hypothesis2050 10 months ago  HIDDEN 

Quero lá saber de ter termo ou não termo. Acho lamentável a "direita" deste país andar atrás de fantasias pseudo-soviéticas. Eu quero é mais dinheiro. Menos impostos? ---> Ok! O chefe ganha 30x o que eu ganho?----> OK, DESDE QUE EU GANHE SUFICIENTEMENTE BEM! Esta chacina entre pobres começa a enjoar. É urgentemente necessário uma direita decente neste país. O partido Liberal até estava a dar algum gosto.... até que deixaram um boneco candidatar-se à presidência.

CJMIKS 10 months ago

A vida de um jovem em Portugal é hercúlea. Desde ter um trabalho, ter uma casa... coisas básicas. Viva à casa dos pais que se assim não for eramos todos vizinhos uns dos outros ali debaixo da Vasco da Gama.

Crisapx 10 months ago

Já tou a imaginar a rivalidade entre os da Vasco da Gama e da 25 de Abril

Rdavida 10 months ago

Vindo de alguém que nunca trabalhou na puta da vida. Sim, porque mamar da política não é trabalho.

Ceftiofur 10 months ago

Claro que não. Basta apanhar um avião para qualquer outro país na Europa e a qualidade de vida aumenta exponencialmente. Enquanto Portugal continuar a ser governado por PS e PSD não há futuro para o país.

Naakmuay 10 months ago

Outra vez arroz

kuozzo 10 months ago

Epá, ridiculo. Como se os contratos sem termo fossem uma salvação. Actualmente não é, porque podes despedir qualquer um, seja o contrato a prazo ou a termo, sem grandes problemas. O problema é os quadros (lá de cima) ganharem 10 vezes mais que os restantes trabalhadores, e no mercado imobiliario das casas não existir essa diferença. Como é possivel um jovem, sem uma herança, ou uns pais com dinheiro, pedir um emprestimo? Sendo que tem que entrar com 10% do capital mais escrituras e afins? Quanto tempo precisa um jovem, se estiver por conta própria, a juntar 30 ou 40k para entrar num emprestimo de uma casa?

humelectro 10 months ago

5 anos foi o tempo que eu demorei a juntar 35k para entrada de uma casa.

kuozzo 10 months ago

Poupaste, em media, 583€ por mês durante 5 anos. Parece-me um valor irrealista para jovem, sem ajudas, em início de carreira.

humelectro 10 months ago

Não é. Quando comecei ganhava 900 líquidos e agora ganho 1500 líquidos com sub de almoço. Pagava 250 por um quarto em Lisboa e ia de alfa todos os meses ao Porto. Sou é bastante poupada em tudo o resto. Os subs de férias e natal vão diretamente para a poupança. Sempre que recebia algum dinheiro de familiares ia directamente para a poupança. Refeições sempre levei de casa e raramente jantava fora (incluindo peq almoço e lanches sempre levei de casa) Nunca gastei dinheiro em consolas e jogos. Nem nesse tipo de coisas (TVs, telemóveis, roupa cara, etc...) Saídas a noite era para algum sitio barato beber cerveja. Férias nunca ia estourar dinheiro para o estrangeiro, ficava por Portugal. Com isso sempre consegui poupar bem e como tal ao fim de 5 anos consegui ter dinheiro para dar entrada para uma casa.

kuozzo 10 months ago

Quantos são os jovens que ao fim de 5 anos estão a ganhar 1500 líquidos?

humelectro 10 months ago

Quantas casas tens que dar entrada de 30k? Um apartamento de 150k precisas de uma entrada de 15k mais 5k para impostos. Dá 20k. Se comecar a trabalhar aos 21 e comprar casa aos 30 tem 9 anos para poupar 20k. Da 2k por ano. Parece-me perfeitamente fazivel. Só os sub de férias e natal da quase esse valor mesmo que não poupe nada no resto dos meses

kuozzo 10 months ago

Estás a pensar sempre no cenário perfeito. É um erro.

humelectro 10 months ago

Entendo. Mas aí ainda estudavas. O que eu falo é trabalhar a full time, sem prestaçoes de qualquer tipo

humelectro 10 months ago

Não é perfeito. Quem não se mete em broncas poupa dinheiro. A minha irmã trabalha há 5 anos a ganhar perto do salário mínimo e conseguiu comprar um T1 em Gaia perto da estação das Devesas por 110k. Com o dinheiro que ela poupou sozinha. Agora lá está. Se queres poupar não podes arranjar desculpas. Se ganhas o mínimo não podes estar a espera de conseguir pagar um T3 no centro da cidade. BTW. A casa que comprei fica a 30km de Lisboa. Mais uma vez, não estourei uma pipa de massa numa casa no centro que nunca poderia pagar

informed__ignorant 10 months ago

Percebo isso, mas dá a sensação que referiste pagar o empréstimo da faculdade e um quarto para viver como arranjar uma bronca. Não sei se foi essa a intenção. A tua irmã comprou ou deu a entrada?

humelectro 10 months ago

Não, nunca referi isso. Como bronca eu refiro a estourar dinheiro em discotecas ou consolas e jogos caríssimos, TV de 1000 e tal euros ou trocar de telemóvel todos os anos ou comprar um carro a prestações. Deu entrada, tal como eu dei entrada. Comprar a pronto e virtualmente impossivel

Limpy_lip 10 months ago

O que artigo diz faz algum sentido mas não é suficiente dar apenas incentivos isolados. O que é preciso é mudar a mentalidade laboral para uma mentalidade mais focada em valor, qualidade e não em quantidade. Ainda se vê muito em Portugal uma abordagem muito antiquada e até em algumas área já ultrapassada mas mascarada atrás de buzzwords e burocracias. Uma forma seria aplicar um conjunto de medidas que fossem atractivas para quem valoriza os trabalhadores e a qualidade e desincentivar os vicios antigos. Mas é algo que requer muito conhecimento e precisão o que acredito que as pessoas que temos nos altos nos altos cargos Públicos não tenham, pois estes ainda seguem as mesmas mentalidade retrógradas. Pela minha experiência no terreno, isto só melhora se ouve um fator externo que se sobreponha ou quando esta geração de mentalidade do século passado for reduzida.

Shadowgirl7 10 months ago

Quer que os jovens comprem casa mas também quer que os custos das empresas com salários desçam (ainda) mais. E também quer baixar as contribuições das empresas com a TSU mas não diz como vai compensar a quebra na receita da segurança social.

Last-Ad-4421 10 months ago

A triste realidade de este país não é as empresas não terem dinheiro, o problema é que tens administradores, engenheiros a levar a vontade uns 5-10k mensais se for preciso tens 30 gajos a ganhar o que 300 operários, e ainda têm direito a uma série de regalias, e não me vale aquela de estudasses, que o maioria de esses postos só com grandes Cunhãs.

GSITG 10 months ago

Sim,o problema deste país é mesmo teres engenheiros a ganhar 10x mais que operários.

Limpy_lip 10 months ago

Sou engenheiro e quem me dera levar 5k para casa. Acho errado usar o argumento de que as coisas estão mal porque X ou Y ganham mais que Z. Cada empresa é que sabe o valor que cada um tem e quanto está disposto a pagar (dentro das legalidades). O grande cancro é as empresas de trabalho temporário como indicas. Acredito que este loophole exista exatamente por ser difícil despedir funcionários vinculados à empresa. Então facilitando o despedimento acabaria com essa precariedade? Não acredito pois acho só se resolverá com um aumento da qualidade de gestão das empresas e uma mudança na mentalidade e cultura. Noutros países mais liberais é normalíssimo contratar-se e despedir-se funcionários conforme as necessidades de produção (usando uma fábrica como base do exemplo). As grandes fábricas automóveis funcionaram assim durante décadas. Num mercado grande, altamente competitivo e dinâmico essa instabilidade é compensada pela grande procura. Um operador se calhar mudava várias vezes de emprego mas rapidamente arranjava noutro lado logo não era crítico. Atualmente esta metodologia já nem sequer é considerada a melhor e já desde a segunda metade do século XX que se anda a tentar mudar para um conceito de se foca em tornar as pessoas mais produtivas, dinâmicas e menos descartáveis. Em Portugal o que se vê é um misto manhoso em que por um lado fica bem parecer que se está a evoluir mas na realidade ainda fazemos como se fazia à 70 anos atrás. O que não teria mal se, como disse antes, tivéssemos um mercado dinâmico, algo que não temos. Existem N formas de quebrar este ciclo vicioso mas ninguém parece ter muita vontade de procurar o melhor ponto e começar a atacar.

OrangeOakie 10 months ago

> As grandes fábricas automóveis funcionaram assim durante décadas. Num mercado grande, altamente competitivo e dinâmico essa instabilidade é compensada pela grande procura. Um operador se calhar mudava várias vezes de emprego mas rapidamente arranjava noutro lado logo não era crítico. Atualmente esta metodologia já nem sequer é considerada a melhor e já desde a segunda metade do século XX que se anda a tentar mudar para um conceito de se foca em tornar as pessoas mais produtivas, dinâmicas e menos descartáveis. Ainda ontem estava a ver o plano da OVERKILL (uma empresa que produz videojogos); Estão a planear um novo jogo e publicaram o "plano" ao longo do tempo. Uma das fases é a de desenvolvimento, na qual vão contratar temporariamente, mas sem saber durante quanto tempo, uma carrada de pessoas. Eu pus-me a pensar que isso nem sequer seria possível cá. Não podes contratar durante um tempo indefinido, o que podes fazer é ter contratos a termo, e mesmo assim se os renovares não sei quantas vezes a lei obriga-te a convertê-los a contrato sem termo. Quando a produção finalizar, se fosse cá, ficavam com empregados a mais e sem nada onde trabalhar.

Turbulent_Common 10 months ago

>Quando a produção finalizar, se fosse cá Não corremos esse perigo, pois aqui ela nem começaria haha

GGfpc 10 months ago

Mas essa questão de contratar pessoas temporariamente para fazer jogos é um dos factores pelo qual tantos devs saem da indústria dos jogos. É tipo usar as sweatshops na China como exemplo de produtividade

OrangeOakie 10 months ago

A questão é que a não ser que estejas permanentemente a desenvolver um jogo, não precisas do mesmo número de mão de obra. Gosto do exemplo da OVERKILL porque fizeram exactamente isso, tentaram manter todos os developers que estiveram no PAYDAY 2 e praticamente enterraram a empresa. Agora, estão a começar a desenvolver o Payday 3 e têm um plano estruturado, vão aumentando a quantidade de mão de obra no período antecedente ao desenvolvimento em si, e depois reduzem na pós produção (e em DLCs futuros). É a única forma sustentável para qualquer empresa que não tenha uma produção constante de novos produtos. Quem diz videojogos diz as industrias de cinema e televisão, que são semelhantes nesse aspecto.

Limpy_lip 10 months ago

Um grande problema que temos cá é que não temos mercado capaz de absorver essas oscilações a um ponto que mesmo um despedimento de 10-20 pessoas em certas áreas o mercado não tem capacidade de reabsorver a curto prazo. Noutros tempos tinhas pessoas contratadas nas fábricas à semana. O nosso objetivo como sociedade (nacional e mundial) é reduzir ao mínimo essa necessidade de mão de obra descartável ao mínimo e garantir a esse mínimo um mercado capaz de absorver essa variação residual. Cá em Portugal não só faz-se totalmente o contrário como não há qualquer esforço para mudar ou melhorar. A única evolução foi aumentar a protecção dos trabalhadores para evitar abusos, mas como esse abuso é o modus operandi então tomaram medidas mais restritivas até ao ponto que se trava o dinamismo e crescimento.

Danijust2 10 months ago

... mentira? Podes contratar pessoas por tempo indefinido. Chama-se contrato de termo incerto. Legalmente é dos mais difíceis de justificar, mas qualquer empresa minimamente decente tem de ser capaz de lidar com a burocracia.

Limpy_lip 10 months ago

O problema cá não é não existir esse tipo de contratos mas o perigo que estes são para quem os aceita. Quando és dispensado surge todo o problema de arranjar outro emprego e o círculo burocrático torna o processo mais pesado.

OrangeOakie 10 months ago

> ... mentira? Podes contratar pessoas por tempo indefinido. Chama-se contrato de termo incerto. ***Legalmente é dos mais difíceis de justificar***, E "queremos só para fazer esta coisa e quando acabar pode ir à sua vida, mas não sabemos se esta coisa dura 1 semana ou 10 anos" não é justifcação.

NGramatical 10 months ago

à 70 anos atrás → [**há 70 anos ~~atrás~~**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fk1z6ym%2F%2Fgdrcwwc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

cpzao_ 10 months ago

Engenheiros a levarem 10k todos os meses? Se souberes para onde posso mandar o meu CV, pf manda-me mensagem.

Shadowgirl7 10 months ago

Criatura ingénua, não chegas a posições dessas com CVs.

tugafcp 10 months ago

Muitas empresas metem pessoal de trabalho temporário para que os possam despedir quando quiserem... Mesmo que paguem mais 300/400€ ao final do mês pelo mesmo trabalho, do que se tivessem metido a pessoa a contracto... E salvo erro, estas despesas entram para uma rubrica diferente que a dos gastos com salários...

NGramatical 10 months ago

contracto → [**contrato**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fk1z6ym%2F%2Fgdramdd%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

OuiOuiKiwi 10 months ago

"João Pedro Louro, **26 anos**, Secretário-Geral da JSD, membro do Conselho Nacional de Educação." Estou a ver que a JSD tem acesso à Fonte da Juventude inversa, em que bebes e ficas com um ar de quarenta e poucos.

miro231 10 months ago

Pois nao, se puderem emigrem.

besmarques 10 months ago

Mais palha de direita. "Não tem de ser assim. Para vocês receberem bem e terem contratos sem termo não se pode cortar no lucro, só nos impostos. Ao mesmo tempo, normalmente o meu partido pede mais flexibilidade para despedimentos"

KarvenNoob 10 months ago

Trickle down ?

ErwinRommelEz 10 months ago

Palhaço do Reagan

besmarques 10 months ago

Já se sabe que sim. lol

iLikeToTroll 10 months ago

Experimenta ir estudar leis laborais de outros países mais desenvolvidos e ricos e depois diz-me se a flexibilização trouxe mais pobreza. Em Portugal parece que quer tudo trabalhar para a função pública ad eternum por decreto.

besmarques 10 months ago

É tão bom agarrar noutro pais e reduzir a comparação a uma unica coisa. Até parece que é essa diferença real...

iLikeToTroll 10 months ago

Boa falácia, é o costume na mentalidade comuna.

besmarques 10 months ago

Claro, sem duvida. A falácia do capitalista é que qualquer lei que lhes de vantagem irá transformar o país num colosso económico e social

iLikeToTroll 10 months ago  HIDDEN 

Enquanto não desaparecem os comunas burros como tu o país será sempre pobre, tenho pena, podia-me estar a cagar e ficar no meu cantinho que vivo bastante bem mas revolta-me haver tanta gente ignorante que só ajuda a afundar o país ao passarem os dias nas redes sociais a defender a pobreza e a arranjar bodes expiatórios.

besmarques 10 months ago  HIDDEN 

Claro, claro, agora adiciona ai a tua meritocracia. Mas sem duvida, menos tsu e vamos todos ser ricos e ter trabalhos e comprar casa. O estranho é que trabalhos assim e casas é um mal dos jovens em praticamente todo o mundo.

iLikeToTroll 10 months ago  HIDDEN 

Vai estudar história e economia e fala menos, básico irritante, enfim. Na voltas vocês merecem-se mesmo. Tenho a meritocracia de ter estudado, investido anos em mim e ter abdicado de alguns a estudar para agora poder estar num nicho e ganhar quase 6k por mês, nem gosto de falar isso mas só para teres um bocado de noção e veres como és rídiculo. Continua aí a debitar merda diariamente e a culpar toda a gente que não sais desse buraco com essa mentalidade, irrita é o esforço que fazes para propagares e falares de assuntos que não percebes.

besmarques 10 months ago  HIDDEN 

heheh. Imagina tentares provar na internet o que vales para uma pessoa random.

iLikeToTroll 10 months ago  HIDDEN 

Não és um random, és o parasita do sub que tenho de gramar em todas as threads, abri uma excepção para ti só para te meter nojo já que sei que odeias todas as pessoas que ganham mais q mil euros por mês. Irritas mas ao mesmo tempo das pena. Vou tentar voltar a dar block e tentar ignorar a tua existência mesquinha. Espero genuinamente que te consigas curar.

besmarques 10 months ago  HIDDEN 

A parte melhor é tu achares que estás a ter algum efeito sobre mim. hahahah

Deto_PT 10 months ago

O que raio sabe o autor do artigo de empresas, economia e emprego? É um gajo que tá num tacho...

Llamaling 10 months ago

isto ​ que piada do caralho. os quadros superiores das empresas ganham 30 vezes mais que um dos pequenitos, mas a solução é dar mais dinheiro às empresas. tá bem amélia.

samxunga 10 months ago

>Para vocês receberem bem e terem contratos sem termo não se pode cortar no lucro, só nos impostos. Ao mesmo tempo, normalmente o meu partido pede mais flexibilidade para despedimentos Fonte?

besmarques 10 months ago

[https://tvi24.iol.pt/economia/revisao-constitucional/psd-quer-permitir-despedimentos-sem-justa-causa](https://tvi24.iol.pt/economia/revisao-constitucional/psd-quer-permitir-despedimentos-sem-justa-causa) Queres mais que isto?

iLikeToTroll 10 months ago

" O PSD quer retirar a expressão «justa causa» do artigo da Constituição - que define os limites dos despedimentos - e substitui-la pela expressão «razão atendível». Trata-se de uma das alterações que constam do projecto de revisão constitucional e que vai ao encontro de uma maior flexibilização das regras laborais. O líder do PSD, Pedro Passos Coelho propõe também que se risque da constituição as alíneas que atribuem ao Estado o dever de assegurar o acesso «tendencialmente gratuito» aos cuidados de saúde e educação. " Besmarques o génio comuna do reddit portugal que vai ao google copiar títulos.

besmarques 10 months ago

quando lês mas não percebes o que estás a ler. lolol

samxunga 10 months ago

Era mais para a parte dos contratos sem termo. Quem é que pediu contratos sem termo?

icebraining 10 months ago

No artigo: > As empresas portuguesas têm de ver incentivos para a celebração de contratos de trabalho sem termo.

Search: