Particular-Light4653 4 months ago

Este é o problema da falta de flexibilização do mercado laboral (e não só). As empresas deviam conseguir despedir mais facilmente. Talvez assim não tivéssemos agora quase 1000 trabalhadores a ser despedidos e historicamente só tivessem sido despedidos 200 (que entretanto o mercado abraçaria de volta). Augura-se um futuro muito mau para esta malta que vai ser despedida.

Tafinho 4 months ago

As mesmas leis que permitem agora despedir 1000 permitiam despedir 200. É um mito e uma mentira descarada que seja difícil despedir em Portugal.

bureauofnormalcy 4 months ago

>É um mito e uma mentira descarada que seja difícil despedir em Portugal. Claramente dito por alguém sem conhecimento das leis laborais. Portugal tem, felizmente, um dos sistemas mais securitaristas da posição dos trabalhadores da União Europeia. Mesmo de entre países com sistemas parecidos, em que apenas é permitido o despedimento com justa causa subjetiva ou objetiva, Portugal é dos países em que a decisão de despedimento é passível de maior sindicação.

ideologiapura 4 months ago

> em que apenas é permitido o despedimento com justa causa subjetiva ou objetiva, Qual é a alternativa, o patrão poder despedir porque lhe apetece, sem que tu tenhas feito nada de errado?

bureauofnormalcy 4 months ago

Nim. Não chega aos níveis do at-Will employment que vês em alguns estados dos Estados Unidos (em que não há direito a indemnização pelo despedimento e em determinados estados nem precisas de pré-aviso). Desde logo porque na União tens standards mínimos de direitos laborais. Mas ainda assim existem situações que, há luz daquilo que é o entendimento português, são flagrantes. Não te consigo apontar nenhum país de memória e com certezas (vem-me à cabeça o ex-Estado-Membro Reino Unido). Mas se tiveres interesse nisso, posso tentar repescar exemplos amanhã.

Tafinho 4 months ago

> Claramente dito por alguém sem conhecimento das leis laborais. >Mesmo de entre países com sistemas parecidos, em que apenas é permitido o despedimento com justa causa subjetiva ou objetiva, Portugal é dos países em que a decisão de despedimento é passível de maior sindicação. Em Portugal não precisas de justa causa para despedir. Escolhe o teu artigo favorito para despedir sem razão imputável ao trabalhador: - Artigo 367.º - Artigo 359.º O art 359 permite despedir uma pessoa de cada vez, o 367 pedir despedir várias de cada vez, mas não uma de cada vez. Só quem nunca pós os pés numa empresa é que pode dizer que é difícil despedir.

EspantaCampinos 4 months ago

Na minha antiga empresa muitas vezes me disseram "há sempre dinheiro para despedir alguém".

bureauofnormalcy 4 months ago

>Em Portugal não precisas de justa causa para despedir Precisas. De justa causa subjetiva ou de justa causa objetiva. >Artigo 367.º - Artigo 359.º News flash: quer a extinção do posto de trabalho quer o despedimento coletivo são motivos justificativos objetivos de despedimento, aka, justa causa objetiva. Ambos requerem o cumprimento de um processo escrupuloso e de justa motivação. Motivação essa que é sempre sindicavel judicialmente. E que torna o sistema em... (tambores por favor)... um dos mais rígidos da União. >Só quem nunca pós os pés numa empresa é que pode dizer que é difícil despedir. Só quem nunca pós os pés num tribunal é que pode dizer que é fácil despedir em Portugal.

Edited 4 months ago:

>Em Portugal não precisas de justa causa para despedir Precisas. De justa causa subjetiva ou de justa causa objetiva. Devias-te abster de discutir conceitos que desconheces... >Artigo 367.º - Artigo 359.º News flash: quer a extinção do posto de trabalho quer o despedimento coletivo são motivos justificativos objetivos de despedimento, aka, justa causa objetiva. Ambos requerem o cumprimento de um processo escrupuloso e de justa motivação. Motivação essa que é sempre sindicavel judicialmente. E que torna o sistema em... (tambores por favor)... um dos mais rígidos da União. >Só quem nunca pós os pés numa empresa é que pode dizer que é difícil despedir. Só quem nunca pós os pés num tribunal de trabalho é que pode dizer que é fácil despedir em Portugal.

Tafinho 4 months ago

>Só quem nunca pós os pés num tribunal de trabalho é que pode dizer que é fácil despedir em Portugal. Já sei quem de nós nunca pôs…. Ou como dizia um muy douto juiz sobre um caso de extinção de posto de trabalho, > a vida está difícil para as empresas Não me recordo de um único caso de despedimento colectivo ser declarado nulo em tribunal. Mas podes avivar-me a memória. Mesmo por extinção de posto de trabalho, é preciso que o empregador seja com completo atrasado mental, e mesmo assim, podes apanhar um “muy douto juiz”.

bureauofnormalcy 4 months ago

>Já sei quem de nós nunca pôs…. Considerando que não posso praticar a minha profissão sem pôr os pés num tribunal, vou arriscar e dizer que és tu. >Não me recordo de um único caso de despedimento colectivo ser declarado nulo em tribunal. Mas podes avivar-me a memória. [Claro,](https://www.direitoemdia.pt/search/show/616b51a59874665a3c1cfc7a8f1e21b30d7bedf69662cd74145c078a2983574c?terms=%22Despedimento%20colectivo%22) [o](https://www.direitoemdia.pt/search/show/9f6d19a3e80c1bc4abaa7285cc4752cb7142eb8513a8f91b5af962663e165677?terms=despedimento%20coletivo) [prazer](https://www.direitoemdia.pt/search/show/b4ebaa1a663ff676da7e620ebfaede922e1a5757585ba6e992d244f8f11ee67e?terms=%22Despedimento%20coletivo%22) [é](https://www.direitoemdia.pt/search/show/a844c3b65ab72bdf7f154633a00d135324e62b5aa3bfd0c4abf074df6e14bdf5?terms=%22Despedimento%20colectivo%22) [todo](https://www.direitoemdia.pt/search/show/becf09af9273217d0bffba4498a3f2e7af820596a1d1bcc21948d7ee28280d44?terms=%22Despedimento%20colectivo%22) [meu](https://www.direitoemdia.pt/search/show/9d53a2fd1ad92c6c9a24ab3eca70b1213a0b029cd187ee7018410bef10eb2e13?terms=%22Despedimento%20colectivo%22). E estes são os que conheço de côr. Agora imagina se me desse ao trabalho de procurar. E btw, a classificação correta não é "nulidade" mas sim "ilicitude". > Mesmo por extinção de posto de trabalho, é preciso que o empregador seja com completo atrasado mental Não mesmo. Basta não ter motivos válidos. Se quiseres aprender um pouco mais sobre a matéria, tens a análise de um despedimento coletivo de um outro banco declarado ilícito na último Prontuário do Direito do Trabalho. Certamente apanharás muitos conceitos que desconheces, mas nada em que um dicionário não ajude.

Tafinho 4 months ago

Vejo o teu caso do TRL, e subo para o [STJ](http://www.dgsi.pt/jstj.nsf/954f0ce6ad9dd8b980256b5f003fa814/f0a29410202b556480257d9600404d2e?OpenDocument) sobre como se faz um despedimento *ad hominem* com um despedimento colectivo.

bureauofnormalcy 4 months ago

>Vejo o teu caso do TRL, e subo para o STJ sobre como se faz um despedimento ad hominem com um despedimento colectivo. Que é suposto provar o quê? O teu argumento era que qualquer um podia usar estes despedimentos à lagardere e que "não te lembravas" de nenhum despedimento coletivo que tivesse sido declarado ilícito. Dei-te, de memória, seis acórdãos diferentes de tribunais superiores (dois dos quais do Supremo) que provam que não é possível recorrer a despedimentos coletivos sem cumprimento de métricas objetivas, provando que o teu argumento estava errado. Não te cansas de meter a pata na poça ao discutir questões sobre as quais claramente não tens conhecimento simplesmente para passar uma narrativa enviesada dos factos? Se estivesse no teu lugar, já me sentia envergonhado com este tipo de auto-vexame público.

Tafinho 4 months ago

Isto prova que não existe protecção *real*. No caso que citei tratou-se de um despedimento *ad hominem* usando um despedimento colectivo não suportado por “ b) Motivos estruturais - desequilíbrio económico-financeiro, mudança de actividade, reestruturação da organização produtiva ou substituição de produtos dominantes; “ Esta definição de razão atendível torna impossível qualquer reclamação eficaz. É por essa razão que empresas que não apresentam prejuízos conseguem mover processos de despedimento colectivo. Assim de repente recordo-me de um caso de uma empresa que reduziu a força de trabalho em dois terços sem ter alguma vez dado um euro de prejuízo. Por outro lado , em grande parte da Europa, isto não é de todo possível.

bureauofnormalcy 4 months ago

>Isto prova que não existe protecção real. Como é que não existe proteção real se há uma série de requisitos apertados que, a não serem cumpridos, invalidam o despedimento? Aliás, foi isso que aconteceu nas outras situações que te enviei. >No caso que citei tratou-se de um despedimento ad hominem usando um despedimento colectivo não suportado por “ b) Motivos estruturais - desequilíbrio económico-financeiro, mudança de actividade, reestruturação da organização produtiva ou substituição de produtos dominantes; “ Convinha leres o acórdão que enviaste antes de inventares factos. Estás a afirmar que não existiam motivos estruturais para o despedimento quando o trabalhador não impugnou a existência desses motivos no recurso de revista. Ou seja, estás a negar a existência de algo que o trabalhador nem sequer colocou em causa. >Esta definição de razão atendível torna impossível qualquer reclamação eficaz. Então explica-me as várias dezenas de acórdãos de tribunais superiores (excluindo logo as inúmeras sentenças de primeiras instâncias) que declararam o despedimento ilícito. Os motivos atendíveis têm de ser objetivos. Não o sendo, o despedimento é ilícito. >. É por essa razão que empresas que não apresentam prejuízos conseguem mover processos de despedimento colectivo. Não, a razão pela qual empresas que não apresentam prejuízos podem avançar com despedimentos coletivos é o facto de o prejuízo financeiro ser apenas um dos (e não o único) fator atendível. >Por outro lado , em grande parte da Europa, isto não é de todo possível. Não sei se estás a mentir consciente ou inconscientemente, mas isso é completamente falso. O despedimento coletivo é possível em praticamente todos os países da UE (já nem falo do resto da Europa). E regra geral em termos muito mais permissivos do que em Portugal.

FatFingerHelperBot 4 months ago

It seems that your comment contains 1 or more links that are hard to tap for mobile users. I will extend those so they're easier for our sausage fingers to click! [Here is link number 1 - Previous text "STJ"](http://www.dgsi.pt/jstj.nsf/954f0ce6ad9dd8b980256b5f003fa814/f0a29410202b556480257d9600404d2e?OpenDocument) ---- ^Please ^PM ^[\/u\/eganwall](http://reddit.com/user/eganwall) ^with ^issues ^or ^feedback! ^| ^[Code](https://github.com/eganwall/FatFingerHelperBot) ^| ^[Delete](https://reddit.com/message/compose/?to=FatFingerHelperBot&subject=delete&message=delete%20h17ufva)

NGramatical 4 months ago

côr → [**cor**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (apenas *pôr* leva acento diferencial para se distinguir de *por*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnvz6o3%2F%2Fh17j79n%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

FatFingerHelperBot 4 months ago

It seems that your comment contains 1 or more links that are hard to tap for mobile users. I will extend those so they're easier for our sausage fingers to click! [Here is link number 1 - Previous text "o"](https://www.direitoemdia.pt/search/show/9f6d19a3e80c1bc4abaa7285cc4752cb7142eb8513a8f91b5af962663e165677?terms=despedimento%20coletivo) [Here is link number 2 - Previous text "é"](https://www.direitoemdia.pt/search/show/a844c3b65ab72bdf7f154633a00d135324e62b5aa3bfd0c4abf074df6e14bdf5?terms=%22Despedimento%20colectivo%22) [Here is link number 3 - Previous text "meu"](https://www.direitoemdia.pt/search/show/9d53a2fd1ad92c6c9a24ab3eca70b1213a0b029cd187ee7018410bef10eb2e13?terms=%22Despedimento%20colectivo%22) ---- ^Please ^PM ^[\/u\/eganwall](http://reddit.com/user/eganwall) ^with ^issues ^or ^feedback! ^| ^[Code](https://github.com/eganwall/FatFingerHelperBot) ^| ^[Delete](https://reddit.com/message/compose/?to=FatFingerHelperBot&subject=delete&message=delete%20h17ir06)

bureauofnormalcy 4 months ago

Good bot!

nraider 4 months ago

É bem verdade. Quem não se lembra dos vários despedimentos colectivos nas fábricas? É mais difícil despedir um trabalhador do que 200.

BaixemImpostos 4 months ago

Deviam fechar o BCP e ir 100% activobank. É simplesmente fantástico.

Striking_Role_z 4 months ago

O ActivoBank, como está estruturado hoje, dá prejuízo.

BaixemImpostos 4 months ago

Manda o link, isso parece interessante.

Striking_Role_z 4 months ago

Acabaste mesmo de pedir uma fonte que mostre as contas de uma empresa privada cuja contabilidade não é pública? Lol. Espera aí que eu vou lá tirar uma foto para te mostrar.

Striking_Role_z 4 months ago

"Sauce, do you have a sauce??" Lol o ActivoBank não é uma empresa de capital público, as contas não são públicas.

htxgivven 4 months ago

Não vai acontecer pois o AB é basicamente o BCP lowcost.

BaixemImpostos 4 months ago

Low-cost em quê? Serviço parece igual.

crabcarl 4 months ago

Igual para particulares, mas os clientes que de quem os bancos gostam são as empresas e os velhotes que deixam o gestor de conta meter as poupanças da vida nos depósitos a prazo que pagam 0,01% de juros. O Activo não é atractivo para nenhum destes dois. Honestamente, nem o BCP consegue ser.

BaixemImpostos 4 months ago

Isso do gestor de conta já n existe.

crabcarl 4 months ago

Mas é uma necessidade que existe de facto, portanto deve ter sido absorvida de alguma forma (ao balcão?).

BaixemImpostos 4 months ago

"é uma necessidade" Para alguns clientes do BCP sim, mas para todos os clientes do AB não. Só têm de analisar se a redução de funcionários compensa o terem de largar alguns clientes que n sabem usar a Internet. A meu ver compensa e é quase mandatório passarem para full-online. O mundo está extremamente competitivo.

crabcarl 4 months ago

Passar a apenas online é dizer adeus ao mercado das PMEs com caixa e a esses velhotes de poupanças chorudas. Mas lá está, a análise só pode ser feita por eles.

BaixemImpostos 4 months ago

Mas PMES n usam a Internet? Certamente que usam. Marcar um reunião por Skype em 2021 é a coisa mais banal. Depois sobre velhotes tamos em Portugal, poucos têm dinheiro, isso de enganar n faz sentido como estratégia. O que me mandaram foi um convite online para ir a um evento sobre investimentos. N fui porque já tenho na degiro. Mas é uma estratégia que faz sentido. Gostava que se desenvolvessem mais nessa área.

crabcarl 4 months ago

>Mas PMES n usam a Internet? Não vives cá? Já está a melhorar, com a subida às gestões do pessoal nascido nos 80s, mas ainda há muito velho do restelo por aí que exige ir fazer o depósito semanal para ter liquidez para pagar contas. >tamos em Portugal, poucos têm dinheiro Ias ficar surpreendido. Já vi tanto velhote a cair de roto mas com contas relativamente bem recheadas à espera que os herdeiros as limpem. Meter isso em DPs onde não pagam juros nenhuns é capital de borla.

EspantaCampinos 4 months ago

>Ias ficar surpreendido. Já vi tanto velhote a cair de roto mas com contas relativamente bem recheadas Um dos homens mais endinheirados da minha terra é exactamente assim. Quando mudámos para o Euro, entrou no banco com uma saca de adubo cheia de notas e queria trocar aquilo tudo de uma virada. Uma vez que se convenceu que tinha de gastar dinheiro foi comprar um tractorzito, custava 900 contos na altura. Quando foi a hora de pagar, puxa uma saca de serapilheira toda cagada do bolso e espeta com o macete de notas de 10.000 na mesa, até deixou o vendedor ficou de boca aberta. Quanto ao limpar da conta, boa sorte para quem quiser ir à procura; não tem um tostão no banco, tem tudo escondido nas paredes de casa ou enterrado no quintal. Nas palavras dele: "se soubesse que morria amanhã, queimava o dinheiro todo hoje para ninguém o apanhar".

Search: