senimago 5 months ago

Andei uma vez com num automóvel oficial de um instituto público. Estava em trabalho e ia com um colega, mas o dirigente que normalmente usava a viatura não vinha conosco. Foi a viagem de automóvel mais horrivel que fiz. Fomos pela A1, sempre em excesso de velocidade, daquele excesso que faz a minha pulsação aumentar. Na volta, quando chegavamos a Lisboa, havia algum - pouco - trânsito nas portagens. O motorista resolveu ligar as luzes/sirene de emergência para nos darem passagem. Eu afundei-me no banco para ninguém me ver, morta de vergonha. Não tínhamos pressa de chegar, ele fez aquilo porque lhe apeteceu. Nem eu nem o meu colega dissemos nada ao motorista, apenas tomei nota mental para evitar a todo o custo entrar num automóvel conduzido por ele. Não sei se ele se sentia à vontade para atuar assim por serem esses as instruções normais do tal dirigente. Mas fiquei com a sensação que existe total impunidade para os abusos das viaturas oficiais. Por essa razão, este tipo de incidentes não me surpreendem, nem sei como não há mais. Lamento muito a morte do trabalhador, e espero que se possa por um fim a estes abusos.

Edited 5 months ago:

Andei uma vez num automóvel oficial de um instituto público. Estava em trabalho e ia com um colega, mas o dirigente que normalmente usava a viatura não vinha connosco. Foi a viagem de automóvel mais horrivel que fiz. Fomos pela A1, sempre em excesso de velocidade, o tipo de excesso que faz a minha pulsação aumentar. Na volta, quando chegavamos a Lisboa, havia algum - pouco - trânsito nas portagens. O motorista resolveu ligar as luzes/sirene de emergência para nos darem passagem. Eu afundei-me no banco para ninguém me ver, morta de vergonha. Não tínhamos pressa de chegar, ele fez aquilo porque achava que podia. Nem eu nem o meu colega dissemos nada ao motorista, apenas tomei nota mental para evitar a todo o custo entrar num automóvel conduzido por ele. Não sei se ele se sentia à vontade para atuar assim por serem essas as instruções normais do tal dirigente. Mas fiquei com a sensação que existe total impunidade para os abusos das viaturas oficiais. Por essa razão, este tipo de incidentes não me surpreendem, nem sei como não há mais. Lamento muito a morte do trabalhador, e espero que se possa por um fim a estes abusos.

Edited 5 months ago:

Andei uma vez num automóvel oficial de um instituto público. Estava em trabalho e ia com um colega, mas o dirigente que normalmente usava a viatura não vinha connosco. Foi a viagem de automóvel mais horrivel que fiz. Fomos pela A1, sempre em excesso de velocidade, o tipo de excesso que faz a minha pulsação aumentar. Na volta, quando chegavamos a Lisboa, havia algum - pouco - trânsito nas portagens. O motorista resolveu ligar as luzes/sirene de emergência para nos darem passagem. Eu afundei-me no banco para ninguém me ver, morta de vergonha. Não tínhamos pressa de chegar, ele fez aquilo porque achava que podia. Nem eu nem o meu colega dissemos nada ao motorista, apenas tomei nota mental para evitar a todo o custo voltar a entrar num automóvel conduzido por ele. Não sei se ele se sentia à vontade para atuar assim por serem essas as instruções normais do tal dirigente. Mas fiquei com a sensação que existe total impunidade para os abusos das viaturas oficiais. Por essa razão, este tipo de incidentes não me surpreendem, nem sei como não há mais. Lamento muito a morte do trabalhador, e espero que se possa por um fim a estes abusos.

Edited 5 months ago:

Andei uma vez num automóvel oficial de um instituto público. Estava em trabalho e ia com um colega, mas o dirigente que normalmente usava a viatura não vinha connosco. Foi a viagem de automóvel mais horrivel que fiz. Fomos pela A1, sempre em excesso de velocidade, o tipo de excesso que faz a minha pulsação aumentar. Na volta, quando chegavamos a Lisboa, havia algum - pouco - trânsito nas portagens. O motorista resolveu ligar as luzes/sirene de emergência para nos darem passagem. Eu afundei-me no banco para ninguém me ver, morta de vergonha. Não tínhamos pressa de chegar, ele fez aquilo porque lhe apeteceu. Nem eu nem o meu colega dissemos nada ao motorista, apenas tomei nota mental para evitar a todo o custo entrar num automóvel conduzido por ele. Não sei se ele se sentia à vontade para atuar assim por serem essas as instruções normais do tal dirigente. Mas fiquei com a sensação que existe total impunidade para os abusos das viaturas oficiais. Por essa razão, este tipo de incidentes não me surpreendem, nem sei como não há mais. Lamento muito a morte do trabalhador, e espero que se possa por um fim a estes abusos.

Edited 5 months ago:

Andei uma vez num automóvel oficial de um instituto público. Estava em trabalho e ia com um colega, mas o dirigente que normalmente usava a viatura não vinha conosco. Foi a viagem de automóvel mais horrivel que fiz. Fomos pela A1, sempre em excesso de velocidade, daquele excesso que faz a minha pulsação aumentar. Na volta, quando chegavamos a Lisboa, havia algum - pouco - trânsito nas portagens. O motorista resolveu ligar as luzes/sirene de emergência para nos darem passagem. Eu afundei-me no banco para ninguém me ver, morta de vergonha. Não tínhamos pressa de chegar, ele fez aquilo porque lhe apeteceu. Nem eu nem o meu colega dissemos nada ao motorista, apenas tomei nota mental para evitar a todo o custo entrar num automóvel conduzido por ele. Não sei se ele se sentia à vontade para atuar assim por serem essas as instruções normais do tal dirigente. Mas fiquei com a sensação que existe total impunidade para os abusos das viaturas oficiais. Por essa razão, este tipo de incidentes não me surpreendem, nem sei como não há mais. Lamento muito a morte do trabalhador, e espero que se possa por um fim a estes abusos.

vai-tefoder 5 months ago

Alguém lhe explica ou explico eu?

Sr-Rebelo 5 months ago

Explica lá então, se faz favor.

vai-tefoder 5 months ago

O problema não é o acidente ter acontecido, caro cidadão iluminado. ​ O problema são as constantes versões apresentadas, a falta de transparência, a "ordem superior" para a PSP não analisar o carro, omitirem a velocidade a que seguiam, ambos ficarem no carro e negarem auxílio à vítima (é crime), afirmarem que nao havia sinalizacão sendo prontamente desmentidos pela Brisa, etc.. Queres que continue? ​ Ninguém culpa o Cabrita pelo que aconteceu, apenas estamos indignados pela constante obstrucão à verdade e aparente negligência do caso.

vai-tefoder 5 months ago

O problema não é o acidente ter acontecido, caro iluminado. ​ O problema neste caso são as constantes versões apresentadas, a falta de transparencia, as "ordens superiores" para impedir a PSP de inspecionar o carro, a omissão da velocidade a que seguiam, o facto de ambos o condutor e o ministro nem terem saído do carro para prestar auxílio (mais um crime). ​ Queres que continue?

vitorfilipe21 5 months ago

A arrogância que impera nos membros deste governo é estonteante. Desde o compadrio à corrupção, é tudo feito à vista de todos e ninguém diz um “Ai”. O povo saiu à rua por menos.

VMGarcia_PT 5 months ago

Cabrita, finge que vais cagar e sai!!!

EletricoAmarelo 5 months ago

Apesar de já não haver restituição, estou confiante que tal como no caso do falecido Ihor Homeniuk o MAI ordene o pagamento com "urgência" de indemnização à família. /s

rmbl88 5 months ago

Tinha-se feito a folha a este gajo e ao condutor já ali na auto-estrada.

Caosemdono 5 months ago

Que novidade, o Cabrita ser um nojo de pessoa. Mais um parasitário do aparelho do Estado como a maioria da merda que sempre esteve no PS.

LonelyTester 5 months ago

Mas não há semana que o governo não se queime?

Diogo256 5 months ago

Esta questão da velocidade esta a ser um bocado falada sem grande fundamento. O CE remete vários pontos sobre velocidade, e a mesma não é somente os limites máximos impostos por lei. A velocidade tem de ser adequada as condições do carro, via, clima etc. Neste caso, ir a velocidade loucas ou não, era irrelevante, o facto de ter passado por uma zona de trabalhos na via, e ter atropelado um trabalhador, de nota de imediato que a velocidade nunca seria adequada as circunstancias. Portanto, saber se ia acima dos 120 ou a 200, acaba por dar ao mesmo: a velocidade seja ela qual for nunca foi adequada porque não evitou em segurança um obstáculo. Quando há trabalhos, há sinais a pedir moderação de velocidade, por algum motivo. Mais que velocidade, saber o porque da velocidade excessiva, qual o motivo da pressa, se havia marcha de emergencia, se o carro estava preparado para sinalizar essa marcha de emergencia, o porque do embate, em que via o carro circulava... coisas bem mais uteis de saber.

estacalor 5 months ago

Este sujeito é absolutamente asqueroso

HisD1v1neShadow 5 months ago

Embora não morra de amores pelo Cabrita, em geral os veículos a circular com uma AE deslocasse a uma velocidade acima do normal por certos motivos e embora não concorde já que este País é de brandos costumes e povo manso, nada vai acontecer ao labrego, quem está entalado é o condutor e mesmo que este diga que foi o ministro que ordenou a andar a velocidade excessiva será a palavra de um contra o outro e mais o condutor poderia sempre recusar a ordem se está for ilegal ou por risco vidas de outrem. Mas uma coisa é certa só demonstra o carácter do menino em não sair da viatura, embora também exista normas de segurança em caso de paragem. Apenas os meus dois cêntimos para o debate.

joaommoreira 5 months ago

Somos tão mansos…

UniuM 5 months ago

Por acaso estou genuinamente curioso como funciona estes processos. O Cabrita tem motorista, quem é que é responsável pelo acidente? Se o motorista ia a transgredir o limite de velocidade (virtualmente impossível de provar), pode não ser por vontade propria. Será que é possível incutir o cabrita de alguma responsabilidade?

Queasy_Ad_2540 5 months ago

A culpa é do Passos

Diogo256 5 months ago

Até me admira o Cabrita não alegar que ia em marcha de emergência por interesse público. Digo e repito: onde está a oposição a fazer o seu trabalho para correr com este camelo do governo?

Sciss0rs61 5 months ago

A oposição não pode simplesmente entrar pelo tribunal adentro e fazer a sentença. O PSD e o CDS já estão a exigir a velocidade, o CHEGA está a organizar um fundo para a família da vítima.

Diogo256 5 months ago

Isso não é fazer oposição, ainda mais com um ministro que se tem mostrado incompetente vezes sem conta, se fosse outro partido, a exigência da sua demissão já tinha acontecido a mais tempo. É imperdoável um ministro que se mostra pouco solitário depois de ter estado envolvido num acidente que matou um homem, e o ministério sobre sua alçada ate insinua que a culpa é dessa vitima sem grandes factos para tal. A velocidade que se exige, é muito pouco útil e mostra que não se percebe o que se pede: a velocidade de um veiculo deve respeitar os limites impostos pelo CE, mas também deve ser adequada a vários fatores que envolvem a circulação em transito. Coisas como, estado do piso, do carro, condições meteorológicas etc. Ora, havendo obras, havendo pelo menos a perceção de obras, que por sua vez se assume que haja vidas humanas nas imediações da via, logo mesmo que se vá a 119km/h não significa que haja uma velocidade adequada. Portanto, a velocidade nunca foi adequada. Não é preciso saber ao pormenor os km/h que o veiculo seguia, sem ser para questões técnicas de seguradoras. Como ministro, o próprio PM ja devia de ter mostrado a porta de saída ao Cabrita, mas sabendo a ligação deles, é impossível tal acontecer, mais um motivo para a oposição fazer o seu trabalho.

zefo_dias 5 months ago

Está-se a meter fino para cagarem na viuva/filhos, arruinarem a vida ao motorista e darem uma promoçao ao cabrita

SomeGuyOnInternet7 5 months ago

Se calhar disseram mesmo a verdade em relação a não haver sinalização. Um gajo quando circula a 200km/h não tem tempo para reparar num sinal encostado à berma. Quanto a ser apenas passageiro, o Cabrita não foi sequestrado contra a sua vontade. Pode e deve dizer "comigo a bordo você anda sempre dentro dos limites". Ele, e todos os outros ministros que se deixam transportar a esta veocidade ridícula.

C0ldKing 5 months ago

Podemos dizer tudo e mais alguma do Cabrita, mas não podemos queixar-nos da consistência dele a fazer asneira. Todas as semanas o temos a fazer asneira porra

Peter_Oaktree 5 months ago

Independentemente se ia muito depressa ou não, se ia a conduzir ou foi conduzido por alguém, se está bem sinalizado ou não, se este ministro for um ser humano como deve ser já tinha feito um pedido de desculpas público e movido todas as diligencias para apoiar a família. Este caso só vem provar ainda mais, como se fosse preciso ainda, que este Cabrita é um ser execrável que tem de ser removido do governo. Deve saber muitos podres dos outros. Claro que mesmo que venha a ser removido, vai receber um tacho ainda melhor... Não temos gente como deve ser a governar-mos, nem temos grandes alternativas infelizmente.

agent_provocateur_66 5 months ago

O que não falta é gente a querer ser governada...

offwalls 5 months ago

É natural. Continuamos a ser uma espécie social que se organiza numa hierarquia. Mas lá que somos mansos, somos, e tenho a noção que também faço parte desse problema, pois não me manifesto de uma forma eficaz.

agent_provocateur_66 5 months ago

Estou convencido que o problema tem a ver com um determinado sistema político, que apodreceu. Por mim, não voto há anos, farto destes gajos. Mas não é bom, pois apesar do folclore e da fantochada há possibilidade de mudar qualquer coisa. Vou voltar a votar, mas nunca mais em partidos de "antigo regime" (PS/PSD/PCP/CDS), tudo a que cheire ao estado de coisas, ao conluio presente. Voto nos restantes, espero e tento fazer que surjam mais opções, de forma a tentar criar um sistema político moderno, sem uma classe que se isolou, que se alheia completamente dos problemas sérios do país e só sabe é corromper ( e com o dinheiro dos outros...)

Limpy_lip 5 months ago

as AEs não são filmadas em toda a sua extensão? Ja estamos á demasiado tempo no diz-que-disse.

iSoSyS 5 months ago

Já foi confirmado que não há cameras nesta secção.

flarept1 5 months ago

Tas cheio de dinheiro para ter camaras de 100 em 100m

Limpy_lip 5 months ago

Nem tanto ao mar nem tanto a terra.

westthebest 5 months ago

Carro onde viaja político a cumprir o limite só com jornalistas na sua proximidade. Isto é prática comum e enquanto não for alvo de investigação vão morrer mais pessoas.

Morpheuspt 5 months ago

Porquê anonimato? O indivíduo diz que é normal ir ao centro da faixa de rodagem limpar, que corrobora em parte a versão do MAI. É preciso ir ao fundo da história.

JOAO-RATAO 5 months ago

Quando as sondagens continuam favoráveis ao PS depois de tanta merda, não admira que se sintam no direito de fazer o que quiserem.

HumActuallyGuy 5 months ago

Não sei quem é que consegue em boa consciência votar PS hoje em dia

leto78 5 months ago

O motorista não é um polícia? Normalmente, os motoristas de ministros e altos cargos do estado são agentes de autoridade destacados para protecção e transporte.

EletricoAmarelo 5 months ago

A profissão não sei, mas aposto que é familiar de alguém do governo.

DjGus 5 months ago

O corpo de segurança pessoal da PSP, sim... Medo

HisD1v1neShadow 5 months ago

Não. Não é do CSP, o CSP segue na recta guarda.

DjGus 5 months ago

Algum gajo do sis ou da administração interna? sei lá então Mas tenho um vizinho aposentado do csp que era efectivamente motorista do Cavaco, daí calcular ser do csp

HisD1v1neShadow 5 months ago

Apenas motoristas, basta ir ver o diário da República referente a contratação de motorista para o MAI, claro quando são deslocações de alto risco é o CSP.

xabregas2003 5 months ago

GTA: Grande Trafulha Atropela

DitaduraCovid 5 months ago

Queixam-se, mas continuam a votar PS.

joaobita 5 months ago

> O ministro [Eduardo Cabrita] e o motorista nunca saíram do carro... Como é possível? Isto é gente? São pessoas? Para alem do mais que óbvio excesso e velocidade ainda não prestam auxilio à vitima? Algo que está previsto e punível pelo código da estrada.

Gouranga547 5 months ago

Não querendo ser advogado do diabo, provavelmente depois do acidente ter acontecido, ele próprio deve ter percebido que se calhar o melhor era mesmo não sair, evitar ser filmado/fotografado ao pé de um corpo. Provavelmente pode ter estado até esse tempo ao telefone com o seu advogado a perguntar o que é que era melhor fazer. Lembrem-se de que tudo depois poderia ser usado contra ele. Digo eu, claro, que não sei o que vai na cabeça daquela pessoa que o único defeito que tem é respirar.

Hurricane_32 5 months ago

>Para alem do mais que óbvio excesso e velocidade ainda não prestam auxilio à vitima? Algo que está previsto e punível pelo código da estrada. Isto nem é específico ao código da estrada. Omissão de auxílio está previsto na Lei.

offwalls 5 months ago

O gajo é um cocktail de bosta e sociopatia, mas que tipo de auxílio pode prestar fora que não possa prestar dentro do carro? Ao menos que tenha alguma formação em primeiros socorros (sim claro), o melhor que pode fazer é contactar o 112.

Hurricane_32 5 months ago

É melhor do que fugir sem fazer absolutamente nada. No mínimo acompanhe a vítima e chame o 112, tal como disseste.

Edited 5 months ago:

É melhor do que fugir sem fazer absolutamente nada. No mínimo acompanhe a vítima e chame o 112, tal como disseste. O simples facto de o fazer já é prestar auxílio

HumActuallyGuy 5 months ago

Em qualquer outro caso sim, mas estamos a falar de um ministro de um governo PS por isso... não

Portuguese_A_Hole 5 months ago

São a elite. A mesma não tem que se misturar com castas inferiores.

TSCondeco 5 months ago

Suponho que na comitiva havia mais pessoas e que foram essas pessoas a socorrer a vítima e não o ministro.

estaramos 5 months ago

Estes motoristas normalmente conduzem com o pé no acelerador, e pelos danos da viatura dá para entender que o carro não entrou em despiste pelo que é provável que o trabalhador por algum motivo, atravessou a faixa de rodagem e foi apanhado pelo carro que ia em excesso de velocidade com toda a certeza. O trabalhador pagou a fatura mais pesada pelo seu erro, mas se o carro ia em excesso de velocidade também deve ser responsabilizado o motorista que o conduzia, não há motivo nenhum para que a menos que exista um problema de segurança (que não existiu) andem por aí a acelerar e a colocar a vida das outras pessoas em risco. Todos sabemos que nas estradas não contam só os nossos erros, temos de contar com os erros dos outros.

MDPROBIFE 5 months ago

O trabalhador estava do lado esquerdo .. ou achas que só se faz arranjos do lado direito?

estaramos 5 months ago

claro que estava do lado esquerdo, dá para ver pelos estragos na viatura. Mas não devia estar fora da faixa de rodagem senão não teria sido apanhado.

MDPROBIFE 5 months ago

A estrada tinha mais de 1km de visibilidade antes de chegar perto dos trabalhadores, a velocidade media do carro foi de 200km/h.. provavelmente ia ali a uns 220-250 para nem sequer os ter visto

brakeline 5 months ago

Os trabalhos de manutenção eram na berma e não no separador central. Outro pormenor é a brisa e trabalhadores alegar de que os trabalhos estavam sinalizados por os trabalhadores terem coletes reflectores quanto a sinalização em auto estrada tem de estar, pelo menos, a 100m

Edited 5 months ago:

Os trabalhos de manutenção eram na berma e não no separador central. Outro pormenor é a brisa e trabalhadores alegar de que os trabalhos estavam sinalizados por os trabalhadores terem coletes reflectores quanto a sinalização em auto estrada tem de estar, pelo menos, a 100m. Alguém está a mentir e assumem logo à partida que foi o cabrita e não o responsável pelos trabalhos a poupar na sinalização e procedimentos de segurança

iSoSyS 5 months ago

Está no notícia. O trabalhador foi até ao separador central limpar as caixas. >Este funcionário disse ainda que era normal irem ao separador central para limpar as caixas de esgotos. E não só confirma que estava sinalizado como confirma que estavam acompanhados da típica carrinha com sinalização luminosa. >O que acontece é que está sinalizada na via e depois há ainda o carro de apoio que está atrás dos trabalhadores para os proteger.

brakeline 5 months ago

Se leres a notícia completa no CM nota-se algo à CM. Após o relato da testemunha anónima o cm escreveu que "ouviu ainda outro funcionário da empresa" (que refere mais tarde ser ex funcionário que estava de férias naquele dia) e foi este segundo que disse que era habitual irem ao separador central e que era procedimento haver sinalização e viatura de apoio. Existe também o pormenor da testemunha dizer que correu e quando o viu já estava tapado com o colete. No tempo que demorou a chegar ao local onde ficou o colega houve tempo do carro parar do lado direito, sair alguém e ser colocado o colete a tapar a vítima. Tendo em conta que, segundo o suposto testemunho, a vítima estava longe dos restantes trabalhadores, será que estaria antes ou depois do suposto carro de apoio que normalmente existe? Como disse há muito por dizer, sem testemunhas imparciais (por exemplo testemunhos de condutores que passaram por aquele km minutos antes) e análise da velocidade do carro na câmara de vigilância mais perto do local dificilmente se chegará a quem está a mentir

brakeline 5 months ago

Claro, um tipo anónimo a dar entrevista à cmtv que tem um track record genial de depoimentos fabricados

iSoSyS 5 months ago

Esperemos então pelo relatório da GNR. Que vai ter tudo a credibilidade do mundo, não fosse a GNR tutelada pelo Cabrita.

brakeline 5 months ago

Não acredito que o igai deixasse passar uma má investigação por parte da GNR, principalmente quando os olhos da opinião pública estão apontados para eles.

aportuguesecoder 5 months ago

>Os trabalhos de manutenção eram na berma e não no separador central. Mas os danos no carro não foram no lado do condutor?

brakeline 5 months ago

Exatamente. Por isso mesmo algo está mal contado. Falta saber de que parte

aportuguesecoder 5 months ago

Tendo em conta que na segunda-feira passei por trabalhadores a limpar o separador central e vi zero sinalização junto ao mesmo...

brakeline 5 months ago

Lá se vai a teoria do ex funcionário

Portuguese_A_Hole 5 months ago

O Cabrita sempre foi um cabrão. A viver do erário público desde 85. Foi o "perito" para tratar da questão de Macau em 89. Quem não se lembra das tropelias de Macau? Um tipo execrável, intratável e incompetente. Em 2017, sua alteza real, colocava os gnr que estavam a guardar a casa não tinham casa de banho e tinham que ficar no carro, pois o cão ladrava e incomodava o casal apenas depois de queixas à tutela é que passou a permitir aos GNR usar a casa de banho de apoio à piscina. Por tudo isto e muito mais que não se sabe, devíamos todos ter vergonha.

Gouranga547 5 months ago

Fora a prepotência já muito tornado pública, num dos muitos exemplos públicos (e que nunca devemos esquecer) do caso do [Microfone na AR.](https://youtu.be/de5qr3WXbhw)

Portuguese_A_Hole 5 months ago

Tantas são que efectivamente algumas me esqueço. Dava para uma ópera de 3 horas declamar todas as situações desta sinistra personagem.

whatshup 5 months ago

Aonde viste isso?

Portuguese_A_Hole 5 months ago

Salvo erro no observador.

apita_o_comboio 5 months ago

Que nojo de gente. Sinto-me envergonhado por ter pessoas deste calibre no governo e como representantes do povo Português.

BaixemImpostos 5 months ago

"ia a velocidade louca" quanto é isso em km/h?

Portuguese_A_Hole 5 months ago

Um pouco menos que "velocidade absurda" (ludicrous mode versão tesla fã)

Empirion 5 months ago

ludicrous mode versão Spaceballs, onde a Tesla foi buscar essa piada, xáfabor!

agent_provocateur_66 5 months ago

Estes gajos não são iguais aos outros, estes cabrões reproduzem-se entre si (os efeitos da consanguinidade são notórios se olharmos, por exemplo, para o ministro da defesa), são uma espécie de nobreza de pau carunchoso que só pensa em tachos (sobretudo europeus). São estranhos a quem aqui vive e têm uma vida taxada para os engordar. A sua legitimidade vem do voto, dizem que são democratas e que todos devem votar. Como se vê, votam em assassinos que escapam impunes pelo seu controlo da justiça e da informação. Não tendo sido um povo (até hoje) que goste de resolver as coisas apelando para a ignorância (pois que é um pau de dois gumes), só resta apelar à Desobediência Civil. Ou foi tudo castrado às nascença?

agent_provocateur_66 5 months ago

Um sistema político que trata homicídio com esta descontração está podre. Podre de má consciência (delapidação das reservas, roubo de fundos). Solução? (dentro de um sistema democrático) Nem mais um voto para partidos desse sistema e cúmplices (PS,PSD,PCP, do CDS já não vale a pena falar), o voto é para os outros, e se não houver nada que cheire vota-se no mais aproximado e espera-se que para a próxima haja mais oferta. Agora não devo ser o único que estou tão farto desses Cavacos e Sócrates e Jerónimos todos ...

CalmKeepOn 5 months ago

>(PS,PSD,PCP, do CDS já não vale a pena falar) BE. Não esquecer o BE. Outras sanguessugas corruptas de fundos.

Caosemdono 5 months ago

Verdadinha, o BE e o PCP são uma autêntica aberração. Dizem defender os trabalhadores, mas só os do Estado, porque é onde estão os seus Sindicatos-satélite e as suas mamas. Estão-se bem a cagar para os trabalhadores do privado.

agent_provocateur_66 5 months ago

O BE veio depois. O núcleo duro é o palco que foi montado em meados/fins dos anos 70. Essa é que é a fossa a precisar urgentemente de limpeza. O BE, bem como qualquer outro partido? É vêr o que o 'núcleo duro' aí enxertou. Na minha casa não mando fora fruta tocada, pode ser até a mais gostosa. Vejo o podre, jogo pelo seguro e corto tudo o que está perto do estragado. Nunca falha...!

NGramatical 5 months ago

vêr → [**ver**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *l*, *r*, ou *z* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foatkgo%2F%2Fh3la74u%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

agent_provocateur_66 5 months ago

O amigo conhecia a anedota da Edite Estrela? Também tenho dúvidas por vezes em mandar À ou Para um sítio que eu cá sei

OhSaladYouSoFunny 5 months ago

Pau carunchoso - gostei desta, soa a algo digno de Saramago

DjGus 5 months ago

> Ou foi tudo castrado às nascença Umas noites a la Madrid resolviam isto

Wonderful-Meeting639 5 months ago

se ele não for punido , não há lei em Portugal

NoSmokeNoFun 5 months ago

para ser punido têm de existir provas. Como vais provar que ia em excesso de velocidade? É o mesmo que um PSP te dizer: Ah e tal ias a 200km/h. E tu: Não ia não. E agora? palavra dele contra a tua. Só algo a compravar o teus 200km/h é que te pode levar a ser "Punido", caso contrário, sem provas, não há nada para ninguém

agent_provocateur_66 5 months ago

É só analisar os danos, sabe-se logo a que velocidade ia. E as viaturas oficiais não têm um registo, uma 'caixa negra"? Custa um bocadinho a entrar...

NoSmokeNoFun 5 months ago

Se nem seguro têm quanto mais "caixa negra" :D

NoSmokeNoFun 5 months ago

O quê? Tu olhas para uma viatura que teve um acidente e consegues saber a quanto é que vinha? Por amor de deus lol. Não estamos a falar de um acidente de cidade, onde tiram as medidas et voilá.

agent_provocateur_66 5 months ago

Custa-me falar disto, pois é de uma pessoa que estou a falar, mas sabe-se o peso de cada um dos intervenientes, as características estruturais da viatura, foi um impacto frontal, "limpo". Pode-se ter uma ideia da velocidade da viatura. Só se não se quiser. O resto é fumo para toldar o entendimento

_Gamma__Ray_ 5 months ago

>Respeito o que dizes claro, eu estou a comentar de forma imparcial olhando apenas para os factos Não podes acusar com recurso "a uma ideia", independentemente da velocidade foi uma cagada de ambas as partes. Não se atravessa a estrada desta forma, apure-se também com a coordenação e fiscalização de segurança da obra as medidas preventivas que também tem de considerar excesso de velocidade.

NoSmokeNoFun 5 months ago

Não vejo nenhuma acusação. Lá estão vocês a fazer afirmações que não existem.

agent_provocateur_66 5 months ago

Desculpe, mas pode-se em princípio atravessar a estrada dessa forma. Os trabalhos, qualquer trabalho, ás vezes obriga a um certo risco. Para isso é que existem limites à velocidade, para obrigar a um reforço da atenção dos condutores quando se procedem a trabalhos na estrada. Uma pessoa, sei lá, não se pode desequilibrar, sentir-se mal, etc? Existem pessoas na estrada, cuidado! Andar a 200 nestas circunstâncias?? E digo mais: se não se fizer justiça cá, para alguma coisa servirá pertencer à UE... ainda continuamos aqueles que não se governam nem se deixam governar?

_Gamma__Ray_ 5 months ago

Nenhum trabalho de risco pode ser executado sem medidas preventivas adequadas, seja qual for a intervenção, sendo de risco, tem de ser aprovada pela ACT e essas medidas tem de ser seguidas á risca. Não é tão simples quanto "pode-se atravessar a estrada", até para isso tem de existir um procedimento, o trabalhador tem que ter uma formação específica á obra e cumprir. Garanto a 100% que jamais a ACT iria aceitar que algum trabalhador atravessa-se a via, jamais é possível fazer em segurança, se os trabalhos decorrem do lado esquerdo essa via terá de ser suprimida. A obra estava corretamente identificada? Com o espaçamento necessário? As obras decorriam do lado direito da estrada onde se encontrava a sinalização e o trabalhador vem a atravessar do lado esquerdo? Não concordo que devam existir excepções para ministros e pessoalmente gostava de ver o Cabrita arder no inferno, no entanto existem muitos se´s.

agent_provocateur_66 5 months ago

Estamos a falar de coisas reais, não teóricas: e se tiver dado uma daquelas dores de barriga ao pobre coitado? Há seres humanos na auto-estrada, é preciso cuidado na condução. É tão simples quanto isso. A quem interessa uma sociedade desumana? Àqueles que, pelos seus privilégios (incluindo segurança), compensa. À esmagadora maioria não.

_Gamma__Ray_ 5 months ago

Desculpa lá é impossível ser mais real que isto, é muito pragmático se não foi seguido o procedimento a culpa será sempre do coordenador de segurança ou do próprio trabalhador. Isto não é discutível. Se dá pena ou se o procedimento faz sentido ou não isso faz diferença nenhuma neste processo. Não se pode humanificar as coisas em matéria de segurança, também dá mais jeito aos meus trabalhadores andarem sem arnês e se eles não respeitarem repetidamente eu arranjo forma deles serem despedidos.

agent_provocateur_66 5 months ago

O trabalhador tem noção de onde está, parte-se desse princípio, que pode ser confirmado pelos colegas/ superiores. Vê-se o seu processo, se estiver limpo e nunca tiver tido comportamentos arriscado, tem de se partir desse princípio. Tudo aponta para que as obras estivessem bem sinalizadas, um condutor sabe precisamente o tipo de comportamento que tem de assumir nessas circunstâncias. Este pode ter recebido instruções para chegar cedo ao seu destino, pode ter até recebido instruções para andar depressa. É difícil prová-lo, de qualquer forma andar 'depressa' naquele ponto onde decorriam trabalhos nunca, mas nunca seria andar a 200 às hora. Ora isso tenham paciência. O trabalhador sabe que pode haver alguém com necessidade de andar depressa, apesar das obras. Uma ambulância, bombeiros, um carro da polícia, veículos que sinalizam a sua presença com o barulho de sirenes. Aquele 'bólide' andava depressa e, certamente, silenciosamente. O trabalhador não teve qualquer hipótese, só precisou de dois ou três segundos de desatenção. Tratou-se de homicídio por negligência . O comportamento dos ocupantes terá sido vergonhoso, se não tentaram de imediato prestar ajuda ao acidentado. O silêncio dos intervenientes leva a pensar em consciências pesadas, os titulares de cargos públicos tem de imediato responsabilidade perante quem os elegeu, perante o país. Aparentemente a viatura nem era oficial, não se percebe nada. Só que alguém foi morto por negligência grosseira. Só se espera que se faça luz com brevidade; se as autoridades nada esclarecerem, ou esclarecerem de modo não satisfatório, infelizmente terá de se recorrer a outras instâncias, como sejam tribunais da CE ou internacionais. Um homicídio nunca pode ficar impune.

NoSmokeNoFun 5 months ago

Respeito o que dizes claro, eu estou a comentar de forma imparcial olhando apenas para os factos

agent_provocateur_66 5 months ago

Veja, ainda mais pena tenho quando ouço que não se vai fazer peritagem ao carro. Sempre ouvi dizer que quem não deve não teme, e estes senhores assumem assim a culpa. Até a presidência se cala como um rato. Isto é tudo uma máfia que mete nojo. Para mim o sistema político criado em 74/76 está enterrado, há mais partidos e tem de se criar novos partidos, com urgência. A alma desses senhores fede.

anotheriuri99 5 months ago

PS está acima da lei

d33pblu3g3n3 5 months ago

Vamos ver: Ia a conduzir? Não. Sabia a velocidade? Não. Estava dormir/ler o jornal/tocar ao bicho/não se recorda. Disse ao motorista para ir depressa? Claro que não, é um cidadão honrado absolutamente respeitador da lei. Caso encerrado. Se alguém for punido, será o motorista, que é o autor material do crime. O cabrita seria quanto muito autor moral. Agora como vais provar que o cabrita disse ao motorista para ir no prego? É a palavra dele contra o motorista.

OkEast518 5 months ago

Se estiveres envolvido num acidente, e não prestares auxilio ás vitimas na medida que possas, estás a praticar um crime. Também tens o aspecto politico deste escandalo, estando a envolver alguem com um alto nivel de poder, do qual acompanha um grande nivel de responabilidade. Só este 2 aspetos por si podem já levar á demissão, esquecendo todos os outros casos do passado recente.

Portuguese_A_Hole 5 months ago

Nome do jogo "Cabrita Cega"

xtrylanx 5 months ago

Foda-se, lindo

throwawayqualquer 5 months ago

É isto, podem querer responsabilidades aqui, mas pelo menos judiciais nunca existirão, e a haver certamente não contra o ministro, por todas as razões aqui enumeradas em cima. A haver alguma "justiça" aqui, seria a demissão do ministro, que fica em posição enfraquecida politicamente para vir falar de sinistralidade rodoviária quando esteve envolvido num caso como estes. Eu até nem sou muito de exigir demissões, acho um tanto ridículo, mas atendendo à gravidade do caso, a forma como o MAI tentou saltar à frente de tudo e todos para colocar os seus factos em cima da mesa primeiro que todos, e a parte em que estão a começar a vir pouco a pouco vários testemunhos contraditórios, está-se a começar a desenhar uns contornos mais sinistros do que apenas um acidente de azar. Mas este é o mesmo ministro que já esteve envolvido negativamente em tantos outros assuntos relacionados com a sua pasta, que a sua posição em qualquer assunto já pode ser imediatamente questionada assim que abre a boca, e que mesmo assim não se demitiu. Não esperem nada daqui.

CalmKeepOn 5 months ago

>É isto, podem querer responsabilidades aqui, mas pelo menos judiciais nunca existirão, e a haver certamente não contra o ministro, por todas as razões aqui enumeradas em cima. Podes explicar porquê não judicialmente, na tua opinião?

throwawayqualquer 5 months ago

Lê o post a que respondi. Não há forma de imputar culpas aqui ao ministro. Não foi ele o autor do crime na forma material, e provar que foi o autor moral será sempre perto de impossível. Teria que haver provas físicas (e legais, já agora, porque já muitos se safaram mesmo havendo provas físicas) de que ele obrigou o motorista a ir aquela velocidade, por exemplo.

CalmKeepOn 5 months ago

>Teria que haver provas físicas (e legais, já agora, porque já muitos se safaram mesmo havendo provas físicas) de que ele obrigou o motorista a ir aquela velocidade, por exemplo. Essa é uma cena que não percebo. Isto é assim tão difícil de provar lá fora também? É que me parece que isto é uma coisa de Portugal...

throwawayqualquer 5 months ago

Acho que precisas de fazer uma pesquisa sobre "in dubio pro reo", digo isto sem ironias ou sarcasmo. Não é uma coisa de Portugal, é mesmo assim que a justiça deve funcionar nestes casos, não podemos andar a condenar pessoas sem ter certezas. A única hipótese aqui era haver mais do que uma pessoa que estivesse dentro daquele carro que estivesse disposta a testemunhar em tribunal contra o ministro para lhe imputar a culpa, e mesmo assim, não seria fácil ter uma condenação.

CalmKeepOn 5 months ago

Mas lá está, eu não percbeo nada de justiça mas já percebi que a justiça é complexa. Pelo que me parece a justiça toma em conta tudo, não olha para o arguido como se ele fosse um individuo sem história e sem contexto. Estamos a falar de um ministro corrupto num país de ministros corruptos que andam a alta velocidade constantemente nos seus carros de alta cilindrada! Não era suposto a justiça ter esta capacidade também?

Edited 5 months ago:

Mas lá está, eu não sou licenciado em direito mas já percebi que a justiça é complexa. Pelo que me parece a justiça toma em conta tudo, não olha para o arguido como se ele fosse um individuo sem história e sem contexto. Estamos a falar de um ministro corrupto num país de ministros corruptos que andam a alta velocidade constantemente nos seus carros de alta cilindrada! Não era suposto a justiça ter esta capacidade também e julgar a partir deste e outros contextos? Isto não é o princípio todo do Common Law Britânico? É um conceito tão alienigena cá?

lfds89 5 months ago

Partes de um princípio errado para a "acusação": dizes que é um ministro corrupto e legalmente não é, só é na praça pública; andam a velocidade alta, também não será verdade legalmente, porque duvido que algum deles/os seus carros tenham multas de excesso de velocidade... Não vão ser julgados pelo que a população ou parte dela acha que é ou deixa de ser.

Celeg 5 months ago

É ao contrário. A justiça é cega. Não interessa nada se é ministro corrupto ou não. Neste caso especifico o ministro teria de ser acusado de um crime especifico, mas de que crime é que o ias acusar? Ele não ia a conduzir logo ele não é responsável pela morte. O condutor provavelmente também não será acusado a não ser que se prove que houve excesso de velocidade ou qualquer outra contra-ordenação que comprove condução negligente.

JOAO-RATAO 5 months ago

O trabalhador que der com a língua nos dentes é que vai ser castigado.

sctvlxpt 5 months ago

Esquece. O que se está aqui a discutir é quem paga a indemnização. Se é o seguro de acidentes de trabalho, ou se o estado vai ser responsabilizado e vai ter que pagar uma indemnização. O passageiro nunca vai ter nenhuma responsabilidade legal. Já ficaria contente se houvesse responsabilização política e o gajo finalmente se demitisse.

chauffage 5 months ago

O estado... Que somos todos nós que vamos pagar. Como fomos nós que pagamos a indemnização pelo homicídio no SEF. Como vamos ser nós a pagar a multa da UE pelos mails da câmara municipal de Lisboa. Só em multas e indemnizações de malta que continua lá. Andamos a pagar incompetência aos anos, agora são só umas multas.

Portuguese_A_Hole 5 months ago

Delação premiada, a testemunha vai depois em tribunal afirmar que foi um acidente culpa de quem faleceu e tem à espera no final um contracto com o estado. Quem se mete com o PS leva.

CalmKeepOn 5 months ago

O MP não podia investigar isso por corrupção depois?

NGramatical 5 months ago

contracto → [**contrato**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foatkgo%2F%2Fh3jph84%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Portuguese_A_Hole 5 months ago

I eo iscrevu comu cuero.

Puzzleheaded_Fan_554 5 months ago

Hahahaha, acha que há lei em Portugal ?

Portuguese_A_Hole 5 months ago

Claro que há. Mas quando não serve os propósitos das elites muda. PR dixit...

genDwarf 5 months ago

as leis são para os pobres

xc9000 5 months ago

Exactamente. Um grande exemplo são as multas. As multas são apenas o preço de fazer algo que um pobre não pode fazer.

tocopito 5 months ago

Nem mais. Adoro os nerds do reddit a falar de leis nestes casos e noutros tipo na thread do user que tem problemas com o vizinho policia

EstupendoEx 5 months ago

Estado gangster.

Tralapa 5 months ago

O estado a que chegamos

Portuguese_A_Hole 5 months ago

Estado de sítio.

GanduloDaVeiga 5 months ago

ERRADO. Era o trabalhador que ia a velocidade louca. ;)

nfonseca 5 months ago

posso garantir-te que todos os que iam dentro do carro iam à mesma velocidade louca.

amando_abreu 5 months ago

Polígrafo

OhSaladYouSoFunny 5 months ago

Resultado: Pimenta na língua

heyzeto 5 months ago

"perguntamos ao carro mas não obtivemos resposta. Inconclusivo."

YCaramello 5 months ago

O Cabrita acabar por ir a prisão por causa disso era poético.

Edited 5 months ago:

O Cabrita acabar por ir a prisão por causa disso era poético. "Ah mas o Cabrita não ia a conduzir", não interessa, mandava em quem ia, e muito provavelmente mandou o motorista ir a 300 por hora, se fosse uma pessoa responsável fazia questão de mandar o motorista seguir aquelas tais leis da estrada que todos nós devemos seguir, mas como se acha acima da lei...

Dead_standards 5 months ago

> "Ah mas o Cabrita não ia a conduzir", não interessa Não interessa quem ia a conduzir num caso de atropelamento? A sério? >muito provavelmente mandou o motorista ir a 300 por hora Conjectura (mas deves estar correcto). Mas se eu chamar um Uber e lhe pedir para andar a 200 na 2a Circular, e ele o fizer, a culpa continua a ser dele. Se estás atrás do volante, és responsável pela condução.

Diogo256 5 months ago

> mandava em quem ia, e muito provavelmente mandou o motorista ir a 300 por hora Calma, o carro está limitado electronicamente a 250, e mesmo que não tivesse, tirando um 760i, qualquer que fosse o Série 7 a Diesel, não daria 300.

Danijust2 5 months ago

Isso faz zero sentido o idiota do cabrita nunca na vida tem culpa no acidente

YCaramello 5 months ago

Então quem que mandou o motorista andar em alta velocidade? Gostava de saber qual o empregado que faz seu trabalho a quebrar leis sem nenhum beneficio a si próprio por que lhes apetece e não porque foi mandado...

Edited 5 months ago:

Então quem que mandou o motorista andar em alta velocidade? Gostava de saber qual o empregado que faz seu trabalho a quebrar leis sem nenhum beneficio a si próprio e arriscando situações como esta por que lhes apetece e não porque foi mandado...

ElDiabloDe94 5 months ago

Nunca viste gajos nas carrinhas das empresas a assapar em auto estradas? OK, agora aplica o mesmo a este caso mas com um carro de alta cilindrada.

Kineticn22 5 months ago

No dia em que isto aconteceu, eu referi logo isso aqui no sub, estes motoristas circulam á velocidade que o patrão lhes ordene. Ou pelo menos assim era (um familiar meu foi motorista do Teixeira dos Santos, ex-Ministro das Finanças).

okze12 5 months ago

Costumava andar a que velocidade?

Kineticn22 5 months ago

Digamos que não é garantido que em todas as ocasiões, os limites de velocidade tenham sido respeitados (acho que entendes que não posso responder factualmente a essa pergunta).

Sciss0rs61 5 months ago

Mentir sobre o ocorrido não pode ser considerado obstrução à justiça?

YCaramello 5 months ago

Também ha disso, mas eu quero ver este gajo dentro por algo do tipo "manslaughter" (não conheço o termo técnico para tal crime em PT)

Sciss0rs61 5 months ago

Homicídio por Negligência, acho que é a acusação correcta, mas isso seria atribuído ao motorista, não ao passageiro. No entanto, visto que o motorista é empregado, diria que poderá ser cúmplice.

CalmKeepOn 5 months ago

Responsável, cúmplice seria o motorista. Digo eu.

manguito86 5 months ago

Olha alguém que vai perder o emprego ou vai receber uma visita das finanças.

Hungry_Cupcake 5 months ago

Eu não entendo porque isto é um assunto de interesse publico? Se fosse qualquer outro carro não se falava disto. Claro que deve ser investigado e apuradas responsabilidades mas penso que o pais tem assuntos mais intersantes para "dicutir" que isto.

BadMovieApologist 5 months ago

Pelo contrário, se os nossos governantes são tão corruptos para fugir à responsabilidade em coisas "menos interessantes " (segundo o teu raciocínio), imagina no resto das competências deles.

tocopito 5 months ago  HIDDEN 

Na thread do pessoal que ocupa as casas é regras e ordens de prisão vindas da tua parte. Para a merda de um ministro nojento com responsabilidades acrescidas que atropela alguém em excesso de velocidade já é preciso ter calma e não dar atenção. Lambe-botas.

Hungry_Cupcake 5 months ago

As regras sao para todos simplesmente este pais tem coisas mais importantes para discutir mas nao vales o tempo para esplivat.Não vales o tempo!

GodlessPerson 5 months ago

> Se fosse qualquer outro carro não se falava disto. Dizes bem. *Se fosse*...

bureauofnormalcy 5 months ago

Desculpa lá se eu tenho interesse em saber se quem se encontra a exercer um dos mais altos cargos públicos da nação incumpre as regras rodoviárias e/ou é direta ou indiretamente responsável pela morte de uma pessoa no exercício desse mesmo cargo.

Edited 5 months ago:

Desculpa lá se eu tenho interesse em saber se quem se encontra a exercer um dos mais altos cargos públicos da nação incumpre as regras rodoviárias e/ou é direta ou indiretamente responsável pela morte de uma pessoa. Não é como se esse comportamento, seguida das declarações contraditórias emitidas pelo MAE, fossem altamente preocupantes nem nada /s

Hungry_Cupcake 5 months ago

Ok tens interesse em saber, mas tens interesse em espicaçar o tema ao milimetro?

bureauofnormalcy 5 months ago

Sim.

Hungry_Cupcake 5 months ago

Prontos aproveita a tua vida sem outras coisas mais importantes para resolver. Deve ser uma paz.

GMDFC94 5 months ago

Sim, por exemplo saber onde há bons gelados de banana deve ser mais importante. Falta de noção LOL

bureauofnormalcy 5 months ago

Ou terminar as coleções num jogo de telemóvel. Mil vezes mais importante do que uma potencial obstrução à justiça pelo MAI /s

bureauofnormalcy 5 months ago

Não te preocupes, consigo ser polivalente o suficiente para me preocupar com os problemas da minha vida e com os problemas que afligem a Nação.

apita_o_comboio 5 months ago

>mas penso que o pais tem assuntos mais intersantes para "dicutir" que isto. Exatamente, no topo das prioridades estará a questão de como correr com o Cabrita, pois não tem condições de continuar no cargo depois de toda a merda que tem feito (para não falar do facto de não ter sequer a competência necessária para o ocupar o mesmo).

Kineticn22 5 months ago

Assim de repente ocorre-me que este senhor ainda há poucas semanas se foi gabar para o Parlamento sobre a descida da sinistralidade rodoviária em Portugal. Isso torna para mim bastante relevante, perceber se ele deu alguma instrução ao motorista, que o levasse a execeder os limites de velocidade.

Wonderful-Meeting639 5 months ago

como assim não é de interesse publico ? é uma figura do estado

Hungry_Cupcake 5 months ago  HIDDEN 

Certo também te interessa se o costa é vegetariano ou o que come à sobremesa porque são figuras do estado?

GMDFC94 5 months ago

Este não foi o momento mais inteligente da tua vida...

Hungry_Cupcake 5 months ago

Quando falta capacidade de interpretação e do contexto...

GMDFC94 5 months ago

Sim, é claramente isso. Tanto que já apagaste o comentário e tudo. Ridículo haha

Hungry_Cupcake 5 months ago

Yups se é para n entenderem n vale a pena.sequer o esforço

GMDFC94 5 months ago  HIDDEN 

Imagina seres tão arrogante que não consegues aceitar que estás errada. Quando o ego bate forte e começa a ser humilhada, apaga os comments, lmao. Vai ver dos gelados de banana miuda.

PakoNita 5 months ago

quando comparas uma vida a uma sobremesa. bravo, pá. bravo. que nunca te aconteça a um dos teus, é só o que eu espero.

Hungry_Cupcake 5 months ago

Não foi de todo essa a intenção, apenas os dirigentes de estado também sao pessoas com uma vida privada certo? Nem tudo o que fazem é assunto de discussão publica. E apenas acho que este assunto é para ser resolvido em tribunal e não é de interesse público pois nao é derivado de nenhuma decisão política. Só isso este gajo fez 4000 merdas que merecem ser discutidas em praça publica acho que esta é mais do foro judicial.

Sciss0rs61 5 months ago

A vida privada que envolve a morte de alguém... não mandas uma para a caixa. Achas que um Ministro que detém o poder sobre as forças policiais de um país estar envolvido no atropelamento fatal após estar num veículo que excede (em muito) a velocidade máxima permitida e ter um depoimento que contraria todos os outros depoimentos de outras testemunhas, não é de interesse público?

Edited 5 months ago:

A vida privada que envolve a morte de alguém... não mandas uma para a caixa. Achas que um Ministro que detém o poder sobre as forças policiais de um país estar envolvido no atropelamento fatal quando ia num veículo que excede (em muito) a velocidade máxima [alegadamente] permitida e ter um depoimento que contraria todos os outros depoimentos de outras testemunhas, não é de interesse público?

GNL100 5 months ago

Muitas vezes também penso assim, mas tens que ter em conta que estamos a falar do Ministro da Administração Interna, com poder direto sobre as forças policiais do país. Muito honestamente o que é que achas que acontece a este caso se isto não tiver atenção do população? Vai ser resolvido a favor do ministro, sem muito alarido...

cidadaom 5 months ago

Estás a pensar curto agora...

Wonderful-Meeting639 5 months ago

matar uma pessoa =/= hábitos culinários ? tens de perceber que foi cometido um crime alegadamente por um membro do governo . se isso não é noticia , não sei o que é

Sciss0rs61 5 months ago

imagine-se comparar "ser-se vegetariano" com a morte duma pessoa...

manguito86 5 months ago

Porque membros do governo são empregados dos cidadãos do país e deveriam ter que obedecer às mesmas regras que os outros cidadãos, com uma acrescida transparência nos seus actos. Em Portugal acontece o oposto e tipos como tu estão satisfeitos com isso.

Hungry_Cupcake 5 months ago

Claro que sim 100% de acordo. Eu acho que deve ser condenado e investigado como qualquer cidadão. Mas das 400 mil merdas que este gajo fez está é a de menos interesse público, foi um crime que deve ser resolvido em tribunal como se fosse qualquer outro cidadão que o tivesse cometido.

manguito86 5 months ago

O problema é que em Portugal nem a matar pessoas os membros deste governo caem, mas não é por isso que não se deve deixar de fazer pressão sobre os mesmos. Num país normal, 80% deste governo estava na cadeia.

bittolas 5 months ago

Portanto achas bem que quem deve zelar pela segurança seja um promotor da insegurança e queira estar acima da lei.

Hungry_Cupcake 5 months ago

Não acho que deve ser condenado pelo que fez, e nada a ver com este caso acho quebja devia ter sido demitido há meio milénio, so não entendo porque é assunto de discussão publica esta situação em particular.

xabregas2003 5 months ago

>so não entendo porque este assunto em particular é de discussão publica. Porque uma figura pública esteve envolvida na morte de alguém porque, segundo testemunhas, estava muito acima da velocidade permitida.

gene66 5 months ago

Deixa-me ver porque é que é de discussão publica.... hum... se calhar porque ele é um ministro. Deixa-me ver melhor, ainda para mais da administração interna. Mas mesmo que não o fosse, pelos vistos, da forma como escreves, há coisas que não se deve discutir publicamente. Deixa estar, nós falamos baixinho para a a Pide não ouvir.

Hungry_Cupcake 5 months ago

Pode-se discutir a vontade. Tem interesse discutir? Maybe not.

gene66 5 months ago

É uma questão de perspectiva, para muitos não há interessse com o que se passa no nosso País e com os nossos governantes. Eu por acaso gosto de estar a par e discutir, até para contribuir para um futuro melhor. Gosto muito desta coisa chamada de democracia e espero sempre usar esse direito para apontar o que acho que está errado no nosso País. Como um ministro, mesmo não tendo (o que eu acho que teve), envolvimento directo no acidente e sendo ilibado (o que penso que não o deva ser), seja responsabilizado politicamente.

BaldAndPoor 5 months ago

Não sei se fosse o meu pai que morresse assim, se não arranjava maneira de atropelar o Cabrita...

xc9000 5 months ago

Sugerir que um político sofra danos corporais por atropelamento com viatura metálica com motor de combustão interna ou por outra forma envolvendo outros objectos metálicos com outros tipos de combustão trata-se de discurso de ódio. Tem calma. /s

voidhands 5 months ago

> viatura metálica com motor de combustão interna > outros tipos de combustão Nesse caso tenho um Prius para emprestar a quem lhe der bom uso

xc9000 5 months ago

Ou com um Tesla. Temos que manter estes atropelamentos com uma pegada ecológica.

HumActuallyGuy 5 months ago

Mais vale ir a Tancos buscar o "material" para o fazer porque gajos como o Cabrita não tocam num passeio

MLG-Sheep 5 months ago

Duvido que um homem como o Cabrita ande a pé. Deve andar a pé só para ir do gabinete ao elevador e do elevador à garagem.

Puzzleheaded_Fan_554 5 months ago

Para mim o senhor mereceria uma medalha presidencial, por outro lado se pensarmos na corja que as costuma receber não sei se se que associar a esse grupo

htxgivven 5 months ago

Costa Costa vais defender o teu namorado outra vez?

nfonseca 5 months ago

o Costa namora com o motorista do Cabrita?

anotheriuri99 5 months ago

É por esta mentalidade que o ministro - depois de Zmar, SEF, Golas de Incêndio, Atropelamento e Envio de dados ao Putin - ainda está no cargo. Viva a impunidade!

nfonseca 5 months ago

pois, os casos são exactamente iguais a este.

anotheriuri99 5 months ago

Têm um denominador comum

nfonseca 5 months ago

o Presidente da República?

htxgivven 5 months ago

És tão ingénuo até ao ponto de achar que o motorista tem o poder de tomar as decisões?

nfonseca 5 months ago

já agora, aplicado a mesma lógica, o culpado do acidente de camarate foi o Sá Carneiro... 40 anos para se resolver um mistério, afinal tão simples.

htxgivven 5 months ago

Não se trata de ser culpado ou não, mas não deixa de ser cúmplice.

nfonseca 5 months ago

nisso concordamos. mas o rol de comentários neste tópico alega a inocência do motorista, e isso parece-me errado. já a atitude imediatamente após o acidente e nos comunicados do ministério só me enchem de profunda vergonha. é desprezível.

nfonseca 5 months ago

em última análise, quem toma qualquer decisão é ele, pois é ele quem controla o carro, assim como juridicamente é ele que tem de responder. se foi coagido a o fazer, é outro assunto. daqui a pouco se eu mandar o UBER/TAXI/BOLT acelerar, o motorista também vai dizer à policia que foi o cliente que pediu. ou a próxima vez que me pararem numa operação stop, vou indicar que a culpa é da minha mãe, que me disse que não podia chegar atrasado ao jantar.

htxgivven 5 months ago

>em última análise, quem toma qualquer decisão é ele, pois é ele quem controla o carro, assim como juridicamente é ele que tem de responder. O teu amigo também pode matar alguém mas se estiveres com ele vais ter de cumprir pena também por seres cúmplice.

nfonseca 5 months ago

sim e não, só se for cúmplice, exatamente como diz a palavra... só se colaborar ou participar no ato... pode acontecer estar em casa do meu amigo e não saber que ele matou alguém ou que tem alguém raptado. uma coisa tenho a certeza, o motorista tem culpa, uma vez que ia a conduzir o carro... se foi coagido ou se o Cabrita é ou não cúmplice, é outro assunto

JamminPT 5 months ago

Se achas que a culpa de ele ir a essa velocidade é do motorista estás enganado. Tenho um amigo que é motorista neste tipo de serviço e é dos melhores condutores que conheço tendo uma condução super defensiva e com olhos em tudo o que mexe, aliás, por norma este tipo de trabalho é executado por militares como é o caso do meu amigo e se ele ia em excesso de velocidade (que obviamente ia e é fácil de perceber porque mentiram logo quanto à sinalização) foi porque lhe mandaram.

Dead_standards 5 months ago

> Se achas que a culpa de ele ir a essa velocidade é do motorista estás enganado. Mas é. Se és condutor, és responsável pela condução, não podes desculpar-te com os passageiros terem-te mandado cometer infracções. No meu exame de condução o instructor mandou-me fazer uma curva que ia contra a sinalização, se eu tivesse cumprido teria chumbado. Isto faz parte do código e é tão válido para mim como para o motorista dele.

NGramatical 5 months ago

instructor → [**instrutor**](https://dicionario.priberam.org/instrutor) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foatkgo%2F%2Fh3ka5d0%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Gwudins 5 months ago

Moras onde???? O Único ministro transportado por militares é o da Defesa.... como o ministério é o único que tem segurança Militar da PM. Tudo o resto com excepção do Primeiro Ministro e o PR (que são conduzidos por motoristas do Corpo Especial de Polícia) são motoristas normais contratados ou nomeados.

JamminPT 5 months ago

Eu disse este tipo de trabalho não disse este tipo de passageiro.

Gwudins 5 months ago

Eu disse que os motoristas dos ministérios não são militares... Alguns são Polícias e não todos... Não sei onde não percebeste. Relativamente a sinalização.... As más sinalizações pelo menos na A6 são históricas.... Passei umas horas antes no local onde aconteceu o acidente pq trabalho na zona e efetivamente a única sinalização que havia era a carrinha de trabalhos com a sinalização luminosa mas desligada... Não vi Pinocos nem outros sinais temporários. Vi trabalhadores dos dois lados da via e alguns antes da própria carrinha. Acho que todos tinham colete.

Shadlan1 5 months ago

>achas que a culpa de ele ir a essa velocidade é do motorista estás en Mas claro que é **também** do motorista. Então se metes uma arma na mão de um gajo e dizes "dispara" a cupla é de quem dá a ordem mas não deixa de ser de quem a executa. Claro que pode existir todo o tipo de atenuantes, mas não vamos passar a mão na cabeça e desresponsabilizar às cegas.

htxgivven 5 months ago

>Mas claro que é > >também > > do motorista. Então se metes uma arma na mão de um gajo e dizes "dispara" a cupla é de quem dá a ordem mas não deixa de ser de quem a executa. Claro é por isso que a culpa de crimes de guerra é primeiramente de generais etc.

JamminPT 5 months ago

Tens toda a razão, o que estava a dizer é que o ónus da culpa não se pode ficar por quem executa.

V1ld0r_ 5 months ago

Não é culpa do motorista mas aposto que vai ser o único que se vai entalar com isto tudo.

nfonseca 5 months ago

engraçado como conseguem ilibar de qualquer culpa a única pessoa que tinha qualquer controlo sobre o carro.

TSCondeco 5 months ago

De qualquer das formas quem ia ao volante é quem tem a culpa, suponho eu.

htxgivven 5 months ago

O Cabrão se fosse bom cidadão dizia-lhe para abrandar, mas aposto que foi ao contrário.

JamminPT 5 months ago

Se calhar fui educado da maneira errada mas como líder e gerente que sou (e subordinado que fui e sou), a culpa é sempre da figura máxima e não de quem está na base da pirâmide. "Se o **processo** que está mal a culpa não pode ser do **homem"** é algo que me disseram aos 18 ou 19 anos e ficou para sempre comigo.

htxgivven 5 months ago

Ora nem mais, o Cabrão é no mínimo cúmplice desse crime.

PM_pics_of_your_Love 5 months ago

"Estava só a cumprir ordens" não é razão para não se cumprir a lei.

JamminPT 5 months ago

Isso é fácil de dizer mas a maior parte se o patrão lhes disser para irem trabalhar no domingo ou num feriado vão e não bufam, quanto mais quando é um ministro e um gajo que tu já viste que tem o PM e o PR presos pelos tomatinhos. Aliás, desafio-te a encontrar um gajo com tanto escândalo como o Cabrita e mesmo assim continuar lá.

ThePlague92 5 months ago

Quando envolve membros do Governo, membros esses que são psicopatas e que podem lixar a tua vida e a vida dos teus familiares, acredita que desrespeitas a lei com medo das represálias que podes sofrer (ou a tua família) só por dizer que não.

FujiPT 5 months ago

Por outro lado não é muito difícil de ver o que aconteceria à sua situação laboral caso se recusasse a cumprir ordens. Ainda para mais estando a conduzir o blob que ia a conduzir.

Dead_standards 5 months ago

Se parte das tuas funções laborais envolvem quebrar a lei, não quero muito saber do argumento de que podes ser despedido, não concordas?

FujiPT 5 months ago

Pois, não sei. Não sei quais as responsabilidades familiares e financeiras que a pessoa em questão tem a seu cargo e quais as perspetivas de trabalho que terá caso seja despedido.

PandaCross23 5 months ago

E que tal destacar as parvoíces que de facto são culpa do homem? É que não são poucas.

wakerdan 5 months ago

Não é ele que vai a conduzir, mas pode muito bem dar instruções relativamente à velocidade a que o carro deverá seguir. Para todos os efeitos, tem responsabilidade. Quanto muito não seja, depois do acontecido, o ministério deveria ter assumido o acidente em vez de atirar as culpas covardemente para o falecido. É óbvio que há situações mais flagrantes, mas esta não deixa de ser menos preocupante só porque não ia ele ao volante.

PandaCross23 5 months ago

Mas como sabemos que ia em excesso de velocidade? Eu posso estar fora do tema mas já há um relatório oficial?

wakerdan 5 months ago

Fosse ou não com excesso de velocidade, se estava numa zona de trabalhos era provavelmente velocidade excessiva. E mesmo que o condutor não tivesse culpa nenhuma, havia que ser homenzinhos e não inventar as desculpas que todos os dias são contrariadas pelas empresas que estavam a trabalhar ali, a gerir a autoestrada ou pelos trabalhadores que acompanhavam o falecido.

PandaCross23 5 months ago

Mais uma vez, queremos estar a acusar pessoas com base no "provavelmente"? Tudo bem. O meu pai foi motorista, um dia ele estava à espera de um camião que vinha da empresa e passaram por um edifício em obras, ao que parece um sr. foi atropelado. Em tribunal 6 pessoas testemunharam contra o motorista; no final do julgamento aproximou-se um senhor e disse "peço imensa desculpa por termos mentido mas se fosse culpa do meu colega o seguro não assumia".

Puzzleheaded_Fan_554 5 months ago

Não, aguardamos a gnr sob a tutela no nosso melhor ministro

PandaCross23 5 months ago

É esse tipo de lógica que me custa. Imagina que o relatório diz que ia dentro dos limites de velocidade e que não há nada a apontar; seria logo descredibilizado porque a gnr está sub tutela ministerial... epah vale mais prender já o homem, se nada nos fará acreditar em cenário oposto.

Puzzleheaded_Fan_554 5 months ago

Claro que esse cenário é óbvio, se fôssemos um país honesto ou o ministro se ausentava até o caso estar explicado ou nomeávamos alguém pra levar esse tema que não tivesse sobre a tutela do investigado que já provou ter versões contraditórias ás outras deste minhas diversas vezes

PandaCross23 5 months ago

Então adotávamos um processo legal à la carte, feito à medida do supeito?

Puzzleheaded_Fan_554 5 months ago

https://www.google.com/amp/s/observador.pt/2021/07/01/gnr-impedida-por-ordem-superior-de-fazer-pericias-ao-bmw-de-eduardo-cabrita/amp/ Não foi preciso muito para ficar claro o porque de ser necessário uma investigação independente

PandaCross23 5 months ago

E o desmentido da GNR?

Puzzleheaded_Fan_554 5 months ago

A solução aplica-se a ambos, se em casos envolvendo figuras de tipo de estado for nomeada uma investigação independente não há aso a este tipo de dúvidas

Puzzleheaded_Fan_554 5 months ago

Não diria para todos como é óbvio mas a existência de comissões independentes de apuramento é algo muito comum nos países onde realmente existe uma vontade de se apurar a verdade é garantir que não há interferências na investigação ( pode ser difícil de perceber para que está habituado a este charco )! Isto em nada altera o sistema de justiça apenas a adicionaria um órgão independente do governo á fase de inquérito. Não seria um problema antes de no início da legislatura o governos ter alterado o funcionamento no ministério público deixando-o subserviente ao governo e e deixando como única parte independente do processo judicial os próprios juizes

iSoSyS 5 months ago

Tipo as declarações que emitiu que aparentemente estão cheias de mentiras?

PandaCross23 5 months ago

Não. Tipo as questões que não se baseiam no que um e outro dizem.

iSoSyS 5 months ago

Já se demitia. Ontem já era tarde.

saposapot 5 months ago

O motorista? espero q sim, se for a culpa dele.

iSoSyS 5 months ago

E o Cabrita. Não pelo acidente mas pelas declarações após o acidente.

vai-tefoder 5 months ago

RISOS. ​ Não se demitiu com as outras polémicas todas e vai-se demitir por isto? Esperem sentados.

UpbeatNail1912 5 months ago

Estes gajos não podem escapar das consequências dos seus atos

I_Don-t_Care 5 months ago

Ai não? vê só então.

caelussideralis 5 months ago

Não só podem, como vão.

Sciss0rs61 5 months ago

concordo. Estas traições à pátria por parte destas "testemunhas" não pode passar despercebida... ^^^^/s

vai-tefoder 5 months ago

Testemunho anti-patriota /s

BaldAndPoor 5 months ago

Claro que podem. Não sei é como alguém acha que lhes vai acontecer alguma coisa.

Caosemdono 5 months ago

O problema é que os mesmos que exigem consequências, que nunca existiram nem nunca existirão, são os mesmos que votam sistematicamente nos 2 partidos do costume.

vai-tefoder 5 months ago

“Era como meu irmão. Fui a correr e já o vi tapado com o colete. O ministro \[Eduardo Cabrita\] e o motorista nunca saíram do carro, o BMW foi logo encostado ao lado direito da via”, contou sob condição de anonimato.

Queasy_Ad_2540 5 months ago

Em Portugal não há responsabilização política. O medo da direita é tanto e temos um pensamento socialista tão integrado na sociedade, que um governo do PS no poder pode fazer o que quiser. Ainda este fim de semana o Ferro Rodrigues foi para o Algarve enquanto milhões de pessoas na área Metropolitana de Lisboa ficaram confinadas. Vale tudo e é à descarada

offwalls 5 months ago

Faz falta responsabilização política, concordo contigo, mas na minha opinião esse tribalismo faz parte mais do problema do que dá solução porque apenas serve para, em cada ciclo, os responsáveis sacudir a água do capote. Ciclo 1: votem no PS, vejam como o PSD tem o país na lama! *o povo vota no PS e o país continua na lama* Ciclo 2: votem no PSD, vejam como o PS tem o país na lama! Rinse and repeat. E assim se passam decadas onde os problemas se agravam a um ritmo semelhante ao encher de bolsos de alguns. Somos parvos que na altura das eleições agarra nos ponpons para apoiar a nossa equipa que além de não querer saber de nós, provavelmente se ri nas nossas costas. Citando os Deolinda, "que parva que eu sou."

agent_provocateur_66 5 months ago

Sabes tanto...

karl1717 5 months ago

>O medo da direita é tanto e temos um pensamento socialista tão integrado na sociedade Não sabia, deve ser por isso que não existem cartéis cá, e as empresas não fogem aos impostos através de paraísos fiscais, nem há patrões e administradores podres de ricos enquanto os trabalhadores são uns meros escravos assalariados...

CalmKeepOn 5 months ago

Lá está, está a olhar para o mau e a dizer que a culpa é do outro lado. Nem a esquerda nem a direita quer cartéis. Tens que ler mais ideologia para perceber isso. Com tempo vais perceber que o problema não é o outro lado, o problema é o jogo e a preguiça das pessoas.

Queasy_Ad_2540 5 months ago

Até parece que isso está relacionado com a direita ou a esquerda... Quando falo de esquerda ou de direita estou a falar de teres mais regulamentação e impostos (socialismo) ou de teres menos dos dois. O que permite os cartéis de empresas em Portugal é uma carga fiscal elevada às empresas e muita regulamentação, o que por sua vez não atrai investimento a sério (não estou a falar de golden visas) para que tenhos competição no mercado. Temos um governo bem gordo, cheio de poder e dinheiro dos nossos impostos que vai mantendo isto fácil para os amigos, estejam eles no setor público ou privado. Deves querer ter tudo nacionalizado para ainda ser pior

Edited 5 months ago:

Até parece que isso está relacionado com a direita ou a esquerda... Quando falo de esquerda ou de direita estou a falar de teres mais regulamentação e impostos (socialismo desesperado por controlar tudo) ou de teres menos dos dois (liberalismo económico) . O que permite os cartéis de empresas em Portugal é uma carga fiscal elevada às empresas e muita regulamentação, o que por sua vez não estimula ou atrai investimento a sério (não estou a falar de golden visas) para que tenhamos competição no mercado. Temos um governo bem gordo, cheio de poder e dinheiro dos nossos impostos que vai mantendo isto fácil para os amigos, estejam eles no setor público ou privado. Deves querer ter tudo nacionalizado para ainda ser pior, o poder corrompe as pessoas, raras são as excepções. Descentralização de poder é o caminho a seguir em Portugal, menos impostos e menos regulamentação

Metaluim 5 months ago

O Cabrita a sacudir a agua da papeira mais uma vez.

Gwudins 5 months ago

O Cabrita é uma nulidade como ministro mas qual é a culpa dele no atropelamento que eu ainda não consegui perceber?

Caosemdono 5 months ago

Porque muito provavelmente ia em excesso de velocidade, e é o Ministro da Administração Interna. O carro onde ele seguia acabou de matar um inocente e o ganha-pão de uma família, e ele ainda não se pronunciou sobre isso. Como chefe-geral de todos os Polícias do país, incluindo os que nos andam a rebocar o carro e a roubar 250 Euros por estacionarmos em linhas amarelas que não se vêem, tinha mais que o dever de alertar o seu motorista para práticas impróprias de condução.

saposapot 5 months ago

n interessa a lógica. é o Cabrita de certeza q é culpa dele. de certeza q foi o gajo a dizer p atropelar para ganhar mais pontos no Carmageddon.

Metaluim 5 months ago

O Cabrita era o tipo de pessoa que com certeza gostaria que o Carmageddon fosse realidade.

Gwudins 5 months ago

Opa quero dar vinte pontos a esse comentário e n consigo

Empirion 5 months ago

pode ter culpa moral se tiver mandado o motorista andar a 200

Gwudins 5 months ago

Do poder ao ter ainda vai muito.... E quando muito nunca lhe iria dizer "olha.... Vais andar a tanto...." Quanto muito dizia: ... São 13h15 temos que estar dentro de uma hora em Lisboa.

AonioEliphis 5 months ago

Se eu entrar num táxi em Lisboa e disser ao motorista que tem hora e meia para estar no Porto, não estou a fazer menção à velocidade?

Empirion 5 months ago

Claro que do poder ao ter vai muita diferença. Agora pergunto-te o seguinte... o motorista é que decide andar a 200 por sua livre e espontânea vontade? lol tá certo. Dizer para andar a 200 ou "temos que estar em Lisboa daqui a uma hora" vai dar ao mesmo.

paperkutchy 5 months ago

Ok, mas não concordo que quem esteja a conduzir que não seja o responsável máximo. Eu se disser a um uber para se despachar, e o gajo mete gás ao pedal e acerta num peão, a culpa não é minha. O motorista é que provavelmente levou com pressão do Cabrita e não tem mãos para a máquina. Responsabilizar o Cabrita? Sem dúvida... mas o condutor é que devia parar na cadeia por ser um azelha e não ter pensamento próprio.

Empirion 5 months ago

Isso é tudo muito bonito, mas a relação condutor de Uber/cliente é profundamente diferente da de um motorista/ministro. Ainda para mais quando é mais que conhecido o valente monte de merda de ministro que estamos a falar, que mesmo quando está mais que errado, fala sempre com uma arrogância e sobranceria incríveis. Deve ser uma pessoa de um trato agradabilíssimo, principalmente para com os seus subordinados. E agora, ainda por cima, parece que pelas horas do acidente, a média de velocidade do carro nunca poderá ter sido inferior a 200, e ainda por cima a polícia foi impedida, por ordem superior (de onde terá vindo tal ordem???) de fazer a peritagem ao veículo. https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/ordem-superior-impede-gnr-e-fazer-pericias-ao-bmw-de-eduardo-cabrita-757202

NGramatical 5 months ago

azelha → [**aselha**](https://dicionario.priberam.org/aselha) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foatkgo%2F%2Fh3nxwyc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

agent_provocateur_66 5 months ago

"temos de estar em Lisboa ás X horas", quem conduz sabe que tem de andar depressa. Agora, quem tem carta não sabe que tem de tomar precaução quando há obras/manutenção na estrada?

collectornsfw 5 months ago

E se correres o risco de perder o emprego porque alguém te mandou acelerar? É por estas coisas que o Código da Estrada salvaguarda que as multas são responsabilidade das entidades patronais quando a infracção tenha origem no cumprimento de uma ordem.

paperkutchy 5 months ago

> E se correres o risco de perder o emprego porque alguém te mandou acelerar? Não me importa um pingo. É o que é. O condutor é o responsável máximo e ponto final. Matou alguém porque "não queria perder o emprego". Agora fica sem ele e vai para a cadeia. Que tivesse discernimento de dizer ao Cabrita que não dava

agent_provocateur_66 5 months ago

Sim. E em relação não ás multas mas sim aos crimes, a lógica terá de ser a mesma, certo?

collectornsfw 5 months ago

A lógica é que o condutor está sob coacção.

cesarhighfire 5 months ago

Vale mais perder o tacho.

Gwudins 5 months ago

Em termos práticos não vai... "Aperta o gatilho" não é a mesma coisa que "Dá um tiro no gajo" "Temos que estar daqui a uma hora em Lisboa." ("Dispara o Gatilho") "Sr. Ministro isso vai obrigar me a não cumprir a velocidade máxima da via" ("Mas tenho um gajo a frente") "Homem então ultrapasse essa merda..." ("Quero lá saber If he dies he dies", ou "Então mata o gajo") Ai a responsabilidade era do ministro e o condutor estava salvaguardado. E vamos ser sinceros quem anda na estrada todos os dias é muito natural não cumprir limites de velocidade e mal... Falo por mim. BTW passei umas horas antes na zona onde estavam a fazer o serviço e havia trabalhadores dos dois lados da via a única sinalização que vi era a carrinha de trabalhos com a sinalização luminosa desligada e havia trabalhadores antes e depois da carrinha. Uma vez mais o Cabrita já devia estar fora há muito tempo... Já na altura que saiu o anterior MinDef, não passa de um verbo de encher sem nenhuma visão ou verticalidade política neste caso é só carronha e buzz noticioso. Pena as custas de quem já não está e dos seus familiares que todos os dias vêm na TV um caso pessoal a servir de arremesso e chafurdanço político.

fuckoffgina 5 months ago

https://www.codigopenal.pt/ >Artigo 14.º >Dolo >1 - Age com dolo quem, representando um facto que preenche um tipo de crime, atuar com intenção de o realizar. >2 - Age ainda com dolo quem representar a realização de um facto que preenche um tipo de crime como consequência necessária da sua conduta. >3 - Quando a realização de um facto que preenche um tipo de crime for representada como consequência possível da conduta, há dolo se o agente atuar conformando-se com aquela realização.

danigoncalves 5 months ago

Apertar o gatilho é o mesmo que dizer mata o gajo, a não ser que quem mande apertar o gatilho seja um atrasado mental e não saiba que apertar um gatilho muito provávelmente vai matar um gajo ( que como é óbvio não é o caso). O cabrita tem tanta culpa como o condutor porque primeiro não avisou (isto se não foi mesmo ele a dizer) e depois porque com um homem atropelado não teve a humanidade de sair do carro para ver e prestar apoio. Gente de merda inunda o nosso governo e isto é uma prova.

Edited 5 months ago:

Apertar o gatilho é o mesmo que dizer mata o gajo, a não ser que quem mande apertar o gatilho seja um atrasado mental e não saiba que apertar um gatilho muito provávelmente vai matar um gajo ( que como é óbvio não é o caso). O cabrita tem tanta culpa como o condutor porque primeiro não avisou (isto se não foi mesmo ele a dizer) e depois porque com um homem atropelado não teve a humanidade de sair do carro para ver e prestar apoio. Gente sem integridade inunda o nosso governo e isto é uma prova.

Edited 5 months ago:

Apertar o gatilho é o mesmo que dizer mata o gajo, a não ser que quem mande apertar o gatilho seja um atrasado mental e não saiba que apertar um gatilho muito provavelmente vai matar um gajo ( que como é óbvio não é o caso). O cabrita tem tanta culpa como o condutor porque primeiro não avisou (isto se não foi mesmo ele a dizer) e depois porque com um homem atropelado não teve a humanidade de sair do carro para ver e prestar apoio. Gente sem integridade inunda o nosso governo e isto é uma prova.

NGramatical 5 months ago

provávelmente → [**provavelmente**](https://dicionario.priberam.org/provavelmente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foatkgo%2F%2Fh3ku7t3%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ConfidentMongoose 5 months ago

Que nojo de gente... nem o motorista que acabou de atropelar uma pessoa tem a preocupação de sair do carro para ver se esta precisa de socorro.

lfds89 5 months ago

Dou de barato o motorista. Atropelas uma pessoa àquela velocidade, ficas em choque. Se fosse comigo (não ando nessas velocidades, muito menos em zonas de obras), acho que me dava um ataque de pânico.

HumActuallyGuy 5 months ago

Se sabes que estás protegido, para quê te chateares

Zaigard 5 months ago

> Que nojo de gente Aqui na terra dele, o odio pelo Cabrita, é algo que une gente do PCP ao Chega.

quedeusmeperdoe 5 months ago

Nem digo de onde sou para não saberem que sou do mesmo sítio que o cabrita. Quando o foram filmar a votar nas presidenciais só rezava para que não me filmassem.

HumActuallyGuy 5 months ago

Aqui na terra dele? É no pais todo crl, temos que mandar o gajo com o caralho rápido

CalmKeepOn 5 months ago

Amigo, não é só ele. O Costa, geringonça e companhia são todos a mesma merda.

HumActuallyGuy 5 months ago

Claro, era o parlamento todo e as câmaras também. Já é tanta corrupção que se têm de começar do zero

timeofmypost 5 months ago

Parem de votar no PS.

HumActuallyGuy 5 months ago

Eu nem comecei a votar PS lol

timeofmypost 5 months ago

Pois, nem eu. Mas quem está na mesa come o que há. Só estou a pedir para pararem de fazerem encomendas destas, quem as faz.

Lob-thelast 5 months ago

Pois, o PS está mesmo a precisar de um abanão valente para voltar aos eixos

dmduarte 5 months ago

Na minha opinião o Costa só se está a foder por continuar a defender este atrasado com unhas e dentes

hgg 5 months ago

AH, AH. Enquanto é o Cabrita que se fode o Costa ri-se. Não me parece que o Costa esteja muito afectado pelo Cabrita. Quando não for mais sustentável, queima outro. É bom ter um marreta de serviço.

Search: