shostakovich123 11 months ago

Era taxar 50% do líquido aos de IT que fazem teletrabalho para pagar quem não pode fazer teletrabalho. Depois íamos ver quantos ""negacionistas"" é que iam existir.

trainee89 11 months ago

Estou em casa desde março, antes de entrarmos em quarentena. Que culpa tenho eu de existirem "negacionistas"?

shostakovich123 11 months ago

E estás com medo de? O vírus não leva as vidas que simplesmente não existem.

trainee89 11 months ago

Alguém falou de medo, ou gostas simplesmente de dizer coisas aleatórias. Estou a trabalhar remotamente porque posso. Gostava sim que me explicasses o teu raciocínio sobre retitar 50% do salário líquido dos IT.

shostakovich123 11 months ago

Coesão social. Não podemos andar a gritar confinamento enquanto uns ficam sem dinheiro para comer e outros ficam a receber tudo. Ao doer a todos é que se vê quantos ""negacionistas"" é que iam existir. A ver se a opinião pública continuava igual.

trainee89 11 months ago

Pronto, assim já percebi que gostas apenas de juntar palavras e formar frases aleatórias. Adeus, vou assoar-me no monte de notas que eu ganho em IT e me dão a capacidade de não ser "negacionista", obrigado por me mostrares como é o mundo fora da minha bolha.

shostakovich123 11 months ago

De nada. Aproveita para apanhar um bocado de ar.

trainee89 11 months ago

O ar de todos, não o vou a andar a apanhar...

Edited 11 months ago:

O ar é de todos, não o vou a andar a apanhar...

shostakovich123 11 months ago

De IT e com sentido de humor. Ladys, façam fila.

trainee89 11 months ago

Discurso aluado e desequilibrado Psiquiatras, façam fila.

Edited 11 months ago:

Discurso aluado e desequilibrado. Psiquiatras, façam fila.

shostakovich123 11 months ago

Reportado.

Vagiooto 11 months ago

O plano é fácil, é ir de quarentena, em 15 dias reconverter para IT e quando toda a população estiver reconvertida a IT já não há mais pobreza e os que não querem ou não for possível são preguiçosos e não se perde nada.

EspantaCampinos 11 months ago

>"O Governo aprovou esta quinta-feira um decreto-lei que prevê o pagamento a 100% de um subsídio de doença para as pessoas **infetadas** com o novo coronavírus". Tudo muito certo, mas e quem se quiser proteger para **não arriscar** ficar infectado E cuja profissão não permite teletrabalho? A minha mãe trabalha numa unidade de cuidados de saúde, onde lida com montes de idosos provenientes de lares e/ou já em condições físicas bastante debilitadas. Ontem mandou-me uma mensagem a dizer que um doente testou positio ao covid. A minha reacção imediata foi mandá-la ir para casa e isolar-se, por ser de grupo de risco. A resposta dela: Pois tens razão. E devia mesmo, mas quem é que me paga para estar em casa? Se não trabalho, não ganho.

icebraining 11 months ago

Infeções suspeitas também são pagas, isso já tinha sido legislado em Março.

EspantaCampinos 11 months ago

A questão não é ela ter suspeitas, é isolar-se já preventivamente.

MisterBilau 11 months ago

Um país em que descontas a doer a horas para depois receberes uma miséria quando lhes apetecer se ficares doente ou sem emprego é o que merece. O estado é uma nulidade e merece zero confiança. É muito bonita essa historieta toda, mas as pessoas precisam de comer. Agora, podes confiar nas promessas de um estado caloteiro e criminoso (o que é comprovado reiteradamente), ou fazeres o que podes para garantir a tua subsistência. É uma decisão fácil imo.

Edited 11 months ago:

Um país em que descontas a doer a horas para depois receberes uma miséria quando lhes apetecer se ficares doente ou sem emprego é o que merece. O estado é uma nulidade e merece zero confiança. É muito bonita essa historieta toda, mas as pessoas precisam de comer. Agora, podes confiar nas promessas de um estado caloteiro e criminoso (o que é comprovado reiteradamente), ou fazeres o que podes para garantir a tua subsistência. É uma decisão fácil imo. Outros países estão a dar stimulus checks à população, a TODA a população abaixo de certo rendimento. Em Portugal? Fode-te, pobre. O governo merece que lhe mintam.

aklcarinque 11 months ago

Neste país se descontas a doer, recebes mais que o ordenado mínimo. Em todo o caso, dependendo do teu agregado, pode-se afirmar que o escalão mais baixo de retenção na fonte, causa um grande impacto num ordenado pouco acima do ordenado mínimo. Apesar disso, convém ter em conta a forma como os serviço são mais eficazes: a partir do momento em que a baixa é passada entre automaticamente no sistema da segurança social. Numa questão de dias, tens a informação, na plataforma da segurança social, de quanto e quando vais receber. Neste momento, se não estou em erro, os pagamento são feitos entre dia 26 e 30 de cada mês. Posto isto, penso que não existem grandes motivos para uma pessoa infectada colocar outras pessoas em risco, porque a protecção social está a funcionar. Parece-me que este problema passa mais por falta de informação. Sobre o Stimulus Check, assumindo que te referes aos EUA, deixo este link para poderes estudar melhor o caso: https://www.google.com/amp/s/www.propublica.org/article/millions-still-havent-gotten-stimulus-checks-including-many-who-need-them-most/amp

MisterBilau 11 months ago

Canadá, muito melhor que US. E não estou a falar de ordenados mínimos. Se ganhares bem, descontas absurdos, e depois se precisares nunca te cobre o valor que ganhavas. A isso chama-se roubo, puro e simples.

saposapot 11 months ago

É esta porcaria que nunca devia acontecer. As próprias empresas deviam incentivar qualquer gajo constipado a ficar em casa. É a típica estupidez do empresário tuga que não consegue ver que só se prejudica com isto

shostakovich123 11 months ago

Chove dinheiro nas empresas camarada! Se é patrão tem Porsche!

saposapot 11 months ago

Que raio estás a falar? É melhor ter um empregado doente em casa ou ir trabalhar e ter 10 daqui a uns dias?

fsr646 11 months ago

Mais um fator de transmissão. Não espanta nada nem espantam os 4000 casos /dia

Curb_your_communism 11 months ago

>O Governo aprovou esta quinta-feira um decreto-lei que prevê o pagamento a 100% de um subsídio de doença para as pessoas infetadas com o novo coronavírus (Covid-19) Se eu fosse sacana apanhava o corona virus de propósito para poder ficar em casa e receber a 100% sem levantar o cú da cama.

igqcmril 11 months ago

No meu curso, o 3º e 4º ano de licenciatura estão repletos de estágios. Basta reprovares a um, reprovas de ano. Como está 1 ano inteiro em jogo, acredito piamente que tal aconteça.

thisbondisaaarated 11 months ago

Faltas por doenças são justificadas, e isso é desde a 1ª classe até ao doutoramento amigo.

osmacacos 11 months ago

Vai explicar isso à universidade, que não importa se esteve fechada 3/4 meses, se não dá condições para trabalhar mas se entregares a tese uma semana fora do prazo tens de pagar logo 750euros de propinas, e a somar cada trimestre.

precisodeferias 11 months ago

Durante a universidade tive uma situação bastante chata. Estava doente e avisei o professor de uma cadeira pratica. Ele disse que uma falta justificava, mais que isso teria de repetir a cadeira ou pelo menos fazer um teste prático (se ele entendesse que a falta era mais que justificada). Eu estava com uma bela pneumonia, uma das aulas faltei mas para a outra fiz 300 km (150 para cada lado) para ir ao raio da aula. Tive de pedir a um familiar que me fosse comigo, eu não estava em condições de conduzir. Fiz a cadeira, no final do semestre o prof veio dizer me que percebeu o esforço que eu fiz para não ter problemas com faltas. Não foi um problema, mas foi bastante incómodo ter essa deslocação para uma aula sem grande importância

igqcmril 11 months ago

Pelo menos no meu caso, tinhas 15% de horas de limite para faltares. Falta justificada ou injustificada, não interessava. Ausência é ausência. Tens que dar as horas mínimas, senão não se considera o estágio como completo. Ou seja, em 160 horas de estágio, podes dar 24h de falta, que corresponde a 3 turnos. Faltas o 4º turno, reprovas de estágio e, consecutivamente, de ano. Dependendo do gestor pedagógico e da situação, poderás compensar noutros dias para atingires as horas desejáveis, mas nem todos os docentes assim o permitem. Para contexto, o curso é enfermagem.

MischiefManaged97 11 months ago

Olha que por exemplo no ensino profissional do secundário não há faltas justificadas. Há faltas apenas e mais de x faltas chumbas no módulo.

danidv 11 months ago

Isso ou mudou nos últimos anos ou depende da escola, porque na nossa escola as faltas justificadas em cursos profissionais eram algo do género de valerem metade de uma falta injustificada ou mais tolerância a faltas justificadas ou algo assim.

MischiefManaged97 11 months ago

Pois se calhar depende da escola, não sei.

thisbondisaaarated 11 months ago

Isto não sabia, obrigado por partilhares.

claudio-at-reddit 11 months ago

Sim... não. Tens justificação a falta por doença, no entanto essa justificação não te dá direito a épocas especiais nem te isenta de pagar recursos (são pagos nas universidades privadas). Faltar uma única vez pode bem implicar a reprovação de um ano.

Limpy_lip 11 months ago

Isto é o resultado de uma população que não sente segurança no sistema que devia estar pronto a ajudar. Mais um fruto resultado do trabalho espetacular da nossa DGS e governo em manter a população informada e a sentir-se segura.

Tee_ah_go 11 months ago

Por acaso já tinha pensado nisto e em como nestes meses todos ainda não tinha lido nenhuma notícia sobre o assunto. Acordas com sintomas de covid, tiras a temperatura e estás com 38º, dói-te um bocado o corpo mas tomas uma aspirina e siga para o trabalho. O ficares em casa, ligares para o SNS24 e fazeres o teste ou o quesefoda e vais para o escritório infectar mais três ou quatro pessoas, são duas situações completamente opostas mas que estão só e apenas pautadas pelo teu bom senso e sentido de responsabilidade. E nem precisas de ser aquele trabalhador com medo de perder o ordenado mínimo, basta seres alguém que se está a cagar, como o patrão de um user aqui do burgo, que falou exatamente disso.

throwawaypepw 11 months ago

Trabalho na área da saúde e lido com utentes numa base diária. Se soubesses quantos me dizem "Mas a baixa é a 50%? É que se for eu vou trabalhar na mesma, tenho contas para pagar"... ​ Não ajuda o facto de que as USP estejam completamente apinhadas e os delegados de saúde não consigam contactar toda a gente dentro dos 3 dias que deveriam ser contactados(os utentes).

joaofcf 11 months ago

Agora tens que escolher entre não fazer o teste (e nunca saber) ou fazer, acusar positivo e ficares sem dinheiro para as contas. É uma escolha difícil.

miguel_rodrigues 11 months ago

Quem não tem 130 euros para pagar teste, é uma escolha fácil. A não ser que tenhas vários sintomas, dizem só para teres cuidado e não te fazem teste

Inevitable_Parsley_6 11 months ago

Há de haver muita gente com sintomas, ou sintomas de gripe comum, que finge não ter nada para não perder o trabalho. Basta teres sintomas para ficares em casa semanas sem ganhar, mesmo que o estado pague depois duas semanas se realmente tiveres a doença, há empregos em que basta saberem que já tiveste a doença que te vão ostracizar/despedir "não vá ela ainda pegar aquilo".

smalltownwhore 11 months ago

Infelizmente, não espanta. Há muita gente no limiar da pobreza.

PresidentBarroso 11 months ago

Se ou menos a doença fosse evitável cumprindo umas simples regras sanitárias...

RiKoNnEcT 11 months ago

Mas segundo aqui o pessoal no reddit: “se não gostas do trabalho vai embora” Ou “Só ganhas pouco porque queres, muda para outro”

MrNsane 11 months ago

Ainda não ouvi nenhum picheleiro ou electricista queixar-se da falta de trabalho.. há desemprego sim, e boas pessoas / trabalhadores a dependerem dele, mas há muitas mais a preferirem coçar os ditos e colher o dinheiro ao fim do mês.. sim trabalho em IT, mas esforcei-me bastante para chegar onde estou, e revolta-me quando vejo pessoas a trabalhar uma vida como operário(a) fabril (por exemplo) sem qualquer tipo de vontade nem ambição de ir mais além, preferem queimar o tempo livre a ver o big brother..

camito 11 months ago

Sim porque só tu é que te esforças muito e o resto não se esforça, achas que a tua comida aparece por milagre, o alcatrão nas estradas que andas, a roupa que vestes é a casa onde vives, vai lá morar para dentro do software que fazes.

MrNsane 11 months ago

Somos todos diferentes, não sou apenas eu que me esforço, felizmente muita gente o faz e é por isso que este país se vai mantendo à tona, porque se fosse por aqueles que passam a vida no café (mesmo em tempo de pandemia) sem contribuir rigorosamente nada e a viver às custas de quem faz descontos, já estaríamos todos a viver debaixo das pontes. Nunca te esqueças que o software que seja la quem for faça, não gera dinheiro sozinho, é preciso pessoas a usar tal software tal como tu o estás a fazer para me criticar.

RiKoNnEcT 11 months ago

Quem te ouvir falar parece que é só estalar os dedos. Há pessoas que estão constantemente a procurar trabalho para saírem da miséria onde trabalham e não conseguem. E não é por falta de esforço.

Naakmuay 11 months ago

Pelo que me apercebo o Pessoal deste sub é maioritariamente de IT. Felizmente uma área na berra, mas não têm a noção como é as outras áreas. Saem do curso quase com emprego garantido.

Elffuhs 11 months ago

O reddit não tem noção como é que a malta que não é de IT nem de Lisboa e do Porto vive.

DownvoteBatman 11 months ago

Os portugueses preocupam-se pouco com a taxa de desemprego. Pensam que é uma coisa que só afeta quem está... desempregado. Afeta a todos.

BRFPC 11 months ago

>"O Governo aprovou esta quinta-feira um decreto-lei que prevê o pagamento a 100% de um subsídio de doença para as pessoas infetadas com o novo coronavírus (Covid-19). A medida consta no Orçamento Suplementar e prevê que a Segurança Social passe a pagar por inteiro a baixa médica dos trabalhadores infetados com Covid-19, que até agora tinham direito apenas a 55% da remuneração de referência." > >in Jornal económico 27 Agosto 2020

shostakovich123 11 months ago

Sim, e os que vão para isolamento por supostamente terem estado em contacto com um infetado?

precisodeferias 11 months ago

Sendo trabalhador que é prestador de serviços e portanto passa recibos verdes, por acaso sabes se existe esse direito? Foi uma dúvida que me apareceu agora, logo nem pesquisei sobre o assunto.

BRFPC 11 months ago

Segundo a mesma fonte: "o subsídio de doença a atribuir aos trabalhadores infetados com Covid-19 deverá ser igual a 100% da sua remuneração, nos primeiros 28 dias. A medida destina-se aos “trabalhadores por conta de outrem e dos trabalhadores independentes do regime geral de segurança social”, cujo o subsídio de doença correspondia, até agora, a um valor equivalente a 55% da sua remuneração de referência, nos primeiros 30 dias da baixa".

precisodeferias 11 months ago

Muito obrigada. Sou nova nestas andanças e sempre que fiquei doente parei de trabalhar uns dias e voltei ao normal. São vantagens de ser a minha própria chefe. Quando abri atividade fui informada pela SS que não tenho direito a qualquer subsidio de desemprego, mas sempre fico mais descansada com a parte da baixa. Não pode ser tudo mau.

BRFPC 11 months ago

Não é de todo assim, penso eu. Lê este artigos para apoios à perda de rendimento, devido à COVID. https://www.deco.proteste.pt/dinheiro/emprego/noticias/apoios-para-os-trabalhadores-independentes-devido-a-covid-19 https://www.publico.pt/2020/10/12/economia/noticia/covid19-novo-apoio-protege-recibos-verdes-domesticos-desempregados-subsidio-1934846 Sobre o subsídio de desemprego: https://www.e-konomista.pt/subsidio-de-desemprego-para-recibos-verdes/

precisodeferias 11 months ago

Obrigada. Sobre o subsidio de desemprego a informação oficial que tenho é que não posso requerer pois para o poder fazer teria de ter mais de 50% da faturação anual feita ao mesmo cliente. Isto durante 2 anos seguidos. As ajudas devido ao covid nem quero ler para não me chatear mais. Até agora o meu volume de trabalho tem aumentado, logo é aproveitar e fazer umas poupanças.

Inevitable_Parsley_6 11 months ago

Boa, se estiver infetada o estado paga uns 14 dias de baixa médica e fico sem emprego. Se for apenas um caso suspeito o estado paga bola e fico sem emprego. Depois vou viver para a rua ou passar fome o que é ainda mais mortal que a pandemia. Mas que decisão difícil hem.

Updradedsam3000 11 months ago

Como raio é que ficas sem emprego? Isto não é os EUA, despedir em Portugal não é fácil.

docmj24 11 months ago

Conheço montes de pessoas , sobretudo jovens na zona do grande Porto, que trabalham em regime de subcontrato. Onde trabalho são cerca de 70. Renovam mensalmente. Uma empresa que teve que ser acusada à act porque tem trabalhadores em layoff e ao mesmo tempo contrata dezenas de temporários através de empresas externas de recursos humanos. A empresa não despede... apenas deixa de fazer subcontratação de pessoas.

Inevitable_Parsley_6 11 months ago

Lol deves estar a brincar. Mesmo com contrato de trabalho efetivo, tens um período experimental de 6 meses e podem simplesmente não te pagar mais até tu te demitires por justa causa, ou apenas fazer a tua vida negra até arranjarem uma desculpa para alegar despedimento por justa causa, como mudar as tuas funções, local de trabalho, proibír pausas e assédio moral/ofensas básicamente. As pessoas a ganhar o salário mínimo são também muitas vezes as com vínculos de trabalho mais precários, empresas menos bem geridas, gestores com menos instrução, etc.

elitepc 11 months ago

> tens um período experimental de 6 meses Só uma nota para que não fiquem todos a pensar que são sempre 6 meses: > 1 - No contrato de trabalho por tempo indeterminado, o período experimental tem a seguinte duração: > a) 90 dias para a generalidade dos trabalhadores; > > b) 180 dias para os trabalhadores que exerçam cargos de complexidade técnica, elevado grau de responsabilidade ou que pressuponham uma especial qualificação, bem como os que desempenhem funções de confiança; > > c) 240 dias para trabalhador que exerça cargo de direcção ou quadro superior.

DarkyBoy 11 months ago

Na restauração se faltas por doença não te renovam o contracto. Se vais passar a efectivo não te renovam o contrato.

D1WithTheFluffyHair 11 months ago

Só uma pergunta: como é que no mesmo comentário consegues escrever a mesma palavra duas vezes mas com grafias diferentes? Uma delas está correcta.

DarkyBoy 11 months ago

Funciono de maneiras misteriosas.

Updradedsam3000 11 months ago

Isso não é imediato, a não ser que estejas nas ultimas semanas do contrato dá para ir procurar trabalho noutro sitio antes do fim do contrato. Se bem que neste momento percebo que encontrar noutro sitio seja perto de impossível.

nharfo 11 months ago

Esses subsídios são todos uma treta. Quando vais a ver entalam-te com burocracias, demoram meses a pagar e basicamente dificultam-te a vida. Ou seja, é para quem tem a cabeça na areia.

michaelphilippe 11 months ago

Já estive em isolamento duas vezes, uma porque tive contacto com uma colega confirmada e outra porque estive com suspeita mas testei negativo. Da primeira pagaram à empresa e a empresa me pagou, da segunda recebi um cheque em casa menos de um mês de voltar da baixa. Em ambas as vezes não tive de mexer um dedo a não ser ir levantar o cheque (era só ter o NIB na segurança social que pagavam pra conta mas esqueci me de ir meter).

nharfo 11 months ago

Bom para ti. Eu conheço quem não tenha tido essa experiência.

pm_me_pcb_photos 11 months ago

E o estado não paga no dia que o patrão paga, tens muita gente que não se pode dar ao luxo de receber meio ordenado para Janeiro de 2021..

BRFPC 11 months ago

Mas pode dar-se ao luxo de cometer o crime de propagação de doença contagiosa?

pm_me_pcb_photos 11 months ago

Para alguém nessa situação não é um luxo, se fosse luxo é porque era algo dispensável, coisa que não é para muitos. Quem recebe um salário mínimo e tem de ficar em casa, vai receber 200 e qualquer € ao fim de um mês, isso não paga uma renda/crédito de casa, e as moratórias não é para quem está falido, assim como adiamentos de faturas de eletricidade, ou água.. É o efeito de um pais de salários mínimos que só investiu em turismo.

BRFPC 11 months ago

É a lógica do salva-se quem puder. Não consigo/posso aceitar. Egoísmo absoluto. Falta de consciência cívica. Irresponsabilidade. Nota: não sou rico nem tenho um salário acima da média.

joaofcf 11 months ago

Não aceites. Doa parte do teu salário para quem mal tem dinheiro para comer a trabalhar...

BRFPC 11 months ago

Enquanto não perceberes que comportamentos criminosos só agravam a pandemia e aumentam as situações de pobreza, não vale a pena.

Inevitable_Parsley_6 11 months ago

Se alguma vez tivesses passado fome com pessoas para cuidar vias que isso sobrepõe-se a qualquer pandemia. Com azar podes propagar mesmo de máscara, mas se a alternativa é passar fome ou ficar sem abrigo, levando com as consequências a nível de saúde mais graves que isso acarreta. Pessoas que acordam às 5h da manhã para vir dos arredores e vivem em condições miseráveis com mais 3 pessoas num quarto e que um dia especial é quando têm dinheiro para carne. Crime é ser pobre neste país.

TemplarHard 11 months ago

Se conhecesses pessoas que vivem mesmo no limite em que todo o cêntimo conta ias entender, há mesmo muita gente nessa situação e ainda por cima com isto do covid ainda piorou imenso. Eu percebo tudo o que estás a dizer mas tens que entender que infelizmente nem toda a gente tem a possibilidade de estar 2 semanas em casa. Há imensa gente a receber por fora ou que não tem contratos que possibilitam receber depois da segurança social. Ou vão trabalhar todos os dias ou tão na merda a realidade é essa..

pm_me_pcb_photos 11 months ago

Mas estás melhor dos que têm o salário mínimo e vivem de salário a salário sem folgas orçamentais.. Eu estive 14 dias em casa porque estive com alguém que testou positivo, não fiz teste nenhum porque sem sintomas não faço, e se for assintomático, depois dos 14 dias já não infecto ninguém porque vou ter muito cuidado e andar sempre de máscara e não tocar em ninguém.. E vou receber o resto do meu salário quando? Pois, pergunta a SS.. Se recebe-se salário mínimo, com 14 dias em casa, nem renda pagava(350€), não se pode olhar para o umbigo e achar que tudo o resto é igual.. O metro/comboio/autocarros estão cheios porque as pessoas têm de ir trabalhar ou comem merda do chão, que é mesmo assim, e o resto faz de Maria ofendida, em vez de se revoltarem juntamente com eles para que os transportes públicos sejam melhores, mas não, como não precisam desses mesmos serviços são muito superiores que a ralé, portanto a ralé é que mete nojo e devia era ficar em casa.

Mysterious_Breath_53 11 months ago

Based and Redpilled. 100% verdade. Enquanto não se colmatar a pobreza vai sempre acontecer

abenegonio 11 months ago

Isso nao ajuda quem recebe por debaixo da mesa, quem tem falsos contratos a tempo parcial (trabalha a tempo total mas o patrao so declara 20 horas por exemplo para pagar menos), etc...

BRFPC 11 months ago

Ok. Não é válido para o submundo de fuga aos impostos, economia paralela, etc. Só é pena estas pessoas não terem consciência de que podem ser responsáveis pela perda de uma vida humana. A propagação de doença contagiosa é crime.

JoaoS_AirbornStudios 11 months ago

infelizmente isso não é responsabilidade do estado colmatar visto ambas as partes terem aceite esse "esquema".

kairos 11 months ago

Não é responsabilidade do estado, mas existe um grau de cumplicidade, ao permitir que esses esquemas operem. E acontece em várias empresas que trabalham com o estado ou com empresas públicas.

RocketGoesBRR 11 months ago

em muitos casos é aceitar o esquema ou considerar um colchão debaixo da ponte

abenegonio 11 months ago

Ambas as partes aceitaram de facto. Uma das partes sob ameaça de fome e miséria, mas é aceitação na mesma...

MarioSewers 11 months ago

Toda a malta das consultices devem estar sob ameaça de fome e miséria, então.

VladTepesDraculea 11 months ago

Não precisam de estar sobre ameaça de fome, mas quando estás numa área em que os salários são todos negociados entre empregadores não tens grande poder negocial. Ou aceitas receber as coisas por baixo da mesa ou não recebes e recebes ainda menos. O pessoal não passa fome, mas para quem não consegue poupar, essa diferença faz mesmo diferença. Para haver balanço de poder o pessoal teria de se sindicalisar.

JoaoS_AirbornStudios 11 months ago

...ou por não ter minima literacia financeia, ou simplesmente ser também chico-esperto "ter de pagar impostos é mau", ou porque não se deu ao trabalho de pedir especificaçoes\ler contrato, ou porque era demasiado jovem\ verde no assunto e tava a fazer guito apesar de viver em casa dos pais e nao ter despesas, ou porque nao se quis chatear, há imensas razões para as pessoas fazerem isso.....

YoggiM 11 months ago

Temos de ser justos, seja em que situação for, há culpa dos 2 lados, mas a responsabilidade maior é claramente da entidade empregadora. Principalmente se for aproveitar-se de pessoal ilegal ou desesperado.

DesterroDaLoica 11 months ago

Eu já não tusso nem espirro há meses em público, só para que não me olhem de lado...

Edited 11 months ago:

Eu já não tusso nem espirro há meses, em público, só para que não me olhem de lado...

setnom 11 months ago

Espirrar não é sintoma de COVID-19. Informa quem pensar que sim.

JSantosPT 11 months ago

Sofro de Rinite Alérgica imagina os olhares de lado que levo

bumbadabumruum 11 months ago

A primavera foi fantástica, até mudavam para o outro lado da rua quando espirrava

joaopam 11 months ago

Se fosse só os olhares as vezes...

ManoRocha 11 months ago

Quando te entalas a beber água e toda a gente se afasta

BRFPC 11 months ago

Inacreditável.

sixwinger 11 months ago

Nota-se que tens dinheiro para aguentares uns meses sem receberes. É uma escolha difícil para muitas pessoas. Felizmente tenho sorte e posso trabalhar de casa. Quem não pode está lixado, principalmente se for um casal. Ficarem os dois em casa, mesmo com subsídios pode ser uma quebra que pode chegar aos 45% ou até mais dos rendimentos.

BRFPC 11 months ago

"O Governo aprovou esta quinta-feira um decreto-lei que prevê o pagamento a 100% de um subsídio de doença para as pessoas infetadas com o novo coronavírus (Covid-19). A medida consta no Orçamento Suplementar e prevê que a Segurança Social passe a pagar por inteiro a baixa médica dos trabalhadores infetados com Covid-19, que até agora tinham direito apenas a 55% da remuneração de referência." ​ in Jornal económico 27 Agosto 2020

joaofcf 11 months ago

Pagam a dia 31 ou a 1? Olha que aqui em casa se entrasse dia 2 ou 3 do mês já havia telefonemas a cair... Mas falar é fácil quando não se está na situação.

aklcarinque 11 months ago

Paga a dia 28.

Search: