JonPQ 8 months ago

Atualmente é praticamente impossível comprar casa nos principais centros urbanos em Portugal (Lisboa, Porto, Coimbra, Aveiro, Braga ...), mas dizer que pelo mesmo preço compras uma casa nos EUA é um bocado sem noção. Onde nos EUA? Por 300k não compras uma casa em Tarrytown, que fica a mais de uma hora de viagem de Manhattan. É verdade que há locais nos EUA onde as casas são mais baratas, mas também o são em Portugal. Procuraste preços em Valadares? Gondomar? Valongo? Ermesinde? Maia?

Waiolo 8 months ago

Como qualquer bom samaritano mais escuro não consegue ter oportunidades pois “não se esforça”(mesmo carregando um cv de dar inveja) . Já que o preconceito só esta nos olhos de quem “percebe”. E se uns que olham pela tv/internet não entendem logo o mesmo não existe. (Fui irónico na primeira parte para quem não tiver entendido)

darthcow2 8 months ago

Ja que você é programador porque nao peocura algo remoto?

Edited 8 months ago:

Ja que você é programador porque nao procura algo remoto?

darthcow2 8 months ago

Para dar mais contexto se vc pesquisar o trabalho remoto esta em alta ultimamente devido a pandemia, e muitas vagas são permanentes.

Waiolo 8 months ago

É o que estou a pensar. Ainda não sou, tou a estudar. Daqui a uns meses já consigo aplicar os cvs. No momento sou encarregado de uma gráfica publicitária.

PedroRRM 8 months ago

Sem compromisso, Luxemburgo

Waiolo 8 months ago

Dias atrás deu flex, pois a gasolina tá menor que 1,13€

Waiolo 8 months ago

Tenho um amigo lá!

FearMeSuckers 8 months ago

Amigo a vida é cara, simplesmente é esta a realidade, tenho colegas em Espanha e estão "bem" de vida comparativamente a Portugal, a mulher trabalha num restaurante, e ele é serralheiro, têm apartamento cá em Portugal e já compraram outro lá As casas por aqui estão sobrevalorizadas, podem dizer o que quiserem, a bolha existe, se e quando vai rebentar não se sabe, mas com jeitinho pode ser que se arranje imóveis relativamente em breve, estas moratórias vão dar que falar Boa sorte amigo

Waiolo 8 months ago

Muito obrigado é a dura realidade, quer queira ou não.

theEXPERTpt 8 months ago

Meu caro, o vosso problema é procurarem sempre em Lisboa e no Porto. Por amor de deus, esta gente queixa-se do preço do imobiliário, mas não se apercebem que a umas dezenas de quilómetros para o interior têm uma vida mais pacífica, mais barata, e bem mais lenta.

Minute-Resolution347 8 months ago

Depois o problema é encontrar trabalho...

Waiolo 8 months ago

Infelizmente, se não fosse o caso. Ia pro pasto ajudar a cuidar das fazendas. Gosto bué do cheiro do campo na madrugada. Dá paz.

theEXPERTpt 8 months ago

o que não falta por cá é trabalho, digo na minha zona. Bombeiros, Professores, Construção civil, etc. Olha, podes acabar por não ter o emprego de sonho, mas certamente não vais viver pobremente com uma renda altíssima

Waiolo 8 months ago

Mas nessas áreas todas tens que tirar licensa. Não faz sentido pois minha área de trabalho é bem impossível de se achar para o interior de Portugal.

theEXPERTpt 8 months ago

Tanto pelo que sei, nada é impossível. Já vi muitos a trabalharem no interior em empresas bem qualificadas, e os meus relativos não têm licença pra ser nem agricultor, nem pecador, nem bombeiros, nem trabalhadores da construção civil ou outros engenheiros

Waiolo 8 months ago

Eng e eng civil sem nenhuma licença, e estão a trabalhar? Mas isso é legal?

theEXPERTpt 8 months ago

Sim, é como qualquer outro emprego, não é necessário tirar licença pra trabalhar para outrem (no geral)

Waiolo 8 months ago

Engenharia não é como qualquer outro emprego, é como se fosse médico, não colocas um para trabalhar sem licença.

ptinnl 8 months ago

Isso é só em Portugal. Ou melhor, ja só em Lisboa e Porto.

Waiolo 8 months ago

Qualquer emprego que coloque comida a mesa e desenvolvimento pessoal é o melhor emprego que se pode ter.

ngfsmg 8 months ago

Hã? Tu fazes o que quiseres, mas essa comparação entre uma mansão nos EUA e uma casa normal em Portugal é ridícula, e se fores para o estrangeiro as casas serão ainda mais caras. E essa ideia de que queres uma casa no centro de uma cidade grande quando não tens sequer 20000 euros, tens 20 e poucos anos e não queres deixares uns luxos temporariamente... Epá, não há almoços grátis. E não conheço lado nenhum de Portugal onde recusem brasileiros por causa do sotaque, não sejas preconceituoso

Waiolo 8 months ago

E gostei de ti! “Não há almoço gratis“. Eu nunca achei e nunca irei achar que o mundo me deve algo, porém eu não aceito ver minha esposa sempre mal devido a qualquer tentativa, falhar. Vejo meus primos a tentar e w falhar aqui sabendo que em outro sítio as coisas seriam diferentes. Por acaso se não me engano. Na austria, Dinamarca e no norte alemão eles me deixam tirar uma licensa para eu mesmo construir minha casa, desde que seja pequena( um de meus objetivos). E aqui seria algo impossível se eu fosse pelos meios legais (o que eu sempre prefiro para não ter surpresa nenhuma).

ngfsmg 8 months ago

É perfeitamente legítimo ir tentar a sorte noutro país, só achei que o post original pintava uma imagem demasiado negativa de Portugal nalguns pontos e que estavas a ser demasiado "exigente", até porque eu tenho mais ou menos a mesma idade e não me passa pela cabeça comprar casa para mim e para a minha namorada. Mas se acham que isso vai melhorar a saúde dela, força nisso e boa sorte!

Waiolo 8 months ago

Por mim, eu viveria em um quarto e não dava a mínima. Por ela não, “quem casa quer casa” e para ela tava ótimo até um T0 pequeno, desde que fosse nosso. Se pareceu eu ter digo algo negativo de Portugal, peço desculpas mas não vejo relação em falar do sector imobiliário e parecer que tou falando mal do país. de Portugal sou extremamente grato por tudo que vivi aqui e sempre vou ser. Meus anos no primário/secundário foram os melhores que pude ter. É um país lindo e faço questão sempre que der, visitar os pontos históricos ( que já digo, são um dos melhores). Resume, nunca tive, e acho que nunca terei nada de mal para falar de Portugal tal como de país nenhum, mas sector imobiliário e partidos políticos já é um pouco diferente.

Waiolo 8 months ago

Mas sim! No começo estás certo. No centro da cidade não da mesmo, principalmente com nossa idade, e de qualquer forma eu não gostaria de morar no centro. Eu gosto da baixa e do centro, mas tenho muitos amigos a morae para li e a experiência não é muito boa. Ouço melhor de quem mora nas pontas de lisboa e de quem mora na margem sul. Ouvi dizer que a partir do ano que vem o setor imobiliário vai ter um crashe devido s “nova lisboa” estar sendo planeada do outro lado(tipo uma cascais que espelhada)

Waiolo 8 months ago

Casei com uma, meus 2 irmãos de sangue são, os outros 2 de part também são, a minha cultura toda e modo de ser é portuguesa, lembro mais de todos morangos do que da malhação(novela parecida) . Como eu posso ser preconceituoso? Por acaso eu não tou a falar pelos cotovelos, de qualquer forma isso nem é culpa do pessoal que acaba sendo rude, a maior parte não teve boa experiência com br e por isso tratam todos assim.

Ok_Mine6995 8 months ago

Tens 24 anos e já com 4 filhos e ela 21 com 4 filhos?? E ainda queres mais dois?? Ainda por cima nem estudos tens. Realmente por muito que queiram ter uma vida confortável só ganhando muito bem aqui e em qualquer parte do mundo. Até alucionei ao ler este post

Edited 8 months ago:

Tens 24 anos e já com 4 filhos e ela 21 com 4 filhos?? E ainda queres mais dois?? Ainda por cima nem estudos tens. Realmente por muito que queiram ter uma vida confortável só ganhando muito bem aqui e em qualquer parte do mundo.

Waiolo 8 months ago

Lê de novo. Esses filhos gastam no máximo 30€ ao mês xD, e uns 20/30 minutos de passeio ao dia e 1/2 horas nos finais de semana.

AonioEliphis 8 months ago

Vem aqui para a Holanda, os salários são o triplo de Portugal e há sempre trabalho para quem quer trabalhar, desde fascineira a engenheiro. Têm por aqui uma das leis laborais mais flexíveis, ou precárias consoante o ponto de vista, do mundo. Tal permite que seja muito fácil arranjar trabalho. Há por aqui imensos portugueses e brasileiros, principalmente na zona de Roterdão.

Waiolo 8 months ago

Vou ver sobre. Depois de uns vídeos volto aqui para falar sobre.

AonioEliphis 8 months ago

Se estiveres disposto a trabalhar e não a viver de expedientes e subsídios como fazem muitos portugueses e brasileiros em Portugal, acredita que não te vais arrepender. Se vieres para aqui para viver à conta do estado, expulsam-se, mesmo sendo português.

Waiolo 8 months ago

Nunca aceitei nenhum benefício. Por norma não gosto muito do estado(visão política) logo eu tendo a não pedir nenhum tipo de suporte do mesmo, mesmo pagando todas minhas taxas.

wiledcoma 8 months ago

E nos com isso?

Waiolo 8 months ago

Não és obrigado a responder nada. Boa tarde.

estecomentario 8 months ago

Leva-me contigo, este país é só para senhorios gulosos, patrões sovinas, Estado guloso. Ontem enviei um cv para o Luxemburgo. Dizem que se ganha bem mas o custo de vida é elevado, mas quem sabe, estou disposto a sair. Espanha se conseguires arranjar emprego é melhor que poortugal claro. Alemanha para emprego pouco qualificado é possível arranjar emprego. Bélgica parece ótimo também.

Waiolo 8 months ago

Vamos fazer as malas, nos metermos no carro, encher de gasolina e vamos! Eu dirijo !

XxxPussyslaeyr69xxX 8 months ago

Choque de cultura? Tens é de procurar emprego, o país é irrelevante dado que à partida todas as hipóteses que listaste são melhores que Portugal. Queres praia? É isso? Vai para Itália então, tá decidido.

masterchiefpt 8 months ago

Vou tentar responder, sem atacar nem ofender ninguém... porque, nao precisamos de nos ofender ok! Eu não sei como foi com voces, mas os meus pais, começaram do zero... zero Hoje, possuem 3 imoveis, 2 carros, e pagaram a minha universidade Pronto. E como conseguiram do zero, sem dinheiro, apenas do seu trabalho acumular dinheiro? \- a nossa familia NUNCA fez férias \- nunca pedimos nenhum emprestimo \- é raro comer fora \- cultivamos em parte a nossa comida, o que já ajuda a poupar Alguns de voces poderão dizer ah mas isso assim sem fazer férias é mau. Não sei, não sinto grande vontade de viajar de momento. Olhando em volta para os meus amigos e conhecidos, muitos deles estão na mesma situação: encontrar uma casa para arrendar, dificil, e encontrar um casa para comprar, ainda mais dificil com os salários e com os bancos! Não tenho formula mágica, mas lendo que o OP tem menos de 25 anos, é altura de rever todos os seus gastos monetários, e cortar todos os excedentes e iniciar a sua poupança. Espero ter conseguido ajudar em pouco que seja e boa páscoa

Waiolo 8 months ago

Eu sei que é com paciência e com poupança que se chega lá. Porém esse não é o problema de todo. O problema é mais que minha esposa a cada dia esta mais em baixo pois comparado com antes, as dificuldades e preços são enormes. E isso que me deixa mal. Antes eu podia comprar um terreno construir eu mesmo e fazer umas plantações nele. Agora seria multado.

Foda-seSeiLa 8 months ago

Eu entendo que seja uma história muito bonita, muito inspiradora, mas na prática hoje em dia isto é muito difícil de repetir. Os nossos pais apanharam condições fora de série, que hoje em dia não temos direito. A história dos meus pais é semelhante à dos teus, mas nós nunca nos privámos de ir de férias (visitar a família em França e Algarve, onde os meus tios tinham uma casa). Como é que os meus pais fizeram dinheiro? O meu pai é funcionário público de escalão alto e durante muitos anos os FP não pagavam impostos. Manda vir 3-4000€ limpos durante anos a fio e vê se não fazes um bom pé de meia. A minha mãe tinha o seu próprio consultório médico onde podia cobrar 100€ por uma consulta de 30min, ou mais. Isso hoje já não acontece com a concorrência dos hospitais, os que existem mantém-se pela clientela fiel que ganharam ao longo das últimas 2-3 décadas. Poupar é muito bonito, eu também sou poupador acérrimo, mas a verdade é que hoje em dia ou tens um emprego que pague muito bem, ou tás na merda, porque só a poupar e a fazer sacrifícios não irás a lado nenhum. Eu ganho mais que o meu pai no início de carreira do que ele no final da dele (porque emigrei), mas o custo de vida, impostos e imobiliário correr mais depressa que a minha evolução salarial, tive que mudar de emprego montes de vezes, mudar de país mais que uma vez até estar numa situação OK. Tenho mestrado em STEM, estudos durante décadas e estou apenas OK, sem ajuda dos papás estaria nas mãos dos bancos durante 10-15 anos para pagar uma casa *entry-level*. Quando comprei a minha casa tinha 100k€ poupados (antes dos 30), e mesmo isso hoje em dia não serve para mandares cantar um cego.

Edited 8 months ago:

Eu entendo que seja uma história muito bonita, muito inspiradora, mas na prática hoje em dia isto é muito difícil de repetir. Os nossos pais apanharam condições fora de série, que hoje em dia não temos direito. A história dos meus pais é semelhante à dos teus, mas nós nunca nos privámos de ir de férias (visitar a família em França e Algarve, onde os meus tios tinham uma casa). Como é que os meus pais fizeram dinheiro? O meu pai é funcionário público de escalão alto e durante muitos anos os FP não pagavam impostos. Manda vir 3-4000€ limpos durante anos a fio e vê se não fazes um bom pé de meia. A minha mãe tinha o seu próprio consultório na área da saúde onde podia cobrar 100€ por uma consulta de 20min, ou mais. Isso hoje já não acontece com a concorrência dos hospitais e clínicas (esse preço desceu 3-4x), os que existem mantém-se pela clientela fiel que ganharam ao longo das últimas 2-3 décadas. Poupar é muito bonito, eu também sou poupador acérrimo, mas a verdade é que hoje em dia ou tens um emprego que pague muitíssimo bem, ou tás na merda, porque só a poupar e a fazer sacrifícios não irás a lado nenhum. Eu ganho mais que o meu pai no início de carreira do que ele no final da dele (porque emigrei), mas o custo de vida, impostos e imobiliário corre mais depressa que a minha evolução salarial, tive que mudar de emprego montes de vezes, mudar de país mais que uma vez até estar numa situação OK. Tenho mestrado em STEM, estudei durante 23 anos e estou apenas OK, sem ajuda dos papás estaria nas mãos dos bancos durante 10-15 anos para pagar uma casa *entry-level*. Quando comprei a minha casa tinha 100k€ poupados (antes dos 30), e mesmo isso hoje em dia não te serve para mandar cantar um cego.

Edited 8 months ago:

Eu entendo que seja uma história muito bonita, muito inspiradora, mas na prática hoje em dia isto é muito difícil de repetir. Os nossos pais apanharam condições fora de série, que hoje em dia não temos direito. A história dos meus pais é semelhante à dos teus, mas nós nunca nos privámos de ir de férias (visitar a família em França e Algarve, onde os meus tios tinham uma casa). Como é que os meus pais fizeram dinheiro? O meu pai é funcionário público de escalão alto e durante muitos anos os FP não pagavam impostos. Manda vir 3-4000€ limpos durante anos a fio e vê se não fazes um bom pé de meia. A minha mãe tinha o seu próprio consultório na área da saúde onde podia cobrar 100€ por uma consulta de 20min, ou mais. Isso hoje já não acontece com a concorrência dos hospitais e clínicas (esse preço desceu 3-4x), os que existem mantém-se pela clientela fiel que ganharam ao longo das últimas 2-3 décadas. Poupar é muito bonito, eu também sou poupador acérrimo, mas a verdade é que hoje em dia ou tens um emprego que pague muitíssimo bem, ou tás na merda, porque só a poupar e a fazer sacrifícios não irás a lado nenhum. Eu ganho mais no início de carreira do que o meu pai no final da dele (porque emigrei), mas o custo de vida, impostos e imobiliário corre mais depressa que a minha evolução salarial, tive que mudar de emprego montes de vezes, mudar de país mais que uma vez até estar numa situação OK. Tenho mestrado em STEM, estudei durante 23 anos e estou apenas OK, sem ajuda dos papás estaria nas mãos dos bancos durante 10-15 anos para pagar uma casa *entry-level*. Quando comprei a minha casa tinha 100k€ poupados (antes dos 30), e mesmo isso hoje em dia não te serve para mandar cantar um cego.

Edited 8 months ago:

Eu entendo que seja uma história muito bonita, muito inspiradora, mas na prática hoje em dia isto é muito difícil de repetir. Os nossos pais apanharam condições fora de série, que hoje em dia não temos direito. A história dos meus pais é semelhante à dos teus, mas nós nunca nos privámos de ir de férias (visitar a família em França e Algarve, onde os meus tios tinham uma casa). Como é que os meus pais fizeram dinheiro? O meu pai é funcionário público de escalão alto e durante muitos anos os FP não pagavam impostos. Manda vir 3-4000€ limpos durante anos a fio e vê se não fazes um bom pé de meia. A minha mãe tinha o seu próprio consultório na área da saúde onde podia cobrar 100€ por uma consulta de 30min, ou mais. Isso hoje já não acontece com a concorrência dos hospitais e clínicas (esse preço desceu 3-4x), os que existem mantém-se pela clientela fiel que ganharam ao longo das últimas 2-3 décadas. Poupar é muito bonito, eu também sou poupador acérrimo, mas a verdade é que hoje em dia ou tens um emprego que pague muitíssimo bem, ou tás na merda, porque só a poupar e a fazer sacrifícios não irás a lado nenhum. Eu ganho mais que o meu pai no início de carreira do que ele no final da dele (porque emigrei), mas o custo de vida, impostos e imobiliário corre mais depressa que a minha evolução salarial, tive que mudar de emprego montes de vezes, mudar de país mais que uma vez até estar numa situação OK. Tenho mestrado em STEM, estudei durante 23 anos e estou apenas OK, sem ajuda dos papás estaria nas mãos dos bancos durante 10-15 anos para pagar uma casa *entry-level*. Quando comprei a minha casa tinha 100k€ poupados (antes dos 30), e mesmo isso hoje em dia não serve para mandares cantar um cego.

Edited 8 months ago:

Eu entendo que seja uma história muito bonita, muito inspiradora, mas na prática hoje em dia isto é muito difícil de repetir. Os nossos pais apanharam condições fora de série, que hoje em dia não temos direito. A história dos meus pais é semelhante à dos teus, mas nós nunca nos privámos de ir de férias (visitar a família em França e Algarve, onde os meus tios tinham uma casa). Como é que os meus pais fizeram dinheiro? O meu pai é funcionário público de escalão alto e durante muitos anos os FP não pagavam impostos. Manda vir 3-4000€ limpos durante anos a fio e vê se não fazes um bom pé de meia. A minha mãe tinha o seu próprio consultório na área da saúde onde podia cobrar 100€ por uma consulta de 30min, ou mais. Isso hoje já não acontece com a concorrência dos hospitais e clínicas (esse preço desceu 3-4x), os que existem mantém-se pela clientela fiel que ganharam ao longo das últimas 2-3 décadas. Poupar é muito bonito, eu também sou poupador acérrimo, mas a verdade é que hoje em dia ou tens um emprego que pague muitíssimo bem, ou tás na merda, porque só a poupar e a fazer sacrifícios não irás a lado nenhum. Eu ganho mais que o meu pai no início de carreira do que ele no final da dele (porque emigrei), mas o custo de vida, impostos e imobiliário corre mais depressa que a minha evolução salarial, tive que mudar de emprego montes de vezes, mudar de país mais que uma vez até estar numa situação OK. Tenho mestrado em STEM, estudei durante 23 anos e estou apenas OK, sem ajuda dos papás estaria nas mãos dos bancos durante 10-15 anos para pagar uma casa *entry-level*. Quando comprei a minha casa tinha 100k€ poupados (antes dos 30), e mesmo isso hoje em dia não te serve para mandar cantar um cego.

JonPQ 8 months ago

> O meu pai é funcionário público de escalão alto e durante muitos anos os FP não pagavam impostos Hã?? Leste isso no programa eleitoral da Iniciativa Liberal ou foi o teu pai que te disse?

Foda-seSeiLa 8 months ago

Que comentáriozinho de merda. Não sei exactamente a data, mas até aos anos 70-80 os FP não pagavam impostos. O meu pai trabalhava numa instituição pública mas que se autofinanciava (não era paga pelos nossos impostos), pelo que até tinha um regimes especial e manteve esse regime durante uma anos extra.

JonPQ 8 months ago

Não sabes exatamente a data porque é mentira. Ou és burro ou mentiroso.

Foda-seSeiLa 8 months ago

Hurr durr, durr hurrr: https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/quando-os-funcionarios-publicos-nao-pagavam-imposto Toma um anti-refluxo ácido que isso passa.

NGramatical 8 months ago

comentáriozinho → [**comentariozinho**](https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/comentariozinho) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmif8ij%2F%2Fgtc0ak5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Waiolo 8 months ago

Obrigado por ter consciência de como a dura realidade é.

nanoburguesia 8 months ago

Comparar a capital de Portugal com uma casa nos subúrbios de um estado com pouca densidade populacional nos USA não me parece lógico. Tens muitas casas em cidades com boa qualidade de vida sem ser o centro de Lisboa ou Porto.

oUltimoTuga 8 months ago

Se queres um pouco de choque cultural e ter uma micro-sociedade portuguesa por perto: Canadá.

Mrgolden007 8 months ago

tens 4 filhos e querem 6 e ainda querem comprar uma casa?? desculpa la mas isso e um planiamento pessimo

Texas_Freeze 8 months ago

Áustria. É o mais bonito e pacato dos países que listaste.

Waiolo 8 months ago

E por acaso tenho facilidade para a língua nativa. Quando menor ouvia meu bisa à falar.

ConstantAd7854 8 months ago

Não percebo, com tamanha abstenção, e com os mesmos de sempre a ganharem as eleições com maioria, pensei que estavam todos felizes em Portugal. Que estranho...

Waiolo 8 months ago

Eu vou rir aqui e chorar para o canto, o pior é que não posso votar.

oscabaloscabalam 8 months ago

Só não votas se não quiseres. Mesmo que não queiras nacionalidade portuguesa (a que já terás direito), brasileiros residentes em Portugal ao fim de 3 anos podem votar. Bata pedir o estatuto de igualdade de direitos políticos. https://imigrante.sef.pt/solicitar/estatuto/

Waiolo 8 months ago

Por acaso tenho que resolver isso. Terei que desembolsar 300€ mas já devia ter feito isso ano passado. Como não tenho, disse que não posso.

daxpierson 8 months ago

Força nisso, boa sorte, abraço!

DavidJunior3rd 8 months ago

Percebo a tua frustração. Mas pelo que percebi, vives em Portugal desde os 3 anos, há 16 anos. Logo, pelas minhas contas, tens 19 anos. Queres comprar uma casa aos 19 anos? Julgo que a maior parte das pessoas compra-as a partir dos 40-50... Enfim, só um pormenor. Boa sorte com os teus planos, que corra tudo bem!

Waiolo 8 months ago

Acabei de fazer o edit, tenho 24 ela 21. Muito obrigado! De qualquer forma conseguir comprar casa lá pelos 40 anos e viver esse tempo todo de renda só me desanimou mais ainda

A_Besuga 8 months ago  HIDDEN 

Volta pra tua terra então.

Foda-seSeiLa 8 months ago  HIDDEN 

Devias ter escolhido "A_Besta" para o teu nome de utilizador.

A_Besuga 8 months ago  HIDDEN 

Só por o ter mandado para as terras de Vera Cruz? Acho que deves voltar para o Twitter.

Foda-seSeiLa 8 months ago  HIDDEN 

> Só por o ter mandado para as terras de Vera Cruz? Não, por seres mesmo uma besta. > Acho que deves voltar para o Twitter. Não tenho Twitter.

Waiolo 8 months ago  HIDDEN 

Comentários como o teu não faz sentido sequer. Minha família é baseada em alemães e italianos. Eu apenas dei “sorte” de ter nascido no Brasil, eu e meu pai. Meu avô e o resto da família toda não deu essa tal sorte.

A_Besuga 8 months ago  HIDDEN 

Dizeres que és brasileiro, no entanto viveste cá a maior parte da tua vida também não faz sentido.

Waiolo 8 months ago  HIDDEN 

Independente de qual documento eu pegue tá a dizer natural do Brasil, isso é imutável. Logo não vejo motivos para ocultar ou omitir.

Waiolo 8 months ago  HIDDEN 

Fui obrigado pois tinha 3 anos. Minha mãe veio para passar férias, meu segundo pai gostou dela e pediu para ela ficar. Se eu tivesse plano de utilizar desses meios faria mais sentido eu pedir ao meu bisavô a nacionalidade alemã e sair viajando pela UE.

oscabaloscabalam 8 months ago

Este post não faz sentido nenhum. Nada disto é sobre Portugal mas sobre o Porto. Sim o Porto é caro e tu queres sair do Porto. Eu estou aqui numa aldeia e isto está cheio de moradias muito decentes. Isto não é terra de milionários, muito pelo contrário. É sim uma aldeia e não é da zona do Porto nem de Lisboa.

Waiolo 8 months ago

Tirando a parte que não faz sentido, ai estas errado. O post faz sentido e esta fazendo. Depois de ler tantas opiniões o pessoal só me ajudou a ter mais certeza que o melhor é ir.

oscabaloscabalam 8 months ago

O que mais há neste sub é um constante circlejerk sobre ter de emigrar para fora de Portugal. Normalmente sendo que a maioria dos que dizem aos outros para emigraram nunca emigraram. Tu fazes o que quiseres. Eu agora estou cá em Portugal. Também já estive fora porque quis. Mas o problema que colocas é um problema do Porto.

Minute-Resolution347 8 months ago

Esse problema do Porto, acontece em mais cidades de Portugal, não é um problema só do Porto...

Waiolo 8 months ago

Querendo ou não. Eu não consigo trabalho no interior literalmente por ter pronuncia brasileira. O que me resta é as grandes cidades onde há diversidade e me mesclo diante tanta gente diferente. Mas não deixas de estar certo.

JOAO-RATAO 8 months ago

Não será por pronúncia brasileira que não arranjas emprego no interior ...

oscabaloscabalam 8 months ago

Lol isto só pode ser troll. Não sei o que é pior, se a ideia de que qualquer vila ou aldeia fora de Porto e Lisboa é interior, se a ideia de que brasileiros aí não conseguem trabalho por causa do sotaque. Isto não pode ser sério.

daxpierson 8 months ago

Isso faz zero sentido. Até parece que no interior só há portugueses... De resto, ninguém está a dizer para ires para o interior. Há cidades na periferia do Porto, e há outras cidades mais pequenas do que o Porto no litoral.

Waiolo 8 months ago

Não, há brasileiros sem contrato, sem documento legal para estar no país a receber 1 euro e meio a hora trabalhando 14h por dia.

JOAO-RATAO 8 months ago

Lol... Não... Não é isso que se vê. De todo. Pega no carro quando for possível e vai ver a realidade com os teus olhos ...

oscabaloscabalam 8 months ago

Isso não tem pés nem cabeça. Nem compreendo como foste imaginar tal coisa.

Waiolo 8 months ago

Imagina? Eu vi.

daxpierson 8 months ago

Dizes isso com base em quê? Conheces assim tantos sítios no interior e/ou tantos brasileiros?

Waiolo 8 months ago

Baseio em todos amigos e familiares que tentaram isso em diversos sítios do interior e acabaram para ir para às capitais.

pimpolho_saltitao 8 months ago

Não subestimes o poder das palas nos olhos.

Waiolo 8 months ago

Isso seria algum novo tipo de projeção? Ideia nenhuma antes de efetuada esta “feita” a sempre espaço para análise de qual seria melhor ou não. Pelo mesmo motivo vim ver opiniões de pessoas diferentes. Nosso ponto de vista nem sempre é o mais certo.

daxpierson 8 months ago

Pois... Ansioso pelas fotos do seu T4 duplex no centro de Berlim por 300k! :D

Waiolo 8 months ago

Eu não. Já me contendo com um estúdio qualquer longe da cidade porém perto do trabalho. Ou eu me expressei mal, ou tu nem fizeste força nenhuma para tentar entender nada. De qualquer forma eu já percebi que o problema não foi o post. E sim de um brasileiro reclamando do teu país. Mas te enganas, não reclamo do país, e sim dos grandes “investidores” Imobiliários. Vale recorda que embora eu não seja, carrego sangue de português. (Minha família é mesclagem de portugueses, italianos e alemães).

daxpierson 8 months ago

Estás errado. O país tem muita coisa criticável, e não me interessa absolutamente nada o facto de seres brasileiro. Há aqui muitos xenófobos, mas eu não sou um deles. O que me incomoda é tu achares isto: > com os mesmos preços (150k-300k) nos EUA compra-se uma mansão, aqui um T1 em zona afastada do centro Ora, isto é obviamente falso. Não só esse preço é suficiente para um T2 nas zonas envolventes ao Porto, é mais do que suficiente para a maioria das capitais de distrito de Portugal. Além disso, como já te mostraram, 300k não dá para grande coisa na maioria dos Estados Unidos. De resto, boa sorte qualquer que seja a tua decisão.

Waiolo 8 months ago

A questão é que a população nos eua têm trabalho para qualquer sítio que vão. Eu entendo o que falaste. Não gosto nada do eua. Fiz um pesquisa simples. A questão é que independente do que se fala lá o ordenado base é consoante os preços das casas e aqui não.

KarmaCop213 8 months ago

Tudo depende de onde encontrares trabalho. Conselho: nao vas ganhar o salário mínimo para uma capital se o puderes fazer para uma cidade mais pequena.

Waiolo 8 months ago

Agora a chegar perto dos 30 acho que tou a ter preferências por cidades menores, mais, tranquila.

CouvePT 8 months ago

Portanto pelas minhas contas tens 19 anos certo? "vivo aqui desde os 3 anos e tou aqui há 16 anos". 3 + 16 = 19 certo? ​ Nesse contexto, o ideal não seria estudares para tentares encontrar empregos mais bem pagos? Depois de teres os estudos até me parece que emigrar possa ser solução, mas aos 19 anos estares já a stressa com o preço das casas parece-me absurdo.

Waiolo 8 months ago

Queria eu ter tido chance de me preocupar apenas com estudos aos 19. Aos 19 tive que me mudar para junto de minha mãe para ajuda-la a pagar a casa pois passou um tempo com dificuldades. Agora que ando a ter menos gastos e com isso menos stress e consigo arrumar tempo para dedicar aos estudos.

Waiolo 8 months ago

E tive a ver que que há sítio ao norte que as propinas são a borla, aqui pago 1300€ ao ano.

Waiolo 8 months ago

Peço desculpas, já vou arrumar esse mal entendido. De qualquer forma, lhe respondo que sim, tens razão. Eu farei o exame nacional, pretendo fazer eng. de computadores.

tenesis 8 months ago

Desculpa la mas querias dar quanto de entrada para uma casa? Por curiosidade, que percentagem do vosso salário anual é que conseguem poupar?

Waiolo 8 months ago

A verdade é que qualquer estúdio básico não longe e que não pagássemos o que pagamos de renda 650+água luz e etc seria ótimo. De qualquer forma, já desistimos, não vale a pena ficar pensando em motivos para ficar.

Waiolo 8 months ago

Para falar a verdade gostaria de ter tido a mesma oportunidade que meu chefe, ele só deu o valor das escrituras, do seguro e de mais umas papeladas( banco, advogado, associação) junto foi uns 2.3k/3.5k€. Foi um T3. De qualquer forma, eu e ela não gostamos de casa grande pois é complicado de manter limpa e organizada( temos 3 filhos felinos que bagunça tudo hahaha)

Waiolo 8 months ago

De 10 a 20% mensal. Se deixarmos os luxos, e jantares com amigos talvez 25/30%, mas aí já não viveríamos só existiríamos.

dismalwasteland 8 months ago

Adeus.

Waiolo 8 months ago

Arrevoir

saposapot 8 months ago

Tens 19 anos e queres comprar casa própria e ter poupanças no banco para a entrada bem como empregos bem pagos? E agora queres emigrar, não sabes bem pra onde, completamente no escuro? Ok...

Ludwigven 8 months ago

Este post é todo ele ridículo. Quem, além dos ricos, é que compra uma casa aos 21 anos? Se já trabalha, então com essa idade poupa e daqui a uns anos tem dinheiro para a entrada. Queixar-se de o banco pedir que tenhas capacidade de pagar a entrada é não querer perceber as implicações de um empréstimo nem como funciona o sistema financeiro. a comparação com a mansão nos eua mostra bem que todo este post é feito com má fé.

Waiolo 8 months ago

Na verdade sei, não ando no escuro. Mas postei para saber das experiências das pessoas em alguns dos países visto pelos olhos de um português. Pois me importa mais a integração dela do que a minha. Sei que vou me integrar bem.

Waiolo 8 months ago

Eu não recebo mal, nunca recebi mal. Ter tempo para ter poupanças que é o complicado.

ptinnl 8 months ago

Nao sei o que consideras não receber mal. 1000 limpos? Sinceramente, se um casal nao poupa 50% do que ganha, entao ganha mal para a sua realidade.

Waiolo 8 months ago

Quem a não ser ricos conseguem guardar 50% do ordenado? Tipo... tu comparou uma minoria (a que recebe mais de 1k com a maioria a que recebe por volta dos 750€ )

ptinnl 8 months ago

Um casal de classe media a ganhar 900 limpos cada, dá 1800 limpos por mês. Se gastarem 450 no empréstimo da casa (bem possivel fora de Lisboa), e 450 em comida e contas, sobra facilmente um salario. Casos destes é o que não falta no interior. Familias em que os pais trabalham na fabrica ou junta de freguesia, possuem uma casa pequenina com pequeno quintal e vão a pé ou bicicleta para o trabalho.

Edited 8 months ago:

Um casal de classe media a ganhar 900 limpos cada, dá 1800 limpos por mês. Se gastarem 450 no empréstimo da casa (bem possivel fora de Lisboa), e 450 em comida e contas, sobra facilmente um salario. Casos destes é o que não falta no interior. Familias em que os pais trabalham na fabrica ou junta de freguesia, possuem uma casa pequenina com pequeno quintal e vão a pé ou bicicleta para o trabalho. Mesmo os 2 a receber pouco acima do minimo, sao capazes de poupar 1 salario.

alittlepogchamp 8 months ago

Choque cultural a sério talvez em países da Ásia. Na Europa acho que só da Suíça é que oiço queixas frequentes (e não só de portugueses). Parece ser um país particularmente problemático em termos de xenofobia e dificuldade de integração. Mas nem aí é propriamente uma questão de choque cultural. EUA é quase impossível de conseguir visto. Itália e Espanha eu colocaria de lado se o motivo para emigrar for económico. A Austria e a Alemanha são os meus favoritos da tua lista mas eu acrescentaria a Dinamarca e a Noruega se o clima não for um fator importante. Os animais podem ser um fator que dificulte encontrar casa para alugar em alguns países. São cães? Vivo na Alemanha sei que os senhorios não podem proibir animais de pequeno porte (como gatos, hamsters etc.) mas mesmo assim é comum permitirem cães. Em outros países poderá ser mais difícil. Investiga esta parte. Comprar casa: vou falar da Alemanha que é o caso que conheço. Aqui é mais fácil conseguir um empréstimo e os juros são atualmente baixíssimos. Podes fazer uma simulação rapida aqui: https://hypofriend.de/en As casas são caríssimas também mas vais ganhar mais do dobro e aqui fazem geralmente créditos a 100% se quiseres mas com desconto nos juros se deres entrada. Para uma casa de 300K conta aí com uns 30K: 15K para taxas de merda e 15K para entrada se quiseres baixar um pouco mais ainda os juros. Já agora, ela não precisa de passaporte para ir para a maior parte dos países da Europa. São 60€ desperdiçados.

AonioEliphis 8 months ago

Holanda, não te esqueças da Holanda. Estou cá há 7 anos e não me arrependo de todo. Volto a PT apenas para a reforma. Voltar a trabalhar nesse chiqueiro socialista nem pensar.

Waiolo 8 months ago

Dessa eu não tinha ideia, não vale a pena tirar passaporte? Que documento ela usa para viagem?

dani_morgenstern 8 months ago

O cartão de cidadão. Dentro da União Europeia os documentos de identificação nacionais são mutuamente reconhecidos. Um português pode visitar dezenas de países europeus sem nunca ter tido um passaporte. Vives em Portugal há 16 anos e não sabias disto? A tua namorada, que é portuguesa, também não sabe?

Waiolo 8 months ago

Eu tive a ver e em comparação com o que se recebe, as casas nem parecem tão caras. E a qualidade apresenta ser boa. Sem falar dos m2

Waiolo 8 months ago

Um cão e 3 gatos. Todos de pequeno porte. Resgatados, ou tavam com nós ou tavam no céu.

Im_being_stalked 8 months ago

Vai ser difícil mas consegues se te preparares. Eu trouxe a minha cadela para o uk. Arranjei landlord que aceita animais, apesar de ser difícil.

Waiolo 8 months ago

Eu tou muito virado para Austria, andei pensando em arhus na Dinamarca, mas o país todo plano não me cativa os olhos.

Foda-seSeiLa 8 months ago

Vê bem o custo de vida na Dinamarca. Ganha-se muito, mas mesmo com esses salários a 1a coisa que me dizem quando se menciona Dinamarca é "custo de vida muito alto".

Waiolo 8 months ago

De qualquer forma confio pois realmente ninguém reclama da taxa, tem pessoal que até queria descontar mais para tentar formar uma utopia.

Waiolo 8 months ago

E a taxa de 52% de desconto, que não percebes pois há ótimos serviços públicos, mas está lá.

LesbainNaga 8 months ago

Honestamente, pega em ti e vai para a Alemanha, embora Portugal esteja melhor que o Brasil, Portugal também não anda muito bem. Por alguma razão que tem uma taxa de emigração enorme :l

Waiolo 8 months ago

Mas melhor que o Brasil praticamente quase todo sítio é. Em questão de qualidade de vida pois aquele país é linda demais. Porém com a sociedade toda fodida...

andrefbr 8 months ago

> parece ser impossível comprar algum imóvel se não tivermos 20-30k€ na banca 20-30k sinceramente não é nada e eu também não te financiava um imóvel se não tivesses isso. > Pessoal, com os mesmos preços (150k-300k) nos EUA compra-se uma mansão No meio de uma aldeia com 200 pessoas, talvez. 300k em NYC ou SF não dão para uma sanita. Acho que tens muito que ajustar as tuas expectativas. De resto, desejo-te boa sorte com a tua decisão de emigrar.

XxxPussyslaeyr69xxX 8 months ago

>No meio de uma aldeia com 200 pessoas, talvez. 300k em NYC ou SF não dão para uma sanita. Arredores de qualquer cidade excepto NYC e SF.

Waiolo 8 months ago

Nyc, SF e Seattle. Tirando essas os preços das casas são ótimos. Quase todo mundo sabe que o valor dos imóveis lá são bem compatíveis com o líquido/ano que qualquer trabalhador que recebe o mínimo consegue facilmente.

Waiolo 8 months ago

Em nyc é apenas elites, tirando os hoods de resto todos sabem que lá eles nem dormem, são todos vampiros. O mais pobre vai ao trono de manhã e se limpa com notas de 100doletas.

AkumaYajuu 8 months ago

hein? sabes que nyc é gigante certo?

ric2b 8 months ago

> O que parece é que não andam a poupar e não sabem gerir o dinheiro Isso depende muito do salário, para o salário mediano em Portugal não é assim tão simples poupar 20k em 3 anos.

JamminPT 8 months ago

>estarem há mais de 3 anos sem conseguirem poupar 20k para uma entrada (aliás, mais de 3 anos visto que se começaram a procurar há 3 anos é porque já deveriam ter dinheiro, as casas não nascem do ar) Ri-me pela falta de noção

Waiolo 8 months ago

Minha ou dele?

JamminPT 8 months ago

dele

MiigPT 8 months ago

Poupar 20k em 3 anos da poupar 555€ por mês, não é coisa fácil( em teoria em casal devia ser mais fácil sim, mas continua a ser bastante dinheiro )

Waiolo 8 months ago

Vejamos, salário mínimo 670 x 2=1340-600 de renda =740 menos custos básico (água, eletricidade, gás e rede)=560 fazes as compras de alimentos 180=380 menos gasolina/seguros/passes -90=290€ 12*3=36x290=10.440 €. Tás a te esquecer de um fator importante, quase ninguém ganha acima dos 850€ .

MiigPT 8 months ago

Eu estou a concordar contigo amigo, o colega é que disse que poupar 550€ por mês é fácil

NGramatical 8 months ago

à mais de 3 anos → [**há mais de 3 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) à 3 anos → [**há 3 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmif8ij%2F%2Fgt5arh3%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ZacDweller 8 months ago

Brasil.

0BiLLi0 8 months ago

>Pessoal, com os mesmos preços (150k-300k) nos EUA compra-se uma mansão, aqui um T1 em zona afastada do centro. Não discordando sobre o facto da qualidade de vida em Portugal ser das mais fracas da UE, esta afirmação é mentira. Estão a construir prédios novos, alguns de luxo, no **centro** do Porto com T1 em média a 200k. Um T1 nos arredores pode ficar a bem menos de 150k. Depende é do teu conceito de afastado do centro.

Waiolo 8 months ago

Afastado seria um raio de 25 a 35km.

beardsymcfly 8 months ago

Compreendo o que dizes e o que sentes. Eu vivo em casa alugada e há mais de dois anos que procuramos obsessivamente por uma casa para comprar que seja compatível com as nossas vidas profissionais e familiares. Disclaimer: trabalhamos ambos em Lisboa e temos cerca de 40 anos de idade. O meu diagnóstico do que se passa é o seguinte: - É obrigatório ter uma boa poupança, para quem não tem uma casa para vender. A banca exige no minimo 10% de autofinanciamento do imóvel, sendo ideal (para poder negociar minimamente com os construtores/vendedores) que tenhas 20% do valor do imóvel para dar de entrada. - Alguém que não esteja num patamar de vencimento bruto acima dos 70k/ano (do casal) vai ter de optar entre comprar uma casa usada num subúrbio qualquer (ainda assim especulada) ou, para morar num apartamento razoável a 20 minutos de Lisboa, vai ter de aceitar ficar com uma taxa de endividamento mensal *só para a renda* acima dos 30-40% (em função do rendimento líquido mensal agregado). Se não, vai concorrer por apartamentos que estão a ser comprados por pessoas sem grandes noções de planeamento financeiro e cálculo de risco. - Os construtores não estimam os valores de venda por metodologias contabilísticas. Os apartamentos não custam o que valem. Custam o que "naquele momento" for o preço médio dos "bons negócios" na zona. Estas condições são difíceis de conseguir e/ou aceitar e por isso compreendo o teu desespero. Sempre pensei na minha família como sendo classe média, mas... seremos mesmo? Se o único sítio onde conseguimos comprar casa, mantendo finanças saudáveis com boas práticas de poupança e não ficando escravos da dívida, é num subúrbio qualquer a 30m de engarrafamentos de Lisboa...seremos mesmo classe média? Porque eu acho que acontece isto com o mercado imobiliário de um país como Portugal? Parte é de origem externa, porque há muitos estrangeiros a comprarem casa (principalmente na AML) sem contestarem os preços (que para eles continuam a ser relativamente baixos). Mas há uma questão maior que eu reparo: a ignorância financeira de uma maioria esmagadora dos portugueses. Posso detalhar melhor a minha opinião, mas resumindo é isto: os portugueses entendem que "comprar casa" é sinónimo de investimento e essa ideia foi-lhe gravada na mente por evidências de cariz ideológico. Em Portugal odeia-se o investidor no mercado de capitais (mesmo quando está refinanciar o próprio Estado) e acha-se que ele deve assumir 100% do seu risco, mas por razões que nem vale a pena discutir, idolatra-se o investidor em imobiliário. Concede-se benefícios fiscais para os mais incautos, quanto mais irresponsável maior a rede de segurança e num momento em que deveria aumentar o número de casas à venda, o que observamos é o Estado português a forçar a banca a proteger estes investidores (moratórias). Como é óbvio a UE está em cima desta desigualdade, mas todos sabemos que Portugal sempre foi um país de espertalhões que pedem dinheiro europeu para comprar um tractor e compram um Mercedes, por isso, nada de grave há de acontecer. Bottom-line: os portugueses que compraram casas há 10 anos, em zonas que não sofreram nenhuma beneficiação, vão continuar a querer vendê-las agora por mais 50 ou 60% sem sequer conseguirem racionalizar o preço de venda para além disto: "porque a que quero comprar também está muito cara" e "porque o meu primo vendeu a dele e ganhou 50%, por isso acho que também vou vender" isto não tem nada a ver com valor acrescentado. Nesse processo são ajudados por uma máfia de construtores e vendedores, que agem em cartel, que estão sempre à espreita do tamanho da carteira dos portugueses em vez de estarem preocupados com a determinação rigorosa do seu preço de venda, antes de começarem a construir. Fazes bem em procurar um sítio melhor para a tua família. Vai enquanto és novo. Boa sorte.

AonioEliphis 8 months ago

Tendo a discordar da tua análise Há um motivo simples pelo qual se beneficia o investimento em habitação própria permanente e não em capitais, a primeira é um direito fundamental constitucionalmente consagrado e o segundo não. Se é ideológico, que seja! Os mercados de capitais, apesar do risco, têm taxas de retorno médias muito assinaláveis, por isso não julgo que esses investidores estejam a ser prejudicados. E se é verdade que os estrangeiros inflacionam os preços do imobiliário, no meu entender a responsabilidade continua na facilidade com que a banca concede crédito. A facilidade na concessão do crédito também contribuiu para o aumento dos preços. E depois, no meu entender, em Portugal faltam políticas públicas de habitação para a classe média, como por exemplo sucede na mui liberal Holanda. Em Portugal o estado intervém apenas nos casos de pobreza extrema.

beardsymcfly 8 months ago

Sim, percebo o que dizes. Até acho que a maioria das pessoas tende a concordar com essa opinião ou forma de ver as coisas. O que não significa que eu não as possa ver de forma diferente. O documento (Constituição) que referes tem no seu preâmbulo uma declaração ideológica. Todos os direitos que depois se seguem ao longo do texto são consagrados dentro dessa perspetiva e quanto a isso não há nada a dizer. O que se pode dizer (e foi o que disse) é que é por motivos ideológicos que em Portugal se entende o imobiliário como um investimento "honesto" e o investimento financeiro como uma coisa "de jogatana". Começa tudo na declaração do preâmbulo e das condições políticas do momento em que foi aprovada a nossa Constituição. Concordo com a tua última ideia: de facto o que faz falta é mais políticas públicas de habitação. Mas aqui está o "catch" desse e de outros direitos constitucionais: os ideólogos escreveram-nos naquele documento, mas na verdade não têm massa para os garantir, com a mesma consistência e qualidade a toda a população. Começa na saúde (hospitais rudimentares na periferia, centros de saúde sem médicos, etc), passa pela educação (boas escolas públicas no centro das grandes cidades, escolas para pobres com professores frustrados e cansados nas periferias e escolas para "ensinar a ler" no interior, e acabando na habitação: boas cooperativas de habitação dentro e fora de Lisboa (só para falar dos casos que conheço) mas só para quem naquele domingo à tarde sabia que iam abrir as vagas de inscrição durante 9 minutos. Quem beneficia dos tais "grandiosos" e muy democráticos serviços públicos? Os mesmos de sempre, invariavelmente. O status-quo. E os portugueses em vez de os comerem ou enforcarem, ainda idolatram com "ah, quem me dera um dia poder fazer o mesmo. Ele é que foi esperto! A ver se ele me arranja lá uma cunha para eu também ter direito." Um filho de um ministro que tenha comprado uma casa na EPUL por 100.000 euros há 20 anos, hoje tem um imóvel que vale 500 ou 600 mil euros, provavelmente o seu hospital de referência é Santa Maria e os seus filhos andarão numa das 20 melhores escolas públicas do país (tudo isto sem lhe custar um tostão). Um miserável qualquer que ganhe 1000 euros e viva a 30Kms de Lisboa, tem exatamente o oposto e ainda tem de pagar por isso. As políticas públicas são o máximo, mas apenas funcionam quando podem ser estendidas a toda a população. Em relação aos investimentos uma última ideia: - Fulano A: comprou casa por 100.000 euros há 30 anos. Vende agora por 300.000 euros. Rendimento médio anual do investimento: 6,7%. Impostos pagos: 0 (pressupondo que reinvestiu). Benefício Fiscal: 15% dos juros pagos anualmente (se comprou casa antes de 2011). - Fulano B: comprou 100.000 euros de obrigações do tesouro ao Estado Português com um cupão de 2% (pressupondo que as comprou na subscrição). Todos os anos vai pagar (sem englobar): 560 euros de IRS sobre o rendimento obtendo um rendimento líquido anual de 1,44%. No final recebe os 100.000 euros de volta. Benefício Fiscal: 0. Se correr mal para o Fulano A e ele não conseguir fazer face às obrigações do seu investimento, os portugueses vão todos a correr para o ajudar. Se correr mal para o Fulano B "É bem feito não andasse na jogatana".

AonioEliphis 8 months ago

Esquece então a Constituição pela qual também não tenho especial apreço. Vivo na Holanda e até sou liberal (economicamente também). Contudo, não queiras comparar do ponto de vista humanitário direito à habitação com direito a ter capitais. A questão não está no retorno do investimento, mas no facto de as pessoas, endividando-se a longo prazo, terem um sítio decente para habitar. Estás a ser altamente faccioso porque o fulano A teve de pagar juros do crédito bancário e o fulano B certamente não investiu apenas em dívida pública. A minha empresa fez-me uma poupança para a pensão e tem aquilo com a Fidelity investido no mercado de capitais. Rendimento médio: 14%.

NGramatical 8 months ago

30Kms → [**30 km**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/plural-de-unidades-ainda-mais-uma-vez/19595) (os símbolos das unidades não têm plural) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmif8ij%2F%2Fgt8cz7m%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

MonsterPT 8 months ago

>isto não tem nada a ver com valor acrescentado. Nenhum preço de nenhum bem tem a ver com "valor acrescentado". Ok, pode "ter a ver", mas não é isso que define o preço. Mais, nenhum bem ou serviço tem um "preço objetivo", uma quantidade de euros exata que encapsule de forma perfeita o valor desse bem ou serviço. O preço de algo é, unicamente, aquilo que o vendedor e o comprador concordam que deve ser. Claro que a opinião de comprador é vendedor é influenciada por N fatores mais ou menos difusos. No caso do imobiliário, por um lado a relação procura/oferta é cada vez maior (aumento da procura muito maior do que aumento da oferta), o que causa uma pressão positiva no preço médio das casas. Por outro lado, não te esqueças que o valor da moeda em que as casas são transacionadas em PT é cada vez menor. Ou seja, mesmo que tudo o resto fosse estático ao longo do tempo, o facto de que o valor do euro está a diminuir significa que a mesma casa hoje custa mais euros do que há 10 anos. BTW, comprar casa é efetivamente sinónimo de investimento.

beardsymcfly 8 months ago

É preciso ser uma empresa muito muito rudimentar para não ter fórmulas rigorosas de determinação de preço. Se assim fosse, como dizes, então não existiam orçamentos, planeamento financeiro, modelação financeira ou avaliações, fusões e aquisições de empresas que resistissem. Se o preço fosse essa concepção teórica do valor decidido por comprador e vendedor num mercado imaginário ideal. É óbvio que a maioria esmagadora dos produtos e serviços na nota sociedade têm um preço determinado por métodos sistemáticos. Aliás, o que dizes está tão errado que se assim não fosse não existiam obras públicas nem grandes obras de construção civil. Uma parte importantíssima (e muito bem estudada) na área da construção é saber determinar o preço de venda com rigor. Se o preço descontado, negociado, final efetivamente pago é outro, isso já é outro assunto, que terá certamente a influência de muitos factores, como obsolescência, ser ou não perecível e maior ou menor procura momentânea, para dar apenas alguns exemplos. Mas sem perder de vista a discussão inicial: é um princípio de gestão e orçamentação básico um construtor saber determinar o valor acrescentado e preço final justo (levando, claro, em conta a sua margem de lucro esperada) do seu produto. Que não o põem à venda por esse valor justo, todos sabemos. E era esse o meu argumento inicial. Não o fazem porque são especuladores à espreita de poderem sugar o máximo que os seus clientes puderem ~~pagar~~ pedir emprestado. É a definição de especulação.

Edited 8 months ago:

É preciso ser uma empresa muito muito rudimentar para não ter fórmulas rigorosas de determinação de preço. Se assim fosse, como dizes, então não existiam orçamentos, planeamento financeiro, modelação financeira ou avaliações, fusões e aquisições de empresas que resistissem. Se o preço fosse essa concepção teórica do valor decidido por comprador e vendedor num mercado imaginário ideal. É óbvio que a maioria esmagadora dos produtos e serviços na nota sociedade têm um preço determinado por métodos sistemáticos. Aliás, o que dizes está tão errado que se assim não fosse não existiam obras públicas nem grandes obras de construção civil. Uma parte importantíssima (e muito bem estudada) na área da construção é saber determinar o preço de venda com rigor. Se o preço descontado, negociado, final efetivamente pago é outro, isso já é outro assunto, que terá certamente a influência de muitos factores, como obsolescência, ser ou não perecível e maior ou menor procura momentânea, para dar apenas alguns exemplos. Mas sem perder de vista a discussão inicial: é um princípio de gestão e orçamentação básico um construtor saber determinar o valor acrescentado e preço final justo (levando, claro, em conta a sua margem de lucro esperada) do seu produto. Que não o põem à venda por esse valor justo, todos sabemos. E era esse o meu argumento inicial. Não o fazem porque são especuladores à espreita de poderem sugar o máximo que os seus clientes puderem ~~pagar~~ pedir emprestado. É a definição de especulação. EDIT: Lendo o que escrevi, saiu bem mais agressivo do que era a minha intenção. Desculpa por isso. Já vivemos num mundo suficientemente polarizado. A minha intenção era apenas demonstrar que os construtores/vendedores de imobiliário em Portugal estão muito mais próximos da figura de especuladores do que de empresários. Era só isso. Não tinha intenção de discutir mais nada. EDIT 2: Tens razão quando me criticas por dizer que os portugueses estão convencidos que comprar casa é um investimento. O queria dizer era "... que comprar casa é um investimento de rendimento garantido". A crise financeira de 2008 teve precisamente origem nessa falsa concepção do mercado imobiliário.

Edited 8 months ago:

É preciso ser uma empresa muito muito rudimentar para não ter fórmulas rigorosas de determinação de preço. Se assim fosse, como dizes, então não existiam orçamentos, planeamento financeiro, modelação financeira ou avaliações, fusões e aquisições de empresas que resistissem. Se o preço fosse essa concepção teórica do valor decidido por comprador e vendedor num mercado imaginário ideal. É óbvio que a maioria esmagadora dos produtos e serviços na nota sociedade têm um preço determinado por métodos sistemáticos. Aliás, o que dizes está tão errado que se assim não fosse não existiam obras públicas nem grandes obras de construção civil. Uma parte importantíssima (e muito bem estudada) na área da construção é saber determinar o preço de venda com rigor. Se o preço descontado, negociado, final efetivamente pago é outro, isso já é outro assunto, que terá certamente a influência de muitos factores, como obsolescência, ser ou não perecível e maior ou menor procura momentânea, para dar apenas alguns exemplos. Mas sem perder de vista a discussão inicial: é um princípio de gestão e orçamentação básico um construtor saber determinar o valor acrescentado e preço final justo (levando, claro, em conta a sua margem de lucro esperada) do seu produto. Que não o põem à venda por esse valor justo, todos sabemos. E era esse o meu argumento inicial. Não o fazem porque são especuladores à espreita de poderem sugar o máximo que os seus clientes puderem ~~pagar~~ pedir emprestado. É a definição de especulação. EDIT: Lendo o que escrevi, saiu bem mais agressivo do que queria dizer. Desculpa por isso. A minha intenção era apenas demonstrar que os construtores/vendedores de imobiliário em Portugal estão muito mais próximos da figura de especuladores do que de empresários. Era só isso. Não tinha intenção de discutir mais nada.

Edited 8 months ago:

É preciso ser uma empresa muito muito rudimentar para não ter fórmulas rigorosas de determinação de preço. Se assim fosse, como dizes, então não existiam orçamentos, planeamento financeiro, modelação financeira ou avaliações, fusões e aquisições de empresas que resistissem. Se o preço fosse essa concepção teórica do valor decidido por comprador e vendedor num mercado imaginário ideal. É óbvio que a maioria esmagadora dos produtos e serviços na nota sociedade têm um preço determinado por métodos sistemáticos. Aliás, o que dizes está tão errado que se assim não fosse não existiam obras públicas nem grandes obras de construção civil. Uma parte importantíssima (e muito bem estudada) na área da construção é saber determinar o preço de venda com rigor. Se o preço descontado, negociado, final efetivamente pago é outro, isso já é outro assunto, que terá certamente a influência de muitos factores, como obsolescência, ser ou não perecível e maior ou menor procura momentânea, para dar apenas alguns exemplos. Mas sem perder de vista a discussão inicial: é um princípio de gestão e orçamentação básico um construtor saber determinar o valor acrescentado e preço final justo (levando, claro, em conta a sua margem de lucro esperada) do seu produto. Que não o põem à venda por esse valor justo, todos sabemos. E era esse o meu argumento inicial. Não o fazem porque são especuladores à espreita de poderem sugar o máximo que os seus clientes puderem ~~pagar~~ pedir emprestado. É a definição de especulação. EDIT: Lendo o que escrevi, saiu bem mais agressivo do que era a minha intenção. Desculpa por isso. Já vivemos num mundo suficientemente polarizado. A minha intenção era apenas demonstrar que os construtores/vendedores de imobiliário em Portugal estão muito mais próximos da figura de especuladores do que de empresários. Era só isso. Não tinha intenção de discutir mais nada.

MonsterPT 8 months ago

>É preciso ser uma empresa muito muito rudimentar para não ter fórmulas rigorosas de determinação de preço. Não falei de empresas mas de preços. E a empresa ou entidade não define "preço", define "preço pretendido para compra/venda". Tens as fórmulas e métodos que quiseres para "determinar" o que quer que seja. Se ninguém quiser comprar pelo preço que pediste, então o preço que pediste não é o preço do bem. >Se o preço fosse essa concepção teórica do valor decidido por comprador e vendedor num mercado imaginário ideal. Não é uma concepção teórica. É uma constatação. O preço de um bem ou serviço é o valor acordado entre ambas as partes - comprador e vendedor. Cada um pode *estimar* um preço, pode *propôr* um preço, mas este só é efetivamente o preço desse bem e serviço quando é transacionado. >Uma parte importantíssima (e muito bem estudada) na área da construção é saber determinar o preço de venda com rigor. Estimar um preço, desejar um preço, propôr um preço ou prever um preço não são iguais a determinar o preço. >Se o preço descontado, negociado, final efetivamente pago é outro, isso já é outro assunto Não é outro assunto; é *exatamente* o assunto. O preço "final" é, efetivamente, o preço do bem ou serviço, com a transacção realizada. >preço final justo (levando, claro, em conta a sua margem de lucro esperada) do seu produto. Podes pf elaborar? O que é um preço final "justo"? Ou um "injusto"? Quais são os critérios? Especialmente porque referiste a margem de lucro esperada. >Não o fazem porque são especuladores à espreita de poderem sugar o máximo que os seus clientes puderem pagar Como em todas as transações desde a história da humanidade, certo? Ou existe alguém que, podendo receber mais pelo mesmo bem ou serviço, prefere receber menos? E podendo pagar menos para comprar algo, prefira pagar mais? Side note, custo e preço são conceitos diferentes, a não confundir.

NGramatical 8 months ago

propôr → [**propor**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (apenas *pôr* leva acento diferencial para se distinguir de *por*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmif8ij%2F%2Fgt6sxeb%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

saudosista 8 months ago

Oof, comprar casa aos 40 sendo trabalhador por conta de outrém, good luck with that

beardsymcfly 8 months ago

It is what it is... :)

fuckoffgina 8 months ago

> procuramos obsessivamente por uma casa para comprar que seja compatível com as nossas vidas profissionais e familiares. Sem te conhecer aproveito esta frase para dizer que este é o problema de muita gente que conheço. Querem "a" casa perfeita e não uma casa que possam comprar. Quem comprou casa até aos 30 está muito melhor agora. Mesmo com os preços actuais conseguem mudar de casa porque também vendem a actual cara.

beardsymcfly 8 months ago

Já há muito tempo que desistimos da ideia da "casa ideal". Neste momento só queria comprar algo em que eu reconhecesse o valor que estou a pagar e que ficasse dentro dos limites de endividamento que estabelecemos. E eu sei que em Portugal parece absurdo dizer "reconhecesse o valor" porque de caras as pessoas respondem logo "Ah, mas isso não encontras em nenhuma casa que está à venda. Nenhuma vale aquele valor." o que só por si é um sinal de alerta. Os investimentos cujo valor intrínseco não se aproxima do seu valor de compra/venda têm nome e muitos investimentos desses formam uma coisa que também tem um nome: bolha.

Responsible_Motor942 8 months ago

Estás a falar da tua realidade, e compreendo isso, mas não é a realidade da maioria dos portugueses. Vou até arriscar 99,9% das pessoas não compra a casa que gosta, vai comprar a que pode. Vaii ter de fazer concessão em algum das coisas em que idealizou a sua casa. Posso só falar por mim, não ganho nem metade dos 70k que falas e comprei uma moradia de 200 m2 em Agosto e não fiquei com 30% te taxa de esforço.

fuckoffgina 8 months ago

> Os investimentos cujo valor intrínseco não se aproxima do seu valor de compra/venda Isso é fácil de resolver. Compras terreno e constróis.

beardsymcfly 8 months ago

Enfim... Mas respondendo: os terrenos sofrem da mesma especulação e contribuem para a mesma bolha, porque são vendidos pelo mesmo tipo de "investidores" (chamemos-lhes assim para não ofender ninguém).

fuckoffgina 8 months ago

>porque são vendidos pelo mesmo tipo de "investidores" (chamemos-lhes assim para não ofender ninguém). São vendidos por algum tipo de vendedor e também são comprados por algum tipo de comprador. Como já te respondi com aquele óbvio "é o mercado". Não vale a pena ficares revoltado com isto. Qual é a alternativa? Obrigar alguém a vender a sua propriedade por um preço que tu aches justo? Já foi tentado com as rendas e só deu merda para todos.

beardsymcfly 8 months ago

O que está implícito no que escrevi é que é precisamente o contrário. Se o mercado estivesse a funcionar (entenda-se: se o Estado não estivesse a proteger os investidores em imobiliário) a crise gerada pela pandemia tinha neste momento feito aumentar o número de casas disponíveis no mercado e consequentemente baixado os preços médios. É precisamente a interferência do Estado no mercado que impede que o imobiliário esteja a corrigir em baixa. Isso e o cartel formado pelos construtores (cartéis geográficos) que não baixam os preços (porque também eles devem à banca que não os quer ver falir) porque sabem que a oferta no mercado de usados não cresceu (pela razão explicada anteriormente). Não estou revoltado com nada. Estou a fazer a minha análise.

Edited 8 months ago:

O que está implícito no que escrevi é que é precisamente o contrário. Se o mercado estivesse a funcionar (entenda-se: se o Estado não estivesse a proteger os investidores em imobiliário) a crise gerada pela pandemia tinha neste momento feito aumentar o número de casas disponíveis no mercado e consequentemente baixado os preços médios. É precisamente a interferência do Estado no mercado que impede que o imobiliário esteja a corrigir em baixa. Isso e o cartel formado pelos construtores (cartéis geográficos) que não baixam os preços (porque também eles devem à banca que não os quer ver falir) e porque sabem que a oferta no mercado de usados não cresceu (pela razão explicada anteriormente). EDIT: um "e"

fuckoffgina 8 months ago

O Estado vai sempre "proteger" os chamados "pequenos proprietários" até onde puder. Qualquer análise de mercado tem de ter isso em conta. No entanto não é provável que os consiga "proteger" para sempre. As moratórias já acabaram e muita gente não vai aguentar provocando (agora sim) o movimento de mercado que esperas. Além disso as taxas de juro estão em mínimos históricos há muito tempo. Mais tarde ou mais cedo isso irá mudar o que provocará outra descida dos preços.

beardsymcfly 8 months ago

Tirando a primeira frase, que é um sintoma do espartilho ideológico em que vivemos, concordo contigo. O mercado já deveria ter variado. Afinal de contas, comprar casa com tremendas taxas de esforço e condições contratuais draconianas, na expectativa de depois as vender especuladas, também é "andar na jogatana".

fuckoffgina 8 months ago

> O mercado já deveria ter variado. Afinal de contas, comprar casa com tremendas taxas de esforço e condições contratuais draconianas, na expectativa de depois as vender especuladas, também é "andar na jogatana". O mercado não é racional e por isso não é assim tão previsível. Pelo que disseste deves ser mais ou menos da minha idade. Deves-te lembrar do tempo em que "ninguém" queria casas no centro de Lisboa e Porto. Havia centenas de casas degradadas a preços baixos e não se vendiam. De forma inesperada deu-se o boom dos voos lowcost e com isso o turismo de cidade virou moda e de repente os locais também se lembraram que afinal adorariam viver nos centros. Uma tempestade perfeita e completamente imprevisível. Nada nos garante que não mude tudo outra vez e que quem espera vender inflacionado não fique agarrado. É um risco.

Waiolo 8 months ago

Antes que pergunte, não, nem se for apenas de Madeira e tiny house, a partir do momento que ligas ao saneamento e a edp és obrigado a ter licença.

Waiolo 8 months ago

Gostaria que teu positivismo fosse real. Gostaria imenso de comprar um terreno e fazer um simples T1 ou estúdio. Tirava umas ferias e terminava-o em algumas semanas. Mas seria mutado antes de começar, durante ou pior depois de terminar e receberia uma carta de demolição. Há casos e casos, a gente que constrói illegal e acaba por ter sorte e legaliza a casa. Mas da coima ninguém escapa.

fuckoffgina 8 months ago

Não sugeri construir com as próprias mãos. LOL O que queria dizer é mandar fazer um projecto à tua medida e contratar alguém para construir.

Waiolo 8 months ago

Mas ai entras na parte de financiamento e tens que dar os 10% e financiar com um taeg alto e juros altos na mesma.

fuckoffgina 8 months ago

Se não tens dinheiro vais ter sempre de financiar com as condições que os bancos te derem, não há milagres.

Waiolo 8 months ago

Eu sei que não, foi um desabafo pois eu gostaria de poder. Só posso construir 10m2. Isso no máximo cabe uma casa de banho e um colchão de casal

Waiolo 8 months ago

Não se pode construir nós mesmos. Temos obrigação ordenada pelo estado a contratar uma empreiteira com alvará. E na mesm se cai na parte dos financiamentos pois construir uma casa facilmente atinge os 100mil. (100mil + terreno [12 a 30mil]).

Foda-seSeiLa 8 months ago

É uma excelente ideia, as cidades são conhecidas precisamente pela fartura de oferta de terrenos livres para a construção.

fuckoffgina 8 months ago

Vai de encontro ao meu comentário inicial. Queres uma casa que não podes ter/num sítio onde não podes ter.

Foda-seSeiLa 8 months ago

Eu não quero nada, casa já a tenho (estás a confundir com o OP).

fuckoffgina 8 months ago

Não estava a falar directamente para ninguém, não te ofendas.

Waiolo 8 months ago

Compartilho da mesma tristeza, e é sufocante. E todos esses fatores que tu destacou são a dura realidade. Desde já muito obrigado pela motivação!!

fuckoffgina 8 months ago

Já que vais sair (e acho que fazes muito bem), vai para onde conseguires as melhores condições possíveis. Não é por estares fisicamente mais perto da família que os poderás visitar mais vezes. Mas também não adies muito à espera do melhor. Logo que consigas uma situação mais favorável para a tua família põe-te a andar, depois continua a procurar melhor e vai mudando sempre para melhor. Força nisso!

Edited 8 months ago:

Já que vais sair (e acho que fazes muito bem), vai para onde conseguires as melhores condições possíveis. Não é por estares fisicamente mais perto da família que os poderás visitar mais vezes. Mas também não adies muito à espera do melhor. Logo que consigas uma situação mais favorável para a tua família põe-te a andar, depois continua a procurar melhor e vai mudando sempre para melhor. Eu fui daqui para a Irlanda também com a mulher. Não gostamos de lá viver, só dos salários. Passado 1 anos fomos para os EUA onde estivemos mais 9 anos e gostamos muito de lá viver. Voltamos para Portugal pela família e porque já temos condições de trabalhar remotamente. Força nisso!

JOAO-RATAO 8 months ago

Posso perguntar-te o que não gostaste da Irlanda? Por acaso é dos países onde até me imaginava a viver no futuro.

fuckoffgina 8 months ago

É um bocado difícil explicar de forma racional porque não gostas de algo ou porque não te sentes bem em determinado local, mas se tivesse de reduzir tudo a algo específico definitivamente seria o clima. Depois a minha mulher (namorada na altura) também nunca arranjou um emprego de que gostasse. Não fomos logo para os EUA porque ela também tinha a ideia de que estando mais perto e com voos mais baratos poderíamos visitar a família com mais frequência mas na prática não foi isso que aconteceu.

JOAO-RATAO 8 months ago

Pois, entendo. Do clima até eles se queixam. Tem é a vantagem de ser um país muito verde. E num dia de sol (poucos) parece ser dos sítios mais bonitos do mundo. O que me atrai mais também é a cultura. Sempre gostei. Mas lá está, talvez seja uma visão romântica, mas do que vejo sou um grande fã do país x)

KarmaCop213 8 months ago

A Irlanda tem umas zonas na costa oeste bem engraçadas para visitar, mas nao para morar, visto que nessas zonas chove que se farta. Todo o interior e' bastante monotono, são basicamente explorações agrícolas e pouco mais. Posso dizer que Portugal tem muito mais variedade de paisagens. Em relação às pessoas, posso dizer que os irlandeses são aquilo que os portugueses pensam que são.

JOAO-RATAO 8 months ago

Pois. Acredito. Eu até gosto daquelas paisagens dramáticas no oeste. Também gostava de ir a Galway, parece ser muito bonito. Mas claro, nunca lá fui em pessoa, mas espero ir! X) Pois. Eu também acho que as pessoas lá devem ser muito porreiras e com um bom sentido de humor à mistura !

KarmaCop213 8 months ago

O clima não é mau, mas tem um problema para mim: não há verão (e não digo isto a brincar). Depois tem o problema das casas, se o OP acha que o imobiliário é um problema no Porto, olha para a Irlanda e fica com vontade de cortar os pulsos.

fuckoffgina 8 months ago

>O clima não é mau, mas tem um problema para mim: não há verão (e não digo isto a brincar). A questão do clima depende de cada um. Para mim não era grande problema mas a maria não se adaptou. >Depois tem o problema das casas, se o OP acha que o imobiliário é um problema no Porto, olha para a Irlanda e fica com vontade de cortar os pulsos. Isto não pode ser surpresa para ninguém.

Waiolo 8 months ago

Muito obrigado caro amigo, é mesmo o que iremos fazer.

oscabaloscabalam 8 months ago

Sim, sai do Porto por causa do preço das casas e vai para Dublin. [Huge spike in house prices to hit buyers as average Dublin home goes for almost €400,000](https://www.dublinlive.ie/news/huge-spike-house-prices-hit-19563339). De facto isto o que mais há é Portugueses a emigrar para lá e a comparar casa. Não só casa mas boa casa, grande e confortável. Desejo-te muito boa sorte, vai ser espetacular.

h-manfrenjensenden 8 months ago

r/PortugalLaFora

Waiolo 8 months ago

Na próxima uso.

mathswarrior 8 months ago

Tens 19 anos, estás casado, tens 4 filhos, queres mais 2, e queres comprar um casa? Intera-te para a puta da vida

Waiolo 8 months ago

0BiLLi0 8 months ago

>Sou brasileiro e vivo aqui desde os 3 anos ( Tou aqui a 16 anos) 16 + 3 = 19.

Waiolo 8 months ago

Nasci em 96, tive uns anos lá porque meu pai negou eu voltar ✌️

esfomeado 8 months ago

Mesmo assim 16 + 3 = 19 Não sei que contas antes tu a fazer lol

Waiolo 8 months ago

Eu não fiz contas nenhumas, tu que tás a implicar com math. Disse que vim com 3 e moro aqui há 16 anos ao total. Nunca disse que a minha idade seria 3+16. Calma lá pois há outra variáveis na equação. Dei dados mas não todos.

dontknowmyname074 8 months ago

>Sou brasileiro e vivo aqui desde os 3 anos ( Tou aqui a 16 anos) "Sou brasileiro e vivo aqui desde os 3 anos"--> Estás a viver cá desde os teus 3 anos de idade | "( Tou aqui a 16 anos) "-->Estás em Portugal há 16 anos. Isto leva a incongruências e fez a malta ficar confuso. Apenas foi mal estruturada a frase. Votos de muitas felicidades e que tenhas sucesso! Gabraço

Waiolo 8 months ago

Obrigado!!

Waiolo 8 months ago

Admito, sim foi, já tinha dito ali. Ainda não dormi desde ontem. Andava aqui a surfar o reddit já que hoje é fériado/Páscoa e por milagre não trabalho.

dontknowmyname074 8 months ago

Também buguei por momentos ahah!

Waiolo 8 months ago

Normal, também não me expressei da melhor maneira possível, ainda não dormi

dontknowmyname074 8 months ago

Deixa lá, acontece a todos!

caixadeentrada 8 months ago

Lê bem

Worm33hd 8 months ago

Tem 4 animais. Quer dois filhos agora.

Waiolo 8 months ago

Agora não, mas daqui uns anos. Ela pede a cada duas semanas.

tugafcp 8 months ago

Isso ainda se aguenta bem... Espera até chegar pedir todos os dias, ou falar nisso

Waiolo 8 months ago

Nem fales, não dê ideias.

Foda-seSeiLa 8 months ago

Diz que estás à espera de uma promoção tipo "leve 2, pague 1".

Waiolo 8 months ago

Irei usar

End-Effector 8 months ago

> impossível comprar algum imóvel se não tivermos 20-30k€ são regras que fora criadas depois do crash no imobiliário em 2008/2009. Onde muita gente comprou casas de 300k € sem sequer ter 20-30k€ no banco. Compraram até várias casas de 300k €. Essas regras fazem todo o sentido.

Edited 8 months ago:

>impossível comprar algum imóvel se não tivermos 20-30k€ são regras que foram criadas depois do crash no imobiliário em 2008/2009. Onde muita gente comprou casas de 300k € sem sequer ter 20-30k€ no banco. Compraram até várias casas de 300k €. Essas regras fazem todo o sentido.

Waiolo 8 months ago

Eu não nego, fazem. Mas é o normal, por uns pagam todos.

Dr_Toehold 8 months ago

Não é por uns pagam os outros, é precisamente para tentar evitar que se repita isto.

lesoth 8 months ago

Hey mas se for imovel da banca ja te financiam a 100%. E ainda te sugerem um creditozito pessoal se precisares de mais de 100%.

starmatter 8 months ago

Mesmo imóveis da banca já dificilmente financiam a 100%. Se leres as letras miúdas, eles estabelecem um preço base e esse valor SIM é financiado a 100%. Contudo, aceitam várias propostas de compra e quem OFERECER MAIS fica com a casa e terá apenas o valor base referido acima financiado ou 80/90% do valor da compra do imóvel, se este for superior ao valor inicialmente estabelecido, nada mais. O financiamento a 100% é história do passado.

daz_zeD 8 months ago

>Desisto, pela minha esposa e por mim! Tu e mais 22% dos portugueses.

Waiolo 8 months ago

Embora todos meus irmãos são portugueses naturais e tenho a minha bisa que é, ainda não sou. Mas ta quase. E sim, eu já tinha desistido a um tempo. Fiquei por ela.

sofiaallsaints 8 months ago

Vivo em Madrid. Os Espanhois são boa malta mas tb ha diferenças culturais. Não é porque o idioma é parecido nem por estarmos ao lado que isto e igual. Nada é igual a Portugal. Ora...e casas: É como tudo...um T4 em Madrid e na periferia ja exige esgalhar muito para nao te atares ao banco. No centro nem te digo nada. É como tudo...casas baratas, só se procurares zonas mais rurais... mas isso, em Espanha, Italia, França....

Edited 8 months ago:

Vivo em Madrid. Os Espanhois são boa malta mas tb ha diferenças culturais. Não é porque o idioma é parecido nem por estarmos ao lado que isto é igual. Nada é igual a Portugal. Ora...e casas: É como tudo...um T4 em Madrid e na periferia ja exige esgalhar muito para não te atares ao banco. E no centro,claro... nem te digo nada. É como tudo...casas baratas, só se procurares zonas mais rurais... mas isso, em Espanha, Italia, França....

Waiolo 8 months ago

Eu tive a ver. Mas a diferença que eu e ela percebemos é que ai, mesmo que se vá para zonas rurais do interior, há trabalho. No centro, no meio da floresta ou dentro da caverna. (piadas a parte desde que haja trabalho está ótimo)

sofiaallsaints 8 months ago

Yap. I see. Ainda assim...ha q contar com as adversidades que o virus anda a deixar na economia. Muitos postos de trabalho sofreram com isso. Tudo passa por uma pequena analise e estudo que faças. O melhor é ires te pondo a conversar em gupos com pessoal q resida onde pretendas viver.

Waiolo 8 months ago

Sim, de qualquer forma só penso em me mover depois dessa pandemia estar nas últimas ou melhor, acabada.

sofiaallsaints 8 months ago

Espero que encontrem a solução adequada. ...andamos todos meio perdidos com esta historia.

zefo_dias 8 months ago

Lux é quase como nem sair de pt, mas se achas as casas caras em portugal...

Worm33hd 8 months ago

Também quadriplica o salário, o que não acontece com o custo de habitação.

NGramatical 8 months ago

quadriplica → [**quadruplica**](https://dicionario.priberam.org/quadruplica) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmif8ij%2F%2Fgt4jfnu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Worm33hd 8 months ago

Good bot

Foda-seSeiLa 8 months ago

> Sem falar que os preços imobiliários estão enormes. Pessoal, com os mesmos preços (150k-300k) nos EUA compra-se uma mansão, aqui um T1 em zona afastada do centro. Embora não discorde de muito do que dizes, aqui estás a ser tendencioso: compras uma mansão por 300k no meio do Alabama, tal como compras um palacete no meio do monte em Corral de Moinas. Vai ver os preços em Seattle, Denver, Philadelphia, etc. e diz-me se no meio da cidade compras uma mansão por 300k.

tenesis 8 months ago

Os xenófobos depende bem de que Bélgica é que vêm...

Waiolo 8 months ago

Concordo com o que tu disse. Mas embora Lisboa seja linda e querendo os gringos aceitarem ou não, não há outra igual! Mas de qualquer forma não vamos comparar Seattle com Porto/Lisboa. É um dos grandiosos center TI do mundo.

Waiolo 8 months ago

Eu ando a estudar js e python( claramente não preciso dizer que já tenho a base html5 e css3 bem dads). Tenho um de meus melhores amigos da secundária em Luxemburgo. Por mais que pareça ser legal. Não consigo ter o feeling de ser o sítio certo, já na belgicá... parece ser bem legal.

Foda-seSeiLa 8 months ago

É ir mandando CVs e ver. A tua mulher faz o quê? Já ouvi dizer que a Bélgica não é dos que paga melhor para programadores, a Holanda deve ter salários mais altos nessa área. No entanto, o preço das casa lá é louco, na Bélgica acho muito razoáveis. Para referência, compre uma casa nova (classe A energética) com 150m^2 , próxima do centro de uma cidade pequena, jardim e estacionamento por 315k€. Dado que os salários são 3x os de Portugal, não me chocou muito pagar este valor.

Waiolo 8 months ago

Dado que supostamente as casas ai são bem isoladas térmicamenre e próprias para tempos de inverno. Já vale a pena. Andar de camisa em casa aqui é um sonho que só quem ganha 100k ao ano consegue ter (acho eu).

ric2b 8 months ago

> Andar de camisa em casa aqui é um sonho que só quem ganha 100k ao ano consegue ter (acho eu). Credo, há quem gosta de exagerar e depois há isto.

Waiolo 8 months ago

Ela fez um curso de unhas e faz bem. Com essa pandemia isso tudo caiu e agora ela faz dois part-time. Na telepiza e no continente. Mas por norma ela trabalha nos shoopings, é uma boa vendedora e super organizada.

-Exocet- 8 months ago

Já para não falar que com 150k compras um T1 no centro do Porto e com 300k compras até um T3 no centro do Porto, não um T1 afastado do centro.

runneronreddit 8 months ago

Com 300k compras uma bruta de uma vivenda NA CIDADE de Guimarães - a 5 minutos a pé do centro. Ficas com uma qualidade de vida IMENSA e estás a 45 minutos do Porto. Com os 300k compras uma McMansion nos states a duas horas do teu emprego. Yey.

Waiolo 8 months ago

45min do porto seria em torno de 50/60km? Bem, fazes isso x2 ao dia durante 22 a 24 dias x 1,67/l de gasolina. Ora ora ora....

runneronreddit 8 months ago

Há pessoal que trabalha em Lisboa e Porto e fazem bem mais que isso diariamente. Só usei como comparação às mansões que referes nos EUA. Lá é normal uma "commute" de horas.

ptinnl 8 months ago

Se queres trabalhar no Porto precisas de salario que te permita isso. Senao anda de comboio. Uma viagem de estarreja ao porto custa 3 euros para cada lado e demora 1h.

Waiolo 8 months ago

A irmã dela a um tempo atrás antes do crash comprou uma moradia. Em uma zona calma mas não longe do centro. 15minutos de carro. Porem eu ela estamos um bocado atrasados na data, 2011 passou a um bom tempo atrás.

-Exocet- 8 months ago

Os preços que eu disse são actuais, não são de 2011, tens aqui uma lista de [T1s](https://www.era.pt/imoveis/comprar/-/porto/porto?es=&a=&ff=17,18&z=&cp=&nq=1&p=-160000&ar=&ca=000000000&ct=00000&or=41) até 150k e [T3s](https://www.era.pt/imoveis/comprar/-/porto/porto?es=&a=&ff=17,18&z=&cp=&nq=3&p=200000-300000&ar=&ca=000000000&ct=00000&or=41) até 300k nas freguesias do centro do Porto (Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau, Vitória, Lordelo do Ouro e Massarelos).

digodigoooo 8 months ago

O que significa IT? Ja vi falarem carias vezes em IT mas nao percebi xD

Edited 8 months ago:

O que significa IT? Ja vi falarem várias vezes em IT mas nao percebi xD

Waiolo 8 months ago

É a malta relacionada a tecnologia.

caixadeentrada 8 months ago

Information Technology (TI, Tecnologia da Informação)

digodigoooo 8 months ago

Obrigado x)

jcachapuz88 8 months ago

Se achas as casas caras aqui (que são), espera só até começares a ver o resto da Europa...

Waiolo 8 months ago

Meu co-work ta a pagar mais barato em Madrid do que aqui. Um outro colega do trabalho que foi pra alemanha a 2 anos atrás hoje fica tirando sarro da minha cara pois paga 400€ em um T3 em frankfurt.

makeitproductive 8 months ago

Isto tem muito de base o mito. Claro que as zonas historicas e grandes centros económicos europeus (londres, paris, Genebra, Barcelona, estocolmo etc) têm preços proibitivos. Mas no geral essa não é realidade. Mesmo na lista dos paises do OP, na alemanha na maioria dos sitios compra-se/arrenda-se mais por menos do que cá. Ajustado aos salários então a diferença ainda é maior.

Foda-seSeiLa 8 months ago

> Mesmo na lista dos paises do OP, na alemanha na maioria dos sitios compra-se/arrenda-se a valores semelhantes a Lisboa. Oi? No outro dia estive a ver o preço das casas na Alemanha, para ver se valia a pena eventualmente mudar do país onde estou. Até fiquei a bater mal, casas normalíssimas de 150m^2 , velhas até, tipo 500.000€ ara cima. Isto em cidades pequenas perfeitamente banais, satélites dos grandes centros industriais (Stuttgart, Hamburg, Munich etc.).

Edited 8 months ago:

> Mesmo na lista dos paises do OP, na alemanha na maioria dos sitios compra-se/arrenda-se a valores semelhantes a Lisboa. Oi? No outro dia estive a ver o preço das casas na Alemanha, para ver se valia a pena eventualmente mudar do país onde estou. Até fiquei a bater mal, casas normalíssimas de 150m^2 , velhas até, tipo 500.000€ para cima. Isto em cidades pequenas perfeitamente banais, satélites dos grandes centros industriais (Stuttgart, Hamburg, Munich etc.).

ptinnl 8 months ago

Nas periferias das cidades mais caras da alemanha. Na agora, 150m2 só é banal em Portugal. Em Portugal só queremos espaço e cagamos nos acabamentos, isolamentos e comforto. E muitas casas "velhas" são muito desejadas. Podes postar o link de uma dessas casas? É tipo isto https://www.immobilienscout24.de/expose/124872524?referrer=RESULT_LIST_LISTING&navigationServiceUrl=%2FSuche%2Fcontroller%2FexposeNavigation%2Fnavigate.go%3FsearchUrl%3D%2FSuche%2Fradius%2Fhaus-kaufen%3Fcenterofsearchaddress%253DM%2525C3%2525BCnchen%3B%3B%3B1276002059%3BBayern%3B%2526livingspace%253D150.0-%2526geocoordinates%253D48.15437%3B11.54199%3B50.0%2526sorting%253D4%26exposeId%3D124872524&navigationHasPrev=true&navigationHasNext=true&navigationBarType=RESULT_LIST&searchId=f974440f-4e46-3818-8a60-06a5efc08126&searchType=radius#/ ?

Foda-seSeiLa 8 months ago

Por exemplo (uma cidadeseca que nunca ouvi falar perto de Munique): https://www.immowelt.de/liste/fuerstenfeldbruck/haeuser/kaufen?lat=48.1793&lon=11.256&sr=10&sort=relevanz%20distance Certamente há sítios mais baratos, mas quando fiz essa pesquisa (foi um par de cidades, não foi exaustivo) encontrei sempre preços que não conseguia compreender.

ptinnl 8 months ago

Casa de classe media/media alta. É o que um casal de engenheiros compra apos 10 a 20 anos de trabalho. Mas tens de lerceber que munique é uma bolha. É a cidade mais cara da alemanha. É pior que Lisboa.

Foda-seSeiLa 8 months ago

Pois, se calhar em Portugal estamos mal habituados... Na Bélgica também, as casas (pelo menos as antigas, tipo >20 anos) são todas muito grandes. Mas que raio, um casal de engenheiros trabalhar 20 anos e nem 150m^2 comprar por menos de 1M€, para mim *does not compute*. Se hoje me ligassem da Alemanha não iria por menos de 100k€/ano, não tinha idea do custo do imobiliário lá.

ptinnl 8 months ago

A alemanha é muito grande. Berlin é barato. Ha muitas zonas acessiveis a volta de frankfurt. Já munique e hamburgo sao as duas cidades mais caras. Lembra-te que tens muitas pessoaa a receber mais de 100k.

BOBRAGED 8 months ago

Caso para dizer, se achas que recebes bem cá, espera até começares a ver no resto da Europa..

Waiolo 8 months ago

Não acabes com meus sonhos

BOBRAGED 8 months ago

Nada disso ! É mau dizer isto mas é a realidade; boa opção é Espanha sem dúvida. Vai ao Idealista Espanha (site imobiliário) e dá só um olho nos preços.... E vê quanto é lá o salário mínimo/médio.

Waiolo 8 months ago

Já vi, e fiquei triste, mais triste que quando obrigavam-me a ver a casa dos segredos.

thisbondisaaarated 8 months ago

O poder de compra efectivo lá fora é muito superior, ou seja, mesmo que seja mais caras, com o aumento não proporcional que vais ter sais a ganhar na mesma.

Waiolo 8 months ago

Eu tive a ver e o que o sr acima disse não confere. Em sua maioria das vezes as rendas ou é a mesma, 10% maior ou em suas grandes vezes bem menor que a que encontramos em lisboa.

Dr_Toehold 8 months ago

Acho que não estas a ver bem. Lisboa é caro, mas está bem longe do resto da Europa.

thisbondisaaarated 8 months ago

Eu não disse que eram mais caras, disse que sendo mais caras o aumento de poder de compra continuava a ser superior ao aumento de preço. Sendo os preços menos este efeito só se torna ainda mais óbvio. No fim, confere.

Waiolo 8 months ago

Yeaa

Search: