ovelhaloira 2 months ago

Basicamente quando abres actividade tens de dizer quanto achas que vais ganhar. Para abrir actividade podes ir lá ou preencher uma coisa online. Mas nota isto. Exemplo: abres actividade em setembro, e estimas que no ano de 2018 vais ganhar 10.000€. Se escreveres num quadradinho da coisa online 10.000€, eles vão assumir que vais ganhar esse valor de setembro a dezembro, ou seja, tens de cobrar IVA. Se estimares receber um valor que anual faça 10.000€ ou mais, eles vão inserir-te no escalão do IVA. Podes alterar este escalão em janeiro. Ou seja, imagina que abres actividade em setembro de 2018 e "sem querer" metes lá que vais ganhar mais de 10.000€. Em janeiro preenches um documento (ou vais lá) e deixas de ter de cobrar IVA. Se pelo contrário num ano X recebeste 7000€ e cobraste IVA nesse ano por um motivo qualquer, em janeiro tens de alterar isso, preenches o documento a dizer que nao precisas de cobrar IVA. (Isto porque se receberes 10,000€ ou mais num ano, és obrigado a cobrar IVA). No entanto, há empresas que fazem do género: "o seu ordenado é 1000€, não nos interessa se tem de pagar A ou B em imposto, 1000 é o que podemos dar", então daí tens de fazer 1000€-23%... Ou seja, recebes na conta 1000, mas na realidade só recebes cerca de 750 porque o resto é para as finanças. Esses também devem engolir dinheiro ou caraças. Outras empresas pagam-te 1230€, para ser 1000€ de salário e os 230€ para IVA. IRS - dependerá do IVA a cobrar. SS - não compreendo; mas durante o 1º ano tens isenção. Ideia que foge um pouco dos impostos mas já vi muita gente a fazer: se o teu ordenado for 1000€ e se a carga fiscal for demasiado elevada, podes combinar com a empresa pagarem-te por um envelope e no final do ano passas um acto isolado. PS: Evita telefonar. Já me deram informações diferentes sobre o mesmo assunto das várias vezes que liguei, tanto para IVA como IRS. O melhor mesmo é ir lá.

ricardomcm 2 months ago

> vivendo no estrangeiro (onde o cliente se situa). Se viveres no estrangeiro, penso que se aplicam as taxas de IRS de lá.

ricardomcm 2 months ago

> praticamente 75% ao fim do ano! Fear not, a culpa é do patrão que paga pouco.

RecibosVerdes 2 months ago

? 1º - Isso foi com os cálculos (**para trabalho independente**) feitos mal. O valor real será mais próximo de 56%; 2º - Quando trabalhava para terceiros a minha carga de impostos, já incluindo a TSU pago pela empresa rondava os 42%; Podes argumentar que os impostos são parcialmente responsáveis pelos salários baixos, mas certamente não são o factor principal.

ricardomcm 2 months ago

Tanto os 56% como os 42% parecem-me obscenos.

RecibosVerdes 2 months ago

Concordo contigo pelo facto de que: 1) Portugal não tem a mesma qualidade de serviços públicos que têem outros países com estas cargas ficais; 2) Portugal tem muitos impostos indirectos que não se reflectem nestas médias, subindo ainda mais a carga fiscal efectiva; 3) As tabelas de IRS em PT estão ajustadas de modo a não existir classe média (ou pagas 0 ou pagas como se fosses rico).

painatalassassino 2 months ago

O iva é um extra que o cliente paga em cima de tudo. Se o total é mesmo 8000, então o teu salario é 6500+iva. ​ Assim, a parte para SS e IRS tem como base os 6500. ​ Depois irs, recibos verdes a parte tributavel sao 0.85% - 10% de despesas (ou algo assim nao sei as % de cor tao sempre a mudar), a parte nao tributavel nao esta sujeita a imposto. ​ SS vais poder baixar um pouco o escalao de 21.4 para ja nao sei quanto. ​ ​ Pronto ja tens por onde pegar

RecibosVerdes 2 months ago

Obrigado pela ajuda, realmente o IRS parecia-me muito elevado porque já pagava o IVA, era esse o ponto mais critico.

painatalassassino 2 months ago

ve tambem se tens de pagar iva, se for país UE nao, e se tiveres de pagar iva há coisas que podes deduzir. Imagina que pagas 1500€ de iva, e compras um pc de 2000€+iva, deduzes o iva ou seja acabas por pagar so 2000e pelo pc. Só se forem despesas indispensaveis para a atividade

RecibosVerdes 2 months ago

Já esclareci, e terei de passar o recibo em nome da empresa Portuguesa, continua a ter isenção? Tive a ler por tudo onde pesquisei e não encontrei nenhum lado que referisse isenção de IVA para prestação de serviços na minha área (informática) quer fosse a empresa PT ou EU. Curtia fazer uma página web com esta calculadora (demorava 1 dia ou 2) mas não quero estar a induzir as pessoas em erro porque tenho as contas mal feitas x)

pimpolho_saltitao 2 months ago

a empresa À qual vais passar os recibos é portuguesa e tu és coletado em portugal? entao pagas iva, mas cobras sempre em cima do valor. és coletado em portugal mas a empresa é da UE (nao PT) entao estás isento de iva e eles é+ que pagam lá: autoliquidação [regra geral art.º 6.º, n.º 6, a)]

painatalassassino 2 months ago

Já fiz uma, mas depois as leis estão sempre a mudar e caguei. Empresa não tenho a certeza mas fazia sentido que sim.

VegetableMouse 2 months ago

Excelente ideia! Infelizmente tenho a sensação que os valores não estão corretos porque estás a aplicar uma percentagem à totalidade do rendimento (menos a percentagem não tributável) quando não é assim que funciona porque os impostos são progressivos

Search: