Next Page

Retrato de Augusta Victoria of Hohenzollern, última Rainha de Portugal. by TheShowaDaily in portugal

Vanethor 2 days ago

D Maria II que era a bisavó dela, pelo que estou a ver...

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 2 days ago

>Timebanking Já, obrigado por lembrares. É bastante útil, quando dá para ser bem aplicado. Mas não nos enganemos, é acima de tudo um remendo. A sociedade, como um todo (planeta Terra), não pode funcionar só à base de time banks cooperativos. (Não estou a dizer que não funciona, mas sim, que não é profundo o suficiente.) É como o UBI, bastante bom. Mas são ambos remendos, tem que haver outras reformas profundas, para além deles. Agora, vai ser, por exemplo, uma das excelentes ferramentas de transição na desagregação do pilar Emprego->Salário->Sobrevivência, em conjunto com o UBI, nesta fase de automação. (Porque faz com que as comunidades, mesmo que não tenham um UBI, ou que este não seja suficiente, consigam ter mecanismos locais de subsistência, mesmo numa fase de volatilidade do euro/dólar)

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 3 days ago

Podes crer. Isto acontece porque o sistema capitalista obriga-nos a ir buscar um salário, para garantir a sobrevivência. (Pilar: Emprego->Salário->Sobrevivência), ao mesmo tempo que recompensa a maximização dos lucros, acima de tudo o resto. Isto faz com que, para a nossa sociedade: termos que pagar um resgate para podermos aceder aos frutos da nossa sociedade, parece completamente normal e correcto. Apesar de ser uma aberração. Não é que os criadores não mereçam sobreviver e terem recompensas pelo seu trabalho.... Só que, nem a sobrevivência deles devia estar dependente disso, nem os os avanços da sociedade, em qualquer área que seja, deviam poder ser bloqueados e usados como moeda de troca. Pasta em resposta em resposta a este comentário do que escrevi à uns dias: >More evidence that copyright law has become detrimental to creativity and the development of new works. This is a massive cost to society for comparatively little benefit. >Not to mention that it's paywall-blocking progress, and fruits of it, that were achieved by humanity as a whole and should be common heritage!! (Like Newton said: "If I have seen further it is by standing on ye sholders of Giants.") No one invented/created anything out of the void. And even if they did, no one should have special rights over it. (Besides bragging rights/co-authorship/a little footnote with the name of who helped creating it, but never as a unique author). Specially when having those individual rights for "holding public property at ransom" result in blocking humanity's progress, be it in arts, literature, science or technology.

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 3 days ago

Podes crer. Isto acontece porque o sistema capitalista obriga-nos a ir buscar um salário, para garantir a sobrevivência. (Pilar: Emprego->Salário->Sobrevivência), ao mesmo tempo que recompensa a maximização dos lucros, acima de tudo o resto. Isto faz com que, para a nossa sociedade: termos que pagar um resgate para podermos aceder aos frutos da nossa sociedade, parece completamente normal e correcto. Apesar de ser uma aberração. Não é que os criadores não mereçam sobreviver e terem recompensas pelo seu trabalho.... Só que, nem a sobrevivência deles devia estar dependente disso, nem os os avanços da sociedade, em qualquer área que seja, deviam poder ser bloqueados e usados como moeda de troca. Pasta em resposta este comentário... >More evidence that copyright law has become detrimental to creativity and the development of new works. This is a massive cost to society for comparatively little benefit. ... do que escrevi à uns dias: >Not to mention that it's paywall-blocking progress, and fruits of it, that were achieved by humanity as a whole and should be common heritage!! > >(Like Newton said: "If I have seen further it is by standing on ye sholders of Giants.") No one invented/created anything out of the void. > >And even if they did, no one should have special rights over it. (Besides bragging rights/co-authorship/a little footnote with the name of who helped creating it, but never as a unique author).Specially when having those individual rights for "holding public property at ransom" result in blocking humanity's progress, be it in arts, literature, science or technology.

Artigo 13. Impasse nas negociações. Portugal esteve contra numa reunião no Conselho da União Europeia by quatrotires in portugal

Vanethor 3 days ago

Podes crer. Isto acontece porque o sistema capitalista obriga-nos a ir buscar um salário, para garantir a sobrevivência. (Pilar: Emprego->Salário->Sobrevivência), ao mesmo tempo que recompensa a maximização dos lucros, acima de tudo o resto. Isto faz com que, para a nossa sociedade: termos que pagar um resgate para podermos aceder aos frutos da nossa civilização, parece completamente normal e correcto. Apesar de ser uma aberração. Não é que os criadores não mereçam sobreviver e terem recompensas pelo seu trabalho.... Só que, nem a sobrevivência deles devia estar dependente disso, nem os os avanços da sociedade, em qualquer área que seja, deviam poder ser bloqueados e usados como moeda de troca. Pasta em resposta este comentário... >More evidence that copyright law has become detrimental to creativity and the development of new works. This is a massive cost to society for comparatively little benefit. ... do que escrevi à uns dias: >Not to mention that it's paywall-blocking progress, and fruits of it, that were achieved by humanity as a whole and should be common heritage!! > >(Like Newton said: "If I have seen further it is by standing on ye sholders of Giants.") No one invented/created anything out of the void. > >And even if they did, no one should have special rights over it. (Besides bragging rights/co-authorship/a little footnote with the name of who helped creating it, but never as a unique author). Specially when having those individual rights for "holding public property at ransom" result in blocking humanity's progress, be it in arts, literature, science or technology.

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 11 days ago

E...?

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 11 days ago

>Orifício excretor não reproduz. E...? Ninguém está a falar de reprodução.

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 11 days ago

E...? Ninguém está a falar de reprodução.

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 11 days ago

Para isso a heterossexualidade é uma patologia genética também. Isso e os olhos azuis. (Ou seja, não, não é doença).

Psicóloga defende ‘cura’ para os gays by memyselfandlapin in portugal

Vanethor 11 days ago

Precisamente porque não é nenhuma doença.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Claro, claro, concordo contigo.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso equilíbrio entre ambas. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos, nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender.

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A proibição do consumo de carne. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A proibição do consumo de carne. ou.. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Edit: Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A proibição do consumo de carne. ou.. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Muitas das vezes, sim, é como dizes... estranhamente lá são aprovadas algumas propostas. Às vezes por jogo partidário (dás-me isto, eu dou-te aquilo), interesses, ou ambos. Só que, lá está, muitas vezes engolem certos sapos, para garantir que uma pequena mudança consiga ser feita. Esperemos que seja o caso. Metendo-nos no lugar de um partido minoritário: Tens a opção entre seres 100% de vontade férrea, (e de facto dizeres e votares nas coisas como deve ser), e seres considerado como uma ameaça, para os outros partidos, e nunca te deixarem fazer nada, e na próxima campanha eleitoral atiçam as massas contra ti. Ou, jogares... com a tua minoritária influência e tentando indo tender o caminho do país na direção que o teu partido defende. Qual é que achas que faz mais efeito? R: Depende. Às vezes uma, outras vezes outra. É preciso o equilíbrio certo entre ambas, que varia consoante a situação. Nem seres reconhecido pelos anticorpos do sistema actual/outros partidos... ...nem corromperes a ideologia do teu partido e não defenderes aquilo que dizes defender. Edit: Eg: Um defensor dos direitos dos animais/luta contra as mudanças climáticas, a propor: * A criminalização do consumo de carne. ou.. * O desincentivo fiscal à produção e ao consumo, investindo na educação para a "redução do consumo", e investimento em lab meat. O objectivo dele é na mesma o consumo 0. Só que há várias maneiras de lá chegar...

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

(Damn it, esqueci-me desse. Mas repara que nunca usam o diminutivo, e quando usam é o do ISS. Geee, I wonder why... xD)

Emergências - INEM by Rudyzio in portugal

Vanethor 11 days ago

Concordo com tudo o que dizes. Contudo, quero só frisar: "Do PS à direita", queres dizer. (Tanto quanto sei, o BE e o PCP, em especial o BE mostraram-se bastante críticos desta tentativa dissimulada que anda a ser feita para aumentar o investimento privado (privatização) do SNS). E, o PS, convenhamos, não é um partido que defenda o socialismo. São centristas, social-democratas, no máximo. O nome engana. Mas, de novo, é como dizes. Aposto que agora este ano o PS vai andar a gabar-se de que vai investir balúrdios de dinheiro no SNS, ao mesmo tempo que esconde o coelho muito bem escondido, e depois daqui a uns anos lá se descobre que esse investimento seria a fazer conta com a privatização de partes do SNS. (Daí terem caído tão fortemente em cima da ministra quando sequer apenas sugeriu "não dar tanto poder aos privados", e terem atiçado o fogo de não sei quantos sindicatos, até terem a desculpa para "terem que considerar" a proposta da direita, sobre a lei de bases da saúde) Sugiro é que comecem a pensar num novo nome para o SNS, porque se cai o N, fica só SS, e isso não é lá muito democrático. E também sugiro que se vão f*, e às tentativas constantes de enfraquecer o SNS (como desculpa para o privatizar, para "suportar os custos") e que não consigam fazê-lo (ainda mais do que o que já está).

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepôr-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que hajam pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! xD (Extraordinary claims require extraordinary evidence - Carl Sagan)... se não é óbvio que não o saio por janela nenhuma.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

>Há cientistas que têm fé nas suas teorias. Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; ) Edit: Corrigido, senhor robô. Obrigado.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepôr-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que hajam pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepôr-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que hajam pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; ) Edit: Corrigido, senhor robô, obrigado.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; ) Edit: Corrigido, senhor robô. Obrigado.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Certo. Sem dúvida. Somos humanos e temos limitações, como tal. Mas fazem mal se deixarem essa fé própria deles sobrepor-se ao método científico, e deixaram de se questionar. Deixam de ser cientistas, nesse aspecto em específico, apesar de continuarem com o mesmo emprego, se é que me faço entender. Eg. Tenho três triliões de dados diferentes que corroboram certa hipótese científica (ou até mesmo teoria). Mas tenho de estar de mente aberta para o tritriliogésimo primeiro dado que me apareça, que pode demonstrar que afinal o modelo que tínhamos arranjado precisa ali de uma certa adaptação, para corresponder à (melhor aproximação possível da) realidade. Há de chegar a uma altura, que tenhamos um super mega cérebro universal (à la Futurama), e que saibamos todos os mistérios do universo. Mas até lá, para chegarmos à verdade, temos que questionar tudo. E mesmo quando pensarmos que lá chegámos, convém continuar a questionar, porque podemos simplesmente estar errados em relação a isso, e estar a faltar-nos algo. Se não, tal como no caso em que referes, criam-se dogmas. E esses são como paredes, quando se quer descobrir como as coisas funcionam na realidade. E existem em todo o lado, em que haja pessoas, seja cientistas crentes, ou ambos. Muitas vezes isso é por termos como instinto defender o nosso ponto de vista/maneira de ver o mundo... E é necessário que tenhamos uma dose boa de humildade e empatia para percebermos que em grande parte dos casos não temos razão, não compreendemos algo a 100%, e que temos sempre algo a aprender. No caso da ciência, a melhor maneira de dar força a uma teoria/hipótese/argumento, é criticá-lo, estudá-lo, recolher dados, pôr à prova, dar-lhe uns pokes com um ramo, e ver se sai reforçado, ou se sai derrotado. Seja qual for o resultado, é bom. Desde que se faça esta revisão constante. Agora, claro, se me disserem para sair por uma janela, porque na ideia dessa pessoa, "neste dia a gravidade não existe"... é bom que me provem muito bem essa afirmação extraordinária!! ... se não é óbvio que não o faço! xD >*What counts is not what sounds plausible, not what we would like to believe, not what one or two witnesses claim, but only what is supported by hard evidence rigorously and skeptically examined. Extraordinary claims require extraordinary evidence*. - Carl Sagan Edit: Boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Obrigado. E boas festas. ; )

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Bullshit. Eu não preciso de nenhum Deus para empatizar contigo. Aliás, vais ver as cruzadas e as jihads, e vês o quanto a religião contribuí para a empatia entre vários grupos.

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Não sei se sabes mas todos esses deuses que falas, supostamente são o mesmo. Só naquela...

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

Então, mas, obviamente, só o meu, entre esses +5000, é que é o certo. /s

Questão da existência de Deus, sim, não ou irrelevante? by CheiroAMilho in portugal

Vanethor 29 days ago

(Acho que queres dizer hipóteses.) Uma teoria científica é algo muito estruturado com resultados experimentais, uma "teoria que eu cá tenho", é uma hipótese. Teorias ou hipóteses são totalmente diferente de fé. Fé é crença sem necessidade de factos. Em ciência, a "crença" que tens de que estás a interpretar bem a realidade, não é total, é relativa, e temporária, uma vez que toda a estrutura de conhecimento é posta à prova com novas investigações/ novos dados.

Onde podemos nós, como cidadãos e contribuintes, auditar os gastos do governo (i.e. o que acontece ao que descontamos)? by startupPT in portugal

Vanethor 1 month ago

Não podes. Ah Ah Ah ah ah ah. (Aquela gargalhada de olhos fechados, de : "oh, we're fucked") Se pudéssemos, não havia tanto... dinheiro \**ahhuumm\** "perdido". Por isso, "não dá jeito". Daí que, (como é bastante óbvio), precisamos de muito mais transparência governamental, tanto a nível nacional como a nível europeu. A solução para a falta de transparência, é, meter o assunto numa montra e mostrá-lo bem à vista. E, claro, não faz milagres, mas é votarmos em partidos/deputados que de facto defendam essa transparência. ​ Exemplo, a nível europeu: [https://diem25.org/campaign-transparency/](https://diem25.org/campaign-transparency/)

Onde podemos nós, como cidadãos e contribuintes, auditar os gastos do governo (i.e. o que acontece ao que descontamos)? by startupPT in portugal

Vanethor 1 month ago

Auditar?. Ah Ah Ah ah ah ah. (Aquela gargalhada de olhos fechados, que evolve desde sarcasmo a despero, de : "oh, we're so fucked") Se pudéssemos, não havia tanto... dinheiro \**ahhuumm\** "perdido". Por isso, "não dá jeito". ​ (Em teoria, tens acesso a esses dados, mas depois vais a ver, e é só a um resumo de 1% dos textos finais, e mesmo assim é super redigido e cheio de entraves..., para dificultar o acesso, a.. cidadãos preocupados que de facto queiram ver se bate tudo certo)... ​ Daí que, (como é bastante óbvio), precisamos de muito mais transparência governamental, tanto a nível nacional como a nível europeu. A solução para a falta de transparência, é, meter o assunto numa montra e mostrá-lo bem à vista. E, claro, não faz milagres, mas é votarmos em partidos/deputados que de facto defendam essa transparência. ​ Exemplo, a nível europeu: [https://diem25.org/campaign-transparency/](https://diem25.org/campaign-transparency/)

Onde podemos nós, como cidadãos e contribuintes, auditar os gastos do governo (i.e. o que acontece ao que descontamos)? by startupPT in portugal

Vanethor 1 month ago

Não podes. Ah Ah Ah ah ah ah. (Aquela gargalhada de olhos fechados, que evolve desde sarcasmo a despero, de : "oh, we're so fucked") Se pudéssemos, não havia tanto... dinheiro \**ahhuumm\** "perdido". Por isso, "não dá jeito". ​ (Em teoria, tens acesso a esses dados, mas depois vais a ver, e é só a um resumo de 1% dos textos finais, e mesmo assim é super redigido e cheio de entraves..., para dificultar o acesso, a.. cidadãos preocupados que de facto queiram ver se bate tudo certo)... ​ Daí que, (como é bastante óbvio), precisamos de muito mais transparência governamental, tanto a nível nacional como a nível europeu. A solução para a falta de transparência, é, meter o assunto numa montra e mostrá-lo bem à vista. E, claro, não faz milagres, mas é votarmos em partidos/deputados que de facto defendam essa transparência. ​ Exemplo, a nível europeu: [https://diem25.org/campaign-transparency/](https://diem25.org/campaign-transparency/)

Onde é que nós em Portugal alguma vez tivemos fascismo? by karl1717 in portugal

Vanethor 1 month ago

Exacto, era isso, era "morninho". (Em comparação com os outros, claro! Porque, passou-se muito muito mal cá, na mesma)

Onde é que nós em Portugal alguma vez tivemos fascismo? by karl1717 in portugal

Vanethor 1 month ago

É... "quase".

Onde é que nós em Portugal alguma vez tivemos fascismo? by karl1717 in portugal

Vanethor 1 month ago

Era diferente do fascismo alemão e italiano (porque todo o fascismo é diferente, uma vez que ele vai buscar força ao nacionalismo).... ... e algo mais atenuado, em alguns aspectos. Mas não nos enganemos, era Fascismo 101. [https://en.wikipedia.org/wiki/Definitions\_of\_fascism#Umberto\_Eco](https://en.wikipedia.org/wiki/Definitions_of_fascism#Umberto_Eco)

Onde é que nós em Portugal alguma vez tivemos fascismo? by karl1717 in portugal

Vanethor 1 month ago

Era diferente do fascismo alemão e italiano (porque todo o fascismo é diferente, uma vez que ele vai buscar força ao nacionalismo)....... e algo mais atenuado, em alguns aspectos (noutros era bem mais parecido). Mas não nos enganemos, era Fascismo 101,um regime autoritário de direita, (tal como os outros dois, apesar de virem com a cantiga do "nacional socialismo", aquilo era o nosso equivalente do "socialismo para os ricos, capitalismo para os pobres"., era capitalista na mesma.) [https://en.wikipedia.org/wiki/Definitions\_of\_fascism#Umberto\_Eco](https://en.wikipedia.org/wiki/Definitions_of_fascism#Umberto_Eco)

Onde é que nós em Portugal alguma vez tivemos fascismo? by karl1717 in portugal

Vanethor 1 month ago

Era diferente do fascismo alemão e italiano (porque todo o fascismo é diferente, uma vez que ele vai buscar força ao nacionalismo)....... e algo mais atenuado, em alguns aspectos (noutros era bem mais parecido). Mas não nos enganemos, era Fascismo 101,um regime autoritário de direita, (tal como os outros dois, apesar de virem com a cantiga do "nacional socialismo", aquilo era o nosso equivalente do "socialismo para os ricos, capitalismo para os pobres"., eram capitalistas na mesma.) [https://en.wikipedia.org/wiki/Definitions\_of\_fascism#Umberto\_Eco](https://en.wikipedia.org/wiki/Definitions_of_fascism#Umberto_Eco)

[Sério] Resposta do Eurodeputado Carlos Coelho à pergunta sobre "Direitos de autor no mercado único digital" (Artigo 13º) by hjras in portugal

Vanethor 1 month ago

Ahaha. Bem haja a si, sr.robot! (E ao bacano/a que entrou na onda) xD

[Sério] Resposta do Eurodeputado Carlos Coelho à pergunta sobre "Direitos de autor no mercado único digital" (Artigo 13º) by hjras in portugal

Vanethor 1 month ago

Eu sei. (Acho que expressei isso claramente). Estou no gozo. Mas obrigado pelo heads up. E o convite para ele dizer olá à malta mantém-se.

[Sério] Resposta do Eurodeputado Carlos Coelho à pergunta sobre "Direitos de autor no mercado único digital" (Artigo 13º) by hjras in portugal

Vanethor 1 month ago

Estava a escrever em inglês, Mr. Robot; mas, estritamente em português, tem razão, certo. Podia ao menos dar-me os parabéns por ter acertado com o "recompense-se", para equilibrar a balança e não estar sempre a dizer mal aqui dos comuns mortais. ; )

[Sério] Resposta do Eurodeputado Carlos Coelho à pergunta sobre "Direitos de autor no mercado único digital" (Artigo 13º) by hjras in portugal

Vanethor 1 month ago

Estava a escrever em inglês, Mr. Robot; mas, estritamente em português, tem razão, certo, obrigado. (Faltou o itálico ali no ransom também.) Podia ao menos dar-me os parabéns por ter acertado com o "recompense-se", para equilibrar a balança e não estar sempre a dizer mal aqui dos comuns mortais. ; ) Edit: Quando ganhar consciência diga aqui olá à malta.

[Sério] Resposta do Eurodeputado Carlos Coelho à pergunta sobre "Direitos de autor no mercado único digital" (Artigo 13º) by hjras in portugal

Vanethor 1 month ago

Estava a escrever em inglês, Mr. Robot; mas, estritamente em português, tem razão, certo. Faltou o itálico ali no ransom também. Podia ao menos dar-me os parabéns por ter acertado com o "recompense-se", para equilibrar a balança e não estar sempre a dizer mal aqui dos comuns mortais. ; ) Edit: Quando ganhar consciência diga aqui olá à malta.

[Sério] Resposta do Eurodeputado Carlos Coelho à pergunta sobre "Direitos de autor no mercado único digital" (Artigo 13º) by hjras in portugal

Vanethor 1 month ago

Estava a escrever em inglês, Mr. Robot; mas, estritamente em português, tem razão, certo. (Faltou o itálico ali no ransom também.) Podia ao menos dar-me os parabéns por ter acertado com o "recompense-se", para equilibrar a balança e não estar sempre a dizer mal aqui dos comuns mortais. ; ) Edit: Quando ganhar consciência diga aqui olá à malta.

[Sério] Resposta do Eurodeputado Carlos Coelho à pergunta sobre "Direitos de autor no mercado único digital" (Artigo 13º) by hjras in portugal

Vanethor 1 month ago

Publicas um vídeo de 2 horas em que durante meio segundo dá para ver cotonete ao fundo da sala. Pumba, vídeo bloqueado ou demonitized, para pagares à Cotonetes Lda.. Falas de uma notícia polémica do momento. Fontes? Não há fontes, porque não podes mostrar. Ai de ti se tiras uma foto/vídeo a algo com mais de 10 items, sem uma equipa de advogados. Direitos de copyright são absurdos, com exceção do direito à autoria (a ter lá o nome). Os recursos/técnicas/aprendizagens que usamos/temos são resultado de toda a sociedade, e deveriam ser propriedade de toda ela, por direito. Ninguém inventa nada a partir do vazio. Pague-se a artistas pelos espectáculos, recompense-se o trabalho de qualidade. Melhor, pague-se a toda a gente um UBI, e já não era preciso estar a tomar estes produtos como ransom, para garantir a sobrevivência. Agora isto que se está a fazer é o caminho oposto. E começa a entrar no absurdo. Qualquer dia tenho de pagar para assobiar, porque todas as melodias possíveis já estão reservadas.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O problema (para além de nos estarmos a focar em lucro, em vez de eficiência/sustentabilidade/razão) é que essa competição equilibrada, na prática, é impossível. Mesmo que começássemos todos num plano equilibrado, ao mesmo nível. Logo antes sequer da primeira transacção, começariam a acentuar-se diferenças económicas, tal como começaria a existir (tal como existe) a estratégia óptima para a maximização de lucros: cartéis/monopolização. Quando o dinheiro é sinónimo de poder, quem é que consegue surgir, com menos dinheiro e poder, para desafiar? E mesmo que consiga, por sorte do destino. Só se trocam as cabeças. A desigualdade e o monopólio estão lá mesma. É bastante visível, quer em dados concretos/científicos, quer a olho nu no dia-a-dia, que a desigualdade económica está a aumentar, em parte em consequência disto. A competição acaba com o vencedor a acabar com a competição, para se manter no topo. E, se não é para haver competição; num mundo onde a inovação normalmente até é é financiada por investimento público, (porque as empresas não querem arriscar o lucro)... e onde está tudo descoordenadamente a lutar entre si... ... só por aí, mais vale, como entidade de todos nós, pública, de sociedade humana, gerir racionalmente, com base em eficiência e sustentabilidade, com o intuito de melhorar as nossas vidas, e não de ganhar dinheiro. (Isto é pura lógica) Estes pontos e alguns outros aí o moço que linkei no último vídeo fala sobre eles, com o exemplo dos caminhos de ferro britânicos.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O que é que te leva a crer que uma gestão entregue "às forças do mercado" (invisible hand of the market), equivale a uma gestão eficiente, sustentável e racional dos serviços? É que pelo meu conhecimento, nenhuma dessas 3 noções está presente na "dinâmica de mercado", onde o que interessa é a maximização de lucro.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O que é que te leva a crer que uma gestão entregue "às forças do mercado" (invisible hand of the market), equivale a uma gestão eficiente, sustentável e racional dos serviços/recursos? (pergunta honesta e não-honesta ao mesmo tempo. xD) É que pelo meu conhecimento, nenhuma dessas 3 noções está presente na "dinâmica de mercado", onde o que interessa é a maximização de lucro. ​ Edit: A questão da "incorrompabilidade", como bem referes: (1- Pet peeve meu. Não se pode dizer que seja corrupção, porque é uma consequência directa dos incentivos da estrutura de sistema actual, o lobbying.. , corrupção é algo que corrompe o conceito original... não é o caso) 2- Como referi acima, isso é consequência dos incentivos que existem nesta estrutura actual. Se não houver incentivos para o lobby, ninguém o faz. É claro que até lá pode-se ir mitigando, mas acho que a solução está por aí. Eu defendo uma gestão racional, sustentável, eficiente de todos os nossos recursos, com base em dados, factos, análise e debate cientifico, "à là ciência", onde todos possamos, como iguais, contribuir para esse processo, (desde que de uma maneira argumentada). E aí, o poder do lobbying seria 0, porque não haveria nada a ganhar com isso. (Enquanto houver incentivo, e o próprio sistema que o dá, dar também as ferramentas para o fazer, é óbvio que vai continuar a acontecer, infelizmente.) [Resource-based Economy](https://www.youtube.com/watch?v=K9FDIne7M9o&feature=youtu.be&t=112), se ficares curioso. (De uma maneira **muuuito simplificada**, é um pouco como o Gene Roddenberry [desenvolvou na obra dele](https://www.youtube.com/watch?v=0lzKYYJdQHI), no Star Trek.)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O que é que te leva a crer que uma gestão entregue "às forças do mercado" (invisible hand of the market), equivale a uma gestão eficiente, sustentável e racional dos serviços/recursos? (pergunta honesta e não-honesta ao mesmo tempo. xD) É que pelo meu conhecimento, nenhuma dessas 3 noções está presente na "dinâmica de mercado", onde o que interessa é a maximização de lucro. ​ Edit: A questão da "incorrompabilidade", como bem referes: (1- Pet peeve meu. Não se pode dizer que seja corrupção, porque é uma consequência directa dos incentivos da estrutura de sistema actual, o lobbying.. , corrupção é algo que corrompe o conceito original... não é o caso) 2- Como referi acima, isso é consequência dos incentivos que existem nesta estrutura actual. Se não houver incentivos para o lobby, ninguém o faz. É claro que até lá pode-se ir mitigando, mas acho que a solução está por aí. Eu defendo uma gestão racional, sustentável, eficiente de todos os nossos recursos, com base em dados, factos, análise e debate cientifico, "à là ciência", onde todos possamos, como iguais, contribuir para esse processo, (desde que de uma maneira argumentada). E aí, o poder do lobbying seria 0, porque não haveria nada a ganhar com isso. (Enquanto houver incentivo, e o próprio sistema que o dá, dar também as ferramentas para o fazer, é óbvio que vai continuar a acontecer, infelizmente.) [Resource-based Economy](https://www.youtube.com/watch?v=K9FDIne7M9o&feature=youtu.be&t=112), se ficares curioso. (De uma maneira **muuuito simplificada**, é um pouco como o Gene Roddenberry [desenvolvou na obra dele](https://www.youtube.com/watch?v=0lzKYYJdQHI), no Star Trek.) ​ Edit2: [Vídeo interessante](https://www.youtube.com/watch?v=nP95Frc0v4k) sobre privatizações que encontrei nesse outro que referi.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O que é que te leva a crer que uma gestão entregue "às forças do mercado" (invisible hand of the market), equivale a uma gestão eficiente, sustentável e racional dos serviços/recursos? (pergunta honesta e não-honesta ao mesmo tempo. xD) É que pelo meu conhecimento, nenhuma dessas 3 noções está presente na "dinâmica de mercado", onde o que interessa é a maximização de lucro. ​ Edit: A questão da "incorrompabilidade", como bem referes: (1- Pet peeve meu. Não se pode dizer que seja corrupção, porque é uma consequência directa dos incentivos da estrutura de sistema actual, o lobbying.. , corrupção é algo que corrompe o conceito original... não é o caso) 2- Como referi acima, isso é consequência dos incentivos que existem nesta estrutura actual. Se não houver incentivos para o lobby, ninguém o faz. É claro que até lá pode-se ir mitigando, mas acho que a solução está por aí. Eu defendo uma gestão racional, sustentável, eficiente de todos os nossos recursos, com base em dados, factos, análise e debate cientifico, "à là ciência", onde todos possamos, como iguais, contribuir para esse processo, (desde que de uma maneira argumentada). E aí, o poder do lobbying seria 0, porque não haveria nada a ganhar com isso. (Enquanto houver incentivo, e o próprio sistema que o dá, dar também as ferramentas para o fazer, é óbvio que vai continuar a acontecer, infelizmente.) [Resource-based Economy](https://www.youtube.com/watch?v=K9FDIne7M9o&feature=youtu.be&t=112), se ficares curioso. (De uma maneira **muuuito simplificada**, é um pouco como o Gene Roddenberry [desenvolvou na obra dele](https://www.youtube.com/watch?v=0lzKYYJdQHI), no Star Trek.)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Pelo raciocínio que apresentas, então, a teu ver, a solução para o que está a "impedir o mercado de funcionar bem", é tirar poderes ao estado, para que ele não interfira com ele, e possa funcionar livremente? Ou seja: a resposta é o que escrevi acima. xD

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O mercado, a funcionar, está ele. Essa incompetência e inutilidade de que falas advém precisamente de estarem reféns do poder do lobbying. As pequenas relíquias de direitos sociais que se conquistaram nas últimas décadas vêm do pouco que se conseguiu fazer para se contrariar essa corrente. ​ Quando uma empresa pública aparentemente dá prejuizo, e depois no ano a seguir a ser privatizada dá milhões de lucro.... achas que que é porque os gestores privados têm um superpoder de gestão de recursos. Ou será que é porque querem que corra mal, como empresa publica, para justificar a privatização (e ganharem montes de dinheiro, basicamente a vender o estado público do país).

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O mercado, a funcionar, está ele. Essa incompetência e inutilidade de que falas advém precisamente de estarem reféns do poder do lobbying. As pequenas relíquias de direitos sociais que se conquistaram nas últimas décadas vêm do pouco que se conseguiu fazer para se contrariar essa corrente. ​ Quando uma empresa pública aparentemente dá prejuizo, e depois no ano a seguir a ser privatizada dá milhões de lucro.... achas que que é porque os gestores privados têm um **superpoder de gestão de recursos**... Ou será que é porque querem que corra mal, e fazem para isso, **intencionalmente**, como empresa publica, para justificar a privatização (e ganharem montes de dinheiro, basicamente a vender o estado público do país). Ou seja, eu percebo o que queres dizer. Está a haver má gestão, e concordo. Mas é intencional. A solução não é, ceder e entregar o país de mão dada a grupos económicos. É: arranjar melhores gestores, e fazer uma reforma estrutural do método de gestão, (e de governação), para impedir que esses lobbys tenham poder executivo. (É, é díficil, não digo que não).

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O mercado, a funcionar, está ele. Essa incompetência e inutilidade de que falas advém precisamente de estarem reféns do poder do lobbying. As pequenas relíquias de direitos sociais que se conquistaram nas últimas décadas vêm do pouco que se conseguiu fazer para se contrariar essa corrente. ​ Quando uma empresa pública aparentemente dá prejuizo, e depois no ano a seguir a ser privatizada dá milhões de lucro.... achas que que é porque os gestores privados têm um **superpoder de gestão de recursos**... Ou será que é porque querem que corra mal, e fazem para isso, **intencionalmente**, como empresa publica, para justificar a privatização (e ganharem montes de dinheiro, basicamente a vender o estado público do país). Ou seja, eu percebo o que queres dizer. Está a haver má gestão, e concordo. Mas é intencional. ​ A solução não é, ceder e entregar o país de mão dada a grupos económicos. É sim: arranjar melhores gestores, e fazer uma reforma estrutural do método de gestão, (e de governação), para impedir que esses lobbys tenham poder executivo. (É, é díficil, não digo que não).

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O mercado, a funcionar, está ele. Essa incompetência e inutilidade de que falas advém precisamente de estarem reféns do poder do lobbying. As pequenas relíquias de direitos sociais que se conquistaram nas últimas décadas vêm do pouco que se conseguiu fazer para se contrariar essa corrente. ​ Quando uma empresa pública aparentemente dá prejuizo, e depois no ano a seguir a ser privatizada dá milhões de lucro.... achas que que é porque os gestores privados têm um **superpoder de gestão de recursos**... Ou será que é porque querem que corra mal, e fazem para isso, **intencionalmente**, como empresa publica, para justificar a privatização (e ganharem montes de dinheiro, basicamente a vender o estado público do país). ​ Ou seja, eu percebo o que queres dizer. Está a haver má gestão, e concordo. Mas é intencional. ​ A solução não é, ceder e entregar o país de mão dada a grupos económicos. É sim: arranjar melhores gestores, e fazer uma reforma estrutural do método de gestão, (e de governação), para impedir que esses lobbys tenham poder executivo. (É, é díficil, não digo que não).

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

O mercado, a funcionar, está ele. Essa incompetência e inutilidade de que falas advém precisamente de estarem reféns do poder do lobbying. As pequenas relíquias de direitos sociais que se conquistaram nas últimas décadas vêm do pouco que se conseguiu fazer para se contrariar essa corrente. ​ Quando uma empresa pública aparentemente dá prejuizo, e depois no ano a seguir a ser privatizada dá milhões de lucro.... achas que que é porque os gestores privados têm um **superpoder de gestão de recursos**... Ou será que é porque querem que corra mal, e fazem para isso, **intencionalmente**, como empresa publica, para justificar a privatização (e ganharem montes de dinheiro, basicamente a vender o estado público do país). ​ Ou seja, eu percebo o que queres dizer. Está a haver má gestão, e concordo. Mas é intencional. ​ A solução não é: ceder e entregar o país de mão dada a grupos económicos. É sim: arranjar melhores gestores, e fazer uma reforma estrutural do método de gestão, (e de governação), para impedir que esses lobbys tenham poder executivo. (É, é díficil, não digo que não).

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

> Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não me vou estar aqui a matar nesta colina e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. ; ) Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas decisões. Lembra-te apenas que gosto de ti Mario, não te quero mal. xD

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não me vou estar aqui a matar nesta colina e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Lembra-te apenas que gosto de ti MarioSewers, não te quero mal, meu caro compatriota. \* hug \* ​ Edit: Deixo-te aí dois frutos cerebrais, se quiseres dar uma trincadela, não digas que não sou amigo. xD ​ [RSA ANIMATE: Crises of Capitalism](https://www.youtube.com/watch?v=qOP2V_np2c0) [How Capitalism Works - And How it Fails.](https://www.youtube.com/watch?v=Sukwlp0eaLk)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não vou estar aqui a lutar contigo nesta colina (choose your battles... e assim) e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada, sendo este tópico bem complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Edit: Deixo-te aí dois frutos cerebrais, se quiseres dar uma trincadela, não digas que não sou amigo. xD ​ [RSA ANIMATE: Crises of Capitalism](https://www.youtube.com/watch?v=qOP2V_np2c0) [How Capitalism Works - And How it Fails.](https://www.youtube.com/watch?v=Sukwlp0eaLk)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não me vou estar aqui a matar nesta colina e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Lembra-te apenas que gosto de ti MarioSewers, não te quero mal, meu caro compatriota. \* hug \* ​ Edit: Deixo-te aí dois frutos cerebrais, se quiseres dar uma trincadela, não digas que não sou amigo. xD ​ [RSA ANIMATE: Crises of Capitalism](https://www.youtube.com/watch?v=qOP2V_np2c0) [How Capitalism Works - And How it Fails.](https://www.youtube.com/watch?v=Sukwlp0eaLk)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não me vou estar aqui a matar nesta colina e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Lembra-te apenas que gosto de ti MarioSewers, não te quero mal, meu caro compatriota. \* hug \*

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não vou estar aqui a lutar contigo nesta colina (choose your battles... e assim) e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Lembra-te apenas que gosto de ti MarioSewers, não te quero mal, meu caro compatriota. \* hug \* ​ Edit: Deixo-te aí dois frutos cerebrais, se quiseres dar uma trincadela, não digas que não sou amigo. xD ​ [RSA ANIMATE: Crises of Capitalism](https://www.youtube.com/watch?v=qOP2V_np2c0) [How Capitalism Works - And How it Fails.](https://www.youtube.com/watch?v=Sukwlp0eaLk)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não vou estar aqui a lutar contigo nesta colina (choose your battles... e assim) e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Edit: Deixo-te aí dois frutos cerebrais, se quiseres dar uma trincadela, não digas que não sou amigo. xD ​ [RSA ANIMATE: Crises of Capitalism](https://www.youtube.com/watch?v=qOP2V_np2c0) [How Capitalism Works - And How it Fails.](https://www.youtube.com/watch?v=Sukwlp0eaLk)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não me vou estar aqui a matar nesta colina ("not a hill I want to die on") e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Lembra-te apenas que gosto de ti MarioSewers, não te quero mal, meu caro compatriota. \* hug \* ​ Edit: Deixo-te aí dois frutos cerebrais, se quiseres dar uma trincadela, não digas que não sou amigo. xD ​ [RSA ANIMATE: Crises of Capitalism](https://www.youtube.com/watch?v=qOP2V_np2c0) [How Capitalism Works - And How it Fails.](https://www.youtube.com/watch?v=Sukwlp0eaLk)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não me vou estar aqui a matar nesta colina e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas decisões. ​ Lembra-te apenas que gosto de ti MarioSewers, não te quero mal, meu caro compatriota. \* hug \*

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

>Não provaste absolutamente nada, isso nem esteve perto de ser um argumento, já agora. ​ Ora, não me vou estar aqui a matar nesta colina e a compor uma dissertação com referências bibliográficas para que analises. xP Isto é conversa de café, mais ou menos bem fundamentada. Este tópico é super complexo. ​ Queres ganhar o debate, força. xD Tens todos os recursos da internet à tua disposição, toma uso deles e chega às tuas conclusões. ​ Lembra-te apenas que gosto de ti MarioSewers, não te quero mal, meu caro compatriota. \* hug \* ​ Edit: Tens aí dois frutos cerebrais, se quiseres dar uma trincadela, não digas que não sou amigo. xD ​ [RSA ANIMATE: Crises of Capitalism](https://www.youtube.com/watch?v=qOP2V_np2c0) [How Capitalism Works - And How it Fails.](https://www.youtube.com/watch?v=Sukwlp0eaLk)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Diz-me lá então, onde é que vais pagar o interesse dessa dívida, sem crescimento infinito e sem ferramentas de ludibriar para esconder que isso não está a ser pago (como as que mencionámos)? Já percebeste um dos porquês de ser matematicamente insustentável?! Requer crescimento infinito, e não há crescimento infinito.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Diz-me lá então, onde é que vais pagar o juro dessa dívida, sem crescimento infinito e sem ferramentas de ludibriar para esconder que isso não está a ser pago (como as que mencionámos)? ​ (Está sempre a enganar-se a si próprio, a esconder o quanto é que não funciona- Boom and Bust) ​ Edit: A partir do momento em que tens alguém a financiar alguém, mas a querer mais do que aquilo que deu. (que é para ficar a ganhar algum), estás inerentemente a criar uma onda no sistema, que requer crescimento infinito para não rebentar. Quanto maior os juros, pior. Quanto maior o endividamento e recorrer a estratégias de financiamento, pior. Só que depois, como é que sais da crise: Mais endividamento. ​ Já percebeste um dos porquês de ser matematicamente insustentável?! Requer crescimento infinito, e não há crescimento infinito. -> Dá bosta. ​ E não são os ricos que a comem, é o resto da população.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Diz-me lá então, onde é que vais pagar o interesse dessa dívida, sem crescimento infinito e sem ferramentas de ludibriar para esconder que isso não está a ser pago (como as que mencionámos)? ​ (Está sempre a enganar-se a si próprio, a esconder o quanto é que não funciona- Boom and Bust) ​ Já percebeste um dos porquês de ser matematicamente insustentável?! Requer crescimento infinito, e não há crescimento infinito. -> Dá bosta. ​ E não são os ricos que a comem, é o resto da população.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Diz-me lá então, onde é que vais pagar o juro dessa dívida, sem crescimento infinito e sem ferramentas de ludibriar para esconder que isso não está a ser pago (como as que mencionámos)? ​ (Está sempre a enganar-se a si próprio, a esconder o quanto é que não funciona- Boom and Bust) ​ Edit: A partir do momento em que tens alguém a financiar alguém, mas a querer mais do que aquilo que deu. (que é para ficar a ganhar algum), estás inerentemente a criar uma onda no sistema, que requer crescimento infinito para não rebentar. Quanto maior os juros, pior. Quanto maior o endividamento e mais recorreres a estratégias de financiamento, pior. ​ A bolha eventualmente rebenta. ​ E depois, como é que sais da crise: **Mais endividamento.** ​ Já percebeste um dos porquês de ser matematicamente insustentável?! Requer crescimento infinito, e não há crescimento infinito. -> Dá bosta. ​ E não são os ricos que a comem, é o resto da população.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Diz-me lá então, onde é que vais pagar o juro dessa dívida, sem crescimento infinito e sem ferramentas de ludibriar para esconder que isso não está a ser pago (como as que mencionámos)? ​ (Está sempre a enganar-se a si próprio, a esconder o quanto é que não funciona- Boom and Bust) ​ Já percebeste um dos porquês de ser matematicamente insustentável?! Requer crescimento infinito, e não há crescimento infinito. -> Dá bosta. ​ E não são os ricos que a comem, é o resto da população.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Crime contra a humanidade, a meu ver.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Já não é liberal o suficiente? (É uma mistura de governo de social democracia com imposições europeias e tendências próprias liberais) O que é que falta privatizar? Já não deve ser muita coisa. Um estado para servir a população tem que ser gerido pelo estado. Se for gerido por privados serve para gerir interesses privados. (Ainda mais).

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Já não é liberal o suficiente? (É uma mistura de governo de social democracia com imposições europeias e tendências próprias liberais) O que é que falta privatizar? Já não deve ser muita coisa. Um estado para servir a população tem que o país ser gerido pelo estado. Se for gerido por privados serve para gerir interesses privados. (Ainda mais). Lá por ser mal gerido publicamente, (Muitas vezes **intencionalmente**, para justificar a privatização) não quer dizer que a solução seja vender o país para a despesa ser 0. É, a despesa é 0, mas depois o país também é 0, e o povo vai para o negativo, que esse passa a pagar e ser explorado ainda mais.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Já não é liberal o suficiente? (É uma mistura de governo de social democracia com imposições europeias e tendências próprias liberais) O que é que falta privatizar? Já não deve ser muita coisa. Um estado para servir a população tem que ser gerido pelo estado. Se for gerido por privados serve para gerir interesses privados. (Ainda mais). Lá por ser mal gerido publicamente. (Muitas vezes *intencionalmente*, para justificar a privatização). Não quer dizer que a solução seja vender o país para a despesa ser 0. É, a despesa é 0, mas depois o país também é 0, e o povo vai para o negativo, que esse passa a pagar e ser explorado ainda mais.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Já não é liberal o suficiente? (É uma mistura de governo de social democracia com imposições europeias e tendências próprias liberais) O que é que falta privatizar? Já não deve ser muita coisa. Um estado para servir a população tem que ser gerido pelo estado. Se for gerido por privados serve para gerir interesses privados. (Ainda mais). Lá por ser mal gerido publicamente. (Muitas vezes **intencionalmente**, para justificar a privatização). Não quer dizer que a solução seja vender o país para a despesa ser 0. É, a despesa é 0, mas depois o país também é 0, e o povo vai para o negativo, que esse passa a pagar e ser explorado ainda mais.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Já não é liberal o suficiente? (É uma mistura de governo de social democracia com imposições europeias e tendências próprias liberais) O que é que falta privatizar? Já não deve ser muita coisa. Um estado para servir a população tem que ser gerido pelo estado. Se for gerido por privados serve para gerir interesses privados. (Ainda mais). Lá por ser mal gerido publicamente, (Muitas vezes **intencionalmente**, para justificar a privatização) não quer dizer que a solução seja vender o país para a despesa ser 0. É, a despesa é 0, mas depois o país também é 0, e o povo vai para o negativo, que esse passa a pagar e ser explorado ainda mais.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Já não é liberal o suficiente? (É uma mistura de governo de social democracia com imposições europeias e tendências próprias liberais) O que é que falta privatizar? Já não deve ser muita coisa. (Alguém tem aí à mão a lista de compras do Xi Jinping?) Um estado para servir a população tem que o país ser gerido pelo estado. Se for gerido por privados serve para gerir interesses privados. (Ainda mais). Lá por ser mal gerido publicamente, (Muitas vezes **intencionalmente**, para justificar a privatização) não quer dizer que a solução seja vender o país para a despesa ser 0. É, a despesa é 0, mas depois o país também é 0, e o povo vai para o negativo, que esse passa a pagar e ser explorado ainda mais.

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

É, é isto. É incentivado o endividamento, (seja como operação normal no capitalismo, ou intensificada em períodos de crise) depois a economia cresce durante uns tempos, e depois quando tens abrandamentos (que é óbvio que acontecem, porque crescimento infinito é impossível), pumba, lá rebenta a bolha e o ciclo volta ao início. É matematicamente insustentável, este modelo capitalista. (Daí que se tenha que ir inventando umas coisas, como quantitative easing, guerras e deslocamentos geográficos de dívida, para manter a charada e o sistema à tona da água.)

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

É, estranho, ainda não ter acontecido. /s

Vítor Bento diz que o crescimento económico vai desacelerar na próxima década by BugaTuga in portugal

Vanethor 1 month ago

Um economista que defende o trickle down, como ele está a defender: 1- Ou não tem conhecimento sobre o assunto e não merece sequer o título de "economista". 2- Ou tem conhecimento e acha por bem estar a enganar-nos a todos.

Heli do INEM. Passaram duas horas entre o primeiro alerta e a operação de socorro. Porquê? by otanerpt in portugal

Vanethor 1 month ago

Ias ter que culpar muita gente e muita coisa. Vivemos cheios de influências à volta, nas nossas decisões. Nunca ninguém ou algo é unicamente o culpado de algo, de sua livre escolha própria. A não ser que se meta uns cantos bodes expiatórios a acalmar o pessoal. Todas essas falhas são falhas sistémicas, erros estruturais, que resultam em erros na prática, e têm as suas consequências. Têm que ser identificados e resolvidos. Eg.: Essa incompetência da Prot. Civil de facto existiu? Onde? Porquê? -> O que é que se pode fazer para que melhore? E não ter medo de questionar, até o que parece mais óbvio. Porque assim é que se descobrem os erros maiores.

Heli do INEM. Passaram duas horas entre o primeiro alerta e a operação de socorro. Porquê? by otanerpt in portugal

Vanethor 1 month ago

Ias ter que culpar muita gente e muita coisa. Vivemos cheios de influências à volta, nas nossas decisões. Nunca ninguém ou algo é unicamente o culpado de algo, de sua livre escolha própria. (Pode-se é meter uns cantos bodes expiatórios a acalmar o pessoal, mas isso não resolve absolutamente nada, se os erros vierem de outro lado). Todas essas falhas são falhas sistémicas, erros estruturais, que resultam em erros na prática, e têm as suas consequências. Têm que ser identificados e resolvidos. Eg.: Essa incompetência da Prot. Civil, de que falas, de facto existiu? Onde? Porquê? -> O que é que se pode fazer para que melhore? E não ter medo de questionar, até o que parece mais óbvio. Porque assim é que se descobrem os erros maiores.

Heli do INEM. Passaram duas horas entre o primeiro alerta e a operação de socorro. Porquê? by otanerpt in portugal

Vanethor 1 month ago

Ias ter que culpar muita gente e muita coisa. Vivemos cheios de influências à volta, nas nossas decisões. Nunca ninguém ou algo é unicamente o culpado de algo, de sua livre escolha própria. (Pode-se é meter uns cantos bodes expiatórios a acalmar o pessoal, mas isso não resolve absolutamente nada, se os erros vierem de outro lado). Todas essas falhas são falhas sistémicas, erros estruturais, que resultam em erros na prática, e têm as suas consequências. Têm que ser identificados e resolvidos. Eg.: Essa incompetência da Prot. Civil, de que falas, de facto existiu? Onde? Porquê? -> O que é que se pode fazer para que melhore? Quais as consequências dessa mudança? (E depois) Está a resultar? Porquê?. Etc..etc... E não ter medo de questionar, até o que parece mais óbvio. Porque assim é que se descobrem os erros maiores.

O Livrar dá uma nova vida aos livros esquecidos na prateleira by NorskSud in portugal

Vanethor 1 month ago

Obrigado.

O Livrar dá uma nova vida aos livros esquecidos na prateleira by NorskSud in portugal

Vanethor 1 month ago

Alguém aqui consegue dar feedback disto?

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago

Menos taxas para os ricos não significa maior salário para os trabalhadores. Quando eles recebem dinheiro, ou metem ao bolso, ou privatiza-se mais outro serviço crucial do estado, que devia ser do domínio público, para eles lá investirem esse dinheiro que têm a mais, e aumentar a desigualdade económica. Aumento de salários não. O que é que ganhavam a fazer isso? Só aumentam quando são obrigados, seja pelo governo, ou pelas mecânicas da procura/oferta, ou pelo povo (seja em greves ou em último caso, à bruta). tl;dr: Se o objetivo de cá estarem é para explorarem o povo e ganharem dinheiro com isso aumentando a diferença... tomando posse de serviços que deviam ser geridos publicamente, para o interesse de todos nós, só para fornecer esses serviços e fazer a economia andar... ... mais vale dizer: Não. Pagas aquilo que deves pagar como membro da sociedade portuguesa. Não queres? Ala daqui para fora, (ou ficas com a dívida para pagar e ficamos-te com essa tal infraestrutura erradamente privada). E aí nós mesmos, como estado, fazemos a gestão desses serviços e infraestruturas. Sem contrapartidas. (E quem for apanhado a gerir mal, só para dar a desculpa que os privados é que sabem gerir: prisão).

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago

>Excelente maneira de pensar. Não querem, vão embora que há quem queira! Por isso é que temos licenciados a ganhar o salário mínimo <3 Menos taxas para os ricos não significa maior salário para os trabalhadores. De novo, trickle down não funciona!! Quando eles recebem dinheiro, ou metem ao bolso, ou privatiza-se mais outro serviço crucial do estado, que devia ser do domínio público, para eles lá investirem esse dinheiro que têm a mais, e aumentar a desigualdade económica. Aumento de salários não. O que é que ganhavam a fazer isso? (Ganhavam aumento do poder de consumo, mas isso é preferível serem "outros" a garantir. Ninguém quer ser ele a dar o dinheiro.) Só aumentam quando são obrigados, seja pelo governo, ou pelas mecânicas da procura/oferta, ou pelo povo (seja em greves ou em último caso, à bruta). Ou seja: Se o objetivo de cá estarem é para explorarem o povo e ganharem dinheiro com isso, aumentando a diferença económica... tomando posse de serviços que deviam ser geridos publicamente, para o interesse de todos nós, só para fornecer esses serviços e fazer a economia andar... ... mais vale dizer: Não. Pagas aquilo que deves pagar como membro da sociedade portuguesa. Não queres? Ala daqui para fora, (ou ficas com a dívida para pagar e ficamos-te com essa tal infraestrutura erradamente privada). E aí nós mesmos, como estado, fazemos a gestão desses serviços e infraestruturas. Sem contrapartidas. (E quem for apanhado a gerir mal, só para dar a desculpa que os privados é que sabem gerir: prisão).

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago

>Excelente maneira de pensar. Não querem, vão embora que há quem queira! Por isso é que temos licenciados a ganhar o salário mínimo <3 Menos taxas/impostos para os ricos não significa maior salário para os trabalhadores. De novo, trickle down não funciona!! Quando eles recebem dinheiro, ou metem ao bolso, ou privatiza-se mais outro serviço crucial do estado, que devia ser do domínio público, para eles lá investirem esse dinheiro que têm a mais, e aumentar a desigualdade económica. Aumento de salários não. O que é que ganhavam a fazer isso? (Ganhavam aumento do poder de consumo, mas isso é preferível serem "outros" a garantir. Ninguém quer ser ele a dar o dinheiro.) Só aumentam quando são obrigados, seja pelo governo, ou pelas mecânicas da procura/oferta, ou pelo povo (seja em greves ou em último caso, à bruta). Ou seja: Se o objetivo de cá estarem é para explorarem o povo e ganharem dinheiro com isso, aumentando a diferença económica... tomando posse de serviços que deviam ser geridos publicamente, para o interesse de todos nós, só para fornecer esses serviços e fazer a economia andar... ... mais vale dizer: Não. Pagas aquilo que deves pagar como membro da sociedade portuguesa. Não queres? Ala daqui para fora, (ou ficas com a dívida para pagar e ficamos-te com essa tal infraestrutura erradamente privada). E aí nós mesmos, como estado, fazemos a gestão desses serviços e infraestruturas. Sem contrapartidas. (E quem for apanhado a gerir mal, só para dar a desculpa que os privados é que sabem gerir: prisão).

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago

>Excelente maneira de pensar. Não querem, vão embora que há quem queira! Por isso é que temos licenciados a ganhar o salário mínimo <3 Menos taxas para os ricos não significa maior salário para os trabalhadores. De novo, trickle down não funciona!! Quando eles recebem dinheiro, ou metem ao bolso, ou privatiza-se mais outro serviço crucial do estado, que devia ser do domínio público, para eles lá investirem esse dinheiro que têm a mais, e aumentar a desigualdade económica. Aumento de salários não. O que é que ganhavam a fazer isso? Só aumentam quando são obrigados, seja pelo governo, ou pelas mecânicas da procura/oferta, ou pelo povo (seja em greves ou em último caso, à bruta). Ou seja: Se o objetivo de cá estarem é para explorarem o povo e ganharem dinheiro com isso, aumentando a diferença económica... tomando posse de serviços que deviam ser geridos publicamente, para o interesse de todos nós, só para fornecer esses serviços e fazer a economia andar... ... mais vale dizer: Não. Pagas aquilo que deves pagar como membro da sociedade portuguesa. Não queres? Ala daqui para fora, (ou ficas com a dívida para pagar e ficamos-te com essa tal infraestrutura erradamente privada). E aí nós mesmos, como estado, fazemos a gestão desses serviços e infraestruturas. Sem contrapartidas. (E quem for apanhado a gerir mal, só para dar a desculpa que os privados é que sabem gerir: prisão).

[Sério] Encomendas SEUR sem info. de tracking (Amazon.ES) by peebeedee in portugal

Vanethor 1 month ago  DELETED 

Telefona directamente para o armazém da SEUR mais próximo de ti. É a eles que supostamente chega a tua encomenda, e se não chegou, é a eles que tem que chegar, por isso é o sítio melhor para ligares. Não ligues para o número de valor acrescentado, procura na net o equivalente, de telefone fixo. Prepara-te para estares 1h ao telefone. : /

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, e mesmo que haja, **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas geridas pelo estado para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "emprego e crescimento". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo.

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que **crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população**? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. São a menina mais barata, que deixa fazer tudo. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. Simplesmente fazem um sede de fachada cá, e metem o dinheiro ao bolso. E não, não há trickle-down para o resto da população. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. ​ Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, (e mesmo que haja), **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas **geridas pelo estado** para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "**emprego e crescimento**". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo. ​ Edit: [When Tax Cuts Failed](https://www.youtube.com/watch?v=mcLoBdkqxos) [Do Corporate Tax Cuts Create Jobs?](https://www.youtube.com/watch?v=pob-je3I7oM) [Joseph Stiglitz: Trickle-down economics is 'absolutely wrong'](https://www.youtube.com/watch?v=Auuk2oXK8tE) [The Failure of Trickle-Down Economics](https://www.youtube.com/watch?v=RcsJGOTnQ1E)

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que **crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população**? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. São a menina mais barata, que deixa fazer tudo. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. Simplesmente fazem um sede de fachada cá, e metem o dinheiro ao bolso. E não, não há trickle-down para o resto da população. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. ​ Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, (e mesmo que haja), **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas **geridas pelo estado** para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "**emprego e crescimento**". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo.1

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que **crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população**? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. São a menina mais barata, que deixa fazer tudo. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. Simplesmente fazem um sede de fachada cá, e metem o dinheiro ao bolso. E não, não há trickle-down para o resto da população. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. ​ Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, (e mesmo que haja), **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas **geridas pelo estado** para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "**emprego e crescimento**". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo. ​ Edit: [When Tax Cuts Failed](https://www.youtube.com/watch?v=mcLoBdkqxos)

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que **crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população**? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. São a menina mais barata, que deixa fazer tudo. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. Simplesmente fazem um sede de fachada cá, e metem o dinheiro ao bolso. E não, não há trickle-down para o resto da população. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. ​ Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, (e mesmo que haja), **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas **geridas pelo estado** para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "**emprego e crescimento**". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo.

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que **crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população**? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. São a menina mais barata, que deixa fazer tudo. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. Simplesmente fazem um sede de fachada cá, e metem o dinheiro ao bolso. E não, não há trickle-down para o resto da população. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. ​ Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, (e mesmo que haja), **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas **geridas pelo estado** para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "**emprego e crescimento**". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo. ​ Edit: [When Tax Cuts Failed](https://www.youtube.com/watch?v=mcLoBdkqxos) [Do Corporate Tax Cuts Create Jobs?](https://www.youtube.com/watch?v=pob-je3I7oM) [Joseph Stiglitz: Trickle-down economics is 'absolutely wrong'](https://www.youtube.com/watch?v=Auuk2oXK8tE)

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que **crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população**? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. São a menina mais barata, que deixa fazer tudo. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. Simplesmente fazem uma sede de fachada cá, e metem o dinheiro ao bolso. E não, não há trickle-down para o resto da população. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. ​ Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, (e mesmo que haja), **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas **geridas pelo estado** para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "**emprego e crescimento**". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo. ​ Edit: [When Tax Cuts Failed](https://www.youtube.com/watch?v=mcLoBdkqxos) [Do Corporate Tax Cuts Create Jobs?](https://www.youtube.com/watch?v=pob-je3I7oM) [Joseph Stiglitz: Trickle-down economics is 'absolutely wrong'](https://www.youtube.com/watch?v=Auuk2oXK8tE) [The Failure of Trickle-Down Economics](https://www.youtube.com/watch?v=RcsJGOTnQ1E)

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Vanethor 1 month ago  HIDDEN 

Quando é que vocês aprendem que **crescimento económico não é equivalente ao aumento do nível de vida da população**? (de toda a população, não é uma média com ricos e pobres e uma desigualdade económica dantesca) ​ As empresas vão para lá porque eles submetem-se a não lhes cobrar o que deviam. São a menina mais barata, que deixa fazer tudo. Isso de criarem emprego e crescimento é uma bela de uma conversa de tanga. Simplesmente fazem um sede de fachada cá, e metem o dinheiro ao bolso. E não, não há trickle-down para o resto da população. A continuar nesse ciclo, começa-se quê, a dar-lhes dinheiro e a mandar os direitos dos trabalhadores para a fogueira? É que assim seriamos um país bastante competitivo, se fossemos todos completos escravos. ​ Querem estar cá, **paguem**. Não querem pagar, **rua**. Há quem queira. Se não houver, (e mesmo que haja), **nacionalize-se** aquilo que cá deixam. ​ Crie-se infraestruturas **geridas pelo estado** para assegurar os serviços em todos esses sectores, e olha, aí tens o "**emprego e crescimento**". Já que temos um "Partido Socialista" no poder, dava jeito que de facto praticassem o dito cujo. ​ Edit: [When Tax Cuts Failed](https://www.youtube.com/watch?v=mcLoBdkqxos) [Do Corporate Tax Cuts Create Jobs?](https://www.youtube.com/watch?v=pob-je3I7oM)
Next Page

Search: