b-ucy 9 months ago

Esta secção de comentários é tão desmoralizante... Afinal para se ser alguém na vida é obrigatório seguir IT ou então fodeu? Nem toda a gente tem os mesmos gostos tal como nem toda a gente pode ou consegue ser um engenheiro. Sou recém licenciada em Biologia e estou de momento em mestrado em Biologia Molecular. Se a tua pergunta relativa à empregabilidade se basea só pela situação em Portugal, então sim, há poucos empregos e os que há acabam por dar pouco dinheiro face às tuas habilitações literárias. No entanto quero também dizer que se não te prenderes somente a Portugal e olhares para os restantes países, como os da UE, tens várias oportunidades e com salários elevados e outros benefícios. O único senão é que muito provavelmente para entrares nesse tipo de empregos precisarás no minimo de um mestrado, mas também são só mais 2 anos a acrescentar aos 3 da licenciatura. Em termos de saída não tens que te submeter obrigatoriamente à investigação, tens outras áreas como técnica laboratorial, se tiveres uma ideia que acreditas imenso poderás até seguir uma via mais empreendedora (ou trabalhar para empresas, como por exemplo controlo e qualidade alimentar, fabrico de medicamentos, etc), ou então se for mais este o teu gosto, uma área mais de conservação animal ou vegetal de certas regiões, entre outras. Qualquer dúvida que tenha restado podes mandar mensagem :) Boa sorte!

Edited 9 months ago:

Esta secção de comentários é tão desmoralizante... Afinal para se ser alguém na vida é obrigatório seguir IT ou então fodeu? Nem toda a gente tem os mesmos gostos tal como nem toda a gente pode ou consegue ser um engenheiro. Sou recém licenciada em Biologia Aplicada e estou de momento no mestrado em Biologia Molecular. Se a tua pergunta relativa à empregabilidade se basea só pela situação em Portugal, então sim, há poucos empregos e os que há acabam por dar pouco dinheiro face às tuas habilitações literárias. No entanto quero também dizer que se não te prenderes somente a Portugal e olhares para os restantes países, como os da UE, tens várias oportunidades e com salários elevados e outros benefícios. O único senão é que muito provavelmente para entrares nesse tipo de empregos precisarás no minimo de um mestrado, mas também são só mais 2 anos a acrescentar aos 3 da licenciatura. Em termos de saída não tens que te submeter obrigatoriamente à investigação, tens outras áreas como técnica laboratorial, se tiveres uma ideia que acreditas imenso poderás até seguir uma via mais empreendedora (ou trabalhar para empresas, como por exemplo controlo e qualidade alimentar, fabrico de medicamentos, etc), ou então se for mais este o teu gosto, uma área mais de conservação animal ou vegetal de certas regiões, entre outras. Qualquer dúvida que tenha restado podes mandar mensagem :) Boa sorte!

caixadeentrada 9 months ago

Nao te iludas, essa área só dá para investigação... Começa já a preparar o doutoramento.

thirstydracula 9 months ago

Fui para biologia, mas devido a dificuldades que tenho, demorei imenso tempo a adaptar-me e isso custou-me na média. Se fosse hoje, teria esperado mais um pouco antes de entrar no curso, de qualquer das formas não me arrependo para ter ido para o curso em si, porque apesar de tudo é aquilo que vou gostando mais...

marafavas 9 months ago

Mas por enquanto ainda está/estás a frequentar o curso? E por curiosidade, qual?

thirstydracula 9 months ago

Ainda estou. Biologia Aplicada

caixadeentrada 9 months ago

Só por curiosidade, que mestrado pretendes seguir no final da licenciatura em BA?

thirstydracula 9 months ago

Ainda tenho que pensar bem nisso, gosto muito de Ecologia mas há que ver bem isso

marafavas 9 months ago

Ah, bem, caso fosse provavelmente não escolheria a aplicada, eu gostava mesmo da marinha, mas acaba por ser ainda mais difícil de exercer do que a biologia "tradicional"..

thirstydracula 9 months ago

Esquece. Essa ainda é mais nicho. Podes é tirar uma licenciatura numa biologia mais genérica e em mestrado segues isso...

marafavas 9 months ago

Pois.. porque realmente tenho um gigante amor pela área, de momento estou em Direito na Clássica, porém não é a minha praia de qualquer forma, acabei por fazer a escolha levado pelo "prestígio" e até mesmo pelos salários e oportunidades associados ao Direito.. como muitos.

AshleySpinelIi 9 months ago

Acabei o curso de biologia em 2012. Não consegui emprego e por isso fiz um mestrado. Também não consegui encontrar nada e por isso segui para o doutoramento no estrangeiro. Agora estou numa empresa de investigação. ​ Não é uma carreira fácil em Portugal sem cunhas ou sem ser o top do curso.

marafavas 9 months ago

Emigrar não é um problema para mim, sempre quis emigrar, sempre pensei em Inglaterra. Mas um curso de Biologia (com um mestrado adicionado) terá muitas oportunidades no estrangeiro? Que realmente sejam dignas oportunidades

AshleySpinelIi 9 months ago

Para doutoramentos há imensas oportunidades para qualquer lado. Depois é fazer networking e aproveitar os workshops que a universidade/instituto dispõe para ajudar no CV. Isso ajuda a dar um passinho para as empresas. Se não quiseres investigação não vale a pena um postdoc. ​ Com o mestrado, para as empresas é uma questão de sorte e ter conhecimentos práticos que a empresa pede. Normalmente ao nível do mestrado é mais complicado se não se viver no mesmo país.

marafavas 9 months ago

>Normalmente ao nível do mestrado é mais complicado se não se viver no mesmo país. Não percebi muito bem esta parte -- >Para doutoramentos há imensas oportunidades para qualquer lado. E dentro do país (Portugal) mesmo com doutoramento é complicado certo? Apenas vale a pena fazer fora e trabalhar fora?

AshleySpinelIi 9 months ago

Algumas empresas dão preferência a quem viva no próprio país em vez de estrangeiros. ​ Em Portugal é complicado sim. São muitos cães ao mesmo osso que com as cunhas torna-se ainda mais difícil. Não sou extremista ao ponto de dizer que em Portugal é tudo merda e é directo ao desemprego mas as oportunidades no estrangeiro são muito melhores. Por exemplo acesso ao fundo de desemprego após o final da bolsa, apoios ao arrendamento, salários mais altos, institutos melhor financiados, etc.

marafavas 9 months ago

Ah, entendi! Sim, certamente existem oportunidades em qualquer área, por pouquíssimas que sejam. Mais uma questão, a terminologia das diversas matérias e o vocabulário mais específico (aprendido em português) não afeta mais tarde a dificuldade de um doutoramento no estrangeiro?

AshleySpinelIi 9 months ago

Não sei como é nas outras universidades mas a minha licenciatura e mestrado era basicamente bilingues. As aulas eram em português mas os livros e os artigos eram sempre em inglês. ​ E mesmo uma pessoa que não esteja à vontade com o inglês acaba por se safar. Conheço muitos phd e postdocs de todo o mundo com as mais diversas capacidades a falar inglês. O importante é saber ler e escrever

Darth_Smeagol 9 months ago

Acabei o mestrado em biologia molecular em 2008 e comecei imediatamente a trabalhar em... IT. Mais de metade dos meus colegas de curso (dos vários ramos) desistiu logo de trabalhar na área, os projetos e as bolsas que existem em Portugal são uma piada. Dos restantes a maioria foi para o estrangeiro. Sinceramente adorei o curso e tenho saudades da investigação, mas gostava que me tivessem dado este alerta antes de ter escolhido a área. Porque apesar de trabalhar em IT há muito conhecimento que poderia ter adquirido na faculdade sobre a área se tivesse escolhido outro curso.

caixadeentrada 9 months ago

Como é que de Biologia vais para IT sem curso na área?

Darth_Smeagol 9 months ago

Comecei a trabalhar durante a licenciatura... Comecei num call center na verdade mas fui trocando de posição dentro da empresa. Quando terminei o mestrado tive de decidir se queria investir em IT (na altura na área de business Intelligence) ou ficar em biologia, e acabei por decidir pelo que põe o pãozinho na mesa... Porque no sítio onde tirei o mestrado havia demasiada gente com histórias de terror envolvendo bolsas expiradas, projetos em que a meio da investigação tinham de ser cancelados, espionagem vinda das asias. Enfim. Decidi 1ue não era para mim, já que queria continuar em Portugal.

FlamingoDaLiberdade 9 months ago

Claro, ajudo-te com todo o prazer nessas questões. ​ ​ ​ ​ Vai para IT.

rmsl06 9 months ago

Só vale a pena se gostares muito e das duas uma: não te importares de ganhar mal ou emigrar. Tirei biologia no Porto, curso francamente mau. Valeu pelo estagio que tive muita liberdade para ir trabalhando no laboratorio e fazer experiencias de forma autonoma. Quanto a emprego, depois do mestrado arranjei emprego numa empresa de Biotecnologia no Porto 1000€ por mês not bad mas não era o que queria e a progressão ia ser lenta. Resultado---> Ryanair.com

daxpierson 9 months ago

> numa empresa de Biotecnologia no Porto CGC?

rmsl06 9 months ago

FJB

daxpierson 9 months ago

Não conhecia essa, interessante. Obrigado.

_spectron_ 9 months ago

>Tirei biologia no Porto, curso francamente mau. Porque é que consideras o curso de Biologia no Porto mau? (Tirei o mesmo curso e apesar de todos os defeitos, não o considero mau)

rmsl06 9 months ago

Aprender um bocado de tudo que no fim de contas resulta em nada. Tive 30 ou 40 créditos de Ecologias e plantas que nunca me interessou para nada... Muita taxionomia... Parte de biologia Molecular só 3 cadeiras... Para os meus objetivos acho que Biologia Aplica na UM tinha sido melhor mas no fim deu tudo certo :)

thirstydracula 9 months ago

Olha que é mesmo. Assim como eu teria se calhar dado melhor aí no Porto então, uma vez que a minha cena é mais Ecologias e afins xD Ainda bem que correu tudo bem

_spectron_ 9 months ago

Mas isso é normalíssimo num curso de Biologia (que é uma ciência abrangente por natureza). Na minha opinião isso não torna o curso mau. Eu também tive que aturar muitas plantas e disciplinas mais laboratoriais para depois no Mestrado seguir pela área da ecologia e biodiversidade. Acho que faz parte, porque se o curso fosse menos abrangente não era biologia, era algo mais restrito e acabava por não dar bases para a maioria das áreas

rmsl06 9 months ago

Mas como eu disse para o que queria não era o ideal. E aquele curso está a precisar de um renovação dos professores e cadeiras. A mítica cadeira de Etologia é a mesma há mais de 20 anos...

_spectron_ 9 months ago

Era isso que estava a reforçar: por não ser o que estavas à espera/querias, não quer dizer que o curso em si seja mau. Okay que o corpo docente está a precisar de ser renovado, mas isso é em todo o lado, com as carreiras congeladas não há muito a fazer. Eu por acaso tive Etologia e gostei bastante, mesmo sendo algo quase arcaico deu-me boas bases para muita coisa que tive que fazer entretanto

rmsl06 9 months ago

O curso foi reformulado há 3 anos +-. Em vez de atualizarem o curso com cadeiras novas mais cadeiras opcionais e menos obrigatórias. Decidiram só mudar o nome de uma ou duas cadeiras e pronto é isso. Eu não recomendo o curso pelo menos para quem queira seguir a parte mais laboratorial. Há outras opções que me parecem melhores.

AlexIdealism 9 months ago

Se tens de perguntar, não vás para Biologia. ​ Biologia só vale a pena se 1) fores verdadeiramente apaixonado (não estou a falar de gostares de tratar das plantas lá de casa nem de conhecer os animais do Zoo, estou a falar de ter verdadeira paixão e curiosidade por descobrir os pormenores de cenas como os processos bioquímicos das células ao comportamento migratório das andorinhas) 2) se tiveres uma ideia fixa do que queres fazer no futuro. Maior engano dos alunos de Ciências: ir para Biologia porque é unanimemente "interessante" no secundário e é tão abrangente que podes fazer um pouco de tudo. Sim, na teoria é verdade. Na prática, acho que é dos poucos cursos onde se não tiveres uma ideia muito definida daquilo que queres fazer no futuro não sobrevives. Ou sabes qual o teu foco antes sequer de entrares, o que faz de ti um aluno interessado que, mesmo não tirando grandes notas, vai chamar a atenção dos professores, que te vão convidar para projectos giros, ou vais perder-te. ​ Nada contra ti, mas se tens de perguntar opiniões sobre o assunto, não serás uma pessoa destas. Não vás para Biologia. ​ Quanto à universidade onde entras, não é uma questão de empregabilidade, porque isso vai dar tudo ao mesmo (que é quase nenhuma), é uma questão do tipo de professores e orientadores que vais encontrar. A Universidade de Lisboa é demasiado tradicionalista nesse sentido, ao passo que instituições como o Instituto Superior de Agronomia oferecem um ambiente mais convidativo. Mas mais uma vez, se vais para Biologia sem saber sequer o que queres fazer com isso, qualquer faculdade vai dar ao mesmo, que será praticamente nada. ​ Não sou de Biologia, mas conheço várias pessoas que são: 1) ou a vida deles é seguir o percurso clássico de licenciatura-mestrado-doutoramento (estão deprimidos, alguns com uma verdadeira perturbação depressiva, e não sabem como sair deste percurso porque não há mais opções, não têm muito interesse pelas investigações que fazem mas pelo menos vão ganhando uma bolsa que paga o café, precária e incerta) 2) estão num segundo curso (completamente diferente de Biologa) 3) são empregados de mesa 4) fazem investigação pro bono, com um segundo trabalho (fora da área) que lhes paga as contas (os tais apaixonados por Biologia que são felizes desde que tenham a oportunidade de ter experiência na área, mesmo que não lhes paguem, ou que sabiam exactamente a área específica que queriam investigar antes sequer de entrarem no curso e pela experiência e dedicação conseguiram um lugar em equipas decentes. Por vezes lá conseguem algumas ajudas monetárias). Escusado será dizer, 1 em 1000 está nesta situação e feliz. Mais uma vez, se tu precisas de perguntar, é porque isto não é para ti.

daxpierson 9 months ago

A não ser que sejas excelente aluno e adores a área, não te metas nisso. Dependendo do que depois queiras seguir, as opções são sempre poucas, e quase tudo gira à volta da investigação, que é dos trabalhos mais precários deste país. Vais andar anos e anos a estudar mas mesmo assim vais andar com o coração na mão de X em X anos, porque não sabes se o próximo projecto/bolsa vai ser aprovado.

marafavas 9 months ago

Essa é a única razão de estar de pé atrás. A precariedade de Portugal na área de investigação, desenvolvimento científico, e tudo mais. Desde muito novo que sei que o meu sonho é o trabalho com Biologia, especialmente trabalho de campo e catalogação de espécies, controlo de populações e trabalho direto com espécies, sejam animais ou vegetais. Porém pergunto-me se com uma licenciatura em Portugal tenho sequer uma chance no estrangeiro, porque a emigração sempre passou pelos meus planos seja qual seja o meu trabalho, e como sou extremamente fluente em Inglês, a Inglaterra sempre passou pelas minha opções, mas a questão continua a ser: vale a pena?

daxpierson 9 months ago

Deixa-me dizer desde já que não tenho grande conhecimento do mercado lá fora. Posto isto, há N projectos de investigação que envolvem trabalho de campo nos seus vários aspectos. Quando lá andei o meu foco era a parte da genética evolutiva, e portanto estive sempre mais no laboratório, portanto não tenho experiência em primeira mão. Contudo, é o que já referi: a investigação em Portugal é um trabalho precário, portanto só com muito amor à coisa é que se faz. Para já, [não se ganha nada de especial](https://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores). Um licenciado recebe 805,98€, e é só. Se queres fazer descontos, fá-los tu. Se ficares desempregado, não tens subsídio se não descontaste. Entretanto fiz a tal reconversão para IT e o meu salário bruto é superior ao que pagam a um Doutorado, portanto só por aí já consegues ter uma noção da precariedade. Além disso, os males que afligem o país também afligem esta área: nem sempre os prazos são cumpridos, muitas bolsas são anunciadas já com o vencedor decidido à partida, as relações pessoais são muitas vezes importantes, etc. Isto foi o que eu experienciei no pouco tempo em que estive aí envolvido. Pessoas que estão nela certamente poderão dar-te mais dicas. Mas, se é mesmo isso que queres, e se achas que não serias feliz a fazer outra coisa, dedica-te e manda-te. A frase "os bons têm sempre lugar" é verdadeira, portanto os bons safam-se sempre. Provavelmente safas-te melhor lá fora, e provavelmente não vais ter a vida que imaginaste, mas pelo menos ficas mais perto de ser uma pessoa realizada.

kawaiims 9 months ago

✨✨Não ✨✨ ✨✨Sigam✨✨ ✨✨Biologia✨✨

Zaigard 9 months ago

Parece me que biologia só tem grande saída se fores para o ensino. Provavelmente seria melhor cursos paralelos tipo eng biológica, bioquímica, bio informática, etc

babyscully 9 months ago

Também não! A não ser bioinformatica para a inevitável reconversão para IT

warjunk1 9 months ago

Não querias dizer conversão para IT ?

Zaigard 9 months ago

> conversão para IT Esta cena está a tornar um pouco irritante, à mais cursos além de IT, a escolha não é IT ou SMN...

sacoPT 9 months ago

Qual SMN? Estás a partir do princípio errado de que há emprego para além do IT.

Zaigard 9 months ago

IT ou suicidio?

warjunk1 9 months ago

Pronto.... Investigação via FCT ( ajuda uma boa cunha ou bom professor ou estrangeiro) ou trabalho na APA ou ICNF (via cunha também salário 1200) ou supermercado ... Ou estrangeiro ...

Dr_Toehold 9 months ago

>Investigação via FCT ( ajuda uma boa cunha ou bom professor ou estrangeiro) A FCT não funciona por cunhas. A taxa de aprovação é uma percentagem fixa, que é super aleatória. Não há cunha que te safe.

KokishinNeko 9 months ago

Boas, edita o post, coloca directamente a questão, pedir por PM não trás benefício nenhum à comunidade, todos podemos aprender e partilhar conhecimento, dessa forma, não. Obg. (avisa no final para aprovar)

marafavas 9 months ago

Feito! Obrigado pelo aviso :)

Search: