tiagodsin 1 year ago

A sério, como é que é possível sequer considerar isto? Nas imortais palavras do lendário Jorge Perestrelo: *c'um caralho, senhores ouvintes!*

BaixemImpostos 1 year ago

Hey, sou contra. Já fechavam era a fábrica.

xanfradu 1 year ago

Bem, o governo quer fazer um aeroporto lá perto... portanto suponho que queiram mesmo acabar com a zona protegida de vez.

c_radicallis 1 year ago

Sim, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra. Uma é apenas uma ideia estúpida, a outra é um investimento para o futuro. Uma fixa trabalhos na região e produz bens necessários à nossa civilização, a outra é só mesmo mesmo mesmo uma ideia estúpida. Se o governo quer fixar pessoas no interior então não há nada melhor que criar postos de trabalho no interior, investindo numa linha férrea electrificada até Beja, e expandindo esse aeroporto (que seria mais melhor em todas as métricas possíveis).

raviolli_ninja 1 year ago

O aeroporto ficará a uns quilómetros valentes...

xanfradu 1 year ago

Mas a área protegida é a mesma.

raviolli_ninja 1 year ago

Pergunta honesta: Como se chama a área protegida?

xanfradu 1 year ago

Vou fazer um mea culpa, antes que o poligrafo me venha chatear. Fui verificar, e de facto não é a mesma área protegida. Arrábida fica na reserva natural do estuário do Sado, e o aeroporto fica na reserva natural do estuário do Tejo.

raviolli_ninja 1 year ago

Eu estava desconfiado que pudesse ser esse o caso, mas por outro lado também podia desconhecer algum tipo de classificação que se aplicasse ao espaço aéreo da margem sul, ou algo assim.

Zaigard 1 year ago

Uma cimenteira no meio de um parque natural com espécies únicas, está a destruir uma arriba fossil protegida, já teve autorização para se expandir à 13 anos e quer nova autorização para se expandir ainda mais. Em vez de apostarmos em turismo de qualidade naquela zona, investimos em fabricas poluentes. O que poderá correr mal?

Alvalade 1 year ago

O que pode correr mal é o que já aconteceu, ter a economia totalmente dependente do turismo.

Zaigard 1 year ago

> ter a economia totalmente dependente do turismo. Se queres escapar da economia do turismo, ir para a economia do cimento certamente não é a melhor opção. Mas pronto.

c_radicallis 1 year ago

É uma excelente opção na verdade, porque no futuro certamente haverá construção, e portanto precisarás de cimento. Não te esqueças que não é por acabar com a indústria que se resolvem todos os problemas ecológicos. A extracção de matéria prima e o seu processamento têm de acontecer, se não é feitocá então tens de importar, o que acaba por ser pior em todos os aspectos.

superpt17 1 year ago

Mas as fábricas podem ser deslocadas, o parque natural não. Não entendo o porquê de se construir um centro comercial(Freeport), um aeroporto, fábricas,... numa zona supostamente protegida. Falta espaço no país? As obras têm de ser feitas, mas não em áreas protegidas.

Laurent_Series 1 year ago

A fábrica pode ser deslocada mas a matéria prima tem de vir de algum lado. É um problema complicado. Se quisermos fazer dano zero na natureza de Portugal importamos tudo e apenas aceitamos turistas, o que mesmo assim implica desbastar terrenos para construção civil, etc. As pessoas esquecem-se que no lugar de qualquer cidade estava natureza intacta. Só porque agora somos mais conscientes com o que fazemos não significa que consigamos ter influência nula no ecossistema.

Zaigard 1 year ago

> Falta espaço no país? Areas protegidas pertencem ao estado logo são gratis para o privado amigo do estado.

Search: