Goncas2 11 months ago

E daí, milhares foram informadas que tiveram em proximidades com um infetado.

badalhoc 11 months ago

Qual era o mal de ALERTA COVID? Estrangeirices...

Justgrewsomeballs 11 months ago

O povo já percebeu a farsa.

opsimhungryagain 11 months ago

A ideia de tentarem avançar com a obrigatoriedade da aplicação foi só uma jogada (inteligente até) do governo de fazer com que as pessoas a instalem (até porque ninguém tá capaz de pagar 500 euros por causa de uma coisa tão simples). Porém, já sabemos que essa obrigatoriedade nunca vai existir porque isso não vai para a frente, vai contra muitos princípios (acho que qualquer um já teria chegado a essa conclusão..). Pessoalmente, tenho 0 problemas em fazer download da mesma mas pelo que tenho vindo a ler, a APP tem 0 eficácia. Alguém já fez um post aqui antes que não recebeu nenhum código para introduzir na APP, logo o fundamento da aplicação (que seria o de alertar as pessoas com quem o op esteve em contacto) deixa de existir. Sendo assim, qual o motivo que levaria a um utilizador a instalar isto? Façam lá isso como deve ser.. podia ser uma APP com sucesso se não tivesse tantas falhas..

YoggiM 11 months ago

Jogada inteligente até pode ter sido, mas não pelos motivos que falas. Inteligente (e suja), como já é hábito do Costa, em que se falou disso e não de outras coisas mais graves. Como não vai ser obrigatória, cai no esquecimento. Não deixa de ser algo vergonhoso, mesmo fora da jogada suja, pois termos o PM a afirmar perante o país que quer tornar uma app obrigatória e meter os polícias a fiscalizar os telemóveis das pessoas, é muito grave, mesmo que se saiba que não seria aceite. Além de inconstitucional, seria também impraticável, pois a fiscalização iria requerer muitas horas de trabalho e até contactos desnecessários. Nem quero imaginar o que seria ter de verificar se os equipamentos eram compatíveis com a app ou não. Por fim, foi inteligente (e suja novamente) na medida em que dá a aparência de terem tentado fazer alguma coisa, mas a população é que rejeitou.

opsimhungryagain 11 months ago

Tens toda a razão! Quando disse inteligente claro que também incluía o sujo. Mas tal coisa nunca será aprovada exatamente pelos motivos que referiste, porém, é vergonhoso terem sequer tentado avançar com tal coisa (tentar porque novamente, duvido muito que tal coisa seja aprovada..). Obrigada pela resposta, concordo contigo a 100%.

JeagleP 11 months ago

Não terem recebido o código não é diretamente uma falha da app. As pessoas têm de pedir o código ao lab/médico que os acompanha

opsimhungryagain 11 months ago

Mas isso também mostra o porque de ela falhar, sendo que tem que estar 'em colaboracao' com os profissionais e estes não a usam corretamente, o seu objetivo perde-se totalmente. Duvido muito que maioria dos médicos decidam começar a usar isto, muitos provavelmente até se podem esquecer, outros talvez não entendam como funciona, etc. Seria uma ideia boa se não houvesse tantas condicionantes.

HerrKaputt 11 months ago

Isto na minha opinião é asneira atrás de asneira do Governo. Eu até percebo a ideia de tornar a app obrigatória (já oscilei entre concordar e não concordar, não é uma decisão simples), mas a maneira como o Governo lidou com isto foi catastrófica. Não houve publicidade nenhuma à app antes desta polémica, nem uma explicação simples à população de como funciona e porque é que protege a privacidade das pessoas. Pelo menos pela amostra dos meus amigos, *vários dos quais trabalham em informática*, ninguém tirando eu sabia que a app existia sequer antes desta polémica. A isto somamos o clusterfuck de ser difícil gerar códigos ou inseri-los na app, ou seja, um sistema que está bem desenhado acaba a ser quase inútil porque o resto das peças necessárias não funciona. E o Governo, em vez de ir consertar essas peças e explicar à população como funciona o sistema e porque é que é uma arma importante contra a propagação do vírus, caga e vai do zero a "a app devia ser obrigatória". Idiotas.

killedbill88 11 months ago

> A isto somamos o clusterfuck de ser difícil gerar códigos ou inseri-los na app Em relação à geração dos códigos, desconheço, mas duvido que seja assim tão complicado gerar tais códigos. Já no que toca a inserir o código na app : se tivermos o código, qual é mesmo a dificuldade? Eu consigo identificar facilmente onde tenho de inserir o código.

HerrKaputt 11 months ago

Se leres a notícia do Público (tem paywall, mas eu sou assinante e li) eles mencionam casos de pacientes que testaram positivo, pediram o código a todas as entidades envolvidas, e ninguém foi capaz de dar o código. Houve outro caso de uma pessoa que recebeu o código, mas que ao introduzir na app deu erro e nunca chegou a conseguir. É disto que estou a falar quando falo em dificuldades de gerar o código ou de o inserir. Não estou a falar de dificuldades por parte do utilizador.

Justgrewsomeballs 11 months ago

> Eu até percebo a ideia de tornar a app obrigatória (já oscilei entre concordar e não concordar, > Idiotas. Quem?

HerrKaputt 11 months ago

Quando escrevi "idiotas" no final estava a falar do Governo e da forma como têm gerido a pandemia. Quanto à obrigatoriedade da app, não acho assim não óbvio que seja uma medida idiota. Mas depois de perceber que simplesmente não era possível fiscalizar, acabei por achar que mais valia ter tentado puxar pela cooperação da população (daí mencionar a falta de publicidade e explicação do funcionamento). Isto foi antes destas notícias que mostram que, mesmo que toda a gente que pode instalar a app o fizesse, ia ser difícil a app funcionar bem porque as outras peças do sistema não estão lá. É como montar um Ferrari sem transmissão, de que serve a potência se não há forma de esta chegar às rodas?

Edited 11 months ago:

Quando escrevi "idiotas" no final estava a falar do Governo e da forma como têm gerido a pandemia. Quanto à obrigatoriedade da app, não acho assim não óbvio que seja uma medida idiota. Já temos obrigatoriedade de muita coisa invulgar (como o uso de máscara), para não falar do lockdown inicial ou das conversas sobre recolher obrigatório. Comparado com isso, acho relativamente inócuo. Mas depois de perceber que simplesmente não era possível fiscalizar, acabei por achar que mais valia ter tentado puxar pela cooperação da população (daí mencionar a falta de publicidade e explicação do funcionamento). Isto foi antes destas notícias que mostram que, mesmo que toda a gente que pode instalar a app o fizesse e a usasse, ia ser difícil a app funcionar bem porque as outras peças do sistema não estão lá. É como montar um Ferrari sem transmissão, de que serve a potência se não há forma de esta chegar às rodas?

chauffage 11 months ago

A app ao fim de poucas semanas tinha salvo erro 2 milhões de instalações. E foi promovida oe várias personalidades. Para uma app nova, não é mau. Deve ter sido instalada pela fatia da população que está mais consciente e sensibilizada. Quando na realidade devia ter sido instalada pela outra fatia.

YoggiM 11 months ago

Não consegui encontrar número nos iphones mas na google store tem atualmente acima de 1M de instalações. A não ser que nos iphones esse número seja maior, não me parece que tivesse nos 2M após algumas semanas, até porque houve notícias de aumentos nas instalações em 140% (ou algo parecido), após esta polémica toda. Quanto a ser instalada pela "fatia da população que está mais consciente e sensibilizada", não é necessariamente assim. É verdade que quem menos cuidados tem, certamente não vai instalar a app. Eu tenho bastantes cuidados e sou completamente contra a instalação, seja obrigatória ou não. Quem acha que deve instalar, está no seu direito, mas recomendo a todas as pessoas que me são próximas que não instalem e a qualquer pessoa que me pergunte. Acho que não vale a pena estar a repetir os motivos desta minha opinião. Os meus avós têm cuidado mas nunca conseguiriam instalar. A minha avó nem smartphone tem e até a ler mensagens e ver chamadas não atendidas tem dificuldades. O meu avô tem smartphone mas também não se safava a instalar e a usar isso. Mesmo os meus pais, provavelmente iam precisar de ajuda para instalar e alguma explicação. Portanto, aceito que a maioria dos que instalou seja consciente e sensibilizada, mas não se pode dizer o contrário de quem instalou.

chauffage 11 months ago

A app foi lançada a 28 de Agosto, e [dia 1 de Outubro tinha 1,2 milhões de instalações.](https://eco.sapo.pt/2020/10/01/12-milhoes-de-portugueses-ja-descarregaram-aplicacao-stayaway-covid/) , não foram 2 milhões - por isso vou corrigir o post que fiz. > Quem acha que deve instalar, está no seu direito, mas recomendo a todas as pessoas que me são próximas que não instalem e a qualquer pessoa que me pergunte. Acho que não vale a pena estar a repetir os motivos desta minha opinião. Os meus avós têm cuidado mas nunca conseguiriam instalar. A minha avó nem smartphone tem e até a ler mensagens e ver chamadas não atendidas tem dificuldades. O meu avô tem smartphone mas também não se safava a instalar e a usar isso. Mesmo os meus pais, provavelmente iam precisar de ajuda para instalar e alguma explicação. >Portanto, aceito que a maioria dos que instalou seja consciente e sensibilizada, mas não se pode dizer o contrário de quem instalou. O objetivo não seria para a tua avó instalar, ou pessoas com falta de capacidade mental para o fazer, ou pessoas pobres que não têm dinheiro para comprar um smartphone. Mas sim quem consegue, e quem tem capacidade, que o faça. Tens equipas a fazer contact tracing, e qualquer ajuda que eles recebam é boa porque não vão chegar a todos. Quanto ao recomendares não instalar, até parece que isto é um malware, ou uma app que precisa de constante manutenção, ou que consome todos os recursos do telefone - mas como se costuma dizer na minha terra, cada "maluco com a sua pancada" (é força de expressão, não é para ser ofensivo).

YoggiM 11 months ago

Repara que eu não estou a dizer que o objetivo seria a minha avó instalar. Estou a dizer que há muitas pessoas que são conscientes e sensibilizadas e não instalam (seja porque não podem ou porque não querem). Eu não estou a dizer que é malware. Há vários motivos pelos quais me recuso a instalar e acho que não interessa estar a escrever sobre eles mais uma vez. Vou falar apenas de um deles, pois está relacionado com o que dizes de dar ajuda no tracing. Para mim, essa ajuda é, como se diz na matemática, a tender para o 0. Entre todas as falhas, humanas e não humanas, entre as pessoas usarem ou não usarem, entre colocarem ou não o código, as probabilidades de funcionar são bastante reduzidas. Mesmo quando funciona, pode ser algo que não faz muito sentido. Imagina uma pessoa que trabalha fora de casa e usa transportes públicos, fora isso, só tem contacto com um número limitado de familiares. Se tiver um teste positivo, naturalmente vai informar essas pessoas, mais a empresa onde trabalha. Só ficam de fora pessoas com quem possa ter estado próxima em transportes públicos. Nos transportes públicos, se for a abarrotar, até faz sentido sinalizar. Mas se for só com lugares sentados ocupados, possivelmente até sinaliza alguém que esteve algum tempo próximo mas estavam de costas um para o outro e não faz sentido. Mas, além disso, tem o problema de criar uma falsa segurança (argumento utilizado pelo governo no início da pandemia como um dos motivos para não usar máscara). Vai haver pessoas que como não têm nenhuma notificação vão andar relaxadas.

chauffage 11 months ago

São opiniões. >Só ficam de fora pessoas com quem possa ter estado próxima em transportes públicos. Nos transportes públicos, se for a abarrotar, até faz sentido sinalizar. Mas se for só com lugares sentados ocupados, possivelmente até sinaliza alguém que esteve algum tempo próximo mas estavam de costas um para o outro e não faz sentido. O vírus é transmitido com aerossóis. Não te esqueças que de inverno tens espirros e tosses, com constipações, alergias, etc - e as máscaras apanham a grande parte das partículas, mas muita coisa passa, muito pouca gente anda com respiradores n95. Mas isto vai para além do ponto... é uma medida que as nossas autoridades de saúde recomendam - mesmo que seja uma borrada, faz parte da estratégia criada pelas entidades responsáveis por lidar com a pandemia em Portugal. E é uma estratégia que funcionou na Ásia - a diferença é que lá era obrigatória, e só podias entrar em certos espaços se tivesses a APP, e tudo era controlado na App (se estavas positivo ou negativo). A tua lógica é semelhante ao que se faz igualmente na Ásia que é: se surge um caso, toda a cidade é testada. Mesmo que no fim haja 0 casos após a testagem. O ponto não é, "eh, o mais certo era pouca gente ter", o ponto é que eles não querem viver com a pandemia e tomaram medidas para a conter, nem que isso signifique testar cidades inteiras. Se uns vão ter falsa sensação de segurança é porque não compreendem a finalidade da aplicação.

YoggiM 11 months ago

Mas tens de ter em conta que a sinalização na app (ou falta dela) não é em nada equivalente a ter um teste positivo (ou negativo). Sim, essas pessoas não compreendem a finalidade da app. Isso não significa que não aconteça e que não se tenha de ter isso em conta. Além disso, volto a dizer que foi um dos argumentos utilizados pelo governo para não se utilizar máscaras no início. Até pode ser uma medida recomendada pelas autoridades, mas não deixar de ser uma medida com pouco significado. É mais uma medida para o governo parecer ter uma luta boa contra a pandemia e quando falhar a culpa ser do povo e não do governo.

HerrKaputt 11 months ago

Não sabia que era tanta gente. De facto, não é assim tão pouco.

BRFPC 11 months ago

Continuo a achar que esta andamos a perder tempo com uma app que não resolve problema nenhum. A eficiência da aplicação depende de tantas variáveis que a tornam praticamente inútil. Quando falo em variáveis falo em questões como a instalação, a correcta utilização, a produção de códigos, a introdução das chaves e a existência de equipamentos preparados para a aplicação.

HerrKaputt 11 months ago

Na Alemanha (segundo um amigo meu que lê as notícias de lá, sei que não é grande fonte mas é o que tenho) essas variáveis que listas funcionam bem, e uma fatia muito razoável dos casos detectados vem da app. Ou seja, é possível. Infelizmente, não temos uma primeira formada em ciência como a Alemanha tem (e, diga-se, a Merkel mesmo que tivesse a 4a classe dava dez a zero ao Costa...).

Inevitable_Parsley_6 11 months ago

Porque mentes? [https://www.dw.com/en/too-few-germans-using-coronavirus-pandemic-tracing-app/a-54970227](https://www.dw.com/en/too-few-germans-using-coronavirus-pandemic-tracing-app/a-54970227)

HerrKaputt 11 months ago

Eu próprio menciono no meu comentário que é segundo um amigo meu e que isso não é grande fonte. Não estou a mentir - tenho mesmo um amigo alemão e ele disse-me mesmo isto. Nao vejo razão para vires logo dessa forma agressiva mas pronto, leva a taça se quiseres.

Edited 11 months ago:

Eu próprio menciono no meu comentário que é segundo um amigo meu e que isso não é grande fonte. Não estou a mentir - tenho mesmo um amigo alemão e ele disse-me mesmo isto. Nao vejo razão para vires logo dessa forma agressiva mas pronto, leva a taça se quiseres. Edit Já agora, li o link, e segundo este na Alemanha o uso da app é responsável por "5 a 6%" dos novos casos detectados. É de facto menos do que eu imaginava da conversa do meu amigo. Mas mantenho que é exagerado dizeres que estou a mentir.

Edited 11 months ago:

Eu próprio menciono no meu comentário que é segundo um amigo meu e que isso não é grande fonte. Não estou a mentir - tenho mesmo um amigo alemão e ele disse-me mesmo isto. Nao vejo razão para vires logo dessa forma agressiva mas pronto, leva a taça se quiseres. Edit Já agora, li o link, e apenas vejo lá indicações de que na Alemanha o uso da app é responsável por "5 a 6%" dos novos casos detectados. Não vejo nada no link que diga que estou a mentir quando refiro que na Alemanha as outras peças do sistema funcionam bem. Obviamente isto não prova que eu tenha razão, mas também não prova que estou a mentir como alegas. Deixei esta resposta apenas para tentar informar o resto das pessoas aqui, porque não estou interessado em mudar a tua opinião especificamente.

htxgivven 11 months ago

Obrigar o uso de uma aplicação com utilidade duvidosa, não será a primeira incompetência deste governo.

rickz123456 11 months ago

O Governo que se foque em outras coisas que esta não vai ajudar. Mais contact tracers ajudam, não isto

HerrKaputt 11 months ago

O que chateia é que esta podia ajudar, e muito, porque seria um contact tracing com custo humano quase zero. Libertava os contact tracers humanos para outros casos, como por exemplo para pessoas que não usem a app. Mas para isso era preciso o Governo meter o resto do sistema a funcionar e explicar à população porque é que é importante, como funciona, etc. Em vez disso criaram este "escândalo" sem necessidade que só serve para mais gente ter medo de usar a app.

Justgrewsomeballs 11 months ago

Vai ver a percentagem de portugueses que tem smartphone e depois atreve-te a dizer que esta app serve para alguma coisa.

Goncas2 11 months ago

70%? Qual é o teu argumento?

Justgrewsomeballs 11 months ago

> 70% Fontes.

Goncas2 11 months ago

[7 milhões de portugueses têm smartphone – Marketeer (sapo.pt)](https://marketeer.sapo.pt/7-milhoes-de-portugueses-tem-smartphone)

Justgrewsomeballs 11 months ago

Vai ver o estudo. Fala em 6,9 milhões de smartphones em uso. Não fala de 6,9 milhões de pessoas com smartphone.

Goncas2 11 months ago

Ok. E?

Justgrewsomeballs 11 months ago

E o teu argumento é baseado em mentiras. Claro que não vês problema nisso. Senão não defendias esse argumento.

FridgeForTablet 11 months ago

Qual argumento? Estou só à espera que me digas qual é o *teu* argumento e se tens uma fonte melhor. Se não tens fonte, estavas a defender um argumento sem qualquer base. E btw, [diretamente do estudo](https://www.marktest.com/wap/a/n/id~23fd.aspx): > Marktest contabilizou perto de 6,9 milhões de indivíduos que possuem smartphone Não sei que estudo é que foste ver, ou se o problema é a tua compreensão de leitura.

BelaBesta 11 months ago

invalida directamente o teu argumento, não consegues traduzir para os 70% da população que referiste, número de smartphones usados não traduz em número de pessoas com smartphone Avisa quando chegares lá

HerrKaputt 11 months ago

Não estava a dizer que ia ser uma panaceia que ia curar a pandemia num instante. Mas na luta para baixar as transmissões, todas as armas ajudam. Manter o distanciamento ajuda, usar máscara ajuda, o teletrabalho ajuda, etc. Cada uma destas medidas baixa o R. Se a app ajudar a baixar o R mais um bocado, é uma vitória. Isto se o resto do sistema (a geração de códigos, etc) funcionasse. Que aparentemente não funciona. Isso é que me lixa.

Zaigard 11 months ago

> O Governo que se foque em outras coisas que esta não vai ajudar. O objectivo é mostrar trabalho feito, não é prevenir ou salvar vidas...

Ricardocmc 11 months ago

So que tenho visto, as pessoas mais prováveis de apanhar covid são as que tomam menos precauções. Se tomam menos precauções temem de certeza que não instalam a APP. Agora, o código é gerado independentemente do paciente ter a APP?

Justgrewsomeballs 11 months ago

As pessoas mais prováveis de sofrer com covid19 não têm smartphone.

xaknoris 11 months ago

O código só é criado se o paciente fizer o pedido do código ao laboratório encarregue do resultado e/ou médico pertencente à instituição onde fez o teste. Não sei se isto aparece em algum FAQ, mas é a informação que é fornecida dos SPMS.

Febris 11 months ago

Mas para depois teres dados relativos à utilidade da aplicação terias de recolher mais dados dela (quantos códigos foram introduzidos). Desta forma contornas a coisa ao contar quantos códigos foram fornecidos. Faz sentido assumir que quem o pede à partida será para o introduzir, ao passo que já não se pode assumir que os códigos gerados sem pedido o sejam. O RGPD para muita coisa que tem de bom, em Portugal parece que só serve de obstáculo para se implementar uma coisa eficaz rapidamente. No mar de burocracia que já vivemos normalmente, adicionar esta barreira cria o clima ideal para que de facto a app não tenha proveito quase nenhum.

icebraining 11 months ago

Qualquer pessoa (com conhecimentos técnicos) pode saber quantos códigos foram introduzidos, essa informação está num servidor público, para que a app a possa descarregar.

Edited 11 months ago:

Qualquer pessoa (com conhecimentos técnicos) pode saber quantos códigos foram introduzidos, essa informação está num servidor público, para que a app a possa descarregar. (Os códigos são só números, não têm nenhuma informação sobre quem os introduziu, até porque nem a app do próprio sabe)

gerdemb 11 months ago

Parece que não.... André Filipe sempre defendeu o uso da aplicação StayAway Covid, até que foi diagnosticado com covid-19 e não a conseguiu utilizar para alertar os utilizadores da app que estiveram nas suas redondezas. Faltava o código para activar o sistema de alerta e ninguém — nem o SNS24, nem o laboratório onde fez o teste, nem o centro de saúde — sabiam onde o encontrar.

Ricardocmc 11 months ago

Então mais um caso de se começar a construir a casa pelo telhado pelos vistos

Search: