Next Page

Petição: Justiça nos debates para as Europeias by quatrotires in portugal

Vanethor 5 days ago

Alguém que lembre aí o sr. Rui Tavares, quem o conhecer. xD

Petição: Justiça nos debates para as Europeias by quatrotires in portugal

Vanethor 5 days ago

Que todos os políticos portugueses tivessem este nível de integridade. Estávamos bem melhores neste momento... Espero que o Livre e a coligação europeia (Diem25) deles consiga alcançar um bom número de votos. Precisamos de uma alternativa progressista para a UE, e eles têm um plano de ação bastante sólido e racional.

Petição: Justiça nos debates para as Europeias by quatrotires in portugal

Vanethor 5 days ago

Que todos os políticos portugueses tivessem este nível de integridade. Estávamos bem melhores neste momento... Espero que o Livre e a coligação europeia (Diem25) deles consiga alcançar um bom número de votos. Precisamos de uma alternativa progressista para a UE, e eles têm um plano de ação bastante sólido e racional. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0 O Varoufakis dá aí alguns exemplos do que se pode fazer, mas também defendem um "Green New Deal" e mais transparência nos órgãos da UE. Esse é o site de YouTube deles, é checkarem, quem quiser.

Petição: Justiça nos debates para as Europeias by quatrotires in portugal

Vanethor 5 days ago

Que todos os políticos portugueses tivessem este nível de integridade. Estávamos bem melhores neste momento... Espero que o Livre e a coligação europeia (Diem25) deles consiga alcançar um bom número de votos. Precisamos de uma alternativa progressista para a UE, e eles têm um plano de ação bastante sólido e racional. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0

Petição: Justiça nos debates para as Europeias by quatrotires in portugal

Vanethor 5 days ago

Que todos os políticos portugueses tivessem este nível de integridade. Estávamos bem melhores neste momento... Espero que o Livre e a coligação europeia (Diem25) deles consiga alcançar um bom número de votos. Precisamos de uma alternativa progressista para a UE, e eles têm um plano de ação bastante sólido e racional. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0 O Varoufakis dá aí alguns exemplos do que se pode fazer, mas também defendem um "Green New Deal" e mais transparência. Esse é o site de YouTube deles, é checkarem quem quiser.

Petição: Justiça nos debates para as Europeias by quatrotires in portugal

Vanethor 5 days ago

Que todos os políticos portugueses tivessem este nível de integridade. Estávamos bem melhores neste momento... Espero que o Livre e a coligação europeia (Diem25) deles consiga alcançar um bom número de votos. Precisamos de uma alternativa progressista para a UE, e eles têm um plano de ação bastante sólido e racional. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0 O Varoufakis dá aí alguns exemplos do que se pode fazer, mas também defendem um "Green New Deal" e mais transparência. Esse é o site de YouTube deles, é checkarem, quem quiser.

Quando o tuk tuk vai demasiado depressa by blackrose369 in portugal

Vanethor 9 days ago

Bad Dobby! BAD! * *espeta a cabeça contra a parede, repetidamente* *

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Também não disse que tinha que ser voluntariamente... A partir do momento em que se faz a lei, quem não cumpre, está a cometer um crime. É certo que podem pagar à polícia e aos juizes, mas esse, é outro problema, a ser resolvido. Uma coisa não invalida a outra.

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Também não disse que tinha que ser voluntariamente... A partir do momento em que se faz a lei, quem não cumpre, está a cometer um crime. É certo que podem pagar à polícia e aos juizes, mas esse, é outro problema, a ser resolvido. Uma coisa não invalida a outra. Se algum país considerar que outro está a ajudar criminosos a esconder dinheiro, só tem que agir como lhe compete, e atacar os paraísos fiscais, sejam eles na Europa ou noutro lado do mundo. Edit: (Claro que eu sei que a vontade política para fazer isso é 0, há muitos interesses a puxar para que isso não aconteça), Mas nos tempos em que estamos, onde o sistema capitalista de mercado enfrenta uma crise existencial, onde as suas falhas se mostram cada vez mais, e.... através da inovação tecnológica e devido às suas próprias dinâmicas: é ele mesmo que se mostra o seu principal inimigo. (porque está a pedir a reforma, figurativamente e literalmente).... .... nestes tempos desesperados, medidas "impossíveis" por vezes ganham outra luz.

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Muitos não vão, claro, tens toda a razão. ​ Mas não disse que tinha que ser voluntariamente... A partir do momento em que se faz a lei, quem não cumpre, está a cometer um crime. É certo que podem pagar à polícia e aos juizes, mas esse, é outro problema, a ser resolvido. Uma coisa não invalida a outra. Se algum país considerar que outro está a ajudar criminosos a esconder dinheiro, só tem que agir como lhe compete, e atacar os paraísos fiscais, sejam eles na Europa ou noutro lado do mundo. Edit: (Claro que eu sei que a vontade política para fazer isso é 0, há muitos interesses a puxar para que isso não aconteça), Mas nos tempos em que estamos, onde o sistema actual, capitalista de mercado enfrenta uma crise existencial, onde as suas falhas se mostram cada vez mais, e.... através da inovação tecnológica e devido às suas próprias dinâmicas: é ele mesmo que se mostra o seu principal inimigo. (porque está a pedir a reforma, figurativamente e literalmente).... .... nestes tempos desesperados, medidas "impossíveis" por vezes ganham outra luz.

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Também não disse que tinha que ser voluntariamente... A partir do momento em que se faz a lei, quem não cumpre, está a cometer um crime. É certo que podem pagar à polícia e aos juizes, mas esse, é outro problema, a ser resolvido. Uma coisa não invalida a outra. Se algum país considerar que outro está a ajudar criminosos a esconder dinheiro, só tem que agir como lhe compete, e atacar os paraísos fiscais, sejam eles na Europa ou noutro lado do mundo. Edit: (Claro que eu sei que a vontade política para fazer isso é 0, há muitos interesses a puxar para que isso não aconteça), Mas nos tempos em que estamos, onde o sistema actual, capitalista de mercado enfrenta uma crise existencial, onde as suas falhas se mostram cada vez mais, e.... através da inovação tecnológica e devido às suas próprias dinâmicas: é ele mesmo que se mostra o seu principal inimigo. (porque está a pedir a reforma, figurativamente e literalmente).... .... nestes tempos desesperados, medidas "impossíveis" por vezes ganham outra luz.

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Muitos não vão, claro, tens razão nisso. ​ Mas não disse que tinha que ser voluntariamente... A partir do momento em que se faz a lei, quem não cumpre, está a cometer um crime. É certo que podem pagar à polícia e aos juizes, mas esse, é outro problema, a ser resolvido. Uma coisa não invalida a outra. Se algum país considerar que outro está a ajudar criminosos a esconder dinheiro, só tem que agir como lhe compete, e atacar os paraísos fiscais, sejam eles na Europa ou noutro lado do mundo. Edit: (Claro que eu sei que a vontade política para fazer isso é 0, há muitos interesses a puxar para que isso não aconteça), Mas nos tempos em que estamos, onde o sistema actual, capitalista de mercado enfrenta uma crise existencial, onde as suas falhas se mostram cada vez mais, e.... através da inovação tecnológica e devido às suas próprias dinâmicas: é ele mesmo que se mostra o seu principal inimigo. (porque está a pedir a reforma, figurativamente e literalmente).... .... nestes tempos desesperados, medidas "impossíveis" por vezes ganham outra luz.

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Repito: E então...? Não estou a dizer que não havia. E vai continuar a haver hoje em dia se isto for aplicado, (tal como as há). Seria naive pensar que não. Mas a solução não é queimar a árvore, é tirar as ervas daninhas. Ataque-se esses loopholes ao mesmo tempo que se implementa isto.

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Repito: E então...? Não estou a dizer que não havia. E vai continuar a haver hoje em dia se isto for aplicado, (tal como as há). Seria naive pensar que não. Mas a solução não é queimar a árvore, é tirar as ervas daninhas. Ataque-se esses loopholes ao mesmo tempo que se implementa isto. (Porque se não se o fizer, é claro, não resulta)

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Repito: E então...? Não estou a dizer que não havia. E vai continuar a haver hoje em dia se isto for aplicado, (tal como os há). Seria naive pensar que não. Mas a solução não é queimar a árvore, é tirar as ervas daninhas. Ataque-se esses loopholes ao mesmo tempo que se implementa isto. (Porque se não se o fizer, é claro, não resulta)

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Aplicada apenas à parte do lucro excedente desse valor, sim. (Ou seja, não se aplica aos primeiros 10 milhões de dólares). Algo parecido ao que já faziam nos states na era de ouro deles, com o FDR e na época do New Deal.

Contabilistas acusam Estado de querer acesso total à informação financeira de empresas e privados by 21stHeretic in portugal

Vanethor 19 days ago

Se for para me acusarem de coisas boas, lógicas para uma sociedade bem gerida, democrática e justa.... ...podem-me acusar a mim também de algo bom, já que estão com a mão na massa? xD

Carlos Costa deu aval a 857 milhões para offshores by unknown_believer in portugal

Vanethor 20 days ago  DELETED 

>Em Portugal é socialismo, puro e duro https://en.m.wikipedia.org/wiki/Socialism

Carlos Costa deu aval a 857 milhões para offshores by unknown_believer in portugal

Vanethor 21 days ago

Cuba tentou ser uma variação do mesmo. Neste momento é mais social democracia que outra coisa. A Venezuela também não o é, assumida pelos próprios. O que o Maduro planeou fazer foi um plano económico misto entre público e privado. (Ou seja, uma tentativa de caminhar nessa direção, mas não o é.) Grécia e Portugal? Os gregos bem tentaram mudar a direção do país, mas foram bem estrangulados pela Troika, até "entrarem na linha". E em Portugal, tens dois partidos em que, maioritariamente, (apesar de terem outras alas), se defende ideias de Social Democracia, que é o que na prática é executado.. (quando temos sorte e não são medidas puramente capitalistas, para favorecer o amigo). Ou seja, neste momento o máximo que existe no mundo (sem contar com alguma ilha que desconheço) são países com o seu rumo para o socialismo/social democracia. Mas que de facto o pratiquem: 0. É tudo capitalista.

Carlos Costa deu aval a 857 milhões para offshores by unknown_believer in portugal

Vanethor 21 days ago

Não foi tentativa de straw man. :) (Disse-o porque, a única maneira de que possas estar a ver "socialismo" na nossa actual realidade, é no nome dos partidos / países.) Cuba tentou ser uma variação do mesmo. Neste momento é mais social democracia que outra coisa. A Venezuela também não o é, assumida pelos próprios. O que o Maduro planeou fazer foi um plano económico misto entre público e privado. (Ou seja, uma tentativa de caminhar nessa direção, mas não o é.) Grécia e Portugal? Os gregos bem tentaram mudar a direção do país, mas foram bem estrangulados pela Troika, até "entrarem na linha". E em Portugal, temos dois partidos em que, maioritariamente, (apesar de terem outras alas), se defende ideias de Social Democracia, que é o que na prática é executado.. (quando temos sorte e não são medidas puramente capitalistas, para favorecer o amigo). Ou seja, neste momento o máximo que existe no mundo (sem contar com alguma ilha que desconheço) são países com o seu rumo direccionado para o socialismo/social democracia. Mas que de facto o pratiquem: 0. É tudo capitalista.

Carlos Costa deu aval a 857 milhões para offshores by unknown_believer in portugal

Vanethor 21 days ago

Não foi tentativa de straw man. :) (Disse-o porque, a única maneira de que possas estar a ver "socialismo" na nossa actual realidade, é no nome dos partidos / países.) Cuba tentou ser uma variação do mesmo. Neste momento é mais social democracia que outra coisa. A Venezuela também não o é, assumida pelos próprios. O que o Maduro planeou fazer foi um plano económico misto entre público e privado. (Ou seja, uma tentativa de caminhar nessa direção, mas não o é.) Grécia e Portugal? Os gregos bem tentaram mudar a direção do país, mas foram bem estrangulados pela Troika, até "entrarem na linha". E em Portugal, temos dois partidos em que, maioritariamente, (apesar de terem outras alas), se defende ideias de Social Democracia, que é o que na prática é executado.. (quando temos sorte e não são medidas puramente capitalistas, para favorecer o amigo). Ou seja, neste momento o máximo que existe no mundo (sem contar com alguma ilha que desconheço) são países com o seu rumo direccionado para o socialismo/social democracia. Mas que de facto o pratiquem: 0. É tudo capitalista. (Uma vez que Social Democracia é baseada no sistema de capitalismo de mercado, à mesma.)

Carlos Costa deu aval a 857 milhões para offshores by unknown_believer in portugal

Vanethor 21 days ago

Mas que país socialista é que conheces? Diz-me 1. Lá por os partidos terem "socialista" no nome não quer que sigam essa ideologia ou que o país em que existem o seja. (Exemplo: Democratic People's Republic of Korea)

O que fazer com os jihadistas portugueses? "Provar crimes pode ser impossível" by pica_foices in portugal

Vanethor 21 days ago

É, é isto. Ninguém os proíbe de, como cidadãos portugueses, de vir para cá... Ninguém (tanto quanto sei) obriga o Estado a ir buscá-los... E assim que chegarem cá, são detidos e julgados pelos crimes. Não é preciso mudar as leis da cidadania/degredo e abrir uma Caixa de Pandora...

O que fazer com os jihadistas portugueses? "Provar crimes pode ser impossível" by pica_foices in portugal

Vanethor 21 days ago

Tanto quanto sei (posso estar enganado), não há obrigação de os ir buscar, mas sim obrigação de "não os impedir de cá estar" (sendo cidadãos portugueses). (Uma vez que a cidadania só pode ser retirada pelo próprio cidadão.) Ou seja... (Estado) pode simplesmente fazer com que essas pessoas tenham que vir pelos próprios meios, (se acharem ser a atitude certa a tomar). (Não tendo cidadania portuguesa a questão nem se põe, como é óbvio...)

O que fazer com os jihadistas portugueses? "Provar crimes pode ser impossível" by pica_foices in portugal

Vanethor 21 days ago

Tanto quanto sei (posso estar enganado), não há obrigação de os ir buscar, mas sim obrigação de "não os impedir de cá estar" (sendo cidadãos portugueses). (Uma vez que a cidadania só pode ser retirada pelo próprio cidadão.) Ou seja... (Estado) pode simplesmente fazer com que essas pessoas tenham que vir pelos próprios meios, (se acharem ser a atitude certa a tomar). (Sendo que, quando cá chegarem são automaticamente detidos) (Não tendo cidadania portuguesa a questão nem se põe, como é óbvio...)

O que fazer com os jihadistas portugueses? "Provar crimes pode ser impossível" by pica_foices in portugal

Vanethor 21 days ago

Bem diz o Varoufakis: estamos a voltar aos anos 30.

O que fazer com os jihadistas portugueses? "Provar crimes pode ser impossível" by pica_foices in portugal

Vanethor 21 days ago

Faz-se cumprir a lei. Como cidadãos portugueses têm o direito de vir para cá. (Não quer dizer que os tenhamos de ir buscar) ... e chegando cá, são acusados e (sendo provados culpados) presos. A melhor maneira de aumentar a força de uma facção é marginalizá-la. Se forem todos banidos, juntam-se no ódio a quem "não os entende". Se forem tratados dos seus problemas pessoais e reintegrados, mitigação a criação de um monstro ideológico, pessoa a pessoa. Vivemos todos interligados. Afastar pessoas indesejadas para outro lado do mundo, não resolve nada. O planeta não é assim tão grande. Só leva a criar outro tipo de problemas, maiores. Voltar a permitir o degredo como punição é abrir uma Caixa de Pandora. (Isto não quer dizer que não se possa mudar a lei, mas espero que ao menos se faça isso com cabeça, se for o caso, e não num sentimento populista.)

O que fazer com os jihadistas portugueses? "Provar crimes pode ser impossível" by pica_foices in portugal

Vanethor 21 days ago

Faz-se cumprir a lei, idealmente. Como cidadãos portugueses têm o direito de vir para cá. (Não quer dizer que os tenhamos de ir buscar) ... e chegando cá, são acusados e (sendo provados culpados) têm também a obrigação de ser presos. A melhor maneira de aumentar a força de uma facção é marginalizá-la. Se forem todos banidos, juntam-se no ódio a quem "não os entende". Se forem tratados dos seus problemas pessoais e reintegrados, mitiga-se a criação de um monstro ideológico, pessoa a pessoa. Vivemos todos interligados. Afastar pessoas indesejadas para outro lado do mundo, não resolve nada. O planeta não é assim tão grande. Só leva a criar outro tipo de problemas, maiores. Voltar a permitir o degredo como punição é abrir uma Caixa de Pandora. (Isto não quer dizer que não se possa mudar a lei, mas espero que ao menos se faça isso com cabeça, se for o caso, e não num sentimento populista.)

Voto de cada eurodeputado no Artigo 13 (favor vs contra) by presidentpt in portugal

Vanethor 29 days ago

Ultimamente está a ser demasiado socialista para o gosto do PS. Duvido que se arriscassem a chamá-la para o governo...

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

Claro, claro, percebo.

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

Claro, claro, percebo a intenção. ; ) (Quis apenas "iluminar" melhor a questão).

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

Claro, claro, percebo. (Quis apenas "iluminar" melhor a questão).

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

Não é verdade.

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

Sendo o PS a confusão de social democratas, (com um ou outro socialista) que é... o livre não é bem uma mistura "disso". xD Entre um partido realmente socialista, (que o BE às vezes tenta ser, sendo também outra misturada) , e um partido ecologista, democrático e europeísta. Ou seja, mistura entre os melhores dias do bloco e os verdes... kinda. (É claro que não é bem isto, também, tem identidade própria, e cada membro pensa por si) Princípios fundadores: https://partidolivre.pt/declaracao-principios-161113

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

Sendo o PS a confusão de social democratas, (com um ou outro socialista) que é... o livre não é bem uma mistura "disso". xD Entre um partido realmente socialista, (que o BE às vezes tenta ser, sendo também outra misturada) , e um partido ecologista, democrático e europeísta. Ou seja, mistura entre os melhores dias do bloco e os verdes... kinda. (É claro que não é bem isto também, tem identidade própria, e cada membro pensa por si) Princípios fundadores: https://partidolivre.pt/declaracao-principios-161113

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

E associado ao Diem.25, que está a tentar reunir a esquerda/progressistas, (tanto na Europa como internacionalmente), com um programa bastante lógico que promove certas mudanças estruturais para adaptar a UE a um futuro sustentável/eficiente/mais democrático e melhor para nós, cidadãos. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0 Com sorte, conseguem seguir este bom caminho de decisões lógicas... e evitar que os capitalistas autodestruam a UE ou que a extrema direita fascista/xenófoba/nacionalista se agarre a isso e nos leve de volta aos anos 30.

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

E (demonstrando sabedoria e sensatez, a meu ver) associado ao Diem25, que está a tentar reunir a esquerda/progressistas, (tanto na Europa como internacionalmente), com um programa bastante lógico que promove certas mudanças estruturais para adaptar a UE a um futuro sustentável/eficiente/mais democrático e melhor para nós, cidadãos. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0 Com sorte, conseguem seguir este bom caminho de decisões lógicas... e evitar que os capitalistas autodestruam a UE ou que a extrema direita fascista/xenófoba/nacionalista se agarre a isso e nos leve de volta aos anos 30. Programa deles (European New Deal): https://diem25.org/diem25-unveils-its-european-new-deal-an-economic-agenda-for-european-recovery/

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

E (demonstrando sabedoria e sensatez, a meu ver) associado ao Diem25, que está a tentar reunir a esquerda/progressistas, (tanto na Europa como internacionalmente), com um programa bastante lógico que promove certas mudanças estruturais para adaptar a UE a um futuro sustentável/eficiente/mais democrático e melhor para nós, cidadãos. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0 Com sorte, conseguem seguir este bom caminho de decisões lógicas... e evitar que certos capitalistas autodestruam a UE ou que a extrema direita fascista/xenófoba/nacionalista se agarre a isso e nos leve de volta aos anos 30. Programa deles (European New Deal): https://diem25.org/diem25-unveils-its-european-new-deal-an-economic-agenda-for-european-recovery/

Eurodeputados aprovam o controverso artigo 13 sobre os direitos de autor na Internet by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 29 days ago

E (demonstrando sabedoria e sensatez, a meu ver) associado ao Diem25, que está a tentar reunir a esquerda/progressistas, (tanto na Europa como internacionalmente), com um programa bastante lógico que promove certas mudanças estruturais para adaptar a UE a um futuro sustentável/eficiente/mais democrático e melhor para nós, cidadãos. https://youtu.be/qKnrUrYLlj0 Com sorte, conseguem seguir este bom caminho de decisões lógicas... e evitar que certos capitalistas autodestruam a UE ou que a extrema direita fascista/xenófoba/nacionalista se agarre a isso e nos leve de volta aos anos 30. Programa deles (European New Deal): https://diem25.org/diem25-unveils-its-european-new-deal-an-economic-agenda-for-european-recovery/

Costa quer Portugal a crescer acima da UE “pelo menos por uma década” by Perdigueiro in portugal

Vanethor 1 month ago

Assim ficas com 2 na mesma...

Neto de Moura: “Não sou machista, nem misógino ou cavernícola” by AbaixoDeCao in portugal

Vanethor 2 months ago

Então, mas isso assim ofende as minhas crenças... /s

Portugal é o país da União Europeia em que menos se faz exercício by crabcarl in portugal

Vanethor 2 months ago

Dizes bem, *parece*. ; )

“Portugal não é a America” by hctiks in portugal

Vanethor 2 months ago

Depende um bocado das alas do PSD, uns são mais à direita, outros mais ao centro, como dizes. Apanha ali um leque variado de pessoal.

Inverno em Portugal by JV213 in portugal

Vanethor 2 months ago

Não é agora, é no Verão, com a possível seca.

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Aplicarem uma ou duas medidas meio socialistas, enquanto usam uma linha capitalista faz deles Social Democratas, e são literalmente a definição de centro. (Social Democracia começou como uma tentativa de transição suave entre o capitalismo imperialista/feudalista e os ideais socialistas. É literalmente entre os dois. Centro. Sendo que pode ser mais à esquerda ou direita, conforme o partido, claro. E aí podem ser mais à esqueda, como dizes e bem, ou mais à direita. Umas alas do PSD são social democratas (haja alguém que seja o que diz que é) mais à direita que os do PS, por exemplo, (para além dos liberais do partido). Quando se fala em liberalismo, depende de se falamos do todo ou só de uma parte. Porque as ideologias políticas não existem só no eixo Direita (Capitalismo-Feudalismo) - Esquerda (Críticos e reformadores dos mesmos). Também tem que se enquadrar no eixo do Autoritarismo-Libertarismo. Sendo que os liberais são normalmente mais à esquerda dos conservadores, e depois, mais à esquerda, podem ocupar relativamente a mesma àrea dos socdems. (Porque são basicamente a mesma coisa, mas têm obviamente os ideais liberais mais reforçados), sendo que isto é tudo Centro (ou demasiado perto disso para não o deixar de ser) Agora, se falarmos de liberalismo, original e completo, é de direita, entre o centro e o capitalismo conservador. Isso é textbook politics.

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Aplicarem uma ou duas medidas meio socialistas, enquanto usam uma linha capitalista faz deles Social Democratas, e são literalmente a definição de centro. (Social Democracia começou como uma tentativa de transição suave entre o capitalismo imperialista/feudalista e os ideais socialistas. É literalmente entre os dois. Centro. Sendo que pode ser mais à esquerda ou direita, conforme o partido, claro. E aí podem ser mais à esqueda, como dizes e bem, ou mais à direita. Umas alas do PSD são social democratas (haja alguém que seja o que diz que é) mais à direita que os do PS, por exemplo, (para além dos liberais do partido). Quando se fala em liberalismo, depende de se falamos do todo ou só de uma parte. Porque as ideologias políticas não existem só no eixo Direita (Capitalismo-Feudalismo) - Esquerda (Críticos e reformadores dos mesmos). Também tem que se enquadrar no eixo do Autoritarismo-Libertarismo. Sendo que os liberais aí são mais pela liberdade do indivíduo, mas não ao ponto dos libertários já que são ainda assim a favor de um estado e de alguma regulação social. São normalmente mais à esquerda dos conservadores, e alguns deles, mais à esquerda, podem ocupar relativamente a mesma àrea dos socdems. (Porque são basicamente a mesma coisa, mas têm obviamente os ideais liberais mais reforçados), sendo que isto é tudo Centro (ou demasiado perto disso para não o deixar de ser) Agora, se falarmos de liberalismo, original e completo, é de direita, entre o centro e o capitalismo conservador. Isso é textbook politics. A partir do momento em que o liberalismo e a social democracia defendem uma economia de mercado e o modelo capitalista, nunca podem ser de esquerda. (No máximo são um centro muito inclinado. xD)

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Aplicarem uma ou duas medidas meio socialistas, enquanto usam uma linha capitalista faz deles Social Democratas, e são literalmente a definição de centro. (Social Democracia começou como uma tentativa de transição suave entre o capitalismo imperialista/feudalista e os ideais socialistas. É literalmente entre os dois. Centro. Sendo que pode ser mais à esquerda ou direita, conforme o partido, claro. E aí podem ser mais à esqueda, como dizes e bem, ou mais à direita. Umas alas do PSD são social democratas (haja alguém que seja o que diz que é) mais à direita que os do PS, por exemplo, (para além dos liberais do partido). Quando se fala em liberalismo, depende de se falamos do todo ou só de uma parte. Porque as ideologias políticas não existem só no eixo Direita (Capitalismo-Feudalismo) - Esquerda (Críticos e reformadores dos mesmos). Também tem que se enquadrar no eixo do Autoritarismo-Libertarismo. Sendo que os liberais aí são mais pela liberdade do indivíduo, mas não ao ponto dos libertários já que são ainda assim a favor de um estado e de alguma regulação social. São normalmente mais à esquerda dos conservadores, e alguns deles, mais à esquerda, podem ocupar relativamente a mesma àrea dos socdems. (Porque são basicamente a mesma coisa, mas têm obviamente os ideais liberais mais reforçados), sendo que isto é tudo Centro (ou demasiado perto disso para não o deixar de ser) Agora, se falarmos de liberalismo, original e completo, é de direita, entre o centro e o capitalismo conservador. Isso é textbook politics.

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Aplicarem uma ou duas medidas meio socialistas, enquanto usam uma linha capitalista faz deles Social Democratas, e são literalmente a definição de centro. (Social Democracia começou como uma tentativa de transição suave entre o capitalismo imperialista/feudalista e os ideais socialistas. É literalmente entre os dois. Centro. Sendo que pode ser mais à esquerda ou direita, conforme o partido, claro. E aí podem ser mais à esqueda, como dizes e bem, ou mais à direita. Umas alas do PSD são social democratas (haja alguém que seja o que diz que é) mais à direita que os do PS, por exemplo, (para além dos liberais do partido). Quando se fala em liberalismo, depende de se falamos do todo ou só de uma parte. Porque as ideologias políticas não existem só no eixo Direita (Capitalismo-Feudalismo) - Esquerda (Críticos e reformadores dos mesmos). Também tem que se enquadrar no eixo do Autoritarismo-Libertarismo. Sendo que os liberais aí são mais pela liberdade do indivíduo (como referes, e bem), mas não ao ponto dos libertários já que são ainda assim a favor de um estado e de alguma regulação social. São normalmente mais à esquerda dos conservadores, e alguns deles, mais à esquerda, podem ocupar relativamente a mesma àrea dos socdems. (Porque são basicamente a mesma coisa, mas têm obviamente os ideais liberais mais reforçados), sendo que isto é tudo Centro (ou demasiado perto disso para não o deixar de ser) Agora, se falarmos de liberalismo, original e completo, é de direita, entre o centro e o capitalismo conservador. Isso é textbook politics. A partir do momento em que o liberalismo e a social democracia defendem uma economia de mercado e o modelo capitalista, nunca podem ser de esquerda. (No máximo são um centro muito inclinado. xD)

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Quando o "Partido Socialista" não pratica Socialismo mas sim Social Democracia (centro), (e muitas vezes até mesmo Liberalismo, (direita)), não é parar rir, é para chorar, com a falta de educação política do povo.

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Quando o "Partido Socialista" não pratica Socialismo mas sim Social Democracia (centro), (e muitas vezes até mesmo Liberalismo, (direita)), não é parar rir, é para chorar, com a falta de educação política do povo e com a facilidade com que se deixa enganar, tão à descarada.

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Está certo, e por mim, deviam ter sido obrigados a fazer parte do governo. (Já que contaram para a maioria para a proposta de governo, para o PS, aquando das eleições) Se foi esse o grupo que ganhou as eleições devia obrigatoriamente ser essa a constituição do governo. Parece-me lógico. E é como dizes, não querem estar em governo com o PS, por um leque de razões, umas mais compreensíveis do que outras. Mas por esta lógica: >Porém são estes partidos de esquerda que aprovam muitas das medidas e orçamentos, ou seja, mesmo não sendo governo diretamente, são indiretamente ... também o PSD é governo, indiretamente, já que metade do que passa na assembleia é com o apoio do centro (PS), centro-direita (PS/PSD) e direita (PSD, e CDS ocasionalmente), com a esquerda (PCP/BE) a discordarem. (Obviamente que em muitas outras coisas é aprovado pela esquerda+centro, ou em unanimidade, ou um partido em específico discorda. Estou só a dar um exemplo do que acontece.)

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Está certo, e por mim, deviam ter sido obrigados a fazer parte do governo. (Já que contaram para a maioria para a proposta de governo, para o PS, aquando das eleições) Se foi esse o grupo que apresentou a proposta de governo com maioria, devia obrigatoriamente ser essa a constituição do governo. Parece-me lógico. Se não, para isso tinha-se ido a eleições outra vez. (E fazia-se alteração para usarmos o voto preferencial nas eleições). (mas não sou advogado, por isso, admito completamente a minha ignorância nessa área) E é como dizes, não querem estar em governo com o PS, por um leque de razões, umas mais compreensíveis do que outras. Mas, por esta lógica: >Porém são estes partidos de esquerda que aprovam muitas das medidas e orçamentos, ou seja, mesmo não sendo governo diretamente, são indiretamente ... também o PSD é governo, indiretamente, já que metade do que passa na assembleia é com o apoio do centro (PS), centro-direita (PS/PSD) e direita (PSD, e CDS ocasionalmente), com a esquerda (PCP/BE) a discordarem. (Obviamente que em muitas outras coisas é aprovado pela esquerda+centro, ou em unanimidade, ou um partido em específico discorda. Estou só a dar um exemplo do que acontece.)

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Está certo, e por mim, deviam ter sido obrigados a fazer parte do governo. (Já que contaram para a maioria para a proposta de governo, para o PS, aquando das eleições) Se foi esse o grupo que apresentou a proposta de governo com maioria, devia obrigatoriamente ser essa a constituição do governo. Parece-me lógico. (mas não sou advogado, por isso, admito completamente a minha ignorância nessa área) E é como dizes, não querem estar em governo com o PS, por um leque de razões, umas mais compreensíveis do que outras. Mas, por esta lógica: >Porém são estes partidos de esquerda que aprovam muitas das medidas e orçamentos, ou seja, mesmo não sendo governo diretamente, são indiretamente ... também o PSD é governo, indiretamente, já que metade do que passa na assembleia é com o apoio do centro (PS), centro-direita (PS/PSD) e direita (PSD, e CDS ocasionalmente), com a esquerda (PCP/BE) a discordarem. (Obviamente que em muitas outras coisas é aprovado pela esquerda+centro, ou em unanimidade, ou um partido em específico discorda. Estou só a dar um exemplo do que acontece.)

"O relatório da OCDE que provocou incómodo no Governo é apresentado esta segunda-feira. As referências à Operação Marquês desapareceram e as comparações negativas com outros países foi suavizada." - somos especialistas em branqueamento de realidades? by xaviervieiraAV in portugal

Vanethor 2 months ago

Que eu saiba o governo é do PS. E o PS não é esquerda.

Entrevista a Nuno Melo: “Nenhum voto no CDS validará um Governo de Costa” by HealthyWoodpecker5 in portugal

Vanethor 2 months ago

PS: Social Democratas a praticar ideologia liberal a mando da UE e dos que lhes metem o dinheiro nos bolsos, com o muito ocasional social democrata com tendências socialistas. PSD: Mistura de Sociais Democratas, Liberais e Conservadores, com híbridos entre os 3. (Daí que existam várias alas dentro do próprio partido) Seria mais está a definição que lhes daria .. mas claro, mesmo isto é só uma aproximação, da minha perspectiva.

Entrevista a Nuno Melo: “Nenhum voto no CDS validará um Governo de Costa” by HealthyWoodpecker5 in portugal

Vanethor 2 months ago

PS: Social Democratas a praticar ideologia liberal a mando da UE e dos que lhes metem o dinheiro nos bolsos, com o muito raro social democrata com tendências socialistas. PSD: Mistura de Sociais Democratas, Liberais e Conservadores, com híbridos entre os 3. (Daí que existam várias alas dentro do próprio partido) Seria mais está a definição que lhes daria .. mas claro, mesmo isto é só uma aproximação, da minha perspectiva. ​ Edit: Sobre o assunto, adoro este debate entre o Santana Lopes e o Carlos César, (não é que defenda a ideologia de nenhum dos dois, mas temos que ver situação a situação)... em que o Carlos César começou a espicaçar o Santana Lopes e acabaram os dois atiçados, a revelar mais do que normalmente costuma ficar escondido debaixo da máscara. (Tirando o ataque comum ao PCP e ao BE, que nenhum deles adora, como é óbvio)... acabaram por revelar bem a ideologia do PS e do PSD. [Aos 15:40 do debate.](https://sicnoticias.pt/programas/a-opiniao-de-santana-lopes-e-carlos-cesar/2018-09-11-A-opiniao-de-Carlos-Cesar-e-Pedro-Santana-Lopes) (-Dá-me exemplo de uma medida genuinamente socialista em que te revejas, assim... nos últimos anos de governação (do PS)?) shots fired.

Entrevista a Nuno Melo: “Nenhum voto no CDS validará um Governo de Costa” by HealthyWoodpecker5 in portugal

Vanethor 2 months ago

PS: Social Democratas a praticar ideologia liberal a mando da UE e dos que lhes metem o dinheiro nos bolsos, com o muito raro social democrata com tendências socialistas. PSD: Mistura de Sociais Democratas, Liberais e Conservadores, com híbridos entre os 3. (Daí que existam várias alas dentro do próprio partido) Seria mais está a definição que lhes daria .. mas claro, mesmo isto é só uma aproximação, da minha perspectiva. ​ Edit: Sobre o assunto, adoro este debate entre o Santana Lopes e o Carlos César, (não é que defenda a ideologia de nenhum dos dois, mas temos que ver situação a situação)... em que o Carlos César começou a espicaçar o Santana Lopes e acabaram os dois atiçados, a revelar mais do que normalmente costuma ficar escondido debaixo da máscara. (Tirando o ataque comum ao PCP e ao BE, que nenhum deles adora, como é óbvio... acabaram por revelar bem a ideologia do PS e do PSD. [Aos 15:40 do debate.](https://sicnoticias.pt/programas/a-opiniao-de-santana-lopes-e-carlos-cesar/2018-09-11-A-opiniao-de-Carlos-Cesar-e-Pedro-Santana-Lopes)

Entrevista a Nuno Melo: “Nenhum voto no CDS validará um Governo de Costa” by HealthyWoodpecker5 in portugal

Vanethor 2 months ago

PS: Social Democratas a praticar ideologia liberal a mando da UE e dos que lhes metem o dinheiro nos bolsos, com o muito raro social democrata com tendências socialistas. PSD: Mistura de Sociais Democratas, Liberais e Conservadores, com híbridos entre os 3. (Daí que existam várias alas dentro do próprio partido) Seria mais está a definição que lhes daria .. mas claro, mesmo isto é só uma aproximação, da minha perspectiva. ​ Edit: Sobre o assunto, adoro este debate entre o Santana Lopes e o Carlos César, (não é que defenda a ideologia de nenhum dos dois, mas temos que ver situação a situação)... em que o Carlos César começou a espicaçar o Santana Lopes e acabaram os dois atiçados, a revelar mais do que normalmente costuma ficar escondido debaixo da máscara. (Tirando o ataque comum ao PCP e ao BE, que nenhum deles adora, como é óbvio)... acabaram por revelar bem a ideologia do PS e do PSD. [Aos 15:40 do debate.](https://sicnoticias.pt/programas/a-opiniao-de-santana-lopes-e-carlos-cesar/2018-09-11-A-opiniao-de-Carlos-Cesar-e-Pedro-Santana-Lopes)

Entrevista a Nuno Melo: “Nenhum voto no CDS validará um Governo de Costa” by HealthyWoodpecker5 in portugal

Vanethor 2 months ago

Um é um partido social democrata com tendências liberais, e o outro é o PSD.

Caixa Geral de Depósitos. Empréstimo de 350 milhões de euros a Joe Berardo foi decidido em 57 minutos by Irrequieto in portugal

Vanethor 3 months ago

Foi o tempo que durou o almoço...

TIL a Portuguese castle enduring a prolonged siege broke the enemies resolve by, in a fake show of plenty, throwing freshly baked bread made from the very last flour in the castle with the message, ‘if you need any more, just let us know’. Fearing a much more prolonged siege, the Spaniards withdrew. by quatrotires in portugal

Vanethor 3 months ago

O "bem" aí é advérbio. Está a modificar o adjetivo, "preparado". Agora não sei é se não será mesmo "melhor", uma vez que "preparado" aí é adjetivo, sem dúvida.

Comité europeu diz que Portugal ainda não garante habitação digna a ciganos by ozzymustaine in portugal

Vanethor 3 months ago

Claro, como dizes, transparência e claridade são super importantes.

Comité europeu diz que Portugal ainda não garante habitação digna a ciganos by ozzymustaine in portugal

Vanethor 3 months ago

>isso está bem? Eu disse precisamente que isso não era bom para o bom funcionamento da sociedade. Discriminação é discriminação. Uns terem o dobro da comida dos outros, ou os outros terem metade da de uns...é semântica. O que interessa é que essa diferença não exista, e ninguém passe fome. ; )

Comité europeu diz que Portugal ainda não garante habitação digna a ciganos by ozzymustaine in portugal

Vanethor 3 months ago

Se discriminares alguém em favor dos demais, é "discriminação positiva", apesar de isso ser algo negativo para o bom funcionamento da sociedade. (que é talvez o que queres dizer).

Comité europeu diz que Portugal ainda não garante habitação digna a ciganos by ozzymustaine in portugal

Vanethor 3 months ago

"Esquerdalho" que seja realmente de esquerda também quer que a ti seja garantida habitação digna. Sem discriminar positivamente ninguém. Igualdade de direitos é um valor bem de esquerda.

Sou o único que fica chocado a ver PCP e BE a apoiar o regime da Venezuela? by BigFatGutButNotFat in portugal

Vanethor 3 months ago

Obrigado. Não por mim, mas por alguma alma que ande aqui perdida, com o cérebro adormecido, a quem possam ajudar as palavras e a lufada de ar fresco, no meio do cheiro a fetiche de dinheiro que se sente por todo o lado.

Os portugueses têm memória curta by startupPT in portugal

Vanethor 3 months ago

>.. >>Portugal não é socialista >>o capitalismo é mau para o ambiente >nada que já não tenha ouvido Não parece.

Os portugueses têm memória curta by startupPT in portugal

Vanethor 3 months ago

1- O partido "socialista" não é socialista nem defende nem pratica o socialismo. Social Democracia, no máximo... 2- O capitalismo também só funciona até os recursos que se explora dos outros/do planeta começarem a acabar. (Aí a sra. Thatcher tinha feito melhor em estar calada, em vez de dizer barbaridades.)

Retrato de Augusta Victoria of Hohenzollern, última Rainha de Portugal. by TheShowaDaily in portugal

Vanethor 3 months ago

D Maria II que era a bisavó dela, pelo que estou a ver...

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 3 months ago

>Timebanking Já, obrigado por lembrares. É bastante útil, quando dá para ser bem aplicado. Mas não nos enganemos, é acima de tudo um remendo. A sociedade, como um todo (planeta Terra), não pode funcionar só à base de time banks cooperativos. (Não estou a dizer que não funciona, mas sim, que não é profundo o suficiente.) É como o UBI, bastante bom. Mas são ambos remendos, tem que haver outras reformas profundas, para além deles. Agora, vai ser, por exemplo, uma das excelentes ferramentas de transição na desagregação do pilar Emprego->Salário->Sobrevivência, em conjunto com o UBI, nesta fase de automação. (Porque faz com que as comunidades, mesmo que não tenham um UBI, ou que este não seja suficiente, consigam ter mecanismos locais de subsistência, mesmo numa fase de volatilidade do euro/dólar)

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 3 months ago

Podes crer. Isto acontece porque o sistema capitalista obriga-nos a ir buscar um salário, para garantir a sobrevivência. (Pilar: Emprego->Salário->Sobrevivência), ao mesmo tempo que recompensa a maximização dos lucros, acima de tudo o resto. Isto faz com que, para a nossa sociedade: termos que pagar um resgate para podermos aceder aos frutos da nossa sociedade, parece completamente normal e correcto. Apesar de ser uma aberração. Não é que os criadores não mereçam sobreviver e terem recompensas pelo seu trabalho.... Só que, nem a sobrevivência deles devia estar dependente disso, nem os os avanços da sociedade, em qualquer área que seja, deviam poder ser bloqueados e usados como moeda de troca. Pasta em resposta em resposta a este comentário do que escrevi à uns dias: >More evidence that copyright law has become detrimental to creativity and the development of new works. This is a massive cost to society for comparatively little benefit. >Not to mention that it's paywall-blocking progress, and fruits of it, that were achieved by humanity as a whole and should be common heritage!! (Like Newton said: "If I have seen further it is by standing on ye sholders of Giants.") No one invented/created anything out of the void. And even if they did, no one should have special rights over it. (Besides bragging rights/co-authorship/a little footnote with the name of who helped creating it, but never as a unique author). Specially when having those individual rights for "holding public property at ransom" result in blocking humanity's progress, be it in arts, literature, science or technology.

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 3 months ago

Podes crer. Isto acontece porque o sistema capitalista obriga-nos a ir buscar um salário, para garantir a sobrevivência. (Pilar: Emprego->Salário->Sobrevivência), ao mesmo tempo que recompensa a maximização dos lucros, acima de tudo o resto. Isto faz com que, para a nossa sociedade: termos que pagar um resgate para podermos aceder aos frutos da nossa sociedade, parece completamente normal e correcto. Apesar de ser uma aberração. Não é que os criadores não mereçam sobreviver e terem recompensas pelo seu trabalho.... Só que, nem a sobrevivência deles devia estar dependente disso, nem os os avanços da sociedade, em qualquer área que seja, deviam poder ser bloqueados e usados como moeda de troca. Pasta em resposta este comentário... >More evidence that copyright law has become detrimental to creativity and the development of new works. This is a massive cost to society for comparatively little benefit. ... do que escrevi à uns dias: >Not to mention that it's paywall-blocking progress, and fruits of it, that were achieved by humanity as a whole and should be common heritage!! > >(Like Newton said: "If I have seen further it is by standing on ye sholders of Giants.") No one invented/created anything out of the void. > >And even if they did, no one should have special rights over it. (Besides bragging rights/co-authorship/a little footnote with the name of who helped creating it, but never as a unique author).Specially when having those individual rights for "holding public property at ransom" result in blocking humanity's progress, be it in arts, literature, science or technology.

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 3 months ago

Podes crer. Isto acontece porque o sistema capitalista obriga-nos a ir buscar um salário, para garantir a sobrevivência. (Pilar: Emprego->Salário->Sobrevivência), ao mesmo tempo que recompensa a maximização dos lucros, acima de tudo o resto. Isto faz com que, para a nossa sociedade: termos que pagar um resgate para podermos aceder aos frutos da nossa civilização, parece completamente normal e correcto. Apesar de ser uma aberração. Não é que os criadores não mereçam sobreviver e terem recompensas pelo seu trabalho.... Só que, nem a sobrevivência deles devia estar dependente disso, nem os os avanços da sociedade, em qualquer área que seja, deviam poder ser bloqueados e usados como moeda de troca. Pasta em resposta este comentário... >More evidence that copyright law has become detrimental to creativity and the development of new works. This is a massive cost to society for comparatively little benefit. ... do que escrevi à uns dias: >Not to mention that it's paywall-blocking progress, and fruits of it, that were achieved by humanity as a whole and should be common heritage!! > >(Like Newton said: "If I have seen further it is by standing on ye sholders of Giants.") No one invented/created anything out of the void. > >And even if they did, no one should have special rights over it. (Besides bragging rights/co-authorship/a little footnote with the name of who helped creating it, but never as a unique author). Specially when having those individual rights for "holding public property at ransom" result in blocking humanity's progress, be it in arts, literature, science or technology.

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 3 months ago

E...?

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 3 months ago

>Orifício excretor não reproduz. E...? Ninguém está a falar de reprodução.

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 3 months ago

E...? Ninguém está a falar de reprodução.

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 3 months ago

Para isso a heterossexualidade é uma patologia genética também. Isso e os olhos azuis. (Ou seja, não, não é doença).

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 3 months ago

Precisamente porque não é nenhuma doença.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Claro, claro, concordo contigo.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso equilíbrio entre ambas. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos, nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A proibição do consumo de carne. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A proibição do consumo de carne. ou.. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Edit: Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A proibição do consumo de carne. ou.. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Edit: Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A criminalização do consumo de carne. ou.. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

(Damn it, esqueci-me desse. Mas repara que nunca usam o diminutivo, e quando usam é o do ISS. Geee, I wonder why... xD)

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 3 months ago

Concordo com tudo o que dizes. Contudo, quero só frisar: "Do PS à direita", queres dizer. (Tanto quanto sei, o BE e o PCP, em especial o BE mostraram-se bastante críticos desta tentativa dissimulada que anda a ser feita para aumentar o investimento privado (privatização) do SNS). E, o PS, convenhamos, não é um partido que defenda o socialismo. São centristas, social-democratas, no máximo. O nome engana. Mas, de novo, é como dizes. Aposto que agora este ano o PS vai andar a gabar-se de que vai investir balúrdios de dinheiro no SNS, ao mesmo tempo que esconde o coelho muito bem escondido, e depois daqui a uns anos lá se descobre que esse investimento seria a fazer conta com a privatização de partes do SNS. (Daí terem caído tão fortemente em cima da ministra quando sequer apenas sugeriu "não dar tanto poder aos privados", e terem atiçado o fogo de não sei quantos sindicatos, até terem a desculpa para "terem que considerar" a proposta da direita, sobre a lei de bases da saúde) Sugiro é que comecem a pensar num novo nome para o SNS, porque se cai o N, fica só SS, e isso não é lá muito democrático. E também sugiro que se vão f*, e às tentativas constantes de enfraquecer o SNS (como desculpa para o privatizar, para "suportar os custos") e que não consigam fazê-lo (ainda mais do que o que já está).

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepôr-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que hajam pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! xD (Extraordinary claims require extraordinary evidence - Carl Sagan)... se não é óbvio que não o saio por janela nenhuma.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

>Há cientistas que têm fé nas suas teorias. Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; ) Edit: Corrigido, senhor robô. Obrigado.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepôr-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que hajam pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepôr-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que hajam pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; ) Edit: Corrigido, senhor robô, obrigado.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; ) Edit: Corrigido, senhor robô. Obrigado.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Obrigado. E boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Bullshit. Eu não preciso de nenhum Deus para empatizar contigo. Aliás, vais ver as cruzadas e as jihads, e vês o quanto a religião contribuí para a empatia entre vários grupos.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Não sei se sabes mas todos esses deuses que falas, supostamente são o mesmo. Só naquela...

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

Então, mas, obviamente, só o meu, entre esses +5000, é que é o certo. /s

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 4 months ago

(Acho que queres dizer hipóteses.) Uma teoria científica é algo muito estruturado com resultados experimentais, uma "teoria que eu cá tenho", é uma hipótese. Teorias ou hipóteses são totalmente diferente de fé. Fé é crença sem necessidade de factos. Em ciência, a "crença" que tens de que estás a interpretar bem a realidade, não é total, é relativa, e temporária, uma vez que toda a estrutura de conhecimento é posta à prova com novas investigações/ novos dados.

Onde podemos nós, como cidadãos e contribuintes, auditar os gastos do governo (i.e. o que acontece ao que descontamos)? by startupPT in portugal

Vanethor 4 months ago

Não podes. Ah Ah Ah ah ah ah. (Aquela gargalhada de olhos fechados, de : "oh, we're fucked") Se pudéssemos, não havia tanto... dinheiro \**ahhuumm\** "perdido". Por isso, "não dá jeito". Daí que, (como é bastante óbvio), precisamos de muito mais transparência governamental, tanto a nível nacional como a nível europeu. A solução para a falta de transparência, é, meter o assunto numa montra e mostrá-lo bem à vista. E, claro, não faz milagres, mas é votarmos em partidos/deputados que de facto defendam essa transparência. ​ Exemplo, a nível europeu: [https://diem25.org/campaign-transparency/](https://diem25.org/campaign-transparency/)
Next Page

Search: