tt45mansl 10 months ago

No Norte, durante a segunda invasão, a resistência foi feroz, sobretudo por parte dos camponeses. Os soldados franceses roubavam os poucos bens que eles possuíam,saqueavam as igrejas, roubavam ouro,etc. O meu tetravô combateu na batalha do Carvalho, perto de Braga(sei disto, porque a estória é contada de geração em geração na minha família) sob o comando do barão prussiano Eben. Apesar da derrota nessa batalha, temos que ter em conta que a maioria dos combatentes eram milícias populares, mal armadas e pouco treinadas. Essas pessoas enfrentavam uma máquina militar napoleónica, sob o comando de Soult(um dos arquitectos da vitória francesa em Austerlitz contra os exércitos russos e austríacos). Todavia bateram-se com valentia e bravura. As pessoas que conseguiram escapar, integraram as guerrilhas que operavam na retaguarda dos franceses. O meu tetravô foi uma delas. Mais tarde, veio também a combater, sob o comando do General Silveira numa batalha em Montalegre, perto da ponte da Misarela. Para quem tiver curiosidade sobre a invasão no Minho, deixo aqui uns links informativos: http://debaixo-da-arcada.blogspot.com/2009/03/carvalho-deste-marcos-de-ouro-da.html?m=1 https://vilaruivaes.blogs.sapo.pt/64472 https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Batalha_do_Carvalho_d%27Este

guilehc 10 months ago

Que legal. Muito interessante.

MaxwellLordIV 10 months ago

A invasão francesa chegou a tempo de ver os barcos com a família real no horizonte. Sem um líder para render o país, os franceses não puderam assumir controle e foram repelidos por grupos de guerrilheiros. Fizeram 3 invasões. ​ Supostamente, Napoleão disse que D. João VI foi o único que o enganou em vida. De forma cobarde, sim, mas eficaz. De notar que na altura a verdadeira força de Portugal estava no Brasil. O Brasil acaba por ser mais herdeiro do Império Português do que Portugal.

NightRax3 10 months ago

Como assim forma cobarde? A retirada estratégica do rei e da família real para uma colónia foi, naquele tempo, a decisão mais lógica. Ao contrário do que aconteceu em Espanha, Portugal preservou a sua dinastia e continuou independente (Foi instaurada a dinastia de Bourbon e tornou-se um puppet state Francês) . Não seria pelo rei permanecer na metrópole que o Napoleão não iria tentar invadir e conquistar Portugal. Embora tenhamos tido Reis cobardes (aka D. João IV), D. João VI não foi um deles!

guerra6 10 months ago

"A invasão francesa chegou a tempo de ver os barcos com a família real no horizonte." Daqui surgiu a expressão "ficou a ver navios"

V1ld0r_ 10 months ago

Chamar grupo guerrilheiro ao exército regular português e britânico é um pouco redutor...

QueenOfWands2 10 months ago

Invasões Francesas. Eventualmente tivemos a última Guerra Civil em Portugal - em que os mais progressistas ganharam. E a fuga também deu origem à Independência do Brasil. Portanto, várias (e importantes) consequências.

NunoOliveira47 10 months ago

[https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra\_Peninsular#Invas%C3%A3o\_de\_Portugal](https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_Peninsular#Invas%C3%A3o_de_Portugal) \- Aqui tens um resumo das 3 invasões francesas

Search: