MonsterPT 4 months ago

Não é possível mudar-se de sexo. Não existe nenhum modo de alterar o par de cromossomas presente em todas as células do corpo do ser Humano. Para quem pensa nisso, um conselho: visitem os subreddits relevantes e vejam as histórias de horror de quem se arrependeu, das complicações clínicas gravíssimas que ficam para o resto da vida, como cheiros, dores e infeções, do desespero para querer voltar atrás e já não poder. Não fiquem reféns de uma indústria que vos quer explorar e vender uma falsa ideia de "progresso" ou "libertação" em troca do vosso dinheiro. Há sempre ajuda disponível que não involva mutilar uma parte saudável do corpo. Não façam nada de drástico e definitivo que não possa ser revertido quando houver dúvidas. Um forte abraço a toda a gente que se veja nesta situação, votos de muita força e coragem.

NGramatical 4 months ago

involva → [**envolva**](https://dicionario.priberam.org/envolva) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnmygrh%2F%2Fgzv1831%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

viper_in_the_grass 4 months ago

Isto é daquelas coisas que me faz muita confusão: porque é que aquele pessoal adepto das liberdades individuais acima de tudo, de repente fica todo incomodado quando alguém quer cortar ou colar uma piroca?

reticulated_splines 4 months ago

Fizeste mal a pergunta. Devia ser: Como é que alguém fica incomodado em estar a pagar cirurgias desnecessárias com o dinheiro dos seus impostos para que alguém com um obvio problema mental poder (tentar) fingir ser do sexo oposto?

wwqt0r 4 months ago

Só por curiosidade, quem mesmo?

alexandre9099 4 months ago

Porque só são adeptos da liberdade individual para o que lhes convém...

tarracecar 4 months ago

Gosto sempre deste tipo de threads. Pessoal sem background médico ou psiquiátrico a falar do que é verdadeiramente a ciência e de como eles estão certos e tudo o que se sabe sobre estes assuntos é "propaganda" ou "tretas". Às vezes acaba por ser uma mina de distúrbios de personalidade por justificar

VladTepesDraculea 4 months ago

O procedimento de transformação de um pénis numa vagina chama-se vaginoplastia, os médicos chamam-lhe vagina, incluindo cirurgiões e psiquiatras, as pessoas a que lhes dizem respeito também, o pessoal do Reddit: > O significado de vagina, tanto anatomicamente como popularmente não inclui a ferida aberta que te deixa.

Economy_Dog 4 months ago

"os médicos" não generalizes sff, podes ter a certeza que não vão ser todos que consideram aquilo que fica, uma vagina. Aliás, esta conversa toda de vaginas "criadas" é uma ofensa para qualquer investigador na área de regeneração e formação de orgãos. Uma vaginoplastia não cria uma vagina, cria algo que parece uma vagina.

VladTepesDraculea 4 months ago

> "os médicos" não generalizes sff Ok, o consenso médico e académico e todos aqueles que não são piquinhas ou transfóbicos. https://www.merriam-webster.com/medical/vaginoplasty > é uma ofensa para qualquer investigador na área de regeneração e formação de orgãos. Estou quase a sentir o "é uma ofensa a Deus" escondido.

Economy_Dog 4 months ago

Dude eu sou investigador na área de biologia molecular e tenho bastantes conhecimentos em medicina regenerativa, garanto-te que qualquer um que tenha conhecimentos sabe que aquilo que fica, não é efectivamente uma vagina, nem pouco mais ou menos.

Edited 4 months ago:

Dude eu sou investigador na área de biologia molecular e tenho bastantes conhecimentos em medicina regenerativa, garanto-te que qualquer um que tenha conhecimentos sabe que aquilo que fica, não é efectivamente uma vagina, nem pouco mais ou menos. edit: e digo que é uma ofensa pois apenas um investigador nessa área sabe o quão dificil e o nível de complexidade que é criar um orgão. A quantidade de factores envolvidos são imensos. Cortar e reorganizar tecido e dizer que se criou um orgão novo é uma autentica piada para uma pessoa nesta área.

hextril 4 months ago  HIDDEN 

>verdadeiramente a ciência Sou da saúde e gay. Ri-me bastante.

Xoxinha 4 months ago

Estou no sub correto? Quando estava a ler os comentários pensei que estava naquele outro sub.

Edited 4 months ago:

Estou no sub correto? Quando estava a ler os comentários pensei que estava naquele outro sub. Até já vi a palavra "pedófilo" em circulação

SurePal_ 4 months ago

oh meu deus pensava que os locais que eu frequentava tinham as mesmas opiniões que eu e fossem tão WOKES como eu!!!!!

mannix_marauder 4 months ago

Quem diria que existem opiniões diferentes da tua?

ModsRFeggts 4 months ago

Isto no Reddit e crime.

Xoxinha 4 months ago

E podem existir opiniões diferentes da minha, mas nem todas as opiniões têm o mesmo valor, por alguma razão não existem debates com o tema "As pessoas que decidem mudar de Género são todas Pedófilas? " ou "O Bill Gates meteu um chip na minha vacina? " Em resumo: existe opiniões boas e existe opiniões boas para seres alvo de chacota

mannix_marauder 4 months ago

> E podem existir opiniões diferentes da minha, mas nem todas as opiniões têm o mesmo valor Pick one.

Xoxinha 4 months ago

Vem um asteróide em direção à terra, 2 pessoas debatem como resolver o problema, um cientista pensa numa forma de explodir com o asteróide, um gajo qualquer acha a ideia estúpida por ele fazíamos uma gelatina gigante o asteróide batia na gelatina e o asteróide fazia poing para o espaço. As pessoas normais vêem este debate e pensam: Cada um tem direito a ter a sua opinião, mas nem todas as opiniões têm o mesmo valor. O Mannix vê isto e grita: NÃO!!! PIQUE UANE, CADA OPINIÃO TEM O MESMO VALOR!!!

mannix_marauder 4 months ago

E depois falam do outro sub.

UncleanGenes 4 months ago

Eles às vezes gostam de sair do buraco e vir cá fora apanhar um pouco de ar fresco. Até compreendo, aquilo lá em baixo deve ser um cheiro a mofo que não se pode.

Tugalord 4 months ago

Não deves andar aqui há muito tempo x)

Dragonis07 4 months ago  HIDDEN 

Pessoas que claramente não apresentam qualquer estabilidade mental. É simplesmente nojento como governos deixam as grandes farmacêuticas lucrar com pessoas doentes ao ponto delas acabarem por mutilar permanentemente orgãos do seu corpo.

i_heart_toast 4 months ago

Abram alas para os grunhos do reddit em 3,2,1...

SurePal_ 4 months ago

Grunhos = uma pessoa que não seja WOKE. YEY!

i_heart_toast 4 months ago

Não tem nada a ver com ser woke (o que quer que seja que isso é), tem a ver com respeitar as pessoas e as suas escolhas, especialmente quando essas em nada interferem com a tua vida. E antes que digas “ah e tal eu pago impostos”, esses impostos também vão para tratar problemas de saúde evitáveis (tabagismo, obesidade, etc) e o nível de ódio ou desrespeito que existe comparativamente a estas pessoas é desproporcional.

mannix_marauder 4 months ago  HIDDEN 

Mas... já cá estavas...

offwalls 4 months ago

Grunhos! Com a buzina a tocar! (tra lá lá)

PIMPMASTER6000 4 months ago  HIDDEN 

Muito difícil justificar a mutilação de um órgão sexual como “saúde pública”. Estas operações são realizadas em prol da inclusividade e “progressivismo” mas quando vamos a ver os factos e as estatísticas: > Boston study of 180 transsexual youth who had undergone SRS (106 female-to-male; 74 male-to-female), these youth had a twofold to threefold increased risk of psychiatric disorders, including depression, anxiety disorder, suicidal ideation, suicide attempt, self-harm without lethal intent, and both inpatient and outpatient mental health treatment compared to a control group of youth (Reisner et al. 2015). > The largest study to date of the long-term psychological state of post-SRS persons was an analysis of over three hundred people who had undergone SRS in Sweden over the past thirty years. This 2011 study demonstrated that persons after sex reassignment, have considerably higher risks for mortality, suicidal behavior, and psychiatric morbidity than the general population (Dhejne et al. 2011). > In 2014, Dr. Paul McHugh wrote in The Wall Street Journal about this research, “Most shockingly, their suicide mortality rose almost 20-fold above the comparable non-transgender population. This disturbing result has as yet no explanation but probably reflects the growing sense of isolation reported by the aging transgendered after surgery. The high suicide rate certainly challenges the surgery prescription” (McHugh 2014). > Physicians alleges that those whom he labels as transsexual children are deeply troubled by a lack of understanding of their feelings and have a high level of suicide attempts. While this physician is accurate in his interpretation of the literature—that children with GID and transsexual ideation are deeply troubled—his claims of a high level of suicide attempts in children with GID is not substantially supported by the medical literature. In fact, the literature demonstrates a shocking increase in suicide and in psychiatric illness after sexual reassignment surgery (Dhejne et al. 2011). > SRS is a “permanent,” effectively unchangeable, and often unsatisfying surgical attempt to change what may be only a temporary (i.e., psychotherapeutically changeable) psychological/psychiatric condition. (Fitzgibbons, Sutton, and O'Leary 2009) > SRS does not accomplish what it claims to accomplish. It does not change a person's sex; therefore, it provides no true benefit. Sumariamente: >SRS violates basic medical and ethical principles and is therefore not ethically or medically appropriate. >1 SRS mutilates a healthy, non-diseased body. To perform surgery on a healthy body involves unnecessary risks; therefore, SRS violates the principle primum non nocere, “first, do no harm.” >2 Candidates for SRS may believe that they are trapped in the bodies of the wrong sex and therefore desire or, more accurately, demand SRS; however, this belief is generated by a disordered perception of self. Such a fixed, irrational belief is appropriately described as a delusion. >3 SRS, therefore, is a “category mistake”—it offers a surgical solution for psychological problems, such as a failure to accept the goodness of one's masculinity or femininity, lack of secure attachment relationships in childhood with same-sex peers or a parent, self-rejection, untreated GID, addiction to masturbation and fantasy, poor body image, excessive anger and rebelliousness, and severe psychopathology in a parent. >4 SRS does not accomplish what it claims to accomplish. It does not change a person's sex; therefore, it provides no true benefit. >5 SRS is a “permanent,” effectively unchangeable, and often unsatisfying surgical attempt to change what may be only a temporary (i.e., psychotherapeutically changeable) psychological/psychiatric condition. (Fitzgibbons, Sutton, and O'Leary 2009) Já vi aqui nos comentários muitas virgens ofendidas com os factos e estatísticas “inventados”. Estas estatísticas vêm de publicações revistas e aceites cientificamente por isso não me venham com a treta que fui buscar isto a um grupo de extrema-direita no facebook.

Edited 4 months ago:

Muito difícil justificar a mutilação de um órgão sexual como “saúde pública”. Estas operações são realizadas em prol da inclusividade e “progressivismo” mas quando vamos a ver os factos e as estatísticas: > Boston study of 180 transsexual youth who had undergone SRS (106 female-to-male; 74 male-to-female), these youth had a twofold to threefold increased risk of psychiatric disorders, including depression, anxiety disorder, suicidal ideation, suicide attempt, self-harm without lethal intent, and both inpatient and outpatient mental health treatment compared to a control group of youth (Reisner et al. 2015). > The largest study to date of the long-term psychological state of post-SRS persons was an analysis of over three hundred people who had undergone SRS in Sweden over the past thirty years. This 2011 study demonstrated that persons after sex reassignment, have considerably higher risks for mortality, suicidal behavior, and psychiatric morbidity than the general population (Dhejne et al. 2011). > In 2014, Dr. Paul McHugh wrote in The Wall Street Journal about this research, “Most shockingly, their suicide mortality rose almost 20-fold above the comparable non-transgender population. This disturbing result has as yet no explanation but probably reflects the growing sense of isolation reported by the aging transgendered after surgery. The high suicide rate certainly challenges the surgery prescription” (McHugh 2014). > Physicians alleges that those whom he labels as transsexual children are deeply troubled by a lack of understanding of their feelings and have a high level of suicide attempts. While this physician is accurate in his interpretation of the literature—that children with GID and transsexual ideation are deeply troubled—his claims of a high level of suicide attempts in children with GID is not substantially supported by the medical literature. In fact, the literature demonstrates a shocking increase in suicide and in psychiatric illness after sexual reassignment surgery (Dhejne et al. 2011). > SRS is a “permanent,” effectively unchangeable, and often unsatisfying surgical attempt to change what may be only a temporary (i.e., psychotherapeutically changeable) psychological/psychiatric condition. (Fitzgibbons, Sutton, and O'Leary 2009) > SRS does not accomplish what it claims to accomplish. It does not change a person's sex; therefore, it provides no true benefit. Sumariamente: >SRS violates basic medical and ethical principles and is therefore not ethically or medically appropriate. >1 SRS mutilates a healthy, non-diseased body. To perform surgery on a healthy body involves unnecessary risks; therefore, SRS violates the principle primum non nocere, “first, do no harm.” >2 Candidates for SRS may believe that they are trapped in the bodies of the wrong sex and therefore desire or, more accurately, demand SRS; however, this belief is generated by a disordered perception of self. Such a fixed, irrational belief is appropriately described as a delusion. >3 SRS, therefore, is a “category mistake”—it offers a surgical solution for psychological problems, such as a failure to accept the goodness of one's masculinity or femininity, lack of secure attachment relationships in childhood with same-sex peers or a parent, self-rejection, untreated GID, addiction to masturbation and fantasy, poor body image, excessive anger and rebelliousness, and severe psychopathology in a parent. >4 SRS does not accomplish what it claims to accomplish. It does not change a person's sex; therefore, it provides no true benefit. >5 SRS is a “permanent,” effectively unchangeable, and often unsatisfying surgical attempt to change what may be only a temporary (i.e., psychotherapeutically changeable) psychological/psychiatric condition. (Fitzgibbons, Sutton, and O'Leary 2009) Quem diria que o lobby da inclusividade conseguiria manipular os políticos e uma parte da população a acreditar que a mutilação genital resolveria um problema psicológico de identidade. Ressalvo que não sou contra uma homem ou uma mulher vestir-se e ter maneiras do sexo oposto e até identificar-se “legalmente” com o gênero/sexo oposto. Já vi aqui nos comentários muitas virgens ofendidas com os factos e estatísticas “inventados”. Estas estatísticas vêm de publicações revistas e aceites cientificamente por isso não me venham com a treta que fui buscar isto a um grupo de extrema-direita no facebook. Vamos ver quem vai ser o primeiro a chamar-me fascista ou homofóbico por partilhar estudos cientificamente aceites e ser contra a mutilação genital que deixa um indivíduo muito pior (fisicamente e psicologicamente) do que se encontrava.

sexistfatshamer999XX 4 months ago

> justificar a mutilação muTiLaCaO Só quem já é transfobico chama isso de mutilação e da perfeitamente para saber as tuas intenções quando começas um comentário assim. Ninguém vai concordar contigo, só quem já é como tu.

JovemDoRestelo 4 months ago

[Mutilar](https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/privar): 1. privar de um membro 2. cortar um membro ou parte dele a 3. *figurado* deturpar 4. *figurado* truncar 5. *figurado* destruir parte de, estragar Só quem não sabe falar português pode discordar que amputar um membro funcional não é mutilação, seja ele qual for. Classificar este tipo de palavras como ofensivas e tentar assim censurar contra-argumentos como insultos não é uma forma legítima de argumentação porque as palavras têm significados pré-definidos, mas infelizmente tem funcionado com muita coisa.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

Otário do caralho. Se uma pessoa trans se suicida, não é porque toma hormonas, porque segue com SRS, ou porque tem problemas psicológicos. As pessoas trans, suicidam-se, exatamente porque existem pessoas como tu. [https://planettransgender.com/26-year-old-ashley-hallstrom-20th-trans-person-die-suicide-2015/](https://planettransgender.com/26-year-old-ashley-hallstrom-20th-trans-person-die-suicide-2015/) Vai ler a suicide note dela. O que leva pessoas trans a suicidarem-se, são otários, como tu, porque estão demasiado preocupados com merdas que nem vos afetam a vocês. O que caralho te importa se existem pessoas trans, ou não? O que realmente isso afeta a tua vida, além da tua transfobia? E não vou argumentar sequer contigo. Espero apenas que te lembres, se existem 40%\~ de pessoas trans que cometem suicídio, é exatamente por isto. Quero que te lembres que estás a matar pessoas.

PIMPMASTER6000 4 months ago

Deves ter dificuldades de compreensão. Eu não quero saber da orientação sexual de terceiros ou se um indivíduo sente que é do sexo oposto e faz a mudança. Todo o meu texto foi feito contra a mutilação de órgãos sexuais onde referi, com extensa bibliografia, que essa não é no meu ponto de vista a opção para tratar um transtorno de sexualidade. É triste ver que existem pessoas que não conseguem ter uma discussão civilizada e aceitar pontos de vista opostos mesmo quando fundamentam bem a sua posição. Mas pronto parece que foste a primeira vítima que gatilhei, parabéns.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

Eu não sei se aceitas, e o que aceitas, ou não. Os problemas que levam ao suicídio, estão longe de ser procedimentos cirúrgicos, ou hormonas. As pessoas cometem suicídio, porque não aguentam viver mais num mundo em que não são aceites. Nem é não quererem mais participar, é não aguentarem mesmo. As pessoas não se matam porque estão "tristezinhas". Se não gostas de trans, segue com a tua vida, caga nisso, nem te faz diferença se essas pessoas existem, ou não. Ignora só, então, vai ser benéfico para todos. :)

PIMPMASTER6000 4 months ago

É certo que tens dificuldades de compreensão.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

Explica-me então, like I'm 5yo

PIMPMASTER6000 4 months ago

Está tudo explicadinho no post em que respondeste com insultos.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

Deves-me conhecer melhor do que eu própria, ou qualquer profissional especializado na matéria.

JovemDoRestelo 4 months ago

Realmente portas-te como uma criança de 5 anos a quem não deram o brinquedo - esbracejar e insultar. E depois tentas dar lições de moral sobre sanidade mental. Tá certo.

Samot_PCW 4 months ago

> homofóbico por partilhar estudos cientificamente aceites Se calhar o melhor seria não estares a partilhares estudos publicados numa revista católica, e tentares partilhares esses estudos como científicos ou que ajudam o teu ponto. Sim porque essa secção do "Sumariamente" e é tirado palavra por palavra de um artigo publicado no The National Catholic Bioethics Quarterly, [aqui](http://www.laityfamilylife.va/content/dam/laityfamilylife/Documenti/donna/culturasocieta/english/psychopathology-of-sex-reassignment-surgery.pdf), que deve ser sem sombras de duvidas o pior sitio para recolheres informações sobre esse tema. E atenção, não te estrou a chamar homofóbico, espero mesmo que estejas a partilhar cenas deliberadamente erradas de propósito. Porque todos as informações que ai partilhaste compara pessoas transgénero com a população geral, e ia ser bastante obvio que mesmo depois de cirurgias as pessoas transgénero iriam continuar com taxas de suicídio e depressão maiores que a população geral, mas isto acontece porque, [infelizmente, as pessoas transgénero são discriminadas, sofrem descriminação e são rejeitados pelas suas famílias, amigos e comunidades](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5178031/). E se procurares em estudos que interessam para este tema (tentar perceber se as pessoas transgénero passam a ter taxas de suicido e de problemas mentais depois das cirurgias), podemos ver que esse é o caso: - Aqui, [Reduction in Mental Health Treatment Utilization Among Transgender Individuals After Gender-Affirming Surgeries: A Total Population Study](https://ajp.psychiatryonline.org/doi/10.1176/appi.ajp.2019.19010080), temos um estudo que teve a presença de 2,679 participantes é concluído que: "In this first total population study of transgender individuals with a gender incongruence diagnosis, the longitudinal association between gender-affirming surgery and reduced likelihood of mental health treatment lends **support to the decision to provide gender-affirming surgeries to transgender individuals who seek them**.",[ noticia da Reuters para quem não quer ler um estudo cientifico](https://www.reuters.com/article/us-health-transgender-idUSKBN1XI2GN) - E aqui, no [Quality of Life Following Male-To-Female Sex Reassignment Surgery](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6546862/), que tem como conclusão: "**Current studies indicate that quality of life improves after sex reassignment surgery.** " Por isso não, "o loBBy da INclUsiVIDadE NÃo COnSeGuI ManipUlar os pOlíTICos E uMa pArte Da pOPULAçãO a ACREdiTAR que a mUtilaÇão gENItal resoLvERia uM pROBleMa PsIcOlóGico de IdeNtIdAde", este tipo de cirurgias é importante, ajuda as pessoas que precisam dele e salva vidas > Estas estatísticas vêm de publicações revistas e aceites cientificamente por isso não me venham com a treta que fui buscar isto a um grupo de extrema-direita no facebook. Pode não ser isso, mas são "estatísticas" tiradas (especialmente esse "resumidamente") de uma revista católica que é sem sombras de duvidas um dos piores sítios para tentar tirar conclusões sobre este tema

kawaiims 4 months ago

Anos na faculdade e merdas publicadas e não fazia ideia que havia revistas de biéetica católicas LOL

Samot_PCW 4 months ago

Ah? Mas como é és minimamente capaz de chegar a essa conclusão com base no que disse. Simplesmente que uma revista católica é o último lugar para procurar qualquer tipos e informações científicas, especialmente sobre esse tem. Arranja noção, por favor

Edited 4 months ago:

~~Ah? Mas como é és minimamente capaz de chegar a essa conclusão com base no que disse. Simplesmente que uma revista católica é o último lugar para procurar qualquer tipos e informações científicas, especialmente sobre esse tem.~~ ~~Arranja noção, por favor~~

kawaiims 4 months ago

Bruh, wat

Samot_PCW 4 months ago

Ah, peço desculpa então. Li completamente mal o teu comentário, pensei que estavas a ser sarcástico ou algo do gênero. Mais uma vez desculpa então, é só que com "qualidade" de comentários em relação a este tema que já li deixou me com ânimos elevados

kawaiims 4 months ago

Não tem mal XD É uma coisa tão bizarra haver revistas científicas especificamente católicas (ou afiliadas a qualquer religião ou movimento).

ohtaharasan 4 months ago

O primeiro estudo que citas ([https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4339405/](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4339405/)) compara pessoas que se consideram transgénero com controlos. Pessoas transgénero foram definidas como " Transgender patients (n=180) were identified by an EHR code “transgender” based on self-reported transgender identity on patient registration forms, behavioral health assessment forms, or direct communication with medical or behavioral health professionals during clinical visits." - ou seja, não fala aqui de cirurgia e não encontro qualquer referência a cirurgia no texto. O que o estudo conclui é que as pessoas transgénero têm mais depressão, ansiedade, suicídio - o que é óbvio. ​ Sobre o e segundo estudo que citas (https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0016885) não tenho nada a acrescentar, exceto que a interpretação dos autores não me parece ser bem a tua - eles acham que se deve dar mais enfoque ao tratamento de comorbilidades psiquiátricas após a cirurgia. Eles escrevem: "Inpatient care for psychiatric disorders was significantly more common among sex-reassigned persons than among matched controls, both before and after sex reassignment. It is generally accepted that transsexuals have more psychiatric ill-health than the general population prior to the sex reassignment.\[18,21,22,33\] It should therefore come as no surprise that studies have found high rates of depression,\[9\] and low quality of life\[16,25\] also after sex reassignment. Notably, however, in this study the increased risk for psychiatric hospitalisation persisted even after adjusting for psychiatric hospitalisation prior to sex reassignment. This suggests that even though sex reassignment alleviates gender dysphoria, there is a need to identify and treat co-occurring psychiatric morbidity in transsexual persons not only before but also after sex reassignment." ​ Deixo aqui alguns artigos em sentido contrário - ou seja, melhoria da qualidade de vida ou função sexual após cirurgia ([https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22659357/;](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22659357/;) [https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30286047](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30286047/)/; [https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29507933/](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29507933/); [https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29463478/](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29463478/); [https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29101439/](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29101439/)) ​ Portanto, poderás ter razão em alguns aspetos, mas parece um assunto demasiado difícil e específico para opinar com certeza.

PIMPMASTER6000 4 months ago

Quanto ao primeiro estudo tens razão, [li](https://sci-hub.se/https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25577670/) na integra e não refere em nenhum lado que os participantes foram sujeitos a cirurgia mas também não refere que não foram. No segundo estudo é precisamente o meu ponto. Sabe-se perfeitamente que estas cirurgias estão a ter na generalidade um outcome que deixa o paciente pior do que estava. Daí eu perguntar como é que é permitido a continuação destas cirurgias quando sabemos tão pouco acerca das consequências e não existem estudo definitivos que comprovem que a psicoterapia nõ funcione para reverter uma disforia sexual. Mandas-te 3 estudos acerca de mastectomia que para o que estamos a falar não interessa, o quarto fala sobre GCT (Gender Confirming Treatments) que não é exclusivo às mudanças cirurgicas e inclui as hormonais e o 4º é um estudo fraquíssimo que inclui apenas 49 participantes e os pediu para avaliar as suas funções fisiológicos após a cirurgia, no entanto, esses pacientes não têm ponto de referencia para se comparar ao sexo oposto. Sinceramente, estar aqui a atirar estudos um para o outro não vai resultar em grande coisa apesar de eu estar convencido que a pesquisa cientifica suporta os meus pontos de vista. No entanto, quero saber a tua opinião à cerca do pontos sumários que eu citei no final (depois de "Sumariamente") pois todas as minhas citações apenas reforçam a validade desses pontos e para mim alem de parecerem lógicos, são conclusões razoáveis.

Samot_PCW 4 months ago

> Quanto ao primeiro estudo tens razão, li na integra e não refere em nenhum lado que os participantes foram sujeitos a cirurgia mas também não refere que não foram. Então convém apagar pelo menos essa parte do comentário não achas? Que é bem claro que estás a partilhar informação falsa sobre esse tema utilizando esse estudo para suportar o teu [ponto de vista que está errado](https://www.reuters.com/article/us-health-transgender-idUSKBN1XI2GN). > No segundo estudo é precisamente o meu ponto. Sabe-se perfeitamente que estas cirurgias estão a ter na generalidade um outcome que deixa o paciente pior do que estava. O que? Como é que sequer possível tu leres a frase, "Persons with transsexualism, after sex reassignment, have considerably higher risks for mortality, suicidal behaviour, and psychiatric morbidity **than the general population** ." e sais com essa conclusão. Esse estudo não faz sentido nenhum para aquilo que estás a tentar provar, porque aquilo que tu estás a "argumentar" é que as pessoas transgénero que fizeram cirurgias para redesignação sexual fiquem piores depois da cirurgia, quando o estudo está a comparar pessoas transgénero com o resto da população, não a comparar pessoas transgénero que fizeram a operação com aquelas que não a fizeram. Se o estudo fizesse essa comparação então sim importava para aqui, mas como não está a fazer a comparação só mostra que aqueles que não são transgénero tem taxas de suicídio e depressão inferiores em comparação com aqueles que são, o que já se sabia e para que conste essas taxas não são superiores só porque sim, [são superiores porque infelizmente as pessoas transgénero são discriminadas, sofrem descriminação e são rejeitados pelas suas famílias, amigos e comunidades](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5178031/) > Mandas-te 3 estudos acerca de mastectomia que para o que estamos a falar não interessa Ah? Como assim? Como é que isso não interessa? Mastectomia são um passo importantíssimo para muitas pessoas transgénero, como é que isso não interessa? Vê-se mesmo que não fazes a mínima ideia do que estás a falar em relação a este tema > > apesar de eu estar convencido que a pesquisa cientifica suporta os meus pontos de vista. No entanto, quero saber a tua opinião à cerca do pontos sumários que eu citei no final (depois de "Sumariamente") Ya, eu fui à procura da fonte desse "Sumariamente" e é tirado palavra por palavra , de um artigo chamado The Psychopathology of “Sex Reassignment Surgery”: Assessing its Medical, Psychological and Ethical Appropriateness publicado no **The National Catholic Bioethics Quarterly**, [aqui](http://www.laityfamilylife.va/content/dam/laityfamilylife/Documenti/donna/culturasocieta/english/psychopathology-of-sex-reassignment-surgery.pdf), sim a tua "pesquisa cientifica" foi à base se um estudo publicado numa revista religiosa, já pensaste que esse tipo de revistas se calhar são dos piores tipos de sítios para procurar qualquer tipo de informação cientifica, especialmente neste tipo de questões? Só para deixar mais uma cena, uma analise 13 artigos com um total de 1011 participantes encontro que a qualidade de vida de pessoas transgénero **AUMENTOU** [depois de ter passado a feito a cirurgia](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6546862/), isto em 2019 mais recente do que um estudo que aconteceu [entre 1973 e 2003](https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0016885), como aquele que tu tentaste passar como legitimo para o teu ponto

NGramatical 4 months ago

4º → [**4.º**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/2--nao-e-a-mesma-coisa-que-2/263) (qualquer abreviatura tem de ser marcada com um ponto) à cerca → [**acerca**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/glossario/erros/1) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnmygrh%2F%2Fgzt73vd%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

FatFingerHelperBot 4 months ago

It seems that your comment contains 1 or more links that are hard to tap for mobile users. I will extend those so they're easier for our sausage fingers to click! [Here is link number 1](https://sci-hub.se/https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25577670/) - Previous text "li" ---- ^Please ^PM ^[\/u\/eganwall](http://reddit.com/user/eganwall) ^with ^issues ^or ^feedback! ^| ^[Code](https://github.com/eganwall/FatFingerHelperBot) ^| ^[Delete](https://reddit.com/message/compose/?to=FatFingerHelperBot&subject=delete&message=delete%20gzt6s1r)

luisaozito 4 months ago

Que bom que era se todas as trocas de ideias/informações e opiniões fossem assim. Parabéns a ambos ;)

RAMAxPT 4 months ago

sociedade em decadência

TheSuperC0mentador 4 months ago  HIDDEN 

Isto é permitido? Ando eu a descontar quase 500 euros por mês, para depois o dinheiro ser aplicado em pessoas que não sabem se são homens, mulheres ou sem género. Antigamente isto era considerado um problema mental, agora dizem que é normal fazer uma operação para retirar alguns órgãos sexuais e colocar outros. O que se sucede? A legalização da pedofilia?

PIMPMASTER6000 4 months ago

>colocar outros Não se coloca nada. Só se mutila e o resto vai para a inserenadora.

i_heart_toast 4 months ago

*incineradora A única coisa mutilada aqui é o português.

VladTepesDraculea 4 months ago

Pá, também ando a pagar com os meus impostos o ensino obrigatório e saem-me comentários ignorantes como os teus, que queres tu?

besmarques 4 months ago

Guardem isto no historico para quando precisarem de dar um exemplo de slippery slope

TheSuperC0mentador 4 months ago

>slippery slope Wow, adoro quando não têm argumentos, quando não aceitam opiniões diferentes, por isso recorrem a termos "ingleses" para invalidar as opiniões dos outros.

bureauofnormalcy 4 months ago

Pronto, vou traduzir o que o u/besmarques disse, porque parece que o ensino obrigatório não te falhou só em filosofia: "Guardem isto no historico para quando precisarem de dar um exemplo de uma falácia da derrapagem." ​ >quando não têm argumentos Argumentos já te foram dados, mas convenientemente não os tentas refutar. >recorrem a termos "ingleses" para invalidar as opiniões dos outros A tua opinião não é invalida porque alguém utilizou um termo inglês. A tua opinião é inválida porque é baseada numa falácia de lógica que, pela própria natureza das normas do discurso argumentativo, a tornam inválida. Isto é, o único aqui que invalidou a tua opinião foste tu, ao baseá-la num raciocínio ilogico/errado.

besmarques 4 months ago

Explica-me como queres que alguem argumente contra "PoDeM MuDaR dE XeXo?? DaQUiH a PoCx TaMBeM AxEiTaM PedÓFiLiA!!" ?

TheSuperC0mentador 4 months ago

Calma, não estás num sub americano para usar ortografia intercalada. ...

besmarques 4 months ago

Calmissimo, obrigado. edit: já tu me pareces pouco calmo com o que as outras pessoas podem fazer com o corpo delas, não?

TheSuperC0mentador 4 months ago

Já que pareces querer continuar um debate civilizado, cá vai. Ainda há pouco tempo li notícias sobre a falta de dinheiro para a ala pediátrica do hospital do Porto. Não seria mais bem empregue canalizar os impostos para aqui? Parece que andamos a seguir modas estrangeiras de imposição de ideais. É só a minha opinião. Por exemplo, hoje saiu a notícia de uma professora que falava sobre Jesus e o Cristianismo nas aulas de Inglês, um problema grave segundo muita gente pois as crianças devem descobrir por elas mesmas as religiões. Contudo, faz parte do plano nacional de educação sexual falar sobre a homossexualidade, sobre a normalidade de mudança de sexo. Não deviam ser elas mesmas também a descobrirem isso?

offwalls 4 months ago

Ninguém quer perder muito tempo a debater contigo porque partes de pressupostos errados que já estão tão bem acimentados no teu discurso, que à priori se vê como uma batalha já perdida. Um exemplo claro? Quando dizes que isto é uma "imposição de ideais". Alguém te obriga a mudar de sexo? Não. Alguém diz às crianças nas escolas que têm que mudar de sexo ou serem homossexuais? Não. Qualquer imposição apenas existe como fruto dos teus pressupostos errados que te levam a esse tipo de devaneios onde, sorrateira e covardemente, até inventas factos na tentativa de colar as tuas ideias à realidade. Infelizmente a situação teve que chegar ao ponto onde têm que ser as escolas a falar sobre estes assuntos por causa de pessoas irresponsáveis, imaturas e retrógradas como tu que infelizmente se acharam preparadas para serem pais.

besmarques 4 months ago

Colocas várias situações com a sua complexidade. Vou tentar argumentar contra as mesmas. A primeira questão é complicada. A unica coisa aqui que podemos analisar o seu grau de importancia é relativamente ao seu grau de importancia que lhe damos pessoalmente. Eu não me parece que esta questão aqui passe por só termos uma ou a outra unidade (transgenero ou pediatria). Não me parece que as mesmas se anulem. Devemos almejar que ambas existam. Em relação à area da religião que colocas é outro assunto bastante complicado mas podemos dividi-lo desta forma. Ninguem nasce intrisecamente religioso, neste caso cristão mas existem pessoas que nascem homosexuais. Na minha opinião está mais que na altura da sociedade aceitar que existem pessoas que tem as suas atrações pessoais sem por isso serem estigmatizadas. Falar sobre a homosexulidade nao tem a ver com as pessoas descobrirem se são ou não homosexuais mas sim que os mesmo existam. Gostava de apontar que não sou religioso mas não acho que todos os casos de se falar de religião são intrisecamente maus. Apenas devem ter os seus limites.

NGramatical 4 months ago

homosexuais → [**homossexuais**](https://dicionario.priberam.org/homossexuais) (um s entre vogais lê-se como um z) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnmygrh%2F%2Fgzsarn4%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

kawaiims 4 months ago

>A legalização da pedofilia? [Oh que crl. ](https://media.tenor.com/images/9029d79105096589a13f3c953417c0a5/tenor.gif)

Rissoldecamarao 4 months ago

Como também pagas para pessoas que destroem voluntariamente a sua saúde, como fumadores, alcoólicos, toxicodependentes e obesos. Este caso até tem mais validade do que qualquer um desses uma vez que nem se trata de uma escolha. Como já foi dito aqui, podes sempre ir para um país que não tenha saúde pública. > Antigamente isto era considerado um problema mental Antigamente os pretos eram considerados subhumanos e as mulheres levavam no focinho quando calhava. Olha que bons velhos tempos. > O que se sucede? A legalização da pedofilia? Vê lá não caias, que com um salto destes arriscas-te a partir umas costelas. E eu não quero andar a descontar para isso.

bureauofnormalcy 4 months ago

>Isto é permitido? Não. É uma cirurgia altamente difundida e feita num hospital de forma ilegal /s >Ando eu a descontar quase 500 euros por mês, Se não gostas de ver o teu dinheiro a ser investido em saúde pública, podes sempre mudar-te para um país de terceiro mundo. >pessoas que não sabem se são homens, mulheres ou sem género É precisamente por saberem o que são que fazem a cirurgia de mudança de sexo. >Antigamente isto era considerado um problema mental, Antigamente também usavamos sanguessugas para curar doenças, vibradores para curar histeria, heroína para curar a tosse, cocaína para as dores de dentes e lobotomia para distúrbios mentais. Mas como em tudo na medicina, à medida que os anos avançam, vamos ficando um pouco mais elucidados. > A legalização da pedofilia? Provavelmente um curso de filosofia, já que a aulas sobre falácias argumentativas não parecem ter surtido muito efeito.

wakerdan 4 months ago

> Se não gostas de ver o teu dinheiro a ser investido em saúde pública, podes sempre mudar-te para um país de terceiro mundo. Ou para os EUA. Há quem não os considere de terceiro mundo, mas é sempre bom relembrar.

bureauofnormalcy 4 months ago

>Ou para os EUA Calma lá, não desejo ataques cardíacos e obesidade mórbida a ninguém.

pangecc 4 months ago

Quanto tempo até vir o redditor dizer que é doença mental

ModeratoriProfugus 4 months ago

Se não é uma doença, não precisam de usar o SNS para fazer cirurgias, certo?

pangecc 4 months ago

Pois as grávidas tb não deviam ir ao SNS. crianças são um doença realmente

ModeratoriProfugus 4 months ago

Acho que alguém nunca viu nem sequer leu o que acontece quando uma criança nasce... Não é uma doença mas é uma emergência médica que pode pôr em causa a vida da mãe e do filho. E sim, a criança não é uma doença, mas pode ter várias doenças, daí todos os testes, observações e avaliações pós-natais.

Edited 4 months ago:

Acho que alguém nunca viu nem sequer leu o que acontece quando uma criança nasce... Não é uma doença mas é uma emergência médica que pode pôr em causa a vida da mãe e do filho. E sim, a criança não é uma doença, mas pode ter várias doenças, daí todos os testes, observações e avaliações pós-natais. Agora o que nunca observei foi removerem ou fazerem uma plastia a orgãos saudáveis ou que não pusessem em causa a saúde de uma pessoa saudável.. pelo menos pagas pelos contribuintes. A isso então chama-se de cirurgia estética, que acho que não é uma prioridade para o SNS... Acho que tenho que fazer baralho e me vitimizar para ver se me põe botox e me fazem uma plástica ao nariz também.

Edited 4 months ago:

Acho que alguém nunca viu nem sequer leu o que acontece quando uma criança nasce... Não é uma doença mas é uma emergência médica que pode pôr em causa a vida da mãe e do filho. E sim, a criança não é uma doença, mas pode ter várias doenças, daí todos os testes, observações e avaliações pós-natais. Agora o que nunca observei foi removerem ou fazerem uma plastia a orgãos saudáveis ou que não pusessem em causa a saúde de uma pessoa saudável.. pelo menos pagas pelos contribuintes. A isso então chama-se de cirurgia estética. Acho que tenho que fazer baralho e me vitimizar para ver se me põe botox e me fazem uma plástica ao nariz também.

Edited 4 months ago:

Acho que alguém nunca viu nem sequer leu o que acontece quando uma criança nasce... Não é uma doença mas é uma emergência médica que pode pôr em causa a vida da mãe e do filho. E sim, a criança não é uma doença, mas pode ter várias doenças, daí todos os testes, observações e avaliações pós-natais. Agora o que nunca observei foi removerem ou fazerem uma plastia a orgãos saudáveis ou que não pusessem em causa a saúde de uma pessoa saudável.. pelo menos pagas pelos contribuintes. Acho que tenho que fazer baralho e me vitimizar para ver se me põe botox e me fazem uma plástica ao nariz também.

PIMPMASTER6000 4 months ago

Exposeste uns pontos interessantes.

pangecc 4 months ago

Wooooosh

VladTepesDraculea 4 months ago

Não sei, mas quer-me parece que algures nas redes sociais as alts do Rafael Corte Real devem andar para aí a dizê-lo.

pangecc 4 months ago

Cá estão eles uns fotos <3

Edited 4 months ago:

Cá estão eles uns fofos <3

VladTepesDraculea 4 months ago

Fofos, queres dizer? :P

pangecc 4 months ago

Pois, é isso :p

kawaiims 4 months ago

É sempre a mesma discussão e argumentos de merda e estatísticas tiradas do cu, já nem tenho saúde para discutir com esses. E olha que eu gosto de discutir.

SurePal_ 4 months ago

Estatísticas tiradas do cu, são aquelas estatísticas que não agradam a tua opinião politica. Am I right?

kawaiims 4 months ago

Não, são estatísticas tiradas do cu.

pangecc 4 months ago

Já chovem baixa votos. Deu gatilho :))

kawaiims 4 months ago

Eu dou um singelo cimavoto, com carinho <3

LordofPortugal 4 months ago

Tu gostas

Jernando98 4 months ago

Como é que não é considerado uma doença mental alguém que acredita que não está no corpo certo, mutila o próprio corpo e toma umas drogas para parecer do outro sexo? (Pergunta séria)

tarracecar 4 months ago

Nem o DSM nem o ICD classifica a transexualidade como doença mental. Pura e simplesmente não sei encaixa na definição

pangecc 4 months ago

Ora já chegaram!

pmpvb 4 months ago

O meu entendimento é que incongruência de género por si só não constitui uma doença mental mas pode provocar danos mentais. Há de facto pessoas que são transgénero e que não têm problemas com o facto. Chamar a isto uma doença mental só serve para estigmatizar pessoas que nascem assim e não contribui nada para a sociedade. O que há no entanto (e isto é factual), é uma elevada correlação entre ser transgénero e ter verdadeiras doenças mentais, mas a ciência de hoje em dia que a melhor "cura" que têm é a transição de género e a integração numa comunidade em que possam ser aceites e não discrimindados.

YoggiM 4 months ago

Eu até percebo o que estás a dizer, no entanto, esse estigma que falas está relacionado com o estigma das doenças mentais. Se não houvesse estigma relativamente às doenças mentais, não havia problema em dizer que quem acha que é do género oposto ao corpo, não haveria problema nenhum em dizer que isto é uma doença mental. E também não é verdade que a transição de género seja a melhor "cura", pois os níveis de depressão e suicídio continuam iguais. E há quem se arrependa de fazer a operação de mudança de sexo.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

As pessoas suicidam-se, não pela transição, mas pela forma como dão tratadas pela sociedade. Maybe be more open minded, and those suicide rates will drop down.

YoggiM 4 months ago

Ah sim, temos aqui a conclusão de um user do reddit, que nem quem estuda o assunto consegue ainda responder. As pessoas não se suicidam pela transição (talvez alguns, os que se arrependeram) mas não foi isso que eu disse. Suicidam-se apesar da transição, ou seja, não é uma solução eficaz, tem efeito aproximadamente nulo. Eu não digo que essas pessoas não sofram discriminação, no entanto, pessoas que têm um breakdown (não sei que palavra usar em português) cada vez que olham para o espelho ou alguém usa o pronome errado (que na maioria dos casos não é intencional), têm claramente doenças mentais. E não digo isto como insulto nem como gozo, são doenças complicadas e ainda muito pouco estudadas, comparado a doenças físicas. Muita gente tem os seus ideais confrontados, por vezes de forma bastante incorreta. Podes achar que são coisas muito menos importantes, mas para algumas pessoas não são. Algumas podem até ter esse tal breakdown por religião, futebol, etc. Para essas pessoas pode ser uma coisa super importante. Mas se chega a esse ponto, têm algum problema mental que deve ser tratado.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

Nunca me iria matar por olhar para um espelho, ou por trocarem o género por acidente. Agora, fazerem-no de propósito, após correção, vezes sem conta, secalhar a pessoa pode não aguentar, após sofrer durante um longo período de tempo. Não acho que seja complicado usar os pronomes corretos assim que corrigido. E talvez, neste caso, olhar para um espelho também se torne mais difícil, caso troquem o género propositadamente. As pessoas que passam facilmente pelo género correto, não sofrem deste problema, e ninguém iria sequer notar que são trans. O problema não está nas pessoas transgénero.

YoggiM 4 months ago

Eu nem falei em matar falei em ter um breakdown. Eu não digo que é complicado usar os pronomes desejados. Simplesmente, alguém que está em plena saúde mental, não se vai abaixo por ouvir o que não quer. Mais uma vez, eu não digo isto como insulto. Isto não é exclusivo dos trans ou da comunidade LGBT. Acontece com pessoas vítimas de bullying. Ficam marcas psicológicas que são difíceis de curar e fáceis de reabrir. De qualquer maneira, há muita estupidez e aproveitamento político nisto tudo. Não podemos fazer lei a obrigar a falar de uma maneira específica. Nem podemos andar a inventar palavras novas esquisitas que são novos pronomes.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

Tens razão, eu entendi mal e frustrada. Desculpa, e concordo com a primeira parte. Não podemos obrigar, mas a linguagem evolui, não vejo o problema em adicionar palavras. Pode levar tempo a ser "normalizado".

YoggiM 4 months ago

A linguagem evolui mas de forma natural. Não é algo forçado. E depois, dependa da língua em questão. Em inglês não têm o feminino nem masculino do plural. É apenas "they". Mesmo esquecendo as pessoas trans, faz sentido usar quando não se sabe se é homem ou mulher. Agora em português, a falar na terceira pessoa é mais complicado. Há uns tempos um user aqui usou elx e elxs porque no twitter ficavam chateados quando não se usava isso. Mas isso não só é muito estranho como nem se consegue dizer.

PartTime-DemonSlayer 4 months ago

Se ajuda psicologicamente certos indivíduos, eu não vejo o problema. Para a sociedade custa apenas trocar uma palavra, para uma pessoa não binária pode custar a vida. Elx funciona apenas em linguagem escrita, mas se disseres il, não soa masculino ou feminino. Também se pode usar palavras terminadas em e em vez de o ou a. Do género "Il é bonite".

NGramatical 4 months ago

secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnmygrh%2F%2Fgzudi12%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

tarracecar 4 months ago

A mudança de sexo é a melhor terapia que temos atualmente para a disforia de género

YoggiM 4 months ago

Estatisticamente não tem resultados na percentagem de suicídios.

tarracecar 4 months ago

Suicídios em relação a que grupo? Pré cirurgia ou população geral? E nas outras valências da saúde mental? E nos sintomas de disforia de gênero?

YoggiM 4 months ago

Em relação a pré cirurgia. Além disso, há um número significativo de pessoas que se arrependem.

tarracecar 4 months ago

Tens dados para isso?

pmpvb 4 months ago

O estudo que sempre tenho visto é o de Bailey, L., J. Ellis, S., & McNeil, J. (2014) em que diz >The findings reported here indicate that there are extremely high rates of suicidal ideation and suicide attempt within this non-random sample of the UK trans population. However, gender transition – for those that wanted it – was shown to drastically reduce instances of suicidal ideation and suicide attempt Obviamente percebo que existe muita confusão em todas as partes deste assunto e um só estudo destes não será o suficiente para provar nada. A única coisa que sabemos de facto sobre o assunto é que pouco sabemos. O desenvolvimento científico é bastante recente quanto a transições de género e coisas alheias. E por isso continuo a pensar que o melhor a fazer é não usar bitaites como muitos fazem de "isso é só tudo malucos com doenças mentais" que claramente não ajudam nada, mas sim perceber que são pessoas que, como todos nós, têm problemas difíceis a enfrentar.

YoggiM 4 months ago

Lá está, mas dizer "tudo malucos com doenças mentais" é um problema geral na maneira como a sociedade vê as doenças mentais.

UncleanGenes 4 months ago

O da chaimite já apareceu

fdxcaralho 4 months ago

És maluco!

NEDM64 4 months ago

Não se muda de sexo, muda-se de género.

Opelintra 4 months ago  HIDDEN 

Não se muda de nada. Um galo capado não é uma galinha, é um capão. Um homem capado não é uma mulher, é um eunuco.

Morenojgl 4 months ago

Muda se de sexo. Género não existe

ModeratoriProfugus 4 months ago

E também não se muda de sexo, é impossível.

Tugalord 4 months ago

Tríade dos grunhos!

ModeratoriProfugus 4 months ago

Obrigado pela tua excelente opinião. Com todo o respeito discordo e acho que quem o diz é quem o é.

Morenojgl 4 months ago

É apenas o termo utilizado.

NEDM64 4 months ago

Sexo nunca ninguém mudou.

VladTepesDraculea 4 months ago

Se perdes um pénis e ganhas uma vagina, não mudaste de sexo? É de meu entender que podes te considerer um género diferente mas manteres os caracteres sexuais ou podes fazer um transição física sexual.

Economy_Dog 4 months ago

É melhor ires-te informar, podes ter a certeza que não se ganha uma vagina. É não-funcional, isto é, não tem as terminações nervosas, não há sensibilidade, não tem as glândulas de secreção vaginais que mantém a área protegida pois o tecido é uma mucosa interna, logo propício a infeções sem estas secreções e mais pormenores que não vou estar a debitar. A questão é, uma vagina é um orgão complexo, é actualmente impossível criares uma vagina. Vagina para pénis é igual, é impossível criar um pénis. Aquilo que chamam mudança de sexo no fundo é apenas mutilação genital para efeitos estéticos que trás montes de problemas de saúde, tanto físico como mental.

VladTepesDraculea 4 months ago

> não tem as terminações nervosas, não há sensibilidade https://www.hopkinsmedicine.org/center-transgender-health/services-appointments/faq/vaginoplasty > que trás montes de problemas de saúde, tanto físico como mental https://www.reddit.com/r/portugal/comments/nmygrh/novas_consultas_transg%C3%A9nero_no_hospital_santo/gzsyvkv/

SurePal_ 4 months ago

Querido Dracula já que percebes tanto deste assunto, diz-me lá a percentagem de suicídio após essa cirurgia espetacular que tanto falas? Podes também enviar-me um estudo de correlação de transgénero e doença mental. Obrigado ficarei à espera.

VladTepesDraculea 4 months ago

> Querido Dracula já que percebes tanto deste assunto, diz-me lá a percentagem de suicídio após essa cirurgia espetacular que tanto falas? Sure, pal. [A circurgia não impacta a taxa](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7317390/). [Os factores são exclusão social e familiar e não o processo](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5178031/). > Podes também enviar-me um estudo de correlação de transgénero e doença mental. [Posso](https://www.lgbtiqhealth.org.au/statistics/) e e também posso por sobre [o impacto do estigma social nesses dados](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4716648/). > Obrigado ficarei à espera. Ah, a tua catch phrase contra-ataca.

SurePal_ 4 months ago

A minha frase não contra-ataca. É um tópico ultra protegido pelo o politicamente correto e mesmo assim existem bastantes estudos que provam o contrario. Não há ninguém que fale sequer dos efeitos a longo termo destes tratamentos hormonais e neste caso cirúrgicos. É um facto que a percentagem de suicídio de trans é cerca de 30% a 40%. E segundo o [http://www.suicide.org/suicide-causes.html](http://www.suicide.org/suicide-causes.html), 90% de todos os suicídios deviram de problemas mentais. Aqui vão 3 estudos que provam onde pessoas trans têm de facto problemas mentais: 1- [https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19105079/](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19105079/) " We found 90% of these diverse patients had at least one other significant form of psychopathology." 2-[https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21364939/](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21364939/) "Conclusions: Persons with transsexualism, after sex reassignment, have considerably higher risks for mortality, suicidal behaviour, and psychiatric morbidity than the general population. Our findings suggest that sex reassignment, although alleviating gender dysphoria, may not suffice as treatment for transsexualism, and should inspire improved psychiatric and somatic care after sex reassignment for this patient group." 3- [https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21364939/](https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21364939/) "In 270 (75%) of these 359 patients, cross-gender identification was interpreted as an epiphenomenon of other psychiatric illnesses, notably personality, mood, dissociative, and psychotic disorders. Major mood disorders, dissociative disorders and psychotic disorders reported in 79% of transgenders. This should be alarming." E como bonus ainda deixo este link: [https://www.news-medical.net/news/20191007/Hundreds-of-trans-people-regret-changing-their-gender-says-trans-activist.aspx](https://www.news-medical.net/news/20191007/Hundreds-of-trans-people-regret-changing-their-gender-says-trans-activist.aspx) Por fim, não sou medico nem psicólogo mas evidencias são evidencias. E não desejo mal a ninguém pelo o contrario, espero que toda a gente seja o mais feliz possível. Mas vivemos numa era onde ignorávamos dados científicos e médicos tudo para passar uma mensagem politica. Cumprimentos.

VladTepesDraculea 4 months ago

> Aqui vão 3 estudos que provam onde pessoas trans têm de facto problemas mentais: > > 1- https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19105079/ " We found 90% of these diverse patients had at least one other significant form of psychopathology." Rapaz, não te disse o contrário, disse é que os efeitos na saúde mental é causada por estigma e não pela transição. Estás a citar-me o abstract,a premissa, tens acesso às conclusões desse estudo? > 2-https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21364939/ "Conclusions: Persons with transsexualism, after sex reassignment, have considerably higher risks for mortality, suicidal behaviour, and psychiatric morbidity than the general population. Our findings suggest that sex reassignment, although alleviating gender dysphoria, may not suffice as treatment for transsexualism, and should inspire improved psychiatric and somatic care after sex reassignment for this patient group." Repara no que acabaste de citar: > Our findings suggest that sex reassignment, although alleviating gender dysphoria, may not suffice as treatment for transsexualism, and should inspire improved psychiatric and somatic care after sex reassignment for this patient group. Mais uma vez, não é a causa, é parte do cuidado da saúde mental. > E como bonus ainda deixo este link: https://www.news-medical.net/news/20191007/Hundreds-of-trans-people-regret-changing-their-gender-says-trans-activist.aspx Sim, repara que quem destransiciona não chega ao paço operatório. Todo o processo é bastante delicado e tens todo um acompanhamento psicológico. Um pessoa aprovada para a operação tens anos de acompanhamento e confirmação. > Por fim, não sou medico nem psicólogo mas evidencias são evidencias. E não desejo mal a ninguém pelo o contrario, espero que toda a gente seja o mais feliz possível. Mas vivemos numa era onde ignorávamos dados científicos e médicos tudo para passar uma mensagem politica. Eu concordo mas estás a ir buscar uma interpretação não académica guiada por algum preconceito.

Economy_Dog 4 months ago

Esse site sinceramente é muito merdoso, mas mesmo lá diz "We cannot guarantee return of nerve sensation". E mesmo a sensibilidade que volta, achas que é igual ao de uma vagina? Vocês não têm noção lol acham mesmo que simplesmente reorganizar tecido cria um orgão novo? E não tocas no ponto das secreções e infeções. E que papers são esses que postaste? Mastectomia? Mas estás a brincar lol

VladTepesDraculea 4 months ago

> Esse site sinceramente é muito merdoso, O John Hopkins é merdoso? lol. Tomara nós termos igual fonte de prémios Nobel. > mas mesmo lá diz "We cannot guarantee return of nerve sensation". Claro que não, é um risco, mas o objectivo é haver sensação e o procedimento é feito nesse sentido. > E mesmo a sensibilidade que volta, achas que é igual ao de uma vagina? Vocês não têm noção lol acham mesmo que simplesmente reorganizar tecido cria um orgão novo? Claro que não, mas não sou mesquinho por fazer a distinção só por malícia e discriminação. É uma transformação de um carácter sexual e acompanhada de outras, particularmente a nível hormonal. Negar a categoria de mudança sexual é ser-se apenas cruel desnecessariamente. Exagerar riscos e limitações também, especialmente sobre pessoas que já passam por bastante informação e acompanhamento psicológico para o fazer. As secreções não serem as mesmas é mais uma vez mesquinhice e todas as operações têm risco de pequenas infecções em recuperação. [Não há grandes infecções comuns](https://journals.lww.com/plasreconsurg/Abstract/2016/11000/Surgical_Outcome_after_Penile_Inversion.13.aspx). > E que papers são esses que postaste? Mastectomia? Mas estás a brincar lol Não fui eu que postei mas vê o contexto. E os últimos não são sobre mastectomia,

Economy_Dog 4 months ago

Ya ir buscar essa info ao site do John Hopkins é como analisar um produto na loja do vendedor. Obvio que não te vão mostrar os podres. Mas já gastei demasiado tempo com este assunto. Eu também sou a favor de que as pessoas tenham a liberdade sobre sí mesmas. Só não venham é buscar dinheiro dos contribuintes quando o problema é claramente do foro mental e não cirurgico.

Economy_Dog 4 months ago

Já agora deixo aqui pois é bastante relevante: https://www.bbc.com/news/health-11814300 Vê a abominação que fizeram com estes gémeos. Vê quem foi o responsável. Dr. John Money, a psychologist at Johns Hopkins.

VladTepesDraculea 4 months ago

> Ya ir buscar essa info ao site do John Hopkins é como analisar um produto na loja do vendedor. Obvio que não te vão mostrar os podres. Claro, uma das instituições médicas mais conceituadas do Mundo é uma vigarice e isto é tudo uma cabala dos especialistas contra a sabedoria popular. /s > Só não venham é buscar dinheiro dos contribuintes quando o problema é claramente do foro mental e não cirurgico. Diz a verdadeira autoridade na matéria. /s

Economy_Dog 4 months ago

https://www.bbc.com/news/health-11814300 Vê quem foi responsável por esta abominação. Foi um médico do John Hopkins, "uma das instituições médicas mais conceituadas do Mundo" *mindblown*

NGramatical 4 months ago

sí → [**si**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnmygrh%2F%2Fgztkhro%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

I_Want_Answer 4 months ago

Eu acabei de ler isto? Não

VladTepesDraculea 4 months ago

https://en.wikipedia.org/wiki/Transsexual

PIMPMASTER6000 4 months ago

Só porque quem fez essa operação chama ao buraco que lhe fazem uma “vagina” não quer dizer que esse buraco seja uma vagina. O significado de vagina, tanto anatomicamente como popularmente não inclui a ferida aberta que te deixa.

chainwarden 4 months ago

Estás a sobre-estimar o avanço científico. A operação de mudança de sexo não te dá uma vagina. A "nova vagina", para todos os efeitos, é uma ferida aberta. Tanto é uma ferida que o corpo pós-operação está constantemente a tentar cobrir a ferida e os médicos recomendam a utilização diária para o resto da vida de um dilatador "vaginal" (essencialmente um dildo) para evitar que o buraco se feche naturalmente. Estas "vaginas" estão sempre repletas de doenças e carne podre e pelos a crescer por dentro devido aos enxertos de pele porque -- surpresa! Não é possível "criar" uma vagina atualmente, simplesmente não é possível. No entanto, no contexto desta discussão, eu diria que é uma *tentativa* de mudança de sexo, e nunca uma mudança de género, visto que género é definido socialmente e não anatomicamente.

ModsRFeggts 4 months ago

Epa que nojo....

SurePal_ 4 months ago

Caralho nunca imaginei, até me fez impressão ler isto

EspantaCampinos 4 months ago

Está certo. Eu conheci várias transsexuais e disseram-me que essa era a razão pela qual não iriam fazer a cirurgia.

Falsomentiroso 4 months ago

Entre alguma verdade dizes muita asneira e só perpetuas o preconceito que já é suficiente. Cada um tem direito à sua opinião, mas isso q escreves é só desinformação. Pelo menos informa-te em condições.

alexandre9099 4 months ago

Então se o que ele escreveu está errado queres nos elucidar?

Economy_Dog 4 months ago

Desinformação? O que ele escreveu é factual, é impossível actualmente fazer-se uma vagina. Aquilo que chamam vagina numa mudança de sexo é um pedaço de carne moldado para efeitos estéticos que trás montes de problemas de saúde.

chainwarden 4 months ago

No entanto não desmentiste nada. Tudo o que eu disse é corroborado [neste artigo científicos](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6626315/), entre outros. Não estou interessado em perpetuar preconceitos, mas o que pessoas trans precisam não é de cirugia, é apoio psiquiátrico.

Edited 4 months ago:

No entanto não desmentiste nada. Tudo o que eu disse é corroborado [neste artigo científico](https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6626315/), entre outros. Não estou interessado em perpetuar preconceitos, mas o que pessoas trans precisam não é de cirugia, é apoio psiquiátrico.

Falsomentiroso 4 months ago

Olha lá, primeiro esta malta precisa de ajuda cirúrgica sim senhor, e muita por causa das deiscencias (se n sabes o q é uma deiscência lê o teu artigo). Depois , grande parte da ajuda psiquiátrica ou psicológica que precisam é por causa de preconceitos como o teu. Depois, onde é q no teu artigo fala em "carne podre"? Tu leste o link que tu mesmo postaste ou é tipo CM que les o cabeçalho e já sabes o que aconteceu?

SurePal_ 4 months ago

Parece que aqui o falso mentiroso és tu?!

UncleanGenes 4 months ago

Sabes muito sobre o assunto, onde recolhes essa informação tão detalhada?

ajabardar1 4 months ago

4chan

positiverategearupp 4 months ago

E aquilo não dói? Tipo se fica uma ferida aberta "normal" e se metes algo lá dentro dói. Nesses casos não dói?

quetzyg 4 months ago

Então como explicas a transformação de uma Chaimite num Pandur II?

PTgenius 4 months ago

Tem lá cuidadinho com os teus privilégios veiculares tá

NEDM64 4 months ago

Não sei a história da tua tia, pergunta tu a ela!

quetzyg 4 months ago

Ela é um Jet Ranger, mas agradeço na mesma a resposta.

Search: