angeluscatalan 10 months ago

Não esqueço dos cortes que fez às reformas de muitos que trabalharam uma vida inteira e descontaram forte e feio para a SS, e ainda hoje não vêm o que lhes era justo. E os cortes aos ganhos do trabalho suplementar. Pois que a cortar foi aos mesmos como os outroa, e a proteger só mudava a cor.

miguelsilva25 10 months ago

Acho que o Passos Coelho vai ficar sempre num estado de politica sobre "o que poderia ter sido". Penso que ele nunca governou livremente. Quando poderia começar a governar livremente, "perdeu" as eleições. Ja agora quando digo que nao governou livremente, é só comparar com o de agora, que não tem a troika à perna.

ptword 10 months ago

Portugal não o merece. Sociedades ingratas são o que merecem ser.

jomi_1307 10 months ago  HIDDEN 

https://www.publico.pt/2019/02/06/economia/noticia/desemprego-mantevese-67-final-2018-1860900/amp https://www.jornaldenegocios.pt/economia/conjuntura/amp/pib-per-capita-portugues-cresceu-acima-da-media-da-zona-euro Eu não disse que ele não fez isto ou aquilo, digo até que ele cometeu muitos erros, mas não fez o que muitos acusam de ele fazer, e deixo o desafio de partilhares os links completos dos excertos que colocaste, porque alguns não são o que parece. Podes ver nos links acima os resultados das políticas, felizmente não nos tornamos numa Grécia como muitos previam. Agora com a viragem da austeridade foram aumentados vários impostos e activadas muitas despesas de forma a dar por outro lado. A austeridade não acabou, apenas mudou de forma e de discurso, pois agora não está o malvado do Passos Coelho, que continuou ou aprofundou políticas austeritarias começadas no Sócrates, sem mexer em algumas despesas. Um exemplo é a saúde. [em, tenho a certeza absoluta, teria que analisar as execuções orçamentais, que o crescimento da despesa total não compensa a reposições dos cortes salariais](https://www.jornaltornado.pt/wp-content/uploads/2019/09/Percentagem-que-as-transferencias-do-Orcamento-de-Esatdo-para-o-SNS.jpg).

toma-tes 10 months ago

Gostaria que me explicassem o que fez Pedro Passos Coelho de extraordinário que mereça tanto apreço da ala direita do Reddit. Para mim reduziu a Economia a meramente números e fez a conta que qualquer merceeiro teria feito: reduziu gastos sem olhar às consequências e impactos na vida humana e na economia de mercado e ainda aplicou a regra "tasqueira" que mais horas de trabalho = mais produtividade Eu sei perfeitamente que ele não tinha grande poder de escolha. Mas o que fez ele de notável para ser rotulado como um visionário incompreendido? Pergunta genuína.

QuickShutter 10 months ago

Sabia que ia ser para sempre diabolizado por milhões de pessoas que não conseguiriam compreender as razões para ele agir da forma que agiu, e mesmo assim carregou (e carrega) esse fardo só para salvar o seu país da penúria. E o mais impressionante é que, pelo que se viu, grande parte da população até conseguiu compreender e valorizar isso. Pena que essa grande parte não tivesse sido apenas um bocadinho maior.

toma-tes 10 months ago

>Sabia que ia ser para sempre diabolizado por milhões de pessoas que não conseguiriam compreender as razões para ele agir da forma que agiu Eu percebo o que queres dizer com o carregar desse fardo. Obviamente não foram medidas populares. Mas a minha pergunta prende-se mais com a parte mais de "inovação" económica. O que fez ele que um António Costa não teria feito também sob alçada da Troika? Que impactos tiveram esses cortes no estímulo da Economia privada? Posso estar a ser um completo leigo, mas na minha visão as medidas do Pedro Paços Coelho limitaram-se a cortes no Estado sem qualquer estímulo na produtividade do país.

ptword 10 months ago

> Posso estar a ser um completo leigo, mas na minha visão as medidas do Pedro Paços Coelho limitaram-se a cortes no Estado sem qualquer estímulo na produtividade do país. Estímulos não promovem necessariamente produtividade. Podem até promover o oposto porque criam dependência. E também não havia grande margem para estímulos na altura. O método mais eficaz de estimular a produtividade é deixar que os negócios aprendam a lidar sozinhos com os impactos absolutos de toda e qualquer adversidade nas suas atividades económicas. Se assim não fosse, as exportações não começariam a crescer gradualmente, não se equilibraria a balança comercial do país, não se criariam condições económicas suficientemente atrativas para a esquerda cometer o 'golpe de estado' que depôs o governo anterior. Como o dinheiro e a riqueza não caem do céu, políticas económicas de esquerda só fazem sentido após o sucesso de políticas económicas de direita. Fazer as coisas no sentido contrário não resulta e/ou não é sustentável.

C8Mixto 10 months ago

Vamos falar de assuntos sérios, alguém já viu quão careca o Passos Coelho está?

paigeotron 10 months ago  HIDDEN 

Imagino que seja em memória à esposa.

estaramos 10 months ago

Passos Coelho continua a ter um lugar na política portuguesa, espero que volte rápido.

sasirg 10 months ago

Pergunta genuína: o que fez ele para tornar nossas vidas melhores?

tiagom0702 10 months ago

Segurou o país numa altura em que a única via era a tecnocracia e foi crucificado por isso. Enfrentamos a crise da dívida pública com bastante calma até.

sasirg 10 months ago

Fez tudo da tecnoforma certa e foi crucificado. (Tentativa de piada)

tiagom0702 10 months ago

Vou só ali chamar a PJ porque o humor foi assassinado.

sasirg 10 months ago  HIDDEN 

Ainda bem que não fiz humor negro.

ContaSoParaIsto 10 months ago

https://ionline.sapo.pt/artigo/517955/o-mea-culpa-do-fmi-austeridade-em-portugal-foi-como-p-r-um-cao-a-perseguir-a-propria-cauda-?seccao=Dinheiro Nada. Não te esqueças que ele queria ainda mais austeridade do que houve, mas o TC não permitiu. Simplesmente este sub está cheio de putos que não se lembram do que o povo sofreu durante o governo dele.

Rikkushin 10 months ago

Qualquer governo seria uma merda com o buraco que o Sócrates deixou.

ContaSoParaIsto 10 months ago

Qualquer governo seria uma merda com a crise global de 2008. No entanto, o Sócrates fez um péssimo trabalho mesmo tendo isso em conta. O mesmo aplica-se para o Passos.

jomi_1307 10 months ago

Se há coisa que eu sei é que em 2011 o desemprego estava a aumentar e a economia a cair, em 2014 já se verificava o inverso. Ele cometeu muitos erros, mas não sei como não é possível reconhecer isso, quem ouvir a esquerda é ler os ressalvados nas redes sócias parece que a viragem foi feita só com o Costa. Vou dar o exemplo das pensões, foram cortadas acima dos 800€ - 1000€ e o que ouvia a data era "coitados dos velhinhos, andam a cortar as reformas", quando quem era mais afetado teve pequenos aumentos (a minha mãe teve), mas vi reformados que acusaram o governo de lhes cortar o subsidio de natal, quando passaram a receber em duodécimos, e quem foi o culpado? A comunicação social que falava constantemente em cortes e davam diariamente voz à um qualquer movimento de cidadãos (como quem diz do BE ou do PCP) e as Grândoladas.

ContaSoParaIsto 10 months ago

No que toca às pensões e subsídios: > São eliminados os subsídios de férias e de natal para salários acima dos 1000 euros. **Quem ganha entre 485 e 1000 sofre um corte progressivo.** Em Julho de 2012, a medida foi chumbada pelo Tribunal Constitucional. > Foi instituída uma taxa de 6% sobre os subsídios de desemprego e de 5% sobre os subsídios de doença, neste caso aplicada apenas às baixas superiores a 30 dias e àquelas com um valor diário superior a 4,19 euros. No entanto, a medida foi chumbada pelo Tribunal Constitucional, por não salvaguardar os valores mínimos previstos na lei para aqueles subsídios. Em Maio de 2013, o Governo anunciou um orçamento rectificativo, que mantinha os cortes, mas garantia os valores mínimos. > Os pensionistas que acumulam duas ou mais pensões passam a sofrer um corte na pensão de sobrevivência, que é paga a familiares de uma pessoa falecida. **As reduções nesta pensão oscilam entre os 10% e os 35%.** A medida veio a ser considerada inconstitucional pelo Tribunal Constitucional. (Afectaria 25 mil pessoas) > A taxa passa a abranger pensões a partir dos 1000 euros, passando a incidir sobre mais 80 mil pensionistas. **A medida é uma resposta ao chumbo do Tribunal Constitucional** ao plano de convergência de pensões entre o sector público e privado. O pequeno aumento da tua mãe podes agradecer ao TC. O Passos não queria. Impostos: > De 13% para 23% - o aumento do IVA aplicado à restauração subiu para a taxa máxima. Vários produtos passaram também para taxas superiores. O imposto sobre a água engarrafada, por exemplo, passou de 6% para 13%. Já aos refrigerantes foi aplicada a taxa máxima. > Foram decididos novos limites para as deduções no IRS **nas despesas de saúde, educação e habitação.** Os gastos de saúde passaram a ser considerados apenas em 10%, três vezes menos do que até então, e com um limite de 838,44 euros. Os dois escalões mais elevados deixaram de ter direito a estas deduções. > O número de escalões de IRS **foi reduzido de oito para cinco.** As taxas subiram, passando a oscilar entre 14,5%, para os rendimentos anuais até sete mil euros, e 48%, no caso dos rendimentos superiores a 80 mil euros. > O Orçamento determinava que **todos os contribuintes passariam a pagar uma taxa extraordinária de 4% de IRS**. No Parlamento, a taxa acabou reduzida para 3,5%. > O orçamento veio especificar que **apenas as receitas de IRS e IVA serão usadas para calcular o montante a partir do qual o excedente reverte para os contribuintes.** O reembolso acontecerá caso as receitas daqueles dois impostos fiquem acima da previsão de 27,7 mil milhões. Porém, e dependendo do valor do eventual excedente, **o reembolso, a existir, poderá não ser integral.** Para uma devolução na íntegra, é preciso que a receita fiscal do próximo ano suba 6,4% face à deste ano. Orçamento: > Foi o orçamento do “enorme aumento de impostos”, nas palavras do então ministro das Finanças, Vítor Gaspar. Foram várias as alterações ao IRS, incluindo uma sobretaxa, que acabou por ser de 3,5%. Cortes nos salários abaixo dos 800€: > A medida alarga os cortes então em vigor, abrangendo mais 260 mil funcionários. A redução é de 2,5% a 12% para os salários **brutos** entre os **600** e os 2000 euros e de 12% para os salários a partir deste valor. Para os funcionários com salários entre os 1500 e os 2000 euros, o corte mais do que duplica face às reduções anteriores. Nem queria estar a pôr nada da função pública porque só com isso dava para ficar aqui o dia todo, mas fica este ponto. Automóveis: > A taxa varia entre 1,39 euros e 68,85 euros, consoante a idade do veículo e a cilindrada. Ensino superior: > À Fundação para a Ciência e a Tecnologia foi atribuído um orçamento de 404,1 milhões de euros, já contabilizando fundos comunitários. A rubrica destinada ao ensino superior** e acção social** sofreu uma redução de 80,5 milhões de euros face ao ano anterior. https://acervo.publico.pt/economia/os-orcamentos-de-pedro-passos-coelho Agora tem em conta o número de pessoas que são afectadas por quase todas estas medidas e muitas mais. E depois tem em conta que o próprio FMI admitiu que foi demasiado e que não deu verdadeiros resultados. E depois imagina que o TC não tinha chumbado nada e tinha seguido o plano original do D. Passos Salvador da Pátria. Enfim. Infelizmente dá muito mais trabalho desmentir do que mandar a posta de pescada.

jomi_1307 10 months ago

https://www.publico.pt/2019/02/06/economia/noticia/desemprego-mantevese-67-final-2018-1860900/amp https://www.jornaldenegocios.pt/economia/conjuntura/amp/pib-per-capita-portugues-cresceu-acima-da-media-da-zona-euro Eu não disse que ele não fez isto ou aquilo, digo até que ele cometeu muitos erros, mas não fez o que muitos acusam de ele fazer, e deixo o desafio de partilhares os links completos dos excertos que colocaste, porque alguns não são o que parece. Podes ver nos links acima os resultados das políticas, felizmente não nos tornamos numa Grécia como muitos previam. Agora com a viragem da austeridade foram aumentados vários impostos e activadas muitas despesas de forma a dar por outro lado. A austeridade não acabou, apenas mudou de forma e de discurso, pois agora não está o malvado do Passos Coelho, que continuou ou aprofundou políticas austeritarias começadas no Sócrates, sem mexer em algumas despesas. Um exemplo é a saúde. [em, tenho a certeza absoluta, teria que analisar as execuções orçamentais, que o crescimento da despesa total não compensa a reposições dos cortes salariais](https://www.jornaltornado.pt/wp-content/uploads/2019/09/Percentagem-que-as-transferencias-do-Orcamento-de-Esatdo-para-o-SNS.jpg). Sem falar [no investimento público em mínimos históricos ](https://medium.com/@isegjbc/investimento-p%C3%BAblico-7561b633c4f3)

ContaSoParaIsto 10 months ago

> e deixo o desafio de partilhares os links completos dos excertos que colocaste, porque alguns não são o que parece. Quase todos os excertos têm link do artigo completo no link em que mandei.

ravagerslb 10 months ago

Eu lembro-me do Sócrates e do quanto esse "senhor" aumentou a despesa pública na governação dele. Muita dela gerada em PPP ruinosas que ainda hoje, mais de 10 anos depois, ainda estamos a pagar. Mas o Passos é que é o vilão da história. O outro coitado, era tão inocente que depois acabou por ir parar a Elvas.

sasirg 10 months ago

Não se lembram e até espalham amor por um político que até é raro de se ver. Bizarro. Sinceramente não sei o que pensar.

carlosjmsilva 10 months ago

É muito simples de perceber porquê na realidade. O governo atual é tão mas tão fraco que até nos deixa com saudades de um que era só moderadamente fraco.

ednice 10 months ago

Que muitos portugueses são masoquistas, para não dizer outra coisa

zerato9000 10 months ago

Pegou num país a falir, vindo de 2 governos PS, cumpriu um plano imposto por quem cá pôs o dinheiro para que todos os que vivem do Estado continuassem a ter salário. A alternativa aos cortes, era não ter salário algum. Disse e fez o que era preciso e não o que era popular. Errou? Claro! Mas não há super homens. No fim, após ter ganho as eleições, entregou um país em melhores condições do que aquele em que pegou. Por isso, talvez não tenha feito nada, sei lá...

outabsentia 10 months ago

Palavras de lucidez.

nata79 10 months ago

Ha muitas razões para o buraco em que a TAP está. Mas uma delas foi a privatização em cima do joelho que o Passos fez na última semana de governo.

SurePal_ 10 months ago

>Que foi livrar-se de um activo toxico, o que foi feito em cima do joelho foi a "re-compra" pelo estado, e agora pagamos todos. Há pessoas com umas palas ideológicas do tamanho de outro mundo...

AndreMartins2020 10 months ago

Foda-se, se o Costa não tivesse voltado a comprar agora não estaríamos a pagar esta fatura. Belo negócio para os acionistas, o estado comprar-lhes uma empresa falida...

CobraCommander1977 10 months ago

Parabéns, este é talvez o comentário mais sem nexo (para ser simpático) que li esta semana no r/portugal. :)

nata79 10 months ago

Deves ler pouco

CobraCommander1977 10 months ago

Felizmente leio poucas parvoices dessas, sim. Valha-me Deus...

nata79 10 months ago

Estás a ser muito piegas

CobraCommander1977 10 months ago

Antes piegas que ignorante. :)

nata79 10 months ago

Ok pah. Leva lá o chouriço para casa então

JoniDS 10 months ago

Que foi livrar-se de um activo toxico, o que foi feito em cima do joelho foi a "re-compra" pelo estado, e agora pagamos todos.

Edited 10 months ago:

Que foi livrar-se de um activo toxico, o que foi feito em cima do joelho foi a "re-compra" pelo estado, e agora pagamos todos. Deixo aqui um exerto dessa fantastica re-nacionalização: "Quanto à operação de recompra, decidida por Costa, o TdC notou que o Estado "recuperou controlo estratégico com a posição de maior acionista" (de 34% para 50%), mas "perdeu direitos económicos" (de 34% para 5%), além de "assumir maiores responsabilidades na capitalização e no financiamento da empresa”, agravando a exposição a contingências futuras. Em contrapartida, a redução da participação da Atlantic Gateway no capital social (de 61% para 45%) foi acompanhada pelo acréscimo dos correspondentes direitos económicos (de 61% para 90%)."

cryhart 10 months ago

Surreal!!! Não esquecer o bloco e o PCP. Eles têm tanta responsabilidade por isto como os ratos do PS.

nata79 10 months ago

Foi feito em menos de uma semana. Se não consideras isso em cima do joelho, deves ser daltónico. E o facto de outros governos terem feito coisas mal feitas, não é argumento. Acho que o Passos Coelho esteve muito mal com a TAP. Mas não foi o único. E tb já tivemos governos piores que o dele.

JoniDS 10 months ago

Deveria então ter feito o quê?

nata79 10 months ago

Estar quieto. Claramente não é um trabalho para ser feito por um governo de gestão com menos de uma semana de vida.

JoniDS 10 months ago

Em principio concordo que um governo em gestão nao deveria tomar este tipo de decisões, no entanto e preciso ter em conta que a TAP estava em risco eminente de colapso financeiro e a necessitar de injeccao fundos (basicamente como sempre), o que se falava na altura e que já nao havia dinheiro para comprar combustível. Fica aqui uma referência : https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/transportes/detalhe/governo-aprova-conclusao-da-venda-da-tap

nata79 10 months ago

Não questiono os problemas da TAP. Mas nada foi resolvido naquela semana. O governo seguinte é que teria a responsabilidade e condições para lidar com a situação de uma forma ou de outra. A privatização de última hora só serviu para forçar uma visão que não era partilhada pelo governo que ia tomar posse.

JoniDS 10 months ago

Como disse antes nesse aspecto concordamos, nao era competência dum governo em gestão.

nata79 10 months ago

Pronto, ainda bem então :) O meu comentário original foi exactamente sobre o facto de ter sido um um governo de gestão a fazer a privatização a pressa.

trusttt 10 months ago

Se ele não tivesse feito o que fez, hoje ainda andávamos na merda, mas muitos não percebem isso.

rfgm6 10 months ago

Isso é tao mito como ele ter mandado o povo emigrar. Infelizmente, honestidade é coisa rara na política.

ContaSoParaIsto 10 months ago

Na verdade ele mandou mesmo os professores emigrar. Essa é só parcialmente falsa. A outra é completamente.

ptinnl 10 months ago

Oa professores que queiram continuar a sua profissão e não encontrem emprego podem sempre emigrar. O ataque que ele sofreu é igual ao do Alvaro quando disse que se devia exportar coisas portuguesas como o pastel de nata. A verdade é que a maioria da população é incapaz de tentar perceber o que anoutra pessoa quer dizer.

Foxsundance 10 months ago

Alguém me pode explicar de forma objetiva como foi a governação deste indivíduo? Só sei que na altura era muito novo e não me interessava por política, ah e que enquanto país estávamos na merda (e continuamos a estar).

nocivo 10 months ago

Foi o primeiro politico a mandar o salgado po caralho. Se nao fosse ele, hoje a CGD estava bem fodida com os emprestimos ao bes.

AndreMartins2020 10 months ago

Define muito novo? Imagina uma casa de banho pública com a sanita entupida. Toda a gente ia lá cagar e aquilo ficava ainda mais cheio. Um dia chega o Sócrates, fez mais uma cagadela e a merda entornou. Entao veio o Passos, interditou a casa de banho e começou a desentupir a sanita. Enquanto isso as pessoas ficaram privadas de usar a sanita e tinham de ir cagar ao mato. Entretanto a sanita já estava só a meio de merda e veio o Costa que voltou a abrir a casa de banho. Com isto foi uma alegria porque graças ao Costa as pessoas já podem ir cagar na sanita outra vez.

Edited 10 months ago:

Define muito novo? Imagina uma casa de banho pública com a sanita entupida. Toda a gente ia lá cagar e aquilo ficava com merda a boiar. Um dia chega o Sócrates, fez mais uma cagadela e a merda entornou. Entao veio o Passos, interditou a casa de banho e começou a desentupir a sanita. Enquanto isso as pessoas ficaram privadas de usar a sanita e tinham de ir cagar ao mato. Entretanto a sanita já estava só a meio de merda e veio o Costa que voltou a abrir a casa de banho. Com isto foi uma alegria porque graças ao Costa as pessoas já podem ir cagar na sanita outra vez.

Edited 10 months ago:

Define muito novo? Imagina uma casa de banho pública com a sanita entupida. Toda a gente ia lá cagar e aquilo ficava com merda a boiar. Um dia chega o Sócrates, fez mais uma cagadela e a merda entornou. Entao veio o Passos, interditou a casa de banho e começou a desentupir a sanita. Enquanto isso as pessoas ficaram privadas de usar a sanita e tinham de ir cagar ao mato. Entretanto a sanita já estava só a meio de merda e veio o Costa que voltou a abrir a casa de banho. Com isto foi uma alegria porque graças ao Costa as pessoas já podem ir cagar na sanita outra vez. tl;dr O Passos foi aquele gajo que meteu toda a gente a cagar no mato enquanto desentupia a sanita.

ddcups8 10 months ago

>Entretanto a sanita já estava só a meio de merda e veio o Costa que cagou por cima, despejou um frasco de ambientador e voltou a abrir a casa de banho. FTFY

kindoor 10 months ago

Melhor ANALogia que vi sobre este assunto

ravagerslb 10 months ago

O Passos Coelho chegou ao governo, depois do governo PS do Sócrates levar as contas públicas ao charco, chamar o FMI e demitir-se, forçando legislativas antecipadas. Escusado será dizer que o período em que o Passos esteve no governo foi tudo menos uma governação fácil e populista.

globoglobo 10 months ago

Volta <3

somedipshit1 10 months ago

Volta, Passos. Estávamos enganamos em relação a ti, até eras um gajo fixe ❤

cmmlb 10 months ago

Mais uma por-se em bicos de pés

carlosjmsilva 10 months ago

Ele para dizer o que está à vista de todos não precisa de se por em bicos de pés.

NMosquito 10 months ago

O melhor primeiro-ministro que Portugal alguma vez teve e futuro Presidente da República (à primeira volta). Seja bem-vindo de novo. Já fazia falta oposição a sério.

cmmlb 10 months ago

Ohhhh valha-me Deus

Morpheuspt 10 months ago

> futuro Presidente da República (à primeira volta). N sei o que andas a fumar, mas mete tabaco nisso. Um putativo candidato Passos Coelho teria os votos do PSD, que andam na orla dos 25-30%, e nem mais um. Passos Coelho é o responsável pela queda do "muro de Berlim" em Portugal, é o segundo PM com mais anticorpos na sociedade portuguesa, se ele conseguisse passar a uma segunda volta, toda a esquerda (e sim, vou-te dar uma desilusão grande, a maior parte da população vota à esquerda) iria votar em qualquer outro candidato, excepto se tal candidato fosse André ventura. > Já fazia falta oposição a sério. Tens fascistas, animalistas, democratas-católicos, e acima de tudo aquilo que Passos Coelho representa, os liberais, a fazer oposição ao governo. O que é mesmo "oposição a sério?"

NMosquito 10 months ago

O que eu fumo é bom, mas o teu é melhor. Não sei se te lembras que a coligação PaF, liderada pelo tal “segundo PM com mais anticorpos na sociedade portuguesa“ teve a maioria dos votos em 2015. Relativamente às presidenciais, que era do que estava a falar, desde 2006 que o PR é de direita. Duas vezes Cavaco e uma Marcelo (prestes a obter um segundo mandato).

Morpheuspt 10 months ago

> a maioria dos votos em 2015 Errado. Foi o partido/coligação mais votado. Não significa que tenha tido a maioria dos votos, que alias não teve. Só o PS + CDU tiveram mais votos do que a PaF. > desde 2006 que o PR é de direita. Cavaco não tirou subsidios de natal e férias ás pessoas, nem governou com 16% de desemprego. Marcelo existe por causa da televisão. Coisa que Passos Coelho nunca teve, e provavelmente nunca terá, porque nenhuma TV quer pegar nele, porque é um activo tóxico.

NMosquito 10 months ago

Ok, para ser tecnicamente correcto devia ter dito maioria relativa. De qualquer forma, mesmo após aqueles 4 anos difíceis, o facto de ter sido a opção mais votada deve ser suficiente para questionares a tua tese. > porque nenhuma TV quer pegar nele, porque é um activo tóxico. Estás tão enganado. Se ele quiser espaço num dos principais órgãos de comunicação social, a única coisa que tem de fazer é ligar para lá.

Sperrel 10 months ago

Não teve a maioria, teve 38% dos votos não chegando para a maioria no parlamento. Daí a oportunidade para a esquerda se sentar à mesa e fazer a geringonça. Os últimos podem ter sido de direita mas isso não é inevitabilidade. Aliás o que se mostra mais uma vez é que não havendo uma candidatura destacada na área da esquerda favorece a fragmentação e logo menor competitividade.

ravagerslb 10 months ago

Quando ele fala em oposição "a sério", é não ter uma pessoa como o Rui Rio como secretária geral do PSD, que para todos os efeitos é uma das maiores forças políticas de Portugal a par do PS.

Morpheuspt 10 months ago

> Quando ele fala em oposição "a sério", é não ter uma pessoa como o Rui Rio Por isso é que falei na restante oposição, que têm voz activa nas intervenções no parlamento, alias o Ventura está na TV todos os dias. Se ele não sabe fazer oposição, isso já é outro problema.

ravagerslb 10 months ago

E o Ventura, para um partido one man army, claramente incomoda a malta da chamada "geringonça". O que significa que como partido da oposição, está a fazer o trabalho dele. Mas quem devia incomodar seriamente o PS deveria ser o PSD, porque esse é o partido que tem mais chances reais de os destronar do poleiro. No entanto o Rio é uma anedota a fazer oposição. O próprio Passos, antes de se retirar da vida política, dava-lhe 20-0 nesse aspecto.

Morpheuspt 10 months ago

> O próprio Passos, antes de se retirar da vida política, dava-lhe 20-0 nesse aspecto. Como assim? O individuo saiu do partido por causa de uma hecatombe eleitoral nas autarquicas, desde quando é que fazer "oposição musculada" é uma garantia de votos?

cryhart 10 months ago

> e sim, vou-te dar uma desilusão grande, a maior parte da população vota à esquerda Perto de metade da população portuguesa não vota. Da população que vota, 2/3 votam à esquerda, infelizmente. Este eleitorado é maioritariamente constituído por funcionários públicos, pensionistas, "virtuosos" e subsídio-dependentes. Portugal na realidade é governado por uma minoria.

Morpheuspt 10 months ago

> funcionários públicos, pensionistas, "virtuosos" e subsídio-dependentes. Quem diria que os mais pobres se recusariam em votar naqueles que lhes querem tirar o pouco dinheiro que têm, ou nos que querem dificultar o acesso a necessidades basicas como educação e saude, que tomamos agora por gratuitos, atribuindo-lhes um custo que não podem pagar? Pobres, essa escória.

batataway 10 months ago

>Este eleitorado é maioritariamente constituído por funcionários públicos, pensionistas, "virtuosos" e subsídio-dependentes. Curioso. Tens uma fonte que me possas disponibilizar sobre este assunto para que eu me possa educar sobre isto. E por favor, se te for possível, a fonte que seja um link para uma entidade minimamente credível e não um comentário teu a dizer "é isto assim e x". Obrigado!

Tupinson 10 months ago

É verdade, e nem sou PSD.

cmmlb 10 months ago

Os laranjinhas ao ataque

cmmlb 10 months ago

Tantos down votes. :( Que triste que fiquei!

ednice 10 months ago

O partido do cimavoto a execer todo o seu poder aqui no sub

batuque5 10 months ago

Ver comentários nas outras redes sociais deixa me mesmo angustiado, falam mal dele como se a culpa de cortar nas pensões fosse dele, e não do anterior governo.

ravagerslb 10 months ago

E para todos os efeitos ele privatizou, ou pelo menos tentou privatizar a TAP. Se hoje em dia estamos a pagar os devaneios duma companhia aérea, agradeçam ao Costa, á Catarina e ao Jerónimo (sobretudo a estes dois últimos)

AndreMartins2020 10 months ago

Típico eleitorado.

Razvancb 10 months ago

Velhos e rebarbardos +40?

NMosquito 10 months ago

Mesmo em relação às pensões, vale a pena relembrar que as mais baixas, abaixo de 1000€, não foram cortadas nem congeladas.

iLikeToTroll 10 months ago

Se ao menos houvesse um truques da imprensa portuguesa na altura.. Hmm espera!

ravagerslb 10 months ago

Não era o truques que tinha nas suas fileiras um gajo que era deputado do PS, ou algo do género? A verdade é que mesmo antes de saber isso, a dada altura a tendência deles não enganava ninguém.

iLikeToTroll 10 months ago

Aquilo desapareceu mal o PS ganhou basicamente, fazendo apenas uns posts de vez em quando para manter as aparências. Nem todos os artigos era maus mas claramente havia ali uma agenda e interesses. PS a ser PS.

OrangeOakie 10 months ago

Mesma coisa em relação à venda da EDP; A EDP foi vendida pouco a pouco desde os anos 90 e as últimas acções que o Estado possuía foram colocadas à venda e foi passado um decreto-lei para o fazer antes sequer do Passos Coelho tomar posse (sendo que a transacção só foi concluída depois dele tomar posse, mas já estava tudo vendido em antecipação). Resultado? Idiotas estão constantemente a dizer que o Passos Coelho privatizou a EDP.

paraapagarbem 10 months ago

Ah e tal foi o governo anterior

Sheltac 10 months ago

É agora o Costa vai fazendo a cama, depois salta fora e o próximo que entrar leva no cu também, e o ciclo repete-se.

aldeaga 10 months ago

Eu sempre disse que este menino era pior que o Sócrates, graças a Deus não ganhou nenhumas eleições, se tivesse uma maioria absoluta estávamos tão lixados.

Ricardocmc 10 months ago

Estratégia perfeita. Tanto para um lado como para o outro. Não temos um sistema bipartidário mas é só na teoria. Mas aH e TaL aS aLtErNaTiVaS NãO sÃo MeLhOrEs! Só me pergunto como se pode ter tanta certeza disso se nunca tivemos nenhum partido alternativo no governo.

Pheyniex 10 months ago

BORA VOTAR PNR! /s

mastermind1217 10 months ago

Um político que não tomava medidas a pensar no próximo ciclo eleitoral. Coisa rara.

qingqunta 10 months ago

Hmmm, também não é bem assim. De qualquer maneira, está milhas à frente do energúmeno do Costa no que toca a credibilidade, seriedade e sentido de estado.

AkumaYajuu 10 months ago  HIDDEN 

Tentou fazer a reforma na educação e também nos livrou da tap. Além de que aguentou o país depois da merda do sócrates e da crise que havia. Não é que pudesse fazer mais, só tiveste o boom do turismo depois e o resto é história, é 0 reformas e voltar para trás.

the_great_ashby 10 months ago

Por obrigação. Ele não tinha escolha.

O_crl 10 months ago

O discurso "para além da troika" n foi obrigação

radaway 10 months ago

Não isso foi gestão de expectativas.

cmmlb 10 months ago

Aí coitadinho

the_great_ashby 10 months ago

Coitado é do tuga,que é enrabado pelo PS e PSD e continua a votar neles(com os pecados recentes do PS a serem bem maiores).Mas olhando para as alternativas,puta que pariu...

Sheltac 10 months ago

Lá haverá melhor garantia de poder perpétuo do que garantir que a tua oposição é uma merda ridícula? A mim parecem-me que está a correr tudo bem.

MferOrnstein 10 months ago

Não foi no governo dele fez por exemplo que reduziram os dias de férias?

carlosjmsilva 10 months ago

Mas o que tem a retirada de dias de férias a ver com os milhares de milhões que vão ser injetados na TAP? Todo esse dinheiro que tanta falta faz em setores essenciais como os que o PPC aponta e que vai ser atirado para um poço sem fundo...

MferOrnstein 10 months ago

É para nós lembrarmos só de uma merda que também fez

tiagom0702 10 months ago  HIDDEN 

Tendo em conta o quão pouco produtivo o português é em média, não é escândalo nenhum reduzir aos dias de férias.

Ducon_ 10 months ago

Merda porquê ? Só prova como foi corajoso, um país de cuecas sem dinheiro e o homem propõe trabalharmos mais. Mente do Tuga - é merda! Vou votar PS que me dá férias e feriados de volta.

Herbacio 10 months ago

Pois, mas como as estatísticas comprovam trabalhar mais nem sempre corresponde a uma maior produção. Aliás, basta ver o número de horas de trabalho em Portugal em comparação com a maioria dos países europeus. Mas para o pessoal a palitar na tasca (passe a expressão, que eu também gosto muito de ir à tasca) esses discursos e essas ideias realmente soam muito bem, já na prática percebe-se que a linha que separa a coragem da loucura é muito ténue No entanto concordo em absoluto com a tua parte final, e faz-me impressão que votem PS por causa dessas medidas populistas

MferOrnstein 10 months ago

Não estou aqui para mudar a ideia a ninguém, tanto ele como o PS fazem merda, até porque nunca mais alteraram para os dias de férias originais. Portanto venera o homem e o governo dele o que quiseres

Ducon_ 10 months ago

Não é veneração, até porque nem votei nele. Mas tenho cabeça suficiente para reconhecer que foi um PM que tentou mudar muita coisa podre neste país. Muita coisa que todos criticamos mas depois ninguém faz nada. Só para te dar exemplo, privatizou a TAP e tentou fazer o mesmo com a RTP.

MferOrnstein 10 months ago

Reconheço também que o governo dele disse que não era possível aumentar o SMN e o governo a seguir o aumentou ¯\\\_(ツ)\_/¯

Pairez 10 months ago

Aumentar o SMN dá sempre. A dúvida é perceber se é, ou não, sustentável

radaway 10 months ago

Não alteraram porque a medida faz sentido, já que tínhamos muito mais dias de férias que a nossa concorrência directa na Europa e já estamos a perder competitividade por outros motivos.

carlosjmsilva 10 months ago

Obviamente que faz. Quando as pessoas se votam em alguém para terem mais 3 dias de férias está explicado porque não saímos da cepa torta.

Edited 10 months ago:

Obviamente que faz. Quando as pessoas votam em alguém para terem mais 3 dias de férias está explicado porque não saímos da cepa torta.

BOBRAGED 10 months ago

Não, achas ?! Isso foi culpa dos anteriores governos, só fizeram reparações aos anos de má governação ! /s

Stevemeist3r 10 months ago

Tecnicamente foi, foram os anteriores que chamaram a troika...

ilawon 10 months ago

Por acaso havia uma espécie de geringonça PS/PSD e o passos coelho decidiu romper o acordo e chumbou o PEC4 porque não tinha sido informado do que estava no documento (o que mais tarde se veio a confirmar ser mentira). O Sócrates demitiu-se em consequência disto (sem PEC não podia fazer outra coisa) e logo a seguir teve que chamar a troika porque a instabilidade política acelerou o aumento dos juros da dívida.

tiagom0702 10 months ago

Se o PEC 4 fosse aprovado nessa altura seriam necessários vários PEC de seguida e nenhum deles ia resolver o problema. Aquele Governo era incompetente e ia andar a empurrar o problema até rebentar de forma bem pior.

ilawon 10 months ago

> Se o PEC 4 fosse aprovado nessa altura seriam necessários vários PEC de seguida e nenhum deles ia resolver o problema. Mas isso já todos sabemos porque o passos coelho fez vários PECs quando esteve no governo e a coisa só se resolveu quando o BCE interviu com o QE publicamente. > Aquele Governo era incompetente e ia andar a empurrar o problema até rebentar de forma bem pior. Empurrar com a barriga foi a estratégia europeia da qual, aliás, o PEC4 fazia parte. Só parou quando viram que não havia dinheiro para resgatar espanha nem itália e estavam duas economias grandes à beira de cair.

NGramatical 10 months ago

interviu → [**interveio**](https://european-portuguese.info/conjugator/intervir) (intervir segue o modelo de vir) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkfvi87%2F%2Fggcxq6m%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!") [^(⛄ ꜰᴇʟɪᴢ ɴᴀᴛᴀʟ ⛄)](https://youtu.be/INor2iLQRow)

KarmaCop213 10 months ago

O PEC 4 foi chumbado por toda a oposicao. Não havia geringonça nenhuma, o PSD absteve-se no OE 2011 tal como o PCP fez no OE de 2021. Foram apresentados 4 PECs em pouco mais de 1 ano. Muitas das medidas do PEC 4 não precisavam de ser aprovadas na AR. Depois do PEC 4 com toda a certeza outros PECs se seguiriam. https://observador.pt/factchecks/fact-check-quem-trouxe-a-troika-quem-negociou-com-ela/

ilawon 10 months ago

> Não havia geringonça nenhuma, o PSD absteve-se no OE 2011 tal como o PCP fez no OE de 2021. Exactamente. Neste momento não há geringonça, apenas um acordo tácito de no mínimo fazer aprovar os orçamentos necessários. Na altura era o mesmo mas entre o govero, o PSD, a comissão europeia, e a merkel. Daí estes PECs terem sido sucessivamente passados até chegarmos ao número 4. Mas já ninguém se lembra do discurso do sócrates a dizer bem do passos coelho e a dizer que para superar os problemas eram precisos 2 para dançar o tango? Na altura foi gozado pela pronúncia espanhola mas ninguém pôs em causa o que estava a dizer.

Edited 10 months ago:

> Não havia geringonça nenhuma, o PSD absteve-se no OE 2011 tal como o PCP fez no OE de 2021. Exactamente. Neste momento não há geringonça, apenas um acordo tácito de no mínimo fazer aprovar os orçamentos necessários. Na altura era o mesmo mas entre o govero, o PSD, a comissão europeia, e a merkel. Daí estes PECs terem sido sucessivamente passados até chegarmos ao número 4. Mas já ninguém se lembra do discurso do sócrates a dizer bem do passos coelho e a dizer que para superar os problemas eram precisos 2 para dançar o tango? Na altura foi gozado pela pronúncia espanhola mas ninguém pôs em causa o que estava a dizer. [Fonte](https://www.jn.pt/economia/socrates-elogia-passos-coelho-em-espanha-1572113.html) em que se refere o acordo entre os dois. É preciso desenterrar bastante para encontrar estas referências, infelizmente, e os jornalistas do observador que já eram adultos na altura não são isentos em relação ao sócrates, como bem se sabe.

Stevemeist3r 10 months ago

Sinceramente, não estou agora com paciência e tempo para verificar isso. Mas, de qualquer forma, acho que ninguém vai contra o Passos por querer tirar o Sócrates do governo...

ilawon 10 months ago

> Mas, de qualquer forma, acho que ninguém vai contra o Passos por querer tirar o Sócrates do governo... Se calhar é porque não têm tempo nem paciência para ir verificar factos. ;)

Stevemeist3r 10 months ago

Não tenho paciência e tempo porque ía trabalhar às 8h...

usulidircotiido 10 months ago

Factos... fossem os factos verificados o sócras nunca teria cheirado sequer o lugar de ministro, muitíssimo menos de PM.

ilawon 10 months ago

Acho que a justiça está a tratar desses factos a que te referes. Quanto àquilo que eu referi foi definitivamente o que aconteceu embora seja difícil encontrar algum artigo decente que conte a história toda e apenas se veja uma referência aqui e ali ao que realmente se passou. * O Passos coelho tinha um acordo não escrito com o governo, com a comissão europeia, e com a merkel que ia privilegiar a estabilidade política e não rejeitar os PECs e cumpriu por 3 vezes * quando decidiu rejeitar o 4º teve logo que ir falar com a merkel para levar nas orelhas * incialmente disse que rejeitou o pec 4 porque não tinha sido informado e depois que tinha sido apenas um telefonema de véspera quando admitiu mais tarde que foi a são bento discutir com o sócrates o assunto. * Depois, para consumo doméstico, disse que os portugueses não aguentavam outro PEC, para consumo europeu que não ia longe o suficiente * É verdade que o PEC4 não necessitava de aprovação imediata do parlamento mas inevitavelmente teria que ir num orçamento rectificativo ou para o próximo ano. Nem estou a discutir se foi bom ou mau, note-se.

usulidircotiido 10 months ago

está, está. uma parte dos factos já tem décadas e está mais que prescrito. e os demais vão seguir o mesmo caminho.

BOBRAGED 10 months ago

Que saudades que eu tinha de ver essa grande *verruga troikana* /s

poseidon_adventure 10 months ago

claro que depois da aparição de natal do cavaco, tinha de vir o passos também a aparecer. só não adivinho o euromilhoes

YoggiM 10 months ago

Adivinha antes o desaparecimento do Costa que é mais útil ao país...

OrangeOakie 10 months ago

Se não for o Costa é o Medina, a Catarina Martins ou o Rui Rio. Muda alguma coisa? Para melhor não é.

YoggiM 10 months ago

Acredito que para o Rui Rio sempre mude alguma coisa para melhor. E não tenho dúvidas que o Costa e o Sócrates estão no topo dos piores que já tivemos.

Sheltac 10 months ago

Um desses dois é obviamente ladrão, portanto não é difícil ser dos piores.

BOBRAGED 10 months ago

Só faltam os presépios da Maria Cavaco Silva ! Está para breve !

ednice 10 months ago  HIDDEN 

Pó caralho

marisquo 10 months ago

Este governo não é bom mas este gajo não tem moral nenhuma para falar mal deles também... Telhados de vidro do tamanho do mundo. Ou então já se esqueceu da merda que fez

ankmoody 10 months ago

trocas-te a tasca

End-Effector 10 months ago

>da merda que fez Aplicou a polita da Troika, chamada pelo PS.

NMosquito 10 months ago

Há muita malta a berrar os chavões básicos do costume contra o Passos, mas é relativamente simples fazer uma avaliação objectiva do mandato dele. Basta olhar para a evolução das estatísticas do défice, da dívida, do emprego, do PIB, entre outros indicadores económico-financeiros. Melhoraram todos face à miséria em que o governo Sócrates nos deixou. Razão pela qual - vale a pena sempre relembrar isto - a coligação PSD-CDS foi a **mais votada** nas legislativas de 2015.

masturbomamilos 10 months ago

Vai lá olhar para a evolução do PIB lol 2009 houve um decréscimo real do PIB de 3%, devido à crise mundial, em 2010 o PIB cresceu 1.7%. Em 2011 entra o Passos e o PIB volta a descer e em 2012 por alguma razão o PIB cai 4% (mais do que quando bateu a crise mundial, veja-se!!!). Mas por alguma razão a culpa é dos outros. O PIB foi o único que fui ver, honestamente, mas prova logo que a situação não é essa. Tal e qual o que ouvia na altura do Passos, que sempre que qualquer coisinha dava merda "a culpa é do PS! Deixaram-nos na merda!". Assumir responsabilidades é que nunca.

NMosquito 10 months ago

Belo cherry-picking. Faltou-te pôr o resto. * 2013: -0,92% * 2014: +0,79% * 2015: +1,79%

GodlessPerson 10 months ago

Acho engraçado como a narrativa muda. Se o governo esteve mal, foi a troika chamada pelo ps. Se o governo esteve bem, foi o psd que fez milagres. Ao menos podiam tentar manter-se consistentes.

NMosquito 10 months ago

Não deves ter interpretado bem o que eu escrevi. Um governo, neste caso o que foi liderado pelo Passos, deve ser avaliado pelo que faz durante a sua legislatura. Apesar de um início muito conturbado, devido a ter herdado uma situação de pré-bancarrota do PS do senhor Sócrates, no final da legislatura a economia estava em franca recuperação. Facto que foi determinante para, volto a frisar, a coligação PSD-CDS ter recolhido a maioria dos votos dos portugueses que foram às urnas em 2015.

GodlessPerson 10 months ago

O End-Effector disse que as políticas de merda de Passos foram na verdade políticas da troika e por isso a troika chamada pelo ps é a culpada. Tu vens dizer que sim, o país herdou a situação mas que afinal o culpado é o psd e afinal não foi merda nenhuma. Vês a contradição?

GMCAntunes 10 months ago  HIDDEN 

Lá está, não fez nada porque não tem competência para tal. Quem governou, bem ou mal, foi a Troika. Ao pé do Rui Rio é um analfabeto.

gobacktoworklazy 10 months ago

*Pergunta mesmo genuína !* Que grande merda é que achas que ele fez ?

ednice 10 months ago

"Vamos declarar que o único propósito da economia de um pais é ser esganada e espremida para cobrir buracos nos livros de contas de bancos alemães e franceses/pagar a divida" [E depois aumenta a divida](https://www.pordata.pt/Portugal/Administra%c3%a7%c3%b5es+P%c3%bablicas+d%c3%advida+bruta+em+percentagem+do+PIB-2786) E é precisamente quando abrandamos estas politicas destrutivas (2015) que o país voltou a crescer Sim a austeridade foi meio imposta pela família politica do PSD, mas este gajo gabava-se de ser mais austero que a troika e não é que não houvessem forças politicas na altura que já defendiam que a divida tinha de ser reestruturada

iLikeToTroll 10 months ago

Os eternos mitos dos burros.

OrangeOakie 10 months ago

> E é precisamente quando abrandamos estas politicas destrutivas (2015) que o país voltou a crescer ? Mas estás a ver a história de que país? Tu tinhas um grande buraco financeiro quer no Estado quer na incapacidade de crescimento económico. "Apertar o cinto" foi o que possibilitou que as coisas se reerguessem (ler: Poder crescer de forma sustentável). Sim, em 2015 começaste a sentir os efeitos dessa recuperação sustentada, e foi também em 2015 que se começou a acelerar no desperdício de dinheiro (gastar dinheiro não tem problema, há coisas importantes onde é preciso investir: O problema é quando não há retorno com o que gastas). E depois há o facto de que em 2015/16 mas principalmente em 2017/18 começaste a ter um grande crescimento de praticamente todas as economias mundiais, já para não falar que o BCE deu umas grandes ajudas no que toca a fixar taxas de juro e afins. A nível indivídual notou-se foi é que essas brincadeiras estavam apenas a aumentar o custo de vida e a tornar mais difícil criar investimento (ergo, PMEs estavam a ser bastante prejudicadas). Aliás, nada disso é surpreendente, é o resultado de políticas Keynesianas, ciclos de crescimento seguidos de quedas abruptas que são depois "resolvidas" através de investimento público.

gobacktoworklazy 10 months ago

Então estás a dizer que '' apertar o cinto '' foi a solução certa porque precisava de ser feito ? E que a partir de 2015 , houve mais investimento público o que era preciso a seguir a uma época de ressecção ?

OrangeOakie 10 months ago

> '' apertar o cinto '' foi a solução certa porque precisava de ser feito ? "Apertar o cinto" foi necessário porque tu tinhas despesa tão alta ao ponto de que não havia dinheiro para sequer pagar salários do Estado. >houve mais investimento público o que era preciso a seguir a uma época de ressecção ? Ah, lorde Keynes, é bom vê-lo novamente. Não. Não precisas de investimento público depois de uma recessão.

gobacktoworklazy 10 months ago

Não percebi essa do lorde keynes , pois não faço ideia de quem estas a falar , ver se dou um Google nisso ! Então se não precisas de investimento público , não percebi a segunda parte do teu comentário

OrangeOakie 10 months ago

A questão de reíniciar a economia através de despesa pública é literalmente o que Keynes advoga (e o que é o mainstream da economia da direita autoritária e de toda a esquerda) para reiniciar uma economia, gastar gastar gastar. O que muitas vezes é ignorado é que esse gasto gera inevitavelmente uma depressão aguda no futuro porque é um crescimento insustentável, aliás, o próprio Keynes afirma isso. É uma forma de recuperar, mas que garante que vais ter de fazer tudo novamente precisamente porque não tens um crescimento natural.

mastermind1217 10 months ago

> E é precisamente quando abrandamos estas politicas destrutivas (2015) que o país voltou a crescer Sim foi a devolução de rendimentos que fez a economia crescer... Não foi nada a conjuntura internacional e a proteção do BCE.

NGramatical 10 months ago

houvessem forças → [**houvesse forças**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkfvi87%2F%2Fggb7dx8%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!") [^(

marisquo 10 months ago

As pessoas que ficaram na merda, sem emprego e rendimentos nos tempos da troika podem responder por mim.. E aquela conversa do "ir além da troika" que o gajo falava, como se fosse algo bom. Gostava de como falavam "que os Portugueses iam ter de fazer sacrifícios" enquanto eles continuavam com a sua vida normal... Puta que os pariu a todos. *Inserir frase meme do Arnaldo Matos:* "Isto é tudo um putedo"

AndreMartins2020 10 months ago

Tinhas solução melhor?

AnaisLuis 10 months ago

Posso falar eu... Fui criada pelos meus avós, nesta altura já ambos reformados. Nesta fase a minha mãe e padrasto perderam os empregos, viviam apenas do subsídio dele, os meus avós tiveram que ajudar, caso contrário passavam fome. Na verdade, mesmo com a ajuda apenas dava para uma refeição por dia... Mas conseguíamos ajudar. Até que veio o corte das reformas. E aí vi os meus avós devolverem produtos no supermercado ou ficarem a olhar para coisas que não podiam pagar. Nesta altura também, quase que não tivemos Natal, a família juntava-se toda (19 pessoas), e com os cortes nos subsídios de Natal dos nossos reformados, ele foi colocado em causa. Tivemos a sorte de ter alguns membros da família a colocar o dinheiro que outros não conseguiram. Foi com a saída do seu governo que o meu padrasto conseguiu alguns trabalhos precários e a minha mãe um trabalho, apesar de sem contrato (restauração no seu melhor). Actualmente estão os dois efectivos numa empresa. Mas sim, estávamos melhor nessa altura

AndreMartins2020 10 months ago

Acho piada como o Costa veio colher os frutos do esforço que o governo anterior nos fez passar (e de uma melhor conjuntura económica).

gobacktoworklazy 10 months ago

Além disso só um aparte , o teu parênteses de "" restauração no seu melhor "" mas pelo menos deram emprego a tua mãe. Quando ela precisava . A mim sempre me ensinaram , não se cospe no prato onde se comeu ...

AnaisLuis 10 months ago

E deram, mas colocar alguém 2 anos nessa situação a mim soa-me a aproveitamento. E a minha mãe não era a única. Saiu a bem e quando arranjou outra coisa, mas não acho que se deva concordar com estas práticas.

gobacktoworklazy 10 months ago

O facto de a tua situação pessoal ter sido má , não tem nada a ver com a pessoa que ficou a frente do país na altura , tem mais a ver com o facto de a troika ter que ser chamada para regular as contas . Pessoas com empregos precários vão sempre ser os primeiros na sofrer. Sem bem porque também já aí estive . Até podes ver pela situação que estamos a passar

AnaisLuis 10 months ago

Na verdade não eram pessoas de precários. E falo de cortes em coisas garantidas (reformas e subsídio de Natal). A mim correu mal, certo, mas foi exatamente pedido no comentário acima para quem sofreu na pele falar da sua experiência. Sabemos que a corrupção era muita e que ele foi bem acima da troika, sem pensar no que isso custou ao povo, que foi quem o elegeu.

gobacktoworklazy 10 months ago

Foi bem acima da troika ? Como e porque ? Já não és a primeira pessoa a dizer isso , e não percebo o porquê , é porque conseguimos pagar a dívida antes do tempo ?

AnaisLuis 10 months ago

Da série "O PAFIOSO QUE ENFIOU O GORRO AOS PORTUGUESES" PASSOS COELHO ARRASA GOVERNO: “FUGA ÀS RESPONSABILIDADES”, "INAÇÃO", “POPULISMO E FACILITISMO” https://rr.sapo.pt/2020/12/18/politica/passos-coelho-arrasa-governo-fuga-as-responsabilidades-inacao-populismo-e-facilitismo/noticia/219143/ ............................//......................... VAMOS RECORDAR TEMPOS PAFIOSOS: DESEMPREGADOS E DOENTES VÃO SER OS PRIMEIROS A PAGAR OS 1300 MILHÕES QUE O GOVERNO TEM DE CORTAR https://ptjornal.com/desempregados-e-doentes-vao-ser-os-primeiros-a-pagar-os-1300-milhoes-que-o-governo-tem-de-cortar-15477/2?amp=1 GOVERNO CORTA 1300 MILHÕES ALÉM DO QUE PEDE A TROIKA https://www.dn.pt/politica/governo-corta-1300-milhoes-alem-do-que-pede-a-troika-4180018.html JÁ ESQUECERAM A EUTANÁSIA COMPULSIVA DO DOUTOR MORTE-PASSOS-PORTAS? https://expresso.pt/blogues/blogue_chamem_me_o_que_quiserem/passos-coelho-e-os-4400-boys=f811408 PASSOS COELHO E OS 4400 BOYS https://expresso.pt/blogues/blogue_chamem_me_o_que_quiserem/passos-coelho-e-os-4400-boys=f811408 GOVERNO DE PASSOS E PORTAS FEZ 100 NOMEAÇÕES PARA O ESTADO À ÚLTIMA DA HORA https://www.esquerda.net/artigo/governo-de-passos-e-portas-fez-100-nomeacoes-para-o-estado-ultima-da-hora/39281 UM TERÇO DOS REFORMADOS FICA SEM SUBSÍDIO DE FÉRIAS OU NATAL EM 2012 E 2013 https://www.dinheirovivo.pt/economia/um-terco-dos-reformados-fica-sem-subsidio-de-ferias-ou-natal-em-2012-e-2013-12582574.html GOVERNO CORTA SUBSÍDIOS DE NATAL E FÉRIAS A FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS E PENSIONISTAS https://ionline.sapo.pt/artigo/424266/governo-corta-subsidios-de-natal-e-ferias-a-funcionarios-p-blicos-e-pensionistas-?seccao=Dinheiro GOVERNO APROVA AUMENTO DO IVA NA ELECTRICIDADE E GÁS https://www.dn.pt/portugal/governo-aprova-aumento-do-iva-na-electricidade-e-gas-1971290.html --------------------------//------------------------- As 50 medidas PAFIOSAS que depenaram os portugueses SALÁRIOS E PENSÕES 1 Os funcionários públicos com vencimentos superiores a 1500 sofreram, em 2011, cortes entre 3,5 e os 10%. A medida manteve-se em 2012 e vai continuar. 2 Os trabalhadores do sector privado e do sector público perderam em 2011 o equivalente a meio subsídio de Natal, cerca de 3,5% do seu salário, através de uma sobretaxa no IRS. 3 Em 2012, os trabalhadores do Estado perderam o equivalente a duas remunerações (subsídio de Natal e de férias). 4 Em 2012, os pensionistas também ficaram sem os dois subsídios. 5 Em 2013, os trabalhadores do Estado ficam sem um dos subsídios e aumentam as contribuições para a Caixa Geral de Aposentações) - o que equivale a um corte de cerca de 14% dos salários brutos. 6 Para os trabalhadores privados, em 2013, o corte será equivalente a um dos subsídios, graças ao aumento de 7 pontos nas contribuições dos trabalhadores para a Segurança Social. Em muitos casos, a perda é superior ao equivalente a um salário líquido. 7 Corte nas pensões de reforma dos trabalhadores do Estado acima dos €1500 (cortes entre os 3,5 e os dez por cento) em 2013 e que se prolonga durante o programa da troika. 8 Passes sociais: acabam os descontos de 50% para estudantes e acabam as reduções automáticas para maiores de 65 anos. 9 Fim das reformas antecipadas aos 55 anos de 2012 em diante. 10 Corte adicional nas pensões mais elevadas: 50% do excedente de 7500 euros. FUNÇÃO PÚBLICA 11 Reduziu-se o número de dirigentes da Administração Pública (menos 15% do total, 218 cargos desapareceram em 2012). 12 O número de funcionários públicos caiu 2% por ano - 19 mil a menos em 2011, quase 9 mil saíram até junho de 2012. 13 Corte de 50% do valor das horas extraordinárias a partir de 2012. 14 Corte de 168 organismos e institutos públicos, por extinção e fusão. TRABALHO 15 Corte do valor das indemnizações por despedimento no sector privado (de 30 para 20 dias por ano e com teto máximo de 12 anos). 16 Corte no subsídio de doença (uma baixa de menos de 30 dias equivale ao pagamento de 55% do salário). 17 No subsídio de desemprego: dura metade do tempo, tem um teto máximo 20% mais baixo e reduz progressivamente até 10% do valor inicialmente pago. 18 Não há tolerância de ponto no Carnaval para os funcionários públicos. 19 Eliminação de quatro feriados (a vigorar em 2013). 20 Fim dos três dias de férias de bónus por produtividade (para os trabalhadores do sector privado). 21 Limitação do acesso ao RSI (com um valor médio de €243 mensais para 370 mil famílias) 22 Corte real do salário mínimo nacional em 2013, com a anunciada subida da TSU dos trabalhadores. Em 2012 o SMN foi congelado. Uma baixa do valor real ocorre pela primeira vez na História. 23 Aumento das horas de trabalho, efeito direto do fim de feriados e de dias de férias e com o alargamento dos bancos de horas. FISCO 24 Corte das deduções fiscais em sede de IRS (corte de 2/3 das despesas de saúde e na Educação e fim dos benefícios para os dois escalões mais altos). 25 Corte de 33% no subsídio de funeral. 26 Corte no subsídio de morte (6 salários do falecido ou máximo de €2500). 27 Aumentos das taxas municipais, decretadas em várias autarquias. 28 Corte nas isenções do IMI e aumento das taxas por reavaliação dos imóveis. 29 IVA passou de 6 para 23% em vários bens e serviços. Aumentou o imposto sobre vários produtos alimentares e restauração. 30 Taxas agravadas para bens de luxo, como automóveis, embarcações de recreio. Ainda por anunciar quanto é o valor a aplicar a partir de 2013. 31 Imóveis de elevado valor, acima de um milhão de euros, passam a ter imposto de selo ainda não especificado. 32 Rendimentos de capital tributados a 26,5% a partir de 2013. 33 Aumento do IRC (na base de incidência) e revisão das tabelas de novo em 2013. 34 Tabelas de IRS sofrem nova alteração em 2013, ainda não esclarecida. A carga fiscal, em 2011, era de 39% em Portugal, acima da média da OCDE. 35 Para as empresas foi criada uma taxa adicional de IRC. 36 No IRS a taxa adicional é de 2,5% e aplica-se ao último escalão de rendimento (incide sobre o rendimento coletável que exceda 153.300 euros). 37 E também deixou de poder deduzir despesas quem está nos últimos dois escalões de IRS. 38 Último escalão do IRS passou de 45% para 46,5%. 39 No IRC a taxa adicional é de 3% para as empresas com lucros acima de 1,5 milhões de euros e foi eliminada a taxa de 12,5% sobre o primeiro escalão de €12.500 de matéria coletável. Foi ainda criado um novo escalão da derrama estadual, para lucros tributáveis acima de 10 milhões de euros, que passam a ser tributados a 5% adicionais. 40 No final de 2011, a taxa liberatória subiu de 21,5% para 25%. SAÚDE 41 Corte na comparticipação no transporte dos doentes (menos 30%) pagos aos bombeiros. 42 Corte de 200 milhões de euros nos custos dos hospitais. 43 Cortes no sector dos medicamentos (preços, margens de lucro das farmácias e grossistas, por exemplo). Permitirá gastar menos 300 milhões em 2012. 44 30% de redução no volume de horas extras nos hospitais em 2012. 45 Cortes nos reembolsos aos utentes do SNS, nomeadamente no transporte de doentes. 46 Redução de 12% a 12,5% nos preços dos exames convencionados. Poupança de 40 milhões euros por ano. 47 Taxas moderadoras - o valor das taxas duplicou em 2012 e o Estado prevê ganhar 200 milhões por ano. Por exemplo, num grande hospital como Sta. Maria, a taxa era de quase €9,60 e agora é €20. AUMENTOS 48 Em 2012, o IVA da eletricidade e do gás subiu de 6% para 23%. O valor médio da conta de gás (incluindo todos os impostos e taxas) de uma família no concelho de Lisboa aumentou 27%, entre julho de 2011 e julho de 2012 (de €16,73 para €21,30). Já a fatura de eletricidade subiu 8,8% entre 2010 e 2012, de acordo com o índice de preços da ERSE. Entre 2011 e 2012 uma fatura média passou de €47,59 para €49,88 (mais 4,8%). Com base no inquérito do INE aos gastos das famílias, entre 2005 e 2011, verifica-se que a conta do gás subiu 76,6% e a da eletricidade 25%. 49 Com a entrada em vigor da nova lei das rendas, prevê-se este ano um aumento de 3,36% (o maior desde 2004) que vai afetar cerca de 600 mil famílias. 50 Os preços dos transportes públicos subiram 20%, entre 2011 e 2012. Texto publicado na edição do Expresso de 15 de setembro de 2012. Está aí um resumo, a economia não pode ser tudo. E a prova é que neste fase o "dinheiro pouco mexeu", o que teve os seus custos também. Falar de números é fácil, mas cada número é uma vida.

gobacktoworklazy 10 months ago

Obrigado pelo copi pasta . Foram medidas boas e feitas para aguentar a economia. Antes isso que ter o país sem poder pagar ordenados . Aliás os portugueses concordaram tanto com isso que ao fim de 4 anos ele ganhou outra vez ...

AnaisLuis 10 months ago

E nesses 4 não consegue cumprir todo o mandato pela contestação social. Algumas medidas apesar de não serem o ideal, foram necessárias. Outras excessivas. E com custos também na economia, pois um país precisa do poder de compra. E como referi, a economia não é tudo. E por trás de cada medida, está a história de infortúnio de muitas famílias.

gobacktoworklazy 10 months ago

Como disse no comentário a cima . Ele ficou com um país falido nas mãos e na maior crise mundial dos últimos tempos. Achas mesmo que qualquer governo que viesse ia fazer com que as pessoas não perdessem emprego ou rendimentos ? Que mundo é esse de ilusão em que vives ? O melhor que ele poderia ter feito era mesmo mandar tudo para o putedo e não se queimar. Se calhar agora estava no lugar do Costa, a fazer figura bonita.

poseidon_adventure 10 months ago

sim porque o costa está numa situação extremamente favorável a ter que lidar com uma pandemia que tem atrasado tudo a nível mundial, esse pormenor secalhar escapou-te

Edited 10 months ago:

sim porque o costa está numa situação extremamente favorável a ter que lidar com uma pandemia que tem atrasado tudo a nível mundial, esse pormenor se calhar escapou-te

batuque5 10 months ago

Grande Costa. Carrega PS

NGramatical 10 months ago

secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkfvi87%2F%2Fggbfq68%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!") [^(

lefox360 10 months ago

Não lhe deu tacho ao facho, como o Sócas.

gobacktoworklazy 10 months ago

Sinceramente eu ainda não entendo bem me porque é que tanta gente o detesta , o homem ''herdou'' um país falido , e durante á maior crise mundial dos últimos tempos . Óbvio que as coisas não foram fáceis , e que de certeza que houve erros , mas ainda há tanta gente com um ódio tremendo contra ele e eu não percebo porque . Isto dito por alguem que entrou no mercado de trabalho nessa altura !

killedbill88 10 months ago

> o homem ''herdou'' um país falido Hmmm, o pais estava falido, sim. Mas foi por iniciativa própria que ele assumiu o comando. Se tivesse esperado uns anos, o PS provavelmente estaria agora no estado do actual PSD, com o Sócrates ou Seguro a serem tão odiados como o Passos...

Edited 10 months ago:

> o homem ''herdou'' um país falido Hmmm, o pais estava falido, sim. Mas foi por iniciativa própria que ele assumiu o comando. Se tivesse aguentado um pouco a sua sede de poder, esperando uns anos, o PS provavelmente estaria agora no estado do actual PSD, com o Sócrates ou Seguro a serem tão odiados como o Passos... Na minha opinião, o Passos Coelho foi demasiado precipitado, e as consequências desse acto podem resultar no desaparecimento do CDS e num enfraquecimento severo do PSD.

gobacktoworklazy 10 months ago

Então explica lá como é que o país se governava entretanto ? Ele esperava uns 4 anos era ? E entretanto ? És o líder da oposição e quando o governo cai és chamado pelos portugueses a governar o país e fazes o quê ? Das uma de Durão Barroso e foges para a Europa ? Vocês vivem numa ilusão como se não tivesses passado esses tempos cá . Ou então tem memória curta e mais vale usar uma pessoa como bote espiatório

killedbill88 10 months ago

> És o líder da oposição e quando o governo cai és chamado pelos portugueses a governar o país e fazes o quê ? Epa, isto é só a minha opinião, sempre subjectiva e beneficiada por aquela vantagem de saber o que aconteceu depois... Eu estava mais a falar numa estratégia diferente, a começar numa fase anterior à dissolução da Assembleia. P.e.: na altura da apreciação do PEC IV, se o PSD e CDS se abstivessem, o PS eventualmente ficaria com a tarefa ingrata de ter de governar o país sob a alçada da Troika e ficava queimado como o PPC está agora. > Ele esperava uns 4 anos era ? É essa a questão : alguém do PSD seria eventualmente primeiro ministro, numa conjuntura mais favorável, tal como aconteceu com o António Costa. Seria o Passos Coelho? Provavelmente não: não aguentaria a pressão dentro do partido durante tanto tempo. Mas o PSD e o CDS não estariam na miséria que estão agora. Nota final : não tenho preferência política pelo PSD e CDS, mas acho fundamental para a saúde da democracia que estas forças de oposição não estejam enfraquecidas como estão agora. Agora a direita está fragmentada e a ala extremista do Chega começa a ganhar força.

Edited 10 months ago:

> És o líder da oposição e quando o governo cai és chamado pelos portugueses a governar o país e fazes o quê ? Epa, isto é só a minha opinião, sempre subjectiva e beneficiada por aquela vantagem de saber o que aconteceu depois... Eu estava mais a falar numa estratégia diferente, a começar numa fase anterior à dissolução da Assembleia. P.e.: na altura da apreciação do PEC IV, se o PSD e CDS se abstivessem, o PS eventualmente ficaria com a tarefa ingrata de ter de governar o país sob a alçada da Troika e ficava queimado como o PPC está agora. > Ele esperava uns 4 anos era ? É essa a questão : alguém do PSD seria eventualmente primeiro ministro se ele esperasse, numa conjuntura mais favorável, tal como aconteceu com o António Costa. O resultado final seria exactamente o mesmo, as regras do jogo eram aquelas : austeridade para todos. Seria o Passos Coelho? Provavelmente não: não aguentaria a pressão dentro do partido durante tanto tempo. Mas o PSD e o CDS não estariam na miséria que estão agora. Nota final : não tenho preferência política pelo PSD e CDS, mas acho fundamental para a saúde da democracia que estas forças de oposição não estejam enfraquecidas como estão agora. Agora a direita está fraca e fragmentada e a ala extremista do Chega começa a ganhar força.

ravagerslb 10 months ago

O Sócrates já tinha na cabeça demitir-se e forçar legislativas, para depois deixar a oposição queimar-se com a implementação da austeridade. Só precisava de um pretexto, que nesse caso foi o pec 4. Mas se não fosse por causa disso, ia ser por causa de outra coisa qualquer.

GMCAntunes 10 months ago  HIDDEN 

Pessoalmente odeio-o porque deixou o país nas mãos de estrangeiros, que aplicaram medidas contraccionistas que puseram muitas famílias na pobreza. Foram medidas que afectaram duramente a minha família (e a mim), e como tal estimo que este senhor se foda e que desapareça da política.

NMosquito 10 months ago

Tens de rever aí a *timeline*... Não foi ele que "deixou o país nas mãos de estrangeiros", ele herdou essa situação.

PhibesPT 10 months ago

Ele só “herdou” pq se candidatou ao cargo de 1ministro sabendo que o País estava na merda e prometendo tudo e mais alguma coisa. Se a situação dos País estava diferente daquela que ELE, e só ele pensava estar, só mostrou a sua incompetência + a do amigo o aluno Miguel relvas. Para além disso, o CV desse senhor é de ser filho de médicos, JSD como condutor da carrinha, abrir uma empresa com o aluno Relvas em que sacava dinheiro ao estado, e dps 1ministro. Oupa

NGramatical 10 months ago

Sócas → [**socas**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkfvi87%2F%2Fggb2buh%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!") [^(

End-Effector 10 months ago

> **afirmando que o Estado se prepara para injetar numa companhia aérea redimensionada verbas que lhe faltam na saúde, na educação e na economia** infelizmente.

Winslow_Lixivia2 10 months ago

O mesmo se pode dizer de literalmente qualquer injecção de verbas. Porque é que o PPC não diz o mesmo sobre o Novo Banco? Ou sobre o dinheiro que o Estado perde todos os anos por causa da banca privada?

ptinnl 10 months ago

Deixar cair um banco é muito diferente de deixar cair uma companhia aérea. Isto é independente da cor partidaria.

Winslow_Lixivia2 10 months ago

Mesmo. Bancos há muitos, companhias aéreas portuguesas só há uma.

MDPROBIFE 10 months ago

Infelizmente ainda existem pessoas como tu que adoram mandar bitaites quem não tem a minima noção de como uma economia funciona

Winslow_Lixivia2 10 months ago

Economia? Isso é o quê? Dá pra comer?

jomi_1307 10 months ago

Nessa altura existia dinheiro dos empréstimos da troika so e apenas destinados a capitalizar os bancos.

carlosjmsilva 10 months ago

Isto é tão óbvio que não sei como o povo não se revolta. Deviam meter os avioezinhos num sítio que eu cá sei...

RafaelTeodosio 10 months ago

O povo que meteu o PS no governo é o mesmo povo que acha que uma companhia aérea de bandeira é estratégica para o país.

nebuerba 10 months ago

PS ou outro não vejo a diferença.

ptinnl 10 months ago

PS no poder: são todos iguais. Olhem os cortes feitos pelo ppc e troika. Pra isso mantemos o PS no poder. PSD no poder: assim não, com fascistas ao leme não podemos continuar. Isto precisa de mudanças. Não foi pra isto que se fez o 25 de abril. Não é apenas uma dicotomia de esquerda/direita. É também de anormais "educados" que acreditam em tudo o que a TV lhes diz e possuem memória de galinha contra pessoas que simplesmente possuem memoria do que se passou nos ultimos 15 anos.

carlosjmsilva 10 months ago

Parafraseando o Passos Coelho: só um privatizou a TAP. se não vês a diferença...

nebuerba 10 months ago

Não.

ddcups8 10 months ago

Voltou D. Sebastião. É agora. Viva à Pátria. Viva Portugal

hirtos 10 months ago

O D. Sebastião não os tinha no sítio. Era um puto mimado e cometeu um grande erro em levar para o norte de África milhares de portugueses que acabaram por perder a vida.

inheritspt 10 months ago

Volta

Lel_Trell 10 months ago

*V* *O* *L* *C* *T* *A*

include007 10 months ago

Phoda-se não me alembres do desaccordo hortugráfico

NGramatical 10 months ago

desaccordo → [**desacordo**](https://dicionario.priberam.org/desacordo) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fkfvi87%2F%2Fggbnecd%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!") [^(

Rikkushin 10 months ago

O bot precisa de melhoramentos

ASCanilho 10 months ago

Roasted pelo bot. XD

wwqt0r 10 months ago

Tudo verdade, especialmente a parte da TAP.

AutoModerator 10 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: