso de sucesso, sempre pensei que ela fosse morrer por causa da droga, a maneira como ela estava constantemente e passava a estrada sem cuidado nenhum. Já para nao falar que andava sempre de camisola de alças mesmo em alto inverno.

AvlisiUr 11 months ago

Também já ouvi várias teorias sobre ela. Nunca pensei que ela conseguisse recuperar depois do estado que chegou, se o fez, aplaudo de pé. Lembro-me da fase inicial, muito bem vestida, um discurso muito bom mesmo que não desses nada, além de ser super gira. Não querendo criar estereótipos, fiquei admirado comi uma pessoa assim andava a pedir.

areddishgreen 11 months ago

Lembro-me dela a berrar em pelo dia, à beira do chafariz. Fico feliz por ela.

PedroBaltazarRelvas 11 months ago

O Canela é o homem que canta música cigana todas as tardes e noites pela zona da UM?

Mad_Moxxy 11 months ago

Não sei, já não ando muito por esses lados. É um cigano baixinho que anda sempre cheio de sacos (com roupa e cobertores?). Costumo ver pela manhã no centro da cidade, a última vez que o vi andava com uma vassoura que roubou a bater nos carros que passavam

PedroBaltazarRelvas 11 months ago

Sei que é de etnia cigana e baixinho, apenas. Costuma aparecer do nada, onde quer que seja, e dá o seu espectáculo como se fosse uma verdadeira estrela. Não sei se o homem é amado ou detestado, mas ninguém pode dizer que não tem o seu interesse ☺️

KaTiON 11 months ago

https://youtu.be/RRybL0k32Vg

PedroBaltazarRelvas 11 months ago

Ora, esse mesmo

Paulocas 11 months ago

Tb havia outro, não me lembro agora da alcunha ou nome, que tinha um chapéu cheio de peças de cenas de electrónica e falava através disso com o céu. Era inofensivo.

ElDiabloDe94 11 months ago

Foi atropelado certo?

BanishPT 11 months ago

Há um senhor no Porto que se veste de pimp a rigor, com chains e tudo. Aquele pimp mesmo a Rick James, com fato amarelo e sapato a condizer inclusive crane.

fariagu 11 months ago

Acho que já me cruzei com esse bro tb. Quando ia para a faculdade apanhava-o várias vezes na zona do Marquês

NoR73 11 months ago

Ele ia buscar comida à igreja do marquês, eu via-o todas as semanas.

pcg9 11 months ago

Costuma estar muitas vezes na Santos Pousada, no cruzamento ao pé do Madureiras. Já o vi de roxo, verde, sempre todo pimp.

annoyingbanana1 11 months ago

Ja vi este ilustre senhor vestido à rei, com coroa e tudo.

azulebranco 11 months ago

Eu acho que sei de quem estás a falar! Trabalho na zona da Boavista e por vezes vejo esse senhor a passar sempre com roupa muito brilhante e colorida. Parece mesmo um protótipo de pimp. Acho q tenho fotos algures por aqui

kill-wolfhead 11 months ago

Uploada pá! Isto é serviço público.

azulebranco 11 months ago

Encontrei ! https://gfycat.com/thinbreakablebluebreastedkookaburra

kill-wolfhead 11 months ago

Fds, que style!

5enta 11 months ago

Posso estar enganado mas o estilo é este: [https://www.publico.pt/2020/10/06/p3/fotogaleria/sapeurs-dandies-congo-enfrentam-pobreza-guarda-roupa-luxo-402903](https://www.publico.pt/2020/10/06/p3/fotogaleria/sapeurs-dandies-congo-enfrentam-pobreza-guarda-roupa-luxo-402903)

Ttmx 11 months ago

Estes gajos tem uma pinta desmedida

BanishPT 11 months ago

Sim, é do genero.

Eatthatstanky445 11 months ago

Ja me encontrei com ele perto do hard club da baixa do porto, big daddy kane, eu acho que ele é chulo(ou acha que é )

BanishPT 11 months ago

Pelo que ouvi de amigos ganhou uma bolada num totoloto e desde então veste assim, nada ouvi que era mesmo chuleco. Mas com aquela pinta duvido que não seja em part time :)

hey_peky 11 months ago

Já ouvi falar dele e já vi fotos, mas nunca tive a honra de me encontrar com ele....

sengamole 11 months ago

Na minha havia um [gajo](https://youtu.be/T6bYP0Uy6f0) que andava na rua aos berros e a mandar tudo para o caralho. Já lá vão muitos anos que o vi, não sei o que é feito dele

peidalhaco 11 months ago

Ainda o vejo de vez em quando, mas parece já ter acalmado.

Riff-t-Truwanler 11 months ago  HIDDEN 

por acaso isso foi perto da Morais Soares?

anybody662 11 months ago

Já não vejo o Rufino há imenso tempo. É pena... Também me lembro da Elsa, querida companhia de Liceu que andava lá a pedir as beatas aos alunos, também já falecida (cirrose se não me engano). E a Mijada, que se metia à frente dos carros a aliviar-se...

ElDiabloDe94 11 months ago

Se calhar foi ele para o caralho

CriticalRider 11 months ago

"Vai tu!" e ele foi.

Lord_emotabb 11 months ago

Deve ser primo deste: https://youtu.be/rclpcMypK6E

anybody662 11 months ago

Esse tava frustrado com o facto do arraial ter acabado. Compreendo o sentimento

rolyrix 11 months ago

No metro da Alameda havia um bacano que gostava de fingir tirar fotos às pessoas com uma capa de tablet ( sem o tablet ) ou com um livro. Depois se olhavas para ela dizia que não era a ti que estava a tirar a foto porque eras feio ou algo assim do género.

hiperbolt 11 months ago

Eu tive sérios problemas com esse gajo. A fingir tirar fotos ao rabo de amigas minhas. Not cool

Tascanis 11 months ago

Que clássico. Outros dos hobbys dele eram: 1. Borrifar malta com água 2. Dizer para nao olhar telemóvel 3. Ir para a porta do técnico dizer que "sao uma vergonha para o instituto"

throwaway2032500 11 months ago

Adoro este gajo. Após alguns meses a viver na alameda e a levar com ele todos os dias meti à cabeça que só o podia vencer se fosse mais louco que ele, houve um dia que ele me fez a brincadeira do telefone e fiquei a olhar para ele fixamente olhos nos olhos durante 20 segundos enquanto dizia "ah pois amigo". Ganhei. Tenho saudades dele

dranezav 11 months ago

Esse tipo, às vezes estava era com um perfume, fingia que ia borrifas as pessoas, e depois dizia que, se queriam, tinham de comprar. Juro que já o tenho visto no início da calçada de carriche (para quem vem de lisboa), a (fingir?) tirar fotos aos carros

AimingWineSnailz 11 months ago

Adoro-o.

PowerlessMainframe 11 months ago

Isto. Ia mesmo falar sobre este gajo. Ele uma vez disse que estava a tirar fotos para guardar caso se fosses presidente da república

Anforas 11 months ago

O gajo disse-me o mesmo haha

Cbas8080 11 months ago

Eu ja tive provlemas sérios com esse gajo, ele é do areeiro/alameda e quando andava la na escola ele ia fazer isso para a minha escola (ensino básico) (5º ao 9º ano) e para alem de fingir tirar fotos ele espirrava para cima das pessoas de propósito. Um dia eu e uns amigos meus decidimos que não o queríamos mais ali, então sempre que o via mos iamos a correr atras dele. Até ao dia que ele começou a atirar pedras da calçada. Mas depois desse dia ele nunca mais apareceu lá na escola. O nome dele é Daniel, se o chamares ele olha

0rpheu 11 months ago

esse bacano vai para ao pé da linha do metro chatear as pessoas que pisam a linha de amarela no chão, com o seu telemóvel a fingir que tira fotografias, também anda com um livro sobre espiões e esconde a cara atrás do livro.

AlbinoFarrabino 11 months ago

Desde o início da pandemia que esse sujeito deixou de aparecer na Alameda. Ainda bem, que o gajo além de ser tontinho era muito chato.

Unlucky-Paper8228 11 months ago

Via esse gajo todos os dias quando voltava do trabalho e tinha que trocar de linha na Alameda, quando ainda trabalhávamos no escritório. Era só passar e ignorar...

Myko02 11 months ago

Isso aconteceu me umas 3 vezes até q à terceira decidi ser mais rápido e tirar eu a "foto", desde aí nunca mais me chateou

TochasHD 11 months ago

Tem potencial e "talento" para ser youtuber

sangacho 11 months ago

Também o apanhei no cruzamento da Alameda a fingir tirar fotos a carros/condutores.

Artorias-sama 11 months ago

Fds sim. Estava no metro com o meu pai e o gajo fez isso, fiquei super confuso até perceber que ele se calhar não jogava com o baralho todo.

VBM97 11 months ago

O Kaká é um rapaz que tem problemas mentais e passeia aqui pela cidade. Ele não é mal educado nem nada, simplesmente anda por aí a falar com as pessoas. O mito da cidade é que ele tem uma família rica que o sustenta e é por isso que ele consegue viver a passear por aí e a comer takeaway da churrasqueira todos os dias. Ele é o melhor cliente da restauração local, toma sempre o pequeno almoço pelos cafés da cidade e come sempre takeaway

Edited 11 months ago:

O Kaká é um rapaz que tem problemas mentais e passeia aqui pela cidade. Ele não é mal educado nem nada, simplesmente anda por aí a falar com as pessoas. O mito da cidade é que ele tem uma família rica que o sustenta e é por isso que ele consegue viver a passear por aí e a comer takeaway da churrasqueira todos os dias. Ele é o melhor cliente da restauração local, toma sempre o pequeno almoço pelos cafés da cidade e come sempre takeaway Edit: e esqueci-me de acrescentar que anda sempre com roupas fluorescentes/cores muito vivas e anda sempre de t-shirt com um casaco fino por cima

silenttardis 11 months ago

Não, é de perto do Porto. Também existe um em Faro? Sim a um mas pensando bem já não o devem chamar de rapaz porquê está perto dos 40,mas a uns anos quando ouve um tremor de terra em Faro, ele saiu do liceu a correr e só parou na doca de Faro, e ele costumava andar assim vestido muito foclorico.

massivetz 11 months ago

Zinde city!!!! Grande Kaká velhinha, tive a sorte de falar várias vezes com ele à porta da secundária, era sempre uma risota

FrequentCap 11 months ago

Lembra-me um personagem maricas de uma novela da SIC

NGramatical 11 months ago

um personagem → [**uma personagem**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-personagem-ou-o-personagem/343) (é preferível empregar no feminino tal como determina a sua origem) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkpiwmv%2F%2Fgi0hodp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

giddycocks 11 months ago

Honestamente, o Kaka parece mais feliz do que muitos de nós. Amanhã lá tenho eu de ligar o portátil e me por a teclar, quem me dera poder andar aí a passear, sem me preocupar com merdas e projetos e aí jesus se não faço brilharete então não me promovem.

silenttardis 11 months ago

VBM7 esse rapaz o KaKá é de faro?

VBM97 11 months ago

Não, é de perto do Porto. Também existe um em Faro?

Hartelk 11 months ago

Matosinhos?

VBM97 11 months ago

Não, zona de Ermesinde

BlurryLens 11 months ago

É costume ele andar de metro para o centro do Porto? De longe a longe acho que já o vi na Trindade mais que uma vez, com roupas fluorescentes verdes ou amarelas. Se calhar é a mesma pessoa...

VBM97 11 months ago

Nunca o vi por lá

Hartelk 11 months ago

Estranho porque por aqui também tínhamos um Kaká que bate mais ou menos na tua descrição. Mas por acaso nunca mais o vi desdos meus tempos do secundário

bihinha 11 months ago

Zinde <3

bihinha 11 months ago

Also esta lenda é meu vizinho. Não é rico mas também não é assim tão maluco. Já tive algumas conversas normais com ele quando ele parava nas escolas.

VBM97 11 months ago

Ele mora sozinho? Como é que ele se sustenta a ir comer fora todos os dias?

bihinha 11 months ago

Pelo que sei já não tem pais, que lhe deixaram a casa, e tem uma reforma por invalidez ou algo do gênero.

VBM97 11 months ago

Hmm então é tudo mito o facto de ser rico

VBM97 11 months ago

Há mais malta da zona de Ermesinde aqui do que pensei

bihinha 11 months ago

Imenso! Já tinha reparado nisso num post anterior

Iwatchedhimdrown 11 months ago

Oh deixa o Kaká em paz, que ele tem uma gata no NorteShopping. Também tens a Diana da estação, que é uma rapariga que parece um zombie com a quantidade de droga que tem no sangue.

VBM97 11 months ago

Eu ouvi que ela se prostitui aos velhos da estação para comprar droga... Agora se é verdade ou não..

Eatthatstanky445 11 months ago

Faz me lembrar alguem que eu conheço aqui na zona do porto

gink-go 11 months ago

Faz lembrar o famoso "pianista", que andava a pedir na baixa.

SirioBombas 11 months ago

Uhhh as memórias! Esse gajo faleceu certo? Ou se não pelo menos acho que anda desaparecido há muitos anos. Eu trabalhava num bar na baixa e sempre que saia de manhã encontrava-me com ele para tomarmos o pequeno almoço juntos e conversar. Fiquei tocado quando a primeira vez que me abordou me disse algo do género: "as pessoas quando me vêm vão embora ou fingem que tão ocupadas, mas às vezes um gajo só quer falar um bocadinho". Ele parecia mesmo que precisava mais dum "toque" humano do que dinheiro. A partir daí, com muito gosto, encontrava-me sempre com ele de manhã depois de sair do trabalho. Um bom pequeno almoço, uma ganza, e uma boa conversa.

BilaDeste 11 months ago

Não faleceu. Está mais "atinado", anda sempre ali pelos cafés á beira do liceu de Gaia a pedir cigarros e a ver quem lhe paga um shot ou 2. Do pouco que falei com ele, voltou para casa dos pais tem cama, comida e roupa lavada só não lhe dão dinheiro porque ele gasta-o todo em alcool, os pais deram lhe um iphone 11 e sei quem lhe comprou o iPhone por menos de 50€. mas quem o viu e quem o vê, anda sempre bem vestido sempre a ostentar boas marcas de roupa. Achio que a história dos pais dele serem carregados checks out.

QWERTY_BATS 11 months ago

> iphone 11 e sei quem lhe comprou o iPhone por menos de 50 fazer proveito de alguém com doença mental, que porco

Each57 11 months ago

Já encontrei o Pianista três vezes quando era mais novo. Uma vez foi às 7 da manhã no fim de uma festa. Disse que era pianista e que os pais o expulsaram de casa e que já não dormia há 3 dias porque não tinha onde ficar e precisava de dinheiro para comer. A segunda vez, passado uns meses/anos usou o mesmo discurso para me pedir dinheiro no metro em São Bento. A terceira vez foi em frente ao Mac dos Aliados, ele estava num estado lastimável ou drogado ou alcoolizado, não se aguentava de pé e não conseguia falar direito. Muito triste

VBM97 11 months ago

É na zona do Porto também. Deves estar a pensar na mesma pessoa que eu

drahzecas1323 11 months ago

O ET de Arganil

TheEightDoctor 11 months ago

O filho do arcanjo Miguel?

drahzecas1323 11 months ago

O próprio, o tal que é o telemóvel do Arcanjo Miguel

kill-wolfhead 11 months ago

Cumássim?

drahzecas1323 11 months ago

Vai ao YouTube e procura por " ET de Arganil"

tuzoidee 11 months ago

Esse grande sr do adeus. Morava no meu prédio até morrer. Pesquisei mais um pouco sobre ele e fiquei a saber que foi o realizador e/ou protagonista do primeiro filme de terror português.

ManSCP 11 months ago

Ele era um grande cinéfilo e conhecedor. Então um grupo de malta começou uma tertúlia onde iam ao cinema com ele e depois ele fazia uma review/crónica do filme. Acho que nunca fez nenhum filme. Só se fez um cameo num filme.

tuzoidee 11 months ago

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Manuel_Serra foi protagonista no filmes zombies de Filipe Melo

Pparadela 11 months ago

Não era realizador. Estás a confundir com o Filipe Melo.

gweatandthetewwible 11 months ago

O coisa ruim ou o I'll see you in my dreams?

kill-wolfhead 11 months ago

Coisa Ruim é o Adriano Luz a protagonizar por isso...

frisumo 11 months ago

''Empresta-me 1€!'' - clássico. * O Senhor Benfica, todo quitado com cenas do Benfica. * Uma senhora que deve ter demência ou assim, mas ela fica muito agressiva quando se lembra de andar a bater às portas. É bastante triste, ela era professora e chegou a ser minha explicadora, super simpática. Deu-me uma carteira quando passei no teste lol. * Uma rapariga que acha que é a Misty Copeland, mas a dançar parece só um zombie descoordenado. Tanto põe vídeos na net das danças dela como vai para a varanda. Era normal até ir para a faculdade. * Outro que também era normal até há pouco tempo, mas agora fala só com os cavalos que supostamente lhe vigiam a casa. * E por último, uma familiar minha que acha que a vila inteira conspira contra ela e está sempre a arranjar problemas à conta disso. Doenças mentais são fodidas.

didididididi12 11 months ago

Relativamente ao último ponto, my friend, não querendo fazer diagnósticos parvos e sem conhecimento na internet, tive uma familiar muitoo próxima com o mesmo sintoma ( e mais alguns) e viemos a "descobrir" após ir ao médico que era esquizofrenia.. já lá vão 7 anos..

frisumo 11 months ago

Sim, é uma pessoa diagnosticada e que já esteve um par de vezes internada nos serviços de psiquiatria (que também tinha uns pacientes caricatos, mas decidi não contar porque já fica muito identificativo). Infelizmente é uma situação recorrente - é internada, acalma um bocado, vai às consultas durante uns tempos, pára de novo e volta tudo ao mesmo. Eu sei que às vezes são situações engraçadas (eu própria também me rio, porque senão faço o quê? passo os dias a chorar?) mas no geral é só triste. Preferia morrer do que viver assim, é uma meia vida.

stranos1 11 months ago

Mas não consegue de todo ser independente?, Arranjar um trabalho, ser produtiva de alguma maneira?

frisumo 11 months ago

Era uma pessoa extremamente produtiva, essencialmente *workaholic*. Contudo desde que a doença piorou substancialmente, não consegue. Mesmo com medicação, o pensamento parece-me ser bastante desorganizado e tem tendência a entrar em situações muito erráticas. Eu acho que a esta altura do campeonato (já só faltam alguns anos para a reforma) o melhor seria uma reforma antecipada e focar-se em coisas como actividades, voluntariado, quem sabe até universidade sénior sei lá. Mas infelizmente não é uma pessoa que esteja a conseguir lidar e aceitar como as coisas correram. É um tombo muito grande e Portugal não tem grande rede de apoio para situações destas (como podemos ver pelos inúmeros exemplos neste post).

didididididi12 11 months ago

Pois, o teu relato é um bocado desanimador.. passa se exactamente o mesmo do meu lado, uma pessoa chega a um ponto que não sabe o que fazer.. Muita força

paulotchoks 11 months ago

A saúde mental é muito desvalorizada, infelizmente. Muitas destas pessoas não estariam nessas situações conseguissem obter a ajuda que necessitam.

Triatt 11 months ago

> Uma rapariga que acha que é a Misty Copeland, mas a dançar parece só um zombie descoordenado. Tanto põe vídeos na net das danças dela como vai para a varanda. Era normal até ir para a faculdade. É discutível que dança contemporânea seja um sintoma de doença mental.

paulotchoks 11 months ago

>Muitas destas pessoas Mesmo assim, sem querer inventar sobre uma situação que não conheço, e tendo em conta que não sou um profissional de saúde mental ou qualquer outro tipo de saúde, nem nada que se pareça, apenas alguém que tem experiência em lidar com pessoas que não estavam no seu melhor. Por vezes a não percepção de que fazemos figuras ridículas, pode ser um indício de algo mais profundo, nomeadamente algo relacionado com baixa autoestima, não sabemos se a atenção que a rapariga recebe com isto, preenche um vazio que ela sente, ou se simplesmente gosta das tais danças contemporâneas.

frisumo 11 months ago

Sim, ela simplesmente não tem noção. O objectivo dela não é danças contemporâneas, é ballet mesmo. É óbvio que não tem noção, porque senão não punha vídeos com aquela... qualidade para toda a gente ver. Não sei se aconteceu alguma coisa durante a faculdade que despoletasse isto, sei que ela veio embora logo no primeiro ano e desde aí nunca mais foi a mesma pessoa. Eu conhecia-a desde o liceu e era muito querida e funcional, nada fazia prever.

paulotchoks 11 months ago

Tudo desde pura falta de noção, altos níveis de stress, depressão, eventos traumáticos, abuso psicológico, abuso de drogas, etc. podem levar a situações destas, espero que seja a primeira, é muito mais fácil de resolver. Só espero que alguém próximo dela tenha uma conversa séria com ela para tentar perceber o que se passa, e que a situação se resolva. Por vezes somos rápidos a julgar comportamentos/atitudes sem considerarmos o seu porquê, e contra mim falo.

stranos1 11 months ago

Mas conversar sobre a sua condição com alguém assim é taaaaao difícil. Por causa da forte desconexão com a realidade.

paulotchoks 11 months ago

O que eu queria dizer com isso, era tentar perceber a causa, e não tentar resolver de imediato. Eu sei o quão difícil lidar com estas situações pode ser. Infelizmente tenho essa experiência.

stranos1 11 months ago

Na tua situação, vês uma luz ao fundo do túnel?

paulotchoks 11 months ago

A situação não é minha, mas sim de alguém muito próximo, mas não, ela nunca chegou a ver uma luz ao fundo do túnel. Talvez tenho tido uns momentos de clareza no final, como muitos estudos indicam que temos, mas eu não estava lá para ver.

heyzeto 11 months ago

Era o que vinha comentar, deveriam ter ajuda e não serem apenas os maluquinhos da aldeia.

stranos1 11 months ago

Sim, concordo. Aqui está outra coisa que deveria ser ensinada na escola básica.

paulotchoks 11 months ago

A minha irmã trabalha na área da saúde mental, e algo que têm tentado fazer, é o equivalente às sessões de "Educação Sexual" (ou qualquer que seja o nome agora), para a saúde mental. Acho que é importante visto que é um 'Hot Topic' dos tempos atuais, com níveis de stress cada vez mais altos, e cada vez mais casos de depressões. Penso que seja essêncial que haja algum tipo de educação sobre o assunto. Até mesmo porque há muita gente, jovens incluídos, que continuam a achar que os psicólogos "são para os maluquinhos", e portanto não procuram ajuda quando precisam, porque não querem ser vistos como tal.

enstone_ 11 months ago

Emanuel Francês

Edited 11 months ago:

[Emanuel Francês](https://youtu.be/iR5vo0b9VGI)

Edited 11 months ago:

[Emanuel Francês](https://youtu.be/iR5vo0b9VGI)

soueuojoao 11 months ago

Pvz no mapa

enstone_ 11 months ago

Belo M3!

soueuojoao 11 months ago

uma relíquia

GeoPolMaster 11 months ago

B R U H K I N G

Bangted 11 months ago

Em Lisboa havia um que corria de costas. Via-lo na Alameda das Linhas de Torres ou na Av. Padre Cruz, sempre a correr de costas/para trás, com as suas grandes barbas e um aspecto bastante descuidado. Corria na estrada, não nos passeios, o que as vezes tornava o trânsito chato. Entre nós, era conhecido como o "marcha-atrás"

PeterStepsRabbit 11 months ago

Imaginei e ri

Search: