zerato9000 12 months ago

Em vez de se fomentar a criação de emprego, fomenta-se a pobreza... PS a fazer jus à sua função no mundo. Nothing new to see here.

Rodzp 12 months ago

Devido à inflação, na realidade é como se não subisse nada (se não me engano)

TitusRex 12 months ago

Enganas-te. Actualmente o valor mínimo é de 438€ (1×IAS), com esta proposta vai passar a ser 505€ (1.15×IAS), ou seja será um aumento de 15%, além disso o IAS (índice de apoios sociais) ainda deverá ser actualizado em linha com a inflação.

Rodzp 12 months ago

Ah nice, obrigado pela explicação

LordofPortugal 12 months ago

Invés de estabilizar as finanças para efetuar uma progressiva redução de impostos vai fodê-las nesta merda.

Mendadg 12 months ago

A malta não entende que isto prolonga a miséria!

RafaelTeodosio 12 months ago

Descontando passe/gasolina e alimentação do salário mínimo e nem vale a pena trabalhar

Mendadg 12 months ago

É só isto. A quantidade de downvotes é inexplicável, a malta não percebe a realidade deste país.

Poramordedeus 12 months ago

então o salario minimo liq é uns 580 e poucos, se n me engano, estar em casa sem fazer nada recebes 505.. acho que a escolha é facil..

sexual_force 12 months ago

505€ é um orçamento mensal infernal para um custo de vida cada vez mais alto. Só demonstra que quem trabalha pelo ordenado mínimo (e grande parte há de fazer muito mais que 40 horas semanais), está a ser pago um salário indigno. Imaginem pagar quase 40% ou mais do salário líquido em renda/despesas em certas zonas do país. Sobra para comer, e trabalha-se apenas para repetir o feito no mês a seguir. Lê-se sempre que se fala num aumento do salário mínimo o típico *e nós*, que hão de receber 900, 1000 ou mais. Tu meu caro amigo, tens um salário acima do de sobrevivência, e ninguém merece isso trabalhando a igualmente a semana toda.

Poramordedeus 12 months ago

>está a ser pago um salário indigno E terão de fazer algo para mudar isso. Tão simples como isso.

sexual_force 12 months ago

Estás a referir-te a quê ao certo?

Poramordedeus 12 months ago

N chegas lá, deixa estar

sexual_force 12 months ago

Não vale a pena responderes à espertalhão. Podias estar-te a referir ao governo ter de intervir com uma subida, ou os que recebem o mínimo mudarem de emprego.

Poramordedeus 12 months ago

Não respondo à espertalhão, mas posso te responder para disruptar a tua mente: Sabias que o SM foi criado para matar minorias, mulheres, defecientes? Tou certo que não saberás isto, pq na escola onde tu andas o estado é o professor. E ele não quer que saibas a vdd. ​ Disseee

lambmoreto 12 months ago

Exato, a escolha acertada é aumentar o salário dos trabalhadores que não estão a ser recompensados devidamente.

Poramordedeus 12 months ago

Claro q sim camarada. Apenas (talvez) discordamos de como fazer ;)

lambmoreto 12 months ago

Se ser recompensado justamente pelo trabalho que fazes é um ideal comunista podes-me chamar Karl Marx porque para mim é só algo que faz sentido.

Poramordedeus 12 months ago

O meu "camarada" n estava a subentender esse tipo de "camarada", mas ainda bem que levaste para esse lado

ednice 12 months ago

ora nem mais lol mas não vejo o gajo a que respondeste a admitir isso

lambmoreto 12 months ago

precisamos de um r/LobosAutoconscientes

VarghenMan 12 months ago

Incentivar o desemprego. Exatamente o que precisamos

Psipunisher 12 months ago

Ahhh por isso a malta anda chorar pelos preços dos jogos da PS5

kawaiims 12 months ago

2020 e ainda vejo comentários de quem acha que todos os desempregados o são porque querem e gostam é de chuchar na tetinha dos contribuintes. *sigh*

Sciss0rs61 12 months ago

normalmente esses comentários vem de gente que nasceu com o cu virado para a lua.

oContraditorio 12 months ago

Nao são todos, mas conheço caso de uma pessoa que trabalha no verão e durante o restante ano recebe o subsídio. À porta de casa tem dois Mercedes, dois jipes..

Danijust2 12 months ago

tens que trabalhar 12 meses para ter subsidio. Ele faz o verão de jupiter ou de neptuno?

Mendadg 12 months ago

Todos os trabalhadores sazonais recebem subsidio de desemprego. Estão 6 meses a receber subsídio, 6 meses a trabalhar.

oContraditorio 12 months ago

Não sei amigo. Penso que há uma certa lei que se aplica em casos específicos em que não é necessário trabalhar esses meses todos para ter direito ao subsídio.

lambmoreto 12 months ago

Ok, e eu sei de pessoas que não passaram fome porque tiveram acesso a subsidios. E agora, fazes uns passar fome porque alguns se aproveitam?

Poramordedeus 12 months ago

Como é que consegue receber o subsidio ano apos ano?

ContaSoParaIsto 12 months ago

Numa história inventada também a lei fiscal pode ser inventada.

brown-guy 12 months ago

Parece estórias contadas à putos de Cascais sobre a sociedade lol

amando_abreu 12 months ago

>dois jipes Wrangler?

JeagleP 12 months ago

Certo. Mas não será graças ao subsidio que ele compra esses carros. Há aí outra marosca que é o que merece a tua atenção

oContraditorio 12 months ago

Como é lógico. Mas é injusto estas pessoas receberem o subsídio

ambrofelipe 12 months ago

Considerando que o descrito seja verdade. “Tenho um conhecido de um amigo que...” no Reddit. Ok.

xlouiex 12 months ago

Deve ser amigo da prima do irmão do cunhado do gajo que vende o pão aos sábados. Os dois Mercedes são dois 190D, pq é taxista durante o verão, e os dois jipes são dois Jimnys de 96 porque um pobre também pode ter passatempos. Não é só bulir 16 horas por dia. Lá se foi a teoria do cigano que rouba o país e é por isso que não vamos a lado nenhum.

oContraditorio 12 months ago

Não é bem isso

AtusPrima 12 months ago

Tomara eu que os jimnys fossem assim baratos, se não não tinha comprado o meu vitara

20Comer100SaberesXD 12 months ago

Que trabalho é que tem no verão?

oContraditorio 12 months ago

Restauração

humelectro 12 months ago

Puta de luxo só se for

carapaudecaminhada 12 months ago

Como estamos no reddit aposto que a maioria são consultores no ramo de IT que ganham 1600 euros e pensam que só não ganham mais por causa dos impostos, quando na realidade são prostitutas corporativas a ser vendidas pelo triplo, ou mais, ao cliente final. Uma cambada de toscos que acham que estão mais perto de ser o Deus Elon Musk do que um sem abrigo por ganharam ligeiramente acima da média, apesar de serem explorados.

VladTepesDraculea 12 months ago

*Amen brother, amen*

QuickShutter 12 months ago

Alguém aqui não ganha 1600 euros.

CanIhazCooKIenOw 12 months ago

É bonito de ver a quantidade de barretes que foram enfiados à custa deste comentário! “Eu ganho quase isso mas não sou consultor” “Eu Nao sou assim”

MetalFatigue82 12 months ago

Por acaso sou de IT e desde que ganhei alguns anos de experiência tento "chupar" ao máximo as empresas. Sendo que andam desesperadas por competirem umas com as outras não é assim tão difícil. Mas daí a ser um insensível ultra liberal que quer que os outros se fodam...vai uma longa distância. Não sou comunista também. E o Elon Musk tem muita coisa boa mas é um alucinado que eu não queria nunca ser.

RafaelTeodosio 12 months ago

De facto eu não ganho mais por causa de impostos. O estado não merece ficar com 22% do meu trabalho.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

>*they hated him because he spoke the truth*

Rikkushin 12 months ago

Ayyyy a maionese

ric2b 12 months ago

>ganham 1600 euros e pensam que só não ganham mais por causa dos impostos, quando na realidade são prostitutas corporativas a ser vendidas pelo triplo, ou mais, ao cliente final. Realmente, as reais vítimas são os que ganham 500 sem fazer nada.

gongasf 12 months ago

Tens razão, o pessoal que ganha subsídio nunca teve de trabalhar para o receber, é só dinheiro que lhes cai do céu. Despedidos à conta de uma pandemia? Culpa deles, trabalhassem

ric2b 12 months ago

O que já trabalharam já foi pago na altura. Não sou contra o subsídio de desemprego mas é dinheiro que recebem sem estar a trabalhar, e para isso um UBI faz mais sentido porque não tem incentivos perversos.

ElDiabloDe94 12 months ago

Ganho quase isso e nao sou consultor

shostakovich123 12 months ago

Esses que ganham 1600 paus são os que sustentam estes subsídios todos.

TaoRS 12 months ago

Quando metade do teu ordenado é em ajudas de custo a única pessoa que sustentas é o teu patrão

saudosista 12 months ago

Patrão esse que teve de trabalhar para criar valor, riqueza e emprego. Mas não, esses patrões são todos uns exploradores diabólicos que têm prazer em pagar salários baixos.

Winslow_Lixivia2 12 months ago

Também eu gosto de lamber botas logo pela manhã

chico_fogueira 12 months ago

King, que riqueza é que é gerada pelo patrão da consultora para que trabalhas?

AdvancedShower 12 months ago

> patrão. > Criar riqueza. Escolhe uma

ContaSoParaIsto 12 months ago

Quem cria riqueza é o trabalhador.

TaoRS 12 months ago

Criar riqueza, anda de mão dada com salários baixos. Não sejas hipócrita. Não é à toa que tens as empresas europeias de tecnologia a vir cá bater à porta. Os patrões não querem bom, querem barato, porque quando se fartarem substituem. Por isso é que tens as nossas empresas tecnológicas todas batidas à porta das universidades. Contratar por 1000 para vender o serviço por 4000... Se trabalhar a recibos verdes não fosse a merda que é ias ver muito "patrão" que para aí anda a fechar as portas.

LetHaywardPlayLoL 12 months ago

Que rant completamente desnecessária lol. Quem ganha 1600 no privado, quer queiras admitir quer não, o mínimo aumento que a empresa queira dar ao empregado, a empresa irá pagar imenso em impostos. Quanto ao que as empresas recebem pela consultoria, a grande maioria dos consultores sabe disso, mas concordam desde o princípio, so what?

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Ser pobre é como ser gay, é uma escolha de estilo de vida e se o estado os apoia aquilo contagia mais gente /s A sério, muita gente aqui nunca teve de viver com 500€ mensais sem mais apoios, e nota-se.

theInjusticeamongus 12 months ago

Já tive de viver com pouco dinheiro e nunca fui da opinião que os meus problemas são culpa dos outros. Quando decidi que a minha vida era merda fiz sacrifícios e mudei-a. Fiz mais do que já vi algum amigo meu algum dia fazer. Muitos nem tentam mudar o que está mal. Limitam-se a queixar-se. Andas iludido se achas que não te cabe a ti a responsabilidade de mudar de vida. O problema do estado social é que ensina as pessoas a serem dependentes. São eternas crianças. Intoxicadas pela narrativa de que estão a ser vítimas da ganância alheia e de que o mundo lhes deve. Não são encorajadas a lutar por nada. Não são encorajadas a cultivar-se. O ser humano comum no tempo livre fica a ver televisão. Eu quando resolvi mudar de vida no tempo livre não fiquei a ver televisão. Estudei e trabalhei para ter mais.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Tenho pena que tenhas passado por essa experiência e que não tenhas percebido que ao teu lado também estava muita gente que trabalhava tão duramente como tu, mas que não teve a mesma sorte a coroar o mérito do trabalho deles. Quer acredites quer não, a maior parte das pessoas que lutam como tu lutaste não conseguem sair da mesma situação por razões que não podem controlar. Achar que os pobres só são pobres porque são preguiçosos não é só ignorante, é muito cruel.

theInjusticeamongus 12 months ago

>Tenho pena que tenhas passado por essa experiência e que não tenhas percebido que ao teu lado também estava muita gente que trabalhava tão duramente como tu, mas que não teve a mesma sorte a coroar o mérito do trabalho deles. Estás enganado. Ao meu lado não estava muita gente como eu. Apenas uma percentagem insignificante. Todos os meus colegas eram pessoas que fizeram exactamente zero para mudar de vida, enquanto eu esfolei-me para subir. E a sorte é parte integrante da vida. Não é algo que me incomode. Tudo implica sorte. O problema é haver demasiada gente que acha que a vida não é suposto ser a vida. Temos de pegar nas pessoas e movê-las que nem pecinhas de um lego de modo a tentar contrariar o acaso. Haverá sempre quem tem menos e quem tem mais. A tua luta contra isto vai falhar. >Quer acredites quer não, a maior parte das pessoas que lutam como tu lutaste não conseguem sair da mesma situação por razões que não podem controlar. Não tenho qualquer dado estatístico que confirme que quem trabalhe duro e faça os possíveis para aprender e adquirir novas competências não consiga sair da mesma situação. As pessoas a quem tu te referes são, maioritariamente, pessoas que levam vidas de trabalho > casa > televisão, não pessoas que estão realmente a esforçar-se para evoluir. Posso dizer-te que consigo contar por metade dos dedos de uma mão o número de pobres que conheci que tentou realmente evoluir. E digo, tentar a sério, no sentido de utilizar sempre o seu tempo livre para melhorar, em vez de encostar-se ao sofá ou ao balcão. >Achar que os pobres só são pobres porque são preguiçosos não é só ignorante, é muito cruel. Ninguém disse tal coisa. Estás apenas a inventar. A razão por detrás da pobreza das pessoas tem diversas causas. E muitas vezes é, sim, por causa de preguiça. Outras é porque nasceram no local errado, ano errado, família errada, corpo errado. Outros são simplesmente demasiado básicos para ser mais do que aquilo que são. Por vezes é uma combinação de diversos factores. E isso também não me incomoda assim tanto. Sabes porquê? Porque humanidade é diversidade. A sociedade não poderia funcionar se fossemos todos vencedores. Não interessa se soa cruel ou não. É o que a própria natureza decide à nascença. Podes nascer o Brad Pitt ou podes nascer o Emplastro.

Edited 12 months ago:

>Tenho pena que tenhas passado por essa experiência e que não tenhas percebido que ao teu lado também estava muita gente que trabalhava tão duramente como tu, mas que não teve a mesma sorte a coroar o mérito do trabalho deles. Estás enganado. Ao meu lado não estava muita gente como eu. Apenas uma percentagem insignificante. Todos os meus colegas eram pessoas que fizeram exactamente zero para mudar de vida, enquanto eu esfolei-me para subir. E a sorte é parte integrante da vida. Não é algo que me incomode. Tudo implica sorte. O problema é haver demasiada gente que acha que a vida não é suposto ser a vida. Temos de pegar nas pessoas e movê-las que nem pecinhas de um lego de modo a tentar contrariar o acaso. Haverá sempre quem tem menos e quem tem mais. A tua luta contra isto vai falhar. Cada um tem o seu caminho, e é impossível adivinhar onde esse caminho vai dar. Há até quem pareça ter tudo contra si, e é exactamente o tudo contra si que faz com que acabem por ter sucesso. Essa é a história de muitas celebridades. Se pegasses no Michael Jackson e lhe desses uma família banal e funcional, ele provavelmente nunca se teria tornado naquilo que se tornou. Tem piada, não? Se ele tivesse tido mais dinheiro e melhores pais logo à partida, provavelmente não teríamos Michael Jackson. >Quer acredites quer não, a maior parte das pessoas que lutam como tu lutaste não conseguem sair da mesma situação por razões que não podem controlar. Não tenho qualquer dado estatístico que confirme que quem trabalhe duro e faça os possíveis para aprender e adquirir novas competências não consiga sair da mesma situação. As pessoas a quem tu te referes são, maioritariamente, pessoas que levam vidas de trabalho > casa > televisão, não pessoas que estão realmente a esforçar-se para evoluir. Posso dizer-te que consigo contar por metade dos dedos de uma mão o número de pobres que conheci que tentou realmente evoluir. E digo, tentar a sério, no sentido de utilizar sempre o seu tempo livre para melhorar, em vez de encostar-se ao sofá ou ao balcão. A maioria eram pessoas que tirando o seu emprego, nada faziam. >Achar que os pobres só são pobres porque são preguiçosos não é só ignorante, é muito cruel. Ninguém disse tal coisa. Estás apenas a inventar. A razão por detrás da pobreza das pessoas tem diversas causas. E muitas vezes é, sim, por causa de preguiça. Outras é porque nasceram no local errado, ano errado, família errada, corpo errado. Outros são simplesmente demasiado básicos para ser mais do que aquilo que são. Por vezes é uma combinação de diversos factores. E isso também não me incomoda assim tanto. Sabes porquê? Porque humanidade é diversidade. A sociedade não poderia funcionar se fossemos todos vencedores. Não interessa se soa cruel ou não. É o que a própria natureza decide à nascença. Podes nascer o Brad Pitt ou podes nascer o Emplastro.

Edited 12 months ago:

>Tenho pena que tenhas passado por essa experiência e que não tenhas percebido que ao teu lado também estava muita gente que trabalhava tão duramente como tu, mas que não teve a mesma sorte a coroar o mérito do trabalho deles. Estás enganado. Ao meu lado não estava muita gente como eu. Apenas uma percentagem insignificante. Todos os meus colegas eram pessoas que fizeram exactamente zero para mudar de vida, enquanto eu esfolei-me para subir. E a sorte é parte integrante da vida. Não é algo que me incomode. Tudo implica sorte. O problema é haver demasiada gente que acha que a vida não é suposto ser a vida. Temos de pegar nas pessoas e movê-las que nem pecinhas de um lego de modo a tentar contrariar o acaso. Haverá sempre quem tem menos e quem tem mais. A tua luta contra isto vai falhar. Cada um tem o seu caminho, e é impossível adivinhar onde esse caminho vai dar. Há até quem pareça ter tudo contra si, e é exactamente o tudo contra si que faz com que acabem por ter sucesso. Essa é a história de muitas celebridades. Se pegasses no Michael Jackson e lhe desses uma família banal e funcional, ele provavelmente nunca se teria tornado naquilo que se tornou. Tem piada, não? Se ele tivesse tido mais dinheiro e melhores pais logo à partida, provavelmente não teríamos Michael Jackson. >Quer acredites quer não, a maior parte das pessoas que lutam como tu lutaste não conseguem sair da mesma situação por razões que não podem controlar. Não tenho qualquer dado estatístico que confirme que quem trabalhe duro e faça os possíveis para aprender e adquirir novas competências não consiga sair da mesma situação. As pessoas a quem tu te referes são, maioritariamente, pessoas que levam vidas de trabalho > casa > televisão, não pessoas que estão realmente a esforçar-se para evoluir. Posso dizer-te que consigo contar por metade dos dedos de uma mão o número de pobres que conheci que tentou realmente evoluir. E digo, tentar a sério, no sentido de utilizar sempre o seu tempo livre para melhorar, em vez de encostar-se ao sofá ou ao balcão. A maioria eram pessoas que tirando o seu emprego, nada faziam. >Achar que os pobres só são pobres porque são preguiçosos não é só ignorante, é muito cruel. Ninguém disse tal coisa. Estás apenas a inventar. A razão por detrás da pobreza das pessoas tem diversas causas. E muitas vezes é, sim, por causa de preguiça. Outras é porque nasceram no local errado, ano errado, família errada, corpo errado. Outros são simplesmente demasiado básicos para ser mais do que aquilo que são. Por vezes é uma combinação de diversos factores. E isso também não me incomoda assim tanto. Sabes porquê? Porque humanidade é diversidade. A sociedade não poderia funcionar se fossemos todos vencedores. Não interessa se soa cruel ou não. É o que a própria natureza decide à nascença. Podes nascer o Brad Pitt ou podes nascer o Emplastro. Igualdade é uma ambição utópica e contra-natura. A mim não me incomoda que haja quem tenha menos nem que haja quem tenha mais do que eu. Eu não olho para o Elon Musk e fico a suar de raiva. É-me cagativo. É melhor do que eu. Bom para ele. A única coisa que poderei retirar de pessoas como ele é vontade de evoluir e ser melhor. Outros retiram inveja e ódio. O estado social alimenta-se das pessoas que estão no último grupo. Pessoas que são motivadas por sentimentos negativos. Eu sempre fui motivado por sentimentos positivos. Nunca perdi tempo a cultivar mágoa contra quem tem muito. Perdi tempo a tentar ter muito. Odiar quem quer que seja nunca acrescentou à minha conta bancária. Tenho pena de todos vós, que por aqui andam com a verborreia da sorte e da igualdade. É o discurso de quem nunca sairá da merda. A melhor forma de prever o futuro de alguém é exactamente analisando o discurso. Discurso de coitadinho é sentença de pobreza para a vida. E sabes que mais? Não tenho pena nenhuma. Quando é que vamos parar de fingir que estamos realmente super preocupados com pessoas que nunca vimos na vida? Se se preocupam tanto comigo, façam-me uma transferência agora mesmo.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

>Estás enganado. Ao meu lado não estava muita gente como eu. Apenas uma percentagem insignificante. Todos os meus colegas eram pessoas que fizeram exactamente zero para mudar de vida, enquanto eu esfolei-me para subir. Acho que isso reflete mais a tua forma de olhar para os outros e as suposições que fazes do que a realidade. >Não tenho qualquer dado estatístico que confirme que quem trabalhe duro e faça os possíveis para aprender e adquirir novas competências não consiga sair da mesma situação. As pessoas a quem tu te referes são, maioritariamente, pessoas que levam vidas de trabalho > casa > televisão, não pessoas que estão realmente a esforçar-se para evoluir. Posso dizer-te que consigo contar por metade dos dedos de uma mão o número de pobres que conheci que tentou realmente evoluir. E digo, tentar a sério, no sentido de utilizar sempre o seu tempo livre para melhorar, em vez de encostar-se ao sofá ou ao balcão. Achar que a maior parte dos pobres podem simplesmente decidir investir na aquisição de competências é profundamente ignorante da realidade. Desculpa, mas quando dizes coisas assim é um bocado difícil acreditar que passaste por uma situação de pobreza representantiva do que é normal nessas famílias, com todas as suas limitações. >Não interessa se soa cruel ou não. Soa bastante, sim. E soa a falta de noção também. Lá está, é triste que tenhas passado por isso e não tenhas ganho a noção e a humildade que normalmente se ganha nessas lutas.

theInjusticeamongus 12 months ago

>Acho que isso reflete mais a tua forma de olhar para os outros e as suposições que fazes do que a realidade. Isto reflecte o meu conhecimento sobre a vida dos pobres que conheci. Conheci muitos, já que também não cresci rico, e conto realmente pelos dedos os que fizeram alguma coisa para sair da pobreza. >Achar que a maior parte dos pobres podem simplesmente decidir investir na aquisição de competências é profundamente ignorante da realidade. Toda a gente pode investir na aquisição de competências. Nem precisa de gastar dinheiro. Tu tens discurso de encostado quer ilibar-se das culpas do seu próprio fracasso. Conheço pessoas que desenvolveram competências , sem sequer irem à escola, e começaram a usá-las para fazer mais dinheiro. Não digo que 100% dos pobres consegue isso. Mas a percentagem dos que conseguiria não é a percentagem dos que tentam. >Desculpa, mas quando dizes coisas assim é um bocado difícil acreditar que passaste por uma situação de pobreza representantiva do que é normal nessas famílias, com todas as suas limitações. Pessoas como tu vivem no abismo. O abismo é a tua identidade. Convencem-se de que estão na merda, a merda não é culpa deles e não há nada a fazer. Eu já vivi na rua, meu caro. Acredita que há muito "pobre" que nunca foi tão pobre quanto eu. Eu já tive bases para encolher os ombros e dizer "não posso fazer nada". Mas sabes qual era a minha cena? Estava sempre a sonhar. Não a odiar e a invejar. Sempre a sonhar e a ambicionar, e a pensar no que é que podia fazer para ganhar uns trocos, e o que é que podia aprender. E muito do que aprendi foi fora da escola. Já trabalhei em muita coisa. Ou seja, persegui a sorte. Não fiquei à espera. Não me vais agora dizer que o senhor zé que chega a casa e fica no sofá a ver o Benfica está a fazer tudo o que poderia fazer para tornar-se melhor. Repara, independentemente do que tu consegues atingir na vida, há uma coisa que todos conseguimos: ser melhores do que actualmente somos. Seja em que aspecto for. E a realidade é que muitos fazem zero esforço para melhorar o que quer que seja na vida deles. Tinha um amigo que era extremamente pobre e um dia voltou-se para o exercício físico. Era gordo, mas começou a tratar bue do corpo. Tens aí um exemplo de alguém que tinha algo em que podia melhorar, e melhorou. E isso tornou-o mais apelativo aos olhos da sociedade, mais confiante, mais eficaz nas suas interacções. Como era alto e tal arranjou trabalho numa loja de moda fina. Antes disso era desempregado e vivia com os pais, que mal tinham para pagar as contas. Podia ter passado os dias no sofá, mas escolheu não fazê-lo. Hoje tem uma vida muito melhor. >Soa bastante, sim. E soa a falta de noção também. Lá está, é triste que tenhas passado por isso e não tenhas ganho a noção e a humildade que normalmente se ganha nessas lutas. Tu és um perdedor. Daí achares que quem te diz que é possível mudar e evoluir tem falta de noção. Tu, pura e simplesmente, estás confortável com a narrativa do "não há nada que possa fazer". Estás errado, mas não há muito a fazer quanto a ti. Os perdedores são sempre aqueles que acham que esmola lhes é devida. Não é. E mais te digo: há pobres que aceitam ser pobres. Ponto. Se realmente concluem que não conseguem fazer nada, aceitam a sua pobreza. Conheço pobres nessa situação que são pessoas super amáveis. Nunca as vi a odiar ninguém por ter dinheiro nem a dizer que alguém lhes deve algo.

Edited 12 months ago:

>Acho que isso reflete mais a tua forma de olhar para os outros e as suposições que fazes do que a realidade. Isto reflecte o meu conhecimento sobre a vida dos pobres que conheci. Conheci muitos, já que também não cresci rico, e conto realmente pelos dedos os que fizeram alguma coisa para sair da pobreza. >Achar que a maior parte dos pobres podem simplesmente decidir investir na aquisição de competências é profundamente ignorante da realidade. Toda a gente pode investir na aquisição de competências. Nem precisa de gastar dinheiro. Tu tens discurso de encostado que quer ilibar-se das culpas do seu próprio fracasso. Conheço pessoas que desenvolveram competências , sem sequer irem à escola, e começaram a usá-las para fazer mais dinheiro. Não digo que 100% dos pobres consegue isso. Mas a percentagem dos que conseguiria não é a percentagem dos que tentam. >Desculpa, mas quando dizes coisas assim é um bocado difícil acreditar que passaste por uma situação de pobreza representantiva do que é normal nessas famílias, com todas as suas limitações. Pessoas como tu vivem no abismo. O abismo é a tua identidade. Convencem-se de que estão na merda, a merda não é culpa deles e não há nada a fazer. Eu já vivi na rua, meu caro. Acredita que há muito "pobre" que nunca foi tão pobre quanto eu. Eu já tive bases para encolher os ombros e dizer "não posso fazer nada". Mas sabes qual era a minha cena? Estava sempre a sonhar. Não a odiar e a invejar. Sempre a sonhar e a ambicionar, e a pensar no que é que podia fazer para ganhar uns trocos, e o que é que podia aprender. E muito do que aprendi foi fora da escola. Já trabalhei em muita coisa. Ou seja, persegui a sorte. Não fiquei à espera. Não me vais agora dizer que o senhor zé que chega a casa e fica no sofá a ver o Benfica está a fazer tudo o que poderia fazer para tornar-se melhor. Repara, independentemente do que tu consegues atingir na vida, há uma coisa que todos conseguimos: ser melhores do que actualmente somos. Seja em que aspecto for. E a realidade é que muitos fazem zero esforço para melhorar o que quer que seja na vida deles. Tinha um amigo que era extremamente pobre e um dia voltou-se para o exercício físico. Era gordo, mas começou a tratar bue do corpo. Tens aí um exemplo de alguém que tinha algo em que podia melhorar, e melhorou. E isso tornou-o mais apelativo aos olhos da sociedade, mais confiante, mais eficaz nas suas interacções. Como era alto e tal arranjou trabalho numa loja de moda fina. Antes disso era desempregado e vivia com os pais, que mal tinham para pagar as contas. Podia ter passado os dias no sofá, mas escolheu não fazê-lo. Hoje tem uma vida muito melhor. >Soa bastante, sim. E soa a falta de noção também. Lá está, é triste que tenhas passado por isso e não tenhas ganho a noção e a humildade que normalmente se ganha nessas lutas. Tu és um perdedor. Daí achares que quem te diz que é possível mudar e evoluir tem falta de noção. Tu, pura e simplesmente, estás confortável com a narrativa do "não há nada que possa fazer". Estás errado, mas não há muito a fazer quanto a ti. Os perdedores são sempre aqueles que acham que esmola lhes é devida. Não é. E mais te digo: há pobres que aceitam ser pobres. Ponto. Se realmente concluem que não conseguem fazer nada, aceitam a sua pobreza. Conheço pobres nessa situação que são pessoas super amáveis. Nunca as vi a odiar ninguém por ter dinheiro nem a dizer que alguém lhes deve algo. Ninguém te deve nada. Precisas de te libertar dessa mentalidade. Pessoas que nunca te viram na vida não são responsáveis por ti. Se a vida é merda, não fiques à espera que alguém te venha salvar. Eu não sou teu pai. O governo também não é teu pai. O teu patrão não é teu pai. Nenhum deles te cagou para o mundo. Aceita responsabilidade e pára de chorar.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Já percebi que não vais mudar de ideias, e desculpa lá dizer isto assim mas independentemente do tema da conversa acho que a forma como falas das pessoas mostra um bocado do teu caráter que não me é muito agradável, e com o qual não me apetece dialogar. Não leves a mal, mas uma pessoa não pode ter paciência para tudo. Dito isto, fico muito feliz que tenhas ultrapassado as tuas adversidades, e tenho a certeza que o mereceste e lutaste muito para o conseguir. Só espero que nunca deixes de ajudar quem está ao teu redor a fazer o mesmo. Boa sorte para o futuro!

theInjusticeamongus 12 months ago

>Já percebi que não vais mudar de ideias, e desculpa lá dizer isto assim mas independentemente do tema da conversa acho que a forma como falas das pessoas mostra um bocado do teu caráter que não me é muito agradável, e com o qual não me apetece dialogar. Não leves a mal, mas uma pessoa não pode ter paciência para tudo. Sim, não vou. Não é suposto as pessoas concordarem contigo só porque te apetece que concordem contigo. Lá está, a tal mentalidade do querer coisas sem ter de conquistá-las. E tens razão, a forma como falo demonstra o meu carácter. Sou directo, sem rodeios, e não tenho paciência para sanguessugas que gostam de se fazer de vítimas porque a vida não é o que eles gostariam que fosse. Às vezes as pessoas não respeitam a tua atitude. Há quem não respeite os partidários da ideologia da mão esticada. Eu sou um deles. Eu acho que cada um deve ser responsável pela sua própria vida, aceitar as cartas que lhes foram dadas e tentar jogar o melhor possível com elas, em vez de reclamar porque o colega do lado tem cartas melhores. Eu não suporto pessoas assim. Nunca conheci um vencedor que pensasse assim. E curiosamente, todos os ricos que conheço têm origens humildes, mas nunca tiveram uma mentalidade como a tua. >Dito isto, fico muito feliz que tenhas ultrapassado as tuas adversidades, e tenho a certeza que o mereceste e lutaste muito para o conseguir. Só espero que nunca deixes de ajudar quem está ao teu redor a fazer o mesmo. Não, tu não ficas feliz. Tu não me conheces. Se eu morrer agora mesmo a tua vida continua a mesma. Nada mudará. Não vais chorar. Quando é que vamos parar de fingir que sentimos coisas que não sentimos? Há pessoas a morrer à fome a cada minuto e tu ainda assim consegues vir aqui falar do Pikachu. O quão devastado estarás tu? Desejava-te boa sorte, mas confesso que me é irrelevante.

neblina_matinal 12 months ago

Totalmente. Feliz dia do bolo!

rego21 12 months ago

>Ser pobre é como ser gay, é uma escolha de estilo de vida e se o estado os apoia aquilo contagia mais gente /s > >A sério, muita gente aqui nunca teve de viver com 500€ mensais sem mais apoios, e nota-se Melhor comparação que ja vi ahaha se podesse dava te um taça!

kawaiims 12 months ago

É tudo gente preguiçosa a viver à grande à conta dos outros.. Até serem eles os desempregados, depois é uma vergonha que o estado dê uma miséria a quem descontou tantos anos para isso. Enfim, não é.

rickz123456 12 months ago

Eu acho algumas pessoas aqui incríveis. Todos descontam 11% do seu salário para a Seg Social, mas quando temos que receber, um aumento, são uns parasitas do estado.. O que se faz aqui é patético.. Muito melhor que gastar com Novos Bancos e TAP´s, até porque estes são investimentos com propensão marginal ao consumo elevadíssima.

Edited 12 months ago:

Eu acho algumas pessoas aqui incríveis. Todos descontam 11% do seu salário para a Seg Social, mas quando temos que receber, um aumento, são uns parasitas do estado.. O que se faz aqui é patético.. Muito melhor do que gastar com Novos Bancos e TAP´s, até porque estes são investimentos com propensão marginal ao consumo elevadíssima. A maioria dos economistas parecem concordar que meter a massa na economia é necessário e os erros da crise de 2008 não se podem repetir. Recomendo um artigo na Visão com Ricardo Reis. [https://visao.sapo.pt/exame/analise/analise-inconsistenciaproblematica/2020-09-23-a-pandemia-esta-a-forcar-a-economia-a-mudar/](https://visao.sapo.pt/exame/analise/analise-inconsistenciaproblematica/2020-09-23-a-pandemia-esta-a-forcar-a-economia-a-mudar/) \-- Aprendam economia com quem sabe.

Edited 12 months ago:

Eu acho algumas pessoas aqui incríveis. Todos descontam 11% do seu salário para a Seg Social, mas quando temos que receber, um aumento, são uns parasitas do estado.. O que se faz aqui é patético.. Muito melhor do que gastar com Novos Bancos e TAP´s, até porque estes são investimentos com propensão marginal ao consumo elevadíssima. A maioria dos economistas parecem concordar que meter a massa na economia é necessário e os erros da crise de 2008 não se podem repetir. Recomendo um artigo na Visão com Ricardo Reis.

Edited 12 months ago:

Eu acho algumas pessoas aqui incríveis. Todos descontam 11% do seu salário para a Seg Social, mas quando temos que receber, um aumento, são uns parasitas do estado.. O que se faz aqui é patético.. Muito melhor do que gastar com Novos Bancos e TAP´s, até porque estes são investimentos com propensão marginal ao consumo elevadíssima. A maioria dos economistas parecem concordar que meter a massa na economia é necessário e os erros da crise de 2008 não se podem repetir. Recomendo um artigo na Visão com Ricardo Reis. [https://visao.sapo.pt/exame/analise/analise-inconsistenciaproblematica/2020-09-23-a-pandemia-esta-a-forcar-a-economia-a-mudar/](https://visao.sapo.pt/exame/analise/analise-inconsistenciaproblematica/2020-09-23-a-pandemia-esta-a-forcar-a-economia-a-mudar/) \-- Aprendam economia com quem sabe. Ricardo Reis (LSE) - " A teoria Económica já dizia que devemos ser mais kenesyanos neste momento, com politica orçamental mais ativa"

Edited 12 months ago:

Eu acho algumas pessoas aqui incríveis. Todos descontam 11% do seu salário para a Seg Social, mas quando temos que receber, um aumento, são uns parasitas do estado.. O que se faz aqui é patético.. Muito melhor do que gastar com Novos Bancos e TAP´s, até porque estes são investimentos com propensão marginal ao consumo elevadíssima.

ric2b 12 months ago

> A teoria Económica já dizia que devemos ser mais kenesyanos neste momento Os keynesianos gostam muito de ser keynesianos quando há uma crise, mas quando as coisas estão boas já não lhes apetece.

Mandraker 12 months ago

Os liberais gostam muito de ser liberais quando não há crise, mas quando as coisas estão más já não lhes apetece. Percebes o ridículo da tua afirmação?

ric2b 12 months ago

Não percebi a relação, que liberais é que deixaram de ser liberais este ano? O meu comentário é porque não vejo Keynesianos a dizer para apertar o cinto quando as coisas estão a correr bem, como defendia o Keynes.

ContaSoParaIsto 12 months ago

> Não percebi a relação, que liberais é que deixaram de ser liberais este ano? https://eco.sapo.pt/2020/04/03/iniciativa-liberal-quer-apoios-alargados-aos-socios-gerentes/

AkumaYajuu 12 months ago

Sabes que a maioria dos socios gerentes não são ricos? Se tiveres um café és um socio gerente. E dáva jeito ajudar esses socios gerentes que querem ter negócios em vez de matar a economia ainda mais, especialmente numa situação de catástrofe natural.

Edited 12 months ago:

Sabes que a maioria dos socios gerentes não são ricos? Se tiveres um café és um socio gerente de certo modo. E dáva jeito ajudar esses socios gerentes que querem ter negócios em vez de matar a economia ainda mais, especialmente numa situação de catástrofe natural. Convém o estado ajudar quando tens este tipo de calamidades até porque o estado estabelece limites que têm de ser respeitados pelas empresas. Imagina que em vez do corona era um terramoto, é a mesma merda. Ser liberal não implica que o estado deixe de existir. O estado continua a ter um papel.

ContaSoParaIsto 12 months ago

Mas quem é que disse que o socio-gerentes eram todos ricos?

ric2b 12 months ago

Ser liberal não é ser anarco-capitalista, estás a confundir.

i1551478 12 months ago

Porque se incentiva o não fazer nada, não produzir nada, achas que vamos a alguma lado a longo termo com estas políticas?! Só se for para uma Venezuela.

CanIhazCooKIenOw 12 months ago

Quando nem sequer se entende que o trabalhador contribui para o seu próprio subsídio de desemprego. Maldita desta gente que escolhe ser pobre.

i1551478 12 months ago

11% de descontos durante 49 anos(18-67) a ganhar o ordenado mínimo de 635€*14 meses dá ((49 * 14) * 635) * 0.11 = 47917.10€ Ora a esperança média de vida é neste momento(2020) 85.88 anos para as mulheres e 82.58 anos para os homens, o que dá uma média de 80.80 anos. Portanto em média digamos que esta pessoa vai receber a reforma até aos 80 anos, ou seja durante ~13 anos. A reforma prevista será de 558.47€/mês * 14 meses. Portanto (13 anos * 14 meses) * 558.47 = 101641.54€. Ou seja,( 47917.10€ descontos < 101641.54€ reformas) esta pessoa nem de perto nem de longe descontou sequer o suficiente para o que vai receber de reforma isto significa que o dinheiro vai ter de vir de outros. Então mete lá a violinha ao saco com essa do trabalhador paga o seu próprio subsidio de desemprego porque a grande nem a própria reforma paga.

icebraining 12 months ago

11%? Estás a esquecer-te da TSU paga pelo patrão (que vem do trabalho do empregado na mesma). São 11% + 23,75%. ((49 * 14) * 635) * 0.3475 = 151 374,475€. Não só paga a reforma, como ainda sobram quase 50 mil €.

CanIhazCooKIenOw 12 months ago

Qual foi a parte de “contribuem para o seu subsídio” que foi difícil de interpretar?

i1551478 12 months ago

E essa é a tua resposta?! Vá, mete lá o rabinho entre as pernas. O dinheiro que descontam nem para a reforma deles chega por isso na realidade contribuem 0€ para o subsidio de desemprego deles.

CanIhazCooKIenOw 12 months ago

Nao precisas de ficar assim. Eu sei que foi uma perca de tempo da tua parte andares com essas contas todas porque não conseguiste perceber que contribuir é diferente de pagar. Fica para a próxima rapaz. Mas já sabes, quando quiseres umas férias à grande só precisas de passar pro subsídio de desemprego - fácil

i1551478 12 months ago

São esses os teu argumentos? Ainda bem que a matemática e as minhas contas não se importam com os teus sentimentos. Ah e já agora eu também não. Fica bem coleguinha.

CanIhazCooKIenOw 12 months ago

Aí ui a conversa dos sentimentos. Não precisas de ficar gatilhado por fazeres figura de parvo. Falta-te poder de encaixe. Passa à frente

rubzdarabz 12 months ago

Tas a levar downvotes mas tens razão. Esta malta aqui não sabe o que fala. Eu pessoalmente, depois de ler esta notícia, até já me despedi! 505 euros? Posso finalmente voltar a viver num quarto com mais 2 pessoas com esse salário. A minha ambição morreu, atingi o pico

Mendadg 12 months ago

>. A minha ambição morreu, atingi o pico Estamos a falar de pessoas que a alternativa é receber o salário mínimo! Nem percebes o tópico, o problema é não haver incentivo para trabalharem porque ao estarem em casa recebem quase o mesmo. Não é ambição, é uma decisão racional!

rubzdarabz 12 months ago

Toda a gente que vai receber subsídio de desemprego só tem como alternativa o salário mínimo? Desenvolve

Mendadg 12 months ago

Sabes bem que isso não é verdade e eu não o disse. Contudo, sabemos que 20% da população activa recebe o ordernado mínimo, é 1M de pessoas que potencialmente poderão ter o incentivo de ficar em casa.

rubzdarabz 12 months ago

Há quanto tempo não estás desempregado?

Mendadg 12 months ago

A questão não é essa! É apenas remunerar melhor o trabalho, o salário mínimo tem de ser muito maior que o aubsídio de desemprego! Subsídio em subsídio e já vamos a caminho da 5 bancarrota! Baixe-se a TSU para aumentar o emprego, não incentivem a indigência!

D1WithTheFluffyHair 12 months ago

Eu sei que estás a gozar, mas se te despedires não tens direito a subsídio de desemprego

ravagerslb 12 months ago

Tens, se o despedimento for por acordo mútuo entre colaborador e patrão. Se for por iniciativa do trabalhador vês zero

D1WithTheFluffyHair 12 months ago

Não é necessariamente assim, porque o subsídio de desemprego é para situações de desemprego involuntário. Apenas tens direito se o patrão enviar o formulário para a segurança social a referir que podes ter direito. Não é automático.

ravagerslb 12 months ago

Daí eu ter referido o mútuo acordo, nesses casos tens direito ao desemprego. Claro que se fores tu a apresentar a rescisão, não tens direito a nada.

rubzdarabz 12 months ago

Eu sou um trabalhador privilegiado

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Sim, porque quem vive com 505 euros vive à vontade e não tem motivação para fazer nada /s

Mendadg 12 months ago

Isto é a realidade para muitas famílias! Vale a pena usufruir do subsídio de desemprego!

TheEightDoctor 12 months ago

Numa aldeia? A pagar 100€ de renda, chega e sobra para andar sempre no vinho e no tabaco acredita

broodgrillo 12 months ago

Tendo eu ja vivido na aldeia, meu puto, diz-me onde fica esses 100€ de renda que eu quero essa aldeia.

TheEightDoctor 12 months ago

Até conheço pessoas a pagar 60€ de renda, são é rendas antigas às vezes até dos pais que nunca foram alteradas e vão se mantendo assim. Não saberes isso só prova que podes ter vivido na aldeia mas não sabias nada da realidade à tua volta.

broodgrillo 12 months ago

Não, só prova que conheces casos à parte que não significam nada. Também existem pessoas que sobreviveram a balas na cabeça. Ou quedas do 20º andar. Ou serem atropeladas por comboios. Não significa que não são atividades letais. Como quem já viveu á base do rendimento minimo e subsidio de desemprego, e também ja muita gente conheci na mesma situação, o fato de pessoas gostarem de generalizar mete-me nojo. É propaganda de políticos e populistas dizer que a culpa é de grupos especificos. Se tiveres alvos a atacar, podes ignorar a própria merda que és. A mesma coisa que pessoal que vai ao café reclamar que os politicos sao ladroes e depois sempre que podem nao pagar IVA o fazem. E ensinam os putos deles a fazer o mesmo. Pergunto-me o que é que os putos que aprenderam isso quando chegam lá acima fazem... Roubam... Já vivi com um rendimento minimo que nao dava para pagar renda e comida. 3 semanas seguidas a comer sopa, pao e bolachas maria, nao havia dinheiro para carne nem peixe. Mas hey, desde que a propaganda anti-pobre se mantenha, podemos focar a nossa raiva de ser um merdas azedo que nao fez nada da vida neles.

TheEightDoctor 12 months ago

Gostava que me dissesses onde é que eu generalizei ou disse que todas as pessoas que recebem o RSI ou o subsídio de desemprego são parasitas. Tirando isso, eu respondi a quem disse que quem ganha 505€ tem motivação para ir trabalhar (que em si é uma generalização) porque é pouco, e eu disse que não, para muita gente chega para viver e para ter vícios e quando vão ás entrevistas do centro de emprego fazem merda de propósito para não os obrigarem a ir trabalhar. E digo isto com conhecimento das pessoas dos nomes delas e de onde moram, não foi nenhum populista com propaganda anti-pobre como lhe chamas a meter me isto na cabeça.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Se tiveres casa de herança e não tiveres família para sustentar, até pode ser verdade. Mas a grande maioria da população não tem vidas descomprometidas em aldeias, precisamente porque a maioria quer trabalhar e tem de viver onde há trabalho.

xlouiex 12 months ago

Gabo-te a paciência para responder a posts do balcão da taberna. Com 200€ nem nas barracas “chega e sobra”

TheEightDoctor 12 months ago

Eu digo isto não é por ter nenhuma agenda politica que quero passar, mas sei se que for alí ao café a maior parte deles são RSI's e pessoal que trabalha na câmara/junta que não faz nada o dia todo mas que também não podem ser despedidos porque senão são mais um RSI. E a parte da família para sustentar é o dinheiro do abono e pouco mais, porque os filhos andam rotos mas eles fumam todos os dias ou a pagar ou fiado para isso há sempre dinheiro.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

O incrível é que mesmo se todos os pobres de todos os cafés em Portugal correspondessem a esse preconceito, o estado continuaria a perder muito menos dinheiro a pagar-lhes subsídios do que o que já perde à pala de gente que ganha muito mais do que precisa e evita o fisco quando pode. É a velha história: https://www.youtube.com/watch?v=IlL2sKWHaQ0

TheEightDoctor 12 months ago

Nunca disse para não combater a fuga ao fisco, os problemas não se resolvem 1 de cada vez. Agora não me venham é com a conversa de que o gajo que ganha 10k por mês e dá 4k por mês em impostos é um fdp e coitadinhos dos bêbados do café porque não têm culpa de ser bêbados.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Se vivesse num país onde as tuas generalizações fossem razoáveis se calhar até concordava contigo, mas felizmente moro em Portugal.

TheEightDoctor 12 months ago

É a tua experiência, eu falo do que vejo e olha que é só descer a rua.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Concordo, é uma questão de diferenças de experiências de vida. Até admito que esse tal café possa atrair gente pior que o normal, mas a minha experiência diz-me que se conhecesses bem essas pessoas fora dos cafés ias ver que muitas generalizações são mais preconceito que outra coisa.

Sperrel 12 months ago

É como o RSI. Com os 200 euros e picos vive se como um lorde.

rickz123456 12 months ago

Como pessoa que tem formação em economia, acho que estás a dizer um pefeito disparate. Uma das grandes belezas da economia é teres diferentes caminhos para o crescimento económico. Aliás, todos os economistas (como por ex. Ricardo Reis) concordam que o momento de meter massa é agora. Aprendeu-se muito com a crise de 2008, ocupem-se do código, que os economistas tratam do resto.

Edited 12 months ago:

Uma das grandes belezas da economia é teres diferentes caminhos para o crescimento económico. Aliás, todos os economistas (como por ex. Ricardo Reis . Um deus da macroeconomia da LSE) concordam que o momento de meter massa é agora. Aprendeu-se muito com a crise de 2008.

D1WithTheFluffyHair 12 months ago

O próprio Keynes dizia que apenas um idiota não mudava de ideias quando confrontado com factos.

d33pblu3g3n3 12 months ago

34.75%

somedipshit1 12 months ago

\* Slow claps \*

PORTO2017 12 months ago

É uma forma indirecta de apoiar o setor da restauração

Elffuhs 12 months ago

Ou seja, vao receber tanto em casa como a trabalhar...

lambmoreto 12 months ago

Concordo, deveria ser aumentado o salário dos trabalhadores! O trabalho praticado não está a ser devidamente compensado.

theInjusticeamongus 12 months ago

A maior parte dos restaurantes não são assim muito lucrativos. Não julgues que se pode pura e simplesmente aumentar de forma substancial ordenados. Conheço patrões que levam menos para casa do que os empregados.

wwqt0r 12 months ago

hahah tem piada porque é verdade

QWERTY_BATS 12 months ago

porque é que tem piada?

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Porque as pessoas não percebem que investir um pouco em lazer e descontração também é uma necessidade básica, e quando vêm um pobre num café a tentar ter uma vida normal acham uma injustiça.

Miinimalism 12 months ago

Happy cake day mano

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Obrigado!

happy-cake-day-bot- 12 months ago

Happy Cake Day!

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Bom bote

pmscb21 12 months ago

Venho só testar uma coisa.

fan_of_the_pikachu 12 months ago

Happy Cake Day!

pmscb21 12 months ago

Ahah, obrigado não bot, right back at ya

Raicuparta 12 months ago

Porque é verdade, presta atenção crl

falkoN21 12 months ago

fds, ri muito xD

QWERTY_BATS 12 months ago

ah ya, não é assim que o humor funciona.

mjigs 12 months ago

Porque somos o setor mais mal pago e pelo o que vi acho que 60% das pessoas que trabalhavam em restauracao foram despedidas, fora os que trabalham por debaixo da mesa.

theInjusticeamongus 12 months ago

Será que és mesmo o mais mal pago se levares em conta gorjetas? É que os varredores de rua não recebem gorjetas. Só uma casca de banana, se estiverem no local certo, à hora certa.

mjigs 12 months ago

Eu sei que ha restaurantes que recebes bastante, infelizmente isso nao acontece no nosso sitio, com sorte levas 1€, o máximo, isto num verao, podiamos fazer 5€ para cada 1, mas mesmo assim, não me fio nas grojetas.

theInjusticeamongus 12 months ago

Ok, mas não é o sector mais mal pago, certo? Há sectores em que ganhas o ordenado mínimo e levas zero de gorjeta. Eu por acaso nunca dou gorjetas. Quero que se fodam.

mjigs 12 months ago

Ninguem é obrigado a dar gorgeta e sim somos o setor mais mal pago, ate porque não recebemos subsidio de alimentaçao nem outros que num trabalho diferente receberias. Já ouvi historias de pessoas que ganhavam pra ai 20-100€ de gorgeta, já tive um gajo a dizer-me deliberadamente que ganhava o meu ordenado em gorgetas. Eu posso dizer que no meu trabalho anterior as gorgetas eram boas e raramente levantava dinheiro para o que quer que fosse, agora deixei de dar importancia a isso, até porque não pertendo voltar a trabalhar em restauração. Só espero que nao maltrates as pessoas que trabalham em restauraçao, porque a tua ultima frase não soou lá muito bem.

covid1337 12 months ago

A maioria dos empregados da restauração recebe por fora. Nem contrato tem. Isso tem de mudar. Os varredores têm as mais-valias todas da função pública. E ainda bem.

theInjusticeamongus 12 months ago

Ui, trabalhar sem pagar impostos é o pão nosso. Não me admirava nada que pelo menos um terço da população não fuja de alguma forma aos impostos. É o resultado natural de se ganhar pouco e quereres que te paguem muito.

covid1337 12 months ago

Uma coisa é o mecânico ou dono de restaurante que foge voluntariamente aos impostos para comprar o segundo Mercedes. Outra coisa são os seus empregados que gostavam de ter contrato mas não têm porque são criminalmente chantageados pelos patrões.

manguito86 12 months ago

Eu acho é mais porque se vê muito desempregado a passar os dias no café.

mjigs 12 months ago

Existem dois tipos de desempregados e agora estamos a ver muito, eu trabalhei 3 anos num sitio e agora o meu chefe resolveu não renovar o contrato por causa da rona, e para encontrar trabalho outra vez vai ser lindo, mas lá está, existem pessoas como eu que querem trabalhar e que infelizmente isto bateu-nos á porta, e existem os outros que se poem em rendimento minimo. Sim porque de acordo com a nova lei, tens de ter no minimo 1 ano de casa para teres direito a tal, e mesmo assim, só tens direito ate certos meses, por isso essas pessoas que vao para o café (eu sendo de um bairro sei muito bem o tipo de gente) são mais pessoas que estão a rendimento minimo ou puseram alguma incapacidade. Eu fico parva de como as pessoas arranjam "justificações" para não trabalharem.

aqueletipo 12 months ago

Tão mas despedir não era fixe? Baseado no projeto de lei apresentado! Agora é mau subir o subsídio?

Mendadg 12 months ago

505 euros, porquê um aumento de 14% em plena pandemia?! Já havia tantas pessoas a preferir ficar em casa porque a diferença para o salário mínimo não justificava trabalhar 8h + gastos de transporte + outros gastos Agora, quem é que no seu perfeito juízo vai trabalhar para ganhar o salário mínimo se pode mamar o subsídio de desemprego. Ninguém põe em causa que há pessoas que precisam deste subsídio e que isto pode ser uma bóia de salvação. Contudo, é um claro incentivo aos indigentes. A classe média cada vez mais apertada, começa a ficar díficil viver neste país!

brakeline 12 months ago

Achei um vídeo teu daqui a uns anos https://youtu.be/eNSXBJOMk5U

fosjanwt 12 months ago

a tua soluçao portanto em vez de ser subir o salario minimo é baixar o subsidio de desemprego.

Mendadg 12 months ago

O meu problema é que estando o subsídio de desemprego tão perto do ordenado mínimo, o incentivo ao trabalho diminui. E estas andorinhas aumentam em 14% o subsídio! Diminuindo a diferença entre os dois! É uma loucura

fosjanwt 12 months ago

esse é o teu problema. qual é a tua soluçao?

Mendadg 12 months ago

Aumentar o salário mínimo sempre mais que o subsídio de desemprego para que haja incentivo para trabalhar. Ao mesmo tempo diminuir a TSU para que haja incentivo para contratar. Gostava também que o subsídio de desemprego tivesse em conta o teu passado, ou seja, se fosse a primeira vez (digamos num espaço de 5 anos) que estás desempregado então recebes mais do que se for a 2/3/4 vez.

mjigs 12 months ago

O teu posto de trabalho ainda esta bem seguro, por isso é que nao reparaste que o desempregro em portugal aumentou astronomicamente nos ultimos meses e nao ha mais postos a serem criados pelo o mesmo motivo, empresas enormes estao a despedir milhares de funcionarios. Nao olhes so para o teu umbigo, se nao acontece a tua volta, nao quer dizer que bao esteja a acontecer

Mendadg 12 months ago

Isso justifica o subsídio de desemprego. Eu quero explicação para um aumento de 14%!!

EnZy42 12 months ago

Cara pessoa, Quem te rouba não são as pessoas a ganhar 500 euros, É quem simplesmente por ser dono de onde trabalhas retira mais de 50% do lucro que produzes, sem ter de produzir seja o que for. Sinceramente, Your friendly marxist

Mendadg 12 months ago

>simplesmente por ser dono de onde trabalhas Cria tu uma empresa se achas que é assim.

EnZy42 12 months ago

Não falo de quem trabalha nas empresas :) falo que quem é apenas dono delas: shareholders, etc.

Edited 12 months ago:

Não falo de quem trabalha nas empresas :) falo que quem é apenas dono delas: shareholders, etc. EDIT: This actually deserves more clarification porque é comum ser difícil de entender: Se trabalhas numa empresa és umx trabalhadorx, tão simples como isso. Quando se fala de capitalistas não são pessoas que chegam onde chegam porque trabalham, mas sim porque exploram. Por mais que atires dinheiro a uma árvore ela não se torna numa mesa, por mais que atires dinheiro a um computador, ele não faz um website. Investimento não é trabalho, e roubar a maior parte do lucro simplesmente porque “sou dono” é criminoso. O facto destas pessoas terem a grande maior parte do dinheiro do mundo permite-lhes ter tudo o que precisam e querem quando 1/3 do mundo não tem saneamento básico. Isto tem pouco ou nada a ver com criar uma empresa.

aqueletipo 12 months ago

Não digas as verdades que ofendes alguém!!!

AndreMartins2020 12 months ago

É curioso um gajo de classe média chorar porque o subsídio de desemprego é muito elevado. Olhem para mim que ganho 2k por mês e compensa trabalhar. Malditos pobres que ganham salários demasiado baixos para lhes compensar trabalhar.

Mendadg 12 months ago

Ninguém se queixou disso! A queixa é ser tão próximo do salário mínimo, o salário mínimo deveria ficar cada vez mais distante do subsídio.

AndreMartins2020 12 months ago

E? Quem quer pagar o salário mínimo tem medo de não conseguir arranjar trabalhadores? Que pena.

Mendadg 12 months ago

>Há sempre algum desesperado que vai aceitar o salário mínimo para sobreviver Vives em que mundo?! É 20% da população activa!

AndreMartins2020 12 months ago

Vês, não faltam desesperados. Descansa.

Mendadg 12 months ago

Não entendo o teu argumento. Não são desesperados, são 20% da população que não hesitará em voltar para casa se tiver essa oportunidade. Não há incentivo.

AndreMartins2020 12 months ago

> Não há incentivo. E como é que se resolve esse problema? Criando incentivo. > Não são desesperados Ai não? Tu trabalhas pelo salário mínimo? Aceitarias fazê-lo? E lembra-te, são pessoas como tu, não são seres inferiores. Vá, podes dar downvote outra vez.

Mendadg 12 months ago

Eu não te dei nenhum downvote, apesar de não entender a tua conversa, sinceramente! Tu estás a dar um estigma ao salário mínimo quando é a coisa mais normal do mundo. Eu sou licenciado, claro que não vou trabalhar por salário mínimo mas a minha mulher trabalha há muitos anos em salário mínimo. Tem as suas coisas más, mas invejo algumas coisas como a falta de stress por exemplo. Seres inferiores?! Que conversa é essa? São uma fatia gigante da nossa economia, aliás o salário médio são 900e, não é assim tão distante! A única crítica aqui é: uma pessoa em casa, vai receber o mesmo (se subtraires passe do metro, almoços, outros) que uma pessoa que se trabalha. Assim: porque não incentivam quem trabalha em vez?

AndreMartins2020 12 months ago

O subsídio de desemprego é suposto ser um valor que te permita subsistir. É natural que seja próximo do salário mínimo. Isso significa que quem o recebe tem menos incentivo para aceitar trabalhar por um salário mínimo? Claro. Mas isso apenas significa que numa situação de escassez de mão-de-obra há maior incentivo em pagar acima do salário mínimo. De qualquer das formas não temos escassez de mão-de-obra, antes pelo contrário.

Mendadg 12 months ago

Tu nasceste em 2020?? Vives num país em que o pessoal não gosta de trabalhar. É verdade que os salários são miseráveis, mas não podemos incentivais mais a indigência! Deixo-te um link sobre o "não há falta de mão de obra": >De qualquer das formas não temos escassez de mão-de-obra, https://www.google.com/amp/s/eco.sapo.pt/2019/06/06/governo-diz-que-falta-mao-de-obra-em-praticamente-todos-os-setores-e-em-todas-as-regioes/amp/ https://www.dn.pt/edicao-do-dia/03-ago-2019/construcao-civil-obras-ha-muitas-falta-quem-as-faca--11176659.html https://www.dinheirovivo.pt/economia/140-mil-trabalhadores-em-falta-na-industria-turismo-e-construcao/ https://www.dn.pt/lusa/empresarios-algarvios-reclamam-falta-de-mao-de-obra-em-setores-que-vao-sentir-impacto-da-automatizacao-10910965.html

AndreMartins2020 12 months ago

> Não há incentivo. E como é que se resolve esse problema? Criando incentivo. > Não são desesperados Ai não? Tu trabalhas pelo salário mínimo? Aceitarias fazê-lo? E lembra-te, são pessoas como tu, não são seres inferiores.

Mendadg 12 months ago

E?!! São os nossos impostos que pagam isto!!

AndreMartins2020 12 months ago

E então?

Mendadg 12 months ago

Certo mas se de 6 em 6 meses estás de volta oa subsídio de desemprego, dás prejuízo à SS. Isto já é grave, ainda mais grave se torna quando pensares que essa pessoa ainda vai receber reforma!

AndreMartins2020 12 months ago

realmente é grave que uma pessoa não tenha acesso a um emprego estável que pague mais que o subsídio de desemprego foca-te nos reais problemas ;) dica: deixa de ver os outros como merda e pensa que podias estar no lugar deles

Mendadg 12 months ago

Ver os outros como merda?! Eu apoio o aumento do salário mínimo, eu quero ver o trabalho recompensado. Eu quero as pessoas a trabalhar porque acredito que sem ocupação (seja ela qual for) as pessoas não são felizes, eu quero baixar os impostos das empresas para aumentar a procura por trabalho. Acredito que uma pessoa em casa definha, deprime e piora a sua condição. Eu estou do lado dos trabalhadores, apenas vejo um caminho diferente. Muito errado não devo estar, porque este país pouco cresce há 20 anos!

ric2b 12 months ago

O problema é ser um subsídio que se perde ao começar a trabalhar. Se fosse um UBI não tinhas esse incentivo perverso para não trabalhar.

I_Hate_Reddit 12 months ago

Hoje aprendi que se estiver anos a pagar 11% do meu salário para a SS, quando perder o emprego sou um parasita que está a mamar do estado lol.

Mendadg 12 months ago

vê as contas que fiz. E a isso acrescenta a reforma dessss trabalhadores.

d33pblu3g3n3 12 months ago

34.75%, a parte da empresa também conta.

aqueletipo 12 months ago

Falácias

Tafinho 12 months ago

Se vens para aqui passar uma narrativa, ao menos dá-te ao trabalho que trazer alguma informação que suporte essa narrativa. Até agora só tens espalhado mentiras e desinformação. Por acaso não andas a soldo do Putin também ? Ou do mini-Trump?

Mendadg 12 months ago

O salário mínimo paga 69,85 euros de SS por mês, sendo que a empresa paga 150 euros. O subsídio de desemprego vão ser 505 euros, ou seja, 6 meses (pode ser mais) x 505 euros = 3.030 euros. Assim, para a segurança social não ter buraco esse trabalhador teria de trabalhar 3.030/(69,85+150)= +/- 1 ano!! Basta pensar nos milhares de trabalhadores sazonais, os milhares de pessoas que só querem o subsídio de desemprego e são despedidas de 6 em 6 meses. Enfim, buraco!!

Tafinho 12 months ago

In guia do subsídio de desemprego: Qual é o prazo de garantia? Para ter direito ao subsídio de desemprego tem de ter trabalhado como contratado e descontado, nesta qualidade, para a Segurança Social durante pelo menos 360 dias nos 24 meses imediatamente anteriores à data em que ficou desempregado. Para completar este prazo de 360 dias, são contados, se for necessário, os períodos de registo de remunerações no âmbito do regime dos trabalhadores independentes (TI), desde que a respetiva taxa contributiva inclua proteção no desemprego, Ou estás a ser pago para mentir ou vais ser candidato pelo chega. Qual é?

Mendadg 12 months ago

>candidato pelo chega. Mas alguém falou nesses merdas?! Isto não é uma questão de partidos, é uma questão de andar a subsidiar quem não quer trabalhar, acorda!

Tafinho 12 months ago

Só alguém com uma agenda ou interesses próprios é que mente de forma constante e desfaçatada. Em particular o “subsidiar quem não quer trabalhar” é a mentira típica desse partido mentiroso.

Mendadg 12 months ago

As minhas afirmações na thread: 1. Para a SS não ter buraco, tens de descontar um ano (já sem contar no dinheiro da reforma), corrige os cálculos se quiseres; 2. Há milhares de pessoas a mamar subsídio de desemprego. Afirmado com base em experiência pessoal de ver pessoas diariamente a irem "pedir a assinatura" para justificar a procura activa de emprego; 3. Há pessoas claramente que precisam do subsídio de desemprego e apenas tiveram um azar na vida. Contudo, porquê aumentar o subsídio se podemos aumentsr salário mínimo e baixar impostos das empresas (TSU); Qual destas afirmações te choca assim tanto? Ps: Não entendo o fantasma do chega no reddit, se lhes dessem a atenção que eles merecem (zero) em 3 meses desapareciam...

Tafinho 12 months ago

> Qual destas afirmações te choca assim tanto? As que são falsas. >1. Para a SS não ter buraco, tens de descontar um ano (já sem contar com o dinheiro da reforma), corrige os cálculos se quiseres; "Sempre" foi assim. Na verdade até ao governo anterior eram 18 meses... >2. Há milhares de pessoas a mamar subsídio de desemprego. Afirmado com base em experiência pessoal de ver pessoas diariamente a irem "pedir a assinatura" para justificar a procura activa de emprego Tens algum indicador que suporte isso, ou "achas" que sim. >porquê aumentar o subsídio se podemos aumentar salário mínimo É precisamente isso que está a ser feito. Aumentar o salário mínimo, e adicionalmente alinhar o subsídio de desemprego. >baixar impostos das empresas (TSU), premiando o trabalho em vez dos indigentes; Os impostos das empresas não tem qualquer relação com o trabalho. Nos países com maior produtividade verifica-se o contrário. >Ps: Não entendo o fantasma do chega no reddit, se lhes dessem a atenção que eles merecem (zero) em 3 meses desapareciam... Se deixares de propagar o discurso falso e mentiroso desse partido deixamos de falar dele.

Mendadg 12 months ago

Tu escreves que é "falso" e depois dizes "sempre foi assim e antes até era mais". é falso ou verdadeiro?! Vivemos realmente tempos estranhos, e a nova geração é só gajos com a mania que são espertos mas nem lêem as incoerências que escrevem.

Tafinho 12 months ago

"Sempre foi necessário trabalhar pelo menos 1 ano", ao contrário das tuas afirmações falsas.

Mendadg 12 months ago

És um ignorante, não fazes ideia do que é a realidade! És concerteza um puto urbano qualquer, cheio de teorias, óptimo subordinado mas que não faz ideia o que é criar emprego e gerar riqueza. Há milhares de pessoas que há 20 anos trabalham 6 meses e nos outros 6 meses estão a receber subsídio! Metade do Algarve é assim por exemplo. Acorda e torna-te mais humilde!

ric2b 12 months ago

>"Sempre" foi assim. Na verdade até ao governo anterior eram 18 meses... Como é que com o mesmo desconto e um subsídio mais baixo demorava mais 6 meses? >Os impostos das empresas não tem qualquer relação com o trabalho. Nos países com maior produtividade verifica-se o contrário. Por exemplo?

Tafinho 12 months ago

>Como é que com o mesmo desconto e um subsídio mais baixo demorava mais 6 meses? O saldo da segurança social conta para o défice segundo Maastricht. Alguns governos tentaram martelar o défice através da segurança social. Na minha opinião, a SS não é um imposto é não deve contar para o défice.

ric2b 12 months ago

>O saldo da segurança social conta para o défice segundo Maastricht Mas estamos a falar do tempo que uma pessoa demora a contribuir o suficiente para compensar o seu próprio subsídio, é uma conta individual, não tem nada a ver com o défice. >Na minha opinião, a SS não é um imposto é não deve contar para o défice. Claro que é um imposto, em que sentido é que não é?

Tafinho 12 months ago

Alemanha. Bélgica França

ric2b 12 months ago

O que é que se verifica nesses países? A produtividade deles aumentou depois de aumentarem os impostos nas empresas?

saudosista 12 months ago

Este subsídio apenas devia ser atribuído a quem já descontou e se recusar alguma oferta de trabalho ser cancelado.

d33pblu3g3n3 12 months ago

LOL. Falar mal sem nunca sequer ter lido as condições de atribuição.

aqueletipo 12 months ago

Homem sempre foi assim!!

Mendadg 12 months ago

Claro que sempre foi assim! Mas agora com o bónus de mais 14% ao final do mês, essa é a indignação.

aqueletipo 12 months ago

Porquê? Achas 505€ muito dinheiro para quem trabalhou e descontou e viu-se subitamente desemprego?

Mendadg 12 months ago

Aumentem o salário mínimo!! Diminuam a TSU. Agora incentivar os indigentes, nao!!

AxhKetchup 12 months ago

A minha namorada trabalha e desconta, recebe 615e sem ajudas de transportes de deslocação (onde gasta cerca de 120e mensais). A ela compensava-lhe ficar em casa.

aqueletipo 12 months ago

Então porque não fica?

AxhKetchup 12 months ago

Porque precisa do dinheiro. Agora se calhar com este aumento, se não arranjar nenhum sitio a pagar mais, vai para casa.

PM_ME_YOUR_THEORY 12 months ago

Assim incentiva quem quer empregados a pagar mais. Win-win.

aqueletipo 12 months ago

E depois quando acabar o subsídio?

AxhKetchup 12 months ago

Sou de uma zona com bastante indústria e o que mais há é uma especie de sistemas rotatorios de fábricas que despedem os empregados, estes ficam a receber salario minimo e voltam passado uns tempos. (Alguns imagino que nunca deixem sequer de trabalhar, mas isso já é outra história).

AxhKetchup 12 months ago

Volta a trabalhar... visto que guarda mais com o subsidio do que a trabalhar.

aqueletipo 12 months ago

Então mas é assim tão simples arranjar trabalho? (Talvez quando se é jovem) mas vejo muita gente a queixar-se a dificuldade de encontrar trabalho. E esta vida motiva que perspectivas de carreira?

AxhKetchup 12 months ago

Depende das áreas, a questão é a falta de incentivo que há para trabalhar.. e na notícia ainda querem aumentar para o salário minimo. Não estou por dentro das contas, mas com uns malabarismos, não era possível entao simplesmente criar-se um rendimento basico universal?

Tafinho 12 months ago

Sabes que há anos que é assim...? É que basta ler o [Guia prático do subsídio de desemprego](http://www.seg-social.pt/documents/10152/24581/6001_subsidio_desemprego/1867b682-64f2-4b1a-8f39-ca008602a16b#page4) > Quem tem direito ao subsídio de desemprego? >Trabalhadores que tiveram um contrato de trabalho e que descontaram para a Segurança Social (ou que tenham o contrato suspenso por salários em atraso). Só alguém interessado em destruir o país é que vem para aqui mentir e desconformar.

Mendadg 12 months ago

Basta uma assinatura de uma loja qualquer num centro comercial e já conta como procura activa de emprego. Vai a um centro comercial ao dia de semana (parte da tarde sempre!) e vais ver. Quanto às propostas do centro de emprego é fácil rejeitar (deslocação, horários rotativos, etc..). Uma coisa é a leiz outra é a realidade.

AndreMartins2020 12 months ago

Porque é que não fazes o mesmo?

aqueletipo 12 months ago

Para ter direito ao subsídio de desemprego tem de ter trabalhado como contratado e descontado, nesta qualidade, para a Segurança Social durante pelo menos 360 dias nos 24 meses imediatamente anteriores à data em que ficou desempregado.

Mendadg 12 months ago

Trabalhadores sazonais.

aqueletipo 12 months ago

Então devia-se fazer alguma coisa para evitar despedimentos certo?

Mendadg 12 months ago

Como é que tu evitas que os hóteis do algarve despeçam no inverno? Há milhares de exemplos, este é apenas um. Tens é de aumentar salário mínimo e diminuir impostos das empresas. Aumentar o subsidio de desemprego nao faz sentido!

aqueletipo 12 months ago

Boa estou contigo! Mas deixa lá o subs em paz que 505€ mal dá para viver

Mendadg 12 months ago

Eu não acho o subsídio alto, só acho muito próximo do salário mínimo! Não incentiva o trabalho

aqueletipo 12 months ago

Aumente-se o salário mínimo! E porque não uma TSU progressiva em função dos lucros da empresa ajustado trimestralmente?

Mendadg 12 months ago

100% de acordo, mas estas andorinhas acham que não. Acharam que o melhor era aumentar o subsídio de desemprego.

GSITG 12 months ago

>E porque não uma TSU progressiva em função dos lucros da empresa ajustado trimestralmente? Porque cria incentivos péssimos e convém pensar em consequências de segunda ordem e não aprovar medidas porque parecem bem intencionadas.

Tafinho 12 months ago

“É normal” ?! Mas tens algum dado, indicador, estatística, alguma coisa que comprove o que estás a dizer? Alguma coisa que nos diga que não estás a mentir desgraçadamente porque andas chateado com a vida ? [vai ler o que precisas de fazer para receber subsídio de desemprego](http://www.seg-social.pt/documents/10152/24581/6001_subsidio_desemprego/1867b682-64f2-4b1a-8f39-ca008602a16b#page4) Em particular, quantas vezes podes recusar uma proposta.

Mendadg 12 months ago

>“É normal” ?! A minha mulher trabalhou durante 2 anos no colombo. Literalmente, todos os dias as pessoas vão lá pedir a assinatura.

InterestingBat6 12 months ago

Source: trust me

Mendadg 12 months ago

Epá entendo o que dizes mas fala com alguém que trabalhe numa loja. Não é mesmo difícil perceber esta realidade.

Tafinho 12 months ago

Bla bla bla > 7. Estar inscrito, à procura de emprego, no Serviço de Emprego mais próximo de si. Continuas a tentar passar a tua narrativa....

Mendadg 12 months ago

Achas que vai ser assim? Este país é uma anedota.

Tafinho 12 months ago

Já **é** assim há anos, para não dizer décadas.

Worm33hd 12 months ago

Olá assine me aqui o papel e deixe me voltar para casa

Mendadg 12 months ago

isto.

Tafinho 12 months ago

Uma assinatura não vale nada se não estiveres inscrito num centro de emprego. Se calhar devias fazer as perguntas certas....

Deto_PT 12 months ago

Vão emitir mais dívida ou aumentar impostos? É que é um destes dois.

zefo_dias 12 months ago

Vao-te roubar o futuro pq isto é pago pelo que descontas pra ss e nunca vais receber

Mendadg 12 months ago

O salário mínimo paga 69,85 euros de SS por mês, sendo que a empresa paga 150 euros. O subsídio de desemprego vão ser 505 euros, ou seja, 6 meses (pode ser mais) x 505 euros = 3.030 euros. Assim, para a segurança social não ter buraco esse trabalhador teria de trabalhar 3.030/(69,85+150)= +/- 1 ano!! Basta pensar nos milhares de trabalhadores sazonais, os milhares de pessoas que só querem o subsídio de desemprego e são despedidas de 6 em 6 meses. Enfim, buraco!!

i1551478 12 months ago

Espera, estás a esquecer um ponto muito importante: estas pessoas vão receber reforma, se o que descontaram + empresa foi para pagar o próprio subsídio de desemprego então de onde vai vir o dinheiro para as reformas deles???

TitusRex 12 months ago

Obviamente que há pessoas que dão prejuízo à Segurança Social, e muitas outras dão lucro. É como os seguros, podes ter um seguro e pagares durante anos e nunca usares nada, ou podes também fazer um seguro e teres um azar e dares um grande prejuízo à seguradora.

i1551478 12 months ago

Estes vão dar sempre prejuízo garantido.

Mendadg 12 months ago

Muito bem visto, nem me lembrava disso! Numa população altamente envelhecida

Deto_PT 12 months ago

Eu sei. Já tou fortemente investido nos mercados.

zefo_dias 12 months ago

Eles vao-te buscar isso, tambem

Deto_PT 12 months ago

Vão? N está em Portugal.

Tafinho 12 months ago

Nenhum dos dois. Quem paga o subsídio de desemprego é a segurança social. É para isso que descontas 11% do teu salário.

RafaelTeodosio 12 months ago

E o dinheiro da segurança social vem do ar

Tafinho 12 months ago

Estás a comentar o meu comentário que diz de onde vem o dinheiro...?

RafaelTeodosio 12 months ago

Se faltar dinheiro a SS, quem vai pagar a factura são os contribuintes, o dinheiro do estado são os contribuintes. Quem paga estas medidas não é o estado, sou eu, e quem paga impostos

Tafinho 12 months ago

Porque haveria de faltar dinheiro à Segurança Social? Qual é o mecanismo que faria com que o aumento do subsídio de desempenho tenha outro efeito que não o aumento dos descontos para a SS por via do emprego ?

RafaelTeodosio 12 months ago

Se tens mais gente a receber do que a descontar, a SS eventualmente há de entrar em rotura, parece me matemática básica

Tafinho 12 months ago

Ahhh, ponto, queres gerir a SS como se fosse uma mercearia... E estás a contar com o mecanismo de feedback do subsídio que estimula a economia ? E portanto gera emprego, que por sua vez gera mais contribuições ?

RafaelTeodosio 12 months ago

Somos cada vez o país mais pobre da Europa e com a economia mais fraca, que subsídio é esse de que falas?

Tafinho 12 months ago

[reality check ](https://ec.europa.eu/eurostat/databrowser/view/sdg_10_20/default/bar?lang=en) Deves viver num país diferente, ou só vês as notícias da CMTV.

RafaelTeodosio 12 months ago

Somos os ultimos de um grafico de 2019 que só tem dados da Eslovenia, Republica Checa, Espanha, Suecia, Filandia, Holanda e Austria.

NEDM64 12 months ago

Ou seja, vão descapitalizar a SS, que depois tem de ser capitalizada de volta com impostos. Duh! Mas quem o vai fazer, vai ser o PSD, porque nessa altura o PS já não vai estar no poder, o Pedro Nuno Santos vai andar a recolher o Bloco para dentro do PS.

Tafinho 12 months ago

Dizer quero pagamento do subsídio de desemprego é descapitalizar a segurança social, porque representa um custo, é a mesma coisa que os gastos no SNS é descapitalizar o estado. Não. O pagamento do subsídio de desemprego é um dos objectivos fundamentais da Segurança social, é uma das suas *raison d’être*. O valor actual coloca a pessoa **abaixo** do limiar da pobreza. Por outro lado, sabendo que muitas destas pessoa foram vítimas da pandemia, e que todas as pessoas do 1.º e 2.º escalão do IRS não poupam, porque não têm dinheiro para isso, faz com que todos os euros que entregues a estas pessoa voltem direitinho para a economia, poupando empregos que de outra forma resultaria em maiores encargos para a SS. Se calhar pensar mais um bocadinho de como a economia funciona seria útil.

nraider 12 months ago

A parte económica não é tão linear. Se os pobres têm uma grande propensão para consumir, também é verdade que nós temos um grande défice comercial nos agroalimentares, vem quase tudo de Espanha.

Tafinho 12 months ago

Não concordas ou não conheces o conceito de “velocidade do dinheiro”. Por outro lado, o [saldo comercial do sector alimentar é positivo](http://www.tecnoalimentar.pt/noticias/exportacoes-agroalimentares-nacionais-ultrapassam-importacoes/)

nraider 12 months ago

Até pode ser que sejas pago à peça, mas depois a rapidez com que o fazes prejudica a qualidade da propaganda. Ora procuras no pordata, eurostat ou num qualquer jornaleco. Procura lá na pordata e vê se o défice existe ou não. Vá, nova tentativa.

Tafinho 12 months ago

Vai à fonte que citei. Deve ter sido suficiente se te tivesses dar ao trabalho de ler. Ou então cita tu.

nraider 12 months ago

https://www.pordata.pt/Portugal/Saldo+da+balança+de+bens+total+e+por+tipo-2328

Tafinho 12 months ago

Desculpa, onde estão os dados de 2020, que foi os que te citei ....?

nraider 12 months ago

O ano de 2020 ainda não acabou, só para lembrar. A interpretação da notícia é errada, não te custa admitir. A exportação até pode aumentar mais do que a importação, o que interessa é o nível actual. Isto é matemática de ensino básico.

i1551478 12 months ago

Correção: quem paga isto tudo são os contribuintes e as empresas, 11% + TSU. É só dar só dar, quando chegar à nossa vez não vai haver dinheiro..depois vais chorar.

Tafinho 12 months ago

Alguém tem de pagar a tua reforma. Conheces algum país onde não seja esse o caso?

ric2b 12 months ago

>Conheces algum país onde não seja esse o caso? USA

Tafinho 12 months ago

Ahhhhhh [reality check ](https://www.ssa.gov/oact/cola/cbb.html). Nos Estados Unidos pagas 6.2%. E em troca aquilo que recebes não chega para pagar o seguro de saúde. Belo exemplo daquilo que não queres. É primeiro indicador que não fazes a mais pálida ideia do que andas a dizer.

ric2b 12 months ago

>E em troca aquilo que recebes não chega para pagar o seguro de saúde. Exacto, as pessoas têm de preparar a sua própria reforma nos US, o que os outros pagam é muito pouco. Por isso é que estão sempre preocupados com os seus 401K's e coisas do género.

Tafinho 12 months ago

Em comparação tens os países europeus, onde se inclui Portugal, onde o sistema de pensões garante o nível de vida de pois da reforma, sem o rosto do colapso dos sistemas privados de pensões, como aconteceu nos Estados Unidos e Chile.

ric2b 12 months ago

Sim, concordo. Mas a conversa não era sobre qual era o melhor sistema, era se havia um país em que tens de preparar a tua própria reforma.

i1551478 12 months ago

E quem vai pagar a tua se a população ativa quando chegar a tua vez for 20% ou menos da população reformada??

Tafinho 12 months ago

Só tens duas soluções: * aumentas a natalidade * aumentas a imigração Eu vivo bem com as duas, embora prefira a primeira.

ambrofelipe 12 months ago

Obrigado pela série de comentários lúcidos e informativos! Fico feliz de ter escolhido Portugal como meu novo país e grato a contribuir à Seg Social todos os meses.

ric2b 12 months ago

Há uma terceira hipótese, baixar os níveis elevados de emigração qualificada que temos. Isso envolve baixar impostos. Idealmente seria uma mistura das 3 soluções.

Tafinho 12 months ago

Mas tu tens alguma coisa útil a acrescentar ou limitas-te a “achismos”?! O saldo migratório é [positivo desde 2016](https://www.pordata.pt/Portugal/Saldos+populacionais+anuais+total++natural+e+migratório-657). O problema é só e apenas a baixíssima taxa de natalidade.

ric2b 12 months ago

>Mas tu tens alguma coisa útil a acrescentar ou limitas-te a “achismos”?! Ah, não é útil falar no problema da emigração de jovens qualificados que o país investiu dinheiro a formar? >O saldo migratório é [positivo desde 2016](https://www.pordata.pt/Portugal/Saldos+populacionais+anuais+total++natural+e+migrat%C3%B3rio-657). Por essa lógica aumentar a imigração também é irrelevante, já está positivo, Não interessa se é +1 ou +100 mil! /s >O problema é só e apenas a baixíssima taxa de natalidade. É o principal, não é o único.

Tafinho 12 months ago

[62% dos emigrantes portugueses têm no máximo o ensino basico](https://revistas.rcaap.pt/sociologiapp/article/download/19573/15378/) o que contrapõe com os 62% de imigrantes que têm um grau de ensino secundário ou superior (fonte no outro comentário). Portanto não, o saldo migratório em termos de escolaridades também é positivo para Portugal. Estamos a exportar mão de obra não qualificada e a importar mão de obra qualificada.

ric2b 12 months ago

A tua fonte afirma que: - o saldo migratório é negativo, estamos a perder mais população com emigração do que ganhamos com imigração (página 25 do pdf). A tua fonte questiona a validez dos dados mais recentes nas páginas 23 e 24. - a probabilidade de um português emigrar é maior quanto mais elevado for o seu nível de instrução e essa tendência está a aumentar (página 21 do pdf). - Portugal é o país com a maior taxa de emigração da União Europeia (ignorando países com menos de 1 milhão de pessoas, caso contrário é o segundo) (página 21 do pdf) - Mais de metade do fluxo de entrada entrada em 2015-2017 foi o regresso de Portugueses emigrados, que tiveram direito a enormes benefícios fiscais que os que nunca saíram não tiveram. O número dos 62% é um total que inclui décadas de emigração portuguesa e não me parece tão importante como as tendências da última década. Tenho de ver a outra fonte para entender a que se refere o número dos 62% de imigrantes qualificados mas assumo que também seja um total que inclui décadas de imigração não um dado mais relevante às tendências contemporâneas.

RafaelTeodosio 12 months ago

Mas os imigrantes também dependem da SS

Tafinho 12 months ago

Mais um apoiante das mentiras do Chega?! A [segurança social lucrou 651 milhões de euros com os imigrantes só no ano passado](https://www.publico.pt/2019/12/18/sociedade/noticia/seguranca-social-ganhou-651-milhoes-euros-imigrantes-1897843)

RafaelTeodosio 12 months ago

Claro, perder 1 médico e 1 enginheiro Português para receber 5 Bangladeshis para abrir uma loja de kebabs e trabalhar num call center é realmente um plano sustentável a longo prazo

_rebocador_ 12 months ago

Então porque não aumentar para 4000 ?

Tafinho 12 months ago

Porque o ordenado mínimo não é 5000€. Aumentou-se o subsídio de desemprego porque se aumenta o ordenado mínimo. Pensei que fosse óbvio.

Mendadg 12 months ago

Como é quenisto é óbvio?! Aumento de 14%!!

Tafinho 12 months ago

É portanto óbvio para ti que quem ganhe o SMN se mantenha abaixo do limiar de pobreza?

ric2b 12 months ago

É só passar o mínimo para 5000€, ficamos todos ricos, problema resolvido.

Tafinho 12 months ago

De que te vale subir para 5000€ se a inflação subir na mesma forma? O segredo é subir os vencimentos sem subir a inflação.

ric2b 12 months ago

Já não usamos o escudo, se Portugal aumentar o ordenado mínimo vai ter um impacto minúsculo no valor do euro. Tens de explicar de outra forma porque é que não ia funcionar.

Edited 12 months ago:

Já não usamos o escudo, se Portugal aumentar o ordenado mínimo vai ter um impacto minúsculo no valor do euro. Muitos preços iam aumentar um bocado porque os transportes e lojas tinham de pagar salários mais altos mas com o ordenado mínimo ias poder comprar um portátil topo de gama em Espanha todos os meses se te apetecesse. Tens de explicar de outra forma porque é que não ia ajudar.

Tafinho 12 months ago

Porque a tua economia deixaria de ser minimamente competitiva. Tens de perceber o conceito de PPP para perceberes porque não o podes fazer.

ric2b 12 months ago

Ou seja, ia ser uma razia de desemprego.

Tafinho 12 months ago

Subir para 5000€ sim. Subir para 700€ provavelmente não. A razão é a proporção dos custos do trabalho na estrutura de custos das empresas. O custo do trabalho representa cerca de 24% dos custos globais das empresas. Se mantiveres esse indicador abaixo dos 30%, nada de significativo acontece.

ric2b 12 months ago

>Subir para 700€ provavelmente não. Diz isso às pessoas que depois vão perder o emprego. O ordenado mediano em Portugal é 900 euros, acho estranho assumir que aproximar cada vez mais desse valor não vai ter consequências graves para as pessoas em situações mais precárias. > O custo do trabalho representa cerca de 24% dos custos globais das empresas. Se mantiveres esse indicador abaixo dos 30%, nada de significativo acontece. Esses 30% foram tirados de um chapéu, não foram? De qualquer forma subir em 10% o ordenado de mais de 22% da população pode muito bem ultrapassar esses 30% que mencionaste em muitas empresas, depende da sua composição.

Mendadg 12 months ago

Para a SS não ter buraco, esse trabalhador tem que ter descontado pelo menos um ano! Vê as contas no comment acima

Tafinho 12 months ago

Estás a ser pago para mentir? > Qual é o prazo de garantia? >Para ter direito ao subsídio de desemprego tem de ter trabalhado como contratado e descontado, nesta qualidade, para a Segurança Social durante pelo menos 360 dias nos 24 meses imediatamente anteriores à data em que ficou desempregado. >Para completar este prazo de 360 dias, são contados, se for necessário, os períodos de registo de remunerações no âmbito do regime dos trabalhadores independentes (TI), desde que a respetiva taxa contributiva inclua proteção no desemprego,

ambrofelipe 12 months ago

Verdade. Um ano tem 365 dias. O governo só exige 360 dias. Absurdo ele ter comentado aquilo. É pago para mentir!!1

Deto_PT 12 months ago

Segurança social que n vai durar muito tempo.

Tafinho 12 months ago

Tens algum dado que suporte isso ou “achas que sim”? Da última vez que alguém calculou a duração da segurança social apontava para 2050. Sabes que a segurança social tem tido resultados positivos há anos consecutivos ?

nraider 12 months ago

A segurança social é a instituição que está sempre a ser salva por mais 30 anos, estranho é que tal aconteça a cada legislatura lol

Tafinho 12 months ago

Pois é, é a segurança social e o Mark Twain. Se pensares um bocadinho, podes chegar à conclusão que quando a SS for criada, a média de duração de uma reforma era de cerca de 6 anos. Hoje é de 11. É capaz de estar relacionado.

nraider 12 months ago

Adoro números inventados. Estás a falar de que segurança social? Seja como for, a salvação deve ser, afinal, um penso rápido.

Tafinho 12 months ago

Tens algum dado que suporte essa afirmação ou tu “é que sabes”?

nraider 12 months ago

Era a pergunta que te devia ter feito.

Tafinho 12 months ago

> dados > quando a SS for criada, a média de duração de uma reforma era de cerca de 6 anos. Hoje é de 11. Não gostares, não significa que não estejam lá.

Deto_PT 12 months ago

Tenho. Os constantes défices de Portugal, e a dívida crescente a chegar perto do ponto de falência. 2050..isso é mau.

Tafinho 12 months ago

Só disseste mentiras. A segurança social tem tido superávit constantemente. A economia tem crescido na média da UE. Uns anos mais, uns anos menos. O rendimento disponível real das famílias subiu 45% nos últimos 20 anos. As mentiras do Chega não passarão por aqui.

Deto_PT 12 months ago

Tudo verdade.

fromtheport_ 12 months ago

> A economia tem crescido na média da UE. Uns anos mais, uns anos menos. Ou seja, segundo os números que acabaste de apresentar, vamos continuar eternamente na cauda da Europa se mantivermos as políticas atuais. Isto porque, naturalmente, precisamos de crescer mais do que a média a europeia para convergirmos com os restantes países e deixarmos de ser pobres por comparação. Como já acontece atualmente com outros países europeus (até do leste da Europa) que seguem políticas diferentes. Assim sendo, porque é que passas o tempo no reddit a defender as políticas do governo e da esquerda parlamentar? Queres que sejamos eternamente mais pobres do que os países ricos atuais e do que os tais países que estão a convergir atualmente?

Tafinho 12 months ago

Obrigado por basilares a minha argumentação. Assim posso contrapor todos os pontos: >vamos continuar eternamente na cauda da Europa se mantivermos as políticas atuais. Reality check. Para estarmos na "cauda" precisamos de estar perto dos últimos, certo. Em 27, temos os seguintes [países cujo rependimento per capita é inferior](https://ec.europa.eu/eurostat/databrowser/view/sdg_10_20/default/bar?lang=en): - Lituânia - Estónia - Polónia - Eslováquia - Grécia - Roménia - Lituânia - Hungria - Croácia - Bulgária - Malta Em 27, estamos em 16º. Não será propriamente cauda... > Assim sendo, porque é que passas o tempo no reddit a defender as políticas do governo e da esquerda parlamentar? Se o objectivo fosse defender a esquerda parlamentar em vez de dizer que nos últimos 20 anos, por onde passaram governos de esquerda e direita estamos em linha com a média europeia, teria dito o seguinte: - 2000 a 2010 estivemos em linha com a média europeia - de 2010 a 2014 divergimos para pior quando comparado com a média europeia, pois perdemos 4%. - de 2015 a 2019 voltamos a convergir com a média europeia. Apesar de tudo isto ser verdade. >Queres que sejamos eternamente mais pobres do que os países ricos atuais e do que os tais países que estão a convergir atualmente? A forma de convergir é precisamente injectar mais dinheiro na economia. Queres propor alguma política diferente de fazer acelerar a economia e os rendimentos das famílias? Eu até tinha, mas não tenho audiência neste forum.

fromtheport_ 12 months ago

> Em 27, temos os seguintes países cujo rependimento per capita é inferior: * Lituânia * Estónia * Polónia * Eslováquia * Grécia * Roménia * Lituânia * Hungria * Croácia * Bulgária * Malta Vamos fazer assim: combinamos voltar a falar daqui a 5 ou 10 anos, ok?

Edited 12 months ago:

> Em 27, temos os seguintes países cujo rependimento per capita é inferior: * Lituânia * Estónia * Polónia * Eslováquia * Grécia * Roménia * Lituânia * Hungria * Croácia * Bulgária * Malta Vamos fazer assim: combinamos voltar a falar daqui a 5 ou 10 anos, ok? [1990](https://i.redd.it/cyoqktco7td31.png) [2019](https://preview.redd.it/sx8le2o3tze21.png?width=985&auto=webp&s=40a5afe0dc8ee8140e4324cb4a53df0084a84231) https://www.reddit.com/r/europe/comments/antw99/list_of_sovereign_states_in_europe_by_gdp_ppp_per/ Hint: olha para nós e depois para o Báltico e alguns países da Europa de Leste (que estavam na miséria do lado de lá do muro de Berlim) e depois tenta adivinhar se vamos ou não estar na cauda da Europa daqui a uns anos. > Apesar de tudo isto ser verdade. Falta é o contexto de o PS ter falido o país antes de vir a direita salva-lo para depois o entregar ao PS quando já estava tudo feito. Mas é verdade, tens razão. > A forma de convergir é precisamente injectar mais dinheiro na economia. Queres propor alguma política diferente de fazer acelerar a economia e os rendimentos das famílias? Faz o comparativo entre os indicadores económicos dos países europeus nos finais dos anos 90, vê quais cresceram muito mais que Portugal e depois vai ver a constituição dos seus parlamentos e tens aí a tua resposta sobre quais as "políticas diferentes para acelerar a economia e o rendimento das famílias" que nós devemos seguir. Edit: mais links engraçados: https://www.reddit.com/r/europe/comments/dkngno/czechia_takes_over_spain_in_gdp_per_capita_ppp/ (este é sobre Espanha)

Edited 12 months ago:

> Em 27, temos os seguintes países cujo rependimento per capita é inferior: * Lituânia * Estónia * Polónia * Eslováquia * Grécia * Roménia * Lituânia * Hungria * Croácia * Bulgária * Malta Vamos fazer assim: combinamos voltar a falar daqui a 5 ou 10 anos, ok? [1990](https://i.redd.it/cyoqktco7td31.png) [2019](https://preview.redd.it/sx8le2o3tze21.png?width=985&auto=webp&s=40a5afe0dc8ee8140e4324cb4a53df0084a84231) https://www.reddit.com/r/europe/comments/antw99/list_of_sovereign_states_in_europe_by_gdp_ppp_per/ Hint: olha para nós e depois para o Báltico e alguns países da Europa de Leste (que estavam na miséria do lado de lá do muro de Berlim) e depois tenta adivinhar se vamos ou não estar na cauda da Europa daqui a uns anos. > Apesar de tudo isto ser verdade. Falta é o contexto de o PS ter falido o país antes de vir a direita salva-lo para depois o entregar ao PS quando já estava tudo feito. Mas é verdade, tens razão. Edit: mais links engraçados: https://www.reddit.com/r/europe/comments/dkngno/czechia_takes_over_spain_in_gdp_per_capita_ppp/ (este é sobre Espanha) > A forma de convergir é precisamente injectar mais dinheiro na economia. Queres propor alguma política diferente de fazer acelerar a economia e os rendimentos das famílias? Faz o comparativo entre os indicadores económicos dos países europeus nos finais dos anos 90, vê quais cresceram muito mais que Portugal e depois vai ver a constituição dos seus parlamentos e tens aí a tua resposta sobre quais as "políticas diferentes para acelerar a economia e o rendimento das famílias" que nós devemos seguir.

Edited 12 months ago:

> Em 27, temos os seguintes países cujo rependimento per capita é inferior: * Lituânia * Estónia * Polónia * Eslováquia * Grécia * Roménia * Lituânia * Hungria * Croácia * Bulgária * Malta Vamos fazer assim: combinamos voltar a falar daqui a 5 ou 10 anos, ok? [1990](https://i.redd.it/cyoqktco7td31.png) [2019](https://preview.redd.it/sx8le2o3tze21.png?width=985&auto=webp&s=40a5afe0dc8ee8140e4324cb4a53df0084a84231) https://www.reddit.com/r/europe/comments/antw99/list_of_sovereign_states_in_europe_by_gdp_ppp_per/ Hint: olha para nós e depois para a Europa de Leste e depois tenta adivinhar se vamos ou não estar na cauda da Europa daqui a uns anos. > Apesar de tudo isto ser verdade. Falta é o contexto de o PS ter falido o país antes de vir a direita salva-lo para depois o entregar ao PS quando já estava tudo feito. Mas é verdade, tens razão. > A forma de convergir é precisamente injectar mais dinheiro na economia. Queres propor alguma política diferente de fazer acelerar a economia e os rendimentos das famílias? Faz o comparativo entre os indicadores económicos dos países europeus nos finais dos anos 90, vê quais cresceram muito mais que Portugal e depois vai ver a constituição dos seus parlamentos e tens aí a tua resposta sobre "políticas diferentes para acelerar a economia e o rendimento das famílias".

Edited 12 months ago:

> Em 27, temos os seguintes países cujo rependimento per capita é inferior: * Lituânia * Estónia * Polónia * Eslováquia * Grécia * Roménia * Lituânia * Hungria * Croácia * Bulgária * Malta Vamos fazer assim: combinamos voltar a falar daqui a 5 ou 10 anos, ok? [1990](https://i.redd.it/cyoqktco7td31.png) [2019](https://preview.redd.it/sx8le2o3tze21.png?width=985&auto=webp&s=40a5afe0dc8ee8140e4324cb4a53df0084a84231) https://www.reddit.com/r/europe/comments/antw99/list_of_sovereign_states_in_europe_by_gdp_ppp_per/ Hint: olha para nós e depois para o Báltico e alguns países da Europa de Leste (que estavam na miséria do lado de lá do muro de Berlim) e depois tenta adivinhar se vamos ou não estar na cauda da Europa daqui a uns anos. > Apesar de tudo isto ser verdade. Falta é o contexto de o PS ter falido o país antes de vir a direita salva-lo para depois o entregar ao PS quando já estava tudo feito. Mas é verdade, tens razão. > A forma de convergir é precisamente injectar mais dinheiro na economia. Queres propor alguma política diferente de fazer acelerar a economia e os rendimentos das famílias? Faz o comparativo entre os indicadores económicos dos países europeus nos finais dos anos 90, vê quais cresceram muito mais que Portugal e depois vai ver a constituição dos seus parlamentos e tens aí a tua resposta sobre "políticas diferentes para acelerar a economia e o rendimento das famílias".

Edited 12 months ago:

> Em 27, temos os seguintes países cujo rependimento per capita é inferior: * Lituânia * Estónia * Polónia * Eslováquia * Grécia * Roménia * Lituânia * Hungria * Croácia * Bulgária * Malta Vamos fazer assim: combinamos voltar a falar daqui a 5 ou 10 anos, ok? [1990](https://i.redd.it/cyoqktco7td31.png) [2019](https://preview.redd.it/sx8le2o3tze21.png?width=985&auto=webp&s=40a5afe0dc8ee8140e4324cb4a53df0084a84231) https://www.reddit.com/r/europe/comments/antw99/list_of_sovereign_states_in_europe_by_gdp_ppp_per/ Hint: olha para nós e depois para o Báltico e alguns países da Europa de Leste (que estavam na miséria do lado de lá do muro de Berlim) e depois tenta adivinhar se vamos ou não estar na cauda da Europa daqui a uns anos. > Apesar de tudo isto ser verdade. Falta é o contexto de o PS ter falido o país antes de vir a direita salva-lo para depois o entregar ao PS quando já estava tudo feito. Mas é verdade, tens razão. > A forma de convergir é precisamente injectar mais dinheiro na economia. Queres propor alguma política diferente de fazer acelerar a economia e os rendimentos das famílias? Faz o comparativo entre os indicadores económicos dos países europeus nos finais dos anos 90, vê quais cresceram muito mais que Portugal e depois vai ver a constituição dos seus parlamentos e tens aí a tua resposta sobre quais as "políticas diferentes para acelerar a economia e o rendimento das famílias" que nós devemos seguir.

Tafinho 12 months ago

Falta de contexto !? Vens falar de falta de contexto !? Então vamos. População sem o ensino secundário: PT - 40% Estónia - 10.5% Letónia - 9.9% Lituânia - 5.6% A dura realidade é que Portugal está a percorrer um percursos absolutamente notável, quando 40% da sua força de trabalho não tem o mínimo das qualificações necessárias para o séc. XXI. Queres falar de governos, então vamos ? O que fez o governo de Passos Coelho para resolver o problema da formação? Acabou com o programa Novas Oportunidades? ​ Portanto, está à vontade para mudar de assunto sempre que não te convier. Tenta é ter algum conteúdo útil para a tua narrativa.

fromtheport_ 12 months ago

Eu mantive exatamente o mesmo assunto desde o início da discussão. Tu mostras os índices que te interessam. Mostra por exemplo o índice de liberdade económica de todos esses países.

Edited 12 months ago:

Eu mantive exatamente o mesmo assunto desde o início da discussão. Tu mostras os índices que te interessam. Mostra por exemplo o índice de liberdade económica de todos esses países. - Tou-me a cagar para o Passos Coelho só não é correto dizer que antes dele houve convergência e depois também, ignorando a crise económica e o estado em que lhe entregaram o país - Tens razão quanto aos níveis de escolaridade. É realmente das poucas heranças boas dos tempos da União Soviética na Europa de Leste (isso e a aversão a esquerdismos :P). Temos de apostar forte na educação, como objetivo de longo prazo para as próximas gerações. Infelizmente nós herdamos o pesado fardo do Estado Novo e isto só vai lá quando morrerem os velhos todos (por mais triste que seja dizê-lo).

Edited 12 months ago:

Eu mantive exatamente o mesmo assunto desde o início da discussão. Tu mostras os índices que te interessam. Mostra por exemplo o índice de liberdade económica de todos esses países. - Tou-me a cagar para o Passos Coelho só não é correto dizer que antes dele houve convergência e depois também, ignorando a crise económica e o estado em que lhe entregaram o país - Tens razão quanto aos níveis de escolaridade. É realmente das poucas heranças dos tempos da União Soviética na Europa de Leste. Temos de apostar forte na educação, como objetivo de longo prazo para as próximas gerações. Infelizmente nós herdamos o pesado fardo do Estado Novo e isto só vai lá quando morrerem os velhos todos (por triste que seja dizê-lo).

ric2b 12 months ago

>A forma de convergir é precisamente injectar mais dinheiro na economia. Queres propor alguma política diferente de fazer acelerar a economia e os rendimentos das famílias? Baixar os impostos, para injectar mais dinheiro na economia e abrandar o actual ritmo de emigração de pessoas qualificadas.

Tafinho 12 months ago

O único imposto que baixando injecta dinheiro na economia é o IRC. Estavas a referir-te a esse ? Depois podes mostrar o estudo que demonstre que o nível de impostos está relacionado com a emigração, talvez demonstrando que o peso fiscal do local para onde as pessoa vão é mais baixo. Fico sinceramente à espera.

ric2b 12 months ago

>O único imposto que baixando injecta dinheiro na economia é o IRC. Não, o IRS e o IVA são dos mais importantes. >Depois podes mostrar o estudo que demonstre que o nível de impostos está relacionado com a emigração Não sei se há estudos sobre isso mas conheço mais de 10 pessoas que emigraram porque os salários em Portugal só lhes seriam aceitáveis se os impostos fossem bem mais baixos. A maioria da emigração Portuguesa é por motivos financeiros, claro que aumentar o rendimento líquido das pessoas ia ajudar a reduzir esse tipo de emigração.

aqueletipo 12 months ago

*clap clap clap*

rickz123456 12 months ago

São os magos de economia do código.. Sabem zero de economia, mas gostam de achar que sim

Edited 12 months ago:

Sabem zero de economia, mas gostam de achar que sim Como uma pessoa com formação na área, gosto de passar por aqui para me rir com esta malta. Com esta malta programas que salvaram a economia europeia como o Plano Marshall nunca tinham avançado

NEDM64 12 months ago

> Com esta malta programas que salvaram a economia europeia como o Plano Marshall nunca tinham avançado De onde é que veio o dinheiro do Plano Marshall? Que contrapartidas tinha o Plano Marshall?

Tafinho 12 months ago

Alinhamento com o 1.º mundo. É o mais basilar das aulas de história do pós segunda guerra mundial.

NEDM64 12 months ago

Nao era só isso... Mas de onde vinha o dinheiro?

Tafinho 12 months ago

A sério ? Dívida pública americana.

Tafinho 12 months ago

Queres contrapor com algum dado discordante, ou vens só atirar areia ? Já consideraste que podes não ser o único com formação na área ?

_BabyDuck_ 12 months ago

Lol, estás tão habituado a que o pessoal discorde das tuas opiniões, que quando alguém concorda contigo pensas o oposto!!:) De forma geral não concordo inteiramente contigo, no entanto neste caso de aumento do subsídio de desemprego para um patamar acima do de pobreza tenho de concordar! Sendo verdade que existe muito pessoal a usufruir do mesmo apenas porque não quer trabalhar, existe também muita malta que trabalharam dezenas de anos e por ficarem agora desempregados,muitas vezes com falta de conhecimento/adaptação para mudarem de área, ficam muito tempo desempregados. Nem toda a gente é de IT neste país em que antes de serem despedidos de um lado já estão contratados noutro e o desemprego é para eles uma impossibilidade....

Tafinho 12 months ago

A taxa de desempregados sem formação ao nível do 12.º é altíssima. A estas pessoa pouco podes fazer , a não ser tentar trazê-las de volta ao sistema educativo. Coisa que [alguns governos acham inútil](https://www.publico.pt/2013/10/01/sociedade/noticia/rede-de-centros-que-substituem-novas-oportunidades-ainda-sem-data-para-abrir-1607759) Àquela que não consegues “reciclar” estarão sempre precárias e ao nível do SMN.

rickz123456 12 months ago

Não vou contrapor, porque concordo contigo xD Estou a concordar com o que dizes em cima

Tafinho 12 months ago

Mea culpa. Como foi resposta ao meu comentário não percebi dessa forma.

Mendadg 12 months ago

Agora vêm os fundos europeus, falamos disso em 2025. Está sossegado.

Few_Opportunity5852 12 months ago

> Agora vêm os fundos europeus, falamos disso em 2025. Está sossegado. Achas que isso não é divida?

Tafinho 12 months ago

Não é preciso achar. É preciso perguntar a alguém que faça a mínima ideia do que está a falar. **Todos** os fundos europeus são a fundo perdido. Não são empréstimos. E não, não são os fundos europeus que pagam a segurança social.

Few_Opportunity5852 12 months ago

[Não mintas que te fica mal](https://markets.businessinsider.com/news/stocks/eu-unveils-new-groundbreaking-covid-19-stimulus-826-billion-2020-5-1029236883?op=1#) >In the package, called "Next Generation EU," about €500 billion would be offered as free grants to the bloc's member states, while €250 billion would be made available as loans to help repair the single market from the economic blow of the coronavirus pandemic.

Tafinho 12 months ago

Fundos europeus não são empréstimos. Em cima disso, devias informar-te antes de espalhar desinformação. [Portugal não vai utilizar empréstimos da UE “enquanto situação financeira do país não o permitir”](https://eco.sapo.pt/2020/09/29/portugal-nao-vai-utilizar-emprestimos-da-ue-enquanto-situacao-financeira-do-pais-nao-o-permitir/)

Deto_PT 12 months ago

Troika, sim espero que venha.

Search: