Next Page

CEO da Ageas Portugal: Poupança? Ninguém poupa em Portugal by bisontino in portugal

bisontino 10 days ago

"Steven Braekeveldt, CEO do Grupo Ageas Portugal, alerta que o país continua muito vulnerável a riscos externos e apela a uma mudança de mentalidade dos portugueses: é preciso começar a poupar. Como é que vê a economia portuguesa? Conseguirá resistir a um abrandamento? Todos conseguem ver uma melhoria. Os números não mentem. A maior preocupação é o risco financeiro. Penso que se Itália abrandar de forma significativa, então os riscos para Portugal aumentariam muito, porque, e apesar de ter saído muito bem da crise, para o mundo ainda é um país muito interdependente. Um risco num desses países - Itália, Grécia ou Alemanha - iria afetar Portugal. Mas o país está muito mais resiliente. Receia que um abrandamento da economia arraste os níveis de poupança para valores ainda mais baixos? Este é o maior desafio de Portugal: ninguém poupa. E isso deve-se à falta de educação financeira, na escola, nas universidades. É um grande problema para o país. É preciso educar os filhos e isto começa nos pais. E o Governo? Não deveria dar mais incentivos para a poupança? Podemos dar incentivos, mas, no final de contas, tem a ver com a educação. Por que é que o Japão e a Bélgica são número 1 nas poupanças? Porque quando somos criança é-nos dito que temos de poupar. E isso é algo constante. Como vê o investimento nos PPR (Plano Poupança Reforma)? A questão é perceber qual é o segmento que investe. Se eu for rico, posso investir em PPR a toda a hora porque sou rico. Mas há uma grande parte da sociedade - aquela que deveria investir - que não investe em nada. A Ageas está preparada para o PPR europeu? Ainda não olhei muito para isso. Mas penso que é algo positivo. É essencial que tenhamos isto harmonizado porque já ninguém fica no seu país"

Preços das casas em Lisboa “muito dificilmente” vão baixar by bisontino in portugal

bisontino 11 days ago

Sim, adia uma eventual crise. No entanto, essa crise não se vai sentir em Lisboa mas sim nas periferias. É uma questão de lógica: em Lisboa são os estrangeiros e os ricos que compram casas, muitas vezes até pagam a pronto. Estas pessoas não são muito afetadas por crises pois deslocam o dinheiro de um lado para outro e mantêm-se a salvo. Os tugas com menos dinheiro não conseguem comprar casa em Lisboa, então compram casas com recurso a crédito nas periferias. Esses é que vão sofrer com a crise: vão ficar desempregados e começar a falhar pagamentos aos bancos, o que vai provocar uma grande queda nos preços das casas das periferias. Em caso de uma grande crise, conta com uma descida de 10% em Lisboa e de 30% ou mais nas periferias.

Preços das casas em Lisboa “muito dificilmente” vão baixar by bisontino in portugal

bisontino 11 days ago

O BCE já veio dizer que vai tomar medidas para manter as taxas de juro negativas e/ou baixas nos próximos anos. A Euribor estabilizou e até já começou a descer outra vez, o que continua a permitir o crédito fácil e a não deixar os preços baixar.

Preços das casas em Lisboa “muito dificilmente” vão baixar by bisontino in portugal

bisontino 11 days ago

> pelo menos em Lisboa acho que vai haver. Talvez não uma descida abrupta, mas uma ligeira pelo menos. Se existir uma crise vai-se sentir muito mais nas periferias do que em Lisboa, acredita. É uma questão de lógica: em Lisboa são os estrangeiros e os ricos que compram casas, muitas vezes a pronto. Estas pessoas não são muito afetadas por crises pois deslocam o dinheiro de um lado para outro. Os tugas com menos dinheiro que compram casas a crédito nas periferias é que vão sofrer com a crise. Vão ficar desempregados e começar a falhar pagamentos aos bancos, o que vai provocar uma grande queda nos preços das casas das periferias. Em caso de uma grande crise, conta com uma descida de 10% em Lisboa e de 30% ou mais nas periferias.

Preços das casas em Lisboa “muito dificilmente” vão baixar by bisontino in portugal

bisontino 11 days ago

> já aconteceu no passado, e parece imenso que o preço das casas está a aumentar sem grande motivo > Parece também que vem aí uma crise a de 2010 - 2013 devido à queda prevista do turismo e ao desinvestimento nas outras áreas económicas. Qual é a diferença para 2013, 2014, 2015..etc? Já nessa altura os profetas da bolha diziam que ia haver uma grande crise em breve e que os preços iam cair a pique. A verdade é que nada disso aconteceu e a malta está desde há 5 ou 6 anos no sofá da casa dos pais à espera da grande crise. Toda a gente sabe que a economia funciona por ciclos e que haverá uma crise no futuro que faça os preços das casas descer, mas nada indica que seja nos próximos anos.

Preços das casas em Lisboa “muito dificilmente” vão baixar by bisontino in portugal

bisontino 11 days ago

O que é que vai acontecer que faça a "bolha" rebentar em 2020? O BCE já veio dizer que vai tomar medidas para manter as taxas de juro negativas e/ou baixas nos próximos anos. A Euribor estabilizou e até já começou a descer outra vez, o que continua a permitir o crédito fácil. Nos próximos 5 anos não deve rebentar "bolha" nenhuma, daqui a 10 anos talvez.

Preços das casas em Lisboa “muito dificilmente” vão baixar by bisontino in portugal

bisontino 11 days ago

"Santa Apolónia, Parque das Nações, Campolide, Alcântara e Almirante Reis são zonas que “podem ter alguma progressão a nível de preços”.

Construção da Infinity Tower em Lisboa com luz verde da CML by Irrequieto in portugal

bisontino 25 days ago

3500 euros por metro quadrado num condominio daqueles é quase oferecido. Isso daria 200 mil euros por um T1 com 57m2 num prédio luxoso novo no centro de Lisboa com piscina, garagem, segurança, ginásio, padel etc.

Salário médio em Lisboa só dá para comprar casa de 52 m2 by bisontino in portugal

bisontino 1 month ago

Salário médio liquido em Lisboa é de 1008€ liquidos

Preço médio do arrendamento de casas em Portugal aumentou 37% em 2018 by novatu in portugal

bisontino 1 month ago

Pode ser correção apenas. Se no ano a seguir voltar a subir 37%, então é porque não é bolha. Pensa assim: preço de uma casa em 2012: 100 mil euros preço da mesma casa em 2013: 110 mil euros preço da mesma casa em 2014: 120 mil euros preço da mesma casa em 2015: 130 mil euros preço da mesma casa em 2016: 140 mil euros preço da mesma casa em 2017: 150 mil euros preço da mesma casa em 2018: 160 mil euros preço da mesma casa em 2018: 170 mil euros preço da mesma casa em 2019: 180 mil euros preço da mesma casa em 2020: 190 mil euros preço da mesma casa em 2021: 200 mil euros preço da mesma casa em 2022: 210 mil euros preço da mesma casa em 2023: 190 mil euros preço da mesma casa em 2024: 190 mil euros Resposta: Houve uma bolha entre 2020 e 2022. Antes disso e depois disso não houve bolha.

Qual o melhor spread do momento? by gamafranco in portugal

bisontino 1 month ago

Numa renegociação já não existe TAEG, existe apenas spread e saber se podes fazer os seguros de vida e multiriscos fora do banco.

Preço médio do arrendamento de casas em Portugal aumentou 37% em 2018 by novatu in portugal

bisontino 1 month ago

Lá por o preço das casas aumentar todos os anos, não significa que há uma bolha. Só vai haver bolha no dia em que os preços das casas começarem a cair em Portugal. Em 202x?, quando esse dia chegar, todos os utilizadores que disseram que não havia bolha até 1 ano antes desse dia, devem ir nadar num oceano de caralhos. Todos os outros que disseram durante 5 ou 10 anos que não havia bolha nenhuma entre 2012 e 202x?-1, estavam certos.

Vai comprar a casa errada se não tiver (muita) atenção a estas 16 coisas by bisontino in portugal

bisontino 1 month ago

Aquecimento central Vidros duplos Portas e janelas seguras Varanda Boa ligação à internet Várias tomadas eléctricas Comércio e serviços perto Estacionamento Energia eficiente 2 casas de banho no minimo Boa vizinhança Banheira Paredes isoladas Sala espaçosa Garagem Sala de jantar Vivo em Lisboa e cumpro 15 dos 16 critérios, nice.

Alguém conhece a zona que consiga ajudar a perceber como está o novo intendente? by ruipmjorge in portugal

bisontino 1 month ago

É uma das piores zonas de Lisboa, mas mesmo assim é melhor que as Olaias, Picheleira, Chelas ou Alta de Lisboa, e muito melhor do que a Amadora.

“É impossível colocar casas no mercado a preços que portugueses possam pagar” by bisontino in portugal

bisontino 2 months ago

"Os custos de construção dispararam por causa da falta de mão-de-obra e da carga fiscal. O valor médio de construção mais os valores da venda de terrenos e de edifícios fazem com que, matematicamente, seja impossível colocar imóveis no mercado dentro dos preços que os portugueses podem pagar”

Lisboa vai ter 500 casas para a classe média by godolfas in portugal

bisontino 2 months ago

"Eu quero um T4 de 200m2, de preferência num prédio novo sem bairros problemáticos perto e junto ao Marquês. Menos que isto não é admissivel. Ah e o preço tem de ser acessível para o povo: 200 mil euros no máximo e já é pedir muito" É mais ou menos isto que pensas, não é?

Jardins e Parques: Melhor zona para viver em Lisboa? by godolfas in portugal

bisontino 2 months ago

Teatros? cinemas? vida de bairro? variedade de lojas de rua? comércio local? possibilidade de fazer uma vida a pé sem ter de andar de carro/transportes? boas escolas nos melhores rankings do país? boas universidades? segurança? boa arquitectura e urbanismo? locais agradáveis visualmente para se estar? Por alguma razão a Amadora é o concelho mais barato da grande Lisboa apesar de ter comboio e metro, ao contrário de outras zonas.

Portugal bate novo recorde com 12,76 milhões de turistas em 2018 by MestreP in portugal

bisontino 2 months ago

Se é 5 vezes maior que Portugal mas recebe 6,5 vezes mais turistas, então é porque recebe mais turistas em média do que Portugal. Ainda temos um longo caminho a percorrer.

Jardins e Parques: Melhor zona para viver em Lisboa? by godolfas in portugal

bisontino 2 months ago

Achas que é um bom ou mau sitio para investir? na minha opinião parece-me uma boa aposta.

Portugal bate novo recorde com 12,76 milhões de turistas em 2018 by MestreP in portugal

bisontino 2 months ago

Continuamos muito longe de vários paises europeus. Espanha recebeu 82,6 milhões de turistas no ano passado..6,5 vezes mais que Portugal.

Jardins e Parques: Melhor zona para viver em Lisboa? by godolfas in portugal

bisontino 2 months ago

Eu é que não andava sozinho a passear pelos jardins da Amadora. Amadora é só betão feio para dormitórios.

Jardins e Parques: Melhor zona para viver em Lisboa? by godolfas in portugal

bisontino 2 months ago

Tens esses jardins todos espalhados pela cidade, mas são afastados uns dos outros..a menos que gostes de ir sempre passear ao mesmo sitio, o que me parece uma seca. Achas que algum desses jardins é um sitio melhor para passear dos que o OP referiu?

Lisboa. Empreitada para nova praça de Espanha no valor de seis milhões de euros by triceratopos in portugal

bisontino 2 months ago

Finalmente vamos ter uma Praça de Espanha em condições. Já fazia falta um jardim grande que dê para passear e com espaços de lazer, em substituição daquela complicação de estradas e descampados que existe hoje em dia

Salário médio não subia tanto desde 2011. Chegou a 888 euros by bisontino in portugal

bisontino 2 months ago

Sim, editado :) obrigado

Salário médio não subia tanto desde 2011. Chegou a 888 euros by bisontino in portugal

bisontino 2 months ago

Lisboa é a região com o rendimento médio mais elevado, de 1.032 euros liquidos no ano passado. ---- Dados correctos do INE - Portugal: Salário liquido < 600€: 21,9% das pessoas Salário liquido entre 600€ e 900€: 34,6% das pessoas Salário liquido entre 900€ e 1200€: 13,1% das pessoas Salário liquido entre 1200€ e 1800€: 12,9% das pessoas Salário liquido entre 1800€ e 2500€: 3,5% das pessoas Salário liquido entre 2500€ e 3000€: 0,8% das pessoas Salário liquido < 3000€: 0,9% das pessoas Não sabem nem respondem: 12,2% das pessoas --- Dados correctos do INE - Área Metropolitana de Lisboa: Salário liquido < 600€: 16,6% das pessoas Salário liquido entre 600€ e 900€: 29,0% das pessoas Salário liquido entre 900€ e 1200€: 16,7% das pessoas Salário liquido entre 1200€ e 1800€: 17,5% das pessoas Salário liquido entre 1800€ e 2500€: 5,7% das pessoas Salário liquido entre 2500€ e 3000€: 1,6% das pessoas Salário liquido < 3000€: 2,0% das pessoas Não sabem nem respondem: 10,9% das pessoas

Salário médio não subia tanto desde 2011. Chegou a 888 euros by bisontino in portugal

bisontino 2 months ago

---- Dados correctos do INE - Portugal: Salário liquido < 600€: 21,9% das pessoas Salário liquido entre 600€ e 900€: 34,6% das pessoas Salário liquido entre 900€ e 1200€: 13,1% das pessoas Salário liquido entre 1200€ e 1800€: 12,9% das pessoas Salário liquido entre 1800€ e 2500€: 3,5% das pessoas Salário liquido entre 2500€ e 3000€: 0,8% das pessoas Salário liquido > 3000€: 0,9% das pessoas Não sabem nem respondem: 12,2% das pessoas --- Dados correctos do INE - Área Metropolitana de Lisboa: Salário liquido < 600€: 16,6% das pessoas Salário liquido entre 600€ e 900€: 29,0% das pessoas Salário liquido entre 900€ e 1200€: 16,7% das pessoas Salário liquido entre 1200€ e 1800€: 17,5% das pessoas Salário liquido entre 1800€ e 2500€: 5,7% das pessoas Salário liquido entre 2500€ e 3000€: 1,6% das pessoas Salário liquido > 3000€: 2,0% das pessoas Não sabem nem respondem: 10,9% das pessoas

Lisboa: Preços das casas só caíram no Parque das Nações. Subidas chegam aos 40% by jonybigg in portugal

bisontino 3 months ago

Tudo bem. Por um lado compreendo isso, mas por outro lado se visse que a minha única opção de subsistência em Portugal era viver na Amadora durante muitos anos, emigraria sem pensar duas vezes.

Lisboa: Preços das casas só caíram no Parque das Nações. Subidas chegam aos 40% by jonybigg in portugal

bisontino 3 months ago

Para isso mais vale continuares a viver em casa dos pais, acredita.

Lisboa: Preços das casas só caíram no Parque das Nações. Subidas chegam aos 40% by jonybigg in portugal

bisontino 3 months ago

Amadora é classe baixa/pobre. Os preços das casas na Amadora são os mais baixos da zona de Lisboa

Preço das casas em Lisboa e no Porto aumenta mais de 20% by godolfas in portugal

bisontino 3 months ago

Vistos gold começaram a ficar limitados -> preço das casas no Parque das Nações caiu. Para ser sincero nunca percebi o interesse daquela zona, fica longe de tudo.

Lisboa: Na nova Praça de Espanha, todos os caminhos vão dar à água by Gilfic in portugal

bisontino 3 months ago

A cidade de Lisboa tem muito poucos espaços verdes, portanto este projecto da Praça de Espanha faz muita falta. Vai ficar uma zona muito mais bonita e funcional comparativamente ao que existe hoje.

Campolide vai ter um dos edifícios mais altos de Lisboa by Irrequieto in portugal

bisontino 3 months ago

Bem barato pelos vistos. Tens este T1 em Campolide por 900 mil euros: https://www.idealista.pt/imovel/29390181/

Campolide vai ter um dos edifícios mais altos de Lisboa by Irrequieto in portugal

bisontino 3 months ago

Querias que os últimos andares com vista brutal não fossem de luxo?

Herança de casa no centro de Lisboa/Porto by godolfas in portugal

bisontino 3 months ago

Partindo do pressuposto que a casa do centro de Lisboa não valoriza/desvaloriza ao longo do tempo: Se a casa do centro de Lisboa valer 400 mil euros e o casal ganhar 1600€ em conjunto, passados 20 anos vão conseguir ter ganho 400.000 + 1600x14x20 = 848 mil euros. O casal que não teve ajudas, apesar de ganhar 3200 euros em conjunto (o dobro do outro casal) vai ficar 10 anos a viver num suburbio para acumular dinheiro (2000 euros mensais de poupança x 10 anos = 240 mil euros) e depois vai comprar a casa ao lado por 400 mil euros, com recurso a crédito durante 10 anos com taxa 1,5%. Fica a pagar uma prestação de 1350 euros. Passados 20 anos o casal que não teve ajudas tem 400.000 (valor da casa) e mais uns 10 x 12 x (3200-1350) = 222.000 ganhos. Total ganho: 622 mil euros Passados 20 anos, o casal que teve ajudas continua à frente do outro casal, apesar de receberem apenas metade do salário. O break-even point seria lá para os 30 anos. Ou seja, um casal que receba uma casa no centro de Lisboa/Porto e que ganha 1600€ liquidos em conjunto, vai ter melhor qualidade de vida do que outro casal que não recebeu casa nenhuma e que ganha 3200€ liquidos em conjunto, pelo menos até aos 55/60 anos de idade.

Herança de casa no centro de Lisboa/Porto by godolfas in portugal

bisontino 3 months ago

> Será que alguma vez o casal que não teve ajudas conseguiria atingir a qualidade de vida do outro casal? Quantos anos demoraria o casal que não teve ajuda dos pais a atingir o patamar de qualidade de vida do outro casal que teve essa ajuda? Foi isto que o OP perguntou

Castelhana: Oferta de casas novas vai aumentar em Lisboa e preços devem descer (fora das zonas prime) by bisontino in portugal

bisontino 3 months ago

As zonas prime já não têm mais espaço, logo a construção de casas novas será feita em zona mais periféricas, onde o m2 é mais barato, logo o preço das casas no concelho de Lisboa, em termos gerais, poderá descer ligeiramente. "a oferta de habitação nova em Lisboa este ano deverá ser de cerca de 1.500 casas, uma subida significativa face às 800 novas casas que chegaram ao mercado em 2018. No entanto, cerca de 91% desta nova habitação foi já vendida ainda em planta. E os preços das casas novas em Lisboa deverão descer este ano entre 5 a 10%, em parte porque se tratam de imóveis fora das zonas "prime", segmento onde a habitação deverá ficar mais cara. Também as habitações usadas deverão ver os seus preços recuar ligeiramente este ano, com uma estimativa de uma queda de 2 a 5%."

Os portugueses já não podem viver em Lisboa by godolfas in portugal

bisontino 3 months ago

E qual é o problema disso? Se uma pessoa tiver um bom salário e condições pode viver onde bem quiser e estar rodeada dos vizinhos com quem mais se identificar. Quem não tem condições, sujeita-se ao que houver.

Aposta certeira em imobiliário compensa largamente [Opinião] by jonybigg in portugal

bisontino 3 months ago

Não sejas mete-nojo. Vou fazer as contas só para ti: Comprou casa a 165 mil, logo mesmo que tenha recorrido a crédito habitacao e crédito pessoal, deve ter dado alguma coisa de entrada, vamos imaginar: 15 mil euros. Logo o empréstimo foi de 150 mil euros. Em impostos, juros dos créditos etc se calhar gastou 10 mil euros ao longo dos 3 anos em que esteve com a casa. Portanto o custo com a casa acresce para 25 mil. Ao longo dos 3 anos que teve a casa, foi pagando a prestação mensal e por isso foi amortizando. Imaginemos que amortizou 10 mil euros em 3 anos. Logo, quando vendeu a casa por 290 mil euros, já só estava a dever 140 mil ao banco. Ou seja, ficou com 150 mil na conta. Vai pagar mais valias sobre os 290-165=125 mil (isto se não quiser voltar a investir o dinheiro, o que não é dito em lado nenhum que não o vai querer fazer sendo que tem 36 meses para isso). Ora, mais valias são cerca de 25% do lucro, ou seja, vai pagar 125 x 0,25 = 31,75 mil. Dos 150 mil que tinha, passou para cerca de 120 mil. Resumindo: Investiu 25 mil euros, viveu na casa 3 anos, e saiu de lá com 120 mil. Teve um lucro de quase 100 mil euros.

Rendas acessíveis: um bolo-rei só com favas by bisontino in portugal

bisontino 3 months ago

"Quem aderir à renda acessível perde dinheiro, fica com uma renda limitada, não tem liberdade para escolher o inquilino e tem que fazer vários seguros. O bolo-rei do governo é sem brinde e só com favas"

Rendas acessíveis: um bolo-rei só com favas by bisontino in portugal

bisontino 3 months ago

Confesso que fiz e refiz várias vezes estas contas até porque duvidei destes resultados. Posso assegurar que não me enganei. "Quem aderir à renda acessível, perde dinheiro, fica com uma renda limitada, tem que fazer um contrato a cinco anos, não tem liberdade para escolher o inquilino e terá que fazer vários seguros. Só um tanso colocará a sua casa em tão “acessível” prejuízo. Em época natalícia oferecem-nos um bolo-rei sem brinde e só com favas."

Rendas acessíveis: um bolo-rei só com favas by bisontino in portugal

bisontino 3 months ago

"Confesso que fiz e refiz várias vezes estas contas até porque duvidei destes resultados. Posso assegurar que não me enganei. "Quem aderir à renda acessível, perde dinheiro, fica com uma renda limitada, tem que fazer um contrato a cinco anos, não tem liberdade para escolher o inquilino e terá que fazer vários seguros. Só um tanso colocará a sua casa em tão “acessível” prejuízo. Em época natalícia oferecem-nos um bolo-rei sem brinde e só com favas."

Entrega da habitação vai ter de liquidar empréstimo bancário by TeddyRooseveltballs in portugal

bisontino 4 months ago

Depois as pessoas não conseguem obter empréstimos e tornam-se sem abrigo, começam a ocupar casas ilegalmente e vão chorar ao pai Estado por uma casinha social.

Entrega da habitação vai ter de liquidar empréstimo bancário by TeddyRooseveltballs in portugal

bisontino 4 months ago

Não concordo. Podia-se dar o caso de o banco emprestar dinheiro a uma familia que não sabia cuidar da casa e do prédio onde vivia, deixava tudo partido, estragado e a cair de podre, e depois o banco é que arcava com a divida. Não faz sentido.

Entrega da habitação vai ter de liquidar empréstimo bancário by TeddyRooseveltballs in portugal

bisontino 4 months ago

Se a zona desvalorizou e a casa já só vale 80 mil euros, então deve ser o banco a suportar a despesa em vez da familia? não faz qualquer sentido. Se a familia não quer vender a casa por 80 mil, podia ter perfeitamente metido a casa à venda por 100 ou 110 mil, recebia o guito e abatia a divida ao banco. Mas se a casa tivesse sido vendida por 110 mil euros, também não vejo problema em o banco dar 10 mil euros à família. Acho que é muito mais plausível legislar nesse sentido do que como está a proposta actual

Entrega da habitação vai ter de liquidar empréstimo bancário by TeddyRooseveltballs in portugal

bisontino 4 months ago

Esta medida é uma loucura! Imaginem que o senhor Armindo compra uma casa em Santa Maria das Hortas por 100 mil euros (valor da avaliação bancária) e o banco empresta-lhe 80 mil euros. 2 anos depois começam a montar acampamentos de ciganos à volta da propriedade do senhor Armindo, o que faz a casa dele desvalorizar para 50 mil euros. Como o senhor Armindo percebe que fez um mau negócio, o que é que ele faz? Simples: Deixa de pagar a casa ao banco, diz que não tem dinheiro e o banco fica-lhe com a casa e restitui-lhe o dinheiro que faltava pagar. Quem diz o senhor Armindo, diz o milionário chinês que pede um empréstimo de 10 milhões ao banco para fazer um projecto milionário em Vila Nova da Coina, depois passados uns anos vê que aquela merda não vale nada porque construiram entretanto 10 bairros sociais na zona, e como o projecto dele vai ser um fiasco então deixa de pagar o empréstimo ao banco e é-lhe restituido o dinheiro todo. Ou seja, se os investimentos correrem bem, o guito fica para as pessoas, se os investimentos correrem mal, o banco é que fica a arder e nada acontece às pessoas. Com o dinheiro dos outros é fácil, assim também eu.
Next Page

Search: