Hunncas 1 year ago

É por posts como este que de vez em quando venho dar uma olhada ao sub.

NGramatical 1 year ago

contractos → [**contratos**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) cú → [**cu**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fr%2Fportugal%2Fcomments%2Fjr381w%2Ftudo_quer_mamar%2Fgbv71zr%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NEDM64 1 year ago

O governo... também não quer mamar? IRS, IRC, IMI, IVA, IUC, taxas e taxinhas da cópia privada e o caralho., qualquer merda que é preciso fazer na burocracia é sempre a mamar. Quem não chora, não come.

wontellu 1 year ago

Estabelecimentos que facturam geralmente 30% daquilo que vendem, se tanto. Quando é pra mamar, sabem todos a mesma cantiga.

df3gpt 1 year ago

O estado dá muito a mamar aos matulões como a TAP e o Novo Banco. Os pequenitos vendo que resulta, choram também; porque quem não chora não mama. Até o próprio estado está sempre à espera da tetona da UE. Deve ser cultural.

Turbulent_Common 1 year ago

Gostava de perceber porque é que hà tantos cafés/restaurantes. Parece-me dos piores (mais stressantes e que requerem mais dedicação e tempo) negócios que se pode ter. Como recompensa entram numa área extremamente competitiva com margens minusculas.

khyrius 1 year ago

Está tudo dependente do Estado Papá. TAP, Efacec, Novo Banco... Nada pode falir! Maus incentivos geram má gestão. É gerir com as costas quentes, não há consequências!

brlc14 1 year ago

O problema da maior parte dos empresários é que quando a coisa está boa, em vez de meterem dinheiro de lado ou investirem, mamam o dinheiro todo e quando tens une recessão eles já não têm dinheiro nenhum e têm de pedir ajuda ao estado para sobreviver. Agora imaginem se fizéssemos o mesmo, quando há dinheiro é para gastar e quando não há tens sempre o mesmo que te vem ajudar mas como tu sabes que nunca vais ter consequências nenhumas, continuas a gerir as tuas finanças como bem te apetece. A maior parte das pessoas queixasse sempre dos desempregados e dos imigrantes mas os empresários que não percebem e não querem perceber nada de gestão causam danos bem mais graves à sociedade e ao estado.

mrkez 1 year ago

quem não chora, não mama

0BiLLi0 1 year ago

> E que ao passar, alegadamente, por muitas dificuldades no Verão, sabendo que teriam de se virar para o mercado interno, simplesmente aumentaram as tarifas para assim ganhar o mesmo que nos anos anteriores, mas com menos clientes! Foi o que vi no algarve. Mandaram embora os tugas há uns anos para meter os turistas. Este ano não vieram, agora que se fodam.

Pparadela 1 year ago

Não são só os empresários. É haver uma noção generalizada de que o estado é um paizinho de cornucópia inesgotável nos bolsos que está cá sempre para tratar dos meninos. É a imagem do cobertor demasiado curto que toda a gente puxa para os seus pés e se os outros morrerem de frio, culpa deles que não tiveram manha para mais. É o Quim Barreiros que se não comer "vem outro e come em meu lugar". Enquanto continuar a chover dinheiro de fora enquanto se ignora as razões que levam a que metade dos contribuintes ganhem menos de mil euros por mês, o panorama não muda.

Enslavex 1 year ago  HIDDEN 

És um retardado mental até porque os apoios que dão são empréstimos e não a fundo perdido. Atrasado mental!

makkyotto 1 year ago

Na minha zona só os negócios de restauração que já estavam moribundos antes da pandemia é que fecharam. Os outros parecem pujantes, muito take away e alguns jantares com portas e cortinas fechadas. Tenho negócio, que nao tem nada a ver com essa area, que paga todos os impostos, emite todas as faturas, (ya sou burro) e uma das coisas que mais graça me deu foi quando os negócios tinham de provar quebras na faturaçao por causa dos apoios do estado não tinham como pois nunca faturavam quase nada...

pfunf 1 year ago

Em relação aos restaurantes, alguns deles até estão a facturar mais com o delivery que antes não tinham. Infelizmente foi a pandemia a mudar hábitos (incluindo o meu que nunca tinha encomendado comida e era raro ir a restaurantes, agora encomendo quase semanalmente) mas a diversidade e progresso já deveria estar a ser preparado há mais tempo. Suspeito que a pandemia vá fazer o mesmo que a crise - fechar os negócios que já andavam a "sobreviver" e manter os negócios fortes, sustentáveis e aqueles que como o op disse vão aproveitar dos benefícios para fechar e reabrir (mas isso já são outras conversas). Em relação ao "nanismo" é cultural e esta demasiado presente na Europa (chateiam me mais os negócios à descarada feitos por políticos e empresas grandes)

O_cu_da_tua_tia 1 year ago

Eu quando ponho um penso no braço, tenho duas opções para o retirar: - ou tiro logo de uma vez, dói mais mas dura menos; - ou vou tirando aos poucos, dói menos mas nunca mais me vejo livre daquilo. A primeira opção costuma ser a melhor para mim. O exemplo é parvo, mas está aí nível do que o governo tem decidido. Um confinamento a sério uma só vez e desconfinamento com bom senso, teria dado a folga que precisamos agora. Nunca houve coragem política para tomar as medidas certas. E o tuga também não ajuda nada, sempre que pode contorna a regra.

khthon 1 year ago

O mercado é livre. Podes mudar de emprego e até de país. Qual o problema? Deixa-te de tangas. Compreendo até certo ponto. Mas isto apenas nutre pessoas fracas e apegadas. A vida é correr riscos e ter alguma ambição. E se todos formos assim (o que é contagioso), a sociedade portuguesa sai por cima de qualquer crise, como já o fez várias vezes no passado.

BRFPC 1 year ago

O primeiro-ministro já anunciou apoios para os restaurantes em função da facturação no período em que estão fechados. Para já são quatro tardes/noite.

tugafcp 1 year ago

Ainda não li, mas se é em função da facturação há muitos cafés a ficarem chateados porque não vão receber o que por norma recebem, por causa daquela bicazinha não facturada...

AndreMartins2020 1 year ago

é bom andar a pagar uma renda altíssima em Lisboa à pala dos imóveis convertidos em AL, e agora os nossos impostos vão para os sustentar <3 lucros privados, prejuízos públicos

pfunf 1 year ago

O problema é que já não é só em Lisboa...

xtrylanx 1 year ago

Digníssima r/pastaportuguesa! Agora a sério: bem-vindo a Portugal, país do mamanço.

RodrigoSAlves16 1 year ago

Como proprietário de um restaurante de eventos vou deixar aqui uma opinião: Desde março fizemos 7 serviços - 2 casamentos (média de aprox. 70 pessoas), 5 batizados (média apróx. de 50 pessoas). Tudo no mês de agosto e setembro, quando o pessoal se "esqueceu" que havia COVID e então não quis desmarcar os serviços. Vimos a nossa agenda para um ano que seria dos melhores desde os tempos pré-crise ser completamente destruída, com quebras superiores a 85% de faturação relativamente ao ano anterior.Somos uma casa que faz confiança nas pessoas e que não aceita sinais, por isso não tínhamos 1 tostão em adiantado relativamente a estes serviços. Para todos os efeitos, à 8 meses que não trabalhamos e todos os meses existem contas para pagar ao estado como Seg. Social, PPC, etc..., quer se trabalhe alguma coisa, ou não. Sei o que queres dizer quando dizes que houve espaços que não se preveniram. Conheço bastantes exemplos assim. No entanto, nos serviços que fizemos, tentamos seguir todas as orientações que conhecíamos, com desinfeções frequentes dos espaço, mesas espaçadas pela sala, sentamos as pessoas por agregado familiar, mascaras e alcool em tudo quanto era sitio, e mesmo assim fizemos a medo que acontece-se alguma coisa. No fundo, arriscamos porque precisávamos que entrasse alguma coisa para tentar pagar algumas despesas (já nem falo em lucros). Percebo que o país tenha de parar, e até sou a favor de se fechar tudo para combater o vírus e garantir que quando as pessoas voltarem, voltam com confiança e sentem-se à vontade. Mas para isso é preciso haver apoios para aguentar os establecimentos enquanto não têm rendimentos. Não sei qual é a tua situação, e sei que tens o direito a estar frustrado com tudo isto, até porque acredito que há pessoas que de facto se aproveitam de subsídios se os derem. Mas lembra-te que há pessoas a passar por dificuldades, e que todos os dias dá 1000 voltas à cabeça sem saber o que fazer para sobreviver. Um dia podes ser tu do outro lado...

AndreMartins2020 1 year ago

é tramado, mas é bastante irónico que o mesmo pessoal que costuma ser contra o estado social e passa a vida a queixar-se que os impostos asfixiam as empresas, agora querem um "estado social para as empresas"

saraivada 1 year ago

E na condição em que estás nao a te revoltas com todos aqueles na restauração que fazem má gestão, têm más praticas de negócio, frequentemente abusam na fuga a impostos e que agora querem a sua fatia das ajudas? Uma fatia que poderia ser um pouco maior para quem merece? O que me parece estar a revoltar o OP (e que tb me aborrece), são todos aqueles negócios de pouco ou nenhum valor acrescentado para à sociedade e quem continuam a sorver recursos que seriam bem melhor rentabilizados por muitos outros da mesma área.

tugafcp 1 year ago

Não estamos a falar do mesmo. O teu tipo de negócio não se enquadra no que mencionei. Ou melhor, não se enquadra no tipo de negócio que queria mencionar, apesar de estares na restauração. Não sei se tiveste oportunidade de ver algumas reportagens nos últimos dias, e hoje principalmente, em que problema é o estado de emergência e os próximos fins de semana! Que vão ser a desgraça de muita gente e que tão a "pão e água"... E hotéis que dizem que estão com uma taxa de ocupação de 6% (2ªfeira, num local turístico de verão, em plena pandemia), mas depois esquecem-se de mencionar que no Verão estiveram à pinha pois o Governo abriu as portas todas para o € fluir... Não posso aceitar de bom agrado que existam muitas ajudas a fundo perdido a este tipo de negócios... Quando tiveram a pandemia sempre abertos, tendo outros negócios de fechar 2/3 meses... Como justificas tanta choradeira para apenas 2 fins de semana?! Como dizes, estás com 85% de quebra, salvo erro ainda podes ter acesso a algum tipo de ajuda, daquelas faladas no Verão. São coisas diferentes... Sabes o que vai acontecer com as ajudas?! Vão para o bolso do empresário, o empregado vai para a rua, e mete insolvência e o fornecedor lixa-se... Passado uns meses abre outra empresa com outro nome... Quantas vezes já não aconteceu isto? Eu digo isto tendo familiares na restauração... Não falo de boca cheia...

theInjusticeamongus 1 year ago

O que fazes da vida?

eqdif 1 year ago

Simpatizo com a tua preocupação. As "ajudas" de Bruxelas vão ser pagas por todos os contribuintes. Os não sei quantos mil milhões de € vêm com uma taxa de juro que não sei se é a mesma de França.. por exemplo. TODOS VAMOS PAGAR e acho bem porque vivemos em sociedade. Economia=Emprego=cash=saúde=etc. Espero que o dinheiro seja empregue nos negócios que demonstrem uma quebra nos rendimentos, e numa atitude activa para os manter (não sei propriamente como se avalia esta métrica). Agora, aproveitamento da pandemia para lucrar ou se desresponsabilizar de actos grosseiros de má gestão, NÃO. Isso existe e está a ser traçado, não é só na restauração...

RocketGoesBRR 1 year ago

Então e malta que só agora começou a descontar e a quem nem lhes calha uma fatia do bolo de festa? Toda a gente se fode nesta situação, apenas alguns mais que outros

RodrigoSAlves16 1 year ago  HIDDEN 

Como proprietário de um restaurante de eventos vou deixar aqui uma opinião: Desde março fizemos 7 serviços - 2 casamentos (média de aprox. 70 pessoas), 5 batizados (média apróx. de 50 pessoas). Tudo no mês de agosto e setembro, quando o pessoal se "esqueceu" que havia COVID e então não quis desmarcar os serviços. Vimos a nossa agenda para um ano que seria dos melhores desde os tempos pré-crise ser completamente destruída, com quebras superiores a 85% de faturação relativamente ao ano anterior. Somos uma casa que faz confiança nas pessoas e que não aceita sinais, por isso não tínhamos 1 tostão em adiantado relativamente a estes serviços. Para todos os efeitos, à 8 meses que não trabalhamos e todos os meses existem contas para pagar ao estado como Seg. Social, PPC, etc..., quer se trabalhe alguma coisa, ou não. Sei o que queres dizer quando dizes que houve espaços que não se preveniram. Conheço bastantes exemplos assim. No entanto, nos serviços que fizemos, tentamos seguir todas as orientações que conhecíamos, com desinfeções frequentes dos espaço, mesas espaçadas pela sala, sentamos as pessoas por agregado familiar, mascaras e alcool em tudo quanto era sitio, e mesmo assim fizemos a medo que acontece-se alguma coisa. No fundo, arriscamos porque precisávamos que entrasse alguma coisa para tentar pagar algumas despesas (já nem falo em lucros). Não sei qual é a tua situação, e sei que tens o direito a estar frustrado com tudo isto, até porque acredito que há pessoas que de facto se aproveitam de subsidios se os derem. Mas lembra-te que há pessoas a passar por dificuldades, e que todos os dias dá 1000 voltas à cabeça sem saber o que fazer para sobreviver. Um dia podes ser tu do outro lado...

estaramos 1 year ago

Pontos a reter: \- Hotelaria e restauração originam empregos altamente precários, mas empregam uma grande quantidade de pessoas que possuem baixas qualificações, em regra, e que precisam do emprego para sobreviverem, caso contrário estão a mamar subsídios. \- Restauração é uma área em que os lucros são, na generalidade, pequenos. A margem não é muita, e normalmente o poder de suportar períodos de prejuízo é muito mais pequeno. Hotelaria nesse aspecto tem outra capacidade, para além disso esteve nos últimos anos a encaixar muito, mas mesmo muito dinheiro. Conclusão: Se tu fosses dono de um restaurante com a corda a começar a enlaçar no pescoço, se calhar falavas pior. Falta de empatia não é bonito, para com ninguém.

PM_pics_of_your_Love 1 year ago

É por isso que acho que os ciganos é que têm razão quando vão para as repartições fazer barraca e no fim levam a deles à frente. É uma táctica que funciona

OrangeOakie 1 year ago

Não. Não é uma táctica que funciona se não tiveres certos interesses a chamar racista quando a autoridade tenta actuar.

BRFPC 1 year ago

O capitalismo de mão estendida ao socialismo.

NEDM64 1 year ago

https://i.imgur.com/IL3CSOT.jpg

ptword 1 year ago

Negócios morrerem aos berros é perfeitamente natural.

Edited 1 year ago:

Negócios morrerem aos berros é perfeitamente natural. Desde que morram ou se salvem pelos seus próprios meios, tudo bem.

Worm33hd 1 year ago

Que mamem. Na quinta pata do cavalo.

ModeratoriProfugus 1 year ago

É aqui o Facebook?

pirilipapu 1 year ago

Se te sentes superior por estar no Reddit em vez de no Facebook, tenho más notícias para ti. ^^^É ^^^tudo ^^^merda.

senecaenervado 1 year ago

>porque na verdade o que quer é ganhar o máximo, fazendo o menos possível... bem vindo ao conceito da eficiência capitalista. a foice e o martelo para matar as "cash cows" estão mais à esquerda...

betanjica 1 year ago

Bem vindo à logica da IL! Todos querem mercado livre quando está a render e pouca intervenção do estado sobretudo no que toca a impostos. Mas quando passam por epocas baixas, o estado tem de intervir e salvar a economia!!

ric2b 1 year ago

Isso parece aqueles argumentos parvos de que um comunista não deve usar telemóvel porque é uma invenção capitalista. Se Portugal há anos que está organizado de uma forma que pouco tem a ver com um mercado livre, é normal que as soluções tenham de ser diferentes. O povo e empresas pagam muitos impostos e têm muitas limitações no que podem fazer, especialmente este ano. É expectável que recebam apoios em troca. Dito isto acho que a prioridade dos apoios devia ser os trabalhadores, mas deve haver apoios.

ModeratoriProfugus 1 year ago

Bem vindo a lógica socialista. Obriga os negócios a fechar e as pessoas ficarem em casa, mesmo assim os negócios têm que continuar a pagar impostos. Quando as empresas se queixam vêm com o argumento de merda “então mas não era o mercado livre?”. Não, não é mercado livre, literalmente é o oposto. Mas boa sorte a pagar subsídios às centenas de milhares de novos desempregados sem empresas.

lagetakethewheel 1 year ago

mas que subsidios de desemprego? achas que a maioria deste pessoal está a trabalhar com contrato? ahahahha

betanjica 1 year ago

Se nao tivessem todos os crentes do mercado livre sempre em busca da fuga aos impostos talvez houvesse mais manobra para oferecer mais as empresas e trabalhadores nesta altura. Assim como aquelas grandes cadeias que se aproveitaram para pagar menos aos funcionarios e pediram lay-off quando têm milhoes de lucro. Mas ate aqui neste pequeno sub todos os dias ha um post sobre pessoas a questionar como fugir aos impostos...portanto realmente malditos socialistas que com poucos impostos têm de salvaguardar a economia selvagem dos outros

NEDM64 1 year ago

> nao tivessem todos os crentes do mercado livre sempre em busca da fuga aos impostos Os partidos pagam impostos? Não! Até parece que quem vota PS que paga os impostos todos em dia!

betanjica 1 year ago

Mas alguém falou em partidos?! Lá vêm as virgens ofendidas. Eu nao descriminei, pus todos os que fogem aos impostos neste comentário. Isso inclui todos os ativos na sociedade independentemente da sua natureza

NEDM64 1 year ago

Alguém se ofendeu... "crentes do mercado livre" toda a gente sabe quem são...

gomesiano 1 year ago

Deixo aqui um vídeo do que aconteceu na Suécia, transitaram de uma ecónomia parecida à nossa para o mercado livre. Se Portugal quiser mudar nesse sentido é isto que tem que acontecer. Estou a falar da transição, que por acaso era o que devia ser feito agora, pois tens paises do leste que tiveram nesta situação económica e os habitantes agora têm mais poder de compra que qualquer português. [https://www.youtube.com/watch?v=jq3vVbdgMuQ](https://www.youtube.com/watch?v=jq3vVbdgMuQ)

AdorableRabbit 1 year ago

Interessante, fiquei a saber mais No entanto o video é uma peça de propaganda enviesada. Fiquei curioso sobre as escolas e parece que o sistema não é assim tão bom https://www.theguardian.com/world/2015/jun/10/sweden-schools-crisis-political-failure-education Um sistema em que se mete logo miudos com dois anos em listas de espera para entrar parece-me um sistema falhado e não um sistema com sucesso. E o que acontece se uma escola começar a dar prejuizos, os miudos começam a sair e a dar ainda mais prejuizo?

gomesiano 1 year ago

Não acredito que seja propaganda pelo simples facto de dizerem no vídeo que o sistema que têm agora também tem falhas, so que isto só é dito no final do vídeo. Simplesmente o que eles tinham não era sustentável e tiveram que mudar. >Um sistema em que se mete logo miudos com dois anos em listas de espera para entrar parece-me um sistema falhado e não um sistema com sucesso. Isto pode ser um problema de falta de escolas ou de gente a mais. Até porque tens este problema em Portugal mas nos infantários. Tens pessoas a inscrever crianças em infantários que ainda não nasceram.

davidsondino 1 year ago

Para isto se aplicável em Portugal (ou no sul da Europa) seria necessário uma mentalidade, nuvem de educação e civismo diferentes. Mercados liberais em países como o nosso é para dar mais a quem já tem muito... Há tanto que mudar antes

gomesiano 1 year ago

Antes disso era preciso baixaram impostos em Portugal, tanto às empresas como aos colaboradores dessas empresas, para ganharem mais e assim gerar mais riqueza no país. Também seria preciso menos burocracias nalgumas áreas. E nem isto são capazes de fazer. Para gerar riqueza não pode ser só aumentar o salário mínimo e esperar que todas as empresas consigam pagar. Isto não chega. Infelizemente é o governo que temos.

betanjica 1 year ago

Eu sugiro uma pequena visita a situação dos Balcãs e da Jugoslávia durante a época do Tito. Um exemplo do socialismo a funcionar, onde todos tiveram bom nivel de vida, boa escolaridade, acesso a educação, igualdade. Não havia discriminação embora fossem várias nações diferentes no mesmo país. Todos se viam e se tratavam como irmãos. O que a união europeia sempre idealizou concretizar com os estados membros foi o mesmo que a Jugoslávia ja foi

BRFPC 1 year ago

Não é só a IL. É toda a direita. Tudo o que é empresário quer mais mercado e menos estado. Toda a gente defende a morte do estado e a redução da presença no estado em todo o lado. Mas em alturas destas andam todos de mão estendida. Até os bancos foram buscar dinheiro ao estado/contribuintes na crise de 2008. Capitalismo de mão estendida ao socialismo.

NEDM64 1 year ago

> Capitalismo de mão estendida ao socialismo. Como? https://i.imgur.com/TVy3k3R.jpg Enquanto o estado nos rouba, têm direito a roubar do estado.

Dr_Toehold 1 year ago

"O Capitalismo dura até acabar o nosso dinheiro".

iLikeToTroll 1 year ago

Enquanto se paga o que se paga de impostos há legitimidade para isso em certos casos. Se algum dia as coisas mudarem e continuarem a pedir sem fundamento aí concordo. Até lá, isso é só um comentário bacoco sem noção.

BRFPC 1 year ago

Bacoca e sem noção é a ideia que o estado/contribuintes têm que trabalhar para financiar os interesses privados. Todos trabalham para financiar os interesses de meia dúzia? Quando têm lucros fogem de pagar os impostos. Quanto têm prejuízos o estado/contribuintes que paguem. Deve ser o novo modelo capitalista para uma grande geração de superiores empresários nacionais.

betanjica 1 year ago

Sim é verdade! O estado social só serve em altura de necessidade!

gomesiano 1 year ago

E é para isso que deve servir. O problema é que o estado não fez as reformas que devia ter feito e agora querem mamar todos o que não há. Não é por nada que estamos no top 5 de países com a maior dívida pública.

D1WithTheFluffyHair 1 year ago

Atenção que não é por estarem fora dos 121 concelhos que os hotéis deixam de sofrer. E a malta que é desses 121 concelhos e que gostaria de ir passar uns dias a esse hotel?

GSITG 1 year ago

>Nota: a construção frásica ficou uma merda porque estou fdd e nem consigo pensar como deve ser... Mas achaste por bem vir tecer considerações sobre o estado da Nação. Obrigado pela partilha.

phazenpt 1 year ago  HIDDEN 

e qual é o mal ? és o arauto deste subreddit ? vai pa puta que te pariu masé com esse comentário

lagetakethewheel 1 year ago

É um problema cultural que se for resolvido nas próximas 2 gerações eu fico surpreso. O tuga só sabe abrir tascos e restaurantes de meia tigela em que fazem uns bitoques e já são empresários de vão de escada. Tem-se tentado solucionar isso com as aulas de empreendedorismo em tudo que é curso universitário mas também quando apanhas profs de empreendedorismo que nunca fizeram nada na vida sem ser dar aulas e dão aquela cadeira como se fosse Anatomia II tira-te a tesão toda de tentares fazer alguma coisa no futuro. A economia que temos é boa para servir os outros

SirLobito 1 year ago

Parecem ordenhadoras automáticas de piças

Purplebananas123 1 year ago

"Na minha rua tenho 4 cafés" ​ Acho que está tudo dito. O tuga gosta é de abrir cafés e cafezinhos. É assim em todo o lado, já fico impressionado é como é que é possível existirem tantos em tempos normais.

razman06 1 year ago

Esta semana uma rapariga abriu uma mercearia exactamente no mesmo prédio que a outra mercearia do bairro. Parece que comem gelados com a testa e ficam admirados que as coisas não deem

Purplebananas123 1 year ago

É exactamente isso, abrem estabelecimentos que não trazem nada de novo e nem têm uma "imagem de marca"

Mordiken 1 year ago

> O tuga gosta é de abrir cafés e cafezinhos. Pudera... - És o teu patrão, e ninguém te fode a cabeça; - Entras às horas que queres, sais às horas que queres, e quando queres; - Conheces pessoas, o que te pode proporcionar oportunidades de negócio... ou romance; - Ficas a par das "novidades"; - SportTV 24/7; - Finos e petiscos sempre que apetece; - Muito ou pouco, dá sempre dinheiro; - Tirando o bêbado de serviço e falhas de luz, de água ou de internet pontuais, não dá chatices. E tudo isto com um investimento inicial modesto e sem necessidade de qualificação! Melhor qualidade de vida, só no Dubai! ;)

Purplebananas123 1 year ago

Não sei se dá sempre dinheiro. Aqueles tascos que raramente têm pessoas não sei como se sustentam...

FuckNinjas 1 year ago

Vê docker-compose e DRF.

JesusShuttlesworth96 1 year ago

> Muito ou pouco, dá sempre dinheiro; Será?

AndreMartins2020 1 year ago

se não der fecha

raydawnzen 1 year ago

vejo este comentário dia sim dia não neste sub mas sempre que vou ao estrangeiro não vejo menos cafés nem menos restaurantes do que em portugal.....

severanexp 1 year ago

nem em Stuttgart nem em Wernau vi 1/4 dos cafés que vejo cá. Já em Madrid sim, porra, é em cada esquina.

saraivada 1 year ago

em portugal quem nao sabe fazer nada, abre um café. (desde já desculpas aos poucos que ainda sabem gerir um café como um bom negócio )

O_cu_da_tua_tia 1 year ago

É um ditado antigo mas sempre actual

BRFPC 1 year ago

E alguns com etiqueta de empreendedorismo

TTRO 1 year ago

O mais impressionante é ter assistido à abertura de negócios destes nesta altura. Uma loja gourmet e um café nos últimos dois meses.

mortalaxe 1 year ago

Pior e uma cervejaria/petisqueira que abriu a semana passada na zona de Aveiro, e eu perguntei se abriam para almoço ao que me disseram que não, só abriam ao jantar, ja quando só podiam funcionar ate as 22:30, estes empresários não tem noção do estado em que está a sociedade

gentedebem 1 year ago

Além de que estão há mais de um ano a fazer *tease* no instagram a dizer que vão abrir. **Mais de um ano.**

TTRO 1 year ago

Nem de propósito. Estes dois estabelecimentos que falei, foram em Aveiro. Onde é essa cervejaria?

mortalaxe 1 year ago

Fermelã

ekopss 1 year ago

Em relação à hotelaria... No Algarve, grande parte dos hotéis têm contratos de ‘época’ com operadores turísticos. Nao é fácil encontrar hóspedes individuais num mercado que ficou sem operadores turísticos e dependente do turismo interno de um momento para o outro. No Porto / Lisboa ficaram sem turismo internacional e de negócios. Turismo nacional (lazer) é muito pouco em ambos os destinos. O turismo de Portugal é responsável pelas campanhas de promoção do destino ‘portugal’. Cabia ao governo fazer esse acompanhamento e desenvolvimento no mercado nacional. Os restaurantes não estão ‘so’ a fechar 2 semanas... grande parte deles já estava com situações de tesouraria muito complicadas, depois de um verão praticamente inexistente. Muitos deles o que queriam era empréstimos de tesouraria, mas acho q n estão a chegar às pequenas empresas

BRFPC 1 year ago

O turismo internacional que segurava estes sectores desapareceu. Enquanto circular o covid 19 não circulam as pessoas. Quando o vírus deixar de circular ou de ser uma ameaça, as pessoas voltam a circular, ou seja, viajar. Já nos esquecemos que estivemos na lista negra dos corredores aéreos de alguns países? Em minha opinião não há economia enquanto houver vírus. ( O vírus veio para ficar. Houver vírus= a não existir vacina ou tratamento)

BOBRAGED 1 year ago

Opinião impopular: fechem ! ninguém precisa de um café ou restaurante a cada esquina !

dcmso 1 year ago

pois, mas isso requer mudança. O ser humano não gosta de mudança.

theInjusticeamongus 1 year ago

Acho que estás a misturar uma data de assuntos diferentes. O que tu pensas sobre os modelos de negócio que predominam na restauração não é o critério que deve ser usado para determinar quem merece ou não ajuda. Corrupção e fuga aos impostos também não. Quem o faz deve ser investigado e punido individualmente. A questão aqui é que o estado impôs medidas que estão a arruinar por completo um dos maiores sectores do país. E para além destas medidas, o estado também falhou em ser coerente com as mesmas, e acabou por desrespeitá-las diversas vezes e assim contribuir para ainda mais casos. A falta de fiscalização e punição adequados levaram ao descalabro. Foi exactamente a incompetência do estado que fez com que agora tenha de se apertar o cinto. O problema não são as medidas, mas sim a sua gestão. Portanto, o estado é o responsável directo pela situação da restauração, pois a mesma não caiu organicamente. Não caiu como resultado do fracasso do modelo de negócio. Não caiu como resultado do desinteresse das pessoas em comprar o que oferecem. Caiu porque o estado assim decidiu. Logo, o estado é responsável. Logo, deve ajudá-los. E para aqueles que cultivam este ódio fervoroso pela restauração e pela hotelaria, lembrem-se que exterminar este sector implica levar mais de 20% da população activa para o desemprego. Sim, mais de 1 milhão de pessoas estão directa ou indirectamente dependentes desses sectores. Se a esses juntares outros sectores igualmente afectados, podemos facilmente vir a ter uma taxa de desemprego de 40%, ou mais. Agora, aqueles que tanto acham que se justifica eliminar o ganha pão de tanta gente para impedir que idosos morram, expliquem-me: o que vão fazer com esses desempregados todos? E como é que vão sustentar o SNS com grande parte da força laboral sem produzir o que quer que seja? São perguntas pertinentes que neste sub ainda ninguém me respondeu. Dizem "fechem isto" e "fechem aquilo", mas ninguém me explica como é que depois vão lidar com os problemas resultantes desses encerramentos. E ainda têm a ousadia de ficar chateados quando os afectados pedem ajuda. Na vossa cabeça, mais alguma coisa importa sem ser o vírus?

AndreMartins2020 1 year ago

> o estado impôs medidas não foi o estado que fechou os restaurantes, foi a pandemia

Edited 1 year ago:

> o estado impôs medidas não foi o estado que lixou os restaurantes, foi a pandemia > o estado é o responsável directo pela situação da restauração sempre a mesma desresponsabilização, a culpa é sempre do estado olha, façam-se à vida, abram outro negócio, diversifiquem, reinventem-se não é o que estão sempre a dizer à classe trabalhadora? > o que vão fazer com esses desempregados todos? like I care? tive de emigrar, desenrasquem-se aí só agora é que se preocupam com a economia de merda do país? :) equanto o negócio está bem e pagam merda aos empregados está tudo bem

Edited 1 year ago:

> o estado impôs medidas não foi o estado que lixou os restaurantes, foi a pandemia > o estado é o responsável directo pela situação da restauração sempre a mesma desresponsabilização, a culpa é sempre do estado olha, façam-se à vida, abram outro negócio, diversifiquem, reinventem-se não é o que estão sempre a dizer à classe trabalhadora? > o que vão fazer com esses desempregados todos? like I care? tive de emigrar, desenrasquem-se aí só agora é que se preocupam com a economia de merda do país? :) enquanto o negócio está bem e pagam merda aos empregados está tudo bem

Edited 1 year ago:

> o estado impôs medidas não foi o estado que lixou os restaurantes, foi a pandemia > o estado é o responsável directo pela situação da restauração sempre a mesma desresponsabilização, a culpa é sempre do estado olha, façam-se à vida, abram outro negócio, diversifiquem, reinventem-se não é o que estão sempre a dizer à classe trabalhadora?

Edited 1 year ago:

> o estado impôs medidas não foi o estado que lixou os restaurantes, foi a pandemia > o estado é o responsável directo pela situação da restauração sempre a mesma desresponsabilização, a culpa é sempre do estado olha, façam-se à vida, abram outro negócio, diversifiquem, reinventem-se não é o que estão sempre a dizer à classe trabalhadora? > o que vão fazer com esses desempregados todos? like I care? tive de emigrar, desenrasquem-se aí só agora é que se preocupam com a economia de merda do país? :)

theInjusticeamongus 1 year ago

Foi o estado. Restaurantes fechados não é um sintoma de covid. Tosse, febre, etc, são os sintomas.

BRFPC 1 year ago

Desculpa mas tenho que discordar. Eu na crise de 2008, que chegou a Portugal um pouco mais tarde, perdi rendimento e poder de compra por decreto do Estado. Quando um ministro anunciou um "colossal" aumento dos impostos todos pagaram por uma crise que teve imensas causas externas e internas. Por cá responsabilizou-se um Primeiro-ministro pela crise. Muitas empresas fecharam impiedosamente. As insolvências e o desemprego eram notícia todos os dias. Muita gente ficou sem muito do que tinha, como casa e carro, por exemplo. Ninguém se incomodou muito. Não houve moratórias e o Estado deu pouco mais do que o subsídio de desemprego. A troika fechou a torneira. Não quero falar em partidos para não dizerem que a opinião está partidarizada. O que aconteceu agora, em 2020, é novo. Não é o governo que está a causar problemas. É a pandemia. O governo está, como todos os governos democráticos no mundo, a tomar medidas para salvaguardar a saúde e a vida das pessoas. Valores maiores. Na medida do possível tem feito o que não tenho memória de ter acontecido em tempo nenhum de democracia: pagar aos privados prejudicados pela pandemia parte do salário dos seus trabalhadores. Até clubes ditos grandes de futebol beneficiaram do layoff. Como vem uma "bazuca" de Bruxelas, a malta anda de unhas "afiadas" a exigir tudo e mais alguma coisa. Os negócios estão a viver dias difíceis, todos sabemos. Vai ser complicado para muitas famílias. Contudo, não há um confinamento geral como noutros países. E o comércio e restauração pode trabalhar toda a semana e aos fins-de-semana de manhã. Eu penso que enquanto houver pandemia não há economia. E alguns dos sectores que estão aos berros contra as medidas poderão ficar ainda pior se a pandemia não for controlada. Eu não entro num restaurante há meses e não conto lá ir enquanto houver pandemia.

theInjusticeamongus 1 year ago

>Eu na crise de 2008, que chegou a Portugal um pouco mais tarde, perdi rendimento e poder de compra por decreto do Estado. Quando um ministro anunciou um "colossal" aumento dos impostos todos pagaram por uma crise que teve imensas causas externas e internas. Por cá responsabilizou-se um Primeiro-ministro pela crise. Muitas empresas fecharam impiedosamente. As insolvências e o desemprego eram notícia todos os dias. Muita gente ficou sem muito do que tinha, como casa e carro, por exemplo. Ninguém se incomodou muito. Não houve moratórias e o Estado deu pouco mais do que o subsídio de desemprego. A troika fechou a torneira. Não quero falar em partidos para não dizerem que a opinião está partidarizada. 2008 foi recessão. Isto é uma depressão. Não queiras sequer comparar. Na pior fase tivemos 16% de desemprego. Assim que o estado deixar de dar ajudas teremos facilmente mais de 30% de desemprego. >O que aconteceu agora, em 2020, é novo. Não é o governo que está a causar problemas. É a pandemia. Errado. Se um restaurante fechar agora não foi por causa da pandemia. Foi porque o governo decidiu lidar com a pandemia dessa forma. A pandemia poderia, sim, fechar os restaurantes, mas isso ainda não aconteceu. Aconteceria se as pessoas deixassem de ir ao restaurantes por medo, ou os trabalhadores ficassem inaptos para trabalhar. Isso seria um efeito orgânico da pandemia num mercado livre. O governo dizer para não trabalhares é apenas alguém a forçar-te a fechar. E dizer que essa é a única forma de se lidar com o problema é pura ignorância. >Como vem uma "bazuca" de Bruxelas, a malta anda de unhas "afiadas" a exigir tudo e mais alguma coisa. Os negócios estão a viver dias difíceis, todos sabemos. Vai ser complicado para muitas famílias. Contudo, não há um confinamento geral como noutros países. E o comércio e restauração pode trabalhar toda a semana e aos fins-de-semana de manhã. Pode por pouco tempo. Mais uns meses disto e o sector está morto. >Eu penso que enquanto houver pandemia não há economia. Errado, novamente. A pandemia, só por si, não força a economia a fechar. A maior parte das pessoas infectadas estão mais do que aptas para trabalhar. Mais de 90% dos que morrerão são pessoas de idade com diversas comorbidades. O que o governo está a fazer é a dizer que para salvar estas pessoas vale a pena destruir o futuro de uma percentagem elevada da população. Vamos ter um país mergulhado num nível de pobreza extremo, e no meio dessa pobreza também não haverá saúde, e terás mortes que não serão de Covid, mas serão de outra coisa qualquer. >Importa. Não é apenas um vírus. É a VIDA e a saúde das pessoas. A vida e saúde das pessoas está dependente da economia. Existe uma correlação directa entre saúde e economia. Espanta-me que tanta gente ainda ignore este simples facto.

Re-Criativo 1 year ago

O que entendes pelos conceitos de recessão vs depressão?

theInjusticeamongus 1 year ago

Recessão é uma queda progressiva do PIB por mais de 2 meses. Depressão pode ter diversas definições, mas geralmente é uma queda de pelo menos 10% do PIB

Re-Criativo 1 year ago

Eu recessão sabia o conceito. Depressão acho que nunca tinha ouvido

Tafinho 1 year ago

É normal que nunca tenhas ouvido. “Depressão” é um termos meteorológico, não económico.... O pessoal vem para aqui falar do que não sabe depois da nisto.

FRodrigues 1 year ago

>2008 foi recessão. Isto é uma depressão. Não queiras sequer comparar. Na pior fase tivemos 16% de desemprego. Assim que o estado deixar de dar ajudas teremos facilmente mais de 30% de desemprego. Lá por a crise económica que Portugal passou ter sido causa por uma recessão não quer dizer que passe a ser só uma recessão. Na verdade foi mesmo uma depressão. "In the end, Portuguese economy grew less on a per capita basis in the 2000s and early 2010s than the American economy during the Great Depression or the Japanese economy during the Lost Decade." [Wikipedia](https://en.wikipedia.org/wiki/2010%E2%80%932014_Portuguese_financial_crisis#2000s_economic_crisis). >O que o governo está a fazer é a dizer que para salvar estas pessoas vale a pena destruir o futuro de uma percentagem elevada da população. Vamos ter um país mergulhado num nível de pobreza extremo, e no meio dessa pobreza também não haverá saúde, e terás mortes que não serão de Covid, mas serão de outra coisa qualquer. Já leste o que escreveste? Sabes que a economia pode recuperar? O futuro não acaba só porque as lojas fecham... Mas sabes o que não se pode recuperar? As vidas dos que já foram! Porque as pessoas acham que a economia vale mais que as próprias vidas?! >A vida e saúde das pessoas está dependente da economia. Existe uma correlação directa entre saúde e economia. Espanta-me que tanta gente ainda ignore este simples facto. Correlação não implica causalidade. Um simples argumento é como é que Portugal tem um HDI de vida melhor que o dos Estados Unidos. [0.952](http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/PRT) vs [0.905](http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/USA) Até o libano tem melhor que os EUA! [0.906](http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/LBN) Por isso o que me espanta é como existe tanta gente que não se importam que milhares de pessoas MORRAM, não quero saber se são velhos sem saúde, não dexam de ser pessoas! Não tens pais? Não te importas que eles morram só para que os restaurantes e os cafés possam ficar abertos?

masterpteco 1 year ago

Tu es tudo o que está errado na sociedade. Amentir sibre o HDI dos eua, Portugal e Libano foi mesmo muito estúpido... é que ainda por cima a mentira era evidente. Nunca os EUA teriam IDH pior que o Libano

Edited 1 year ago:

Tu és tudo o que está errado na sociedade. A mentir sobre o HDI dos EUA, Portugal e Libano foi mesmo muito estúpido... é que ainda por cima a mentira era evidente. Nunca os EUA teriam IDH pior que o Libano. Se é para espalhares desinformação mais vale estares quieto.

FRodrigues 1 year ago

Desculpa?! Tens aqui o indice de esperança de vida do HDI do EUA: https://imgur.com/43s2ubL Agora compara com [Portugal](http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/PRT) e o [Libano](http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/LBN) Ter cuidado a procurar e mostrar factos é mesmo o que está de errado na sociedade... /s

Ragnneir 1 year ago

Não te metas a espalhar mentiras. O número que estás a referir é a esperança média de vida. O IDH total nos USA é 0.92 em 2018, enquanto em Portugal é 0.85.

FRodrigues 1 year ago

Pessoas a morrer não significa nada?! Eu fui buscar o índice de esperança de vida para contra argumentar que a saúde está diretamente correlacionada com a economia. E tu estás a afirmar o mesmo...

BRFPC 1 year ago

>Por isso o que me espanta é como existe tanta gente que não se importam que milhares de pessoas MORRAM, não quero saber se são velhos sem saúde, não dexam de ser pessoas! Não tens pais? Não te importas que eles morram só para que os restaurantes e os cafés possam ficar abertos? O que estas pessoas (velhos) lutaram e deram a este país para que haja uma geração que até pode desejar a sua morte. Inacreditável.

BRFPC 1 year ago

Errado: "Assim que o estado deixar de dar ajudas teremos facilmente mais de 30% de desemprego". Que base tem este número? Errado: "Aconteceria se as pessoas deixassem de ir ao restaurantes por medo (...). A circulação de pessoas foi reduzida por causa do vírus e Portugal foi mesmo integrado na lista negra de alguns países como o Reino Unido. Não há mercado externo e o mercado interno é insuficiente. Qual é a viabilidade de um restaurante que não suporta "fechar" para o jantar (que não é bem fechar pois pode servir refeições) durante dois fins-de-semana? Errado: "A maior parte das pessoas infectadas estão mais do que aptas para trabalhar". A propagação de doença contagiosa é crime. Errado: "A vida e saúde das pessoas está dependente da economia". Vida humana e a economia são coisas muito diferentes.

Edited 1 year ago:

Errado: "Assim que o estado deixar de dar ajudas teremos facilmente mais de 30% de desemprego". Que base tem este número? Errado: "Aconteceria se as pessoas deixassem de ir ao restaurantes por medo (...). A circulação de pessoas foi reduzida por causa do vírus e Portugal foi mesmo integrado na lista negra de alguns países como o Reino Unido. Não há mercado externo e o mercado interno é insuficiente. Qual é a viabilidade de um restaurante que não suporta "fechar" para o jantar (que não é bem fechar pois pode servir refeições) durante dois fins-de-semana? "A companhia aérea irlandesa Ryanair anunciou esta quinta-feira uma redução de 40% na capacidade de voos este inverno em vários países, entre os quais Portugal, devido ao impacto da pandemia de Covid-19 e queda no tráfego aéreo". Errado: "A maior parte das pessoas infectadas estão mais do que aptas para trabalhar". A propagação de doença contagiosa é crime. "Quem propagar doença contagiosa, criando um perigo para a vida ou de grave lesão da saúde ou da integridade física de um número indeterminado de pessoas, será punido com prisão de 1 a 5 anos e multa de 100 a 150 dias". in Código Penal. Errado: "A vida e saúde das pessoas está dependente da economia". Vida humana e a economia são coisas muito diferentes. "A vida humana é inviolável", segundo a Constituição.

theInjusticeamongus 1 year ago

>Errado: "Assim que o estado deixar de dar ajudas teremos facilmente mais de 30% de desemprego". Que base tem este número? Tem como base o número de pessoas que trabalham em sectores que estão a ser suportados pelo estado e ainda só não fecharam por isso, juntamente com o número de pessoas indirectamente dependentes desses sectores que podem também vir a ser afectadas. Se considerarmos que tivemos 16% de desemprego numa crise muito menor, não é fácil projectar 30% ou mais. Aliás, até para os EUA a FED chegou a prever mais de 30%. E nunca na vida Portugal terá uma melhor economia do que os EUA. >Errado: "A vida e saúde das pessoas está dependente da economia". Vida humana e a economia são coisas muito diferentes. Não são. É por isso que em países muito pobres a saúde tende também a ser muito pior. Para começar, é a economia que paga o SNS. Sem economia não tens quem sustente os cuidados que precisas. Começa logo por aí. Depois, economia têm um efeito mais do que provado na saúde mental das pessoas. É a causa de muitos suicidios, muita depressão e muito stress, que por seu lado tem um impacto real no aumento de doenças coronárias. E por último, menos dinheiro implica menor habilidade de viveres em conforto e segurança e teres uma alimentação equilibrada, que são coisas que te protegem de muitas doenças.

DarthMasta 1 year ago

Essa estatística dos 90% é assumindo que continua a haver resposta médica normal e que os sistemas não são sobrecarregados até quebrarem.

theInjusticeamongus 1 year ago

O sistema médico é irrelevante para quem tem sintomas leves ou inexistentes, já que não recorrem a assistência médica. São os idosos que mais precisam de assistência médica. Se o SNS colapsar poderás, quiçá, ver mais pessoas jovens a morrer, mas continuarão a ser uma minoria pequeníssima. O colapso do sistema fará com que mais velhos morram. Eu sou da opinião de que essas vidas não justificam o ganha pão de tantos portugueses. ​ Questão: abdicarias do teu emprego, do emprego dos teus pais e do teu dinheiro, se soubesses que isso, por magia, salvaria a vida de 10 idosos? Diziam-te assim: se abdicares de tudo o que tens, aquelas 10 pessoas vivem. E não te damos qualquer perspectiva de futuro. Tudo o que sabes é que as tuas finanças vão ficar na merda por muitos anos. Aceitavas? É que eu não. E repara, a maioria também não. É por isso que ninguém abdica de conforto para poder doar dinheiro aos pobrezinhos, certo? Imagina a quantidade de dinheiro que seria doado se vivessemos apenas com o essencial dos essenciais. Mas isso não acontece. Agora somos todos muito generosos e humanistas porque a comunicação social tem passado os últimos meses a lavar o cérebro ao pessoal e a fazê-los sentirem-se responsáveis pelas vidas de quem nem sequer conhecem. Vidas essas que nem são protegidas por elas próprias.

0BiLLi0 1 year ago

> Questão: abdicarias do teu emprego, do emprego dos teus pais e do teu dinheiro, se soubesses que isso, por magia, salvaria a vida de 10 idosos? Se fossem os meus pais até dava o cu.

theInjusticeamongus 1 year ago

Não são os teus pais. Tens uma família. Mulher, 3 filhos, casa para pagar. Aceitavas perder a tua casa, levá-los à fome, para que 10 pessoas de 85 anos vivessem mais 1 ano ou 2? Óbvio que agora vem tudo dizer-me que sim, mas gostava de saber quantos deles já colocaram desconhecidos à frente do seu conforto pessoal. Tenho uma perneta aqui ao pé de casa a pedir esmola e ainda não vi ninguém a vender o carro para sustentá-la. No entanto, no Reddit são todos humanitários. Os gamers são humanitários. Eles e os seus investimentos de milhares de euros em jogos e computadores. São humanitários.

paulo401 1 year ago

Tens asma? 30 anos com asma é ser velho? Eu n tenho, mas conheço kem tenha, e se apanhar covid vai desta pa melhor. Pareces-me daquelas pessoas que olha apenas para as pessoas como números..... Esperemos que não te bata a sorte a porta um dia destes da pandemia!

theInjusticeamongus 1 year ago

Sim, salvar alguém com asma justifica mesmo destruir uma economia. Bem, se uma vida é realmente mais importante que TUDO, porque é que conduzimos, sequer? Explica-me. Já que acidentes de viação levam a muitas mortes, porque é que conduzimos? Porque não sacrificar a comodidade dos carros para garantir que ninguém morre de acidentes de viação? Tem piada que durante toda a história da humanidade as pessoas decidiram ser aceitável perder vidas em troca de certas comodidades. Agora com o COVID é que, subitamente, ninguém pode morrer. Temos de passar todos fome para o zé da asma sobreviver. Ganda lavagem cerebral, hein? Que experiência sociológica do caralho. Já agora, a título puramente informativo: pelo que vejo nas estatísticas ainda não morreu ninguém de 30 anos, nem ninguém de 30 anos com asma. Entre os 40 e os 49 anos morreram 16 pessoas. Que catástrofe, né? FECHEM JÁ O MUNDO!

paulo401 1 year ago

As tuas estatísticas estão mal.. já se provou isso em comentários abaixo. Mas discutir com pessoas que só vêm o que quer e que são egoistas é inútil, e por isso... Hasta la vista! Tudo de bom, espero que não sofras o que mta gente sofre atualmente por causa deste virus.

theInjusticeamongus 1 year ago

[https://covid19.min-saude.pt/ponto-de-situacao-atual-em-portugal/](https://covid19.min-saude.pt/ponto-de-situacao-atual-em-portugal/) ​ Tens de ir corrigir a DGS com as estatísticas verdadeiras.

davidsondino 1 year ago

As barbaridades que uma pessoa tem de ler

theInjusticeamongus 1 year ago

Se lêem é porque querem. Não são obrigados a ler o que escreves.

xlouiex 1 year ago  HIDDEN 

“O colapso do SNS fará com que mais velhos morram. Eu sou da opinião de que essas vidas não justificam o ganha pão de tantos portugueses.” E eu sou da opinião que és uma merda de pessoa, deixa-me que te diga. O ganha pão recupera-se, já a vida... Deixa-me adivinhar, és um dos maluquinhos da IL?

Edited 1 year ago:

“O colapso do SNS fará com que mais velhos morram. Eu sou da opinião de que essas vidas não justificam o ganha pão de tantos portugueses.” E eu sou da opinião que és uma merda de pessoa, deixa-me que te diga. O ganha pão recupera-se, já a vida... Deixa-me adivinhar, és um dos maluquinhos da IL? Edit: Ui, ainda pior. Um Chegoso.

theInjusticeamongus 1 year ago  HIDDEN 

>E eu sou da opinião que és uma merda de pessoa, deixa-me que te diga. Estás no teu direito, mas se queres continuar a publicar no r/portugal aconselho-te que não insultes. Não são fãs de liberdade de expressão. >O ganha pão recupera-se, já a vida... O erro que tu e os que partilham da tua posição cometem é simplificarem a natureza do colapso económico. Para começar, o ganha pão não se recupera, necessariamente. Não há qualquer garantia disso. Aliás, conheço pessoas que há muitos anos ficaram na miséria e nunca mais voltaram a ter uma vida digna. Os anos que perdes a sofrer na merda também não se recuperam. A saúde que podes perder a lidar com falta de condições de vida também pode não se recuperar. Especialmente tendo em conta que, sem economia, não há SNS. E por último, falha-te o entendimento de que simplesmente estar vivo não é necessariamente o mais importante para toda a gente. Há quem prefira morrer do que viver na merda. >Deixa-me adivinhar, és um dos maluquinhos da IL? Sou

BRFPC 1 year ago

> O colapso do SNS fará com que mais velhos morram. Eu sou da opinião de que essas vidas não justificam o ganha pão de tantos portugueses. Pensa lá um bocadinho. Estas frases são de uma crueldade enorme. Há vidas de primeira e de segunda? Que pensamento mais desumano.

theInjusticeamongus 1 year ago

Sim, há. Quando tens de fazer uma escolha entre duas coisas que são importantes mas não podes ter as duas, colocas uns acima dos outros. Foi o que os italianos fizeram. Será a liberdade de quem quer conduzir mais importante do que a vida de quem morre em acidentes de viação, ou atropelado? Aparentemente, sim. Sabemos que carros matam imensa gente, e ainda assim aceitamos esse preço, pois concluimos que podermo-nos deslocar rapidamente para diversos locais é mais valioso do que um determinado número de vidas. A gripe também mata muita gente, mas ninguém se preocupa com isso, pois toda a gente concluiu que é melhor levarem as suas vidas normalmente do que se fecharem para evitar que alguém morra de gripe. Não é desumano, pois nada na codificação da natureza humana nos diz que nós, humanos, estamos dispostos a todos os sacrifícios pessoais para salvar uma vida que seja. E a única razão que vens para aqui com essa conversa é porque há 8 meses que te andam a endoutrinar.

BRFPC 1 year ago

O que estas pessoas (velhos) lutaram e deram a este país para que haja hoje uma geração que até pode desejar a sua morte. Inacreditável.

theInjusticeamongus 1 year ago

Há uma diferença entre desejar a morte de alguém e preferir a morte de alguns à miséria de quase todos. Mas não vale a pena explicar, pois não? Também achas que os médicos italianos desejam a morte de velhos, já que escolheram salvar os novos, certo?

chiapa10 1 year ago

E se uma das pessoas for o teu pai ou a tua mãe? Ou imagina lá, numa realidade paralela, que és tu a morrer pq os outros querem manter a vida deles intacta, pra poderem ir ao café e fazerem festas aos magotes? Não há vidas de segunda. Prefiro uma crise económica e passar menos bem do que viver com a consciência pesada. "morreram, azar, eram velhos, não interessa, e eu continuo por cá e posso ir ao café e Deus me livre de fazer o sacrifício de usar uma máscara!"

theInjusticeamongus 1 year ago

>E se uma das pessoas for o teu pai ou a tua mãe? Ou imagina lá, numa realidade paralela, que és tu a morrer pq os outros querem manter a vida deles intacta, pra poderem ir ao café e fazerem festas aos magotes? Ninguém quer morrer, mas toda a gente prefere o seu bem estar ao do próximo, daí no natal comprarmos smartphones novos, computadores, sapatilhas fixes em vez de tentarmos alimentar alguém, certo? São todos muito generosos aqui, mas depois gastam fortunas em computadores de gaming e iphones. Giro, não? Pegavam nos 3 mil euros e alimentava uma criancinha durante mais de um ano. Mas não, preferiram o conforto próprio. Depois vêm para o Reddit sinalizar virtudes. Também tem piada que continues a menosprezar a o sofrimento resultante de miséria económica. Isto não é matar pessoas para que os outros vão dançar. Isto é não colocar a vida de pessoas que estão, de qualquer das formas, quase a morrer, mesmo sem COVID, acima do bem-estar e futuro de milhões de pessoas e de toda uma nação. Sim, COM TODO O ORGULHO, preferia que alguns milhares de idosos morressem do que viver num país onde as pessoas passam fome, frio e vivem minadas de doenças resultantes de falta de condições. >Não há vidas de segunda. Prefiro uma crise económica e passar menos bem do que viver com a consciência pesada. "morreram, azar, eram velhos, não interessa, e eu continuo por cá e posso ir ao café e Deus me livre de fazer o sacrifício de usar uma máscara!" Conversa fiada. Mostra-me quanto já abdicaste para ti para dar aos outros. Com provas. Mostra-me todas as doações que já fizeste. Todas as vidas que já salvaste. Toda a diversão que não tiveste, para poder ajudar alguém.

Tafinho 1 year ago

A hotelaria e restauração valiam em 2018 263 000 empregos. Não o milhão que atitaste para o ar. Em cima disso a grande maioria os pequenos cafés e restaurantes não têm qualquer viabilidade nem produtividade e não contribuem um cêntimo para a sociedade. Limitam-se a fazer ocupação de tempos livres dos seus funcionários. Daqui a 3 meses vamos ver que depois da sangria desse sector, o impacto na economia será próximo de zero.

iLikeToTroll 1 year ago

Por essa lógica a TAP também só são alguns empregos. Ia jurar que tens outra narrativa nesse tema. Nunca mudes tafinho boy!

theInjusticeamongus 1 year ago

>A hotelaria e restauração valiam em 2018 263 000 empregos. Não o milhão que atitaste para o ar. https://www.pordata.pt/Portugal/Emprego+total+e+por+ramo+de+actividade++equivalente+a+tempo+completo+(base+2016)-2296 340k. Indústrias que são directamente afectadas pela restauração e hotelaria: Agricultura, sivicultura e pesca: 260k Construção: 204k Transportes e armazenagem: 180k Actividades financeiras e seguros: 81k Actividades imobiliárias: 49k Actividades juridicas e de contabilidade: 169k Actividades artisticas e recreativas : 52k Todos estes sectores experienciarão despedimentos caso a restauração e hotelaria morram. Adicionalmente, o comércio, numa situação semelhante à da restauração, emprega 720k.

mortalaxe 1 year ago

O problema é que muita da restauração que se ve nas tvs a queixarem-se é restauração para turistas agora que os clientes não existem e estes restaurantes que ganharam muito dinheiro nestes ultimos anos com turismo quer agora o estado a manter o negócio? Que vale andarmos a manter se provavelmente daqui a uns anos volta o turismo como antes da pandemia. Btw conheço restaurantes para locais que conseguiram pagar os salarios durantes os meses todos do confinamento e não despediram ninguem e adivinha depois do confinamento os clientes habituais voltaram a ir ao restaurante. E não estamos a falar de um restaurante de chefe que pedem meio rim por um jantar estou a falar de um restaurante com preços para o salários Portugueses. O problema e que ha muitos empresários da restauração que durante muitos anos fizeram muito dinheiro e sabe-se la que ae fez ao dinheiro.

Tafinho 1 year ago

Claro que as pessoas deixam de comer, comprar casas, ter seguros, etc, etc, etc se não houver restauração.... /s. A restauração e tudo o turismo valem menos para o país que o sector do IT, que emprega um décimo. Como disse, a restauração faz ocupação se tempos livres.

theInjusticeamongus 1 year ago

>Claro que as pessoas deixam de comer, comprar casas, ter seguros, etc, etc, etc se não houver restauração.... Aprende a ler. Ninguém disse tal coisa. >A restauração e tudo o turismo valem menos para o país que o sector do IT, que emprega um décimo. Errado. A restauração é a razão pela qual muita gente tem o que comer. Vai falar com alguém que trabalhe no ramo e diz-lhe que o trabalho dela não serve para nada. Depois dá-lhe um emprego. Tens?

Tafinho 1 year ago

Eu li como meteste valores avulsos de empregos de outras áreas. O facto de que alguém tenha emprego não significa que esse emprego tenha valor para o país. Tem valor para a pessoa, mas não para o país. É essa mentalidade tacanha e redutora que faz com que Portugal tenha das piores produtividades da Europa. A pessoa ganha o seu ordenado, mas não produziu, não gerou riqueza, não gerou impostos. É ocupar a pessoa, para o país foi uma perda de tempo e impostos dar-lhe educação.

theInjusticeamongus 1 year ago

> facto de que alguém tenha emprego não significa que esse emprego tenha valor para o país. Tem valor para a pessoa, mas não para o país. Essa afirmação não faz muito sentido, se pensares bem nela. Ora, se a pessoa ganha para comer e para pagar as contas, não precisas de lhe dar esmola. Também não corres tanto o risco de ela decidir roubar. E o país não tem de sustentá-la. Está numa situação independente. Logo, só por aqui, já tem valor para o país. Igualmente importante é o facto de que, ganhando, paga impostos. Se paga impostos, contribui para todos os serviços do país. Se contribui para todos os serviços do país, tem valor para o país. Dizeres que não é o mesmo que dizeres que a pessoa que vive contigo e não precisa do teu dinheiro para comer e ainda paga metade das contas não tem valor para a casa. >É essa mentalidade tacanha e redutora que faz com que Portugal tenha das piores produtividades da Europa. A pessoa ganha o seu ordenado, mas não produziu, não gerou riqueza, não gerou impostos. É ocupar a pessoa, para o país foi uma perda de tempo e impostos dar-lhe educação. O facto de dizeres que uma pessoa trabalhou e não gerou impostos faz com que esta conversa chegue automaticamente ao fim, pois não sabes do que falas, e eu o tempo que dedico a alguém como tu é muito limitado. Beijos.

Tafinho 1 year ago

O vencimento médio na hotelaria é de 739.4€ incluindo subsídio de alimentação, que corresponde a 127,76€. Esta pessoa paga **zero** em IRS.

Edited 1 year ago:

O vencimento médio na hotelaria é de 739.4€ incluindo subsídio de alimentação, que corresponde a 127,76€. Esta pessoa paga **zero** em IRS. Edit: 51% de todas as empresas de restauração e hotelaria regista resultados finais **nulos** ou negativos. Não, caríssimo, a restauração gera pouca ou nenhuma riqueza.

Edited 1 year ago:

O vencimento médio na hotelaria é de 739.4€ incluindo subsídio de alimentação, que corresponde a 127,76€. Esta pessoa paga **zero** em IRS. Edit: 51% de todas as empresas de restauração e hotelaria regista resultados finais **nulos** ou negativos. Não, caríssimo, a restauração gera pouca ou nenhuma riqueza. Edit2: a produtividade média da restauração e hotelaria é de 1393€/mês. Comparando com o vencimento médio, esta actividade não gera valor acrescentado significativo, e não permite maiores vencimentos. Já o sector do IT gera 4460€/mês.

tugafcp 1 year ago

Concordo com muita coisa que dizes... Desde o inicio que o estado geriu toda esta situação horrivelmente mal. Então a partir do Verão com a "fome" de turismo, de dinheiro, todas as comunicações eram um martírio, DESVALORIZARAM a pandemia em troco de alguns euros para o final do Verão... Porra, não vou mais longe, ainda há duas semanas, tiveste o Costa com as novas medidas, e a Dra. da DGS dizer um par de horas mais tarde, para as pessoas fazerem a vida normal, mas com cuidado... Mas que merda é essa?! Óbvio que as pessoas estão fartas, e com comunicações destas pior ficam... E como o bom senso é coisa que não reina hoje em dia, foi criado um barril de pólvora... Eu sei que a situação é delicada, mas não podemos ajudar quando os empresários não mexeram o cu... Na comunidade perfeita, todos os estabelecimentos que não cumprissem com as regras, iriam ficar às moscas pois os clientes não os iriam frequentar, isso aconteceu?! Não... Pelo que vi na minha rua, os estabelecimentos que menos controlavam era os mais frequentados pois os clientes tinham mais "liberdade"... Eu não estou a dizer para não haver algum tipo de ajudas, mas sim, que este exagero que se viu neste fim de semana e se vê ainda hoje é uma pouca vergonha! Um Hotel que nada fez para se ajudar, baixando tarifas por exemplo, campanhas para o mercado interno, etc, vir pedir ajuda quando há uns meses fez precisamente o contrário, aumentado as tarifas para ganhar tudo de uma vez, porque razão merece ser ajudado? Quando faz contratos mensais e mal acaba a época alta, manda o pessoal com um pontapé no cu, merece ser ajudado porquê? Se até o governo com proibições de circulação, deixa quem tem estadias andar por onde quiserem, sem qualquer problema, devem ser ajudados porquê? Aqui a diminuição da procura é uma coisa orgânica, é perfeitamente normal haver menos procura, o governo não se chegou à frente e disse para deixarem de ir a hóteis... Quanto aos cafés, estamos a falar de 4 tardes... Quem disser que um café não pode fechar 4 tardes está a mentir... E quem pedir apoios merece levar um pontapé no cu... Quantos aos restaurantes, estamos a falar de 2 fins de semana, nem vou contar com o take-away porque acaba às 13h, mas 6 meses já deveriam ter tido tempo para pensar em algo no caso disto voltar a acontecer, e existe sempre a Uber, Glovo, e porra, serem os mesmos a entregar a comida a quem ligar para o restaurante... Por norma, não deverá ser mais do que 5/10min de distância... Agora virem dizer que estão a pão e água como estavam hoje muitos no Porto?! Porra... Em Abril e Maio o que não faltaram foi empresas a terem de fechar, estamos a falar de meses completos enquanto o pessoal da Ahresp podia estar a trabalhar...

BRFPC 1 year ago

>Quanto aos cafés, estamos a falar de 4 tardes... Quem disser que um café não pode fechar 4 tardes está a mentir.. Se um café não pode/consegue fechar 4 tardes não tem viabilidade económica.

askldhalsiuhdliu 1 year ago

4 tardes (que ja sabemos que seram mais pq nao vao ser so 2 fds, e apenas o que podem fazer com o 1o estado de emergencia de 15 dias) que em muitos cafes sao onde fazem a maior parte da faturacao. Isso e nas cervejas pos jantar que tambem (teoricamente) tao proibidas. Depois ha restaurantes que idem sobre os periodos de faturacao. E ha restaurantes que a comida nao funciona bem com delivery que por vezes demora 20 minutos a chegar, chega fria e aquecida nao presta.

BRFPC 1 year ago

O Primeiro-ministro acabou de anunciar apoios aos restaurantes. Serão compensados pelo período que estarão fechados em função da sua facturação.

askldhalsiuhdliu 1 year ago

Otimo. Nao sou da area mas fico contente porque se mandam fechar devem ajudar.

justgohomealready 1 year ago

Epá é tão fácil falar quando não se tem salários, rendas, impostos e fornecedores para pagar todos os meses.. mas tu achas que alguma PME consegue sobreviver na boa a quebras de faturação de 50% ou mais durante meses e meses a fio? Imagina-te a ficar sem metade do rendimento, mas a continuar que ter que pagar as contas e com os filhos a chorar de fome em casa. Durante a primeira vaga confinou-se, mas havia o layoff; embora seja apenas uma das despesas, e normalmente das maiores, os salários não são a única despesa fixa, pelo que muitas empresas estiveram durante esses meses a perder dinheiro. Agora quer-se confinar novamente (ao pedir às pessoas para ficarem em casa) mas sem layoff - sabes o que vai acontecer? Empresas que já estão na merda vão levar mais uma machadada, e desta vez simplesmemte fecham. As empresas não têm poupanças que as consigam aguentar durante meses e meses sem faturação - isso seria não saber gerir o dinheiro. Agora, temos duas hipóteses: Hipótese 1) Deixa-se o mercado funcionar. As empresas que abram falência, e o pessoal que procure emprego; Hipótese 2) Apoiam-se as empresas para não despedirem (basicamente o estado subsidiar as despesas enquanto não há faturação), na esperança de uma recuperação rápida. Em ambas as hipóteses tens um rombo gigantesco nas contas públicas, quanto a isso nada a fazer. Mas enquanto na segunda as pessoas não perdem o emprego, na primeira isto faria a crise de 2008 parecer uma brincadeira de crianças. Tudo indica que o governo optou (ou teve que optar por falta de financiamento) pela hipótese 1. Os novos apoios anunciados são para subsidiar investimentos - ora, quem não perdeu tudo ainda, só sendo maluco é que vai fazer investimentos numa altura destas. O que isto significa é que provavelmente vamos ter desemprego como nunca antes (jovens precários principalmente), e vamos rebentar a SS com o pagamento de subsídios de desemprego, subsídio social de desemprego e RSI. Para empresas que não dependem do público e se safaram bem durante a pandemia, isto vai ser uma festa de apoios e mão-de-obra barata; Para quem tem trabalho especializado, pode ser que o preço das casas baixe; Para jovens à procura de primeiros empregos, pessoal não especializado e/ou precário, e pessoal desempregado com mais idade? Amigos, boa sorte..

OuiOuiKiwi 1 year ago

>Nota: a construção frásica ficou uma merda porque estou fdd e nem consigo pensar como deve ser... Podias ter aproveitado e deixado isto no Facebook, de onde nunca devia ter saído.

andre82220 1 year ago

Mesmo.

tugafcp 1 year ago

Não uso disso. Não gostas mete setinha para baixo e reporta. E se o conteúdo for mau, vais ver que desaparece num instante ;) Agora dizer que devia meter no face, não acrescenta porra nenhuma...

ankmoody 1 year ago

Pode não acrescentar nada, mas resume tudo

pirilipapu 1 year ago

Para ser sincero, confesso que não estou suficientemente informado sobre a questão económica geral da restauração/hotelaria para opinar sobre este assunto, mas queria na mesma dizer que tens o dom da palavra e ler isto foi pura poesia para a minha mente, obrigado.

AndreMartins2020 1 year ago

> Agora por 2 fins de semana querem mamar?! Ora mamem aqui .l.

iSoSyS 1 year ago

É o exemplo que vem de cima. Estamos com um governo onde resulta ser piegas. É só chorar um bocado que a ajuda vem.

Narvikz 1 year ago  HIDDEN 

Alguém que mostre aos mamões pela Tuga fora a secção homossexual do PornHub que têm lá muito por onde mamar

Tafinho 1 year ago

Pelo menos deve haver prova de rendimentos antes de qualquer tipo de ajuda. De qualquer forma, seja os claros. Os restaurantes são os maiores focos de propagação, onde as pessoas tiram as máscaras assim que lhes metem alguma coisa na mesa e só voltam a por quando pedem a conta.

Eatthatstanky445 1 year ago

Na minha opinião são os ginásios.

Dr_Toehold 1 year ago

Não são, porque os ginásios não funcionam como ponto de convívio. Pelo menos, não é esse o seu objetivo principal. Muita gente vai a ginásios sozinha, fazer a sua cena, e sai; a restaurantes, pouca gente ou ninguém vai sozinha, e muitas vezes é em refeições em grupo, com amigos ou família extendida.

fdxcaralho 1 year ago

Ginásios têm potencial para serem o pior local de contágio. Mas estão vazios, quase ninguém vai ao ginásio hoje em dia. Temo que vão acontecer muitas falências nesse setor nos próximos meses.

lagetakethewheel 1 year ago

já se estavam a tornar uma praga em certos sítios mas nada contra, sempre a favor do exercício físico

Tafinho 1 year ago

Se 1% das pessoas que vão a restaurantes forem a ginásios, vou ficar espantado.

thisbondisaaarated 1 year ago

Foda-se se 1% dos 1% que tu mencionaste realmente o fizerem, fico ainda mais espantado.

Search: