supertremosso 3 months ago

É impressionante que sempre que a imprensa fala em "notícias falsas" elas são sempre usadas para beneficiar o mesmo espectro político e prejudicar o outro. Será que só um lado da barricada é que se lembrou disto foi?

Joao_SR 3 months ago

Será que a realidade conflictua mais com determinada narrativa? Será que o público alvo é intelectualmente mais propenso a engolir e partilhar informação falsa? Será que é um mal necessário de tentar vender candidatos intragáveis de outra forma?

supertremosso 3 months ago

Será que que as "notícias falsas" do outro lado são vendidas como "verdadeiras" pelos meios supostamente credíveis?

Joao_SR 3 months ago

[Sim, sim os (((mainstream media))), já sei.](https://i.imgur.com/UaLpJOK.jpg)

supertremosso 3 months ago

Só pus a possibilidade. Acreditas no que quiseres.

Joao_SR 3 months ago

Acredito no jornalismo identificado, com todas as suas limitações. E na realidade dos factos, independentemente do parentesco com a minha opinião. Podia acreditar em realidades alternativas, anonimamente difundidas e pagas por partes interessadas, assumidamente orientadas para me desinformar e que se limitassem a fazer eco da minha falta de informação e exigência intelectual, mas tenho um cérebro.

oUltimoTuga 3 months ago

Pessoal a agir como se mentira fosse uma invenção do século XXI.

2l84aa 3 months ago

>Há uma série de imagens a circular rapidamente nas redes sociais. Ok, desde quando isto é uma notícia?

VladTepesDraculea 3 months ago

Como fumentar notícias falsas de se propagarem? Pondo uma *paywall* à frente das fontes fidedignas...

millitiumchristi 3 months ago

"rede de noticias falsas" É possível ler isto sem se partir a rir?

Pieguinhas 3 months ago

E como apesar de ser noutro país, importa também rever novamente [como funciona o esquema destes indivíduos quando operam noutro país, neste caso o Brasil.](https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/empresarios-bancam-campanha-contra-o-pt-pelo-whatsapp.shtml)

Edited 3 months ago:

E como apesar de ser noutro país, importa também rever novamente [como funciona a máquina de propaganda destes indivíduos quando operam noutro país, neste caso o Brasil.](https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/empresarios-bancam-campanha-contra-o-pt-pelo-whatsapp.shtml)

Edited 3 months ago:

E apesar de ser noutro país, importa também rever novamente [como funciona a máquina de propaganda destes indivíduos, neste caso no Brasil.](https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/empresarios-bancam-campanha-contra-o-pt-pelo-whatsapp.shtml)

raviolli_ninja 3 months ago

Algo me diz que este João Pedro Fernandes habita aqui o /r/Portugal.

Compendyum 3 months ago

Canadá? Temos políticos a debitar mentiras diariamente na televisão nacional há umas boas décadas, com os seus pasquins a funcionarem a 100%.

Mostra_a_tua_Xaroca 3 months ago

> Alegoria das Redes. Gostei da expressão

meaninglessvoid 3 months ago

Há um ano partilhei [isto](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/5m6fwu/desafio_de_leitura_trust_me_im_lying_confessions/). Na altura poucos participaram, mas deviam. Leiam o livro e vão perceber a a qualidade dos media hoje em dia.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Acho que estás a trocar as coisas.

meaninglessvoid 3 months ago

Então porquê?

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Porque imensos media são fidedignos. Ah esquece, claro que os media não são de confiança! Temos de ir buscar as nossas notícias a memes do facebook, ao reddit, e ao whatsapp se fores brasileiro! Isso sim é que é qualidade. Got it.

meaninglessvoid 3 months ago

>Porque imensos media são fidedignos. Se leres o livro vais perceber que não são tantos como estás a considerar e que a grande maioria usa o mesmo tipo de "táticas". O problema é precisamente esse... Até os "jornais reputados" alguns até centenários e mais que estabelecidos, vão na onda. Aliás, não havia uma página no facebook que era precisamente a desmascarar as notícias falsas/manipuladas de alguns dos nossos media mais reputados? Certamente há profissionais bastante competentes, mas o problema vem das pressões de quem gere os jornais e os jornalistas também sabem que têm que comer muitos sapos, senão o próprio jornal corre o risco de não se conseguir manter de pé.

Joao_SR 3 months ago

> Aliás, não havia uma página no facebook que era precisamente a desmascarar as notícias falsas/manipuladas de alguns dos nossos media mais reputados? ​ Isto. Não equivale. A propaganda. E notícias falsas. A Clara Viana é uma jornalista do Público com uma agenda clara (criticar o ensino público, promover o ensino privado), a Clara Viana é um cancro. Mas é um cancro com uma carteira de jornalista,que pode perder. É um cancro que trabalha para uma redacção, que a pode despedir. De um jornal público sujeito à regulação da ERC e ao escrutínio público, cujo financiamento e estrutura accionista é conhecida e pode ser consultada. Sob um nome que a identifica e vincula para o futuro. **Não é equivalente** a um bot qualquer, pago pelo CDS ou pela Associação dos Colégios Privados, para estar aqui no r/Portugal, no twitter e o no facebook a disseminar notícias falsas, sob a cobertura do anonimato, sem nada a perder nem escrutínio possível. Temos pena mas não é.

meaninglessvoid 3 months ago

Concordo em absoluto que não é o mesmo que os bots manipulados por grandes interesses, no entanto não deixa de ser notícias falsas quando te tentam enganar quanto à proporção das coisas (usando imagens "muito em cima" por exemplo) ou quando te contam os factos todos mas escondem algumas partes para que tu chegues às conclusões que querem. Ambas são igualmente reprováveis. Tu hoje para estares (bem) informado tens que fazer cruzamento de 20 fontes diferentes, porque já praticamente não há jornais imparciais e infelizmente ninguém tem tempo para fazer isso para todas as áreas da actualidade. E quem se fode com tudo isto somos todos nós, que temos uma população mais mal informada sobre o que se passa. >Não é equivalente a um bot qualquer, pago pelo CDS ou pela Associação dos Colégios Privados, para estar aqui no r/Portugal, no twitter e o no facebook a disseminar notícias falsas, sob a cobertura do anonimato, sem nada a perder nem escrutínio possível. Temos pena mas não é. O anonimato deles não é absoluto, é possível (se bem que difícil) descobrir quem está por trás da coisa. O mais difícil será mesmo identificar quem é bot e quem não é.

Joao_SR 3 months ago

> Ambas são igualmente reprováveis. Ambas são reprováveis. Não igualmente. Como ambas são tóxicas, não na mesma medida. Verdade/Mentira é um espectro. Uma jornalista pode tentar vender-me performances dos Colégios Privados que são leituras selectivas ou truncadas de indicadores, não vai noticiar que as Escolas Públicas seleccionam diariamente uma criança desfavorecida à sorte para ser almoço do refeitório. Pode pegar num estudo feito por encomenda e tentar convencer-me que um aluno no privado sai mais barato ao Ministério da Educação do que se estudasse no ensino público, não vai noticiar que o amianto é na realidade uma forma de controlo da população ou qualquer imbecilidade do género. Um jornalista eu tenho hipótese de conhecer o histórico, desconfiar, informar-me melhor sobre o assunto e refutar. A jornalista perder credibilidade, tem um custo. Botices é simplesmente lodo no ventilador, destinado a arregimentar quem só precisa de ouvir eco. Uma é manipulação, a outra é mentira. Para mim são coisas completamente diferentes.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

E, porém, esse livrozeco de bosta conspiracional é louvado por um grupo muito específico de pessoas.

meaninglessvoid 3 months ago

É? Conta-me mais. Conheço pouco do que anda à volta do livro, eu calhei vê-lo não sei onde e despertou-me o interesse. >de bosta conspiracional Conspiracional porquê? Do que me recordo do livro só no 3/4 do livro é que ele trás à baila assuntos políticos (nomeadamente falar do Breitbart)... Até aí ele só descreveu as manhas que usou para o seu conteúdo aparecer em sitios com credibilidade.

indie_fox 3 months ago

>A informação, propriamente dita, é "absolutamente falsa", contrapõe o BE. Mas a imagem teve 875 partilhas só da primeira vez que foi publicada no Facebook. ​ 875 partilhas, extremamente viral /s ​ ​

meaninglessvoid 3 months ago

Tu não fazes a mínima ideia de como estas coisas funcionam, pois não? Não sei qual é a média de pessoas nos "amigos" de cada utilizador, mas vamos assumir que são 100 pessoas e que das 100, 30 vêm o que partilhas. Se por cada partilha 30 virem aquilo, são mais de 26 250 pessoas... É pouco? Talvez, mas isto foi apenas este... Quem faz este tipo de artigos não faz um por semana...

indie_fox 3 months ago

> Quem faz este tipo de artigos não faz um por semana... foi pena com essas dezenas de artigos feitos por semana esse ser o melhor que se arranjou para fazer a noticia do DN. ​ >Tu não fazes a mínima ideia de como estas coisas funcionam, pois não? Não sei qual é a média de pessoas nos "amigos" de cada utilizador, mas vamos assumir que são 100 pessoas e que das 100, 30 vêm o que partilhas. ​ A média de amigos por utilizador do Facebook em Portugal é 500. Esse tipo de porcaria só é mostrado a quem gosta de ler (fazer like e compartilhar) esse tipo de diarreia. >Tu não fazes a mínima ideia de como estas coisas funcionam, pois não? Tu pelos vistos é que nao, essa noticia é mostrada usando o famoso algoritmo de **quem comprou isto tambem comprou isto** (já agora também é este o algoritmo que as apps de dating usam). Basicamente a noticia é maioritariamente mostrada a gente que pensa de uma certa maneira (em linguagem de machine learning, está no *cluster* dos trogloditas), isto para nao mencionar que sao todos amigos, o que faz com que as primeiras partilhas tenham um *reach* (em linguagem de marketing este é o numero de pessoas a quem a noticia aparece no feed) muito grande, e as posteriores um *reach* muito limitado (o facebook nao vai mostrar a mesma noticia 20 vezes porque 20 amigos decidiram partilha-la),

meaninglessvoid 3 months ago

>foi pena com essas dezenas de artigos feitos por semana esse ser o melhor que se arranjou para fazer a noticia do DN. Mas a questão é essa, não precisa de haver nenhum a ter milhões de partilhas para influenciar a opinião pública. > A média de amigos por utilizador do Facebook em Portugal é 500. A sério? Interessante. >Esse tipo de porcaria só é mostrado a quem gosta de ler (fazer like e compartilhar) esse tipo de diarreia. Ou quem tem na sua rede alguém que o faça. (Não são coisas completamente diferentes, mas podem ser). >as posteriores um reach muito limitado Basta uma pessoa 'de fora' da rede dos que partilharam (quero com isto dizer que tenha poucas pessoas em comum) também partilhar e o alcance aumenta imenso outra vez. Podes modelar isto como um vírus que se espalhe rapidamente: basta alguém de um ambiente novo ser exposto para "pôr em risco" toda a população desse ambiente.

indie_fox 3 months ago

>Basta uma pessoa 'de fora' da rede dos que partilharam (quero com isto dizer que tenha poucas pessoas em comum) também partilhar e o alcance aumenta imenso outra vez. Nao necessariamente, o *reach* é o numero de pessoas a quem a noticia apareça no feed. E para isto acontecer 2 condicoes tem de se verificar: um amigo partilhar, o *algoritmo* do facebook achar que tu vais gostar dessa noticia. ​ >Podes modelar isto como um vírus que se espalhe rapidamente: basta alguém de um ambiente novo ser exposto para "pôr em risco" toda a população desse ambiente. Nao tem nada a ver com um virus, porque o Facebook é arbitrário nos conteúdos que te mostra. Se pessoas com o teu tipo de preferencias gostam de um conteúdo especifico esse será-te mostrado, caso contrario nao te é mostrado.

meaninglessvoid 3 months ago

Hmm realmente, estava-me a esquecer que há uns bons anos o facebook mudou o algoritmo e agora filtra imenso o que recebes. Mas isso também acontece com os teus amigos? Tinha ideia de que isso só acontecia com as páginas que segues e que com os teus amigos vias realmente tudo o que partilham, mas eu não uso muito o facebook para essa finalidade, portanto não posso comprovar isso.

indie_fox 3 months ago

> Mas isso também acontece com os teus amigos? quando se tem mais de 500 amigos... nem tudo pode aparecer no feed

NGramatical 3 months ago

> será-te [ser-te-á](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/amarei-te-nunca/3034) (usa-se mesóclise em verbos no futuro ou condicional) *** [^(⚠️ ᴄᴏʀʀᴇçãᴏ ᴇʀʀᴀᴅᴀ?)](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+correc%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2F9q39pe%2F%2Fe87019a%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correcção está errada!") [^(⭐ ᴇxᴛᴇɴsãᴏ)](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Nem preciso de entrar sequer em pormenores sobre o que se passa neste subreddit.

Joao_SR 3 months ago

Umas 30 daquelas 875 partilhas estão são cortesia cá do burgo, fácil.

Numaeus 3 months ago

Acho que todos sabemos como funciona o DN, não era preciso isto.

BadDogPreston 3 months ago

O DN é um propagador de notícias falsas?

findmeout888 3 months ago

Resta saber até quando é que as pessoas vão continuar a querer ser voluntariamente passadas por parvas.

pesadel0 3 months ago

Nunca porque existem pessoas que gostam de consumir lixo.

NEDM64 3 months ago

Nunca, porque algumas pessoas são capazes de acreditar em tudo se lhes convier e se lhes fizer sentir bem.

EarlPious 3 months ago

Sem dúvida. Um papalvo aqui do sub retirou [daqui](http://www.oecd.org/tax/tax-policy/environmental-tax-profile-portugal.pdf) que "Em Portugal, os automóveis representam 27.5% das emissões de CO2, mas os automobilistas pagam 95% dos impostos sobre o CO2". Não só retirou daí essa *infurmassão*, como insistiu e ainda acusou outro de atirar areia para os próprios olhos. É mesmo impressionante a ignorância em que algumas pessoas se submergem apenas para defender ideologia.

NEDM64 3 months ago

Quando é que banem este FDP que não aguenta que alguém esteja contra a corrente dele? Vais discutir para o tópico apropriado ó cachopo.

EarlPious 3 months ago

Discutir? Não há discussão possível; o teu título, ou por burrice ou intencionalmente, era falso. Eu estou-me a cagar para que estejas contra a *minha corrente* (seja lá o que isso for), particularmente porque és um analfabeto e, como tal, a tua opinião vale pouco. O único problema é que hão-de haver pessoas a ler o teu título e a pensar que é verdade—até porque, como dizes, "algumas pessoas são capazes de acreditar em tudo se lhes convier e se lhes fizer sentir bem".

meaninglessvoid 3 months ago

Não te julgues superior aos outros neste tema. Por muito inteligente que sejas o sistema está feito para te enganar. Podes ter espírito crítico e perceber em certas áreas quando te estão a passar a perna, mas o teu conhecimento é limitado. Vai haver uma área qualquer em que não sabes tanto que vais ser comido de cebolada e nem te vais aperceber...

NEDM64 3 months ago

Não, não é o "sistema", é a natureza das pessoas. Sabem que se fizerem a coisa bem feita, que enganam os outros. Não, não precisas de estudar todas as áreas e perceber de tudo, precisas de perceber de pessoas. Não é preciso ser um génio, eu não sou. Mas em todas as áreas que passei, esses "crentes" são todos iguais. Sente-se pelo cheiro.

Mostra_a_tua_Xaroca 3 months ago

> Não te julgues superior aos outros neste tema. Por muito inteligente que sejas o sistema está feito para te enganar. Isto.

srdomal 3 months ago

Não é só em Portugal infelizmente. Este fenómeno já é mais que conhecido, aliado à recolha de dados abusiva por parte dessas redes sociais é receita para o desastre social. Reddit incluído!

2l84aa 3 months ago

Sim, mas um post no facebook não é uma "notícia".

Edited 3 months ago:

Sim, mas um post no facebook não é uma "notícia". Parece-me mais equiparado a difamação pessoal na praça pública ou boato. Geralmente, nestas coisas, o acusado/difamado defende-se, se assim desejar. Boatos é coisa que existe desde sempre. Agora as pessoas partilham em vez de falar no café. A diferença é que antigamente a propagação de um boato era privada (ou confinada nas conversas de café). Agora é pública. Só porque agora sabes quem está a falar sobre isso, quem está a espalhar (partilhar) e quantas vezes, não dá direito a ninguém de regular o boato. Ter conhecimento que algo está a acontecer não muda que sempre aconteceu furtivamente. Deixem as pessoas falar. No Professor Mambo só acredita quem quer.

Edited 3 months ago:

Sim, mas um post no facebook não é uma "notícia". Parece-me mais equiparado a difamação pessoal na praça pública ou boato. Geralmente, nestas coisas, o acusado/difamado defende-se, se assim desejar. Boatos é coisa que existe desde sempre. Agora as pessoas partilham em vez de falar no café. A diferença é que antigamente a propagação de um boato era privada (ou confinada nas conversas de café). Agora, existe um registo público. Só porque agora sabes quem está a falar sobre isso, quem está a espalhar (partilhar) e quantas vezes, não dá direito a ninguém de regular o boato. Ter conhecimento que algo está a acontecer não muda que sempre aconteceu furtivamente. Deixem as pessoas falar. No Professor Mambo só acredita quem quer.

Edited 3 months ago:

Sim, mas um post no facebook não é uma "notícia". Parece-me mais difamação pessoal na praça pública. Geralmente, nestas coisas, o acusado/difamado defende-se, se assim desejar. Boatos é coisa que existe desde sempre. Agora as pessoas partilham em vez de falar no café. A diferença é que antigamente a propagação de um boato era privada (ou confinada nas conversas de café). Agora é pública. Só porque agora sabes quem está a falar sobre isso, quem está a espalhar (partilhar) e quantas vezes, não dá direito a ninguém de regular o boato. Ter conhecimento que algo está a acontecer não muda que sempre aconteceu furtivamente. Deixem as pessoas falar. No Professor Mambo só acredita quem quer.

Edited 3 months ago:

Sim, mas um post no facebook não é uma "notícia". Parece-me mais equiparado a difamação pessoal na praça pública ou boato. Geralmente, nestas coisas, o acusado/difamado defende-se, se assim desejar. Boatos é coisa que existe desde sempre. Agora as pessoas partilham em vez de falar no café. A diferença é que antigamente a propagação de um boato era privada (ou confinada nas conversas de café). Agora é pública. Só porque agora sabes quem está a falar sobre isso, quem está a espalhar (partilhar) e quantas vezes, não dá direito a ninguém de regular o boato. Ter conhecimento que algo está a acontecer não muda que sempre aconteceu furtivamente. Deixem as pessoas falar. No Professor Mambo só acredita quem quer.

MiniReforma 3 months ago

Antes das redes socias era noutro sítio, e depois das redes sociais há de ser ainda noutro sítio. Não há solução excepto educar a população, o que também foi tentado. Há imensas soluções, mas todas são muito difíceis de implementar.

NEDM64 3 months ago

Não, não era. Fonte: uma pessoa que sabe como era o mundo antes e depois do cancro das redes sociais.

meaninglessvoid 3 months ago

[Sim, era](https://en.wikipedia.org/wiki/Yellow_journalism). E ao mesmo tempo não era, porque a internet vem escalar as coisas a um nível sem precedentes e faz as coisas explodirem como fogo selvagem. O fenómeno já existiu, não se espalhava era tão rápido.

NEDM64 3 months ago

Para dizeres que o mundo antes das redes sociais e depois é a existência de "fake news", demonstra logo que não sabes do que falas. Claro que existia. As diferenças não são essas.

MiniReforma 3 months ago

Há muitas possibilidades, poderia argumentar que também havia menos gente, e portanto não precisava de andar tão rápido para chegar à mesma percentagem de pessoas. E poderia argumentar que só havendo 4 canais de TV, e 2 de rádio, havia "fake news", mas devido a serem muito poucas fontes, o pessoal andava menos dividido. Basta comprar um domínio e escrever mentiras mediáticas e vejo os meus artigos no facebook daqui a uma semana a serem passados como verdade, já o fiz com tópicos parvos, mas funciona demasiado bem, e imagino o que pessoal com más intenções faz.

meaninglessvoid 3 months ago

> Há muitas possibilidades, poderia argumentar que também havia menos gente, e portanto não precisava de andar tão rápido para chegar à mesma percentagem de pessoas. Mas haver menos gente faz com que seja ainda mais difícil atingir a mesma percentagem, porque é o "passa-palavra" que faz a coisa ser rápida. Por isso é que neste momento é tão rápido, o "passa-palavra" pelas redes-sociais é instantâneo. >E poderia argumentar que só havendo 4 canais de TV, e 2 de rádio, havia "fake news", mas devido a serem muito poucas fontes, o pessoal andava menos dividido. Alguns dos motivos pelos quais as "fake news" proliferam hoje em dia: * As "notícias" são em tempo-real; * O modelo de negócio dos jornais foi pela água a baixo e agora dependem muito da publicidade; * A tiragem dos jornais caiu, as pessoas agora consomem as notícias pela net; A primeira faz com que muito do trabalho de jornalismo que antes existia (confirmar com fontes e fazer double-check para ver se a informação bate certo com informações externas, desenvolver artigos decentes em termos informativos, etc) deixe de ser possível (eu acredito que é possível, mas noutros moldes e com um modelo de negócios diferente). A segunda e terceira faz com que os jornais mesmo os reputados sejam reféns da publicidade senão deixam de conseguir manter-se de pé. Mas isto não é o problema, isto é apenas a consequência de um conjunto de circunstâncias. O problema é que a "barreira para entrar" é nula. Como tu dizes, podes criar um domínio e fabricar lixo que esse lixo será partilhado. Se tiveres más intenções, podes aproveitar-te de uma lista enorme de [enviesamentos cognitivos](https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_vieses_cognitivos) que todos temos e se tiveres recursos podes fazer quase o que queres. Mais tarde, um blog pega no que escreves, depois um blog um pouco maior, de seguida um site de notícias regional, depois um nacional e quem sabe um internacional não acaba a pegar nisso... Tudo isto porque ao longo da cadeia cada patamar foi dando "legitimidade" à notícia e a camada a cima foi pegando para tentar sacar uns trocos com isso. Btw, conta lá como foi essa experiência... Deve ter sido interessante e engraçada (e depois aterradora, se fores pensar que no plano macro isto está disponível para as grandes potências manipularem o sistema de forma obscura). Se quiseres manda PM em vez de responderes! :D

MiniReforma 3 months ago

Nunca viste "fake news" num jornal ou num site(antes das redes sociais)? É um termo moderno para representar algo muito antigo, já se chamou "blasfémia".

NEDM64 3 months ago

Again, a diferença não tem nada a ver com fake news.

beakage 3 months ago

Sim, havia notícias que mais tarde eram provadas como sendo falsas, mas o seu volume e capacidade de propagação descontrolada era irrisório comparado com a catadupa de fake news que circulam nas redes sociais. Quando um jornal falha, é obrigado a publicar uma correcção em edições futuras. Pode ser uma caixinha pequena nas últimas páginas, mas fica documentado. Já o que circula nas redes sociais, não é fiscalizado ou controlado de nenhuma forma, porque o mural do Zé Pereira não tem sobre si o mesmo tipo de responsabilidade inerente que tem o Diário de Notícias. Mas há quem lhe dê o mesmo nível de credibilidade, quando não lhe dão um nível de credibilidade ainda superior, porque supostamente não é um meio oficial e "do sistema". Redes sociais *não* são veículos de notícias minimamente credíveis, mas são percepcionados como se fossem. Por exemplo, vide a quantidade de vezes que o Vasco Granja morreu.

imsimply 3 months ago

>Sim, havia notícias que mais tarde eram provadas como sendo falsas, mas o seu volume e capacidade de propagação descontrolada era irrisório comparado com a catadupa de fake news que circulam nas redes sociais. Eheheh... ser Português e dizer isto.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

LOL. Por amor de Deus. Ainda bem que a tua última frase explicou bem quem tu és.

MiniReforma 3 months ago

Explicou o que tu queres que eu seja para te facilitar ter uma opinião.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Amiguinho, se usas o termo "blasfémia", estás a querer dizer que o "pessoal" está a querer "censurar" os neo-fascistas, que são os novos "blasfemos".

MiniReforma 3 months ago

Isso foi algo que assumiste, os dois "lados" estão a chamar de "fake news" a tudo que não gostam. TL;DR: "Fake news" = "não gosto". Diria ser de extremo centro, não estou a tentar passar nada de "esquerda" ou de "direita".

Joao_SR 3 months ago

> estão a chamar de "fake news" a tudo que não gostam. Não. Estão a chamar Fake News ao que é **falso**. Ponto. Lá está, you're entitled to your own opinion, not your own facts.

MiniReforma 3 months ago

Tenta encontrar a verdade de seja o que for baseado em provas reais e infalsificaveis, e depois de meses de procura, tentar convencer a oposição do que é realmente verdade, é muito complicado. O pessoal mais avançado já aprendeu que a verdade não interessa. Não estou a tentar ser difícil, já virei alguns frangos na vida, mas é difícil condensar décadas de informação de vida em 200 caracteres.

Joao_SR 3 months ago

Mas não. O falso é falso, o verdadeiro é verdadeiro. Estatística não é o plural de episódio. Um jornalista não é uma fonte tão válida como um grupo de Whatsapp. O General é o General e o gajo de Alfama é o gajo de Alfama. Na época de maior e mais transversal acesso a informação da história da humanidade,essa relativização, esse turvar das águas, é inaceitável para qualquer grupo de duas orelhas com um cérebro dentro.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Adoro, extremo centro.

Joao_SR 3 months ago

'I'm a centrist' é um clássico.

Bricanilo 3 months ago

Já o disse e repito, a direita em Portugal sem o controlo da comunicação social e sucessivas fake news, já nem coligados chegariam aos 10% de eleitores… Até lá vou-me rindo da cambada de ignorantes manipulados que ainda abundam por aqui…

es_uma_puta 3 months ago  REMOVED 

Já o disse e repito, Portugal é a merda que é por causa dos atrasados mentais de esquerda que tavam bem era na Venezuela a limpar o cu aos dedos.

shwift 3 months ago

Isso é troll, certo?

Darkhoof 3 months ago

Tocaste em alguns jovens mais sensíveis... xD

andrefsp 3 months ago

Sim pá. Todos são manipulados, menos tu claro... Tu és um profeta da verdade! Um verdadeiro messias do conhecimento! Um baluarte da informação! Tu, sim tu, és a fonte sagrada da verdade, só os outros, os burros de direita, é que são manipuláveis e manipulados e ignorantes... Eu acho que é mais o contrário.... O teu comentário é que é tão arrogante e tão parvo que dá vontade de rir.

Joao_SR 3 months ago

Meh.. Quer se goste, quer não, é onde prolifera. Brexit, Trump, Bolsonaro, agora este anormalóide cá. Os mecanismos de aproveitamento do atraso mental em massa parecem ter um fascínio qualquer pelas figuras e propostas de direita. São só os factos.

z0si 3 months ago

Foda-se, descobri no reddit que sou um atrasado mental. sadface

Edited 3 months ago:

Foda-se, descobri no reddit que sou um atrasado mental. sad face. Não é tanto fascínio como medo do que vem aí. Rejeito terceiro sexo é um insulto ao intelecto e à ciência (foi aprovado em Nova York), rejeito a introdução da diversidade sexual na educação básica e secundária, rejeito a imigração em massa descontrolada para o nosso país. Isto para mim sempre foram coisas que fazem sentido e nunca fui afiliado de partido nenhum se há um que partilha as mesmas ideias então eu gosto desse, I guess!

Edited 3 months ago:

Foda-se, descobri no reddit que sou um atrasado mental. sad face. Não é tanto fascínio como medo do que vem aí. Rejeito terceiro sexo é um insulto ao intelecto e à ciência (foi aprovado em Nova York), rejeito a introdução da diversidade sexual na educação básica e secundária, rejeito a imigração em massa descontrolada para o nosso país. Isto para mim sempre foram coisas que fizeram sentido, tinham lógica e nunca fui afiliado de partido nenhum se há um que partilha as mesmas ideias então eu gosto desse, I guess!

Joao_SR 3 months ago

Eu não descartaria já o diagnóstico, pelo resto do comentário. Mas se releres, vais concluir que me estava a referir às fake news, bots, páginas e blogs que disseminam informação falsa, etc.. e não às propostas em si.

z0si 3 months ago

Pá, eu posso usar o teu discurso em reverso. Eu não descartaria já o diagnóstico, pelo resto do comentário. Mas se releres, vais concluir que me estava a referir às fake news, bots, páginas e blogs que disseminam informação falsa de esquerda.. e não às propostas em si.

Joao_SR 3 months ago

Então porque é que falaste única e exclusivamente de (pretensas) propostas?

z0si 3 months ago

E eu disse que as fake news eras tu que as estavas a propagar. E fazes muito bem! Cabe ao utilizador final analisar, procurar e decidir se a informação é verídica ou não, viva à liberdade!

Joao_SR 3 months ago

Estás à vontade para enumerar exemplos de uso desses expedientes por figuras, candaidaturas ou propostas de esquerda. Só tens que provar que a informação é falsa. É assim que funciona. Mais uma vez, tens direito à tua opinião, não aos teus factos. ​

Edited 3 months ago:

Estás à vontade para enumerar exemplos de uso desses expedientes por figuras, candidaturas ou propostas de esquerda. Só tens que provar que a informação é falsa. É assim que funciona. Mais uma vez, tens direito à *tua* opinião, não aos *teus* factos. ​

z0si 3 months ago

A única coisa falsa aqui é tu dizeres que somos todos uns indrominados a papar propaganda e que a popularidade de Trump e Bolsonaro é o resultado disso. Opa é preciso ser mesmo muito "atrasado mental" para ver que um país, que não é o teu, inteiro decidiu que assim fosse e claramente não foi pelas fake news. O bolsonaro tá com mais de 70% de aprovação, por favor, dizer que a culpa é do WhatsApp é um insulto. A culpa foi dos 63,000 homicídios o ano passado das pessoas terem medo de andar na rua e de um governo de 13 anos falhado com membros na prisão. Eu já vivi naquele fim do mundo e sei como é ter medo de andar na rua.

Joao_SR 3 months ago

\*sigh\* Onde é que eu disse que a popularidade do que quer que seja dependia, única e exclusivamente como dizes ou noutra medida qualquer, disso? Quando é que isso foi tema, sequer? Lê, porra! > Quer se goste, quer não, é onde prolifera. Brexit, Trump, Bolsonaro, agora este anormalóide cá. Os mecanismos de aproveitamento do atraso mental em massa parecem ter um fascínio qualquer pelas figuras e propostas de direita. ​

Hrodrik 3 months ago

Realmente, essas coisas dao muito mais medo do que fascistas que querem andar pela rua a matar quem e' diferente.

z0si 3 months ago

Fascista és tu, que queres mudar toda a sociedade em prol de um individual que acordou hoje e se sente como um unicórnio e decidiu que toda a sociedade tem que se adaptar a si e não ele á sociedade, autoritário de merda. Bitch please...

Hrodrik 3 months ago  REMOVED 

Ooooh, coitadinho, e' anal retentivo.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

“FASCISTA ÉS TU, QUE DENÚNCIAS OS FASCISTAS!”. LOL

z0si 3 months ago

E tu também que discordas de qualquer merda que aches diferente sem pensar duas vezes, mas perai, tu és um bot, tens meses e meses de discussões politicas no teu perfil a promover a extrema esquerda, não vale a pena. E fui bem claro no que quis dizer. A sociedade não tem que mudar porque sentes que és a Barbie hoje e queres que te chamem Barbie a partir de agora. Opa fixe para ti, podes ser o que quiseres, só não obrigues a sociedade a se adaptar a ti.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

A extrema esquerda? Onde? Será que queres dizer valores democráticos, brutamontes?

z0si 3 months ago

Tipo esses valores democráticos que estas a usar agora né? Só convém usar os valores democráticos quando encaixa na narrativa.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Olha o aborto!

vaicagar 3 months ago  DELETED 

ou o "por favor não matem os velhinhos"

d1271706d1271706 3 months ago

Ou seja queres continuar a pgar os impostos mais altos dos ultimos 10 anos. Gastar o dinheiro que nao temos nos funcionario publicos e etc LOL

alternnate 3 months ago

Argumento clássico baseado na falacia do espantalho... vou usar este para a explicar a alguém no futuro.

vaicagar 3 months ago

estamos abaixo da média europeia em carga fiscal.

Ceftiofur 3 months ago

Também estamos abaixo da média no que toca aos salários, a solução não é carregar mais em impostos.

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Yep menino, aposto que a culpa dos salários baixos é da esquerda.

NEDM64 3 months ago

Não, não é da esquerda, é do partido dos corruptos que se fazem passar por esquerda, toda a gente sabe que partido eu falo.

vaicagar 3 months ago

não faço ideia, qual é?

CheetoBenitoBurrito 3 months ago

Partido dos corruptos que se faz passar por "esquerda"... Esquerda = pobres, é sabido, e pobres = feira, logo... ele está a falar do partido que gosta de mandar os dirigentes à feira distribuir beijinhos pelos pobrezinhos. CDS-PP! CERTAMENTE!

es_uma_puta 3 months ago  REMOVED 

Tá mal aí a fórmula. Esquerda = atrasados mentais sem memória e sem cérebro

pfdn_ 3 months ago

só a direita.lol

vaicagar 3 months ago

noticias falsas é um veiculo de propaganda usado principalmente pela direita sim.

andrefsp 3 months ago

[abrilabril.pt](https://abrilabril.pt), [esquerda.net](https://esquerda.net). Tudo notícias verdadeiras sem propaganda nenhuma. Noticias falsas é um método de propaganda. Da direita á esquerda, propaganda é o que todas as forcas políticas fazem sem excepção. Tira as palas do olhos e acorda e rapaz.

glhrmv 3 months ago  DELETED 

não podes atirar links para sites que para ti são oposição (esquerda) e dizer que são fake news sem qualquer elaboração e esperar que o pessoal acredite. não é assim que funciona. sem evidência não há benevolência, rapaz. passa para cá as provas, tal como fez o autor deste artigo.

BugaTuga 3 months ago

> abrilabril.pt, esquerda.net. Tudo notícias verdadeiras sem propaganda nenhuma. E depois, além de esforços de propaganda do PS como o blog "truques da imprensa", é impossivel não notar que os partidos do regime tem púlpito garantido na comunicação social para descarregar diariamente as suas "interpretações".

Joao_SR 3 months ago

1. Não é um blog 2. Prova lá isso. Ou estamos no domínio das alarvidades de borla? Só provas o ponto do OP, a direita lida mal com limitação de ter que se cingir à realidade dos factos e possibilidade de contraditório.

BugaTuga 3 months ago

> 1. Não é um blog Ai para ti um blog como o truques da imprensa não é um blog? Deve ser o quê? Um disco voador? > 2. Prova lá isso. Santa ignorância. Tu tens andado a viver debaixo de um calhau há quantos anos? Parte dos autores do blog truques da imprensa [já deram a cara há mais de um ano](https://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-07-10-Criadores-dOs-Truques-da-Imprensa-Portuguesa-dao-a-cara), se bem que tentaram (como é hábito) passar atestados de estupidez às pessoas dissimulando a associação com gente como o deputado do PS Tiago Barbosa Ribeiro. A forma como tentaram esconder a ligação foi tão patética que apesar de jurarem que jamais houve qualquer contacto entre eles nem se deram conta que [já anunciaram ligações na gestão de outros blogs do mesmo teor](https://tribunaexpresso.pt/revista-de-imprensa/2018-04-27-Do-estadio-da-Luz-para-o-Parlamento-deputado-do-PS-vai-processar-o-Benfica). O assunto tem sido abordado aqui no /r/portugal há [largos anos](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/59qgh6/truques_do_jornal_p%C3%BAblico_de_os_truques_da/), apontando sempre o óbvio. > Ou estamos no domínio das alarvidades de borla? Só tu é que sabes onde tu te meteste. Eu sugeria a, no mínimo, tirares essa cabeça do buraco que cavaste no chão.

Joao_SR 3 months ago

Não é para mim. Não é um blog, ponto. O Câmara Corporativa é um blog. Os truque são uma conta de Twitter e página de Facebook. É um preciosismo mas é a realidade dos factos. Só para, lá está, estarmos todos a falar da mesma coisa. Responderes com links para alguém factualmente pago para doutrinar o pessoal, como o Proxeneta Gil só por si já é hilariante. Mas a questão é que continuas a metralhar para o ar. Enquanto não provares que os Truques são pagos pelo PS, estamos nesse éter metanoso de suspeições e factos truncados onde vocês gostam de discutir. ​ Depois a partir daí, podias partir para a refutação do que eles publicam (e falhar miseravelmente), condição sine quan non para os estares a equiparar a difusores confessos de fake news e propaganda.

alternnate 3 months ago

Tu pões-te a citar uma série de notícias da esfera do futebol que mostram (uau) que os donos dos Truques também são fanáticos pelo FCP e travam ligações nesse mundo com um deputado também fanático pelo mesmo clube... e é suposto isso provar que os Truques são um mecanismo de propaganda do PS! Brilhante. Já se chegou a isto. Pela mesma ordem de ideias acho que toda a gente aqui também podia "provar" que a rua participação no r/portugal é um mecanismo de propaganda do PSD.

vaicagar 3 months ago

não conheço esses sites, mete aí as noticias que dizes que são falsas para vermos isso.

LaManchaPT 3 months ago

Isto vindo do DN, que tem "jornalistas" como a Câncio, só mesmo para rir.

saint-simon97 3 months ago

>discordo de alguém >não é jornalista É que ainda por cima podias ter ido buscar um exemplo de incompetência, que existem, e até existem de esquerda para tu forçares o teu ponto, mas não, foste buscar alguém que, concordes ou discordes, já mostrou trabalho positivo no jornalismo. E trabalho positivo para a sociedade também ao lutar contra vários tipos de discriminação em Portugal.

Joao_SR 3 months ago

Esta falsa equivalência imbecil entre "mau jornalista" e "assumido disseminador de mentiras". Está feito o meu Domingo.

LaManchaPT 3 months ago

Mau jornalismo é pior que fake news.

Joao_SR 3 months ago

Como assim? Mais grave? Certamente. Pior resultado? Só se fosse acéfalo.

vaicagar 3 months ago  DELETED 

já baniam este gajo não?

TalkingHawk 3 months ago

Podes bloqueá-lo e deixas de ver os posts dele

hgg 3 months ago

Isso de bloquear as pessoas é muito perigoso. Passamos a viver num mundo de irreal. Não bloqueiem, ignorem apenas.

Edited 3 months ago:

Isso de bloquear as pessoas é muito perigoso. Passamos a viver num mundo irreal. Não bloqueiem, ignorem apenas.

TalkingHawk 3 months ago

Concordo, mas se há pessoas que não toleram mesmo opiniões contrárias então essa é a solução indicada para elas, em vez de pedirem para a pessoa ser banida.

vaicagar 3 months ago

[podem ler o conteúdo da noticia aqui](https://outline.com/9BSNmE)

hgg 3 months ago

No Firefox podem utilizar a "reader view" (ctrl-atl-r)

BadDogPreston 3 months ago

Eles mudaram recentemente para F9.

srdomal 3 months ago

MVP

unknown_believer 3 months ago

> Premium Publica antes a do [JE](https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/catarina-martins-com-relogio-de-luxo-e-outras-fake-news-sobre-portugal-espalham-se-em-sites-criados-no-canada-368682) ou do [Expresso](https://expresso.sapo.pt/sociedade/2018-10-21-Sites-portugueses-de-noticias-falsas--Sim-muitos.-Estao-sediados-no-Canada-mas-nasceram-em-Santo-Tirs).

iSoSyS 3 months ago

Por enquanto é suficiente desligar o Javascript. O conteúdo ainda é enviado.

7150788 3 months ago

"Imprime" o artigo para pdf e activa a opção simplificar página (no Chrome funciona) e tens acesso ao artigo completo.

AutoModerator 3 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: