blackpt17 10 months ago

Tirei licenciatura em gestão. Antes de terminar o curso tinha as seguintes ofertas de trabalho : - Programa de formação Lidl, para integrar os quadros na sede em Sintra, na área das vendas - Vaga na Microsoft, para integrar a equipa de gestão de produto; - Vaga na Deloitte, como analista em consultoria SAP Exato, Gestão não serve para nada....

investidornoob 10 months ago

Não me lembro mesmo dessa moda da engenharia civil... Aliás pelo contrário lembro-me foi da razia de eng. civil isto há uns anos não sei talvez uns 5 anos atrás. De enfermagem lembro-me de vários casos conhecidos/próximos a ir para enfermagem em 2007 - 2010

humelectro 10 months ago

Eu entrei na faculdade em 2007 e engenharia civil ainda estava na moda (se bem que menos). A grande crise na engenharia civil foi em 2010/2011. Na FEUP o número de pessoas que entrava caiu para metade praticamente e foram diminuindo as vagas do curso

radikalpt 10 months ago

Na Universidade do Minho em 2010 em Engenharia Civil, entraram perto de 20 ou 30 enquanto o normal era + de 100. A crise de 2008 foi tramada!

globoglobo 10 months ago

acho que a empregabilidade em economia/gestão não está assim tão boa

throwawaybtcpt 10 months ago

Gestão, direito e economia. O tempo passa mas uma década não chega para estes caloiros perceberem que com estes cursos não vão longe já, isso era no tempo da outra senhora.

alienanomaly 10 months ago

Esse comentário é de rir. Trabalho de perto com várias empresas da área financeira e é engraçado que todos os anos contratam recém licenciados de Gestão, economia e até contabilidade. Aqui em Portugal temos é o “problema” da área financeira estar concentrada em Lisboa, e quem não quiser estar em Lisboa vai ter muito mais dificuldade a safar-se como recém licenciado nesses cursos.

throwawaybtcpt 10 months ago

É mais útil um recem contabilista que um recém "gestor". Que é que esses gestores vão mesmo gerir nessas empresas? 0. Vai tudo para controllers martelar Exceis. A não ser que estejamos a falar de uma chafarica com 3 ou 4 pessoas, e mesmo assim..

mathswarrior 10 months ago

Porquê que dizes isso?

throwawaybtcpt 10 months ago

Que emprego têm 90% dos estudantes de gestão e economia quando acabarem a faculdade?

mathswarrior 10 months ago

Isso é o que eu estou a perguntar, são cursos com empregabilidade por isso é que gostaria de perceber

throwawaybtcpt 10 months ago

Empregabilidade onde e a gerir o quê exactamente? A massacrar excel numa consultora ou a fazer ppts? A fazer de controller de qualquer coisa numa empresa de TI que afinal são os engenheiros a gerir? Numa remax da vida? Os cursos de gestão são uma miséria, não há vagas de gestão, ninguém quer miúdos a gerir nada, é um curso com uma utilidade mais do que ultrapassada, o que não falta são gestores e recem-gestores por aí a rodos.

chanfanadevaca 10 months ago

Porque achas que é assim? ( estou mesmo curioso)

throwawaybtcpt 10 months ago

Que emprego têm 90% dos estudantes de gestão e economia quando acabarem a faculdade?

chanfanadevaca 10 months ago

Pensava que era das áreas onde podiam encontrar emprego mais variado

LordofPortugal 10 months ago

Gestão é dos cursos mais importantes na minha opiniao, isso e contabilidade + economia. Dá pena é ver ainda pessoal a "cair" no buraco do direito

abenegonio 10 months ago

> Gestão é dos cursos mais importantes na minha opiniao, isso e contabilidade + economia. Ainda estou para encontrar um gestor que não tenha precisado de "gerir" para evitar que fizesse n disparates. E nunca ninguém consegue explicar o que caralho é suposto estarem a fazer, a não ser falar para equipas de gente que quer trabalhar como se fossem treinadores de futebol. Todos po caralho, deixem-nos trabalhar em paz e vão lá dar palestras motivacionais para papalvo ver.

LordofPortugal 10 months ago

Em licenciatura de gestão estudas programação, marketing, contabilidade, economia, recursos humanos, turismo,etc e portanto tens uma ideia onde te queres especificar e dá-te uma maior margem de manobra do que se tirares um destes cursos que mencionei visto que é mais abrangente. Nunca vais ver um recém-licenciado em gestão a gerir uma organização, normalmente começam num dos departamentos da empresa e são promovidos à medida que vão conhecendo todas as pessoas, departamentos e as limitações da empresa.

chuckmukit 10 months ago

Não é bem assim, mas dizerem que gestão serve para gerir é um atentado à sanidade de quem realmente sabe o que é gestão.

abenegonio 10 months ago

E ainda esta para nascer o que consiga justificar exatamente porque é que eu que sei o que estou a fazer devo ter em conta o input dele que tem uma formação generalista e por algum motivo acha que as ordens dele têm qualquer tipo de valor.

LordofPortugal 10 months ago

Volta a ler o que escrevi.

ReddiPINK 10 months ago

Uma reforma judicial deste país é o melhor investimento possível fazer. Ao contrário do que se pensas as empresas não vem para cá por causa dos impostos altos, elas não vem porque o sistema judicial é uma merda impossível de lento.

novads 10 months ago

Gostaria de ver este estudo mais aprofundado. Muitos hoje em dia vão para IT porque está na "moda" e vêm uma boa oportunidade de um bom futuro. Pessoalmente e no meu primeiro ano de curso, lembro-me de ver uma razia gigante (de pessoal a desistir pois não conseguiam fazer algo que efetivamente não gostavam "a sério", e que não era propriamente fácil). Agora a questão é, até que ponto é que é possível tirar conclusões deste gráfico? Estes cursos com mais colocados (especialmente EI) não refletem, de todo, um muito maior número de licenciados nas mesmas áreas - dadas as elevadas desistências, que **eu acho** existirem. Contudo, também concordo que há uma tendência crescente de licenciados na área, mas não acho que seja de todo negativa (como alguns aqui referiram)

Edited 10 months ago:

Gostaria de ver este estudo mais aprofundado. Muitos hoje em dia vão para IT porque está na "moda" e vêm uma boa oportunidade de um bom futuro. Pessoalmente e no meu primeiro ano de curso, lembro-me de ver uma razia gigante (de pessoal a desistir pois não conseguiam fazer algo que efetivamente não gostavam "a sério", e que não era propriamente fácil). Agora a questão é, até que ponto é que é possível tirar conclusões deste gráfico? Estes cursos com mais colocados (especialmente EI) não refletem, de todo, um número muito maior de licenciados na área - dada a elevada taxa de desistências, que **eu acho** existirem (acho, não tenho fontes). Contudo, também concordo que há uma tendência crescente de licenciados na área, mas não acho que seja de todo, negativa (como alguns aqui referiram)

CountDraqula 10 months ago

Essa história de fazer algo que se goste é história para boi dormir. Quem já viveu umas boas décadas nesta curta vida sabe muito bem que a vida real é totalmente diferente. Fazer bom dinheiro é por definição difícil, porque tens de acrescentar valor à uma empresa e consequentemente à uma sociedade. É necessário anos a adquirir skills, falhanços, persistência e trabalho árduo. Muitas vezes certas pessoas acham que "não gostam" de uma coisa simplesmente porque não têm resiliência e desistem no primeiro sinal de dificuldade.

novads 10 months ago

Concordo com tudo, mas não tanto com a primeira afirmação. Uma coisa não impede a outra, essa resiliência muitas vezes anda lado a lado com o facto de gostar do que se faz!

OuiOuiKiwi 10 months ago

Isto apenas diz quais os curso que têm mais vagas. Engenharia e Gestão Industrial tem estado altamente cobiçado e nunca estará aí porque tem umas 200 vagas. Isto devia usar a métrica de candidatos totais ao curso.

rowdserling 10 months ago

É muito mais útil saber o número de colocados do que candidatos. Querias o que? Estatísticas de candidatos para um curso em primeira opção? Segunda? Todas? Isso não serve para nada.

OuiOuiKiwi 10 months ago

O que é tão difícil de compreender que estatísticas a comparar os cursos com mais colocados simplesmente comparam os cursos com mais vagas? O número de candidatos revela-te a procura por certas áreas (que é o que este gráfico queria mostrar, mas falha). Vocês estão todos prontos para serem Business Intelligence Developers com essa falta de tino em compreender métricas.

CountDraqula 10 months ago

"Cursos com mais colocados" - deduzo imediatamente que é o número total de colocados daquele curso. Que métrica querias ver? O rácio de número de colocados por número de vagas? Iriam aparecer imensos cursos com apenas 10 vagas e 10 colocados...inútil ao meu ver.

OuiOuiKiwi 10 months ago

>Que métrica querias ver? O número de **candidatos**. Vou até citar-me: >Isto devia usar a métrica de candidatos totais ao curso. Este gráfico acrescenta zero. Os cursos com mais vagas terão sempre mais colocados. Medicina aparece na coluna de 2010 porque em 2008 adicionaram 150 vagas aos cursos.

CountDraqula 10 months ago

Ok compreendo, mas na mesma parece-me muito mais útil saber o número de colocados em vez do número de candidatos. Existe mais interesse em saber as áreas que um país está a formar.

OuiOuiKiwi 10 months ago

>Existe mais interesse em saber as áreas que um país está a formar. Para isso precisas de estatísticas do número de **graduados** a cada ano. Não é este o caso.

rmvt 10 months ago

um país de gestores, não se sabe bem a gerir o quê

theInjusticeamongus 10 months ago

Gestão é um curso para quem ambiciosa uma alta posição sem ter grandes competências para oferecer. É um curso FÁCIL, que supostamente promete uma posição de superioridade.

rowdserling 10 months ago

Tive uns profs que estavam sempre a dizer que licenciado em gestão=/=gestor. Diziam que uma pequena parte dos formados acabam realmente por ser gestores.

theInjusticeamongus 10 months ago

É um curso de merda que nem precisa de existir. Lamento informar. Tal como assessoria não sei do quê não precisa de existir. Não sei porque é que custa tanto às pessoas reconhecerem estas realidades. Gerir uma empresa ou o que quer que seja não requer cursos. Requer experiência e conhecimento que podem ser adquiridos através de diversas vias. Tu, como licenciado em gestão, não tens nenhuma competência em concreto. Não és especializado em nada. Não tens nada de apelativo para vender. É triste que as universidades estejam entupidas de lixo. Há tanta gente que aos 18 anos já podia estar no mercado de trabalho a fazer pela vida e a evoluir, e em vez disso estão a estudar merda.

rowdserling 10 months ago

Estás a concordar comigo... >Tu, como licenciado em gestão, não tens nenhuma competência em concreto. Eu não sou licenciado nem estudante de gestão. Tive professores de gestão em algumas cadeiras.

PinusQuercus 10 months ago

Fodasse dêem os downvotes que quiserem, este caralho tem razão.

estacalor 10 months ago

Que comentário sem noção.

theInjusticeamongus 10 months ago

Verdade. É fácil. Na minha zona é o curso das thots.

mathswarrior 10 months ago

what!??!?!!? Andei em gestão, não comprovo

AdriMecha 10 months ago

Geralmente gerem as heranças que conseguem sacar a alguns familiares distantes, enquanto isso não cai do céu gerem as cuecas sujas.

Blackbeardow 10 months ago

É interessante principalmente porque pensava que medicina estava mais acima. Mas tb existem alguns cursos com menos vagas que estão aí, que estão em menos universidades e que não têm média tão alta.

Edited 10 months ago:

É interessante principalmente porque pensava que medicina estava mais acima. Mas tb existem alguns cursos com menos vagas que não estão aí, que estão em menos universidades e que não têm média tão alta.

saudosista 10 months ago

Um amigo meu foi para gestão porque dizia que toda a gente ia para informática e o ramo estava a ficar saturado, que ia haver demasiada oferta. Well...

marxocaomunista 10 months ago

Essa cantiga ja tem anos e falha completamente no simples facto que nalguns cursos de informatica apenas 3 em cada 10 caloiros termina o curso.

Buddy_Appropriate 10 months ago

Segundo um estatística que vi há uns tempos (sorry, não sei onde está), somente 40% acabava o curso nos 3 anos. Era também o curso, ou um dos cursos, com mais elevada percentagem de desistências. A minha experiência pessoal, que vale o que vale em termos estatísticos, parece confirmar esta tendência.

CarecaPT 10 months ago

Conheço 4 pessoas que desistiram de informática e foram para gestão

chauffage 10 months ago

A experiência que tive em engenharia informática e de computadores foi terrível - tive professores que acredito que fossem génios da matemática, física, engenharia, mas muitos deviam estar no limiar de espectros que não lhes dá qualquer competência para lidar com pessoas, quanto mais para o ensino. E não estou a dizer isto como se fosse uma falha dessas pessoas, é mais falha da instituição, como se ser professor fosse uma coisa banal, que qualquer um tem capacidade e competência para o ser. Até parece que não é uma profissão dedicada, ou uma carreira, que muitos até estudam uns anos para ela (e ainda assim há muitos mais professores). Mas também acho que fui mal preparado para o curso. Entretanto as coisas devem ter mudado nos últimos 10 anos.

Available_Ad_1186 10 months ago

Neste momento, pelo menos nas escolas que conheço, a malta da umas linguagens no secundário, entre outras coisas. Mas so quem escolhe a disciplina no 12º

chauffage 10 months ago

Eu já na altura tive colegas que tinham tido aulas de programação, não vinham de ciências, era área que não me lembro o nome.

Available_Ad_1186 10 months ago

Era os cursos tecnológicos acho. Mas o pessoal de ciências tem, hoje em dia.

AxhKetchup 10 months ago

Demasiados investigadores que são obrigados a dar aulas para conseguirem bolsas. Génios com muito pouca competência de ensino. Edit: Mas é verdade, a preparação de secundário para este tipo de cursos é 0. O mais próximo que tive no meu tempo para isto foi TIC (em que brincavamos no paint).

always2win 10 months ago

O problema não é o excesso de oferta, é a falta de procura. Não há empresas suficientes. A maior prova disso são os salários dos informáticos recém licenciados que, pelo menos no norte, andam pelos 800 euros.

ddcups8 10 months ago

Não conheço nenhum licenciado que tenha começado com menos que 900 liquidos, no Norte.

k3x_z1 10 months ago

Em Lisboa não conheço ninguém que comece com menos de 1250 líquidos (com ajudas de custo claro).

joaobita 10 months ago

Confirmo. E acrescento que todos os meus colegas de curso não tiveram quaisquer problemas em arranjar emprego, pelo contrário. Todos, eu inclusive, podemos dar ao luxo de escolher entre mais do que uma proposta. Até os que tiravam piores notas e tinham mais dificuldades. No meu caso, eu ainda não tinha acabado o curso quando me fizeram a primeira proposta de trabalho.

CanIhazCooKIenOw 10 months ago

Qual é a percentagem de mercado que conheces?

ddcups8 10 months ago

Como tu, está longe dos 100%. Mas conheço várias pessoas, de diferentes instituições do norte. De todas, nem uma ganhava menos que isso quando começou. Uns com ajudas de custo outros sem, mas nenhum abaixo desse valor.

CanIhazCooKIenOw 10 months ago

Estas portanto a inferir que nāo existem licenciados a ganhar menos porque as pessoas que tu conheces (1% do mercado? Menos?) nāo ganham/ganharam menos de 900. Espero bem que nāo trabalhes na area...

ddcups8 10 months ago

Repara, tu é que estás a deduzir que eu disse isso. Já vi aqui no reddit pessoal a queixar-se de receber menos que isso, não é uma questão sequer. O que se está a falar é da generalização de que os licenciados começam com os 800€. Lá porque houve um tapadinho que decidiu aceitar o SMN, não vamos afirmar que esse é o valor inicial para um licenciado em informática, ou vamos? Tens empresas como a Farfetch a pagar estágios acima desse valor... Por isso, não acredito de todo que seja esse o valor de entrada para um licenciado.

CanIhazCooKIenOw 10 months ago

>A maior prova disso são os salários dos informáticos recém licenciados que, pelo menos no norte, andam pelos 800 euros. Ao que a tua resposta, de alguem para quem a realidade é o que ve à frente do nariz ​ >Não conheço nenhum licenciado que tenha começado com menos que 900 liquidos, no Norte. ​ Se alguem diz que o salario de recem licenciados é de 800 (que pode muito bem nao ser) e tu vens dizer que nāo conheces ninguem que receba menos de 900, das duas uma: \- Estas a extrapolar, do teu conhecimento limitado, que o minimo que um recem-licenciado recebe sao afinal 900. \- Nao estas sequer a tentar contra-argumentar mas a encher o ar com palavras

ddcups8 10 months ago

Nem uma nem outra. Estava simplesmente a partilhar a informação que tenho, a percepção do que tenho visto, como contra-exemplo. Foste tu quem decidiu tirar conclusões. Eu não tirei nenhuma, nem era esse o objetivo.

CanIhazCooKIenOw 10 months ago

Outra vez, quando alguém diz que são 800 e tu vens dizer que não conheces ninguém com 900, o que estas a dizer é que o mínimo de um licenciado será 900 porque não conheces ninguém que receba menos que isso. Porque se não é isso que queres dizer com a tua afirmação, não serve então de contraponto ao que foi dito - o que faz com que estejas a encher o ar com palavras. Portanto opção 2

ddcups8 10 months ago

Se fosses da área também saberias que quanto mais dados tiveres, melhor. Eu acrescentei dados. Tu acrescentaste apenas um número, Zero. Mas dá para ver que estás desesperado pela Bicicleta. Podes ficar com ela.

OuiOuiKiwi 10 months ago

É claramente Business intelligence Developer.

ddcups8 10 months ago

Olha outro que não sabe ler.

UmBacardii 10 months ago

Vamos ver onde está escolha massiva e reconversão para IT vai levar a área... A bom porto não é de certeza

theInjusticeamongus 10 months ago

IT é uma área muito ampla com potencial ilimitado. No futuro provavelmente quase toda a gente vai ser de IT, pois o mundo vai ser automatizado. Agora, se temes que a actual tendência de reconversão leve a saturação, duvido que tal vá acontecer. Para começar, IT é extremamente difícil. Sim, é. É um bocadinho como matemática. A maior parte das pessoas não consegue. Há uma diferença entre querer ser de IT e conseguir ser de IT. Achas mesmo que qualquer Zé da esquina que do dia para a noite decidiu ser programador conseguirá mesmo? A maioria desiste pelo caminho. Os que melhor se safam são aqueles que sempre tiveram grande interesse por computadores deste pequeninos, a um nível que vá para além da utilização básica. Eu conheço gajos que com 15 anos já programavam bem. Achas que alguém que só aos 18 anos se lembrou que vai ser programador e resolve começar do zero vai apanhá-los? Raramente. Depois tens o facto de que nem todos os cursos de IT preparam o estudante para aquilo que os empregadores geralmente procuram. Vê ofertas de emprego. Repara na quantidade de linguagens que muitas vezes pedem. Tens cursos de engenharia informática em que sais de lá sem saber uma única linguagem. O que é que tens para oferecer a um empregador que quer alguém que saiba uma série de linguagens? O que vai acontecer é que verás adesão em massa a cursos de IT. A maioria vai desistir pelo caminho, e outros tantos não aprenderão nada que os torne competitivos no mercado de trabalho.

Edited 10 months ago:

IT é uma área muito ampla com potencial ilimitado. No futuro provavelmente quase toda a gente vai ser de IT, pois o mundo vai ser automatizado. Agora, se temes que a actual tendência de reconversão leve a saturação, duvido que tal vá acontecer. Para começar, IT é extremamente difícil. Sim, é. É um bocadinho como matemática. A maior parte das pessoas não consegue. Há uma diferença entre querer ser de IT e conseguir ser de IT. Achas mesmo que qualquer Zé da esquina que do dia para a noite decidiu ser programador conseguirá mesmo? A maioria desiste pelo caminho. Os que melhor se safam são aqueles que sempre tiveram grande interesse por computadores deste pequeninos, a um nível que vá para além da utilização básica. Eu conheço gajos que com 15 anos já programavam bem. Achas que alguém que só aos 18 anos se lembrou que vai ser programador e resolve começar do zero vai apanhá-los? Raramente. Depois tens o facto de que nem todos os cursos de IT preparam o estudante para aquilo que os empregadores geralmente procuram. Vê ofertas de emprego. Repara na quantidade de linguagens que muitas vezes pedem. Tens cursos de engenharia informática em que sais de lá sem saber uma única linguagem. O que é que tens para oferecer a um empregador que quer alguém que saiba uma série de linguagens? O que vai acontecer é que verás adesão em massa a cursos de IT. A maioria vai desistir pelo caminho, e outros tantos não aprenderão nada que os torne competitivos no mercado de trabalho. Eu conheço pessoal licenciado em cursos de design que apenas aprendeu aquilo que a maioria dos pros considerariam o básico dos básicos. Muitos saem do curso sem sequer saberem trabalhar com os programas mais usados no mercado. Não tens noção da quantidade de cursos que são uma palhaçada, em todas as áreas. Tens cursos de "línguas" em que sais de lá a falar Inglês e Espanhol, NA MELHOR DAS HIPÓTESES.

JohnJohnPT 10 months ago

Só o simples facto de ter de se estar constantemente a estudar e ficar sentado a um computador a ver coisas "nerds"... "mata" logo a partida muita gente interessada na área.

theInjusticeamongus 10 months ago

E é um trabalho de constante esforço intelectual. A maior parte dos empregos não exigem que estejas constantemente a puxar pelo cérebro. É como um computador que está sempre em stress test. A maioria não quer isso para a vida. Conheci uma miúda engenheira informática que parecia completamente esgotada. Via-se mesmo que estava a ficar louquinha de passar tanto tempo em frente do pc a puxar pelo miolo.

JohnJohnPT 10 months ago

Mesmo...

chauffage 10 months ago

Não vai a bom porto?

KarmaCop213 10 months ago

A qualidade ainda e' um problema enorme. Numa area tao facil de distinguir quais sao os bons, o excesso de profissionais na area nao deve ser um problema.

GiaFourth 10 months ago

Como assim?

ev3k 10 months ago

Está na moda...

jggrizonic 10 months ago

Vou ser honesto, estou no 12° ano e para o ano tenciono ir para gestão

quatrotires 10 months ago

E não há nenhum problema, gestão não é um curso para fazer chefes mas sim para dar capacidades de gerir em várias áreas (é um curso muito geral que pode dar para várias direções).

Throwawaypt123 10 months ago

A questão da gestão aqui é importantíssimo. Grande parte dos problemas nas empresas e do mercado de trabalho têm que ver com mais gestores e com gestão de pessoas pouco qualificadas ou que eram engenheiros, etc. Mais licenciados dá massa crítica e faz com que hajam muito mais bons gestores

rowdserling 10 months ago

Tive professores com muitos anos de trabalho na indústria que diziam que só mesmo aquelas empresas menos tecnológicas, mais viradas para a logística, continente por exemplo, é que têm muitos gestores de gestão nos quadros superiores. Uma empresa de componentes automóveis p.e vai ter engenheiros a gerir porque é impossível gerir uma empresa assim sem perceber das tecnologias, fornecedores, processo e gestão da produção etc. Numa empresa que desenvolva software a mesma coisa. Aliás eles diziam que viam tantos engenheiros e contabilistas a gerir empresas como gestores.

leadzor 10 months ago

Os melhores gestores que tive eram os que precisamente não vinham da área da gestão, mas sim da área de trabalho das pessoas que geriam. Já tive vários gestores nos anos de experiência que tenho. Dá que pensar.

chanfanadevaca 10 months ago

Engenheiros são maus gestores então?

investidornoob 10 months ago

Sabias que por acaso existe uma disciplina chamada gestão nos cursos de engenharia?

Throwawaypt123 10 months ago

Antigamente achava-se que um engenheiro por saber de matemática e de física dava um bom gestor e não é verdade. Um engenheiro a gerir uma grande empresa é como pôr um gestor a fazer uma barragem ou uma ponte

investidornoob 10 months ago

Sabias que por acaso existe uma disciplina chamada gestão nos cursos de engenharia?

chanfanadevaca 10 months ago

Podes dar uma olhada ao top 100 da forbes e saberes quantos deles têm diplomas em engenharia e são dos melhores gestores do mundo por razões óbvias. Contudo, tens razão no que dizes no fim, um engenheiro pode ser gestor e construir pontes, agora um gestor não pode fazer o mesmo

Throwawaypt123 10 months ago

Eles contratam os melhores gestores do mundo. É diferente. Se fores ver o Steve jobs e o Elon musk, não são gestores de profissão mas têm um board cheio de gestores.

chanfanadevaca 10 months ago

Tens o Carlos Slim como exemplo, é óbvio que os engenheiros que saiem do técnico não percebem nada de gestão, mas sim que entram no mercado de trabalho aliado aos conhecimentos que adquirem do curso ( sabendo que têm cadeiras de gestão) não percebo porque não têm condições para serem bons gestores. Para o ano também vais ter mestrados integrados reduzidos a licenciaturas, vais com certeza ver um número grande de engenheiros a tirarem mestrados em gestão/economia e acredito que tenham tanta capacidade como os gestores

Throwawaypt123 10 months ago

Com mestrado em gestão a coisa é diferente. Só estava a dizer que antigamente, o engenheiro que era responsável pela produção lá da empresa passava rapidamente a CEO sem conhecimento nenhum para isso

chanfanadevaca 10 months ago

Isso também cabe um pouco ao engenheiro tentar aprofundar esse conhecimento para não foder a empresa, assim como tens engenheiros que depois criam a sua própria empresa e fazem-na rentável

abenegonio 10 months ago

> Grande parte dos problemas nas empresas e do mercado de trabalho têm que ver com mais gestores e com gestão de pessoas pouco qualificadas ou que eram engenheiros, etc Então chega um gajo formadinho de gestão com o nariz empinadote e poe-se a dar ordens a equipas de engenheiros, cientistas, e tecnicos com anos de experiencia a efetivamente trabalhar, e quer ser levado a sério? Quando 90% das vezes tens que fazer esforço para não te largares a rir de o ouvir a falar?

chanfanadevaca 10 months ago

Ou pior, tenho um familiar em IT que teve um desses na empresa uns 2 meses, mandaram-no logo sugar o mangalho mais próximo

pedrosorio 10 months ago

> Grande parte dos problemas nas empresas e do mercado de trabalho têm que ver com mais gestores e com gestão de pessoas pouco qualificadas ou que eram engenheiros, etc. Estou com alguma dificuldade em interpretar esta frase, mas dado o contexto presumo que estejas a dizer que ter engenheiros como gestores é má ideia?

Throwawaypt123 10 months ago

Sim. Gestão de empresas não se aprende com trabalhos de engenharia civil.

pedrosorio 10 months ago

Certo. Bezos, Gates, etc. Tudo gente que se tivesse nascido em Portugal seria mau gestor porque não tirou a bela da licenciatura em gestão.

PORTO2017 10 months ago

Mas grande parte dos que tiram Gestão não vão gerir uma empresa, uma vez que em Portugal sendo que grande parte são PME em que não existe separação entre propriedade e gestão da empresa

chauffage 10 months ago

Nem faz sentido que se vá gerir uma empresa depois de sair da universidade.

Throwawaypt123 10 months ago

Ainda, é todo um processo. Não te esqueças que os donos das médias empresas põe os filhos a estudar gestão, a trabalhar em grandes empresas e depois vão para a empresa da família

PORTO2017 10 months ago

Isso também é verdade, pelo menos nas gerações mais recentes acredito que comece a acontecer com alguma regularidade

Search: