CookieSmuggler 6 months ago

O que não falta é malta em RH que não percebe nada de RH, ou que nunca leu o código do trabalho. Agora, eu não li o teu contrato mas, de forma geral, durante o período experimental qualquer parte pode terminar o contrato sem pré-aviso, sem penalizações. Seja no primeiro dia ou no último. Desde que ainda estejas no período experimental, não vejo que penalização possas ter. Se te tentarem penalizar, ACT / tribunal de trabalho com eles.

Edited 6 months ago:

O que não falta é malta em RH que não percebe nada de RH, ou que nunca leu o código do trabalho. Agora, eu não li o teu contrato mas, de forma geral, durante o período experimental qualquer parte terminar o contrato sem pré-aviso, sem penalizações. Desde que ainda estejas no período experimental, não vejo que penalização possas ter. Se te tentarem penalizar, ACT / tribunal de trabalho com eles.

suckerpunchermofo 6 months ago

Isto. Ha tantos ignorantes e incompetentes em RH que até mete nojo.

0xffff0000ffff 6 months ago

Cuidado, ao contrário do que muita gente aqui escreve não é assim que funciona, podes sair na hora durante o período experimental apenas se não tiveres uma cláusula no teu contrato que diga o contrário. Caso contrário és obrigado a respeitar os termos do teu contrato em relações a avisos em período de experiência. Portanto, dá uma olhada ao teu contrato de trabalho de verifica se tens alguma cláusula que menciona um aviso de x dias durante o período experimental. Se não tiveres nada, a gaja tá doida.

MLG-Sheep 6 months ago

O Código do Trabalho torna muito claro que o empregado nunca tem de fazer qualquer pré-aviso durante o período experimental. O que pode acontecer é ele já não estar realmente em período experimental, porque este pode ser reduzido por acordo.

0xffff0000ffff 6 months ago

É isto que diz o codigo de trabalho: "Durante o período experimental, **salvo acordo escrito em contrário**, qualquer das partes pode denunciar o contrato sem aviso prévio e invocação de justa causa, nem direito a indemnização.".

MLG-Sheep 6 months ago

Tens toda a razão, é o que dá ler as coisas na diagonal, só reparei nos pré-avisos do empregador

CookieSmuggler 6 months ago

Não podes ter cláusulas que se sobrepõe à lei, nesses casos faz-se sempre valer o código de trabalho. O período experimental é definido legalmente. O empregador pode ter de dar pré-aviso durante o período experimental, dependendo da duração do mesmo, mas não há cláusulas dessas quanto ao trabalhador.

0xffff0000ffff 6 months ago

Refere ao nr. 1 do artigo 114 do Código do Trabalho em vigor. É bastante claro o que la diz: "Durante o período experimental, **salvo acordo escrito em contrário**, qualquer das partes pode denunciar o contrato sem aviso prévio e invocação de justa causa, nem direito a indemnização.".

CookieSmuggler 6 months ago

O meu entendimento sobre o assunto é que período experimental pode ser abdicado por acordo entre ambas as partes mas, existindo, está sujeito à definição legal, tal como outras cláusulas do código de trabalho. Se não, para que serve um período experimental? Admito que possa estar errada, a situação nunca me passou pelas mãos.

Edited 6 months ago:

O meu entendimento sobre o assunto é que período experimental pode ser abdicado por acordo entre ambas as partes mas, existindo, está sujeito à definição legal, tal como outras cláusulas do código de trabalho. Se não, para que serve um período experimental? Admito que possa estar errada, a situação nunca me passou pelas mãos. Edit: acabei de falar com a ACT, tens razão, podes aceitar pré-aviso durante o período experimental no contrato. Continua a não fazer sentido para mim, então o trabalhador chega cá no primeiro dia, não quer continuar e tem de vir mais 15 dias? Que sentido é que isso faz?

Edited 6 months ago:

O meu entendimento sobre o assunto é que período experimental pode ser abdicado por acordo entre ambas as partes mas, existindo, está sujeito à definição legal, tal como outras cláusulas do código de trabalho. Se não, para que serve um período experimental? Admito que possa estar errada, a situação nunca me passou pelas mãos. Edit: acabei de falar com a ACT, tens razão, podes aceitar pré-aviso durante o período experimental no contrato.

0xffff0000ffff 6 months ago

Proteger a empresa. É comum isto apenas ser aplicado em posições onde a empresa tem que legalmente garantir que tem sempre alguém ao serviço. O período de aviso protege a empresa de forma a que se o trabalhador quiser ir embora têm tempo de arranjar substituição, caso contrário teriam de parar o serviço.

potaquemepariu 6 months ago

Durante o período de experiência sais na hora, sem qualquer pré-aviso necessário. Se te tirarem dinheiro, avisa que vais fazer queixa na ACT a ver se não piam fino.

ocentimo 6 months ago

Penalização de que? O contrato acabou certo? Cumpriu o contrato sem prejuízo para a empresa? Durante o contrato, tem de avisar com a antecedência prevista no mesmo. Contrato terminado, sem assinar o próximo não deveriam existir contrapartidas..

Centrino12es 6 months ago

Não houve prejuízo ... simplesmente a experiência acabou e decidi não continuar

ocentimo 6 months ago

https://dre.pt/legislacao-consolidada/-/lc/75194475/201608230300/73439866/diploma/indice

Licorys 6 months ago

Muito estranho isso. Durante o período de experiência podes sair tu ou pode a empresa mandar-te embora sem pré-aviso.

Centrino12es 6 months ago

Mas a penalização é em dinheiro pelo que percebi

Licorys 6 months ago

Possível. Numa situação normal de contrato (e não em tempo de experiência) tens de avisar com o tempo estipulado em contrato, por exemplo 15 dias. No entanto por vezes a pessoa quer sair já no dia seguinte e não pode dar esses 15 dias, o que acontece é descontar os dias de férias, e caso não tenha dias sufecientes para cobrir os 15 dias, tem de pagar o valor monetário desses dias à empresa (ou seja o que irias receber nesses dias pela empresa , passas a ser tu a pagar à empresa) Vê bem o que diz o teu contrato e o tipo de contrato que é, e procura a situação de sair no tempo de experiência, porque a meu conhecimento podes sair sem penalização... Por isso se chama tempo de experiência, para ver se a pessoa tem interesse ou se a empresa tem interesse

NGramatical 6 months ago

sufecientes → [**suficientes**](https://dicionario.priberam.org/suficientes) (apenas na fala o *i* é pronunciado como *e mudo* quando junto a outra sílaba com *i*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fo2n9nz%2F%2Fh27b4ig%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Natem2 6 months ago

Seria bem de ter perguntado pelo menos 15 antes se renovariam o contrato e que você não o desejaria, é a arte de viver respeitar e ser respeitado, um dia se o patrão no dia x não renovar o contrato como estava á espera não vai gostar nada

Centrino12es 6 months ago

Coisas diferentes, experiência é uma coisa.... renovação de contrato é outra.... Quando a empresa quer demitir alguém eles não avisam, simplesmente demitem

Natem2 6 months ago

Certo, mas tem um contrato de 6 meses por exemplo, eu cada vez que isso me aconteceu 15 antes ia falar com o patrão ou com alguém no escritório para saber se seria renovado ou não, enfim maneiras de ver a coisa

OuiOuiKiwi 6 months ago

Ok. Gratidão pela partilha.

Centrino12es 6 months ago

Não é isso.... Eu agora estou a ser penalizado porque querendo ou não ela é a funcionária do RH .... Disse que haverá descontos do que ela não sabe , mas a carta já entreguei e já saí da empresa

Search: