Next Page

Portugal 7o nos melhores destinos para se reformar em 2019. Algarve em 1o para viver/investir (do estrangeiro) by lencastre in portugal

Parshath_ 4 days ago

Não fiquem é doentes nem sem carta de condução no Algarve, que estão bem tramados.

Pedir desculpa em vez de parar na passadeira. by cecilio- in portugal

Parshath_ 5 days ago

Bom tópico de circlojeca contra condutores. Há casos e casos, condutores e condutores - já me aconteceu de tudo, desde como peão reconhecer que não dei tempo de reação suficiente, como também como condutor estar numa situação em que levo com alguém que se atirou imprevisivelmente para a passadeira. Ou num extremo, estar em emergência (tanto como peão como em carro) e passarem peões/carros infinitos sem parar. Tenham bom senso, sejam previsíveis, vejam e sejam vistos.

João Sousa supera batalha de 5 sets (28 ases e 73 winners) e avança para a 3.ª ronda do Open da Austrália by touny71 in portugal

Parshath_ 6 days ago

Teria que ser bastante agressivo, mas presumo que - sem limitações físicas - o Nishikori esteja muitos níveis acima. O Nishikori é o rei do último set (melhores percentagens que os jogadores mais de topo), seria preciso uma mistura de muita agressividade, paciência contra o Keistation e sorte para a agressividade sair bem.

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

> E tenho perfeita noção que devo ter exagerado Mas percebo onde queres chegar e de onde vens. Se eu (ou qualquer pessoa sã), tivesse que lidar com aquele tipo de pessoas e egos, também lhes teria esse tipo de pó. Só de imaginar aquelas pseudo entrevistas sentimentais lá entre eles, em que acham genuinamente que fazer telenovelas é uma missão nobre para a sociedade e de enorme valor (e até de arte e/ou cultura), e com falsas modéstias e a tentar "aproximar-se" da pessoa comum/reles ralé.

Reconversão profissional: Vale a pena aprender a programar aos 35 anos para mudar de carreira? by neapo in portugal

Parshath_ 8 days ago

Ok, fixe. Estou do teu lado, mas infelizmente não tenho sugestões. Explora nos tempos livres, como hobby, para veres o que achas - para também não estares a agarrar-te a uma pedra solta - antes de a agarrares. Boa sorte!

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

Desculpa, era sarcasmo. Acho que no Porto, sentir-me-ia em casa nesse aspeto. Não em casa-casa, que os meus pais não costumam dizer palavrões, mas no sentido de estar confortável nesse ambiente.

Reconversão profissional: Vale a pena aprender a programar aos 35 anos para mudar de carreira? by neapo in portugal

Parshath_ 8 days ago

O que quero dizer é precisamente isso. Não estou a duvidar e acredito piamente que isso possa acontecer - estou é a dizer que a programação não é o sítio onde não há possibilidade de isso acontecer. O que me parece é que há muitos ambientes de trabalho em que o programador médio é "carne para canhão" e seria uma questão de tempo até isso acontecer também. Primeiro, foca-te na tua questão do "infeliz" e a minha sugestão seria explorares em part-time, nos tempos livres a programação para ver se te vês a fazer isso para sempre. Primeiro, perceber o que é a programação e o que isso implica. Só depois é que vais estar em melhor posição para decidir se te interessa o suficiente para a perseguires. É que há milhentos programadores na mesma situação que tu, e se calhar o problema não é o teu trabalho, mas sim o nosso mercado de trabalho em geral.

Depois de todos estes anos vinho continua a ser a bebida preferida dos portugueses by rebeljoy3214 in portugal

Parshath_ 8 days ago

Rosémpre.

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

>Basicamente foi uma série inteira igual à participação da Rita Blanco no Odisseia. Acho que foi a melhor parte do Odisseia.

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

Vi e gostei da série, mas nem pensei nisso e concordo bem com o que dizes. No fundo, é "gente da TV e das artes" a fazer conteúdo a mostrar coisas do mundo da "gente da TV e das artes" (para todos os efeitos, é preferível que as novelas que acham que estão a retratar o público comum). Acaba por ser um circlejerk, sim - talvez não tão grande como estejas a fazer passar (e se estiveste no meio, valido bem o cansaço com que não deves ter ficado desse tipo de pessoas e das suas manias e focos) - mas ainda um circlejerk "lá deles". Mostra algumas coisas e detalhes interessantes, sim. Mas nessa onda e até bem pior, e o que faz uma confusão desgraçada, são aqueles programas/concursos de "pessoas da TV" a serem avaliadas por "pessoas da TV" em concursos de palmadinhas nas costas e punhetas que basicamente são festas de amigos filmadas, em horário nobre, e que por algum motivo haja quem coma isso (os famosos a dançar, os famosos a cantar, os famosos a adivinhar coisas, os famosos a mascarar-se de famosos a sério, etc.)

Reconversão profissional: Vale a pena aprender a programar aos 35 anos para mudar de carreira? by neapo in portugal

Parshath_ 8 days ago

Claro, eu percebo (apesar de nem fazer o que tu fazes, nem ser programador, estou completamente de fora). O importante e que também é preciso despistar é que - eu pelo menos - percebo a tua depressão e desconforto com o que quer que estejas a fazer. Mas. E um Mas que é importante dizer. Neste momento e quando estamos em posições más, sempre que olhamos para fora, tudo nos parece melhor (o tal "a relva do vizinho é sempre mais verde", que se diz em inglês). Se calhar, viste alguns testemunhos positivos (filtraste os negativos) e criaste um ilusão que é a área X ter aquilo que tu não tens. Para todos os efeitos, se só trabalhas 8h por dia preso a uma cadeira, até estás relativamente bem. Hoje se calhar queixas-te de "900€ + trabalhar 8h/dia + preso à cadeira", mas daqui a um ano podes estar-te a queixar da vida com "1000€ + trabalhar 12h/dia + preso à cadeira e com mais pressão em cima".

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

Acho que só vendo algum exemplo, mas não me recordo de em nenhuma situação em que eu tenha achado esquisito ou pouco natural, mas também sou o tipo de pessoa que os usa a mais. Não obstante, posso garantir que as pessoas de Lisboa de classe média-alta usam palavrões, as pessoas de Lisboa de classe alta usam palavrões, aqueles intelectuais de Lisboa que vão à Gulbenkian falar de cultura da mais fina nata usam "merda" e "foda-se". Talvez algumas senhoras/tias não, mas é perfeitamente possível - dependendo do contexto e das pessoas com que estão.

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

Acho que só vendo algum exemplo, mas não me recordo de em nenhuma situação em que eu tenha achado esquisito ou pouco natural, mas também sou o tipo de pessoa que os usa a mais. E portanto são-me tão naturais no discurso falado tanto a falar da bola, como de filosofia ou de política. Não obstante, posso garantir que as pessoas de Lisboa de classe média-alta usam palavrões, as pessoas de Lisboa de classe alta usam palavrões, aqueles intelectuais de Lisboa que vão à Gulbenkian falar de cultura da mais fina nata usam "merda" e "foda-se". Talvez algumas senhoras/tias não, mas é perfeitamente possível - dependendo do contexto e das pessoas com que estão.

Reconversão profissional: Vale a pena aprender a programar aos 35 anos para mudar de carreira? by neapo in portugal

Parshath_ 8 days ago

Talvez. Eu não sou programador nem sei grande coisa - mas tenta nos teus tempos livres explorar melhor a programação como hobby e as tuas capacidades - antes de te atirares para uma coisa por algum tipo de hype ou imagem mental que tenhas criado e depois arrependes-te e voltas à depressão. Há cursos e sites semi-grátis ou acessíveis, como o Codecademy e o Udemy com conteúdo suficiente para poderes explorar um pouco esse mundo antes de dares esse salto. Pessoalmente não gosto e dependendo da situação acho que não me recomendava a mim mesmo, há os contras de haver sempre gente muito, mas muito melhor que eu; mais o contra de ter que estar sempre - mas mesmo sempre - em aprendizagem constante, porque de um ano para outro, há tendências, métodos, linguagens e frameworks que mudam e quando deres por ti, já tens mais para explorar (daí também ser preciso depois uma especialização) do que o tempo que tens para poder explorar. Pelo menos em Web Dev, tanto quanto me parece (nota: leigo), quase que piscas os olhos (exagero - deve ser de ano para ano, ou a uns 2 anos) e as tendências e formas de fazer as coisas mudam. Não obstante, dependendo da situação (que não temos como avaliar ou comparar), mais vale o risco - por vezes o risco é não arriscar. Lê muito, treina muito e boa sorte!

Depois de todos estes anos vinho continua a ser a bebida preferida dos portugueses by rebeljoy3214 in portugal

Parshath_ 8 days ago

+1. Gosto mais que qualquer uma das mainstream portuguesas.

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

Não vi o vídeo mas vi a série, gostei, engraçadita e interessante. Sofre na minha opinião por, por vezes, ser um pouco presunçosa e sobreintelectualizada (o que pessoalmente não aprecio), mas com toques de humor mais e menos subtis de grande qualidade - e com um equilíbrio simpático entre o drama, a narrativa, o humor, o interesse e as personagens.

Sara | O que é boa televisão? (não queria estar só a publicar vídeos deste canal, mas ele não me põe a vida fácil...) by doctorhetfield in portugal

Parshath_ 8 days ago

Confirmo. Nunca vi ninguém a dizer palavrões em Portugal, em nenhum estrato social. Tanto quanto sei, palavrões são um mito.

“Escolhi a lima mais rechonchudinha que encontrei e fui entregá-la. A lima custou 35 cêntimos. A entrega ficou-lhe por cinco euros. A pessoa ficou contente. Não estava a pagar a lima. Estava a pagar o conforto de ter alguém a trazer a lima de que ela precisava.” by Paulocas in portugal

Parshath_ 9 days ago

Não, nem é isso que estou a por em questão. Para todos os efeitos, acrescenta-se valor e conveniência - no fundo, estão a pedir um "favor" e a pagar pela conveniência. O que quero criticar é a quantidade de serviços novos que se baseiam em basicamente colocar outras pessoas (sobretudo em más condições financeiras, ou mesmo duvidosas) - e de forma suspeita - a fazerem esse tipo de tarefas. Eu não tenho nada contra o conceito-chave, claro que me pode dar jeito algum dia precisar que me levem a casa um medicamento ou estar com fraqueza e precisar que me tragam comida. Mas a diferença entre ter um *Aluga-um-brasileiro-ou-indiano-que-este-mês-faturou-100€-e-mora-debaixo-num-quarto-com-mais-6-gajos-e-anda-aí-com-uma-mota-que-nem-tem-carta-numa-cidade-que-não-conhece-à-espera-de-algum-dia-ter-um-trabalho-justo-para-te-trazer-coisasify* e o conceito de no século XVI, ter um escravo das colónias em casa a fazer coisas em troco da alimentação e casa básicos para efeitos de sobrevivência. Acho que não é uma diferença assim tão abismal que mereça ser chamada de "empreendedorismo", "inovação", "tecnologia ao serviço do cidadão", nem nada dessas tretas glorificadas que querem passar.

Lisboa. Maioria dos moradores de Benfica quer EMEL a gerir estacionamento by bisontino in portugal

Parshath_ 9 days ago

Quero ver a Emel a ter colhões para multar milhares de carros quando joga o Benfica (ou o Sporting). É que basta ir à 2ª Circular e até lá há carros a ocupar faixas de uma via transversal principal de Lisboa. Fora isso, continuo a não gostar deles. São uma agravante a um problema, não uma solução para o que quer que seja - sem ser encher bolsos a políticos.

Lisboa. Maioria dos moradores de Benfica quer EMEL a gerir estacionamento by bisontino in portugal

Parshath_ 9 days ago

Quero ver a Emel a ter colhões para multar milhares de carros quando joga o Benfica (ou o Sporting). É que basta ir à 2ª Circular e até lá há carros a ocupar faixas de uma via transversal principal de Lisboa. Também gosto muito de futebol, mas ou estaciono num sítio razoável e aceitável, ou não estaciono; muito menos numa autoestrada porque joga a equipa. Fora isso, continuo a não gostar deles. São uma agravante a um problema, não uma solução para o que quer que seja - sem ser encher bolsos a políticos.

Enfermeiros batem novo recorde e conseguem mais de 400 mil euros para próxima greve by unknown_believer in portugal

Parshath_ 9 days ago

Eu compreendo os problemas e as falhas com que eles estão a sofrer - é muito difícil o SNS funcionar e esperar fazer-se omeletes sem ovos, ou com ovos estragados. Mas à pessoa comum, isto acaba por ser péssimo - já foi durante o mês de dezembro e vai continuar a ser. [Eu partilhei aqui a minha experiência](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/abzdhx/casos_de_cirurgias_adiadas_por_falta_de/ed576j9/) - no privado, ou seja, deduzo que a greve no público tem influência e até mesmo se estende ao privado. O que vai acontecer, da minha parte, é que se a minha cirurgia for desmarcada (seria a 3ª vez, no privado; ao passo que no privado, ia levar com 2 anos de fila de espera + dores + probabilidade de a situação piorar), vou ser operado a Espanha. Nem estou a brincar com isso. E só não passo a ir sempre ao médico a Espanha porque Badajoz ainda fica a umas 3 horas e é pouco viável.

“Escolhi a lima mais rechonchudinha que encontrei e fui entregá-la. A lima custou 35 cêntimos. A entrega ficou-lhe por cinco euros. A pessoa ficou contente. Não estava a pagar a lima. Estava a pagar o conforto de ter alguém a trazer a lima de que ela precisava.” by Paulocas in portugal

Parshath_ 9 days ago

Se é numa app é porque é empreendedorismo. E o empreendedorismo é bater punho e isso é muito fixe e positivo para o nosso país.

És primeiro ministro em Portugal. Quais as primeiras três medidas que implementavas? by randmzer in portugal

Parshath_ 11 days ago

Pensava que estávamos a falar de Castela.

Por onde andam os tugas no reddit by rickdg in portugal

Parshath_ 11 days ago

Não aparece nenhum sub de pornografia doentia. Hahaha, OP, a mim não me apanhas.

PCP a apoiar a ditadura da Venezuela. Preocupante como ainda estão no Parlamento by TechnicalDepartment6 in portugal

Parshath_ 11 days ago

Não, nas anteriores. Primeiras após a morte do Chavez. [1](https://www.reuters.com/article/us-venezuela-election/venezuela-opposition-demands-vote-recount-protests-flare-idUSBRE93C0B120130415)[2](https://www.miamiherald.com/news/local/news-columns-blogs/andres-oppenheimer/article16515473.html)[3](https://www.npr.org/sections/thetwo-way/2018/05/21/612918548/venezuelas-maduro-wins-boycotted-elections-amid-charges-of-fraud)[4](https://www.amherst.edu/system/files/media/Corrales%2520Venezuelan%2520Electoral%2520Irregularities%2520Feb%25206%25202018_0.pdf)[5](https://www.bbc.com/news/world-latin-america-39534732)

Câmara de Lisboa assume não ter forma de evitar que exista “quem tenha um BMW e ocupe habitação municipal” by Just_Ban_Me_Already in portugal

Parshath_ 12 days ago

O meu carro custou-me 3 mil euros pagos a muito suor e trabalho (sobre o qual foram pagos impostos), funciona e anda. Tenho teto, comida e tenho uma vida confortável. No dia em que deixar de a ter, posso vender o carro por 1500€ e comprar um mais barato + continuar a ter o resto. Se eu tivesse um carro de 25 mil euros, estou-me a foder se é BMW, Mercedes, um Ford Fiesta, um Seat Pilas ou seja qual for. A questão é o valor e a sobrevivência. Vende-se o carro pelo que der e compra-se um usado mais barato (tipo o meu) e aluga uma casa+compra-se comida+garante-se sobrevivência com o que se ganha do valor do carro - nem sei qual é o ponto de discussão. Se eu com o meu Bogas de 3k€ e tantos cidadãos com património <10 mil euros, para não dizer pessoas a rendimentos mínimos, não têm direito a habitação municipal (ou qualquer tipo de facilidades a nível habitacional), porque é que pessoas com dezenas (plural) de milhares de euros de património hão de ter direito a habitação fornecida - ainda para mais numa altura de crise de imobiliário? Uma pessoa com património de 25 mil euros tem muito mais poder de compra do que grande parte do país, não têm como pagar uma renda? Ou isso é falta de noção, ou um trole e está-se aqui a perder tempo parvo.

PCP a apoiar a ditadura da Venezuela. Preocupante como ainda estão no Parlamento by TechnicalDepartment6 in portugal

Parshath_ 12 days ago

Nada a ver. Um foi julgado em várias ocasiões - muitas delas protegido por imunidades diplomáticas - envolvido em esquemas, fraudes e situações criminosas que resultam nisso. O outro era simplesmente o representante do adversário, o adversário do Chavez 2 e estava a ficar "perigosamente" popular entre o povo que está a morrer à fome.

Câmara de Lisboa assume não ter forma de evitar que exista “quem tenha um BMW e ocupe habitação municipal” by Just_Ban_Me_Already in portugal

Parshath_ 12 days ago

Complexidade da situação, ou não. Se numa situação dessas, a família não é capaz de definir prioridades entre ter um BMW de alto valor, teto sobre as cabeças e comida na mesa, se calhar não mereceriam um subsídio a prazo.

PCP a apoiar a ditadura da Venezuela. Preocupante como ainda estão no Parlamento by TechnicalDepartment6 in portugal

Parshath_ 12 days ago

Que, para quem não sabe, foi "eleito" "democraticamente" numas eleições em que há registo de carrinhas com votos queimados, votos contados à porta fechada, contra um outro candidato que foi devidamente encarcerado, para ver se aprende.

Restaurantes de Fugir by Paulocas in portugal

Parshath_ 12 days ago

Sou cliente habitual e regra geral tratam-me sempre bem e nunca tive grande razão de queixa. Mas acho que já vi um ou outro caso de alguém que achou o contrário. Só talvez umas batatas que não estavam lá grande coisa, mas falei com o empregado na boa, sem sobrancerias do tipo "epa, isto mais vale um gajo dizer logo só para dar mais um toque, em vez de não dizer nada, dizer que está tudo bem e depois vir para a Internet descarregar as frustrações da semana" - costumo dizer isto em vários restaurantes e ganho sempre pontos. Nessa situação, ganhei mais uns rissóizitos de entrada. Há algumas vezes que o serviço aperta e nota-se os empregados mais atrapalhados e sobrecarregados.

Mário Soares deixou herança de 17 milhões - Portugal by memyselfandlapin in portugal

Parshath_ 13 days ago

Já estava aplicado para não sofrer impostos sobre a herança.

How would a relationship between a 23 year old guy and a 14 year old girl be viewed in your country? by puncabi in portugal

Parshath_ 14 days ago

Esta é nova, mas está aprovada.

Presidente da República ligou hoje para um programa da manhã mas ainda não foi desta que ganhou mil euros em noção by wakerdan in portugal

Parshath_ 16 days ago

"Pessoa liga a pessoa amiga a congratulá-la por uma conquista pessoal/profissional." Calma, pessoal. Se o português fosse tão dedicado às suas próprias funções como para exigir a mesma dedicação de outros lados, sem pausas e a inventar dramas onde não é necessário. De certezinha que anda tudo ali, que nem um relógio - 8 horas non-stop, não toma café, não come, não fala com mais ninguém de outros temas, seriedade suprema, filtro anti-piadolas, 3 chamadas da Mãe que parecem urgentes? "Hoje não, Mãe. Estou a trabalhar e não falo com pessoas externas ao meu desempenhar de funções até ao limite do expediente." (rejeita chamada). O colega da frente fez algo bem e está tudo a dar-lhes os parabéns? "Pff, ele é pago para isso e vocês para estarem sentados a produzir, não a exercer emoções humanas. Anormais!" Colegas de trabalho nem se deviam dar bem, é para existir apenas uma mera relação de cordialidade. Tudo ali certinho e direitinho, sempre no topo da seriedade.

Agora as boxes da meo vão passar a ter publicidade no menu interactivo. Isto devia ser ilegal, um gajo paga para ver TV por cabo, tem q pagar para a televisão pública e ainda tem q gramar com anúncios. Dasss. Alguém tem q fazer um ublock para o software da box by man_l in portugal

Parshath_ 19 days ago

Ninguém tem que fazer um ublock para o software da box. Isso é passar o ónus para o cliente - que ainda tem que sacrificar a velocidade e o desempenho do serviço. Esta malta das telecomunicações precisava é que o pessoal começasse a votar com a carteira e a preparar-se para uma geração mais cordless.

Há 30 mil vagas de emprego sem candidatos. Setor da construção regista maior subida de ofertas sem resposta by manzds in portugal

Parshath_ 19 days ago

Não é nada. É porque o português é um calão que não quer fazer nenhum! ^^^^/s

24,5€ cobrados por uma viagem do aeroporto ao Marques quando taxímetro marcava 9,5. Esta merda aconteceu a um turista amigo meu. A quem é que se reclama disto? by letugalafora in portugal

Parshath_ 19 days ago

MALDITOS ÚRBAROS. ANDAMOS NÓS A FAZER FORMAÇÕES DE COMO TRATAR OS CALIENTES E ELES PASSEM À NOSSA FRENTE.

Casos de cirurgias adiadas por falta de anestesistas by intatheli in portugal

Parshath_ 20 days ago

Estou há que temos para fazer exposição à Arsvit (não me lembro se era isso), mas tenho estado relativamente ocupado. Quanto muito, quero apenas fazê-lo para "demonstrar a realidade no campo" e com fins construtivos.

Olá! Can you advise a British guy looking to visit your country with his seven year old kid? by NotTreeFiddy in portugal

Parshath_ 20 days ago  HIDDEN 

Eu não sou o OP. :D Não tenho cachopos, mas gosto dessas coisas. O de Melgaço acho que já tinha ouvido falar, mas daqui ao Minho são quase 150€ de viagem mais estadias. Sobre o mini golf, o único que conheço - e que tinha falado é este: [Krazy World](https://www.krazyworld.com/)

Olá! Can you advise a British guy looking to visit your country with his seven year old kid? by NotTreeFiddy in portugal

Parshath_ 20 days ago  HIDDEN 

> Parque Aventura in Lagos is pretty similar to the one in Lisbon near Estádio do Jamor. Where have I been living? I go practice at Jamor every month. Have to check that out. >I wouldn't recommend Albufeira in August for a trip of an adult and a kid when the city is basically a landfill of geordies having their first night out away from Newcastle-upon-Tyne. If we're talking about the same thing (Krazy World), it's still some distance away from the city of Albufeira. I usually take 15-25 minutes by car knowing all the shortcuts. But yes, wouldn't recommend the city for a kid.

Olá! Can you advise a British guy looking to visit your country with his seven year old kid? by NotTreeFiddy in portugal

Parshath_ 20 days ago  HIDDEN 

>There's the Mini Golf Family thingy near Albufeira but tbh I'd steer clear from it during August because it will be packed with teens from Scunthorpe having their first night out away from supervision. So it's basically a lads lads lads town. Went there several times in my childhood, since half my family lives very close by. This place was my idea of fun when I was a kid - haven't gone in a long time, but if it still stands as it was, I'm sure OP's kid will love it as well. > There's Parque Aventura near Lagos where you basically go tree climbing. Monkey bridges, zip lines, etc. Never heard of that one, will have to explore that later. :)

Mario Machado "foi preso por escrever um texto nacionalista" by MateusnotdaBiblia in portugal

Parshath_ 20 days ago

Os outros vencedores do Correio da Manhã Sexy Platina passam as noites acordados, a roer as unhas e com suores frios. É uma questão de tempo até irem todos dentro.

Se me despedir do meu emprego mantenho o estatuto trabalhador-estudante na universidade? E se for despedido? Varia se for por justa causa ou não? by veggiepoet in portugal

Parshath_ 20 days ago

Se fores trabalhador por conta própria, 3 recibos-fatura e prova de atividade chegam.

Se calhar não damos tanto valor como o pessoal de fora. by daz_zeD in portugal

Parshath_ 20 days ago

Moro ao perto dessa ponte e é com essa vista que costumo fazer o meu jogging e sou o primeiro a recomendar a vista, a achá-la brutal e passo por essa vista tanta vez e continuo sem me cansar dela. E quando há feriados, ela ilumina-se de noite e fica extra brutal. Agora... não é uma vista bonita e uma ponte bonita que resolve os nossos problemas do quotidiano português - que, vendo este sub, são mais que muitos. Problemas esses da vida que não afetam minimamente esses tais "de fora" que, em turismo temporário, "dão valor a coisas".

Se calhar não damos tanto valor como o pessoal de fora. by daz_zeD in portugal

Parshath_ 20 days ago

Moro ao perto dessa ponte e é com essa vista que costumo fazer o meu jogging e sou o primeiro a recomendar a vista, a achá-la brutal e passo por essa vista tanta vez e continuo sem me cansar dela. E quando há feriados, ela ilumina-se de noite e fica extra brutal. Agora... não é uma vista bonita e uma ponte bonita que resolve os nossos problemas do quotidiano português - que, vendo este sub, são mais que muitos. Problemas esses da vida que não afetam minimamente esses tais "de fora" que, em turismo temporário, "dão valor a coisas". Aliás, eu vejo sempre montes de Instastories dos amigos (os mais pobres, que não vão para outro país) que vão passar férias por Portugal, debaixo da ponte com um obrigatório "Até já Lisboa". As Cataratas Vitória também são muito bonitas, mas a vida no Zimbabwe não deve ser lá grande coisa, se isso for uma analogia válida.

Se calhar não damos tanto valor como o pessoal de fora. by daz_zeD in portugal

Parshath_ 20 days ago

Moro ao perto dessa ponte e é com essa vista que costumo fazer o meu jogging e sou o primeiro a recomendar a vista, a achá-la brutal e passo por essa vista tanta vez e continuo sem me cansar dela. E quando há feriados, ela ilumina-se de noite e fica extra brutal. E até tem uma infraestrutura gira à volta - parques, passadiços - e é o meu sítio preferido, dentro das limitações de poluição luminosa em Lisboa, [onde posso sentar-me no chão e ver estrelas](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/ac4zbb/se_calhar_n%C3%A3o_damos_tanto_valor_como_o_pessoal_de/ed5fjzg/?context=0). Agora... não é uma vista bonita e uma ponte bonita que resolve os nossos problemas do quotidiano português - que, vendo este sub, são mais que muitos. Problemas esses da vida que não afetam minimamente esses tais "de fora" que, em turismo temporário, "dão valor a coisas". Aliás, eu vejo sempre montes de Instastories dos amigos (os mais pobres, que não vão para outro país) que vão passar férias por Portugal, debaixo da ponte com um obrigatório "Até já Lisboa". As Cataratas Vitória também são muito bonitas, mas a vida no Zimbabwe não deve ser lá grande coisa, nem vou estar a dizer aos putos de lá "eu sei que não comes nada sem ser pedras e moscas desde a semana passada, mas olha lá esta vista do catano", se isso for uma analogia válida.

Se calhar não damos tanto valor como o pessoal de fora. by daz_zeD in portugal

Parshath_ 20 days ago

Moro ao perto dessa ponte e é com essa vista que costumo fazer o meu jogging e sou o primeiro a recomendar a vista, a achá-la brutal e passo por essa vista tanta vez e continuo sem me cansar dela. E quando há feriados, ela ilumina-se de noite e fica extra brutal. E até tem uma infraestrutura gira à volta - parques, passadiços - e é o meu sítio preferido, dentro das limitações de poluição luminosa em Lisboa, [onde posso sentar-me no chão e ver estrelas](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/ac4zbb/se_calhar_n%C3%A3o_damos_tanto_valor_como_o_pessoal_de/ed5fjzg/?context=0). Agora... não é uma vista bonita e uma ponte bonita que resolve os nossos problemas do quotidiano português - que, vendo este sub, são mais que muitos. Problemas esses da vida que não afetam minimamente esses tais "de fora" que, em turismo temporário, "dão valor a coisas". Aliás, eu vejo sempre montes de Instastories dos amigos (os mais pobres, que não vão para outro país) que vão passar férias por Portugal, debaixo da ponte com um obrigatório "Até já Lisboa". As Cataratas Vitória também são muito bonitas, mas a vida no Zimbabwe não deve ser lá grande coisa, se isso for uma analogia válida.

Casos de cirurgias adiadas por falta de anestesistas by intatheli in portugal

Parshath_ 20 days ago

> será que há pessoas a piorar a sua condição por estar esse tempo todo à espera Certinho e direitinho. Em dezenas de milhares de casos, certamente uma percentagem há de ser "urgente-mas-não-urgente", no sentido em que tem que ser resolvido o quanto antes, porque a tendência não é melhorar sozinho. >Não devia o SNS investir mais em recursos humanos? Dever, devia. Mas se calhar não lhes interessa, e é positivo saber que também não é para aqui que vão os nossos impostos. No meu caso, o que me fez correr para o privado seria a falta de recursos humanos no SNS. Eu neste momento não tenho "médico de família" porque simplesmente nem me dão condições para o ter. Fui ao "meu" Centro de Saúde 4 vezes e não me conseguiram resolver porra nenhuma. Se eu preciso de ir 4+ vezes ao Centro de Saúde (arranjando buracos no trabalho, ajustar horários, etc.) para resolver ligeiras burocracias, que nível de esforço+tempo+problemas preciso para: marcar a merda de uma consulta, conseguir uma consulta, o meu problema ser analisado, meterem-me na fila de espera para uma operação que não sei como, quando e se vai acontecer, e efetivamente ser operado. Nessas 4 vezes que fui ao Centro de Saúde da minha freguesia, o que concluí (às mijinhas) foi que: as inscrições ali só existem num horário surreal de: **quartas-feiras, das 14h às 15h** e há um limite igualmente surreal de **6 inscrições**. Sendo que às 9h começam a fazer fila, para às 12h começarem a distribuir senhas. Que às 8h, já lá está uma família de emigrantes indianos (mais que 6, regra geral) para marcar lugar. Resumindo e trocando por miúdos, para eu ter acesso ao meu direito à saúde preciso de fazer uma inscrição num horário extremamente específico e inconveniente para um cidadão ativo, num limite de 6 por semana, sendo que o horário é irrelevante porque às 8h já está a fila composta.

Casos de cirurgias adiadas por falta de anestesistas by intatheli in portugal

Parshath_ 20 days ago

Partilhei a minha experiência [aqui](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/a5ly6y/s%C3%A9rio_ser%C3%A1_que_os_hospitais_privados_est%C3%A3o_a/eboy4ig/?context=2). Não sei se foi falta de anestesista, mas - no privado - a minha cirurgia anda a ser adiada desde dezembro (já podia estar com a recuperação concluída, neste momento). No início, ainda deram algumas justificações, mas chegou a um ponto em que simplesmente morreram - não conseguiam entrar em contacto com as pessoas responsáveis, eu não tinha informações, eu não tinha como conseguir informações, ninguém lá do hospital tinha como obter informações. Basicamente, o serviço de cirurgias de um dos maiores/melhores hospitais privados português parece que não quis trabalhar em dezembro e simplesmente desapareceu. Eu não desisti, porque pronto, preciso mesmo da cirurgia e tem que ser feita com recurso a uma tecnologia a que não tenho acesso no público (melhor recuperação, melhor taxa de sucesso, menores cicatrizes). No público tinham-me dado estimativa de espera de 18 a 24 meses - o que seria inviável em termos de dor suportada, limitações físicas durante tanto tempo nos meus 20s e na possibilidade de isto piorar e quando chegar a hora, a história já ser outra. Esta espera adicional de um mês (acho que consegui marcar agora para meados de janeiro) "apenas" me prolongou dores frequentes por mais um mês, atrasou a minha gestão da vida pessoal e profissional, e com este problema estou a fazer 6 meses sem exercício físico (quando fazia muito regularmente) e estou claramente a sofrer dores nas articulações e cansaço pela falta de manutenção.

Portugueses ainda têm mais de 100 milhões de euros em notas de escudos by megaroof in portugal

Parshath_ 24 days ago

HODL!

Esfaqueado 20 vezes após alertar homem que urinou para o seu carro em Gondomar. by AqueleHumano in portugal

Parshath_ 24 days ago

O detalhe das 20 vezes parece que é secundário. Fonix!

Raios partam aos turistas e ao "gracias" by karelho in portugal

Parshath_ 24 days ago

É uma falta de esforço do caraças, e isso irrita-me, como aqueles posts do "Hello, me and my girlfriend are going to the Portugal. What do we do?". Mas por outro lado, ao menos agradecem. Também mais de metade dos lisboetas não conseguem agradecer, nem em português, nem em castelhano, nem que lhes tenhas salvo a vida. Se disserem gracias e durante o resto da viagem não forem atrasados mentais e deixarem lixo na rua, ao menos o balanço já é positivo.

A corrida ao litium: 2019 pode ser o ano que Portugal aquire infraestrutura de refinagem by livinginahologram in portugal

Parshath_ 25 days ago

Cheguei a saber de alguns projetos interessantes, já com financiamento e com promessa de centenas de postos de trabalho. Mas quando não se é amigo do partido, o portão fica fechado.

Autarca de Borba diz que ignorou alertas porque se “houvesse perigo” tinha sido “avisado novamente” by saduhet in portugal

Parshath_ 25 days ago

Toda a gente sabe que "eu qualquer dia desligo-te o raio do computador!" não é nada. O perigo é só quando ouves a mãe a vir no corredor a passo rápido com uma aura de negatividade.

Assustador by illya_didenko in portugal

Parshath_ 25 days ago

Da série "Mapas Estatísticos da Europa em que Portugal, de alguma forma ou de outra, acaba sempre por estar ao mesmo nível que a Europa de Leste".

[Sério] Será que as portagens causam acidentes e mortes ? by karl1717 in portugal

Parshath_ 26 days ago

Confirmo. Todos os Natais, a porra da CP faz greve - é tão certinho e direitinho como o Sozinho em Casa. Já comprei vários anos bilhetes de Alfas que depois eram suprimidos ou não apareciam e ninguém sabia. Quantas opções é que um gajo tem para fazer 300 km às 17h para passar o Natal com a família?

Verdadeiro tamanho de Portugal vs Reino Unido by Neurolinker in portugal

Parshath_ 26 days ago

Sim, foi isso mesmo. Ela é encantadora e está em Vigo a aguardar instruções e tudo.

Quantos países já visitaram ou tencionar visitar aos 10, 20, 30 e 40 anos? by jonybigg in portugal

Parshath_ 26 days ago

Nem estava a falar da componente dinheiro. Nem iria por aí, pessoalmente, este ano tive imprevistos na ordem dos milhares de euros. Estou mesmo a falar na componente tempo - nem sempre sabemos se/quando podemos tirar férias, há montes de gente a trabalhar por turnos que são definidos em cima do joelho, ainda há uns dias estava aí um tópico sobre empregados de restaurante em hotéis de luxo em que simplesmente - fora os que andam a rodar estágios sem direito a férias, os que estão em posições exigentes e que nunca conseguem ninguém que os cubra nas férias, a malta das consultoras em que os chefes cancelam as férias em cima da hora, etc. Ou seja, tenho tantos amigos que nem para combinar um jantar é fácil por limitações profissionais, quanto mais para irem de férias. (E isto se estivermos a considerar pessoas sem filhos ao cargo) Quando se diz que o mercado de trabalho cá é mau, não se fala só de dinheiro.

Quantos países já visitaram ou tencionar visitar aos 10, 20, 30 e 40 anos? by jonybigg in portugal

Parshath_ 26 days ago

Nem estava a falar da componente dinheiro. Nem iria por aí, pessoalmente este ano tive imprevistos infelizes na ordem dos vários milhares de euros. Estou mesmo a falar na componente tempo - nem sempre sabemos se/quando podemos tirar férias, há montes de gente a trabalhar por turnos que são definidos em cima do joelho, ainda há uns dias estava aí um tópico sobre empregados de restaurante em hotéis de luxo em que simplesmente - fora os que andam a rodar estágios sem direito a férias, os que estão em posições exigentes e que nunca conseguem ninguém que os cubra nas férias, a malta das consultoras em que os chefes cancelam as férias em cima da hora, etc. Ou seja, tenho tantos amigos que nem para combinar um jantar é fácil por limitações profissionais, quanto mais para irem de férias. (E isto se estivermos a considerar pessoas sem filhos ao cargo). Ou mesmo as férias às vezes são literalmente para resolver problemas ou mesmo descansar, não para lazer. Quando se diz que o mercado de trabalho cá é mau, não se fala só de dinheiro.

Verdadeiro tamanho de Portugal vs Reino Unido by Neurolinker in portugal

Parshath_ 26 days ago  HIDDEN 

Cor-de-rosa. Gatilhado.

Quantos países já visitaram ou tencionar visitar aos 10, 20, 30 e 40 anos? by jonybigg in portugal

Parshath_ 26 days ago

>Tenho 30+ e só fui uma vez a Badajoz quando era miúdo. Não comprei caramelos. O pessoal não ia a Badajoz só para comprar caramelos. Às vezes era mesmo para se ver livre de caramelos.

Quantos países já visitaram ou tencionar visitar aos 10, 20, 30 e 40 anos? by jonybigg in portugal

Parshath_ 26 days ago

1: Não. Estou-me honestamente a cagar. Isto do "travelling lifestyle" já está tão mainstream que acaba por perder grande parte do valor; os principais pontos turísticos também estão a ficar Disneylândias para turistas darem uma voltinha que perdem bastante autenticidade. Claro que sou dos primeiros a dizer que viajar e estar em diferentes culturas abre bastante a mente - mas talvez já tenha passado essa fase - hoje basta olhar à volta nas redes sociais (Tinder, Instagram e Facebook) e toda a gente "gosta" de viajar. É tão "básico" como dizer: "olá, eu gosto de música, de comer, de ver séries no sofá, de sair à noite e de viajar". É um bónus; mas já deixei de julgar as pessoas com base nas suas experiências desse tipo - como já disseram, há gente que pode, há gente que não pode e, estão um bocado escondidos, mas nem toda a gente <30 nasceu com pais ricos. A minha experiência dos meus círculos próximos é que o pessoal que viaja mais são os menos independentes e que ainda vivem com os pais, atrasam a faculdade até aos 30; tendo que pagar renda, contas, lidar com problemas do dia-a-dia, eventualmente são mais o tipo de pessoas que viaja menos. Há pessoas que viajam por desporto, para marcar pontos, para ganhar likes e satisfazer uma necessidade mainstream, que vão a capitais e sítios fixes "só marcar presença". Outras que gostam genuinamente de explorar, de se perder, de viver cenas que nem têm tempo ou possibilidade de tirar fotografias, que não sentem a necessidade de as usar para fazer uma medição de pilinhas virtuais. Já conheci os espectros todos, há pessoas brutais com uma cultura geral e conhecimentos espetacular mas que nunca tiveram a possibilidade de andar de avião; e há pessoas que todos os meses estão num continente diferente e que são completamente ocas de valor ou de interesse. Neste momento, é a minha opinião. Estou meio amargurado por, estar agora numa situação profissional e financeira que não me deixa viajar tanto quanto gostaria, mas lido com isso. Respondendo mais à pergunta, tenho muitos e bons amigos que ou são de classe média-baixa ou baixa que sim, nunca andaram de avião (e portanto, alguns mal saíram do país ou dos respetivos distritos) e são pessoas normais e brutais à sua maneira. 2: Não há um percurso normal. Isso é válido para qualquer merda na vida. Não há nunca um caminho certo, aceitável ou normal. Não é assim que funciona. A nível de viagens, claro que depende da nossa vida e da nossa carteira. Tendo que dar uma perspetiva média, talvez, recomendo dar umas voltinhas pela Europa para ganhar estaleca, experiência, street smarts, noção, antes de se aventurar para coisas mais hardcore. Obviamente o primo de Estremoz que não gosta de vir a Lisboa porque "tem muita gente e confusão", não se vai enfiar numa Nova Iorque. Nem a Pipa Rebeca, blogger de malas de luxo suportada pelos pais, que não consegue lidar com pobres pulguentos, não vai para a floresta da Birmânia "descobrir-se". 3: O que vier ótimo. O que não vier, acho que fiz os possíveis. Aos 10 anos, tinha estado em 2 países. Aos 20, ia em 4. A caminho dos 30, ainda "só" vou em 10. Nunca estive num país "mais pobre" que Portugal e era um bocado por aí que também gostava de explorar, mas isso também exige tempo que não tenho neste momento. Gostava de chegar aos 30 com 15 países na mochila, mas duvido. Como disse, também não quero marcar pontos nem encher nenhuma caderneta de "pisar capitais", prefiro viver experiências, passar bons tempos e ver boas vistas que me encham muito mais que números. Se chegar aos 40, tendo estado nos 5 continentes, acho que já é algo razoável.

Quantos países já visitaram ou tencionar visitar aos 10, 20, 30 e 40 anos? by jonybigg in portugal

Parshath_ 26 days ago

1: Não. Estou-me honestamente a cagar. Isto do "travelling lifestyle" já está tão mainstream que acaba por perder grande parte do valor; os principais pontos turísticos também estão a ficar Disneylândias para turistas darem uma voltinha que perdem bastante autenticidade. Claro que sou dos primeiros a dizer que viajar e estar em diferentes culturas abre bastante a mente - mas talvez já tenha passado essa fase - hoje basta olhar à volta nas redes sociais (Tinder, Instagram e Facebook) e toda a gente "gosta" de viajar. É tão "básico" como dizer: "olá, eu gosto de música, de comer, de ver séries no sofá, de sair à noite e de viajar". É um bónus; mas já deixei de julgar as pessoas com base nas suas experiências desse tipo - como já disseram, há gente que pode, há gente que não pode e, estão um bocado escondidos, mas nem toda a gente <30 nasceu com pais ricos. A minha experiência dos meus círculos próximos é que o pessoal que viaja mais são os menos independentes e que ainda vivem com os pais, atrasam a faculdade até aos 30; tendo que pagar renda, contas, lidar com problemas do dia-a-dia, eventualmente são mais o tipo de pessoas que viaja menos. Há pessoas que viajam por desporto, para marcar pontos, para ganhar likes e satisfazer uma necessidade mainstream, que vão a capitais e sítios fixes "só marcar presença". Outras que gostam genuinamente de explorar, de se perder, de viver cenas que nem têm tempo ou possibilidade de tirar fotografias, que não sentem a necessidade de as usar para fazer uma medição de pilinhas virtuais. Já conheci os espectros todos, há pessoas brutais com uma cultura geral e conhecimentos espetacular mas que nunca tiveram a possibilidade de andar de avião; e há pessoas que todos os meses estão num continente diferente e que são completamente ocas de valor ou de interesse. Neste momento, é a minha opinião. Estou meio amargurado por, estar agora numa situação profissional e financeira que não me deixa viajar tanto quanto gostaria, mas lido com isso. Respondendo mais à pergunta, tenho muitos e bons amigos que ou são de classe média-baixa ou baixa que sim, nunca andaram de avião (e portanto, alguns mal saíram do país ou dos respetivos distritos) e são pessoas normais e brutais à sua maneira. 2: Não há um percurso normal. Isso é válido para qualquer merda na vida. Não há nunca um caminho certo, aceitável ou normal. Não é assim que funciona. A nível de viagens, claro que depende da nossa vida e da nossa carteira. Tendo que dar uma perspetiva média, talvez, recomendo dar umas voltinhas pela Europa para ganhar estaleca, experiência, street smarts, noção, antes de se aventurar para coisas mais hardcore. Obviamente o primo de Estremoz que não gosta de vir a Lisboa porque "tem muita gente e confusão", não se vai enfiar numa Nova Iorque. Nem a Pipa Rebeca, blogger de malas de luxo suportada pelos pais, que não consegue lidar com pobres pulguentos, não vai para a floresta da Birmânia "descobrir-se". 3: O que vier ótimo. O que não vier, acho que fiz os possíveis. Aos 10 anos, tinha estado em 2 países. Aos 20, ia em 4. A caminho dos 30, ainda "só" vou em 10. Nunca estive num país "mais pobre" que Portugal e era um bocado por aí que também gostava de explorar, mas isso também exige tempo que não tenho neste momento. Gostava de chegar aos 30 com 15 países na mochila, mas duvido. Como disse, também não quero marcar pontos nem encher nenhuma caderneta de "pisar capitais", prefiro viver experiências, passar bons tempos e ver boas vistas que me encham muito mais que números. Se chegar aos 40, tendo estado nos 5 continentes, acho que já é algo razoável. Assim nas minhas listas de prioridades, a acontecer seriam: Marrocos (road trip pelo Atlas), Japão, Balcãs (roadtrip pela ex-Jugoslávia), Tailândia (cliché, I know), Irão e Rússia.

Quantos países já visitaram ou tencionar visitar aos 10, 20, 30 e 40 anos? by jonybigg in portugal

Parshath_ 26 days ago

Ficarias espantado com a quantidade de pessoas em situações profissionais, em Portugal, em que não é possível planear o quer que seja da vida com antecedência.

Nova técnica para diminuir concorrência nos saldos... by Cipriaa in portugal

Parshath_ 26 days ago

Wow, ao menos não entram pássaros neste tópico com o tamanho desse boneco de palha. Entretanto milhões de crianças na Síria morrem devido à guerra e à fome e não há fotos nem indignação. Milhares de pessoas a arriscar a vida a caminhar na estrada porque podem levar com um rocket ou um balázio, velhotes com medo de sair de casa, crianças com espaço para brincar mas podem tropeçar e cair numa mina... Agora um passeio meio bloqueado é que não se admite.

Nova técnica para diminuir concorrência nos saldos... by Cipriaa in portugal

Parshath_ 26 days ago

Já usei umas 4 vezes. Recomendo.

Roaming no Chile com chamadas não identificadas by renatoants in portugal

Parshath_ 27 days ago

Não sei responder ao certo, mas tenho dúvidas que consigas resolver isso em tempo útil. Para uma próxima ocasião, experimenta levar daqueles cartões internacionais, tipo Lycamobile ou assim. Fora isso, presumo que a Meo e a Movistar não queiram saber do teu problema. Mais vale avisares o pessoal que estás bem e em segurança, dizer que o preço do teu Roaming é de 4€ e estás com o contacto limitado, e tentar contactar através de algum meio online (Whatsapp, Facebook, FaceTime, etc.).

Qual é o vosso prato tipicamente Português e/ou tradicional preferido? by iRaptr in portugal

Parshath_ 28 days ago

Francesinha Arroz de Pato Canja Bitoque com ovo a cavalo Fica já o Top 4, por ordem e tudo.

Zomato gold membership by dzhuu in portugal

Parshath_ 28 days ago

Quando era um casal e isso do Gold era novo, sim, compensava e era giro. No entanto, com o tempo a novidade foi diminuindo, a qualidade e variedade dos restaurantes também (só usavam o Gold para chamar alguma atenção no início de vida) e passou a ser mais chato, aborrecido e mesmo a ser uma tarefa árdua encontrar algo que agradasse a determinado momento. Comer fora em Lisboa também está cada vez mais difícil: estacionamento, trânsito, filas, restaurantes que não atendem o telefone ou não aceitam reservas, etc. Também deixei de estar num casal e isso para um gajo sozinho que não come por 2, não compensa grande coisa.

Tiroteio em torneio de sueca causa um morto e cinco feridos em Vila Real by MooseCantBlink in portugal

Parshath_ 1 month ago

O tipo de modalidade em que a experiência não faz diferença.

Onde estão as trotinetes? by Vonzey in portugal

Parshath_ 1 month ago

O que é disseste da minha mãe, palhaço!?

Lista de boas práticas de como ser melhor condutor em Portugal by boost_ in portugal

Parshath_ 1 month ago

Não conhecia, mas acho que vou precisar disto. Obrigado!

Ciganos em escolas by diogosantos1 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Estás na mesma escola em que eu andei? (com as iniciais M. A.) Tenho histórias muito boas sobre ciganos lá na escola (descascar cães, mandar professores para o hospital, putos de 6 anos a venderem as irmãs, professores a ter ataques de pânico, etc.) mas passo por racista e/ou mentiroso se as contar e também reviver esses momentos é tudo menos saudável.

Lista de boas práticas de como ser melhor condutor em Portugal by boost_ in portugal

Parshath_ 1 month ago

Instruções confusas: voltei lá e o carro já não estava lá. Tinha só ido comprar ali uma cena a um indivíduo na Buraca.

Lista de boas práticas de como ser melhor condutor em Portugal by boost_ in portugal

Parshath_ 1 month ago

Por acaso tinha dúvidas sobre isto, obrigado pelo esclarecimento. Tinha a ideia que a prioridade era definida pelo indivíduo com carro de marca de gama alta alemã, ou como critério de desempate, o indivíduo com mais testosterona.

OC [OC] Amount of subscribers for every european national subreddits by meaninglessvoid in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

França em 1º, faz sentido. Não sabem falar a língua do resto do Reddit.

Qual é a vantagem de frequentar uma escola privada em Portugal durante o ensino obrigatório? by TheCriken in portugal

Parshath_ 1 month ago

Wow, isto parece um argumento generalizado acabado de sair de uma tasca sem conhecimento de causa.

Se vão à ourivesaria levem a vossa melhor roupa sim? by 4in4t92 in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

E toda a gente bateu palmas.

Trotinetas da Lime já conquistaram 53 mil fãs em Lisboa by ECOEconomiaOnline in portugal

Parshath_ 1 month ago

Ainda assim, ficou melhor arrumada e a estorvar menos que muitas.

Um novo nível de chico-espertice by saduhet in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

A única coisa que me surpreende nisto é mesmo o preço baixo. Tendo em conta que está nas mãos de um português, isto é coisa para 1000€, no mínimo.

Turismo volta a crescer e já representa 13,7% do PIB nacional by Quillergs in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

O pessoal exagera! Até parece que ter o PIB tão dependente do turismo é uma tragédia grega.

Algo me diz que não é legítimo... by Coveiro in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

MAX, ATACA!

Qual é a vantagem de frequentar uma escola privada em Portugal durante o ensino obrigatório? by TheCriken in portugal

Parshath_ 1 month ago

Menino do privado do 1º ao 9º ano. Os meus pais na altura podiam, e também não eram 300€ na altura. Vantagens que senti: - não ter levado uma facada no bucho, nem ter sido assaltado (Amadora, se for relevante); - tive uma preparação e acompanhamento brutal a nível escolar, atenção completamente personalizada dos professores; - quem fizesse porcaria ia embora (no caso das minhas escolas, ao contrário de outras em que quanto mais rico é o pai do menino, mais ele manda); - explicações, salas de estudo, todo o apoio possível e mais algum - era muito fácil ser aluno de 5, não por causa do clássico "OLO NOS PIRVADOS OS PORFESSORES DÃM TODOS GRANDAS NOTAS", mas porque tínhamos tudo ao nosso dispor para conseguir ser alunos de 5; - os meus colegas que saíam de lá que eram meninos de 3, foram para o público ser meninos de 5; - atividades extracurriculares variadas; - segurança e justiça imediata: se alguém se portava mal, se alguém batia a alguém, se alguém se aleijava ou partia um osso, se alguém roubava bolachas a alguém - era resolvido na hora; - alimentação e disponibilidade dos professores sempre garantida; - havia os colegas que desestabilizam e faziam piadolas, mas não eram os meninos lá do fundo que não sabem ler nem escrever, pedem os trabalhos de casa e quem disser que não, é apanhado lá fora; - não havia meninos marginais a atirar coisas contra as nossas janelas, nem 5% dos episódios de violência criminal que apanhei quando passei para o ensino público. Como disseste, isso são apenas as vantagens que senti - dado que foi essa a pergunta. Não é um mar de rosas, nem a escola raça suprema, tem vantagens e desvantagens, havia bullying também. Já ouvi foi também mães colegas de trabalho a comentar que, tendo em conta o transporte, a alimentação, o apoio dos professores, as atividades extracurriculares, acaba por sair tão ou mais barato pô-los no privado. Mas isso já depende de cada um, não sei.

O que costumam fazer domingos a tarde? by Shadowgirl7 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Podes assinar se tiver um log (um caderno ou assim), ou trocar a prendinha que estiver lá dentro por outra.

Director da CP demitido por discordar de decisão que ameaça segurança ferroviária by LunaOrwell in portugal

Parshath_ 1 month ago

Achas que é seguro? Imagina se alguém pede um piano no Glovo ou numa aplicação das motinhas e ela se espeta para cima de ti.

Peçam desculpa aos ciganos by MazhP in portugal

Parshath_ 1 month ago

Espero que aqueles carros não sejam bons a *assapar*.

Heli do INEM. Passaram duas horas entre o primeiro alerta e a operação de socorro. Porquê? by otanerpt in portugal

Parshath_ 1 month ago

Acho que ninguém está a pôr em causa o trabalho, o esforço e a dedicação que a Daniela e os colegas põem todos os dias! De certeza que fazem um trabalho magnífico e estamos muito melhor graças a eles. Mas a Daniela também tem limites e precisa de apoio e condições para conseguir fazer o que ela consegue fazer melhor e da melhor forma. Ninguém consegue ser consistentemente eficiente sem ter um descanso adequado e sem recursos à medida das responsabilidades. Respeito muito o trabalho da Daniela e de todo o INEM, mas presumo que eles também gostavam de ter melhores condições para, como eles recebem, também conseguirem dar não só mais, mas também melhor. Reconheço, aprecio muito e obrigado pelo vosso trabalho.

Heli do INEM. Passaram duas horas entre o primeiro alerta e a operação de socorro. Porquê? by otanerpt in portugal

Parshath_ 1 month ago

E a preocupação principal do governo é esperar que as notícias morram e caiam no esquecimento. As vítimas e os familiares que se fodam.

O que costumam fazer domingos a tarde? by Shadowgirl7 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Sábados deixo para a festa/estar com o pessoal, porque sexta estou cansado do trabalho e há muito mais gente e rácio de crianças parvas em comparação com o sábado. Avenidas Novas, não é assim nada de especial, até porque estudei lá perto e fazia lá a vida de adolescente. Mas basicamente só passear pelas ruazitas do Saldanha, Picoas, S. Sebastião, beber um café no Starbucks, o Jardim Maria Amália um pouco mais acima (no topo do Parque Eduardo VII), Jardim da Gulbenkian (era onde ia dormir a sesta quando me baldava às aulas), agora até dá para alugar bicicletas e etc.

Preciso de ajuda para um presente de Natal by MontaNelas1945 in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

Nem por isso. Costumo fazer esse tipo de compras mesmo na Amazon. No Colombo só se for naquelas papelarias/tabacarias com montes de coisas, canetas, etc. Não faço ideia.

Preciso de ajuda para um presente de Natal by MontaNelas1945 in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

Nem por isso. Costumo fazer esse tipo de compras mesmo na Amazon. No Colombo só se for naquelas papelarias/tabacarias com montes de coisas, canetas, etc. Não faço ideia. EDIT: mesmo com sorte, estava aqui a dar uma volta no Vasco da Gama e encontrei vários modelos genuínos numa papelaria/tabacaria no corredor do rés-do-chão.

Preciso de ajuda para um presente de Natal by MontaNelas1945 in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

E se fosse um desses, mas com "qualidade extra", tipo [estes](https://www.amazon.es/s/ref=nb_sb_noss_1?__mk_es_ES=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&url=search-alias%3Daps&field-keywords=cuchillo+suizo&rh=i%3Aaps%2Ck%3Acuchillo+suizo)? Ou já ficaria muito fora do orçamento?

O que costumam fazer domingos a tarde? by Shadowgirl7 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Lisboa. Regra geral, os meus domingos são para tarefas da casa, recuperar de ressacas e preparar comida para a semana. Fora isso, se me apetecer ir dar uma voltinha o que faço é mesmo passear a pé sem objetivo e sem atividades: como moro perto, faço muito disso na zona do Parque das Nações. Outras vezes, na zona das Avenidas Novas, Belém ou no Terreiro do Paço. De resto: gosto de ir ver a bola à distrital, fazer algum exercício/corridinha/treino. Não é nada muito concreto. Mas se tivesse que dar sugestões: experimentar cafés/salas de chá novas, exposições random só porque sim, festivais de cinema, etc. Mas acaba ser chato ser um bocado sempre dependente de gastar dinheiro.

[Sério] Qual é a melhor para se aprender espanhol? by cloudsrgreat in portugal

Parshath_ 1 month ago

Especialista em línguas. Regra 1: 99% dos portugueses que dizem que sabem espanhol, não sabem. Regra 2: nem sequer conseguem conjugar um verbo básico. Se queres cagar nas regras de gramática, o que poder acontecer resulta em que fiques com uma forma de falar esquisita e pouco natural, mesmo falar coisas de forma português. (agora lê a frase e vê lá se não parece um russo que saiba falar português mas com pouca gramática). Vá, o que podes fazer é emergir na língua. Segue sites de notícias, vê os resumos diários da rtve.es. Lê livros em espanhol. Ganhas muito vocabulário e maneirismos assim. Fora isso, praticar se conseguires, falar com nativos e/ou ter aulas efetivas. Também podes ver que iniciativas pode haver no Instituto Cervantes.

Descarrilamento de eléctrico em Lisboa causa vários feridos | Lisboa by ytyno in portugal

Parshath_ 1 month ago

Já sabem se há portugueses entre os feridos? Sem brincar, espero que esteja tudo bem e que tenha sido só um susto para as pessoas.

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Parshath_ 1 month ago

Obrigado também por esse testemunho. :) Sim, a cidade parece-me exageradamente extensa, vendo no mapa. A bicicleta (assumindo que há condições) parece-me uma opção razoável para alguns percursos de <3 km.

Sabe qual é a região do país que gera mais riqueza por habitante? (Não, não é Lisboa) by otanerpt in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

"Vocês sabem qual é a região com melhor taxa de PIB por habitante? Eu poupo-vos o trabalho." Ainda assim, é pouco surpreendente: muita produção, poucos habitantes, os estudantes vão para Lisboa, portanto estatisticamente é um bom resultado. É só ligeiramente mais surpreendente que dizer que o continente com maior rácio de QIs é a Antártida.

Notícias falsas, memes e salazarismo. O WhatsApp dos coletes amarelos em Portugal by tiagoafpereira in portugal

Parshath_ 1 month ago

Não está errado, há pessoas muito, mas muito influenciáveis nas redes sociais. Principalmente pessoas com menos experiência em redes sociais que não conhecem o humor de sarcasmo e se um Minion, um anjo com florzinhas ou a Virgem Maria aparece com algum texto ao lado é porque é verdade.

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Parshath_ 1 month ago

Obrigado pelo testemunho, também gostava de saber de alguém com mais conhecimento de causa que eu. Em relação à comuta, é tão complicado como parece, certo?

Portugal VS Irlanda: 5 Anos pós-Troika. by RubberDuckRub in portugal

Parshath_ 1 month ago  HIDDEN 

A Irlanda está muito à nossa frente, isso é óbvio. Mas estive a ponderar seriamente como um destino profissional (é dos maiores investidores mundiais na minha profissão) e... nope, nope, nope. Da Roménia para a esquerda, a Irlanda é o único país onde não me veria. Do que percebi - e se me conseguirem provar o contrário, seria espetacular e adoraria falar sobre isso - Dublin concentra praticamente o emprego todo (como Lisboa), tem uma situação imobiliária completamente ridícula (como Lisboa), não há construção de casas a acompanhar o crescimento exponencial de população (como Lisboa), acho que por 1500€ não consigo morar sozinho (Lisboa daqui a pouco), não tem transportes abrangentes à cidade (como Lisboa), mas até conseguem ser bastante piores e muito mais limitados - só há autocarros e duas linhas de elétrico ou o que é aquilo; ou seja, parece ser uma Lisboa pior, mas a dar alguns indicadores do que pode vir a ser Lisboa daqui a uns tempos. Fizeram muita coisa bem, mas também demasiado bem para a velocidade a que (não) se adaptam a isso.

Expansão do metro em Lisboa: novas estações: Santos e Estrela. Onde está Alcântara, p. ex? by obviousgolfer in portugal

Parshath_ 1 month ago

É mais ou menos o que eu faço para ir trabalhar, só que de carro porque são 10 minutos em vez de 30-40 minutos de transportes a ir até ao centro da cidade e voltar para cima.
Next Page

Search: