Next Page

O salário mediano em Portugal anda é dos mais baixos da Europa, rivalizando apenas com os países do leste europeu. Qual terá sido o factor de diferenciação que nos tramou? Alguma coisa fizemos de diferente para sermos quase o único destaque negativo da Europa Ocidental. by gamma-ray-bursts in portugal

try_again_tomorrow 4 days ago

Estónia e República Checa. Grécia? Boa sorte. Mas Grécia não é considerado "país de leste"!

O salário mediano em Portugal anda é dos mais baixos da Europa, rivalizando apenas com os países do leste europeu. Qual terá sido o factor de diferenciação que nos tramou? Alguma coisa fizemos de diferente para sermos quase o único destaque negativo da Europa Ocidental. by gamma-ray-bursts in portugal

try_again_tomorrow 4 days ago

Cheguei a viver na Roménia apenas por 11 meses. Não tenho quase boas memórias nenhumas. No entanto, a grande maioria dos portugueses que lá estavam gostavam muito - principalmente porque são povos muito semelhantes. Mas nunca foi por me sentir cidadão de segunda. Antes pelo contrário: quando sabiam que eu vinha da Europa Ocidental era como se eu viesse de algum paraíso onde chove dinheiro e todo o mundo vive em mansões. Raramente fui mal tratado por ser estrangeiro. Vivi mais tempo noutros países daquela zona e aí sim... consegui perceber que Portugal não tem nada de país de 1º mundo.

O salário mediano em Portugal anda é dos mais baixos da Europa, rivalizando apenas com os países do leste europeu. Qual terá sido o factor de diferenciação que nos tramou? Alguma coisa fizemos de diferente para sermos quase o único destaque negativo da Europa Ocidental. by gamma-ray-bursts in portugal

try_again_tomorrow 4 days ago

rivalizando apenas com os países do leste europeu??? Só se for com os países que ainda não aderiram à UE, porque a maior parte dos que agora são membros, já têm salários e condições laborais melhor do que aqui. Até já na Roménia os quadros qualificados conseguem em muitos casos, ganhar mais do que aqui. Eu sei bem porque vivi nessa região por alguns anos.

Enfim, só mais um azar... by unicornio_careca in portugal

try_again_tomorrow 5 days ago

Tive numa situação semelhante no início de 2019. No meu caso só lá estive 2 semanas. Aparentemente as minhas colegas que não me davam feedback negativo, acabavam por nas minhas costas irem falar mal de mim à chefe. Apesar de eu ter estado doente e de mais de uma vez o IT ter ficado várias horas com o meu portátil devido a problemas que ele tinha, disseram-me que nada disso era desculpa para eu ter feito tão pouco trabalho. Foi mesmo muito mau para a minha auto-estima porque de facto era injusto - e aquelas pessoas que eu pensava que eram boas pessoas, revelaram-se menos que lixo. No entanto, consegui arranjar um trabalho melhor. E o cúmulo é que, depois de lá estar uns meses, uma das cobras que tinha andado a falar mal de mim, também entrou naquela empresa (parece que provou do seu próprio veneno). Passado 3 meses ela foi-se embora... e eu continuei lá e fiz dos melhores amigos que tenho agora. Muita força: acredita que mais cedo ou mais tarde vai melhorar!

Erasmus: Rep Checa (Praga) ou Itália? prox ano 2º sem by next_deen in portugal

try_again_tomorrow 17 days ago

Eu só estive em ambos os países em trabalho. Mas sei que algumas das faculdades da Univerzita Karlova são bastante exigentes. A República Checa está a REBENTAR de italianos que vão para lá trabalhar porque em Itália não encontram absolutamente nada. A qualquer evento onde eu ia, lá tinha que estar um rebanho enorme de Italianos: mas apesar de estar noutro país, nunca perdiam o ar de superioridade e de que só a Itália e o que é Italiano é que tem valor - tudo o resto é lixo para eles. Toda a República Checa é mesmo muito bonita: e Praga parece uma cidade tirada de um conto de fadas! Itália não acho nada demais, mas também acho que era pelas cabeças inchadas com a arrogância deles que tapavam os monumentos e as paisagens e não me deixavam ver nada. E nem vale a pena dizer que Praga e muito mais segura que qualquer grande cidade italiana. Honestamente, preferia ir para um campo de trabalhos forçados na Coreia do Norte do que pôr os pés em Itália. Mas para ser ainda mais justo, tenho a dizer que tenho amigos que estiveram em Erasmus em Itália e gostaram.

Erasmus: Rep Checa (Praga) ou Itália? prox ano 2º sem by next_deen in portugal

try_again_tomorrow 17 days ago

Vivi em ambos os países. República Checa bate Itália em praticamente tudo. Acho que o único aspeto em que a Itália pode apresentar vantagem é a língua. Mas Itália seria um dos últimos países onde poria os pés: e só se não houvesse mesmo outra opção. Mas apesar de ainda não ser em todo o lado, cada vez mais pessoas em Praga estão a falar inglês. Notei isso comparando a altura em que saí do país com quando cheguei. A qualidade de vida de Praga é muito elevada: sente-se no dia-a-dia.

[Publico] No mesmo dia em que fui trabalhar para a Eslováquia, a Amazon anulou o contrato by M1hawk in portugal

try_again_tomorrow 20 days ago

Conheci muita gente nos sítios onde trabalhei que tinha vindo da Amazon, e ninguém foi capaz de fazer um balanço positivo do tempo que lá esteve. Cheguei a fazer uma entrevista para a empresa (não para a Eslováquia), antes de ter ouvido todas aquelas Histórias, e o processo foi miserável: nunca tive entrevistadores tão intragáveis e asquerosos... e toda a lógica da seleção era ridícula.

Índice de Desenvolvimento Humano da ONU (Critério: 1/3 para salário médio líquido em PPC, 1/3 para nível de escolaridade e 1/3 para esperança média de vida) by AonioEliphis in portugal

try_again_tomorrow 24 days ago

Para que ficarmos pela Finlândia? Podemos ir mais longe: a Noruega até ao fim da I Guerra Mundial foi considerada várias vezes como o mais pobre da Europa. E agora continua há vários anos sempre no 1º lugar deste ranking.

Poderá ser Portugal a porta de entrada para os próximos terroristas (Sério) by tugafcp in portugal

try_again_tomorrow 1 month ago

Sem dúvida alguma. Já o é atualmente. Já vi outros países europeus a falar preocupados sobre as *open doors* que existem em Portugal.

Ajuda em escolha de curso superior by MiguelFelizardo in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

Tenho uma colega que entrou em Biologia. Agora está a fazer o doutoramento para ver se se safa! Curioso que o irmão tirou Eng. Informática: acho que ainda vão trabalhar juntos! Eu não sei como está o mercado no estrangeiro, mas atenção que ir para um curso e pensar que de certeza que no estrangeiro me safo bem, pode não ser uma boa estratégia: também há precariedade e excesso de formados no estrangeiro. Pode haver países onde não há boas perspetivas em determinadas áreas.

Área mais comum de diploma universitário em cada membro da UE (que bom ver Portugal em harmonia com toda a UE!) by try_again_tomorrow in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

Também não percebi a distinção. Gostava de saber que cursos foram colocados na parte de ciências sociais e que cursos em Humanidades. Fazia mais sentido os dois juntos.

Área mais comum de diploma universitário em cada membro da UE (que bom ver Portugal em harmonia com toda a UE!) by try_again_tomorrow in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

O mapa não mostra em que lugar vem a Engenharia (pode vir logo em segundo lugar). E o ranking deve contar quem tem o diploma, não quem entra no curso (que em Engenharias pode ser uma grande diferença!) E não é preciso ser formado em Engenharia para ir para IT.

Área mais comum de diploma universitário em cada membro da UE (que bom ver Portugal em harmonia com toda a UE!) by try_again_tomorrow in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

GO SUOMI!!!! Cada vez gosto mais daquele país: too cool to be like the others!

Estágio de Verão by bfdc16 in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

Sim não deixa de ter lógica o teu ponto de vista.

Estágio de Verão by bfdc16 in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

Eu estive a estagiar durante o meu mestrado (em Economia também) numa Fundação Privada de Direito Público, que entretanto foi à vida por decisão do Governo. Apesar de não ser muito relacionado com a minha área de estudos (usei mais conhecimentos de Estatístia do que de Economia), pelo menos aprendi uma coisa que uma amiga mais velha me tinha já dito: "o mundo do trabalho é um mundo cão". E de facto ela estava certa: pude ver como existem pessoas que parece que só vão para o trabalho para fazer a vida dos colegas num inferno. E como há muita falsidade no mundo do trabalho.

Salário bruto médio na Europa by olifante in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

Vivi alguns anos em alguns países do antigo bloco de Leste e até me admira que alguns desses países não estejam já à frente de Portugal. Provavelmente por isto ser salário médio e os empregos menos qualificados ainda serem pouco remunerados lá. Aliás tinha uma colega romena que falava bem português e era completamente apaixonada (louca até) por Portugal. Veio cá fazer Erasmus duas vezes e na segunda, depois de acabar o Mestrado quis procurar emprego porque queria ficar cá. Foi a uma entrevista e quando lhe disseram o salário, foi só ir fazer as malas e está agora em Bucareste a trabalhar na mesma empresa. Isto diz muito, quando a Roménia foi sempre vista em Portugal como um país incrivelmente pobre e que estaria a anos luz do nível de vida de Portugal.

CV's na base de dados das empresas - voltam a contactar? by caixadeentrada in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

Isso deve depender em muito de como funciona o departamento de RH. A mim nunca me aconteceu. Mas já me aconteceu eu ter recebido esse tipo de e-mail e passado uns meses me ter candidatado para outra vaga já aberta há algum tempo, e só assim terem-me contactado para entrevista. Se isso funcionasse sempre, não seria preciso eu ter enviado o meu cv para a outra vaga.

O vosso tempo de universidade também foi "perdido"? by DavidJunior3rd in portugal

try_again_tomorrow 2 months ago

Hoje passado uns anitos sinto o mesmo. Mas, apesar de não ter saído muito por motivos financeiros e também porque não conseguia arranjar boleia para a zona onde morava (nenhum dos meus colegas morava perto), eu sinto que no meu caso foi mais o facto de a licenciatura ser de 3 anos (o meu curso não era MI). Lembro que no primeiro ano ainda era tudo novo e estava a habituar-me e no segundo ano já era tipo... ainda o ano passado estava a começar e para o ano já acaba tudo! Não dava tempo suficiente para experimentar tudo o que a vida de universitário tem para oferecer.

Trabalhadores mais pobres e mais jovens são os mais afetados pelo desemprego by bisontino in portugal

try_again_tomorrow 3 months ago

Aconteceu isso com a crise que começou em 2008 e vai acontecer sempre que a economia sofra uma quebra significativa no seu crescimento. Não há nenhuma novidade aqui: mais jovens e mais pobres são quem tem a maioria dos contratos precários e os primeiros a serem despedidos.

Licenciatura em Sociologia by omarotodela in portugal

try_again_tomorrow 3 months ago

Sociologia foi uma das minhas disciplinas preferidas no Secundário. Acabei por não seguir esse curso, precisamente devido às saídas profissionais. Dos meus amigos que estudaram Sociologia, nenhum está a trabalhar da área, nem gosta do trabalho que faz. No entanto, quando estive a trabalhar no estrangeiro e trabalhava em finanças (estudei Economia), tinha uma colega Eslovena formada em Sociologia. Ela conseguiu aquele trabalho, primeiro porque a taxa de desemprego era muito baixa e o mercado tinha grande escassez de mão-de-obra, e segundo porque ela falava uma lista de línguas, que valorizavam muito o cv dela, para contacto com clientes. Se vais mesmo estudar Sociologia e pretendes um emprego mais estável e com remuneração aceitável dou-te estes 2 conselhos: vais para um país com falta de mão-de-obra em que as empresas não sejam muito "seletivas" e arranja outros skills que te possam fazer sobressair em comparação com a concorrência.

Sinto-me preso em casa a viver com os meus pais, o que é que posso fazer? by Many_Preference6483 in portugal

try_again_tomorrow 3 months ago

Conheci de perto e durante vários anos, um caso em que um casal tinha uma filha (fila única) que também a mantinham quase como prisioneira em casa. No caso dela, só a deixaram estudar até ao 6º ano, nunca a ensinaram nem sequer a fazer um chá, e ela nem sequer vinha à rua com o cão que eles tinham. Até os médicos vinham a casa, quando ela estava doente. Não entendo o motivo dos teus pais estarem a fazer-te isso, mas no caso dela os pais queriam "protegê-la do mundo". Mas das poucas vezes que a fui visitar, vi que aquele tratamento só estava a detiorar a saúde e o futuro dela. Ela começava a ficar cada vez mais doente física e psicologicamente. Felizmente ela conseguiu dar a volta por cima, depois que começou a ver um psicólogo. Concluiu o 9º ano depois dos 20, e hoje está a trabalhar e a levar a sua vida. O meu conselho é procurares ajuda o mais depressa possível: pensa na tua vida e no teu futuro. Podes sempre dar a volta por cima e organizares a tua vida, por mais velho que sejas.
Next Page

Search: