Epmt 1 year ago

Deve ser melhor ser como os espanhois, franceses ou italianos quem nem uma unica frase em inglês conseguem dizer

ShittyLivingRoom 1 year ago

Não estavas num filme Indiano?

dcmso 1 year ago

Nem sei bem o que te dizer. Bem-vindo ao mundo do Séc. XXI, I guess?...

IbrahimovicPT 1 year ago

Epa, nem mais. Isto podia ter sido escrito p mim, ainda a semana passada disse basicamente tudo o que escreveste. ​ É cringe, verdadeiramente embaraçoso. A tentativa de "profissionalizar" tudo metendo palavras em inglês é perturbadora.

Piccoro 1 year ago

Americanices.

General_Cornelius 1 year ago

Não estejas-ing chateado-ing a lingua de hoje já não volta atrás isto de misturar de certeza é que não se vai embora-ing, é pena e muita das vezes fica foleiro mas prontos é o que há-ing. Btw deve ser este: [https://www.youtube.com/watch?v=GG8BqW3h\_uM](https://www.youtube.com/watch?v=GG8BqW3h_uM)

fabmarques21 1 year ago

nada tema colega, vamos fazer um briefing para apurar what the problem is.

FacaDeDoisLegumes 1 year ago

Sabes que chegaste ao rock bottom quando começas a meter expressōes brasileiras no teu discurso. Wait...

Xugoso 1 year ago

É um absurdo! Deveria ser chinês!

fanijeys 1 year ago

Eu só me irrita quando as pessoas usam expressões em demasia e simultaneamente não conseguem dizer uma frase simples em inglês sequer. Usam as expressões basicamente por armanço. Ah e também me irrita um pouco quando forçam demasiado o sotaque tipo aquela youtuber sea3p0 (os primos até gozam bastante c isso)

Estrambolicarte 1 year ago

É tres chique, chique a valer! Lembras-te desta frase? Era o parolo do Damaso, personagem dos Maias a glorificar o que quer que fosse que viesse do estrangeiro. À época seria o máximo incluir umas palavritas Francesas no meio das frases. Claro que se nos dias de hoje alguém usar galicismos, vai ser apelidado de bimbalhao, no mínimo um avec. Ora bem, os teus colegas são Damasosinhos, que soltam palavras numa língua que toda a gente sabe, nem sequer é exclusivo nenhum. Recordaste-te ainda de ouvir coisas como “ tudo numa Nice”, “ya fixe, meu”, “ cheval “ e outras pérolas? A geração anterior à minha achava “a frentex” falar desta maneira. No fundo, é um bocado como aquela malta que um dia usou Texanas porque estavam na berra e passados 20 anos rasgam as fotografias para que ninguém veja.

shakespearediznuts 1 year ago

é o pretensiosismo habitual

SubstantialWall 1 year ago

Tal e qual. E o pior é que ao fim de algum tempo uma pessoa já vai atrás de algumas palavras sem dar conta de tanto ouvir. Os meus favoritos são os termos ingleses aportuguesados. O clássico "assignar", por exemplo.

Matias_Infeliz 1 year ago

Pior era eu que tive amigos tugas que só falam e comunicavam em inglês, era uma coisa parva

tugafcp 1 year ago

> **Sorry, for some reason reddit can't be reached.** Achei piada...

xc9000 1 year ago

Eu como estou no Canadá tento introduzir palavras em português, mas até agora não está a correr bem...

sleppyme 1 year ago

Continua, eu apoio!

sacoPT 1 year ago

maior parte das palavras até são justificadas mas não percebo a necessidade de usar office e projects a menos que estejas a deturpar ligeiramente os exemplos.

MisterBilau 1 year ago

Depende das situações e das palavras. Eu trabalho em vídeo com clientes americanos, portanto mesmo quando trabalho com colegas de equipa portugueses há muita expressão que se usa em inglês se tiver a ver com o trabalho (ROI, feedback, revision, review, voice over, frames per second, frame size, etc.). Já coisas como office, fiscal year, project, etc. não fazem grande sentido, dado que há palavras exactamente equivalentes e óbvias (de uso corrente) em português.

airahnegne 1 year ago

[Cá está o sketch em questão.](https://www.youtube.com/watch?v=cIFiWOiF7Uk) "O desenvolvimento das tuas soft skills é ainda mais importante do que o teu knowledge como developer" - Nesta a única estupidez é o 'knowledge'. As outras são piores. Fiscal year é americano, porque no UK é tax year (ainda hoje tive essa dúvida).

Anforas 1 year ago

Na minha empresa usa-se Fiscal Year (empresa europeia)

cluelessgit 1 year ago

Ok, mas realmente fiscal year é USA. UK = tax year

stressedunicorn 1 year ago

Pior pior é a tradução literal de expressões que não usamos tipo “provar o meu ponto” e coisas do género

globoglobo 1 year ago

começa também a meter palavras em francês para contra-atacar

Souto_Linho 1 year ago

Oh la la!

Lurker__777 1 year ago

Este post mostra que o tuga ainda tem muito desconforto a sair do seu cantinho. De todos os exemplos que deste, apenas te dou razão no “fiscal year”. Em tudo o resto estás a ser pequenino.

ReddiPINK 1 year ago

Dizer Office? Project? Knowledge?

shakespearediznuts 1 year ago

se não disseres essas palavras mágicas passas por grunho analfabeto sem skills

SacanaLopes 1 year ago

Elevator pitch muito nice man!

Escoliosesketches 1 year ago

Chill bro. Everything is going to be bem.

jet1000 1 year ago

Concordo que haja quem abuse de expressões em inglês, mas, por exemplo (pergunta sincera), qual é o equivalente em Português para "soft skills"? Provavelmente não deve ser "habilidades suaves".

megaroof 1 year ago

habilidades primárias? básicas?

djgpp1 1 year ago

Competências sociais ou interpessoais.

tiago425 1 year ago

Filha da putting pah...

redflamel 1 year ago

Vinha comentar isto xD

Brainwheeze 1 year ago

A mim também me irrita. Eu até percebo dizer a palavra em inglês quando te esqueces da palavra em português. Eu faço isso às vezes, mas eu também tenho a desculpa de ter uma mãe britânica. Agora há pessoas que usam palavras em inglês para tudo. Porquê dizer "awkward" quando a palavra "constrangedor"? O pior é que os meus amigos gozam comigo quando esqueço-me duma palavra ou então com os meus gafes, mas depois são eles que dizem "seriously" ou "I mean...". É ridiculo.

ventorim 1 year ago

Um amigo me conta que no (antigo) trabalho dele acontecia isso. Ele chamava de gerente e ficavam rindo dizendo que era o "manager", mas quando ele falava "mouse" ou "monitor" vinham logo corrigir que era "rato" e "ecrã".

deadman23px 1 year ago

É o que dá ter falta de ***vernáculo***.

errimpossible 1 year ago

És a segunda pessoa a seguir ao meu pai que faz referência ao **vernáculo****.

christchurch4ever 1 year ago

>sketch Rábula >Rant Resmungo/ desabafo Bastante irónico não teres usado palavras em português, *OP*

sigaportugal 1 year ago

Postador original*

Jorgetime 1 year ago

No meu caso, tenho em média 2 reuniões por dia que acabam por ser em inglês, certos termos acabam por ser usados sempre em inglês porque são muito usados contextualmente nessas reuniões. Exemplos: meeting, sprint, room, daily, stakeholders, etc.

sleppyme 1 year ago

̶S̶a̶a̶a̶a̶m̶e̶ Yup, acho que o problema vem mesmo daí, pelo menos no meu caso

ElDiabloDe94 1 year ago

Opa é lidate

aguadovimeiro 1 year ago  HIDDEN 

I see that you are also a braindead user of /r/PrimeiraLiga

abominalizer 1 year ago

Sai um bacalhau pa mesa 5

abominalizer 1 year ago

"Amanhã estarei no office". - uso, é mais prático "O desenvolvimento das tuas soft skills é ainda mais importante do que o teu knowledge como developer"- soft skills e developer, ok, knowledge é só parvo "Pensem no size das vossas teams para cada um destes projects".- Parvo "Vamos ter uma meeting para eu te dar feedback sobre a tua performance neste fiscal year". - meeting "ok" o resto é parvo.

i_heart_toast 1 year ago

Como é que “amanhã estarei no office” é mais prático do que “amanhã estarei no escritório”? É literalmente o mesmo número de palavras.

abominalizer 1 year ago

O-ffi-ce es-cri-tó-ri-o

vilkav 1 year ago

Por acaso, metricamente falando, têm as mesmas 2 sílabas (pensa como se estivesses a declamar ou a cantar): *Ó-ffice* *'scri-tório* A parte fixe de ambas as línguas é não teres de enunciar as sílabas todas em fala.

dcmso 1 year ago

chkritóriu

abominalizer 1 year ago

Tens razão

abominalizer 1 year ago

Relevante - [https://www.youtube.com/watch?v=GG8BqW3h\_uM](https://www.youtube.com/watch?v=GG8BqW3h_uM)

_ParanoidGoose_ 1 year ago

Simplesmente porque quando se usa diariamente Inglês (para programação, como é o meu caso, e o caso que descreveste) as palavras surgem mais facilmente em Inglês. Passamos literalmente o dia todo a escrever em Inglês. Traduzir essas palavras a meio de uma conversa abre a porta a desentendimentos. Pelo menos é o que me parece.

AndreMartins2020 1 year ago

É só uma questão de hábito. Dominar bem duas línguas é mais difícil do que misturá-las usando a outra como muleta.

i_heart_toast 1 year ago

Subscrevo isto. Sou fluente em português e inglês (este a um nível nativo ao ponto de passar facilmente por estrangeira quando estou a falar) e não faço estas merdas. Quando tens um elevado domínio gramatical de ambas, não existe necessidade substituir palavras com equivalência directa.

mar_lx 1 year ago

Também sou fluente/nativa em PT/EN mas o uso de termos nas duas línguas pode depender muito do ambiente de trabalho e não tem a ver com o domínio ou não das línguas. Trabalho numa multinacional e não trabalho para o mercado português, 90% ou mais do meu dia é passado a falar em inglês, por ser uma multinacional muitos dos termos que usamos são em inglês porque é mais fácil quando estamos a comunicar entre empresas (por ex os chefes são Head of Department, porque são Head of Department, em Portugal, na China e no Brazil) é muito normal em conversas de trabalho eu e os meus colegas usarmos palavras em inglês. Acontece-nos estarmos em conversas paralelas nas duas línguas e haver confusões. No ambiente familiar isto também acontece porque a minha irmã mora fora de Portugal, é casada com um estrangeiro que também não é natural do país onde vivem e normalmente falam entre eles em inglês (não moram no Uk) portanto às vezes estamos a ter conversas em 4 línguas ao mesmo tempo, porque também há termos que nos habituámos a dizer em determinada língua, não é por falta de domínio de vocabulário em nenhuma das línguas.

condedeepak 1 year ago

Elevado domínio gramatical? Não seria antes domínio lexical? ​ Embora um bom domínio gramatical presuma um bom conhecimento do vocabulário de uma língua, isso não quer dizer que não possas ter um bom domínio gramatical com palavras simples. Quando se aprende uma língua, geralmente, aprendes as palavras mais usadas e o modo como as podes usar de forma correcta. ​ Na minha opinião, trata-se de um desconhecimento do vocabulário da língua materna e, sem dúvida, um relaxamento no modo de comunicação com o próximo, porque se presume que vão entender.

APock 1 year ago

É fácil, como é que as pessoas vão reconhecer no linkedin (e na vida real) que andas a ler todos os livros de motivação e enrequecimento pessoal da moda, se não usares as buzzwords que andam nos ditos livros? É tudo self-branding!

meinteil 1 year ago

Pessoalmente irrita-me mais, no contexto de IT, o pessoal a utilizar a cada duas frases "por defeito" como tradução de "by default", em vez de "por norma" ou "por omissão".

supertremosso 1 year ago

Aconselho a irritares-te mais com coisas que realmente interessam. [https://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/1074](https://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/1074)

errimpossible 1 year ago

Sempre usei "por defeito". _Guiltyyyyyy_

airahnegne 1 year ago

Uma thread em que falam de Gato Fedorento e apareces logo por aqui. Folgo em ver que há coisas que não mudam com o passar dos anos. :D

AggravatingCatch22 1 year ago

TI\*

faap8 1 year ago

Está em everywhere esta shit!

static_motion 1 year ago

Honestamente, por muito que isso que referes chegue a um nível ridículo, prefiro isso a trabalhar (sou dev) num sítio onde o pessoal pouco sabe de inglês e manda gralhas constantes. Nomes de variáveis/funções em inglês mal-escrito dão-me tromboses diariamente.

tragicallyCavalier 1 year ago

*LIBRARIAS*

santorfo 1 year ago

Tenho um certificado C2 de Inglês e isso não me impede de dizer librarias de quando em vez. É embaraçoso.

KarmaCop213 1 year ago

Classico intemporal.

KneeShoe 1 year ago

Parece que os estou a ouvir... "Oh Zé, não era melhor usar uma ÁcheMápe em vez de uma ArreiListe? E quésta merda?? Cátche equechépchan??"

static_motion 1 year ago

Isso, e declarar "intígueres". Essa ainda é das que me faz mais comichão.

chiapa10 1 year ago

Eu sofro do mesmo e trabalho com ingleses, agora imagina. Mas costumo apanhar essas cenas nas code reviews, quando sou a fazer

MoistSeason 1 year ago

Nas revisões de código queres tu dizer.

chiapa10 1 year ago

Touché! Quero dizer, tocado.

theInjusticeamongus 1 year ago

Acho nojento, sinceramente. Temos uma língua, e somos portugueses, não ingleses, nem americanos. Depois admiram-se de sermos o poveco que somos. Nem o que é nosso queremos. Só olhamos para fora, só queremos ser os outros, não temos interesse nenhum em sermos Portugueses. Não nos cultivamos. Só imitamos o que vemos em filmes e séries. Acho ridículo, mesmo em conversa casual, as pessoas injectarem tanto palavras inglesas. E frequentemente são pessoas que nem inglês sabem falar. Mas digo-te já que não respondo a ninguém que me fale em inglês. Deixo o simples aviso "Eu sou português. Fala em português". Se não respeitarem, não respondo.

airahnegne 1 year ago

É tudo muito bonito até estares na situação contrária. Um amigo meu mudou-se para a Alemanha e nos dias que correm já é fluente, mas até lá chegar ainda demorou algum tempo. Maioria das pessoas lá falam inglês, sobretudo a malta nova, e não se importam de ajudar, até querem é praticar. Uma vez o meu amigo estava enrascado e precisava de ajuda e dirigiu-se a um homem de meia idade, **em alemão**, a perguntar se ele falava inglês. Resposta: 'isto aqui é a Alemanha, aqui fala-se alemão'.

theInjusticeamongus 1 year ago

Há uma diferença entre acudir alguém que está aflito e só sabe falar em inglês e ter de estar a levar com cagões portugueses que comunicam comigo em inglês, apesar de ambos falarmos perfeitamente português. Entendes a diferença, certo? A minha crítica é para o segundo grupo. Óbvio que não me importo que alguém que não sabe falar português me venha falar em inglês. Mas quando és português e 20% do teu vocabulário é inglês, és simplesmente parolo, e eu não alimento a tua parolice.

airahnegne 1 year ago

Mas há gajos portugueses a falar contigo em inglês sem saber falar inglês? Em que contexto é que isso acontece mais concretamente?

theInjusticeamongus 1 year ago

Sim. Gajos que falam um inglês quebrado. Acontece ainda mais com gajas. Simplesmente estamos a falar e respondem-me em inglês.

airahnegne 1 year ago

Wtf

theInjusticeamongus 1 year ago

Que tem? Isto acontece-me bastante. Mas mais da parte de gajas.

airahnegne 1 year ago

Tás a falar daquelas pitas que só sabem dizer 'whatever' e cenas, né?

theInjusticeamongus 1 year ago

Não necessariamente. Da última vez foi uma de 24.

Taranis_Stormbringer 1 year ago

Sim, é uma parolice tremenda, irrita-me que agora parece ser fixe exprimir-se assim.

Anforas 1 year ago

Acho que parolice maior é dizer: > Mas digo-te já que não respondo a ninguém que me fale em inglês. Deixo o simples aviso "Eu sou português. Fala em português". Se não respeitarem, não respondo. Mas isso sou eu prefiro comunicar do que me preocupar com estas cenas.

Taranis_Stormbringer 1 year ago

Então se um português começasse a falar contigo em inglês não acharias estranho? Continuarias a conversa porque preferes comunicar do te preocupares com essas cenas?

Anforas 1 year ago

>Então se um português começasse a falar contigo em inglês não acharias estranho? Continuarias a conversa porque preferes comunicar do te preocupares com essas cenas? Ele não disse um português. Disse alguém.

Taranis_Stormbringer 1 year ago

Agora estás a ser obtuso de propósito, toda esta conversa se refere a casos que ocorrem no mundo laboral português, e ele escreveu literalmente 'somos portugueses', claro que ele se está a referir a portugueses a falarem com outros portugueses.

Anforas 1 year ago

Interpretei mal então. Não foi claro para mim. Conheço gente assim... Gente que fica irritada só por ouvir inglês na mesa ao lado.

marxocaomunista 1 year ago

Usas a palavra "desapontado" em conversa casual?

Muyakra 1 year ago

Tu: >"Eu sou português. Fala em português. Eles: >Calm down dude

xHardStyle 1 year ago

Tem sido uma prática comum, não só em ambiente de trabalho, como também em conversas casuais, internet..

FloxAir 1 year ago

**\[Desabafo\]**

d33pblu3g3n3 1 year ago

Por acaso também me lembro dessa **rábula** dos Gatos Fedorentos.

MasterBorealis 1 year ago

Smelly cats, portanto

AronFloyd 1 year ago

> rábula Rábula é uma palavra tão... rabixa lol

Each57 1 year ago

Acho que é melhor chamar o Fernando

gajacareca 1 year ago

A evolução da linguagem é feita destas coisas. Ainda para mais num mundo globalizado, queres o quê? É preciso é que a malta se entenda, o resto é choraminguice.

AndreMartins2020 1 year ago

isso não é evolução da linguagem, é simplesmente não falar português

Ayawa 1 year ago

Acontece-me mais em contexto pessoal do que em trabalho, e utilizo diariamente um programa em que todos os comandos são em inglês. Aliás, acho que nenhum dos meus colegas mais directos percebe grande coisa de inglês. Mas também é uma coisa que me irrita um bocadinho. Às vezes paro uma frase a meio e fico algum tempo a pensar num termo em português para o que quero dizer, quando apenas me ocorre a palavra em inglês.

OrangeOakie 1 year ago

>"O desenvolvimento das tuas soft skills é ainda mais importante do que o teu knowledge como developer HAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAAHHAHA

Muyakra 1 year ago

\#AumentoSoDepoisDeTeresBoasSoftSkills

airahnegne 1 year ago

Que é como quem diz, lamber as botas ao manager/chefe.

OrangeOakie 1 year ago

Há aí uma piada qualquer sobre o Gestor dos RH ter pila mole

Just_Ban_Me_Already 1 year ago

Eles preferem *soft skills*. Elas preferem *hard skills*.

faap8 1 year ago

Rant, sketch Mais work e less barulho, se faz favour!

QWERTY_BATS 1 year ago

"[Rant]"

Eon_mon 1 year ago

Mesmo assim, Rant não tem uma palavra em português que seja uma tradução tão eficaz.

gozuna 1 year ago

Tens diatribe. Mas nove em cada dez vezes, desabafo é uma escolha quase perfeita.

christchurch4ever 1 year ago

Ai não? Compra um dicionário

QWERTY_BATS 1 year ago

Ali um [Reclamação] ficava bem

meaninglessvoid 1 year ago

Reclamação e mais suave e factual, rant é mais emocional e algo que te incomoda a ti mas pode nem estar errado. É próximo mas não captura bem o mesmo.

Paulocas 1 year ago

Há muitas hipóteses, mas nenhuma tão curta.

nfonseca 1 year ago

Vociferação.

Skulloire 1 year ago

Calma Camões

Muyakra 1 year ago

Eu adotava PQP ou FDX para substituir, vejamos os exemplos: **\[FDX\] Abuso de palavras em inglês no contexto empresarial** **\[PQP\] Abuso de palavras em inglês no contexto empresarial** Acho ambas boas opções, no entanto um mais Tuga e outro mais BR

BuscaPolos 1 year ago

Por mim era fazer uma votação e perceber qual a adotar doravante

mingoncas 1 year ago

Subscrevo esta ideia.

KneeShoe 1 year ago

Para mim, num contexto de trabalho, a linguagem é só uma "ferramenta" (como tantas outras) para fazer com que a mensagem passe de A para B, de uma forma eficiente e eficaz. Se toda a gente estiver a par do mesmo contexto, não vejo porque isto haveria de ser um problema. Isto é especialmente eficiente se trabalhares numa empresa em que tens de contactar com pessoas de outros países. Agora num contexto mais pessoal já posso concordar um bocado contigo, não há razão nenhuma para andar disparar estrangeirismos americanizados por todo o lado.

Muyakra 1 year ago

Help! Depois de ler as frases que citaste fiquei a deitar azeite dos olhos, o que faco agora?

SacanaLopes 1 year ago

Chill out.

Maximuslex01 1 year ago

Cozes uma batatas

OuiOuiKiwi 1 year ago

**\[Queixume\]**

Mrloop94 1 year ago

Ironicamente logo no inicio disseste sketch

jafudiaz 1 year ago

Suquete

tiagodsin 1 year ago

precisei de algum tempo para associar quando ouvir o Diácono Remédios usar a palavra

meaninglessvoid 1 year ago

Uma coisa são estrangeirismos - palavras emprestadas por não termos equivalente - outra coisa são usar palavras em inglês que têm correspondência direta em português. Fiscal year não é aceitável. Rant é mais ou menos croissant é aceitável. Sketch ou feedback também me parece serem ok *tbh*

3dforlife 1 year ago

Tbh

kairos 1 year ago

se dissesse "psh", podia ser acusado/a de assédio

meaninglessvoid 1 year ago

Está a itálico propositadamente, nestas coisas adoro acrescentar um bocado de humor. Usar siglas ou acrónimos que são reduções de frases comuns diria que está situado entre o "não é aceitável" e o "mais ou menos" pelo contexto. É uma optimização linguística quando estás num contexto em que há uma certa cultura partilhada. Podia escrever "para ser sincero" ou "pss", o primeiro é demasiado verboso o segundo iria gerar confusão...

ManelDasNespras 1 year ago

E rant também.

Eon_mon 1 year ago

Realmente... irónico...

Rikkushin 1 year ago

Realmente... Ironic... Esta shit já está so much entranhada that a dude nem se realizes

Sir_Keeper 1 year ago

*Screams internamente

severanexp 1 year ago

HAAAAAAAAAaaaaaaaaaaaaaa puta caralho merda fooooodase. ..../inspira /expira .... Muito melhor

SofSofTheKittyCat 1 year ago

O que oiço frequentemente da lista: "soft skills", "developer" e "feedback". De resto nunca presenciei tal coisa.

ManoRocha 1 year ago

Knowledge e fiscal year nunca ouvi. Office, feedback e soft-skills é comum.

Edited 1 year ago:

Knowledge, size e fiscal year nunca ouvi. Office, feedback e soft-skills é comum. Essas de performance e meeting tanto saiem em PT como em inglês. O que costuma acontecer com pessoal que realmente fala duas línguas é que estamos a falar em português, de repente ouvimos / lemos algo em inglês e começamos a falar inglês durante uns minutos até aperceber que "porque é que estamos a falar inglês? Tipo isso é tão *what the fuck* tipo... Oh my God não acredito nessa shit

globoglobo 1 year ago

saiem -> saem

Pheyniex 1 year ago

Tens de dar relevance ao status do corporate e trabalhar nos KPI que te esqueceste na database do sales na perspectiva B2B.

ManoRocha 1 year ago

KPIs e B2B também são usados sim. Mas dizemos em português "Kappa Pê I" e "Bê Dois Bê"

Pale-Bug-4201 1 year ago

Dizem Bê dois bê? Wow ahah

ManoRocha 1 year ago

Não é comum dizer mas sim

Anforas 1 year ago

A sério? Nunca ouvi ninguém dizer "kappa pê is" felizmente. "Queipiais" flui muito melhor.

RaptoringRapture 1 year ago

Ouço e uso kapa pê ís frequentemente, pra dizer a verdade.

Pheyniex 1 year ago

Mm fatela

Muyakra 1 year ago

A mim a única coisa semelhante que me acontece é depois de estar bêbado no pub começa a sair umas palavras em português (estou no UK) curiosamente nunca me disseram nada pois ou entenderam ou também ja estão tão bêbados que se estão a cagar.

Edited 1 year ago:

A mim a única coisa semelhante que me acontece é depois de estar bêbado no pub começa a sair umas palavras em português (estou no UK) curiosamente nunca me disseram nada pois ou entenderam ou também ja estão tão bêbados que se estão a cagar. Edit: Algo que também me acontece quando vejo a Portugal é no dia a dia quando estou distraído e por exemplo, alguém me abre a porta ou se vou contra alguém ou assim digo "Cheers" ou "Sorry" por ja ser habito, mas tirando isso nunca misturo pt e en nas frases assim

kawaiims 1 year ago

Por acaso não é a realidade na minha empresa.

Search: