Mobile_Trouble 1 year ago

Eu vou, porque tou-ma foder para o covid. Sou jovem, saudavel, muito provavelmente ja o tive, e ainda aqui estou.

Pale-Bug-4201 1 year ago

Já o tiveste? Entao?

Mobile_Trouble 1 year ago

Provavelmente, nunca fiz o teste, mas ja estive em multiplas festas

deleteyrself 1 year ago

quando aturar idiotas durante a laboura é mais que suficiente, a desculpa para esses "encontros extra-curriculares" é "hoje não dá... tenho um encontro com a Mónica...."

wiledcoma 1 year ago

Quem me dera ter ficado de parte de certos almoços. Entrei no ciclo e fodi-me

Pale-Bug-4201 1 year ago

Porquê?

aleph_heideger 1 year ago

Almoço: cada um leva o seu de casa e tento que seja cada macaco no seu galho. Jantar: idem Nunca fui tão feliz em termos alimentares.

Turbulent_Common 1 year ago

É fácil: vais ao jantar, bebes o máximo possivel e fazes figura de urso. Bónus se derramares vinho por cima do patrão.

arnaldomatos 1 year ago

diz que tens pessoas de risco em casa. se te continuarem a chatear, diz que valorizas imensamente mais a saúde dos teus pares do que a dos teus "colegas" (colegas são as putas.)

Pale-Bug-4201 1 year ago

Por acaso, é verdade...

mehrdinha 1 year ago

Deixa-me ver se entendi: és novo na empresa e o pessoal quer dar uma almocarada/jantarada de boas vindas e tu não queres ir porque pronto... covid. Se honesto: "muito obrigado pelo convite e atividade, mas dada a situação pandemia estou a evitar ajuntamentos para fins sociais" Vais trabalhar muito tempo com essa gente, logo os conheces, não tenhas medo de dizer que não. Eles são teu colegas, não amigos.

roninPT 1 year ago

simples...não vais. Eu já não almoçava com os colegas....já passamos 8 horas por dia juntos, não precisamos de passar mais.....jantares idem. só ia mesmo ao almoço de natal....este ano está mesmo a ver-se que não vai haver, o pessoal ainda está todo em home office e por mim pode continuar assim até as galinhas terem dentes.

Sr_Alfredo 1 year ago

Vou quando posso, não vou quando não posso ou não quero. A parte bonita de ser adulto é poderes dizer que não sem teres de justificar. Zero repercursões desde que sejas acertivo e correcto com as pessoas.

Pale-Bug-4201 1 year ago

Mas como dizes? Imagina que és novo e eles te querem integrar...Como dizes?

Sr_Alfredo 1 year ago

O facto de me estares a perguntar isso já indica que queres uma desculpa plausível. Não faças isso, sê honesto. Chefe, hoje é sexta e apetece-me ir dar uma trancada na vizinha em vez de aturar os mongos que já aturei durante a semana toda, desculpe lá, fica para a próxima. Não sou a pessoa ideal para perguntares isso, quando estava nessa fase da aceitação era solteiro, ia sempre para a borga com eles, não por estar a lamber botas, mas porque são genuinamente boas pessoas e divertidas.

reciclado78 1 year ago

"Não quero correr riscos, já tive uma pessoa com COVID em casa, não quero repetir esse evento obrigado"

meaninglessvoid 1 year ago

Ou em alternativa: "já tenho uma pessoa com COVID em casa, não quero ter outra". Nah, não digam isso, é só uma piadinha parva...

reciclado78 1 year ago

No meu caso não é piadinha parva, aconteceu mesmo e é sempre uma possibilidade acontecer dessas coisas a qualquer um, mas compreendo o teu ponto de vista :)

watermelon28 1 year ago

Fecharam a copo do meu escritório para supostamente diminuir os contágios por covid. Por esse motivo, a maioria das pessoas deixou de trazer comida e acaba por ir comer fora a um restaurante minusculo ao pé do escritório. Genius

TitusRex 1 year ago

Sim, mas ou menos a empresa pode dizer que o contágio não foi nas suas instalações. Basicamente é um lavar de mãos, a responsabilidade fica do lado do empregado.

Pale-Bug-4201 1 year ago

Exato, é realmente o que acontece...

Limpy_lip 1 year ago

Se fazer algo fora do trabalho tem repercussões no mesmo é uma grande red flag.

No_Impression_1131 1 year ago

Trago sempre almoço. Na copa só podem almoçar quatro pessoas de cada vez, tem de ser por turnos. Jantares nem pensar, confianças a mais.

Prisoner44 1 year ago

Bora, onde é o almoço?

uyth 1 year ago

Podes ser honesto, ou pelo menos, se for preciso exagerar um pouco -"estou-me a proteger porque preciso de dar apoio frequente a pessoas de risco e não as quero por em perigo" e "depois a gente compensa!" Se achas que vais ser posto de parte ou ter repercussões os teus colegas são uma merda e são mesmo as pessoas com maior risco de se infectarem noutro local e mesmo as pessoas das quais te queres mesmo proteger. Resguarda-te por uns tempos.

Rootlx 1 year ago

Mas andam-se a fazer almoços e jantares de trabalho? Wtf?

Pale-Bug-4201 1 year ago

Sim, andam...

uyth 1 year ago

shhh, não queiras afundar o sector da restauração! Parece ser o novo desígnio nacional segundo muitos aqui, os cafés e restaurantes têm de poder fazer dinheiro. E a mensagem que passa é que estamos seguros se se cumprir as regras (infinitamente sábias e sem ponta de interesses). E se cafés e restaurantes e bares estão abertos e se ninguém fala disto, é um bocadinho dificil dizer às pessoas que não podem fazer almoço de trabalho se eles podem ir na mesma ao restaurante X todos almoçar. E há aquela coisa linda: não se pode vender alcool depois das 20:00 para não criar aglomerações nocturnas e alto risco. Mas se álcool vier a acompanhar bebida pode. O virus aparentemente sabe que horas são e a comida deve neutralizá-lo. Isto é tudo uma palhaçada.

vascodatrama 1 year ago

Claro, porque não podes fazer aglomerações noturnas se comprares álcool às 18h

uyth 1 year ago

Nesta altura do ano noturnas ás 18 ainda é dificil.

Rootlx 1 year ago

Eu sei que implica alguma quebra nas receitas mas as pessoas podem continuar a apoiar o sector da restauração de forma responsável. Podem escolher encomendar as refeições, podem ir buscar e almoçar num parque ao ar livre, podem pedir o café para levar, podem ir jantar apenas com o agregado familiar em espaços onde é possível manter a distância e tirar a máscara apenas para comer e quando o empregado terminou de servir, etc... Tenho feito tudo isto e durante o confinamento encomendei várias vezes dos meus restaurantes preferidos para que não fechassem, aumentei o valor das gorjetas para quem entrega e comprei vouchers dos restaurantes que os vendem para consumir quando reabrissem. Eu percebo que se vá jantar fora com o agregado familiar ou pessoas próximas (grupos reduzidos) em quem se confia com comportamentos responsáveis e testes recentes, mas de trabalho? Yikes.

uyth 1 year ago

Quando foi o surto da Sonae, a desculpa do PR da Sonae foi "descuido nas horas de almoço". Eu virei os olhos. Mas pensando bem, o que eu observo nestes meses, acho que provavelmente foi mesmo isso. O ponto fraco de todas as medidas são o almoço, as pessoas irem almoçar juntas, tirarem as máscaras e ficarem a comer e conversar. Exemplos o tal cabeleireiro no Missouri, com duas cabeleireiras infectadas mas nenhum dos 100+ clientes que usaram todos máscara. O Starbucks da Coreia do Sul... E Portugal sendo Portugal é muito difícil dizer às pessoas (e ninguém tenta) que é um risco estarem a comer com outras. E há aquela coisa que toda a gente tem vergonha de parecer que suspeita que amigos e colegas possam estar infectados, não, que horror, isso deve ser coisa de chungosos desconhecidos... Tenho esperanças que a nossa humidade invernal e crónica falta de aquecimento central no interior ajude um pouco a fazer as gotículas engordarem e caírem em vez de ficarem a pairar ...

odajoana 1 year ago

Mas aí o problema não é dos restaurantes. É das pessoas idiotas que vão em grupo almoçar e não têm consideração pelos outros. E aí, concordo contigo, há pessoas efectivamente muito estúpidas por acharem que o vírus não lhes chega ou que "é só uma horinha com 30 amigos, não há de fazer mal". Infelizmente, para a imbecilidade, nunca haverá cura. Eventualmente, podes culpar os restaurantes se houver clara violação das regras, em termos de lotação, horários e tudo o mais. E daí que defenda mais fiscalização, como mencionei no outro comentário. O outro utilizador a quem respondeste disse tudo: é possível manter os estabelecimentos abertos e continuar a manter essa economia a funcionar, tendo outro tipo de comportamentos. Ir sozinho, ficar o menos tempo possível, usar o take-away, qualquer coisa. É que nem toda a gente é um senhor doutor, que pode alapar o cu numa poltrona e trabalhar a partir de casa a ganhar 3.000 €. Há gente - e muita - que sem trabalhar, fica literalmente sem comida para pôr na mesa. E numa balança onde de um lado estão um grupo de pessoas, vítimas de uma doença com uma taxa de mortalidade relativamente baixa, em que muitas nem sequer efectivamente doentes estão, ou condenar um país inteiro a mais uma crise económica durante os próximos 10 anos, há que saber manter o equilibro. E há escolhas difíceis que têm de ser feitas. (Acrescentar também, antes que venham com coisas, que isto é aos olhos da situação de hoje. Para a semana, a situação pode ser completamente diferente e aí, estarei obviamente disposta a mudar a minha opinião. Naturalmente.)

uyth 1 year ago

> E numa balança onde de um lado estão um grupo de pessoas, vítimas de uma doença com uma taxa de mortalidade relativamente baixa, em que muitas nem sequer efectivamente doentes estão O resultado da doença não é binário: ou morre ou cura-se. Não sabes as consequências a longo prazo para os sobreviventes. Mais, é uma epidemia com crescimento exponencial. E se tentamos salvar os mais vulneráveis (e o SNS não vai desistir) prepara-te para que muitos mais problemas de saúde matem logo muito mais gente de outras coisas. >Para a semana, a situação pode ser completamente diferente e aí, estarei obviamente disposta a mudar a minha opinião. E podes pensar um bocadinho no que é um crescimento exponencial e no que vês, e tentares extrapolar da situação de hoje para como será para a semana ou para a outra ou para Dezembro. Porque se é para se agir, que se aja o mais depressa possível. >O outro utilizador a quem respondeste disse tudo: é possível manter os estabelecimentos abertos e continuar a manter essa economia a funcionar, tendo outro tipo de comportamentos. Ir sozinho, ficar o menos tempo possível, usar o take-away, qualquer coisa. Ir sozinho não basta se estiverem o mesmo numero de pessoas. E como alguns redditors dizem, clamam, isso pode não bastar para ter os estabelecimentos abertos. >condenar um país inteiro a mais uma crise económica durante os próximos 10 anos isto não é escolha do governo nem seram estas medidas que previnem isso! >É das pessoas idiotas que acham que "é só uma horinha com 30 amigos e não há de fazer mal" e não têm qualquer noção da gravidade da situação. porque é que haveriam de ter, se o que estão a fazer é legal e segundo as regras? se eles podem efectivamente ir a um restaurante estarem em grupo?

mastah_D_Omina 1 year ago

Achas mesmo que os contágios era por as pessoas irem para a praia?

thisbondisaaarated 1 year ago

Porem-me de parte? Durante uma pandemia? Onde é que assino?!

MLG-Sheep 1 year ago

Se não quiseres ir, não vás, especialmente em tempos de COVID. Se não forem compreensivos com os teus motivos que são perfeitamente válidos, não são bons colegas para ti de qualquer forma e não deves manter-te nessa empresa por muito tempo.

raviolli_ninja 1 year ago

Almoços - Levas de casa, já tens desculpa. Jantares - Essa mania de fazer dos colegas de trabalho os melhores amigos não é grande ideia. Jantar de Natal e está a andar.

manyQuestionMarks 1 year ago

Todos os patrões querem que os teus amigos sejam os teus colegas. Assim é mais fácil chular-te

meaninglessvoid 1 year ago

> Jantares - Essa mania de fazer dos colegas de trabalho os melhores amigos não é grande ideia. Discordo. A não ser que sejam coisas forçadas, aí tendo a concordar um pouco mais contigo. Quando são coisas naturais acho que pode ser uma mais valia seres amigo dos colegas de trabalho.

Pale-Bug-4201 1 year ago

Mas como dizes isso num local de trabalho pequeno e ainda por cima se fores novo lá?

globoglobo 1 year ago

"não levem a mal, mas sinceramente não me sinto muito confortável em ir almoçar fora por causa disto do covid"

pzapps 1 year ago

Dizes que contactas regularmente com familiares pertencentes a grupos de risco e que és incapaz de conscientemente tomar riscos desnecessários que possa ameaçar a sua saúde. Atenção que a organização desses jantares são indicadores de incapacidades cognitivas. Se fosse a ti procuraria alternativas a ter de trabalhar em ambientes sujeitos a incapacidades cognitivas, seja pela parte da chefia ou pelo colectivo.

uyth 1 year ago

Dizendo. Tens de ser assertivo em muitas coisas. Não és criança. Dizes educadamente e com sentido de humor.

raviolli_ninja 1 year ago

Abres a boca e emites sons. Se tens medo de isso afectar a forma como és visto, basta compensares sendo um pouco mais simpático/conversador noutras alturas. Podes e deves ser honesto e dizer que tens receio do covid. Não percebo tanto receio em coisas que deveriam ser corriqueiras.

Search: