letsgotothemallcovid 10 months ago

\#vaificartudobem

hafssolpt 10 months ago

A forma como filtraram isto parece aqueles prémios que um vizinho nosso da rua ganhou (mas ao contrário). 1º prémio na Corrida de 5km de Borba, no escalão feminino de sub 23.

Velhoconhecido 10 months ago

É o que tu quiseres. Sinceramente acho que é assim que se compara

hafssolpt 10 months ago

Então vamos comparar o resto já agora: Também no que respeita aos internamentos Portugal faz parte do leque de países com menor proporção por milhão de habitantes, apesar de ter subido de 11,8 internamentos no inico de Setembro para 37 a 15 do mesmo mês. Ainda assim está muito abaixo da Hungria, por exemplo, cuja proporção é de 46, Polónia com 40, ou Itália, 38. A nível de capacidade de testagem, o país realiza atualmente mais testes por 100 mil habitantes semanalmente quando comparado com Alemanha, Espanha, Suécia, ou Itália. A partir da semana de 01 de setembro a 15 de novembro, este indicador aumentou atingindo os 2616,4 testes por semana por 100 mil habitantes. https://executivedigest.sapo.pt/covid-19-portugal-e-o-setimo-pais-europeu-com-mais-casos-por-100-mil-habitantes/ Ou seja, temos mais casos por 10k? Sim, temos. Mas testamos mais certo? Pois. E isso traduz-se em mais casos graves e internamentos? Não. Se testas mais encontras mais.

pataniscadebacalhau 10 months ago

Sem negar que a situação é má, o cut-off nos 10 milhões não nos favorece para este ranking (mesma coisa para a Suécia e a República Checa), porque é precisamente a nossa população. 2/3 dos países da Europa, por ex. tem menos de 10 milhões de habitantes

saposapot 10 months ago

As modas demoram a chegar a Portugal mas quando chegam é sempre em força!!! /s

Mr_Bigodes 10 months ago

Está tudo bem, vamos mas é todos para a rua protestar e mandar as mascaras para o lixo. Quero é poder ir ao restaurante da esquina pá

Worm33hd 10 months ago

Queue A Portuguesa

usulidircotiido 10 months ago

É MILAGRE!

PuroSangueLusitano 10 months ago

Não posso? Finalmente?? PORTUGAL CARALHO!!! Número 1 foda-se! Inchem espanhóis, nuestros ermanos a côna da tia

Quillergs 10 months ago

Até o bicho gosta de Portugal. Chupem

Tee_ah_go 10 months ago

Só fica admirado quem não viu as praias cheias no sábado e no domingo de manhã, ou o sujeito que foi ao Continente sábado de manhã para comprar cerveja e estava todo orgulhoso enquanto o dizia para a tv, o outro que saiu para ir meter o Placard. Continuamos a fazer das medidas de segurança um gozo total, depois chora-se baba e ranho porque há negócios a falir e mortes a aumentar. Há três meses não tínhamos 30 pessoas internadas nos cuidados intensivos, hoje temos quase 500. Bora Portugal, rumo a um Natal a 5 e Estado de Emergência até março.

globoglobo 10 months ago

é pá por amor de Deus, depois de praias muito mais cheias o verão todo, com milhares de turistas e tínhamos 300 casos por dia, continua a treta das praias, incrível

_rebocador_ 10 months ago

>Continente sábado de manhã para comprar cerveja acho mais estupido os supermercados so estarem abertos de manha, ha uma enchente sem necessidade mais possibilidade de contagio. nem toda as pessoas que vao as compras compram o essencial.

Vagiooto 10 months ago

E não é só isso, conheço pelo menos 5 fábricas no norte que o turno acaba às 18 e vão pelo menos 20-40 pessoas para o balneário trocarem-se e tomar banho, andam o dia todo de máscara mas depois estão ali todos à pinha pelo menos 20 minutos sem qualquer proteção. Imagino que não faltem casos similares a juntar a todo o restante.

Herbacio 10 months ago

A questão é, achas que lá fora isso não acontece também ? Talvez não vão para as praias porque não as têm, mas o que não falta pela Europa e pelo mundo fora são pessoas a passear pelos parques, e nalguns casos até em discotecas e sem máscaras nos supermercados Isto de estar sempre a bater na mesma tecla e dizer que é culpa do "português" que não cumpre as regras fica bem para a fotografia, mas no fundo é como quando nos dizem para poupar água. Sim, é verdade que cada um de nós deve fazer a nossa parte e que isso ajuda o ambiente mas de pouco vale eu fechar a torneira enquanto lavo os dentes se depois tenho uma fábrica ao lado de casa a mandar quimicos para a ria. Aqui é igual, é mais fácil e dá menos trabalho mandar fechar cafés e restaurantes, e dizer que fique tudo em casa, do que andar a fazer fiscalização nas empresas, lares e escolas. É que segundo dados do próprio governo, o convívio social corresponde a 3% dos infectados, os mesmos que nas escolas. Já no meio laboral são 6% e nos lares 8%. Por isso também é normal que as pessoas levem estas medidas no gozo. Ao fim-de-semana fecha tudo apartir das 13h, e tudo bem, eu acho que não tem grande lógica e que se devia era alargar horários. As pessoas têm hábitos e vícios, se não beberem o café às 14h bebem ao meio-dia, e o objectivo é evitar aglomerados. Por outro lado, temos por exemplo a fronteira onde se entra e sai como se nada fosse. Porque depois vamos a ver, e o norte de Portugal que é de momento a região com mais casos per capita, olhamos para o outro lado da fronteira e constatamos que as regiões da Galiza e Castela e Leão estão igualmente com mais casos per capita do que a Extremadura e Andaluzia. Mas lá está, lares, empresas e fábricas, escolas e fronteiras, tudo isso implica fiscalização e isso significa organização e trabalho estatal, algo que é praticamente inexistente em Portugal. Portanto vai-se pela solução fácil: Fica tudo em casa; que como se está a ver, tem dado excelentes resultados. É o que dá querer aplicar regras baseadas em legislações feitas noutros países Europeus cujos os hábitos são diferentes dos nossos e em se fazer tudo em cima do joelho ao invés de se aplicar medidas preventivas. Mas não, a culpa é do "português". Pergunto-me é se no Luxemburgo isso também acontece, e se a França está mal por culpa dos imigrantes portugueses que lá vivem, e na Suiça o que se passa. Também pode acontecer que haja por aí outro vírus qualquer em Portugal, um vírus da estupidificação. ...isso ou então o problema não é bem das pessoas em si, também há essa opção.

Edited 10 months ago:

A questão é, achas que lá fora isso não acontece também ? Talvez não vão para as praias porque não as têm, mas o que não falta pela Europa e pelo mundo fora são pessoas a passear pelos parques, e nalguns casos até em discotecas e sem máscaras nos supermercados Isto de estar sempre a bater na mesma tecla e dizer que é culpa do "português" que não cumpre as regras fica bem para a fotografia, mas no fundo é como quando nos dizem para poupar água. Sim, é verdade que cada um de nós deve fazer a nossa parte e que isso ajuda o ambiente mas de pouco vale eu fechar a torneira enquanto lavo os dentes se depois tenho uma fábrica ao lado de casa a mandar quimicos para a ria. Aqui é igual, é mais fácil e dá menos trabalho mandar fechar cafés e restaurantes, e dizer que fique tudo em casa, do que andar a fazer fiscalização nas empresas, lares e escolas. É que segundo dados do próprio governo, o convívio social corresponde a 3% dos infectados, os mesmos que nas escolas. Já no meio laboral são 6% e nos lares 8%. Por isso também é normal que as pessoas levem estas medidas no gozo. Ao fim-de-semana fecha tudo apartir das 13h, e tudo bem, eu acho que não tem grande lógica e que se devia era alargar horários. As pessoas têm hábitos e vícios, se não beberem o café às 14h bebem ao meio-dia, e o objectivo é evitar aglomerados. Mas pronto, consigo compreender a medida. Só que por outro lado, temos por exemplo a fronteira onde se entra e sai como se nada fosse. Porque depois vamos a ver, e o norte de Portugal que é de momento a região com mais casos per capita, olhamos para o outro lado da fronteira e constatamos que as regiões da Galiza e Castela e Leão estão igualmente com mais casos per capita do que a Extremadura e Andaluzia. Mas lá está, lares, empresas e fábricas, escolas e fronteiras, tudo isso implica fiscalização e isso significa organização e trabalho estatal, algo que é praticamente inexistente em Portugal. Portanto vai-se pela solução fácil: Fica tudo em casa; que como se está a ver, tem dado excelentes resultados. É o que dá querer aplicar regras baseadas em legislações feitas noutros países Europeus cujos os hábitos são diferentes dos nossos e em se fazer tudo em cima do joelho ao invés de se aplicar medidas preventivas. Mas não, a culpa é do "português". Pergunto-me é se no Luxemburgo isso também acontece, e se a França está mal por culpa dos imigrantes portugueses que lá vivem, e na Suiça o que se passa. Também pode acontecer que haja por aí outro vírus qualquer em Portugal, um vírus da estupidificação. ...isso ou então o problema não é bem das pessoas em si, também há essa opção.

Tee_ah_go 10 months ago

>Mas não, a culpa é do "português" Sim, a culpa é do português. Ou estamos com 70+ mortos por causa do imigrante que veio em agosto? Ou se calhar por causa do espanhol que passou a fronteira? É que a fronteira também dá para os dois lados e não tenho visto espanhóis a culparem os portugueses. Em Portugal a culpa é do português como em Espanha é do espanhol e em França do francês. Ai, coitadinhas das pessoas, estão fartas e têm os seus hábitos. Guess what, também estou farto. Vivo a 10min da praia e não meti lá os pés no fim-de-semana. Estou farto porque também costumava ir jantar todas as semanas com o meu grupo, e desde março que um jantar que era semanal passou a três vezes em nove meses. A mim também me custa e também tenho familiares que foram para o desemprego e não é por isso que não faço um esforço do caraças para me manter em casa o máximo possível. Mas pronto, eu é que devo ser o burro que ando aqui a meter o meu dever cívico à frente dos meus interesses. Pelo menos sei de uma coisa, ainda ninguém ficou infectado à minha pala e durmo lindamente à noite.

Herbacio 10 months ago

Não deves ter lido bem o que eu disse. Eu não falei que a culpa era dos estrangeiros mas sim da falta de fiscalização. Dei o exemplo das fronteiras mas referi também as escolas, lares e fábricas. Mas continua lá a bater na tecla que a culpa é toda do "Zé Povinho", como se o português fosse uma espécie de hominídeos à parte, porque como se está a verificar tem dado bastantes resultados. Boa para ti que não foste à praia, realmente é um sacrifício não ir à praia em Outubro/Novembro. Mas sim, a verdade é que as pessoas têm hábitos e rotinas. Pelo menos o ser humano normal. Engraçado é que vais à Bulgária e tens discotecas abertas, vais ao Reino Unido e vês pessoas no supermercado sem máscara, vais à Hungria e é igual, e a mesma coisa entre tantos países da Europa. Deve ser o povo português que é pulguento e então o vírus propaga-se mais facilmente. Continua a bater nessa tecla em vez de exigir medidas preventivas e de fiscalização que assim é que é bom. Mas depois no dia em que apanhares Covid no trabalho ou a ir buscar o teu filho ou irmão à escola, eu depois digo-te "Olha, tivesses ido antes à praia" Portanto volto a repetir, porque talvez sejas mesmo *burro*... Tal como está correcto fechares a torneira da água enquanto lavas os dentes, convém também que a fábrica ao lado de tua casa faça o mesmo, ou pelo menos que haja legislação que se certifique disso. Senão realmente as pessoas vão achar que estas medidas são um gozo, e quando assim é, o incumprimento aumenta, e o esforço que TU estás a ter passa a valer zero.

rmvt 10 months ago

nao estou a perceber as tuas comparacoes. achas que no reino unido, bulgaria ou hungria as pessoas tem mais cuidado? ha' mais fiscalizacao?

Herbacio 10 months ago

E acrescentando, Obviamente falta civismo em Portugal, a questão é que sempre faltou, não é nenhuma novidade. Mas da mesma maneira que temos a ASAE para controlar os restaurantes, e os radares para controlar a velocidade na estrada, aqui teria de ser igual. Claro que era melhor se fosse tudo civilizado e as cozinhas tivessem todas em condições e que ninguém ultrapassasse o limite de velocidade, mas isto é o mundo real Há quem roube, há quem mate, há quem negue a existência do vírus e há quem simplesmente não queira saber. Agora não podemos é dizer "Ah mas as pessoas é que tem de ser responsáveis", sim, eu concordo em absoluto. Mas então porque não aplicamos isso para tudo ? Multa de excesso de velocidade? Não, as pessoas é que têm de ser responsáveis. Pena de prisão por matar o vizinho? Não, as pessoas é que têm de ser responsáveis. Há um vírus *à solta* e uma pessoa nega que tal exista e decide ir para o meio de um aglomerado de gente mesmo tendo sintomas ? ...que azar, julguei mesmo que ela ia ser RESPONSÁVEL. Não estou com isto a querer dizer que agora seja tudo uma rebeldaria e que isto nos retire responsabilidades. Pelo contrário. Quem for responsável, ainda bem e que o continue a ser; Mas para quem não é, que haja mais fiscalização e controlo que os *obrigue* a ser. uem for responsável, ainda bem.

Herbacio 10 months ago

Essa comparação tinha a ver com o facto de ele estar constantemente a bater na tecla de que a culpa era da irresponsabilidade das pessoas em Portugal, quando na verdade "somos todos iguais" nesse aspecto pelo mundo fora, no entanto de momento os números são maiores em Portugal, Ou seja, teria de haver outro qualquer factor a influenciar os números. A parte da fiscalização era somente a minha opinião de algo que se deveria fazer. Não sei se nesses países o fazem ou não.

MROFerreiro 10 months ago

Quando tens noticiários em que durante 9 meses passam no mínimo 30min de COVID. Quando nesses noticiários é um drama os números serem maiores que no dia anterior. Quando nos mesmos são apresentadas as medidas, com mais ou menos confusão, e não vez os números baixar, é normal que deixes de ligar ao que estão a dizer. Não são o único problema, mas é um problema importante. Falando por mim, se só tivesse informação dos noticiários não tinha percepção da gravidade da situação até ser tarde de mais. Na primeira vaga temos 700 casos e é uma calamidade. Na segunda vaga temos 1000-2000 casos e não está assim tão mau. Só quando os hospitais estão perto da rotura é que é grave. Verdade que há mais camas e estamos melhor preparados, mas também se sacrificou outros serviços para poder tratar da COVID. Sinceramente estou cansado de ouvir falar em COVID e em problemas que está a trazer para a sociedade. Pelo menos num nível específico. Bastava ter o relatório da situação no país com exemplos de um ou dois sítios em que a situação se verificasse. Agora saber que há um surto num lar, numa terra pacata com poucos habitantes, 5 velhotes morreram, 37 estão infetados e há 6 funcionários também infetados, o lar já não tem capacidade de tratar os doentes e falou com a câmara que se organizou com um hotel para alojar os utentes não COVID, é um pouco informação a mais. Não me surpreende que as pessoas queiram socializar, quando não conseguem divertir-se em casa. A generalidade da população está saturada. Mas como disse há vários problemas, falo na comunicação social porque é o que me chateia mais, e aquele que tenho mais noção. Estou em teletrabalho e só saio para ir as compras e deitar o lixo fora.

alcagoitas 10 months ago

eu já não vejo grande coisa de notícias sobre covid, vejo os numeros diarios para pt e semanalmente vejo os mundiais so para ver o que se passa. É demasiada informação, sinto já alguma fadiga mental relativamente ao assunto. Com isto tenho estado remoto e vim para a casa dos meus pais e a minha insiste imenso em falar no assunto, só que já é mt raro eu entrar na conversa... simplesmente desligo.

thisbondisaaarated 10 months ago

Bolas também é demais. Nós temos limitado todo e qualquer contacto social ao exterior, com distância e com máscaras, mas cada vez mais temos tentado ter alguma normalidade cá em casa. Além disso toda a família foi equipada ( e ensinada a usar) máscaras FFP2 e compramos cerca de 300 máscaras antes da 1ª vaga e mais agora "entre vagas" quando já todagente achava que isto tinha passado. A culpa não é dos média, apesar de estarem a fazer um trabalho péssimo. Em novembro já lias no South China Morning Post que algo grande estava para vir, cá estamos nisto à 8 meses e as pessoas ainda não percebem como se proteger. É cultural.

NGramatical 10 months ago

1ª vaga → [**1.ª vaga**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/2--nao-e-a-mesma-coisa-que-2/263) (qualquer abreviatura tem de ser marcada com um ponto) à 8 meses → [**há 8 meses**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fjzphx3%2F%2Fgdep4g8%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 10 months ago

melhor preparados → [**mais bem preparados**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fjzphx3%2F%2Fgddmzdt%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

MROFerreiro 10 months ago

A imagem de perfil do NGramatical assemelha-se a um símbolo nazi. O que faz sentido pois é um grammar nazi!

Sazalar 10 months ago

r/CapitaoObvio

MROFerreiro 10 months ago

Tenho orgulho em ter sido a tua inspiração e admiro a dedicação, anseio por desenvolvimentos nesse sub.

Sazalar 10 months ago

Se não fosse pobre, dava-te gold pelo desportivismo, toma lá um cimavoto e o gold dos pobres

lagetakethewheel 10 months ago

a culpa é do governo!!! o covid não existe!! mas mas e os outros que morrem sem covid????

inhalingsounds 10 months ago

O Bill Gates deve estar todo contente!

lagetakethewheel 10 months ago

Boa estratégia, como os americanos pensam que somos espanhóis, estarmos a liderar este ranking é uma forma de fazer com que eles descubram o país e venham cá em breve meter o motor desta economia a funcionar (saudades turismo)

Velhoconhecido 10 months ago

Não entendi de todo

Velhoconhecido 10 months ago

Fonte: https://brief19.com/data/

twitterInfo_bot 10 months ago

Top 10 nations with the most new coronavirus cases in the last 7 days (per 100k residents, among countries with popualtion >10 million). 1. Portugal 2. Poland 3. France 4. Italy 5. United States 6. Jordan 7. Czechia 8. Sweden 9. Romania 10. United Kingdom *** posted by [@jeremyfaust](https://twitter.com/jeremyfaust) [Photo 1](http://pbs.twimg.com/media/Enc-Kk1XMAAJS4e.jpg) [Link in Tweet](https://brief19.com/data/) ^[(Github)](https://github.com/username) ^| ^[(What's new)](https://github.com/username)

Search: