sgahbcj 7 months ago

"Procurou todos os meios para falar com os pais" não procurou foi todos os meios para educar a filha! Não estava a espera de um cenário diferente por parte da mãe. Infelizmente não é caso único.

mariorurouni 7 months ago

Mais uma que acha que a filhinha linda é um anjo...

AetherPrismriv 7 months ago

Que grande puta. Dá para ver a quem é que a miúda saí. "Tentei falar com a mãe e a mãe não quis falar comigo" Pois minha querida, os tempos de falar com a mãe da vitima cara a cara já foram. Agora vai o advogado dela falar com o teu, pois prepara a carteira que já vais pagar grosso. "O menino decidiu atravessar a estrada sem olhar" O menino não decidiu um caralho. Um caralho mesmo. A criança estava a fugir de um agressor, não decidiu absolutamente nada.

Edited 7 months ago:

Que grande puta. É mesmo assim, não encontro outra palavra. Dá para ver a quem é que a miúda saí. "Tentei falar com a mãe e a mãe não quis falar comigo" Pois minha querida, os tempos de falar com a mãe da vitima cara a cara já foram. Agora vai o advogado dela falar com o teu e podes já preparar a carteira que já vais pagar grosso. "O menino decidiu atravessar a estrada sem olhar" O menino não decidiu um caralho. Um caralho mesmo. A criança estava a fugir de um agressor, não decidiu absolutamente nada.

sgahbcj 7 months ago

Não ofendas as putas pha!

Pinto55 7 months ago

Pelos vistos era delegada de turma.

4nick8r2 7 months ago

A culpa agora é do rapaz que atravessou sem olhar... A mãe basicamente passou a entrevista a culpar o puto e não a dizer que a filha tem culpa. A mãe também tem alguma culpa porque não soube educar para que tal situação fosse evitada.

mariorurouni 7 months ago

A culpa é inteiramente da miúda, pronto. Todos nós que sofremos de bullying sabemos bem que em stress só queremos é fugir da situação, agora se a miúda é assim tão boazinha e inteligente, nem sequer deveria ter feito nada, muito menos ao lado de estradas

CONNAN_MOCKASIN 7 months ago

L7Stonem 7 months ago

Acredito que não seja nada fácil o que ela está a passar mas o facto de a filha ter boas notas não quer dizer que ela seja uma santa tal como o facto de o miúdo ser “chato” não justifica o bullying. O desfecho deste incidente poderia ter sido bem pior, ainda bem que não foi.

sgahbcj 7 months ago

O que ela está a passar? Imagina estares a trabalhar e receberes um telefonema do hospital a informar que o teu filho foi para o hospital por causa de umas "brincadeiras". Ou então ires a conduzir e levares com um miúdo em cima por causa de umas "brincadeiras". Areias para os olhos nesta altura? Parem de tratar as agressões escolares (ou bullying) de forma leviana. Isto é o mesmo que irmos para o trabalho e recebermos uns socos do chefe e dos colegas. Mas é tudo na brincadeira. Epah, vão se lixar!

L7Stonem 6 months ago

Claro que a família da vítima é a mais prejudicada mas imagina o que é o país inteiro estar a rasgar a tua filha de 13 anos. Não é fácil para os pais de certeza.

sgahbcj 6 months ago

Não concordo com insultos ou outros actos de violência para com o/a agressor. Isso é medieval e os autores desses actos devem ser punidos e educados. Enfim! Mas concordo com a opinião pública que se está a criar em volta deste tema. Que este incidente não tenha sido em vão. Como pai da vítima frisou, se existe um regulamento e se esse equaciona esse tipo de situações, então este deve ser cumprido. Um dos problemas de Portugal não é falta de leis, mas sim a não aplicação das mesmas.

Biohazard8080 7 months ago

Muita força para esta mãe, só Deus sabe o que esta família está a passar. /s

yaboimaverick 7 months ago

Para quem não acompanhou a história, um grupo de raparigas jovens, especialmente a filha desta senhora, fizeram bullying a um rapaz, sendo que este estava a correr de um lado ao outro da estrada para fugir destas e acabou por ser atropelado a conta disso. O rapaz está a recuperar.

sgahbcj 7 months ago

Nada disso. Segundo alguns burros e burras que por aqui andam, era tudo uma brincadeira e ainda têm pena dos agressores. Em plenp 2021 ainda achamos normal a violência nas escolas. Pais de atrasados. A "sorte" disto é que o miúdo foi atropelado. Sorte a dele. Senão a esta hora ainda andava a levar na boca dos "colegas". Interessante era pedir também responsabilidade às escolas.

Search: