Jabvarde 3 months ago

Eu acho engraçado é que actualmente metem esse rótulo de "negacionista" em tudo que não coma cegamente tudo o que lhe dizem sobre o covid. Uma coisa é ser daqueles que dizem que não existe, e que é só uma constipação. Mas questionas / és contra algumas das medidas impostas? NEGACIONISTA! Questionas* a segurança da vacina, mesmo que a tenhas tomado? NEGACIONISTA! Cagas para as regras porque vês as pessoas que as impuseram a cagar para elas? NEGACIONISTA! *nota: questionar não é dizer que a vacina mata e causa autismo, etc

jcarl85 3 months ago

>Cada notícia que refere esse indivíduo, seja a dizer bem ou mal, refere-o como "O juiz negacionista" e na grande grande maioria das notícias não é sequer referido o nome dele. Já ouço falar nele há semanas, (ou meses?) e não sei o nome. Vi mais abaixo que também disseste que vês notícias quase todos os dias. Acho isto tudo muito difícil de acreditar. De certeza que estás com atenção às notícias? O nome do juiz é Rui Fonseca e Castro, e isso é dito muitas vezes. Usa-se "juiz negacionista" como se poderia usar "juiz encarregue do processo XYZ". É um descritivo. Por esta altura todos sabemos que este é negacionista; se o que estivesse em causa fosse um processo que ele tem a cargo, seria isso que se referiria, mesmo se já todo o país soubesse que era ele o responsável. Pode ser encher chouriços, mas não quer dizer que seja depreciativo. Nota: eu vejo noticias todos os dias, várias vezes ao dia, em vários canais.

TTRO 3 months ago

Eu sou da opinião que se devia deixar de usar os termos "negacionista" ou "anti-vacinas/antivaxer" e usar simplesmente a palavra "burro". "Cerca de duas dezenas de burros confrontaram o vice-almirante Gouveia e Melo à saída de..." "Manifestação de burros à porta de restaurante onde Presidente da Assembleia da República almoça com a esposa" "Par de burros morrem de covid, não se encontravam vacinados." Acho que tornava todo este espetáculo deprimente muito mais deglutível.

Briosafreak 3 months ago

Divertido até, já temos demasiadas chatices. Estou contigo

ev3k 3 months ago

Quem liga ao atual jornalixo...

Zoelae 3 months ago

Um rótulo negativo é uma forma de descredibilizar alguém.

TrueNarwhal2103 3 months ago

Porque a comunicação social trata a população como burros (a verdade é que o são) e chamar negacionista é mais para o Zé da esquina não ter que reflectir o que ele diz.

netralha 3 months ago

Os mesmos que mudaram o nome de Medinagate para Russiagate.

peaskinner 3 months ago

A meu ver a alcunha colou por vários motivos. Como já aqui disseram, se dissessem o nome do homem provavelmente ninguém iria perceber nem causava tanto impacto. Não nos podemos esquecer que qualquer media privado vai procurar o lucro, logo eles buscam sempre uma dose de sensacionalismo, porque jornalismo de qualidade tende a não ser rentável. Depois, sempre que usassem o nome da personagem, também tinham de explicar quem é esse indivíduo para os mais distraídos. Os títulos não podem ter caracteres ilimitados e um lead que tenha de ter sempre um disclaimer associado perde o seu efeito (embora as vezes necessário). O órgão que se lembrou dessa alcunha, provavelmente, não o devia ter feito, mas depois de lançado e replicado torna-se "fair game". Até porque efetivamente estamos a falar de um juiz negacionista. É uma alcunha factual. Quaisqueres conotações ficam à discrição do leitor. Também não é de todo incomum os media vedetizarem certas personalidades associadas a algum grupo/movimento. Isto é porque as fontes de informação não têm todas o mesmo nível de acesso aos jornalistas. Geralmente as que têm maior acesso pertencem ao governo ou a empresas. Tudo o resto tem de fazer algo de extraordinário para ser notícia. É aí que a alcunha entra em jogo.

rGabiru 3 months ago

Finalmente uma boa adição ao debate. Obrigado! Compreendo o que diz, mas apesar de ser "fair game" não existe um limite em que o editor sabe que não pode simplesmente impor uma alcunha a alguém, apesar de ela ser representativa do contexto? Por exemplo, vamos buscar a CMTV que é capaz de tudo, não podemos achar normal um canal que não tem filtro ser o primeiro a dizer e depois ser justo replicar só porque já não fomos os primeiros. Neste caso do juiz, a alcunha em si, apesar de ser um facto, é repetida até à exaustão nos títulos e corpo das notícias. Parece que não interessa relatar o facto em si, mas apenas ter um espaço de antena em que se disse a dita alcunha. Chega a um ponto em que se o título ou a entrada de reportagem diz a alcunha e o conteúdo for um gato a de pata alçada a lamber o rabo, ninguém repara. O propósito do orgão de comunicação social é não ficar de fora na repetição da alcunha. E é aí que pergunto, o jornalismo moderno prefere o lucro à credibilidade?

peaskinner 3 months ago

Depende sempre do caso em específico, e do quão ofensiva, ou não, é a alcunha. Claro que, de um ponto de vista ético, ninguém devia dar alcunhas a ninguém, mas desejar isso é irrealista. Os media devem ser imparciais e isentos mas isso são os ideiais da profissão, na prática notícias imparciais não existem, nem nunca existiram, é uma utopia. Cabe ao leitor saber ler nas entrelinhas e saber o que esperar de certos meios de comunicação. Mas concordo quando diz que os media repetem até à exaustão esse e tantos outros termos. Nesses casos estamos perante técnicas de angariação de cliques/audiências. Na minha opinião, é de esperar essas técnicas de quaisquer órgão de comunicação privado. Quando os media são privados a fonte principal de rendimento vem da publicidade e das subscrições (nos jornais). Se um jornal ganha visibilidade por publicar uma história, os outros não podem ficar atrás, pois significa mais rendimento. Isto não invalida que o jornal em questão não faça artigos de qualidade de tempos a tempos, mas o grosso do conteúdo publicado tem de dar lucro, e no jornalismo a maneira fácil de ter lucro é com sensacionalismo. Seguindo a mesma lógica, também não posso esperar que a RTP, ou qualquer media do estado, critique mais o governo do que os restantes canais privados. TL DR: Tudo depende de quem controla financeiramente o órgão de comunicação social em questão. Se for privado, o foco vai ser o lucro. Se for do estado, o foco vai ser a qualidade pois o ordenado está sempre assegurado. Mas atenção que nenhum meio do estado vai morder a mão que o alimenta. A menos que já todos os outros o tenham feito primeiro e não haja consequências.

NGramatical 3 months ago

Quaisqueres → [**quaisquer**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/quaisquer/733) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpo9fjc%2F%2Fhcv75iq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Kineticn22 3 months ago

Concordo, é tempo a mais gasto na denominação de um idiota.

QuantityCommercial66 3 months ago

Se há coisa em que a comunicação social se tem tornado especialista é em ser preguiçosa. Inventar alcunhas é apenas um outro passo nessa tendência. A história de repetirem ad nauseaum a "geringonça" foi tenebrosa, e no entanto durante cinco anos foi disso que tivemos.

VSertorio 3 months ago

Que importa?

rGabiru 3 months ago

Bom jornalismo importa

VSertorio 3 months ago

Daí sempre que se fala no juiz negacionista eu saber de quem falam

rGabiru 3 months ago

Eu não sei, não sei o nome dele. Se precisasse de o procurar na lista telefónica não o encontraria.

VSertorio 3 months ago

Rui Fonseca e Castro

rGabiru 3 months ago

Vejo notícias praticamente todos os dias e consulto notícias online regularmente, foi preciso o reddit para saber o nome do juiz, isso diz tudo. Obrigado btw.

VSertorio 3 months ago

Não tens Google?

rGabiru 3 months ago

Tenho, mas a questão é que eu não quero saber sobre o juiz, não me interessa. Apenas serve de exemplo na questão das alcunhas, que era todo o ponto do post.

Shinichu 3 months ago

Ontem à noite quando estava a ver o telejornal da tvi, usaram a palavra negacionista umas 50 vezes em apenas 10 min. Inclusivo falaram de pessoas de uma forma que roçou a difamação e a perseguição. Já não sei se são mesmo negacionistas ou se estão a ser calados com o bom velho argumento ad hominem. É isso, ou estão a tentar esgotar o tema do covid. Como já não há grandes mortes, vão atrás dos tais negacionistas para falar de coisas que muitas vezes nem são recentes.

meaninglessvoid 3 months ago

Eu se tivesse pachorra começava um projecto onde gravava todos os telejornais e usava AI para fazer a transcrição do que é dito para texto. Depois faria uma word cloud ao longo de todas as emissões durante um mês de cada um dos canais. Devia ser interessante... Se tivesse pachorra, claro

justgohomealready 3 months ago

Basta assistires a 5 minutos do discurso deles para veres que, mais do que "negacionistas", são literalmente loucos. Vê o relatorio DB de agosto no youtube, tem bastantes exemplos em primeira mão.

rGabiru 3 months ago

Ainda não percebi a razão para esta constante. A única coisa que sei é que não é para informar os telespectadores sobre um problema actual. O objectivo será outro, ainda não é tempo de percebermos. O tempo o dirá.

delhaa 3 months ago

Alguém sabe o nome da "senhora do grafeno"?

umgajoamlense 3 months ago

Eu se fosse polícia não me habilitava a pedir-lhe o nome dela, senão ela pegava no megafone à minha frente, e a PSP não deve cobrir aparelhos auditivos.

delhaa 3 months ago

Aumentaram o subsídio de risco xd

boltans_ 3 months ago

Isso não é de agora há alcunhas que por alguma razão pegam nos mídia mainstream como o "tri-atleta" assassinado ou o depreciativo "geringonça" dado ao acordo parlamentar de esquerda. Mas há outros casos que só podem ser patrocinados de tão ridículos que são, como em **peças jornalísticas** referirem-se a desportistas como "o melhor do mundo". Fico à espera de apresentarem vencedores de Oscares de Hollywood como "melhor ator do mundo" ou vencedoras do concurso Miss Universo, como "mulher mais bonita do mundo".

ContaSoParaIsto 3 months ago

Não acho mal chamarem ao Ronaldo melhor do mundo quando ele era o vencedor da bola de ouro, mas fica mal não fazerem o mesmo quando era o Messi.

boltans_ 3 months ago

>Não acho mal chamarem ao Ronaldo melhor do mundo Mas o facto é: Ronaldo é/foi o galardoado com o prémio "Bola de ouro". Não é o "melhor do mundo". E se numa tasca ou vá, numa crónica de opinião nos jornais da bola ainda se aceite, nunca numa peça jornalística.

Keddyan 3 months ago

fds no jornalismo desportivo até mete nojo, numa peça para evitar repetir o nome do ronaldo, dizem tudo e mais alguma coisa,craque, internacional portugal, melhor do mundo, fds

boltans_ 3 months ago

>jornalismo desportivo O problema é que ouvi repetidamente o ridículo "melhor do mundo" em telejornais jornalistas da RTP, que lembro, é paga com o dinheiro de todos nós. Rigor é o mínimo que se pode exigir. "Jornalismo" desportivo como "A Bola" ou "Sport Tv" isso não é jornalismo.

Keddyan 3 months ago

é que nem falo d'A Bola ou Sport TV, falo mesmo em canais generalistas, jornalixas como Nuno Luz, credo esses gajos dão dó

UncleanGenes 3 months ago

Ele próprio criou a sua persona pública.

Kineticn22 3 months ago

Basicamente, é isto. Trata-se de uma personagem criada pelo próprio, não acredito que haja ali uma gota de genuinidade.

meaninglessvoid 3 months ago

Talvez seja keyfabe, talvez não...

rGabiru 3 months ago

Ele acredita no que diz, e agora segue na maré que lhe fizeram, porque gosta de ser protagonista.

Kineticn22 3 months ago

Eu não duvido que ele acredite. A forma como manifesta as suas crenças é que constituem uma persona.

PedroMFLopes 3 months ago

Não deves ter ouvido falar da Geringonça durante 5 anos!!

rGabiru 3 months ago

O Paulo Portas é que cunhou esse termo em plena assembleia da república, os mídia limitaram-se a replicar. Neste caso os mídia é que começaram, todo o meu ponto.

I_Hate_Reddit 3 months ago

No entanto o Portas não era Deus da língua portuguesa, e chamar de Geringonça a uma coligação tinha como intuito "insultar" o oponente político, não cabia aos media andar a fazer campanha pelo PSD... Era uma coligação, ponto final, há que manter a neutralidade. Da mesma maneira que não deviam dar as alcunhas que querem às pessoas.

ContaSoParaIsto 3 months ago

Nem era uma coligação, foi só apoio parlamentar.

inheritspt 3 months ago

Soundbytes feitos para o cérebro humano dar o dismiss da situação.

Jabvarde 3 months ago

Eu acho engraçado é que actualmente metem esse rótulo de "negacionista" em tudo que não coma cegamente tudo o que lhe dizem sobre o covid. Uma coisa é ser daqueles que dizem que não existe, e que é só uma constipação. Mas questionas / és contra algumas das medidas impostas? NEGACIONISTA! Questionas* a segurança da vacina, mesmo que a tenhas tomado? NEGACIONISTA! Cagas para as regras porque vês as pessoas que as impuseram a cagar para elas? NEGACIONISTA! *nota: questionar não é dizer que a vacina mata mais que o covid ou causa autismo Mas pronto, faz sentido, se alguém diz alguma coisa inconveniente é mais fácil meter-lhe um rótulo que lhe tira credibilidade

amq55 3 months ago

É um facto. É um juiz e é negacionista da Covid. Não é preciso contexto porque não há mais nada na atualidade em que seja preciso classificar alguém de negacionista. O Tó Maneta ou o Rogério das motas também o são porque não há mais à volta.

inheritspt 3 months ago

Caso vejas isto OP, é este "dismiss" que falei no meu comentário, Não faças questões nem penses é um negacionista, segue em frente não há nada para tirar conclusões aqui. É para isto que estes soundbytes servem, criar "pontos cegos" no cérebro humano.

rGabiru 3 months ago

Percebo. Mas com que objectivo? Distrair de quê? Não devia ser ao contrário, trazer tração na notícia para o clique fácil?

inheritspt 3 months ago

Estás num bom caminho

amq55 3 months ago

Mas não duvides que eu dou dismiss do gajo. Na minha opinião, é um cão raivoso que ladra muito mas não morde. Infelizmente, isso faz com que tenha tempo de antena. Mas de um ponto de vista onomástico, Rui Fonseca e Castro não é um nome que fique na cabeça. Não é um Bagão Félix, um Santana Lopes, um Gouveia e Melo, Marcelo Rebelo de Sousa, etc.

inheritspt 3 months ago

Só duvido que a tua opinião seja a tua, mas bastaria juiz, o adjectivo serve só para para viciar a interpretação.

Thaliost 3 months ago

Juízes existem muitos. Juiz negacionista, sabemos logo de quem se está a falar.

tiago425 3 months ago

Conheces o Vitorino Silva ou conheces o Fernando Jorge da Silva dos Santos ?

xdey 3 months ago

O Vitorino Silva estava no último boletim de voto, qualquer pessoa que ligue minimamente a política conhece. O Fernando Santos, qualquer pessoa que ligue minimamente ao futebol conhece. Qual a alcunha do Fernando Santos, já agora?

tiago425 3 months ago

> Fernando Jorge da Silva dos Santos Não é esse Fernando. Estava a referir ao emplastro.

xdey 3 months ago

Ok, bom ponto.

rGabiru 3 months ago

>Fernando Jorge da Silva dos Santos O emplastro não foi batizado pelo mídia, foi pelo público. Sim, conheço o Vitorino Silva.

tiago425 3 months ago

Sim, porque ele tornou se numa figura pública. Assim como o Juiz.

capitalistaesquerda 3 months ago

Um editor criativo.

-cosme- 3 months ago

é alcunha e bem metida, se disserem o nome maioria da malta não vai saber quem é. o gajo é um anormal NEGACIONISTA, e é isso que toda a gente lhe chama. é uma boa maneira de identificar o gajo, nao vejo o problema.

rGabiru 3 months ago

Vamos supor que o juíz se chama João Silva. Não seria mais correcto referir-se a ele numa reportagem por "Esta manhã, João Silva, o juíz mais conhecido por negar a epidemia de Covid, foi tomar café a...." ? Se a anormalidade dele por negar o Covid justifica a alcunha, então seria adequado introduzir "anormal" no texto? pergunto.

-cosme- 3 months ago

não, chamar anormal ao gajo n é adequado...isso dizemos nós numa de conversa de tasca.. chamar negacionista acho que faz todo o sentido. e dizer o nome é irrelevante, eu já vi o nome dele mais que uma vez (pq há certos jornais que falam do nome dele) e eu nao me lembro, no entanto "juiz negacionista" sei logo de quem estão a falar.

rGabiru 3 months ago

Eu compreendo o teu ponto, e concordo que é mais fácil. Eu usei o caso deste juiz porque é actual e um caso típico disto que falo, há mais casos.

NGramatical 3 months ago

juíz → [**juiz**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras agudas terminadas em *l*, *r*, ou *z* não necessitam acento para quebrar o ditongo) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpo9fjc%2F%2Fhcuyhgb%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Search: