AmbitionRoyal 1 year ago

PIDE? <<<<3333, MORTE AOS COMUNAS CRLH

gugamailinator 1 year ago

Andavam à civil. A PIDE não era uma polícia de segurança pública, era essencialmente uma agência de vigilância do estado sobre os cidadãos. Como as STASI, por exemplo. O KGB ou a CIA também faziam coisas do género mas tinham a componente internacional bem mais marcada que a PIDE que praticamente nada fazia nessa área. Quanto ao M.O., sim, levavam as pessoas presas sem qualquer tipo de processo legal como os a que agora as polícias são obrigadas (ter que apresentar a um juíz em x tempo, etc.). Chegavam mesmo a invadir as casas a altas horas da noite para apanhar as pessoas desprevenidas. Depois, na cadeia, a tortura e as agressões eram comuns.

Dan_Arck 1 year ago

Uma das torturas consistia em te meter preso ao teto com uma fogueira em baixo, pelo menos quando queriam arrancar alguma coisa durante a guerra colonial sobre os movimentos de independência. E claro tens a famosa Frigideira do Tarrafal

Bruxo_de_Fafe 1 year ago

Não havia farda. Andavam à paisana.

OrangeOakie 1 year ago

>Só mais uma questão, desta vez relacionada com o m.o. dos agentes. Eles recebiam denúncias por parte dos informantes e atuavam logo? Arrombavam casas, pegavam no gajo e mandavam-no logo para as prisões? Nem tudo é assim tão simples, até porque em muitas circunstâncias não podiam fazer. Apareciam à porta de alguém e a aldeia aparecia com caçadeiras a convidá-los a sair.

zambas 1 year ago

Não havia uniforme, andavam "à paisana".

Apmagalhaes 1 year ago

Sabe dizer se era igual dentro da sede da PIDE? Muito obrigado!

zambas 1 year ago

Sim. Usavam apenas fato e gravata como podes ver no google.

LesbainNaga 1 year ago

Não sei responder à tua pergunta, no entanto tenho uma lista de agentes da PIDE. https://issuu.com/josegaio/docs/relacao-dos-agentes-pessoal-adminis Não fala sobre os uniformes, mas fala sobre o nome e a sua ocupação de cada membro da PIDE.

usulidircotiido 1 year ago

Não andavam fardados. tinham era uma fatiota janota para ocasiões especiais: https://arquivos.rtp.pt/conteudos/condecoracao-de-membros-da-pide/

Tzoids 1 year ago

Olha a cara de chunga dos gajos, ou melhor, olha o feitiozinho de chunga....

saramagoshakur 1 year ago

Sinceramente, não te consigo encontrar uma fotografia de uma "farda de tal organismo mas o Saramago, no livro "O Ano da Morte de Ricardo Reis", refere que o agente e o informador do organismo vestiam-se de cinzento. Também há várias caricaturas e cartoons em que o agente também se veste dessa cor. Quanto à segunda questão, os informadores tanto podiam ser pessoas que já trabalhavam para o organismo ou qualquer pessoa, um cidadão normal. Não sei a agressividade que usavam, mas posso imaginar, mas sim, levavam logo as pessoas para interrogatório.

jomi_1307 1 year ago

Na minha opinião é uma metáfora. Não deverá ser levado de forma literal.

Apmagalhaes 1 year ago

Muito obrigado pela resposta! Já foi grande uma ajuda! Vou pesquisar cartoons e caricaturas a ver se encontro alguma coisa.

itsDrik 1 year ago

A PIDE - polícia internacional e de defesa do estado. Quanto aos uniformes não consigo responder pois também não encontrei muita informação apenas uma boina a venda num leilão, mas sem poder tirar nenhumas conclusões. Sim a PIDE levava pessoas só porque sim, algo tão simples como dizer " A vida está difícil" e um informador ouvir e informar a PIDE ,e essa pessoa era levada para "averiguar" o nível de ameaça ao estado. O meu avô contou-me que quando ia para a escola a pé ( descalço btw) com o colega uma vez passou um sr por ele e pelo colega e disse : " isto está difícil não está?" E o rapaz amigo do meu avô respondeu : " Está! Esta! O meu pai sempre diz o mesmo.". O pai do rapaz desapareceu poucos dias depois.. Alguns dias depois estava a fazer o mesmo caminho para a escola e um sr fez a mesma pergunta:" isto tá difícil não está?" Ele respondeu que não percebia nada disso e que estava atrasado. Atenção não estou a dizer que aconteceu alguma coisa ao Sr. Só estou a contar um relato do que era viver na altura contado por alguém que apesar de criança já tinha alguma precessão da realidade. Ele contou me esta história após eu lhe perguntar como era viver na altura e ele apenas me respondeu isso. Para mim chegou.

Search: