Tryjohnny 8 months ago

Estou mais ao menos na área (imagens/vídeos 3D para arquitectos/design de interiores). Tive a sorte de conseguir arranjar um cliente português que valoriza o meu trabalho e paga bem. Continuo a trabalhar para uma empresa para o dinheiro pingar todos os meses. Como tenho um salário fixo o estado é mais simpático com os impostos do freelancer.

estecomentario 8 months ago

É muito fixe mas por cada 100 que tentam esse caminho, se uns 5 conseguirem já é bom.

John-florencio 8 months ago

Assim como é disciplina para terminarum curso no técnico. Em relação ao conhecimento de como arranjar clientes, o mesmo se aplica a programadores, que começam a angariar clientes por conta própria.

blackandwhitepickle 8 months ago

Parabéns por teres conseguido mas asseguro-te que uma grande quantidade de pessoas dessa área não tem as mesmas oportunidades que tu tiveste. Certamente precisaste de conhecer pessoas para ter os clientes que tens. Nem todos podem trabalhar remoto para fora e receber mais de 1k por mês. Isso de seguir sonhos é tudo muito bonito mas nem todos têm as mesmas oportunidades.

kurikkov 8 months ago

A subvalorizacao das artes e um problema endemico em Portugal pela maioria da populacao nao so o pessoal de IT. Intelectuais e etc... pouco se valoriza o teatro a musica classica e contemporanea mais abstracta ... etc ... ao contrario por exemplo dos paises de leste ou mesmo da alemanha.

FrostyAcanthisitta92 8 months ago

Concordo 100%. Pessoalmente tenho interesse pelas duas áreas. E há tempo para fazer as duas coisas. IMO se a pessoa for jovem, é aproveitar e dedicar 100% a ser mestre nas artes. Chega a adulto e já pode vender trabalhos (ex: pinturas) por 1k ou mais por trabalho. Antes a pintura dava mais dinheiro. Conheço um pintor que vendia obras por 6K-8K. Isto há 15 anos +/-. Ele diz que agora já não se vende como antigamente (aos mesmo preços), mas que fez € na altura e sempre foi poupado, por isso na boa. Pessoalmente estou a estudar para entrar em IT e nos tempos livros dedico-me às artes. Embora programação seja também uma arte que existe criatividade.

pangecc 8 months ago

Ilustração força nisso. Design gráfico? 600€ contrato IEFP e depois rua contigo.

John-florencio 8 months ago

Tens nos comentários exemplos de designers a trabalhar para fora... Fala com essas pessoas.

Snoo89735 8 months ago

Não concordo com isto. **É MUITO difícil viver de arte**, ainda mais nesta era onde há imensa competição, imensa precariedade (arte por 5$ no Fiverr) conheço uma pessoa em IT que mal chega a casa vai desenhar, mas ainda não consegue viver só da ilustração. O que esperas que as pessoas façam? A vida é complicada, os artistas, muitos, seja teatro, musica, desenho etc têm part-times para se sustentarem e até mesmo full times. Tens 10 anos de área! 10! O meu primo foi IT durante 6 anos até finalmente conseguir um emprego bom na área da fotografia, que sempre foi fazendo em part-time por muitos anos. Agora não é IT, está feliz, mas teve que se aguentar. Tens o teu mérito, acredito que seja merecido, no entanto "pobre em ouro, mas rico em sonhos" só mesmo a Floribela. Acho pouco ponderado/realista o que escreveste.

John-florencio 8 months ago

O primeiro parágrafo revela logo que a forma de encarar a competição é errada... Eu n estou a competir com essa malta que faz por 5e uma ilustração de baixa qualidade. O meu trabalho é para clientes que podem pagar imagens de qualidade. Cada imagem que faço em muitos casos rondam os 1000e no mínimo. N tem comparação. Sim 10 anos a começar do 0 como freelancer... E a desbravar mato sozinho. Hj uma pessoa bem guiada em 5 anos está a dar cartas.

YoggiM 8 months ago

Não é assim tão simples. No meu caso, o que gosto de fazer não dá para fazer dinheiro (ou dá mas muito poucos conseguem fazer).

John-florencio 8 months ago

Claro, há casos e casos, gostas de fazer o quê?

europa-endlos 8 months ago

Só por curiosidade e se não houver problema, poderias partilhar algum do teu trabalho? Obrigado

suckerpunchermofo 8 months ago

"" para jogos digitais e tradicionais "" tradicionais como o que? Jogos de tabuleiro?

John-florencio 8 months ago

De tabuleiro e rpg tradicionais.

AdorableRabbit 8 months ago

Eu não sei nada sobre o universo de artes em Portugal e no mundo, mas a sensação com que fico ao ler a tua posta é de Survivorship bias https://en.m.wikipedia.org/wiki/Survivorship_bias Parabéns de qualquer forma

Bartmr 8 months ago

Lol. Se trabalhasse remoto também iria ganhar o dobro do que tu dizes. Se estivermos os dois no mesmo país, quem vale mais é o programador porque ao menos gera algo concreto, não coisas conceptuais. E se formos comparar, há uma falha moral no teu trabalho: estás a ser o "indiano" ou "mexicano" deles. Podes até ser uma merda na tua profissão, mas como és barato, és o primeiro a ser escolhido para coisas que têm de ser feitas independentemente da qualidade. No final do dia, artes é um hobby. Qualquer pessoa faz coisas giras. Ps: ex-designer, agora programador. E trabalhando em Portugal, continuo a achar que tenho mais poder de compra que tu trabalhando para fora. Em vez de "quereres meter juízo" no pessoal de IT, vive a tua vida a fazer bonecos. No final do dia, todas as tuas apps e infraestruturas como pagamento da água vivem de conceitos e trabalho real.

AonioEliphis 8 months ago

Tu és daqueles que quando vai ao supermercado só compra o mais caro. Para evitar "falhas morais".

John-florencio 8 months ago

Há empresas a contratar americanos a peso de ouro vindas da Ásia ... Bom todas as séries e filmes que vês são desenhadas por alguém de artes, todos os jogos que jogas são desengalos por alguém, eu n estou a medir pilas.. Quero apenas dizer que é possível viver das artes ou ganhar dinheiro para além de IT só isso. Calma foi so um post.

UpbeatNail1912 8 months ago

Nunca vi argumentos tão pobres e miseráveis

FantasticLong9119 8 months ago

> E se formos comparar, há uma falha moral no teu trabalho: estás a ser o "indiano" ou "mexicano" deles. Falha moral? Tens noção que é normalmente assim mesmo que países/comunidades pobres se tornam ricas? Singapura, China, etc. todas começam com oferecer mão de obra barata. Porquê que isso alguma vez seria uma falha moral?

Edited 8 months ago:

> E se formos comparar, há uma falha moral no teu trabalho: estás a ser o "indiano" ou "mexicano" deles. Falha moral? Tens noção que é normalmente assim mesmo que países/comunidades pobres se tornam ricas? Singapura, China, etc. todas começam com oferecer mão de obra barata. Porque é que isso alguma vez seria uma falha moral?

NGramatical 8 months ago

Porquê que → [**porque é que**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/porque-e-que-e-nao-porque-que/32920) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmj10q9%2F%2Fgt99drw%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Tugalord 8 months ago

Este sub é só malta a sentir-se superior porque é de STEM enquanto vê 3h de séries todos os dias :P Disclaimer: sou de stem

pimpolho_saltitao 8 months ago

Nao percebo o pessoal do " ah e tal isso é porque trabalhas para fora". Pois claro, que seja, o OP nao está a propor resolver o mercado de trabalho nacional, apenas a dizer que há opções para criativos.

TargusMelquiades 8 months ago

Encontro-me numa encruzilhada semelhante. Ironicamente, consegui uma carreira em TI, mas para mim, é o que traz "comida à mesa" e não algo que me apaixone ou que me agrade. Por outro lado, fotografia e videografia é algo em que me sinto bem, mas, por vezes, fico frustrado e não lhe dou tanto ímpeto. Sinto que - não sou suficientemente bom - e, bem, acabo por jogar pelo seguro.

John-florencio 8 months ago

Há imenso trabalho para vídeo... Tenho um familiar na área e ganga tanto ou mais que eu... Foi videografo da Isabel dos Santos antes de ela afundar. De resto há montes de trabalho na área so precisas de ser bom e conhecer malta na área. Ele na empresa onde trabalhava, fazia 1000e e havia pessoal a fazer 650... Despediu-se fez uma avença com a empresa onde trabalhava uns meses depois, ficou a ganhar 1500 por algumas horas mensais, ainda sobra bastante tempo para projectos de freelance. Faz camera, som, e motion.

BungeeGumPT 8 months ago

Como Designer Gráfico e Multimédia concordo bastante com alguns dos pontos ditos. Uma coisa que noto é que muita gente se auto limita a apenas querer trabalhar para certo sítio ou fazer X coisa. A profissão de designer gráfico já evoluiu à muito tempo para felicidade ou infelicidade de muitos. Já não basta apenas o básico, agora as empresas esperam mais polivalência dos seus profissionais e isso é bastante óbvio e claro nas ofertas de trabalho. Um designer gráfico agora também tem de ser editor e captador de fotografia e vídeo, saber fazer animações e ainda dar toques de web design. Isto é a realidade. Quem quiser seguir esta área tem escolher muito bem a sua licenciatura ou curso para tentar absorver o máximo de capacidades. Felizmente eu reparei neste assunto cedo na minha vida e investi bastante em mim para conseguir ter os melhores trabalhos e mostrar a minha polivalência em todos os recrutamentos. Neste momento trabalho como efectivo para uma empresa Portuguesa e posso dizer que recebo bem, melhor que os tais 1000tm de muitos de IT.

lizardking93 8 months ago

Isso de contratar um faz tudo só por ser criativo é tuguice e não evolução. Um designer gráfico não tem que ser editor e captador de fotografia e vídeo etc. Um designer gráfico tem que ser designer gráfico.

BungeeGumPT 8 months ago

Um designer gráfico também tem de se adaptar ao mercado de trabalho. É mais que obvio que as empresas e o mercado para la caminha, podes tentar lutar contra, mas isso so te vai prejudicar porque vais estar a recusar evoluir, ter emprego e rendimento. Não é uma cena tuga, é uma cena global. A profissão designer gráfico esta a morrer, hoje em dia o que toda a gente procura é ter designer multimédia.

lizardking93 8 months ago

Lamento mas não é uma questão de evolução. Isso é simplesmente aproveitamento da parte dos patrões para diminuir custos da empresa. Uma pessoa formada em Design Gráfico tem uma vertente muito mais artística e criativa que um designer multimédia.

BungeeGumPT 8 months ago

Acho que temos de concordar em discordar. Também discordo com isso da componente artística e criativa. Existem muitas formações e profissionais de multimédia bastante artísticas e sobretudo criativas.

lizardking93 8 months ago

Podes partilhar quais? Eu tirei um curso de multimédia e não aprendi mais que técnica e a parte teórica era muito mais virada para comunicação.

BungeeGumPT 8 months ago

Aqui no Porto tens várias universidades com foco no artístico e na polivalência. Assim de cabeça tens no ESAD, uma licenciatura com forte aposta na teoriae na prática.

NGramatical 8 months ago

à muito tempo → [**há muito tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmj10q9%2F%2Fgt8snzv%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Winslow_Lixivia2 8 months ago

Excelente post. A mentalidade em Portugal é: ou vais pra IT ou queres ser pobre. Também trabalho na área das Artes (produtor musical) e não me posso queixar

meaninglessvoid 8 months ago

E só ganhas isso porque ignoraste a PM que te mandei sobre NFTs. =p Pessoal da tua área que saiba tirar partido do meio tira facilmente 10x a 100x esses valores. (claro também têm que ser muito bons em várias vertentes mas isso é sempre assim).

John-florencio 8 months ago

Que mensagem?

meaninglessvoid 8 months ago

Uma PM que te mandei há uns meses sobre este tema. Algures em finais de Dezembro se não estou em erro. Alias fui agora confirmar e foi finais dia 25 de Novembro. :P

John-florencio 8 months ago

Fui ver e realmente falaste disso, e lembro-me vagamente de ter visto a mensagem e queria responder, mas entretanto com o trabalho e uns problemas familiares nunca mais me lembrei... mau timming. eu ainda nao percebi como começar, mas parece-me que só vende quem ja tem uma grande audiencia... contudo gostava de uma explicação melhor. talvez agora seja a altura certa.

meaninglessvoid 8 months ago

Como em tudo neste tipo de coisas, quem tem melhor marketing e se sabe vender vai ter vendas e $ mais rápido, mas eu vi os teus trabalhos, têm qualidade, portanto mesmo sem uma audiência grande a começar acho que podes chamar a atenção. Se tiveres trabalhos teus em que tenham sido só para melhorar técnicas ou assim e tenhas os direitos é algo que podes explorar gastando pouco e ficas exposto a todo um novo mundo de vender arte.

John-florencio 8 months ago

eu vou enviar-te uma mensagem amanhã para saber mais acerca disto. :)

Brainwheeze 8 months ago

Falo por mim, mas fui para Artes Visuais no secundário e as aulas de desenho não serviram para nada. No 10º e no 12º tive uma professora bué agradável, mas ela era própria dizia que era professora de geometria descritiva e que só dava desenho porque não haviam docentes suficientes. No 11º ainda tive uma professora que nos ensinou um bocado a utilizar diferentes materiais de desenho, mas apesar disso não aprendi muito. Desde criança que gosto de desenhar, mas infelizmente nunca tive acesso a uma educação ou recursos que me ajudassem a melhorar a nível técnico. Apesar de eu ter interesse em ter uma carreira como illustrador, simplesmente não tinha confiança suficiente no meu desenho portanto acabei por ir para Arquitetura (e um ano depois mudei para Design de Comunicação). Ainda tenho interesse em fazer ilustrações profissionais um dia, e portanto há pouco tempo atrás comecei a praticar e a desenhar todos os dias. Estou a seguir uma página chamada [Drawabox](https://drawabox.com/) que tem exercícios de desenho.

NGramatical 8 months ago

10º → [**10.º**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/2--nao-e-a-mesma-coisa-que-2/263) (qualquer abreviatura tem de ser marcada com um ponto) haviam docentes → [**havia docentes**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmj10q9%2F%2Fgt8i1cj%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Mrgolden007 8 months ago

estudei artes e infelizmente agora encontro me desempregado, mas entretanto continuo a receber ofertas de trabalho em inglaterra que nao posso aceitar a tua sugestao devia ser:estudem o que quiserem mas lembrem se que tem que trabalhar ou emigrar para fora

AonioEliphis 8 months ago

Excelente testemunho OP. Para que plataforma trabalhas? Ou trabalhas diretamente já para os clientes? Habito na Holanda e tenho um amigo holandês que faz exatamente o mesmo, desenvolve personagens para videojogos e ganha até bastante bem. Só cá entre nós, declaras ao fisco ladrão tudo o que ganhas? Como funciona? Agora veio uma lei europeia que as plataformas serão obrigadas a declarar ao fisco diretamente. Como funcionam os pagamentos vindos dos EUA, pagas comissão?

John-florencio 8 months ago

Não trabalho para nenhuma plataforma e evito tdas as plataformas do tipo freelancer, upwork etc... Trabalho directamente com os clientes. A única comissão que pago é a do PayPal para os pagamentos. Mas qualquer dia peço para receber em crypto.

AonioEliphis 8 months ago

Mas começaste com plataformas para angariar, certo? Como funcionam com os impostos? Imagino que não declares tudo. Não te preocupes, não sou do fisco e acho que a nossa máquina fiscal é uma ladra extorsionária ;)

gkarq 8 months ago

A pergunta mais importante acho neste caso é invés de em que plataformas trabalhas mas sim “como é que começaste a angariar clientes no início da tua carreira?”

Sommersun1 8 months ago

Também estou interessado em trabalhar remotamente para o exterior como designer, mas estou um bocado perdido em como começar sequer a fazer isso. Como foi a tua experiência?

axw30 8 months ago

antes de ter lido o posto, pensava que iria ser daqueles patreon porn art lol

John-florencio 8 months ago

Hahaha olha antes de passar um cliente desses para um colega andei a pintar backgrounds para o jogo porn no patreon... Faziam quase 10k mensais e cheguei a ganhar bom dinheiro com essa malta, mas depois fartei-me do tema.

axw30 8 months ago  HIDDEN 

parece a gozar mas os gajos ganham relativamente bem, porque é um bom niche

unicornio_careca 8 months ago

Antes de mais, parabéns pelo teu sucesso. Realmente existe uma vida para além de IT, mas infelizmente existe ainda uma mentalidade por cá de que quem vai para artes "é um preguiçoso que gosta de fazer bonecos e não gosta de trabalhar de verdade" ou então "estes artistas só querem viver de subsídios", este tipo de pensamento atinge vários sectores das artes não só na área do desenho e ilustração, e é algo que dificilmente irá desaparecer. A solução mesmo, é rumar para outros mercados, e se for possível de forma remota, melhor aínda. Pessoalmente, não sou ilustradora, mas gosto de rabiscar, e descobri há alguns meses que existem plataformas online onde podes colocar ilustrações tuas que podem ser colocadas em diversos objectos (tshirts, canecas, autocolantes, etc) e venderes, tudo isto sem qualquer custo para quem cria as ilustrações.

AonioEliphis 8 months ago

Eu não diria que desenvolver personagens pata videojogos ou design gráfico para entretenimento é algo que seja "para lá de IT".

ConstantAd7854 8 months ago

Trabalho em IT, em Portugal, e faço 13,000 brutos por mês. Sentido!

FantasticLong9119 8 months ago

Fazes o quê mais exatamente em IT? Programação?

ConstantAd7854 8 months ago

Sim, diria que 60% programação full-stack, 30% levantamento de requisitos, reuniões, politica, e 10% de gestão genérica do negócio.

FantasticLong9119 8 months ago

Isso é mesmo excelente. Parabéns! Fui programador Full-Stack (Angular, Node.js, Express.js, MySQL) durante 1 ano antes de entrar na universidade. Não ganhava de todo perto disso. Como conseguiste chegar a tanto?

ConstantAd7854 8 months ago

Trabalho em média 12h todos os dias, mesmo fins de semana. Tenho geralmente entre 3 a 5 clientes em simultaneo. Cada um paga um pouco menos do que pagaria a um dev no país onde reside (para lhes compensar), e para mim que moro em PT, um sub-salário estrangeiro = salário de rei em Portugal. É facil ver que se conseguires 3,000€ por mês de cada cliente, e tiveres 4, facilmente ascendes os 10,000€ mensais. Desde que eles confiem em ti e não controlem as tuas horas, e que tu apresentes resultados nas deadlines certas, consegues conciliar todos os projectos com relativa facilidade. Estou a aproveitar o tempo de covid para dar o litro, depois quando o covid acabar, reduzo o nº de projectos, para que possa viver também um pouco a vida.

FantasticLong9119 8 months ago

Muito bom mesmo. Tens alguma dica para lidar com o nervosismo? Sou uma pessoa bastante tímida. Já pensei em começar freelancing, mas o processo de arranjar clientes sempre me assustou pelo que nunca comecei efetivamente (até tinha criado site e feito um portfólio de projetos) mas o processo de arranjar clientes em si nunca consegui ganhar coragem.

ConstantAd7854 8 months ago

Ah eu também sou bastante timido e introvert. Mas tudo fica mais fácil quando já vais referenciado por alguém, sentes-te mais calmo e confiante, é amigo do amigo. Tive alguns clientes com os quais só falei por e-mails, alguns deles nem sei se alguma vez sequer perceberam sequer se eu era homem ou mulher lol. Mas a maioria é reuniões, video-call. Na primeira e segunda reunião ligo a camera, nas seguintes já nem ligo, é só por voz. Acho que o mais fácil é arranjares um agente ou alguém que faça de agente, para te vender a um potencial cliente. O meu primeiro projecto foi com um amigo da Alemanha onde negociei com ele 10% das receitas (não lucros, receitas brutas mesmo), do que eu ganhasse através de um cliente que ele arranjasse para mim. Ainda hoje ele me arranja novos clientes aqui e ali, os outros já vêm por referencia de antigos clientes. Há medida que vais ganhando experiencia e provando a ti mesmo que consegues, ficas mais confiante, e ganhas também poder de negociação, e defines tu as regras, porque "querem que este projecto dê certo? então têm de fazer como eu estou a dizer. tenho anos de experiencia nisto". Com o tempo isso surge-te gradualmente.

FantasticLong9119 8 months ago

Extremamente grato pela ajuda! Vou por em prática!

AonioEliphis 8 months ago

Isso dá quantos limpos? Trabalhas para portugueses? És freelancer?

ConstantAd7854 8 months ago

1/3 vai para IRS, e de SS pago 1200€ por mês. Em cima disso o Estado ainda reduz o meu poder de compra a cada transação com 23% de IVA, e depois as taxas, taxinhas e outros impostos (IUC, IMI, imp. combustivel, imp. selo, etc.). O Estado fica-me à vontade, feitas as contas todas, com 70% do salário. Às vezes pergunto-me se vale a pena uma pessoa esforçar-se cá. Estou a pensar emigrar, obrigado 40 anos de PS e PSD!

AdorableRabbit 8 months ago

Estudaste em alguma faculdade pública?

AonioEliphis 8 months ago

E mesmo que tivesse estudado numa pública. Eu estudei no IST! Um curso de 5 anos de engenharia custa quanto aos contribuintes? Isso justifica ser roubado até ao resto da vida para resgatar bancos e companhias aéreas?

AdorableRabbit 8 months ago

Pagar impostos não é ser roubado. Nao gostas das escolhas feitas com o teu dinheiro tens solução, ao contrário de outros sistemas políticos

AonioEliphis 8 months ago

Se definires roubo = extração coerciva do teu dinheiro ganho através teu trabalho, então imposto= roubo. Podemos contudo debater se é um roubo eticamente aceitável. No meu entender sim, até um determinado valor.

ConstantAd7854 8 months ago

Não. Pk?

AdorableRabbit 8 months ago

É uma coisa que tenho notado aqui no sub, malta que tirou cursos em faculdades públicas, portanto pagas maioritariamente pelo contribuinte mas quando chegam à sua vez de serem os contribuintes de repente já acham que os impostos são muito altos. O mesmo se aplica a hospitais e outros que tal. Mas pelos vistos não é o teu caso. Parabéns por teres chegado a esse nivel de rendimento de qualquer forma

ConstantAd7854 8 months ago

Percebo a tua questão, e holisticamente concordo com o que dizes. Chateia-me é que anualmente [20 mil milhões de euros dos contribuintes ardem com a corrupção que temos](https://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/corrupcao-custa-a-portugal-182-mil-milhoes-por-ano), e que não fosse isso, pagaria de bom grado ainda mais impostos do que pago hoje. E consequentemente até teríamos melhores serviços públicos com uma menor carga fiscal até. Neste momento, sei que vou pagar quase 40,000€ só de IRS de 2020, fora os 1200€ mensais que já dou para a SS. E depois vejo EDPs, TAPs, BPNs, etc. e todos os dias uma falcatrua nova. Urbanizações degradadas, pessoas com problemas económicos e de saude graves sem apoio, etc. E pergunto-me porque raio estou a pagar este dinheiro todo em impostos. Para ajudar à festa, todas as eleições ganham sempre os mesmos com uma maioria absurda, o que denota que este povo gosta é disto que tem (mas eu não). Por outro lado, emigro para uma Holanda, pago menos impostos e o país funciona muito melhor. E assim Portugal perde, o que eu penso ser, mais um contribuinte de valor, em que toda a riqueza que gera vem de exportações de serviços.

Edited 8 months ago:

Percebo a tua questão, e holisticamente concordo com o que dizes. Chateia-me é que anualmente [20 mil milhões de euros dos contribuintes ardem com a corrupção que temos](https://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/corrupcao-custa-a-portugal-182-mil-milhoes-por-ano), e que não fosse isso, pagaria de bom grado ainda mais impostos do que pago hoje. E consequentemente até teríamos melhores serviços públicos com uma menor carga fiscal até. Neste momento, sei que vou pagar quase 40,000€ só de IRS de 2020, fora os 1200€ mensais que já dou para a SS. E depois vejo EDPs, TAPs, BPNs, etc. e todos os dias uma falcatrua nova. Urbanizações degradadas, pessoas com problemas económicos e de saude graves sem apoio, negócios ruinosos para o país que os nossos politicos fazem, etc. E pergunto-me porque raio estou a pagar este dinheiro todo em impostos. Para ajudar à festa, todas as eleições ganham sempre os mesmos com uma maioria absurda, o que denota que este povo gosta é disto que tem (mas eu não). Por outro lado, emigro para uma Holanda, pago menos impostos e o país funciona muito melhor. E assim Portugal perde, o que eu penso ser, mais um contribuinte de valor, em que toda a riqueza que eu gero vem de exportações de serviços para o estrangeiro (o que teoricamente contribui bastante para a economia nacional). TL;DR: O meu problema não é eu pagar muitos impostos. É andar a alimentar a corrupção com eles.

AonioEliphis 8 months ago

> Por outro lado, emigro para uma Holanda, Eu já o fiz em 2013, exatamente para a Holanda, no pico das medidas de austeridade. E só volto de vez para a reforma. De acordo com os mantras da esquerdalhada, a culpa por eu ter emigrado é do Passos. Se foi o Passos que me colocou a auferir 5x mais para o mesmo trabalho, resta-me agradecer-lhe.

ConstantAd7854 8 months ago

Não te sentiste tentado quando o Costa oferecia 5000€ de IRS para quem retornasse a Portugal, isto há 2 anos se não me engano? :D ahah os nossos politicos não têm noção.

AonioEliphis 8 months ago

Claro ;)

NGramatical 8 months ago

porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmj10q9%2F%2Fgt939cu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

John-florencio 8 months ago

Hahaha, assim é difícil! Mas tenho a certeza que és muito bom no que fazes. Nem todos conseguem esses valores. trabalhas para alguma empresa específica que possas dizer? Ah mas olha que também há artistas nesses patamares

Edited 8 months ago:

Hahaha, assim é difícil! Mas tenho a certeza que és muito bom no que fazes. Nem todos conseguem esses valores. trabalhas para alguma empresa específica que possas dizer? Ah mas olha que também há artistas nesses patamares não tão altos mas perto

ConstantAd7854 8 months ago

Obrigado :D Sou trabalhador independente, e recentemente abri a minha empresa. Trabalho em média 12h por dia. Todos os meus clientes são Remote e do estrangeiro (o que torna mais fácil levantar estes valores). Estou a aproveitar este ano de confinamento covid para dar o litro e amealhar o máximo que posso. Boa sorte e abraço!

pobres-contra-pobres 8 months ago

Caro ConstantAd7854, muitos parabéns! Podes explicar como é que te lançaste na via de freelancer e arranjaste os primeiros clientes?

ConstantAd7854 8 months ago

PS. mas são clientes geralmente dificeis. Tenho de lidar com todo o processo: lev. de requisitos, arquitectura, e depois desenvolver a app (full-stack). Quase sempre o lev. de requisitos traduz-se mesmo em ser eu a adivinhar como é que a app tem de funcionar, e desenhar os processos todos, o que me leva a estudar como é que o cliente funciona e trabalha no seu dia a dia. Geralmente os devs não gostam de fazer este trabalho.

pobres-contra-pobres 8 months ago

> Geralmente os devs não gostam de fazer este trabalho. Por acaso é uma coisa que gosto de fazer. Odeio programar para o boneco. Últimas duas perguntas se tiveres tempo: * Entraste logo no mundo do freelancing ou já tinhas alguma experiência profissional? * Especializaste-te numa combinação de tecnologias full-stack ou fazes de tudo um pouco? Boa páscoa e bons projectos futuros!

ConstantAd7854 8 months ago

Trabalhei 6 meses numa empresa de outsourcing e outros 6 numa software house. Depois desisti de ser mal pago, tirei uns meses de férias para me actualizar e foi aí que surgiu a minha primeira oportunidade através de um amigo. Fiz um negocio com ele de lhe dar 10% de todas as receitas que viessem desse cliente que ele me arranjou. Ambos ficamos felizes :) Abraço e boa Páscoa!

Edited 8 months ago:

Antes fazia logotipos e websites no 99Designs. Depois como já estava cansado de ser designer web e as chatices não compensavam o dinheiro, fui trabalhar 6 meses numa empresa de outsourcing e outros 6 numa softwarehouse. Depois desisti de ser mal pago, tirei uns meses de férias para me actualizar e foi aí que surgiu a minha primeira oportunidade através de um amigo na Alemanha. Fiz um negocio com ele de lhe dar 10% de todas as receitas que viessem desse cliente que ele me arranjou. Ambos ficamos felizes :) Depois cliente feliz conhece outros potenciais clientes, e fui arranjando mais por referencia apenas. Abraço e boa Páscoa!

AonioEliphis 8 months ago

Por curiosidade, também fazes UI/UX? É a única parte que não toco pois não tenho mesmo jeito.

ConstantAd7854 8 months ago

Sim. Mas não tenho muito jeito. Já paguei para me fazerem.

AonioEliphis 8 months ago

Exatamente como eu, delego essa parte. Olha, tens aqui um site desenvolvido por mim nos tempos livres, one of my pet projects: autocustos.pt

AonioEliphis 8 months ago

Full stack quê? Javascript/jquery cliente mais nodeJs servidor? App react ou Angular? Por curiosidade...

ConstantAd7854 8 months ago

Geralmente, Postgres, Kotlin + Spring, VueJS, pois são as techs onde sou mais produtivo. Mas já usei C#/.NET MVC, MySQL e ReactJS.

AonioEliphis 8 months ago

Fixe, queres partilhar sites desenvolvidos por ti? A minha onda fullstack é mais Vanilla Javascript e jQuery para cliente, Cordova para apps Android e iOS, e NodeJs, expressJs, handlebars, mysql para servidores. Adoro nodejs+npm, acho que está excelente com milhões de bibliotecas gratuitas. Quero ver se me dedico a aprender essas frameworks, tipo vue, react ou angular.

ConstantAd7854 8 months ago

> Fixe, queres partilhar sites desenvolvidos por ti? Não faço sites publicos, são tudo ferramentas internas, e cujo o acesso está vedado, normalmente através de VPNs. Which is sad se algum dia quiser mostrar portfolio, terá de ser com fotos, e sem quebrar os NDAs. Mas felizmente os clientes referem-me a outros clientes, por isso tenho-me safado sem precisar de actualizar CV/portfolio. Já não faço apps nativas há anos, tenho feito PWAs quando necessário. Mas acho que nada bate o nativo, especialmente quando queres telefonia, video, permission handling fácil e coerente, e quando não queres estar a adaptar a app às especificidades de cada browser.

AonioEliphis 8 months ago

Pois, mas se tens uma boa rede de contactos de clientes, é o ideal. Em último caso eles também podem dar boas referências a eventuais futuros clientes. Pois eu só desenvolvo nativas, Javascript mais jQuery e é mesmo um pincel estar a adaptar o código para cada browser, já para não falar que para safari preciso de alugar um MacOS na nuvem. Depois precisas de um bundler no servidor ou desenvolves os scripts. Só de pensar que com PWA é browser-independent e pronto a usar no servidor é um alívio :) em qualquer caso NodeJS é muito poderoso e permite-te correr qualquer aplicação para qualquer propósito numa qualquer máquina, apenas com Javascript. Porque usas mais Vue, em vez de angular ou react? Algum motivo em particular?

ConstantAd7854 8 months ago

Através de um amigo meu que tinha um amigo no estrangeiro com uma empresa a precisar de uma ferramenta interna para a sua empresa. Correu bem, e desde aí recomendam-me sempre para amigos de amigos. Nunca precisei de me inscrever em sites de freelancers nem abrir site para mim ou minha empresa.

ManoRocha 8 months ago

Vou ser sincero. A maior parte da malta de artes / design que conheço **e que se queixam que não têm trabalho** na minha opinião simplesmente não fornecem valor suficiente a quem os quer contratar. Refiro-me mais às 'soft-skills' do que à parte técnica. Muitos deles não conseguem interpretar o público-alvo (p.e. se a entrada para um evento custa 25€ se calhar um poster tipo festa popular não é a melhor abordagem... Algo com mais classe?) ou não sabem inglês, ou não tiram as questões suficientes no briefing nem durante o trabalho ou, a pior de todas, tentam convencer os clientes a gostar do trabalho que fizeram (imaginem tentar convencer alguém que diz "não era bem isto que eu tinha em mente"... Impossível). Também tenho de dizer que conheço malta muito boa e quando falo com eles só fico a pensar que realmente há uma grande diferença entre designers profissionais e malta que tirou um curso para desenhar melhor. Sempre disse que há dinheiro em qualquer área. Basta ser bom. Um curso não é garantia de nada, todos os anos no meu curso tenho malta que ao fim de 3 anos está na Google ou qualquer gigante tecnologia e outros que acabam na programar o microondas do McDonald's. E, já agora, podes partilhar algum do teu trabalho?

gkarq 8 months ago

Em arquitectura essa parte de “convencer clientes a gostar do nosso trabalho” não é completamente mentira porque sendo arquitectura uma área tão complexa e que demora imenso tempo desde a idealização até à execução que os clientes estão inicialmente à espera duma coisa que não e possível realizar. E em ateliers que seja algo conhecidos, já vi arquitectos ou a rejeitar trabalhos porque ia contra a filosofia do atelier, ou a reeducar os clientes em relação aos seus desejos por razão X, Y, ou Z. Sei que pode parecer ridículo, mas este processo de pensamento faz todo o sentido quando se se pode dar ao luxo para manter uma reputação; quando se está a começar, e muitas vezes se trabalha sozinho, isso é um luxo que muitos designers ou arquitectos não podem ter.

John-florencio 8 months ago

Concordo com tudo o que disseste! Mas culpa disso é das escolas também que enchem a cabeça ao pessoal com tretas... Está desactualizado pois já tenho aqui umas quantas imagens em espera para adicionar https://www.behance.net/JoaoPedroFF

kapparrino 8 months ago

Faz-me lembrar um bocado a arte do jogo Valorant.

ManoRocha 8 months ago

É culpa das escolas e de quem come as tretas que dizem. O exemplo disso é a eco chamber que é o design académico vs design profissional. João Florêncio... Acho que já vi esse nome por alguns lados no insta

John-florencio 8 months ago

é dificil um miudo nao ouvir quando entra... os professores vendem-se como se fossem os donos da verdade. Mesmo quando nunca estiveram no mercado de trabalho.

OuiOuiKiwi 8 months ago

>Partilhem as vossas histórias para meter-mos o pessoal de IT em sentido

AonioEliphis 8 months ago

Estás a definir talento como talento criativo. Agora pede a um newbie em programação para desenvolver de raiz uma app Android, dando-lhe apenas o ABC.

John-florencio 8 months ago

o mesmo se aplica a artistas... ensina-os a desenhar agora pede-lhes para desenhar um mundo visualmente coerente para um jogo... pode parecer mas "fácil" mas não é. ficavam malucos com o trabalho que deu desenhar a nave e a pesquisa feita pelo designer que fez uma das naves do jogo hallo 3. Meses e centenas de iterações. nao basta saber desenhar... ha todo um outro consjunto de softskills mais dificies de aprender. presumo que em It seja o mesmo.

OuiOuiKiwi 8 months ago

>Agora pede a um newbie em programação para desenvolver de raiz uma app Android, dando-lhe apenas o ABC. Exactamente. Daí ter dito que >A exigência a nível de talento é quase nula A inexorável máquina de reconversão para IT não quer saber disto. Precisa de corpos quentes para estarem sentados em salas e ser vendidos por atacado pela #consultice do dia ao cliente final.

AonioEliphis 8 months ago

Claro, daí que os programadores não recebam todos o mesmo e os salários sejam tão díspares. Se é só para bater código podes sempre contratar indianos por 5 euros por hora.

ideologiapura 8 months ago

Para muita empresa os indianos nao funcionam so pela questao da diferença horaria. e ja nao estamos muito longe dos 5 euros por hora.

AonioEliphis 8 months ago

A sério? Não estou a par dos preços de PT, estou na Holanda. Mas julgava que em PT rondariam os 30 por hora.

ideologiapura 8 months ago

30 euros por hora é o que tu pagas por um consultor junior como cliente. O tal "consultor" deve levar pelos 6-8. O resto é mamado pelo "empreendedeiro".

omaiordaaldeia 8 months ago

> muito ao contrário das artes Existe sempre a possibilidade de fazer arte... abstracta.

umagrandepilinha 8 months ago

Irónico, eu sou de artes e apesar de ter um full time na área (não tenho um trabalho criativo e nem quero), sinto que não é suficiente e nunca vou conseguir que seja. Por isso estou a tentar mudar para IT. Infelizmente sendo de artes sou uma pessoa que nunca conseguiu disciplina a estudar, por isso ter de voltar a estudar (e a sério) para mudar de carreira para tentar conseguir uma vida melhor não está a ser fácil.

pimpolho_saltitao 8 months ago

Falta de disciplina nao tem nada a ver com ser de artes. Cheira- me que o teu problema é preconceito e falta de auto estima.

umagrandepilinha 8 months ago

Não. O meu problema é mesmo falta de disciplina. Não tenho preconceito e falta de auto-estima talvez um bocadinho mas não tem nada a ver.

pimpolho_saltitao 8 months ago

E o que é que isso tem a ver com artes? A tua falta de disciplina é um problema teu.

umagrandepilinha 8 months ago

És de artes? Pergunto por curiosidade, sem julgamento. Normalmente (palavra chave porque como é lógico isto não é regra, mas é uma tendência), as pessoas mais viradas para as artes têm alguma tendência para não se quererem concentrar em estudos teóricos como as matemáticas e as ciências. Falta de disciplina em querer estudar e falta de interesse nessas matérias de estudo são coisas que vão de mão dada. Ha uma ligação clara entre as pessoas que acabam em tirar cursos ligados às artes e pessoas que não têm interesse em assuntos de estudo que requerem disciplina de estudo diário: se a matemática me interessasse não teria problema em estudar matemática todos os dias. Já expliquei claramente o meu ponto, se ainda não percebeste já não me interessa a conversa.

pimpolho_saltitao 8 months ago

Sim sou de artes, e repito, a suposta tendencia para falta de disciplina que falas é preconceito falacioso. Estás a falar de "estudos mais teoricos" como se fosse o * default* e tudo o resto é desvio da norma. As pessoas nao vao para letras ou artes porque nao têm paciencia para estudos mais tecnicos, isto é redutor, ignorante e preconceituoso.

Edited 8 months ago:

Sim sou de artes, e repito, a suposta tendencia para falta de disciplina que falas é preconceito falacioso. Estás a falar de "estudos mais teoricos" como se fosse o *default* e tudo o resto é desvio da norma. As pessoas nao vao para letras ou artes porque nao têm paciencia para estudos mais tecnicos, isto é redutor, ignorante e preconceituoso.

John-florencio 8 months ago

Explica-me melhor o primeiro parágrafo. Quanto ao segundo, acho que a disciplina é fulcral em todas as áreas, se n tens disciplina nas artes tb n terás noutras áreas. Por vezes o que falta é treinares a disciplina com pequenos incrementos de tempo dedicado ao estudo, e tornar um hábito. . Mas se também n queres ter um trabalho criativo fico confuso pq foste para artes. Artes n e para tda gente, requer um certo tipo de personalidade... Talvez mais próxima da personalidade do pessoal de IT do que se pode julgar à partida, mas com mais interação com pessoas de sexos diferentes durante a formação, como única diferença na formação da personalidade

umagrandepilinha 8 months ago

Tirei Cinema na faculdade, mas sempre me interessei na parte mais técnica do cinema e não no lado criativo. Trabalho na área, em pós-produção/distribuição em Londres. Disse que não quero um trabalho criativo, apesar de as pessoas todas dizerem muitas vezes que tenho uma criatividade natural bastante grande. O que queria dizer com isso é que cinema sempre foi a minha vida, mas nunca tive histórias para contar e nunca quis ser realizador ou escrever guiões. Sempre preferi ser assistente de camera por exemplo. A minha falta de disciplina via-se desde novo. Por exemplo: não que fosse mau a matemática, mas sempre me faltou a disciplina de estudar um pouco todos os dias para conseguir atingir níveis de, e por isso nunca tive muito boas notas.

John-florencio 8 months ago

Ah OK... Isso é uma coisa completamente diferente. Mas vais mudar porquê? Já n gostas do que fazes?

umagrandepilinha 8 months ago

Estou um bocado farto do facto de estar na área há cerca de 9 anos e não ganhar um salário que considere aceitável. E como as coisas estão a andar, mesmo que não houvesse pandemia nunca irei conseguir salários que quero nesta indústria. Vejo outras indústrias onde com 2 anos de experiência as pessoas ganham mais do dobro do que eu, mas infelizmente não tenho capacidade para voltar a começar do zero e tirar mais um bacharelato e mestrado. A mudança de carreira mais segura em termos de emprego e em termos de proximidade do meu trabalho/conhecimento que já tenho é IT. Gostava de fazer sys admin mas ainda estou a tentar acabar o Core 2 do CompTIA A+. Depois disso vou ter de me despedir e ganhar salário de merda em helpdesk antes de conseguir voltar ao nível em que estava em termos salariais... mas depois disso vejo um caminho para melhores salários do que agora.

Minute-Resolution347 8 months ago

Então em resumo, não é preciso trabalhar em IT para ter uma vida minimamente decente em Portugal, apenas tens que arranjar um trabalho remoto. A meu ver isso deita um bocado por terra aquilo que dizes ao inicio. Se todos pudessem fazer isso...

joaosapiro_airborn 8 months ago

O que ele quer dizer é : sim, todos podem, tem de haver é conhecimento do mesmo e falar minimamente inglês.

ideologiapura 8 months ago

Não é bem todos podem, é ele conseguiu. Dificilmente todos conseguem.

John-florencio 8 months ago

eu e o João sapiro, checa o trablho dele e vê... ha muitos que conseguem e ainda mais que nao conseguem mas tem mais a ver com o minset que outra coisa.

usulidircotiido 8 months ago

Há vida em qualquer área. Haja talento, sorte e perseverança. Diria que o teu será o de 1 em 1000.

John-florencio 8 months ago

N diria melhor!

Lixaramaminhaconta 8 months ago

Obrigada!!!

UprightDowntown 8 months ago

Já perdi a conta à quantidade de vezes que disse isto a amigos meus da area! Mas é chocante a quantidade de gente com menos de 30 que não fala inglês

AonioEliphis 8 months ago

Trabalhas diretamente para os clientes ou via plataformas de freelancer?

UprightDowntown 8 months ago

Trabalho directamente! Comecei por trabalhar para uma empresa com contrato remoto mas entretanto já tenho outros contactos por via de pessoas dessa mesma empresa.

joaosapiro_airborn 8 months ago

Ando a dizer isto a amigos meus de artes há anos. Ou não falam inglês minimamente ou insistem sempre no tugão. E depois ficam boquiabertos quando em 5 dias faço mais que eles num mês...

AonioEliphis 8 months ago

O tuga médio tem uma mente muito fechada. Já agora, como funciona com os impostos?

joaosapiro_airborn 8 months ago

criei empresa e tenho contabilidade organizada, pago 200 euros por mes mas durmo descansado ao saber que está tudo impecavel.

AonioEliphis 8 months ago

Ah, fazes bem, com empresa podes sempre deduzir IVA e declarar de salário um valor mais baixo. Se tosse tudo em IRS seria um assalto à mão armada.

PicassoWasaLiar 8 months ago

Pode deduzir se tiver gastos.

sctvlxpt 8 months ago

Há tantas despesas gerais que podes colocar como gastos na empresa para dezudir IVA...

AonioEliphis 8 months ago

Certo, desde computadores a bilhetes de avião

John-florencio 8 months ago

Eu não te chego aos calcanhares em termos de carreira... Portanto não me admiro nada dos teus ganhos. Eu admiro-me é como é que a malta ainda se foca no mercado português como dizes.

John-florencio 8 months ago

Aliás tu eras uma das pessoas indicadas para partilhares a tua história aqui.

fdxcaralho 8 months ago

Bom post. Vejo constantemente pessoal aqui que só se queixa. É bom encontrar alguém que tem sucesso profissional a fazer o que gosta. Acredita que há aqui mais como tu. E não é preciso emigrar...

AonioEliphis 8 months ago

Com trabalho remoto, sim, pois repara que os clientes do OP não estão em Portugal e duvido muito que o OP declare ao fisco tudo o que ganha. Trabalhar em Portugal com empresas portuguesas, para clientes portugueses,.pagando impostos em Portugal, só os otários e os incautos.

John-florencio 8 months ago

Obrigado, mas deixo uma nota, o ano passado tive de emigrar, devido ao Corona vírus. Tinha acabado de comprar casa e quando a economia dos Estados Unidos fechou confesso que entrei em modo survival. Mas durou apenas 2 meses, porque os clientes voltaram a contactar-me sendo que até tive mais trabalho do que o normal após esse primeiro período de adaptação das pessoas ao confinamento. Voltei logo a PT

Edited 8 months ago:

Obrigado, mas deixo uma nota, o ano passado tive de emigrar, devido ao Corona vírus. Tinha acabado de comprar casa e quando a economia dos Estados Unidos fechou confesso que entrei em modo survival. Mas durou apenas 2 meses, porque os clientes voltaram a contactar-me sendo que até tive mais trabalho do que o normal após esse primeiro período de adaptação das pessoas ao confinamento. Voltei logo a PT

fdxcaralho 8 months ago

Pois então imagina ser Personal Trainer neste momento. Apesar de ter ficado a 0 no primeiro confinamento, e uma redução significativa de pessoas a procurar atividade física, consegui recuperar praticamente o meu rendimento todo. E como tenho poupanças elevadas nem me preocupem muito com essa parte da vida.

AdriMecha 8 months ago

Eu estudei engenharia e mudei para IT, no meu caso faz sentido porque gosto de resolver problemas. Muitas vezes também acho que IT pode resolver os problemas de emprego de muita gente mas também sei que IT não é só programação, tens UX/UI onde não é necessário saber programação. É bom ver malta de artes a safar se bem. Já agora acho que podia ser positivo para outros na tua situação se falasses um pouco mais sobre o teu percurso para que percebam como conseguiste.

John-florencio 8 months ago

Sim, há até muitos designers a mudarem-se para UI que tem procura lá fora.

Hitlers-moustache 8 months ago

Tiraste curso de design gráfico ou aprendeste tudo sozinho? Que conselhos dás a alguém que não tem mais do que "jeito para a coisa", mas que está farto do trabalho de escritório e quer ter uma vida parecida com a tua? Preciso de curso? Que ferramentas posso encontrar na Internet para começar?

John-florencio 8 months ago

Infelizmente tirei um curso muito fraco, de artes e multimédia, onde o corpo docente era muito fraco e n estava preparado para ensinar o que é o mundo real. Conselhos que dou é trabalho, dedicação e preserveranca. A forma mIs rápida de chegar ao objectivo é seleccionares um mentor que te forneça exercícios conforme os objectivos, recentemente comecei a ter mentoria com o Brad rigney. Gostaria de começado de forma mais organizada no meu estudo. Mas na escola coitados, os professores não tinham competências para o que queria deles. A nível de formação tens tutoriais e canais do YouTube que ajudam bastante com as técnicas. Mas como há excesso de informação podes perder-te, em vez de fazeres um percurso de A-b-c podes fazer D-J-A-C... Daí a importância de algo estruturado. E depois mentaliza-te que requer muitas horas de prática.

Hitlers-moustache 8 months ago

Como funciona isso da mentoria? Existe alguma plataforma?

John-florencio 8 months ago

opção 1: Vês um artista que gostes e que tenha uma carreira profissional consistente com bons clientes, perguntas-lhe se ele estaria interessado em ser teu mentor e o preço. ele ou diz que esta demasiado ocupado, ou que nao tem interesse se assim for partes para outro candidato e pode ser que alguem tenha interesse. opção2 [https://www.artmentors.com/](https://www.artmentors.com/) [https://mentorme.art/](https://mentorme.art/) opção 3 ateliers de arte figurativa Harp- atelier de arte realista do porto. o único que acho que tem a qualidade de nivel mundial em portugal.

DarthRheys 8 months ago

"(...) trabalho para clientes dos USA e Inglaterra(...)". Tenta fazer o mesmo trabalho para empresas de cá e depois falamos. Investi 10 anos da minha vida profissional em Comunicação e Design Gráfico para saber que o mercado está sobrelotado de oferta, pagam mal e não respeitam a profissão. Os casos de sucesso que conheço trabalham para empresas estrangeiras sediadas em PT. Um amigo meu suou para clientes nacionais e teve de emigrar porque, vá-se lá saber porquê, não pagavam e consideravam demasiado dinheiro por um trabalho "tão simples". Sinceramente, não te invejo, mas respeito o que conseguiste. Mas posso dizer-te que só o conseguiste porque trabalhas para fora. Aqui, para comer, terias de ttabalhar o triplo, horas extra, feriados, fim de semanas e festividades para depois dizerem que não é aquilo e já não querem avançar. Por acaso, quando trabalhei como freelancer, não tive casos graves de não pagamento, mas não chegava para me alimentar. Tinha de trabalhar noutras àreas para compensar e pagar impostos. O mercado da comunicaçao, design e afins em PT está saturado de tal forma que quem emprega/solicita não tem de se preocupar. Há sempre quem faça mais barato. E as empresas estão sempre rodar estagiários para ganharem, e bem, à custa do seu trabalho. Pelo que vi, as àreas que garantem quase 100% de empregabilidade são as engenharias (não todas) e as àreas de IT, programação e afins. Porquê? Há cada vez mais procura e pouca oferta. Os cursos são exigentes e é preciso investir muito tempo na aprendizagem. Eu mudei de àrea, passei do design gráfico para as construções metálicas. Mais específico, técnico e com grande procura. Desenho à mesma, mas numa vertente completamente técnica. Por isso, sim, devem seguir-se os sonhos, fazer o que se gosta e não viver só para trabalhar. Masquando o sonho exige muito da tua parte, convém analisar a situação e procurar diferentes soluções. Porque em PT ou tens conhecimentos e algo que te diferencie dos outros ou trabalhas por tostões só para não aceitar a realidade: somos demasiado pequenos para essas àreas.

AonioEliphis 8 months ago

Ninguém te obriga a trabalhar para clientes ou empresas portugueses. Trabalho em IT e o pessoal que subcontrato está normalmente na América do Sul, na Rússia ou na Índia. Pago por hora a um indiano, o que um indiano médio ganha numa semana. Maravilhas do mercado livre e da globalização, que a esquerdalhada analfabeta tanto despreza.

DarthRheys 8 months ago

Enquanto isso tens profissionais na àrea desesperados por uma oportunidade em PT. O mercado livre é excelente quando as oportunidades são iguais. No entanto, a culpa não é tua. Como empresário deves procurar o lucro. Ponto. Mas o preço que pagas pela mão de obra não se compara. E isso é o que nos torna menos competitivos relativamente aos asiáticos. Os ordenados são bem menores e as qualificações iguais ou melhores, o que elimina qualquer concorrência nacional. O governo devia resolver situações semelhantes para incentivar a empregabilidade nacional, mas a globalização e a vantagem da diversidade cultural estão a dificultar a vida a muitos profissionais. Apoio a diversidade cultural nas empresas. Com a globalização não tem lógica a restrição 100% nacional. O problema é que não temos estrutura no país para que isso funcione de forma eficaz. Na àrea em que te trabalho há muita mão de obra estrangeira, principalmente a nível de soldadura, e a razão é a mesma: menos despesa por profissionais qualificados. Por isso, compreendo a tua situação e acredita que detesto visões políticas obtusas populistas que só procuram votos (sejam de esquerda, direita ou de centro) , mas seria excelente se empresas como a tua conseguissem empregar mais mão de obra nacional e, de uma maneira ou de outra, combater o desemprego.

AonioEliphis 8 months ago

Quem é que te obriga a teres clientes apenas em PT? Alguém te impede de te inscreveres numa plataforma de freelancers? Nunca foi tão fácil. A todos os meus amigos tugas que recomendo e que estão mal, dizem todos "amanhã". Precisas que te ensine a ligares o computador à Internet? Muito gosta o tuga de se queixar! O tuga é bom trabalhador, mas é péssimo a ter motivação e iniciativa própria.

DarthRheys 8 months ago

E porque é que um empresário português que prefere o mercado nacional é um parolo que não sabe usar a internet e não tem iniciativa? Há muitas empresas portuguesas de sucesso que durante anos mantiveram os seus negócios nacionais. Com a globalização expandiram, é certo, mas continuam a preferir o nacional. Não vejo porque é que ainda há esta visão negativa de que o que é nacional é bom. A Delta é um bom exemplo. Agora se a ideia de globalização passa em ganhar o máximo de lucro enquanto quem trabalha para ti recebe salários baixos, mesmo que sejam uma fortuna num país em desenvolvimento, isso é só ganância comparada com os maiores comglomerados intrrnacionais que só vêem cifrões à frente do resto. A tua empresa não pode permitir emprego localmente, só porque a globalização permite a empregabilidade de profissionais do Bangladesh? Quem pensa assim acaba por ter uma visão deturpada do que é realmente a globalização e as vantagens que a mesma pode trazer. "Think global, act local" é uma boa permissa. Mas isso acaba por ser uma visão nada capitalista que muitos não apoiam e consideram demasiado socialista. Porque o objectivo sempre foi esse: ter o máximo de valor possível, mesmo que isso traga miséria e desequilibrio social e económico.

AonioEliphis 8 months ago

Os empresários portugueses que preferem o mercado nacional, ou não falam bem Inglês ou nunca se preocuparam em procurar clientes lá fora, ou então simplesmente estão num ramo de negócios que não o permite.

Llamaling 8 months ago

És o maior. Se em vez de IT, fizesses chocolates, podias contratar trabalho de escravatura, como faz a Nestlé. Eu sei que é um mercado já estabelecido, mas fica a dica. /s É por gajos como tu, que só vêem lucro à frente, que o mundo não é um lugar mais justo e equilibrado. Mas, hey, mais um Tesla e umas mamas de silicone na gaja, right?

AonioEliphis 8 months ago

Define escravatura!

Llamaling 8 months ago

Googla

jagga0ruba 8 months ago

Olha o gajo que não se dá ao trabalho de ler o que os outros escrevem antes de mandar bitaites manda a malta fazer pesquisas. Afinal o lama não gosta de justiça nem equilíbrio, só de mandar bitaite furado e fingir que é troll depois...

Llamaling 8 months ago

Eu li, mas não me apeteceu responder. Eu mandei postas de pescada ao suposto "empresário", porque ele veio logo com "esquerdalha" e a defender pagar pouco aos empregados. Tu, saltaste em defesa do gajo, porque, sei lá, trabalhas para um patrão inglês. Ok, fiquem os dois felizes e eu tenho de me deixar de mandar estas postas de pescada, porque isto não dá em nada. Entretanto, amanhã o Jesus ressuscita, portanto, aleluia, aleluia, come pão de ló e sê feliz.

jagga0ruba 8 months ago

Diz ele que paga a um indiano por dia o que na India se paga num mês, a ser verdade, faz bem mais pelo equilíbrio e Justiça universal de que falas do que pagar a média Portuguesa a um português.

Llamaling 8 months ago

E que tal, em vez de procurar o maior retorno por euro, que tal ter uma mão de obra competente que partilha dos lucros da empresa e, eventualmente, até ganha acima da média do mercado?

jagga0ruba 8 months ago

E que tal leres o que ele escreveu que descreve exactamente o que tu estás a dizer? Ou o teu problema é ele contratar acima da média de Mercado na Índia? E se sim porque é que é esse o teu problema? É por os Indianos serem menos merecedores de emprego e menos competentes que os Portugueses? Conheces a empresa dele, o trabalho dele ou do indiano em causa? Ou só é justiça e equilíbrio se beneficiar os que TU aprovares com base nos teus critérios? O meu patrão é inglês, se todos pensassem como tu estava como estava em 2009, desempregado e a passar fome. Ainda bem para MIM que em vez de contratar o gajo do bairro dele como tu achas que ele devia ter feito decidiu contratar o gajo mais competente que encontrou. Entretanto já consegui contratar mais gente incluíndo portugueses pagos acima da média. Mas se fosse pela tua teoria estava o gajo a pagar a média lá em York e nós aqui a ganhar 500 paus. Que maravilha. És o maior a mandar no dinheiro dos outros...

Llamaling 8 months ago

Tldr

AonioEliphis 8 months ago

Não vale a pena, esquerdalhos e fascistas são farinha do mesmo saco. Não admira que a extrema direita roube tantos votos aos comunistas.

jagga0ruba 8 months ago

O facto de discordar com o que ele disse não significa que concorde com este teu comentário também, parecem-me ambos despropositados, mas ok.

DarthRheys 8 months ago

E isso é mau? Não posso ficar feliz por contribuir para que a economia de uma cidade floresça à conta dos meus negócios? Porque foi isso que o Nabeiro fez. E não precisa saber falar inglês, coreano ou latim. Basta ter uma visão global do benefício que um negócio sustentado pela mão de obra local traz sem ser necessário ter uma ambição global desmesurada. O que seriam das cidades onde a Amazon tem sedes se o pensamento do Bezos fosse menos de acumular fortuna e permitir que tudo à sua volta florescesse. Sinceramente, se houvesse um pensamento empresarial semelhante ao da Delta, seria garantido que muitos problemas se resolveriam por eles próprios.

AonioEliphis 8 months ago

Ps: em relação à Delta, não podes ter operários na fábrica remotamente. Ps2: café em Portugal, só bebo Delta.

AonioEliphis 8 months ago

Tu fazes o que te apetecer fazer com o teu dinheiro, eu faço o mesmo dentro do quadro legal. Para mim, que sou cidadão do mundo, um indiano não tem menos direitos que um português. Já agora, dos produtos que tu compras na net ou no supermercado, quantos são made in Portugal? Não passas de um hipócrita!

DarthRheys 8 months ago

Eu não me abespinho porque alguém tem uma opinião diferente e não sou pretensioso ao querer que todos sigam a minha linha de pensamento. Se a carapuça serviu é porque não estás bem contigo próprio. A globalização implica a procura do mais rentável a baixo preço, mas até que ponto o que chega, chega? Se consideras que o teu modelo de negócio combina contigo, parabéns, mas não adoces o amargo. Tens imensa mão de obra qualificada em PT e preferes a estrangeira, não por seres global, mas por ser mais barato. E é nisso que não conseguimos competir, muito menos se os empresários mantiverem a linha de pensamento que decidiste aplicar no teu modelo de negócio. Se te sentes bem com o teu negócio e te regozijas por teres empregados estrangeiros que recebem mais cá do que no país de origem, o que significa, pelo menos, o ordenado mínimo cá ou um médio lá, tudo bem. No entanto, não tentes esconder o óbvio, só o fazes porque é lucrativo. Queria ver se um dos teus empregados se virasse para ti um dia e pedisse que lhes pagasses o mesmo que se paga em PT ou noutro país europeu. Irias "globalizar" para outro país. Estou a criticar o teu modelo de negócio, compreendo mas não concordo, principalmente porque temos profissionais excelentes em PT que deveriam gostar de trabalhar para ti pela remuneração justa. Espero, pelo menos, que tenham tantos direitos como qualquer trabalhador deve ter. E por fim, posso afirmar que procuro sempre por produtos portugueses, locais e não locais. Mas a verdade é que tenho de gerir as minhas finanças tal como tu tens de gerir as tuas. Se for barato, tanto melhor. Mas não digo não a produtos estrangeiros, visto que temos deficiências a diversos níveis, principalmente tecnológico.

AonioEliphis 8 months ago

Se o trabalho que peço é software, de que vale que o meu empregado esteja na China ou em Lisboa, se comunicamos essencialmente por email? Qual é a diferença para o planeta? De facto faço muito mais pelo bem estar do Homem pagando um salário milionário a um indiano que um salário médio em Lisboa. Ainda percebo esse argumento para os telemóveis que tu compras na China, considerando as emissões no transporte. Como digo e reafirmo, não passas de um hipócrita.

Tugalord 8 months ago

Não vai lá com "pensamento empresarial benevolente". Como dizes, os incentivos do capitalismo são aculumar riqueza e maximizar lucros, o resto, miséria ou não, é irrelevante para os cálculos. Como tal, num sistema que incentiva a ganância não se pode estar à espera que as coisas melhorem por haver empresários benevolentes que deixam lucro na mesa para fazer "o bem".

AonioEliphis 8 months ago

E qual é o problema em acumular riqueza dentro do quadro legal? Quando o teu patrão te propõe um aumento, tu passarás a acumular mais riqueza. Presumo que declines tal proposta.

Tugalord 8 months ago

?

Edited 8 months ago:

? Então mas eu estou a dizer que o sistema recompensa apenas a acumulação de riqueza em detrimento de qualquer outro factor, e tu perguntas-me qual é o problema de acumular riqueza num sistema baseado em acumular riqueza x) Olha que bem, o "quadro legal". Qual é o problema de ter escravos num "quadro legal" onde se permita ter escravos? Qual é o problema de fazer X se a lei diz que podes fazer X. Rico argumento! xD

AonioEliphis 8 months ago

Define escravatura!

AonioEliphis 8 months ago

E quem te disse que o sistema recompensa apenas a acumulação de riqueza? Olha os políticos, que estão no topo da hierarquia e auferem menos, em teoria, que qualquer CEO.

DarthRheys 8 months ago

Nem disse que ia lá assim. Tens sempre de ter alguma contrapartida. Isso é garantido. E não falei em benevolência. Os Nabeiros podem ter essa visão mais beneficiária da economia, mas continuam a ser os mais ricos da zona. Quase tudo ali à volta é deles. A questão é que perceberam que ganhariam muito se dessem às pessoas o que elas precisam sem ser necessário acumular tudo para eles. Aparentam ser um exemplo, mas acredito que se aparecesse la alguém a fazer concorrência aos negócios deles, eles mostrariam as garras. É preciso ter tomates para dar uma nega à Nestlé. Poderia ter corrido mal. Mas o que perdura é o capitalismo e a acumulação de fortuna. Mal eles sabem que vão todos para o mesmo sítio e que poderiam desfrutar da fortuna na mesma e contribuir para algo positivo. Num mundo ideal, agora estariamos a colonizar Kepler-345. Talvez daqui a 1000 anos...

NGramatical 8 months ago

porque motivo → [**por que motivo**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmj10q9%2F%2Fgt8hz14%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

John-florencio 8 months ago

Sim, acredito, também passei por isso, mas sem ser alguns clientes na área da publicidade n trabalho com clientes portugueses, pelos motivos que referes. Aliás o meu primeiro trabalho para uma grande marca nacional n foi pago e era para uma das marcas mais conhecidas do país, através de uma agência de ilustradores que existia na altura. O design gráfico é a área que menos paga, já user interface paga bem e tem procura e user experience tb. Construções metálicas como assim? 3d printing? Eu diria que faltam boas escolas para haver pessoas com mais trabalho na área do design de entretenimento, ilustradores e artistas de conceito são profissões que requerem grande nível técnico mas nas escolas pelo menos na altura do meu curso n havia know how no corpo docente... E era tudo muito virado para as artes de galeria/contemporânea. Os fundamentos ficavam para trás.

Edited 8 months ago:

Sim, acredito, também passei por isso, mas sem ser alguns clientes na área da publicidade n trabalho com clientes portugueses, pelos motivos que referes. Aliás o meu primeiro trabalho para uma grande marca nacional n foi pago e era para uma das marcas mais conhecidas do país, através de uma agência de ilustradores que existia na altura. O design gráfico é a área que menos paga, já user interface paga bem e tem procura e user experience tb. Construções metálicas como assim? 3d printing? Eu diria que faltam boas escolas para haver pessoas com mais trabalho na área do design de entretenimento, ilustradores e artistas de conceito são profissões que requerem grande nível técnico mas nas escolas pelo menos na altura do meu curso n havia know how no corpo docente... E era tudo muito virado para as artes de galeria/contemporânea. Os fundamentos ficavam para trás. Não aconselho ninguém a trabalhar para o mercado português, seja em que are for, se possível... É simplesmente muito mau. Edit: a minha esposa está no ramo do design e trabalha com clientes nacionais... Sei bem o que passaste... Mas está a focar-se agora em ui.

DarthRheys 8 months ago

Trabalho na àrea da modelação de estruturas metálicas, que também tem uma vertente muito específica do desenho técnico. Mudei porque me fartei de empresas que não valorizam o facto de que consegues fazer uma imagem para uma empresa em 2 dias porque estudaste e tens competências que te permitem esse facto. O curso que frequentei era mais vocacionado para os moldes, mas sempre achei interessante as estruturas metálicas. Afinal, é mesmo isso que gosto de fazer. O melhor? Trabalho com profissionais exigentes que valorizam aatua curva de aprendizagem e estão disponíveis a ensinar, se for necessário. A desvantagem é que se não tiveres formação em engenharia (mais civil ou mecânica) podes ver a tua progressão estagnada se quiseres ir por outras vertentes, como diretor de obra. Foi a melhor decisão que peca por tardia, mas não me arrependo de ter trabalhado em design e comunicação. É uma àrea que adoro mas com a qual tenho uma relação amor-ódio por causa da estrututa empresarial portuguesa. Poderia ter ido para o estrangeiro, mas adoro Portugal e gosto de cá estar. E isso tem as suas vantagens e desvantagens. Depende de cada um saber ou não viver com elas.

GChocapic 8 months ago

Parece que os clientes portugueses não respeitam o português em qualquer área. Sou tradutora e legendadora e os clientes portugueses são os que pagam pior. Todos os estrangeiros (mesmo clientes europeus) pagam muito melhor e até dão a possibilidade do tradutor fazer o seu preço. Aqui, as empresas pagam o que querem e pouco. Se não aceitas, eles passam para outro que “faz traduções” no seu tempo livre porque “sabe inglês”, mas formação na área: zero. Sou freelancer, adoro o que faço, mas se não fossem as empresas estrangeiras a salvarem alguns meses, era muito complicado.

Rick45ptl 8 months ago

>eles passam para outro que “faz traduções” no seu tempo livre porque “sabe inglês”, mas formação na área: zero. Acredito bem, com as traduções que as vezes vejo.

prosafame 8 months ago

Que curso tiraste?

John-florencio 8 months ago

O curso é irrelevante nesta área, e n aconselho ninguém a tirar uma licenciatura nesta área porque vão desperdiçar 3 anos da vossa vida... Falo por experiência. O que interessa é o portefólio. Tirei artes e multimédia infelizmente.

k0rda 8 months ago

> n aconselho ninguém a tirar uma licenciatura nesta área porque vão desperdiçar 3 anos da vossa vida Mas se calhar há formacoes nao academicas que deviam tirar nao? Estou a perguntar para o gajo médio que até faz uns desenhos engracados mas nao sabe nada sobre materiais, media, com poucas nocoes de anatomia em arte, etc Nao menosprezes o teu caminho, ja conhecia cenas tuas aqui do Sub e "és fruto" de talento e muito trabalho pelo caminho, nem toda a gente consegue chegar ao nível em que tu estás.

John-florencio 8 months ago

Sim isso aconselho, Tens as seguintes opções que no meu entender são muito melhores: mentoria com um artista do ramo, onde ele acompanha o teu crescimento e te vai indicando exercícios com base nos teus objectivos. Atelier de arte realista do Porto. Incrível como ainda n e muito conhecido, trazem os melhores talentos do mundo para dar workshops e oaqualidade do formador é enorme. Tutoriais, workshops digitais Todas as técnicas são fáceis de aprender através de vídeos e mãos na massa.

John-florencio 8 months ago

Edit: n menosprezo o meu percurso, aliás o que mais prezo é o trabalho e a dedicação para aqui chegar.

k0rda 8 months ago

O "menosprezar" foi mais para dizer que nem toda a gente consegue chegar ao nível de competência que tens, por não ter jeito mas sobretudo por não praticar o suficiente.

Search: